SlideShare uma empresa Scribd logo
O Ursinho Marrom
Jane Flory
Traduzido e adaptado por: Magdala Bisboa Bacha
Na floresta, todos os filhotes de animais
iam à escola. Só um ficava em casa: o
Ursinho Marrom.
- Aprender a ler, para quê? Dizia Marrom.
Eu não preciso disso. Eu posso muito bem
encontrar mel sem saber ler. Eu vou é me
divertir.
Todos os animaizinhos tinham ido para a
escola. Marrom resolveu distrair-se e
pensou:
- Vou à casa do Senhor Coelho ouvir
histórias.
Marrom chegou à casa do Senhor
Coelho. Bateu, bateu, chamou e ninguém
respondeu.
O Senhor Coelho tinha deixado um
aviso na porta mas Marrom não sabia ler
e pensou:
- Com certeza ele foi fazer alguma
visita. Vou embora.
No caminho, Marrom encontrou-se
com o Senhor Coelho.
- Estou vindo de sua casa, Senhor Coelho.
Que pena o Senhor ter ido fazer visitas
justamente hoje!
- Fazer visitas? Mas você não leu o aviso
que eu deixei na porta?
Marrom ficou desapontado e não
respondeu.
O Senhor Coelho se lembrou que ele não
sabia ler e explicou:
- Pois o aviso dizia: Volto já. Sente-se e
espere um pouco.
Marrom pensou:
- Ah! Então é isso que os avisos dizem.
Pois já sei. Aprendi.
No dia seguinte Marrom foi à casa do
João-de-barro conversar um pouco.
Seu João-de-barro não estava, mas
tinha deixado um aviso.
- Agora já sei tudo sobre avisos,
pensou o ursinho. Seu João-de-barro
volta já. Vou sentar e esperar um pouco.
Mal o urso Marrom se assentou deu um
pulo na cadeira:
- Tinta fresca! Por que não me
avisaram?
Seu João-de-barro estava chegando e
respondeu:
- O aviso está aí na cadeira, Marrom,
você não viu?
Marrom ficou desapontado. Seu João-
de-barro se lembrou de que ele não sabia
ler e explicou:
- Este papel na cadeira diz:
Tinta fresca
O ursinho pensou:
- Como eu me enganei. Mas agora eu
não me engano mais. Já sei tudo sobre
avisos.
Marrom foi embora. Quando ele chegou à
sua casa, viu a caixa do correio aberta.
Dentro dela havia um papel.
- Já sei, pensou Marrom, não devo
chegar perto da caixa. Ela foi pintada de
novo. Aquele papel diz: Tinta fresca.
E Marrom passou bem longe da caixa.
No dia seguinte, cedinho, quando
Marrom se levantou, começou a sentir um
cheiro delicioso. Dona Ursa estava assando
bolo. O ursinho ficou todo alegre.
Depois de ter se alimentado Marrom foi
para o jardim e começou a observar o
movimento.
Parecia que estava acontecendo alguma
coisa fora do comum. Havia um movimento
enorme na rua. Os animaizinhos não tinham
ido à escola. Estavam todos passando pela
rua, com suas famílias. Carregavam doces e
salgados.
Passaram os coelhos com uma cesta
cheia de bombons. Passaram os
passarinhos carregando uma linda torta.
Passaram os macaquinhos e os marrecos.
Marrom resolveu ir aonde eles iam.
Começou a acompanhá-los às escondidas.
Os animais estavam parados no meio da
mata. Debaixo de uma grande árvore havia
uma mesa. Nela, os bichos estavam
colocando doces, salgados e bebidas.
- Um piquenique e não me convidaram!
Pensou Marrom e começou a chorar.
- Por que está chorando? Perguntou a
Dona Cabra.
- Eu não fui convidado para o piquenique,
respondeu o ursinho.
- Como não foi? Foi sim. Eu vi o carteiro
colocando o convite na caixa do correio de
sua casa. Marrom enxugou os olhos e
disse:
- Então aquilo era um convite? Pensei que
fosse um aviso sobre tinta fresca.
- Ora, Marrom! Que vergonha! Você
precisa aprender a ler.
- É mesmo, disse Marrom baixinho.
Dona Ursa vinha chegando com o bolo e o
convite.
O ursinho correu para junto dela e perguntou:
- Mamãe, nós fomos convidados para o
piquenique?
- Fomos, respondeu Dona Ursa. Aqui está o
convite.
- Que bom, mamãe! Eu pensei que eles
tinham esquecido de nós. Eu preciso aprender a
ler. Amanhã mesmo vou começar.
No dia seguinte o ursinho Marrom foi o
primeiro a chegar à escola e não faltou nenhum
dia.
Hoje ele já sabe ler e escrever. Está feliz e
sua mãe também.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sequencia didatica a_princesa_e_a_ervilha
Sequencia didatica a_princesa_e_a_ervilhaSequencia didatica a_princesa_e_a_ervilha
Sequencia didatica a_princesa_e_a_ervilha
Roseli Aparecida Tavares
 
O que cabe no meu mundo
O que cabe no meu mundoO que cabe no meu mundo
O que cabe no meu mundo
Bartira Tomazini
 
Tudobemserdiferente
Tudobemserdiferente Tudobemserdiferente
Tudobemserdiferente
Lenir Moraes
 
marcelo , marmelo, martelo
marcelo , marmelo, martelomarcelo , marmelo, martelo
marcelo , marmelo, martelo
mariaelidias
 
O livro-do-planeta-terra-pdf
O livro-do-planeta-terra-pdfO livro-do-planeta-terra-pdf
O livro-do-planeta-terra-pdf
MarisaMarisacrepaldi
 
Coletânea de Poemas
Coletânea de PoemasColetânea de Poemas
Coletânea de Poemas
MariGiopato
 
A criança do berçario e maternal 50 atividades
A criança do berçario e maternal 50 atividadesA criança do berçario e maternal 50 atividades
A criança do berçario e maternal 50 atividades
SimoneHelenDrumond
 
Historia das vogais
Historia das vogaisHistoria das vogais
Historia das vogais
Alice Lima
 
Livro dos numero bichos e flores de Cleo Busatto
Livro dos numero bichos e flores de Cleo BusattoLivro dos numero bichos e flores de Cleo Busatto
Livro dos numero bichos e flores de Cleo Busatto
Luzania Lima
 
PROJETO INCLUSÃO E SOLIDARIEDADE, QUANDO INCLUIR É AMAR
PROJETO INCLUSÃO E SOLIDARIEDADE, QUANDO INCLUIR É AMARPROJETO INCLUSÃO E SOLIDARIEDADE, QUANDO INCLUIR É AMAR
PROJETO INCLUSÃO E SOLIDARIEDADE, QUANDO INCLUIR É AMAR
Milena Barbosa
 
Atividade dengue
Atividade dengueAtividade dengue
Atividade denguecepmaio
 
O mundinho
O mundinhoO mundinho
O mundinho
Hayana Oliveira
 
A margarida friorenta
A margarida friorentaA margarida friorenta
A margarida friorenta
Professora Cida
 
O carnaval-na-floresta
O carnaval-na-florestaO carnaval-na-floresta
O carnaval-na-floresta
Guiomar Silva
 
O monstro das cores pdf
O monstro das cores pdfO monstro das cores pdf
O monstro das cores pdf
Katia Soares
 
A escola de marcelo
A escola de marceloA escola de marcelo
A escola de marceloLakalondres
 
Gênero textual: Fabulas e contos
Gênero textual: Fabulas e contos Gênero textual: Fabulas e contos
Gênero textual: Fabulas e contos
Mary Alvarenga
 
Historia palhaço geométrico
Historia palhaço geométricoHistoria palhaço geométrico
Historia palhaço geométrico
Ines Martins
 
Sugestões de palavras e expressões para o uso em relatórios
Sugestões de palavras e expressões para o uso   em relatóriosSugestões de palavras e expressões para o uso   em relatórios
Sugestões de palavras e expressões para o uso em relatórios
ELIANE GARCIA
 

Mais procurados (20)

Sequencia didatica a_princesa_e_a_ervilha
Sequencia didatica a_princesa_e_a_ervilhaSequencia didatica a_princesa_e_a_ervilha
Sequencia didatica a_princesa_e_a_ervilha
 
O que cabe no meu mundo
O que cabe no meu mundoO que cabe no meu mundo
O que cabe no meu mundo
 
Tudobemserdiferente
Tudobemserdiferente Tudobemserdiferente
Tudobemserdiferente
 
marcelo , marmelo, martelo
marcelo , marmelo, martelomarcelo , marmelo, martelo
marcelo , marmelo, martelo
 
O livro-do-planeta-terra-pdf
O livro-do-planeta-terra-pdfO livro-do-planeta-terra-pdf
O livro-do-planeta-terra-pdf
 
Coletânea de Poemas
Coletânea de PoemasColetânea de Poemas
Coletânea de Poemas
 
A criança do berçario e maternal 50 atividades
A criança do berçario e maternal 50 atividadesA criança do berçario e maternal 50 atividades
A criança do berçario e maternal 50 atividades
 
Historia das vogais
Historia das vogaisHistoria das vogais
Historia das vogais
 
Livro dos numero bichos e flores de Cleo Busatto
Livro dos numero bichos e flores de Cleo BusattoLivro dos numero bichos e flores de Cleo Busatto
Livro dos numero bichos e flores de Cleo Busatto
 
PROJETO INCLUSÃO E SOLIDARIEDADE, QUANDO INCLUIR É AMAR
PROJETO INCLUSÃO E SOLIDARIEDADE, QUANDO INCLUIR É AMARPROJETO INCLUSÃO E SOLIDARIEDADE, QUANDO INCLUIR É AMAR
PROJETO INCLUSÃO E SOLIDARIEDADE, QUANDO INCLUIR É AMAR
 
O girassol solitario
O girassol solitarioO girassol solitario
O girassol solitario
 
Atividade dengue
Atividade dengueAtividade dengue
Atividade dengue
 
O mundinho
O mundinhoO mundinho
O mundinho
 
A margarida friorenta
A margarida friorentaA margarida friorenta
A margarida friorenta
 
O carnaval-na-floresta
O carnaval-na-florestaO carnaval-na-floresta
O carnaval-na-floresta
 
O monstro das cores pdf
O monstro das cores pdfO monstro das cores pdf
O monstro das cores pdf
 
A escola de marcelo
A escola de marceloA escola de marcelo
A escola de marcelo
 
Gênero textual: Fabulas e contos
Gênero textual: Fabulas e contos Gênero textual: Fabulas e contos
Gênero textual: Fabulas e contos
 
Historia palhaço geométrico
Historia palhaço geométricoHistoria palhaço geométrico
Historia palhaço geométrico
 
Sugestões de palavras e expressões para o uso em relatórios
Sugestões de palavras e expressões para o uso   em relatóriosSugestões de palavras e expressões para o uso   em relatórios
Sugestões de palavras e expressões para o uso em relatórios
 

Destaque

Yoshi, um amigo diferente!
Yoshi, um amigo diferente!Yoshi, um amigo diferente!
Yoshi, um amigo diferente!
Beatriz Paulistana
 
Imagens com energia
Imagens com energiaImagens com energia
Imagens com energia
Ana Valente
 
O ser diferente sob o olhar dos mais pequenos
O ser diferente sob o olhar dos mais pequenosO ser diferente sob o olhar dos mais pequenos
O ser diferente sob o olhar dos mais pequenos
Cátia Nunes
 
16 catarina e o urso (leitura)
16 catarina e o urso (leitura)16 catarina e o urso (leitura)
16 catarina e o urso (leitura)
SimoneHelenDrumond
 
A escola dos Bichos
A escola dos BichosA escola dos Bichos
A escola dos Bichos
profandre
 
Projeto kiricu e a feiticeira
Projeto kiricu e a feiticeiraProjeto kiricu e a feiticeira
Projeto kiricu e a feiticeira
Beatriz Paulistana
 
Livro sobre respeito às diferenças
Livro sobre respeito às diferençasLivro sobre respeito às diferenças
Livro sobre respeito às diferenças
Milena Barbosa
 
Joana E Liliana E Rafaela
Joana E  Liliana E  RafaelaJoana E  Liliana E  Rafaela
Joana E Liliana E Rafaela
Maria Filomena
 
Desculpa, por-acaso-és-uma-bruxa
Desculpa, por-acaso-és-uma-bruxaDesculpa, por-acaso-és-uma-bruxa
Desculpa, por-acaso-és-uma-bruxa
Sandra Figueiredo
 
Menina do mar
Menina do marMenina do mar
Menina do mar
fatimasilva1957
 
80 planejamento de atividades para desenvolver a linguagem do autista
80 planejamento de  atividades para desenvolver a linguagem do autista80 planejamento de  atividades para desenvolver a linguagem do autista
80 planejamento de atividades para desenvolver a linguagem do autista
SimoneHelenDrumond
 
75 jogos e brincadeiras na aprendizagem do autista por simone helen drumond
75 jogos e brincadeiras na aprendizagem do  autista por simone helen drumond75 jogos e brincadeiras na aprendizagem do  autista por simone helen drumond
75 jogos e brincadeiras na aprendizagem do autista por simone helen drumond
SimoneHelenDrumond
 
35 metodo teacch
35 metodo teacch35 metodo teacch
35 metodo teacch
SimoneHelenDrumond
 

Destaque (13)

Yoshi, um amigo diferente!
Yoshi, um amigo diferente!Yoshi, um amigo diferente!
Yoshi, um amigo diferente!
 
Imagens com energia
Imagens com energiaImagens com energia
Imagens com energia
 
O ser diferente sob o olhar dos mais pequenos
O ser diferente sob o olhar dos mais pequenosO ser diferente sob o olhar dos mais pequenos
O ser diferente sob o olhar dos mais pequenos
 
16 catarina e o urso (leitura)
16 catarina e o urso (leitura)16 catarina e o urso (leitura)
16 catarina e o urso (leitura)
 
A escola dos Bichos
A escola dos BichosA escola dos Bichos
A escola dos Bichos
 
Projeto kiricu e a feiticeira
Projeto kiricu e a feiticeiraProjeto kiricu e a feiticeira
Projeto kiricu e a feiticeira
 
Livro sobre respeito às diferenças
Livro sobre respeito às diferençasLivro sobre respeito às diferenças
Livro sobre respeito às diferenças
 
Joana E Liliana E Rafaela
Joana E  Liliana E  RafaelaJoana E  Liliana E  Rafaela
Joana E Liliana E Rafaela
 
Desculpa, por-acaso-és-uma-bruxa
Desculpa, por-acaso-és-uma-bruxaDesculpa, por-acaso-és-uma-bruxa
Desculpa, por-acaso-és-uma-bruxa
 
Menina do mar
Menina do marMenina do mar
Menina do mar
 
80 planejamento de atividades para desenvolver a linguagem do autista
80 planejamento de  atividades para desenvolver a linguagem do autista80 planejamento de  atividades para desenvolver a linguagem do autista
80 planejamento de atividades para desenvolver a linguagem do autista
 
75 jogos e brincadeiras na aprendizagem do autista por simone helen drumond
75 jogos e brincadeiras na aprendizagem do  autista por simone helen drumond75 jogos e brincadeiras na aprendizagem do  autista por simone helen drumond
75 jogos e brincadeiras na aprendizagem do autista por simone helen drumond
 
35 metodo teacch
35 metodo teacch35 metodo teacch
35 metodo teacch
 

Semelhante a O ursinho marrom

Por detrás das paredes...
Por detrás das paredes...Por detrás das paredes...
Por detrás das paredes...
joaoalmeiida
 
Histórias que a 5ª D conta
Histórias que a 5ª D conta  Histórias que a 5ª D conta
Histórias que a 5ª D conta
enir.ester
 
Dinamica historia do_chapeuzinho_vermelho-1[1]
Dinamica historia do_chapeuzinho_vermelho-1[1]Dinamica historia do_chapeuzinho_vermelho-1[1]
Dinamica historia do_chapeuzinho_vermelho-1[1]
VERA OLIVEIRA
 
Contos africanos
Contos africanosContos africanos
Contos africanos
primeiraopcao
 
A horta do sr. lobo
A horta do sr. loboA horta do sr. lobo
A horta do sr. lobo
bibabbe
 
A horta do sr. lobo
A horta do sr. loboA horta do sr. lobo
A horta do sr. lobo
bibabbe
 
A horta do sr lobo[1]
A horta do sr lobo[1]A horta do sr lobo[1]
A horta do sr lobo[1]
Teresa Ramos
 
A horta do Sr. Lobo
A horta do Sr. LoboA horta do Sr. Lobo
A horta do Sr. Lobo
bibabbe
 
Traída 3º Capitulo
Traída 3º CapituloTraída 3º Capitulo
Traída 3º Capitulo
ArthurCandotti
 

Semelhante a O ursinho marrom (9)

Por detrás das paredes...
Por detrás das paredes...Por detrás das paredes...
Por detrás das paredes...
 
Histórias que a 5ª D conta
Histórias que a 5ª D conta  Histórias que a 5ª D conta
Histórias que a 5ª D conta
 
Dinamica historia do_chapeuzinho_vermelho-1[1]
Dinamica historia do_chapeuzinho_vermelho-1[1]Dinamica historia do_chapeuzinho_vermelho-1[1]
Dinamica historia do_chapeuzinho_vermelho-1[1]
 
Contos africanos
Contos africanosContos africanos
Contos africanos
 
A horta do sr. lobo
A horta do sr. loboA horta do sr. lobo
A horta do sr. lobo
 
A horta do sr. lobo
A horta do sr. loboA horta do sr. lobo
A horta do sr. lobo
 
A horta do sr lobo[1]
A horta do sr lobo[1]A horta do sr lobo[1]
A horta do sr lobo[1]
 
A horta do Sr. Lobo
A horta do Sr. LoboA horta do Sr. Lobo
A horta do Sr. Lobo
 
Traída 3º Capitulo
Traída 3º CapituloTraída 3º Capitulo
Traída 3º Capitulo
 

Último

filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
GracinhaSantos6
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
bmgrama
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Centro Jacques Delors
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
JakiraCosta
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
ConservoConstrues
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
MARCELARUBIAGAVA
 

Último (20)

filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
 

O ursinho marrom

  • 1. O Ursinho Marrom Jane Flory Traduzido e adaptado por: Magdala Bisboa Bacha
  • 2.
  • 3. Na floresta, todos os filhotes de animais iam à escola. Só um ficava em casa: o Ursinho Marrom. - Aprender a ler, para quê? Dizia Marrom. Eu não preciso disso. Eu posso muito bem encontrar mel sem saber ler. Eu vou é me divertir. Todos os animaizinhos tinham ido para a escola. Marrom resolveu distrair-se e pensou: - Vou à casa do Senhor Coelho ouvir histórias.
  • 4.
  • 5. Marrom chegou à casa do Senhor Coelho. Bateu, bateu, chamou e ninguém respondeu. O Senhor Coelho tinha deixado um aviso na porta mas Marrom não sabia ler e pensou: - Com certeza ele foi fazer alguma visita. Vou embora. No caminho, Marrom encontrou-se com o Senhor Coelho.
  • 6.
  • 7. - Estou vindo de sua casa, Senhor Coelho. Que pena o Senhor ter ido fazer visitas justamente hoje! - Fazer visitas? Mas você não leu o aviso que eu deixei na porta? Marrom ficou desapontado e não respondeu. O Senhor Coelho se lembrou que ele não sabia ler e explicou: - Pois o aviso dizia: Volto já. Sente-se e espere um pouco. Marrom pensou: - Ah! Então é isso que os avisos dizem. Pois já sei. Aprendi.
  • 8.
  • 9. No dia seguinte Marrom foi à casa do João-de-barro conversar um pouco. Seu João-de-barro não estava, mas tinha deixado um aviso. - Agora já sei tudo sobre avisos, pensou o ursinho. Seu João-de-barro volta já. Vou sentar e esperar um pouco. Mal o urso Marrom se assentou deu um pulo na cadeira: - Tinta fresca! Por que não me avisaram?
  • 10.
  • 11. Seu João-de-barro estava chegando e respondeu: - O aviso está aí na cadeira, Marrom, você não viu? Marrom ficou desapontado. Seu João- de-barro se lembrou de que ele não sabia ler e explicou: - Este papel na cadeira diz: Tinta fresca O ursinho pensou: - Como eu me enganei. Mas agora eu não me engano mais. Já sei tudo sobre avisos.
  • 12.
  • 13. Marrom foi embora. Quando ele chegou à sua casa, viu a caixa do correio aberta. Dentro dela havia um papel. - Já sei, pensou Marrom, não devo chegar perto da caixa. Ela foi pintada de novo. Aquele papel diz: Tinta fresca. E Marrom passou bem longe da caixa. No dia seguinte, cedinho, quando Marrom se levantou, começou a sentir um cheiro delicioso. Dona Ursa estava assando bolo. O ursinho ficou todo alegre.
  • 14.
  • 15. Depois de ter se alimentado Marrom foi para o jardim e começou a observar o movimento. Parecia que estava acontecendo alguma coisa fora do comum. Havia um movimento enorme na rua. Os animaizinhos não tinham ido à escola. Estavam todos passando pela rua, com suas famílias. Carregavam doces e salgados. Passaram os coelhos com uma cesta cheia de bombons. Passaram os passarinhos carregando uma linda torta. Passaram os macaquinhos e os marrecos.
  • 16.
  • 17. Marrom resolveu ir aonde eles iam. Começou a acompanhá-los às escondidas. Os animais estavam parados no meio da mata. Debaixo de uma grande árvore havia uma mesa. Nela, os bichos estavam colocando doces, salgados e bebidas. - Um piquenique e não me convidaram! Pensou Marrom e começou a chorar. - Por que está chorando? Perguntou a Dona Cabra.
  • 18.
  • 19. - Eu não fui convidado para o piquenique, respondeu o ursinho. - Como não foi? Foi sim. Eu vi o carteiro colocando o convite na caixa do correio de sua casa. Marrom enxugou os olhos e disse: - Então aquilo era um convite? Pensei que fosse um aviso sobre tinta fresca. - Ora, Marrom! Que vergonha! Você precisa aprender a ler. - É mesmo, disse Marrom baixinho.
  • 20.
  • 21. Dona Ursa vinha chegando com o bolo e o convite. O ursinho correu para junto dela e perguntou: - Mamãe, nós fomos convidados para o piquenique? - Fomos, respondeu Dona Ursa. Aqui está o convite. - Que bom, mamãe! Eu pensei que eles tinham esquecido de nós. Eu preciso aprender a ler. Amanhã mesmo vou começar. No dia seguinte o ursinho Marrom foi o primeiro a chegar à escola e não faltou nenhum dia. Hoje ele já sabe ler e escrever. Está feliz e sua mãe também.