SlideShare uma empresa Scribd logo
OS FLUXOS POPULACIONAIS
PROFº LUIZ CARVALHEIRA JUNIOR
GEÓGRAFO BACH & LIC. /ESP. ED. AMBIENTAL
ENSINO FUNDAMENTAL – 9º ANO
Migrações
• Fluxos migratórios (movimento migratório ou migração) é o
deslocamento da população de um lugar para outro podendo ser
definitivos ou temporários
• Diversos motivos levam as pessoas a migrar: guerras, condições
econômicas desfavoráveis, adversidades naturais como climas
extremamente frios ou quentes, atividade vulcânica intensa, entre
outros.
• Os movimentos migratórios podem ser:
Migrações Externas
IMIGRAÇÃO
•Corresponde ao
movimento de entrada
das pessoas estrangeiras
em um país. Elas são
imigrantes nesse país.
EMIGRAÇÃO
•Refere-se ao movimento
de saída das pessoas de
seu país de origem. Essas
pessoas são emigrantes
no seu país de origem.
Migrações
Espaço
Duração
Forma
Controle
Êxodo Rural
Êxodo Urbano
Intracontinentais
Intercontinentais
Internas
Externas
Definitivas
Temporárias
Voluntárias
Forçadas
Legais
Clandestinas
Motivos
Causas de Atração
Causas de Atração
•Melhores condições
de vida.
•Maior oferta de
emprego.
Causas de Repulsão
•Desastres naturais.
•Conflitos
políticos/religiosos.
•Situação econômica
ruim.
Ciclos migratórios internacionais
 1º ciclo - Século XV ao XVII
- Descobrimentos
 2º ciclo - Século XVII ao XIX
– Movimento dos escravos
 3º ciclo – Século XIX e início do século XX
- 70 milhões de europeus emigraram para América, Austrália e
África.
 4º ciclo –Século XX década de 30
- Diminuição devido às guerras e crises econômicas.
5º ciclo – Século XX década de 50
- Retomada modesta das migrações para a Europa e Estados Unidos no período
pós-guerra.
6º ciclo – Século XX década de 70
- Interrupção no crescimento das migrações devido à sucessivas crises
econômicas (crise do petróleo, desemprego, fechamento de indústrias).
7º ciclo – Século XX década de 90
- Movimentos migratórios retomados (fim da URSS, retomada do crescimento
econômico)
8º ciclo – Século XXI
- Aumento das migrações X maior controle das fronteiras.
- Estão sendo feitas políticas públicas que dificultam a entrada e permanência do
imigrante de forma ilegal no país receptor.
Consequências das migrações internacionais
NAS ÁREAS DE EXPULSÃO POPULACIONAL
• Diminuição da população;
• Diminuição da taxa de natalidade devido
à escassez de população jovem e adultos;
• Envelhecimento da população;
• Diminuição da população ativa;
• Entrada de divisas (moeda estrangeira)
enviadas pelos emigrantes;
NAS ÁREAS DE ATRAÇÃO POPULACIONAL
• Aumento da população devido à entrada
de imigrantes;
• Aumento da taxa de natalidade
consequência do elevado número de
jovens e adultos;
• Rejuvenescimento da população;
• Aumento da população ativa;
• Possível aparecimento de bairros
degradados;
• Dificuldades de aceitação de novas
culturas, línguas e costumes;
• Xenofobia
Portugueses
Séc. XVI até início do XX
Escravos africanos
Séc. XVI e XIX
Lei Eusébio de Queirós - 1850
• No mundo atual, a intensificação da dependência entre os lugares e a
maior mobilidade humana foram possibilitados pela expansão:
Dos meios de
transporte
Dos meios de
comunicação
Migrações internacionais de trabalhadores
•São os fluxos mais expressivos. Ocorrem dos países
subdesenvolvidos para os países desenvolvidos,
devido a oferta de melhores condições de vida e
perspectiva de salários mais elevados.
•Isso ocorre devido a facilidade que os imigrantes tem
pra se deslocar.
•Esse imigrantes são responsáveis pelo segundo maior
fluxo de divisas do mundo, devido ao envio de
recursos aos seus familiares em sua terra natal.
O Brasil e as migrações internacionais de
trabalhadores.
• Tanto a saída de brasileiros para o exterior, como a entrada de
estrangeiros no Brasil, tornaram-se relevantes nos últimos anos.
• Mesmo com ampliação da oferta de empregos no país, muitos tem
ido embora devido a dificuldades financeiras e a falta de perspectivas
econômicas externas.
• Muitos desses emigrantes por não conseguirem visto de permanência
vivem de forma clandestina. Estima-se que 3 milhões de brasileiros
vivem no exterior.
• Em contrapartida, estima-se que 510 mil estrangeiros vivem no Brasil,
principalmente de origem latino-americana e asiática. Grande parte
de maneira ilegal.
• Muitos deles vem a procura de emprego ou abrem seu próprio
negócio, principalmente nos centros urbanos.
• O país recebe também profissionais liberais que entram de forma
legal proveniente principalmente dos EUA e da União Europeia para
trabalhar nas multinacionais.
Fluxos de refugiados
• Indivíduos que são obrigados a deixar seu lugar de origem por
perseguição politica e/ou religiosa, pelas condições de vida e
desastres naturais.
2,5
milhões
1970
51
milhões
2014
• Origem dos refugiados:
Países governados
por ditadores.
Países em guerra
civil ou externa.
Fluxos turísticos
• São fluxos motivados pela busca de lazer. As pessoas se deslocam
para lugares que oferecem cultura e diversão ou belezas naturais.
• Apesar das facilidades, do barateamento das viagens e dos serviços
disponíveis para o turismo, é uma realidade disponível a uma parcela
restrita da população.
Migrações, paisagens e espaço geográfico.
• Os fluxos migratórios podem ocasionar mudanças na paisagem tanto
nos lugares de origem como nos lugares de destino.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A regionalização e as divisões regionais no brasil
A regionalização e as divisões regionais no brasilA regionalização e as divisões regionais no brasil
A regionalização e as divisões regionais no brasil
Professor
 
Movimentos migratorios
Movimentos migratoriosMovimentos migratorios
Movimentos migratorios
dela28
 
A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)
A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)
A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)
Nefer19
 
Industrialização e urbanização brasileira 7 ano
Industrialização e urbanização brasileira 7 anoIndustrialização e urbanização brasileira 7 ano
Industrialização e urbanização brasileira 7 ano
Eponina Alencar
 
Populaçao brasileira
Populaçao brasileiraPopulaçao brasileira
Populaçao brasileira
Prof.Paulo/geografia
 
Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileiro
João José Ferreira Tojal
 
Capitalismo e sua evolução
Capitalismo e sua evoluçãoCapitalismo e sua evolução
Capitalismo e sua evolução
Artur Lara
 
Cap. 4 - A industrialização brasileira
Cap. 4 - A industrialização brasileiraCap. 4 - A industrialização brasileira
Cap. 4 - A industrialização brasileira
profacacio
 
Migraçoes
MigraçoesMigraçoes
Divisão internacional do trabalho
Divisão internacional do trabalhoDivisão internacional do trabalho
Divisão internacional do trabalho
Secretaria de Estado da Educação de Minas Gerais
 
Conceitos demográficos
Conceitos demográficosConceitos demográficos
Conceitos demográficos
Professor
 
9º Ano - Módulo 01 - Aula 01 - Introdução a globalização.
9º Ano - Módulo 01 - Aula 01 - Introdução a globalização.9º Ano - Módulo 01 - Aula 01 - Introdução a globalização.
9º Ano - Módulo 01 - Aula 01 - Introdução a globalização.
Cléber Figueiredo Beda de Ávila
 
Os fluxos migratórios
Os fluxos migratóriosOs fluxos migratórios
Os fluxos migratórios
Jane Mary Lima Castro
 
Dispersão da população mundial e migrações.pptx
Dispersão da população mundial e migrações.pptxDispersão da população mundial e migrações.pptx
Dispersão da população mundial e migrações.pptx
Edivonaldo Costa
 
População da Europa
População da EuropaPopulação da Europa
População da Europa
Prof.Marcio LHP
 
Agricultura brasileira
Agricultura brasileiraAgricultura brasileira
Agricultura brasileira
João José Ferreira Tojal
 
Industrialização brasil
Industrialização brasilIndustrialização brasil
Industrialização brasil
edsonluz
 
A formação do território brasileiro - 7º ano
A formação do território brasileiro - 7º anoA formação do território brasileiro - 7º ano
A formação do território brasileiro - 7º ano
Josi Zanette do Canto
 
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)
Nefer19
 
migrações geografia
migrações geografiamigrações geografia
migrações geografia
lidia76
 

Mais procurados (20)

A regionalização e as divisões regionais no brasil
A regionalização e as divisões regionais no brasilA regionalização e as divisões regionais no brasil
A regionalização e as divisões regionais no brasil
 
Movimentos migratorios
Movimentos migratoriosMovimentos migratorios
Movimentos migratorios
 
A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)
A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)
A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2017)
 
Industrialização e urbanização brasileira 7 ano
Industrialização e urbanização brasileira 7 anoIndustrialização e urbanização brasileira 7 ano
Industrialização e urbanização brasileira 7 ano
 
Populaçao brasileira
Populaçao brasileiraPopulaçao brasileira
Populaçao brasileira
 
Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileiro
 
Capitalismo e sua evolução
Capitalismo e sua evoluçãoCapitalismo e sua evolução
Capitalismo e sua evolução
 
Cap. 4 - A industrialização brasileira
Cap. 4 - A industrialização brasileiraCap. 4 - A industrialização brasileira
Cap. 4 - A industrialização brasileira
 
Migraçoes
MigraçoesMigraçoes
Migraçoes
 
Divisão internacional do trabalho
Divisão internacional do trabalhoDivisão internacional do trabalho
Divisão internacional do trabalho
 
Conceitos demográficos
Conceitos demográficosConceitos demográficos
Conceitos demográficos
 
9º Ano - Módulo 01 - Aula 01 - Introdução a globalização.
9º Ano - Módulo 01 - Aula 01 - Introdução a globalização.9º Ano - Módulo 01 - Aula 01 - Introdução a globalização.
9º Ano - Módulo 01 - Aula 01 - Introdução a globalização.
 
Os fluxos migratórios
Os fluxos migratóriosOs fluxos migratórios
Os fluxos migratórios
 
Dispersão da população mundial e migrações.pptx
Dispersão da população mundial e migrações.pptxDispersão da população mundial e migrações.pptx
Dispersão da população mundial e migrações.pptx
 
População da Europa
População da EuropaPopulação da Europa
População da Europa
 
Agricultura brasileira
Agricultura brasileiraAgricultura brasileira
Agricultura brasileira
 
Industrialização brasil
Industrialização brasilIndustrialização brasil
Industrialização brasil
 
A formação do território brasileiro - 7º ano
A formação do território brasileiro - 7º anoA formação do território brasileiro - 7º ano
A formação do território brasileiro - 7º ano
 
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2017)
 
migrações geografia
migrações geografiamigrações geografia
migrações geografia
 

Semelhante a Os fluxos populacionais

Migrações
MigraçõesMigrações
Migrações
Geografia .
 
Migraçõesesrp
MigraçõesesrpMigraçõesesrp
Migraçõesesrp
Geografias Geo
 
Aula 7º (cap.3)
Aula 7º (cap.3)Aula 7º (cap.3)
Aula 7º (cap.3)
Alexandre Alves
 
3º ano e.m (mod. 25) Brasil população
3º ano e.m (mod. 25) Brasil população3º ano e.m (mod. 25) Brasil população
3º ano e.m (mod. 25) Brasil população
Alexandre Alves
 
Geografia - Fluxos migratórios
Geografia - Fluxos migratóriosGeografia - Fluxos migratórios
Geografia - Fluxos migratórios
canalestudodebosta
 
CLC Urbanismo e Mobilidade DR 4 Migrações
CLC Urbanismo e Mobilidade DR 4 MigraçõesCLC Urbanismo e Mobilidade DR 4 Migrações
CLC Urbanismo e Mobilidade DR 4 Migrações
Fernando de Sá
 
Tema
TemaTema
Migrações
MigraçõesMigrações
Migrações
Diogo Mateus
 
Apresentação de geografia
Apresentação de geografiaApresentação de geografia
Apresentação de geografia
tyromello
 
AULAS EXPOSITIVAS.8 ANO.pdf
AULAS EXPOSITIVAS.8 ANO.pdfAULAS EXPOSITIVAS.8 ANO.pdf
AULAS EXPOSITIVAS.8 ANO.pdf
ssuser372a77
 
Imigração e xenofobia
Imigração e xenofobiaImigração e xenofobia
Imigração e xenofobia
fernandesrafael
 
Migrações
MigraçõesMigrações
Migrações
Renata Magalhães
 
Migracoes brasileiras sartre
Migracoes brasileiras sartreMigracoes brasileiras sartre
Migracoes brasileiras sartre
Ademir Aquino
 
Migrações
MigraçõesMigrações
Migrações
abarros
 
Migracoes1
Migracoes1Migracoes1
Migracoes1
guestce0389
 
tiposdemigraes-100601065458-phpapp02.pdf
tiposdemigraes-100601065458-phpapp02.pdftiposdemigraes-100601065458-phpapp02.pdf
tiposdemigraes-100601065458-phpapp02.pdf
Anderson Torres Pereira
 
Slides - 8º ano.pdf
Slides - 8º ano.pdfSlides - 8º ano.pdf
Slides - 8º ano.pdf
Lucascpa1
 
A imigração na Europa
A imigração na EuropaA imigração na Europa
A imigração na Europa
Tiago Araujo Campos
 
Resumo de geografia c - fluxos migratórios e fluxos de turismo
Resumo de geografia c - fluxos migratórios e fluxos de turismoResumo de geografia c - fluxos migratórios e fluxos de turismo
Resumo de geografia c - fluxos migratórios e fluxos de turismo
Lia Treacy
 

Semelhante a Os fluxos populacionais (20)

Migrações
MigraçõesMigrações
Migrações
 
Migraçõesesrp
MigraçõesesrpMigraçõesesrp
Migraçõesesrp
 
Aula 7º (cap.3)
Aula 7º (cap.3)Aula 7º (cap.3)
Aula 7º (cap.3)
 
3º ano e.m (mod. 25) Brasil população
3º ano e.m (mod. 25) Brasil população3º ano e.m (mod. 25) Brasil população
3º ano e.m (mod. 25) Brasil população
 
Geografia - Fluxos migratórios
Geografia - Fluxos migratóriosGeografia - Fluxos migratórios
Geografia - Fluxos migratórios
 
CLC Urbanismo e Mobilidade DR 4 Migrações
CLC Urbanismo e Mobilidade DR 4 MigraçõesCLC Urbanismo e Mobilidade DR 4 Migrações
CLC Urbanismo e Mobilidade DR 4 Migrações
 
Tema
TemaTema
Tema
 
Migrações no brasil
Migrações no brasilMigrações no brasil
Migrações no brasil
 
Migrações
MigraçõesMigrações
Migrações
 
Apresentação de geografia
Apresentação de geografiaApresentação de geografia
Apresentação de geografia
 
AULAS EXPOSITIVAS.8 ANO.pdf
AULAS EXPOSITIVAS.8 ANO.pdfAULAS EXPOSITIVAS.8 ANO.pdf
AULAS EXPOSITIVAS.8 ANO.pdf
 
Imigração e xenofobia
Imigração e xenofobiaImigração e xenofobia
Imigração e xenofobia
 
Migrações
MigraçõesMigrações
Migrações
 
Migracoes brasileiras sartre
Migracoes brasileiras sartreMigracoes brasileiras sartre
Migracoes brasileiras sartre
 
Migrações
MigraçõesMigrações
Migrações
 
Migracoes1
Migracoes1Migracoes1
Migracoes1
 
tiposdemigraes-100601065458-phpapp02.pdf
tiposdemigraes-100601065458-phpapp02.pdftiposdemigraes-100601065458-phpapp02.pdf
tiposdemigraes-100601065458-phpapp02.pdf
 
Slides - 8º ano.pdf
Slides - 8º ano.pdfSlides - 8º ano.pdf
Slides - 8º ano.pdf
 
A imigração na Europa
A imigração na EuropaA imigração na Europa
A imigração na Europa
 
Resumo de geografia c - fluxos migratórios e fluxos de turismo
Resumo de geografia c - fluxos migratórios e fluxos de turismoResumo de geografia c - fluxos migratórios e fluxos de turismo
Resumo de geografia c - fluxos migratórios e fluxos de turismo
 

Mais de Luiz Carvalheira Junior

Estruturas e formas de relevo
Estruturas e formas de relevoEstruturas e formas de relevo
Estruturas e formas de relevo
Luiz Carvalheira Junior
 
Terra
TerraTerra
A ordem internacional
A ordem internacionalA ordem internacional
A ordem internacional
Luiz Carvalheira Junior
 
O campo e as cidades do brasil
O campo e as cidades do brasilO campo e as cidades do brasil
O campo e as cidades do brasil
Luiz Carvalheira Junior
 
ENERGIA E AMBIENTE
ENERGIA E AMBIENTEENERGIA E AMBIENTE
ENERGIA E AMBIENTE
Luiz Carvalheira Junior
 
Os fluxos populacionais
Os fluxos populacionaisOs fluxos populacionais
Os fluxos populacionais
Luiz Carvalheira Junior
 
Do mundo bipolar ao multipolar
Do mundo bipolar ao multipolarDo mundo bipolar ao multipolar
Do mundo bipolar ao multipolar
Luiz Carvalheira Junior
 
Geografia: CIÊNCIA DO ESPAÇO
Geografia: CIÊNCIA DO ESPAÇOGeografia: CIÊNCIA DO ESPAÇO
Geografia: CIÊNCIA DO ESPAÇO
Luiz Carvalheira Junior
 
Geografia acolhida 2019
Geografia acolhida 2019Geografia acolhida 2019
Geografia acolhida 2019
Luiz Carvalheira Junior
 
Estados unidos
Estados unidosEstados unidos
Estados unidos
Luiz Carvalheira Junior
 
As cidades do brasil
As cidades do brasilAs cidades do brasil
As cidades do brasil
Luiz Carvalheira Junior
 
Energia
EnergiaEnergia
Brasil
BrasilBrasil
Industrialização
IndustrializaçãoIndustrialização
Industrialização
Luiz Carvalheira Junior
 
Atmosfera 1º ano luiz
Atmosfera 1º ano luizAtmosfera 1º ano luiz
Atmosfera 1º ano luiz
Luiz Carvalheira Junior
 
Consumo e meio ambiente 9º ano
Consumo e meio ambiente 9º anoConsumo e meio ambiente 9º ano
Consumo e meio ambiente 9º ano
Luiz Carvalheira Junior
 
Espaço, poder e territórios nacionais
Espaço, poder e territórios nacionaisEspaço, poder e territórios nacionais
Espaço, poder e territórios nacionais
Luiz Carvalheira Junior
 
Onde estão os meus olhos
Onde estão os meus olhosOnde estão os meus olhos
Onde estão os meus olhos
Luiz Carvalheira Junior
 
Pará republicano
Pará republicanoPará republicano
Pará republicano
Luiz Carvalheira Junior
 
Espaço urbano
Espaço urbanoEspaço urbano
Espaço urbano
Luiz Carvalheira Junior
 

Mais de Luiz Carvalheira Junior (20)

Estruturas e formas de relevo
Estruturas e formas de relevoEstruturas e formas de relevo
Estruturas e formas de relevo
 
Terra
TerraTerra
Terra
 
A ordem internacional
A ordem internacionalA ordem internacional
A ordem internacional
 
O campo e as cidades do brasil
O campo e as cidades do brasilO campo e as cidades do brasil
O campo e as cidades do brasil
 
ENERGIA E AMBIENTE
ENERGIA E AMBIENTEENERGIA E AMBIENTE
ENERGIA E AMBIENTE
 
Os fluxos populacionais
Os fluxos populacionaisOs fluxos populacionais
Os fluxos populacionais
 
Do mundo bipolar ao multipolar
Do mundo bipolar ao multipolarDo mundo bipolar ao multipolar
Do mundo bipolar ao multipolar
 
Geografia: CIÊNCIA DO ESPAÇO
Geografia: CIÊNCIA DO ESPAÇOGeografia: CIÊNCIA DO ESPAÇO
Geografia: CIÊNCIA DO ESPAÇO
 
Geografia acolhida 2019
Geografia acolhida 2019Geografia acolhida 2019
Geografia acolhida 2019
 
Estados unidos
Estados unidosEstados unidos
Estados unidos
 
As cidades do brasil
As cidades do brasilAs cidades do brasil
As cidades do brasil
 
Energia
EnergiaEnergia
Energia
 
Brasil
BrasilBrasil
Brasil
 
Industrialização
IndustrializaçãoIndustrialização
Industrialização
 
Atmosfera 1º ano luiz
Atmosfera 1º ano luizAtmosfera 1º ano luiz
Atmosfera 1º ano luiz
 
Consumo e meio ambiente 9º ano
Consumo e meio ambiente 9º anoConsumo e meio ambiente 9º ano
Consumo e meio ambiente 9º ano
 
Espaço, poder e territórios nacionais
Espaço, poder e territórios nacionaisEspaço, poder e territórios nacionais
Espaço, poder e territórios nacionais
 
Onde estão os meus olhos
Onde estão os meus olhosOnde estão os meus olhos
Onde estão os meus olhos
 
Pará republicano
Pará republicanoPará republicano
Pará republicano
 
Espaço urbano
Espaço urbanoEspaço urbano
Espaço urbano
 

Último

Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
bmgrama
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
ThiagoRORISDASILVA1
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
ElinarioCosta
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
MatheusSousa716350
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Nertan Dias
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Maurício Bratz
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
GracinhaSantos6
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
TathyLopes1
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
MARCELARUBIAGAVA
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
ConservoConstrues
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
jonny615148
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
Manuais Formação
 

Último (20)

Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
 

Os fluxos populacionais

  • 1. OS FLUXOS POPULACIONAIS PROFº LUIZ CARVALHEIRA JUNIOR GEÓGRAFO BACH & LIC. /ESP. ED. AMBIENTAL ENSINO FUNDAMENTAL – 9º ANO
  • 2. Migrações • Fluxos migratórios (movimento migratório ou migração) é o deslocamento da população de um lugar para outro podendo ser definitivos ou temporários • Diversos motivos levam as pessoas a migrar: guerras, condições econômicas desfavoráveis, adversidades naturais como climas extremamente frios ou quentes, atividade vulcânica intensa, entre outros. • Os movimentos migratórios podem ser:
  • 3. Migrações Externas IMIGRAÇÃO •Corresponde ao movimento de entrada das pessoas estrangeiras em um país. Elas são imigrantes nesse país. EMIGRAÇÃO •Refere-se ao movimento de saída das pessoas de seu país de origem. Essas pessoas são emigrantes no seu país de origem.
  • 5. Motivos Causas de Atração Causas de Atração •Melhores condições de vida. •Maior oferta de emprego. Causas de Repulsão •Desastres naturais. •Conflitos políticos/religiosos. •Situação econômica ruim.
  • 6. Ciclos migratórios internacionais  1º ciclo - Século XV ao XVII - Descobrimentos  2º ciclo - Século XVII ao XIX – Movimento dos escravos  3º ciclo – Século XIX e início do século XX - 70 milhões de europeus emigraram para América, Austrália e África.  4º ciclo –Século XX década de 30 - Diminuição devido às guerras e crises econômicas.
  • 7. 5º ciclo – Século XX década de 50 - Retomada modesta das migrações para a Europa e Estados Unidos no período pós-guerra. 6º ciclo – Século XX década de 70 - Interrupção no crescimento das migrações devido à sucessivas crises econômicas (crise do petróleo, desemprego, fechamento de indústrias). 7º ciclo – Século XX década de 90 - Movimentos migratórios retomados (fim da URSS, retomada do crescimento econômico) 8º ciclo – Século XXI - Aumento das migrações X maior controle das fronteiras. - Estão sendo feitas políticas públicas que dificultam a entrada e permanência do imigrante de forma ilegal no país receptor.
  • 8. Consequências das migrações internacionais NAS ÁREAS DE EXPULSÃO POPULACIONAL • Diminuição da população; • Diminuição da taxa de natalidade devido à escassez de população jovem e adultos; • Envelhecimento da população; • Diminuição da população ativa; • Entrada de divisas (moeda estrangeira) enviadas pelos emigrantes; NAS ÁREAS DE ATRAÇÃO POPULACIONAL • Aumento da população devido à entrada de imigrantes; • Aumento da taxa de natalidade consequência do elevado número de jovens e adultos; • Rejuvenescimento da população; • Aumento da população ativa; • Possível aparecimento de bairros degradados; • Dificuldades de aceitação de novas culturas, línguas e costumes; • Xenofobia
  • 9. Portugueses Séc. XVI até início do XX Escravos africanos Séc. XVI e XIX Lei Eusébio de Queirós - 1850
  • 10. • No mundo atual, a intensificação da dependência entre os lugares e a maior mobilidade humana foram possibilitados pela expansão: Dos meios de transporte Dos meios de comunicação
  • 11. Migrações internacionais de trabalhadores •São os fluxos mais expressivos. Ocorrem dos países subdesenvolvidos para os países desenvolvidos, devido a oferta de melhores condições de vida e perspectiva de salários mais elevados. •Isso ocorre devido a facilidade que os imigrantes tem pra se deslocar. •Esse imigrantes são responsáveis pelo segundo maior fluxo de divisas do mundo, devido ao envio de recursos aos seus familiares em sua terra natal.
  • 12.
  • 13. O Brasil e as migrações internacionais de trabalhadores. • Tanto a saída de brasileiros para o exterior, como a entrada de estrangeiros no Brasil, tornaram-se relevantes nos últimos anos. • Mesmo com ampliação da oferta de empregos no país, muitos tem ido embora devido a dificuldades financeiras e a falta de perspectivas econômicas externas. • Muitos desses emigrantes por não conseguirem visto de permanência vivem de forma clandestina. Estima-se que 3 milhões de brasileiros vivem no exterior.
  • 14.
  • 15. • Em contrapartida, estima-se que 510 mil estrangeiros vivem no Brasil, principalmente de origem latino-americana e asiática. Grande parte de maneira ilegal. • Muitos deles vem a procura de emprego ou abrem seu próprio negócio, principalmente nos centros urbanos. • O país recebe também profissionais liberais que entram de forma legal proveniente principalmente dos EUA e da União Europeia para trabalhar nas multinacionais.
  • 16.
  • 17.
  • 18. Fluxos de refugiados • Indivíduos que são obrigados a deixar seu lugar de origem por perseguição politica e/ou religiosa, pelas condições de vida e desastres naturais. 2,5 milhões 1970 51 milhões 2014
  • 19.
  • 20. • Origem dos refugiados: Países governados por ditadores. Países em guerra civil ou externa.
  • 21.
  • 22. Fluxos turísticos • São fluxos motivados pela busca de lazer. As pessoas se deslocam para lugares que oferecem cultura e diversão ou belezas naturais. • Apesar das facilidades, do barateamento das viagens e dos serviços disponíveis para o turismo, é uma realidade disponível a uma parcela restrita da população.
  • 23.
  • 24.
  • 25. Migrações, paisagens e espaço geográfico. • Os fluxos migratórios podem ocasionar mudanças na paisagem tanto nos lugares de origem como nos lugares de destino.