SlideShare uma empresa Scribd logo
ORAÇÃO A ORAÇÃO QUE CAUSOU CONTROVÉRSIA....  
Oração de abertura no senado de Kansas.    Esta oração que foi feita em Kansas, na sessão de inauguração da 'Kansas House of Representatives .'   
Quando se pediu ao reverendo Joe Wright que fizesse a oração de abertura no Senado de Kansas, todos esperavam  uma oração ordinária, mas isto foi o que todo escutaram:
"Senhor, viemos diante de Ti neste dia, para Te pedir  perdão e para pedir a tua direção.    Sabemos que a tua Palavra disse: 'Maldição àqueles que  chamam "bem" ao que está "mal“, e é exatamente o que temos feito.    Temos perdido o equilíbrio espiritual e temos mudado os nossos valores.
Temos explorado o pobre e temos chamado a isso "sorte".    Temos recompensado a preguiça e chamamo-la de "Ajuda Social".    Temos matado os nossos filhos que ainda não nasceram e temo-lo chamado “a livre escolha".    Temos abatido os nossos condenados e  chamamo-lo de "justiça".
   Temos sido negligentes ao disciplinar os nossos filhos e chamamo-lo “desenvolver a sua auto-estima .”    Temos abusado do poder e temos chamado a isso: "Política.“   Temos cobiçado os bens do nosso vizinho e a isso temo-lo chamado "ter ambição."    Temos contaminado as ondas de rádio e televisão com  muita grosseria e pornografia e temo-lo chamado "liberdade de expressão."
Temos ridicularizado os valores estabelecidos desde há muito tempo pelos nossos ancestrais e a isto temo-lo chamado de "obsoleto e passado."    Oh Deus!, olha no profundo dos nossos corações; purifica-nos e livra-nos dos nossos pecados.    Amem.
  A reação foi imediata.  Um Parlamentar abandonou a sala durante a oração. Três outros criticaram a oração do Padre classificando a oração como “uma mensagem de intolerância.”
. Durante as seis semanas seguintes, a Igreja  'Central Catholic Church‘ onde trabalha o sacerdote Wright recebeu mais de 5.000 chamadas telefônicas, das quais só 47 foram desfavoráveis.
Esta Igreja recebe agora petições do mundo inteiro, da Índia, África, Ásia, para que o pároco Wright ore por eles.    O comentarista Paul Harvey difundiu esta oração na sua emissão de rádio ' The Rest of the Story ', (O Resto da História), e recebeu um acolhimento muito  mais favorável por esta emissão, que por qualquer outra.
Com a ajuda de Deus, gostaríamos que esta oração se derramasse sobre a nossa nação, e que nasça em nossos corações o desejo de chegar a ser uma  ''Nação debaixo do olhar de Deus".
         Se não temos o valor de nos mantermos firmes nas   nossas   convicções , então cairemos diante de  qualquer outro argumento, ou inimigo.       

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Oracao sensacional
Oracao sensacionalOracao sensacional
Oracao sensacional
Sidney Cancissu
 
lídia a edificadora
lídia a edificadoralídia a edificadora
lídia a edificadora
Antonio Maciel Santos
 
2006 03 26 luiza biazotto maia
2006 03 26   luiza biazotto maia2006 03 26   luiza biazotto maia
2006 03 26 luiza biazotto maia
Paulo Dias Nogueira
 
Boletim238docx
Boletim238docxBoletim238docx
16 12-2012
16 12-201216 12-2012
16 12-2012
Nuno Bessa
 
Boletim 59
Boletim 59Boletim 59
Boletim 59
prsergioipb
 
04 12-2011[1]
04 12-2011[1]04 12-2011[1]
04 12-2011[1]
Nuno Bessa
 
Boletim 601 04-08-13
Boletim 601 04-08-13Boletim 601 04-08-13
Boletim 601 04-08-13
ibrcaruaru
 
Eu, restaurador de vidas
Eu, restaurador de vidasEu, restaurador de vidas
Eu, restaurador de vidas
Valdinei Pereira
 
Boletim 30 anos
Boletim 30 anosBoletim 30 anos
Boletim 30 anos
Lidiane Teixeira
 
11 11-2012
11 11-201211 11-2012
11 11-2012
Nuno Bessa
 
Boletim 59
Boletim 59Boletim 59
Boletim 59
prsergioipb
 
Igreja, entendendo a e vivendo-a 5)
Igreja, entendendo a e vivendo-a 5)Igreja, entendendo a e vivendo-a 5)
Igreja, entendendo a e vivendo-a 5)
Sabrina Albuquerque
 
Apresentação centenario
Apresentação centenarioApresentação centenario
Apresentação centenario
Pb. Oziel Santos
 
Apresentação jn andrews e primeira igreja portugues
Apresentação jn andrews e primeira igreja  portuguesApresentação jn andrews e primeira igreja  portugues
Apresentação jn andrews e primeira igreja portugues
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
Boletim 82
Boletim 82Boletim 82
Boletim 82
prsergioipb
 
Boletim 82
Boletim 82Boletim 82
Boletim 82
prsergioipb
 

Mais procurados (17)

Oracao sensacional
Oracao sensacionalOracao sensacional
Oracao sensacional
 
lídia a edificadora
lídia a edificadoralídia a edificadora
lídia a edificadora
 
2006 03 26 luiza biazotto maia
2006 03 26   luiza biazotto maia2006 03 26   luiza biazotto maia
2006 03 26 luiza biazotto maia
 
Boletim238docx
Boletim238docxBoletim238docx
Boletim238docx
 
16 12-2012
16 12-201216 12-2012
16 12-2012
 
Boletim 59
Boletim 59Boletim 59
Boletim 59
 
04 12-2011[1]
04 12-2011[1]04 12-2011[1]
04 12-2011[1]
 
Boletim 601 04-08-13
Boletim 601 04-08-13Boletim 601 04-08-13
Boletim 601 04-08-13
 
Eu, restaurador de vidas
Eu, restaurador de vidasEu, restaurador de vidas
Eu, restaurador de vidas
 
Boletim 30 anos
Boletim 30 anosBoletim 30 anos
Boletim 30 anos
 
11 11-2012
11 11-201211 11-2012
11 11-2012
 
Boletim 59
Boletim 59Boletim 59
Boletim 59
 
Igreja, entendendo a e vivendo-a 5)
Igreja, entendendo a e vivendo-a 5)Igreja, entendendo a e vivendo-a 5)
Igreja, entendendo a e vivendo-a 5)
 
Apresentação centenario
Apresentação centenarioApresentação centenario
Apresentação centenario
 
Apresentação jn andrews e primeira igreja portugues
Apresentação jn andrews e primeira igreja  portuguesApresentação jn andrews e primeira igreja  portugues
Apresentação jn andrews e primeira igreja portugues
 
Boletim 82
Boletim 82Boletim 82
Boletim 82
 
Boletim 82
Boletim 82Boletim 82
Boletim 82
 

Semelhante a OraçãO Por NóS

Oração -por_nós
Oração  -por_nósOração  -por_nós
Oração -por_nós
Eugenia silva
 
Oração que causou controvérsias...
Oração que causou controvérsias...Oração que causou controvérsias...
Oração que causou controvérsias...
Doni Cia
 
Oração por nós
Oração por nósOração por nós
Oração por nós
Bruno Dinardi
 
Oracao ao mundo
Oracao ao mundoOracao ao mundo
Oracao ao mundo
Juliennerecepcoes
 
Oração Kansas
Oração KansasOração Kansas
Oração Kansas
dark4704
 
Oracao em kansas_usa
Oracao em kansas_usaOracao em kansas_usa
Oracao em kansas_usa
Mô...Moema Anita Conceição
 
Oração por nós
Oração por nós Oração por nós
Oração por nós
Luiz Carlos Dias
 
Oração
OraçãoOração
Oracao em kansas_usa
Oracao em kansas_usaOracao em kansas_usa
Oracao em kansas_usa
Cleber Galdino
 
Orao -por_ns
Orao  -por_nsOrao  -por_ns
Orao -por_ns
Evanir Antunes
 
Orao por ns
Orao   por nsOrao   por ns
Oracao em kansas_usa
Oracao em kansas_usaOracao em kansas_usa
Oracao em kansas_usa
Paulo Grisi
 
2006 06 25 culto de reconhecimento da catedral metodista de piracicaba
2006 06 25   culto de reconhecimento da catedral metodista de piracicaba2006 06 25   culto de reconhecimento da catedral metodista de piracicaba
2006 06 25 culto de reconhecimento da catedral metodista de piracicaba
Paulo Dias Nogueira
 
2006 06 25 culto de reconhecimento da catedral metodista de piracicaba
2006 06 25   culto de reconhecimento da catedral metodista de piracicaba2006 06 25   culto de reconhecimento da catedral metodista de piracicaba
2006 06 25 culto de reconhecimento da catedral metodista de piracicaba
Paulo Dias Nogueira
 
Hist iadan
Hist iadanHist iadan
Hist iadan
wecsites
 
Boletim itaberaba 06.03.2016
Boletim itaberaba 06.03.2016Boletim itaberaba 06.03.2016
Boletim itaberaba 06.03.2016
Igreja Presbiteriana de Itaberaba
 
A SANTA MISSA NO TESTEMUNHO DE CATALINA RIVAS
A SANTA MISSA NO TESTEMUNHO DE CATALINA RIVASA SANTA MISSA NO TESTEMUNHO DE CATALINA RIVAS
A SANTA MISSA NO TESTEMUNHO DE CATALINA RIVAS
GRUPO DE ORAÇÃO ANJO RAFAEL
 
Boletim IPC Limeira 03/12/17
Boletim IPC Limeira 03/12/17Boletim IPC Limeira 03/12/17
Boletim IPC Limeira 03/12/17
Adelson R. Dos Santos
 
Boletim IPC Limeira 11/02/18
Boletim IPC Limeira 11/02/18Boletim IPC Limeira 11/02/18
Boletim IPC Limeira 11/02/18
Adelson R. Dos Santos
 
Carta de oração setembro 2015 - Miss Priscila
Carta de oração setembro 2015 - Miss PriscilaCarta de oração setembro 2015 - Miss Priscila
Carta de oração setembro 2015 - Miss Priscila
Fabio Maldonado
 

Semelhante a OraçãO Por NóS (20)

Oração -por_nós
Oração  -por_nósOração  -por_nós
Oração -por_nós
 
Oração que causou controvérsias...
Oração que causou controvérsias...Oração que causou controvérsias...
Oração que causou controvérsias...
 
Oração por nós
Oração por nósOração por nós
Oração por nós
 
Oracao ao mundo
Oracao ao mundoOracao ao mundo
Oracao ao mundo
 
Oração Kansas
Oração KansasOração Kansas
Oração Kansas
 
Oracao em kansas_usa
Oracao em kansas_usaOracao em kansas_usa
Oracao em kansas_usa
 
Oração por nós
Oração por nós Oração por nós
Oração por nós
 
Oração
OraçãoOração
Oração
 
Oracao em kansas_usa
Oracao em kansas_usaOracao em kansas_usa
Oracao em kansas_usa
 
Orao -por_ns
Orao  -por_nsOrao  -por_ns
Orao -por_ns
 
Orao por ns
Orao   por nsOrao   por ns
Orao por ns
 
Oracao em kansas_usa
Oracao em kansas_usaOracao em kansas_usa
Oracao em kansas_usa
 
2006 06 25 culto de reconhecimento da catedral metodista de piracicaba
2006 06 25   culto de reconhecimento da catedral metodista de piracicaba2006 06 25   culto de reconhecimento da catedral metodista de piracicaba
2006 06 25 culto de reconhecimento da catedral metodista de piracicaba
 
2006 06 25 culto de reconhecimento da catedral metodista de piracicaba
2006 06 25   culto de reconhecimento da catedral metodista de piracicaba2006 06 25   culto de reconhecimento da catedral metodista de piracicaba
2006 06 25 culto de reconhecimento da catedral metodista de piracicaba
 
Hist iadan
Hist iadanHist iadan
Hist iadan
 
Boletim itaberaba 06.03.2016
Boletim itaberaba 06.03.2016Boletim itaberaba 06.03.2016
Boletim itaberaba 06.03.2016
 
A SANTA MISSA NO TESTEMUNHO DE CATALINA RIVAS
A SANTA MISSA NO TESTEMUNHO DE CATALINA RIVASA SANTA MISSA NO TESTEMUNHO DE CATALINA RIVAS
A SANTA MISSA NO TESTEMUNHO DE CATALINA RIVAS
 
Boletim IPC Limeira 03/12/17
Boletim IPC Limeira 03/12/17Boletim IPC Limeira 03/12/17
Boletim IPC Limeira 03/12/17
 
Boletim IPC Limeira 11/02/18
Boletim IPC Limeira 11/02/18Boletim IPC Limeira 11/02/18
Boletim IPC Limeira 11/02/18
 
Carta de oração setembro 2015 - Miss Priscila
Carta de oração setembro 2015 - Miss PriscilaCarta de oração setembro 2015 - Miss Priscila
Carta de oração setembro 2015 - Miss Priscila
 

Mais de Ana Maria Cordovil

Minha OraçãO De Fim De Ano
Minha OraçãO De Fim De Ano Minha OraçãO De Fim De Ano
Minha OraçãO De Fim De Ano
Ana Maria Cordovil
 
Albert Einstein Cflc 09b
Albert Einstein Cflc 09bAlbert Einstein Cflc 09b
Albert Einstein Cflc 09b
Ana Maria Cordovil
 
MansãO Do José Sarney
MansãO Do José SarneyMansãO Do José Sarney
MansãO Do José Sarney
Ana Maria Cordovil
 
12
1212
Limites
LimitesLimites
Esta é a hora
Esta é a horaEsta é a hora
Esta é a hora
Ana Maria Cordovil
 
Yakutsk Cidade Mais Fria Do Mundo
Yakutsk Cidade Mais Fria Do MundoYakutsk Cidade Mais Fria Do Mundo
Yakutsk Cidade Mais Fria Do Mundo
Ana Maria Cordovil
 
Milagres
MilagresMilagres
Aaa Cine Afichesy Musicade15p
Aaa Cine Afichesy Musicade15pAaa Cine Afichesy Musicade15p
Aaa Cine Afichesy Musicade15p
Ana Maria Cordovil
 
Os Doze Sinais Do Seu Despertar Divino
Os Doze Sinais Do Seu Despertar DivinoOs Doze Sinais Do Seu Despertar Divino
Os Doze Sinais Do Seu Despertar Divino
Ana Maria Cordovil
 
Foodscapes
FoodscapesFoodscapes
Foodscapes
Ana Maria Cordovil
 
João Ubaldo EducaçãO
João Ubaldo EducaçãOJoão Ubaldo EducaçãO
João Ubaldo EducaçãO
Ana Maria Cordovil
 
Isabel Guerra Arte, ReflexãO
Isabel Guerra   Arte, ReflexãOIsabel Guerra   Arte, ReflexãO
Isabel Guerra Arte, ReflexãO
Ana Maria Cordovil
 
Leques
LequesLeques
Orando
OrandoOrando
Jogos Olimpicos 2008 Pequim
Jogos Olimpicos 2008 PequimJogos Olimpicos 2008 Pequim
Jogos Olimpicos 2008 Pequim
Ana Maria Cordovil
 
Jardins Japoneses
Jardins JaponesesJardins Japoneses
Jardins Japoneses
Ana Maria Cordovil
 
Marketing De Antigamente Fontesdiversas.Aac.Cdt.
Marketing De Antigamente   Fontesdiversas.Aac.Cdt.Marketing De Antigamente   Fontesdiversas.Aac.Cdt.
Marketing De Antigamente Fontesdiversas.Aac.Cdt.
Ana Maria Cordovil
 
Matyas Oblinski Opera Posters
Matyas Oblinski Opera PostersMatyas Oblinski Opera Posters
Matyas Oblinski Opera Posters
Ana Maria Cordovil
 
Mappemonde
MappemondeMappemonde
Mappemonde
Ana Maria Cordovil
 

Mais de Ana Maria Cordovil (20)

Minha OraçãO De Fim De Ano
Minha OraçãO De Fim De Ano Minha OraçãO De Fim De Ano
Minha OraçãO De Fim De Ano
 
Albert Einstein Cflc 09b
Albert Einstein Cflc 09bAlbert Einstein Cflc 09b
Albert Einstein Cflc 09b
 
MansãO Do José Sarney
MansãO Do José SarneyMansãO Do José Sarney
MansãO Do José Sarney
 
12
1212
12
 
Limites
LimitesLimites
Limites
 
Esta é a hora
Esta é a horaEsta é a hora
Esta é a hora
 
Yakutsk Cidade Mais Fria Do Mundo
Yakutsk Cidade Mais Fria Do MundoYakutsk Cidade Mais Fria Do Mundo
Yakutsk Cidade Mais Fria Do Mundo
 
Milagres
MilagresMilagres
Milagres
 
Aaa Cine Afichesy Musicade15p
Aaa Cine Afichesy Musicade15pAaa Cine Afichesy Musicade15p
Aaa Cine Afichesy Musicade15p
 
Os Doze Sinais Do Seu Despertar Divino
Os Doze Sinais Do Seu Despertar DivinoOs Doze Sinais Do Seu Despertar Divino
Os Doze Sinais Do Seu Despertar Divino
 
Foodscapes
FoodscapesFoodscapes
Foodscapes
 
João Ubaldo EducaçãO
João Ubaldo EducaçãOJoão Ubaldo EducaçãO
João Ubaldo EducaçãO
 
Isabel Guerra Arte, ReflexãO
Isabel Guerra   Arte, ReflexãOIsabel Guerra   Arte, ReflexãO
Isabel Guerra Arte, ReflexãO
 
Leques
LequesLeques
Leques
 
Orando
OrandoOrando
Orando
 
Jogos Olimpicos 2008 Pequim
Jogos Olimpicos 2008 PequimJogos Olimpicos 2008 Pequim
Jogos Olimpicos 2008 Pequim
 
Jardins Japoneses
Jardins JaponesesJardins Japoneses
Jardins Japoneses
 
Marketing De Antigamente Fontesdiversas.Aac.Cdt.
Marketing De Antigamente   Fontesdiversas.Aac.Cdt.Marketing De Antigamente   Fontesdiversas.Aac.Cdt.
Marketing De Antigamente Fontesdiversas.Aac.Cdt.
 
Matyas Oblinski Opera Posters
Matyas Oblinski Opera PostersMatyas Oblinski Opera Posters
Matyas Oblinski Opera Posters
 
Mappemonde
MappemondeMappemonde
Mappemonde
 

Último

3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
PIB Penha
 
Especialidade Arqueologia Bíblica.pptx
Especialidade  Arqueologia  Bíblica.pptxEspecialidade  Arqueologia  Bíblica.pptx
Especialidade Arqueologia Bíblica.pptx
AlexandreJr7
 
PALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.ppt
PALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.pptPALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.ppt
PALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.ppt
FranciscoAudisio2
 
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
PIB Penha
 
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
PIB Penha
 
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
PIB Penha
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
OBrasilParaCristoRad
 
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptxApresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
AlexandreCarvalho858758
 
grabovoi apostila.pdf FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃO
grabovoi apostila.pdf  FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃOgrabovoi apostila.pdf  FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃO
grabovoi apostila.pdf FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃO
luartfelt
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
Rogério Augusto Ayres de Araujo
 
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
EdimarEdigesso
 
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
DavidBertelli3
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
AlailzaSoares1
 
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
PIB Penha
 
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
PIB Penha
 
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.128 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
PIB Penha
 
Lição 11 - Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11 -  Avivamento e a Missão da Igreja.pptxLição 11 -  Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11 - Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
LaerciodeSouzaSilva1
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
nadeclarice
 
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
PIB Penha
 

Último (20)

3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
 
Especialidade Arqueologia Bíblica.pptx
Especialidade  Arqueologia  Bíblica.pptxEspecialidade  Arqueologia  Bíblica.pptx
Especialidade Arqueologia Bíblica.pptx
 
PALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.ppt
PALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.pptPALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.ppt
PALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.ppt
 
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
 
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
 
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
 
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptxApresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
 
grabovoi apostila.pdf FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃO
grabovoi apostila.pdf  FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃOgrabovoi apostila.pdf  FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃO
grabovoi apostila.pdf FORMA CORRETA DE UTILIZAÇÃO
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
 
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
 
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
 
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
 
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
 
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.128 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
 
Lição 11 - Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11 -  Avivamento e a Missão da Igreja.pptxLição 11 -  Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11 - Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
 
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
 

OraçãO Por NóS

  • 1. ORAÇÃO A ORAÇÃO QUE CAUSOU CONTROVÉRSIA....  
  • 2. Oração de abertura no senado de Kansas.    Esta oração que foi feita em Kansas, na sessão de inauguração da 'Kansas House of Representatives .'   
  • 3. Quando se pediu ao reverendo Joe Wright que fizesse a oração de abertura no Senado de Kansas, todos esperavam  uma oração ordinária, mas isto foi o que todo escutaram:
  • 4. "Senhor, viemos diante de Ti neste dia, para Te pedir  perdão e para pedir a tua direção.    Sabemos que a tua Palavra disse: 'Maldição àqueles que  chamam "bem" ao que está "mal“, e é exatamente o que temos feito.    Temos perdido o equilíbrio espiritual e temos mudado os nossos valores.
  • 5. Temos explorado o pobre e temos chamado a isso "sorte".    Temos recompensado a preguiça e chamamo-la de "Ajuda Social".    Temos matado os nossos filhos que ainda não nasceram e temo-lo chamado “a livre escolha".    Temos abatido os nossos condenados e chamamo-lo de "justiça".
  • 6.    Temos sido negligentes ao disciplinar os nossos filhos e chamamo-lo “desenvolver a sua auto-estima .”    Temos abusado do poder e temos chamado a isso: "Política.“   Temos cobiçado os bens do nosso vizinho e a isso temo-lo chamado "ter ambição."    Temos contaminado as ondas de rádio e televisão com  muita grosseria e pornografia e temo-lo chamado "liberdade de expressão."
  • 7. Temos ridicularizado os valores estabelecidos desde há muito tempo pelos nossos ancestrais e a isto temo-lo chamado de "obsoleto e passado."    Oh Deus!, olha no profundo dos nossos corações; purifica-nos e livra-nos dos nossos pecados.    Amem.
  • 8.   A reação foi imediata. Um Parlamentar abandonou a sala durante a oração. Três outros criticaram a oração do Padre classificando a oração como “uma mensagem de intolerância.”
  • 9. . Durante as seis semanas seguintes, a Igreja  'Central Catholic Church‘ onde trabalha o sacerdote Wright recebeu mais de 5.000 chamadas telefônicas, das quais só 47 foram desfavoráveis.
  • 10. Esta Igreja recebe agora petições do mundo inteiro, da Índia, África, Ásia, para que o pároco Wright ore por eles.    O comentarista Paul Harvey difundiu esta oração na sua emissão de rádio ' The Rest of the Story ', (O Resto da História), e recebeu um acolhimento muito  mais favorável por esta emissão, que por qualquer outra.
  • 11. Com a ajuda de Deus, gostaríamos que esta oração se derramasse sobre a nossa nação, e que nasça em nossos corações o desejo de chegar a ser uma  ''Nação debaixo do olhar de Deus".
  • 12.        Se não temos o valor de nos mantermos firmes nas   nossas convicções , então cairemos diante de  qualquer outro argumento, ou inimigo.