SlideShare uma empresa Scribd logo
FACULDADES INTA
    VII ENCONTRO PEDAGÓGICO


AS FERRAMENTAS DA WEB EM EAD
   NOS CURSOS PRESENCIAIS

      Prof. Dennys Leite Maia


             Sobral - CE
               2011
O PALESTRANTE
    Pedagogo - Universidade Estadual do Ceará (UECE);
     Bolsista de iniciação científica do Grupo de Pesquisa
     Laboratório de Tecnologias Educacionais e Software
     Livre (LATES);
    Especialista* em Planejamento, Gestão e Implementação de
    Educação a Distância – Universidade Federal Fluminense
    (UFF);
    Mestrando em Educação – Universidade Estadual do Ceará
    (UECE);
     Integrante do Grupo de Pesquisa Matemática e Ensino
     (MAES);
    Professor   convidado   do   curso   de   especialização   em
    Docência em EaD - Universidade de Fortaleza (UNIFOR).
O PORQUÊ DESTA PALESTRA?
VÁRIOS SÃOS OS MOTIVOS...

 Pedagogia Universitária → Inovar no Ensino Superior (Cunha,
 2009);
 É necessário adentrar numa “zona de risco” (Borba; Penteado,
 2010);
 Novos “espaços de aula” nas universidades (Masetto, 2010);
 Portaria Ministerial Nº 2.253/01 → 20% da carga horária dos
 cursos presenciais das IES na modalidade a distância;
 Tecnologias digitais como recurso motivador de aprendizagem
 → Alunos são Nativos Digitais (Prensky, 2001);
 Sociedade    em     Rede,   da   Informação,   do   Conhecimento
 (Castells, 1994).
DESCONSTRUINDO ALGUNS MITOS




 “Fazer uso das 'EADs' é ir contra qualidade de ensino”
 “IES que ofertam EAD não são confiáveis”
 “Estão inserindo a EAD aos poucos”
 “Estudar na EAD é mais fácil”
O DESENVOLVIMENTO DA EAD:
DAS CORRESPONDÊNCIAS AO
      ENSINO ON-LINE
FASES DA EAD


A partir das formas de veiculação de conteúdo:
  Ensino   por   correspondência:     Materiais   didáticos
  enviados por correio;
  Telensino: Uso dos meios de comunicação de massa
  com a postagem de material;
  Ensino on-line: Computador conectado à internet e
  reúne os “antigos” e “novos”.
OBJETIVOS ALCANÇADOS COM AS
   DUAS PRIMEIRAS FASES –
 TRANSMISSÃO DE CONTEÚDO.

 O QUE MUDA COM A TERCEIRA
 FASE É A FORMA DE: ACESSO,
                    ACESSO
INTERAÇÃO E INTERATIVIDADE.
             INTERATIVIDADE
TECNOLOGIA DIGITAL


 Kenski (2007): “as possibilidades de uso de mídias
 cada vez mais interativas em educação têm alterado,
 e muito, a concepção do que é educação presencial
 e a distância”


 Informação → Conhecimento


 Via de mão dupla → Rede (teia) colaborativa
CÓDIGO BINÁRIO




            000100100101
         101010110111100101
          1110100001101110
CRITÉRIOS PARA ESCOLHA


 Marinho (2010): A questão das TICs em educação é
 muito mais pedagógica do que tecnológica.
 Aspectos   técnico-operacionais,       burocráticos   e
 pedagógicos.
 Definição da concepção de aprendizagem → prevista
 nos Referenciais de Qualidade para Educação
 Superior a Distância (Brasil, 2007).
CONCEPÇÕES DE APRENDIZAGEM
Podem ser com base na:
  Teoria Comportamental (behaviorista):
   Estímulos e resposta → Aprender é memorizar ;
   Conhecimento é transmitido, é ensinado (insignare).
   Abordagem Pedagógica: Instrucionista (Skinner)
  Teoria Cognitiva (construtivista, sócio-interacionista):
   O que é transmitido é o conteúdo → Aprendizagem
   ocorre através de um processo de construção do
   indivíduo com o meio e seus pares.
   Abordagem Pedagógica: Construcionista (Papert)
ABORDAGENS PEDAGÓGICAS P/ EAD
De acordo com Valente (2005; 2009) podem ser:
  Broadcast: Não há interação entre professor e aluno.
  Uma relação de para muitos.
  Virtualização da Sala de aula: Semelhante a prática
  na sala de aula convencional. O professor “confere” se
  o aluno cumpriu com as atividades.
  Estar junto virtual: Envolve múltiplas interações entre
  os sujeitos para assessorar a aprendizagem. O aluno
  em    EaD   embora    esteja   sozinho,   não   estará
  desacompanhado.
WEB CURRÍCULO: OBJETOS DE
 APRENDIZAGEM E WEB 2.0
WEB CURRÍCULO


 40% da população brasileira tem acesso a internet;
 86% desses     usuários   estão   nas   comunidades
 virtuais;
 51% do usuários do Orkut são brasileiros;
 Alunos são Nativos e professores Imigrantes Digitais
 (Prensky, 2001);
 Web na educação ou educação na web?
 Almeida (2010): É o currículo que se desenvolve por
 meio das ferramentas da internet, integrando as
 tecnologias com o currículo.
FERRAMENTAS DA WEB 2.0


 Não é “outra” internet, mas uma forma diferente de
 relacionar-se com e através dela;
 Web 2.0 → maior        interatividade,   colaboração   e
 (co)autoria na rede.
 Surge um novo tipo de mídia → Mídias Sociais.
 Espaço prolífero para boas práticas educativas em
 EaD.
 Serviços da Web 2.0: Edição colaborativa de
 conteúdo; Ferramentas de comunicação; Redes
 sociais; Compartilhamento de arquivos; Vídeos;
 Imagens etc.
EDIÇÃO COLABORATIVA DE CONTEÚDO
 Blogue (blog)
   Blogger <blogger.com>
     Facilidade de criação e manuseio;
     Inserção de comentários;
 Wiki:
   PbWiki <my.pbworks.com>
     Está deixando de ser gratuito
   Wikipedia <pt.wikipedia.org>
     Produção colaborativa de conteúdo;
   Wikimapia <wikimapia.org>
     Mapa colaborativo e interativo.
COMPARTILHAMENTO DE ARQUIVOS
 GoogleDocs <docs.google.com>:
   Inclusive, criados de forma colaborativa;
   Textos; Planilhas Eletrônicas; Formulários.
 Scribd <scribd.com>:
   Maior parte documentos;
 SlideShrare <slideshare.net>:
   Apresentação de slides;
     Tanto o Scribd quanto o SlideShare permitem
     integração com Facebook e Twitter;
     Podem ser incorporado à blogues, sites e
     baixados (download).
FERRAMENTAS COMUNICAÇÃO
 Mensageiros Instantâneos
   E-buddy <ebuddy.com>
     Contato síncrono (chat) através de serviços
     como Messenger (MSN), Gtalk etc.


 Microblogue:
   Twitter <twitter.com>
     Divulgação de informações de forma rápida e
     interativa;
     “Msgs c/ até 140 caracteres”;
       Twitpic (imagens) <twitpic.com>
       Twitcam (vídeos) <twitcam.com>
REDES SOCIAIS
 Facebook <facebook.com>:
   Integração com uma diversidade de mídias
   sociais;
   Inclusive com possibilidade    compartilhar     e
   indicar (curtir) links;
 Orkut <orkut.com>:
   Criação de comunidades para fins específicos;
 Live Mocha <livemocha.com>:
   “Ambiente Virtual de Aprendizagem”         para
   aprendizagem de idiomas.
VÍDEOS
 YouTube <youtube.com>:
   Os vídeos podem ser, facilmente, incorporados
   (embed/share) em AVAs, blogues, sites etc;


 TeacherTube <teachertube.com>:
   Vídeos “com foco” na educação.
IMAGENS
 Picasa <picasa.google.com>:
   Basta ter uma conta Google.
   Integração com o Orkut, por exemplo.


 Flickr <flikr.com>:
   Bastante popular, por ser um serviço Yahoo!
DIVERSAS MÍDIAS
 4Shared <4shared.com>:
   Hospeda quase todo tipo de mídia;
   No caso de áudio é possível, inclusive, fazer
   incorporação a blogues, sites etc;


 DropBox <dropbox.com>:
   Compartilhamento de arquivos “nas nuvens”;
   Maior privacidade.
OBJETOS DE APRENDIZAGEM (OAs)

 De acordo com David Wiley (2000) são:
 [...]   geralmente   compreendidos   como   entidades
 digitais acessíveis via internet, significando que um
 número infinito de pessoas pode acessá-los e usá-los
 simultaneamente [...] qualquer recurso digital que
 pode ser reusado para apoiar a aprendizagem.


 Desencadeadores do processo de ensino-aprendizagem,
 mas cuidado para não se vislumbrar por cores e efeitos.
TIPOS DE OAs
 Animação/Simulação:
   Interatividade
   Estudo de Casos;
 Áudio:
   Portabilidade
   Alunos na condição de produtores;
 Experimento prático;
 Hipertexto:
   Texto multilinear
   Necessidade de manter o foco;
 Imagem:
   Recursos paralinguísticos;
TIPOS DE OAs
Mapa (Cartográfico/Conceitual):
  I) Representação de uma paisagem;
  II) Organização de ideias;
Software Educativo/Educacional:
  I) Desenvolvido com foco na Aprendizagem (Ex.: Moodle);
  II) Aplicado em situações de ensino-aprendizagem (Ex.:
  Processador de texto);
    Jogos (Sloodle = Second Life + Moodle).
Vídeo:
  Portabilidade;
  Atrativo;
  Virtualização da sala de aula;
  Demanda boa conexão à internet.
PORTAIS DE ACESSO A OBJETOS
     DE APRENDIZAGEM
TV ESCOLA


 TV Escola – Canal Público de TV voltado para a
 Educação Brasileira (MEC);
 Endereço: <tvescola.mec.gov.br/>;
 Vídeos e programas educativos de diversas áreas;
 Foco na Educação Básica.
PORTAL DO PROFESSOR


 Portal do Professor (MEC)
 Endereço: <portaldoprofessor.mec.gov.br/>
 Repositório de recursos educacionais digitais; planos de
 aula,   ferramentas    para  interação     com    outros
 professores etc.
 Foco na Educação Básica e Profissional.
RIVED


 Rede Interativa Virtual de Educação (SEED/MEC)
 Endereço: <rived.mec.gov.br/>
 Repositório de Oas para o Ensino Fundamental, Médio,
 Profissionalizante e Superior.
 Os OAs da RIVED acompanham um Guia para o
 Professor.
BIOE

O Banco Internacional de Objetos Educacionais (MEC e
Ministério da Ciência e Tecnologia)
Endereço: <objetoseducacionais2.mec.gov.br/>
Repositório de OAs da Educação Infantil ao            Ensino
Superior e outras modalidades de ensino.
Para o Ensino Superior, de acordo com as áreas, existem:
  Agrárias: 890             Sociais Aplicadas: 136
  Biológicas: 1132          Engenharias: 118
  Saúde: 382                Linguística, Letras e Artes: 706
  Exatas e da Terra: 2168   Multidisciplinar: 51
  Humanas: 711
DOMÍNIO PÚBLICO


 Biblioteca digital pública que conta com acervo de
 várias categorias em diversas mídias (MEC/SEED);
 Endereço: <www.dominiopublico.gov.br/>;
 Imagem, Som, Texto e Vídeo;
 A pesquisa pode ser feita por conteúdo;
 Permite acesso a Teses e Dissertações defendidas por
 Área do Conhecimento.
PORTAL CAPES (ACESSO LIVRE)


 Acesso a textos completos em algumas bases de dados
 de periódicos, além de resumos de teses e dissertações
 dentre outros (MEC).
 Endereço: <acessolivre.capes.gov.br/>;
 O acesso à página do Periódicos CAPES é permitida
 apenas por professores e estudantes de IES
 participantes do projeto.
AMBIENTES VIRTUAIS DE
 APRENDIZAGEM - AVAs
OS AVAs
 Ambientes de encontro no ciberespaço;
 Determinantes para que boas condições de aprendizagem
 a distância se efetivem;
 Nos Referenciais de Qualidade para o Ensino Superior a
 Distância seu uso é, “tacitamente”, obrigado;
 São softwares educativos pois têm uma fundamentação
 pedagógica; são concebidos com o propósito educativo
 e interação e interatividade são, talvez, as suas funções
 principais.
 Por serem albergados na web facilita        os   usuários
 pesquisem diversas fontes digitais;
 Caracterizados por três elementos: interatividade,
 hipertextualidade e conectividade (Kenski, 2007).
 Possuem interfaces para aluno e para professor/tutor.
CONHECENDO ALGUNS AVAs
 No portal da Organização das Nações Unidas para Educação,
 Ciência e Cultura (UNESCO) são relacionados 71 projetos de
 ferramentas de cursos a distância livres (free courseware).
 Dentre eles estão o Moodle <moodle.org>, desenvolvido pelo
 australiano Martin Dougiamas e o Dokeos <dokeos.com> sob
 a coordenação de Thomas De Praettere, que inclusive fornece
 uma versão Demo gratuitamente em seu site.
 Produzidos no Brasil:
   E-proinfo <eproinfo.mec.br> (MEC/SEED);
   Sócrates <virtual.ufc.br/socrates> (UFC);
   TelEduc <teleduc.nied.unicamp.br> (UNICAMP);
   Rooda <ead.ufrgs.br/rooda> (UFRGS);
   Unifor On-line <unifor.br/oul> (UNIFOR).
AS FERRAMENTAS DE UM AVA
 Ferramentas básicas:
   Agenda;
   Material de apoio;
   Leituras;
   Mural;
   Fóruns de discussão;
   Bate-papo (chat);
   Correio (e-mail);
   Perfil;
   Portfólio;
 As de comunicação podem ser Síncronas e Assíncronas.
FERRAMENTAS DE COMUNICAÇÃO


 Síncronas:
   Videoconferência;
   Teleconferência;
   Chats
 Assíncronas:
   E-mail;
   Fórum
ATIVIDADES E FERRAMENTAS


 Bate-papo (chat):
   Digitação
   Multi-diálogo
   Cuidado com a "algazarra digital"
   Recomendado para grupos pequenos
 Diário de Bordo (Portfólio):
   Registros pessoais
   Autoavaliação
   Pouco explorado
ATIVIDADES E FERRAMENTAS
 Fórum:
   Bastante utilizada;
   Estar junto virtual;
   Borba, Malheiros e Zulatto (2009): O que faz o aluno
   de EAD ser social é sua manifestação através da escrita
   Aprendizagem colaborativa;
   Netiqueta;
 Glossário:
   Aprendizagem colaborativa;
   Criação de etiquetas ao longo do AVA (hipertexto);
   Avaliação: proatividade.
ATIVIDADES E FERRAMENTAS
 Lição:
   Perspectiva instrucionista;
   Pode ter questão do tipo:
      Aberta → o aluno disserta sobre determinado
      assunto;
      Fechada → consiste em respostas de múltiplas
      escolhas    como    do    tipo:   verdadeiro/falso,
      assertivas e/ou respostas múltiplas;
   Possibilidade de limitar quantidade de vezes e tempo
   Muito utilizado com Prova digital;
 Tarefas:
   Envio de arquivo ou texto on-line.
EXPERIÊNCIAS...


 AVA Dokeos
 AVA Moodle
 Blogue como AVA
 Produções no Scribd
 Apresentações no SlideShare
REFERÊNCIAS
ALMEIDA, M. E. B. de (Coord.). Web currículo: web 2.0 e educação. Belo Horizonte: Anais do XV ENDIPE, 2010.
BITTAR, M. A parceria Escola x Universidade na inserção da tecnologia nas aulas de Matemática: um projeto de pesquisa-
ação. In: DALBEN, Â.; DINIZ, J.; LEAL, L.; SANTOS, L. (Orgs.). Convergências e tensões no campo da formação e do trabalho
docente: Educação Ambiental, Educação em Ciências, Educação em Espaços não-escolares, Educação Matemática. Belo
Horizonte: Autêntica, 2010, p. 591-609.
BORBA, M. de C.; PENTEADO, M. G. Informática e Educação Matemática. 4a. Ed. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2010.
104p. - (Coleção Tendências em Educação Matemática).
______________.; MALHEIROS, A. P. dos S.; ZULATTO, R. B. A. Educação a distância online. 2a. Ed. Belo Horizonte:
Autêntica Editora, 2008. 160p. - (Coleção Tendências em Educação Matemática).
BRASIL. Ministério da Educação – Secretaria de Especial de Educação a Distância. Referenciais de qualidade para o Ensino
Superior a Distância. Brasília: MEC/SEED, 2007.
CARVALHO, A. A. A. (Orgs). Manual de ferramentas da Web 2.0 para professores. Lisboa: DGIDC, Ministério da Educação,
2008.
CUNHA, M. I. da. Inovações pedagógicas: o desafio da reconfiguração de saberes na docência universitária. In: PIMENTA, S.
G.; ALMEIDA, M. I. (Orgs.). Pedagogia universitária. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2009.
KENSKI, V. M. Tecnologias e ensino presencial e a distância. Campinas, SP: Papirus, 2003. - (Série Prática Pedagógica).
____________. Educação e tecnologias: o novo ritmo da informação. Campinas, SP: Papirus, 2007 - (Coleção Papirus
Educação).
MARINHO, S. P. P. Redes sociais virtuais terão elas espaço na escola? In: DALBEN, Â. I. L. de F.; PEREIRA, J. E. D.; LEAL, L.
de F. V.; SANTOS, L. L. de C. P. (Orgs.). Convergências e tensões no campo da formação e do trabalho docente. Belo
Horizonte: Autêntica, 2010, p. 197-213 – (Didática e prática de ensino).
MASETTO, M. T. O professor na hora da verdade: a prática docente no Ensino Superior. São Paulo: Avercamp, 2010.
PRENSKY, M. Digital natives, digital immigrants. MCB University Press, Vol. 9, No. 5, 2001.
VALENTE, J. A. Curso de especialização em desenvolvimento de projetos pedagógicos com uso das novas tecnologias:
descrição e fundamentos. In: VALENTE, J. A.; PRADO, M. E. B. B.; ALMEIDA, M. E. B. de. (Orgs). Educação a distância via
internet. São Paulo: Avercamp, 2003. pp. 23-55.
_____________. Educação a distância: ampliando o leque de possibilidades pedagógicas. In: Fonte (Belo Horizonte), v. 5, p.
105-113, 2009.
WILEY, D. A. Conectando Objetos de Aprendizagem com a teoria de projeto instrucional: uma definição, uma metáfora e
uma taxonomia. s/d. 2000.
OBRIGADO!

E-mail (Messenger): <dennysleite@hotmail.com>
   Gtalk (Google): <dennysleite@gmail.com>
            Twitter: @dennysleite
             Facebook: Leite Maia

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Slides tecnologia da educação
Slides tecnologia da educaçãoSlides tecnologia da educação
Slides tecnologia da educação
Alvorino Junior
 
Phd multimedia_educacao Lídia Oliveira
Phd multimedia_educacao Lídia OliveiraPhd multimedia_educacao Lídia Oliveira
Phd multimedia_educacao Lídia Oliveira
Luis Pedro
 
Políticas públicas e novas tecnologias
Políticas públicas e novas tecnologiasPolíticas públicas e novas tecnologias
Políticas públicas e novas tecnologias
Grupo Educação, Mídias e Comunidade Surda
 
Tecnologia educacional
Tecnologia educacionalTecnologia educacional
Tecnologia educacional
Milene Silva de Souza
 
Tríplice convergência digital, mídias, tecnologia
Tríplice convergência digital, mídias, tecnologiaTríplice convergência digital, mídias, tecnologia
Tríplice convergência digital, mídias, tecnologia
Sirlene Sena
 
Santana do Livramento - Lucélia Barbosa Alves
Santana do Livramento - Lucélia Barbosa AlvesSantana do Livramento - Lucélia Barbosa Alves
Santana do Livramento - Lucélia Barbosa Alves
CursoTICs
 
Seminário tecnologias em rede
Seminário tecnologias em redeSeminário tecnologias em rede
Seminário tecnologias em rede
elmara
 
Ferra men tas_web2
Ferra men tas_web2Ferra men tas_web2
EAD Mobilidade e Web 2.0
EAD Mobilidade e Web 2.0EAD Mobilidade e Web 2.0
EAD Mobilidade e Web 2.0
EAD Amazon
 
Introdução à disciplina
Introdução à disciplinaIntrodução à disciplina
Apresentação 20 abril seminário cfae
Apresentação 20 abril seminário cfaeApresentação 20 abril seminário cfae
Apresentação 20 abril seminário cfae
Idalina Jorge
 
Leitur@s_bibliotecas sem fronteiras
Leitur@s_bibliotecas sem fronteirasLeitur@s_bibliotecas sem fronteiras
Leitur@s_bibliotecas sem fronteiras
ertedgidc
 
Fundamentos sobre tecnologia digital e e-learning
Fundamentos sobre tecnologia digital e e-learningFundamentos sobre tecnologia digital e e-learning
Fundamentos sobre tecnologia digital e e-learning
Dênia Falcão de Bittencourt
 
Apresent_enc_bibliotecas sem fronteiras
Apresent_enc_bibliotecas sem fronteirasApresent_enc_bibliotecas sem fronteiras
Apresent_enc_bibliotecas sem fronteiras
Teresa Pombo
 
As tecnologias e suas fases
As tecnologias e suas fasesAs tecnologias e suas fases
E.A.D. Educação à Distância
E.A.D. Educação à DistânciaE.A.D. Educação à Distância
E.A.D. Educação à Distância
Sabrina Monteiro
 
Conflitos de gerações tecnologias
Conflitos de gerações tecnologiasConflitos de gerações tecnologias
Conflitos de gerações tecnologias
Robério Barreto
 
Mobilidade
MobilidadeMobilidade
Mobilidade
Egui Branco
 

Mais procurados (18)

Slides tecnologia da educação
Slides tecnologia da educaçãoSlides tecnologia da educação
Slides tecnologia da educação
 
Phd multimedia_educacao Lídia Oliveira
Phd multimedia_educacao Lídia OliveiraPhd multimedia_educacao Lídia Oliveira
Phd multimedia_educacao Lídia Oliveira
 
Políticas públicas e novas tecnologias
Políticas públicas e novas tecnologiasPolíticas públicas e novas tecnologias
Políticas públicas e novas tecnologias
 
Tecnologia educacional
Tecnologia educacionalTecnologia educacional
Tecnologia educacional
 
Tríplice convergência digital, mídias, tecnologia
Tríplice convergência digital, mídias, tecnologiaTríplice convergência digital, mídias, tecnologia
Tríplice convergência digital, mídias, tecnologia
 
Santana do Livramento - Lucélia Barbosa Alves
Santana do Livramento - Lucélia Barbosa AlvesSantana do Livramento - Lucélia Barbosa Alves
Santana do Livramento - Lucélia Barbosa Alves
 
Seminário tecnologias em rede
Seminário tecnologias em redeSeminário tecnologias em rede
Seminário tecnologias em rede
 
Ferra men tas_web2
Ferra men tas_web2Ferra men tas_web2
Ferra men tas_web2
 
EAD Mobilidade e Web 2.0
EAD Mobilidade e Web 2.0EAD Mobilidade e Web 2.0
EAD Mobilidade e Web 2.0
 
Introdução à disciplina
Introdução à disciplinaIntrodução à disciplina
Introdução à disciplina
 
Apresentação 20 abril seminário cfae
Apresentação 20 abril seminário cfaeApresentação 20 abril seminário cfae
Apresentação 20 abril seminário cfae
 
Leitur@s_bibliotecas sem fronteiras
Leitur@s_bibliotecas sem fronteirasLeitur@s_bibliotecas sem fronteiras
Leitur@s_bibliotecas sem fronteiras
 
Fundamentos sobre tecnologia digital e e-learning
Fundamentos sobre tecnologia digital e e-learningFundamentos sobre tecnologia digital e e-learning
Fundamentos sobre tecnologia digital e e-learning
 
Apresent_enc_bibliotecas sem fronteiras
Apresent_enc_bibliotecas sem fronteirasApresent_enc_bibliotecas sem fronteiras
Apresent_enc_bibliotecas sem fronteiras
 
As tecnologias e suas fases
As tecnologias e suas fasesAs tecnologias e suas fases
As tecnologias e suas fases
 
E.A.D. Educação à Distância
E.A.D. Educação à DistânciaE.A.D. Educação à Distância
E.A.D. Educação à Distância
 
Conflitos de gerações tecnologias
Conflitos de gerações tecnologiasConflitos de gerações tecnologias
Conflitos de gerações tecnologias
 
Mobilidade
MobilidadeMobilidade
Mobilidade
 

Semelhante a Palestra INTA - Ferramentas WEB em cursos presenciais do Ensino Superior

História da ead
História da eadHistória da ead
História da ead
Douglas Chanan
 
Aula INTA - AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM
Aula INTA - AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEMAula INTA - AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM
Aula INTA - AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM
Dennys Leite Maia
 
Uso das nti cs na ead
Uso das nti cs na eadUso das nti cs na ead
Uso das nti cs na ead
Alex Oliveira
 
TECNOLOGIA EDUCACIONAL
TECNOLOGIA EDUCACIONALTECNOLOGIA EDUCACIONAL
TECNOLOGIA EDUCACIONAL
liarosamoura
 
Apresentação ava.revisado
Apresentação ava.revisadoApresentação ava.revisado
Apresentação ava.revisado
Guilmer Brito
 
Aula 1 b
Aula 1 bAula 1 b
Ferramentas WEB 2.0 para EaD
Ferramentas WEB 2.0 para EaDFerramentas WEB 2.0 para EaD
Ferramentas WEB 2.0 para EaD
N Rodrigo Vargas
 
Segundaversao tcc silvia_figueiredo_2
Segundaversao tcc silvia_figueiredo_2Segundaversao tcc silvia_figueiredo_2
Segundaversao tcc silvia_figueiredo_2
Sílvia Figueiredo de Sousa
 
MÍDIAS NA EDUCAÇÃO: Um Mar de Possibilidades e Informações
MÍDIAS NA EDUCAÇÃO: Um Mar de Possibilidades e InformaçõesMÍDIAS NA EDUCAÇÃO: Um Mar de Possibilidades e Informações
MÍDIAS NA EDUCAÇÃO: Um Mar de Possibilidades e Informações
Jairo Felipe
 
TIC para ensino de ELE
TIC para ensino de ELETIC para ensino de ELE
TIC para ensino de ELE
Eventos COPESBRA
 
Claudiavaleria ead
Claudiavaleria eadClaudiavaleria ead
Claudiavaleria ead
cvosilvaot
 
O professor e as novas tecnologias digitais
O professor e as novas tecnologias digitaisO professor e as novas tecnologias digitais
O professor e as novas tecnologias digitais
anagabrielasmpa
 
TECNOLOGIAS E FERRAMENTAS DA WEB 2.0 PARA A CRIAÇÃO DE AMBIENTES VIRTUAIS DE ...
TECNOLOGIAS E FERRAMENTAS DA WEB 2.0 PARA A CRIAÇÃO DE AMBIENTES VIRTUAIS DE ...TECNOLOGIAS E FERRAMENTAS DA WEB 2.0 PARA A CRIAÇÃO DE AMBIENTES VIRTUAIS DE ...
TECNOLOGIAS E FERRAMENTAS DA WEB 2.0 PARA A CRIAÇÃO DE AMBIENTES VIRTUAIS DE ...
malmeidaUAB
 
Parte01 tecnologias e educação
Parte01  tecnologias e educaçãoParte01  tecnologias e educação
Parte01 tecnologias e educação
simone_srs
 
Atv ead 220510-2
Atv ead 220510-2Atv ead 220510-2
Rede e Aprendizagem Web 2.0
Rede e Aprendizagem Web 2.0Rede e Aprendizagem Web 2.0
Rede e Aprendizagem Web 2.0
Idalina Jorge
 
At4semidias
At4semidiasAt4semidias
At4semidias
ricmoreira01
 
Apresentação inovacao na forma de educar
Apresentação inovacao na forma de educarApresentação inovacao na forma de educar
Apresentação inovacao na forma de educar
Mônica Braga
 
As novas tecnologias aplicadas à educação
As novas tecnologias aplicadas à educaçãoAs novas tecnologias aplicadas à educação
As novas tecnologias aplicadas à educação
georginalopes
 
Ntics usodenovastecnologiasnoensinoadistancia-110717082518-phpapp02
Ntics usodenovastecnologiasnoensinoadistancia-110717082518-phpapp02Ntics usodenovastecnologiasnoensinoadistancia-110717082518-phpapp02
Ntics usodenovastecnologiasnoensinoadistancia-110717082518-phpapp02
Silmar Pereira
 

Semelhante a Palestra INTA - Ferramentas WEB em cursos presenciais do Ensino Superior (20)

História da ead
História da eadHistória da ead
História da ead
 
Aula INTA - AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM
Aula INTA - AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEMAula INTA - AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM
Aula INTA - AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM
 
Uso das nti cs na ead
Uso das nti cs na eadUso das nti cs na ead
Uso das nti cs na ead
 
TECNOLOGIA EDUCACIONAL
TECNOLOGIA EDUCACIONALTECNOLOGIA EDUCACIONAL
TECNOLOGIA EDUCACIONAL
 
Apresentação ava.revisado
Apresentação ava.revisadoApresentação ava.revisado
Apresentação ava.revisado
 
Aula 1 b
Aula 1 bAula 1 b
Aula 1 b
 
Ferramentas WEB 2.0 para EaD
Ferramentas WEB 2.0 para EaDFerramentas WEB 2.0 para EaD
Ferramentas WEB 2.0 para EaD
 
Segundaversao tcc silvia_figueiredo_2
Segundaversao tcc silvia_figueiredo_2Segundaversao tcc silvia_figueiredo_2
Segundaversao tcc silvia_figueiredo_2
 
MÍDIAS NA EDUCAÇÃO: Um Mar de Possibilidades e Informações
MÍDIAS NA EDUCAÇÃO: Um Mar de Possibilidades e InformaçõesMÍDIAS NA EDUCAÇÃO: Um Mar de Possibilidades e Informações
MÍDIAS NA EDUCAÇÃO: Um Mar de Possibilidades e Informações
 
TIC para ensino de ELE
TIC para ensino de ELETIC para ensino de ELE
TIC para ensino de ELE
 
Claudiavaleria ead
Claudiavaleria eadClaudiavaleria ead
Claudiavaleria ead
 
O professor e as novas tecnologias digitais
O professor e as novas tecnologias digitaisO professor e as novas tecnologias digitais
O professor e as novas tecnologias digitais
 
TECNOLOGIAS E FERRAMENTAS DA WEB 2.0 PARA A CRIAÇÃO DE AMBIENTES VIRTUAIS DE ...
TECNOLOGIAS E FERRAMENTAS DA WEB 2.0 PARA A CRIAÇÃO DE AMBIENTES VIRTUAIS DE ...TECNOLOGIAS E FERRAMENTAS DA WEB 2.0 PARA A CRIAÇÃO DE AMBIENTES VIRTUAIS DE ...
TECNOLOGIAS E FERRAMENTAS DA WEB 2.0 PARA A CRIAÇÃO DE AMBIENTES VIRTUAIS DE ...
 
Parte01 tecnologias e educação
Parte01  tecnologias e educaçãoParte01  tecnologias e educação
Parte01 tecnologias e educação
 
Atv ead 220510-2
Atv ead 220510-2Atv ead 220510-2
Atv ead 220510-2
 
Rede e Aprendizagem Web 2.0
Rede e Aprendizagem Web 2.0Rede e Aprendizagem Web 2.0
Rede e Aprendizagem Web 2.0
 
At4semidias
At4semidiasAt4semidias
At4semidias
 
Apresentação inovacao na forma de educar
Apresentação inovacao na forma de educarApresentação inovacao na forma de educar
Apresentação inovacao na forma de educar
 
As novas tecnologias aplicadas à educação
As novas tecnologias aplicadas à educaçãoAs novas tecnologias aplicadas à educação
As novas tecnologias aplicadas à educação
 
Ntics usodenovastecnologiasnoensinoadistancia-110717082518-phpapp02
Ntics usodenovastecnologiasnoensinoadistancia-110717082518-phpapp02Ntics usodenovastecnologiasnoensinoadistancia-110717082518-phpapp02
Ntics usodenovastecnologiasnoensinoadistancia-110717082518-phpapp02
 

Mais de Dennys Leite Maia

Software Educativo Livre - Aula 03 - REA/Creative Commons
Software Educativo Livre - Aula 03 - REA/Creative CommonsSoftware Educativo Livre - Aula 03 - REA/Creative Commons
Software Educativo Livre - Aula 03 - REA/Creative Commons
Dennys Leite Maia
 
SEL - Produção de REA
SEL - Produção de REASEL - Produção de REA
SEL - Produção de REA
Dennys Leite Maia
 
Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) de Matemática
Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) de MatemáticaParâmetros Curriculares Nacionais (PCN) de Matemática
Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) de Matemática
Dennys Leite Maia
 
Apresentação CSCL
Apresentação CSCLApresentação CSCL
Apresentação CSCL
Dennys Leite Maia
 
Aula 05
Aula 05Aula 05
Aula 05
Aula 05Aula 05
Informática Educativa e atuação do Pedagogo
Informática Educativa e atuação do PedagogoInformática Educativa e atuação do Pedagogo
Informática Educativa e atuação do Pedagogo
Dennys Leite Maia
 
Sem título 2
Sem título 2Sem título 2
Sem título 2
Dennys Leite Maia
 
Informática Educativa e Geometria (2011.2)
Informática Educativa e Geometria (2011.2)Informática Educativa e Geometria (2011.2)
Informática Educativa e Geometria (2011.2)
Dennys Leite Maia
 
Informática Educativa e Geometria (2011.1)
Informática Educativa e Geometria (2011.1)Informática Educativa e Geometria (2011.1)
Informática Educativa e Geometria (2011.1)
Dennys Leite Maia
 
Slides do CIAEM - Formação de pedagogos, Educação Matemática e tecnologias di...
Slides do CIAEM - Formação de pedagogos, Educação Matemática e tecnologias di...Slides do CIAEM - Formação de pedagogos, Educação Matemática e tecnologias di...
Slides do CIAEM - Formação de pedagogos, Educação Matemática e tecnologias di...
Dennys Leite Maia
 
Slides da Palestra na FECLESC - Ensinar Matemática com uso de tecnologias dig...
Slides da Palestra na FECLESC - Ensinar Matemática com uso de tecnologias dig...Slides da Palestra na FECLESC - Ensinar Matemática com uso de tecnologias dig...
Slides da Palestra na FECLESC - Ensinar Matemática com uso de tecnologias dig...
Dennys Leite Maia
 
Slides da Palestra na FECLESCH - Ensinar Matemática com uso de tecnologias di...
Slides da Palestra na FECLESCH - Ensinar Matemática com uso de tecnologias di...Slides da Palestra na FECLESCH - Ensinar Matemática com uso de tecnologias di...
Slides da Palestra na FECLESCH - Ensinar Matemática com uso de tecnologias di...
Dennys Leite Maia
 
Slides do Exame de Qualificação
Slides do Exame de QualificaçãoSlides do Exame de Qualificação
Slides do Exame de Qualificação
Dennys Leite Maia
 
Palestra inta
Palestra intaPalestra inta
Palestra inta
Dennys Leite Maia
 
Informática Educativa e Geometria - Parte 03
Informática Educativa e Geometria - Parte 03Informática Educativa e Geometria - Parte 03
Informática Educativa e Geometria - Parte 03
Dennys Leite Maia
 
Dokeos
DokeosDokeos
Tecnologias digitais em Educação: trajetórias e perspectivas
Tecnologias digitais em Educação: trajetórias e perspectivasTecnologias digitais em Educação: trajetórias e perspectivas
Tecnologias digitais em Educação: trajetórias e perspectivas
Dennys Leite Maia
 
Pensadores contemporâneos da Educação: quem são, o que dizem e quais implicaç...
Pensadores contemporâneos da Educação: quem são, o que dizem e quais implicaç...Pensadores contemporâneos da Educação: quem são, o que dizem e quais implicaç...
Pensadores contemporâneos da Educação: quem são, o que dizem e quais implicaç...
Dennys Leite Maia
 
Piadinha
PiadinhaPiadinha

Mais de Dennys Leite Maia (20)

Software Educativo Livre - Aula 03 - REA/Creative Commons
Software Educativo Livre - Aula 03 - REA/Creative CommonsSoftware Educativo Livre - Aula 03 - REA/Creative Commons
Software Educativo Livre - Aula 03 - REA/Creative Commons
 
SEL - Produção de REA
SEL - Produção de REASEL - Produção de REA
SEL - Produção de REA
 
Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) de Matemática
Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) de MatemáticaParâmetros Curriculares Nacionais (PCN) de Matemática
Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) de Matemática
 
Apresentação CSCL
Apresentação CSCLApresentação CSCL
Apresentação CSCL
 
Aula 05
Aula 05Aula 05
Aula 05
 
Aula 05
Aula 05Aula 05
Aula 05
 
Informática Educativa e atuação do Pedagogo
Informática Educativa e atuação do PedagogoInformática Educativa e atuação do Pedagogo
Informática Educativa e atuação do Pedagogo
 
Sem título 2
Sem título 2Sem título 2
Sem título 2
 
Informática Educativa e Geometria (2011.2)
Informática Educativa e Geometria (2011.2)Informática Educativa e Geometria (2011.2)
Informática Educativa e Geometria (2011.2)
 
Informática Educativa e Geometria (2011.1)
Informática Educativa e Geometria (2011.1)Informática Educativa e Geometria (2011.1)
Informática Educativa e Geometria (2011.1)
 
Slides do CIAEM - Formação de pedagogos, Educação Matemática e tecnologias di...
Slides do CIAEM - Formação de pedagogos, Educação Matemática e tecnologias di...Slides do CIAEM - Formação de pedagogos, Educação Matemática e tecnologias di...
Slides do CIAEM - Formação de pedagogos, Educação Matemática e tecnologias di...
 
Slides da Palestra na FECLESC - Ensinar Matemática com uso de tecnologias dig...
Slides da Palestra na FECLESC - Ensinar Matemática com uso de tecnologias dig...Slides da Palestra na FECLESC - Ensinar Matemática com uso de tecnologias dig...
Slides da Palestra na FECLESC - Ensinar Matemática com uso de tecnologias dig...
 
Slides da Palestra na FECLESCH - Ensinar Matemática com uso de tecnologias di...
Slides da Palestra na FECLESCH - Ensinar Matemática com uso de tecnologias di...Slides da Palestra na FECLESCH - Ensinar Matemática com uso de tecnologias di...
Slides da Palestra na FECLESCH - Ensinar Matemática com uso de tecnologias di...
 
Slides do Exame de Qualificação
Slides do Exame de QualificaçãoSlides do Exame de Qualificação
Slides do Exame de Qualificação
 
Palestra inta
Palestra intaPalestra inta
Palestra inta
 
Informática Educativa e Geometria - Parte 03
Informática Educativa e Geometria - Parte 03Informática Educativa e Geometria - Parte 03
Informática Educativa e Geometria - Parte 03
 
Dokeos
DokeosDokeos
Dokeos
 
Tecnologias digitais em Educação: trajetórias e perspectivas
Tecnologias digitais em Educação: trajetórias e perspectivasTecnologias digitais em Educação: trajetórias e perspectivas
Tecnologias digitais em Educação: trajetórias e perspectivas
 
Pensadores contemporâneos da Educação: quem são, o que dizem e quais implicaç...
Pensadores contemporâneos da Educação: quem são, o que dizem e quais implicaç...Pensadores contemporâneos da Educação: quem são, o que dizem e quais implicaç...
Pensadores contemporâneos da Educação: quem são, o que dizem e quais implicaç...
 
Piadinha
PiadinhaPiadinha
Piadinha
 

Último

Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
Sandra Pratas
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
edusegtrab
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptxA Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
tamirissousa11
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 

Último (20)

Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptxA Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 

Palestra INTA - Ferramentas WEB em cursos presenciais do Ensino Superior

  • 1. FACULDADES INTA VII ENCONTRO PEDAGÓGICO AS FERRAMENTAS DA WEB EM EAD NOS CURSOS PRESENCIAIS Prof. Dennys Leite Maia Sobral - CE 2011
  • 2. O PALESTRANTE Pedagogo - Universidade Estadual do Ceará (UECE); Bolsista de iniciação científica do Grupo de Pesquisa Laboratório de Tecnologias Educacionais e Software Livre (LATES); Especialista* em Planejamento, Gestão e Implementação de Educação a Distância – Universidade Federal Fluminense (UFF); Mestrando em Educação – Universidade Estadual do Ceará (UECE); Integrante do Grupo de Pesquisa Matemática e Ensino (MAES); Professor convidado do curso de especialização em Docência em EaD - Universidade de Fortaleza (UNIFOR).
  • 3. O PORQUÊ DESTA PALESTRA?
  • 4. VÁRIOS SÃOS OS MOTIVOS... Pedagogia Universitária → Inovar no Ensino Superior (Cunha, 2009); É necessário adentrar numa “zona de risco” (Borba; Penteado, 2010); Novos “espaços de aula” nas universidades (Masetto, 2010); Portaria Ministerial Nº 2.253/01 → 20% da carga horária dos cursos presenciais das IES na modalidade a distância; Tecnologias digitais como recurso motivador de aprendizagem → Alunos são Nativos Digitais (Prensky, 2001); Sociedade em Rede, da Informação, do Conhecimento (Castells, 1994).
  • 5. DESCONSTRUINDO ALGUNS MITOS “Fazer uso das 'EADs' é ir contra qualidade de ensino” “IES que ofertam EAD não são confiáveis” “Estão inserindo a EAD aos poucos” “Estudar na EAD é mais fácil”
  • 6. O DESENVOLVIMENTO DA EAD: DAS CORRESPONDÊNCIAS AO ENSINO ON-LINE
  • 7. FASES DA EAD A partir das formas de veiculação de conteúdo: Ensino por correspondência: Materiais didáticos enviados por correio; Telensino: Uso dos meios de comunicação de massa com a postagem de material; Ensino on-line: Computador conectado à internet e reúne os “antigos” e “novos”.
  • 8. OBJETIVOS ALCANÇADOS COM AS DUAS PRIMEIRAS FASES – TRANSMISSÃO DE CONTEÚDO. O QUE MUDA COM A TERCEIRA FASE É A FORMA DE: ACESSO, ACESSO INTERAÇÃO E INTERATIVIDADE. INTERATIVIDADE
  • 9. TECNOLOGIA DIGITAL Kenski (2007): “as possibilidades de uso de mídias cada vez mais interativas em educação têm alterado, e muito, a concepção do que é educação presencial e a distância” Informação → Conhecimento Via de mão dupla → Rede (teia) colaborativa
  • 10. CÓDIGO BINÁRIO 000100100101 101010110111100101 1110100001101110
  • 11. CRITÉRIOS PARA ESCOLHA Marinho (2010): A questão das TICs em educação é muito mais pedagógica do que tecnológica. Aspectos técnico-operacionais, burocráticos e pedagógicos. Definição da concepção de aprendizagem → prevista nos Referenciais de Qualidade para Educação Superior a Distância (Brasil, 2007).
  • 12. CONCEPÇÕES DE APRENDIZAGEM Podem ser com base na: Teoria Comportamental (behaviorista): Estímulos e resposta → Aprender é memorizar ; Conhecimento é transmitido, é ensinado (insignare). Abordagem Pedagógica: Instrucionista (Skinner) Teoria Cognitiva (construtivista, sócio-interacionista): O que é transmitido é o conteúdo → Aprendizagem ocorre através de um processo de construção do indivíduo com o meio e seus pares. Abordagem Pedagógica: Construcionista (Papert)
  • 13. ABORDAGENS PEDAGÓGICAS P/ EAD De acordo com Valente (2005; 2009) podem ser: Broadcast: Não há interação entre professor e aluno. Uma relação de para muitos. Virtualização da Sala de aula: Semelhante a prática na sala de aula convencional. O professor “confere” se o aluno cumpriu com as atividades. Estar junto virtual: Envolve múltiplas interações entre os sujeitos para assessorar a aprendizagem. O aluno em EaD embora esteja sozinho, não estará desacompanhado.
  • 14. WEB CURRÍCULO: OBJETOS DE APRENDIZAGEM E WEB 2.0
  • 15. WEB CURRÍCULO 40% da população brasileira tem acesso a internet; 86% desses usuários estão nas comunidades virtuais; 51% do usuários do Orkut são brasileiros; Alunos são Nativos e professores Imigrantes Digitais (Prensky, 2001); Web na educação ou educação na web? Almeida (2010): É o currículo que se desenvolve por meio das ferramentas da internet, integrando as tecnologias com o currículo.
  • 16. FERRAMENTAS DA WEB 2.0 Não é “outra” internet, mas uma forma diferente de relacionar-se com e através dela; Web 2.0 → maior interatividade, colaboração e (co)autoria na rede. Surge um novo tipo de mídia → Mídias Sociais. Espaço prolífero para boas práticas educativas em EaD. Serviços da Web 2.0: Edição colaborativa de conteúdo; Ferramentas de comunicação; Redes sociais; Compartilhamento de arquivos; Vídeos; Imagens etc.
  • 17. EDIÇÃO COLABORATIVA DE CONTEÚDO Blogue (blog) Blogger <blogger.com> Facilidade de criação e manuseio; Inserção de comentários; Wiki: PbWiki <my.pbworks.com> Está deixando de ser gratuito Wikipedia <pt.wikipedia.org> Produção colaborativa de conteúdo; Wikimapia <wikimapia.org> Mapa colaborativo e interativo.
  • 18. COMPARTILHAMENTO DE ARQUIVOS GoogleDocs <docs.google.com>: Inclusive, criados de forma colaborativa; Textos; Planilhas Eletrônicas; Formulários. Scribd <scribd.com>: Maior parte documentos; SlideShrare <slideshare.net>: Apresentação de slides; Tanto o Scribd quanto o SlideShare permitem integração com Facebook e Twitter; Podem ser incorporado à blogues, sites e baixados (download).
  • 19. FERRAMENTAS COMUNICAÇÃO Mensageiros Instantâneos E-buddy <ebuddy.com> Contato síncrono (chat) através de serviços como Messenger (MSN), Gtalk etc. Microblogue: Twitter <twitter.com> Divulgação de informações de forma rápida e interativa; “Msgs c/ até 140 caracteres”; Twitpic (imagens) <twitpic.com> Twitcam (vídeos) <twitcam.com>
  • 20. REDES SOCIAIS Facebook <facebook.com>: Integração com uma diversidade de mídias sociais; Inclusive com possibilidade compartilhar e indicar (curtir) links; Orkut <orkut.com>: Criação de comunidades para fins específicos; Live Mocha <livemocha.com>: “Ambiente Virtual de Aprendizagem” para aprendizagem de idiomas.
  • 21. VÍDEOS YouTube <youtube.com>: Os vídeos podem ser, facilmente, incorporados (embed/share) em AVAs, blogues, sites etc; TeacherTube <teachertube.com>: Vídeos “com foco” na educação.
  • 22. IMAGENS Picasa <picasa.google.com>: Basta ter uma conta Google. Integração com o Orkut, por exemplo. Flickr <flikr.com>: Bastante popular, por ser um serviço Yahoo!
  • 23. DIVERSAS MÍDIAS 4Shared <4shared.com>: Hospeda quase todo tipo de mídia; No caso de áudio é possível, inclusive, fazer incorporação a blogues, sites etc; DropBox <dropbox.com>: Compartilhamento de arquivos “nas nuvens”; Maior privacidade.
  • 24. OBJETOS DE APRENDIZAGEM (OAs) De acordo com David Wiley (2000) são: [...] geralmente compreendidos como entidades digitais acessíveis via internet, significando que um número infinito de pessoas pode acessá-los e usá-los simultaneamente [...] qualquer recurso digital que pode ser reusado para apoiar a aprendizagem. Desencadeadores do processo de ensino-aprendizagem, mas cuidado para não se vislumbrar por cores e efeitos.
  • 25. TIPOS DE OAs Animação/Simulação: Interatividade Estudo de Casos; Áudio: Portabilidade Alunos na condição de produtores; Experimento prático; Hipertexto: Texto multilinear Necessidade de manter o foco; Imagem: Recursos paralinguísticos;
  • 26. TIPOS DE OAs Mapa (Cartográfico/Conceitual): I) Representação de uma paisagem; II) Organização de ideias; Software Educativo/Educacional: I) Desenvolvido com foco na Aprendizagem (Ex.: Moodle); II) Aplicado em situações de ensino-aprendizagem (Ex.: Processador de texto); Jogos (Sloodle = Second Life + Moodle). Vídeo: Portabilidade; Atrativo; Virtualização da sala de aula; Demanda boa conexão à internet.
  • 27. PORTAIS DE ACESSO A OBJETOS DE APRENDIZAGEM
  • 28. TV ESCOLA TV Escola – Canal Público de TV voltado para a Educação Brasileira (MEC); Endereço: <tvescola.mec.gov.br/>; Vídeos e programas educativos de diversas áreas; Foco na Educação Básica.
  • 29. PORTAL DO PROFESSOR Portal do Professor (MEC) Endereço: <portaldoprofessor.mec.gov.br/> Repositório de recursos educacionais digitais; planos de aula, ferramentas para interação com outros professores etc. Foco na Educação Básica e Profissional.
  • 30. RIVED Rede Interativa Virtual de Educação (SEED/MEC) Endereço: <rived.mec.gov.br/> Repositório de Oas para o Ensino Fundamental, Médio, Profissionalizante e Superior. Os OAs da RIVED acompanham um Guia para o Professor.
  • 31. BIOE O Banco Internacional de Objetos Educacionais (MEC e Ministério da Ciência e Tecnologia) Endereço: <objetoseducacionais2.mec.gov.br/> Repositório de OAs da Educação Infantil ao Ensino Superior e outras modalidades de ensino. Para o Ensino Superior, de acordo com as áreas, existem: Agrárias: 890 Sociais Aplicadas: 136 Biológicas: 1132 Engenharias: 118 Saúde: 382 Linguística, Letras e Artes: 706 Exatas e da Terra: 2168 Multidisciplinar: 51 Humanas: 711
  • 32. DOMÍNIO PÚBLICO Biblioteca digital pública que conta com acervo de várias categorias em diversas mídias (MEC/SEED); Endereço: <www.dominiopublico.gov.br/>; Imagem, Som, Texto e Vídeo; A pesquisa pode ser feita por conteúdo; Permite acesso a Teses e Dissertações defendidas por Área do Conhecimento.
  • 33. PORTAL CAPES (ACESSO LIVRE) Acesso a textos completos em algumas bases de dados de periódicos, além de resumos de teses e dissertações dentre outros (MEC). Endereço: <acessolivre.capes.gov.br/>; O acesso à página do Periódicos CAPES é permitida apenas por professores e estudantes de IES participantes do projeto.
  • 34. AMBIENTES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM - AVAs
  • 35. OS AVAs Ambientes de encontro no ciberespaço; Determinantes para que boas condições de aprendizagem a distância se efetivem; Nos Referenciais de Qualidade para o Ensino Superior a Distância seu uso é, “tacitamente”, obrigado; São softwares educativos pois têm uma fundamentação pedagógica; são concebidos com o propósito educativo e interação e interatividade são, talvez, as suas funções principais. Por serem albergados na web facilita os usuários pesquisem diversas fontes digitais; Caracterizados por três elementos: interatividade, hipertextualidade e conectividade (Kenski, 2007). Possuem interfaces para aluno e para professor/tutor.
  • 36. CONHECENDO ALGUNS AVAs No portal da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) são relacionados 71 projetos de ferramentas de cursos a distância livres (free courseware). Dentre eles estão o Moodle <moodle.org>, desenvolvido pelo australiano Martin Dougiamas e o Dokeos <dokeos.com> sob a coordenação de Thomas De Praettere, que inclusive fornece uma versão Demo gratuitamente em seu site. Produzidos no Brasil: E-proinfo <eproinfo.mec.br> (MEC/SEED); Sócrates <virtual.ufc.br/socrates> (UFC); TelEduc <teleduc.nied.unicamp.br> (UNICAMP); Rooda <ead.ufrgs.br/rooda> (UFRGS); Unifor On-line <unifor.br/oul> (UNIFOR).
  • 37. AS FERRAMENTAS DE UM AVA Ferramentas básicas: Agenda; Material de apoio; Leituras; Mural; Fóruns de discussão; Bate-papo (chat); Correio (e-mail); Perfil; Portfólio; As de comunicação podem ser Síncronas e Assíncronas.
  • 38. FERRAMENTAS DE COMUNICAÇÃO Síncronas: Videoconferência; Teleconferência; Chats Assíncronas: E-mail; Fórum
  • 39. ATIVIDADES E FERRAMENTAS Bate-papo (chat): Digitação Multi-diálogo Cuidado com a "algazarra digital" Recomendado para grupos pequenos Diário de Bordo (Portfólio): Registros pessoais Autoavaliação Pouco explorado
  • 40. ATIVIDADES E FERRAMENTAS Fórum: Bastante utilizada; Estar junto virtual; Borba, Malheiros e Zulatto (2009): O que faz o aluno de EAD ser social é sua manifestação através da escrita Aprendizagem colaborativa; Netiqueta; Glossário: Aprendizagem colaborativa; Criação de etiquetas ao longo do AVA (hipertexto); Avaliação: proatividade.
  • 41. ATIVIDADES E FERRAMENTAS Lição: Perspectiva instrucionista; Pode ter questão do tipo: Aberta → o aluno disserta sobre determinado assunto; Fechada → consiste em respostas de múltiplas escolhas como do tipo: verdadeiro/falso, assertivas e/ou respostas múltiplas; Possibilidade de limitar quantidade de vezes e tempo Muito utilizado com Prova digital; Tarefas: Envio de arquivo ou texto on-line.
  • 42. EXPERIÊNCIAS... AVA Dokeos AVA Moodle Blogue como AVA Produções no Scribd Apresentações no SlideShare
  • 43. REFERÊNCIAS ALMEIDA, M. E. B. de (Coord.). Web currículo: web 2.0 e educação. Belo Horizonte: Anais do XV ENDIPE, 2010. BITTAR, M. A parceria Escola x Universidade na inserção da tecnologia nas aulas de Matemática: um projeto de pesquisa- ação. In: DALBEN, Â.; DINIZ, J.; LEAL, L.; SANTOS, L. (Orgs.). Convergências e tensões no campo da formação e do trabalho docente: Educação Ambiental, Educação em Ciências, Educação em Espaços não-escolares, Educação Matemática. Belo Horizonte: Autêntica, 2010, p. 591-609. BORBA, M. de C.; PENTEADO, M. G. Informática e Educação Matemática. 4a. Ed. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2010. 104p. - (Coleção Tendências em Educação Matemática). ______________.; MALHEIROS, A. P. dos S.; ZULATTO, R. B. A. Educação a distância online. 2a. Ed. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2008. 160p. - (Coleção Tendências em Educação Matemática). BRASIL. Ministério da Educação – Secretaria de Especial de Educação a Distância. Referenciais de qualidade para o Ensino Superior a Distância. Brasília: MEC/SEED, 2007. CARVALHO, A. A. A. (Orgs). Manual de ferramentas da Web 2.0 para professores. Lisboa: DGIDC, Ministério da Educação, 2008. CUNHA, M. I. da. Inovações pedagógicas: o desafio da reconfiguração de saberes na docência universitária. In: PIMENTA, S. G.; ALMEIDA, M. I. (Orgs.). Pedagogia universitária. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2009. KENSKI, V. M. Tecnologias e ensino presencial e a distância. Campinas, SP: Papirus, 2003. - (Série Prática Pedagógica). ____________. Educação e tecnologias: o novo ritmo da informação. Campinas, SP: Papirus, 2007 - (Coleção Papirus Educação). MARINHO, S. P. P. Redes sociais virtuais terão elas espaço na escola? In: DALBEN, Â. I. L. de F.; PEREIRA, J. E. D.; LEAL, L. de F. V.; SANTOS, L. L. de C. P. (Orgs.). Convergências e tensões no campo da formação e do trabalho docente. Belo Horizonte: Autêntica, 2010, p. 197-213 – (Didática e prática de ensino). MASETTO, M. T. O professor na hora da verdade: a prática docente no Ensino Superior. São Paulo: Avercamp, 2010. PRENSKY, M. Digital natives, digital immigrants. MCB University Press, Vol. 9, No. 5, 2001. VALENTE, J. A. Curso de especialização em desenvolvimento de projetos pedagógicos com uso das novas tecnologias: descrição e fundamentos. In: VALENTE, J. A.; PRADO, M. E. B. B.; ALMEIDA, M. E. B. de. (Orgs). Educação a distância via internet. São Paulo: Avercamp, 2003. pp. 23-55. _____________. Educação a distância: ampliando o leque de possibilidades pedagógicas. In: Fonte (Belo Horizonte), v. 5, p. 105-113, 2009. WILEY, D. A. Conectando Objetos de Aprendizagem com a teoria de projeto instrucional: uma definição, uma metáfora e uma taxonomia. s/d. 2000.
  • 44. OBRIGADO! E-mail (Messenger): <dennysleite@hotmail.com> Gtalk (Google): <dennysleite@gmail.com> Twitter: @dennysleite Facebook: Leite Maia