SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 5
OBESIDADE E VÍRUS: A OBESIDADE É UMA DOENÇA
MULTIFATORIAL E COMO ESTUDOS TÊM DEMONSTRADO A
INFECÇÃO VIRAL PODE, EFETIVAMENTE, SER ADICIONADA À
LISTA DE FATORES CONHECIDOS NO MODELO
MULTIFATORIAL DAS CAUSAS DA OBESIDADE.

A obesidade é definida como uma condição física em que um
indivíduo tem um índice de massa corporal (IMC) ≥ 30 kg / m 2. O
IMC é uma medida da relação entre o peso e a altura do indivíduo. O
IMC é calculado dividindo-se o peso de pessoas em quilogramas
pelo quadrado de sua altura em metros. A utilidade médica para a
determinação do IMC de uma pessoa é que esta medida descreve o
peso do corpo em relação à altura e, portanto, se correlaciona
fortemente com o conteúdo de gordura total do corpo em adultos. É
importante notar que, em certos indivíduos, como construtores de
corpo que tem grande massa muscular, um IMC elevado não se
correlaciona com elevado teor de gordura. A obesidade está
tomando proporções epidêmicas nos EUA e em muitos outros países
industrializados. Nos EUA a prevalência de obesidade já ultrapassa
60% da população em 2013 e representa a maior taxa de obesidade
em todo o mundo, em todos os níveis de obesidade. Desde 1980, a
prevalência de obesidade em adultos nos EUA aumentou 2 vezes. No
entanto, muito mais preocupante é o fato de que, nesse mesmo
período, a taxa de obesidade na infância e na adolescência
aumentou 3 vezes. Deve-se gerenciar o peso e o colesterol, nem que
para isso além de dieta e exercício físico deve-se fazer uso de
medicamentos. A obesidade está associada a diversas complicações
graves e que ameaçam a vida, resultando em um aumento
significativo na morbidade e mortalidade em relação a indivíduos
magros.
Essas complicações incluem a resistência à insulina (RI), a diabetes
tipo 2, a doença hepática gordurosa não alcoólica (DHGNA)(figado
gordo), aterosclerose, doenças degenerativas, como a demência, e
também em muitos tipos de câncer. A combinação de obesidade
abdominal, hiperlipidemia, resistência à insulina (RI), estado próinflamatório, e a hipertensão é clinicamente conhecida como a
Síndrome Metabólica. Uma possível ligação entre a obesidade e a
infecção viral foi inicialmente sugerida a partir de estudos que
demonstraram aumento do peso corporal, aumento da captação de
glicose, e diminui a secreção de leptina em animais infectados com
adenovirus 36 (AD-36). Subsequentemente, outros vírus tais como
cinomose canina, vírus Rous associada 7, scrapie, vírus da doença
de Borna, SMAM-1, bem como outros adenovírus foram
correlacionados com o aumento da obesidade em modelos animais.
AD-36 é um vírus que infecta essencialmente os seres humanos e os
estudos demonstraram que 30% dos indivíduos obesos (em
comparação com apenas 11% de indivíduos magros) têm anticorpos
circulantes para o Ad-36. O mecanismo exato pelo qual a infecção
AD-36 pode levar à obesidade é desconhecida. Ao contrário de
estudos em animais em que o vírus da cinomose canina e partículas
de vírus da doença de Borna foram encontrados no hipotálamo de
animais obesos, as partículas do AD-36 não são encontradas no
hipotálamo de seres humanos obesos positivos para os anticorpos
AD-36. No entanto, partículas virais de AD-36 têm sido encontrados
em adipócitos e a infecção por AD-36 aumenta a diferenciação dos
adipócitos a partir de pré-adipócitos.
ADENOVÍRUS 36 E CÉLULAS DE GORDURA
É também possível que a infecção adenoviral leva ao aumento de
respostas inflamatórias no tecido adiposo, e possivelmente também
no fígado, que por sua vez leva a perturbações metabólicas típicas
observadas no estado pró-inflamatório associado com, e resultando
em, obesidade. Embora a evidência atual sugira uma ligação entre
infecção viral e obesidade, os dados não são conclusivos, nem com
números suficientes para demonstrar claramente uma associação
causal com a obesidade. Conforme mais dados epidemiológicos são
recolhidos, a infecção viral pode, efetivamente, ser adicionada à
lista de fatores conhecidos no modelo multifatorial das causas de
obesidade.

Dr. João Santos Caio Jr.
Endocrinologia – Neuroendocrinologista
CRM 20611

Dra. Henriqueta V. Caio
Endocrinologista – Medicina Interna
CRM 28930

Como Saber Mais:1.Ele pode comparar seu filho com outras crianças
da mesma idade e sexo (masculino ou feminino)...
http://baixaestaturaecrescimento.blogspot.com
2. Se a altura de uma criança é mais do que 2 DP abaixo da altura
média de outras crianças da mesma idade e sexo, diz-se que a
criança tem baixa estatura...
http://baixaestaturaedoencas.blogspot.com
3. A baixa estatura que não tem causa médica (baixa estatura
idiopática) pode ser devido a: retardo do crescimento
constitucional...
http://crescimentobaixaestatura.blogspot.com
AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO
DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA.
Referências Bibliográficas:
Prof. Dr. João Santos Caio Jr, Endocrinologista, Neuroendocrinologista, Dra. Henriqueta
Verlangieri Caio, Endocrinologista, Medicina Interna – Van Der Häägen Brazil, São Paulo,
Brasil; DiBaise JK, Zhang H, Crowell MD, Krajmalnik-Brown R, Decker GA, Rittmann BE (April
2008). "Gut microbiota and its possible relationship with obesity". Mayo Clinic proceedings.
Mayo Clinic 83 (4): 460–9. doi:10.4065/83.4.460. PMID 18380992; Falagas ME, Kompoti M
(July 2006). "Obesity and infection". Lancet Infect Dis 6 (7): 438–46. doi:10.1016/S14733099(06)70523-0. PMID 16790384; Whigham, Leah D.; Barbara A. Israel, and Richard L.
Atkinson (2006). "Adipogenic potential of multiple human adenoviruses in vivo and in vitro in
animals". Am J Physiol Regul Integr Comp Physiol 290: R190–4.
doi:10.1152/ajpregu.00479.2005. PMID 16166204; Whigham, L.D.; Israel, B.A.; Atkinson,
R.L. (2006), "Adipogenic potential of multiple human adenoviruses in vivo and in vitro in
animals", American Journal of Physiology- Regulatory, Integrative and Comparative
Physiology 290 (1): 190–194; Dhurandhar, N.V.; Whigham, L.D.; Abbott, D.H.; Schultz-darken,
N.J.; Israel, B.A.; Bradley, S.M.; Kemnitz, J.W.; Allison, D.B. et al. (2002), "Human Adenovirus
Ad-36 Promotes Weight Gain in Male Rhesus and Marmoset Monkeys 1 2", Journal of Nutrition
132 (10): 3155–3160.

Contato:
Fones: 55(11) 5087-4404 ou 6197-0305
Nextel: 55(11) 7717-1257
ID:111*101625
Rua: Estela, 515 – Bloco D -12ºandar - Conj. 121/122
Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002
e-mails: drcaio@vanderhaagenbrasil.com
drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com
vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com
Site Van Der Häägen Brazil
www.vanderhaagenbrazil.com.br
www.clinicavanderhaagen.com.br
www.clinicasvanderhaagenbrasil.com.br
www.crescimentoinfoco.com.br
www.obesidadeinfoco.com.br
www.tireoidismo.com.br
http://drcaiojr.site.med.br
http://dracaio.site.med.br
Google Maps:
http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+
Brasil&hl=pt&sll=-23.578256,46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie =UTF8&ll=23.575591,-46.650481&spn=0,0&t = h&z=17

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Obesidade visceral, abdominal e central em geral está associada à menopausa c...
Obesidade visceral, abdominal e central em geral está associada à menopausa c...Obesidade visceral, abdominal e central em geral está associada à menopausa c...
Obesidade visceral, abdominal e central em geral está associada à menopausa c...Van Der Häägen Brazil
 
A Obesidade devem ser Evitada e Tratada e o Estilo de Vida Mudado
A Obesidade devem ser Evitada e Tratada e o Estilo de Vida MudadoA Obesidade devem ser Evitada e Tratada e o Estilo de Vida Mudado
A Obesidade devem ser Evitada e Tratada e o Estilo de Vida MudadoVan Der Häägen Brazil
 
Obesidade fatores que minimizam a obesidade dormir mais comer menos fora de h...
Obesidade fatores que minimizam a obesidade dormir mais comer menos fora de h...Obesidade fatores que minimizam a obesidade dormir mais comer menos fora de h...
Obesidade fatores que minimizam a obesidade dormir mais comer menos fora de h...Van Der Häägen Brazil
 
A Obesidade tem Aumentado Mundialmente com Seus Fatores de Risco e Altos Cust...
A Obesidade tem Aumentado Mundialmente com Seus Fatores de Risco e Altos Cust...A Obesidade tem Aumentado Mundialmente com Seus Fatores de Risco e Altos Cust...
A Obesidade tem Aumentado Mundialmente com Seus Fatores de Risco e Altos Cust...Van Der Häägen Brazil
 
Obesidade intra abdominal a gordura do nosso organismo
Obesidade intra abdominal a gordura do nosso organismoObesidade intra abdominal a gordura do nosso organismo
Obesidade intra abdominal a gordura do nosso organismoVan Der Häägen Brazil
 
Atividade e cancer
Atividade e cancerAtividade e cancer
Atividade e cancerclinicalivon
 
Sobrepeso, obesidade, síndrome metabólica e disfunção erétil; estão associada...
Sobrepeso, obesidade, síndrome metabólica e disfunção erétil; estão associada...Sobrepeso, obesidade, síndrome metabólica e disfunção erétil; estão associada...
Sobrepeso, obesidade, síndrome metabólica e disfunção erétil; estão associada...Van Der Häägen Brazil
 
Epidemiologia da obesidade
Epidemiologia da obesidadeEpidemiologia da obesidade
Epidemiologia da obesidadeElaine Bedin
 
A Resistência à Insulina é Base Síndrome Metabólica
A Resistência à Insulina é Base Síndrome MetabólicaA Resistência à Insulina é Base Síndrome Metabólica
A Resistência à Insulina é Base Síndrome MetabólicaVan Der Häägen Brazil
 
Síndrome Metabólica - Bioquímica
Síndrome Metabólica - BioquímicaSíndrome Metabólica - Bioquímica
Síndrome Metabólica - BioquímicaEnfº Ícaro Araújo
 
2º ano obesidade x nutrição e colesterol
2º ano obesidade  x  nutrição e colesterol2º ano obesidade  x  nutrição e colesterol
2º ano obesidade x nutrição e colesterolTony
 
Os benefícios da atividade física e ou físico para prevenção e tratamento do ...
Os benefícios da atividade física e ou físico para prevenção e tratamento do ...Os benefícios da atividade física e ou físico para prevenção e tratamento do ...
Os benefícios da atividade física e ou físico para prevenção e tratamento do ...marcelosilveirazero1
 
Avalliação do-estado-nutricional-de-idosos
Avalliação do-estado-nutricional-de-idososAvalliação do-estado-nutricional-de-idosos
Avalliação do-estado-nutricional-de-idososNara Barros
 
Um quebra cabeça chamado obesidade ii
Um quebra cabeça chamado obesidade iiUm quebra cabeça chamado obesidade ii
Um quebra cabeça chamado obesidade iiDaniela Souza
 

Mais procurados (20)

Obesidade visceral, abdominal e central em geral está associada à menopausa c...
Obesidade visceral, abdominal e central em geral está associada à menopausa c...Obesidade visceral, abdominal e central em geral está associada à menopausa c...
Obesidade visceral, abdominal e central em geral está associada à menopausa c...
 
Tema de vida paulo (1)
Tema de vida paulo (1)Tema de vida paulo (1)
Tema de vida paulo (1)
 
A Obesidade devem ser Evitada e Tratada e o Estilo de Vida Mudado
A Obesidade devem ser Evitada e Tratada e o Estilo de Vida MudadoA Obesidade devem ser Evitada e Tratada e o Estilo de Vida Mudado
A Obesidade devem ser Evitada e Tratada e o Estilo de Vida Mudado
 
Obesidade fatores que minimizam a obesidade dormir mais comer menos fora de h...
Obesidade fatores que minimizam a obesidade dormir mais comer menos fora de h...Obesidade fatores que minimizam a obesidade dormir mais comer menos fora de h...
Obesidade fatores que minimizam a obesidade dormir mais comer menos fora de h...
 
A Obesidade tem Aumentado Mundialmente com Seus Fatores de Risco e Altos Cust...
A Obesidade tem Aumentado Mundialmente com Seus Fatores de Risco e Altos Cust...A Obesidade tem Aumentado Mundialmente com Seus Fatores de Risco e Altos Cust...
A Obesidade tem Aumentado Mundialmente com Seus Fatores de Risco e Altos Cust...
 
Obesidade intra abdominal a gordura do nosso organismo
Obesidade intra abdominal a gordura do nosso organismoObesidade intra abdominal a gordura do nosso organismo
Obesidade intra abdominal a gordura do nosso organismo
 
Tema de vida paulo (1)
Tema de vida paulo (1)Tema de vida paulo (1)
Tema de vida paulo (1)
 
3 dietoterapia para portadores de hiv
3 dietoterapia para portadores de hiv3 dietoterapia para portadores de hiv
3 dietoterapia para portadores de hiv
 
Atividade e cancer
Atividade e cancerAtividade e cancer
Atividade e cancer
 
Sobrepeso, obesidade, síndrome metabólica e disfunção erétil; estão associada...
Sobrepeso, obesidade, síndrome metabólica e disfunção erétil; estão associada...Sobrepeso, obesidade, síndrome metabólica e disfunção erétil; estão associada...
Sobrepeso, obesidade, síndrome metabólica e disfunção erétil; estão associada...
 
Agressão da Obesidade em Nosso Corpo
Agressão da Obesidade em Nosso CorpoAgressão da Obesidade em Nosso Corpo
Agressão da Obesidade em Nosso Corpo
 
Epidemiologia da obesidade
Epidemiologia da obesidadeEpidemiologia da obesidade
Epidemiologia da obesidade
 
4 obesidade
4  obesidade4  obesidade
4 obesidade
 
A Resistência à Insulina é Base Síndrome Metabólica
A Resistência à Insulina é Base Síndrome MetabólicaA Resistência à Insulina é Base Síndrome Metabólica
A Resistência à Insulina é Base Síndrome Metabólica
 
Envelhecimento folhetos
Envelhecimento folhetosEnvelhecimento folhetos
Envelhecimento folhetos
 
Síndrome Metabólica - Bioquímica
Síndrome Metabólica - BioquímicaSíndrome Metabólica - Bioquímica
Síndrome Metabólica - Bioquímica
 
2º ano obesidade x nutrição e colesterol
2º ano obesidade  x  nutrição e colesterol2º ano obesidade  x  nutrição e colesterol
2º ano obesidade x nutrição e colesterol
 
Os benefícios da atividade física e ou físico para prevenção e tratamento do ...
Os benefícios da atividade física e ou físico para prevenção e tratamento do ...Os benefícios da atividade física e ou físico para prevenção e tratamento do ...
Os benefícios da atividade física e ou físico para prevenção e tratamento do ...
 
Avalliação do-estado-nutricional-de-idosos
Avalliação do-estado-nutricional-de-idososAvalliação do-estado-nutricional-de-idosos
Avalliação do-estado-nutricional-de-idosos
 
Um quebra cabeça chamado obesidade ii
Um quebra cabeça chamado obesidade iiUm quebra cabeça chamado obesidade ii
Um quebra cabeça chamado obesidade ii
 

Destaque

Obesidade em Cães e Gatos por Thalita Maciel
Obesidade em Cães e Gatos por Thalita MacielObesidade em Cães e Gatos por Thalita Maciel
Obesidade em Cães e Gatos por Thalita MacielThalita Maciel de Melo
 
Shakalaka - Mad Marketing - Artevelde 2013 (no video)
Shakalaka - Mad Marketing - Artevelde 2013 (no video)Shakalaka - Mad Marketing - Artevelde 2013 (no video)
Shakalaka - Mad Marketing - Artevelde 2013 (no video)Peter Monbailleu
 
Beautiful photographs
Beautiful photographsBeautiful photographs
Beautiful photographsosvaldo.1
 
Is Your University Ready For the Ne(x)t-Generation?
Is Your University Ready For the Ne(x)t-Generation?Is Your University Ready For the Ne(x)t-Generation?
Is Your University Ready For the Ne(x)t-Generation?Martin Ebner
 
METODOLOGIA E DISTRIBUIÇÃO ORGÂNICA HORMÔNIOS G -CRESCIMENTO INSULINA E OUTROS
METODOLOGIA E DISTRIBUIÇÃO ORGÂNICA HORMÔNIOS G -CRESCIMENTO INSULINA E OUTROSMETODOLOGIA E DISTRIBUIÇÃO ORGÂNICA HORMÔNIOS G -CRESCIMENTO INSULINA E OUTROS
METODOLOGIA E DISTRIBUIÇÃO ORGÂNICA HORMÔNIOS G -CRESCIMENTO INSULINA E OUTROSVan Der Häägen Brazil
 
Successes Of Fp Summary
Successes Of Fp SummarySuccesses Of Fp Summary
Successes Of Fp SummaryDel Nicholls
 
Horror, Segunda Guerra Mundial
Horror, Segunda Guerra MundialHorror, Segunda Guerra Mundial
Horror, Segunda Guerra MundialJavieraTaito
 
IoF Tech Conference 14th May 2009
IoF Tech Conference 14th May 2009IoF Tech Conference 14th May 2009
IoF Tech Conference 14th May 2009Jonathan Waddingham
 
Preventing Heart Disease
Preventing Heart DiseasePreventing Heart Disease
Preventing Heart Diseaseair
 
The Power of Weblogs
The Power of WeblogsThe Power of Weblogs
The Power of WeblogsMartin Ebner
 
E-Learning 2.0 in Lehr-, Lern, Arbeits- und Wissensprozssen
E-Learning 2.0 in Lehr-, Lern, Arbeits- und WissensprozssenE-Learning 2.0 in Lehr-, Lern, Arbeits- und Wissensprozssen
E-Learning 2.0 in Lehr-, Lern, Arbeits- und WissensprozssenMartin Ebner
 
Fotos Del TranvíA HistóRico
Fotos Del TranvíA HistóRicoFotos Del TranvíA HistóRico
Fotos Del TranvíA HistóRicoYanita76
 
Horror, Segunda Guerra Mundial
Horror, Segunda Guerra MundialHorror, Segunda Guerra Mundial
Horror, Segunda Guerra MundialJavieraTaito
 
What charities really think of online giving, and how to make the most of it
What charities really think of online giving, and how to make the most of itWhat charities really think of online giving, and how to make the most of it
What charities really think of online giving, and how to make the most of itJonathan Waddingham
 
IB Changes October2011
IB Changes October2011IB Changes October2011
IB Changes October2011George Hobson
 

Destaque (20)

Obesidade canina e felina
Obesidade canina e felinaObesidade canina e felina
Obesidade canina e felina
 
Obesidade em Cães e Gatos por Thalita Maciel
Obesidade em Cães e Gatos por Thalita MacielObesidade em Cães e Gatos por Thalita Maciel
Obesidade em Cães e Gatos por Thalita Maciel
 
Bibliotherapy - PAARL
Bibliotherapy - PAARLBibliotherapy - PAARL
Bibliotherapy - PAARL
 
Shakalaka - Mad Marketing - Artevelde 2013 (no video)
Shakalaka - Mad Marketing - Artevelde 2013 (no video)Shakalaka - Mad Marketing - Artevelde 2013 (no video)
Shakalaka - Mad Marketing - Artevelde 2013 (no video)
 
Beautiful photographs
Beautiful photographsBeautiful photographs
Beautiful photographs
 
Is Your University Ready For the Ne(x)t-Generation?
Is Your University Ready For the Ne(x)t-Generation?Is Your University Ready For the Ne(x)t-Generation?
Is Your University Ready For the Ne(x)t-Generation?
 
METODOLOGIA E DISTRIBUIÇÃO ORGÂNICA HORMÔNIOS G -CRESCIMENTO INSULINA E OUTROS
METODOLOGIA E DISTRIBUIÇÃO ORGÂNICA HORMÔNIOS G -CRESCIMENTO INSULINA E OUTROSMETODOLOGIA E DISTRIBUIÇÃO ORGÂNICA HORMÔNIOS G -CRESCIMENTO INSULINA E OUTROS
METODOLOGIA E DISTRIBUIÇÃO ORGÂNICA HORMÔNIOS G -CRESCIMENTO INSULINA E OUTROS
 
Top Business Scams
Top Business ScamsTop Business Scams
Top Business Scams
 
Successes Of Fp Summary
Successes Of Fp SummarySuccesses Of Fp Summary
Successes Of Fp Summary
 
Horror, Segunda Guerra Mundial
Horror, Segunda Guerra MundialHorror, Segunda Guerra Mundial
Horror, Segunda Guerra Mundial
 
IoF Tech Conference 14th May 2009
IoF Tech Conference 14th May 2009IoF Tech Conference 14th May 2009
IoF Tech Conference 14th May 2009
 
Preventing Heart Disease
Preventing Heart DiseasePreventing Heart Disease
Preventing Heart Disease
 
The Power of Weblogs
The Power of WeblogsThe Power of Weblogs
The Power of Weblogs
 
E-Learning 2.0 in Lehr-, Lern, Arbeits- und Wissensprozssen
E-Learning 2.0 in Lehr-, Lern, Arbeits- und WissensprozssenE-Learning 2.0 in Lehr-, Lern, Arbeits- und Wissensprozssen
E-Learning 2.0 in Lehr-, Lern, Arbeits- und Wissensprozssen
 
Office00
Office00Office00
Office00
 
Mc grane 20110225
Mc grane 20110225Mc grane 20110225
Mc grane 20110225
 
Fotos Del TranvíA HistóRico
Fotos Del TranvíA HistóRicoFotos Del TranvíA HistóRico
Fotos Del TranvíA HistóRico
 
Horror, Segunda Guerra Mundial
Horror, Segunda Guerra MundialHorror, Segunda Guerra Mundial
Horror, Segunda Guerra Mundial
 
What charities really think of online giving, and how to make the most of it
What charities really think of online giving, and how to make the most of itWhat charities really think of online giving, and how to make the most of it
What charities really think of online giving, and how to make the most of it
 
IB Changes October2011
IB Changes October2011IB Changes October2011
IB Changes October2011
 

Semelhante a Obesidade e uma possível ligação entre a obesidade e a infecção viral

Diabetes mellitus associado à obesidade abdominal,obesidade periférica e doen...
Diabetes mellitus associado à obesidade abdominal,obesidade periférica e doen...Diabetes mellitus associado à obesidade abdominal,obesidade periférica e doen...
Diabetes mellitus associado à obesidade abdominal,obesidade periférica e doen...Van Der Häägen Brazil
 
Obesidade é uma Doença Multifatorial e exige Tratamento Multidisciplinar
Obesidade é uma Doença Multifatorial e exige Tratamento MultidisciplinarObesidade é uma Doença Multifatorial e exige Tratamento Multidisciplinar
Obesidade é uma Doença Multifatorial e exige Tratamento MultidisciplinarVan Der Häägen Brazil
 
Obesidade intra visceral caminhamos para conceito unissex de desastre anuncia...
Obesidade intra visceral caminhamos para conceito unissex de desastre anuncia...Obesidade intra visceral caminhamos para conceito unissex de desastre anuncia...
Obesidade intra visceral caminhamos para conceito unissex de desastre anuncia...Van Der Häägen Brazil
 
Obesidade – obesidade intra abdominal – síndrome metabólica;processos inflama...
Obesidade – obesidade intra abdominal – síndrome metabólica;processos inflama...Obesidade – obesidade intra abdominal – síndrome metabólica;processos inflama...
Obesidade – obesidade intra abdominal – síndrome metabólica;processos inflama...Van Der Häägen Brazil
 
Alimentação saudavel
Alimentação saudavelAlimentação saudavel
Alimentação saudavelKeylla Tayne
 
Medição de gordura corpórea
Medição de gordura corpóreaMedição de gordura corpórea
Medição de gordura corpóreamagdi12
 
Obesidade abdominal comprometida por estresse obesidade periférica pode evolu...
Obesidade abdominal comprometida por estresse obesidade periférica pode evolu...Obesidade abdominal comprometida por estresse obesidade periférica pode evolu...
Obesidade abdominal comprometida por estresse obesidade periférica pode evolu...Van Der Häägen Brazil
 
Obesidade excessiva associada à obesidade visceral situação que compromete s...
Obesidade excessiva associada à obesidade visceral  situação que compromete s...Obesidade excessiva associada à obesidade visceral  situação que compromete s...
Obesidade excessiva associada à obesidade visceral situação que compromete s...Van Der Häägen Brazil
 
Obesidade se torna um fator complexo em pacientes diabeticos e vice versa.
Obesidade se torna um fator complexo em pacientes diabeticos e vice versa.Obesidade se torna um fator complexo em pacientes diabeticos e vice versa.
Obesidade se torna um fator complexo em pacientes diabeticos e vice versa.Van Der Häägen Brazil
 
Obesidade, adiposidade, obesidade intra abdominal, central, visceral; possu...
Obesidade, adiposidade, obesidade intra   abdominal, central, visceral; possu...Obesidade, adiposidade, obesidade intra   abdominal, central, visceral; possu...
Obesidade, adiposidade, obesidade intra abdominal, central, visceral; possu...Van Der Häägen Brazil
 

Semelhante a Obesidade e uma possível ligação entre a obesidade e a infecção viral (14)

Diabetes mellitus associado à obesidade abdominal,obesidade periférica e doen...
Diabetes mellitus associado à obesidade abdominal,obesidade periférica e doen...Diabetes mellitus associado à obesidade abdominal,obesidade periférica e doen...
Diabetes mellitus associado à obesidade abdominal,obesidade periférica e doen...
 
Obesidade é uma Doença Multifatorial e exige Tratamento Multidisciplinar
Obesidade é uma Doença Multifatorial e exige Tratamento MultidisciplinarObesidade é uma Doença Multifatorial e exige Tratamento Multidisciplinar
Obesidade é uma Doença Multifatorial e exige Tratamento Multidisciplinar
 
Obesidade intra visceral caminhamos para conceito unissex de desastre anuncia...
Obesidade intra visceral caminhamos para conceito unissex de desastre anuncia...Obesidade intra visceral caminhamos para conceito unissex de desastre anuncia...
Obesidade intra visceral caminhamos para conceito unissex de desastre anuncia...
 
Obessidade
ObessidadeObessidade
Obessidade
 
Obesidade – obesidade intra abdominal – síndrome metabólica;processos inflama...
Obesidade – obesidade intra abdominal – síndrome metabólica;processos inflama...Obesidade – obesidade intra abdominal – síndrome metabólica;processos inflama...
Obesidade – obesidade intra abdominal – síndrome metabólica;processos inflama...
 
Alimentação saudavel
Alimentação saudavelAlimentação saudavel
Alimentação saudavel
 
Medição de gordura corpórea
Medição de gordura corpóreaMedição de gordura corpórea
Medição de gordura corpórea
 
Obesidade!!!
Obesidade!!!Obesidade!!!
Obesidade!!!
 
Obesidade abdominal comprometida por estresse obesidade periférica pode evolu...
Obesidade abdominal comprometida por estresse obesidade periférica pode evolu...Obesidade abdominal comprometida por estresse obesidade periférica pode evolu...
Obesidade abdominal comprometida por estresse obesidade periférica pode evolu...
 
Obesidade excessiva associada à obesidade visceral situação que compromete s...
Obesidade excessiva associada à obesidade visceral  situação que compromete s...Obesidade excessiva associada à obesidade visceral  situação que compromete s...
Obesidade excessiva associada à obesidade visceral situação que compromete s...
 
Projeto pense magro
Projeto pense magroProjeto pense magro
Projeto pense magro
 
Obesidade se torna um fator complexo em pacientes diabeticos e vice versa.
Obesidade se torna um fator complexo em pacientes diabeticos e vice versa.Obesidade se torna um fator complexo em pacientes diabeticos e vice versa.
Obesidade se torna um fator complexo em pacientes diabeticos e vice versa.
 
Obesidade uma Epidemia
Obesidade uma EpidemiaObesidade uma Epidemia
Obesidade uma Epidemia
 
Obesidade, adiposidade, obesidade intra abdominal, central, visceral; possu...
Obesidade, adiposidade, obesidade intra   abdominal, central, visceral; possu...Obesidade, adiposidade, obesidade intra   abdominal, central, visceral; possu...
Obesidade, adiposidade, obesidade intra abdominal, central, visceral; possu...
 

Mais de Van Der Häägen Brazil

OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEOBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEVan Der Häägen Brazil
 
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...Van Der Häägen Brazil
 
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...Van Der Häägen Brazil
 
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...Van Der Häägen Brazil
 
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMOPODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMOVan Der Häägen Brazil
 
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEOBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEVan Der Häägen Brazil
 
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...Van Der Häägen Brazil
 
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESONOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESOVan Der Häägen Brazil
 
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICAINTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICAVan Der Häägen Brazil
 
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.Van Der Häägen Brazil
 
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...Van Der Häägen Brazil
 

Mais de Van Der Häägen Brazil (20)

OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEOBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
 
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
A IMPORTÂNCIA CLÍNICA DA ADIPOSIDADE VISCERAL: UMA PESQUISA PROSPECTIVA CRÍTI...
 
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
A DISTRIBUIÇÃO DA GORDURA CORPORAL É MAIS PREDITIVA (INFORMATIVA) DE MORTALID...
 
GORDURA VISCERAL
GORDURA VISCERALGORDURA VISCERAL
GORDURA VISCERAL
 
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
VOCÊ PENSA QUE APENAS OBESO OU GORDO QUE NÃO FAZ EXERCICIO, É QUE MORRE? BEM ...
 
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMOPODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
PODE ACREDITAR, QUE O SOBREPESO E A OBESIDADE ESTA LIGADA AO HIPOTIREOIDISMO
 
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDEOBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE
 
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
OBESIDADE, EMAGRECER, EU QUERO CUIDAR DA SAÚDE; LARGUE DESSA VIDA IRRESPONSÁV...
 
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESONOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
NOVIDADES E CONCEITOS NOVOS ATRAVÉS DO SOBREPESO
 
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTILOBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
OBESIDADE EM PACIENTES INFANTIL
 
OBESIDADE E SUAS CAUSAS
OBESIDADE E SUAS CAUSASOBESIDADE E SUAS CAUSAS
OBESIDADE E SUAS CAUSAS
 
OBESITY AND GENETICS
OBESITY AND GENETICSOBESITY AND GENETICS
OBESITY AND GENETICS
 
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICAINTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
INTERFERÊNCIAS DA OBESIDADE NA FUNÇÃO IMUNOLÓGICA
 
GORDURA (ADIPÓCITO)
GORDURA (ADIPÓCITO)GORDURA (ADIPÓCITO)
GORDURA (ADIPÓCITO)
 
GENEALOGIA
GENEALOGIAGENEALOGIA
GENEALOGIA
 
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
DIABETES MELLITUS TIPO 2, DOENÇAS CARDIO RESPIRATÓRIAS, RENAIS, ENTRE OUTRAS.
 
OBESIDADE ABDOMINAL
OBESIDADE ABDOMINAL OBESIDADE ABDOMINAL
OBESIDADE ABDOMINAL
 
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
SOBREPESO, OBESIDADE (OBESOS)
 
GORDURA EM EXCESSO
GORDURA EM EXCESSOGORDURA EM EXCESSO
GORDURA EM EXCESSO
 
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
VOCÊ TERIA DÚVIDA DE QUE MESMO VACINADA, VOCÊ NÃO CONTRAIRIA POR EXEMPLO A CO...
 

Último

relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion  ais.pdfrelatorio ciencias morfofuncion  ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdfHELLEN CRISTINA
 
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclosCaracterísticas gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclosThaiseGerber2
 
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdfIANAHAAS
 
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades PúblicasAlimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades PúblicasProf. Marcus Renato de Carvalho
 
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfrelatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfHELLEN CRISTINA
 
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdfManual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdfDanieldaSade
 
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdfManual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdfDanieldaSade
 
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUSHomens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUSProf. Marcus Renato de Carvalho
 
Altas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
Altas habilidades/superdotação. Adelino FelisbertoAltas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
Altas habilidades/superdotação. Adelino Felisbertoadelinofelisberto3
 

Último (9)

relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion  ais.pdfrelatorio ciencias morfofuncion  ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
 
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclosCaracterísticas gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
 
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
 
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades PúblicasAlimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
 
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfrelatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
 
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdfManual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
 
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdfManual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
 
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUSHomens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
 
Altas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
Altas habilidades/superdotação. Adelino FelisbertoAltas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
Altas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
 

Obesidade e uma possível ligação entre a obesidade e a infecção viral

  • 1. OBESIDADE E VÍRUS: A OBESIDADE É UMA DOENÇA MULTIFATORIAL E COMO ESTUDOS TÊM DEMONSTRADO A INFECÇÃO VIRAL PODE, EFETIVAMENTE, SER ADICIONADA À LISTA DE FATORES CONHECIDOS NO MODELO MULTIFATORIAL DAS CAUSAS DA OBESIDADE. A obesidade é definida como uma condição física em que um indivíduo tem um índice de massa corporal (IMC) ≥ 30 kg / m 2. O IMC é uma medida da relação entre o peso e a altura do indivíduo. O IMC é calculado dividindo-se o peso de pessoas em quilogramas pelo quadrado de sua altura em metros. A utilidade médica para a determinação do IMC de uma pessoa é que esta medida descreve o peso do corpo em relação à altura e, portanto, se correlaciona fortemente com o conteúdo de gordura total do corpo em adultos. É importante notar que, em certos indivíduos, como construtores de corpo que tem grande massa muscular, um IMC elevado não se correlaciona com elevado teor de gordura. A obesidade está tomando proporções epidêmicas nos EUA e em muitos outros países industrializados. Nos EUA a prevalência de obesidade já ultrapassa 60% da população em 2013 e representa a maior taxa de obesidade em todo o mundo, em todos os níveis de obesidade. Desde 1980, a prevalência de obesidade em adultos nos EUA aumentou 2 vezes. No entanto, muito mais preocupante é o fato de que, nesse mesmo período, a taxa de obesidade na infância e na adolescência aumentou 3 vezes. Deve-se gerenciar o peso e o colesterol, nem que para isso além de dieta e exercício físico deve-se fazer uso de medicamentos. A obesidade está associada a diversas complicações graves e que ameaçam a vida, resultando em um aumento significativo na morbidade e mortalidade em relação a indivíduos magros.
  • 2. Essas complicações incluem a resistência à insulina (RI), a diabetes tipo 2, a doença hepática gordurosa não alcoólica (DHGNA)(figado gordo), aterosclerose, doenças degenerativas, como a demência, e também em muitos tipos de câncer. A combinação de obesidade abdominal, hiperlipidemia, resistência à insulina (RI), estado próinflamatório, e a hipertensão é clinicamente conhecida como a Síndrome Metabólica. Uma possível ligação entre a obesidade e a infecção viral foi inicialmente sugerida a partir de estudos que demonstraram aumento do peso corporal, aumento da captação de glicose, e diminui a secreção de leptina em animais infectados com adenovirus 36 (AD-36). Subsequentemente, outros vírus tais como cinomose canina, vírus Rous associada 7, scrapie, vírus da doença de Borna, SMAM-1, bem como outros adenovírus foram correlacionados com o aumento da obesidade em modelos animais. AD-36 é um vírus que infecta essencialmente os seres humanos e os estudos demonstraram que 30% dos indivíduos obesos (em comparação com apenas 11% de indivíduos magros) têm anticorpos circulantes para o Ad-36. O mecanismo exato pelo qual a infecção AD-36 pode levar à obesidade é desconhecida. Ao contrário de estudos em animais em que o vírus da cinomose canina e partículas de vírus da doença de Borna foram encontrados no hipotálamo de animais obesos, as partículas do AD-36 não são encontradas no hipotálamo de seres humanos obesos positivos para os anticorpos AD-36. No entanto, partículas virais de AD-36 têm sido encontrados em adipócitos e a infecção por AD-36 aumenta a diferenciação dos adipócitos a partir de pré-adipócitos.
  • 3. ADENOVÍRUS 36 E CÉLULAS DE GORDURA É também possível que a infecção adenoviral leva ao aumento de respostas inflamatórias no tecido adiposo, e possivelmente também no fígado, que por sua vez leva a perturbações metabólicas típicas observadas no estado pró-inflamatório associado com, e resultando em, obesidade. Embora a evidência atual sugira uma ligação entre infecção viral e obesidade, os dados não são conclusivos, nem com números suficientes para demonstrar claramente uma associação causal com a obesidade. Conforme mais dados epidemiológicos são recolhidos, a infecção viral pode, efetivamente, ser adicionada à lista de fatores conhecidos no modelo multifatorial das causas de obesidade. Dr. João Santos Caio Jr. Endocrinologia – Neuroendocrinologista CRM 20611 Dra. Henriqueta V. Caio Endocrinologista – Medicina Interna
  • 4. CRM 28930 Como Saber Mais:1.Ele pode comparar seu filho com outras crianças da mesma idade e sexo (masculino ou feminino)... http://baixaestaturaecrescimento.blogspot.com 2. Se a altura de uma criança é mais do que 2 DP abaixo da altura média de outras crianças da mesma idade e sexo, diz-se que a criança tem baixa estatura... http://baixaestaturaedoencas.blogspot.com 3. A baixa estatura que não tem causa médica (baixa estatura idiopática) pode ser devido a: retardo do crescimento constitucional... http://crescimentobaixaestatura.blogspot.com AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA. Referências Bibliográficas: Prof. Dr. João Santos Caio Jr, Endocrinologista, Neuroendocrinologista, Dra. Henriqueta Verlangieri Caio, Endocrinologista, Medicina Interna – Van Der Häägen Brazil, São Paulo, Brasil; DiBaise JK, Zhang H, Crowell MD, Krajmalnik-Brown R, Decker GA, Rittmann BE (April 2008). "Gut microbiota and its possible relationship with obesity". Mayo Clinic proceedings. Mayo Clinic 83 (4): 460–9. doi:10.4065/83.4.460. PMID 18380992; Falagas ME, Kompoti M (July 2006). "Obesity and infection". Lancet Infect Dis 6 (7): 438–46. doi:10.1016/S14733099(06)70523-0. PMID 16790384; Whigham, Leah D.; Barbara A. Israel, and Richard L. Atkinson (2006). "Adipogenic potential of multiple human adenoviruses in vivo and in vitro in animals". Am J Physiol Regul Integr Comp Physiol 290: R190–4. doi:10.1152/ajpregu.00479.2005. PMID 16166204; Whigham, L.D.; Israel, B.A.; Atkinson, R.L. (2006), "Adipogenic potential of multiple human adenoviruses in vivo and in vitro in animals", American Journal of Physiology- Regulatory, Integrative and Comparative Physiology 290 (1): 190–194; Dhurandhar, N.V.; Whigham, L.D.; Abbott, D.H.; Schultz-darken, N.J.; Israel, B.A.; Bradley, S.M.; Kemnitz, J.W.; Allison, D.B. et al. (2002), "Human Adenovirus Ad-36 Promotes Weight Gain in Male Rhesus and Marmoset Monkeys 1 2", Journal of Nutrition 132 (10): 3155–3160. Contato: Fones: 55(11) 5087-4404 ou 6197-0305 Nextel: 55(11) 7717-1257 ID:111*101625 Rua: Estela, 515 – Bloco D -12ºandar - Conj. 121/122 Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002 e-mails: drcaio@vanderhaagenbrasil.com drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com
  • 5. vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com Site Van Der Häägen Brazil www.vanderhaagenbrazil.com.br www.clinicavanderhaagen.com.br www.clinicasvanderhaagenbrasil.com.br www.crescimentoinfoco.com.br www.obesidadeinfoco.com.br www.tireoidismo.com.br http://drcaiojr.site.med.br http://dracaio.site.med.br Google Maps: http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+ Brasil&hl=pt&sll=-23.578256,46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie =UTF8&ll=23.575591,-46.650481&spn=0,0&t = h&z=17