SlideShare uma empresa Scribd logo
Redação – Prof. João Mendonça
Blog - http://profjcmendonca.blogspot.com
TEMA: O trabalho infantil
O trabalho no Brasil é proibido para menores de 14 anos e, desta idade
até os 15 anos, só é permitido na condição de aprendiz. Entre os 16 e 17
anos o trabalho é liberado, desde que não comprometa a atividade
escolar e que não ocorra em condições insalubres e com jornada
noturna.
O UNICEF estima que cerca de 150 milhões de crianças com idades
entre 5 e 14 anos, ou quase uma em cada seis crianças nessa faixa etária,
estejam envolvidas em trabalho infantil nos países em desenvolvimento.
De acordo com as últimas estimativas da Organização Internacional do
Trabalho (OIT), 7,4 milhões de crianças na mesma faixa etária estão
envolvidas no trabalho doméstico, que é desproporcionalmente
realizado por meninas.
Redação – Prof. João Mendonça
Blog - http://profjcmendonca.blogspot.com
 A situação do trabalho infantil doméstico no Brasil pouco se alterou
entre 2008 e 2011, de acordo com relatório divulgado pelo Fórum
Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPETI).
 Enquanto o quantitativo de crianças e adolescentes na faixa etária
entre 5 e 17 anos que trabalhavam caiu 17,9% nesse período, o
número de casos de crianças e adolescentes ocupados no trabalho
infantil doméstico diminuiu de 325 mil (2008) para 258 mil (2011) –
uma redução de 67 mil casos. Em termos proporcionais, a redução foi
de apenas 0,2 ponto percentual: de 7,2% em 2008 para 7% em 2011.
 Esse número pode ser ainda maior. Em 2011, dos 3,7 milhões de
crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil, 57,5% – ou
seja, 2,1 milhões de crianças e adolescentes – trabalhavam e ainda
eram responsáveis pelas tarefas domésticas em suas próprias casas.
Redação – Prof. João Mendonça
Blog - http://profjcmendonca.blogspot.com
 Em 2011, do universo de 258 mil crianças e adolescentes (entre 5 e 17
anos) em situação de trabalho infantil doméstico que prestavam
serviços para outras famílias, 102.668 (39,8%) estavam na Região
Nordeste; 66.663 pessoas (25,9%), no Sudeste; 35.590 (13,8%), no
Norte; 34.755 (13,5%), no Sul; e 18.015 (7%), no Centro-Oeste.
 No mesmo período, os Estados de Minas Gerais (31.316), Bahia
(26.564), São Paulo (20.381) e Pará (19.309) apresentavam os maiores
números absolutos de crianças e adolescentes em situação de
trabalho doméstico.
 Apesar da redução do número de ocupados nos serviços domésticos
no período de 2008 a 2011, de 325 mil para 258 mil, os Estados do
Pará, Alagoas, Maranhão, Piauí, Rio Grande do Norte, Espírito Santo
e Rio de Janeiro apresentaram aumento proporcional de crianças e
adolescentes ocupados em atividades domésticas
Redação – Prof. João Mendonça
Blog - http://profjcmendonca.blogspot.com
 Em 2011, 30 mil crianças e adolescentes em situação de trabalho
infantil – ou seja, 11,56% dos 258 mil – viviam nas regiões
metropolitanas de Salvador, Fortaleza, Distrito Federal, Belo
Horizonte, Belém, Curitiba, Recife, Rio de Janeiro, Porto Alegre e São
Paulo.
 O trabalho infantil doméstico viola os direitos humanos de crianças e
adolescentes à vida, à saúde, à educação, a brincar, ao lazer, e ainda
acarretam prejuízos que comprometem o seu pleno desenvolvimento
físico, psicológico, cognitivo e moral, definido como uma das piores
formas de trabalho infantil no Decreto 6.481/2008.
 A desigualdade social, a pobreza, os recursos naturais escassos,
associado à falta de políticas públicas, tudo isso é apontado como
causas do trabalho infantil.
Redação – Prof. João Mendonça
Blog - http://profjcmendonca.blogspot.com
 O Brasil, na tentativa de fazer frente a esse problema social, com ações
efetivas, tem criado programas sociais específicos, como o bolsa-família,
que busca criar condições para trazer suas crianças e adolescentes das
ruas para suas casas e mantê-las na escola, dando suporte financeiro aos
seus pais.
 .O mapa do trabalho infantil, divulgado pelo Instituto Brasileiro de
Geografia e Estatística (IBGE), revela que mais de 1.300 crianças estão no
mercado de trabalho nas regiões Norte e Noroeste do estado do Rio. Em
Campos dos Goytacazes, o número também é elevado: são 633 meninos e
meninas sendo explorados.
 De acordo com a pesquisa, nas duas regiões, pelo menos 8 mil crianças e
adolescentes entre 10 e 17 anos já trabalham, alguns em serviços
arriscados. O Ministério do Trabalho diz que fiscaliza os abusos. Pela
legislação brasileira, os menores podem começar a trabalhar aos 14 anos
como jovens aprendizes. Nesse caso, são capacitados e atuam em funções
mais leves, também sendo remunerados.
Redação – Prof. João Mendonça
Blog - http://profjcmendonca.blogspot.com
 Ao abandonar a escola ou ter que dividir o tempo entre a escola e o
trabalho, o rendimento escolar da criança é muito ruim, e será séria
candidata ao abandono escolar e consequentemente ao despreparo
para o mercado de trabalho, tendo que aceitar sub-empregos e assim
continuarem alimentando o ciclo de pobreza no Brasil.
Redação – Prof. João Mendonça
Blog - http://profjcmendonca.blogspot.com
Introdução – O contexto histórico socioeconômico e uma educação
excludente contribuem para a continuidade do trabalho infantil.
Desenvolvimento – O 1º problema gera a segregação social e econômica,
abrindo um largo caminho para o indivíduo começar vida no trabalho
logo cedo. O 2º, gera o abandono escolar, levando o adolescente a aceitar
subempregos, causando um futuro despreparo profissional.
Conclusão – A educação pública tornar-se inclusiva e universal, o que
geraria uma condição de fixação do aluno na escola de forma a construir
futuramente um profissional qualificado para o mercado. Os programas
assistenciais, enquanto não existir a equidade econômica, oferecerem
condições às famílias de manterem os filhos nos bancos escolares.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Trabalho infantil
Trabalho infantilTrabalho infantil
Trabalho infantil
luis neto Glorioso
 
Trabalho infantil apresentação
Trabalho infantil apresentaçãoTrabalho infantil apresentação
Trabalho infantil apresentação
Sandro Menezes
 
18 de maio
18 de maio18 de maio
18 de maio
Ivanílson Santos
 
Trabalho infantil
Trabalho infantilTrabalho infantil
Trabalho infantil
miguelpim
 
18 de Maio
18 de Maio 18 de Maio
18 de Maio
Patrícia Brasil
 
Eca estatudo da crianca e do adolescente
Eca  estatudo da crianca e do adolescenteEca  estatudo da crianca e do adolescente
Eca estatudo da crianca e do adolescente
amanda albuquerque
 
O papel da família na educação dos filhos
O papel da família na educação dos filhosO papel da família na educação dos filhos
O papel da família na educação dos filhos
Marta Lemos
 
Eca
EcaEca
Eca
EcaEca
Estatuto da Criança e Adolescente ECA - Uma visão abrangente
Estatuto da Criança e Adolescente ECA - Uma visão abrangenteEstatuto da Criança e Adolescente ECA - Uma visão abrangente
Estatuto da Criança e Adolescente ECA - Uma visão abrangente
Alisson Soares
 
Exploração do trabalho infantil
Exploração do trabalho infantilExploração do trabalho infantil
Exploração do trabalho infantil
Eliana Graça
 
Trabalho Infantil
Trabalho InfantilTrabalho Infantil
Trabalho Infantil
robertaoliva
 
ÉTica e cidadania 2
ÉTica e cidadania 2ÉTica e cidadania 2
ÉTica e cidadania 2
Mariangela Santos
 
Comentario Sobre Eca
Comentario Sobre  EcaComentario Sobre  Eca
Comentario Sobre Eca
guest9fe2149
 
Abuso e exploração sexual de criança e adolescente
Abuso e exploração sexual de criança e adolescenteAbuso e exploração sexual de criança e adolescente
Abuso e exploração sexual de criança e adolescente
Luisa Sena
 
Violência sexual contra crianças e adolescentes
Violência sexual contra crianças e adolescentesViolência sexual contra crianças e adolescentes
Violência sexual contra crianças e adolescentes
Alinebrauna Brauna
 
Trabalho Infantil
Trabalho InfantilTrabalho Infantil
Trabalho Infantil
Arlete Silva
 
Estatuto da Criança e do Adolescente
Estatuto da Criança e do AdolescenteEstatuto da Criança e do Adolescente
Estatuto da Criança e do Adolescente
Guaraciara Lopes
 
Direitos Fundamentais
Direitos FundamentaisDireitos Fundamentais
Direitos Fundamentais
uppcdl
 
Palestra Violência Sexual contra crianças e adolescentes
Palestra Violência Sexual contra crianças e adolescentesPalestra Violência Sexual contra crianças e adolescentes
Palestra Violência Sexual contra crianças e adolescentes
Michelle Moraes Santos
 

Mais procurados (20)

Trabalho infantil
Trabalho infantilTrabalho infantil
Trabalho infantil
 
Trabalho infantil apresentação
Trabalho infantil apresentaçãoTrabalho infantil apresentação
Trabalho infantil apresentação
 
18 de maio
18 de maio18 de maio
18 de maio
 
Trabalho infantil
Trabalho infantilTrabalho infantil
Trabalho infantil
 
18 de Maio
18 de Maio 18 de Maio
18 de Maio
 
Eca estatudo da crianca e do adolescente
Eca  estatudo da crianca e do adolescenteEca  estatudo da crianca e do adolescente
Eca estatudo da crianca e do adolescente
 
O papel da família na educação dos filhos
O papel da família na educação dos filhosO papel da família na educação dos filhos
O papel da família na educação dos filhos
 
Eca
EcaEca
Eca
 
Eca
EcaEca
Eca
 
Estatuto da Criança e Adolescente ECA - Uma visão abrangente
Estatuto da Criança e Adolescente ECA - Uma visão abrangenteEstatuto da Criança e Adolescente ECA - Uma visão abrangente
Estatuto da Criança e Adolescente ECA - Uma visão abrangente
 
Exploração do trabalho infantil
Exploração do trabalho infantilExploração do trabalho infantil
Exploração do trabalho infantil
 
Trabalho Infantil
Trabalho InfantilTrabalho Infantil
Trabalho Infantil
 
ÉTica e cidadania 2
ÉTica e cidadania 2ÉTica e cidadania 2
ÉTica e cidadania 2
 
Comentario Sobre Eca
Comentario Sobre  EcaComentario Sobre  Eca
Comentario Sobre Eca
 
Abuso e exploração sexual de criança e adolescente
Abuso e exploração sexual de criança e adolescenteAbuso e exploração sexual de criança e adolescente
Abuso e exploração sexual de criança e adolescente
 
Violência sexual contra crianças e adolescentes
Violência sexual contra crianças e adolescentesViolência sexual contra crianças e adolescentes
Violência sexual contra crianças e adolescentes
 
Trabalho Infantil
Trabalho InfantilTrabalho Infantil
Trabalho Infantil
 
Estatuto da Criança e do Adolescente
Estatuto da Criança e do AdolescenteEstatuto da Criança e do Adolescente
Estatuto da Criança e do Adolescente
 
Direitos Fundamentais
Direitos FundamentaisDireitos Fundamentais
Direitos Fundamentais
 
Palestra Violência Sexual contra crianças e adolescentes
Palestra Violência Sexual contra crianças e adolescentesPalestra Violência Sexual contra crianças e adolescentes
Palestra Violência Sexual contra crianças e adolescentes
 

Semelhante a O trabalho infantil no brasil

9. boletim de orientações pedagógicas
9. boletim de orientações pedagógicas9. boletim de orientações pedagógicas
9. boletim de orientações pedagógicas
Onésimo Remígio
 
Brasil crianças que nunca foram a escola
Brasil crianças que nunca foram a escolaBrasil crianças que nunca foram a escola
Brasil crianças que nunca foram a escola
Atividades Diversas Cláudia
 
7 ano atividades complementares -23-06 (1) (1)
7 ano   atividades complementares  -23-06 (1) (1)7 ano   atividades complementares  -23-06 (1) (1)
7 ano atividades complementares -23-06 (1) (1)
Washington Rocha
 
ESCOLA VIDA E CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRA
ESCOLA VIDA E CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRAESCOLA VIDA E CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRA
ESCOLA VIDA E CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRA
E1R2I3
 
Atividades de sociologia brasil(inclusãox exclusão) (1)
Atividades de sociologia brasil(inclusãox exclusão) (1)Atividades de sociologia brasil(inclusãox exclusão) (1)
Atividades de sociologia brasil(inclusãox exclusão) (1)
Atividades Diversas Cláudia
 
Em defesa do_trabal
Em defesa do_trabalEm defesa do_trabal
Em defesa do_trabal
Everaldo Lourenço
 
Exploração infantil monografia
Exploração infantil monografiaExploração infantil monografia
Exploração infantil monografia
Filipe Simão Kembo
 
ESCOLA VIDA & CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRA
ESCOLA VIDA & CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRAESCOLA VIDA & CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRA
ESCOLA VIDA & CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRA
E1R2I3
 
Cadernobrasil2008
Cadernobrasil2008Cadernobrasil2008
Cadernobrasil2008
Débora Müller
 
6. prejuízos do trabalho infantil para a educação
6. prejuízos do trabalho infantil para a educação6. prejuízos do trabalho infantil para a educação
6. prejuízos do trabalho infantil para a educação
Onésimo Remígio
 
Redação - tema extra 02 - CILP 2014
Redação - tema extra 02 - CILP 2014Redação - tema extra 02 - CILP 2014
Redação - tema extra 02 - CILP 2014
jasonrplima
 
Trabalho infantil no semi árido baiano. Posição ONU, OIT, UNICEF
Trabalho infantil no semi árido baiano. Posição ONU, OIT, UNICEFTrabalho infantil no semi árido baiano. Posição ONU, OIT, UNICEF
Trabalho infantil no semi árido baiano. Posição ONU, OIT, UNICEF
Onésimo Almeida
 
Apresentação do Evasão Zero - Laboratório SGB
Apresentação do Evasão Zero - Laboratório SGBApresentação do Evasão Zero - Laboratório SGB
Apresentação do Evasão Zero - Laboratório SGB
Portabilis
 
Rev crian 38
Rev crian 38Rev crian 38
Rev crian 38
FSBA
 
Rev crian 38
Rev crian 38Rev crian 38
Rev crian 38
FSBA
 
Rev crian 38
Rev crian 38Rev crian 38
Rev crian 38
FSBA
 
por-que-jovens-de-15-a-17-anos-estao-na-eja (1).pdf
por-que-jovens-de-15-a-17-anos-estao-na-eja (1).pdfpor-que-jovens-de-15-a-17-anos-estao-na-eja (1).pdf
por-que-jovens-de-15-a-17-anos-estao-na-eja (1).pdf
LaviniaSantos20
 
Didaatica
DidaaticaDidaatica
Didaatica
camariane
 
Ensino_ainda vítima das iniqüidades
Ensino_ainda vítima das iniqüidadesEnsino_ainda vítima das iniqüidades
Ensino_ainda vítima das iniqüidades
Ricardo Weg
 
Analise do indicador de desenvolvimento emprego
Analise do indicador de desenvolvimento empregoAnalise do indicador de desenvolvimento emprego
Analise do indicador de desenvolvimento emprego
Mayjö .
 

Semelhante a O trabalho infantil no brasil (20)

9. boletim de orientações pedagógicas
9. boletim de orientações pedagógicas9. boletim de orientações pedagógicas
9. boletim de orientações pedagógicas
 
Brasil crianças que nunca foram a escola
Brasil crianças que nunca foram a escolaBrasil crianças que nunca foram a escola
Brasil crianças que nunca foram a escola
 
7 ano atividades complementares -23-06 (1) (1)
7 ano   atividades complementares  -23-06 (1) (1)7 ano   atividades complementares  -23-06 (1) (1)
7 ano atividades complementares -23-06 (1) (1)
 
ESCOLA VIDA E CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRA
ESCOLA VIDA E CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRAESCOLA VIDA E CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRA
ESCOLA VIDA E CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRA
 
Atividades de sociologia brasil(inclusãox exclusão) (1)
Atividades de sociologia brasil(inclusãox exclusão) (1)Atividades de sociologia brasil(inclusãox exclusão) (1)
Atividades de sociologia brasil(inclusãox exclusão) (1)
 
Em defesa do_trabal
Em defesa do_trabalEm defesa do_trabal
Em defesa do_trabal
 
Exploração infantil monografia
Exploração infantil monografiaExploração infantil monografia
Exploração infantil monografia
 
ESCOLA VIDA & CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRA
ESCOLA VIDA & CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRAESCOLA VIDA & CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRA
ESCOLA VIDA & CIDADANIA - MESTRE OLIVEIRA
 
Cadernobrasil2008
Cadernobrasil2008Cadernobrasil2008
Cadernobrasil2008
 
6. prejuízos do trabalho infantil para a educação
6. prejuízos do trabalho infantil para a educação6. prejuízos do trabalho infantil para a educação
6. prejuízos do trabalho infantil para a educação
 
Redação - tema extra 02 - CILP 2014
Redação - tema extra 02 - CILP 2014Redação - tema extra 02 - CILP 2014
Redação - tema extra 02 - CILP 2014
 
Trabalho infantil no semi árido baiano. Posição ONU, OIT, UNICEF
Trabalho infantil no semi árido baiano. Posição ONU, OIT, UNICEFTrabalho infantil no semi árido baiano. Posição ONU, OIT, UNICEF
Trabalho infantil no semi árido baiano. Posição ONU, OIT, UNICEF
 
Apresentação do Evasão Zero - Laboratório SGB
Apresentação do Evasão Zero - Laboratório SGBApresentação do Evasão Zero - Laboratório SGB
Apresentação do Evasão Zero - Laboratório SGB
 
Rev crian 38
Rev crian 38Rev crian 38
Rev crian 38
 
Rev crian 38
Rev crian 38Rev crian 38
Rev crian 38
 
Rev crian 38
Rev crian 38Rev crian 38
Rev crian 38
 
por-que-jovens-de-15-a-17-anos-estao-na-eja (1).pdf
por-que-jovens-de-15-a-17-anos-estao-na-eja (1).pdfpor-que-jovens-de-15-a-17-anos-estao-na-eja (1).pdf
por-que-jovens-de-15-a-17-anos-estao-na-eja (1).pdf
 
Didaatica
DidaaticaDidaatica
Didaatica
 
Ensino_ainda vítima das iniqüidades
Ensino_ainda vítima das iniqüidadesEnsino_ainda vítima das iniqüidades
Ensino_ainda vítima das iniqüidades
 
Analise do indicador de desenvolvimento emprego
Analise do indicador de desenvolvimento empregoAnalise do indicador de desenvolvimento emprego
Analise do indicador de desenvolvimento emprego
 

Mais de João Mendonça

A redação enem dicas
A redação enem dicasA redação enem dicas
A redação enem dicas
João Mendonça
 
O aumento da expectativa de vida no brasil
O aumento da expectativa de vida no brasilO aumento da expectativa de vida no brasil
O aumento da expectativa de vida no brasil
João Mendonça
 
Estrutura da redação enem
Estrutura da redação enemEstrutura da redação enem
Estrutura da redação enem
João Mendonça
 
Lixo no Brasi: um grave problema ambiental
Lixo no Brasi: um grave problema ambientalLixo no Brasi: um grave problema ambiental
Lixo no Brasi: um grave problema ambiental
João Mendonça
 
O processo adotivo no brasil
O processo adotivo no brasilO processo adotivo no brasil
O processo adotivo no brasil
João Mendonça
 
Os desafios dos indígenas na contemporaneidade
Os desafios dos indígenas na contemporaneidadeOs desafios dos indígenas na contemporaneidade
Os desafios dos indígenas na contemporaneidade
João Mendonça
 
Justiça com as próprias mãos
Justiça com as próprias mãosJustiça com as próprias mãos
Justiça com as próprias mãos
João Mendonça
 
Particularidades lexicais da língua portuguesa
Particularidades lexicais da língua portuguesaParticularidades lexicais da língua portuguesa
Particularidades lexicais da língua portuguesa
João Mendonça
 
O crescente número de suicídios no Brasil
O crescente número de suicídios no BrasilO crescente número de suicídios no Brasil
O crescente número de suicídios no Brasil
João Mendonça
 
O trabalho voluntariado no Brasil
O trabalho voluntariado no BrasilO trabalho voluntariado no Brasil
O trabalho voluntariado no Brasil
João Mendonça
 
Os desafios de conviver em sociedade no século XXI
Os desafios de conviver em sociedade no século XXIOs desafios de conviver em sociedade no século XXI
Os desafios de conviver em sociedade no século XXI
João Mendonça
 
A obesidade no brasil
A obesidade no brasilA obesidade no brasil
A obesidade no brasil
João Mendonça
 
Linguagem e estrutura da redação
Linguagem e estrutura da redaçãoLinguagem e estrutura da redação
Linguagem e estrutura da redação
João Mendonça
 
O trabalho escravo no Brasil do século XXI
O trabalho escravo no Brasil do século XXIO trabalho escravo no Brasil do século XXI
O trabalho escravo no Brasil do século XXI
João Mendonça
 
Revisão e dicas para a Redação/Enem
Revisão e dicas para a Redação/EnemRevisão e dicas para a Redação/Enem
Revisão e dicas para a Redação/Enem
João Mendonça
 
Obesidade e mobilidade urbana
Obesidade e mobilidade urbanaObesidade e mobilidade urbana
Obesidade e mobilidade urbana
João Mendonça
 
O trabalho escravo no brasil de hoje
O trabalho escravo no brasil de hojeO trabalho escravo no brasil de hoje
O trabalho escravo no brasil de hoje
João Mendonça
 
O papel do professor no século xxi
O papel do professor no século xxiO papel do professor no século xxi
O papel do professor no século xxi
João Mendonça
 
A problemática da moradia no brasil
A problemática da moradia no brasilA problemática da moradia no brasil
A problemática da moradia no brasil
João Mendonça
 
Valorização da cultura nacional na formação da identidade
Valorização da cultura nacional na formação da identidade Valorização da cultura nacional na formação da identidade
Valorização da cultura nacional na formação da identidade
João Mendonça
 

Mais de João Mendonça (20)

A redação enem dicas
A redação enem dicasA redação enem dicas
A redação enem dicas
 
O aumento da expectativa de vida no brasil
O aumento da expectativa de vida no brasilO aumento da expectativa de vida no brasil
O aumento da expectativa de vida no brasil
 
Estrutura da redação enem
Estrutura da redação enemEstrutura da redação enem
Estrutura da redação enem
 
Lixo no Brasi: um grave problema ambiental
Lixo no Brasi: um grave problema ambientalLixo no Brasi: um grave problema ambiental
Lixo no Brasi: um grave problema ambiental
 
O processo adotivo no brasil
O processo adotivo no brasilO processo adotivo no brasil
O processo adotivo no brasil
 
Os desafios dos indígenas na contemporaneidade
Os desafios dos indígenas na contemporaneidadeOs desafios dos indígenas na contemporaneidade
Os desafios dos indígenas na contemporaneidade
 
Justiça com as próprias mãos
Justiça com as próprias mãosJustiça com as próprias mãos
Justiça com as próprias mãos
 
Particularidades lexicais da língua portuguesa
Particularidades lexicais da língua portuguesaParticularidades lexicais da língua portuguesa
Particularidades lexicais da língua portuguesa
 
O crescente número de suicídios no Brasil
O crescente número de suicídios no BrasilO crescente número de suicídios no Brasil
O crescente número de suicídios no Brasil
 
O trabalho voluntariado no Brasil
O trabalho voluntariado no BrasilO trabalho voluntariado no Brasil
O trabalho voluntariado no Brasil
 
Os desafios de conviver em sociedade no século XXI
Os desafios de conviver em sociedade no século XXIOs desafios de conviver em sociedade no século XXI
Os desafios de conviver em sociedade no século XXI
 
A obesidade no brasil
A obesidade no brasilA obesidade no brasil
A obesidade no brasil
 
Linguagem e estrutura da redação
Linguagem e estrutura da redaçãoLinguagem e estrutura da redação
Linguagem e estrutura da redação
 
O trabalho escravo no Brasil do século XXI
O trabalho escravo no Brasil do século XXIO trabalho escravo no Brasil do século XXI
O trabalho escravo no Brasil do século XXI
 
Revisão e dicas para a Redação/Enem
Revisão e dicas para a Redação/EnemRevisão e dicas para a Redação/Enem
Revisão e dicas para a Redação/Enem
 
Obesidade e mobilidade urbana
Obesidade e mobilidade urbanaObesidade e mobilidade urbana
Obesidade e mobilidade urbana
 
O trabalho escravo no brasil de hoje
O trabalho escravo no brasil de hojeO trabalho escravo no brasil de hoje
O trabalho escravo no brasil de hoje
 
O papel do professor no século xxi
O papel do professor no século xxiO papel do professor no século xxi
O papel do professor no século xxi
 
A problemática da moradia no brasil
A problemática da moradia no brasilA problemática da moradia no brasil
A problemática da moradia no brasil
 
Valorização da cultura nacional na formação da identidade
Valorização da cultura nacional na formação da identidade Valorização da cultura nacional na formação da identidade
Valorização da cultura nacional na formação da identidade
 

Último

Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
PatriciaZanoli
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert EinsteinA Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
WelberMerlinCardoso
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 

Último (20)

Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert EinsteinA Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 

O trabalho infantil no brasil

  • 1. Redação – Prof. João Mendonça Blog - http://profjcmendonca.blogspot.com TEMA: O trabalho infantil O trabalho no Brasil é proibido para menores de 14 anos e, desta idade até os 15 anos, só é permitido na condição de aprendiz. Entre os 16 e 17 anos o trabalho é liberado, desde que não comprometa a atividade escolar e que não ocorra em condições insalubres e com jornada noturna. O UNICEF estima que cerca de 150 milhões de crianças com idades entre 5 e 14 anos, ou quase uma em cada seis crianças nessa faixa etária, estejam envolvidas em trabalho infantil nos países em desenvolvimento. De acordo com as últimas estimativas da Organização Internacional do Trabalho (OIT), 7,4 milhões de crianças na mesma faixa etária estão envolvidas no trabalho doméstico, que é desproporcionalmente realizado por meninas.
  • 2. Redação – Prof. João Mendonça Blog - http://profjcmendonca.blogspot.com  A situação do trabalho infantil doméstico no Brasil pouco se alterou entre 2008 e 2011, de acordo com relatório divulgado pelo Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPETI).  Enquanto o quantitativo de crianças e adolescentes na faixa etária entre 5 e 17 anos que trabalhavam caiu 17,9% nesse período, o número de casos de crianças e adolescentes ocupados no trabalho infantil doméstico diminuiu de 325 mil (2008) para 258 mil (2011) – uma redução de 67 mil casos. Em termos proporcionais, a redução foi de apenas 0,2 ponto percentual: de 7,2% em 2008 para 7% em 2011.  Esse número pode ser ainda maior. Em 2011, dos 3,7 milhões de crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil, 57,5% – ou seja, 2,1 milhões de crianças e adolescentes – trabalhavam e ainda eram responsáveis pelas tarefas domésticas em suas próprias casas.
  • 3. Redação – Prof. João Mendonça Blog - http://profjcmendonca.blogspot.com  Em 2011, do universo de 258 mil crianças e adolescentes (entre 5 e 17 anos) em situação de trabalho infantil doméstico que prestavam serviços para outras famílias, 102.668 (39,8%) estavam na Região Nordeste; 66.663 pessoas (25,9%), no Sudeste; 35.590 (13,8%), no Norte; 34.755 (13,5%), no Sul; e 18.015 (7%), no Centro-Oeste.  No mesmo período, os Estados de Minas Gerais (31.316), Bahia (26.564), São Paulo (20.381) e Pará (19.309) apresentavam os maiores números absolutos de crianças e adolescentes em situação de trabalho doméstico.  Apesar da redução do número de ocupados nos serviços domésticos no período de 2008 a 2011, de 325 mil para 258 mil, os Estados do Pará, Alagoas, Maranhão, Piauí, Rio Grande do Norte, Espírito Santo e Rio de Janeiro apresentaram aumento proporcional de crianças e adolescentes ocupados em atividades domésticas
  • 4. Redação – Prof. João Mendonça Blog - http://profjcmendonca.blogspot.com  Em 2011, 30 mil crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil – ou seja, 11,56% dos 258 mil – viviam nas regiões metropolitanas de Salvador, Fortaleza, Distrito Federal, Belo Horizonte, Belém, Curitiba, Recife, Rio de Janeiro, Porto Alegre e São Paulo.  O trabalho infantil doméstico viola os direitos humanos de crianças e adolescentes à vida, à saúde, à educação, a brincar, ao lazer, e ainda acarretam prejuízos que comprometem o seu pleno desenvolvimento físico, psicológico, cognitivo e moral, definido como uma das piores formas de trabalho infantil no Decreto 6.481/2008.  A desigualdade social, a pobreza, os recursos naturais escassos, associado à falta de políticas públicas, tudo isso é apontado como causas do trabalho infantil.
  • 5. Redação – Prof. João Mendonça Blog - http://profjcmendonca.blogspot.com  O Brasil, na tentativa de fazer frente a esse problema social, com ações efetivas, tem criado programas sociais específicos, como o bolsa-família, que busca criar condições para trazer suas crianças e adolescentes das ruas para suas casas e mantê-las na escola, dando suporte financeiro aos seus pais.  .O mapa do trabalho infantil, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), revela que mais de 1.300 crianças estão no mercado de trabalho nas regiões Norte e Noroeste do estado do Rio. Em Campos dos Goytacazes, o número também é elevado: são 633 meninos e meninas sendo explorados.  De acordo com a pesquisa, nas duas regiões, pelo menos 8 mil crianças e adolescentes entre 10 e 17 anos já trabalham, alguns em serviços arriscados. O Ministério do Trabalho diz que fiscaliza os abusos. Pela legislação brasileira, os menores podem começar a trabalhar aos 14 anos como jovens aprendizes. Nesse caso, são capacitados e atuam em funções mais leves, também sendo remunerados.
  • 6. Redação – Prof. João Mendonça Blog - http://profjcmendonca.blogspot.com  Ao abandonar a escola ou ter que dividir o tempo entre a escola e o trabalho, o rendimento escolar da criança é muito ruim, e será séria candidata ao abandono escolar e consequentemente ao despreparo para o mercado de trabalho, tendo que aceitar sub-empregos e assim continuarem alimentando o ciclo de pobreza no Brasil.
  • 7. Redação – Prof. João Mendonça Blog - http://profjcmendonca.blogspot.com Introdução – O contexto histórico socioeconômico e uma educação excludente contribuem para a continuidade do trabalho infantil. Desenvolvimento – O 1º problema gera a segregação social e econômica, abrindo um largo caminho para o indivíduo começar vida no trabalho logo cedo. O 2º, gera o abandono escolar, levando o adolescente a aceitar subempregos, causando um futuro despreparo profissional. Conclusão – A educação pública tornar-se inclusiva e universal, o que geraria uma condição de fixação do aluno na escola de forma a construir futuramente um profissional qualificado para o mercado. Os programas assistenciais, enquanto não existir a equidade econômica, oferecerem condições às famílias de manterem os filhos nos bancos escolares.