SlideShare uma empresa Scribd logo
SEMINÁRIO TEOLÓGICO ATOS29
Prof. Ms. Cleiton C. Melo
O QUE É UMA COSMOVISÃO CRISTÃ?
Orientados pela Palavra
Textos Bíblicos:
 Gn 3.1 - 6 --- Compreensão errada leva a decisão errada.
 2 Pe 3.1 - 9 --- Mentes esclarecidas.
 Sl 14.1 --- O olhar do insensato.
 Ef 4.17 – 24 --- Instruídos por Cristo
 Rm 1.18 – 32 --- A culpabilidade do homem.
 Gl 3.1 – 5 --- O perigo de trocar o certo pelo errado.
COMO SE ESTABELECE UMA CRENÇA?
Definição de Ronald Nash
Em seus termos mais simples, cosmovisão é um
conjunto de crenças sobre as questões mais
importantes na vida. Sistemas filosóficos de
grandes pensadores como Platão e Aristóteles
eram cosmovisões. Toda pessoa madura e
racional, cada leitor de um livro, tem sua própria
cosmovisão, tão seguramente como Platão. Às
vezes parece que poucas pessoas têm alguma
ideia do que consiste sua cosmovisão, ou de que
mesmo possuem uma. Mas ter consciência de
nossa cosmovisão é uma das coisas mais
importantes que podemos fazer para melhorar
nossa autocompreensão; e conhecer internamente
a cosmovisão dos outros é essencial para
entendermos o que faz eles agirem de uma
determinada forma.
Definição de James Sire
Em essência, é um conjunto
de pressuposições
(hipóteses que podem ser
verdadeiras, parcialmente
verdadeiras ou internamentos
falsas) que sustentamos
(consciente ou
inconscientemente,
consistente ou
inconsistentemente) sobre a
formação básica do nosso
mundo.
Definição de Norman
Geisler
É o modo pelo qual a pessoa
vê ou interpreta a realidade. A
palavra alemã é weltanschau-
ung, que significa um ‘mundo e
uma visão da vida’, ou ‘um
paradigma’. É a estrutura por
meio da qual a pessoa entende
os dados da vida.
Uma cosmovisão influencia
muito a maneira em que a
pessoa vê Deus, origem, mal,
natureza humana, valores e
destino.
Como
escolher
uma
Cosmovisão
?
1. Visto que o teísmo cristão é
apenas uma das muitas
cosmovisões concorrentes,
sobre que base as pessoas
podem fazer uma escolha
racional entre os sistemas?
2. Qual cosmovisão é mais
provável que seja
verdadeira?
COSMOVISÃO
CRISTÃ
Quando confrontados com a
necessidade de se fazer uma
escolha entre preposições
fundamentais de diferentes
cosmovisões concorrentes,
deveríamos escolher aquela que,
quando aplicada ao todo da
realidade, nos dê o quadro mais
coerente do mundo. Aquela que,
por exemplo, pinta a imagem de
um ser humano que, por si só,
pode se restaurar, ou que no
final todos serão salvos, tende a
ser menos plausível.
COSMOVISÃO
CRISTÃ
TESTANDO UMA
COSMOVISÃO
 TESTE DA RAZÃO: Para muitos cristãos a razão é inimiga da fé. Discordo
totalmente! Até porque o autor de Hebreus nos mostra a concordância entre
ambas (Hb 11.1 – 3). Por teste da razão, Nash quer tratar sobre a lógica, ou
lei da não-contradição. Ou seja, esta lei declara que “A”, que pode ser
qualquer coisa, não pode ser tanto “B” como não-B ao mesmo tempo e no
mesmo sentido. Uma boa explicação para isso, basta ver o que dizem os
russelistas sobre a doutrina da Trindade: “Satanás deu origem à doutrina da
trindade” (Seja Deus verdadeiro, p.81).
 TESTE DA EXPERIÊNCIA: As cosmovisões devem passar não somente
pelo teste da razão; elas devem satisfazer também o testa da experiência. É
apropriado que as pessoas apresentem objeções quando uma reivindicação
de uma cosmovisão conflita com o que sabemos ser verdade com respeito
ao universo físico. A transubstanciação dos elementos da ceia no conceito
Católico é um exemplo. Eles alegam que tais elementos, no momento da
consagração, tornam-se ou transubstanciam-se em Jesus, física e
espiritualmente, assim como Ele está no Céu.
TESTANDO UMA
COSMOVISÃO
 TESTE DA PRÁTICA: As cosmovisões devem ser testadas além das aulas
de filosofia. Mas, no laboratório da vida. Uma pessoa que professa uma
cosmovisão, pode viver consistentemente em harmonia com o sistema que
ela professa? Ou descobrimos que ela é forçada a viver com uma
cosmovisão emprestada de um sistema concorrente? Um bom exemplo
deste fato é a ideia de que João, o Batista era o próprio Cristo (doutrina da
encarnação), esposada pelos espíritas. João mesmo responde a este fato:
“Não sou o Cristo” (Jo 1.20). O Espiritismo bebe de correntes filosóficas,
moldando as ideias de Platão e Aristóteles, basicamente.
 Um cuidado na leitura em Romanos 1.2 pode-se perceber que Paulo
clama para que tenhamos uma cosmovisão moldada pelo Evangelho e
não pela Filosofia.
Questões básicas para se
identificar uma cosmovisão
Item Pergunta? Resposta!
1 O que é a realidade primordial, qual
seja, o que é realmente verdadeiro?
A essa questão, podemos responder Deus, os deuses ou o cosmo
material
2 Qual a natureza da realidade
externa, isto é, o mundo
que nos rodeia?
Aqui nossas respostas indicam se enxergamos o mundo como
criado ou autónomo, caótico ou organizado, como matéria ou
espírito ou se enfatizamos o nosso relacionamento pessoal
subjetivo com o mundo ou sua objetividade à parte de nós
3 O que o ser humano é? A essa pergunta podemos responder: uma máquina altamente
complexa, um deus adormecido, uma pessoa feita à imagem de
Deus, um símio nu.
4 O que acontece a uma pessoa
quando ela morre?
morre? Aqui podemos replicar: extinção pessoal, ou transformação
para um estado mais elevado, ou reencarnação, ou passagem
para uma existência sombria do "outro lado"
Questões básicas para se
identificar uma cosmovisão
5 Por que é possível conhecer
alguma coisa?
As respostas incluem a ideia de que fomos feitos à imagem de um
Deus onisciente ou que a consciência e a racionalidade se
desenvolveram sob as contingências da sobrevivência ao longo do
processo evolutivo.
6 Como sabemos o que é certo e
errado?
Novamente, talvez tenhamos sido criados à imagem de um Deus
cujo caráter é bom, ou talvez o certo e o errado sejam determinados
apenas pela escolha humana ou talvez pelo que nos faz sentir bem,
ou as noções se desenvolveram simplesmente sob um ímpeto
direcionado à sobrevivência cultural ou física
7 Qual é o significado da história
humana?
A essa questão podemos responder: para compreender os
propósitos de Deus ou dos deuses, para fazer da terra um paraíso,
preparar as pessoas de modo a viverem em comunidade com um
Deus amoroso e santo e assim por diante
Outros Questionamentos:
• Quem está no comando deste mundo - Deus, os
seres humanos ou ninguém?
• Como seres humanos, somos limitados ou
livres?
• Apenas nós é que determinamos os valores?
• Deus é realmente bom?
• Deus é pessoal ou impessoal?
• Afinal de contas, Deus existe?
Criação: Nada está afetado pelo pecado. Não há hachura!
Queda: Há uma mancha no ser humano e na terra.
Redenção: O efeito do pecado é desfeito por meio de Cristo. A morte eterna dá lugar à vida eterna.
Consumação: Há uma restauração na criação e na criatura.
Principais Cosmovisões,
Segundo James Sire:
Item Cosmovisão Significado
1
Teísmo (Universo
carregado da
grandeza de Deus)
Um Deus Infinito e pessoal existe além do e no universo. O teísmo diz que o universo
físico não é tudo que existe. Há um Deus infinito e pessoal além do universo, que o
criou, que o sustenta e que age nele de forma sobrenatural. É a visão representada
pelo judaísmo tradicional, o cristianismo e o islamismo. Exalta a transcendência e
imanência de Deus.
2
Deísmo (Universo
Mecânico)
Deus está além do universo, mas não nele. O deísmo é o teísmo sem milagre. Deus
fez o mundo, mas não age nele. Ele “deu corda” na criação e a deixa funcionar
sozinha. Alguns exemplos de pensadores teístas: Voltaire, Thomas Jefferson e Tomas
Paine. Exalta a transcendência de Deus.
3
Ateísmo
(Naturalismo na
prática)
Não existe nenhum Deus além do ou no universo. O ateísmo afirma que o universo
físico é tudo que existe. Não existe nenhum Deus em lugar algum, nem no universo ou
além dele. O universo é auto-suficiente. Alguns dos ateus mais famosos foram: Karl
Marx, Friedrich Nietzschee Jean-Paul Sartre
Principais Cosmovisões,
Segundo James Sire:
4 Panteísmo
Deus é o Todo/Universo. Tudo é Deus. O criador e a criação são duas maneiras de
denotar uma realidade. Deus é o universo ou Todo, e o universo é Deus. O panteísmo
é representado por certas formas de hinduísmo: zen-budismo e Ciência Cristã.
Politeísmo – Muitos deuses existem além do mundo e nele. É a crença em muito
deuses finitos, que influenciam o mundo. Quando um deus finito é considerado chefe
sobre outros, a religião é chamada de henoteísmo. Os principais representantes do
politeísmo: os gregos antigos, o mórmons e os neopagãos (adeptos da Wicca – É
uma religião fundamentada nos cultos da fertilidade que se originaram na Europa.
Frequentemente, Wicca inclui a prática de várias formas de Alta Magia)
5 Niilismo
É uma doutrina filosófica que indica um pessimismo e ceticismo extremos perante
qualquer situação ou realidade possível. Consiste na negação de todos os princípios
religiosos, políticos e sociais.
Principais Cosmovisões,
Segundo James Sire:
6 Existencialismo
Existencialismo é uma doutrina filosófica centrada na análise da existência e do
modo como seres humanos têm existência no mundo. Procura encontrar o sentido da
vida através da liberdade incondicional, escolha e responsabilidade pessoal.
7 Nova era
É a mistura de várias religiões, filosofias e práticas místicas. Os seguidores do
movimento acreditam que se aproxima uma nova era de paz e prosperidade
mundial
8 Pós-modernismo
Pós-modernidade é um conceito que representa toda a estrutura sócio- cultural
desde o fim dos anos 80 até os dias atuais. Em suma, a pós- modernidade
consiste no ambiente em que a sociedade pós-moderna está inserida,
caracterizada pela globalização e domínio do sistema capitalista
Quadro de Cosmovisões,
segundo Geisler
Teísmo Ateísmo Deísmo Teísmo finito Panenteísmo Panteísmo Politeísmo
Deus Um, infinito e
pessoal
Nenhum Um, infinito e
pessoal
Um, infinito e
pessoal
Um potencialmente
infinito e realmente
finito
Um, infinito,
impessoal ou
pessoal
Múltiplo, finito e
impessoal
Mundo Criado ex nihilo,
finito
Eterno
(material)
Finito ou eterno Criado ex matéria
ou ex nihilo, eterno
Criado ex matéria
ou ex Deo eterno
Criado ex Deo,
imaterial
Criado ex matéria,
eterno
Deus e Mundo Deus além do e no
universo
Só mundo Deus além, mas não
do mundo
Deus no mundo e
além do mundo
Deus
potencialmente
além do mundo e no
mundo realmente
Deus é o mundo Deuses no
mundo
Milagres Possíveis e
reais
Impossíveis Podem ser
possíveis, mas não
reais
Podem ser
possíveis, mas não
reais
Impossíveis Impossíveis Possíveis e
reais
Natureza
humana
Alma e corpos
imortais
Corpo mortal Corpo mortal
alma imortal
Corpo mortal
alma imortal
Corpo mortal
alma imortal/
alguns
Corpo mortal
alma imortal
Corpo mortal
alma imortal
Quadro de Cosmovisões,
segundo Geisler
Destino Humano Ressurreição para
recompensa ou
julgamento
Aniquilação Recompensa ou
julgamento da
alma
Recompensa e ou
julgamento da alma
Na memória de
Deus
Reencarnação
unindo-se a Deus
Recompensa e
julgamentos
Divinos
Origem do Mal Livre-Arbítrio Ignorância
Humana
Livre-Arbítrio ou
Ignorância
Humana
Na luta interna de
Deus
Aspecto
necessário de
Deus
Ilusão Em lutas entre
deuses
Fim do Mal Será derrotado
por Deus
Pode ser
derrotado por
seres humanos
Pode ser
derrotado por
seres humanos
ou por Deus
Pode ser
derrotado por
seres humanos
Pode ser
derrotado por
seres humanos
ou por Deus
Será absorvido
por Deus
Será derrotado
por deuses
Base da Ética Deus Humanidade Natureza Deus e natureza Num Deus
mutável
Manifestações
menores de Deus
Deuses
Natureza da Ética Absoluta Relativa Absoluta Relativa Relativa Relativa Relativa
História e
Objetivo
Linear, proposital,
determinada por
Deus
Caótica, sem
objetivo, eterna
Linear, proposital,
eterna
Linear, proposital,
eterna
Linear, proposital,
eterna
Circular, ilusória e
eterna
Linear ou circular,
proposital, eterna
QUADRO DE SEIS COSMOVISÕES QUE REGEM O
MUNDO, SEGUNDO JAMES DOBSON E GARY BAUER
Item Cosmovisão Significado
1 Cristã O Cristianismo é a incorporação da afirmação de Jesus Cristo
de que Ele é "o caminho, a verdade e a vida" (João 14:6).
Quando dizemos: "Este é o caminho cristão”, queremos dizer
que este é o modo como Cristo nos faria tratar a vida e o mundo
2 Islâmica O Islã não é uma 'mera' religião;é todo um modo de vida e um
sistema social, político e e um sistema social, político e jurídico
que envolve tudo e que gera uma cosmovisão peculiar para si
mesmo
3 Humanista Secular Também chamado de Humanismo Laico, ou Humanismo
Secularizado) refere-se principalmente às ideias e crenças
delineadas nos Manifestos Humanistas de 1933, 1973 e 2000. O
Humanismo Secular é a cosmovisão dominante na maioria de
faculdades e universidades em todos os países ocidentais
QUADRO DE SEIS COSMOVISÕES QUE REGEM O
MUNDO, SEGUNDO JAMES DOBSON E GARY BAUER
4 Marxista O Marxismo é uma cosmovisão militantemente ateísta e
materialista. Ele desenvolveu uma perspectiva com relação a
cada uma das dez disciplinas, normalmente em grande detalhe.
Baseado nos escritos de Karl Marx (fim dos anos 1800s), o
Marxismo assumiu novas aparências nos anos recentes, incluindo
a degradação da cultura como uma forma de atividade
revolucionária
5 Humanista Cósmica A cosmovisão Humanista Cósmica consiste de dois movimentos
espirituais interrelacionados. Um é conhecido como Movimento de
Nova Era e o outro é o neopaganismo, que inclui práticas
ocultistas, xamanismo indígena e Wicca
6 Pós-Moderna O Pós-Modernismo representa uma forma de relativismo cultural
sobre coisas como a verdade, a realidade, a razão, os valores, o
significado linguístico, o 'eu' e outras noções
O que é uma Cosmovisão - Atos29.pptx
O que é uma Cosmovisão - Atos29.pptx
O que é uma Cosmovisão - Atos29.pptx
FUNÇÕES DE UMA
COSMOVISÃO
Figura 1
FUNÇÕES DE UMA
COSMOVISÃO
Figura 2
FUNÇÕES DE UMA
COSMOVISÃO
Figura 3
O que é uma Cosmovisão - Atos29.pptx
O que é uma Cosmovisão - Atos29.pptx

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Exegese
ExegeseExegese
Como preparar uma pregação
Como preparar uma pregaçãoComo preparar uma pregação
Como preparar uma pregação
Alípio Vallim
 
Métodos de estudos da bíblia
Métodos de estudos da bíbliaMétodos de estudos da bíblia
Métodos de estudos da bíblia
Antonio Filho
 
ARREBATAMENTO PRÉ-TRIBULACIONISTA
ARREBATAMENTO PRÉ-TRIBULACIONISTAARREBATAMENTO PRÉ-TRIBULACIONISTA
ARREBATAMENTO PRÉ-TRIBULACIONISTA
ESCRIBAVALDEMIR
 
Introdução Bíblica
Introdução BíblicaIntrodução Bíblica
Introdução Bíblica
Viva a Igreja
 
Teontologia - AULA 01
Teontologia - AULA 01Teontologia - AULA 01
Teontologia - AULA 01
Pastor W. Costa
 
Relativismo dentro da igreja
Relativismo dentro da igrejaRelativismo dentro da igreja
Relativismo dentro da igreja
Fulvio Leite
 
A missão de jesus cristo
A missão de jesus cristoA missão de jesus cristo
A missão de jesus cristo
Emanuel Costa
 
O Credo Apostólico
O Credo ApostólicoO Credo Apostólico
O Credo Apostólico
Ary Queiroz Jr
 
Aula hermenêutica completa
Aula hermenêutica completaAula hermenêutica completa
Aula hermenêutica completa
GISLAINE MORAES DA SILVA OLIVEIRA
 
Quem é jesus power point
Quem é jesus power pointQuem é jesus power point
Quem é jesus power point
Marcelo Gonçalves
 
Cristologia aula01
Cristologia aula01Cristologia aula01
Cristologia aula01
Pastor W. Costa
 
Cristologia
CristologiaCristologia
Cristologia
Marco Sousa
 
Escatologia - um estudo introdutório
Escatologia - um estudo introdutórioEscatologia - um estudo introdutório
Escatologia - um estudo introdutório
Viva a Igreja
 
Drama das Escrituras, O.pdf
Drama das Escrituras, O.pdfDrama das Escrituras, O.pdf
Drama das Escrituras, O.pdf
HirlandioFernanndes
 
Igreja
IgrejaIgreja
ATOS DOS APÓSTOLOS (AULAS).pptx
ATOS DOS APÓSTOLOS (AULAS).pptxATOS DOS APÓSTOLOS (AULAS).pptx
ATOS DOS APÓSTOLOS (AULAS).pptx
LucianoMachado52
 
Aula hermenêutica
Aula hermenêuticaAula hermenêutica
Aula hermenêutica
Diego Viana Melo Lima
 
ANGEOLOGIA SLIDE.pptx
ANGEOLOGIA SLIDE.pptxANGEOLOGIA SLIDE.pptx
ANGEOLOGIA SLIDE.pptx
Vinnydiscipulos
 
Ressurreição
RessurreiçãoRessurreição
Ressurreição
Dókimos Aprovado
 

Mais procurados (20)

Exegese
ExegeseExegese
Exegese
 
Como preparar uma pregação
Como preparar uma pregaçãoComo preparar uma pregação
Como preparar uma pregação
 
Métodos de estudos da bíblia
Métodos de estudos da bíbliaMétodos de estudos da bíblia
Métodos de estudos da bíblia
 
ARREBATAMENTO PRÉ-TRIBULACIONISTA
ARREBATAMENTO PRÉ-TRIBULACIONISTAARREBATAMENTO PRÉ-TRIBULACIONISTA
ARREBATAMENTO PRÉ-TRIBULACIONISTA
 
Introdução Bíblica
Introdução BíblicaIntrodução Bíblica
Introdução Bíblica
 
Teontologia - AULA 01
Teontologia - AULA 01Teontologia - AULA 01
Teontologia - AULA 01
 
Relativismo dentro da igreja
Relativismo dentro da igrejaRelativismo dentro da igreja
Relativismo dentro da igreja
 
A missão de jesus cristo
A missão de jesus cristoA missão de jesus cristo
A missão de jesus cristo
 
O Credo Apostólico
O Credo ApostólicoO Credo Apostólico
O Credo Apostólico
 
Aula hermenêutica completa
Aula hermenêutica completaAula hermenêutica completa
Aula hermenêutica completa
 
Quem é jesus power point
Quem é jesus power pointQuem é jesus power point
Quem é jesus power point
 
Cristologia aula01
Cristologia aula01Cristologia aula01
Cristologia aula01
 
Cristologia
CristologiaCristologia
Cristologia
 
Escatologia - um estudo introdutório
Escatologia - um estudo introdutórioEscatologia - um estudo introdutório
Escatologia - um estudo introdutório
 
Drama das Escrituras, O.pdf
Drama das Escrituras, O.pdfDrama das Escrituras, O.pdf
Drama das Escrituras, O.pdf
 
Igreja
IgrejaIgreja
Igreja
 
ATOS DOS APÓSTOLOS (AULAS).pptx
ATOS DOS APÓSTOLOS (AULAS).pptxATOS DOS APÓSTOLOS (AULAS).pptx
ATOS DOS APÓSTOLOS (AULAS).pptx
 
Aula hermenêutica
Aula hermenêuticaAula hermenêutica
Aula hermenêutica
 
ANGEOLOGIA SLIDE.pptx
ANGEOLOGIA SLIDE.pptxANGEOLOGIA SLIDE.pptx
ANGEOLOGIA SLIDE.pptx
 
Ressurreição
RessurreiçãoRessurreição
Ressurreição
 

Semelhante a O que é uma Cosmovisão - Atos29.pptx

Fé e razão, uma conversa entre a ciência e a religião
Fé e razão, uma conversa entre a ciência e a religiãoFé e razão, uma conversa entre a ciência e a religião
Fé e razão, uma conversa entre a ciência e a religião
Leandro Nazareth Souto
 
Cosmovisão cristã ( As Lentes da Fé )
Cosmovisão cristã ( As Lentes da Fé )Cosmovisão cristã ( As Lentes da Fé )
Cosmovisão cristã ( As Lentes da Fé )
Carlos Silva
 
Curso Básico de Espiritismo 4
Curso Básico de Espiritismo 4Curso Básico de Espiritismo 4
Curso Básico de Espiritismo 4
Roseli Lemes
 
A religião. Trabalho realizado pelos alunos António Fernandes, Diogo Mendonça...
A religião. Trabalho realizado pelos alunos António Fernandes, Diogo Mendonça...A religião. Trabalho realizado pelos alunos António Fernandes, Diogo Mendonça...
A religião. Trabalho realizado pelos alunos António Fernandes, Diogo Mendonça...
Helena Serrão
 
Introducao a exegese_e_hermeneutica_-_filosofias_e_heresias_do_novo_testamento
Introducao a exegese_e_hermeneutica_-_filosofias_e_heresias_do_novo_testamentoIntroducao a exegese_e_hermeneutica_-_filosofias_e_heresias_do_novo_testamento
Introducao a exegese_e_hermeneutica_-_filosofias_e_heresias_do_novo_testamento
jeconiaseandreia
 
Introducao a exegese_e_hermeneutica_-_filosofias_e_heresias_do_novo_testamento
Introducao a exegese_e_hermeneutica_-_filosofias_e_heresias_do_novo_testamentoIntroducao a exegese_e_hermeneutica_-_filosofias_e_heresias_do_novo_testamento
Introducao a exegese_e_hermeneutica_-_filosofias_e_heresias_do_novo_testamento
jeconiaseandreia
 
PROVA FINAL Filosofia e Educação Cristã.ppt
PROVA FINAL Filosofia e Educação Cristã.pptPROVA FINAL Filosofia e Educação Cristã.ppt
PROVA FINAL Filosofia e Educação Cristã.ppt
betokg
 
PROVA FINAL Filosofia e Educação Cristã.ppt
PROVA FINAL Filosofia e Educação Cristã.pptPROVA FINAL Filosofia e Educação Cristã.ppt
PROVA FINAL Filosofia e Educação Cristã.ppt
betokg
 
Definindo teologia capitulo i
Definindo teologia   capitulo iDefinindo teologia   capitulo i
Definindo teologia capitulo i
Igreja do Evangelho Quadrangular - ITQ/SP-070
 
Neoplatonismo.pptx
Neoplatonismo.pptxNeoplatonismo.pptx
Neoplatonismo.pptx
MATEUSJANSENDEBRITO
 
Seitas e heresias i
Seitas e heresias iSeitas e heresias i
Seitas e heresias i
Cleidiane Sousa Oliveira
 
Formação inácio montanha
Formação inácio montanha Formação inácio montanha
Formação inácio montanha
Pedro Moraes
 
Formação inácio montanha 97 2003
Formação inácio montanha 97  2003Formação inácio montanha 97  2003
Formação inácio montanha 97 2003
Inacio Montanha
 
Novos movimentos religiosos de cariz esotérico ocultista
Novos movimentos religiosos de cariz esotérico ocultistaNovos movimentos religiosos de cariz esotérico ocultista
Novos movimentos religiosos de cariz esotérico ocultista
Patrícia Gomes
 
CONSTITUIÇAO DO HOMEM
CONSTITUIÇAO DO HOMEMCONSTITUIÇAO DO HOMEM
CONSTITUIÇAO DO HOMEM
Aurelio Capamo Manuel
 
Espiritualidade e Materialismo Espiritual
Espiritualidade e Materialismo EspiritualEspiritualidade e Materialismo Espiritual
Espiritualidade e Materialismo Espiritual
floresnoar
 
Etica e religiao
Etica e religiaoEtica e religiao
Etica e religiao
Altemar Oliveira
 
Materialismo e Espiritismo
Materialismo e EspiritismoMaterialismo e Espiritismo
Materialismo e Espiritismo
Helio Cruz
 
( Espiritismo) # - amag ramgis - reencarnacao # estudo geral # 1
( Espiritismo)   # - amag ramgis - reencarnacao # estudo geral # 1( Espiritismo)   # - amag ramgis - reencarnacao # estudo geral # 1
( Espiritismo) # - amag ramgis - reencarnacao # estudo geral # 1
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
( Espiritismo) # - amag ramgis - reencarnacao # estudo geral # 1
( Espiritismo)   # - amag ramgis - reencarnacao # estudo geral # 1( Espiritismo)   # - amag ramgis - reencarnacao # estudo geral # 1
( Espiritismo) # - amag ramgis - reencarnacao # estudo geral # 1
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 

Semelhante a O que é uma Cosmovisão - Atos29.pptx (20)

Fé e razão, uma conversa entre a ciência e a religião
Fé e razão, uma conversa entre a ciência e a religiãoFé e razão, uma conversa entre a ciência e a religião
Fé e razão, uma conversa entre a ciência e a religião
 
Cosmovisão cristã ( As Lentes da Fé )
Cosmovisão cristã ( As Lentes da Fé )Cosmovisão cristã ( As Lentes da Fé )
Cosmovisão cristã ( As Lentes da Fé )
 
Curso Básico de Espiritismo 4
Curso Básico de Espiritismo 4Curso Básico de Espiritismo 4
Curso Básico de Espiritismo 4
 
A religião. Trabalho realizado pelos alunos António Fernandes, Diogo Mendonça...
A religião. Trabalho realizado pelos alunos António Fernandes, Diogo Mendonça...A religião. Trabalho realizado pelos alunos António Fernandes, Diogo Mendonça...
A religião. Trabalho realizado pelos alunos António Fernandes, Diogo Mendonça...
 
Introducao a exegese_e_hermeneutica_-_filosofias_e_heresias_do_novo_testamento
Introducao a exegese_e_hermeneutica_-_filosofias_e_heresias_do_novo_testamentoIntroducao a exegese_e_hermeneutica_-_filosofias_e_heresias_do_novo_testamento
Introducao a exegese_e_hermeneutica_-_filosofias_e_heresias_do_novo_testamento
 
Introducao a exegese_e_hermeneutica_-_filosofias_e_heresias_do_novo_testamento
Introducao a exegese_e_hermeneutica_-_filosofias_e_heresias_do_novo_testamentoIntroducao a exegese_e_hermeneutica_-_filosofias_e_heresias_do_novo_testamento
Introducao a exegese_e_hermeneutica_-_filosofias_e_heresias_do_novo_testamento
 
PROVA FINAL Filosofia e Educação Cristã.ppt
PROVA FINAL Filosofia e Educação Cristã.pptPROVA FINAL Filosofia e Educação Cristã.ppt
PROVA FINAL Filosofia e Educação Cristã.ppt
 
PROVA FINAL Filosofia e Educação Cristã.ppt
PROVA FINAL Filosofia e Educação Cristã.pptPROVA FINAL Filosofia e Educação Cristã.ppt
PROVA FINAL Filosofia e Educação Cristã.ppt
 
Definindo teologia capitulo i
Definindo teologia   capitulo iDefinindo teologia   capitulo i
Definindo teologia capitulo i
 
Neoplatonismo.pptx
Neoplatonismo.pptxNeoplatonismo.pptx
Neoplatonismo.pptx
 
Seitas e heresias i
Seitas e heresias iSeitas e heresias i
Seitas e heresias i
 
Formação inácio montanha
Formação inácio montanha Formação inácio montanha
Formação inácio montanha
 
Formação inácio montanha 97 2003
Formação inácio montanha 97  2003Formação inácio montanha 97  2003
Formação inácio montanha 97 2003
 
Novos movimentos religiosos de cariz esotérico ocultista
Novos movimentos religiosos de cariz esotérico ocultistaNovos movimentos religiosos de cariz esotérico ocultista
Novos movimentos religiosos de cariz esotérico ocultista
 
CONSTITUIÇAO DO HOMEM
CONSTITUIÇAO DO HOMEMCONSTITUIÇAO DO HOMEM
CONSTITUIÇAO DO HOMEM
 
Espiritualidade e Materialismo Espiritual
Espiritualidade e Materialismo EspiritualEspiritualidade e Materialismo Espiritual
Espiritualidade e Materialismo Espiritual
 
Etica e religiao
Etica e religiaoEtica e religiao
Etica e religiao
 
Materialismo e Espiritismo
Materialismo e EspiritismoMaterialismo e Espiritismo
Materialismo e Espiritismo
 
( Espiritismo) # - amag ramgis - reencarnacao # estudo geral # 1
( Espiritismo)   # - amag ramgis - reencarnacao # estudo geral # 1( Espiritismo)   # - amag ramgis - reencarnacao # estudo geral # 1
( Espiritismo) # - amag ramgis - reencarnacao # estudo geral # 1
 
( Espiritismo) # - amag ramgis - reencarnacao # estudo geral # 1
( Espiritismo)   # - amag ramgis - reencarnacao # estudo geral # 1( Espiritismo)   # - amag ramgis - reencarnacao # estudo geral # 1
( Espiritismo) # - amag ramgis - reencarnacao # estudo geral # 1
 

Último

Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsxGuerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Instituto Walter Alencar
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
responder de alfabetização e questoe.pdf
responder de alfabetização e questoe.pdfresponder de alfabetização e questoe.pdf
responder de alfabetização e questoe.pdf
marcos oliveira
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
AntHropológicas Visual PPGA-UFPE
 

Último (20)

Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsxGuerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Guerra e Paz Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
responder de alfabetização e questoe.pdf
responder de alfabetização e questoe.pdfresponder de alfabetização e questoe.pdf
responder de alfabetização e questoe.pdf
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
 

O que é uma Cosmovisão - Atos29.pptx

  • 1. SEMINÁRIO TEOLÓGICO ATOS29 Prof. Ms. Cleiton C. Melo O QUE É UMA COSMOVISÃO CRISTÃ?
  • 2. Orientados pela Palavra Textos Bíblicos:  Gn 3.1 - 6 --- Compreensão errada leva a decisão errada.  2 Pe 3.1 - 9 --- Mentes esclarecidas.  Sl 14.1 --- O olhar do insensato.  Ef 4.17 – 24 --- Instruídos por Cristo  Rm 1.18 – 32 --- A culpabilidade do homem.  Gl 3.1 – 5 --- O perigo de trocar o certo pelo errado.
  • 3. COMO SE ESTABELECE UMA CRENÇA?
  • 4. Definição de Ronald Nash Em seus termos mais simples, cosmovisão é um conjunto de crenças sobre as questões mais importantes na vida. Sistemas filosóficos de grandes pensadores como Platão e Aristóteles eram cosmovisões. Toda pessoa madura e racional, cada leitor de um livro, tem sua própria cosmovisão, tão seguramente como Platão. Às vezes parece que poucas pessoas têm alguma ideia do que consiste sua cosmovisão, ou de que mesmo possuem uma. Mas ter consciência de nossa cosmovisão é uma das coisas mais importantes que podemos fazer para melhorar nossa autocompreensão; e conhecer internamente a cosmovisão dos outros é essencial para entendermos o que faz eles agirem de uma determinada forma.
  • 5. Definição de James Sire Em essência, é um conjunto de pressuposições (hipóteses que podem ser verdadeiras, parcialmente verdadeiras ou internamentos falsas) que sustentamos (consciente ou inconscientemente, consistente ou inconsistentemente) sobre a formação básica do nosso mundo.
  • 6. Definição de Norman Geisler É o modo pelo qual a pessoa vê ou interpreta a realidade. A palavra alemã é weltanschau- ung, que significa um ‘mundo e uma visão da vida’, ou ‘um paradigma’. É a estrutura por meio da qual a pessoa entende os dados da vida. Uma cosmovisão influencia muito a maneira em que a pessoa vê Deus, origem, mal, natureza humana, valores e destino.
  • 8. 1. Visto que o teísmo cristão é apenas uma das muitas cosmovisões concorrentes, sobre que base as pessoas podem fazer uma escolha racional entre os sistemas? 2. Qual cosmovisão é mais provável que seja verdadeira? COSMOVISÃO CRISTÃ
  • 9. Quando confrontados com a necessidade de se fazer uma escolha entre preposições fundamentais de diferentes cosmovisões concorrentes, deveríamos escolher aquela que, quando aplicada ao todo da realidade, nos dê o quadro mais coerente do mundo. Aquela que, por exemplo, pinta a imagem de um ser humano que, por si só, pode se restaurar, ou que no final todos serão salvos, tende a ser menos plausível. COSMOVISÃO CRISTÃ
  • 10. TESTANDO UMA COSMOVISÃO  TESTE DA RAZÃO: Para muitos cristãos a razão é inimiga da fé. Discordo totalmente! Até porque o autor de Hebreus nos mostra a concordância entre ambas (Hb 11.1 – 3). Por teste da razão, Nash quer tratar sobre a lógica, ou lei da não-contradição. Ou seja, esta lei declara que “A”, que pode ser qualquer coisa, não pode ser tanto “B” como não-B ao mesmo tempo e no mesmo sentido. Uma boa explicação para isso, basta ver o que dizem os russelistas sobre a doutrina da Trindade: “Satanás deu origem à doutrina da trindade” (Seja Deus verdadeiro, p.81).  TESTE DA EXPERIÊNCIA: As cosmovisões devem passar não somente pelo teste da razão; elas devem satisfazer também o testa da experiência. É apropriado que as pessoas apresentem objeções quando uma reivindicação de uma cosmovisão conflita com o que sabemos ser verdade com respeito ao universo físico. A transubstanciação dos elementos da ceia no conceito Católico é um exemplo. Eles alegam que tais elementos, no momento da consagração, tornam-se ou transubstanciam-se em Jesus, física e espiritualmente, assim como Ele está no Céu.
  • 11. TESTANDO UMA COSMOVISÃO  TESTE DA PRÁTICA: As cosmovisões devem ser testadas além das aulas de filosofia. Mas, no laboratório da vida. Uma pessoa que professa uma cosmovisão, pode viver consistentemente em harmonia com o sistema que ela professa? Ou descobrimos que ela é forçada a viver com uma cosmovisão emprestada de um sistema concorrente? Um bom exemplo deste fato é a ideia de que João, o Batista era o próprio Cristo (doutrina da encarnação), esposada pelos espíritas. João mesmo responde a este fato: “Não sou o Cristo” (Jo 1.20). O Espiritismo bebe de correntes filosóficas, moldando as ideias de Platão e Aristóteles, basicamente.  Um cuidado na leitura em Romanos 1.2 pode-se perceber que Paulo clama para que tenhamos uma cosmovisão moldada pelo Evangelho e não pela Filosofia.
  • 12. Questões básicas para se identificar uma cosmovisão Item Pergunta? Resposta! 1 O que é a realidade primordial, qual seja, o que é realmente verdadeiro? A essa questão, podemos responder Deus, os deuses ou o cosmo material 2 Qual a natureza da realidade externa, isto é, o mundo que nos rodeia? Aqui nossas respostas indicam se enxergamos o mundo como criado ou autónomo, caótico ou organizado, como matéria ou espírito ou se enfatizamos o nosso relacionamento pessoal subjetivo com o mundo ou sua objetividade à parte de nós 3 O que o ser humano é? A essa pergunta podemos responder: uma máquina altamente complexa, um deus adormecido, uma pessoa feita à imagem de Deus, um símio nu. 4 O que acontece a uma pessoa quando ela morre? morre? Aqui podemos replicar: extinção pessoal, ou transformação para um estado mais elevado, ou reencarnação, ou passagem para uma existência sombria do "outro lado"
  • 13. Questões básicas para se identificar uma cosmovisão 5 Por que é possível conhecer alguma coisa? As respostas incluem a ideia de que fomos feitos à imagem de um Deus onisciente ou que a consciência e a racionalidade se desenvolveram sob as contingências da sobrevivência ao longo do processo evolutivo. 6 Como sabemos o que é certo e errado? Novamente, talvez tenhamos sido criados à imagem de um Deus cujo caráter é bom, ou talvez o certo e o errado sejam determinados apenas pela escolha humana ou talvez pelo que nos faz sentir bem, ou as noções se desenvolveram simplesmente sob um ímpeto direcionado à sobrevivência cultural ou física 7 Qual é o significado da história humana? A essa questão podemos responder: para compreender os propósitos de Deus ou dos deuses, para fazer da terra um paraíso, preparar as pessoas de modo a viverem em comunidade com um Deus amoroso e santo e assim por diante
  • 14. Outros Questionamentos: • Quem está no comando deste mundo - Deus, os seres humanos ou ninguém? • Como seres humanos, somos limitados ou livres? • Apenas nós é que determinamos os valores? • Deus é realmente bom? • Deus é pessoal ou impessoal? • Afinal de contas, Deus existe?
  • 15. Criação: Nada está afetado pelo pecado. Não há hachura! Queda: Há uma mancha no ser humano e na terra. Redenção: O efeito do pecado é desfeito por meio de Cristo. A morte eterna dá lugar à vida eterna. Consumação: Há uma restauração na criação e na criatura.
  • 16. Principais Cosmovisões, Segundo James Sire: Item Cosmovisão Significado 1 Teísmo (Universo carregado da grandeza de Deus) Um Deus Infinito e pessoal existe além do e no universo. O teísmo diz que o universo físico não é tudo que existe. Há um Deus infinito e pessoal além do universo, que o criou, que o sustenta e que age nele de forma sobrenatural. É a visão representada pelo judaísmo tradicional, o cristianismo e o islamismo. Exalta a transcendência e imanência de Deus. 2 Deísmo (Universo Mecânico) Deus está além do universo, mas não nele. O deísmo é o teísmo sem milagre. Deus fez o mundo, mas não age nele. Ele “deu corda” na criação e a deixa funcionar sozinha. Alguns exemplos de pensadores teístas: Voltaire, Thomas Jefferson e Tomas Paine. Exalta a transcendência de Deus. 3 Ateísmo (Naturalismo na prática) Não existe nenhum Deus além do ou no universo. O ateísmo afirma que o universo físico é tudo que existe. Não existe nenhum Deus em lugar algum, nem no universo ou além dele. O universo é auto-suficiente. Alguns dos ateus mais famosos foram: Karl Marx, Friedrich Nietzschee Jean-Paul Sartre
  • 17. Principais Cosmovisões, Segundo James Sire: 4 Panteísmo Deus é o Todo/Universo. Tudo é Deus. O criador e a criação são duas maneiras de denotar uma realidade. Deus é o universo ou Todo, e o universo é Deus. O panteísmo é representado por certas formas de hinduísmo: zen-budismo e Ciência Cristã. Politeísmo – Muitos deuses existem além do mundo e nele. É a crença em muito deuses finitos, que influenciam o mundo. Quando um deus finito é considerado chefe sobre outros, a religião é chamada de henoteísmo. Os principais representantes do politeísmo: os gregos antigos, o mórmons e os neopagãos (adeptos da Wicca – É uma religião fundamentada nos cultos da fertilidade que se originaram na Europa. Frequentemente, Wicca inclui a prática de várias formas de Alta Magia) 5 Niilismo É uma doutrina filosófica que indica um pessimismo e ceticismo extremos perante qualquer situação ou realidade possível. Consiste na negação de todos os princípios religiosos, políticos e sociais.
  • 18. Principais Cosmovisões, Segundo James Sire: 6 Existencialismo Existencialismo é uma doutrina filosófica centrada na análise da existência e do modo como seres humanos têm existência no mundo. Procura encontrar o sentido da vida através da liberdade incondicional, escolha e responsabilidade pessoal. 7 Nova era É a mistura de várias religiões, filosofias e práticas místicas. Os seguidores do movimento acreditam que se aproxima uma nova era de paz e prosperidade mundial 8 Pós-modernismo Pós-modernidade é um conceito que representa toda a estrutura sócio- cultural desde o fim dos anos 80 até os dias atuais. Em suma, a pós- modernidade consiste no ambiente em que a sociedade pós-moderna está inserida, caracterizada pela globalização e domínio do sistema capitalista
  • 19. Quadro de Cosmovisões, segundo Geisler Teísmo Ateísmo Deísmo Teísmo finito Panenteísmo Panteísmo Politeísmo Deus Um, infinito e pessoal Nenhum Um, infinito e pessoal Um, infinito e pessoal Um potencialmente infinito e realmente finito Um, infinito, impessoal ou pessoal Múltiplo, finito e impessoal Mundo Criado ex nihilo, finito Eterno (material) Finito ou eterno Criado ex matéria ou ex nihilo, eterno Criado ex matéria ou ex Deo eterno Criado ex Deo, imaterial Criado ex matéria, eterno Deus e Mundo Deus além do e no universo Só mundo Deus além, mas não do mundo Deus no mundo e além do mundo Deus potencialmente além do mundo e no mundo realmente Deus é o mundo Deuses no mundo Milagres Possíveis e reais Impossíveis Podem ser possíveis, mas não reais Podem ser possíveis, mas não reais Impossíveis Impossíveis Possíveis e reais Natureza humana Alma e corpos imortais Corpo mortal Corpo mortal alma imortal Corpo mortal alma imortal Corpo mortal alma imortal/ alguns Corpo mortal alma imortal Corpo mortal alma imortal
  • 20. Quadro de Cosmovisões, segundo Geisler Destino Humano Ressurreição para recompensa ou julgamento Aniquilação Recompensa ou julgamento da alma Recompensa e ou julgamento da alma Na memória de Deus Reencarnação unindo-se a Deus Recompensa e julgamentos Divinos Origem do Mal Livre-Arbítrio Ignorância Humana Livre-Arbítrio ou Ignorância Humana Na luta interna de Deus Aspecto necessário de Deus Ilusão Em lutas entre deuses Fim do Mal Será derrotado por Deus Pode ser derrotado por seres humanos Pode ser derrotado por seres humanos ou por Deus Pode ser derrotado por seres humanos Pode ser derrotado por seres humanos ou por Deus Será absorvido por Deus Será derrotado por deuses Base da Ética Deus Humanidade Natureza Deus e natureza Num Deus mutável Manifestações menores de Deus Deuses Natureza da Ética Absoluta Relativa Absoluta Relativa Relativa Relativa Relativa História e Objetivo Linear, proposital, determinada por Deus Caótica, sem objetivo, eterna Linear, proposital, eterna Linear, proposital, eterna Linear, proposital, eterna Circular, ilusória e eterna Linear ou circular, proposital, eterna
  • 21. QUADRO DE SEIS COSMOVISÕES QUE REGEM O MUNDO, SEGUNDO JAMES DOBSON E GARY BAUER Item Cosmovisão Significado 1 Cristã O Cristianismo é a incorporação da afirmação de Jesus Cristo de que Ele é "o caminho, a verdade e a vida" (João 14:6). Quando dizemos: "Este é o caminho cristão”, queremos dizer que este é o modo como Cristo nos faria tratar a vida e o mundo 2 Islâmica O Islã não é uma 'mera' religião;é todo um modo de vida e um sistema social, político e e um sistema social, político e jurídico que envolve tudo e que gera uma cosmovisão peculiar para si mesmo 3 Humanista Secular Também chamado de Humanismo Laico, ou Humanismo Secularizado) refere-se principalmente às ideias e crenças delineadas nos Manifestos Humanistas de 1933, 1973 e 2000. O Humanismo Secular é a cosmovisão dominante na maioria de faculdades e universidades em todos os países ocidentais
  • 22. QUADRO DE SEIS COSMOVISÕES QUE REGEM O MUNDO, SEGUNDO JAMES DOBSON E GARY BAUER 4 Marxista O Marxismo é uma cosmovisão militantemente ateísta e materialista. Ele desenvolveu uma perspectiva com relação a cada uma das dez disciplinas, normalmente em grande detalhe. Baseado nos escritos de Karl Marx (fim dos anos 1800s), o Marxismo assumiu novas aparências nos anos recentes, incluindo a degradação da cultura como uma forma de atividade revolucionária 5 Humanista Cósmica A cosmovisão Humanista Cósmica consiste de dois movimentos espirituais interrelacionados. Um é conhecido como Movimento de Nova Era e o outro é o neopaganismo, que inclui práticas ocultistas, xamanismo indígena e Wicca 6 Pós-Moderna O Pós-Modernismo representa uma forma de relativismo cultural sobre coisas como a verdade, a realidade, a razão, os valores, o significado linguístico, o 'eu' e outras noções