SlideShare uma empresa Scribd logo
PERFIL
LAMINADO
COM COLA
DE PINHO
NEGRO
PROMOCIÓN DE LA INNOVACIÓN
PARA LA MEJORA DE LA
COMPETITIVIDAD DE LAS PYMES
EN LA INDUSTRIA MADERERA
DEL ESPACIO SUDOE
www.woodtech-project.eu
EUROPA DISPÕE DE UM SECTOR MADEIREIRO A
SUBIR E COMPETITIVO COM AGENTES DE PESQUISA E
TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA
WOODTECH É UM PROJETO DE INOVAÇÃO , UNIÃO
DE EMPRESAS, CENTROS TECNOLOGICOS E CENTROS
DE INVESTIGAÇÃO
MADEIRA LOCAL É DE QUALIDADE E COM
VALOR ACRESCENTADO
AS EMPRESAS DEVEM TER A OFERTA PARA GERAR
DYNAMICA
CONCEITO DE KM0 = SOSTENTABILIDADE
CONTAR COM PRODUTOS DE PROXIMIDADE
FOMENTA O CONSUMO RESPONSAVEL
O CONSUMO DE MADEIRA LOCAL GERA OCUPAÇÃO,
DINAMISMO SOCIAL E ECONÓMICO
SE VALORIZAMOS A MADEIRA LOCAL ESTAMOS A
CONTRIBUIR PARA OS BOSQUES FLORESTAS MAIS
BEM GERIDOS E MINIMIZAR O RISCO DE FOGO,
CONTRIBUINDO PARA MITIGAR A MUDANÇA
CLIMÁTICA
www.woodtech-project.eu
ANTAGENS DO PRODUTOV
COMPARANDO A OUTROS PRODUTOS DE MADEIRA:
·	 Mais leve do que perfis de madeira feitos de boreal exuberante e espécies tropicais
·	 Melhor estabilidade dimensional em comparação com produtos de madeira maciça.
·	 Melhor qualidade estética obtida pela remoção das singularidades das laminas (nós, bolsos de resina ou rachaduras).
·	 Melhor optimização da materia prima com respeito a produtos de madeira maciça.
·	 Produto mais homogéneo, de qualidade normalizada, dimensões específicas, humidade e propiedades controladas
·	 Produto de proximidade
COMPARANDO A OUTROS PRODUTOS QUE PODEM SUBSTITUI-LO – ALUMINIO E PVC:
·	 A madeira tem uma condutividade térmica mais baixa e maior poder isolante.
·	 A madeira é um recurso renovável, ao contrário de alumínio e petróleo.
·	 A madeira respira e regula a umidade do ambiente com o exterior..
·	 Os produtos derivados de madeira tem menor energia incorporada do que os fabricados com outros materiais.
UTRAS VANTAGENS AMBIENTAISO
·	 Produto reciclavel.
·	 Material biodegradable. La madera es un material completamente biodegradable y el adhesivo EPI a pesar de presentar una tasa
muy lenta de descomposición, al degradarse no emite productos tóxicos.
·	 Material biodegradável. A madeira é um material totalmente biodegradável e o adesivo EPI apesar de ter uma velocidade de
decomposição muito baixa, ao degradar-se não emite produtos tóxicos.
·	 A matéria-prima utilizada é proveniente dos bosques dos Pirinéus e é esperado para ser explorada e transformada por serrações
próximas, ajudando a fortalecer a economia e o desenvolvimento local.
·	 O processo de fabricação do produto permite respeitar os requisitos para a execução da cadeia de procedimentos de protecção.
·	 A proporção da cola que contêm o produto é muito pequena, cerca de 1% do seu peso. Além disso, está livre de formaldeído.
Colaboradores e asociados:
A energia necessária para produzir perfis laminados colados de pinho negro é de 12 MJ / kg.
Utilizando-os em janelas de madeira, reduz a factura energética cinco vezes com respeito ao PVC e
dez em relação ao aluminio. O uso de madeira têm um impacto menor sobre o meio ambiente
Depósito legal: L 1718-2014
ARACTERÍSTICAS TÉCNICASC SPECIE FORESTALE
DESCRIÇÃO PINHO NEGRO (Pinus uncinata Mill)
ESPECIE FORESTAL
Pinus uncinata Mill. de árvore e / ou arbusto. Coníferas. Alburno esbranquiçada difere muito bem cerne
às vezes escuro rosa-salmão. Os anéis de crescimento são estreitos, bem marcados e grandes áreas de
consistência entre a primavera e o verão. A fibra é recta e de grão fino. Cerne e o borne suscetíveis ao ataque
de cupins. Baixa durabilidade contra fungos apodrecedores. No seu habitat natural pode resistir a condições
exteriores, desde que ele é isolado a partir do solo. Borne impregnable, ao contrário do cerne. Fibra longa e
média densidade. Fácil de serrar e de trabalho, de qualidade muito variável.
CRECIMENTO
Crescimento com valores médios variando entre 3-5 m3 / ha / ano na subalpina menor e 1-1,5 m3 / ha /
ano, ou ainda menor, subalpina superior. Em geral, o crescimento desta espécie é relativamente rápido em
indivíduos jovens, mas diminui rapidamente. Em média, os pés pinho negro alcançar um diâmetro de 30-35
cm de 100-120 anos.
GESTÃO FLORESTAL*
O pinho negro suporta diferentes tipos de silvicultura desde que as seguintes condições sejam respeitadas:
• Regime de claras selectivas ou mixtas, suaves em geral.
• Mantendo a proteção lateral máxima.
• Incentiva a diversidade estrutural (paisagem mosaico) para aumentar a resistência e resiliência a perturbações
naturais.
• Ao tratar a regeneração, garantir o contato das sementes com o solo mineral.
• Não ultrapassar a idade de 120 anos para iniciar a regeneração
Para estruturas regulaares (regeneração):
• Curto e feito por bandas.
• Emagrecimento ou aglomerados uniformes .
Para estruturas irregulares:
• Desbaste por golpes, geralmente a cada 15 a 20 anos.
HECTARES FORESTAIS
E A SUA ESCALA DE
DISTRIBUIÇÃO
109.950 ha (em total nas regiões de Girona, Barcelona, Lleida, Huesca, Navarra, Pyrénées-Orientales, Aude,
Ariège, Haute Garonne, Hautes-Pyrénées) **
EXISTENCIAS 13.151.000 m3
**
PRODUÇÃO ANUAL 190.000 - 215.000 m3
/año**
PRINCIPAIS
APLICAÇÕES
A madeira de pinho preto é geralmente utilizada para carpintaria, no desenvolvimento Rústico, torneamento
e caixas de resonância de instrumentos musicais. Em áreas de alta montanha esta madeira tem sido utilizada
em cabanas de pastor, mas também para a construção de estruturas de casas ou igrejas para a sua adaptação
estrutural excelente tradicional. Também é utilizado em cofragens e propwood. Destina-se também para
produtos menos exigentes, tais como embalagens ou fibra e aglomerado.
ÁREA DE DISTRIBUIÇÃO DA ESPECIE NO ESPAÇO SUDOE
O projeto WOODTECH (www.woodtech-project.eu) é um projeto inovador para melhorar a competitividade das PME da
industria madeireira no espaço SUDOE.WOODTECH foi financiado pelo Programa Operacional de Cooperação Territorial
Europeia Sudeste (SUDOE) através de fundos FEDER, com o objectivo de reforçar a cooperação territorial nas áreas de com-
petitividade, inovação, protecção ambiental, o desenvolvimento e ordenamento sustentável do território.
PRESENTAÇÃOA
SOCIO QUE
DESENVOLVEU O
PRODUTO
INCAFUST (INSTITUT CATALA DE LA FUSTA)
Ctra. Sant Llorenç, km 2 · 25280 Solsona
Tel. +34 973 48 42 32 · Fax +34 973 48 42 31
DENOMINAÇÃO Perfil laminado com cola de pinho negro (Pinus uncinata Mill)
DESCRIÇÃO DO
PRODUTO
Barra de madeira formado por folhas de pinho negro coladas com adesivo de emulsão poliisocianato
de nova geração. Os filmes são apresentados em números ímpares, geralmente três, e as fibras
dispostas paralelamente ao eixo longitudinal
APLICAÇÕES DO
PRODUTO
Como elemento principal ou secundário na fabricação de quadros, Caixilhos, molduras, janelas,
portas e móveis
INOVAÇÃO
CONSEGUIDA
Usando o pinho negro (Pinus uncinata Mill), uma espécie não abrangida até agora para a realização
de perfis, de dois componentes de colagem adesiva nova formulação que consiste de uma emulsão
de polímero de isocianato (EPI) e endurecedor de formaldeído livre
ASPETOS
TÉCNICOS DO
DESENVOLVIMENTO
Os perfis laminados colados devem estar em conformidade com os requisitos e especificações para
a primeira e segunda parte da UNE-EN 13307 para perfis simples e semi-perfis de madeira para
uso não-estrutural. Para isso, é necessário o desenvolvimento de juntas coladas suficientemente
resistentes e que respeite as tolerâncias dimensionais, a deformação máxima, o teor de humidade,
a orientação dos anéis de crescimento e fibras, a espessura das laminas e da geometria das
articulações dentadas.
MATERIA PRIMA
Rolos de madeira maciça de pinus uncinata dos Pirinéus de 12 cm de diâmetro. No continente
os melhores povoamentos naturais de pinho negro são encontrados nas áreas dos Pirinéus das
províncias de Lleida, Girona, Barcelona e Huesca
Formaldeído livre de adesivo polímero em emulsão de isocianato de dois componentes. Formulação
inovadora específica para colagem de madeira
CARACTERÍSTICAS DO
PRODUTO
Densidade: 500 kg / m 3. Dimensões nominais: 45 × 75 × 500 mm. Composta por três camadas de
madeira 25 mm de espessura unidas por juntas _. Especificações de acordo com a norma UNE-EN
13307-1: 2007 e PT CEN / TS 13307-2 EX: 2010. Colagem apta a suportar classes de serviço 1, 2
e 3
PRODUTO PATENTEADO NO ÂMBITO DO PROJECTO WOODTECH
RODUTOS DESENVOLVIDOSP
* Paco Cano (2003) Gestió de Pi negre. XX Jornades tecnicas Silvícoles
* Para mais informações consulte guia do pinho florestal negro nos Pirinéus [http://fidbosc.ctfc.cat/docs/GUIA_GESTION_Version_ES_Baja.pdf]
** Guia do pinho negro florestal nos Pirinéus
Área de distribuição do pinho negro
MATERIAIS
MADEIRA
NOME CIENTÍFICO Pinus uncinata Mill.
NOME COMÚM Pinho negro
ADESIVO
TIPO
Emulsão de Poliisocianato
Akzo Nobel EPI system 1973 / 1993
D4 segúndo UNE-EN 204:2002
COR
Creme claro. Indistinguivel com
respecto à madera
FORMALDEHIDO Livre de formaldehido
QUANTIDADE DE ADESIVO 150-250 g/m2
PRENSAGEM ADMITIDA Em frio, em quente e alta frequência
TEMPO DE PRENSAGEM Entre130 segundos e 30 minutos
CARACTERÍSTICAS
GEOMÉTRICAS
DIMENSÕES COMERCIAIS HABITUAIS
Comprimento: 72-120 mm
Espessura: 48-120 mm
Largura: 1000-3000 mm
NÚMERO DE LÁMINAS Tres ou mais
UNIÓN DENTADA
(UNE-EN 385:2002)
PASO 3,8 mm
LONGITUD DE LA DIENTE 14 mm
ANCHO DE LA PUNTO 1mm
PROPRIEDADES
FÍSICAS E
MECÁNICAS
DENSIDAD (UNE 56531:1977) 502 kg/m3
DUREZA (UNE 56534:1977) 1,85 mm-1
PROPRIEDADES
RESISTENTES
FLEXÃO
(UNE 56537:1977)
79,2 N/mm2
COMPRESÃO
(UNE 56535:1977)
38,5 N/mm2
ADESIVO
CORTANTE
(UNE-CEN/TS 13307:2010 EX)
6,17 N/mm2
DELAMINAÇÃO
(UNE-CEN/TS 13307:2010 EX)
<3,5%. Apta para clase de serviço 3(*)
N/mm2
DURABILIDADE (UNE-EN 350-1:1995) Medianamente ou pouco durable
IMPREGNABILIDADE (UNE-EN 350-1:1995) Albura impregnavél (Clase 1-2)
REAÇÃO AO FOGO Cerne não impregnable (Clase 4)
MECANIZADO Escovado e calibrado das quatro faces
TRATAMENTO OU REVESTIMENTO Manchado, pintado, envernizado, lacado
PRINCIPAIS APLICAÇÕES
Fabricação de chassis auxiliares, janelas,
grades, e carpintaria interior em geral
(*)De acordo com as classes de serviço do sistema de classificação, documento básico para o CódigoTécnico de madeira Segurança estruturais para a construção (CTE).

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Madeira
MadeiraMadeira
Madeira
celizgeo
 
Telha transparente
Telha transparenteTelha transparente
Telha transparente
coberhouse
 
Apresentação: Telhas Granville
Apresentação: Telhas GranvilleApresentação: Telhas Granville
Apresentação: Telhas Granville
guisfranca
 
Drywall debora
Drywall deboraDrywall debora
Drywall debora
Ambiente Construído II
 
Drywall fabio francio
Drywall fabio francioDrywall fabio francio
Drywall fabio francio
Ambiente Construído II
 
Apresentação GRAVICOLOR
Apresentação GRAVICOLORApresentação GRAVICOLOR
Apresentação GRAVICOLOR
Rafa Villas
 
O meio ambiente acustico.97
O meio ambiente acustico.97O meio ambiente acustico.97
O meio ambiente acustico.97
Priscila Silveira Prado
 
Manual mdf
Manual mdfManual mdf
Manual mdf
Henrique Filho
 
Assoalho de madeira lilian
Assoalho de madeira lilianAssoalho de madeira lilian
Assoalho de madeira lilian
Ambiente Construído II
 
Telhados inteligentes spf
Telhados inteligentes spfTelhados inteligentes spf
Telhados inteligentes spf
pjost2
 
06 Paulo Bessa Amorim 25 Mar 2010 Ics
06 Paulo Bessa Amorim 25 Mar 2010 Ics06 Paulo Bessa Amorim 25 Mar 2010 Ics
06 Paulo Bessa Amorim 25 Mar 2010 Ics
Construção Sustentável
 
497 _catalogo_tecnico_shingle___brasilit___2
497  _catalogo_tecnico_shingle___brasilit___2497  _catalogo_tecnico_shingle___brasilit___2
497 _catalogo_tecnico_shingle___brasilit___2
Nilson Levi Winter
 
Revestimentos em madeira
Revestimentos em madeiraRevestimentos em madeira
Revestimentos em madeira
Luís Trafani
 
07 Paulo Bessa Amorim 22 Jan 2010 Ics
07 Paulo Bessa Amorim 22 Jan 2010 Ics07 Paulo Bessa Amorim 22 Jan 2010 Ics
07 Paulo Bessa Amorim 22 Jan 2010 Ics
Construção Sustentável
 
DRYWALL
DRYWALLDRYWALL
Madeiras
MadeirasMadeiras
Madeiras
Dirk Henning
 
Palestra Drywall
Palestra DrywallPalestra Drywall
Palestra Drywall
Ludmila Souza
 
Ecoprodutos
EcoprodutosEcoprodutos
Ecoprodutos
Caliandra Desenhos
 
Detalhamento - Madeiras Transformadas
Detalhamento - Madeiras TransformadasDetalhamento - Madeiras Transformadas
Detalhamento - Madeiras Transformadas
danilosaccomori
 

Mais procurados (19)

Madeira
MadeiraMadeira
Madeira
 
Telha transparente
Telha transparenteTelha transparente
Telha transparente
 
Apresentação: Telhas Granville
Apresentação: Telhas GranvilleApresentação: Telhas Granville
Apresentação: Telhas Granville
 
Drywall debora
Drywall deboraDrywall debora
Drywall debora
 
Drywall fabio francio
Drywall fabio francioDrywall fabio francio
Drywall fabio francio
 
Apresentação GRAVICOLOR
Apresentação GRAVICOLORApresentação GRAVICOLOR
Apresentação GRAVICOLOR
 
O meio ambiente acustico.97
O meio ambiente acustico.97O meio ambiente acustico.97
O meio ambiente acustico.97
 
Manual mdf
Manual mdfManual mdf
Manual mdf
 
Assoalho de madeira lilian
Assoalho de madeira lilianAssoalho de madeira lilian
Assoalho de madeira lilian
 
Telhados inteligentes spf
Telhados inteligentes spfTelhados inteligentes spf
Telhados inteligentes spf
 
06 Paulo Bessa Amorim 25 Mar 2010 Ics
06 Paulo Bessa Amorim 25 Mar 2010 Ics06 Paulo Bessa Amorim 25 Mar 2010 Ics
06 Paulo Bessa Amorim 25 Mar 2010 Ics
 
497 _catalogo_tecnico_shingle___brasilit___2
497  _catalogo_tecnico_shingle___brasilit___2497  _catalogo_tecnico_shingle___brasilit___2
497 _catalogo_tecnico_shingle___brasilit___2
 
Revestimentos em madeira
Revestimentos em madeiraRevestimentos em madeira
Revestimentos em madeira
 
07 Paulo Bessa Amorim 22 Jan 2010 Ics
07 Paulo Bessa Amorim 22 Jan 2010 Ics07 Paulo Bessa Amorim 22 Jan 2010 Ics
07 Paulo Bessa Amorim 22 Jan 2010 Ics
 
DRYWALL
DRYWALLDRYWALL
DRYWALL
 
Madeiras
MadeirasMadeiras
Madeiras
 
Palestra Drywall
Palestra DrywallPalestra Drywall
Palestra Drywall
 
Ecoprodutos
EcoprodutosEcoprodutos
Ecoprodutos
 
Detalhamento - Madeiras Transformadas
Detalhamento - Madeiras TransformadasDetalhamento - Madeiras Transformadas
Detalhamento - Madeiras Transformadas
 

Destaque

Carrelet lamellé-collé en pin a crochets
Carrelet lamellé-collé en pin a crochetsCarrelet lamellé-collé en pin a crochets
Carrelet lamellé-collé en pin a crochets
Catalan Institute of Wood (INCAFUST)
 
Presentació general incafust
Presentació general incafustPresentació general incafust
Presentació general incafust
Catalan Institute of Wood (INCAFUST)
 
Poster perfil laminado pino negro características técnicas
Poster perfil laminado pino negro características técnicasPoster perfil laminado pino negro características técnicas
Poster perfil laminado pino negro características técnicas
Catalan Institute of Wood (INCAFUST)
 
Póster perfil laminado encolado de pino negro características ambientales
Póster perfil laminado encolado de pino negro características ambientalesPóster perfil laminado encolado de pino negro características ambientales
Póster perfil laminado encolado de pino negro características ambientales
Catalan Institute of Wood (INCAFUST)
 
Perfil laminado encolado de pino negro
Perfil laminado encolado de pino negroPerfil laminado encolado de pino negro
Perfil laminado encolado de pino negro
Catalan Institute of Wood (INCAFUST)
 
Anàlisi de Patologies en Estructures de Fusta
Anàlisi de Patologies en Estructures de FustaAnàlisi de Patologies en Estructures de Fusta
Anàlisi de Patologies en Estructures de Fusta
HELPEST21 SLU
 
FUSTA
FUSTAFUSTA
Tema 1. les estructures
Tema 1. les estructuresTema 1. les estructures
Tema 1. les estructures
Ricard
 
La fusta 1
La fusta 1La fusta 1
La fusta 1
TecnoPau
 

Destaque (9)

Carrelet lamellé-collé en pin a crochets
Carrelet lamellé-collé en pin a crochetsCarrelet lamellé-collé en pin a crochets
Carrelet lamellé-collé en pin a crochets
 
Presentació general incafust
Presentació general incafustPresentació general incafust
Presentació general incafust
 
Poster perfil laminado pino negro características técnicas
Poster perfil laminado pino negro características técnicasPoster perfil laminado pino negro características técnicas
Poster perfil laminado pino negro características técnicas
 
Póster perfil laminado encolado de pino negro características ambientales
Póster perfil laminado encolado de pino negro características ambientalesPóster perfil laminado encolado de pino negro características ambientales
Póster perfil laminado encolado de pino negro características ambientales
 
Perfil laminado encolado de pino negro
Perfil laminado encolado de pino negroPerfil laminado encolado de pino negro
Perfil laminado encolado de pino negro
 
Anàlisi de Patologies en Estructures de Fusta
Anàlisi de Patologies en Estructures de FustaAnàlisi de Patologies en Estructures de Fusta
Anàlisi de Patologies en Estructures de Fusta
 
FUSTA
FUSTAFUSTA
FUSTA
 
Tema 1. les estructures
Tema 1. les estructuresTema 1. les estructures
Tema 1. les estructures
 
La fusta 1
La fusta 1La fusta 1
La fusta 1
 

Semelhante a Perfil laminado com cola de pinho negro

Aula4 materiais
Aula4 materiaisAula4 materiais
Aula4 materiais
Tiago Cruz
 
Apresentação hipermade madeiras
Apresentação hipermade madeirasApresentação hipermade madeiras
Apresentação hipermade madeiras
HiperMade Comercio de Madeiras
 
Caracteristicas Eucalipto
Caracteristicas EucaliptoCaracteristicas Eucalipto
Caracteristicas Eucalipto
Paulo Victor
 
DES | Madeira
DES | MadeiraDES | Madeira
DES | Madeira
Edison Ribeiro
 
Conforto ambiental pp
Conforto ambiental ppConforto ambiental pp
Conforto ambiental pp
Carlos Elson Cunha
 
Tintas e Madeiras.pptx
Tintas e Madeiras.pptxTintas e Madeiras.pptx
Tintas e Madeiras.pptx
GiovannaFerreira84
 
Tobias weinmann ecos
Tobias weinmann ecosTobias weinmann ecos
Tobias weinmann ecos
forumsustentar
 
Árvores Plantadas - do plantio ao consumidor final // Planted Trees - from pl...
Árvores Plantadas - do plantio ao consumidor final // Planted Trees - from pl...Árvores Plantadas - do plantio ao consumidor final // Planted Trees - from pl...
Árvores Plantadas - do plantio ao consumidor final // Planted Trees - from pl...
Ibá – Indústria Brasileira de Árvores
 
Apresentação Ecoshaus
Apresentação EcoshausApresentação Ecoshaus
Apresentação Ecoshaus
Casas Kurten
 
Weinmann ecos tobias ott 14 00
Weinmann ecos tobias ott 14 00Weinmann ecos tobias ott 14 00
Weinmann ecos tobias ott 14 00
forumsustentar
 
Weinmann ecos tobias ott 14 00
Weinmann ecos tobias ott 14 00Weinmann ecos tobias ott 14 00
Weinmann ecos tobias ott 14 00
forumsustentar
 
MDP: A matéria prima ecologicamente correta! [Martinucci do Brasil]
MDP: A matéria prima ecologicamente correta! [Martinucci do Brasil]MDP: A matéria prima ecologicamente correta! [Martinucci do Brasil]
MDP: A matéria prima ecologicamente correta! [Martinucci do Brasil]
arthurmazetti
 
Poliestireno expandido adrina
Poliestireno expandido adrinaPoliestireno expandido adrina
Poliestireno expandido adrina
Ambiente Construído II
 
Florestamento e reflorestamento,tecnicas de trabalho!!
Florestamento e reflorestamento,tecnicas de trabalho!!Florestamento e reflorestamento,tecnicas de trabalho!!
Florestamento e reflorestamento,tecnicas de trabalho!!
Míria Alves Cirqueira
 
Trabalho a madeira
Trabalho  a madeiraTrabalho  a madeira
Trabalho a madeira
Higo Raphael
 
Colagem de Aglomerados - Renata Pontes Araújo (201103535-8)
Colagem de Aglomerados - Renata Pontes Araújo (201103535-8)Colagem de Aglomerados - Renata Pontes Araújo (201103535-8)
Colagem de Aglomerados - Renata Pontes Araújo (201103535-8)
Renata Araújo
 
Matérias não convencionais utilizados na construção
Matérias não convencionais utilizados na construção Matérias não convencionais utilizados na construção
Matérias não convencionais utilizados na construção
Marcelo Daniel Trindade
 
Cm aula 6
Cm   aula 6Cm   aula 6
Cm aula 6
Rodrigo Tikim
 
TRABALHO DE ESQUADRIAS DE FERRO E MADEIRA
TRABALHO DE ESQUADRIAS DE FERRO E MADEIRATRABALHO DE ESQUADRIAS DE FERRO E MADEIRA
TRABALHO DE ESQUADRIAS DE FERRO E MADEIRA
A M
 
Cedro e sucupira
Cedro e sucupiraCedro e sucupira
Cedro e sucupira
marcus92
 

Semelhante a Perfil laminado com cola de pinho negro (20)

Aula4 materiais
Aula4 materiaisAula4 materiais
Aula4 materiais
 
Apresentação hipermade madeiras
Apresentação hipermade madeirasApresentação hipermade madeiras
Apresentação hipermade madeiras
 
Caracteristicas Eucalipto
Caracteristicas EucaliptoCaracteristicas Eucalipto
Caracteristicas Eucalipto
 
DES | Madeira
DES | MadeiraDES | Madeira
DES | Madeira
 
Conforto ambiental pp
Conforto ambiental ppConforto ambiental pp
Conforto ambiental pp
 
Tintas e Madeiras.pptx
Tintas e Madeiras.pptxTintas e Madeiras.pptx
Tintas e Madeiras.pptx
 
Tobias weinmann ecos
Tobias weinmann ecosTobias weinmann ecos
Tobias weinmann ecos
 
Árvores Plantadas - do plantio ao consumidor final // Planted Trees - from pl...
Árvores Plantadas - do plantio ao consumidor final // Planted Trees - from pl...Árvores Plantadas - do plantio ao consumidor final // Planted Trees - from pl...
Árvores Plantadas - do plantio ao consumidor final // Planted Trees - from pl...
 
Apresentação Ecoshaus
Apresentação EcoshausApresentação Ecoshaus
Apresentação Ecoshaus
 
Weinmann ecos tobias ott 14 00
Weinmann ecos tobias ott 14 00Weinmann ecos tobias ott 14 00
Weinmann ecos tobias ott 14 00
 
Weinmann ecos tobias ott 14 00
Weinmann ecos tobias ott 14 00Weinmann ecos tobias ott 14 00
Weinmann ecos tobias ott 14 00
 
MDP: A matéria prima ecologicamente correta! [Martinucci do Brasil]
MDP: A matéria prima ecologicamente correta! [Martinucci do Brasil]MDP: A matéria prima ecologicamente correta! [Martinucci do Brasil]
MDP: A matéria prima ecologicamente correta! [Martinucci do Brasil]
 
Poliestireno expandido adrina
Poliestireno expandido adrinaPoliestireno expandido adrina
Poliestireno expandido adrina
 
Florestamento e reflorestamento,tecnicas de trabalho!!
Florestamento e reflorestamento,tecnicas de trabalho!!Florestamento e reflorestamento,tecnicas de trabalho!!
Florestamento e reflorestamento,tecnicas de trabalho!!
 
Trabalho a madeira
Trabalho  a madeiraTrabalho  a madeira
Trabalho a madeira
 
Colagem de Aglomerados - Renata Pontes Araújo (201103535-8)
Colagem de Aglomerados - Renata Pontes Araújo (201103535-8)Colagem de Aglomerados - Renata Pontes Araújo (201103535-8)
Colagem de Aglomerados - Renata Pontes Araújo (201103535-8)
 
Matérias não convencionais utilizados na construção
Matérias não convencionais utilizados na construção Matérias não convencionais utilizados na construção
Matérias não convencionais utilizados na construção
 
Cm aula 6
Cm   aula 6Cm   aula 6
Cm aula 6
 
TRABALHO DE ESQUADRIAS DE FERRO E MADEIRA
TRABALHO DE ESQUADRIAS DE FERRO E MADEIRATRABALHO DE ESQUADRIAS DE FERRO E MADEIRA
TRABALHO DE ESQUADRIAS DE FERRO E MADEIRA
 
Cedro e sucupira
Cedro e sucupiraCedro e sucupira
Cedro e sucupira
 

Mais de Catalan Institute of Wood (INCAFUST)

Jornada: La finestra de fusta. Barcelona, 28 d'octubre de 2014
Jornada: La finestra de fusta. Barcelona, 28 d'octubre de 2014Jornada: La finestra de fusta. Barcelona, 28 d'octubre de 2014
Jornada: La finestra de fusta. Barcelona, 28 d'octubre de 2014
Catalan Institute of Wood (INCAFUST)
 
Jornada: La ventana de madera. Barcelona, 28 de octubre de 2014
Jornada: La ventana de madera. Barcelona, 28 de octubre de 2014Jornada: La ventana de madera. Barcelona, 28 de octubre de 2014
Jornada: La ventana de madera. Barcelona, 28 de octubre de 2014
Catalan Institute of Wood (INCAFUST)
 
Caracterización físico mecánica de la madera de roble albar, roble cerroide y...
Caracterización físico mecánica de la madera de roble albar, roble cerroide y...Caracterización físico mecánica de la madera de roble albar, roble cerroide y...
Caracterización físico mecánica de la madera de roble albar, roble cerroide y...
Catalan Institute of Wood (INCAFUST)
 
CURS GRATUÏT CONSTRUCCIÓ AMB FUSTA INCAFUST
CURS GRATUÏT CONSTRUCCIÓ AMB FUSTA INCAFUSTCURS GRATUÏT CONSTRUCCIÓ AMB FUSTA INCAFUST
CURS GRATUÏT CONSTRUCCIÓ AMB FUSTA INCAFUST
Catalan Institute of Wood (INCAFUST)
 
Properties of clear wood and structural timber of Pinus halepensis fromnorth-...
Properties of clear wood and structural timber of Pinus halepensis fromnorth-...Properties of clear wood and structural timber of Pinus halepensis fromnorth-...
Properties of clear wood and structural timber of Pinus halepensis fromnorth-...
Catalan Institute of Wood (INCAFUST)
 
CURS CÀLCUL ESTRUCTURES DE FUSTA
CURS CÀLCUL ESTRUCTURES DE FUSTACURS CÀLCUL ESTRUCTURES DE FUSTA
CURS CÀLCUL ESTRUCTURES DE FUSTA
Catalan Institute of Wood (INCAFUST)
 
General presentation incafust
General presentation incafustGeneral presentation incafust
General presentation incafust
Catalan Institute of Wood (INCAFUST)
 
Producció de bigues estructurals amb fusta de frondoses nobles d'origen catal...
Producció de bigues estructurals amb fusta de frondoses nobles d'origen catal...Producció de bigues estructurals amb fusta de frondoses nobles d'origen catal...
Producció de bigues estructurals amb fusta de frondoses nobles d'origen catal...Catalan Institute of Wood (INCAFUST)
 
Caracterización tecnológica y mecánica de la madera de pino negro incafust
Caracterización tecnológica y mecánica de la madera de pino negro incafustCaracterización tecnológica y mecánica de la madera de pino negro incafust
Caracterización tecnológica y mecánica de la madera de pino negro incafust
Catalan Institute of Wood (INCAFUST)
 
Inspecció i diagnosi d’estructures i elements de fusta incafust
Inspecció i diagnosi d’estructures i elements de fusta incafustInspecció i diagnosi d’estructures i elements de fusta incafust
Inspecció i diagnosi d’estructures i elements de fusta incafust
Catalan Institute of Wood (INCAFUST)
 
Díptico general incafust
Díptico general incafustDíptico general incafust
Díptico general incafust
Catalan Institute of Wood (INCAFUST)
 
Presentación general incafust
Presentación general incafustPresentación general incafust
Presentación general incafust
Catalan Institute of Wood (INCAFUST)
 
Nous serveis incafust arquitectura
Nous serveis incafust arquitecturaNous serveis incafust arquitectura
Nous serveis incafust arquitectura
Catalan Institute of Wood (INCAFUST)
 
Overview Incafust projects
Overview Incafust projectsOverview Incafust projects
Overview Incafust projects
Catalan Institute of Wood (INCAFUST)
 
Presentació protecció contra incendis incafust
Presentació protecció contra incendis incafustPresentació protecció contra incendis incafust
Presentació protecció contra incendis incafust
Catalan Institute of Wood (INCAFUST)
 

Mais de Catalan Institute of Wood (INCAFUST) (18)

Jornada: La finestra de fusta. Barcelona, 28 d'octubre de 2014
Jornada: La finestra de fusta. Barcelona, 28 d'octubre de 2014Jornada: La finestra de fusta. Barcelona, 28 d'octubre de 2014
Jornada: La finestra de fusta. Barcelona, 28 d'octubre de 2014
 
Jornada: La ventana de madera. Barcelona, 28 de octubre de 2014
Jornada: La ventana de madera. Barcelona, 28 de octubre de 2014Jornada: La ventana de madera. Barcelona, 28 de octubre de 2014
Jornada: La ventana de madera. Barcelona, 28 de octubre de 2014
 
Jornada tècnica: La fusta en la construcció INCAFUST
Jornada tècnica: La fusta en la construcció INCAFUSTJornada tècnica: La fusta en la construcció INCAFUST
Jornada tècnica: La fusta en la construcció INCAFUST
 
CURS CONSTRUCCIÓ AMB FUSTA INCAFUST
CURS CONSTRUCCIÓ AMB FUSTA INCAFUSTCURS CONSTRUCCIÓ AMB FUSTA INCAFUST
CURS CONSTRUCCIÓ AMB FUSTA INCAFUST
 
Caracterización físico mecánica de la madera de roble albar, roble cerroide y...
Caracterización físico mecánica de la madera de roble albar, roble cerroide y...Caracterización físico mecánica de la madera de roble albar, roble cerroide y...
Caracterización físico mecánica de la madera de roble albar, roble cerroide y...
 
CURS GRATUÏT CONSTRUCCIÓ AMB FUSTA INCAFUST
CURS GRATUÏT CONSTRUCCIÓ AMB FUSTA INCAFUSTCURS GRATUÏT CONSTRUCCIÓ AMB FUSTA INCAFUST
CURS GRATUÏT CONSTRUCCIÓ AMB FUSTA INCAFUST
 
Properties of clear wood and structural timber of Pinus halepensis fromnorth-...
Properties of clear wood and structural timber of Pinus halepensis fromnorth-...Properties of clear wood and structural timber of Pinus halepensis fromnorth-...
Properties of clear wood and structural timber of Pinus halepensis fromnorth-...
 
CURS CÀLCUL ESTRUCTURES DE FUSTA
CURS CÀLCUL ESTRUCTURES DE FUSTACURS CÀLCUL ESTRUCTURES DE FUSTA
CURS CÀLCUL ESTRUCTURES DE FUSTA
 
CURS CONSTRUCCIÓ AMB FUSTA INCAFUST
CURS CONSTRUCCIÓ AMB FUSTA INCAFUSTCURS CONSTRUCCIÓ AMB FUSTA INCAFUST
CURS CONSTRUCCIÓ AMB FUSTA INCAFUST
 
General presentation incafust
General presentation incafustGeneral presentation incafust
General presentation incafust
 
Producció de bigues estructurals amb fusta de frondoses nobles d'origen catal...
Producció de bigues estructurals amb fusta de frondoses nobles d'origen catal...Producció de bigues estructurals amb fusta de frondoses nobles d'origen catal...
Producció de bigues estructurals amb fusta de frondoses nobles d'origen catal...
 
Caracterización tecnológica y mecánica de la madera de pino negro incafust
Caracterización tecnológica y mecánica de la madera de pino negro incafustCaracterización tecnológica y mecánica de la madera de pino negro incafust
Caracterización tecnológica y mecánica de la madera de pino negro incafust
 
Inspecció i diagnosi d’estructures i elements de fusta incafust
Inspecció i diagnosi d’estructures i elements de fusta incafustInspecció i diagnosi d’estructures i elements de fusta incafust
Inspecció i diagnosi d’estructures i elements de fusta incafust
 
Díptico general incafust
Díptico general incafustDíptico general incafust
Díptico general incafust
 
Presentación general incafust
Presentación general incafustPresentación general incafust
Presentación general incafust
 
Nous serveis incafust arquitectura
Nous serveis incafust arquitecturaNous serveis incafust arquitectura
Nous serveis incafust arquitectura
 
Overview Incafust projects
Overview Incafust projectsOverview Incafust projects
Overview Incafust projects
 
Presentació protecció contra incendis incafust
Presentació protecció contra incendis incafustPresentació protecció contra incendis incafust
Presentació protecció contra incendis incafust
 

Perfil laminado com cola de pinho negro

  • 1. PERFIL LAMINADO COM COLA DE PINHO NEGRO PROMOCIÓN DE LA INNOVACIÓN PARA LA MEJORA DE LA COMPETITIVIDAD DE LAS PYMES EN LA INDUSTRIA MADERERA DEL ESPACIO SUDOE www.woodtech-project.eu EUROPA DISPÕE DE UM SECTOR MADEIREIRO A SUBIR E COMPETITIVO COM AGENTES DE PESQUISA E TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA WOODTECH É UM PROJETO DE INOVAÇÃO , UNIÃO DE EMPRESAS, CENTROS TECNOLOGICOS E CENTROS DE INVESTIGAÇÃO MADEIRA LOCAL É DE QUALIDADE E COM VALOR ACRESCENTADO AS EMPRESAS DEVEM TER A OFERTA PARA GERAR DYNAMICA CONCEITO DE KM0 = SOSTENTABILIDADE CONTAR COM PRODUTOS DE PROXIMIDADE FOMENTA O CONSUMO RESPONSAVEL O CONSUMO DE MADEIRA LOCAL GERA OCUPAÇÃO, DINAMISMO SOCIAL E ECONÓMICO SE VALORIZAMOS A MADEIRA LOCAL ESTAMOS A CONTRIBUIR PARA OS BOSQUES FLORESTAS MAIS BEM GERIDOS E MINIMIZAR O RISCO DE FOGO, CONTRIBUINDO PARA MITIGAR A MUDANÇA CLIMÁTICA www.woodtech-project.eu ANTAGENS DO PRODUTOV COMPARANDO A OUTROS PRODUTOS DE MADEIRA: · Mais leve do que perfis de madeira feitos de boreal exuberante e espécies tropicais · Melhor estabilidade dimensional em comparação com produtos de madeira maciça. · Melhor qualidade estética obtida pela remoção das singularidades das laminas (nós, bolsos de resina ou rachaduras). · Melhor optimização da materia prima com respeito a produtos de madeira maciça. · Produto mais homogéneo, de qualidade normalizada, dimensões específicas, humidade e propiedades controladas · Produto de proximidade COMPARANDO A OUTROS PRODUTOS QUE PODEM SUBSTITUI-LO – ALUMINIO E PVC: · A madeira tem uma condutividade térmica mais baixa e maior poder isolante. · A madeira é um recurso renovável, ao contrário de alumínio e petróleo. · A madeira respira e regula a umidade do ambiente com o exterior.. · Os produtos derivados de madeira tem menor energia incorporada do que os fabricados com outros materiais. UTRAS VANTAGENS AMBIENTAISO · Produto reciclavel. · Material biodegradable. La madera es un material completamente biodegradable y el adhesivo EPI a pesar de presentar una tasa muy lenta de descomposición, al degradarse no emite productos tóxicos. · Material biodegradável. A madeira é um material totalmente biodegradável e o adesivo EPI apesar de ter uma velocidade de decomposição muito baixa, ao degradar-se não emite produtos tóxicos. · A matéria-prima utilizada é proveniente dos bosques dos Pirinéus e é esperado para ser explorada e transformada por serrações próximas, ajudando a fortalecer a economia e o desenvolvimento local. · O processo de fabricação do produto permite respeitar os requisitos para a execução da cadeia de procedimentos de protecção. · A proporção da cola que contêm o produto é muito pequena, cerca de 1% do seu peso. Além disso, está livre de formaldeído. Colaboradores e asociados: A energia necessária para produzir perfis laminados colados de pinho negro é de 12 MJ / kg. Utilizando-os em janelas de madeira, reduz a factura energética cinco vezes com respeito ao PVC e dez em relação ao aluminio. O uso de madeira têm um impacto menor sobre o meio ambiente Depósito legal: L 1718-2014
  • 2. ARACTERÍSTICAS TÉCNICASC SPECIE FORESTALE DESCRIÇÃO PINHO NEGRO (Pinus uncinata Mill) ESPECIE FORESTAL Pinus uncinata Mill. de árvore e / ou arbusto. Coníferas. Alburno esbranquiçada difere muito bem cerne às vezes escuro rosa-salmão. Os anéis de crescimento são estreitos, bem marcados e grandes áreas de consistência entre a primavera e o verão. A fibra é recta e de grão fino. Cerne e o borne suscetíveis ao ataque de cupins. Baixa durabilidade contra fungos apodrecedores. No seu habitat natural pode resistir a condições exteriores, desde que ele é isolado a partir do solo. Borne impregnable, ao contrário do cerne. Fibra longa e média densidade. Fácil de serrar e de trabalho, de qualidade muito variável. CRECIMENTO Crescimento com valores médios variando entre 3-5 m3 / ha / ano na subalpina menor e 1-1,5 m3 / ha / ano, ou ainda menor, subalpina superior. Em geral, o crescimento desta espécie é relativamente rápido em indivíduos jovens, mas diminui rapidamente. Em média, os pés pinho negro alcançar um diâmetro de 30-35 cm de 100-120 anos. GESTÃO FLORESTAL* O pinho negro suporta diferentes tipos de silvicultura desde que as seguintes condições sejam respeitadas: • Regime de claras selectivas ou mixtas, suaves em geral. • Mantendo a proteção lateral máxima. • Incentiva a diversidade estrutural (paisagem mosaico) para aumentar a resistência e resiliência a perturbações naturais. • Ao tratar a regeneração, garantir o contato das sementes com o solo mineral. • Não ultrapassar a idade de 120 anos para iniciar a regeneração Para estruturas regulaares (regeneração): • Curto e feito por bandas. • Emagrecimento ou aglomerados uniformes . Para estruturas irregulares: • Desbaste por golpes, geralmente a cada 15 a 20 anos. HECTARES FORESTAIS E A SUA ESCALA DE DISTRIBUIÇÃO 109.950 ha (em total nas regiões de Girona, Barcelona, Lleida, Huesca, Navarra, Pyrénées-Orientales, Aude, Ariège, Haute Garonne, Hautes-Pyrénées) ** EXISTENCIAS 13.151.000 m3 ** PRODUÇÃO ANUAL 190.000 - 215.000 m3 /año** PRINCIPAIS APLICAÇÕES A madeira de pinho preto é geralmente utilizada para carpintaria, no desenvolvimento Rústico, torneamento e caixas de resonância de instrumentos musicais. Em áreas de alta montanha esta madeira tem sido utilizada em cabanas de pastor, mas também para a construção de estruturas de casas ou igrejas para a sua adaptação estrutural excelente tradicional. Também é utilizado em cofragens e propwood. Destina-se também para produtos menos exigentes, tais como embalagens ou fibra e aglomerado. ÁREA DE DISTRIBUIÇÃO DA ESPECIE NO ESPAÇO SUDOE O projeto WOODTECH (www.woodtech-project.eu) é um projeto inovador para melhorar a competitividade das PME da industria madeireira no espaço SUDOE.WOODTECH foi financiado pelo Programa Operacional de Cooperação Territorial Europeia Sudeste (SUDOE) através de fundos FEDER, com o objectivo de reforçar a cooperação territorial nas áreas de com- petitividade, inovação, protecção ambiental, o desenvolvimento e ordenamento sustentável do território. PRESENTAÇÃOA SOCIO QUE DESENVOLVEU O PRODUTO INCAFUST (INSTITUT CATALA DE LA FUSTA) Ctra. Sant Llorenç, km 2 · 25280 Solsona Tel. +34 973 48 42 32 · Fax +34 973 48 42 31 DENOMINAÇÃO Perfil laminado com cola de pinho negro (Pinus uncinata Mill) DESCRIÇÃO DO PRODUTO Barra de madeira formado por folhas de pinho negro coladas com adesivo de emulsão poliisocianato de nova geração. Os filmes são apresentados em números ímpares, geralmente três, e as fibras dispostas paralelamente ao eixo longitudinal APLICAÇÕES DO PRODUTO Como elemento principal ou secundário na fabricação de quadros, Caixilhos, molduras, janelas, portas e móveis INOVAÇÃO CONSEGUIDA Usando o pinho negro (Pinus uncinata Mill), uma espécie não abrangida até agora para a realização de perfis, de dois componentes de colagem adesiva nova formulação que consiste de uma emulsão de polímero de isocianato (EPI) e endurecedor de formaldeído livre ASPETOS TÉCNICOS DO DESENVOLVIMENTO Os perfis laminados colados devem estar em conformidade com os requisitos e especificações para a primeira e segunda parte da UNE-EN 13307 para perfis simples e semi-perfis de madeira para uso não-estrutural. Para isso, é necessário o desenvolvimento de juntas coladas suficientemente resistentes e que respeite as tolerâncias dimensionais, a deformação máxima, o teor de humidade, a orientação dos anéis de crescimento e fibras, a espessura das laminas e da geometria das articulações dentadas. MATERIA PRIMA Rolos de madeira maciça de pinus uncinata dos Pirinéus de 12 cm de diâmetro. No continente os melhores povoamentos naturais de pinho negro são encontrados nas áreas dos Pirinéus das províncias de Lleida, Girona, Barcelona e Huesca Formaldeído livre de adesivo polímero em emulsão de isocianato de dois componentes. Formulação inovadora específica para colagem de madeira CARACTERÍSTICAS DO PRODUTO Densidade: 500 kg / m 3. Dimensões nominais: 45 × 75 × 500 mm. Composta por três camadas de madeira 25 mm de espessura unidas por juntas _. Especificações de acordo com a norma UNE-EN 13307-1: 2007 e PT CEN / TS 13307-2 EX: 2010. Colagem apta a suportar classes de serviço 1, 2 e 3 PRODUTO PATENTEADO NO ÂMBITO DO PROJECTO WOODTECH RODUTOS DESENVOLVIDOSP * Paco Cano (2003) Gestió de Pi negre. XX Jornades tecnicas Silvícoles * Para mais informações consulte guia do pinho florestal negro nos Pirinéus [http://fidbosc.ctfc.cat/docs/GUIA_GESTION_Version_ES_Baja.pdf] ** Guia do pinho negro florestal nos Pirinéus Área de distribuição do pinho negro MATERIAIS MADEIRA NOME CIENTÍFICO Pinus uncinata Mill. NOME COMÚM Pinho negro ADESIVO TIPO Emulsão de Poliisocianato Akzo Nobel EPI system 1973 / 1993 D4 segúndo UNE-EN 204:2002 COR Creme claro. Indistinguivel com respecto à madera FORMALDEHIDO Livre de formaldehido QUANTIDADE DE ADESIVO 150-250 g/m2 PRENSAGEM ADMITIDA Em frio, em quente e alta frequência TEMPO DE PRENSAGEM Entre130 segundos e 30 minutos CARACTERÍSTICAS GEOMÉTRICAS DIMENSÕES COMERCIAIS HABITUAIS Comprimento: 72-120 mm Espessura: 48-120 mm Largura: 1000-3000 mm NÚMERO DE LÁMINAS Tres ou mais UNIÓN DENTADA (UNE-EN 385:2002) PASO 3,8 mm LONGITUD DE LA DIENTE 14 mm ANCHO DE LA PUNTO 1mm PROPRIEDADES FÍSICAS E MECÁNICAS DENSIDAD (UNE 56531:1977) 502 kg/m3 DUREZA (UNE 56534:1977) 1,85 mm-1 PROPRIEDADES RESISTENTES FLEXÃO (UNE 56537:1977) 79,2 N/mm2 COMPRESÃO (UNE 56535:1977) 38,5 N/mm2 ADESIVO CORTANTE (UNE-CEN/TS 13307:2010 EX) 6,17 N/mm2 DELAMINAÇÃO (UNE-CEN/TS 13307:2010 EX) <3,5%. Apta para clase de serviço 3(*) N/mm2 DURABILIDADE (UNE-EN 350-1:1995) Medianamente ou pouco durable IMPREGNABILIDADE (UNE-EN 350-1:1995) Albura impregnavél (Clase 1-2) REAÇÃO AO FOGO Cerne não impregnable (Clase 4) MECANIZADO Escovado e calibrado das quatro faces TRATAMENTO OU REVESTIMENTO Manchado, pintado, envernizado, lacado PRINCIPAIS APLICAÇÕES Fabricação de chassis auxiliares, janelas, grades, e carpintaria interior em geral (*)De acordo com as classes de serviço do sistema de classificação, documento básico para o CódigoTécnico de madeira Segurança estruturais para a construção (CTE).