SlideShare uma empresa Scribd logo
FILOSOFIA 11.º ano
FILOSOFIA 11.º ano
Luís Rodrigues
O projeto de Descartes
ANÁLISE COMPARATIVA DE DUAS TEORIAS
DO CONHECIMENTO:
O RACIONALISMO DE DESCARTES
O projeto de Descartes
FILOSOFIA 11.º ano
Introdução
Temos a forte convicção de que há verdades indiscutíveis.
Acreditamos que existem realidades físicas como o nosso corpo e outros
corpos.
Acreditamos que a soma de 2 + 2 é igual a 4.
FILOSOFIA 11.º ano
O projeto de Descartes
Introdução
Mas sabemos também que crenças e convicções fortes como a de que a
Terra seria imóvel duraram muito tempo mas revelaram-se falsas.
FILOSOFIA 11.º ano
O projeto de Descartes
Introdução
Descartes pensa que podemos ter a forte convicção de que algo é
verdade, mas isso não é suficiente.
Temos de provar que essa crença ou opinião não pode de modo algum
ser falsa. Só assim podemos estar absolutamente certos de que
conhecemos.
FILOSOFIA 11.º ano
O projeto de Descartes
Introdução
A estratégia de Descartes
Só vamos considerar verdadeiro o que for impossível declarar falso.
Todas as nossas crenças e opiniões vão ser submetidas a este teste
«falsificacionista».
FILOSOFIA 11.º ano
O projeto de Descartes
O projeto ou objetivo de Descartes
Construir um sistema de conhecimentos constituído por verdades
indubitáveis.
O que são verdades indubitáveis?
.Verdades que é impossível considerar falsas.
.Verdades que não podemos de modo algum colocar em dúvida.
.Verdades evidentes ou claras e distintas.
FILOSOFIA 11.º ano
O projeto de Descartes
As razões de ser deste projeto
1. A desconfiança acerca do sistema dos conhecimentos estabelecidos.
As crenças e opiniões que o constituem não foram submetidas a um
exame rigoroso. Assim, não podemos estar certos de que é
constituído por verdades indiscutíveis.
2. O desejo de alcançar conhecimentos absolutamente seguros e
firmes.
FILOSOFIA 11.º ano
O projeto de Descartes
O que é um sistema de conhecimentos
constituído por verdades indubitáveis?
1. É um conjunto de conhecimentos em que de uma verdade básica e
irrefutável vamos deduzir outras verdades absolutamente
evidentes.
FILOSOFIA 11.º ano
O projeto de Descartes
O modo como Descartes vai proceder é
económico.
Descartes não vai examinar todos os conhecimentos um a um.
Seria tarefa gigantesca e pouco produtiva.
Vai examinar as bases em que assenta o sistema dos
conhecimentos estabelecidos. Se essas bases não passarem no
exame, é todo o conjunto que acaba por cair, ou seja, por perder
crédito.
FILOSOFIA 11.º ano
O projeto de Descartes
As crenças básicas do sistema dos conhecimentos
estabelecidos que vão ser examinadas
• A crença de que os sentidos são fontes fiáveis de conhecimento sobre
as propriedades dos objetos físicos.
• A forte crença de que existem realidades físicas.
• A crença de que as mais admiradas produções do nosso
entendimento – as matemáticas – são um modelo de verdade
indubitável.
FILOSOFIA 11.º ano
O projeto de Descartes
Será que Descartes vai ser bem-
sucedido? Será que conseguirá provar
sem margem para dúvida que há crenças
verdadeiras?
Aguarde pelos próximos episódios.
FILOSOFIA 11.º ano
O projeto de Descartes

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Hume_tipos_conhecimento
Hume_tipos_conhecimentoHume_tipos_conhecimento
Hume_tipos_conhecimento
Isabel Moura
 
O empirismo de david hume
O empirismo de david humeO empirismo de david hume
O empirismo de david hume
Joana Filipa Rodrigues
 
Método_conjeturas_refutações_Popper
Método_conjeturas_refutações_PopperMétodo_conjeturas_refutações_Popper
Método_conjeturas_refutações_Popper
Isabel Moura
 
Sermão de santo antónio aos peixes
Sermão de santo antónio aos peixesSermão de santo antónio aos peixes
Sermão de santo antónio aos peixes
AnaGomes40
 
O problema da indução
O problema da induçãoO problema da indução
O problema da indução
Luis De Sousa Rodrigues
 
Quadro_hume vs descartes
Quadro_hume vs descartesQuadro_hume vs descartes
Quadro_hume vs descartes
Isabel Moura
 
Provas da existência de Deus segundo Descartes
Provas da existência de Deus segundo DescartesProvas da existência de Deus segundo Descartes
Provas da existência de Deus segundo Descartes
Joana Filipa Rodrigues
 
Comparação descartes hume
Comparação descartes   humeComparação descartes   hume
Comparação descartes hume
Luis De Sousa Rodrigues
 
Cogito_Descartes
Cogito_DescartesCogito_Descartes
Cogito_Descartes
Isabel Moura
 
Determinismo e Livre-arbítrio - Filosofia 10º Ano
Determinismo e Livre-arbítrio - Filosofia 10º AnoDeterminismo e Livre-arbítrio - Filosofia 10º Ano
Determinismo e Livre-arbítrio - Filosofia 10º Ano
Pedro Francisco
 
Problema de Gettier - Área:Filosofia - Sub-área:Epistemologia Analítica
Problema de Gettier - Área:Filosofia - Sub-área:Epistemologia AnalíticaProblema de Gettier - Área:Filosofia - Sub-área:Epistemologia Analítica
Problema de Gettier - Área:Filosofia - Sub-área:Epistemologia Analítica
Fellipe Ávila
 
Teorias Explicativas do Conhecimento - Descartes
Teorias Explicativas do Conhecimento - DescartesTeorias Explicativas do Conhecimento - Descartes
Teorias Explicativas do Conhecimento - Descartes
Jorge Barbosa
 
A crença na ideia de conexão necessária
A crença na ideia de conexão necessáriaA crença na ideia de conexão necessária
A crença na ideia de conexão necessária
Luis De Sousa Rodrigues
 
Cógito cartesiano de Descartes
Cógito cartesiano de DescartesCógito cartesiano de Descartes
Cógito cartesiano de Descartes
Joana Filipa Rodrigues
 
A Dúvida Cartesiana/metódica
A Dúvida Cartesiana/metódicaA Dúvida Cartesiana/metódica
A Dúvida Cartesiana/metódica
Pedro Rocha Da Silva
 
Da dúvida ao cogito
Da dúvida ao cogitoDa dúvida ao cogito
Da dúvida ao cogito
Luis De Sousa Rodrigues
 
O ceticismo de hume
O ceticismo de humeO ceticismo de hume
O ceticismo de hume
Luis De Sousa Rodrigues
 
Conhecimento Científico - Popper
Conhecimento Científico - PopperConhecimento Científico - Popper
Conhecimento Científico - Popper
Jorge Barbosa
 

Mais procurados (20)

Hume_tipos_conhecimento
Hume_tipos_conhecimentoHume_tipos_conhecimento
Hume_tipos_conhecimento
 
O empirismo de david hume
O empirismo de david humeO empirismo de david hume
O empirismo de david hume
 
Método_conjeturas_refutações_Popper
Método_conjeturas_refutações_PopperMétodo_conjeturas_refutações_Popper
Método_conjeturas_refutações_Popper
 
Sermão de santo antónio aos peixes
Sermão de santo antónio aos peixesSermão de santo antónio aos peixes
Sermão de santo antónio aos peixes
 
O problema da indução
O problema da induçãoO problema da indução
O problema da indução
 
Quadro_hume vs descartes
Quadro_hume vs descartesQuadro_hume vs descartes
Quadro_hume vs descartes
 
Tipos de conhecimento
Tipos de conhecimentoTipos de conhecimento
Tipos de conhecimento
 
Provas da existência de Deus segundo Descartes
Provas da existência de Deus segundo DescartesProvas da existência de Deus segundo Descartes
Provas da existência de Deus segundo Descartes
 
Comparação descartes hume
Comparação descartes   humeComparação descartes   hume
Comparação descartes hume
 
Cogito_Descartes
Cogito_DescartesCogito_Descartes
Cogito_Descartes
 
Determinismo e Livre-arbítrio - Filosofia 10º Ano
Determinismo e Livre-arbítrio - Filosofia 10º AnoDeterminismo e Livre-arbítrio - Filosofia 10º Ano
Determinismo e Livre-arbítrio - Filosofia 10º Ano
 
Problema de Gettier - Área:Filosofia - Sub-área:Epistemologia Analítica
Problema de Gettier - Área:Filosofia - Sub-área:Epistemologia AnalíticaProblema de Gettier - Área:Filosofia - Sub-área:Epistemologia Analítica
Problema de Gettier - Área:Filosofia - Sub-área:Epistemologia Analítica
 
Teorias Explicativas do Conhecimento - Descartes
Teorias Explicativas do Conhecimento - DescartesTeorias Explicativas do Conhecimento - Descartes
Teorias Explicativas do Conhecimento - Descartes
 
A crença na ideia de conexão necessária
A crença na ideia de conexão necessáriaA crença na ideia de conexão necessária
A crença na ideia de conexão necessária
 
Cógito cartesiano de Descartes
Cógito cartesiano de DescartesCógito cartesiano de Descartes
Cógito cartesiano de Descartes
 
A Dúvida Cartesiana/metódica
A Dúvida Cartesiana/metódicaA Dúvida Cartesiana/metódica
A Dúvida Cartesiana/metódica
 
Da dúvida ao cogito
Da dúvida ao cogitoDa dúvida ao cogito
Da dúvida ao cogito
 
O ceticismo de hume
O ceticismo de humeO ceticismo de hume
O ceticismo de hume
 
O problema da indução
O problema da induçãoO problema da indução
O problema da indução
 
Conhecimento Científico - Popper
Conhecimento Científico - PopperConhecimento Científico - Popper
Conhecimento Científico - Popper
 

Destaque

O projeto de descartes – versão 1
O projeto de descartes – versão 1O projeto de descartes – versão 1
O projeto de descartes – versão 1
Luis De Sousa Rodrigues
 
Da dúvida ao cogito
Da dúvida ao cogitoDa dúvida ao cogito
Da dúvida ao cogito
Luis De Sousa Rodrigues
 
O essencial para os exames de filosofia
O essencial para os exames de filosofiaO essencial para os exames de filosofia
O essencial para os exames de filosofia
Luis De Sousa Rodrigues
 
As relações de ideias
As relações de ideiasAs relações de ideias
As relações de ideias
Luis De Sousa Rodrigues
 
O projeto de descartes – versão 1
O projeto de descartes – versão 1O projeto de descartes – versão 1
O projeto de descartes – versão 1
Luis De Sousa Rodrigues
 
Conhecimento de factos
Conhecimento de factosConhecimento de factos
Conhecimento de factos
Luis De Sousa Rodrigues
 
A dedução de verdades
A dedução de verdadesA dedução de verdades
A dedução de verdades
Luis De Sousa Rodrigues
 
O conhecimento do mundo a uniformidade da natureza
O conhecimento do mundo   a uniformidade da naturezaO conhecimento do mundo   a uniformidade da natureza
O conhecimento do mundo a uniformidade da natureza
Luis De Sousa Rodrigues
 
A função da dúvida
A função da dúvidaA função da dúvida
A função da dúvida
Luis De Sousa Rodrigues
 
Impressões e ideias
Impressões e ideiasImpressões e ideias
Impressões e ideias
Luis De Sousa Rodrigues
 
O indutivismo
O indutivismoO indutivismo
Crença verdadeira justificada - filosofia
Crença verdadeira justificada - filosofiaCrença verdadeira justificada - filosofia
Crença verdadeira justificada - filosofia
AMLDRP
 
A definição tradicional de conhecimento
A definição tradicional de conhecimentoA definição tradicional de conhecimento
A definição tradicional de conhecimento
Luis De Sousa Rodrigues
 
Os Maias Apresentação
Os Maias   Apresentação Os Maias   Apresentação
Os Maias Apresentação
joanana
 
Os Maias, capítulos I a IV
Os Maias, capítulos I a IVOs Maias, capítulos I a IV
Os Maias, capítulos I a IV
Dina Baptista
 
. Maias simplificado
. Maias simplificado. Maias simplificado
. Maias simplificado
Helena Coutinho
 
Os Tipos de Conhecimento
Os Tipos de ConhecimentoOs Tipos de Conhecimento
Os Tipos de Conhecimento
Jonathan Nascyn
 
Os maias análise
Os maias análiseOs maias análise
Os maias análise
luiza1973
 

Destaque (18)

O projeto de descartes – versão 1
O projeto de descartes – versão 1O projeto de descartes – versão 1
O projeto de descartes – versão 1
 
Da dúvida ao cogito
Da dúvida ao cogitoDa dúvida ao cogito
Da dúvida ao cogito
 
O essencial para os exames de filosofia
O essencial para os exames de filosofiaO essencial para os exames de filosofia
O essencial para os exames de filosofia
 
As relações de ideias
As relações de ideiasAs relações de ideias
As relações de ideias
 
O projeto de descartes – versão 1
O projeto de descartes – versão 1O projeto de descartes – versão 1
O projeto de descartes – versão 1
 
Conhecimento de factos
Conhecimento de factosConhecimento de factos
Conhecimento de factos
 
A dedução de verdades
A dedução de verdadesA dedução de verdades
A dedução de verdades
 
O conhecimento do mundo a uniformidade da natureza
O conhecimento do mundo   a uniformidade da naturezaO conhecimento do mundo   a uniformidade da natureza
O conhecimento do mundo a uniformidade da natureza
 
A função da dúvida
A função da dúvidaA função da dúvida
A função da dúvida
 
Impressões e ideias
Impressões e ideiasImpressões e ideias
Impressões e ideias
 
O indutivismo
O indutivismoO indutivismo
O indutivismo
 
Crença verdadeira justificada - filosofia
Crença verdadeira justificada - filosofiaCrença verdadeira justificada - filosofia
Crença verdadeira justificada - filosofia
 
A definição tradicional de conhecimento
A definição tradicional de conhecimentoA definição tradicional de conhecimento
A definição tradicional de conhecimento
 
Os Maias Apresentação
Os Maias   Apresentação Os Maias   Apresentação
Os Maias Apresentação
 
Os Maias, capítulos I a IV
Os Maias, capítulos I a IVOs Maias, capítulos I a IV
Os Maias, capítulos I a IV
 
. Maias simplificado
. Maias simplificado. Maias simplificado
. Maias simplificado
 
Os Tipos de Conhecimento
Os Tipos de ConhecimentoOs Tipos de Conhecimento
Os Tipos de Conhecimento
 
Os maias análise
Os maias análiseOs maias análise
Os maias análise
 

Semelhante a O projeto de descartes – versão 2

Descartes - Trab. Grupo IV
Descartes - Trab. Grupo IVDescartes - Trab. Grupo IV
Descartes - Trab. Grupo IV
mluisavalente
 
Racionalismo - Filosofia
Racionalismo - FilosofiaRacionalismo - Filosofia
Racionalismo - Filosofia
Carson Souza
 
Unidade2 capiiteoriasexplicativasdoconhecimento-110227081909-phpapp01
Unidade2 capiiteoriasexplicativasdoconhecimento-110227081909-phpapp01Unidade2 capiiteoriasexplicativasdoconhecimento-110227081909-phpapp01
Unidade2 capiiteoriasexplicativasdoconhecimento-110227081909-phpapp01
gildapirescosta
 
Racionalismo
RacionalismoRacionalismo
Racionalismo
Pelo Siro
 
Racionalismo
RacionalismoRacionalismo
Racionalismo
Pelo Siro
 
O racionalismo de Descartes.pptx
O racionalismo de Descartes.pptxO racionalismo de Descartes.pptx
O racionalismo de Descartes.pptx
IaraCaldeira2
 
Descartes - Trab grupo III
Descartes - Trab grupo IIIDescartes - Trab grupo III
Descartes - Trab grupo III
mluisavalente
 
Expressão lição-01 2016 - 2ºtrimestre
Expressão   lição-01 2016 - 2ºtrimestreExpressão   lição-01 2016 - 2ºtrimestre
Expressão lição-01 2016 - 2ºtrimestre
Joel Silva
 
Ae ci11 prep_exame_nacional
Ae ci11 prep_exame_nacionalAe ci11 prep_exame_nacional
Ae ci11 prep_exame_nacional
j_sdias
 
Merda de filosofia
Merda de filosofiaMerda de filosofia
Merda de filosofia
TONI21benfica
 
Ppt o racionalismo de descartes
Ppt o racionalismo de descartesPpt o racionalismo de descartes
Ppt o racionalismo de descartes
AnaKlein1
 
resumo_do_11º_ano_para_prepaprar_o_exame.pdf
resumo_do_11º_ano_para_prepaprar_o_exame.pdfresumo_do_11º_ano_para_prepaprar_o_exame.pdf
resumo_do_11º_ano_para_prepaprar_o_exame.pdf
TamraSilva
 
Projeto-Fundamentação_Saber_Descartes
Projeto-Fundamentação_Saber_DescartesProjeto-Fundamentação_Saber_Descartes
Projeto-Fundamentação_Saber_Descartes
Isabel Moura
 
A função da dúvida
A função da dúvidaA função da dúvida
A função da dúvida
Luis De Sousa Rodrigues
 
Estrutura do ato de conhecimento
Estrutura do ato de conhecimentoEstrutura do ato de conhecimento
Estrutura do ato de conhecimento
Márcia Franco
 
Metodologia científica
Metodologia científicaMetodologia científica
Metodologia científica
NTM - Núcleo de Tecnologia Municipal
 
Metodologia científica
Metodologia científicaMetodologia científica
Metodologia científica
NTM - Núcleo de Tecnologia Municipal
 
A fi sica_qua_ntica_na_vida_real_v2
A fi sica_qua_ntica_na_vida_real_v2A fi sica_qua_ntica_na_vida_real_v2
A fi sica_qua_ntica_na_vida_real_v2
ChristianePorpiglio2
 
René Descartes
René DescartesRené Descartes
René Descartes
Iga Almeida
 
Rene Descartes .pdf
Rene Descartes .pdfRene Descartes .pdf
Rene Descartes .pdf
FernandaPaiva87
 

Semelhante a O projeto de descartes – versão 2 (20)

Descartes - Trab. Grupo IV
Descartes - Trab. Grupo IVDescartes - Trab. Grupo IV
Descartes - Trab. Grupo IV
 
Racionalismo - Filosofia
Racionalismo - FilosofiaRacionalismo - Filosofia
Racionalismo - Filosofia
 
Unidade2 capiiteoriasexplicativasdoconhecimento-110227081909-phpapp01
Unidade2 capiiteoriasexplicativasdoconhecimento-110227081909-phpapp01Unidade2 capiiteoriasexplicativasdoconhecimento-110227081909-phpapp01
Unidade2 capiiteoriasexplicativasdoconhecimento-110227081909-phpapp01
 
Racionalismo
RacionalismoRacionalismo
Racionalismo
 
Racionalismo
RacionalismoRacionalismo
Racionalismo
 
O racionalismo de Descartes.pptx
O racionalismo de Descartes.pptxO racionalismo de Descartes.pptx
O racionalismo de Descartes.pptx
 
Descartes - Trab grupo III
Descartes - Trab grupo IIIDescartes - Trab grupo III
Descartes - Trab grupo III
 
Expressão lição-01 2016 - 2ºtrimestre
Expressão   lição-01 2016 - 2ºtrimestreExpressão   lição-01 2016 - 2ºtrimestre
Expressão lição-01 2016 - 2ºtrimestre
 
Ae ci11 prep_exame_nacional
Ae ci11 prep_exame_nacionalAe ci11 prep_exame_nacional
Ae ci11 prep_exame_nacional
 
Merda de filosofia
Merda de filosofiaMerda de filosofia
Merda de filosofia
 
Ppt o racionalismo de descartes
Ppt o racionalismo de descartesPpt o racionalismo de descartes
Ppt o racionalismo de descartes
 
resumo_do_11º_ano_para_prepaprar_o_exame.pdf
resumo_do_11º_ano_para_prepaprar_o_exame.pdfresumo_do_11º_ano_para_prepaprar_o_exame.pdf
resumo_do_11º_ano_para_prepaprar_o_exame.pdf
 
Projeto-Fundamentação_Saber_Descartes
Projeto-Fundamentação_Saber_DescartesProjeto-Fundamentação_Saber_Descartes
Projeto-Fundamentação_Saber_Descartes
 
A função da dúvida
A função da dúvidaA função da dúvida
A função da dúvida
 
Estrutura do ato de conhecimento
Estrutura do ato de conhecimentoEstrutura do ato de conhecimento
Estrutura do ato de conhecimento
 
Metodologia científica
Metodologia científicaMetodologia científica
Metodologia científica
 
Metodologia científica
Metodologia científicaMetodologia científica
Metodologia científica
 
A fi sica_qua_ntica_na_vida_real_v2
A fi sica_qua_ntica_na_vida_real_v2A fi sica_qua_ntica_na_vida_real_v2
A fi sica_qua_ntica_na_vida_real_v2
 
René Descartes
René DescartesRené Descartes
René Descartes
 
Rene Descartes .pdf
Rene Descartes .pdfRene Descartes .pdf
Rene Descartes .pdf
 

Mais de Luis De Sousa Rodrigues

Unidade funcional do cérebro
Unidade funcional do cérebroUnidade funcional do cérebro
Unidade funcional do cérebro
Luis De Sousa Rodrigues
 
Tipos de vinculação
Tipos de vinculaçãoTipos de vinculação
Tipos de vinculação
Luis De Sousa Rodrigues
 
Tipos de aprendizagem
Tipos de aprendizagemTipos de aprendizagem
Tipos de aprendizagem
Luis De Sousa Rodrigues
 
Teorias sobre as emoções
Teorias sobre as emoçõesTeorias sobre as emoções
Teorias sobre as emoções
Luis De Sousa Rodrigues
 
Relações precoces
Relações precocesRelações precoces
Relações precoces
Luis De Sousa Rodrigues
 
Raízes da vinculação
Raízes da vinculaçãoRaízes da vinculação
Raízes da vinculação
Luis De Sousa Rodrigues
 
Processos conativos
Processos conativosProcessos conativos
Processos conativos
Luis De Sousa Rodrigues
 
Perturbações da vinculação
Perturbações da vinculaçãoPerturbações da vinculação
Perturbações da vinculação
Luis De Sousa Rodrigues
 
Perceção e gestalt
Perceção e gestaltPerceção e gestalt
Perceção e gestalt
Luis De Sousa Rodrigues
 
Os processos emocionais
Os processos emocionaisOs processos emocionais
Os processos emocionais
Luis De Sousa Rodrigues
 
Os grupos
Os gruposOs grupos
O sistema nervoso
O sistema nervosoO sistema nervoso
O sistema nervoso
Luis De Sousa Rodrigues
 
O que nos torna humanos
O que nos torna humanosO que nos torna humanos
O que nos torna humanos
Luis De Sousa Rodrigues
 
Maslow e a motivação
Maslow e a motivaçãoMaslow e a motivação
Maslow e a motivação
Luis De Sousa Rodrigues
 
Lateralidade cerebral
Lateralidade cerebralLateralidade cerebral
Lateralidade cerebral
Luis De Sousa Rodrigues
 
Freud 9
Freud 9Freud 9
Freud 8
Freud 8Freud 8
Freud 7
Freud 7Freud 7
Freud 6
Freud 6Freud 6
Freud 5
Freud 5Freud 5

Mais de Luis De Sousa Rodrigues (20)

Unidade funcional do cérebro
Unidade funcional do cérebroUnidade funcional do cérebro
Unidade funcional do cérebro
 
Tipos de vinculação
Tipos de vinculaçãoTipos de vinculação
Tipos de vinculação
 
Tipos de aprendizagem
Tipos de aprendizagemTipos de aprendizagem
Tipos de aprendizagem
 
Teorias sobre as emoções
Teorias sobre as emoçõesTeorias sobre as emoções
Teorias sobre as emoções
 
Relações precoces
Relações precocesRelações precoces
Relações precoces
 
Raízes da vinculação
Raízes da vinculaçãoRaízes da vinculação
Raízes da vinculação
 
Processos conativos
Processos conativosProcessos conativos
Processos conativos
 
Perturbações da vinculação
Perturbações da vinculaçãoPerturbações da vinculação
Perturbações da vinculação
 
Perceção e gestalt
Perceção e gestaltPerceção e gestalt
Perceção e gestalt
 
Os processos emocionais
Os processos emocionaisOs processos emocionais
Os processos emocionais
 
Os grupos
Os gruposOs grupos
Os grupos
 
O sistema nervoso
O sistema nervosoO sistema nervoso
O sistema nervoso
 
O que nos torna humanos
O que nos torna humanosO que nos torna humanos
O que nos torna humanos
 
Maslow e a motivação
Maslow e a motivaçãoMaslow e a motivação
Maslow e a motivação
 
Lateralidade cerebral
Lateralidade cerebralLateralidade cerebral
Lateralidade cerebral
 
Freud 9
Freud 9Freud 9
Freud 9
 
Freud 8
Freud 8Freud 8
Freud 8
 
Freud 7
Freud 7Freud 7
Freud 7
 
Freud 6
Freud 6Freud 6
Freud 6
 
Freud 5
Freud 5Freud 5
Freud 5
 

O projeto de descartes – versão 2

  • 1. FILOSOFIA 11.º ano FILOSOFIA 11.º ano Luís Rodrigues O projeto de Descartes
  • 2. ANÁLISE COMPARATIVA DE DUAS TEORIAS DO CONHECIMENTO: O RACIONALISMO DE DESCARTES O projeto de Descartes FILOSOFIA 11.º ano
  • 3. Introdução Temos a forte convicção de que há verdades indiscutíveis. Acreditamos que existem realidades físicas como o nosso corpo e outros corpos. Acreditamos que a soma de 2 + 2 é igual a 4. FILOSOFIA 11.º ano O projeto de Descartes
  • 4. Introdução Mas sabemos também que crenças e convicções fortes como a de que a Terra seria imóvel duraram muito tempo mas revelaram-se falsas. FILOSOFIA 11.º ano O projeto de Descartes
  • 5. Introdução Descartes pensa que podemos ter a forte convicção de que algo é verdade, mas isso não é suficiente. Temos de provar que essa crença ou opinião não pode de modo algum ser falsa. Só assim podemos estar absolutamente certos de que conhecemos. FILOSOFIA 11.º ano O projeto de Descartes
  • 6. Introdução A estratégia de Descartes Só vamos considerar verdadeiro o que for impossível declarar falso. Todas as nossas crenças e opiniões vão ser submetidas a este teste «falsificacionista». FILOSOFIA 11.º ano O projeto de Descartes
  • 7. O projeto ou objetivo de Descartes Construir um sistema de conhecimentos constituído por verdades indubitáveis. O que são verdades indubitáveis? .Verdades que é impossível considerar falsas. .Verdades que não podemos de modo algum colocar em dúvida. .Verdades evidentes ou claras e distintas. FILOSOFIA 11.º ano O projeto de Descartes
  • 8. As razões de ser deste projeto 1. A desconfiança acerca do sistema dos conhecimentos estabelecidos. As crenças e opiniões que o constituem não foram submetidas a um exame rigoroso. Assim, não podemos estar certos de que é constituído por verdades indiscutíveis. 2. O desejo de alcançar conhecimentos absolutamente seguros e firmes. FILOSOFIA 11.º ano O projeto de Descartes
  • 9. O que é um sistema de conhecimentos constituído por verdades indubitáveis? 1. É um conjunto de conhecimentos em que de uma verdade básica e irrefutável vamos deduzir outras verdades absolutamente evidentes. FILOSOFIA 11.º ano O projeto de Descartes
  • 10. O modo como Descartes vai proceder é económico. Descartes não vai examinar todos os conhecimentos um a um. Seria tarefa gigantesca e pouco produtiva. Vai examinar as bases em que assenta o sistema dos conhecimentos estabelecidos. Se essas bases não passarem no exame, é todo o conjunto que acaba por cair, ou seja, por perder crédito. FILOSOFIA 11.º ano O projeto de Descartes
  • 11. As crenças básicas do sistema dos conhecimentos estabelecidos que vão ser examinadas • A crença de que os sentidos são fontes fiáveis de conhecimento sobre as propriedades dos objetos físicos. • A forte crença de que existem realidades físicas. • A crença de que as mais admiradas produções do nosso entendimento – as matemáticas – são um modelo de verdade indubitável. FILOSOFIA 11.º ano O projeto de Descartes
  • 12. Será que Descartes vai ser bem- sucedido? Será que conseguirá provar sem margem para dúvida que há crenças verdadeiras? Aguarde pelos próximos episódios. FILOSOFIA 11.º ano O projeto de Descartes