SlideShare uma empresa Scribd logo
A ESTAÇÃO DO VERÃO
O GATO MALHADO E A ANDORINHA SINHÁ
Português - 8.º Ano
Prof.ª Margarida Santos
“Este é um capítulo curto, porque o verão passou muito depressa…”
• O narrador explica que a Felicidade é muito curta, por isso o verão passou
depressa para a Andorinha e para o Gato, cuja relação se prolongou em
passeios, em longas conversas, em olhares e alguns arrufos.
TEMPO PSICOLÓGICO tempo que não é material nem mensurável, flui
na mente das personagens. A personagem pode ter passado por situações que
pareceram extremamente longas, mas que, na realidade, duraram apenas alguns
minutos. Ou então, como no caso desta estação do verão, o tempo em que
estiveram juntos passou num instante, tal era a felicidade que experienciavam.
.
“(…) por vezes a Andorinha encontrava o Gato abatido, de bigodes
murchos e olhos ainda mais pardos.”
• O Gato tinha ciúmes do Rouxinol, com quem Sinhá tinha saído e com quem
tinha aulas de canto. Um dia a aula prolongou-se mais do que o habitual e o
gato entristeceu.
• Precipita-se então a PROPOSTA:
“Se eu não fosse um gato, te pediria para casares comigo…”
DESAFIO À LEI DOS ANIMAIS
“A Andorinha ficou calada, num silêncio de noite profunda.”
• A Andorinha sentiu medo. No entanto, a sua ternura fê-la aproximar-se do gato
Malhado, tocando-o ao de leve com a asa esquerda.
• O Gato sentiu, de perto o pequeno coração da jovem Sinhá. Depois, esta voou,
olhando-o de longe:
“Era o último dia de verão.”
EXERCÍCIOS
1. “Encheram-no com passeios vagabundos…”. Explicita o valor expressivo do
adjetivo.
O adjetivo “vagabundos” exprime a ideia de que passeavam sem rumo,
sem nenhum objetivo que não fosse o de estarem juntos.
2. Qual a frase do texto que contém em si a base do conflito em que assenta esta
obra?
“Os gatos são inimigos irreconciliáveis das Andorinhas”.
3. Que tipo de preconceito pretende o narrador denunciar?
O narrador pretende denunciar o preconceito racial.
EXERCÍCIOS
4. No último parágrafo, qual a palavra ou expressão que revela o sentimento da
Andorinha?
“ .. podia ouvir os latidos do pequeno coração da Andorinha Sinhá.”
5. Qual o sentido da última frase do texto? É ele otimista ou pessimista? Justifica.
A frase constitui um indício de que a sua história de amor terá um final infeliz. É
pessimista.
6. Retira do último parágrafo todos os determinantes e pronomes que nele
encontrares.
o, a, os tocou-o, ele, ela, o olhou
EXERCÍCIOS
7. Procede à análise sintática da frase:
“A Andorinha não compreendia a atitude do Gato Malhado, aquelas súbitas
tristezas que se prolongavam em silêncios difíceis.”
Sujeito simples: A Andorinha
Predicado: não compreendia a atitude do Gato Malhado, aquelas súbitas
tristezas
C.D.: a atitude do gato Malhado; aquelas súbitas tristezas
Modificador restritivo do nome: que se prolongavam em tempos difíceis
EXERCÍCIOS
8. Divide a mesma frase em orações, classificando-as.
“A Andorinha não compreendia a atitude do Gato Malhado, aquelas súbitas
tristezas que se prolongavam em silêncios difíceis.”
Oração subordinante: A Andorinha não compreendia a atitude do Gato Malhado,
aquelas súbitas tristezas
Oração subordinada relativa restritiva: que se prolongavam em silêncios
difíceis
PARÊNTESIS DAS MURMURAÇÕES
“É o fim do mundo, os tempos são outros, perdeu-se o respeito a
todas as leis.”
• Este é um dos capítulos mais curiosos do livro, na medida em que nos revela
um narrador profundamente conhecedor da sociedade humana.
• CAPÍTULO DE CARIZ SOCIAL: mesmo sem tecer outros comentários que não
sejam os das personagens em ação (murmurações), o narrador apresenta
subtilmente aquela que é a sua posição face à discriminação.
Em matéria de vida social, a especulação e o boato são prejudiciais e perigosos.
O leitor fica alertado para o futuro da história de amor que só poderá ter uma
conclusão: a única dentro das regras e das leis da natureza.
“Onde já se viu, onde já se viu?”
• A família sente-se pressionada pela sociedade. Ela é a instituição que deve
zelar pelo cumprimento da ordem e da disciplina, encontrando a solução eficaz
contra a degradação dos costumes.
• Não importam os sentimentos da Andorinha nem a sua vontade. O casamento
será realizado com um noivo escolhido pelos pais, da mesma raça, que não os
envergonhe nem ridicularize.
Grande cumplicidade entre os VALORES SOCIAIS e os VALORES
RELIGIOSOS. Os princípios estruturadores de uns são os suportes ideológicos
dos outros.
“Pombo com pomba, pato com pata, cão com cadela e gato com
gata.”
• As vozes que murmuram são elementos de hipocrisia e fraca cultura
democrática pois, em nome dos bons costumes sociais e morais, pretendem
ser controladores dos comportamentos.
SERÃO ESTAS VOZES MAIS FORTES DO QUE O AMOR?
AGORA QUE O VERÃO TERMINOU E O OUTONO SE APROXIMA…
“Eu não
acredito, eu não
acredito.”
“Onde já se viu,
onde já se viu?!”
“Pobre
Andorinha…”
“Padre nosso
que estais no
céu…”
“É perigoso,
imoral e feio!”
“É pecado
mortal!”

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O gato malhado e a andorinha sinhá ana maria e olivia- 8ºe
O gato malhado e a andorinha sinhá   ana maria e olivia- 8ºeO gato malhado e a andorinha sinhá   ana maria e olivia- 8ºe
O gato malhado e a andorinha sinhá ana maria e olivia- 8ºe
Biblioteca Escolar Secundária Amarante
 
O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá
O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá  O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá
O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá
professoraManuela
 
O gato malhado
O gato malhadoO gato malhado
O gato malhado
silvateresa
 
Fi gato malhado
Fi gato malhadoFi gato malhado
Fi gato malhado
Cristina Fontes
 
História de uma gaivota e de um gato que a ensinou a voar: interpretação e pr...
História de uma gaivota e de um gato que a ensinou a voar: interpretação e pr...História de uma gaivota e de um gato que a ensinou a voar: interpretação e pr...
História de uma gaivota e de um gato que a ensinou a voar: interpretação e pr...
A. Simoes
 
O Gato Malhado Teste
O Gato Malhado Teste O Gato Malhado Teste
O Gato Malhado Teste
Cristina Seiça
 
A Aia
A AiaA Aia
A Aia
Vanda Mata
 
PROPOSTA DE CORREÇÃO DO QUESTIONÁRIO gato malhado.pptx
PROPOSTA DE CORREÇÃO DO QUESTIONÁRIO gato malhado.pptxPROPOSTA DE CORREÇÃO DO QUESTIONÁRIO gato malhado.pptx
PROPOSTA DE CORREÇÃO DO QUESTIONÁRIO gato malhado.pptx
Catarina Fernandes
 
A Aia (Simbologia)
A Aia (Simbologia)A Aia (Simbologia)
A Aia (Simbologia)
Maria Monteiro Soares
 
«O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá», de Jorge Amado (1).pptx
«O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá», de Jorge Amado (1).pptx«O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá», de Jorge Amado (1).pptx
«O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá», de Jorge Amado (1).pptx
GiselaAlves15
 
Leandro, Rei da Helíria
Leandro, Rei da HelíriaLeandro, Rei da Helíria
Leandro, Rei da Helíria
António Pires
 
História de uma gaivota e do gato que a essinou a voar
História de uma gaivota e do gato que a essinou a voarHistória de uma gaivota e do gato que a essinou a voar
História de uma gaivota e do gato que a essinou a voar
Biblioteca Escolar Delfim Santos
 
Meu pe de laranja lima ( amanda )
Meu pe de laranja lima ( amanda )Meu pe de laranja lima ( amanda )
Meu pe de laranja lima ( amanda )
amanda pedro
 
Categorias da narrativa
Categorias da narrativaCategorias da narrativa
Categorias da narrativa
Vanda Marques
 
Capitulo primavera inicio
Capitulo primavera inicioCapitulo primavera inicio
Capitulo primavera inicio
Ofélia Franco
 
História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar
História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voarHistória de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar
História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar
Lara Morgado
 
Oracoes subordinadas-ficha-correccao
Oracoes subordinadas-ficha-correccaoOracoes subordinadas-ficha-correccao
Oracoes subordinadas-ficha-correccao
José Monteiro
 
O meu pé de laranja lima
O meu pé de laranja limaO meu pé de laranja lima
O meu pé de laranja lima
Margarida Lobo
 
Teste a aia 2
Teste a aia 2Teste a aia 2
Teste a aia 2
sandramarques8
 
Prova 7_ano
 Prova 7_ano Prova 7_ano
Prova 7_ano
Vera Oliveira
 

Mais procurados (20)

O gato malhado e a andorinha sinhá ana maria e olivia- 8ºe
O gato malhado e a andorinha sinhá   ana maria e olivia- 8ºeO gato malhado e a andorinha sinhá   ana maria e olivia- 8ºe
O gato malhado e a andorinha sinhá ana maria e olivia- 8ºe
 
O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá
O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá  O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá
O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá
 
O gato malhado
O gato malhadoO gato malhado
O gato malhado
 
Fi gato malhado
Fi gato malhadoFi gato malhado
Fi gato malhado
 
História de uma gaivota e de um gato que a ensinou a voar: interpretação e pr...
História de uma gaivota e de um gato que a ensinou a voar: interpretação e pr...História de uma gaivota e de um gato que a ensinou a voar: interpretação e pr...
História de uma gaivota e de um gato que a ensinou a voar: interpretação e pr...
 
O Gato Malhado Teste
O Gato Malhado Teste O Gato Malhado Teste
O Gato Malhado Teste
 
A Aia
A AiaA Aia
A Aia
 
PROPOSTA DE CORREÇÃO DO QUESTIONÁRIO gato malhado.pptx
PROPOSTA DE CORREÇÃO DO QUESTIONÁRIO gato malhado.pptxPROPOSTA DE CORREÇÃO DO QUESTIONÁRIO gato malhado.pptx
PROPOSTA DE CORREÇÃO DO QUESTIONÁRIO gato malhado.pptx
 
A Aia (Simbologia)
A Aia (Simbologia)A Aia (Simbologia)
A Aia (Simbologia)
 
«O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá», de Jorge Amado (1).pptx
«O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá», de Jorge Amado (1).pptx«O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá», de Jorge Amado (1).pptx
«O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá», de Jorge Amado (1).pptx
 
Leandro, Rei da Helíria
Leandro, Rei da HelíriaLeandro, Rei da Helíria
Leandro, Rei da Helíria
 
História de uma gaivota e do gato que a essinou a voar
História de uma gaivota e do gato que a essinou a voarHistória de uma gaivota e do gato que a essinou a voar
História de uma gaivota e do gato que a essinou a voar
 
Meu pe de laranja lima ( amanda )
Meu pe de laranja lima ( amanda )Meu pe de laranja lima ( amanda )
Meu pe de laranja lima ( amanda )
 
Categorias da narrativa
Categorias da narrativaCategorias da narrativa
Categorias da narrativa
 
Capitulo primavera inicio
Capitulo primavera inicioCapitulo primavera inicio
Capitulo primavera inicio
 
História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar
História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voarHistória de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar
História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar
 
Oracoes subordinadas-ficha-correccao
Oracoes subordinadas-ficha-correccaoOracoes subordinadas-ficha-correccao
Oracoes subordinadas-ficha-correccao
 
O meu pé de laranja lima
O meu pé de laranja limaO meu pé de laranja lima
O meu pé de laranja lima
 
Teste a aia 2
Teste a aia 2Teste a aia 2
Teste a aia 2
 
Prova 7_ano
 Prova 7_ano Prova 7_ano
Prova 7_ano
 

Destaque

Chuvas de verão
Chuvas de verãoChuvas de verão
Chuvas de verão
Grupo Espírita Mensageiros
 
O Sr. Ano
O Sr. AnoO Sr. Ano
O Sr. Ano
CJM
 
Adivinha o quanto te amo livro
Adivinha o quanto te amo livroAdivinha o quanto te amo livro
Adivinha o quanto te amo livro
ANA PAULA LOPES
 
As estações do ano
As estações do anoAs estações do ano
As estações do ano
Luís Reguengo
 
Estações do ano
Estações  do anoEstações  do ano
Estações do ano
rafiifranklin
 
O senhor ano e as quatro estações
O senhor ano e as quatro estaçõesO senhor ano e as quatro estações
O senhor ano e as quatro estações
Daniela Simoes
 
As estações do ano
As estações do anoAs estações do ano
As estações do ano
Ana Oliveira
 
Taming the ever-evolving Compliance Beast : Lessons learnt at LinkedIn [Strat...
Taming the ever-evolving Compliance Beast : Lessons learnt at LinkedIn [Strat...Taming the ever-evolving Compliance Beast : Lessons learnt at LinkedIn [Strat...
Taming the ever-evolving Compliance Beast : Lessons learnt at LinkedIn [Strat...
Shirshanka Das
 

Destaque (8)

Chuvas de verão
Chuvas de verãoChuvas de verão
Chuvas de verão
 
O Sr. Ano
O Sr. AnoO Sr. Ano
O Sr. Ano
 
Adivinha o quanto te amo livro
Adivinha o quanto te amo livroAdivinha o quanto te amo livro
Adivinha o quanto te amo livro
 
As estações do ano
As estações do anoAs estações do ano
As estações do ano
 
Estações do ano
Estações  do anoEstações  do ano
Estações do ano
 
O senhor ano e as quatro estações
O senhor ano e as quatro estaçõesO senhor ano e as quatro estações
O senhor ano e as quatro estações
 
As estações do ano
As estações do anoAs estações do ano
As estações do ano
 
Taming the ever-evolving Compliance Beast : Lessons learnt at LinkedIn [Strat...
Taming the ever-evolving Compliance Beast : Lessons learnt at LinkedIn [Strat...Taming the ever-evolving Compliance Beast : Lessons learnt at LinkedIn [Strat...
Taming the ever-evolving Compliance Beast : Lessons learnt at LinkedIn [Strat...
 

Semelhante a O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá - A estação do verão

Jorge Amado
Jorge AmadoJorge Amado
Jorge Amado
Maria Araújo
 
PESQUISA DE LIVROS de Mulheres atuais latinas
PESQUISA DE LIVROS de Mulheres atuais latinasPESQUISA DE LIVROS de Mulheres atuais latinas
PESQUISA DE LIVROS de Mulheres atuais latinas
CaioVitor52
 
Ligia Chiappini Moraes Leite – O Foco Narrativo
Ligia Chiappini Moraes Leite – O Foco NarrativoLigia Chiappini Moraes Leite – O Foco Narrativo
Ligia Chiappini Moraes Leite – O Foco Narrativo
Jessiely Soares
 
Slide 10 livros
Slide   10 livros Slide   10 livros
Slide 10 livros
Rrom Martins
 
Crônicas e contos
Crônicas e contosCrônicas e contos
Crônicas e contos
ProfFernandaBraga
 
Contos-Português
Contos-PortuguêsContos-Português
Contos-Português
sala703
 
Trabalho de Marcus Vinicius Rodrigues dos Reis
Trabalho de Marcus Vinicius Rodrigues dos ReisTrabalho de Marcus Vinicius Rodrigues dos Reis
Trabalho de Marcus Vinicius Rodrigues dos Reis
Marcus Rodrigues
 
3° ano - Contos e crônicas
3° ano - Contos e crônicas3° ano - Contos e crônicas
3° ano - Contos e crônicas
ProfFernandaBraga
 
gato-malhado-sistematizacao-ppt
 gato-malhado-sistematizacao-ppt gato-malhado-sistematizacao-ppt
gato-malhado-sistematizacao-ppt
fatimamendonca64
 
A legião estrangeira
A legião estrangeiraA legião estrangeira
A legião estrangeira
Graziela Cavalheiro
 
Gênero textual narrativo do Ensino Médio: conto
Gênero textual narrativo do Ensino Médio: contoGênero textual narrativo do Ensino Médio: conto
Gênero textual narrativo do Ensino Médio: conto
Eduardo Almeida Falleiros Terçariol
 
o que aprendi sobre contos, organização, estrutura
o que aprendi sobre contos, organização, estruturao que aprendi sobre contos, organização, estrutura
o que aprendi sobre contos, organização, estrutura
ssuser784e30
 
Representacao mulher contos
Representacao mulher contosRepresentacao mulher contos
Representacao mulher contos
Jéssica Santos
 
Esperando Beckett Ou Chão de Giz...
Esperando Beckett  Ou Chão de Giz...Esperando Beckett  Ou Chão de Giz...
Esperando Beckett Ou Chão de Giz...
Muca Velasco
 
Projeto de leitura - proeti -
Projeto de leitura  - proeti -Projeto de leitura  - proeti -
Projeto de leitura - proeti -
Josiane Amaral
 
Gêneros textuais fábula, tira, História em Quadrinhos (HQ), textos expositivo...
Gêneros textuais fábula, tira, História em Quadrinhos (HQ), textos expositivo...Gêneros textuais fábula, tira, História em Quadrinhos (HQ), textos expositivo...
Gêneros textuais fábula, tira, História em Quadrinhos (HQ), textos expositivo...
Colgiopice
 
Diários de Leitura e Resenhas. Kanavillil Rajagopalan. Machado de Assis.
Diários de Leitura e Resenhas. Kanavillil Rajagopalan. Machado de Assis.Diários de Leitura e Resenhas. Kanavillil Rajagopalan. Machado de Assis.
Diários de Leitura e Resenhas. Kanavillil Rajagopalan. Machado de Assis.
Raira Moura
 
O cotidiano peculiar, por taisa silveira
O cotidiano peculiar, por taisa silveiraO cotidiano peculiar, por taisa silveira
O cotidiano peculiar, por taisa silveira
gabriellealano
 
Oficina 03
Oficina 03Oficina 03
Oficina 03
Ananete Oliveira
 
Sequência Didática - "Avestruz"
Sequência Didática - "Avestruz" Sequência Didática - "Avestruz"
Sequência Didática - "Avestruz"
Cristina Oliveira
 

Semelhante a O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá - A estação do verão (20)

Jorge Amado
Jorge AmadoJorge Amado
Jorge Amado
 
PESQUISA DE LIVROS de Mulheres atuais latinas
PESQUISA DE LIVROS de Mulheres atuais latinasPESQUISA DE LIVROS de Mulheres atuais latinas
PESQUISA DE LIVROS de Mulheres atuais latinas
 
Ligia Chiappini Moraes Leite – O Foco Narrativo
Ligia Chiappini Moraes Leite – O Foco NarrativoLigia Chiappini Moraes Leite – O Foco Narrativo
Ligia Chiappini Moraes Leite – O Foco Narrativo
 
Slide 10 livros
Slide   10 livros Slide   10 livros
Slide 10 livros
 
Crônicas e contos
Crônicas e contosCrônicas e contos
Crônicas e contos
 
Contos-Português
Contos-PortuguêsContos-Português
Contos-Português
 
Trabalho de Marcus Vinicius Rodrigues dos Reis
Trabalho de Marcus Vinicius Rodrigues dos ReisTrabalho de Marcus Vinicius Rodrigues dos Reis
Trabalho de Marcus Vinicius Rodrigues dos Reis
 
3° ano - Contos e crônicas
3° ano - Contos e crônicas3° ano - Contos e crônicas
3° ano - Contos e crônicas
 
gato-malhado-sistematizacao-ppt
 gato-malhado-sistematizacao-ppt gato-malhado-sistematizacao-ppt
gato-malhado-sistematizacao-ppt
 
A legião estrangeira
A legião estrangeiraA legião estrangeira
A legião estrangeira
 
Gênero textual narrativo do Ensino Médio: conto
Gênero textual narrativo do Ensino Médio: contoGênero textual narrativo do Ensino Médio: conto
Gênero textual narrativo do Ensino Médio: conto
 
o que aprendi sobre contos, organização, estrutura
o que aprendi sobre contos, organização, estruturao que aprendi sobre contos, organização, estrutura
o que aprendi sobre contos, organização, estrutura
 
Representacao mulher contos
Representacao mulher contosRepresentacao mulher contos
Representacao mulher contos
 
Esperando Beckett Ou Chão de Giz...
Esperando Beckett  Ou Chão de Giz...Esperando Beckett  Ou Chão de Giz...
Esperando Beckett Ou Chão de Giz...
 
Projeto de leitura - proeti -
Projeto de leitura  - proeti -Projeto de leitura  - proeti -
Projeto de leitura - proeti -
 
Gêneros textuais fábula, tira, História em Quadrinhos (HQ), textos expositivo...
Gêneros textuais fábula, tira, História em Quadrinhos (HQ), textos expositivo...Gêneros textuais fábula, tira, História em Quadrinhos (HQ), textos expositivo...
Gêneros textuais fábula, tira, História em Quadrinhos (HQ), textos expositivo...
 
Diários de Leitura e Resenhas. Kanavillil Rajagopalan. Machado de Assis.
Diários de Leitura e Resenhas. Kanavillil Rajagopalan. Machado de Assis.Diários de Leitura e Resenhas. Kanavillil Rajagopalan. Machado de Assis.
Diários de Leitura e Resenhas. Kanavillil Rajagopalan. Machado de Assis.
 
O cotidiano peculiar, por taisa silveira
O cotidiano peculiar, por taisa silveiraO cotidiano peculiar, por taisa silveira
O cotidiano peculiar, por taisa silveira
 
Oficina 03
Oficina 03Oficina 03
Oficina 03
 
Sequência Didática - "Avestruz"
Sequência Didática - "Avestruz" Sequência Didática - "Avestruz"
Sequência Didática - "Avestruz"
 

Último

Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
CamilaSouza544051
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptxA Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
tamirissousa11
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
Sandra Pratas
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 

Último (20)

Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptxA Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
 

O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá - A estação do verão

  • 1. A ESTAÇÃO DO VERÃO O GATO MALHADO E A ANDORINHA SINHÁ Português - 8.º Ano Prof.ª Margarida Santos
  • 2. “Este é um capítulo curto, porque o verão passou muito depressa…” • O narrador explica que a Felicidade é muito curta, por isso o verão passou depressa para a Andorinha e para o Gato, cuja relação se prolongou em passeios, em longas conversas, em olhares e alguns arrufos. TEMPO PSICOLÓGICO tempo que não é material nem mensurável, flui na mente das personagens. A personagem pode ter passado por situações que pareceram extremamente longas, mas que, na realidade, duraram apenas alguns minutos. Ou então, como no caso desta estação do verão, o tempo em que estiveram juntos passou num instante, tal era a felicidade que experienciavam. .
  • 3. “(…) por vezes a Andorinha encontrava o Gato abatido, de bigodes murchos e olhos ainda mais pardos.” • O Gato tinha ciúmes do Rouxinol, com quem Sinhá tinha saído e com quem tinha aulas de canto. Um dia a aula prolongou-se mais do que o habitual e o gato entristeceu. • Precipita-se então a PROPOSTA: “Se eu não fosse um gato, te pediria para casares comigo…” DESAFIO À LEI DOS ANIMAIS
  • 4. “A Andorinha ficou calada, num silêncio de noite profunda.” • A Andorinha sentiu medo. No entanto, a sua ternura fê-la aproximar-se do gato Malhado, tocando-o ao de leve com a asa esquerda. • O Gato sentiu, de perto o pequeno coração da jovem Sinhá. Depois, esta voou, olhando-o de longe: “Era o último dia de verão.”
  • 5. EXERCÍCIOS 1. “Encheram-no com passeios vagabundos…”. Explicita o valor expressivo do adjetivo. O adjetivo “vagabundos” exprime a ideia de que passeavam sem rumo, sem nenhum objetivo que não fosse o de estarem juntos. 2. Qual a frase do texto que contém em si a base do conflito em que assenta esta obra? “Os gatos são inimigos irreconciliáveis das Andorinhas”. 3. Que tipo de preconceito pretende o narrador denunciar? O narrador pretende denunciar o preconceito racial.
  • 6. EXERCÍCIOS 4. No último parágrafo, qual a palavra ou expressão que revela o sentimento da Andorinha? “ .. podia ouvir os latidos do pequeno coração da Andorinha Sinhá.” 5. Qual o sentido da última frase do texto? É ele otimista ou pessimista? Justifica. A frase constitui um indício de que a sua história de amor terá um final infeliz. É pessimista. 6. Retira do último parágrafo todos os determinantes e pronomes que nele encontrares. o, a, os tocou-o, ele, ela, o olhou
  • 7. EXERCÍCIOS 7. Procede à análise sintática da frase: “A Andorinha não compreendia a atitude do Gato Malhado, aquelas súbitas tristezas que se prolongavam em silêncios difíceis.” Sujeito simples: A Andorinha Predicado: não compreendia a atitude do Gato Malhado, aquelas súbitas tristezas C.D.: a atitude do gato Malhado; aquelas súbitas tristezas Modificador restritivo do nome: que se prolongavam em tempos difíceis
  • 8. EXERCÍCIOS 8. Divide a mesma frase em orações, classificando-as. “A Andorinha não compreendia a atitude do Gato Malhado, aquelas súbitas tristezas que se prolongavam em silêncios difíceis.” Oração subordinante: A Andorinha não compreendia a atitude do Gato Malhado, aquelas súbitas tristezas Oração subordinada relativa restritiva: que se prolongavam em silêncios difíceis
  • 10. “É o fim do mundo, os tempos são outros, perdeu-se o respeito a todas as leis.” • Este é um dos capítulos mais curiosos do livro, na medida em que nos revela um narrador profundamente conhecedor da sociedade humana. • CAPÍTULO DE CARIZ SOCIAL: mesmo sem tecer outros comentários que não sejam os das personagens em ação (murmurações), o narrador apresenta subtilmente aquela que é a sua posição face à discriminação. Em matéria de vida social, a especulação e o boato são prejudiciais e perigosos. O leitor fica alertado para o futuro da história de amor que só poderá ter uma conclusão: a única dentro das regras e das leis da natureza.
  • 11. “Onde já se viu, onde já se viu?” • A família sente-se pressionada pela sociedade. Ela é a instituição que deve zelar pelo cumprimento da ordem e da disciplina, encontrando a solução eficaz contra a degradação dos costumes. • Não importam os sentimentos da Andorinha nem a sua vontade. O casamento será realizado com um noivo escolhido pelos pais, da mesma raça, que não os envergonhe nem ridicularize. Grande cumplicidade entre os VALORES SOCIAIS e os VALORES RELIGIOSOS. Os princípios estruturadores de uns são os suportes ideológicos dos outros.
  • 12. “Pombo com pomba, pato com pata, cão com cadela e gato com gata.” • As vozes que murmuram são elementos de hipocrisia e fraca cultura democrática pois, em nome dos bons costumes sociais e morais, pretendem ser controladores dos comportamentos. SERÃO ESTAS VOZES MAIS FORTES DO QUE O AMOR? AGORA QUE O VERÃO TERMINOU E O OUTONO SE APROXIMA…
  • 13. “Eu não acredito, eu não acredito.” “Onde já se viu, onde já se viu?!” “Pobre Andorinha…” “Padre nosso que estais no céu…” “É perigoso, imoral e feio!” “É pecado mortal!”