SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 27
Baixar para ler offline
Projeto Aula
 Fundação Telefônica
   2012
  2º Encontro Presencial




Fundação Telefônica

Junho.2012
Roteiro de navegação



    •      Os multiletramentos na escola: contextualizando trabalho
           com fotografia, álbum e fotorreportagem

    •      Marcos históricos da fotografia

    •      As etapas do processo
             • A pré-produção: procedimentos
             • A edição: explorando recursos
             • A publicação




Área
                                      2
Razón Social
• Gêneros multimodais: habilidades de leitura e produção
          Álbuns fotográficos
          Fotorreportagem

  • Socialização das produções e do processo
  • Encaminhamentos


Área
                                 3
Razón Social
Alguns recortes da evolução do conceito de
                                               letramento
   Alfabetização: em sentido estrito, aquisição do
   sistema alfabético de escrita.

   Letramento: termo que começa a ser usado no
   Brasil na metade da década de 80 para designar “os
   impactos sociais da escrita”:

   “Podemos definir o letramento como um conjunto de
   práticas sociais que usam a escrita (...), em
   contextos específicos, para objetivos específicos”
   (Kleiman, 1995, p. 19)

Área
                               4
Razón Social
“... Práticas e eventos relacionados com uso, função e
      impacto social da escrita (Kleiman, 1998, p. 181)



      “... letramento é (...) o estado ou condição de indivíduos
      ou de grupos sociais de sociedades letradas que exercem
      efetivamente as práticas sociais de leitura e de escrita,
      participam competentemente de evento s de letramento”
      (Soares, 2002)


Área
                                   5
Razón Social
Evolução do INAF – Indicador Nacional de
   Alfabetismo Funcional (população de 15 a 64 anos)
               2001/ 2002/ 2003/ 2004/ 2007 2009
               2002 2003 2004 2005
                12% 13% 12% 11% 9% 7%
  Analfabeto
               27%   26%       26%   26% 25% 21%
  Rudimentar
               34%   36%       37%   38% 38% 47%
  Básico
               26%   25%       25%   26% 28% 25%
  Pleno
Área
                           6
Razón Social
Analfabetismo – Condiç ã dos que nã conseguem realizar
                          o            o
tarefas simples que envolvem a leitura de palavras e frases.
Alfabetismo rudimentar – Capacidade de localizar uma
informaç ã explícita em textos curtos e familiares (como um
            o
anú  ncio ou pequena carta).
Alfabetismo básico – Capacidade de ler e compreender
textos de mé dia extensã localizando informaç õ mesmo
                          o,                       es
que seja necessá realizar pequena inferê
                  rio                        ncia.
Alfabetizado Nível Pleno – Habilidades desenvolvidas nã      o
mais impõ    em restriç ões para compreender e interpretar
elementos usuais da sociedade letrada: leitura de textos
mais longos, relacionando suas partes, comparaç ã e      o
interpretaç ã de informaç õ
              o               es, distinç ã de fato e opiniã
                                           o                o,
realizaç ã de inferê
Área
           o         ncias e sínteses.
                                7
Razón Social
Letramento: a evolução de um conceito



LetramentoS:
• Múltiplos:da escrita (diferentessociais quediferentes esferas);
  leitura e
             diferentes práticas
                                   gêneros/
                                              envolvem o uso da


• Letramentos multissemióticos;
• Letramento digital
• Letramentos críticos
• Multiletramentos

Área
                                 8
Razón Social
Multiletramentos



  • Práticase,letradas que fazem uso de diferentes
    mídias consequentemente, de diversas
       linguagens, incluindo aquelas que circulam nas
       mais variadas culturas presentes na sala de aula,
       para além da cultura valorizada, tradicionalmente
       considerada pela escola.

                                       [Cope e Kalantzis]



Área
                               9
Razón Social
Mídias digitais

               Emancipação do leitor.
               Não linearidade – hipertexto (leitor
               navegador).).

               Hipermídias (requerem nossas ações, interação
               e colaboração).).

               Distribuição menos controlada de
               informação/comunicação – curadoria de
               conteúdo..

Área
                                      10
Razón Social
Mídias digitais


               Multissemiose..

               Dessacralização do autor e redimensionamento
               da autoria (fim dos direitos autorais?)?).




Área
                                   11
Razón Social
Multiletramentos


               Supõem:

               Outras habilidades de leitura e escrita;
               Redistribuição e remixagem das
               informações;
               Domínio de softwares de edição de
               áudio e vídeo;
               Elaboração de roteiros.
Área
                                 12
Razón Social
Multiletramentos: decorrências para a escola



               São expectativas de aprendizagens:

                Desenvolver competência técnica.
                Desenvolver mais habilidades de leitura
                e escrita - leitor navegador X leitor
                náufrago.


Área
                                   13
Razón Social
Multiletramentos: decorrências para a escola




               São expectativas de aprendizagens:

                Apropriar-se de gêneros híbridos e/ou que
                circulam em diferentes culturas, do uso das
                mídias digitais e de práticas de linguagem que
                circulam nessa esfera.




Área
                                    14
Razón Social
Multiletramentos: decorrências para a escola



               São expectativas de aprendizagens:

                Saber selecionar, tratar, analisar, redistribuir,
                remixar/transformar informações.


                Assumir um lugar protagonista.
               Usar adequadamente e eticamente a voz que
               lhe é possibilitada.

Área
                                      15
Razón Social
Multiletramentos: decorrências para a escola




               Supõe a previsão de atividades e o
               desenvolvimento de projetos multimidiáticos –
               professor deve dominar esses recursos e
               mídias.




Área
                                    16
Razón Social
PESQUISA NA ESCOLA




Área
                       17
Razón Social
Contexto Atual


      • Vivemos na chamada sociedade da informação: cada vez
        mais acesso a uma infinidade de informações que cresce
           em progressão geométrica, por meio dos mais variados
           meios.


      • Saber operar com a diversidade de informações é um
        imperativo .


      • É fundamental que a escola redistribuição e remixagem de
        seleção, avaliação, análise,
                                     trabalhe com a busca,

           informações e conteúdos


Área
                                     18
Razón Social
O que é pesquisa na escola?



  A pesquisa escolar, levando-se em conta as
  devidas proporções, possui características
  similares à pesquisa acadêmica, mas
  apresenta diferenças, sobretudo em relação a
  seus objetivos.




Área
                           19
Razón Social
A pesquisa acadêmica tem por objetivo a
       produção de novos conhecimentos, já a
       pesquisa escolar pode gerar novos
       conhecimentos, mas, em geral, trabalha
       com a reconstrução de conhecimentos já
       disponíveis. Além de conhecimentos, o
       trabalho com pesquisa na escola visa a
       aprendizagem de procedimentos.


Área
                          20
Razón Social
Tipos de pesquisas que podem ser realizados na
                                                escola




      • Pesquisa experimental
      • Pesquisa de campo
      •
      • Levantamento de dados
      • Pesquisa bibliográfica

Área
                            21
Razón Social
Por que trabalhar pesquisa na escola?



   • A pesquisaautônomo – quepara a buscar, de
     um sujeito
                é fundamental
                              sabe
                                    formação

        analisar a informação e o conhecimento em
        circulação e se posicionar frente a ele, quando
        for o caso;


   • Um meio eficiente e contextualizadoepara
     desenvolver capacidades de leitura escrita.


Área
                                22
Razón Social
Como em geral se faz pesquisa na escola?


  A pesquisa escolar tem sido concebida e utilizada como:

  • Atividade de menor importância para ajudar na nota;
  • Atividade de complementação de conteúdos;
  • Atividade para uso da tecnologia;
  • Atividade para a qual se oferece muito pouco suporte:
       – Sem objetivos ou recortes de questões claramente
       definidos
       – Descontextualizada
       – Sem o fornecimento de subsídios ou acompanhamento do
       professor

Área
                                 23
Razón Social
Como pode/ “deve” ser o trabalho com pesquisa?




  • Motivação/mobilização: deveinteresse;uma situação
    problema ou de um tema de
                                partir de


  • A questão dealgumas situações, recortada e bem ser
    definida (em
                 pesquisa deve ser
                                   esse recorte pode
       fornecido pelo professor; em outras, ensinar a
       estabelecer um recorte de pesquisa pode ser um dos
       objetivos de trabalho)



Área
                               24
Razón Social
Como pode/“deve” ser o trabalho com
                                         pesquisa? (2)


  • Dados e informações devem importante queselecionados,
    relacionados e analisados (é
                                 ser buscados,
                                               haja um
       trabalho sistemático com esses procedimentos de pesquisa
       e também com procedimentos e gêneros de apoio à
       compreensão – trabalho com estratégias e habilidades de
       leitura)

  • Produção final, trabalhar as (é preciso definir qual será a
    produção
             de um texto final
                                  características desse gênero
       além de procedimentos de paráfrase e síntese)



Área
                                  25
Razón Social
Como pode/“deve” ser o trabalho com
                                          pesquisa? (3)


      • Socialização dostodos pesquisam as mesmas questões
        sentido (quando
                         resultados. É preciso que ela faça

           a partir das mesmas fontes não faz muito sentido
           socializar). É preciso também prever como ela se dará.




Área
                                     26
Razón Social
Área
               27
Razón Social

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Leitura e escrita na cibercultura
Leitura e escrita na ciberculturaLeitura e escrita na cibercultura
Leitura e escrita na ciberculturaFabrício Garrido
 
Literacia digital barcelos 2012
Literacia digital barcelos 2012Literacia digital barcelos 2012
Literacia digital barcelos 2012Manuela Nunes
 
Letramento Digital_Tecnologias e aprendizagem para o desenvolvimento humano
Letramento Digital_Tecnologias e aprendizagem para o desenvolvimento humanoLetramento Digital_Tecnologias e aprendizagem para o desenvolvimento humano
Letramento Digital_Tecnologias e aprendizagem para o desenvolvimento humanoMila Gonçalves
 
As narrativas digitais no Pibid Pedagogia rastros de uma pesquisa-formação
As narrativas digitais no Pibid Pedagogia rastros de uma pesquisa-formaçãoAs narrativas digitais no Pibid Pedagogia rastros de uma pesquisa-formação
As narrativas digitais no Pibid Pedagogia rastros de uma pesquisa-formaçãoArlene Oliveira
 
Literacia Digital e Literacia da Informação
Literacia Digital e Literacia da InformaçãoLiteracia Digital e Literacia da Informação
Literacia Digital e Literacia da InformaçãoAna Loureiro
 
Tic@portugal18 - Dispositivos móveis na sala de aula: perspetivas de abordag...
Tic@portugal18 -  Dispositivos móveis na sala de aula: perspetivas de abordag...Tic@portugal18 -  Dispositivos móveis na sala de aula: perspetivas de abordag...
Tic@portugal18 - Dispositivos móveis na sala de aula: perspetivas de abordag...Luisa Lopes
 
Práticas de letramento digital no skoob
Práticas de letramento digital no skoobPráticas de letramento digital no skoob
Práticas de letramento digital no skoobSérgio Filho
 
Um pouco de teoria sobre multimodalidade e multiletramentos. Parte 4.2 - Inf...
Um pouco de teoria  sobre multimodalidade e multiletramentos. Parte 4.2 - Inf...Um pouco de teoria  sobre multimodalidade e multiletramentos. Parte 4.2 - Inf...
Um pouco de teoria sobre multimodalidade e multiletramentos. Parte 4.2 - Inf...Gonzalo Abio
 
Letramento informacional em bibliotecas públicas
Letramento informacional em bibliotecas públicasLetramento informacional em bibliotecas públicas
Letramento informacional em bibliotecas públicasVanessa Biff
 
Ativos Socioculturais e Interconexão - Piracicaba e Limeira
Ativos Socioculturais e Interconexão - Piracicaba e LimeiraAtivos Socioculturais e Interconexão - Piracicaba e Limeira
Ativos Socioculturais e Interconexão - Piracicaba e LimeiraAndré Martinez
 
O COMPUTADOR COMO RECURSO TECNOLÓGICO PARA INSTIGAR A MOTIVAÇÃO NA APRENDIZAGEM
O COMPUTADOR COMO RECURSO TECNOLÓGICO PARA INSTIGAR A MOTIVAÇÃO NA APRENDIZAGEMO COMPUTADOR COMO RECURSO TECNOLÓGICO PARA INSTIGAR A MOTIVAÇÃO NA APRENDIZAGEM
O COMPUTADOR COMO RECURSO TECNOLÓGICO PARA INSTIGAR A MOTIVAÇÃO NA APRENDIZAGEMincluirdigital
 
Infográficos na educação e no ensino de línguas
Infográficos na educação e no ensino de línguasInfográficos na educação e no ensino de línguas
Infográficos na educação e no ensino de línguasGonzalo Abio
 
As linguagens midiáticas na educação infantil 16 09
As linguagens midiáticas na educação infantil 16 09As linguagens midiáticas na educação infantil 16 09
As linguagens midiáticas na educação infantil 16 09Tania
 
Literacia da informação - parte 1
Literacia da informação - parte 1Literacia da informação - parte 1
Literacia da informação - parte 1Manuela Silva
 
Pre escolar - Projeto das literacias
Pre escolar - Projeto das literacias Pre escolar - Projeto das literacias
Pre escolar - Projeto das literacias António Sérgio
 

Mais procurados (20)

Leitura e escrita na cibercultura
Leitura e escrita na ciberculturaLeitura e escrita na cibercultura
Leitura e escrita na cibercultura
 
Literacia digital barcelos 2012
Literacia digital barcelos 2012Literacia digital barcelos 2012
Literacia digital barcelos 2012
 
Letramento Digital_Tecnologias e aprendizagem para o desenvolvimento humano
Letramento Digital_Tecnologias e aprendizagem para o desenvolvimento humanoLetramento Digital_Tecnologias e aprendizagem para o desenvolvimento humano
Letramento Digital_Tecnologias e aprendizagem para o desenvolvimento humano
 
As narrativas digitais no Pibid Pedagogia rastros de uma pesquisa-formação
As narrativas digitais no Pibid Pedagogia rastros de uma pesquisa-formaçãoAs narrativas digitais no Pibid Pedagogia rastros de uma pesquisa-formação
As narrativas digitais no Pibid Pedagogia rastros de uma pesquisa-formação
 
Literacia digital
Literacia digitalLiteracia digital
Literacia digital
 
Literacia Digital e Literacia da Informação
Literacia Digital e Literacia da InformaçãoLiteracia Digital e Literacia da Informação
Literacia Digital e Literacia da Informação
 
Tic@portugal18 - Dispositivos móveis na sala de aula: perspetivas de abordag...
Tic@portugal18 -  Dispositivos móveis na sala de aula: perspetivas de abordag...Tic@portugal18 -  Dispositivos móveis na sala de aula: perspetivas de abordag...
Tic@portugal18 - Dispositivos móveis na sala de aula: perspetivas de abordag...
 
Práticas de letramento digital no skoob
Práticas de letramento digital no skoobPráticas de letramento digital no skoob
Práticas de letramento digital no skoob
 
Um pouco de teoria sobre multimodalidade e multiletramentos. Parte 4.2 - Inf...
Um pouco de teoria  sobre multimodalidade e multiletramentos. Parte 4.2 - Inf...Um pouco de teoria  sobre multimodalidade e multiletramentos. Parte 4.2 - Inf...
Um pouco de teoria sobre multimodalidade e multiletramentos. Parte 4.2 - Inf...
 
Letramento informacional em bibliotecas públicas
Letramento informacional em bibliotecas públicasLetramento informacional em bibliotecas públicas
Letramento informacional em bibliotecas públicas
 
CCA NAIA 2011
CCA NAIA 2011CCA NAIA 2011
CCA NAIA 2011
 
Ativos Socioculturais e Interconexão - Piracicaba e Limeira
Ativos Socioculturais e Interconexão - Piracicaba e LimeiraAtivos Socioculturais e Interconexão - Piracicaba e Limeira
Ativos Socioculturais e Interconexão - Piracicaba e Limeira
 
Letramento Digital
Letramento DigitalLetramento Digital
Letramento Digital
 
O COMPUTADOR COMO RECURSO TECNOLÓGICO PARA INSTIGAR A MOTIVAÇÃO NA APRENDIZAGEM
O COMPUTADOR COMO RECURSO TECNOLÓGICO PARA INSTIGAR A MOTIVAÇÃO NA APRENDIZAGEMO COMPUTADOR COMO RECURSO TECNOLÓGICO PARA INSTIGAR A MOTIVAÇÃO NA APRENDIZAGEM
O COMPUTADOR COMO RECURSO TECNOLÓGICO PARA INSTIGAR A MOTIVAÇÃO NA APRENDIZAGEM
 
Infográficos na educação e no ensino de línguas
Infográficos na educação e no ensino de línguasInfográficos na educação e no ensino de línguas
Infográficos na educação e no ensino de línguas
 
Francisco 9º ano
Francisco 9º anoFrancisco 9º ano
Francisco 9º ano
 
As linguagens midiáticas na educação infantil 16 09
As linguagens midiáticas na educação infantil 16 09As linguagens midiáticas na educação infantil 16 09
As linguagens midiáticas na educação infantil 16 09
 
Literacia da informação - parte 1
Literacia da informação - parte 1Literacia da informação - parte 1
Literacia da informação - parte 1
 
Pre escolar - Projeto das literacias
Pre escolar - Projeto das literacias Pre escolar - Projeto das literacias
Pre escolar - Projeto das literacias
 
Pme 2 2012_b
Pme 2 2012_bPme 2 2012_b
Pme 2 2012_b
 

Semelhante a Projeto Aula Fundação Telefônica

Inter-Ações e Aprendizado no Século 21: Promoção da Competência Informacional...
Inter-Ações e Aprendizado no Século 21: Promoção da Competência Informacional...Inter-Ações e Aprendizado no Século 21: Promoção da Competência Informacional...
Inter-Ações e Aprendizado no Século 21: Promoção da Competência Informacional...Elisabeth Dudziak
 
Ft workshop competências do século xxi
Ft workshop competências do século xxiFt workshop competências do século xxi
Ft workshop competências do século xxiRafael Parente
 
Leitur@s_bibliotecas sem fronteiras
Leitur@s_bibliotecas sem fronteirasLeitur@s_bibliotecas sem fronteiras
Leitur@s_bibliotecas sem fronteirasertedgidc
 
Competência em Informação é um elemento essencial e inerente na educação do S...
Competência em Informação é um elemento essencial e inerente na educação do S...Competência em Informação é um elemento essencial e inerente na educação do S...
Competência em Informação é um elemento essencial e inerente na educação do S...Elisabeth Dudziak
 
Projeto de integração das literacias nas aprendizagens - Pré escolar e 1º ciclo
Projeto de integração das literacias nas aprendizagens - Pré escolar e 1º cicloProjeto de integração das literacias nas aprendizagens - Pré escolar e 1º ciclo
Projeto de integração das literacias nas aprendizagens - Pré escolar e 1º cicloAntónio Sérgio
 
Apresent_enc_bibliotecas sem fronteiras
Apresent_enc_bibliotecas sem fronteirasApresent_enc_bibliotecas sem fronteiras
Apresent_enc_bibliotecas sem fronteirasTeresa Pombo
 
Pré-Projeto Mídias Sociais na educação
Pré-Projeto Mídias Sociais na educaçãoPré-Projeto Mídias Sociais na educação
Pré-Projeto Mídias Sociais na educaçãoCristiane Coimbra
 
Bib 2.0
Bib 2.0Bib 2.0
Bib 2.0gigilu
 
Tecnologias educacionais, para quem precisa se incluir
Tecnologias educacionais, para quem precisa se incluirTecnologias educacionais, para quem precisa se incluir
Tecnologias educacionais, para quem precisa se incluirElis Zampieri
 
TR28_G02_Ana Flávia Camboim
TR28_G02_Ana Flávia CamboimTR28_G02_Ana Flávia Camboim
TR28_G02_Ana Flávia CamboimAna Flávia Luna
 
Sessão 5 tarefa 1 - adosinda pires....
Sessão 5   tarefa 1 - adosinda pires....Sessão 5   tarefa 1 - adosinda pires....
Sessão 5 tarefa 1 - adosinda pires....zyzypires
 
2º ciclo projeto das literacias
2º ciclo projeto das literacias 2º ciclo projeto das literacias
2º ciclo projeto das literacias António Sérgio
 
E-DUCATIVO: proposta de interface das principais telas para um software de au...
E-DUCATIVO: proposta de interface das principais telas para um software de au...E-DUCATIVO: proposta de interface das principais telas para um software de au...
E-DUCATIVO: proposta de interface das principais telas para um software de au...Marcus Pessoa
 
Competência informacional conheceresaber
Competência informacional conheceresaberCompetência informacional conheceresaber
Competência informacional conheceresaberVeraCantoia
 

Semelhante a Projeto Aula Fundação Telefônica (20)

Planos_de_LINGUAGENS 1.pptx
Planos_de_LINGUAGENS 1.pptxPlanos_de_LINGUAGENS 1.pptx
Planos_de_LINGUAGENS 1.pptx
 
Inter-Ações e Aprendizado no Século 21: Promoção da Competência Informacional...
Inter-Ações e Aprendizado no Século 21: Promoção da Competência Informacional...Inter-Ações e Aprendizado no Século 21: Promoção da Competência Informacional...
Inter-Ações e Aprendizado no Século 21: Promoção da Competência Informacional...
 
Ft workshop competências do século xxi
Ft workshop competências do século xxiFt workshop competências do século xxi
Ft workshop competências do século xxi
 
Paulo
PauloPaulo
Paulo
 
Leitur@s_bibliotecas sem fronteiras
Leitur@s_bibliotecas sem fronteirasLeitur@s_bibliotecas sem fronteiras
Leitur@s_bibliotecas sem fronteiras
 
Competência em Informação é um elemento essencial e inerente na educação do S...
Competência em Informação é um elemento essencial e inerente na educação do S...Competência em Informação é um elemento essencial e inerente na educação do S...
Competência em Informação é um elemento essencial e inerente na educação do S...
 
Projeto de integração das literacias nas aprendizagens - Pré escolar e 1º ciclo
Projeto de integração das literacias nas aprendizagens - Pré escolar e 1º cicloProjeto de integração das literacias nas aprendizagens - Pré escolar e 1º ciclo
Projeto de integração das literacias nas aprendizagens - Pré escolar e 1º ciclo
 
Apresent_enc_bibliotecas sem fronteiras
Apresent_enc_bibliotecas sem fronteirasApresent_enc_bibliotecas sem fronteiras
Apresent_enc_bibliotecas sem fronteiras
 
Pré-Projeto Mídias Sociais na educação
Pré-Projeto Mídias Sociais na educaçãoPré-Projeto Mídias Sociais na educação
Pré-Projeto Mídias Sociais na educação
 
Promoção da leitura
Promoção da leituraPromoção da leitura
Promoção da leitura
 
Prática de leitura
Prática de leituraPrática de leitura
Prática de leitura
 
Bib 2.0
Bib 2.0Bib 2.0
Bib 2.0
 
Tecnologias educacionais, para quem precisa se incluir
Tecnologias educacionais, para quem precisa se incluirTecnologias educacionais, para quem precisa se incluir
Tecnologias educacionais, para quem precisa se incluir
 
TR28_G02_Ana Flávia Camboim
TR28_G02_Ana Flávia CamboimTR28_G02_Ana Flávia Camboim
TR28_G02_Ana Flávia Camboim
 
Sessão 5 tarefa 1 - adosinda pires....
Sessão 5   tarefa 1 - adosinda pires....Sessão 5   tarefa 1 - adosinda pires....
Sessão 5 tarefa 1 - adosinda pires....
 
Robótica Educacional
Robótica EducacionalRobótica Educacional
Robótica Educacional
 
2º ciclo projeto das literacias
2º ciclo projeto das literacias 2º ciclo projeto das literacias
2º ciclo projeto das literacias
 
E-DUCATIVO: proposta de interface das principais telas para um software de au...
E-DUCATIVO: proposta de interface das principais telas para um software de au...E-DUCATIVO: proposta de interface das principais telas para um software de au...
E-DUCATIVO: proposta de interface das principais telas para um software de au...
 
Be E Desenv Comp Li
Be E Desenv Comp LiBe E Desenv Comp Li
Be E Desenv Comp Li
 
Competência informacional conheceresaber
Competência informacional conheceresaberCompetência informacional conheceresaber
Competência informacional conheceresaber
 

Mais de blogbrasil

Boletim aft 10_revisado
Boletim aft 10_revisadoBoletim aft 10_revisado
Boletim aft 10_revisadoblogbrasil
 
Aft tutorial 1 teste de nivelamento_final_03 10
Aft tutorial 1 teste de nivelamento_final_03 10Aft tutorial 1 teste de nivelamento_final_03 10
Aft tutorial 1 teste de nivelamento_final_03 10blogbrasil
 
Tutorial 1 teste de nivelamento
Tutorial 1 teste de nivelamentoTutorial 1 teste de nivelamento
Tutorial 1 teste de nivelamentoblogbrasil
 
Boletim aft 09
Boletim aft 09Boletim aft 09
Boletim aft 09blogbrasil
 
Boletim aft 08_revisado
Boletim aft 08_revisadoBoletim aft 08_revisado
Boletim aft 08_revisadoblogbrasil
 
Boletim aft 07
Boletim aft 07Boletim aft 07
Boletim aft 07blogbrasil
 
Boletim aft 06_
Boletim aft 06_Boletim aft 06_
Boletim aft 06_blogbrasil
 
Boletim aft 05
Boletim aft 05Boletim aft 05
Boletim aft 05blogbrasil
 
Boletim aft 03_revisado
Boletim aft 03_revisadoBoletim aft 03_revisado
Boletim aft 03_revisadoblogbrasil
 
Aft boletim informativo 01
Aft boletim informativo 01Aft boletim informativo 01
Aft boletim informativo 01blogbrasil
 
Boletim aft 02_para blog
Boletim aft 02_para blogBoletim aft 02_para blog
Boletim aft 02_para blogblogbrasil
 
Boletim aft 02_para blog
Boletim aft 02_para blogBoletim aft 02_para blog
Boletim aft 02_para blogblogbrasil
 
Noticias boaspraticas recursos
Noticias boaspraticas recursosNoticias boaspraticas recursos
Noticias boaspraticas recursosblogbrasil
 
Tutorial audacity
Tutorial audacityTutorial audacity
Tutorial audacityblogbrasil
 
Boletim 19 certificados
Boletim 19 certificadosBoletim 19 certificados
Boletim 19 certificadosblogbrasil
 
Aft boletim informativo_18
Aft boletim informativo_18Aft boletim informativo_18
Aft boletim informativo_18blogbrasil
 
Aft boletim informativo_17_vermelho
Aft boletim informativo_17_vermelhoAft boletim informativo_17_vermelho
Aft boletim informativo_17_vermelhoblogbrasil
 
Aft boletim informativo_17_verde
Aft boletim informativo_17_verdeAft boletim informativo_17_verde
Aft boletim informativo_17_verdeblogbrasil
 
Aft boletim informativo_17_azul
Aft boletim informativo_17_azulAft boletim informativo_17_azul
Aft boletim informativo_17_azulblogbrasil
 
Aft boletim informativo_avaliação
Aft boletim informativo_avaliaçãoAft boletim informativo_avaliação
Aft boletim informativo_avaliaçãoblogbrasil
 

Mais de blogbrasil (20)

Boletim aft 10_revisado
Boletim aft 10_revisadoBoletim aft 10_revisado
Boletim aft 10_revisado
 
Aft tutorial 1 teste de nivelamento_final_03 10
Aft tutorial 1 teste de nivelamento_final_03 10Aft tutorial 1 teste de nivelamento_final_03 10
Aft tutorial 1 teste de nivelamento_final_03 10
 
Tutorial 1 teste de nivelamento
Tutorial 1 teste de nivelamentoTutorial 1 teste de nivelamento
Tutorial 1 teste de nivelamento
 
Boletim aft 09
Boletim aft 09Boletim aft 09
Boletim aft 09
 
Boletim aft 08_revisado
Boletim aft 08_revisadoBoletim aft 08_revisado
Boletim aft 08_revisado
 
Boletim aft 07
Boletim aft 07Boletim aft 07
Boletim aft 07
 
Boletim aft 06_
Boletim aft 06_Boletim aft 06_
Boletim aft 06_
 
Boletim aft 05
Boletim aft 05Boletim aft 05
Boletim aft 05
 
Boletim aft 03_revisado
Boletim aft 03_revisadoBoletim aft 03_revisado
Boletim aft 03_revisado
 
Aft boletim informativo 01
Aft boletim informativo 01Aft boletim informativo 01
Aft boletim informativo 01
 
Boletim aft 02_para blog
Boletim aft 02_para blogBoletim aft 02_para blog
Boletim aft 02_para blog
 
Boletim aft 02_para blog
Boletim aft 02_para blogBoletim aft 02_para blog
Boletim aft 02_para blog
 
Noticias boaspraticas recursos
Noticias boaspraticas recursosNoticias boaspraticas recursos
Noticias boaspraticas recursos
 
Tutorial audacity
Tutorial audacityTutorial audacity
Tutorial audacity
 
Boletim 19 certificados
Boletim 19 certificadosBoletim 19 certificados
Boletim 19 certificados
 
Aft boletim informativo_18
Aft boletim informativo_18Aft boletim informativo_18
Aft boletim informativo_18
 
Aft boletim informativo_17_vermelho
Aft boletim informativo_17_vermelhoAft boletim informativo_17_vermelho
Aft boletim informativo_17_vermelho
 
Aft boletim informativo_17_verde
Aft boletim informativo_17_verdeAft boletim informativo_17_verde
Aft boletim informativo_17_verde
 
Aft boletim informativo_17_azul
Aft boletim informativo_17_azulAft boletim informativo_17_azul
Aft boletim informativo_17_azul
 
Aft boletim informativo_avaliação
Aft boletim informativo_avaliaçãoAft boletim informativo_avaliação
Aft boletim informativo_avaliação
 

Projeto Aula Fundação Telefônica

  • 1. Projeto Aula Fundação Telefônica 2012 2º Encontro Presencial Fundação Telefônica Junho.2012
  • 2. Roteiro de navegação • Os multiletramentos na escola: contextualizando trabalho com fotografia, álbum e fotorreportagem • Marcos históricos da fotografia • As etapas do processo • A pré-produção: procedimentos • A edição: explorando recursos • A publicação Área 2 Razón Social
  • 3. • Gêneros multimodais: habilidades de leitura e produção  Álbuns fotográficos  Fotorreportagem • Socialização das produções e do processo • Encaminhamentos Área 3 Razón Social
  • 4. Alguns recortes da evolução do conceito de letramento Alfabetização: em sentido estrito, aquisição do sistema alfabético de escrita. Letramento: termo que começa a ser usado no Brasil na metade da década de 80 para designar “os impactos sociais da escrita”: “Podemos definir o letramento como um conjunto de práticas sociais que usam a escrita (...), em contextos específicos, para objetivos específicos” (Kleiman, 1995, p. 19) Área 4 Razón Social
  • 5. “... Práticas e eventos relacionados com uso, função e impacto social da escrita (Kleiman, 1998, p. 181) “... letramento é (...) o estado ou condição de indivíduos ou de grupos sociais de sociedades letradas que exercem efetivamente as práticas sociais de leitura e de escrita, participam competentemente de evento s de letramento” (Soares, 2002) Área 5 Razón Social
  • 6. Evolução do INAF – Indicador Nacional de Alfabetismo Funcional (população de 15 a 64 anos) 2001/ 2002/ 2003/ 2004/ 2007 2009 2002 2003 2004 2005 12% 13% 12% 11% 9% 7% Analfabeto 27% 26% 26% 26% 25% 21% Rudimentar 34% 36% 37% 38% 38% 47% Básico 26% 25% 25% 26% 28% 25% Pleno Área 6 Razón Social
  • 7. Analfabetismo – Condiç ã dos que nã conseguem realizar o o tarefas simples que envolvem a leitura de palavras e frases. Alfabetismo rudimentar – Capacidade de localizar uma informaç ã explícita em textos curtos e familiares (como um o anú ncio ou pequena carta). Alfabetismo básico – Capacidade de ler e compreender textos de mé dia extensã localizando informaç õ mesmo o, es que seja necessá realizar pequena inferê rio ncia. Alfabetizado Nível Pleno – Habilidades desenvolvidas nã o mais impõ em restriç ões para compreender e interpretar elementos usuais da sociedade letrada: leitura de textos mais longos, relacionando suas partes, comparaç ã e o interpretaç ã de informaç õ o es, distinç ã de fato e opiniã o o, realizaç ã de inferê Área o ncias e sínteses. 7 Razón Social
  • 8. Letramento: a evolução de um conceito LetramentoS: • Múltiplos:da escrita (diferentessociais quediferentes esferas); leitura e diferentes práticas gêneros/ envolvem o uso da • Letramentos multissemióticos; • Letramento digital • Letramentos críticos • Multiletramentos Área 8 Razón Social
  • 9. Multiletramentos • Práticase,letradas que fazem uso de diferentes mídias consequentemente, de diversas linguagens, incluindo aquelas que circulam nas mais variadas culturas presentes na sala de aula, para além da cultura valorizada, tradicionalmente considerada pela escola. [Cope e Kalantzis] Área 9 Razón Social
  • 10. Mídias digitais Emancipação do leitor. Não linearidade – hipertexto (leitor navegador).). Hipermídias (requerem nossas ações, interação e colaboração).). Distribuição menos controlada de informação/comunicação – curadoria de conteúdo.. Área 10 Razón Social
  • 11. Mídias digitais Multissemiose.. Dessacralização do autor e redimensionamento da autoria (fim dos direitos autorais?)?). Área 11 Razón Social
  • 12. Multiletramentos Supõem: Outras habilidades de leitura e escrita; Redistribuição e remixagem das informações; Domínio de softwares de edição de áudio e vídeo; Elaboração de roteiros. Área 12 Razón Social
  • 13. Multiletramentos: decorrências para a escola São expectativas de aprendizagens: Desenvolver competência técnica. Desenvolver mais habilidades de leitura e escrita - leitor navegador X leitor náufrago. Área 13 Razón Social
  • 14. Multiletramentos: decorrências para a escola São expectativas de aprendizagens: Apropriar-se de gêneros híbridos e/ou que circulam em diferentes culturas, do uso das mídias digitais e de práticas de linguagem que circulam nessa esfera. Área 14 Razón Social
  • 15. Multiletramentos: decorrências para a escola São expectativas de aprendizagens: Saber selecionar, tratar, analisar, redistribuir, remixar/transformar informações. Assumir um lugar protagonista. Usar adequadamente e eticamente a voz que lhe é possibilitada. Área 15 Razón Social
  • 16. Multiletramentos: decorrências para a escola Supõe a previsão de atividades e o desenvolvimento de projetos multimidiáticos – professor deve dominar esses recursos e mídias. Área 16 Razón Social
  • 17. PESQUISA NA ESCOLA Área 17 Razón Social
  • 18. Contexto Atual • Vivemos na chamada sociedade da informação: cada vez mais acesso a uma infinidade de informações que cresce em progressão geométrica, por meio dos mais variados meios. • Saber operar com a diversidade de informações é um imperativo . • É fundamental que a escola redistribuição e remixagem de seleção, avaliação, análise, trabalhe com a busca, informações e conteúdos Área 18 Razón Social
  • 19. O que é pesquisa na escola? A pesquisa escolar, levando-se em conta as devidas proporções, possui características similares à pesquisa acadêmica, mas apresenta diferenças, sobretudo em relação a seus objetivos. Área 19 Razón Social
  • 20. A pesquisa acadêmica tem por objetivo a produção de novos conhecimentos, já a pesquisa escolar pode gerar novos conhecimentos, mas, em geral, trabalha com a reconstrução de conhecimentos já disponíveis. Além de conhecimentos, o trabalho com pesquisa na escola visa a aprendizagem de procedimentos. Área 20 Razón Social
  • 21. Tipos de pesquisas que podem ser realizados na escola • Pesquisa experimental • Pesquisa de campo • • Levantamento de dados • Pesquisa bibliográfica Área 21 Razón Social
  • 22. Por que trabalhar pesquisa na escola? • A pesquisaautônomo – quepara a buscar, de um sujeito é fundamental sabe formação analisar a informação e o conhecimento em circulação e se posicionar frente a ele, quando for o caso; • Um meio eficiente e contextualizadoepara desenvolver capacidades de leitura escrita. Área 22 Razón Social
  • 23. Como em geral se faz pesquisa na escola? A pesquisa escolar tem sido concebida e utilizada como: • Atividade de menor importância para ajudar na nota; • Atividade de complementação de conteúdos; • Atividade para uso da tecnologia; • Atividade para a qual se oferece muito pouco suporte: – Sem objetivos ou recortes de questões claramente definidos – Descontextualizada – Sem o fornecimento de subsídios ou acompanhamento do professor Área 23 Razón Social
  • 24. Como pode/ “deve” ser o trabalho com pesquisa? • Motivação/mobilização: deveinteresse;uma situação problema ou de um tema de partir de • A questão dealgumas situações, recortada e bem ser definida (em pesquisa deve ser esse recorte pode fornecido pelo professor; em outras, ensinar a estabelecer um recorte de pesquisa pode ser um dos objetivos de trabalho) Área 24 Razón Social
  • 25. Como pode/“deve” ser o trabalho com pesquisa? (2) • Dados e informações devem importante queselecionados, relacionados e analisados (é ser buscados, haja um trabalho sistemático com esses procedimentos de pesquisa e também com procedimentos e gêneros de apoio à compreensão – trabalho com estratégias e habilidades de leitura) • Produção final, trabalhar as (é preciso definir qual será a produção de um texto final características desse gênero além de procedimentos de paráfrase e síntese) Área 25 Razón Social
  • 26. Como pode/“deve” ser o trabalho com pesquisa? (3) • Socialização dostodos pesquisam as mesmas questões sentido (quando resultados. É preciso que ela faça a partir das mesmas fontes não faz muito sentido socializar). É preciso também prever como ela se dará. Área 26 Razón Social
  • 27. Área 27 Razón Social