SlideShare uma empresa Scribd logo
Perspectiva
histórica da
agricultura e
da
agronomia
Prof.ª Ma. Camila Santos
Primeiras práticas
Agronômicas
Pespectivas
• Brasil e sua representação mundial e a agronomia;;
• Modernização, novas tecnologias;
• Produtos químicos, máquinas agrícolas sofisticadas, produção em grande
escala;
• Surgimento de problemas ambientais e a preocupação com a saúde e
bem-estar dos produtores e consumidores.
Os responsáveis pelas melhorias na agricultura são os profissionais
formados em agronomia, cuja contribuição está no planejamento, na
coordenação, na execução e na supervisão de princípios básicos da
produção agrícola por meio de seus conhecimentos adquiridos
durante sua graduação na área de ciências agrárias.
Ao final da Aula:
• Definir agricultura e
agronomia;
• Descrever como surgiram a
agricultura e a agronomia
em nível nacional e mundial;
• Identificar os principais
marcos na história da
agricultura e da agronomia.
Contribuições agronômicas
na agricultura
• Agricultura é um substantivo
feminino que deriva do latim,
sendo que ager significa campo
e cultura, enquanto colere tem
o sentido de cuidar, cultivar
plantas.
O significado, portanto, é o
conjunto de trabalhos que
transformam o meio natural para
a produção de vegetais e de
animais úteis ao homem.
Contribuições agronômicas na
agricultura
• Agronomia é um
substantivo feminino com
origem grega, que significa
estudo científico dos
problemas físicos,
químicos e biológicos
apresentados na prática da
agricultura.
É possível dividir a história da agricultura e da
agronomia em cinco fases:
I
Sobrevivência,
caça,
desmatamentos e
das queimadas,
cultivo primitivo.
II
Idade da Pedra
(7000 a 2500 a.
C.), agricultura
organizada, para
nobres e clero.
III
Primeiras unidades
agrícolas, em áreas
cedidas pela Igreja ou
por senhores feudais,
uso de tração animal.
Séc XIX - XX.
Almeida (2004)
É possível dividir a história da agricultura e da
agronomia em cinco fases:
V
Novas ideias agronômicas,
transformando uma
agricultura familiar para
outra de nível empresarial.
IV
Economia recebeu novas
terminologias, como
economia rural, surgindo,
portanto, conceitos
capitalistas ou socialistas.
Almeida (2004)
EVOLUÇÃO DA
AGRICULTURA
Na prática, o que significam
Agricultura?
•A agricultura corresponde
às técnicas usadas pelos
profissionais do campo —
agricultores orientados por
engenheiros agrônomos na
produção dos mais
diversos segmentos que a
agronomia oferece
(RODRIGUES, 2001).
Na prática, o que significa
Agronomia?
• A agronomia, por sua vez é
uma ciência que examina as
propriedades do solo e das
plantas, como forma de
desenvolver a agricultura. Ela
estuda as práticas de produção
e cultivo da terra por meio de
técnicas que se modificam
continuamente, devido à
revolução tecnológica
(RODRIGUES, 2001).
Contribuições agronômicas na agricultura
• Acredita-se que o significativo
crescimento da produtividade
das culturas agrícolas e
expressivo crescimento da
produção em relação à área
colhida tenha se dado, em
grande medida, devido aos
avanços tecnológicos ocorridos
no setor agrícola.
Contribuições agronômicas na agricultura
• O uso de bioquímicos (inseticidas,
fungicidas, fertilizantes) e mecânicos
(máquinas e equipamentos agrícolas) a
partir dos anos 1940;
• Utilização de sementes híbridas e
melhoradas a partir dos anos 1970.
4 Modelos de Agricultura
Agricultura moderna
• Utiliza a tecnologia em favor da maior
produtividade no campo, eliminando a maior
parte do trabalho braçal por meio do uso de
máquinas agrícolas — tratores, semeadouras,
colheitadeiras, etc.
• Caracteriza-se por apresentar pouco
ou nenhum uso de maquinário.
•Esse tipo de produção é de
subsistência, realizado por famílias
do campo, com foco no próprio
consumo.
Agricultura extensiva
• O plantio, a manutenção e a colheita
são realizados manualmente, sem
investimentos em sementes e adubos,
como ocorre nas produções em larga
escala.
Agricultura
itinerante:
• Agricultura mais antiga, fazendo uso do fogo para “limpar”
as áreas a serem plantadas;
• É chamada de itinerante porque, à medida que o solo se
esgota, o produtor procura outro local para plantar,
repetindo a destruição;
• Esse modelo é responsável pelos altos índices de
queimadas no Brasil e pela destruição das florestas.
• Caracteriza-se por ser sustentável e
não utilizar agrotóxicos, fertilizante
químicos, adubo, regulador de
crescimento e sementes
geneticamente modificadas.
Medidas preventivas:
• Rotação de culturas;
• Adubação verde, compostagem e;
• Controle biológico de insetos e
doenças.
Agricultura e agronomia:
teoria em ação pelo mundo
• Era dos fertilizantes químicos, criado por
“Justus Von Liebig”, a famosa formula (NPK);
• NPK, Ca, Mg, S eram e são elementos
essenciais, mas eram provenientes do próprio
meio de cultivo.
• “O entende que a produção de uma
cultura é limitada pelo nutriente que está
em menor disponibilidade no solo, ainda
que todos os outros elementos estejam
disponíveis e na quantidade adequada”.
REVOLUÇÃO VERDE
• A Revolução Verde é um modelo
baseado no uso intensivo de
agrotóxicos e fertilizantes
sintéticos na agricultura.
REVOLUÇÃO VERDE
• É um conjunto de estratégias e
inovações tecnológicas que
teve como escopo alcançar
maior produtividade através do
desenvolvimento de pesquisas
em sementes, fertilização de
solos, utilização de agrotóxicos
e mecanização agrícola.
Revolução verde
• Prêmio Nobel da Paz, em 1970
(William Gown);
• Variedades de alta produtividade
(VAP), e não com elevada resistência
de pragas e doenças;
• Fragilidade aos ataques de pragas e
doenças;
• Resultado: dependência de elevadas
doses de Insumos agrícolas.
REVOLUÇÃO VERDE
• Produtores se endividaram;
• êxodo rural;
• Inchaço das cidades;
• Violência urbana;
• Contaminação ambiental e
humana;
• Monopolizar o mercado agrícola.
E a fome, que seria o nobre motivo
de lançamento das VAP e que
rendeu o Nobel da Paz ao Dr.
Borlaug?
Revolução Verde
Prós Contras
Aumentou a
produção de
alimentos;
Não solucionou o
problema da fome;
Provocou
diminuição de
preços.
Aumentou a
concentração de terras;
Levou à migração do
pequeno produtor.
REVOLUÇÃO VERDE, O
RETORNO? OU: A
PROMESSA DAS
PLANTAS
GENETICAMENTE
MODIFICADAS
Estará por trás do modelo das plantas
transgênicas a mesma falsa promessa da
Revolução Verde?
Afirma-se que, nessas plantas, nessas
tecnologia, está a salvação da
humanidade, que sem elas o futuro da
produção de alimentos será impossível.
As plantas geneticamente modificadas
seriam, então, a única forma de acabar
com a fome no mundo?
Agronomia é a ciência agrária
que tem por objetivo aumentar a
compreensão da agropecuária e
melhorar as práticas agrícolas e
zootécnicas;
Ela utiliza técnicas e tecnologias
para melhorar a qualidade e a
produtividade de lavouras,
rebanhos e produtos
agroindustriais.
Dentre as funções que pode
desempenhar, está o trabalho em
fazendas, empresas, instituições
financeiras envolvidas em
atividades rurais, indústrias e
cooperativas do setor agrícola e
de produtos animais.
É possível planejar, coordenar e
executar atividades relacionadas
ao agronegócio.
A evolução da agricultura nos últimos 50 anos
https://youtu.be/RuzwM0e1NhU
Desafio
Você está começando no curso de agronomia e foi convidado
como voluntário para desenvolver uma pesquisa a campo sobre
desenvolvimento de plantas de feijão em relação ao clima. Ao
chegar ao campo, tem que semear e acompanhar o processo de
desenvolvimento da planta. O que você pode verificar nas plantas
sobre diferentes aspectos de desenvolvimento sobre o clima?

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Perspectiva histórica da agricultura e da agronomia.pdf

Introducao agroecologia
Introducao agroecologiaIntroducao agroecologia
Introducao agroecologia
elisandraca
 
Capitulo201
Capitulo201Capitulo201
Capitulo201
Ana Paula Ribeiro
 
Introduo agroecologia
Introduo agroecologiaIntroduo agroecologia
Introduo agroecologia
Adalto Silva
 
Projeto Pesquisa TRANSIÇÃO DA AGRICULTURA CONVENCIONAL PARA AGROECOLÓGICA
Projeto  Pesquisa TRANSIÇÃO DA AGRICULTURA CONVENCIONAL PARA AGROECOLÓGICAProjeto  Pesquisa TRANSIÇÃO DA AGRICULTURA CONVENCIONAL PARA AGROECOLÓGICA
Projeto Pesquisa TRANSIÇÃO DA AGRICULTURA CONVENCIONAL PARA AGROECOLÓGICA
Sirleitr
 
2º Ma Grupo 06
2º Ma   Grupo 062º Ma   Grupo 06
2º Ma Grupo 06
ProfMario De Mori
 
Nocoes de agricultura organica modulo i
Nocoes de agricultura organica modulo iNocoes de agricultura organica modulo i
Nocoes de agricultura organica modulo i
Rita de Cássia Freitas
 
Construção histórica do melhoramento genético de plantas do convencional ao p...
Construção histórica do melhoramento genético de plantas do convencional ao p...Construção histórica do melhoramento genético de plantas do convencional ao p...
Construção histórica do melhoramento genético de plantas do convencional ao p...
HugoCarvalho82875
 
Cartilha SEA 2010
Cartilha SEA 2010Cartilha SEA 2010
Cartilha SEA 2010
nucane
 
Cartilha SAE 2010
Cartilha SAE 2010Cartilha SAE 2010
Cartilha SAE 2010
nucane
 
Apresentação1aaa
Apresentação1aaaApresentação1aaa
Apresentação1aaa
jamerson alencar
 
Problemas da agricultura convencional
Problemas da agricultura convencionalProblemas da agricultura convencional
Problemas da agricultura convencional
Carlos Priante
 
Fênix Pré Vestibular - Geografia Agrária.ppt
Fênix Pré Vestibular - Geografia Agrária.pptFênix Pré Vestibular - Geografia Agrária.ppt
Fênix Pré Vestibular - Geografia Agrária.ppt
Igor da Silva
 
Críticas à revolução verde
Críticas à revolução verde Críticas à revolução verde
Críticas à revolução verde
Monalize Sabedot Dos Santos
 
Trabalho de geografia
Trabalho de geografiaTrabalho de geografia
Trabalho de geografia
Larissa Azevedo Milward
 
Manejo de pragas - agricultura organica
Manejo de pragas - agricultura organicaManejo de pragas - agricultura organica
Manejo de pragas - agricultura organica
pipesmythe
 
agroecologia.pptx
agroecologia.pptxagroecologia.pptx
agroecologia.pptx
MarcoReisBrugnerotto
 
Breve História da Agricultura - considerações iniciais
Breve História da Agricultura - considerações iniciaisBreve História da Agricultura - considerações iniciais
Breve História da Agricultura - considerações iniciais
JoilsonEcheverria
 
Introducao-AGRICULTURA-ORGANICA
Introducao-AGRICULTURA-ORGANICAIntroducao-AGRICULTURA-ORGANICA
Introducao-AGRICULTURA-ORGANICA
Herbert de Carvalho
 
Revolução verde ketlen
Revolução verde ketlenRevolução verde ketlen
Revolução verde ketlen
Rick Harley Mesquita
 
Agroecologia 2.ppt
Agroecologia 2.pptAgroecologia 2.ppt
Agroecologia 2.ppt
GILMARPRETO3
 

Semelhante a Perspectiva histórica da agricultura e da agronomia.pdf (20)

Introducao agroecologia
Introducao agroecologiaIntroducao agroecologia
Introducao agroecologia
 
Capitulo201
Capitulo201Capitulo201
Capitulo201
 
Introduo agroecologia
Introduo agroecologiaIntroduo agroecologia
Introduo agroecologia
 
Projeto Pesquisa TRANSIÇÃO DA AGRICULTURA CONVENCIONAL PARA AGROECOLÓGICA
Projeto  Pesquisa TRANSIÇÃO DA AGRICULTURA CONVENCIONAL PARA AGROECOLÓGICAProjeto  Pesquisa TRANSIÇÃO DA AGRICULTURA CONVENCIONAL PARA AGROECOLÓGICA
Projeto Pesquisa TRANSIÇÃO DA AGRICULTURA CONVENCIONAL PARA AGROECOLÓGICA
 
2º Ma Grupo 06
2º Ma   Grupo 062º Ma   Grupo 06
2º Ma Grupo 06
 
Nocoes de agricultura organica modulo i
Nocoes de agricultura organica modulo iNocoes de agricultura organica modulo i
Nocoes de agricultura organica modulo i
 
Construção histórica do melhoramento genético de plantas do convencional ao p...
Construção histórica do melhoramento genético de plantas do convencional ao p...Construção histórica do melhoramento genético de plantas do convencional ao p...
Construção histórica do melhoramento genético de plantas do convencional ao p...
 
Cartilha SEA 2010
Cartilha SEA 2010Cartilha SEA 2010
Cartilha SEA 2010
 
Cartilha SAE 2010
Cartilha SAE 2010Cartilha SAE 2010
Cartilha SAE 2010
 
Apresentação1aaa
Apresentação1aaaApresentação1aaa
Apresentação1aaa
 
Problemas da agricultura convencional
Problemas da agricultura convencionalProblemas da agricultura convencional
Problemas da agricultura convencional
 
Fênix Pré Vestibular - Geografia Agrária.ppt
Fênix Pré Vestibular - Geografia Agrária.pptFênix Pré Vestibular - Geografia Agrária.ppt
Fênix Pré Vestibular - Geografia Agrária.ppt
 
Críticas à revolução verde
Críticas à revolução verde Críticas à revolução verde
Críticas à revolução verde
 
Trabalho de geografia
Trabalho de geografiaTrabalho de geografia
Trabalho de geografia
 
Manejo de pragas - agricultura organica
Manejo de pragas - agricultura organicaManejo de pragas - agricultura organica
Manejo de pragas - agricultura organica
 
agroecologia.pptx
agroecologia.pptxagroecologia.pptx
agroecologia.pptx
 
Breve História da Agricultura - considerações iniciais
Breve História da Agricultura - considerações iniciaisBreve História da Agricultura - considerações iniciais
Breve História da Agricultura - considerações iniciais
 
Introducao-AGRICULTURA-ORGANICA
Introducao-AGRICULTURA-ORGANICAIntroducao-AGRICULTURA-ORGANICA
Introducao-AGRICULTURA-ORGANICA
 
Revolução verde ketlen
Revolução verde ketlenRevolução verde ketlen
Revolução verde ketlen
 
Agroecologia 2.ppt
Agroecologia 2.pptAgroecologia 2.ppt
Agroecologia 2.ppt
 

Perspectiva histórica da agricultura e da agronomia.pdf

  • 3. Pespectivas • Brasil e sua representação mundial e a agronomia;; • Modernização, novas tecnologias; • Produtos químicos, máquinas agrícolas sofisticadas, produção em grande escala; • Surgimento de problemas ambientais e a preocupação com a saúde e bem-estar dos produtores e consumidores. Os responsáveis pelas melhorias na agricultura são os profissionais formados em agronomia, cuja contribuição está no planejamento, na coordenação, na execução e na supervisão de princípios básicos da produção agrícola por meio de seus conhecimentos adquiridos durante sua graduação na área de ciências agrárias.
  • 4. Ao final da Aula: • Definir agricultura e agronomia; • Descrever como surgiram a agricultura e a agronomia em nível nacional e mundial; • Identificar os principais marcos na história da agricultura e da agronomia.
  • 5. Contribuições agronômicas na agricultura • Agricultura é um substantivo feminino que deriva do latim, sendo que ager significa campo e cultura, enquanto colere tem o sentido de cuidar, cultivar plantas. O significado, portanto, é o conjunto de trabalhos que transformam o meio natural para a produção de vegetais e de animais úteis ao homem.
  • 6. Contribuições agronômicas na agricultura • Agronomia é um substantivo feminino com origem grega, que significa estudo científico dos problemas físicos, químicos e biológicos apresentados na prática da agricultura.
  • 7. É possível dividir a história da agricultura e da agronomia em cinco fases: I Sobrevivência, caça, desmatamentos e das queimadas, cultivo primitivo. II Idade da Pedra (7000 a 2500 a. C.), agricultura organizada, para nobres e clero. III Primeiras unidades agrícolas, em áreas cedidas pela Igreja ou por senhores feudais, uso de tração animal. Séc XIX - XX. Almeida (2004)
  • 8. É possível dividir a história da agricultura e da agronomia em cinco fases: V Novas ideias agronômicas, transformando uma agricultura familiar para outra de nível empresarial. IV Economia recebeu novas terminologias, como economia rural, surgindo, portanto, conceitos capitalistas ou socialistas. Almeida (2004)
  • 10. Na prática, o que significam Agricultura? •A agricultura corresponde às técnicas usadas pelos profissionais do campo — agricultores orientados por engenheiros agrônomos na produção dos mais diversos segmentos que a agronomia oferece (RODRIGUES, 2001).
  • 11. Na prática, o que significa Agronomia? • A agronomia, por sua vez é uma ciência que examina as propriedades do solo e das plantas, como forma de desenvolver a agricultura. Ela estuda as práticas de produção e cultivo da terra por meio de técnicas que se modificam continuamente, devido à revolução tecnológica (RODRIGUES, 2001).
  • 12. Contribuições agronômicas na agricultura • Acredita-se que o significativo crescimento da produtividade das culturas agrícolas e expressivo crescimento da produção em relação à área colhida tenha se dado, em grande medida, devido aos avanços tecnológicos ocorridos no setor agrícola.
  • 13. Contribuições agronômicas na agricultura • O uso de bioquímicos (inseticidas, fungicidas, fertilizantes) e mecânicos (máquinas e equipamentos agrícolas) a partir dos anos 1940; • Utilização de sementes híbridas e melhoradas a partir dos anos 1970.
  • 14. 4 Modelos de Agricultura
  • 15. Agricultura moderna • Utiliza a tecnologia em favor da maior produtividade no campo, eliminando a maior parte do trabalho braçal por meio do uso de máquinas agrícolas — tratores, semeadouras, colheitadeiras, etc.
  • 16. • Caracteriza-se por apresentar pouco ou nenhum uso de maquinário. •Esse tipo de produção é de subsistência, realizado por famílias do campo, com foco no próprio consumo.
  • 17. Agricultura extensiva • O plantio, a manutenção e a colheita são realizados manualmente, sem investimentos em sementes e adubos, como ocorre nas produções em larga escala.
  • 18. Agricultura itinerante: • Agricultura mais antiga, fazendo uso do fogo para “limpar” as áreas a serem plantadas; • É chamada de itinerante porque, à medida que o solo se esgota, o produtor procura outro local para plantar, repetindo a destruição; • Esse modelo é responsável pelos altos índices de queimadas no Brasil e pela destruição das florestas.
  • 19. • Caracteriza-se por ser sustentável e não utilizar agrotóxicos, fertilizante químicos, adubo, regulador de crescimento e sementes geneticamente modificadas. Medidas preventivas: • Rotação de culturas; • Adubação verde, compostagem e; • Controle biológico de insetos e doenças.
  • 20. Agricultura e agronomia: teoria em ação pelo mundo • Era dos fertilizantes químicos, criado por “Justus Von Liebig”, a famosa formula (NPK); • NPK, Ca, Mg, S eram e são elementos essenciais, mas eram provenientes do próprio meio de cultivo. • “O entende que a produção de uma cultura é limitada pelo nutriente que está em menor disponibilidade no solo, ainda que todos os outros elementos estejam disponíveis e na quantidade adequada”.
  • 21. REVOLUÇÃO VERDE • A Revolução Verde é um modelo baseado no uso intensivo de agrotóxicos e fertilizantes sintéticos na agricultura.
  • 22. REVOLUÇÃO VERDE • É um conjunto de estratégias e inovações tecnológicas que teve como escopo alcançar maior produtividade através do desenvolvimento de pesquisas em sementes, fertilização de solos, utilização de agrotóxicos e mecanização agrícola.
  • 23. Revolução verde • Prêmio Nobel da Paz, em 1970 (William Gown); • Variedades de alta produtividade (VAP), e não com elevada resistência de pragas e doenças; • Fragilidade aos ataques de pragas e doenças; • Resultado: dependência de elevadas doses de Insumos agrícolas.
  • 24. REVOLUÇÃO VERDE • Produtores se endividaram; • êxodo rural; • Inchaço das cidades; • Violência urbana; • Contaminação ambiental e humana; • Monopolizar o mercado agrícola. E a fome, que seria o nobre motivo de lançamento das VAP e que rendeu o Nobel da Paz ao Dr. Borlaug? Revolução Verde Prós Contras Aumentou a produção de alimentos; Não solucionou o problema da fome; Provocou diminuição de preços. Aumentou a concentração de terras; Levou à migração do pequeno produtor.
  • 25. REVOLUÇÃO VERDE, O RETORNO? OU: A PROMESSA DAS PLANTAS GENETICAMENTE MODIFICADAS Estará por trás do modelo das plantas transgênicas a mesma falsa promessa da Revolução Verde? Afirma-se que, nessas plantas, nessas tecnologia, está a salvação da humanidade, que sem elas o futuro da produção de alimentos será impossível. As plantas geneticamente modificadas seriam, então, a única forma de acabar com a fome no mundo?
  • 26. Agronomia é a ciência agrária que tem por objetivo aumentar a compreensão da agropecuária e melhorar as práticas agrícolas e zootécnicas; Ela utiliza técnicas e tecnologias para melhorar a qualidade e a produtividade de lavouras, rebanhos e produtos agroindustriais.
  • 27. Dentre as funções que pode desempenhar, está o trabalho em fazendas, empresas, instituições financeiras envolvidas em atividades rurais, indústrias e cooperativas do setor agrícola e de produtos animais. É possível planejar, coordenar e executar atividades relacionadas ao agronegócio.
  • 28. A evolução da agricultura nos últimos 50 anos https://youtu.be/RuzwM0e1NhU
  • 29. Desafio Você está começando no curso de agronomia e foi convidado como voluntário para desenvolver uma pesquisa a campo sobre desenvolvimento de plantas de feijão em relação ao clima. Ao chegar ao campo, tem que semear e acompanhar o processo de desenvolvimento da planta. O que você pode verificar nas plantas sobre diferentes aspectos de desenvolvimento sobre o clima?