SlideShare uma empresa Scribd logo
CIÊNCIAS NATURAIS – 9.º ANOCIÊNCIAS NATURAIS – 9.º ANO
UNIDADE DE ENSINO: SISTEMA CARDIORRESPIRATÓRIO
Lista de Objetivos para o 4.º teste de avaliação
Sistema Circulatório
1) Legendar esquemas representativos da morfologia do Sistema Circulatório;
2) Explicar as funções dos diversos constituintes do sangue;
Hemácias/Glóbulos Vermelhos - Células sanguíneas sem núcleo que contém hemoglobina, que é a substância
responsável pela cor vermelha. São as células mais numerosas do sangue. A principal função é o transporte do
oxigénio. É na medula dos ossos que se formam os novos glóbulos vermelhos. O sangue carregado de oxigénio tem
cor vermelho - vivo e chama-se sangue arterial. Nas células é também a hemoglobina que fixa parte do dióxido de
carbono libertado por estas e que o transporta até aos pulmões, para depois ser expulso para o exterior. O sangue,
agora mais carregado de dióxido de carbono, tem cor vermelho-escura e chama-se sangue venoso. [Transporta
oxigénio e algum dióxido de carbono]
Leucócitos/Glóbulos Brancos - Têm núcleo de forma variada. São maiores que os glóbulos vermelhos e menos
numerosos. A sua principal função é defender o organismo contra os micróbios.
Plaquetas - São fragmentos de células sem núcleo. São os elementos mais pequenos do sangue. A sua principal
função é a coagulação do sangue quando este sai dos vasos sanguíneos. No processo de coagulação do sangue
intervêm as plaquetas e também uma proteína denominada Fibrina . A ação conjunta de plaquetas e fibrina
permite formar uma camada que detém hemorragias – o coágulo. [ Coagulação do sangue]
Plasma - É um líquido transparente e amarelado onde “flutuam” as células sanguíneas. É constituído por água,
proteínas, glícidos, lípidos, vitaminas, minerais e substâncias nocivas, como o dióxido de carbono, a ureia, etc.
[Transportar nutrientes e substâncias tóxicas.]
4.ª Lista de Objetivos – Sistema Cardiorrespiratório
9.ºano
1
3) Distinguir diapedese de fagocitose;
Diapedese - Os leucócitos têm a capacidade de atravessar os vasos sanguíneos para alcançar microrganismos
patogénicos que tenham penetrado no interior do corpo – fenómeno de diapedese.
Fagocitose - Os leucócitos, após atravessarem os capilares sanguíneos, são capazes de Produzir pseudópodes, para
englobar as bactérias(ou outros microrganismos patogénicos ). Estes microrganismos são depois dirigidos no interior
do leucócito, num processo denominado – Fagocitose.
4) Mencionar situações que podem influenciar o n.º de leucócitos e de hemácias e as respectivas
consequências para a integridade do organismo;
5) Enumerar os órgãos que constituem o Sistema Circulatório;
• Coração; Vasos sanguíneos; Válvulas
6)Legendar esquemas da morfologia do coração;
7) Distinguir veias de artérias e capilares;
4.ª Lista de Objetivos – Sistema Cardiorrespiratório
9.ºano
2
8) Explicar a existência de válvulas nas veias;
• As veias têm válvulas unidireccionais chamadas válvulas venosas para prevenir o contrafluxo causado pela
gravidade. As válvulas venosas são o refluxo de sangue dentro das veias. Impedem que o sangue acumule
nas pernas.
9) Identificar o músculo cardíaco;
• O músculo do coração se chama miocárdio. Sua principal função é a contração (função muscular) e a
consequência da contração do coração produzida pelo miocárdio é o bombeamento de sangue para todo
corpo.
•
10) Identificar e distinguir as fases do ciclo cardíaco;
4.ª Lista de Objetivos – Sistema Cardiorrespiratório
9.ºano
3
11) Distinguir circulação pulmonar de circulação sistémica;
12) Descrever o trajeto do sangue na circulação pulmonar e na circulação sistémica;
13) Explicar a diferença de espessura do miocárdio nos ventrículos.
O ventrículo esquerdo é mais espesso que o ventrículo direito. Isto porque, o sangue do ventrículo direito é apenas
bombeado para os pulmões enquanto o sangue do ventrículo esquerdo é enviado para todo o corpo.
14) Identificar a constituição do Sistema Circulatório Linfático;
• Linfa;
• Vasos linfáticos;
• Gânglios Linfáticos (ou nódulos linfáticos);
• Amígdalas;
• Baço;
• Timo.
15) Mencionar as funções do Sist. Circ. Linfático;
• Equilíbrio do meio interno - transporte de substâncias e drenagem de líquidos;
• Defesa do organismo – presença de glóbulos brancos assegura a defesa contra microrganismos e outros
corpos estranhos
16) Distinguir os dois tipos de linfa;
• Linfa intersticial: fluido que se encontra nos tecidos, entre as células;
• Linfa circulante: fluido que circula no interior de vasos linfáticos;
4.ª Lista de Objetivos – Sistema Cardiorrespiratório
9.ºano
4
Sistema Respiratório
17) Definir respiração.
→ A respiração é o conjunto das trocas gasosas que ocorrem entre o ar e o sangue (oxigénio por dióxido de
carbono), ao nível dos pulmões.
18) Legendar esquemas do Sistema Respiratório.
19) Indicar as partes do sistema respiratório por onde o oxigénio passa até chegar ao sangue.
• O oxigénio entra pelas fossas nasais, passa na faringe, desce fazendo a epiglote abrir e entra no canal que
ela abriu, que é a laringe que o leva até a traqueia, então até os brônquios e depois bronquíolos, que são os
canais que levam o ar até os pulmões, e dentro dos pulmões, as plurais e alvéolos fazem a troca de dióxido
de carbono por oxigénio no sangue e esse sangue "renovado" segue direto para o coração onde é
bombeado e leva oxigénio para todas as partes do corpo.
20) Conhecer a função do muco e dos cílios presentes no nariz.
• O ar é filtrado (o nariz possui pequenos pelos); O ar é aquecido (as fossas nasais são muito irrigadas por
sangue, o que aquece o ar); O ar é humedecido (existe bastante humidade nas fossas nasais)
21) Explicar como os sons da voz humana são produzidos.
O ar passa pelas cordas vocais, elas vibram e a vibração das cordas vocais provoca a voz.
22) Explicar como é que os alvéolos nos pulmões aumentam a eficiência da respiração.
• É justamente nos alvéolos pulmonares que ocorre a troca gasosa, portanto, a alta quantidade de alvéolos
aumenta a superfície de contato dos pulmões com os vasos capilares (vasos que levam o sangue), facilitando
a hematose, que nada mais é do que a troca de gases respiratórios (oxigénio e dióxido de carbono), ou seja,
o vasos em contato com os alvéolos pulmonares permitem que o dióxido de carbono saia para os pulmões e
passem o oxigénio para o sangue.
23) Explicar o que é a hematose.
• A hematose é o processo de trocas gasosas que ocorre nos capilares sanguíneos dos alvéolos pulmonares
através da difusão de gases: oxigénio e dióxido de carbono. Devido a esse processo, mediando o sistema
respiratório e o sistema circulatório, o sangue venoso, concentrado em CO2 e convertido em sangue arterial
rico em O2, é distribuído aos tecidos do organismo para provimento das reações metabólicas das células.
4.ª Lista de Objetivos – Sistema Cardiorrespiratório
9.ºano
5
24) Explica o que acontece com o oxigénio e o dióxido de carbono quando o sangue chega aos tecidos do corpo.
.
25) Descrever resumidamente como acontece a inspiração e a expiração.
• A inspiração, que promove a entrada de ar nos pulmões, dá-se pela contração da musculatura do diafragma
e dos músculos intercostais. O diafragma abaixa e as costelas elevam-se, promovendo o aumento da caixa
torácica, com conseqüente redução da pressão interna (em relação à externa), forçando o ar a entrar nos
pulmões.
A expiração, que promove a saída de ar dos pulmões, dá-se pelo relaxamento da musculatura do diafragma
e dos músculos intercostais. O diafragma eleva-se e as costelas abaixam, o que diminui o volume da caixa
torácica, com conseqüente aumento da pressão interna, forçando o ar a sair dos pulmões
26) Explicar o que acontece quando a concentração de dióxido de carbono no sangue aumenta.
O bulbo envia uma mensagem para os músculos respiratórios e determina o processo da inspiração.
27) Indicar algumas doenças que podem afetar o sistema respiratório.
• Bronquite, rinite, sinusite, asma,gripe, constipação, faringite, cancro de pulmão, tuberculose, pneumonia.
28) Indicar sintomas de algumas doenças respiratórias (Ex: asma alérgica).
• Mal-estar geral; Falta de ar; Perda de apetite; Caquexia (perda de peso, fadiga e fraqueza); Cianose,
coloração azulada nos lábios, língua ou dedos.
29) Indica algumas doenças do sistema respiratório provocadas pelo cigarro.
• Cancro de pulmão; Cancro de boca; Cancro de laringe; Cancro de estômago; Leucemia; Enfarte do
miocárdio; Enfisema nos pulmões; Bronquite; Trombose vascular; Catarata; Aneurisma arterial; Rinite
Alérgica; Úlcera do aparelho digestivo; Infecções respiratórias; Angina.
4.ª Lista de Objetivos – Sistema Cardiorrespiratório
9.ºano
6
Hematose Celular – Trocas gasosas que ocorrem ao
nível das células
Hematose Pulmonar – Trocas gasosas que ocorrem ao
nível dos alvéolos pulmonares
30) Referir alguns efeitos da poluição do ar no organismo humano e algumas medidas para combater essa forma
de poluição.
• Podem causar irritações de pele, problemas respiratórios como a asma e também afectar os olhos, o nariz e
a garganta. A sujidade e a fuligem do ar podem entrar para os olhos das pessoas ou causar irritações na
pele. O chumbo dos fumos dos tubos de escape pode danificar os rins e o sistema nervoso. O monóxido de
carbono impede o sangue de absorver oxigénio em quantidade suficiente. As pessoas sentem-se cansadas e
não conseguem pensar ou agir com rapidez.
31) Referir porque é melhor respirar pelo nariz do que pela boca.
No nariz encontramos cílios e muco que funcionam como filtros de ar, retendo e eliminandopartículas de poeira
e microrganismos.
32) Explicar a relação existente entre a parede dos alvéolos e a função dos alvéolos.
As paredes dos alvéolos são tão finas que o oxigênio pode passar para o sangue, enquanto o dióxido de carbono
passa do sangue para o interior dos alvéolos.
33) Explicar o efeito do exercício físico no organismo humano.
Aumenta o ritmo cardíaco, frequência respiratória, hematose celular e pulmonar, a ventilação e o fluxo sanguíneo.
Bom estudo!!!
A professora: Sandra Costa
4.ª Lista de Objetivos – Sistema Cardiorrespiratório
9.ºano
7

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

ciencias-naturais-teste-sobre-minerais-e-rochas
ciencias-naturais-teste-sobre-minerais-e-rochasciencias-naturais-teste-sobre-minerais-e-rochas
ciencias-naturais-teste-sobre-minerais-e-rochas
Catarina Pereira
 
Relatório observação do sangue
Relatório observação do sangue   Relatório observação do sangue
Relatório observação do sangue
Maria Freitas
 
Ficha trabalho sist circulatório energia e excreção
Ficha trabalho  sist circulatório energia e excreçãoFicha trabalho  sist circulatório energia e excreção
Ficha trabalho sist circulatório energia e excreção
Cristina Jesus
 
Teste hgp 3 correção
Teste hgp 3   correçãoTeste hgp 3   correção
Teste hgp 3 correção
Ana Pereira
 
Ficha respiracao
Ficha respiracaoFicha respiracao
Ficha respiracao
Afectos Mala Dos
 
Tipos e Formas de Frase: Ficha de Trabalho
Tipos e Formas de Frase: Ficha de TrabalhoTipos e Formas de Frase: Ficha de Trabalho
Tipos e Formas de Frase: Ficha de Trabalho
A. Simoes
 
Teste plantas 6º
Teste plantas 6ºTeste plantas 6º
Teste plantas 6º
marcommendes
 
Sistema circulatório
Sistema circulatórioSistema circulatório
Sistema circulatório
Tânia Reis
 
Ficha resumo rochas
Ficha resumo rochasFicha resumo rochas
Ficha resumo rochas
Flavio Mendes
 
3º ano Sistema circulatório
3º ano Sistema circulatório3º ano Sistema circulatório
3º ano Sistema circulatório
Cláudia Armando Ba baptista
 
Ficha diagnóstica de matemática - 5º ano
Ficha diagnóstica de matemática - 5º anoFicha diagnóstica de matemática - 5º ano
Ficha diagnóstica de matemática - 5º ano
Agrupamento de Escolas de Mortágua
 
Função digestiva ficha
Função digestiva fichaFunção digestiva ficha
Função digestiva ficha
maalcraz
 
132790646 fichas-de-avaliacao-matematica-4-ano-150219040430-conversion-gate02
132790646 fichas-de-avaliacao-matematica-4-ano-150219040430-conversion-gate02132790646 fichas-de-avaliacao-matematica-4-ano-150219040430-conversion-gate02
132790646 fichas-de-avaliacao-matematica-4-ano-150219040430-conversion-gate02
Sónia Pereira
 
Relatorio auto avaliacao_filipe pires
Relatorio auto avaliacao_filipe piresRelatorio auto avaliacao_filipe pires
Relatorio auto avaliacao_filipe pires
Escola Básica e Secundária Professor Reynaldo dos Santos
 
6º Ano Sistema Excretor
6º Ano Sistema Excretor6º Ano Sistema Excretor
6º Ano Sistema Excretor
s1lv1alouro
 
Ficha de sequências e regularidades
Ficha de sequências e regularidadesFicha de sequências e regularidades
Ficha de sequências e regularidades
José Flausino
 
184669409 ficha-alimentos-e-sistema-digestivo-6-ano
184669409 ficha-alimentos-e-sistema-digestivo-6-ano184669409 ficha-alimentos-e-sistema-digestivo-6-ano
184669409 ficha-alimentos-e-sistema-digestivo-6-ano
Márcia Marques
 
Glícidos - Biologia & Geologia
Glícidos - Biologia & GeologiaGlícidos - Biologia & Geologia
Glícidos - Biologia & Geologia
Marisa Ferreira
 
Ficha dos determinantes possessivos e demonstrativos
Ficha dos determinantes possessivos e demonstrativosFicha dos determinantes possessivos e demonstrativos
Ficha dos determinantes possessivos e demonstrativos
Inês Robalo
 
Teste digestivo 9º b
Teste digestivo 9º bTeste digestivo 9º b
Teste digestivo 9º b
MINEDU
 

Mais procurados (20)

ciencias-naturais-teste-sobre-minerais-e-rochas
ciencias-naturais-teste-sobre-minerais-e-rochasciencias-naturais-teste-sobre-minerais-e-rochas
ciencias-naturais-teste-sobre-minerais-e-rochas
 
Relatório observação do sangue
Relatório observação do sangue   Relatório observação do sangue
Relatório observação do sangue
 
Ficha trabalho sist circulatório energia e excreção
Ficha trabalho  sist circulatório energia e excreçãoFicha trabalho  sist circulatório energia e excreção
Ficha trabalho sist circulatório energia e excreção
 
Teste hgp 3 correção
Teste hgp 3   correçãoTeste hgp 3   correção
Teste hgp 3 correção
 
Ficha respiracao
Ficha respiracaoFicha respiracao
Ficha respiracao
 
Tipos e Formas de Frase: Ficha de Trabalho
Tipos e Formas de Frase: Ficha de TrabalhoTipos e Formas de Frase: Ficha de Trabalho
Tipos e Formas de Frase: Ficha de Trabalho
 
Teste plantas 6º
Teste plantas 6ºTeste plantas 6º
Teste plantas 6º
 
Sistema circulatório
Sistema circulatórioSistema circulatório
Sistema circulatório
 
Ficha resumo rochas
Ficha resumo rochasFicha resumo rochas
Ficha resumo rochas
 
3º ano Sistema circulatório
3º ano Sistema circulatório3º ano Sistema circulatório
3º ano Sistema circulatório
 
Ficha diagnóstica de matemática - 5º ano
Ficha diagnóstica de matemática - 5º anoFicha diagnóstica de matemática - 5º ano
Ficha diagnóstica de matemática - 5º ano
 
Função digestiva ficha
Função digestiva fichaFunção digestiva ficha
Função digestiva ficha
 
132790646 fichas-de-avaliacao-matematica-4-ano-150219040430-conversion-gate02
132790646 fichas-de-avaliacao-matematica-4-ano-150219040430-conversion-gate02132790646 fichas-de-avaliacao-matematica-4-ano-150219040430-conversion-gate02
132790646 fichas-de-avaliacao-matematica-4-ano-150219040430-conversion-gate02
 
Relatorio auto avaliacao_filipe pires
Relatorio auto avaliacao_filipe piresRelatorio auto avaliacao_filipe pires
Relatorio auto avaliacao_filipe pires
 
6º Ano Sistema Excretor
6º Ano Sistema Excretor6º Ano Sistema Excretor
6º Ano Sistema Excretor
 
Ficha de sequências e regularidades
Ficha de sequências e regularidadesFicha de sequências e regularidades
Ficha de sequências e regularidades
 
184669409 ficha-alimentos-e-sistema-digestivo-6-ano
184669409 ficha-alimentos-e-sistema-digestivo-6-ano184669409 ficha-alimentos-e-sistema-digestivo-6-ano
184669409 ficha-alimentos-e-sistema-digestivo-6-ano
 
Glícidos - Biologia & Geologia
Glícidos - Biologia & GeologiaGlícidos - Biologia & Geologia
Glícidos - Biologia & Geologia
 
Ficha dos determinantes possessivos e demonstrativos
Ficha dos determinantes possessivos e demonstrativosFicha dos determinantes possessivos e demonstrativos
Ficha dos determinantes possessivos e demonstrativos
 
Teste digestivo 9º b
Teste digestivo 9º bTeste digestivo 9º b
Teste digestivo 9º b
 

Semelhante a Objetivos Ciências Naturais - Teste nº4

Sistema Respiratório
Sistema RespiratórioSistema Respiratório
Sistema Respiratório
Jane Saint
 
Aula sobre sistema circulatório bio.pptx
Aula sobre sistema circulatório bio.pptxAula sobre sistema circulatório bio.pptx
Aula sobre sistema circulatório bio.pptx
KarolineReis17
 
Aula 12 sistema respiratório
Aula 12   sistema respiratórioAula 12   sistema respiratório
Aula 12 sistema respiratório
Jonatas Carlos
 
Sistema respiratório
Sistema respiratórioSistema respiratório
Sistema respiratório
Mariana Sofia
 
Fisiologia sistema respiratório
Fisiologia sistema respiratórioFisiologia sistema respiratório
Fisiologia sistema respiratório
Raul Tomé
 
Doenças cardio respiratórias e actividade física
Doenças cardio respiratórias e actividade física Doenças cardio respiratórias e actividade física
Doenças cardio respiratórias e actividade física
Joana Azevedo
 
AULA 2 fisiologia sistema respiratorio.pptx
AULA 2 fisiologia sistema respiratorio.pptxAULA 2 fisiologia sistema respiratorio.pptx
AULA 2 fisiologia sistema respiratorio.pptx
EdsondaRitaEgidioArm
 
AULA 2 fisiologia sistema respiratorio.pptx
AULA 2 fisiologia sistema respiratorio.pptxAULA 2 fisiologia sistema respiratorio.pptx
AULA 2 fisiologia sistema respiratorio.pptx
EdsondaRitaEgidioArm
 
SISTEMA  RESPIRATÓRIO
SISTEMA  RESPIRATÓRIOSISTEMA  RESPIRATÓRIO
SISTEMA  RESPIRATÓRIO
RubensRafael4
 
Insuficiência respiratória
Insuficiência respiratóriaInsuficiência respiratória
Insuficiência respiratória
Simone Alvarenga
 
Sistema Circulatório
Sistema CirculatórioSistema Circulatório
Sistema Circulatório
MariaJoão Agualuza
 
Sistema respiratório e renal_Antônio
Sistema respiratório e renal_AntônioSistema respiratório e renal_Antônio
Sistema respiratório e renal_Antônio
Marcia Regina
 
organismo em equilíbrio-sistema cardio-respiratório 9º ano ,Ciências da Natureza
organismo em equilíbrio-sistema cardio-respiratório 9º ano ,Ciências da Naturezaorganismo em equilíbrio-sistema cardio-respiratório 9º ano ,Ciências da Natureza
organismo em equilíbrio-sistema cardio-respiratório 9º ano ,Ciências da Natureza
Yolanda Maria
 
atividade._ciencias_8o_ano.sistema cardiovascularpdf
atividade._ciencias_8o_ano.sistema cardiovascularpdfatividade._ciencias_8o_ano.sistema cardiovascularpdf
atividade._ciencias_8o_ano.sistema cardiovascularpdf
Nivea Neves
 
Sistema respiratório
Sistema respiratórioSistema respiratório
Sistema respiratório
MariaJoão Agualuza
 
Sistema respiratório- fisiologia
Sistema respiratório- fisiologiaSistema respiratório- fisiologia
Sistema respiratório- fisiologia
PauloHenrique350
 
SISTEMA  RESPIRATÓRIO
SISTEMA  RESPIRATÓRIOSISTEMA  RESPIRATÓRIO
SISTEMA  RESPIRATÓRIO
RubensRafael4
 
SISTEMA  RESPIRATÓRIO
SISTEMA  RESPIRATÓRIOSISTEMA  RESPIRATÓRIO
SISTEMA  RESPIRATÓRIO
RubensRafael4
 
SISTEMA  RESPIRATÓRIO.ppt
SISTEMA  RESPIRATÓRIO.pptSISTEMA  RESPIRATÓRIO.ppt
SISTEMA  RESPIRATÓRIO.ppt
MizaelCarvalho5
 
Corpo humano
Corpo humanoCorpo humano
Corpo humano
Paulo Gabriel
 

Semelhante a Objetivos Ciências Naturais - Teste nº4 (20)

Sistema Respiratório
Sistema RespiratórioSistema Respiratório
Sistema Respiratório
 
Aula sobre sistema circulatório bio.pptx
Aula sobre sistema circulatório bio.pptxAula sobre sistema circulatório bio.pptx
Aula sobre sistema circulatório bio.pptx
 
Aula 12 sistema respiratório
Aula 12   sistema respiratórioAula 12   sistema respiratório
Aula 12 sistema respiratório
 
Sistema respiratório
Sistema respiratórioSistema respiratório
Sistema respiratório
 
Fisiologia sistema respiratório
Fisiologia sistema respiratórioFisiologia sistema respiratório
Fisiologia sistema respiratório
 
Doenças cardio respiratórias e actividade física
Doenças cardio respiratórias e actividade física Doenças cardio respiratórias e actividade física
Doenças cardio respiratórias e actividade física
 
AULA 2 fisiologia sistema respiratorio.pptx
AULA 2 fisiologia sistema respiratorio.pptxAULA 2 fisiologia sistema respiratorio.pptx
AULA 2 fisiologia sistema respiratorio.pptx
 
AULA 2 fisiologia sistema respiratorio.pptx
AULA 2 fisiologia sistema respiratorio.pptxAULA 2 fisiologia sistema respiratorio.pptx
AULA 2 fisiologia sistema respiratorio.pptx
 
SISTEMA  RESPIRATÓRIO
SISTEMA  RESPIRATÓRIOSISTEMA  RESPIRATÓRIO
SISTEMA  RESPIRATÓRIO
 
Insuficiência respiratória
Insuficiência respiratóriaInsuficiência respiratória
Insuficiência respiratória
 
Sistema Circulatório
Sistema CirculatórioSistema Circulatório
Sistema Circulatório
 
Sistema respiratório e renal_Antônio
Sistema respiratório e renal_AntônioSistema respiratório e renal_Antônio
Sistema respiratório e renal_Antônio
 
organismo em equilíbrio-sistema cardio-respiratório 9º ano ,Ciências da Natureza
organismo em equilíbrio-sistema cardio-respiratório 9º ano ,Ciências da Naturezaorganismo em equilíbrio-sistema cardio-respiratório 9º ano ,Ciências da Natureza
organismo em equilíbrio-sistema cardio-respiratório 9º ano ,Ciências da Natureza
 
atividade._ciencias_8o_ano.sistema cardiovascularpdf
atividade._ciencias_8o_ano.sistema cardiovascularpdfatividade._ciencias_8o_ano.sistema cardiovascularpdf
atividade._ciencias_8o_ano.sistema cardiovascularpdf
 
Sistema respiratório
Sistema respiratórioSistema respiratório
Sistema respiratório
 
Sistema respiratório- fisiologia
Sistema respiratório- fisiologiaSistema respiratório- fisiologia
Sistema respiratório- fisiologia
 
SISTEMA  RESPIRATÓRIO
SISTEMA  RESPIRATÓRIOSISTEMA  RESPIRATÓRIO
SISTEMA  RESPIRATÓRIO
 
SISTEMA  RESPIRATÓRIO
SISTEMA  RESPIRATÓRIOSISTEMA  RESPIRATÓRIO
SISTEMA  RESPIRATÓRIO
 
SISTEMA  RESPIRATÓRIO.ppt
SISTEMA  RESPIRATÓRIO.pptSISTEMA  RESPIRATÓRIO.ppt
SISTEMA  RESPIRATÓRIO.ppt
 
Corpo humano
Corpo humanoCorpo humano
Corpo humano
 

Mais de Maria Freitas

The Virgin Suicides - "Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first perso...
The Virgin Suicides - "Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first perso...The Virgin Suicides - "Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first perso...
The Virgin Suicides - "Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first perso...
Maria Freitas
 
“Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first person plural?” - The Virg...
 “Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first person plural?” - The Virg... “Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first person plural?” - The Virg...
“Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first person plural?” - The Virg...
Maria Freitas
 
Trabalho de TIC - «Os Perigos da Internet»
Trabalho de TIC - «Os Perigos da Internet»Trabalho de TIC - «Os Perigos da Internet»
Trabalho de TIC - «Os Perigos da Internet»
Maria Freitas
 
Objetivos Teste de Filosofia Nº3 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº3 (10ºAno)Objetivos Teste de Filosofia Nº3 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº3 (10ºAno)
Maria Freitas
 
Objetivos Teste de Filosofia Nº2 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº2 (10ºAno)Objetivos Teste de Filosofia Nº2 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº2 (10ºAno)
Maria Freitas
 
Objetivos Teste de Filosofia Nº1 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº1 (10ºAno)Objetivos Teste de Filosofia Nº1 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº1 (10ºAno)
Maria Freitas
 
Objetivos Psicologia - Teste Nº4 (12ºAno)
Objetivos Psicologia - Teste Nº4 (12ºAno)Objetivos Psicologia - Teste Nº4 (12ºAno)
Objetivos Psicologia - Teste Nº4 (12ºAno)
Maria Freitas
 
Objetivos Psicologia - Teste Nº3
Objetivos Psicologia - Teste Nº3Objetivos Psicologia - Teste Nº3
Objetivos Psicologia - Teste Nº3
Maria Freitas
 
Objetivos Filosofia
Objetivos FilosofiaObjetivos Filosofia
Objetivos Filosofia
Maria Freitas
 
Objetivos de Geografia - Teste Nº3 (9ºAno)
Objetivos de Geografia - Teste Nº3 (9ºAno)Objetivos de Geografia - Teste Nº3 (9ºAno)
Objetivos de Geografia - Teste Nº3 (9ºAno)
Maria Freitas
 
Lista de Objetivos N.º 1 - Ciências Naturais 9.º Ano
Lista de Objetivos N.º 1 - Ciências Naturais 9.º AnoLista de Objetivos N.º 1 - Ciências Naturais 9.º Ano
Lista de Objetivos N.º 1 - Ciências Naturais 9.º Ano
Maria Freitas
 
Métodos Contracetivos Não Naturais Químicos (Guião)
Métodos Contracetivos Não Naturais Químicos (Guião)Métodos Contracetivos Não Naturais Químicos (Guião)
Métodos Contracetivos Não Naturais Químicos (Guião)
Maria Freitas
 
Doenças do Sistema Nervoso
Doenças do Sistema NervosoDoenças do Sistema Nervoso
Doenças do Sistema Nervoso
Maria Freitas
 
Análise Poema - A Última Nau (Guião)
Análise Poema - A Última Nau (Guião)Análise Poema - A Última Nau (Guião)
Análise Poema - A Última Nau (Guião)
Maria Freitas
 
Análise do Poema - A Última Nau
Análise do Poema - A Última NauAnálise do Poema - A Última Nau
Análise do Poema - A Última Nau
Maria Freitas
 
Objetivos de História - 5º Teste - 3ºPeríodo
Objetivos de História - 5º Teste - 3ºPeríodoObjetivos de História - 5º Teste - 3ºPeríodo
Objetivos de História - 5º Teste - 3ºPeríodo
Maria Freitas
 
Objetivos de História - 4º Teste - 2ºPeríodo
Objetivos de História - 4º Teste - 2ºPeríodoObjetivos de História - 4º Teste - 2ºPeríodo
Objetivos de História - 4º Teste - 2ºPeríodo
Maria Freitas
 
Objetivos de História - 3ºTeste - 2ºPeríodo
Objetivos de História - 3ºTeste - 2ºPeríodoObjetivos de História - 3ºTeste - 2ºPeríodo
Objetivos de História - 3ºTeste - 2ºPeríodo
Maria Freitas
 
Objetivos de História - 2º Teste - 1ºPeríodo
Objetivos de História - 2º Teste - 1ºPeríodoObjetivos de História - 2º Teste - 1ºPeríodo
Objetivos de História - 2º Teste - 1ºPeríodo
Maria Freitas
 
Objetivos de Geografia - Teste Nº4 (9ºAno)
Objetivos de Geografia - Teste Nº4 (9ºAno)Objetivos de Geografia - Teste Nº4 (9ºAno)
Objetivos de Geografia - Teste Nº4 (9ºAno)
Maria Freitas
 

Mais de Maria Freitas (20)

The Virgin Suicides - "Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first perso...
The Virgin Suicides - "Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first perso...The Virgin Suicides - "Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first perso...
The Virgin Suicides - "Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first perso...
 
“Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first person plural?” - The Virg...
 “Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first person plural?” - The Virg... “Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first person plural?” - The Virg...
“Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first person plural?” - The Virg...
 
Trabalho de TIC - «Os Perigos da Internet»
Trabalho de TIC - «Os Perigos da Internet»Trabalho de TIC - «Os Perigos da Internet»
Trabalho de TIC - «Os Perigos da Internet»
 
Objetivos Teste de Filosofia Nº3 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº3 (10ºAno)Objetivos Teste de Filosofia Nº3 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº3 (10ºAno)
 
Objetivos Teste de Filosofia Nº2 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº2 (10ºAno)Objetivos Teste de Filosofia Nº2 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº2 (10ºAno)
 
Objetivos Teste de Filosofia Nº1 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº1 (10ºAno)Objetivos Teste de Filosofia Nº1 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº1 (10ºAno)
 
Objetivos Psicologia - Teste Nº4 (12ºAno)
Objetivos Psicologia - Teste Nº4 (12ºAno)Objetivos Psicologia - Teste Nº4 (12ºAno)
Objetivos Psicologia - Teste Nº4 (12ºAno)
 
Objetivos Psicologia - Teste Nº3
Objetivos Psicologia - Teste Nº3Objetivos Psicologia - Teste Nº3
Objetivos Psicologia - Teste Nº3
 
Objetivos Filosofia
Objetivos FilosofiaObjetivos Filosofia
Objetivos Filosofia
 
Objetivos de Geografia - Teste Nº3 (9ºAno)
Objetivos de Geografia - Teste Nº3 (9ºAno)Objetivos de Geografia - Teste Nº3 (9ºAno)
Objetivos de Geografia - Teste Nº3 (9ºAno)
 
Lista de Objetivos N.º 1 - Ciências Naturais 9.º Ano
Lista de Objetivos N.º 1 - Ciências Naturais 9.º AnoLista de Objetivos N.º 1 - Ciências Naturais 9.º Ano
Lista de Objetivos N.º 1 - Ciências Naturais 9.º Ano
 
Métodos Contracetivos Não Naturais Químicos (Guião)
Métodos Contracetivos Não Naturais Químicos (Guião)Métodos Contracetivos Não Naturais Químicos (Guião)
Métodos Contracetivos Não Naturais Químicos (Guião)
 
Doenças do Sistema Nervoso
Doenças do Sistema NervosoDoenças do Sistema Nervoso
Doenças do Sistema Nervoso
 
Análise Poema - A Última Nau (Guião)
Análise Poema - A Última Nau (Guião)Análise Poema - A Última Nau (Guião)
Análise Poema - A Última Nau (Guião)
 
Análise do Poema - A Última Nau
Análise do Poema - A Última NauAnálise do Poema - A Última Nau
Análise do Poema - A Última Nau
 
Objetivos de História - 5º Teste - 3ºPeríodo
Objetivos de História - 5º Teste - 3ºPeríodoObjetivos de História - 5º Teste - 3ºPeríodo
Objetivos de História - 5º Teste - 3ºPeríodo
 
Objetivos de História - 4º Teste - 2ºPeríodo
Objetivos de História - 4º Teste - 2ºPeríodoObjetivos de História - 4º Teste - 2ºPeríodo
Objetivos de História - 4º Teste - 2ºPeríodo
 
Objetivos de História - 3ºTeste - 2ºPeríodo
Objetivos de História - 3ºTeste - 2ºPeríodoObjetivos de História - 3ºTeste - 2ºPeríodo
Objetivos de História - 3ºTeste - 2ºPeríodo
 
Objetivos de História - 2º Teste - 1ºPeríodo
Objetivos de História - 2º Teste - 1ºPeríodoObjetivos de História - 2º Teste - 1ºPeríodo
Objetivos de História - 2º Teste - 1ºPeríodo
 
Objetivos de Geografia - Teste Nº4 (9ºAno)
Objetivos de Geografia - Teste Nº4 (9ºAno)Objetivos de Geografia - Teste Nº4 (9ºAno)
Objetivos de Geografia - Teste Nº4 (9ºAno)
 

Último

O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
Manuais Formação
 
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
Estuda.com
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LEDPlano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
luggio9854
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
ArapiracaNoticiasFat
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptxAdministração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
helenawaya9
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
SheylaAlves6
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Falcão Brasil
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdfRelatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Falcão Brasil
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
 
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LEDPlano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptxAdministração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
 
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdfRelatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 

Objetivos Ciências Naturais - Teste nº4

  • 1. CIÊNCIAS NATURAIS – 9.º ANOCIÊNCIAS NATURAIS – 9.º ANO UNIDADE DE ENSINO: SISTEMA CARDIORRESPIRATÓRIO Lista de Objetivos para o 4.º teste de avaliação Sistema Circulatório 1) Legendar esquemas representativos da morfologia do Sistema Circulatório; 2) Explicar as funções dos diversos constituintes do sangue; Hemácias/Glóbulos Vermelhos - Células sanguíneas sem núcleo que contém hemoglobina, que é a substância responsável pela cor vermelha. São as células mais numerosas do sangue. A principal função é o transporte do oxigénio. É na medula dos ossos que se formam os novos glóbulos vermelhos. O sangue carregado de oxigénio tem cor vermelho - vivo e chama-se sangue arterial. Nas células é também a hemoglobina que fixa parte do dióxido de carbono libertado por estas e que o transporta até aos pulmões, para depois ser expulso para o exterior. O sangue, agora mais carregado de dióxido de carbono, tem cor vermelho-escura e chama-se sangue venoso. [Transporta oxigénio e algum dióxido de carbono] Leucócitos/Glóbulos Brancos - Têm núcleo de forma variada. São maiores que os glóbulos vermelhos e menos numerosos. A sua principal função é defender o organismo contra os micróbios. Plaquetas - São fragmentos de células sem núcleo. São os elementos mais pequenos do sangue. A sua principal função é a coagulação do sangue quando este sai dos vasos sanguíneos. No processo de coagulação do sangue intervêm as plaquetas e também uma proteína denominada Fibrina . A ação conjunta de plaquetas e fibrina permite formar uma camada que detém hemorragias – o coágulo. [ Coagulação do sangue] Plasma - É um líquido transparente e amarelado onde “flutuam” as células sanguíneas. É constituído por água, proteínas, glícidos, lípidos, vitaminas, minerais e substâncias nocivas, como o dióxido de carbono, a ureia, etc. [Transportar nutrientes e substâncias tóxicas.] 4.ª Lista de Objetivos – Sistema Cardiorrespiratório 9.ºano 1
  • 2. 3) Distinguir diapedese de fagocitose; Diapedese - Os leucócitos têm a capacidade de atravessar os vasos sanguíneos para alcançar microrganismos patogénicos que tenham penetrado no interior do corpo – fenómeno de diapedese. Fagocitose - Os leucócitos, após atravessarem os capilares sanguíneos, são capazes de Produzir pseudópodes, para englobar as bactérias(ou outros microrganismos patogénicos ). Estes microrganismos são depois dirigidos no interior do leucócito, num processo denominado – Fagocitose. 4) Mencionar situações que podem influenciar o n.º de leucócitos e de hemácias e as respectivas consequências para a integridade do organismo; 5) Enumerar os órgãos que constituem o Sistema Circulatório; • Coração; Vasos sanguíneos; Válvulas 6)Legendar esquemas da morfologia do coração; 7) Distinguir veias de artérias e capilares; 4.ª Lista de Objetivos – Sistema Cardiorrespiratório 9.ºano 2
  • 3. 8) Explicar a existência de válvulas nas veias; • As veias têm válvulas unidireccionais chamadas válvulas venosas para prevenir o contrafluxo causado pela gravidade. As válvulas venosas são o refluxo de sangue dentro das veias. Impedem que o sangue acumule nas pernas. 9) Identificar o músculo cardíaco; • O músculo do coração se chama miocárdio. Sua principal função é a contração (função muscular) e a consequência da contração do coração produzida pelo miocárdio é o bombeamento de sangue para todo corpo. • 10) Identificar e distinguir as fases do ciclo cardíaco; 4.ª Lista de Objetivos – Sistema Cardiorrespiratório 9.ºano 3
  • 4. 11) Distinguir circulação pulmonar de circulação sistémica; 12) Descrever o trajeto do sangue na circulação pulmonar e na circulação sistémica; 13) Explicar a diferença de espessura do miocárdio nos ventrículos. O ventrículo esquerdo é mais espesso que o ventrículo direito. Isto porque, o sangue do ventrículo direito é apenas bombeado para os pulmões enquanto o sangue do ventrículo esquerdo é enviado para todo o corpo. 14) Identificar a constituição do Sistema Circulatório Linfático; • Linfa; • Vasos linfáticos; • Gânglios Linfáticos (ou nódulos linfáticos); • Amígdalas; • Baço; • Timo. 15) Mencionar as funções do Sist. Circ. Linfático; • Equilíbrio do meio interno - transporte de substâncias e drenagem de líquidos; • Defesa do organismo – presença de glóbulos brancos assegura a defesa contra microrganismos e outros corpos estranhos 16) Distinguir os dois tipos de linfa; • Linfa intersticial: fluido que se encontra nos tecidos, entre as células; • Linfa circulante: fluido que circula no interior de vasos linfáticos; 4.ª Lista de Objetivos – Sistema Cardiorrespiratório 9.ºano 4
  • 5. Sistema Respiratório 17) Definir respiração. → A respiração é o conjunto das trocas gasosas que ocorrem entre o ar e o sangue (oxigénio por dióxido de carbono), ao nível dos pulmões. 18) Legendar esquemas do Sistema Respiratório. 19) Indicar as partes do sistema respiratório por onde o oxigénio passa até chegar ao sangue. • O oxigénio entra pelas fossas nasais, passa na faringe, desce fazendo a epiglote abrir e entra no canal que ela abriu, que é a laringe que o leva até a traqueia, então até os brônquios e depois bronquíolos, que são os canais que levam o ar até os pulmões, e dentro dos pulmões, as plurais e alvéolos fazem a troca de dióxido de carbono por oxigénio no sangue e esse sangue "renovado" segue direto para o coração onde é bombeado e leva oxigénio para todas as partes do corpo. 20) Conhecer a função do muco e dos cílios presentes no nariz. • O ar é filtrado (o nariz possui pequenos pelos); O ar é aquecido (as fossas nasais são muito irrigadas por sangue, o que aquece o ar); O ar é humedecido (existe bastante humidade nas fossas nasais) 21) Explicar como os sons da voz humana são produzidos. O ar passa pelas cordas vocais, elas vibram e a vibração das cordas vocais provoca a voz. 22) Explicar como é que os alvéolos nos pulmões aumentam a eficiência da respiração. • É justamente nos alvéolos pulmonares que ocorre a troca gasosa, portanto, a alta quantidade de alvéolos aumenta a superfície de contato dos pulmões com os vasos capilares (vasos que levam o sangue), facilitando a hematose, que nada mais é do que a troca de gases respiratórios (oxigénio e dióxido de carbono), ou seja, o vasos em contato com os alvéolos pulmonares permitem que o dióxido de carbono saia para os pulmões e passem o oxigénio para o sangue. 23) Explicar o que é a hematose. • A hematose é o processo de trocas gasosas que ocorre nos capilares sanguíneos dos alvéolos pulmonares através da difusão de gases: oxigénio e dióxido de carbono. Devido a esse processo, mediando o sistema respiratório e o sistema circulatório, o sangue venoso, concentrado em CO2 e convertido em sangue arterial rico em O2, é distribuído aos tecidos do organismo para provimento das reações metabólicas das células. 4.ª Lista de Objetivos – Sistema Cardiorrespiratório 9.ºano 5
  • 6. 24) Explica o que acontece com o oxigénio e o dióxido de carbono quando o sangue chega aos tecidos do corpo. . 25) Descrever resumidamente como acontece a inspiração e a expiração. • A inspiração, que promove a entrada de ar nos pulmões, dá-se pela contração da musculatura do diafragma e dos músculos intercostais. O diafragma abaixa e as costelas elevam-se, promovendo o aumento da caixa torácica, com conseqüente redução da pressão interna (em relação à externa), forçando o ar a entrar nos pulmões. A expiração, que promove a saída de ar dos pulmões, dá-se pelo relaxamento da musculatura do diafragma e dos músculos intercostais. O diafragma eleva-se e as costelas abaixam, o que diminui o volume da caixa torácica, com conseqüente aumento da pressão interna, forçando o ar a sair dos pulmões 26) Explicar o que acontece quando a concentração de dióxido de carbono no sangue aumenta. O bulbo envia uma mensagem para os músculos respiratórios e determina o processo da inspiração. 27) Indicar algumas doenças que podem afetar o sistema respiratório. • Bronquite, rinite, sinusite, asma,gripe, constipação, faringite, cancro de pulmão, tuberculose, pneumonia. 28) Indicar sintomas de algumas doenças respiratórias (Ex: asma alérgica). • Mal-estar geral; Falta de ar; Perda de apetite; Caquexia (perda de peso, fadiga e fraqueza); Cianose, coloração azulada nos lábios, língua ou dedos. 29) Indica algumas doenças do sistema respiratório provocadas pelo cigarro. • Cancro de pulmão; Cancro de boca; Cancro de laringe; Cancro de estômago; Leucemia; Enfarte do miocárdio; Enfisema nos pulmões; Bronquite; Trombose vascular; Catarata; Aneurisma arterial; Rinite Alérgica; Úlcera do aparelho digestivo; Infecções respiratórias; Angina. 4.ª Lista de Objetivos – Sistema Cardiorrespiratório 9.ºano 6 Hematose Celular – Trocas gasosas que ocorrem ao nível das células Hematose Pulmonar – Trocas gasosas que ocorrem ao nível dos alvéolos pulmonares
  • 7. 30) Referir alguns efeitos da poluição do ar no organismo humano e algumas medidas para combater essa forma de poluição. • Podem causar irritações de pele, problemas respiratórios como a asma e também afectar os olhos, o nariz e a garganta. A sujidade e a fuligem do ar podem entrar para os olhos das pessoas ou causar irritações na pele. O chumbo dos fumos dos tubos de escape pode danificar os rins e o sistema nervoso. O monóxido de carbono impede o sangue de absorver oxigénio em quantidade suficiente. As pessoas sentem-se cansadas e não conseguem pensar ou agir com rapidez. 31) Referir porque é melhor respirar pelo nariz do que pela boca. No nariz encontramos cílios e muco que funcionam como filtros de ar, retendo e eliminandopartículas de poeira e microrganismos. 32) Explicar a relação existente entre a parede dos alvéolos e a função dos alvéolos. As paredes dos alvéolos são tão finas que o oxigênio pode passar para o sangue, enquanto o dióxido de carbono passa do sangue para o interior dos alvéolos. 33) Explicar o efeito do exercício físico no organismo humano. Aumenta o ritmo cardíaco, frequência respiratória, hematose celular e pulmonar, a ventilação e o fluxo sanguíneo. Bom estudo!!! A professora: Sandra Costa 4.ª Lista de Objetivos – Sistema Cardiorrespiratório 9.ºano 7