SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 6
Baixar para ler offline
EM SENDO UMA DOENÇA GRAVE COMPROMETEDORA DO
METABOLISMO HUMANO, COMPLEXA, PROGRESSIVA E
SILENCIOSA, A OBESIDADE E O DIABETES MELLITUS II
DESENCADEIAM ALÉM DA SINDROME METABÓLICA, FATORES
ATÉ ENTÃO POUCO CONHECIDOS; METABOLISMO DE CORTISOL
ESPECÍFICO DO TECIDO: PAPEL DE DESIDROGENASE 11Β-
HIDROXIESTERÓIDE-1 EM TECIDO ADIPOSO.
Obesidade, diabetes
mellitus, síndrome
metabólica; A enzima 11β-
HSD1, expressa em vários
tecidos periféricos, incluindo
o fígado e tecido adiposo, é
importante para a atividade
do HPA – hipotálamo –
pituitária - adrenal,
regenerando o cortisol ativo
a partir de suas formas
inativas intracelularmente. O
tecido adiposo de expressão
11β-HSD1 e a regulação dos
níveis de cortisol locais
podem desempenhar um
papel no desenvolvimento
da obesidade e doença metabólica. Masuzaki et al. verificaram que a
sobre expressão de 11β-HSD1 no tecido adiposo resultou na obesidade
visceral e síndrome metabólica em roedores quando alimentados com
uma dieta rica em gordura.
Além disso, a sobre expressão de tecido adiposo 11β-HSD2, a enzima
que inativa o cortisol, em roedores propensos à obesidade, estes
roedores protegidos de elevado teor de gordura com obesidade induzida
por dieta e IGT. – 11-Beta hidroxiesteróide desidrogenase tipo 1 (11-
beta-HSD1) é uma enzima presente na gordura e outras células que
convertem cortisona inativa em cortisol ativo. Isto é importante, porque
significa que o tecido adiposo pode produzir o seu próprio cortisol.
Regulation of cortisol in the circulation and in peripheral tissues by the
Hypothalamic-Adrenal-Pituitary-axis and 11βHSD1
– Por causa da ação da 11-beta HSD-1, os indivíduos podem estar
sofrendo os efeitos de níveis elevados de cortisol em áreas locais, tendo
perfis hormonais normais de cortisol. As anormalidades metabólicas
encontradas associadas a níveis sanguíneos elevados de glicocorticóides
(por exemplo, rara síndrome de Cushing) incluem resistência à insulina,
obesidade visceral,
hipertensão, dislipidemia e
maior risco de doenças
cardiovasculares.
A mesma constelação de
anormalidades é
encontrada na-síndrome
altamente prevalente
obesidade idiopática /
resistência à insulina
(metabólica). É agora
evidente que as mudanças específicas do tecido no metabolismo do
cortisol explicam esses paralelos ao invés de níveis de cortisol no sangue
alterados. A principal entre estas alterações é aumentada a reativação
de glicocorticóides intracelular, catalisada pela enzima 11beta-
hidroxiesteróide desidrogenase tipo (HSD) -1 no tecido adiposo de
obesos.
Fígado, músculo esquelético, pâncreas endócrino, vasos sanguíneos e
leucócitos expressam 11beta-HSD1 e o seu papel potencial na doença
metabólica é discutido. A relevância desta evidência, em grande parte
obtida a partir de modelos animais, sugere que a inibição terapêutica da
11beta-HSD1 será benéfica na maioria dos contextos celulares, com os
ensaios clínicos de suporte deste conceito incluindo em seres humanos.
Dr. João Santos Caio Jr.
Endocrinologia – Neurocientista-Endócrino
CRM 20611
Dra. Henriqueta V. Caio
Endocrinologista – Medicina Interna
CRM 28930
COMO SABER MAIS:
1. Cerca de 40% da ingestão calórica é derivada a partir de lipídios e
quase todas estas calorias são provenientes de gorduras, os
triacilgliceróis...
http://tireoidecontrolada.blogspot.com
2. A composição de ácidos gordos em termos de saturação (formas de
oxidação) não é uniforme, mas varia de acordo com a origem...
http://hipotireoidismosubclinico2.blogspot.com
3. Gorduras vegetais contêm mais ácidos graxos poliinsaturados e
gorduras animais contêm mais ácidos graxos saturados, bem como o
colesterol...
http://hipotireoidismosubclinico2.blogspot.com
AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃODOS
AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.
Referências Bibliográficas:
Caio Jr., Dr. João Santos. Endocrinologista – Neuroendocrinologista e Dra. Caio, Henriqueta V. Endocrinologista –
Medicina Interna, Van Der Häägen Brasil – São Paulo – Brasil; Azevedo A, Santos AC, Ribeiro L, Azevedo I. A
síndrome metabólica. In: Soares R, Costa C, editores. Estresse oxidativo, inflamação e angiogênese na síndrome
metabólica. Nerw York, NY, EUA: Springer Science; 2009. pp. 1-19; Caterson ID, Hubbard V, Bray GA, et al.
Prevenção Conferência VII: obesidade, uma epidemia mundial relacionadas com doenças cardíacas e acidente
vascular cerebral: Grupo III: em todo o mundo comorbidades da obesidade. Circulation. 2004; 110 (18):. E476-
e483; Eckel RH, Grundy SM, Zimmet PZ. A síndrome metabólica. The Lancet . 2005; 365 (9468): 1415-1428; Galassi
A, Reynolds K, síndrome Ele J. metabólica e risco de doença cardiovascular: a meta-análise.American Journal of
Medicine. 2006; 119 (10): 812-819; Einhorn D, Reaven GM, Cobin RH, et al. American College of Endocrinology
declaração de posição sobre a síndrome de resistência à insulina. Endocrine Practice . 2003; 9 (3): 237-252;
Uretsky S, Messerli FH, Bangalore S, et al. Paradoxo da obesidade em pacientes com hipertensão e doença
arterial coronariana. American Journal of Medicine. 2007; 120 (10):. 863-870; Aguilar-Salinas CA, Garcia E, G
Robles, et ai. As altas concentrações de adiponectina estão associados com o fenótipo obeso metabolicamente
saudável. Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism. 2008;93 (10):. 4075-4079; RP Wildman, Muntner P,
Reynolds K, et al. O obeso sem cardiometabólico agrupamento fator de risco e o peso normal com fator de risco
cardiometabólico agrupamento: prevalência e correlatos de 2 fenótipos entre a população dos EUA (NHANES
1999-2004) Archives of Internal Medicine. 2008; 168 (15):. 1617-1624; Stefan N, Kantartzis K, Machann J, et al.
Identificação e caracterização da obesidade metabolicamente benigna em seres humanos. Archives of Internal
Medicine. 2008; 168 (15):. 1609-1616; Wildman RP. Obesidade saudável. Current Opinion in Clinical Nutrition e
Metabólica Cuidado . 2009;12 (4):. 438-443; Alberti KG, Zimmet PZ. Definição, diagnóstico e classificação da
diabetes mellitus e suas complicações.Parte 1: diagnóstico e classificação da diabetes mellitus. Relatório
provisório de uma consulta da OMS.Medicamento para a diabetes . 1998; 15 (7):. 539-553; Balkau B, Charles MA.
Comente sobre o relatório provisório sobre o relatório provisório a partir de consulta da OMS. Grupo europeu
para o estudo da resistência à insulina (EGIR) Diabetic Medicine. 1999;16 : 442-443; Cleeman JI. Sumário
executivo do terceiro relatório do National Cholesterol Education Program (NCEP) painel de especialistas na
detecção, avaliação e tratamento de colesterol alto no sangue em adultos (Adult Treatment Panel III) Journal of
the American Medical Association. 2001; 285 (19): 2486-2497; Welsh P, Polisecki E, H Robertson, et al. .
Desvendar a ligação direccional entre a adiposidade e inflamação: uma abordagem de randomização mendeliana
bidirecional Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism.2010;95 (1):. 93-99.
Site Van Der Häägen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br
www.crescimentoinfoco.com
www.obesidadeinfoco.com.br
http://drcaiojr.site.med.br
http://dracaio.site.med.br
Joao Santos Caio Jr
http://google.com/+JoaoSantosCaioJr
google.com/+JoãoSantosCaioJrvdh
google.com/+VANDERHAAGENBRAZILvdh
Video
http://youtu.be/woonaiFJQwY
VAN DER HAAGEN BRAZI
Instagram
https://instagram.com/clinicascaio/
Wordpress
http://crescimentoinfantojuvenil.wordpress.com/
Google Maps:
http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=-
23.578256,46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie =UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t = h&z=17

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

Porque a obesidade abdominal é mais grave que a obesidade periférica se ambos...
Porque a obesidade abdominal é mais grave que a obesidade periférica se ambos...Porque a obesidade abdominal é mais grave que a obesidade periférica se ambos...
Porque a obesidade abdominal é mais grave que a obesidade periférica se ambos...
 
A Resistência à Insulina é Base Síndrome Metabólica
A Resistência à Insulina é Base Síndrome MetabólicaA Resistência à Insulina é Base Síndrome Metabólica
A Resistência à Insulina é Base Síndrome Metabólica
 
OBESIDADE INTRA ABDOMINAL VISCERAL; PODE MATAR!!!
OBESIDADE INTRA ABDOMINAL VISCERAL; PODE MATAR!!!OBESIDADE INTRA ABDOMINAL VISCERAL; PODE MATAR!!!
OBESIDADE INTRA ABDOMINAL VISCERAL; PODE MATAR!!!
 
Valeria Borges DHGNA 290411
Valeria Borges DHGNA 290411Valeria Borges DHGNA 290411
Valeria Borges DHGNA 290411
 
Obesidade abdominal é considerada um órgão facilitador de doenças graves e de...
Obesidade abdominal é considerada um órgão facilitador de doenças graves e de...Obesidade abdominal é considerada um órgão facilitador de doenças graves e de...
Obesidade abdominal é considerada um órgão facilitador de doenças graves e de...
 
DOENÇA HEPÁTICA GORDUROSA NÃO ALCOÓLICA (ESTEATOSE HEPÁTICA) EM IDOSOS
 DOENÇA HEPÁTICA GORDUROSA NÃO ALCOÓLICA  (ESTEATOSE HEPÁTICA) EM IDOSOS  DOENÇA HEPÁTICA GORDUROSA NÃO ALCOÓLICA  (ESTEATOSE HEPÁTICA) EM IDOSOS
DOENÇA HEPÁTICA GORDUROSA NÃO ALCOÓLICA (ESTEATOSE HEPÁTICA) EM IDOSOS
 
Hormônio de Crescimento em Adulto
Hormônio de Crescimento em AdultoHormônio de Crescimento em Adulto
Hormônio de Crescimento em Adulto
 
DOENÇA HEPÁTICA GORDUROSA NÃO ALCOÓLICA (ESTEATOSE HEPÁTICA) EM IDOSOS
DOENÇA HEPÁTICA GORDUROSA NÃO ALCOÓLICA (ESTEATOSE HEPÁTICA) EM IDOSOSDOENÇA HEPÁTICA GORDUROSA NÃO ALCOÓLICA (ESTEATOSE HEPÁTICA) EM IDOSOS
DOENÇA HEPÁTICA GORDUROSA NÃO ALCOÓLICA (ESTEATOSE HEPÁTICA) EM IDOSOS
 
Doença hepática gordurosa não alcoólica e síndrome metabólica problema de saú...
Doença hepática gordurosa não alcoólica e síndrome metabólica problema de saú...Doença hepática gordurosa não alcoólica e síndrome metabólica problema de saú...
Doença hepática gordurosa não alcoólica e síndrome metabólica problema de saú...
 
Obesidade abdominal exige solução radical
Obesidade abdominal exige solução radicalObesidade abdominal exige solução radical
Obesidade abdominal exige solução radical
 
Sindrome metabolica
Sindrome metabolicaSindrome metabolica
Sindrome metabolica
 
ESTEATOSE HEPÁTICA (GORDURA NO FIGADO), NEM POR ALCOOLISMO OU INGESTÃO DE GOR...
ESTEATOSE HEPÁTICA (GORDURA NO FIGADO), NEM POR ALCOOLISMO OU INGESTÃO DE GOR...ESTEATOSE HEPÁTICA (GORDURA NO FIGADO), NEM POR ALCOOLISMO OU INGESTÃO DE GOR...
ESTEATOSE HEPÁTICA (GORDURA NO FIGADO), NEM POR ALCOOLISMO OU INGESTÃO DE GOR...
 
Obesidade abdominal visceral central e sua importância relacionada esteatose ...
Obesidade abdominal visceral central e sua importância relacionada esteatose ...Obesidade abdominal visceral central e sua importância relacionada esteatose ...
Obesidade abdominal visceral central e sua importância relacionada esteatose ...
 
Aula Síndrome Metabólica Paab VI
Aula Síndrome Metabólica Paab VIAula Síndrome Metabólica Paab VI
Aula Síndrome Metabólica Paab VI
 
Síndrome Metabólica
Síndrome MetabólicaSíndrome Metabólica
Síndrome Metabólica
 
A EPIDEMIOLOGIA DA DOENÇA HEPÁTICA NÃO ALCOÓLICA, DENTRE ELAS A ESTEATOSE HEP...
A EPIDEMIOLOGIA DA DOENÇA HEPÁTICA NÃO ALCOÓLICA, DENTRE ELAS A ESTEATOSE HEP...A EPIDEMIOLOGIA DA DOENÇA HEPÁTICA NÃO ALCOÓLICA, DENTRE ELAS A ESTEATOSE HEP...
A EPIDEMIOLOGIA DA DOENÇA HEPÁTICA NÃO ALCOÓLICA, DENTRE ELAS A ESTEATOSE HEP...
 
Síndrome Metabólica - Bioquímica
Síndrome Metabólica - BioquímicaSíndrome Metabólica - Bioquímica
Síndrome Metabólica - Bioquímica
 
Diabetes mellitus ok!
Diabetes mellitus ok!Diabetes mellitus ok!
Diabetes mellitus ok!
 
Aulas do
Aulas doAulas do
Aulas do
 
Pesquisas recentes em placa crescimento mpacto citocinas inflamatórias no cre...
Pesquisas recentes em placa crescimento mpacto citocinas inflamatórias no cre...Pesquisas recentes em placa crescimento mpacto citocinas inflamatórias no cre...
Pesquisas recentes em placa crescimento mpacto citocinas inflamatórias no cre...
 

Semelhante a Obesidade obesidade abdominal–grande e silencioso comprometimento indutor diabetes mellitus tipo 2

Bioquímica ii 15 síndrome metabólica
Bioquímica ii 15   síndrome metabólicaBioquímica ii 15   síndrome metabólica
Bioquímica ii 15 síndrome metabólica
Jucie Vasconcelos
 
Exercicio e-sindrome-metabolica
Exercicio e-sindrome-metabolicaExercicio e-sindrome-metabolica
Exercicio e-sindrome-metabolica
Danilo Joenck
 

Semelhante a Obesidade obesidade abdominal–grande e silencioso comprometimento indutor diabetes mellitus tipo 2 (20)

Diabetes mellitus associado à obesidade abdominal,obesidade periférica e doen...
Diabetes mellitus associado à obesidade abdominal,obesidade periférica e doen...Diabetes mellitus associado à obesidade abdominal,obesidade periférica e doen...
Diabetes mellitus associado à obesidade abdominal,obesidade periférica e doen...
 
Obesidade abdominal comprometida por estresse obesidade periférica pode evolu...
Obesidade abdominal comprometida por estresse obesidade periférica pode evolu...Obesidade abdominal comprometida por estresse obesidade periférica pode evolu...
Obesidade abdominal comprometida por estresse obesidade periférica pode evolu...
 
Obesidade – obesidade intra abdominal – síndrome metabólica;processos inflama...
Obesidade – obesidade intra abdominal – síndrome metabólica;processos inflama...Obesidade – obesidade intra abdominal – síndrome metabólica;processos inflama...
Obesidade – obesidade intra abdominal – síndrome metabólica;processos inflama...
 
Obesidade e desenvolvimento síndrome metabólica quão devastadora é a obesidade
Obesidade e desenvolvimento síndrome metabólica quão devastadora é a obesidadeObesidade e desenvolvimento síndrome metabólica quão devastadora é a obesidade
Obesidade e desenvolvimento síndrome metabólica quão devastadora é a obesidade
 
Obesidade intra abdominal fator de risco não tratado em diabetes tipo 2 doenç...
Obesidade intra abdominal fator de risco não tratado em diabetes tipo 2 doenç...Obesidade intra abdominal fator de risco não tratado em diabetes tipo 2 doenç...
Obesidade intra abdominal fator de risco não tratado em diabetes tipo 2 doenç...
 
Síndrome Metabólica podem levar a óbito
Síndrome Metabólica podem levar a óbitoSíndrome Metabólica podem levar a óbito
Síndrome Metabólica podem levar a óbito
 
Mecanismo através dos quais a resistência a insulina influencia as lipoproteinas
Mecanismo através dos quais a resistência a insulina influencia as lipoproteinasMecanismo através dos quais a resistência a insulina influencia as lipoproteinas
Mecanismo através dos quais a resistência a insulina influencia as lipoproteinas
 
Obesidade se torna um fator complexo em pacientes diabeticos e vice versa.
Obesidade se torna um fator complexo em pacientes diabeticos e vice versa.Obesidade se torna um fator complexo em pacientes diabeticos e vice versa.
Obesidade se torna um fator complexo em pacientes diabeticos e vice versa.
 
Obesidade um comprometimento orgânico muito mais complexo do que sempre se pe...
Obesidade um comprometimento orgânico muito mais complexo do que sempre se pe...Obesidade um comprometimento orgânico muito mais complexo do que sempre se pe...
Obesidade um comprometimento orgânico muito mais complexo do que sempre se pe...
 
Obesidade e pressão alta obesidade tem inúmeros sintomas e não há identificaç...
Obesidade e pressão alta obesidade tem inúmeros sintomas e não há identificaç...Obesidade e pressão alta obesidade tem inúmeros sintomas e não há identificaç...
Obesidade e pressão alta obesidade tem inúmeros sintomas e não há identificaç...
 
Bioquímica ii 15 síndrome metabólica
Bioquímica ii 15   síndrome metabólicaBioquímica ii 15   síndrome metabólica
Bioquímica ii 15 síndrome metabólica
 
Estresse obesidade obesidade abdominal papel do eixo hipotálamo hipófise-adre...
Estresse obesidade obesidade abdominal papel do eixo hipotálamo hipófise-adre...Estresse obesidade obesidade abdominal papel do eixo hipotálamo hipófise-adre...
Estresse obesidade obesidade abdominal papel do eixo hipotálamo hipófise-adre...
 
Obesidade intra visceral caminhamos para conceito unissex de desastre anuncia...
Obesidade intra visceral caminhamos para conceito unissex de desastre anuncia...Obesidade intra visceral caminhamos para conceito unissex de desastre anuncia...
Obesidade intra visceral caminhamos para conceito unissex de desastre anuncia...
 
Obesidade infantil efeitos metabólicos do exercício físico uma visão atual.
Obesidade infantil efeitos metabólicos do exercício físico uma visão atual.Obesidade infantil efeitos metabólicos do exercício físico uma visão atual.
Obesidade infantil efeitos metabólicos do exercício físico uma visão atual.
 
Fatores Genéticos na Síndrome Metabólica
Fatores Genéticos na Síndrome MetabólicaFatores Genéticos na Síndrome Metabólica
Fatores Genéticos na Síndrome Metabólica
 
Obesidade uma disfunção séria tratada como uma doença simplista,como a obesid...
Obesidade uma disfunção séria tratada como uma doença simplista,como a obesid...Obesidade uma disfunção séria tratada como uma doença simplista,como a obesid...
Obesidade uma disfunção séria tratada como uma doença simplista,como a obesid...
 
Exercicio e-sindrome-metabolica
Exercicio e-sindrome-metabolicaExercicio e-sindrome-metabolica
Exercicio e-sindrome-metabolica
 
A Obesidade devem ser Evitada e Tratada e o Estilo de Vida Mudado
A Obesidade devem ser Evitada e Tratada e o Estilo de Vida MudadoA Obesidade devem ser Evitada e Tratada e o Estilo de Vida Mudado
A Obesidade devem ser Evitada e Tratada e o Estilo de Vida Mudado
 
OBESIDADE SEM CONTROLE ATUALIZAÇÃO RECENTE
OBESIDADE SEM CONTROLE ATUALIZAÇÃO RECENTEOBESIDADE SEM CONTROLE ATUALIZAÇÃO RECENTE
OBESIDADE SEM CONTROLE ATUALIZAÇÃO RECENTE
 
Frequência da ocorrência da síndrome metabólica história natural. dr. caio ...
Frequência da ocorrência da síndrome metabólica   história natural. dr. caio ...Frequência da ocorrência da síndrome metabólica   história natural. dr. caio ...
Frequência da ocorrência da síndrome metabólica história natural. dr. caio ...
 

Mais de Van Der Häägen Brazil

Mais de Van Der Häägen Brazil (20)

OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEOBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
 
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
 
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
 
GORDURA VISCERAL
GORDURA VISCERALGORDURA VISCERAL
GORDURA VISCERAL
 
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
 
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMOPODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
 
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEOBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
 
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
 
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESONOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
 
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTILOBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
 
OBESIDADE E SUAS CAUSAS
OBESIDADE E SUAS CAUSASOBESIDADE E SUAS CAUSAS
OBESIDADE E SUAS CAUSAS
 
OBESITY AND GENETICS
OBESITY AND GENETICSOBESITY AND GENETICS
OBESITY AND GENETICS
 
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICAINTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
 
GORDURA (ADIPÓCITO)
GORDURA (ADIPÓCITO)GORDURA (ADIPÓCITO)
GORDURA (ADIPÓCITO)
 
GENEALOGIA
GENEALOGIAGENEALOGIA
GENEALOGIA
 
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
 
OBESIDADE ABDOMINAL
OBESIDADE ABDOMINAL OBESIDADE ABDOMINAL
OBESIDADE ABDOMINAL
 
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
 
GORDURA EM EXCESSO
GORDURA EM EXCESSOGORDURA EM EXCESSO
GORDURA EM EXCESSO
 
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
 

Obesidade obesidade abdominal–grande e silencioso comprometimento indutor diabetes mellitus tipo 2

  • 1. EM SENDO UMA DOENÇA GRAVE COMPROMETEDORA DO METABOLISMO HUMANO, COMPLEXA, PROGRESSIVA E SILENCIOSA, A OBESIDADE E O DIABETES MELLITUS II DESENCADEIAM ALÉM DA SINDROME METABÓLICA, FATORES ATÉ ENTÃO POUCO CONHECIDOS; METABOLISMO DE CORTISOL ESPECÍFICO DO TECIDO: PAPEL DE DESIDROGENASE 11Β- HIDROXIESTERÓIDE-1 EM TECIDO ADIPOSO. Obesidade, diabetes mellitus, síndrome metabólica; A enzima 11β- HSD1, expressa em vários tecidos periféricos, incluindo o fígado e tecido adiposo, é importante para a atividade do HPA – hipotálamo – pituitária - adrenal, regenerando o cortisol ativo a partir de suas formas inativas intracelularmente. O tecido adiposo de expressão 11β-HSD1 e a regulação dos níveis de cortisol locais podem desempenhar um papel no desenvolvimento da obesidade e doença metabólica. Masuzaki et al. verificaram que a sobre expressão de 11β-HSD1 no tecido adiposo resultou na obesidade visceral e síndrome metabólica em roedores quando alimentados com uma dieta rica em gordura.
  • 2. Além disso, a sobre expressão de tecido adiposo 11β-HSD2, a enzima que inativa o cortisol, em roedores propensos à obesidade, estes roedores protegidos de elevado teor de gordura com obesidade induzida por dieta e IGT. – 11-Beta hidroxiesteróide desidrogenase tipo 1 (11- beta-HSD1) é uma enzima presente na gordura e outras células que convertem cortisona inativa em cortisol ativo. Isto é importante, porque significa que o tecido adiposo pode produzir o seu próprio cortisol.
  • 3. Regulation of cortisol in the circulation and in peripheral tissues by the Hypothalamic-Adrenal-Pituitary-axis and 11βHSD1 – Por causa da ação da 11-beta HSD-1, os indivíduos podem estar sofrendo os efeitos de níveis elevados de cortisol em áreas locais, tendo perfis hormonais normais de cortisol. As anormalidades metabólicas encontradas associadas a níveis sanguíneos elevados de glicocorticóides (por exemplo, rara síndrome de Cushing) incluem resistência à insulina, obesidade visceral, hipertensão, dislipidemia e maior risco de doenças cardiovasculares. A mesma constelação de anormalidades é encontrada na-síndrome altamente prevalente obesidade idiopática / resistência à insulina (metabólica). É agora evidente que as mudanças específicas do tecido no metabolismo do
  • 4. cortisol explicam esses paralelos ao invés de níveis de cortisol no sangue alterados. A principal entre estas alterações é aumentada a reativação de glicocorticóides intracelular, catalisada pela enzima 11beta- hidroxiesteróide desidrogenase tipo (HSD) -1 no tecido adiposo de obesos. Fígado, músculo esquelético, pâncreas endócrino, vasos sanguíneos e leucócitos expressam 11beta-HSD1 e o seu papel potencial na doença metabólica é discutido. A relevância desta evidência, em grande parte obtida a partir de modelos animais, sugere que a inibição terapêutica da 11beta-HSD1 será benéfica na maioria dos contextos celulares, com os ensaios clínicos de suporte deste conceito incluindo em seres humanos. Dr. João Santos Caio Jr. Endocrinologia – Neurocientista-Endócrino CRM 20611 Dra. Henriqueta V. Caio Endocrinologista – Medicina Interna CRM 28930 COMO SABER MAIS: 1. Cerca de 40% da ingestão calórica é derivada a partir de lipídios e quase todas estas calorias são provenientes de gorduras, os triacilgliceróis... http://tireoidecontrolada.blogspot.com
  • 5. 2. A composição de ácidos gordos em termos de saturação (formas de oxidação) não é uniforme, mas varia de acordo com a origem... http://hipotireoidismosubclinico2.blogspot.com 3. Gorduras vegetais contêm mais ácidos graxos poliinsaturados e gorduras animais contêm mais ácidos graxos saturados, bem como o colesterol... http://hipotireoidismosubclinico2.blogspot.com AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃODOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA. Referências Bibliográficas: Caio Jr., Dr. João Santos. Endocrinologista – Neuroendocrinologista e Dra. Caio, Henriqueta V. Endocrinologista – Medicina Interna, Van Der Häägen Brasil – São Paulo – Brasil; Azevedo A, Santos AC, Ribeiro L, Azevedo I. A síndrome metabólica. In: Soares R, Costa C, editores. Estresse oxidativo, inflamação e angiogênese na síndrome metabólica. Nerw York, NY, EUA: Springer Science; 2009. pp. 1-19; Caterson ID, Hubbard V, Bray GA, et al. Prevenção Conferência VII: obesidade, uma epidemia mundial relacionadas com doenças cardíacas e acidente vascular cerebral: Grupo III: em todo o mundo comorbidades da obesidade. Circulation. 2004; 110 (18):. E476- e483; Eckel RH, Grundy SM, Zimmet PZ. A síndrome metabólica. The Lancet . 2005; 365 (9468): 1415-1428; Galassi A, Reynolds K, síndrome Ele J. metabólica e risco de doença cardiovascular: a meta-análise.American Journal of Medicine. 2006; 119 (10): 812-819; Einhorn D, Reaven GM, Cobin RH, et al. American College of Endocrinology declaração de posição sobre a síndrome de resistência à insulina. Endocrine Practice . 2003; 9 (3): 237-252; Uretsky S, Messerli FH, Bangalore S, et al. Paradoxo da obesidade em pacientes com hipertensão e doença arterial coronariana. American Journal of Medicine. 2007; 120 (10):. 863-870; Aguilar-Salinas CA, Garcia E, G Robles, et ai. As altas concentrações de adiponectina estão associados com o fenótipo obeso metabolicamente saudável. Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism. 2008;93 (10):. 4075-4079; RP Wildman, Muntner P, Reynolds K, et al. O obeso sem cardiometabólico agrupamento fator de risco e o peso normal com fator de risco cardiometabólico agrupamento: prevalência e correlatos de 2 fenótipos entre a população dos EUA (NHANES 1999-2004) Archives of Internal Medicine. 2008; 168 (15):. 1617-1624; Stefan N, Kantartzis K, Machann J, et al. Identificação e caracterização da obesidade metabolicamente benigna em seres humanos. Archives of Internal Medicine. 2008; 168 (15):. 1609-1616; Wildman RP. Obesidade saudável. Current Opinion in Clinical Nutrition e Metabólica Cuidado . 2009;12 (4):. 438-443; Alberti KG, Zimmet PZ. Definição, diagnóstico e classificação da diabetes mellitus e suas complicações.Parte 1: diagnóstico e classificação da diabetes mellitus. Relatório provisório de uma consulta da OMS.Medicamento para a diabetes . 1998; 15 (7):. 539-553; Balkau B, Charles MA. Comente sobre o relatório provisório sobre o relatório provisório a partir de consulta da OMS. Grupo europeu para o estudo da resistência à insulina (EGIR) Diabetic Medicine. 1999;16 : 442-443; Cleeman JI. Sumário executivo do terceiro relatório do National Cholesterol Education Program (NCEP) painel de especialistas na detecção, avaliação e tratamento de colesterol alto no sangue em adultos (Adult Treatment Panel III) Journal of the American Medical Association. 2001; 285 (19): 2486-2497; Welsh P, Polisecki E, H Robertson, et al. . Desvendar a ligação direccional entre a adiposidade e inflamação: uma abordagem de randomização mendeliana bidirecional Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism.2010;95 (1):. 93-99.
  • 6. Site Van Der Häägen Brazil www.vanderhaagenbrazil.com.br www.clinicavanderhaagen.com.br www.crescimentoinfoco.com www.obesidadeinfoco.com.br http://drcaiojr.site.med.br http://dracaio.site.med.br Joao Santos Caio Jr http://google.com/+JoaoSantosCaioJr google.com/+JoãoSantosCaioJrvdh google.com/+VANDERHAAGENBRAZILvdh Video http://youtu.be/woonaiFJQwY VAN DER HAAGEN BRAZI Instagram https://instagram.com/clinicascaio/ Wordpress http://crescimentoinfantojuvenil.wordpress.com/ Google Maps: http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt&sll=- 23.578256,46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie =UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t = h&z=17