SlideShare uma empresa Scribd logo
Perfil clínico-epidemiológico dos
casos de Mpox no Amazonas
Bernardino Cláudio de Albuquerque
Daniel Barros de Castro
Objetivo
Fontes de dados
Caracterização da rede de atenção à saúde no Amazonas
Descrição da rede de notificação
Evolução temporal e espacial dos casos de Mpox
Características clínicas e epidemiológicas
ROTEIRO
OBJETIVO
• Descrever as características demográficas e clínicas dos casos de Mpox confirmados,
atendidos na Fundação de Medicina Tropical – Dr. Heitor Vieira Dourado (FMT/HVD),
no período de 2022-2023
FONTES DE DADOS
• Planos de contingência, municipal, estadual e nacional
para o enfrentamento da epidemia de Mpox
• Notas técnicas, informes e boletins
• Entrevistas com técnicos envolvidos
• Sistemas de informação:
• RedCap
• e-SUS SINAN
• iDoctor
• Planilhas eletrônicas
População
• Possui 62 municípios e uma população de 3.941.613 hab.
• 54% da população reside em Manaus
• Concentração dos serviços de saúde na capital
• Rede pública estadual na capital compreende 61
unidades de saúde:
• Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-RCP)
• Fundação de Medicina Tropical (FMT-HVD)
• Manaus possui 288 UBS, sendo que 44 realizam
atendimento de casos de Mpox
REDE DE ATENÇÃO
FUNDAÇÃO DE MEDICINA TROPICAL
– DR. HEITOR VIEIRA DOURADO (FMT-HVD)
• Referência na atenção à saúde em situações epidêmicas
• Desenvolve atividades ambulatoriais e mantêm um pronto
atendimento referenciado
• Laboratórios de rotinas e de pesquisas nas áreas de
parasitologia, micologia, virologia e protozoologia
• Capacidade:
• 110 leitos clínicos (adultos e pediátricos)
• 10 leitos de isolamento,
• 17 de UTI (adultos e pediátricos)
• 8 de observação
REDE DE NOTIFICAÇÃO
Identificação de
caso suspeito no
Hospital ou UBS
REDCap
CIEVS/FVS e CIEVS
municipal
REDCap
CIEVS/FVS (interior)
CIEVS municipal (capital)
Planilhas/ REDCap
CIEVS/FVS (interior)
CIEVS municipal (capital)
REDCap Prontuário e planilhas
eletrônicas
Coleta de amostra
no hospital (NVEH)
Monitoramento no
hospital (NVEH)
Investigação e coleta
de amostra em
domicílio
Monitoramento por
telefone
Casos suspeitos e confirmados de Mpox no Amazonas,
por semana epidemiológica, jul/2022 – jun/2023
• 907 notificações de casos suspeitos
• 352 (38,8%) confirmados
• 342 (97%) capital e 10 (3%) interior
Distribuição espacial dos casos confirmados
de Mpox no Amazonas, jul/2022 – jun/2023
Unidades notificadoras de casos suspeitos de Mpox em Manaus - jul 2022 –jun 2023
• Total 352 casos
• 107 (30,4%) FMT-HVD
Características demográficas dos casos confirmados de Mpox atendidos na FMT-HVD
• Predominantemente adultos jovens do
sexo masculino
Histórico de exposição dos casos confirmados de Mpox atendidos na FMT-HVD
Histórico de exposição
Total
(N=107)
Trabalhador da saúde?
Sim 9 (8,4%)
Não 98 (91,6%)
Trabalha em laboratório?
Sim 3 (2,8%)
Não 104 (97,2%)
Existe algum vínculo conhecido com caso provável ou confirmado de MPX com ≤ 21
dias antes do início dos sintomas?
Sim 15 (14,0%)
Não 53 (49,5%)
Desconhecido 39 (36,4%)
Foi sexualmente ativo dentro de ≤ 21 dias antes do início dos sintomas?
Sim 86 (80,4%)
Não 15 (14,0%)
Desconhecido 6 (5,6%)
Se sim, o sexo do parceiro é:
Feminino 10 (9,3%)
Masculino 74 (69,2%)
Intersexual 14 (13,1%)
Desconhecido 9 (8,4%)
Viagem internacional dentro de ≤ 21 dias antes do início dos sintomas?
Sim 1 (0,9%)
Não 102 (95,3%)
Desconhecido 4 (3,7%)
Contato com possível fonte animal dentro de ≤ 21 dias antes do início dos sintomas?
Sim 6 (5,6%)
Não 6 (5,6%)
Desconhecido 95 (88,7%)
Histórico de exposição dos casos confirmados de Mpox atendidos na FMT-HVD
Histórico de exposição
Total
(N=107)
Trabalhador da saúde?
Sim 9 (8,4%)
Não 98 (91,6%)
Trabalha em laboratório?
Sim 3 (2,8%)
Não 104 (97,2%)
Existe algum vínculo conhecido com caso provável ou confirmado de MPX com ≤ 21
dias antes do início dos sintomas?
Sim 15 (14,0%)
Não 53 (49,5%)
Desconhecido 39 (36,4%)
Foi sexualmente ativo dentro de ≤ 21 dias antes do início dos sintomas?
Sim 86 (80,4%)
Não 15 (14,0%)
Desconhecido 6 (5,6%)
Se sim, o sexo do parceiro é:
Feminino 10 (9,3%)
Masculino 74 (69,2%)
Intersexual 14 (13,1%)
Desconhecido 9 (8,4%)
Viagem internacional dentro de ≤ 21 dias antes do início dos sintomas?
Sim 1 (0,9%)
Não 102 (95,3%)
Desconhecido 4 (3,7%)
Contato com possível fonte animal dentro de ≤ 21 dias antes do início dos sintomas?
Sim 6 (5,6%)
Não 6 (5,6%)
Desconhecido 95 (88,7%)
Histórico de exposição dos casos confirmados de Mpox atendidos na FMT-HVD
Histórico de exposição
Total
(N=107)
Trabalhador da saúde?
Sim 9 (8,4%)
Não 98 (91,6%)
Trabalha em laboratório?
Sim 3 (2,8%)
Não 104 (97,2%)
Existe algum vínculo conhecido com caso provável ou confirmado de MPX com ≤ 21
dias antes do início dos sintomas?
Sim 15 (14,0%)
Não 53 (49,5%)
Desconhecido 39 (36,4%)
Foi sexualmente ativo dentro de ≤ 21 dias antes do início dos sintomas?
Sim 86 (80,4%)
Não 15 (14,0%)
Desconhecido 6 (5,6%)
Se sim, o sexo do parceiro é:
Feminino 10 (9,3%)
Masculino 74 (69,2%)
Intersexual 14 (13,1%)
Desconhecido 9 (8,4%)
Viagem internacional dentro de ≤ 21 dias antes do início dos sintomas?
Sim 1 (0,9%)
Não 102 (95,3%)
Desconhecido 4 (3,7%)
Contato com possível fonte animal dentro de ≤ 21 dias antes do início dos sintomas?
Sim 6 (5,6%)
Não 6 (5,6%)
Desconhecido 95 (88,7%)
Histórico de exposição dos casos confirmados de Mpox atendidos na FMT-HVD
Histórico de exposição
Total
(N=107)
Trabalhador da saúde?
Sim 9 (8,4%)
Não 98 (91,6%)
Trabalha em laboratório?
Sim 3 (2,8%)
Não 104 (97,2%)
Existe algum vínculo conhecido com caso provável ou confirmado de MPX com ≤ 21
dias antes do início dos sintomas?
Sim 15 (14,0%)
Não 53 (49,5%)
Desconhecido 39 (36,4%)
Foi sexualmente ativo dentro de ≤ 21 dias antes do início dos sintomas?
Sim 86 (80,4%)
Não 15 (14,0%)
Desconhecido 6 (5,6%)
Se sim, o sexo do parceiro é:
Feminino 10 (9,3%)
Masculino 74 (69,2%)
Intersexual 14 (13,1%)
Desconhecido 9 (8,4%)
Viagem internacional dentro de ≤ 21 dias antes do início dos sintomas?
Sim 1 (0,9%)
Não 102 (95,3%)
Desconhecido 4 (3,7%)
Contato com possível fonte animal dentro de ≤ 21 dias antes do início dos sintomas?
Sim 6 (5,6%)
Não 6 (5,6%)
Desconhecido 95 (88,7%)
Sintomas observados/relatados pelos casos confirmados de Mpox atendidos na FMT-HVD
Local e tipo das lesões dos casos confirmados de Mpox atendidos na FMT-HVD
Testes laboratoriais Abaixo
Dentro do valor
de referência
Acima Não realizado Referência
ALT 0 (0%) 12 (11,2%) 8 (7,5%) 87 (81,3%) < 35 U/L
AST 0 (0%) 14 (13,1%) 7 (6,5%) 86 (80,4%) < 35 U/L
Creatinina 2 (1,8%) 14 (13,1%) 5 (4,7%) 86 (80,4%) 0,7–1,2 mg/dL
Potássio 2 (1,8%) 7 (6,5%) 0 (0%) 98 (91,6%) 3,5–5 mEq/L
Ureia 0 (0%) 17 (15,9%) 1 (0,9%) 89 (83,2%) 10–45 mg/dL
Cálcio 0 (0%) 0 (0%) 1 (0,9%) 106 (99,1%) 9–10,5 mg/dL
Sódio 6 (8,4%) 4 (3,7%) 0 (0%) 97 (90,7%) 136–145 mEq/L
Proteína C reativa 0 (0%) 0 (0%) 0 (0%) 107 (100%) < 0,8 mg/dL
Glicose 0 (0%) 5 (4,7%) 2 (1,8%) 100 (93,5%) 70–105 mg/dL
Lactato 0 (0%) 0 (0%) 0 (0%) 107 (100%) 6–16 mg/dL
Hemoglobina 39 (36,4%) 0 (0%) 0 (0%) 68 (63,6%) 32–36 g/dL
Bilirrubina total 1 (0,9%) 9 (8,4%) 1 (0,9%) 96 (89,7%) 0,3–1,2 mg/dL/dia
Contagem de
leucócitos
1 (0,9%) 31 (28,9%) 7 (6,5%) 68 (63,6%) 4.000 a 10.000 células/mm3
Plaquetas 5 (4,7%) 33 (30,8%) 1 (0,9%) 68 (63,6%) 150–400 x 103/mcL
Tempo de protrombina 0 (0%) 0 (0%) 1 (0,9%) 106 (99,1%) 11–13 s
Exames laboratoriais dos casos confirmados de Mpox atendidos na FMT-HVD
Testes laboratoriais Abaixo
Dentro do valor
de referência
Acima Não realizado Referência
ALT 0 (0%) 12 (11,2%) 8 (7,5%) 87 (81,3%) < 35 U/L
AST 0 (0%) 14 (13,1%) 7 (6,5%) 86 (80,4%) < 35 U/L
Creatinina 2 (1,8%) 14 (13,1%) 5 (4,7%) 86 (80,4%) 0,7–1,2 mg/dL
Potássio 2 (1,8%) 7 (6,5%) 0 (0%) 98 (91,6%) 3,5–5 mEq/L
Ureia 0 (0%) 17 (15,9%) 1 (0,9%) 89 (83,2%) 10–45 mg/dL
Cálcio 0 (0%) 0 (0%) 1 (0,9%) 106 (99,1%) 9–10,5 mg/dL
Sódio 6 (8,4%) 4 (3,7%) 0 (0%) 97 (90,7%) 136–145 mEq/L
Proteína C reativa 0 (0%) 0 (0%) 0 (0%) 107 (100%) < 0,8 mg/dL
Glicose 0 (0%) 5 (4,7%) 2 (1,8%) 100 (93,5%) 70–105 mg/dL
Lactato 0 (0%) 0 (0%) 0 (0%) 107 (100%) 6–16 mg/dL
Hemoglobina 39 (36,4%) 0 (0%) 0 (0%) 68 (63,6%) 32–36 g/dL
Bilirrubina total 1 (0,9%) 9 (8,4%) 1 (0,9%) 96 (89,7%) 0,3–1,2 mg/dL/dia
Contagem de
leucócitos
1 (0,9%) 31 (28,9%) 7 (6,5%) 68 (63,6%) 4.000 a 10.000 células/mm3
Plaquetas 5 (4,7%) 33 (30,8%) 1 (0,9%) 68 (63,6%) 150–400 x 103/mcL
Tempo de protrombina 0 (0%) 0 (0%) 1 (0,9%) 106 (99,1%) 11–13 s
Exames laboratoriais dos casos confirmados de Mpox atendidos na FMT-HVD
Comorbidades dos casos confirmados de Mpox atendidos na FMT-HVD
ART
• 12 (11,2%) internações
• Motivos da internação:
• presença comorbidades
• queixa de dor intensa
• necessidade de isolamento
• Tempo de internação variou de 2 a 7 dias
• Evolução:
• 10 tiveram alta por melhora do quadro clínico
• 01 alta por evasão hospitalar
• 01 óbito
• Alterações das provas funcionais hepática, renais e desequilíbrio
hidroeletrolítico
HOSPITALIZAÇÃO
• Importância de estudos multicêntricos que permitam não apenas o resgate clínico
e epidemiológico, mas também um melhor definição das condições de risco e de
prognóstico indesejáveis;
• Necessidade de melhoria dos sistemas locais de vigilância e assistencial,
principalmente no que se refere ao acompanhamento dos casos;
• Relevância da forma de transmissão como o contato direto pessoa a pessoa;
• Ações de prevenção para o público mais vulnerável.
CONSIDERAÇÕES FINAIS

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Perfil clínico-epidemiológico dos casos de Mpox no Amazonas

Câncer de Colo do Útero
Câncer de Colo do ÚteroCâncer de Colo do Útero
Câncer de Colo do Útero
Oncoguia
 
Doenca metastatica
Doenca metastaticaDoenca metastatica
Doenca metastatica
DrRuben Cardenas
 
Doenca metastatica
Doenca metastaticaDoenca metastatica
Doenca metastatica
DrRuben Cardenas
 
Câncer Renal
Câncer Renal Câncer Renal
Câncer Renal
Urovideo.org
 
Meldabt oresumo61 mt
Meldabt oresumo61 mtMeldabt oresumo61 mt
Meldabt oresumo61 mt
Paolo Salvalaggio
 
Espermograma: OMS e a Prática
Espermograma: OMS e a PráticaEspermograma: OMS e a Prática
Espermograma: OMS e a Prática
Sandro Esteves
 
Estimativa 2014 - Incidência de Câncer no Brasil
Estimativa 2014 - Incidência de  Câncer no BrasilEstimativa 2014 - Incidência de  Câncer no Brasil
Estimativa 2014 - Incidência de Câncer no Brasil
Ministério da Saúde
 
A clamídia e o desafio do diagnóstico laboratorial
A clamídia e o desafio do diagnóstico laboratorialA clamídia e o desafio do diagnóstico laboratorial
A clamídia e o desafio do diagnóstico laboratorial
Publicações Weinmann
 
Partidos Políticos
Partidos PolíticosPartidos Políticos
Partidos Políticos
Durango Duarte
 
Pós-Covid no âmbito da Plataforma Clínica Global OMS
Pós-Covid no âmbito da Plataforma Clínica Global OMSPós-Covid no âmbito da Plataforma Clínica Global OMS
Pós-Covid no âmbito da Plataforma Clínica Global OMS
Portal da Inovação em Saúde
 
Fatores prognósticos e preditivos em neoplasias mamárias caninas e felinas final
Fatores prognósticos e preditivos em neoplasias mamárias caninas e felinas finalFatores prognósticos e preditivos em neoplasias mamárias caninas e felinas final
Fatores prognósticos e preditivos em neoplasias mamárias caninas e felinas final
Instituto Qualittas de Pós Graduação
 
#PESQUISA365 - Pesquisa Prefeito 2016 - Outubro/2015
#PESQUISA365 - Pesquisa Prefeito 2016 - Outubro/2015#PESQUISA365 - Pesquisa Prefeito 2016 - Outubro/2015
#PESQUISA365 - Pesquisa Prefeito 2016 - Outubro/2015
Durango Duarte
 
Pesquisa Prefeito 2016 - Outubro/2015
Pesquisa Prefeito 2016 - Outubro/2015Pesquisa Prefeito 2016 - Outubro/2015
Pesquisa Prefeito 2016 - Outubro/2015
Pesquisa 365
 
18 qual o benefício do tratamento adjuvante em pacientes com resposta compl...
18   qual o benefício do tratamento adjuvante em pacientes com resposta compl...18   qual o benefício do tratamento adjuvante em pacientes com resposta compl...
18 qual o benefício do tratamento adjuvante em pacientes com resposta compl...
ONCOcare
 
Aula 02 dra. laura costa - custo-benefício dos exames de rotina no climatério
Aula 02   dra. laura costa - custo-benefício dos exames de rotina no climatérioAula 02   dra. laura costa - custo-benefício dos exames de rotina no climatério
Aula 02 dra. laura costa - custo-benefício dos exames de rotina no climatério
itgfiles
 
Fórum Exagro 2015 - Oportunidades no sistema de cria
Fórum Exagro 2015 - Oportunidades no sistema de criaFórum Exagro 2015 - Oportunidades no sistema de cria
Fórum Exagro 2015 - Oportunidades no sistema de cria
Exagro
 
Pesquisa sobre Câncer de Pulmão
Pesquisa sobre Câncer de PulmãoPesquisa sobre Câncer de Pulmão
Pesquisa sobre Câncer de Pulmão
Oncoguia
 
Aula 6 análise dos estudos
Aula 6   análise dos estudosAula 6   análise dos estudos
Aula 6 análise dos estudos
Anderson Armstrong
 
Dr. Carlos Eduardo Brandão Mello: "Hepatite C: do diagnóstico a Terapêutica".
Dr. Carlos Eduardo Brandão Mello: "Hepatite C: do diagnóstico a Terapêutica".Dr. Carlos Eduardo Brandão Mello: "Hepatite C: do diagnóstico a Terapêutica".
Dr. Carlos Eduardo Brandão Mello: "Hepatite C: do diagnóstico a Terapêutica".
Academia Nacional de Medicina
 
Hiv aids gustavo magalhães
Hiv aids   gustavo magalhãesHiv aids   gustavo magalhães
Hiv aids gustavo magalhães
Inaiara Bragante
 

Semelhante a Perfil clínico-epidemiológico dos casos de Mpox no Amazonas (20)

Câncer de Colo do Útero
Câncer de Colo do ÚteroCâncer de Colo do Útero
Câncer de Colo do Útero
 
Doenca metastatica
Doenca metastaticaDoenca metastatica
Doenca metastatica
 
Doenca metastatica
Doenca metastaticaDoenca metastatica
Doenca metastatica
 
Câncer Renal
Câncer Renal Câncer Renal
Câncer Renal
 
Meldabt oresumo61 mt
Meldabt oresumo61 mtMeldabt oresumo61 mt
Meldabt oresumo61 mt
 
Espermograma: OMS e a Prática
Espermograma: OMS e a PráticaEspermograma: OMS e a Prática
Espermograma: OMS e a Prática
 
Estimativa 2014 - Incidência de Câncer no Brasil
Estimativa 2014 - Incidência de  Câncer no BrasilEstimativa 2014 - Incidência de  Câncer no Brasil
Estimativa 2014 - Incidência de Câncer no Brasil
 
A clamídia e o desafio do diagnóstico laboratorial
A clamídia e o desafio do diagnóstico laboratorialA clamídia e o desafio do diagnóstico laboratorial
A clamídia e o desafio do diagnóstico laboratorial
 
Partidos Políticos
Partidos PolíticosPartidos Políticos
Partidos Políticos
 
Pós-Covid no âmbito da Plataforma Clínica Global OMS
Pós-Covid no âmbito da Plataforma Clínica Global OMSPós-Covid no âmbito da Plataforma Clínica Global OMS
Pós-Covid no âmbito da Plataforma Clínica Global OMS
 
Fatores prognósticos e preditivos em neoplasias mamárias caninas e felinas final
Fatores prognósticos e preditivos em neoplasias mamárias caninas e felinas finalFatores prognósticos e preditivos em neoplasias mamárias caninas e felinas final
Fatores prognósticos e preditivos em neoplasias mamárias caninas e felinas final
 
#PESQUISA365 - Pesquisa Prefeito 2016 - Outubro/2015
#PESQUISA365 - Pesquisa Prefeito 2016 - Outubro/2015#PESQUISA365 - Pesquisa Prefeito 2016 - Outubro/2015
#PESQUISA365 - Pesquisa Prefeito 2016 - Outubro/2015
 
Pesquisa Prefeito 2016 - Outubro/2015
Pesquisa Prefeito 2016 - Outubro/2015Pesquisa Prefeito 2016 - Outubro/2015
Pesquisa Prefeito 2016 - Outubro/2015
 
18 qual o benefício do tratamento adjuvante em pacientes com resposta compl...
18   qual o benefício do tratamento adjuvante em pacientes com resposta compl...18   qual o benefício do tratamento adjuvante em pacientes com resposta compl...
18 qual o benefício do tratamento adjuvante em pacientes com resposta compl...
 
Aula 02 dra. laura costa - custo-benefício dos exames de rotina no climatério
Aula 02   dra. laura costa - custo-benefício dos exames de rotina no climatérioAula 02   dra. laura costa - custo-benefício dos exames de rotina no climatério
Aula 02 dra. laura costa - custo-benefício dos exames de rotina no climatério
 
Fórum Exagro 2015 - Oportunidades no sistema de cria
Fórum Exagro 2015 - Oportunidades no sistema de criaFórum Exagro 2015 - Oportunidades no sistema de cria
Fórum Exagro 2015 - Oportunidades no sistema de cria
 
Pesquisa sobre Câncer de Pulmão
Pesquisa sobre Câncer de PulmãoPesquisa sobre Câncer de Pulmão
Pesquisa sobre Câncer de Pulmão
 
Aula 6 análise dos estudos
Aula 6   análise dos estudosAula 6   análise dos estudos
Aula 6 análise dos estudos
 
Dr. Carlos Eduardo Brandão Mello: "Hepatite C: do diagnóstico a Terapêutica".
Dr. Carlos Eduardo Brandão Mello: "Hepatite C: do diagnóstico a Terapêutica".Dr. Carlos Eduardo Brandão Mello: "Hepatite C: do diagnóstico a Terapêutica".
Dr. Carlos Eduardo Brandão Mello: "Hepatite C: do diagnóstico a Terapêutica".
 
Hiv aids gustavo magalhães
Hiv aids   gustavo magalhãesHiv aids   gustavo magalhães
Hiv aids gustavo magalhães
 

Mais de Portal da Inovação em Saúde

Da organização do grupo de pesquisadores à Rede de Pesquisa Brasil: perspect...
Da organização do grupo de pesquisadores à Rede de Pesquisa Brasil:  perspect...Da organização do grupo de pesquisadores à Rede de Pesquisa Brasil:  perspect...
Da organização do grupo de pesquisadores à Rede de Pesquisa Brasil: perspect...
Portal da Inovação em Saúde
 
Da organização do grupo de pesquisadores à Rede de Pesquisa Brasil: perspect...
Da organização do grupo de pesquisadores à Rede de Pesquisa Brasil:  perspect...Da organização do grupo de pesquisadores à Rede de Pesquisa Brasil:  perspect...
Da organização do grupo de pesquisadores à Rede de Pesquisa Brasil: perspect...
Portal da Inovação em Saúde
 
Caracterização dos casos de MPOX - IIER
Caracterização dos casos de  MPOX - IIERCaracterização dos casos de  MPOX - IIER
Caracterização dos casos de MPOX - IIER
Portal da Inovação em Saúde
 
Resultados da Pesquisa Mpox da Plataforma Clínica Global OMS Goiânia-Goiás
Resultados da Pesquisa Mpox da Plataforma Clínica Global OMS  Goiânia-GoiásResultados da Pesquisa Mpox da Plataforma Clínica Global OMS  Goiânia-Goiás
Resultados da Pesquisa Mpox da Plataforma Clínica Global OMS Goiânia-Goiás
Portal da Inovação em Saúde
 
Hospital São José de Doenças Infecciosas – SES CE
Hospital São José de Doenças Infecciosas – SES CEHospital São José de Doenças Infecciosas – SES CE
Hospital São José de Doenças Infecciosas – SES CE
Portal da Inovação em Saúde
 
Surto de MPX – experiência do Município de Florianópolis.
Surto de MPX – experiência do Município de Florianópolis.Surto de MPX – experiência do Município de Florianópolis.
Surto de MPX – experiência do Município de Florianópolis.
Portal da Inovação em Saúde
 
Projeto Plataforma Clínica Global para Mpox da OMS: experiência do município ...
Projeto Plataforma Clínica Global para Mpox da OMS: experiência do município ...Projeto Plataforma Clínica Global para Mpox da OMS: experiência do município ...
Projeto Plataforma Clínica Global para Mpox da OMS: experiência do município ...
Portal da Inovação em Saúde
 
7 - APRESENTACAO MPOX_POA_Natália Aredes.pptx
7 - APRESENTACAO MPOX_POA_Natália Aredes.pptx7 - APRESENTACAO MPOX_POA_Natália Aredes.pptx
7 - APRESENTACAO MPOX_POA_Natália Aredes.pptx
Portal da Inovação em Saúde
 
ESTUDO DE CoORTE RETROSPECTIVO PÓS-COVID UBS SANTA CECÍLIA / HCPA
ESTUDO DE CoORTE RETROSPECTIVO PÓS-COVID UBS SANTA CECÍLIA / HCPAESTUDO DE CoORTE RETROSPECTIVO PÓS-COVID UBS SANTA CECÍLIA / HCPA
ESTUDO DE CoORTE RETROSPECTIVO PÓS-COVID UBS SANTA CECÍLIA / HCPA
Portal da Inovação em Saúde
 
Hospital da Criança de Brasília José Alencar
Hospital da Criança de Brasília José AlencarHospital da Criança de Brasília José Alencar
Hospital da Criança de Brasília José Alencar
Portal da Inovação em Saúde
 
Identificação de casos de Pós-Covid em Florianópolis-SC: resultados da cooper...
Identificação de casos de Pós-Covid em Florianópolis-SC: resultados da cooper...Identificação de casos de Pós-Covid em Florianópolis-SC: resultados da cooper...
Identificação de casos de Pós-Covid em Florianópolis-SC: resultados da cooper...
Portal da Inovação em Saúde
 
Estratégia digital para a identificação de casos Pós-Covid
Estratégia digital para a identificação de casos Pós-CovidEstratégia digital para a identificação de casos Pós-Covid
Estratégia digital para a identificação de casos Pós-Covid
Portal da Inovação em Saúde
 
Leitura em voz alta passo a passo
Leitura em voz alta passo a passoLeitura em voz alta passo a passo
Leitura em voz alta passo a passo
Portal da Inovação em Saúde
 
Projeto Epa de Saúde Mental na Atenção Primária em Saúde
Projeto Epa de Saúde Mental na Atenção Primária em SaúdeProjeto Epa de Saúde Mental na Atenção Primária em Saúde
Projeto Epa de Saúde Mental na Atenção Primária em Saúde
Portal da Inovação em Saúde
 
Comunidade de Fala
Comunidade de FalaComunidade de Fala
Comunidade de Fala
Portal da Inovação em Saúde
 
Pré-conferências de caráter territorial como proposta estratégica para potenc...
Pré-conferências de caráter territorial como proposta estratégica para potenc...Pré-conferências de caráter territorial como proposta estratégica para potenc...
Pré-conferências de caráter territorial como proposta estratégica para potenc...
Portal da Inovação em Saúde
 
APRESENTAÇÃO PAULO.pptx
APRESENTAÇÃO PAULO.pptxAPRESENTAÇÃO PAULO.pptx
APRESENTAÇÃO PAULO.pptx
Portal da Inovação em Saúde
 
APRESENTAÇÃO Pré-conferências laboratório de inovação..pptx
APRESENTAÇÃO Pré-conferências laboratório de inovação..pptxAPRESENTAÇÃO Pré-conferências laboratório de inovação..pptx
APRESENTAÇÃO Pré-conferências laboratório de inovação..pptx
Portal da Inovação em Saúde
 
APRESENTAÇÃO MARTHA NOAL.pptx
APRESENTAÇÃO MARTHA NOAL.pptxAPRESENTAÇÃO MARTHA NOAL.pptx
APRESENTAÇÃO MARTHA NOAL.pptx
Portal da Inovação em Saúde
 
APRESENTAÇÃO MARTA OROFINO.pptx
APRESENTAÇÃO MARTA OROFINO.pptxAPRESENTAÇÃO MARTA OROFINO.pptx
APRESENTAÇÃO MARTA OROFINO.pptx
Portal da Inovação em Saúde
 

Mais de Portal da Inovação em Saúde (20)

Da organização do grupo de pesquisadores à Rede de Pesquisa Brasil: perspect...
Da organização do grupo de pesquisadores à Rede de Pesquisa Brasil:  perspect...Da organização do grupo de pesquisadores à Rede de Pesquisa Brasil:  perspect...
Da organização do grupo de pesquisadores à Rede de Pesquisa Brasil: perspect...
 
Da organização do grupo de pesquisadores à Rede de Pesquisa Brasil: perspect...
Da organização do grupo de pesquisadores à Rede de Pesquisa Brasil:  perspect...Da organização do grupo de pesquisadores à Rede de Pesquisa Brasil:  perspect...
Da organização do grupo de pesquisadores à Rede de Pesquisa Brasil: perspect...
 
Caracterização dos casos de MPOX - IIER
Caracterização dos casos de  MPOX - IIERCaracterização dos casos de  MPOX - IIER
Caracterização dos casos de MPOX - IIER
 
Resultados da Pesquisa Mpox da Plataforma Clínica Global OMS Goiânia-Goiás
Resultados da Pesquisa Mpox da Plataforma Clínica Global OMS  Goiânia-GoiásResultados da Pesquisa Mpox da Plataforma Clínica Global OMS  Goiânia-Goiás
Resultados da Pesquisa Mpox da Plataforma Clínica Global OMS Goiânia-Goiás
 
Hospital São José de Doenças Infecciosas – SES CE
Hospital São José de Doenças Infecciosas – SES CEHospital São José de Doenças Infecciosas – SES CE
Hospital São José de Doenças Infecciosas – SES CE
 
Surto de MPX – experiência do Município de Florianópolis.
Surto de MPX – experiência do Município de Florianópolis.Surto de MPX – experiência do Município de Florianópolis.
Surto de MPX – experiência do Município de Florianópolis.
 
Projeto Plataforma Clínica Global para Mpox da OMS: experiência do município ...
Projeto Plataforma Clínica Global para Mpox da OMS: experiência do município ...Projeto Plataforma Clínica Global para Mpox da OMS: experiência do município ...
Projeto Plataforma Clínica Global para Mpox da OMS: experiência do município ...
 
7 - APRESENTACAO MPOX_POA_Natália Aredes.pptx
7 - APRESENTACAO MPOX_POA_Natália Aredes.pptx7 - APRESENTACAO MPOX_POA_Natália Aredes.pptx
7 - APRESENTACAO MPOX_POA_Natália Aredes.pptx
 
ESTUDO DE CoORTE RETROSPECTIVO PÓS-COVID UBS SANTA CECÍLIA / HCPA
ESTUDO DE CoORTE RETROSPECTIVO PÓS-COVID UBS SANTA CECÍLIA / HCPAESTUDO DE CoORTE RETROSPECTIVO PÓS-COVID UBS SANTA CECÍLIA / HCPA
ESTUDO DE CoORTE RETROSPECTIVO PÓS-COVID UBS SANTA CECÍLIA / HCPA
 
Hospital da Criança de Brasília José Alencar
Hospital da Criança de Brasília José AlencarHospital da Criança de Brasília José Alencar
Hospital da Criança de Brasília José Alencar
 
Identificação de casos de Pós-Covid em Florianópolis-SC: resultados da cooper...
Identificação de casos de Pós-Covid em Florianópolis-SC: resultados da cooper...Identificação de casos de Pós-Covid em Florianópolis-SC: resultados da cooper...
Identificação de casos de Pós-Covid em Florianópolis-SC: resultados da cooper...
 
Estratégia digital para a identificação de casos Pós-Covid
Estratégia digital para a identificação de casos Pós-CovidEstratégia digital para a identificação de casos Pós-Covid
Estratégia digital para a identificação de casos Pós-Covid
 
Leitura em voz alta passo a passo
Leitura em voz alta passo a passoLeitura em voz alta passo a passo
Leitura em voz alta passo a passo
 
Projeto Epa de Saúde Mental na Atenção Primária em Saúde
Projeto Epa de Saúde Mental na Atenção Primária em SaúdeProjeto Epa de Saúde Mental na Atenção Primária em Saúde
Projeto Epa de Saúde Mental na Atenção Primária em Saúde
 
Comunidade de Fala
Comunidade de FalaComunidade de Fala
Comunidade de Fala
 
Pré-conferências de caráter territorial como proposta estratégica para potenc...
Pré-conferências de caráter territorial como proposta estratégica para potenc...Pré-conferências de caráter territorial como proposta estratégica para potenc...
Pré-conferências de caráter territorial como proposta estratégica para potenc...
 
APRESENTAÇÃO PAULO.pptx
APRESENTAÇÃO PAULO.pptxAPRESENTAÇÃO PAULO.pptx
APRESENTAÇÃO PAULO.pptx
 
APRESENTAÇÃO Pré-conferências laboratório de inovação..pptx
APRESENTAÇÃO Pré-conferências laboratório de inovação..pptxAPRESENTAÇÃO Pré-conferências laboratório de inovação..pptx
APRESENTAÇÃO Pré-conferências laboratório de inovação..pptx
 
APRESENTAÇÃO MARTHA NOAL.pptx
APRESENTAÇÃO MARTHA NOAL.pptxAPRESENTAÇÃO MARTHA NOAL.pptx
APRESENTAÇÃO MARTHA NOAL.pptx
 
APRESENTAÇÃO MARTA OROFINO.pptx
APRESENTAÇÃO MARTA OROFINO.pptxAPRESENTAÇÃO MARTA OROFINO.pptx
APRESENTAÇÃO MARTA OROFINO.pptx
 

Último

higienização de espaços e equipamentos
higienização de espaços    e equipamentoshigienização de espaços    e equipamentos
higienização de espaços e equipamentos
Manuel Pacheco Vieira
 
VIAS+E+ADMINISTRAÇÃO+DE+MEDICAMENTOS-+AULA+03 (2).pdf
VIAS+E+ADMINISTRAÇÃO+DE+MEDICAMENTOS-+AULA+03 (2).pdfVIAS+E+ADMINISTRAÇÃO+DE+MEDICAMENTOS-+AULA+03 (2).pdf
VIAS+E+ADMINISTRAÇÃO+DE+MEDICAMENTOS-+AULA+03 (2).pdf
kailanejoyce4
 
A-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptx
A-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptxA-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptx
A-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptx
walterjose20
 
AULA 04.06. BOTOX.pdfHarmonizaçao Facia
AULA 04.06. BOTOX.pdfHarmonizaçao  FaciaAULA 04.06. BOTOX.pdfHarmonizaçao  Facia
AULA 04.06. BOTOX.pdfHarmonizaçao Facia
AntonioXavier35
 
Descubra os segredos do emagrecimento sustentável: Dicas práticas e estratégi...
Descubra os segredos do emagrecimento sustentável: Dicas práticas e estratégi...Descubra os segredos do emagrecimento sustentável: Dicas práticas e estratégi...
Descubra os segredos do emagrecimento sustentável: Dicas práticas e estratégi...
Lenilson Souza
 
higienização de espaços e equipamentos
higienização de    espaços e equipamentoshigienização de    espaços e equipamentos
higienização de espaços e equipamentos
Manuel Pacheco Vieira
 
8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf
8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf
8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf
jhordana1
 
Medicamentos que atuam no Sistema Digestório.pdf
Medicamentos que atuam no Sistema Digestório.pdfMedicamentos que atuam no Sistema Digestório.pdf
Medicamentos que atuam no Sistema Digestório.pdf
jhordana1
 
Sistema Reprodutor Feminino curso tec. de enfermagem
Sistema Reprodutor Feminino curso tec. de enfermagemSistema Reprodutor Feminino curso tec. de enfermagem
Sistema Reprodutor Feminino curso tec. de enfermagem
BarbaraKelle
 

Último (9)

higienização de espaços e equipamentos
higienização de espaços    e equipamentoshigienização de espaços    e equipamentos
higienização de espaços e equipamentos
 
VIAS+E+ADMINISTRAÇÃO+DE+MEDICAMENTOS-+AULA+03 (2).pdf
VIAS+E+ADMINISTRAÇÃO+DE+MEDICAMENTOS-+AULA+03 (2).pdfVIAS+E+ADMINISTRAÇÃO+DE+MEDICAMENTOS-+AULA+03 (2).pdf
VIAS+E+ADMINISTRAÇÃO+DE+MEDICAMENTOS-+AULA+03 (2).pdf
 
A-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptx
A-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptxA-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptx
A-Importancia-da-Saude-Mental-na-Juventude.pptx
 
AULA 04.06. BOTOX.pdfHarmonizaçao Facia
AULA 04.06. BOTOX.pdfHarmonizaçao  FaciaAULA 04.06. BOTOX.pdfHarmonizaçao  Facia
AULA 04.06. BOTOX.pdfHarmonizaçao Facia
 
Descubra os segredos do emagrecimento sustentável: Dicas práticas e estratégi...
Descubra os segredos do emagrecimento sustentável: Dicas práticas e estratégi...Descubra os segredos do emagrecimento sustentável: Dicas práticas e estratégi...
Descubra os segredos do emagrecimento sustentável: Dicas práticas e estratégi...
 
higienização de espaços e equipamentos
higienização de    espaços e equipamentoshigienização de    espaços e equipamentos
higienização de espaços e equipamentos
 
8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf
8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf
8. Medicamentos que atuam no Sistema Endócrino.pdf
 
Medicamentos que atuam no Sistema Digestório.pdf
Medicamentos que atuam no Sistema Digestório.pdfMedicamentos que atuam no Sistema Digestório.pdf
Medicamentos que atuam no Sistema Digestório.pdf
 
Sistema Reprodutor Feminino curso tec. de enfermagem
Sistema Reprodutor Feminino curso tec. de enfermagemSistema Reprodutor Feminino curso tec. de enfermagem
Sistema Reprodutor Feminino curso tec. de enfermagem
 

Perfil clínico-epidemiológico dos casos de Mpox no Amazonas

  • 1. Perfil clínico-epidemiológico dos casos de Mpox no Amazonas Bernardino Cláudio de Albuquerque Daniel Barros de Castro
  • 2. Objetivo Fontes de dados Caracterização da rede de atenção à saúde no Amazonas Descrição da rede de notificação Evolução temporal e espacial dos casos de Mpox Características clínicas e epidemiológicas ROTEIRO
  • 3. OBJETIVO • Descrever as características demográficas e clínicas dos casos de Mpox confirmados, atendidos na Fundação de Medicina Tropical – Dr. Heitor Vieira Dourado (FMT/HVD), no período de 2022-2023
  • 4. FONTES DE DADOS • Planos de contingência, municipal, estadual e nacional para o enfrentamento da epidemia de Mpox • Notas técnicas, informes e boletins • Entrevistas com técnicos envolvidos • Sistemas de informação: • RedCap • e-SUS SINAN • iDoctor • Planilhas eletrônicas
  • 5. População • Possui 62 municípios e uma população de 3.941.613 hab. • 54% da população reside em Manaus • Concentração dos serviços de saúde na capital • Rede pública estadual na capital compreende 61 unidades de saúde: • Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-RCP) • Fundação de Medicina Tropical (FMT-HVD) • Manaus possui 288 UBS, sendo que 44 realizam atendimento de casos de Mpox REDE DE ATENÇÃO
  • 6. FUNDAÇÃO DE MEDICINA TROPICAL – DR. HEITOR VIEIRA DOURADO (FMT-HVD) • Referência na atenção à saúde em situações epidêmicas • Desenvolve atividades ambulatoriais e mantêm um pronto atendimento referenciado • Laboratórios de rotinas e de pesquisas nas áreas de parasitologia, micologia, virologia e protozoologia • Capacidade: • 110 leitos clínicos (adultos e pediátricos) • 10 leitos de isolamento, • 17 de UTI (adultos e pediátricos) • 8 de observação
  • 7. REDE DE NOTIFICAÇÃO Identificação de caso suspeito no Hospital ou UBS REDCap CIEVS/FVS e CIEVS municipal REDCap CIEVS/FVS (interior) CIEVS municipal (capital) Planilhas/ REDCap CIEVS/FVS (interior) CIEVS municipal (capital) REDCap Prontuário e planilhas eletrônicas Coleta de amostra no hospital (NVEH) Monitoramento no hospital (NVEH) Investigação e coleta de amostra em domicílio Monitoramento por telefone
  • 8. Casos suspeitos e confirmados de Mpox no Amazonas, por semana epidemiológica, jul/2022 – jun/2023 • 907 notificações de casos suspeitos • 352 (38,8%) confirmados • 342 (97%) capital e 10 (3%) interior Distribuição espacial dos casos confirmados de Mpox no Amazonas, jul/2022 – jun/2023
  • 9. Unidades notificadoras de casos suspeitos de Mpox em Manaus - jul 2022 –jun 2023 • Total 352 casos • 107 (30,4%) FMT-HVD
  • 10. Características demográficas dos casos confirmados de Mpox atendidos na FMT-HVD • Predominantemente adultos jovens do sexo masculino
  • 11. Histórico de exposição dos casos confirmados de Mpox atendidos na FMT-HVD Histórico de exposição Total (N=107) Trabalhador da saúde? Sim 9 (8,4%) Não 98 (91,6%) Trabalha em laboratório? Sim 3 (2,8%) Não 104 (97,2%) Existe algum vínculo conhecido com caso provável ou confirmado de MPX com ≤ 21 dias antes do início dos sintomas? Sim 15 (14,0%) Não 53 (49,5%) Desconhecido 39 (36,4%) Foi sexualmente ativo dentro de ≤ 21 dias antes do início dos sintomas? Sim 86 (80,4%) Não 15 (14,0%) Desconhecido 6 (5,6%) Se sim, o sexo do parceiro é: Feminino 10 (9,3%) Masculino 74 (69,2%) Intersexual 14 (13,1%) Desconhecido 9 (8,4%) Viagem internacional dentro de ≤ 21 dias antes do início dos sintomas? Sim 1 (0,9%) Não 102 (95,3%) Desconhecido 4 (3,7%) Contato com possível fonte animal dentro de ≤ 21 dias antes do início dos sintomas? Sim 6 (5,6%) Não 6 (5,6%) Desconhecido 95 (88,7%)
  • 12. Histórico de exposição dos casos confirmados de Mpox atendidos na FMT-HVD Histórico de exposição Total (N=107) Trabalhador da saúde? Sim 9 (8,4%) Não 98 (91,6%) Trabalha em laboratório? Sim 3 (2,8%) Não 104 (97,2%) Existe algum vínculo conhecido com caso provável ou confirmado de MPX com ≤ 21 dias antes do início dos sintomas? Sim 15 (14,0%) Não 53 (49,5%) Desconhecido 39 (36,4%) Foi sexualmente ativo dentro de ≤ 21 dias antes do início dos sintomas? Sim 86 (80,4%) Não 15 (14,0%) Desconhecido 6 (5,6%) Se sim, o sexo do parceiro é: Feminino 10 (9,3%) Masculino 74 (69,2%) Intersexual 14 (13,1%) Desconhecido 9 (8,4%) Viagem internacional dentro de ≤ 21 dias antes do início dos sintomas? Sim 1 (0,9%) Não 102 (95,3%) Desconhecido 4 (3,7%) Contato com possível fonte animal dentro de ≤ 21 dias antes do início dos sintomas? Sim 6 (5,6%) Não 6 (5,6%) Desconhecido 95 (88,7%)
  • 13. Histórico de exposição dos casos confirmados de Mpox atendidos na FMT-HVD Histórico de exposição Total (N=107) Trabalhador da saúde? Sim 9 (8,4%) Não 98 (91,6%) Trabalha em laboratório? Sim 3 (2,8%) Não 104 (97,2%) Existe algum vínculo conhecido com caso provável ou confirmado de MPX com ≤ 21 dias antes do início dos sintomas? Sim 15 (14,0%) Não 53 (49,5%) Desconhecido 39 (36,4%) Foi sexualmente ativo dentro de ≤ 21 dias antes do início dos sintomas? Sim 86 (80,4%) Não 15 (14,0%) Desconhecido 6 (5,6%) Se sim, o sexo do parceiro é: Feminino 10 (9,3%) Masculino 74 (69,2%) Intersexual 14 (13,1%) Desconhecido 9 (8,4%) Viagem internacional dentro de ≤ 21 dias antes do início dos sintomas? Sim 1 (0,9%) Não 102 (95,3%) Desconhecido 4 (3,7%) Contato com possível fonte animal dentro de ≤ 21 dias antes do início dos sintomas? Sim 6 (5,6%) Não 6 (5,6%) Desconhecido 95 (88,7%)
  • 14. Histórico de exposição dos casos confirmados de Mpox atendidos na FMT-HVD Histórico de exposição Total (N=107) Trabalhador da saúde? Sim 9 (8,4%) Não 98 (91,6%) Trabalha em laboratório? Sim 3 (2,8%) Não 104 (97,2%) Existe algum vínculo conhecido com caso provável ou confirmado de MPX com ≤ 21 dias antes do início dos sintomas? Sim 15 (14,0%) Não 53 (49,5%) Desconhecido 39 (36,4%) Foi sexualmente ativo dentro de ≤ 21 dias antes do início dos sintomas? Sim 86 (80,4%) Não 15 (14,0%) Desconhecido 6 (5,6%) Se sim, o sexo do parceiro é: Feminino 10 (9,3%) Masculino 74 (69,2%) Intersexual 14 (13,1%) Desconhecido 9 (8,4%) Viagem internacional dentro de ≤ 21 dias antes do início dos sintomas? Sim 1 (0,9%) Não 102 (95,3%) Desconhecido 4 (3,7%) Contato com possível fonte animal dentro de ≤ 21 dias antes do início dos sintomas? Sim 6 (5,6%) Não 6 (5,6%) Desconhecido 95 (88,7%)
  • 15. Sintomas observados/relatados pelos casos confirmados de Mpox atendidos na FMT-HVD
  • 16. Local e tipo das lesões dos casos confirmados de Mpox atendidos na FMT-HVD
  • 17. Testes laboratoriais Abaixo Dentro do valor de referência Acima Não realizado Referência ALT 0 (0%) 12 (11,2%) 8 (7,5%) 87 (81,3%) < 35 U/L AST 0 (0%) 14 (13,1%) 7 (6,5%) 86 (80,4%) < 35 U/L Creatinina 2 (1,8%) 14 (13,1%) 5 (4,7%) 86 (80,4%) 0,7–1,2 mg/dL Potássio 2 (1,8%) 7 (6,5%) 0 (0%) 98 (91,6%) 3,5–5 mEq/L Ureia 0 (0%) 17 (15,9%) 1 (0,9%) 89 (83,2%) 10–45 mg/dL Cálcio 0 (0%) 0 (0%) 1 (0,9%) 106 (99,1%) 9–10,5 mg/dL Sódio 6 (8,4%) 4 (3,7%) 0 (0%) 97 (90,7%) 136–145 mEq/L Proteína C reativa 0 (0%) 0 (0%) 0 (0%) 107 (100%) < 0,8 mg/dL Glicose 0 (0%) 5 (4,7%) 2 (1,8%) 100 (93,5%) 70–105 mg/dL Lactato 0 (0%) 0 (0%) 0 (0%) 107 (100%) 6–16 mg/dL Hemoglobina 39 (36,4%) 0 (0%) 0 (0%) 68 (63,6%) 32–36 g/dL Bilirrubina total 1 (0,9%) 9 (8,4%) 1 (0,9%) 96 (89,7%) 0,3–1,2 mg/dL/dia Contagem de leucócitos 1 (0,9%) 31 (28,9%) 7 (6,5%) 68 (63,6%) 4.000 a 10.000 células/mm3 Plaquetas 5 (4,7%) 33 (30,8%) 1 (0,9%) 68 (63,6%) 150–400 x 103/mcL Tempo de protrombina 0 (0%) 0 (0%) 1 (0,9%) 106 (99,1%) 11–13 s Exames laboratoriais dos casos confirmados de Mpox atendidos na FMT-HVD
  • 18. Testes laboratoriais Abaixo Dentro do valor de referência Acima Não realizado Referência ALT 0 (0%) 12 (11,2%) 8 (7,5%) 87 (81,3%) < 35 U/L AST 0 (0%) 14 (13,1%) 7 (6,5%) 86 (80,4%) < 35 U/L Creatinina 2 (1,8%) 14 (13,1%) 5 (4,7%) 86 (80,4%) 0,7–1,2 mg/dL Potássio 2 (1,8%) 7 (6,5%) 0 (0%) 98 (91,6%) 3,5–5 mEq/L Ureia 0 (0%) 17 (15,9%) 1 (0,9%) 89 (83,2%) 10–45 mg/dL Cálcio 0 (0%) 0 (0%) 1 (0,9%) 106 (99,1%) 9–10,5 mg/dL Sódio 6 (8,4%) 4 (3,7%) 0 (0%) 97 (90,7%) 136–145 mEq/L Proteína C reativa 0 (0%) 0 (0%) 0 (0%) 107 (100%) < 0,8 mg/dL Glicose 0 (0%) 5 (4,7%) 2 (1,8%) 100 (93,5%) 70–105 mg/dL Lactato 0 (0%) 0 (0%) 0 (0%) 107 (100%) 6–16 mg/dL Hemoglobina 39 (36,4%) 0 (0%) 0 (0%) 68 (63,6%) 32–36 g/dL Bilirrubina total 1 (0,9%) 9 (8,4%) 1 (0,9%) 96 (89,7%) 0,3–1,2 mg/dL/dia Contagem de leucócitos 1 (0,9%) 31 (28,9%) 7 (6,5%) 68 (63,6%) 4.000 a 10.000 células/mm3 Plaquetas 5 (4,7%) 33 (30,8%) 1 (0,9%) 68 (63,6%) 150–400 x 103/mcL Tempo de protrombina 0 (0%) 0 (0%) 1 (0,9%) 106 (99,1%) 11–13 s Exames laboratoriais dos casos confirmados de Mpox atendidos na FMT-HVD
  • 19. Comorbidades dos casos confirmados de Mpox atendidos na FMT-HVD ART
  • 20. • 12 (11,2%) internações • Motivos da internação: • presença comorbidades • queixa de dor intensa • necessidade de isolamento • Tempo de internação variou de 2 a 7 dias • Evolução: • 10 tiveram alta por melhora do quadro clínico • 01 alta por evasão hospitalar • 01 óbito • Alterações das provas funcionais hepática, renais e desequilíbrio hidroeletrolítico HOSPITALIZAÇÃO
  • 21. • Importância de estudos multicêntricos que permitam não apenas o resgate clínico e epidemiológico, mas também um melhor definição das condições de risco e de prognóstico indesejáveis; • Necessidade de melhoria dos sistemas locais de vigilância e assistencial, principalmente no que se refere ao acompanhamento dos casos; • Relevância da forma de transmissão como o contato direto pessoa a pessoa; • Ações de prevenção para o público mais vulnerável. CONSIDERAÇÕES FINAIS