SlideShare uma empresa Scribd logo
O NASCIMENTO DE
JESUS
2º Trimestre de
2015
Lição 2
TEXTO ÁUREO
2
"E deu à luz o seu filho primogênito, e
envolveu-o em panos, e deitou-o numa
manjedoura, porque não havia lugar para
eles na estalagem."
(Lc 2.7)
VERDADE PRÁTICA
3
Deus revelou seu amor à
humanidade ao enviar a este mundo
o seu filho Jesus.
OBJETIVO GERAL
• Afirmar que a vinda de Jesus Cristo
ao mundo é uma prova do amor de
Deus.
4
OBJETIVOS
Pr. Moisés Sampaio de Paula 5
Após esta aula, o aluno deverá estar apto a:
• Apresentar o nascimento de Jesus no contexto profético.
• Conhecer como se deu o anúncio do nascimento de Jesus
segundo Lucas.
• Explicar o porquê de o nascimento de Jesus ter ocorrido
entre os pobres.
• Mostrar o nascimento de Jesus dentro do judaísmo.
Ponto Central
• Jesus veio ao mundo como
um de nós para salvar os
perdidos.
6
INTRODUÇÃO
• Lucas narra o nascimento de Jesus, situando-
o no contexto das profecias bíblicas e do
judaísmo dos seus dias.
• O "silêncio profético", que já durava
quatrocentos anos, foi rompido pelas
manifestações divinas na Judeia. A plenitude
dos tempos havia chegado e o Messias agora
seria revelado!
7
INTRODUÇÃO
• O nascimento de Jesus significava boas novas
de alegria para todo o povo. Os pobres e os
piedosos seriam os primeiros a receberem a
notícia. Dessa forma, Deus mostrava que a
salvação, por Ele provida, alcançaria a todos
os homens.
Pr. Moisés Sampaio de Paula 8
I - O NASCIMENTO DE JESUS NO
CONTEXTO PROFÉTICO
• 1. Poesia e profecia.
• 2. A restauração do Espírito profético.
9
I - O NASCIMENTO DE JESUS NO
CONTEXTO PROFÉTICO
10
1. Poesia e profecia.
• No relato do nascimento de Jesus
há duas belíssimas poesias
conhecidas na teologia cristã
como
1. Magnificat de Maria, a mãe de
Jesus, e
2. o Benedictus de Zacarias, o
sacerdote (Lc 1.46-55,67-79).
I - O NASCIMENTO DE JESUS NO
CONTEXTO PROFÉTICO
Pr. Moisés Sampaio de Paula 11
1. Poesia e profecia.
Magnificat Benedictus
Esses cânticos são de natureza profética e como tal contextualizam o
nascimento de Cristo dentro das promessas de Deus a seu povo.
Maria, por exemplo, diz que, ao
nascer Jesus, Deus estava se
lembrando das promessas feitas a
Abraão (Lc 1.55).
Por outro lado, zacarias afirma da
mesma forma que tal visitação era
o cumprimento do que deus havia
prometido na antiguidade aos
profetas (lc 1.70).
I - O NASCIMENTO DE JESUS NO
CONTEXTO PROFÉTICO
12
1. Poesia e profecia.
• O nascimento de Jesus não se
tratava, portanto, de um
evento sem nexo com a história
bíblica.
• Foi um fato que aconteceu na
plenitude dos tempos e
testemunhou o cumprimento
das promessas de Deus (Gl 4.4).
I - O NASCIMENTO DE JESUS NO
CONTEXTO PROFÉTICO
13
2. A restauração do Espírito profético.
• Já observamos que, na teologia lucana, o Espírito Santo
ocupa um lugar especial.
0
10
20
30
40
50
60
Lucas Atos Mateus Marcos
17
54
12
6
Referências ao Espírito Santo
I - O NASCIMENTO DE JESUS NO
CONTEXTO PROFÉTICO
14
2. A restauração do Espírito profético.
• Lucas focaliza o revestimento do
Espírito, mostrando que o dom
profético, silenciado no período
Interbíblico, foi revivificado com a
vinda do Messias.
• Não é à toa que a maioria das
referências ao Espírito, nesse
Evangelho, ocorra nos dois primeiros
capítulos que relatam o nascimento de
Jesus (Lc 1.41,67; 2.25-27).
SINOPSE DO TÓPICO (1)
15
O nascimento de Jesus se
deu na plenitude dos
tempos, cumprindo todas as
profecias bíblicas.
16
Na plenitude dos tempos,
Jesus veio ao mundo. Ele é
o Messias
CONHEÇA MAIS
17
Jesus nasceu em Belém, ao sul de
Jerusalém, mas passou a infância e
juventude em Nazaré, cidade
próxima ao mar da Galileia, no
norte. Belém, o lugar onde Jesus
nasceu, é hoje uma região em
conflito.
II - O ANÚNCIO DO NASCIMENTO DE
JESUS
• Em sua narrativa dos fatos que
precederam o anúncio do
nascimento de Jesus, Lucas diz
que o sacerdote Zacarias havia
entrado no "templo para ofertar
incenso" (Lc 1.9).
• A queima do incenso fazia parte
do ritual do Templo e ocorria no
período da manhã e à tarde (Êx
30.1-8; 1 Rs 7.48-50).
18
1. Zacarias e Izabel.
II - O ANÚNCIO DO NASCIMENTO DE
JESUS
Pr. Moisés Sampaio de Paula 19
1. Zacarias e Izabel.
• Foi durante um desses turnos que um anjo de Deus
apareceu a Zacarias para informar-lhe que a sua oração
havia sido ouvida pelo Senhor e que a sua mulher,
embora já não fosse mais fértil, geraria um menino,
cujo nome seria João (Lc 1.13).
II - O ANÚNCIO DO NASCIMENTO DE
JESUS
• João, o Batista, nasceu para ser o
precursor do Messias, anunciando
a sua missão.
• Ele seria a "Voz do que clama no
deserto" e precederia o Senhor,
preparando o seu caminho.
(Lc 3.4,5).
20
1. Zacarias e Izabel.
II - O ANÚNCIO DO NASCIMENTO DE
JESUS
• Cerca de seis meses após o
anúncio do nascimento de
João, o Batista, o anjo
Gabriel é enviado a Nazaré,
lugar onde moravam José e
sua noiva, Maria.
21
2. José e Maria.
II - O ANÚNCIO DO NASCIMENTO DE
JESUS
• Ela era uma virgem e estava noiva
de José. O anúncio de que ela
geraria um filho, sem que para isso
fosse necessário haver intercurso
sexual, deixou-a apreensiva (Lc
1.34).
• O anjo informa-lhe que desceria
sobre ela o Espírito Santo e o poder
de Deus a envolveria com a sua
sombra (Lc 1.35).
22
2. José e Maria.
II - O ANÚNCIO DO NASCIMENTO DE
JESUS
• Aqui está o milagre da
encarnação - O Filho de Deus
fazendo-se carne, a fim de que,
através desse grande mistério,
possamos alcançar a salvação
(Jo 1.1,14).
23
2. José e Maria.
24
No anúncio do nascimento
de Jesus, um anjo do
Senhor é enviado
especialmente aos
camponeses pobres que
pastoreavam os seus
rebanhos no campo
III – O NASCIMENTO DE JESUS E OS
CAMPONESES
• É um fato de fácil constatação o
destaque que os pobres
recebem no Evangelho de
Lucas.
• Quando deu início ao seu
ministério, Jesus o fez dizendo
as seguintes palavras: "O
Espírito do Senhor é sobre mim,
pois que me ungiu para
evangelizar os pobres" (Lc 4.18).
25
1. A nobreza dos pobres.
III – O NASCIMENTO DE JESUS E OS
CAMPONESES
• Os pobres faziam parte das
bem-aventuranças de Jesus (Lc
6.20).
• Pobres são os carentes
tanto de bens materiais
como espirituais.
26
1. A nobreza dos pobres.
III – O NASCIMENTO DE JESUS E OS
CAMPONESES
• No anúncio do nascimento
de Jesus, um anjo do
Senhor é enviado
especialmente aos
camponeses pobres que
pastoreavam os seus
rebanhos no campo.
27
1. A nobreza dos pobres.
III – O NASCIMENTO DE JESUS E OS
CAMPONESES
• Jesus veio para todos,
independente da condição
social. O Filho de Deus dedicou
total atenção as minorias do
seu tempo: as mulheres,
crianças, gentios, leprosos, etc.
• Ele chegou a ser chamado de
amigo de publicanos e
pecadores, pois estava sempre
perto dos mais necessitados.
28
1. A nobreza dos pobres.
III – O NASCIMENTO DE JESUS E OS
CAMPONESES
• A mensagem angélica anunciada aos
pastores que se encontravam no
campo era que havia nascido na
"cidade de Davi, [...] o Salvador, que é
Cristo, o Senhor" (Lc 2.11).
• Lucas lembra o fato de que Cristo
nasceu em Belém, cidade de Davi,
cumprindo dessa forma a profecia
bíblica (Mq 5.2).
29
2. A realeza do Messias.
III – O NASCIMENTO DE JESUS E OS
CAMPONESES
• Mas o Messias não apenas nasce em Belém,
cidade de Davi, Ele também possui realeza
porque é da descendência de Davi, como
atesta a sua árvore genealógica (Lc 3.23-38).
• Mas não era só isso. Lucas também detalha
como o anjo de Deus falou da realeza do
Messias aos camponeses!
• Ele é o Salvador, o Cristo, o Senhor (Lc 2.11).
Essas palavras proferidas pelo anjo, além de
mostrar a realeza do Messias, destacam
também a sua divindade. Jesus é Deus feito
homem! 30
2. A realeza do Messias.
IV - O NASCIMENTO DE JESUS E O
JUDAÍSMO
• 1. Jesus, o homem perfeito.
• 2. O Messias e o Espírito Santo.
31
IV - O NASCIMENTO DE JESUS E O
JUDAÍSMO
• Lucas mostra que o nascimento
de Jesus aconteceu sob o
judaísmo piedoso.
• Ele ocorre dentro do contexto
daqueles que alimentavam a
esperança messiânica.
• São pessoas piedosas que
aguardavam o Messias e, quando
Ele se revelou, elas prontamente
o reconheceram. 32
1. Judeus piedosos.
IV - O NASCIMENTO DE JESUS E O
JUDAÍSMO
33
1. Judeus piedosos.
• Lucas cita:
1. Zacarias, um sacerdote piedoso e sua esposa, Isabel. A Escritura
sublinha que ambos eram justos diante de Deus e viviam
irrepreensivelmente nos preceitos e mandamentos do Senhor (Lc
1.6).
2. Simeão, outro judeu piedoso de Jerusalém, e que esperava a
consolação de Israel. A ele foi revelado, pelo Espírito Santo, que não
morreria antes que visse o Messias (Lc 2.25,26).
3. A profetisa Ana, uma viúva piedosa, que continuamente orava a
Deus e jejuava. Quando viu o menino Jesus, deu graças a Deus por
Ele e falava da sua missão messiânica (Lc 2.36-38).
IV - O NASCIMENTO DE JESUS E O
JUDAÍSMO
• Lucas coloca o cristianismo
dentro do contexto do
judaísmo e não como uma
seita derivada deste.
• Como qualquer judeu de seu
tempo, Jesus se submete aos
rituais da religião judaica (Lc
2.21-24).
• Como Homem Perfeito, Ele
cumpriu toda a lei de Moisés 34
2. Rituais sagrados.
Conclusão
• Já observamos que Lucas procura situar o nascimento de
Jesus dento do contexto histórico. Dessa forma ele dá
detalhes sobre fatos da história universal mostrando que
Deus foi, é e continuará sendo Senhor da História.
• É dentro dessa história que se cumpre as profecias. O
Messias prometido, diferentemente do Messias
esperado pelos judeus, nasce em uma manjedoura e não
em um palácio.
• Os pobres, e não os ricos, são os convidados a participar
do seu natal. A lógica do Reino de Deus se manifesta
oposta à do reino dos homens. Todos aqueles que se
sentem carentes e necessitados são convidados a
participarem dele.
35
36

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

LIÇÃO 2 - O NASCIMENTO DE JESUS SEGUNDO O EVANGELHO DE MATEUS_Lições Bíblicas...
LIÇÃO 2 - O NASCIMENTO DE JESUS SEGUNDO O EVANGELHO DE MATEUS_Lições Bíblicas...LIÇÃO 2 - O NASCIMENTO DE JESUS SEGUNDO O EVANGELHO DE MATEUS_Lições Bíblicas...
LIÇÃO 2 - O NASCIMENTO DE JESUS SEGUNDO O EVANGELHO DE MATEUS_Lições Bíblicas...
Natalino das Neves Neves
 
Infância de Jesus
Infância de JesusInfância de Jesus
Infância de Jesus
aprofundar
 
[EBD Maranata] Revista Profecias | Lição 8 - João Batista, O último profeta ...
 [EBD Maranata] Revista Profecias | Lição 8 - João Batista, O último profeta ... [EBD Maranata] Revista Profecias | Lição 8 - João Batista, O último profeta ...
[EBD Maranata] Revista Profecias | Lição 8 - João Batista, O último profeta ...
José Carlos Polozi
 
A vida de são joão batista
A vida de são joão batistaA vida de são joão batista
A vida de são joão batista
Iuly Kristina
 
Escola de Profetas - João Batista, o precursor do Nazareno
Escola de Profetas - João Batista, o precursor do NazarenoEscola de Profetas - João Batista, o precursor do Nazareno
Escola de Profetas - João Batista, o precursor do Nazareno
Evangelista Oliveira
 
Lição 13 - Mulheres: As Primeiras Testemunhas da Ressurreição
Lição 13 - Mulheres: As Primeiras Testemunhas da RessurreiçãoLição 13 - Mulheres: As Primeiras Testemunhas da Ressurreição
Lição 13 - Mulheres: As Primeiras Testemunhas da Ressurreição
Éder Tomé
 
O Nascimento e a Infância de Jesus
O Nascimento e a Infância de JesusO Nascimento e a Infância de Jesus
O Nascimento e a Infância de Jesus
pralucianaevangelista
 
Lição 9 - Recebendo o Reino de Deus como Menino
Lição 9 - Recebendo o Reino de Deus como Menino Lição 9 - Recebendo o Reino de Deus como Menino
Lição 9 - Recebendo o Reino de Deus como Menino
Éder Tomé
 
João batista, um profeta corajoso
João batista, um profeta corajosoJoão batista, um profeta corajoso
João batista, um profeta corajoso
Tiago Silveira
 
Aula 9-eade-i-ii-roteiro-3-joao-batista-o-precursor
Aula 9-eade-i-ii-roteiro-3-joao-batista-o-precursorAula 9-eade-i-ii-roteiro-3-joao-batista-o-precursor
Aula 9-eade-i-ii-roteiro-3-joao-batista-o-precursor
JoyAlbanez
 
Lição 11 - A Páscoa Desejada
Lição 11 - A Páscoa DesejadaLição 11 - A Páscoa Desejada
Lição 11 - A Páscoa Desejada
Éder Tomé
 
Lição 10 - Acerca do Fim dos Tempos
Lição 10 - Acerca do Fim dos TemposLição 10 - Acerca do Fim dos Tempos
Lição 10 - Acerca do Fim dos Tempos
Éder Tomé
 
Lição 3 - Lucas: o evangelho da alegria
Lição 3 - Lucas: o evangelho da alegriaLição 3 - Lucas: o evangelho da alegria
Lição 3 - Lucas: o evangelho da alegria
Éder Tomé
 
Lição 1 - Lucas e seu Evangelho
Lição 1 - Lucas e seu EvangelhoLição 1 - Lucas e seu Evangelho
Lição 1 - Lucas e seu Evangelho
Éder Tomé
 
EBO Aula01 O Anúncio, Nascimento e Infância de Jesus
EBO Aula01 O Anúncio, Nascimento e Infância de JesusEBO Aula01 O Anúncio, Nascimento e Infância de Jesus
EBO Aula01 O Anúncio, Nascimento e Infância de Jesus
luxem_
 
12º encontro joao batista
12º encontro   joao batista12º encontro   joao batista
12º encontro joao batista
Catequese Anjos dos Céus
 
Lição 01 | A primeira vinda de Jesus | O evangelho de Lucas | Escola Sabatina...
Lição 01 | A primeira vinda de Jesus | O evangelho de Lucas | Escola Sabatina...Lição 01 | A primeira vinda de Jesus | O evangelho de Lucas | Escola Sabatina...
Lição 01 | A primeira vinda de Jesus | O evangelho de Lucas | Escola Sabatina...
jespadill
 
Lição 6 - O Discipulado Diligente
Lição 6 - O Discipulado DiligenteLição 6 - O Discipulado Diligente
Lição 6 - O Discipulado Diligente
Éder Tomé
 
O Desafio da Evangelização - Revista Lições Bíblicas 3° Trimestre 2016
O Desafio da Evangelização - Revista Lições Bíblicas 3° Trimestre 2016O Desafio da Evangelização - Revista Lições Bíblicas 3° Trimestre 2016
O Desafio da Evangelização - Revista Lições Bíblicas 3° Trimestre 2016
JOSE ROBERTO ALVES DA SILVA
 
Panorama do AT - Malaquias
Panorama do AT - MalaquiasPanorama do AT - Malaquias
Panorama do AT - Malaquias
Respirando Deus
 

Mais procurados (20)

LIÇÃO 2 - O NASCIMENTO DE JESUS SEGUNDO O EVANGELHO DE MATEUS_Lições Bíblicas...
LIÇÃO 2 - O NASCIMENTO DE JESUS SEGUNDO O EVANGELHO DE MATEUS_Lições Bíblicas...LIÇÃO 2 - O NASCIMENTO DE JESUS SEGUNDO O EVANGELHO DE MATEUS_Lições Bíblicas...
LIÇÃO 2 - O NASCIMENTO DE JESUS SEGUNDO O EVANGELHO DE MATEUS_Lições Bíblicas...
 
Infância de Jesus
Infância de JesusInfância de Jesus
Infância de Jesus
 
[EBD Maranata] Revista Profecias | Lição 8 - João Batista, O último profeta ...
 [EBD Maranata] Revista Profecias | Lição 8 - João Batista, O último profeta ... [EBD Maranata] Revista Profecias | Lição 8 - João Batista, O último profeta ...
[EBD Maranata] Revista Profecias | Lição 8 - João Batista, O último profeta ...
 
A vida de são joão batista
A vida de são joão batistaA vida de são joão batista
A vida de são joão batista
 
Escola de Profetas - João Batista, o precursor do Nazareno
Escola de Profetas - João Batista, o precursor do NazarenoEscola de Profetas - João Batista, o precursor do Nazareno
Escola de Profetas - João Batista, o precursor do Nazareno
 
Lição 13 - Mulheres: As Primeiras Testemunhas da Ressurreição
Lição 13 - Mulheres: As Primeiras Testemunhas da RessurreiçãoLição 13 - Mulheres: As Primeiras Testemunhas da Ressurreição
Lição 13 - Mulheres: As Primeiras Testemunhas da Ressurreição
 
O Nascimento e a Infância de Jesus
O Nascimento e a Infância de JesusO Nascimento e a Infância de Jesus
O Nascimento e a Infância de Jesus
 
Lição 9 - Recebendo o Reino de Deus como Menino
Lição 9 - Recebendo o Reino de Deus como Menino Lição 9 - Recebendo o Reino de Deus como Menino
Lição 9 - Recebendo o Reino de Deus como Menino
 
João batista, um profeta corajoso
João batista, um profeta corajosoJoão batista, um profeta corajoso
João batista, um profeta corajoso
 
Aula 9-eade-i-ii-roteiro-3-joao-batista-o-precursor
Aula 9-eade-i-ii-roteiro-3-joao-batista-o-precursorAula 9-eade-i-ii-roteiro-3-joao-batista-o-precursor
Aula 9-eade-i-ii-roteiro-3-joao-batista-o-precursor
 
Lição 11 - A Páscoa Desejada
Lição 11 - A Páscoa DesejadaLição 11 - A Páscoa Desejada
Lição 11 - A Páscoa Desejada
 
Lição 10 - Acerca do Fim dos Tempos
Lição 10 - Acerca do Fim dos TemposLição 10 - Acerca do Fim dos Tempos
Lição 10 - Acerca do Fim dos Tempos
 
Lição 3 - Lucas: o evangelho da alegria
Lição 3 - Lucas: o evangelho da alegriaLição 3 - Lucas: o evangelho da alegria
Lição 3 - Lucas: o evangelho da alegria
 
Lição 1 - Lucas e seu Evangelho
Lição 1 - Lucas e seu EvangelhoLição 1 - Lucas e seu Evangelho
Lição 1 - Lucas e seu Evangelho
 
EBO Aula01 O Anúncio, Nascimento e Infância de Jesus
EBO Aula01 O Anúncio, Nascimento e Infância de JesusEBO Aula01 O Anúncio, Nascimento e Infância de Jesus
EBO Aula01 O Anúncio, Nascimento e Infância de Jesus
 
12º encontro joao batista
12º encontro   joao batista12º encontro   joao batista
12º encontro joao batista
 
Lição 01 | A primeira vinda de Jesus | O evangelho de Lucas | Escola Sabatina...
Lição 01 | A primeira vinda de Jesus | O evangelho de Lucas | Escola Sabatina...Lição 01 | A primeira vinda de Jesus | O evangelho de Lucas | Escola Sabatina...
Lição 01 | A primeira vinda de Jesus | O evangelho de Lucas | Escola Sabatina...
 
Lição 6 - O Discipulado Diligente
Lição 6 - O Discipulado DiligenteLição 6 - O Discipulado Diligente
Lição 6 - O Discipulado Diligente
 
O Desafio da Evangelização - Revista Lições Bíblicas 3° Trimestre 2016
O Desafio da Evangelização - Revista Lições Bíblicas 3° Trimestre 2016O Desafio da Evangelização - Revista Lições Bíblicas 3° Trimestre 2016
O Desafio da Evangelização - Revista Lições Bíblicas 3° Trimestre 2016
 
Panorama do AT - Malaquias
Panorama do AT - MalaquiasPanorama do AT - Malaquias
Panorama do AT - Malaquias
 

Destaque

Pilares da Família Cristã
Pilares da Família CristãPilares da Família Cristã
Pilares da Família Cristã
FUNVIC
 
Família projeto de deus
Família projeto de deusFamília projeto de deus
Família projeto de deus
Max Pereira
 
Família cristã saudável
Família cristã saudávelFamília cristã saudável
Família cristã saudável
Antonio Rodrigues
 
Família, criação de Deus
Família, criação de DeusFamília, criação de Deus
Família, criação de Deus
Moisés Sampaio
 
Família, um projeto de Deus (JIN).ppt
Família, um projeto de Deus (JIN).pptFamília, um projeto de Deus (JIN).ppt
Família, um projeto de Deus (JIN).ppt
Jeronimo Nunes
 
A casa que deus quer - UMA PALAVRA PARA FAMÍLIA
A casa que deus quer - UMA PALAVRA PARA FAMÍLIAA casa que deus quer - UMA PALAVRA PARA FAMÍLIA
A casa que deus quer - UMA PALAVRA PARA FAMÍLIA
Escola Bíblica Sem Fronteiras
 
Tipos de Família
Tipos de Família Tipos de Família
Tipos de Família
Cordeiro_
 
Slides palestra família
Slides palestra famíliaSlides palestra família
Slides palestra família
Clarice-Borges
 

Destaque (8)

Pilares da Família Cristã
Pilares da Família CristãPilares da Família Cristã
Pilares da Família Cristã
 
Família projeto de deus
Família projeto de deusFamília projeto de deus
Família projeto de deus
 
Família cristã saudável
Família cristã saudávelFamília cristã saudável
Família cristã saudável
 
Família, criação de Deus
Família, criação de DeusFamília, criação de Deus
Família, criação de Deus
 
Família, um projeto de Deus (JIN).ppt
Família, um projeto de Deus (JIN).pptFamília, um projeto de Deus (JIN).ppt
Família, um projeto de Deus (JIN).ppt
 
A casa que deus quer - UMA PALAVRA PARA FAMÍLIA
A casa que deus quer - UMA PALAVRA PARA FAMÍLIAA casa que deus quer - UMA PALAVRA PARA FAMÍLIA
A casa que deus quer - UMA PALAVRA PARA FAMÍLIA
 
Tipos de Família
Tipos de Família Tipos de Família
Tipos de Família
 
Slides palestra família
Slides palestra famíliaSlides palestra família
Slides palestra família
 

Semelhante a O nascimento de jesus ibe 512 irmão jin

Panorama do NT - Lucas
Panorama do NT - LucasPanorama do NT - Lucas
Panorama do NT - Lucas
Respirando Deus
 
Natal em jerusalém 2010
Natal em jerusalém 2010Natal em jerusalém 2010
Natal em jerusalém 2010
Associação Espirita Lagos
 
A primeira vinda de Jesus_Lição_original com textos_122015
A primeira vinda de Jesus_Lição_original com textos_122015A primeira vinda de Jesus_Lição_original com textos_122015
A primeira vinda de Jesus_Lição_original com textos_122015
Gerson G. Ramos
 
Licao 02 01 Trimestre 2022 Jovens.pptx .
Licao 02 01 Trimestre 2022 Jovens.pptx .Licao 02 01 Trimestre 2022 Jovens.pptx .
Licao 02 01 Trimestre 2022 Jovens.pptx .
ssuserc59aac
 
LIÇÃO 01 - EBD
LIÇÃO 01 - EBDLIÇÃO 01 - EBD
LIÇÃO 01 - EBD
cemaeumadeb
 
Jose, trabalhador, esposo, pai, santo
Jose, trabalhador, esposo, pai, santoJose, trabalhador, esposo, pai, santo
Jose, trabalhador, esposo, pai, santo
Martin M Flynn
 
Os_Evangelhos_Lucas.pdf
Os_Evangelhos_Lucas.pdfOs_Evangelhos_Lucas.pdf
Os_Evangelhos_Lucas.pdf
AMILTON gomes Gomes
 
O Evangelho Segundo Lucas
O Evangelho Segundo LucasO Evangelho Segundo Lucas
O Evangelho Segundo Lucas
pralucianaevangelista
 
Lição 11 - Melquisedeque Abençoa Abraão
Lição 11 - Melquisedeque Abençoa AbraãoLição 11 - Melquisedeque Abençoa Abraão
Lição 11 - Melquisedeque Abençoa Abraão
Andrew Guimarães
 
Lição 11 - Maria, Mãe de Jesus - uma serva Humilde
Lição 11 - Maria, Mãe de Jesus - uma serva HumildeLição 11 - Maria, Mãe de Jesus - uma serva Humilde
Lição 11 - Maria, Mãe de Jesus - uma serva Humilde
Éder Tomé
 
Ebd bos
Ebd bosEbd bos
Ebd bos
Rodolfo Silva
 
O nascimento de Jesus
O nascimento de JesusO nascimento de Jesus
O nascimento de Jesus
Ailton da Silva
 
Lição 11 - Maria, Mãe de Jesus — Uma Serva Humilde
Lição 11 - Maria, Mãe de Jesus — Uma Serva HumildeLição 11 - Maria, Mãe de Jesus — Uma Serva Humilde
Lição 11 - Maria, Mãe de Jesus — Uma Serva Humilde
I.A.D.F.J - SAMAMABAIA SUL
 
Profetas menores lição 3 - Joel
Profetas menores   lição 3 - JoelProfetas menores   lição 3 - Joel
Profetas menores lição 3 - Joel
Escola Bíblica Sem Fronteiras
 
Comentário: 4° Domingo do Advento - Ano C
Comentário: 4° Domingo do Advento - Ano CComentário: 4° Domingo do Advento - Ano C
Comentário: 4° Domingo do Advento - Ano C
José Lima
 
2022 1º trimestre jovens lição 03
2022 1º trimestre jovens lição 032022 1º trimestre jovens lição 03
2022 1º trimestre jovens lição 03
Joel Silva
 
Lição 3 - O batismo de Jesus - Lições Bíblicas Jovens - 1 tri 2018
Lição 3 - O batismo de Jesus - Lições Bíblicas Jovens - 1 tri 2018Lição 3 - O batismo de Jesus - Lições Bíblicas Jovens - 1 tri 2018
Lição 3 - O batismo de Jesus - Lições Bíblicas Jovens - 1 tri 2018
Natalino das Neves Neves
 
Evangelho de lucas liçao 13
Evangelho de lucas liçao 13Evangelho de lucas liçao 13
Evangelho de lucas liçao 13
Mariângela Domeniche Perdomo
 
Lição 7 - Missões no Antigo Testamento
Lição 7 - Missões no Antigo TestamentoLição 7 - Missões no Antigo Testamento
Lição 7 - Missões no Antigo Testamento
Erberson Pinheiro
 
LIÇÃO 1 - O EVANGELHO DE LUCAS
LIÇÃO 1 - O EVANGELHO DE LUCASLIÇÃO 1 - O EVANGELHO DE LUCAS
LIÇÃO 1 - O EVANGELHO DE LUCAS
Natalino das Neves Neves
 

Semelhante a O nascimento de jesus ibe 512 irmão jin (20)

Panorama do NT - Lucas
Panorama do NT - LucasPanorama do NT - Lucas
Panorama do NT - Lucas
 
Natal em jerusalém 2010
Natal em jerusalém 2010Natal em jerusalém 2010
Natal em jerusalém 2010
 
A primeira vinda de Jesus_Lição_original com textos_122015
A primeira vinda de Jesus_Lição_original com textos_122015A primeira vinda de Jesus_Lição_original com textos_122015
A primeira vinda de Jesus_Lição_original com textos_122015
 
Licao 02 01 Trimestre 2022 Jovens.pptx .
Licao 02 01 Trimestre 2022 Jovens.pptx .Licao 02 01 Trimestre 2022 Jovens.pptx .
Licao 02 01 Trimestre 2022 Jovens.pptx .
 
LIÇÃO 01 - EBD
LIÇÃO 01 - EBDLIÇÃO 01 - EBD
LIÇÃO 01 - EBD
 
Jose, trabalhador, esposo, pai, santo
Jose, trabalhador, esposo, pai, santoJose, trabalhador, esposo, pai, santo
Jose, trabalhador, esposo, pai, santo
 
Os_Evangelhos_Lucas.pdf
Os_Evangelhos_Lucas.pdfOs_Evangelhos_Lucas.pdf
Os_Evangelhos_Lucas.pdf
 
O Evangelho Segundo Lucas
O Evangelho Segundo LucasO Evangelho Segundo Lucas
O Evangelho Segundo Lucas
 
Lição 11 - Melquisedeque Abençoa Abraão
Lição 11 - Melquisedeque Abençoa AbraãoLição 11 - Melquisedeque Abençoa Abraão
Lição 11 - Melquisedeque Abençoa Abraão
 
Lição 11 - Maria, Mãe de Jesus - uma serva Humilde
Lição 11 - Maria, Mãe de Jesus - uma serva HumildeLição 11 - Maria, Mãe de Jesus - uma serva Humilde
Lição 11 - Maria, Mãe de Jesus - uma serva Humilde
 
Ebd bos
Ebd bosEbd bos
Ebd bos
 
O nascimento de Jesus
O nascimento de JesusO nascimento de Jesus
O nascimento de Jesus
 
Lição 11 - Maria, Mãe de Jesus — Uma Serva Humilde
Lição 11 - Maria, Mãe de Jesus — Uma Serva HumildeLição 11 - Maria, Mãe de Jesus — Uma Serva Humilde
Lição 11 - Maria, Mãe de Jesus — Uma Serva Humilde
 
Profetas menores lição 3 - Joel
Profetas menores   lição 3 - JoelProfetas menores   lição 3 - Joel
Profetas menores lição 3 - Joel
 
Comentário: 4° Domingo do Advento - Ano C
Comentário: 4° Domingo do Advento - Ano CComentário: 4° Domingo do Advento - Ano C
Comentário: 4° Domingo do Advento - Ano C
 
2022 1º trimestre jovens lição 03
2022 1º trimestre jovens lição 032022 1º trimestre jovens lição 03
2022 1º trimestre jovens lição 03
 
Lição 3 - O batismo de Jesus - Lições Bíblicas Jovens - 1 tri 2018
Lição 3 - O batismo de Jesus - Lições Bíblicas Jovens - 1 tri 2018Lição 3 - O batismo de Jesus - Lições Bíblicas Jovens - 1 tri 2018
Lição 3 - O batismo de Jesus - Lições Bíblicas Jovens - 1 tri 2018
 
Evangelho de lucas liçao 13
Evangelho de lucas liçao 13Evangelho de lucas liçao 13
Evangelho de lucas liçao 13
 
Lição 7 - Missões no Antigo Testamento
Lição 7 - Missões no Antigo TestamentoLição 7 - Missões no Antigo Testamento
Lição 7 - Missões no Antigo Testamento
 
LIÇÃO 1 - O EVANGELHO DE LUCAS
LIÇÃO 1 - O EVANGELHO DE LUCASLIÇÃO 1 - O EVANGELHO DE LUCAS
LIÇÃO 1 - O EVANGELHO DE LUCAS
 

Mais de Jeronimo Nunes

licao-01-paulo-e-a-igreja-em-filipos.pptx
licao-01-paulo-e-a-igreja-em-filipos.pptxlicao-01-paulo-e-a-igreja-em-filipos.pptx
licao-01-paulo-e-a-igreja-em-filipos.pptx
Jeronimo Nunes
 
Licao 1 - As Obras da Carne e o Fruto do Espirito JIN.pptx
Licao 1 - As Obras da Carne e o Fruto do Espirito JIN.pptxLicao 1 - As Obras da Carne e o Fruto do Espirito JIN.pptx
Licao 1 - As Obras da Carne e o Fruto do Espirito JIN.pptx
Jeronimo Nunes
 
Do you speak global
Do you speak globalDo you speak global
Do you speak global
Jeronimo Nunes
 
Escatologia bíblica jin 17 jan final
Escatologia bíblica jin 17 jan finalEscatologia bíblica jin 17 jan final
Escatologia bíblica jin 17 jan final
Jeronimo Nunes
 
Lição 10 o líder diante da chegada da morte jin
Lição 10   o líder diante da chegada da morte jinLição 10   o líder diante da chegada da morte jin
Lição 10 o líder diante da chegada da morte jin
Jeronimo Nunes
 
Aula 08 aprovados por deus em cristo jesus irmão jin
Aula 08 aprovados por deus em cristo jesus irmão jinAula 08 aprovados por deus em cristo jesus irmão jin
Aula 08 aprovados por deus em cristo jesus irmão jin
Jeronimo Nunes
 
Apostasia, fidelidade e diligência no ministério lição 05 final irmão jin
Apostasia, fidelidade e diligência no ministério   lição 05 final irmão jinApostasia, fidelidade e diligência no ministério   lição 05 final irmão jin
Apostasia, fidelidade e diligência no ministério lição 05 final irmão jin
Jeronimo Nunes
 
A ressurreição de jesus irmão jin ibe
A ressurreição de jesus   irmão jin ibeA ressurreição de jesus   irmão jin ibe
A ressurreição de jesus irmão jin ibe
Jeronimo Nunes
 
A morte de jesus final Irmão JIN
A morte de jesus final Irmão JINA morte de jesus final Irmão JIN
A morte de jesus final Irmão JIN
Jeronimo Nunes
 
31 maio as limitações dos discípulos irmão jin final
31 maio as limitações dos discípulos irmão jin final31 maio as limitações dos discípulos irmão jin final
31 maio as limitações dos discípulos irmão jin final
Jeronimo Nunes
 
Manual xsara-and-xsara-picasso-bsi-operating-principles
Manual  xsara-and-xsara-picasso-bsi-operating-principlesManual  xsara-and-xsara-picasso-bsi-operating-principles
Manual xsara-and-xsara-picasso-bsi-operating-principles
Jeronimo Nunes
 
Dicionário de estudos bíblicos
Dicionário de estudos bíblicosDicionário de estudos bíblicos
Dicionário de estudos bíblicos
Jeronimo Nunes
 
O exemplo pessoal na educação dos filhos aula jin
O exemplo pessoal na educação dos filhos aula jinO exemplo pessoal na educação dos filhos aula jin
O exemplo pessoal na educação dos filhos aula jin
Jeronimo Nunes
 
Ibe 19 jan pragas divinas e faraó aula irm jin final
Ibe 19 jan pragas divinas e faraó  aula irm jin finalIbe 19 jan pragas divinas e faraó  aula irm jin final
Ibe 19 jan pragas divinas e faraó aula irm jin final
Jeronimo Nunes
 
Filipenses aulas 01 e 02 (jin)
Filipenses aulas 01 e 02 (jin)Filipenses aulas 01 e 02 (jin)
Filipenses aulas 01 e 02 (jin)
Jeronimo Nunes
 
O sacrifício que agrada a Deus
O sacrifício que agrada a DeusO sacrifício que agrada a Deus
O sacrifício que agrada a Deus
Jeronimo Nunes
 
CAP CTA Jerônimo Inácio Nunes JIN
CAP CTA Jerônimo Inácio Nunes JINCAP CTA Jerônimo Inácio Nunes JIN
CAP CTA Jerônimo Inácio Nunes JIN
Jeronimo Nunes
 
Eliseu e a escola de profetas (JIN)
Eliseu e a escola de profetas (JIN)Eliseu e a escola de profetas (JIN)
Eliseu e a escola de profetas (JIN)
Jeronimo Nunes
 
Os milagres de Eliseu (JIN)
Os milagres de  Eliseu (JIN)Os milagres de  Eliseu (JIN)
Os milagres de Eliseu (JIN)
Jeronimo Nunes
 
A longa seca sobre Israel
A  longa seca sobre IsraelA  longa seca sobre Israel
A longa seca sobre Israel
Jeronimo Nunes
 

Mais de Jeronimo Nunes (20)

licao-01-paulo-e-a-igreja-em-filipos.pptx
licao-01-paulo-e-a-igreja-em-filipos.pptxlicao-01-paulo-e-a-igreja-em-filipos.pptx
licao-01-paulo-e-a-igreja-em-filipos.pptx
 
Licao 1 - As Obras da Carne e o Fruto do Espirito JIN.pptx
Licao 1 - As Obras da Carne e o Fruto do Espirito JIN.pptxLicao 1 - As Obras da Carne e o Fruto do Espirito JIN.pptx
Licao 1 - As Obras da Carne e o Fruto do Espirito JIN.pptx
 
Do you speak global
Do you speak globalDo you speak global
Do you speak global
 
Escatologia bíblica jin 17 jan final
Escatologia bíblica jin 17 jan finalEscatologia bíblica jin 17 jan final
Escatologia bíblica jin 17 jan final
 
Lição 10 o líder diante da chegada da morte jin
Lição 10   o líder diante da chegada da morte jinLição 10   o líder diante da chegada da morte jin
Lição 10 o líder diante da chegada da morte jin
 
Aula 08 aprovados por deus em cristo jesus irmão jin
Aula 08 aprovados por deus em cristo jesus irmão jinAula 08 aprovados por deus em cristo jesus irmão jin
Aula 08 aprovados por deus em cristo jesus irmão jin
 
Apostasia, fidelidade e diligência no ministério lição 05 final irmão jin
Apostasia, fidelidade e diligência no ministério   lição 05 final irmão jinApostasia, fidelidade e diligência no ministério   lição 05 final irmão jin
Apostasia, fidelidade e diligência no ministério lição 05 final irmão jin
 
A ressurreição de jesus irmão jin ibe
A ressurreição de jesus   irmão jin ibeA ressurreição de jesus   irmão jin ibe
A ressurreição de jesus irmão jin ibe
 
A morte de jesus final Irmão JIN
A morte de jesus final Irmão JINA morte de jesus final Irmão JIN
A morte de jesus final Irmão JIN
 
31 maio as limitações dos discípulos irmão jin final
31 maio as limitações dos discípulos irmão jin final31 maio as limitações dos discípulos irmão jin final
31 maio as limitações dos discípulos irmão jin final
 
Manual xsara-and-xsara-picasso-bsi-operating-principles
Manual  xsara-and-xsara-picasso-bsi-operating-principlesManual  xsara-and-xsara-picasso-bsi-operating-principles
Manual xsara-and-xsara-picasso-bsi-operating-principles
 
Dicionário de estudos bíblicos
Dicionário de estudos bíblicosDicionário de estudos bíblicos
Dicionário de estudos bíblicos
 
O exemplo pessoal na educação dos filhos aula jin
O exemplo pessoal na educação dos filhos aula jinO exemplo pessoal na educação dos filhos aula jin
O exemplo pessoal na educação dos filhos aula jin
 
Ibe 19 jan pragas divinas e faraó aula irm jin final
Ibe 19 jan pragas divinas e faraó  aula irm jin finalIbe 19 jan pragas divinas e faraó  aula irm jin final
Ibe 19 jan pragas divinas e faraó aula irm jin final
 
Filipenses aulas 01 e 02 (jin)
Filipenses aulas 01 e 02 (jin)Filipenses aulas 01 e 02 (jin)
Filipenses aulas 01 e 02 (jin)
 
O sacrifício que agrada a Deus
O sacrifício que agrada a DeusO sacrifício que agrada a Deus
O sacrifício que agrada a Deus
 
CAP CTA Jerônimo Inácio Nunes JIN
CAP CTA Jerônimo Inácio Nunes JINCAP CTA Jerônimo Inácio Nunes JIN
CAP CTA Jerônimo Inácio Nunes JIN
 
Eliseu e a escola de profetas (JIN)
Eliseu e a escola de profetas (JIN)Eliseu e a escola de profetas (JIN)
Eliseu e a escola de profetas (JIN)
 
Os milagres de Eliseu (JIN)
Os milagres de  Eliseu (JIN)Os milagres de  Eliseu (JIN)
Os milagres de Eliseu (JIN)
 
A longa seca sobre Israel
A  longa seca sobre IsraelA  longa seca sobre Israel
A longa seca sobre Israel
 

Último

the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdfthe_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
CarinaSoto12
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
ReinaldoSouza57
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
DanielCastro80471
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
djincognito
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e ZCaça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Mary Alvarenga
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Centro Jacques Delors
 
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdfUFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
Manuais Formação
 
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptxApresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
JulianeMelo17
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
sthefanydesr
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
1000a
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slidesSócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
jbellas2
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
analuisasesso
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 

Último (20)

the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdfthe_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e ZCaça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
 
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdfUFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
 
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptxApresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slidesSócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 

O nascimento de jesus ibe 512 irmão jin

  • 1. O NASCIMENTO DE JESUS 2º Trimestre de 2015 Lição 2
  • 2. TEXTO ÁUREO 2 "E deu à luz o seu filho primogênito, e envolveu-o em panos, e deitou-o numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na estalagem." (Lc 2.7)
  • 3. VERDADE PRÁTICA 3 Deus revelou seu amor à humanidade ao enviar a este mundo o seu filho Jesus.
  • 4. OBJETIVO GERAL • Afirmar que a vinda de Jesus Cristo ao mundo é uma prova do amor de Deus. 4
  • 5. OBJETIVOS Pr. Moisés Sampaio de Paula 5 Após esta aula, o aluno deverá estar apto a: • Apresentar o nascimento de Jesus no contexto profético. • Conhecer como se deu o anúncio do nascimento de Jesus segundo Lucas. • Explicar o porquê de o nascimento de Jesus ter ocorrido entre os pobres. • Mostrar o nascimento de Jesus dentro do judaísmo.
  • 6. Ponto Central • Jesus veio ao mundo como um de nós para salvar os perdidos. 6
  • 7. INTRODUÇÃO • Lucas narra o nascimento de Jesus, situando- o no contexto das profecias bíblicas e do judaísmo dos seus dias. • O "silêncio profético", que já durava quatrocentos anos, foi rompido pelas manifestações divinas na Judeia. A plenitude dos tempos havia chegado e o Messias agora seria revelado! 7
  • 8. INTRODUÇÃO • O nascimento de Jesus significava boas novas de alegria para todo o povo. Os pobres e os piedosos seriam os primeiros a receberem a notícia. Dessa forma, Deus mostrava que a salvação, por Ele provida, alcançaria a todos os homens. Pr. Moisés Sampaio de Paula 8
  • 9. I - O NASCIMENTO DE JESUS NO CONTEXTO PROFÉTICO • 1. Poesia e profecia. • 2. A restauração do Espírito profético. 9
  • 10. I - O NASCIMENTO DE JESUS NO CONTEXTO PROFÉTICO 10 1. Poesia e profecia. • No relato do nascimento de Jesus há duas belíssimas poesias conhecidas na teologia cristã como 1. Magnificat de Maria, a mãe de Jesus, e 2. o Benedictus de Zacarias, o sacerdote (Lc 1.46-55,67-79).
  • 11. I - O NASCIMENTO DE JESUS NO CONTEXTO PROFÉTICO Pr. Moisés Sampaio de Paula 11 1. Poesia e profecia. Magnificat Benedictus Esses cânticos são de natureza profética e como tal contextualizam o nascimento de Cristo dentro das promessas de Deus a seu povo. Maria, por exemplo, diz que, ao nascer Jesus, Deus estava se lembrando das promessas feitas a Abraão (Lc 1.55). Por outro lado, zacarias afirma da mesma forma que tal visitação era o cumprimento do que deus havia prometido na antiguidade aos profetas (lc 1.70).
  • 12. I - O NASCIMENTO DE JESUS NO CONTEXTO PROFÉTICO 12 1. Poesia e profecia. • O nascimento de Jesus não se tratava, portanto, de um evento sem nexo com a história bíblica. • Foi um fato que aconteceu na plenitude dos tempos e testemunhou o cumprimento das promessas de Deus (Gl 4.4).
  • 13. I - O NASCIMENTO DE JESUS NO CONTEXTO PROFÉTICO 13 2. A restauração do Espírito profético. • Já observamos que, na teologia lucana, o Espírito Santo ocupa um lugar especial. 0 10 20 30 40 50 60 Lucas Atos Mateus Marcos 17 54 12 6 Referências ao Espírito Santo
  • 14. I - O NASCIMENTO DE JESUS NO CONTEXTO PROFÉTICO 14 2. A restauração do Espírito profético. • Lucas focaliza o revestimento do Espírito, mostrando que o dom profético, silenciado no período Interbíblico, foi revivificado com a vinda do Messias. • Não é à toa que a maioria das referências ao Espírito, nesse Evangelho, ocorra nos dois primeiros capítulos que relatam o nascimento de Jesus (Lc 1.41,67; 2.25-27).
  • 15. SINOPSE DO TÓPICO (1) 15 O nascimento de Jesus se deu na plenitude dos tempos, cumprindo todas as profecias bíblicas.
  • 16. 16 Na plenitude dos tempos, Jesus veio ao mundo. Ele é o Messias
  • 17. CONHEÇA MAIS 17 Jesus nasceu em Belém, ao sul de Jerusalém, mas passou a infância e juventude em Nazaré, cidade próxima ao mar da Galileia, no norte. Belém, o lugar onde Jesus nasceu, é hoje uma região em conflito.
  • 18. II - O ANÚNCIO DO NASCIMENTO DE JESUS • Em sua narrativa dos fatos que precederam o anúncio do nascimento de Jesus, Lucas diz que o sacerdote Zacarias havia entrado no "templo para ofertar incenso" (Lc 1.9). • A queima do incenso fazia parte do ritual do Templo e ocorria no período da manhã e à tarde (Êx 30.1-8; 1 Rs 7.48-50). 18 1. Zacarias e Izabel.
  • 19. II - O ANÚNCIO DO NASCIMENTO DE JESUS Pr. Moisés Sampaio de Paula 19 1. Zacarias e Izabel. • Foi durante um desses turnos que um anjo de Deus apareceu a Zacarias para informar-lhe que a sua oração havia sido ouvida pelo Senhor e que a sua mulher, embora já não fosse mais fértil, geraria um menino, cujo nome seria João (Lc 1.13).
  • 20. II - O ANÚNCIO DO NASCIMENTO DE JESUS • João, o Batista, nasceu para ser o precursor do Messias, anunciando a sua missão. • Ele seria a "Voz do que clama no deserto" e precederia o Senhor, preparando o seu caminho. (Lc 3.4,5). 20 1. Zacarias e Izabel.
  • 21. II - O ANÚNCIO DO NASCIMENTO DE JESUS • Cerca de seis meses após o anúncio do nascimento de João, o Batista, o anjo Gabriel é enviado a Nazaré, lugar onde moravam José e sua noiva, Maria. 21 2. José e Maria.
  • 22. II - O ANÚNCIO DO NASCIMENTO DE JESUS • Ela era uma virgem e estava noiva de José. O anúncio de que ela geraria um filho, sem que para isso fosse necessário haver intercurso sexual, deixou-a apreensiva (Lc 1.34). • O anjo informa-lhe que desceria sobre ela o Espírito Santo e o poder de Deus a envolveria com a sua sombra (Lc 1.35). 22 2. José e Maria.
  • 23. II - O ANÚNCIO DO NASCIMENTO DE JESUS • Aqui está o milagre da encarnação - O Filho de Deus fazendo-se carne, a fim de que, através desse grande mistério, possamos alcançar a salvação (Jo 1.1,14). 23 2. José e Maria.
  • 24. 24 No anúncio do nascimento de Jesus, um anjo do Senhor é enviado especialmente aos camponeses pobres que pastoreavam os seus rebanhos no campo
  • 25. III – O NASCIMENTO DE JESUS E OS CAMPONESES • É um fato de fácil constatação o destaque que os pobres recebem no Evangelho de Lucas. • Quando deu início ao seu ministério, Jesus o fez dizendo as seguintes palavras: "O Espírito do Senhor é sobre mim, pois que me ungiu para evangelizar os pobres" (Lc 4.18). 25 1. A nobreza dos pobres.
  • 26. III – O NASCIMENTO DE JESUS E OS CAMPONESES • Os pobres faziam parte das bem-aventuranças de Jesus (Lc 6.20). • Pobres são os carentes tanto de bens materiais como espirituais. 26 1. A nobreza dos pobres.
  • 27. III – O NASCIMENTO DE JESUS E OS CAMPONESES • No anúncio do nascimento de Jesus, um anjo do Senhor é enviado especialmente aos camponeses pobres que pastoreavam os seus rebanhos no campo. 27 1. A nobreza dos pobres.
  • 28. III – O NASCIMENTO DE JESUS E OS CAMPONESES • Jesus veio para todos, independente da condição social. O Filho de Deus dedicou total atenção as minorias do seu tempo: as mulheres, crianças, gentios, leprosos, etc. • Ele chegou a ser chamado de amigo de publicanos e pecadores, pois estava sempre perto dos mais necessitados. 28 1. A nobreza dos pobres.
  • 29. III – O NASCIMENTO DE JESUS E OS CAMPONESES • A mensagem angélica anunciada aos pastores que se encontravam no campo era que havia nascido na "cidade de Davi, [...] o Salvador, que é Cristo, o Senhor" (Lc 2.11). • Lucas lembra o fato de que Cristo nasceu em Belém, cidade de Davi, cumprindo dessa forma a profecia bíblica (Mq 5.2). 29 2. A realeza do Messias.
  • 30. III – O NASCIMENTO DE JESUS E OS CAMPONESES • Mas o Messias não apenas nasce em Belém, cidade de Davi, Ele também possui realeza porque é da descendência de Davi, como atesta a sua árvore genealógica (Lc 3.23-38). • Mas não era só isso. Lucas também detalha como o anjo de Deus falou da realeza do Messias aos camponeses! • Ele é o Salvador, o Cristo, o Senhor (Lc 2.11). Essas palavras proferidas pelo anjo, além de mostrar a realeza do Messias, destacam também a sua divindade. Jesus é Deus feito homem! 30 2. A realeza do Messias.
  • 31. IV - O NASCIMENTO DE JESUS E O JUDAÍSMO • 1. Jesus, o homem perfeito. • 2. O Messias e o Espírito Santo. 31
  • 32. IV - O NASCIMENTO DE JESUS E O JUDAÍSMO • Lucas mostra que o nascimento de Jesus aconteceu sob o judaísmo piedoso. • Ele ocorre dentro do contexto daqueles que alimentavam a esperança messiânica. • São pessoas piedosas que aguardavam o Messias e, quando Ele se revelou, elas prontamente o reconheceram. 32 1. Judeus piedosos.
  • 33. IV - O NASCIMENTO DE JESUS E O JUDAÍSMO 33 1. Judeus piedosos. • Lucas cita: 1. Zacarias, um sacerdote piedoso e sua esposa, Isabel. A Escritura sublinha que ambos eram justos diante de Deus e viviam irrepreensivelmente nos preceitos e mandamentos do Senhor (Lc 1.6). 2. Simeão, outro judeu piedoso de Jerusalém, e que esperava a consolação de Israel. A ele foi revelado, pelo Espírito Santo, que não morreria antes que visse o Messias (Lc 2.25,26). 3. A profetisa Ana, uma viúva piedosa, que continuamente orava a Deus e jejuava. Quando viu o menino Jesus, deu graças a Deus por Ele e falava da sua missão messiânica (Lc 2.36-38).
  • 34. IV - O NASCIMENTO DE JESUS E O JUDAÍSMO • Lucas coloca o cristianismo dentro do contexto do judaísmo e não como uma seita derivada deste. • Como qualquer judeu de seu tempo, Jesus se submete aos rituais da religião judaica (Lc 2.21-24). • Como Homem Perfeito, Ele cumpriu toda a lei de Moisés 34 2. Rituais sagrados.
  • 35. Conclusão • Já observamos que Lucas procura situar o nascimento de Jesus dento do contexto histórico. Dessa forma ele dá detalhes sobre fatos da história universal mostrando que Deus foi, é e continuará sendo Senhor da História. • É dentro dessa história que se cumpre as profecias. O Messias prometido, diferentemente do Messias esperado pelos judeus, nasce em uma manjedoura e não em um palácio. • Os pobres, e não os ricos, são os convidados a participar do seu natal. A lógica do Reino de Deus se manifesta oposta à do reino dos homens. Todos aqueles que se sentem carentes e necessitados são convidados a participarem dele. 35
  • 36. 36