SlideShare uma empresa Scribd logo
UPAP – UNIVERSIDADE POLITÉCNICA E
ARTÍSTICA DO PARAGUAY CAMPUS –
CIUDAD DEL ESTE REITORIA E
ESTUDOS DE PÓS-GRADUAÇÃO CURSO
DE PÓS-GRADUAÇÃO “STRICTO
SENSU” MESTRADO EM CIÊNCIAS DA
EDUCAÇÃO
TEMA
O IMPACTO DAS NOVAS TECNOLOGIAS DA
INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NA FORMAÇÃO DOS
ALUNOS DO ENSINO MÉDIO DE DUAS ESCOLAS DA
REDE PÚBLICA DE ENSINO DO ESTADO DE SÃO PAULO
AUTOR: José Ribeiro dos Santos
TUTOR: Prof. Dr. Derlis Ortiz Coronel
CONTEXTUALIZAÇÃO
 Analisar os desafios que as tecnologias de
informação e comunicação (TIC) colocam à
formação de alunos de nível médio;
 Os avanços no desenvolvimento das tecnologias de
informação e comunicação provocaram uma invasão
nas escolas, sem pedir licença, impondo aos seus
dirigentes e regentes um posicionamento em
relação ao quê e como fazer para viabilizar essas
novas tecnologias a serviço da educação;
 O interesse pelo tema é verificar se a tecnologia por
si só garante o aprendizado do aluno.
INTRODUÇÃO
 A Internet e as tecnologias digitais fizeram emergir
um novo paradigma social, descrito por alguns
autores, como sociedade da informação ou
sociedade em rede alicerçada no poder da
informação. COUTINHO et al, (2011);
 Não há como negar, a tecnologia faz parte do dia a
dia das crianças, adolescentes e adultos e isso
impacta na relação professor/aluno;
 Encontra-se ainda como desafio no cotidiano da
sala de aula das escolas.
Problema de Investigação
 Quais seriam os impactos na formação dos alunos
do ensino médio da rede pública de ensino com o
uso das novas tecnologias?
 As escolas da rede pública de ensino usam as
novas tecnologias da informação e comunicação
TICs como ferramenta metodologia de aprendizado?
 O uso das novas TICs por si só garantem o
aprendizado dos alunos?
 O uso de celulares durante as aulas ajuda ou
atrapalha no desenvolvimento/aprendizagem do
aluno?
HIPÓTESE
 O uso do celular durante as aulas causa diversos
problemas, o principal deles segundo relato de
alguns professores é a distração;
 Este estudo, portanto, trouxe como hipótese O uso
de celulares durante as aulas atrapalha o
desempenho e o aprendizado do aluno.
OBJETIVOS GERAIS E
ESPECÍFICOS
 GERAL
 Compreender se o uso de equipamentos eletrônicos
PC, tablet e celulares durante as aulas garantem a
melhoria do desempenho e aprendizagem dos
alunos do ensino médio da rede pública de ensino.
ESPECÍFICO
 Analisar se o uso das novas tecnologias da informação e
comunicação por si só, garante o desempenho e
aprendizado dos alunos de duas escolas da rede pública
de ensino da zona leste de São Paulo.
 Identificar quais seriam as barreiras que interferem na
utilização das novas tecnologias como ferramenta
metodológica das escolas da rede pública de ensino.
 Descrever se o uso de celulares durante as aulas ajuda a
melhorar o desempenho e aprendizado dos alunos,
segundo a opinião de alunos e professores.
 Descrever qual é a finalidade do uso do celular durante
as aulas
MARCO TEÓRICO
O uso das novas
tecnologias como
forma
metodológicas de
ensino e
aprendizagem.
Atualmente o uso
do celular tem sido
central para uma
significativa parcela
da população
urbana, e os jovens
estudantes estão de
posse destes
aparelhos nas salas
de aula. ROSSETTI
et al, (2007).
No Brasil a Lei 12.730/2007. Fica
proibido o uso de telefones celulares
nas escolas públicas do país.
Em São Paulo criada uma Lei
Estadual nº 16.567 de 06/11/2017; Art.
I ficam os alunos proibidos de utilizar
telefones celulares nos
estabelecimentos de ensino do
Estado, durante o horário das aulas,
ressalvando o uso para fimalidade
pedagógica
A UNESCO
apresentou um guia
com 10
recomendações para
incentivar os governos
nacionais a
implementarem
políticas públicas
educacionais que
valorizem a utilização
de celulares como um
recurso nas salas de
aula. O guia 18 e 22
de fevereiro de 2013
na sede da
organização em Paris
Criar ou atualizar políticas ligadas ao
aprendizado móvel .Ter acesso
igualitário;Treinar professores;
Capacitar educadores usando
tecnologias móveis; Promover o uso
seguro, saudável e responsável de
tecnologias móveis; Usar tecnologia
para melhorar a comunicação e a
gestão educacional .
MARCO METODOLÓGICO
TIPOS DE
PESQUISA
Natureza da
Pesquisa
Descritiva Integrativa e
Quantitativa
Análise
Estatística
Análise
Reflexiva
Período de
Investigação
Na 1ª Etapa:
Levantamento
Bibliográfico, leituras.
De jan. á jun. 2017
Na 2ª Etapa:
Apresentação do
projeto, autorização e
coleta de dados. De
09/ 2017 á 02/ 2018
Campo de
Pesquisa.
Escola A
Escola B
População e
Amostra.
Alunos e
professores das
respectivas
escolas.
Procedimentos
para coleta de
dados.
Explicação:
objetivos da
pesquisa,forma
de participação,
TCLE e aplicação
do questionário.
Análise dos
dados. Serão
discutidos na
abordagem
quantitativa.
MARCO ANALITICO
Cursos de Capacitação
Alunos
Cursos de Capacitação
Professores
19
203
Sim Não
8
19
Sim Não
Cruzamento de dados a faixa etária dos alunos que
usam o laboratório de informática da escola
12.10%
16.07%
55.56%
82.80%
82.14%
44.44%
5.10%
1.79% 0.00%
0.00%
20.00%
40.00%
60.00%
80.00%
100.00%
120.00%
até 20 anos de 21 a 25 anos de 26 a 30 anos
Sim
Não
Às vezes
Série X existência da inclusão da disciplina de
informática na grade curricular.
80.36% 77.91% 79.22%
16.07% 17.44% 19.48%
3.57% 4.65%
1.30%
0.00%
20.00%
40.00%
60.00%
80.00%
100.00%
120.00%
1 2 3
Sim
Não sei
Não
Período com a frequência de utilização do
laboratório de informática da escola.
8.99%
3.91%
0.00%
2.34%
1.12% 4.69%
23.60%
3.13%
0.00%
20.00%
40.00%
60.00%
80.00%
100.00%
120.00%
manhã noite
Uso o laboratório de informática da escola uma vez por mês
Uso do laboratório de informática da escola mais de três
vezes por semana
Temos laboratórios na escola, mas não usamos
Temos aula de informática, mas eu não gosto de assití-las
não respondeu
De uma à duas vezes por semana
Sexo X Quantas horas por semana alunos
se conecta a internet
18.45%
14.81%
18.45%
18.52%
53.57% 51.85%
0.00%
20.00%
40.00%
60.00%
80.00%
100.00%
120.00%
feminino masculino
mais de 15 horas
10-14 horas
5-9 horas
Menos de 4 horas
O uso de tablets e celulares em sala de aula com acesso
a internet melhora ou atrapalha o desempenho do
aluno?
0 10 20 30 40 50 60 70 80 90
Melhora, pois as aulas se tornam mais atrativas para os alunos.
Atrapalha, pois eles não prestam atenção ao que está sendo discutido.
Melhora porque os alunos se tornam independentes para acessar o conteúdo que eles
quiserem
Atrapalha devido o excesso simultâneo de informações disponíveis nas redes
46
83
15
16
Sistematização do Cruzamento de Dados
dos Professores
 Idade x uso do laboratório de informática da escola
33.33%
0.00%
40.00%
16.67%
60.00%
0.00%
66.67%
100.00%
40.00%
66.67%
40.00%
100.00%
0.00% 0.00%
20.00%
16.67%
0.00% 0.00%
0.00%
20.00%
40.00%
60.00%
80.00%
100.00%
120.00%
acima de 45 anos de 26 a 30 anos de 31 a 35 anos de 36 a 40 anos de 41 a 45 anos não respondeu
Sim
Não
Às vezes
Em sua opinião o uso de tablets e celulares em sala
de aula com acesso a internet melhora ou atrapalha o
desempenho do aluno?
0 1 2 3 4 5 6 7 8
Melhora, pois as aulas se tornam mais atrativas para os alunos.
Atrapalha, pois eles não prestam atenção ao que está sendo discutido.
Melhora porque os alunos se tornam independentes para acessar o conteúdo que eles
quiserem
Atrapalha devido o excesso simultâneo de informações disponíveis nas redes
8
7
0
4
Barreiras que interferem na utilização do
laboratório de informática da escola
12
8
3
2
1
1
não respondeu em manutenção equipamento não funciona falta equipamento não tem laboratório conexão ruim
CONCLUSÃO
 O uso do celular durante as aulas melhoram o
desempenho dos alunos pois as aulas de tornam
mais atrativas para os alunos, desde que seja usado
de maneira coerente, entretanto o mero acesso as
novas tecnologias e a informação por si só não
garantem a formação;
 As escolas das rede publica usam sim novas
tecnologias nas sua prática pedagógica.
MUCHAS GRACIAS

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Seminarios pe419 2013
Seminarios pe419 2013Seminarios pe419 2013
Seminarios pe419 2013
Teresa Kátia A. de Albuquerque
 
Os benefícios do uso do computador no âmbito educacional
Os benefícios do uso do computador no âmbito educacional Os benefícios do uso do computador no âmbito educacional
Os benefícios do uso do computador no âmbito educacional
LorenaCruz562897
 
Santana do Livramento - Sabrina Luciana Sonego Farias
Santana do Livramento - Sabrina Luciana Sonego FariasSantana do Livramento - Sabrina Luciana Sonego Farias
Santana do Livramento - Sabrina Luciana Sonego Farias
CursoTICs
 
Banner da monografia - A EFETIVIDADE DO LABORATORIO DE INFORMATICA
Banner da   monografia - A EFETIVIDADE DO LABORATORIO DE INFORMATICABanner da   monografia - A EFETIVIDADE DO LABORATORIO DE INFORMATICA
Banner da monografia - A EFETIVIDADE DO LABORATORIO DE INFORMATICA
Marconildo Viegas
 
O uso do Facebook num Workshop sobre História do Cinema
O uso do Facebook num Workshop sobre História do Cinema O uso do Facebook num Workshop sobre História do Cinema
O uso do Facebook num Workshop sobre História do Cinema
José Bidarra
 
Atividade 2 Joanna Leite
Atividade 2 Joanna LeiteAtividade 2 Joanna Leite
Atividade 2 Joanna Leite
JoannaLeite1
 
Slide tecnologias e práticas educativas
Slide tecnologias e práticas educativasSlide tecnologias e práticas educativas
Slide tecnologias e práticas educativas
RaissaGonalves11
 
O uso pedagógico das TICs na educação
O uso pedagógico das TICs na educaçãoO uso pedagógico das TICs na educação
O uso pedagógico das TICs na educação
marise brandao
 
O uso dos dispositivos eletrônicos nas salas de aula
O uso dos dispositivos eletrônicos nas salas de aulaO uso dos dispositivos eletrônicos nas salas de aula
O uso dos dispositivos eletrônicos nas salas de aula
LucasDaniel753109
 
Monografia
MonografiaMonografia
Inclusão digital
Inclusão digitalInclusão digital
Inclusão digital
Carlos Pinheiro
 
Atividade2victordeoliveiraaparecida
Atividade2victordeoliveiraaparecidaAtividade2victordeoliveiraaparecida
Atividade2victordeoliveiraaparecida
VictorOliveira15071
 
Celular na sala de aula: razões para utilizar
Celular na sala de aula: razões para utilizarCelular na sala de aula: razões para utilizar
Celular na sala de aula: razões para utilizar
Ana Flávia de Faria Colina
 
Atividade2annelisedasilveiraferreira
Atividade2annelisedasilveiraferreira Atividade2annelisedasilveiraferreira
Atividade2annelisedasilveiraferreira
AnnelisedaSilveiraFe
 
Atividade 2 tecnologia
Atividade 2  tecnologiaAtividade 2  tecnologia
Atividade 2 tecnologia
SabrineCoelho
 
Apresentação no Seminário Nacional do Projeto UCA
Apresentação no Seminário Nacional do Projeto UCAApresentação no Seminário Nacional do Projeto UCA
Apresentação no Seminário Nacional do Projeto UCA
Simão Pedro Marinho
 
Celular em sala de aula: Brincar ou aprender brincando?
Celular em sala de aula: Brincar ou aprender brincando?Celular em sala de aula: Brincar ou aprender brincando?
Celular em sala de aula: Brincar ou aprender brincando?
RaquelZambelliMaciel
 
Pte grupo iv
Pte grupo ivPte grupo iv
Pte grupo iv
carlamapi
 
Trabalho 4
Trabalho 4Trabalho 4
Trabalho 4
Gustavo Coutinho
 

Mais procurados (19)

Seminarios pe419 2013
Seminarios pe419 2013Seminarios pe419 2013
Seminarios pe419 2013
 
Os benefícios do uso do computador no âmbito educacional
Os benefícios do uso do computador no âmbito educacional Os benefícios do uso do computador no âmbito educacional
Os benefícios do uso do computador no âmbito educacional
 
Santana do Livramento - Sabrina Luciana Sonego Farias
Santana do Livramento - Sabrina Luciana Sonego FariasSantana do Livramento - Sabrina Luciana Sonego Farias
Santana do Livramento - Sabrina Luciana Sonego Farias
 
Banner da monografia - A EFETIVIDADE DO LABORATORIO DE INFORMATICA
Banner da   monografia - A EFETIVIDADE DO LABORATORIO DE INFORMATICABanner da   monografia - A EFETIVIDADE DO LABORATORIO DE INFORMATICA
Banner da monografia - A EFETIVIDADE DO LABORATORIO DE INFORMATICA
 
O uso do Facebook num Workshop sobre História do Cinema
O uso do Facebook num Workshop sobre História do Cinema O uso do Facebook num Workshop sobre História do Cinema
O uso do Facebook num Workshop sobre História do Cinema
 
Atividade 2 Joanna Leite
Atividade 2 Joanna LeiteAtividade 2 Joanna Leite
Atividade 2 Joanna Leite
 
Slide tecnologias e práticas educativas
Slide tecnologias e práticas educativasSlide tecnologias e práticas educativas
Slide tecnologias e práticas educativas
 
O uso pedagógico das TICs na educação
O uso pedagógico das TICs na educaçãoO uso pedagógico das TICs na educação
O uso pedagógico das TICs na educação
 
O uso dos dispositivos eletrônicos nas salas de aula
O uso dos dispositivos eletrônicos nas salas de aulaO uso dos dispositivos eletrônicos nas salas de aula
O uso dos dispositivos eletrônicos nas salas de aula
 
Monografia
MonografiaMonografia
Monografia
 
Inclusão digital
Inclusão digitalInclusão digital
Inclusão digital
 
Atividade2victordeoliveiraaparecida
Atividade2victordeoliveiraaparecidaAtividade2victordeoliveiraaparecida
Atividade2victordeoliveiraaparecida
 
Celular na sala de aula: razões para utilizar
Celular na sala de aula: razões para utilizarCelular na sala de aula: razões para utilizar
Celular na sala de aula: razões para utilizar
 
Atividade2annelisedasilveiraferreira
Atividade2annelisedasilveiraferreira Atividade2annelisedasilveiraferreira
Atividade2annelisedasilveiraferreira
 
Atividade 2 tecnologia
Atividade 2  tecnologiaAtividade 2  tecnologia
Atividade 2 tecnologia
 
Apresentação no Seminário Nacional do Projeto UCA
Apresentação no Seminário Nacional do Projeto UCAApresentação no Seminário Nacional do Projeto UCA
Apresentação no Seminário Nacional do Projeto UCA
 
Celular em sala de aula: Brincar ou aprender brincando?
Celular em sala de aula: Brincar ou aprender brincando?Celular em sala de aula: Brincar ou aprender brincando?
Celular em sala de aula: Brincar ou aprender brincando?
 
Pte grupo iv
Pte grupo ivPte grupo iv
Pte grupo iv
 
Trabalho 4
Trabalho 4Trabalho 4
Trabalho 4
 

Semelhante a O IMPACTO DAS NOVAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NA FORMAÇÃO DOS ALUNOS DO ENSINO MÉDIO DE DUAS ESCOLAS DA REDE PÚBLICA DE ENSINO DO ESTADO DE SÃO PAULO

Santana do Livramento - Maribel Pires da Rosa
Santana do Livramento - Maribel Pires da RosaSantana do Livramento - Maribel Pires da Rosa
Santana do Livramento - Maribel Pires da Rosa
CursoTICs
 
Santana do Livramento - Nara Fátima Oliveira dos Santos
Santana do Livramento - Nara Fátima Oliveira dos SantosSantana do Livramento - Nara Fátima Oliveira dos Santos
Santana do Livramento - Nara Fátima Oliveira dos Santos
CursoTICs
 
Análise dos Dados E.E.M. Macário Borba
Análise dos Dados E.E.M. Macário BorbaAnálise dos Dados E.E.M. Macário Borba
Análise dos Dados E.E.M. Macário Borba
jana_ramos
 
Agudo - Farli Lilian Borfe Streck
Agudo - Farli Lilian Borfe StreckAgudo - Farli Lilian Borfe Streck
Agudo - Farli Lilian Borfe Streck
CursoTICs
 
Santana do Livramento - Maria Helena Quevedos Alves da Silva
Santana do Livramento - Maria Helena Quevedos Alves da SilvaSantana do Livramento - Maria Helena Quevedos Alves da Silva
Santana do Livramento - Maria Helena Quevedos Alves da Silva
CursoTICs
 
A formação docente e as ti cs
A formação docente e as ti csA formação docente e as ti cs
Santana do Livramento - Maria Francisca Ilha Hardem Neves
Santana do Livramento - Maria Francisca Ilha Hardem NevesSantana do Livramento - Maria Francisca Ilha Hardem Neves
Santana do Livramento - Maria Francisca Ilha Hardem Neves
CursoTICs
 
Ict forum brazil_2011
Ict forum brazil_2011Ict forum brazil_2011
Ict forum brazil_2011
Thais Barros
 
São João do Polêsine - Marcelo Peixoto Marques
São João do Polêsine - Marcelo Peixoto MarquesSão João do Polêsine - Marcelo Peixoto Marques
São João do Polêsine - Marcelo Peixoto Marques
CursoTICs
 
Ict forum brazil_2011
Ict forum brazil_2011Ict forum brazil_2011
Ict forum brazil_2011
Thais Barros
 
TICs na Educação
TICs na EducaçãoTICs na Educação
TICs na Educação
ictforumproideal
 
MÍDIAS E EDUCAÇÃO GEOGRÁFICA NO PROJETO PIBID/UEPB: O USO DAS NOVAS TECNOLOGI...
MÍDIAS E EDUCAÇÃO GEOGRÁFICA NO PROJETO PIBID/UEPB: O USO DAS NOVAS TECNOLOGI...MÍDIAS E EDUCAÇÃO GEOGRÁFICA NO PROJETO PIBID/UEPB: O USO DAS NOVAS TECNOLOGI...
MÍDIAS E EDUCAÇÃO GEOGRÁFICA NO PROJETO PIBID/UEPB: O USO DAS NOVAS TECNOLOGI...
pibidgeo
 
Atividade: 3.1: Diretrizes da Escola frente ao uso das mídias sociais (versão 1)
Atividade: 3.1: Diretrizes da Escola frente ao uso das mídias sociais (versão 1)Atividade: 3.1: Diretrizes da Escola frente ao uso das mídias sociais (versão 1)
Atividade: 3.1: Diretrizes da Escola frente ao uso das mídias sociais (versão 1)
Marcos Angelino
 
Apresentação Monografia UEMA.pptx
Apresentação Monografia UEMA.pptxApresentação Monografia UEMA.pptx
Apresentação Monografia UEMA.pptx
JooLinhares9
 
Tcc versao-final-paloma-jacinto-da-silva-polo-orós-sem.-vii (1)
Tcc versao-final-paloma-jacinto-da-silva-polo-orós-sem.-vii (1)Tcc versao-final-paloma-jacinto-da-silva-polo-orós-sem.-vii (1)
Tcc versao-final-paloma-jacinto-da-silva-polo-orós-sem.-vii (1)
Samuel Icasa
 
As inovações tecnológicas e os sistemas educacionais: os impactos, limites, d...
As inovações tecnológicas e os sistemas educacionais: os impactos, limites, d...As inovações tecnológicas e os sistemas educacionais: os impactos, limites, d...
As inovações tecnológicas e os sistemas educacionais: os impactos, limites, d...
Mauricio Maulaz
 
Monografia a efetividade do laboratório de informatica marconildo
Monografia a efetividade do laboratório de informatica   marconildoMonografia a efetividade do laboratório de informatica   marconildo
Monografia a efetividade do laboratório de informatica marconildo
Marconildo Viegas
 
Atividade2luisadosanjos
Atividade2luisadosanjosAtividade2luisadosanjos
Atividade2luisadosanjos
luisalithg
 
30779546 a-importancia-das-tic-s
30779546 a-importancia-das-tic-s30779546 a-importancia-das-tic-s
30779546 a-importancia-das-tic-s
Suzana Pimentel
 
Restinga Sêca - Ieda Romana Altermann Prodorutti
Restinga Sêca - Ieda Romana Altermann ProdoruttiRestinga Sêca - Ieda Romana Altermann Prodorutti
Restinga Sêca - Ieda Romana Altermann Prodorutti
CursoTICs
 

Semelhante a O IMPACTO DAS NOVAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NA FORMAÇÃO DOS ALUNOS DO ENSINO MÉDIO DE DUAS ESCOLAS DA REDE PÚBLICA DE ENSINO DO ESTADO DE SÃO PAULO (20)

Santana do Livramento - Maribel Pires da Rosa
Santana do Livramento - Maribel Pires da RosaSantana do Livramento - Maribel Pires da Rosa
Santana do Livramento - Maribel Pires da Rosa
 
Santana do Livramento - Nara Fátima Oliveira dos Santos
Santana do Livramento - Nara Fátima Oliveira dos SantosSantana do Livramento - Nara Fátima Oliveira dos Santos
Santana do Livramento - Nara Fátima Oliveira dos Santos
 
Análise dos Dados E.E.M. Macário Borba
Análise dos Dados E.E.M. Macário BorbaAnálise dos Dados E.E.M. Macário Borba
Análise dos Dados E.E.M. Macário Borba
 
Agudo - Farli Lilian Borfe Streck
Agudo - Farli Lilian Borfe StreckAgudo - Farli Lilian Borfe Streck
Agudo - Farli Lilian Borfe Streck
 
Santana do Livramento - Maria Helena Quevedos Alves da Silva
Santana do Livramento - Maria Helena Quevedos Alves da SilvaSantana do Livramento - Maria Helena Quevedos Alves da Silva
Santana do Livramento - Maria Helena Quevedos Alves da Silva
 
A formação docente e as ti cs
A formação docente e as ti csA formação docente e as ti cs
A formação docente e as ti cs
 
Santana do Livramento - Maria Francisca Ilha Hardem Neves
Santana do Livramento - Maria Francisca Ilha Hardem NevesSantana do Livramento - Maria Francisca Ilha Hardem Neves
Santana do Livramento - Maria Francisca Ilha Hardem Neves
 
Ict forum brazil_2011
Ict forum brazil_2011Ict forum brazil_2011
Ict forum brazil_2011
 
São João do Polêsine - Marcelo Peixoto Marques
São João do Polêsine - Marcelo Peixoto MarquesSão João do Polêsine - Marcelo Peixoto Marques
São João do Polêsine - Marcelo Peixoto Marques
 
Ict forum brazil_2011
Ict forum brazil_2011Ict forum brazil_2011
Ict forum brazil_2011
 
TICs na Educação
TICs na EducaçãoTICs na Educação
TICs na Educação
 
MÍDIAS E EDUCAÇÃO GEOGRÁFICA NO PROJETO PIBID/UEPB: O USO DAS NOVAS TECNOLOGI...
MÍDIAS E EDUCAÇÃO GEOGRÁFICA NO PROJETO PIBID/UEPB: O USO DAS NOVAS TECNOLOGI...MÍDIAS E EDUCAÇÃO GEOGRÁFICA NO PROJETO PIBID/UEPB: O USO DAS NOVAS TECNOLOGI...
MÍDIAS E EDUCAÇÃO GEOGRÁFICA NO PROJETO PIBID/UEPB: O USO DAS NOVAS TECNOLOGI...
 
Atividade: 3.1: Diretrizes da Escola frente ao uso das mídias sociais (versão 1)
Atividade: 3.1: Diretrizes da Escola frente ao uso das mídias sociais (versão 1)Atividade: 3.1: Diretrizes da Escola frente ao uso das mídias sociais (versão 1)
Atividade: 3.1: Diretrizes da Escola frente ao uso das mídias sociais (versão 1)
 
Apresentação Monografia UEMA.pptx
Apresentação Monografia UEMA.pptxApresentação Monografia UEMA.pptx
Apresentação Monografia UEMA.pptx
 
Tcc versao-final-paloma-jacinto-da-silva-polo-orós-sem.-vii (1)
Tcc versao-final-paloma-jacinto-da-silva-polo-orós-sem.-vii (1)Tcc versao-final-paloma-jacinto-da-silva-polo-orós-sem.-vii (1)
Tcc versao-final-paloma-jacinto-da-silva-polo-orós-sem.-vii (1)
 
As inovações tecnológicas e os sistemas educacionais: os impactos, limites, d...
As inovações tecnológicas e os sistemas educacionais: os impactos, limites, d...As inovações tecnológicas e os sistemas educacionais: os impactos, limites, d...
As inovações tecnológicas e os sistemas educacionais: os impactos, limites, d...
 
Monografia a efetividade do laboratório de informatica marconildo
Monografia a efetividade do laboratório de informatica   marconildoMonografia a efetividade do laboratório de informatica   marconildo
Monografia a efetividade do laboratório de informatica marconildo
 
Atividade2luisadosanjos
Atividade2luisadosanjosAtividade2luisadosanjos
Atividade2luisadosanjos
 
30779546 a-importancia-das-tic-s
30779546 a-importancia-das-tic-s30779546 a-importancia-das-tic-s
30779546 a-importancia-das-tic-s
 
Restinga Sêca - Ieda Romana Altermann Prodorutti
Restinga Sêca - Ieda Romana Altermann ProdoruttiRestinga Sêca - Ieda Romana Altermann Prodorutti
Restinga Sêca - Ieda Romana Altermann Prodorutti
 

Mais de Zeca Ribeiro

5a aula eletrocardiograma_(1)
5a aula eletrocardiograma_(1)5a aula eletrocardiograma_(1)
5a aula eletrocardiograma_(1)
Zeca Ribeiro
 
Particularidades do centro_cirurgico_(1)
Particularidades do centro_cirurgico_(1)Particularidades do centro_cirurgico_(1)
Particularidades do centro_cirurgico_(1)
Zeca Ribeiro
 
Saúde do Adulto
Saúde do AdultoSaúde do Adulto
Saúde do Adulto
Zeca Ribeiro
 
Aula do centro cirurgico
Aula do centro cirurgicoAula do centro cirurgico
Aula do centro cirurgico
Zeca Ribeiro
 
DVE, DVP, DLE E PVC
DVE, DVP, DLE E PVCDVE, DVP, DLE E PVC
DVE, DVP, DLE E PVC
Zeca Ribeiro
 
Primeiros socorros SBV
Primeiros socorros SBVPrimeiros socorros SBV
Primeiros socorros SBV
Zeca Ribeiro
 
Sistema Nervoso Central e SNP
Sistema Nervoso Central e SNPSistema Nervoso Central e SNP
Sistema Nervoso Central e SNP
Zeca Ribeiro
 
Principais Cirurgias
Principais CirurgiasPrincipais Cirurgias
Principais Cirurgias
Zeca Ribeiro
 
Histologia Tecido Tegumentar.
Histologia Tecido Tegumentar.Histologia Tecido Tegumentar.
Histologia Tecido Tegumentar.
Zeca Ribeiro
 
Sistema Esquelético.
Sistema Esquelético.Sistema Esquelético.
Sistema Esquelético.
Zeca Ribeiro
 
Sistema Respiratório.
Sistema Respiratório.Sistema Respiratório.
Sistema Respiratório.
Zeca Ribeiro
 
Tanatologia Necrósia
Tanatologia Necrósia Tanatologia Necrósia
Tanatologia Necrósia
Zeca Ribeiro
 
ÉTica x Moral e Bioética
ÉTica x Moral e BioéticaÉTica x Moral e Bioética
ÉTica x Moral e Bioética
Zeca Ribeiro
 
Necrópsia ii livores de hipóstases
Necrópsia ii livores de hipóstasesNecrópsia ii livores de hipóstases
Necrópsia ii livores de hipóstases
Zeca Ribeiro
 

Mais de Zeca Ribeiro (14)

5a aula eletrocardiograma_(1)
5a aula eletrocardiograma_(1)5a aula eletrocardiograma_(1)
5a aula eletrocardiograma_(1)
 
Particularidades do centro_cirurgico_(1)
Particularidades do centro_cirurgico_(1)Particularidades do centro_cirurgico_(1)
Particularidades do centro_cirurgico_(1)
 
Saúde do Adulto
Saúde do AdultoSaúde do Adulto
Saúde do Adulto
 
Aula do centro cirurgico
Aula do centro cirurgicoAula do centro cirurgico
Aula do centro cirurgico
 
DVE, DVP, DLE E PVC
DVE, DVP, DLE E PVCDVE, DVP, DLE E PVC
DVE, DVP, DLE E PVC
 
Primeiros socorros SBV
Primeiros socorros SBVPrimeiros socorros SBV
Primeiros socorros SBV
 
Sistema Nervoso Central e SNP
Sistema Nervoso Central e SNPSistema Nervoso Central e SNP
Sistema Nervoso Central e SNP
 
Principais Cirurgias
Principais CirurgiasPrincipais Cirurgias
Principais Cirurgias
 
Histologia Tecido Tegumentar.
Histologia Tecido Tegumentar.Histologia Tecido Tegumentar.
Histologia Tecido Tegumentar.
 
Sistema Esquelético.
Sistema Esquelético.Sistema Esquelético.
Sistema Esquelético.
 
Sistema Respiratório.
Sistema Respiratório.Sistema Respiratório.
Sistema Respiratório.
 
Tanatologia Necrósia
Tanatologia Necrósia Tanatologia Necrósia
Tanatologia Necrósia
 
ÉTica x Moral e Bioética
ÉTica x Moral e BioéticaÉTica x Moral e Bioética
ÉTica x Moral e Bioética
 
Necrópsia ii livores de hipóstases
Necrópsia ii livores de hipóstasesNecrópsia ii livores de hipóstases
Necrópsia ii livores de hipóstases
 

Último

Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
MarceloMonteiro213738
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
samucajaime015
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
Manuais Formação
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
erssstcontato
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
MatheusSousa716350
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
ElinarioCosta
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
FernandaOliveira758273
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 

Último (20)

Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 

O IMPACTO DAS NOVAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NA FORMAÇÃO DOS ALUNOS DO ENSINO MÉDIO DE DUAS ESCOLAS DA REDE PÚBLICA DE ENSINO DO ESTADO DE SÃO PAULO

  • 1. UPAP – UNIVERSIDADE POLITÉCNICA E ARTÍSTICA DO PARAGUAY CAMPUS – CIUDAD DEL ESTE REITORIA E ESTUDOS DE PÓS-GRADUAÇÃO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO “STRICTO SENSU” MESTRADO EM CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO TEMA O IMPACTO DAS NOVAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NA FORMAÇÃO DOS ALUNOS DO ENSINO MÉDIO DE DUAS ESCOLAS DA REDE PÚBLICA DE ENSINO DO ESTADO DE SÃO PAULO AUTOR: José Ribeiro dos Santos TUTOR: Prof. Dr. Derlis Ortiz Coronel
  • 2. CONTEXTUALIZAÇÃO  Analisar os desafios que as tecnologias de informação e comunicação (TIC) colocam à formação de alunos de nível médio;  Os avanços no desenvolvimento das tecnologias de informação e comunicação provocaram uma invasão nas escolas, sem pedir licença, impondo aos seus dirigentes e regentes um posicionamento em relação ao quê e como fazer para viabilizar essas novas tecnologias a serviço da educação;  O interesse pelo tema é verificar se a tecnologia por si só garante o aprendizado do aluno.
  • 3. INTRODUÇÃO  A Internet e as tecnologias digitais fizeram emergir um novo paradigma social, descrito por alguns autores, como sociedade da informação ou sociedade em rede alicerçada no poder da informação. COUTINHO et al, (2011);  Não há como negar, a tecnologia faz parte do dia a dia das crianças, adolescentes e adultos e isso impacta na relação professor/aluno;  Encontra-se ainda como desafio no cotidiano da sala de aula das escolas.
  • 4. Problema de Investigação  Quais seriam os impactos na formação dos alunos do ensino médio da rede pública de ensino com o uso das novas tecnologias?  As escolas da rede pública de ensino usam as novas tecnologias da informação e comunicação TICs como ferramenta metodologia de aprendizado?  O uso das novas TICs por si só garantem o aprendizado dos alunos?  O uso de celulares durante as aulas ajuda ou atrapalha no desenvolvimento/aprendizagem do aluno?
  • 5. HIPÓTESE  O uso do celular durante as aulas causa diversos problemas, o principal deles segundo relato de alguns professores é a distração;  Este estudo, portanto, trouxe como hipótese O uso de celulares durante as aulas atrapalha o desempenho e o aprendizado do aluno.
  • 6. OBJETIVOS GERAIS E ESPECÍFICOS  GERAL  Compreender se o uso de equipamentos eletrônicos PC, tablet e celulares durante as aulas garantem a melhoria do desempenho e aprendizagem dos alunos do ensino médio da rede pública de ensino.
  • 7. ESPECÍFICO  Analisar se o uso das novas tecnologias da informação e comunicação por si só, garante o desempenho e aprendizado dos alunos de duas escolas da rede pública de ensino da zona leste de São Paulo.  Identificar quais seriam as barreiras que interferem na utilização das novas tecnologias como ferramenta metodológica das escolas da rede pública de ensino.  Descrever se o uso de celulares durante as aulas ajuda a melhorar o desempenho e aprendizado dos alunos, segundo a opinião de alunos e professores.  Descrever qual é a finalidade do uso do celular durante as aulas
  • 8. MARCO TEÓRICO O uso das novas tecnologias como forma metodológicas de ensino e aprendizagem. Atualmente o uso do celular tem sido central para uma significativa parcela da população urbana, e os jovens estudantes estão de posse destes aparelhos nas salas de aula. ROSSETTI et al, (2007). No Brasil a Lei 12.730/2007. Fica proibido o uso de telefones celulares nas escolas públicas do país. Em São Paulo criada uma Lei Estadual nº 16.567 de 06/11/2017; Art. I ficam os alunos proibidos de utilizar telefones celulares nos estabelecimentos de ensino do Estado, durante o horário das aulas, ressalvando o uso para fimalidade pedagógica A UNESCO apresentou um guia com 10 recomendações para incentivar os governos nacionais a implementarem políticas públicas educacionais que valorizem a utilização de celulares como um recurso nas salas de aula. O guia 18 e 22 de fevereiro de 2013 na sede da organização em Paris Criar ou atualizar políticas ligadas ao aprendizado móvel .Ter acesso igualitário;Treinar professores; Capacitar educadores usando tecnologias móveis; Promover o uso seguro, saudável e responsável de tecnologias móveis; Usar tecnologia para melhorar a comunicação e a gestão educacional .
  • 9. MARCO METODOLÓGICO TIPOS DE PESQUISA Natureza da Pesquisa Descritiva Integrativa e Quantitativa Análise Estatística Análise Reflexiva Período de Investigação Na 1ª Etapa: Levantamento Bibliográfico, leituras. De jan. á jun. 2017 Na 2ª Etapa: Apresentação do projeto, autorização e coleta de dados. De 09/ 2017 á 02/ 2018 Campo de Pesquisa. Escola A Escola B População e Amostra. Alunos e professores das respectivas escolas. Procedimentos para coleta de dados. Explicação: objetivos da pesquisa,forma de participação, TCLE e aplicação do questionário. Análise dos dados. Serão discutidos na abordagem quantitativa.
  • 10. MARCO ANALITICO Cursos de Capacitação Alunos Cursos de Capacitação Professores 19 203 Sim Não 8 19 Sim Não
  • 11. Cruzamento de dados a faixa etária dos alunos que usam o laboratório de informática da escola 12.10% 16.07% 55.56% 82.80% 82.14% 44.44% 5.10% 1.79% 0.00% 0.00% 20.00% 40.00% 60.00% 80.00% 100.00% 120.00% até 20 anos de 21 a 25 anos de 26 a 30 anos Sim Não Às vezes
  • 12. Série X existência da inclusão da disciplina de informática na grade curricular. 80.36% 77.91% 79.22% 16.07% 17.44% 19.48% 3.57% 4.65% 1.30% 0.00% 20.00% 40.00% 60.00% 80.00% 100.00% 120.00% 1 2 3 Sim Não sei Não
  • 13. Período com a frequência de utilização do laboratório de informática da escola. 8.99% 3.91% 0.00% 2.34% 1.12% 4.69% 23.60% 3.13% 0.00% 20.00% 40.00% 60.00% 80.00% 100.00% 120.00% manhã noite Uso o laboratório de informática da escola uma vez por mês Uso do laboratório de informática da escola mais de três vezes por semana Temos laboratórios na escola, mas não usamos Temos aula de informática, mas eu não gosto de assití-las não respondeu De uma à duas vezes por semana
  • 14. Sexo X Quantas horas por semana alunos se conecta a internet 18.45% 14.81% 18.45% 18.52% 53.57% 51.85% 0.00% 20.00% 40.00% 60.00% 80.00% 100.00% 120.00% feminino masculino mais de 15 horas 10-14 horas 5-9 horas Menos de 4 horas
  • 15. O uso de tablets e celulares em sala de aula com acesso a internet melhora ou atrapalha o desempenho do aluno? 0 10 20 30 40 50 60 70 80 90 Melhora, pois as aulas se tornam mais atrativas para os alunos. Atrapalha, pois eles não prestam atenção ao que está sendo discutido. Melhora porque os alunos se tornam independentes para acessar o conteúdo que eles quiserem Atrapalha devido o excesso simultâneo de informações disponíveis nas redes 46 83 15 16
  • 16. Sistematização do Cruzamento de Dados dos Professores  Idade x uso do laboratório de informática da escola 33.33% 0.00% 40.00% 16.67% 60.00% 0.00% 66.67% 100.00% 40.00% 66.67% 40.00% 100.00% 0.00% 0.00% 20.00% 16.67% 0.00% 0.00% 0.00% 20.00% 40.00% 60.00% 80.00% 100.00% 120.00% acima de 45 anos de 26 a 30 anos de 31 a 35 anos de 36 a 40 anos de 41 a 45 anos não respondeu Sim Não Às vezes
  • 17. Em sua opinião o uso de tablets e celulares em sala de aula com acesso a internet melhora ou atrapalha o desempenho do aluno? 0 1 2 3 4 5 6 7 8 Melhora, pois as aulas se tornam mais atrativas para os alunos. Atrapalha, pois eles não prestam atenção ao que está sendo discutido. Melhora porque os alunos se tornam independentes para acessar o conteúdo que eles quiserem Atrapalha devido o excesso simultâneo de informações disponíveis nas redes 8 7 0 4
  • 18. Barreiras que interferem na utilização do laboratório de informática da escola 12 8 3 2 1 1 não respondeu em manutenção equipamento não funciona falta equipamento não tem laboratório conexão ruim
  • 19. CONCLUSÃO  O uso do celular durante as aulas melhoram o desempenho dos alunos pois as aulas de tornam mais atrativas para os alunos, desde que seja usado de maneira coerente, entretanto o mero acesso as novas tecnologias e a informação por si só não garantem a formação;  As escolas das rede publica usam sim novas tecnologias nas sua prática pedagógica.