SlideShare uma empresa Scribd logo
Os gargalos da pesquisa ao mercado – Marcelo De Franco – Instituto Butantan 
VII Seminário de Empreendedorismo e Inovação - SIMINOVE / Ouro Preto - Novembro 2014
1901 Criação oficial para produzir soro contra a peste bubônica 
Um dos maiores produtores públicos de vacinas e 
soros da América Latina 2014 
Início da pesquisa de soros contra picadas de serpentes
Open Innovation Model
missão 
Contribuir com a saúde pública por meio de pesquisas, inovação e 
disponibilização de produtos biológicos, compartilhando 
conhecimento com a sociedade. 
visão 
Ser uma instituição de excelência mundial na pesquisa, 
desenvolvimento, divulgação, formação e produção de insumos e 
serviços para a saúde pública.
2.140 empregados diretos 
34% funcionários públicos 
66% empregados da Fundação 
~ 100terceirizados 
Instituto Butantan 
Produção de 
Vacinas e Soros 
Pesquisa 
Científica & 
Desenvolvimento 
Fundação Butantan 
Centro de 
Desenvolvimento 
Cultural 
Outras áreas 
organograma 
Fonte: Instituto Butantan (julho 2014)
800.000 m2 300.000 60% 
em pleno visitantes/ano área verde 
tecido urbano preservada 
parque Butantan
4 
museus 
museu histórico museu de microbiologia 
museu biológico 
museu Emílio Ribas 
parque Butantan
• 23 laboratórios 
- Divisão de Desenvolvimento Científico [16 Laboratórios] 
- Centro de Biotecnologia [3 Laboratórios] 
- LETA Laboratório Especial de Toxinologia 
Aplicada [4 Laboratórios] 
• Hospital Vital Brazil [10 leitos] 
• Biotério Central 
• 180 pesquisadores PhD 
• 500 estudantes pós-graduados 
• mais de 200 artigos publicados 
• 4.274 citações em 2013 
laboratórios de pesquisa 
científica & desenvolvimento 
Fontes: Instituto Butantan; ISI web of science
programas educacionais 
• Cursos de divulgação científica 
• Mais de 20 cursos de extensão universitária 
• Programa de Aprimoramento Profissional [PAP] 
• Iniciação científica 
• Pós-graduação em Toxinologia 
• MBA em Inovação 
• Pós-graduação Interunidades 
em Biotecnologia [USP, Instituto de Pesquisas Tecnológicas - IPT, IB]
imunização de cavalos 
Fazenda São Joaquim 
50km de São Paulo 
~ 800 cavalos 
22.000litros de plasma/ano 
produção de antivenenos
biotério de serpentes – 1.000 animais 
Bothrops 
5 espécies 
Crotalus 
2 subespécies 
Lachesis 
1 espécie 
Micrurus 
2 espécies 
venenos para produção de antivenenos 
recebimento 
triagem 
quarentena 
manutenção 
extração de veneno 
maternidade
biotério de artrópodes – aranhas e escorpião ~ 15.000 animais 
aranha Loxosceles 
(aranha-marrom) 
aranha Phoneutria 
(armadeira) 
escorpião Tityus 
(escorpião-amarelo) 
lagarta Lonomia 
venenos 
laboratório de lagartas ~ 600 animais 
recebimento 
triagem 
quarentena 
extração de veneno 
maternidade 
recebimento 
triagem 
quarentena 
extração de veneno 
venenos para produção de antivenenos
7 fábricas 
Vacinas anaeróbicas 
- tétano e botulínica 
Central de Purificação Bacteriana 
Vacinas aeróbicas 
- difteria e pertussis 
Hepatite 
Influenza 
Raiva 
Soros 
1 Central de Formulação 
e Envase 
6 plantas-piloto multifuncionais 
Dengue 
Rotavírus 
BCG recombinante 
Anticorpos monoclonais 
Influenza - H5N1 
Hemoderivados 
complexo industrial - produção
13 soros 
400 mil ampolas ano 
produtos Butantan 
antibotrópico 
antibotrópico-crotálico 
antibotrópico-laquético 
anticrotálico 
antielapídico 
antidiftérico 
antiaracnídico 
antilonômico 
antitetânico 
antibotulínico AB 
antibotulínico E 
Antirrábico 
antiescorpiônico 
Ebola
6 vacinas do calendário nacional 
150 milhões de doses ano 
DTP 
difteria-tétano-pertussis 
(celular) 
dT 
difteria-tétano 
(para adultos) 
DT 
difteria-tétano 
(para crianças) 
contra raiva 
hepatite B 
influenza 
produtos Butantan 
Ebola
gestão 
Parcerias de Desenvolvimento Produtivo [PDP] 
- vacina HPV 
- vacina de hepatite A 
- anticorpos monoclonais [mAb] 
- vacina dTp acelular 
Novas parcerias 
- Novas fábricas de vacinas e biológicos 
Inovação 
- Novos produtos 
- Centro de Inovação 
Instituto de Inovação em Biotecnologia no Butantan (IIBB)
distribuição e números 
PNI – Programa Nacional de Imunizações 
vacinação gratuita 
5.570 municípios das 27 unidades da Federação 
7 fabricantes oficiais 
Hepatite B 
- 1ª vacina recombinante produzida no Brasil 
- 100% produzida pelo Instituto Butantan 
- público-alvo (2013):150 milhões de 
pessoas até 49 anos 
(75,6% da população) 
- 800.000 portadores no Brasil 
HPV 
- 685.400 pessoas infectadas/ano 
- 95% dos casos de câncer de colo 
do útero 
- segunda maior taxa de incidência 
entre os cânceres que atingem 
as mulheres 
Fontes: SINAN; Portal da Saúde - SUS; 
Ministério da Saúde (2013)
Programa Nacional de Imunizações - PNI 
aquisições do Ministério da Saúde 
29% 
42% 
120% 
100% 
80% 
60% 
40% 
20% 
usd 423 mi 384 mi 1.4 bi 845 mi 757 mi 802 mi 1.1 bi 
Fonte: Ministério da Saúde, set 2014 
36% 
40% 
48% 
40% 40% 
21% 
34% 
39% 
40% 
15% 35% 32% 
5% 
5% 
3% 
4% 
5% 
4% 
4% 
2% 
4% 
5% 
5% 
11% 
8% 7% 
6% 
4% 
34% 
11% 13% 
6% 
27% 
12% 
24% 
0% 
2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 
% das doses de vacinas adquiridas 
doses de vacinas adquiridas pelo Ministério da Saúde 
Opas (17 vacinas) 
Tecpar (1 vacina) 
Funed (1 vacina) 
FAP (1 vacina) 
Butantan (6 vacinas) 
Bio-Manguinhos / 
Fiocruz (9 vacinas) 
328 mi 306 mi 452 mi 311 mi 211 mi 230 mi 235 mi
Profissionalização da gestão 
- Unificação das gestões Fundação e Instituto Butantan 
- Revisão do quadro de funcionários 
Reformas do parque fabril 
- Adequações para certificações de Boas Práticas de Fabricação 
- Pré-qualificação da OMS e Certificações Anvisa 
Plano diretor 
gestão
animais peçonhentos 
componentes bioativos de animais peçonhentos 
ações farmacológicas 
• analgésica 
analgésica 
• anti-inflamatória 
anti-inflamatória 
• anticoagulante 
anticoagulante 
• antitumor 
antitumor 
• ação no sistema nervosa 
ação no sistema nervosa 
• anti-hipertensiva 
anti-hipertensiva
* outros: extrato de própolis vermelha, proteínas 
da teia de aranha, moléculas isoladas de DNA 
do Schistossoma mansoni, proteína 
recombinante para o diagnóstico da AIDS, etc. 
patentes 
Lopap – 4 patentes 
Biolab / Fapesp 
Sílica (SBA-15) – 1 patente 
Cristália / Fapesp 
Amblyomin-X – 2 patentes 
União Química Ind. 
Farmacêutica / Fapesp 
patentes quantidade 
vacinas 12 
soros 3 
imunoterapia 3 
coagulantes 2 
analgésicos 2 
peptídeos 2 
regeneração de tecidos 2 
anticancerígeno 1 
anticorpos 2 
outros* 11 
total 40 
Pertussis low – 1 patente 
Crotalfina – 2 patentes 
Biolab / Fapesp
porfolio de desenvolvimento 
nº produtos descrição 
1 Vacina da Dengue Tetravalente contra os 4 vírus da dengue - fase II dos testes clínicos 
2 Vacina de Rotavírus Pentavalente contra os sorotipos mais frequentes no Brasil - fase II dos testes clínicos 
3 Vacina Pertussis low Contra coqueluche, menos tóxica, com potencial uso para adolescentes e adultos 
4 Vacina Leptospirose Para cães 
5 Vacina Necator – Schistossoma Contra ancilostomose e esquistossomose 
6 Vacina Pneumococo Inativada contra pneumococo 
7 Vacina DTPlow-HepB-Hib Pentavalente - Difteria, Tétano, Coqueluche, Hepatite B e Hemophilus Influenza 
8 Vacina DTPlow-HepB-Hib-IPV-MenC 
Heptavalente - Difteria, Tétano, Coqueluche, Hepatite B, Hemophilus Influenza tipo B, 
Pólio e Meningococo tipo C 
9 Vacina hepatite B + MPLA Para > 50 anos e pessoas imunodeficientes 
10 Vacina BCG-Pertussis + Hep B Para recém-nascidos 
11 Vacina BCG recombinante Para câncer de bexiga 
12 Adjuvante BpMPLA Melhora da resposta imune / aumento de doses disponíveis 
13 Soro antiápico Tratamento contra múltiplas picadas de abelha 
14 Surfactante pulmonar Para recém-nascidos 
15 Sílica - SBA-15 Adjuvante para vacinas administradas oralmente 
16 Ambliomina-X Medicamento com atividade anticancerígena, obtido da saliva do carrapato 
17 Crotalphina Potente analgésico com duração de 2-5 dias 
18 Crotamina Integração entre DNA e RNA 
19 Lopap Várias ações: ativador da Protombina, atividade antiapoptótica e outros 
20 Anticorpos monoclonais Para humanos - Anti-CD3 
21 Hemoderivados Produção de imunoglobulina, fatores VIII e IX de coagulação, albumina, outras proteínas
vacina tetravalente da dengue 
objetivos 
- desenvolver uma vacina tetravalente para dengue 
- estudar a estabilidade desta vacina 
- avaliação clínica do produto desenvolvido (fases I e II) 
estágio atual 
- 95% do projeto concluído 
- etapa B dos ensaios clínicos de fase II 
data prevista para o término do projeto 
- junho/2015 
vacina dengue 1,2,3,4 (atenuada) 
frascos com 10 doses 
diluente para vacina 
próximas etapas 
- dezembro/14: término da vacinação da etapa B do estudo. 
- abril/15: término das visitas para coleta de dados de imunogenicidade e segurança 
relacionados aos objetivos primários do estudo 
- junho/15: divulgação dos resultados de eficácia e segurança das duas etapas do estudo 
convênio 115/2008 (82.0115.1/08)
convênio 115/2008 (82.0115.1/08) 
vacina pentavalente de rotavírus 
objetivos 
- desenvolver uma vacina pentavalente de rotavírus 
- estudar a estabilidade desta vacina 
- avaliação pré-clínica da vacina pentavalente de rotavírus 
- avaliação clínica do produto desenvolvido 
(fase I e elaboração de protocolo para fase II) 
estágio atual 
- 96% do projeto concluído 
- elaboração de novo protocolo clínico para fase II utilizando os níveis de 
imunoglobulina A sérica contra rotavírus como marcador de proteção 
data prevista para o término do projeto 
- maio/2015 
Vacina rotavírus humano-bovino G1, 
G2, G3, G4 e G9 (atenuada) 
Frascos com 10 doses 
Diluente para vacina
Amblyomin-X 
Inibidor do tipo Kunitz - candidato 
a novo fármaco antitumoral 
objetivos 
- desenvolver processo de produção 
escalonável 
- repetir provas de conceito como agente 
antitumoral 
- realizar testes não clínicos utilizando BPL 
projetos patrocinados pelo BNDES 
estágio atual 
- melhor clone (definido) 
- produção e purificação até 10 L (definido) 
- testes para controle de qualidade 
(definidos) 
- mecanismo de ação (parcialmente 
elucidado): vias de sinalização e possíveis 
alvos moleculares (definidos) 
- testes de segurança: toxicidade aguda e 
subcrônica em roedores (definido) 
- escalonamento: em andamento
parceiros nacionais e internacionais 
Harvard
Conselho Diretor do Instituto Butantan 
Conselho Curador da Fundação Butantan 
André Franco Montoro Filho 
Carlos Wendel de Magalhães 
Erney F. Plessmann de Camargo 
Fernando de Souza Meirelles 
Gonzalo Vecina Neto 
João Fernando Gomes da Oliveira 
Jorge Kalil 
Luiz R. Raja Gabaglia Travassos 
Luiz Vicente Rizzo 
Moisés Goldbaum 
Paulo Lee Ho 
Yara Cury 
Conselho Fiscal da Fundação Butantan 
Carlos Alberto Marsal 
Israel Domingos Bacas 
Joaquim José C. Engler 
Geraldo Alckmin 
Governador do Estado 
de São Paulo 
David Uip 
Secretário de Estado 
da Saúde 
Jorge Kalil 
Diretor do Instituto Butantan 
Presidente da Fundação Butantan 
Marcelo de Franco 
Vice-diretor do Instituto Butantan 
marcelo.franco@butantan.gov.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Estudo da Incidência de Brucelose e Prevalência da Tuberculose Bovina e Bubalina
Estudo da Incidência de Brucelose e Prevalência da Tuberculose Bovina e BubalinaEstudo da Incidência de Brucelose e Prevalência da Tuberculose Bovina e Bubalina
Estudo da Incidência de Brucelose e Prevalência da Tuberculose Bovina e Bubalina
Câmaras Setoriais
 
Vacina1
Vacina1Vacina1
Vacina1
Ariadne Diana
 
Livro manual de imunizações - hospital albert einstein
Livro   manual de imunizações - hospital albert einsteinLivro   manual de imunizações - hospital albert einstein
Livro manual de imunizações - hospital albert einstein
karol_ribeiro
 
Aula Programa Nacional Imunizacao - Concurso Ipasgo - parte 01 de 03
Aula Programa Nacional Imunizacao - Concurso Ipasgo - parte 01 de 03Aula Programa Nacional Imunizacao - Concurso Ipasgo - parte 01 de 03
Aula Programa Nacional Imunizacao - Concurso Ipasgo - parte 01 de 03
Instituto Consciência GO
 
VACINAS: calendário da Sociedade Brasileira de Pediatria - 2016
VACINAS: calendário da Sociedade Brasileira de Pediatria - 2016VACINAS: calendário da Sociedade Brasileira de Pediatria - 2016
VACINAS: calendário da Sociedade Brasileira de Pediatria - 2016
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Calendario vacinação para gestantes
Calendario vacinação para gestantesCalendario vacinação para gestantes
Calendario vacinação para gestantes
sofiatech
 
Calendário Nacional de Vacinação 2014
Calendário Nacional de Vacinação 2014Calendário Nacional de Vacinação 2014
Calendário Nacional de Vacinação 2014
Ministério da Saúde
 
Imunização
ImunizaçãoImunização
Apresentaçao XI encontro Med Vet UESC Tuberculose Bovina
Apresentaçao XI encontro Med Vet UESC Tuberculose BovinaApresentaçao XI encontro Med Vet UESC Tuberculose Bovina
Apresentaçao XI encontro Med Vet UESC Tuberculose Bovina
Fernando Alzamora
 
Vacinas aplicando uma vacina selecionada
Vacinas   aplicando uma vacina selecionadaVacinas   aplicando uma vacina selecionada
Vacinas aplicando uma vacina selecionada
Leonardo Alves
 
Novo calendário da vacinação 2013
Novo calendário da vacinação 2013Novo calendário da vacinação 2013
Novo calendário da vacinação 2013
Ismael Costa
 
Calen indio ena2010_tabelas
Calen indio ena2010_tabelasCalen indio ena2010_tabelas
Calen indio ena2010_tabelas
Sérgio Paiva
 
Programa de imunização
Programa de imunizaçãoPrograma de imunização
Programa de imunização
Lucas Matos
 
Imunização
Imunização Imunização
Imunização
Ismael Costa
 
Aula Programa Nacional Imunização - Concurso Ipasgo - parte 02 de 03
Aula Programa Nacional Imunização - Concurso Ipasgo - parte 02 de 03Aula Programa Nacional Imunização - Concurso Ipasgo - parte 02 de 03
Aula Programa Nacional Imunização - Concurso Ipasgo - parte 02 de 03
Instituto Consciência GO
 
Sala de-vacina
Sala de-vacinaSala de-vacina
Sala de-vacina
Yane Silva
 
Vacinas de DNA
Vacinas de DNAVacinas de DNA
Vacinas de DNA
Marina Sousa
 
I16calendario vacinacao
I16calendario vacinacaoI16calendario vacinacao
I16calendario vacinacao
Cláudia Siqueira
 
Sala de Vacinação Capacitação de Pessoal
Sala de Vacinação Capacitação de PessoalSala de Vacinação Capacitação de Pessoal
Sala de Vacinação Capacitação de Pessoal
Praxis Educativa
 
Vacinação ocupacional
Vacinação ocupacionalVacinação ocupacional
Vacinação ocupacional
Cosmo Palasio
 

Mais procurados (20)

Estudo da Incidência de Brucelose e Prevalência da Tuberculose Bovina e Bubalina
Estudo da Incidência de Brucelose e Prevalência da Tuberculose Bovina e BubalinaEstudo da Incidência de Brucelose e Prevalência da Tuberculose Bovina e Bubalina
Estudo da Incidência de Brucelose e Prevalência da Tuberculose Bovina e Bubalina
 
Vacina1
Vacina1Vacina1
Vacina1
 
Livro manual de imunizações - hospital albert einstein
Livro   manual de imunizações - hospital albert einsteinLivro   manual de imunizações - hospital albert einstein
Livro manual de imunizações - hospital albert einstein
 
Aula Programa Nacional Imunizacao - Concurso Ipasgo - parte 01 de 03
Aula Programa Nacional Imunizacao - Concurso Ipasgo - parte 01 de 03Aula Programa Nacional Imunizacao - Concurso Ipasgo - parte 01 de 03
Aula Programa Nacional Imunizacao - Concurso Ipasgo - parte 01 de 03
 
VACINAS: calendário da Sociedade Brasileira de Pediatria - 2016
VACINAS: calendário da Sociedade Brasileira de Pediatria - 2016VACINAS: calendário da Sociedade Brasileira de Pediatria - 2016
VACINAS: calendário da Sociedade Brasileira de Pediatria - 2016
 
Calendario vacinação para gestantes
Calendario vacinação para gestantesCalendario vacinação para gestantes
Calendario vacinação para gestantes
 
Calendário Nacional de Vacinação 2014
Calendário Nacional de Vacinação 2014Calendário Nacional de Vacinação 2014
Calendário Nacional de Vacinação 2014
 
Imunização
ImunizaçãoImunização
Imunização
 
Apresentaçao XI encontro Med Vet UESC Tuberculose Bovina
Apresentaçao XI encontro Med Vet UESC Tuberculose BovinaApresentaçao XI encontro Med Vet UESC Tuberculose Bovina
Apresentaçao XI encontro Med Vet UESC Tuberculose Bovina
 
Vacinas aplicando uma vacina selecionada
Vacinas   aplicando uma vacina selecionadaVacinas   aplicando uma vacina selecionada
Vacinas aplicando uma vacina selecionada
 
Novo calendário da vacinação 2013
Novo calendário da vacinação 2013Novo calendário da vacinação 2013
Novo calendário da vacinação 2013
 
Calen indio ena2010_tabelas
Calen indio ena2010_tabelasCalen indio ena2010_tabelas
Calen indio ena2010_tabelas
 
Programa de imunização
Programa de imunizaçãoPrograma de imunização
Programa de imunização
 
Imunização
Imunização Imunização
Imunização
 
Aula Programa Nacional Imunização - Concurso Ipasgo - parte 02 de 03
Aula Programa Nacional Imunização - Concurso Ipasgo - parte 02 de 03Aula Programa Nacional Imunização - Concurso Ipasgo - parte 02 de 03
Aula Programa Nacional Imunização - Concurso Ipasgo - parte 02 de 03
 
Sala de-vacina
Sala de-vacinaSala de-vacina
Sala de-vacina
 
Vacinas de DNA
Vacinas de DNAVacinas de DNA
Vacinas de DNA
 
I16calendario vacinacao
I16calendario vacinacaoI16calendario vacinacao
I16calendario vacinacao
 
Sala de Vacinação Capacitação de Pessoal
Sala de Vacinação Capacitação de PessoalSala de Vacinação Capacitação de Pessoal
Sala de Vacinação Capacitação de Pessoal
 
Vacinação ocupacional
Vacinação ocupacionalVacinação ocupacional
Vacinação ocupacional
 

Semelhante a Palestra de Marcelo de Franco no VII Siminove - Ouro Preto

Apresentação Tecpar
Apresentação TecparApresentação Tecpar
Apresentação Tecpar
Alfob
 
Palestra ib
Palestra ibPalestra ib
Palestra ib
pecsaa
 
Palestra ib batista
Palestra ib   batistaPalestra ib   batista
Palestra ib batista
pecsaa
 
CONTENÇÃO DO POLIOVÍRUS NOS LABORATÓRIOS BRASILEIROS
CONTENÇÃO DO POLIOVÍRUS NOS LABORATÓRIOS BRASILEIROSCONTENÇÃO DO POLIOVÍRUS NOS LABORATÓRIOS BRASILEIROS
CONTENÇÃO DO POLIOVÍRUS NOS LABORATÓRIOS BRASILEIROS
Conselho Nacional de Secretários de Saúde - CONASS
 
Novas Estratégias de PrEP e PEP PrEP Sob Demanda, Longa Duração e DoxiPEP
Novas Estratégias de PrEP e PEP  PrEP Sob Demanda, Longa Duração e DoxiPEPNovas Estratégias de PrEP e PEP  PrEP Sob Demanda, Longa Duração e DoxiPEP
Novas Estratégias de PrEP e PEP PrEP Sob Demanda, Longa Duração e DoxiPEP
Alexandre Naime Barbosa
 
introducao a infecção hospitalar.pdf
introducao a infecção hospitalar.pdfintroducao a infecção hospitalar.pdf
introducao a infecção hospitalar.pdf
MarciaRodrigues615662
 
introducao a infecção hospitalar.pdf
introducao a infecção hospitalar.pdfintroducao a infecção hospitalar.pdf
introducao a infecção hospitalar.pdf
MarciaRodrigues615662
 
Manual microbiologia completo
Manual microbiologia completoManual microbiologia completo
Manual microbiologia completo
Heloisa Santos
 
4128875 biologia-apostila-anvisa-modulo-00
4128875 biologia-apostila-anvisa-modulo-004128875 biologia-apostila-anvisa-modulo-00
4128875 biologia-apostila-anvisa-modulo-00
Felipe Jardim
 
Manual biosseguranca-bioquimica clinica
Manual biosseguranca-bioquimica clinicaManual biosseguranca-bioquimica clinica
Manual biosseguranca-bioquimica clinica
Luan Keny
 
Vacina contra o HPV - Apresentação
Vacina contra o HPV - Apresentação Vacina contra o HPV - Apresentação
Vacina contra o HPV - Apresentação
Ministério da Saúde
 
Prevencao Cura HIV Alexandre Barbosa Unesp SIC UNIP 2015
Prevencao Cura HIV Alexandre Barbosa Unesp SIC UNIP 2015Prevencao Cura HIV Alexandre Barbosa Unesp SIC UNIP 2015
Prevencao Cura HIV Alexandre Barbosa Unesp SIC UNIP 2015
Alexandre Naime Barbosa
 
2018.2.manual_procedimentos_vacinacao publicado 2014.pdf
2018.2.manual_procedimentos_vacinacao publicado 2014.pdf2018.2.manual_procedimentos_vacinacao publicado 2014.pdf
2018.2.manual_procedimentos_vacinacao publicado 2014.pdf
LETICIABARROSCAMARGO
 
2018.2.manual_procedimentos_vacinacao publicado 2014.pdf
2018.2.manual_procedimentos_vacinacao publicado 2014.pdf2018.2.manual_procedimentos_vacinacao publicado 2014.pdf
2018.2.manual_procedimentos_vacinacao publicado 2014.pdf
LETICIABARROSCAMARGO
 
Manual procedimentos vacinacao
Manual procedimentos vacinacaoManual procedimentos vacinacao
Manual procedimentos vacinacao
mariojosepereiraneto1
 
2018.2.manual_procedimentos_vacinacao publicado 2014.pdf
2018.2.manual_procedimentos_vacinacao publicado 2014.pdf2018.2.manual_procedimentos_vacinacao publicado 2014.pdf
2018.2.manual_procedimentos_vacinacao publicado 2014.pdf
LETICIABARROSCAMARGO
 
2018.2.manual_procedimentos_vacinacao publicado 2014.pdf
2018.2.manual_procedimentos_vacinacao publicado 2014.pdf2018.2.manual_procedimentos_vacinacao publicado 2014.pdf
2018.2.manual_procedimentos_vacinacao publicado 2014.pdf
LETICIABARROSCAMARGO
 
ICSA32 - Fases de desenvolvimento de vacinas
ICSA32 - Fases de desenvolvimento de vacinasICSA32 - Fases de desenvolvimento de vacinas
ICSA32 - Fases de desenvolvimento de vacinas
Ricardo Portela
 
Instituto Biológico inaugura laboratório com segurança nível 3
Instituto Biológico inaugura laboratório com segurança nível 3Instituto Biológico inaugura laboratório com segurança nível 3
Instituto Biológico inaugura laboratório com segurança nível 3
Agricultura Sao Paulo
 
Bio manguinhos
Bio manguinhosBio manguinhos
Bio manguinhos
Alfob
 

Semelhante a Palestra de Marcelo de Franco no VII Siminove - Ouro Preto (20)

Apresentação Tecpar
Apresentação TecparApresentação Tecpar
Apresentação Tecpar
 
Palestra ib
Palestra ibPalestra ib
Palestra ib
 
Palestra ib batista
Palestra ib   batistaPalestra ib   batista
Palestra ib batista
 
CONTENÇÃO DO POLIOVÍRUS NOS LABORATÓRIOS BRASILEIROS
CONTENÇÃO DO POLIOVÍRUS NOS LABORATÓRIOS BRASILEIROSCONTENÇÃO DO POLIOVÍRUS NOS LABORATÓRIOS BRASILEIROS
CONTENÇÃO DO POLIOVÍRUS NOS LABORATÓRIOS BRASILEIROS
 
Novas Estratégias de PrEP e PEP PrEP Sob Demanda, Longa Duração e DoxiPEP
Novas Estratégias de PrEP e PEP  PrEP Sob Demanda, Longa Duração e DoxiPEPNovas Estratégias de PrEP e PEP  PrEP Sob Demanda, Longa Duração e DoxiPEP
Novas Estratégias de PrEP e PEP PrEP Sob Demanda, Longa Duração e DoxiPEP
 
introducao a infecção hospitalar.pdf
introducao a infecção hospitalar.pdfintroducao a infecção hospitalar.pdf
introducao a infecção hospitalar.pdf
 
introducao a infecção hospitalar.pdf
introducao a infecção hospitalar.pdfintroducao a infecção hospitalar.pdf
introducao a infecção hospitalar.pdf
 
Manual microbiologia completo
Manual microbiologia completoManual microbiologia completo
Manual microbiologia completo
 
4128875 biologia-apostila-anvisa-modulo-00
4128875 biologia-apostila-anvisa-modulo-004128875 biologia-apostila-anvisa-modulo-00
4128875 biologia-apostila-anvisa-modulo-00
 
Manual biosseguranca-bioquimica clinica
Manual biosseguranca-bioquimica clinicaManual biosseguranca-bioquimica clinica
Manual biosseguranca-bioquimica clinica
 
Vacina contra o HPV - Apresentação
Vacina contra o HPV - Apresentação Vacina contra o HPV - Apresentação
Vacina contra o HPV - Apresentação
 
Prevencao Cura HIV Alexandre Barbosa Unesp SIC UNIP 2015
Prevencao Cura HIV Alexandre Barbosa Unesp SIC UNIP 2015Prevencao Cura HIV Alexandre Barbosa Unesp SIC UNIP 2015
Prevencao Cura HIV Alexandre Barbosa Unesp SIC UNIP 2015
 
2018.2.manual_procedimentos_vacinacao publicado 2014.pdf
2018.2.manual_procedimentos_vacinacao publicado 2014.pdf2018.2.manual_procedimentos_vacinacao publicado 2014.pdf
2018.2.manual_procedimentos_vacinacao publicado 2014.pdf
 
2018.2.manual_procedimentos_vacinacao publicado 2014.pdf
2018.2.manual_procedimentos_vacinacao publicado 2014.pdf2018.2.manual_procedimentos_vacinacao publicado 2014.pdf
2018.2.manual_procedimentos_vacinacao publicado 2014.pdf
 
Manual procedimentos vacinacao
Manual procedimentos vacinacaoManual procedimentos vacinacao
Manual procedimentos vacinacao
 
2018.2.manual_procedimentos_vacinacao publicado 2014.pdf
2018.2.manual_procedimentos_vacinacao publicado 2014.pdf2018.2.manual_procedimentos_vacinacao publicado 2014.pdf
2018.2.manual_procedimentos_vacinacao publicado 2014.pdf
 
2018.2.manual_procedimentos_vacinacao publicado 2014.pdf
2018.2.manual_procedimentos_vacinacao publicado 2014.pdf2018.2.manual_procedimentos_vacinacao publicado 2014.pdf
2018.2.manual_procedimentos_vacinacao publicado 2014.pdf
 
ICSA32 - Fases de desenvolvimento de vacinas
ICSA32 - Fases de desenvolvimento de vacinasICSA32 - Fases de desenvolvimento de vacinas
ICSA32 - Fases de desenvolvimento de vacinas
 
Instituto Biológico inaugura laboratório com segurança nível 3
Instituto Biológico inaugura laboratório com segurança nível 3Instituto Biológico inaugura laboratório com segurança nível 3
Instituto Biológico inaugura laboratório com segurança nível 3
 
Bio manguinhos
Bio manguinhosBio manguinhos
Bio manguinhos
 

Mais de Sistema Mineiro de Inovação

Palestra da Mariana, da Myleus, no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra da Mariana, da Myleus, no VIII Siminove - Belo HorizontePalestra da Mariana, da Myleus, no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra da Mariana, da Myleus, no VIII Siminove - Belo Horizonte
Sistema Mineiro de Inovação
 
Palestra da Letícia, da Oncotag, no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra da Letícia, da Oncotag, no VIII Siminove - Belo HorizontePalestra da Letícia, da Oncotag, no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra da Letícia, da Oncotag, no VIII Siminove - Belo Horizonte
Sistema Mineiro de Inovação
 
Palestra do Fernando Seixas no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra do Fernando Seixas no VIII Siminove - Belo HorizontePalestra do Fernando Seixas no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra do Fernando Seixas no VIII Siminove - Belo Horizonte
Sistema Mineiro de Inovação
 
Palestra do Glaucius Oliva no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra do Glaucius Oliva no VIII Siminove - Belo HorizontePalestra do Glaucius Oliva no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra do Glaucius Oliva no VIII Siminove - Belo Horizonte
Sistema Mineiro de Inovação
 
Palestra do Paulo Sérgio Beirão no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra do Paulo Sérgio Beirão no VIII Siminove - Belo HorizontePalestra do Paulo Sérgio Beirão no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra do Paulo Sérgio Beirão no VIII Siminove - Belo Horizonte
Sistema Mineiro de Inovação
 
Palestra do Leonides Rezende Júnior no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra do Leonides Rezende Júnior no VIII Siminove - Belo HorizontePalestra do Leonides Rezende Júnior no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra do Leonides Rezende Júnior no VIII Siminove - Belo Horizonte
Sistema Mineiro de Inovação
 
Palestra de Rochel Lago no VII Siminove - Ouro Preto
Palestra de Rochel Lago no VII Siminove - Ouro PretoPalestra de Rochel Lago no VII Siminove - Ouro Preto
Palestra de Rochel Lago no VII Siminove - Ouro Preto
Sistema Mineiro de Inovação
 
Palestra de Marcelo Speziali no VII Siminove - Ouro Preto
Palestra de Marcelo Speziali no VII Siminove - Ouro PretoPalestra de Marcelo Speziali no VII Siminove - Ouro Preto
Palestra de Marcelo Speziali no VII Siminove - Ouro Preto
Sistema Mineiro de Inovação
 
Palestra de Aluir Dias no VII Siminove - Ouro Preto
Palestra de Aluir Dias no VII Siminove - Ouro PretoPalestra de Aluir Dias no VII Siminove - Ouro Preto
Palestra de Aluir Dias no VII Siminove - Ouro Preto
Sistema Mineiro de Inovação
 
Palestra de José Antonio Siqueira no VII Siminove - Ouro Preto
Palestra de José Antonio Siqueira no VII Siminove - Ouro PretoPalestra de José Antonio Siqueira no VII Siminove - Ouro Preto
Palestra de José Antonio Siqueira no VII Siminove - Ouro Preto
Sistema Mineiro de Inovação
 
Palestra VI SIMINOVE: O caso de sucesso da Smarti9 - Moisés Ribeiro (Smarti9)
Palestra VI SIMINOVE: O caso de sucesso da Smarti9 -  Moisés Ribeiro (Smarti9) Palestra VI SIMINOVE: O caso de sucesso da Smarti9 -  Moisés Ribeiro (Smarti9)
Palestra VI SIMINOVE: O caso de sucesso da Smarti9 - Moisés Ribeiro (Smarti9)
Sistema Mineiro de Inovação
 
Palestra VI SIMINOVE: Explorando as possibilidades do empreendedorismo na UFJ...
Palestra VI SIMINOVE: Explorando as possibilidades do empreendedorismo na UFJ...Palestra VI SIMINOVE: Explorando as possibilidades do empreendedorismo na UFJ...
Palestra VI SIMINOVE: Explorando as possibilidades do empreendedorismo na UFJ...
Sistema Mineiro de Inovação
 
Palestra VI SIMINOVE: Revolucao acadêmica: A cultura empreendedora ! - Cláu...
Palestra VI SIMINOVE: Revolucao acadêmica:   A cultura empreendedora ! - Cláu...Palestra VI SIMINOVE: Revolucao acadêmica:   A cultura empreendedora ! - Cláu...
Palestra VI SIMINOVE: Revolucao acadêmica: A cultura empreendedora ! - Cláu...
Sistema Mineiro de Inovação
 
Palestra VI SIMINOVE: Proteção do conhecimento cientifico e tecnológico - Jo...
Palestra VI SIMINOVE:  Proteção do conhecimento cientifico e tecnológico - Jo...Palestra VI SIMINOVE:  Proteção do conhecimento cientifico e tecnológico - Jo...
Palestra VI SIMINOVE: Proteção do conhecimento cientifico e tecnológico - Jo...
Sistema Mineiro de Inovação
 
Palestra VI SIMINOVE: Formação acadêmica, empreendedorismo e inovação - Adri...
Palestra VI SIMINOVE: Formação acadêmica, empreendedorismo e inovação -  Adri...Palestra VI SIMINOVE: Formação acadêmica, empreendedorismo e inovação -  Adri...
Palestra VI SIMINOVE: Formação acadêmica, empreendedorismo e inovação - Adri...
Sistema Mineiro de Inovação
 
V SIMINOVE - EMPREENDER É POSSÍVEL (CASO DE SUCESSO) - Marcelo Mello - STA
V SIMINOVE - EMPREENDER É POSSÍVEL (CASO DE SUCESSO) - Marcelo Mello - STAV SIMINOVE - EMPREENDER É POSSÍVEL (CASO DE SUCESSO) - Marcelo Mello - STA
V SIMINOVE - EMPREENDER É POSSÍVEL (CASO DE SUCESSO) - Marcelo Mello - STA
Sistema Mineiro de Inovação
 
V SIMINOVE - EXPLORANDO AS POSSIBILIDADES DE EMPREENDEDORISMO NA UFLA - Profa...
V SIMINOVE - EXPLORANDO AS POSSIBILIDADES DE EMPREENDEDORISMO NA UFLA - Profa...V SIMINOVE - EXPLORANDO AS POSSIBILIDADES DE EMPREENDEDORISMO NA UFLA - Profa...
V SIMINOVE - EXPLORANDO AS POSSIBILIDADES DE EMPREENDEDORISMO NA UFLA - Profa...
Sistema Mineiro de Inovação
 
V SIMINOVE - POR UMA NOVA ECONOMIA: O PAPEL DOS JOVENS - Prof. Dr. Evaldo Vilela
V SIMINOVE - POR UMA NOVA ECONOMIA: O PAPEL DOS JOVENS - Prof. Dr. Evaldo VilelaV SIMINOVE - POR UMA NOVA ECONOMIA: O PAPEL DOS JOVENS - Prof. Dr. Evaldo Vilela
V SIMINOVE - POR UMA NOVA ECONOMIA: O PAPEL DOS JOVENS - Prof. Dr. Evaldo Vilela
Sistema Mineiro de Inovação
 
V SIMINOVE - INOVAÇÃO EM AGRICULTURA - Thomas Altmann
V SIMINOVE - INOVAÇÃO EM AGRICULTURA - Thomas AltmannV SIMINOVE - INOVAÇÃO EM AGRICULTURA - Thomas Altmann
V SIMINOVE - INOVAÇÃO EM AGRICULTURA - Thomas Altmann
Sistema Mineiro de Inovação
 
V SIMINOVE - TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA - Dr. Hélio Lemos
V SIMINOVE - TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA -  Dr. Hélio Lemos V SIMINOVE - TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA -  Dr. Hélio Lemos
V SIMINOVE - TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA - Dr. Hélio Lemos
Sistema Mineiro de Inovação
 

Mais de Sistema Mineiro de Inovação (20)

Palestra da Mariana, da Myleus, no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra da Mariana, da Myleus, no VIII Siminove - Belo HorizontePalestra da Mariana, da Myleus, no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra da Mariana, da Myleus, no VIII Siminove - Belo Horizonte
 
Palestra da Letícia, da Oncotag, no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra da Letícia, da Oncotag, no VIII Siminove - Belo HorizontePalestra da Letícia, da Oncotag, no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra da Letícia, da Oncotag, no VIII Siminove - Belo Horizonte
 
Palestra do Fernando Seixas no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra do Fernando Seixas no VIII Siminove - Belo HorizontePalestra do Fernando Seixas no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra do Fernando Seixas no VIII Siminove - Belo Horizonte
 
Palestra do Glaucius Oliva no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra do Glaucius Oliva no VIII Siminove - Belo HorizontePalestra do Glaucius Oliva no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra do Glaucius Oliva no VIII Siminove - Belo Horizonte
 
Palestra do Paulo Sérgio Beirão no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra do Paulo Sérgio Beirão no VIII Siminove - Belo HorizontePalestra do Paulo Sérgio Beirão no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra do Paulo Sérgio Beirão no VIII Siminove - Belo Horizonte
 
Palestra do Leonides Rezende Júnior no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra do Leonides Rezende Júnior no VIII Siminove - Belo HorizontePalestra do Leonides Rezende Júnior no VIII Siminove - Belo Horizonte
Palestra do Leonides Rezende Júnior no VIII Siminove - Belo Horizonte
 
Palestra de Rochel Lago no VII Siminove - Ouro Preto
Palestra de Rochel Lago no VII Siminove - Ouro PretoPalestra de Rochel Lago no VII Siminove - Ouro Preto
Palestra de Rochel Lago no VII Siminove - Ouro Preto
 
Palestra de Marcelo Speziali no VII Siminove - Ouro Preto
Palestra de Marcelo Speziali no VII Siminove - Ouro PretoPalestra de Marcelo Speziali no VII Siminove - Ouro Preto
Palestra de Marcelo Speziali no VII Siminove - Ouro Preto
 
Palestra de Aluir Dias no VII Siminove - Ouro Preto
Palestra de Aluir Dias no VII Siminove - Ouro PretoPalestra de Aluir Dias no VII Siminove - Ouro Preto
Palestra de Aluir Dias no VII Siminove - Ouro Preto
 
Palestra de José Antonio Siqueira no VII Siminove - Ouro Preto
Palestra de José Antonio Siqueira no VII Siminove - Ouro PretoPalestra de José Antonio Siqueira no VII Siminove - Ouro Preto
Palestra de José Antonio Siqueira no VII Siminove - Ouro Preto
 
Palestra VI SIMINOVE: O caso de sucesso da Smarti9 - Moisés Ribeiro (Smarti9)
Palestra VI SIMINOVE: O caso de sucesso da Smarti9 -  Moisés Ribeiro (Smarti9) Palestra VI SIMINOVE: O caso de sucesso da Smarti9 -  Moisés Ribeiro (Smarti9)
Palestra VI SIMINOVE: O caso de sucesso da Smarti9 - Moisés Ribeiro (Smarti9)
 
Palestra VI SIMINOVE: Explorando as possibilidades do empreendedorismo na UFJ...
Palestra VI SIMINOVE: Explorando as possibilidades do empreendedorismo na UFJ...Palestra VI SIMINOVE: Explorando as possibilidades do empreendedorismo na UFJ...
Palestra VI SIMINOVE: Explorando as possibilidades do empreendedorismo na UFJ...
 
Palestra VI SIMINOVE: Revolucao acadêmica: A cultura empreendedora ! - Cláu...
Palestra VI SIMINOVE: Revolucao acadêmica:   A cultura empreendedora ! - Cláu...Palestra VI SIMINOVE: Revolucao acadêmica:   A cultura empreendedora ! - Cláu...
Palestra VI SIMINOVE: Revolucao acadêmica: A cultura empreendedora ! - Cláu...
 
Palestra VI SIMINOVE: Proteção do conhecimento cientifico e tecnológico - Jo...
Palestra VI SIMINOVE:  Proteção do conhecimento cientifico e tecnológico - Jo...Palestra VI SIMINOVE:  Proteção do conhecimento cientifico e tecnológico - Jo...
Palestra VI SIMINOVE: Proteção do conhecimento cientifico e tecnológico - Jo...
 
Palestra VI SIMINOVE: Formação acadêmica, empreendedorismo e inovação - Adri...
Palestra VI SIMINOVE: Formação acadêmica, empreendedorismo e inovação -  Adri...Palestra VI SIMINOVE: Formação acadêmica, empreendedorismo e inovação -  Adri...
Palestra VI SIMINOVE: Formação acadêmica, empreendedorismo e inovação - Adri...
 
V SIMINOVE - EMPREENDER É POSSÍVEL (CASO DE SUCESSO) - Marcelo Mello - STA
V SIMINOVE - EMPREENDER É POSSÍVEL (CASO DE SUCESSO) - Marcelo Mello - STAV SIMINOVE - EMPREENDER É POSSÍVEL (CASO DE SUCESSO) - Marcelo Mello - STA
V SIMINOVE - EMPREENDER É POSSÍVEL (CASO DE SUCESSO) - Marcelo Mello - STA
 
V SIMINOVE - EXPLORANDO AS POSSIBILIDADES DE EMPREENDEDORISMO NA UFLA - Profa...
V SIMINOVE - EXPLORANDO AS POSSIBILIDADES DE EMPREENDEDORISMO NA UFLA - Profa...V SIMINOVE - EXPLORANDO AS POSSIBILIDADES DE EMPREENDEDORISMO NA UFLA - Profa...
V SIMINOVE - EXPLORANDO AS POSSIBILIDADES DE EMPREENDEDORISMO NA UFLA - Profa...
 
V SIMINOVE - POR UMA NOVA ECONOMIA: O PAPEL DOS JOVENS - Prof. Dr. Evaldo Vilela
V SIMINOVE - POR UMA NOVA ECONOMIA: O PAPEL DOS JOVENS - Prof. Dr. Evaldo VilelaV SIMINOVE - POR UMA NOVA ECONOMIA: O PAPEL DOS JOVENS - Prof. Dr. Evaldo Vilela
V SIMINOVE - POR UMA NOVA ECONOMIA: O PAPEL DOS JOVENS - Prof. Dr. Evaldo Vilela
 
V SIMINOVE - INOVAÇÃO EM AGRICULTURA - Thomas Altmann
V SIMINOVE - INOVAÇÃO EM AGRICULTURA - Thomas AltmannV SIMINOVE - INOVAÇÃO EM AGRICULTURA - Thomas Altmann
V SIMINOVE - INOVAÇÃO EM AGRICULTURA - Thomas Altmann
 
V SIMINOVE - TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA - Dr. Hélio Lemos
V SIMINOVE - TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA -  Dr. Hélio Lemos V SIMINOVE - TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA -  Dr. Hélio Lemos
V SIMINOVE - TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA - Dr. Hélio Lemos
 

Palestra de Marcelo de Franco no VII Siminove - Ouro Preto

  • 1. Os gargalos da pesquisa ao mercado – Marcelo De Franco – Instituto Butantan VII Seminário de Empreendedorismo e Inovação - SIMINOVE / Ouro Preto - Novembro 2014
  • 2. 1901 Criação oficial para produzir soro contra a peste bubônica Um dos maiores produtores públicos de vacinas e soros da América Latina 2014 Início da pesquisa de soros contra picadas de serpentes
  • 4. missão Contribuir com a saúde pública por meio de pesquisas, inovação e disponibilização de produtos biológicos, compartilhando conhecimento com a sociedade. visão Ser uma instituição de excelência mundial na pesquisa, desenvolvimento, divulgação, formação e produção de insumos e serviços para a saúde pública.
  • 5. 2.140 empregados diretos 34% funcionários públicos 66% empregados da Fundação ~ 100terceirizados Instituto Butantan Produção de Vacinas e Soros Pesquisa Científica & Desenvolvimento Fundação Butantan Centro de Desenvolvimento Cultural Outras áreas organograma Fonte: Instituto Butantan (julho 2014)
  • 6. 800.000 m2 300.000 60% em pleno visitantes/ano área verde tecido urbano preservada parque Butantan
  • 7. 4 museus museu histórico museu de microbiologia museu biológico museu Emílio Ribas parque Butantan
  • 8. • 23 laboratórios - Divisão de Desenvolvimento Científico [16 Laboratórios] - Centro de Biotecnologia [3 Laboratórios] - LETA Laboratório Especial de Toxinologia Aplicada [4 Laboratórios] • Hospital Vital Brazil [10 leitos] • Biotério Central • 180 pesquisadores PhD • 500 estudantes pós-graduados • mais de 200 artigos publicados • 4.274 citações em 2013 laboratórios de pesquisa científica & desenvolvimento Fontes: Instituto Butantan; ISI web of science
  • 9. programas educacionais • Cursos de divulgação científica • Mais de 20 cursos de extensão universitária • Programa de Aprimoramento Profissional [PAP] • Iniciação científica • Pós-graduação em Toxinologia • MBA em Inovação • Pós-graduação Interunidades em Biotecnologia [USP, Instituto de Pesquisas Tecnológicas - IPT, IB]
  • 10. imunização de cavalos Fazenda São Joaquim 50km de São Paulo ~ 800 cavalos 22.000litros de plasma/ano produção de antivenenos
  • 11. biotério de serpentes – 1.000 animais Bothrops 5 espécies Crotalus 2 subespécies Lachesis 1 espécie Micrurus 2 espécies venenos para produção de antivenenos recebimento triagem quarentena manutenção extração de veneno maternidade
  • 12. biotério de artrópodes – aranhas e escorpião ~ 15.000 animais aranha Loxosceles (aranha-marrom) aranha Phoneutria (armadeira) escorpião Tityus (escorpião-amarelo) lagarta Lonomia venenos laboratório de lagartas ~ 600 animais recebimento triagem quarentena extração de veneno maternidade recebimento triagem quarentena extração de veneno venenos para produção de antivenenos
  • 13. 7 fábricas Vacinas anaeróbicas - tétano e botulínica Central de Purificação Bacteriana Vacinas aeróbicas - difteria e pertussis Hepatite Influenza Raiva Soros 1 Central de Formulação e Envase 6 plantas-piloto multifuncionais Dengue Rotavírus BCG recombinante Anticorpos monoclonais Influenza - H5N1 Hemoderivados complexo industrial - produção
  • 14. 13 soros 400 mil ampolas ano produtos Butantan antibotrópico antibotrópico-crotálico antibotrópico-laquético anticrotálico antielapídico antidiftérico antiaracnídico antilonômico antitetânico antibotulínico AB antibotulínico E Antirrábico antiescorpiônico Ebola
  • 15. 6 vacinas do calendário nacional 150 milhões de doses ano DTP difteria-tétano-pertussis (celular) dT difteria-tétano (para adultos) DT difteria-tétano (para crianças) contra raiva hepatite B influenza produtos Butantan Ebola
  • 16. gestão Parcerias de Desenvolvimento Produtivo [PDP] - vacina HPV - vacina de hepatite A - anticorpos monoclonais [mAb] - vacina dTp acelular Novas parcerias - Novas fábricas de vacinas e biológicos Inovação - Novos produtos - Centro de Inovação Instituto de Inovação em Biotecnologia no Butantan (IIBB)
  • 17. distribuição e números PNI – Programa Nacional de Imunizações vacinação gratuita 5.570 municípios das 27 unidades da Federação 7 fabricantes oficiais Hepatite B - 1ª vacina recombinante produzida no Brasil - 100% produzida pelo Instituto Butantan - público-alvo (2013):150 milhões de pessoas até 49 anos (75,6% da população) - 800.000 portadores no Brasil HPV - 685.400 pessoas infectadas/ano - 95% dos casos de câncer de colo do útero - segunda maior taxa de incidência entre os cânceres que atingem as mulheres Fontes: SINAN; Portal da Saúde - SUS; Ministério da Saúde (2013)
  • 18. Programa Nacional de Imunizações - PNI aquisições do Ministério da Saúde 29% 42% 120% 100% 80% 60% 40% 20% usd 423 mi 384 mi 1.4 bi 845 mi 757 mi 802 mi 1.1 bi Fonte: Ministério da Saúde, set 2014 36% 40% 48% 40% 40% 21% 34% 39% 40% 15% 35% 32% 5% 5% 3% 4% 5% 4% 4% 2% 4% 5% 5% 11% 8% 7% 6% 4% 34% 11% 13% 6% 27% 12% 24% 0% 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 % das doses de vacinas adquiridas doses de vacinas adquiridas pelo Ministério da Saúde Opas (17 vacinas) Tecpar (1 vacina) Funed (1 vacina) FAP (1 vacina) Butantan (6 vacinas) Bio-Manguinhos / Fiocruz (9 vacinas) 328 mi 306 mi 452 mi 311 mi 211 mi 230 mi 235 mi
  • 19. Profissionalização da gestão - Unificação das gestões Fundação e Instituto Butantan - Revisão do quadro de funcionários Reformas do parque fabril - Adequações para certificações de Boas Práticas de Fabricação - Pré-qualificação da OMS e Certificações Anvisa Plano diretor gestão
  • 20. animais peçonhentos componentes bioativos de animais peçonhentos ações farmacológicas • analgésica analgésica • anti-inflamatória anti-inflamatória • anticoagulante anticoagulante • antitumor antitumor • ação no sistema nervosa ação no sistema nervosa • anti-hipertensiva anti-hipertensiva
  • 21. * outros: extrato de própolis vermelha, proteínas da teia de aranha, moléculas isoladas de DNA do Schistossoma mansoni, proteína recombinante para o diagnóstico da AIDS, etc. patentes Lopap – 4 patentes Biolab / Fapesp Sílica (SBA-15) – 1 patente Cristália / Fapesp Amblyomin-X – 2 patentes União Química Ind. Farmacêutica / Fapesp patentes quantidade vacinas 12 soros 3 imunoterapia 3 coagulantes 2 analgésicos 2 peptídeos 2 regeneração de tecidos 2 anticancerígeno 1 anticorpos 2 outros* 11 total 40 Pertussis low – 1 patente Crotalfina – 2 patentes Biolab / Fapesp
  • 22. porfolio de desenvolvimento nº produtos descrição 1 Vacina da Dengue Tetravalente contra os 4 vírus da dengue - fase II dos testes clínicos 2 Vacina de Rotavírus Pentavalente contra os sorotipos mais frequentes no Brasil - fase II dos testes clínicos 3 Vacina Pertussis low Contra coqueluche, menos tóxica, com potencial uso para adolescentes e adultos 4 Vacina Leptospirose Para cães 5 Vacina Necator – Schistossoma Contra ancilostomose e esquistossomose 6 Vacina Pneumococo Inativada contra pneumococo 7 Vacina DTPlow-HepB-Hib Pentavalente - Difteria, Tétano, Coqueluche, Hepatite B e Hemophilus Influenza 8 Vacina DTPlow-HepB-Hib-IPV-MenC Heptavalente - Difteria, Tétano, Coqueluche, Hepatite B, Hemophilus Influenza tipo B, Pólio e Meningococo tipo C 9 Vacina hepatite B + MPLA Para > 50 anos e pessoas imunodeficientes 10 Vacina BCG-Pertussis + Hep B Para recém-nascidos 11 Vacina BCG recombinante Para câncer de bexiga 12 Adjuvante BpMPLA Melhora da resposta imune / aumento de doses disponíveis 13 Soro antiápico Tratamento contra múltiplas picadas de abelha 14 Surfactante pulmonar Para recém-nascidos 15 Sílica - SBA-15 Adjuvante para vacinas administradas oralmente 16 Ambliomina-X Medicamento com atividade anticancerígena, obtido da saliva do carrapato 17 Crotalphina Potente analgésico com duração de 2-5 dias 18 Crotamina Integração entre DNA e RNA 19 Lopap Várias ações: ativador da Protombina, atividade antiapoptótica e outros 20 Anticorpos monoclonais Para humanos - Anti-CD3 21 Hemoderivados Produção de imunoglobulina, fatores VIII e IX de coagulação, albumina, outras proteínas
  • 23. vacina tetravalente da dengue objetivos - desenvolver uma vacina tetravalente para dengue - estudar a estabilidade desta vacina - avaliação clínica do produto desenvolvido (fases I e II) estágio atual - 95% do projeto concluído - etapa B dos ensaios clínicos de fase II data prevista para o término do projeto - junho/2015 vacina dengue 1,2,3,4 (atenuada) frascos com 10 doses diluente para vacina próximas etapas - dezembro/14: término da vacinação da etapa B do estudo. - abril/15: término das visitas para coleta de dados de imunogenicidade e segurança relacionados aos objetivos primários do estudo - junho/15: divulgação dos resultados de eficácia e segurança das duas etapas do estudo convênio 115/2008 (82.0115.1/08)
  • 24. convênio 115/2008 (82.0115.1/08) vacina pentavalente de rotavírus objetivos - desenvolver uma vacina pentavalente de rotavírus - estudar a estabilidade desta vacina - avaliação pré-clínica da vacina pentavalente de rotavírus - avaliação clínica do produto desenvolvido (fase I e elaboração de protocolo para fase II) estágio atual - 96% do projeto concluído - elaboração de novo protocolo clínico para fase II utilizando os níveis de imunoglobulina A sérica contra rotavírus como marcador de proteção data prevista para o término do projeto - maio/2015 Vacina rotavírus humano-bovino G1, G2, G3, G4 e G9 (atenuada) Frascos com 10 doses Diluente para vacina
  • 25. Amblyomin-X Inibidor do tipo Kunitz - candidato a novo fármaco antitumoral objetivos - desenvolver processo de produção escalonável - repetir provas de conceito como agente antitumoral - realizar testes não clínicos utilizando BPL projetos patrocinados pelo BNDES estágio atual - melhor clone (definido) - produção e purificação até 10 L (definido) - testes para controle de qualidade (definidos) - mecanismo de ação (parcialmente elucidado): vias de sinalização e possíveis alvos moleculares (definidos) - testes de segurança: toxicidade aguda e subcrônica em roedores (definido) - escalonamento: em andamento
  • 26. parceiros nacionais e internacionais Harvard
  • 27. Conselho Diretor do Instituto Butantan Conselho Curador da Fundação Butantan André Franco Montoro Filho Carlos Wendel de Magalhães Erney F. Plessmann de Camargo Fernando de Souza Meirelles Gonzalo Vecina Neto João Fernando Gomes da Oliveira Jorge Kalil Luiz R. Raja Gabaglia Travassos Luiz Vicente Rizzo Moisés Goldbaum Paulo Lee Ho Yara Cury Conselho Fiscal da Fundação Butantan Carlos Alberto Marsal Israel Domingos Bacas Joaquim José C. Engler Geraldo Alckmin Governador do Estado de São Paulo David Uip Secretário de Estado da Saúde Jorge Kalil Diretor do Instituto Butantan Presidente da Fundação Butantan Marcelo de Franco Vice-diretor do Instituto Butantan marcelo.franco@butantan.gov.br

Notas do Editor

  1. Antibotrópico: picadas de cobras do gênero Bothrops (jararaca, jararacuçu, cotiara, caiçara, urutu) Antibotrópico-crotálico: gênero Crotalus (cascavel) Antibotrópico-laquético: gêneros Bothrops e lachesis (jararaca, jararacuçu, cotiara, caiçara, urutu e surucucu) Antilcrotálico: gêneros Bothrops e Crotalus Antielapídico: gênero Micrurus (coral)
  2. http://www.brasil.gov.br/saude/2013/11/sus-ira-disponibilizar-vacina-contra-o-hpv http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/o-ministerio/principal/secretarias/svs/dengue http://www.brasil.gov.br/saude/2013/07/brasil-realiza-mobilizacao-para-testagem-de-hepatites (jul2013)
  3. Lopap – proteína mais abundante encontrada nas cerdas da lagarta Lonomia obliqua SBA-15 – sílica nanoestruturada. adjuvante que induz os mecanismos de defesa do organismo (vacina oral da HepB)