SlideShare uma empresa Scribd logo
Governo Federal orienta
gestores a observarem preço
máximo de referência nas licitações
Palavras-chaves: licitação, contratação pública,
preço de referência, compras públicas,
pesquisa de mercado, compras governamentais.
www.jacoby.pro.br
No processo de compras governamentais, é dever da Administração
Pública realizar uma pesquisa de mercado a fim de estabelecer uma estimativa de
preços para os produtos que serão adquiridos durante o procedimento licitatório.
Essa estimativa de preços, por sua vez, pode gerar o que se conhece como preço
referência, valor estabelecido pela Administração Pública para a compra de
determinado produto. Por meio dele, fixa-se um valor específico no edital de
licitação para a compra daquele produto. Se utilizado o preço de referência, não há
margem para faixas de variação de valores.
A Lei nº 8.666/1993 dispõe:
Art. 40. O edital conterá no preâmbulo o número de ordem em série
anual, o nome da repartição interessada e de seu setor, a modalidade, o regime de
execução e o tipo da licitação, a menção de que será regida por esta Lei, o local, dia
e hora para recebimento da documentação e proposta, bem como para início da
abertura dos envelopes, e indicará, obrigatoriamente, o seguinte:
[...]
X – o critério de aceitabilidade dos preços unitário e global, conforme o caso,
permitida a fixação de preços máximos e vedados a fixação de preços mínimos,
critérios estatísticos ou faixas de variação em relação a preços de referência,
ressalvado o disposto nos parágrafos 1º e 2º do art. 48;
O Tribunal de Contas da União – TCU, em acórdão publicado em 2016,
determinou a ente paraestatal:
[...] a inclusão, em editais de concorrência, de dispositivo que admite a apresentação de
propostas de preços com valor superior ao estimado para o objeto licitado está em
desacordo com o consignado no art. 40, inciso X, da Lei 8.666/93 a qual veda a fixação de
faixas de variação em relação a preços de referência, desatendendo inclusive
entendimento deste Tributal [sic] acerca de critérios de aceitabilidade de preços.
O TCU recentemente voltou ao tema no Acórdão nº 1.455/2018, fixando o seguinte:
9.7.1. os proponentes, licitantes e contratados devem respeitar os preços máximos
estabelecidos nas normas de regência de contratações públicas federais, a exemplo do
Decreto nº 7.983, de 8 de abril de 2013, quando participarem de licitações públicas;
9.7.2. o descumprimento das regras supramencionadas pela Administração por parte dos
contratados pode ensejar a fiscalização do Tribunal de Contas da União e, após o devido processo
legal, gerar as seguintes consequências: assinatura de prazo para a adoção das medidas necessárias
ao exato cumprimento da lei, nos termos do art. 71, inciso IX, da Constituição; ou condenação dos
agentes públicos responsáveis e da empresa contratada ao pagamento dos prejuízos ao erário, caso
verificada a ocorrência de superfaturamento por sobrepreço na execução do contrato.
Diante da decisão, a Secretaria de Gestão do Ministério do Planejamento, por meio do Portal de
Compras do Governo Federal, expediu orientação4 para que todos os órgãos do Sistema de Serviços
Gerais – SISG observem o comando do TCU no momento da elaboração dos termos de convênios,
editais e contratos custeados com recursos federais. As informações estabelecidas nos acórdãos
devem ser incluídas nos instrumentos contratuais.
Fontes: BRASIL. Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993. Regulamenta o art. 37, inciso XXI, da Constituição Federal, institui normas para licitações e
contratos da Administração Pública e dá outras providências. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 22 jun. 1993. TCU. Processo
nº TC-046.681/2012-4. Acórdão nº 7.483/2016 – 2ª Câmara. Relator: ministro Raimundo Carreiro. TCU. Processo nº 002.559/2016-1. Acórdão nº
1.455/2018 – Plenário. Relator: ministro Benjamin Zymler. Acórdão 1455/2018: editais e contratos devem conter informações relativas aos preços
máximos estabelecidos nas normas de regência de contratações públicas federais. Portal de Compras do Governo Federal. Disponível em:
<https://www.comprasgovernamentais.gov.br/index.php/noticias/982-acordao1455-noticia>.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a O edital deve estabelecer preço máximo para a licitação?

Parecer Pedido de Carona
Parecer Pedido de CaronaParecer Pedido de Carona
Parecer Pedido de Carona
chrystianlima
 
Pirapama
PirapamaPirapama
Pirapama
Jamildo Melo
 
EFICIÊNCIA NAS CONTRATAÇÕES PÚBLICAS
EFICIÊNCIA NAS CONTRATAÇÕES PÚBLICASEFICIÊNCIA NAS CONTRATAÇÕES PÚBLICAS
EFICIÊNCIA NAS CONTRATAÇÕES PÚBLICAS
Alveni Lisboa
 
Decreto 3555
Decreto 3555Decreto 3555
Decreto 3555
ZannyRj
 
Slides Formação de Preços - Eduardo Guimaraes.pptx
Slides Formação de Preços - Eduardo Guimaraes.pptxSlides Formação de Preços - Eduardo Guimaraes.pptx
Slides Formação de Preços - Eduardo Guimaraes.pptx
Mario Marcelo
 
Apostila da lei nº 8666 93 comentada
Apostila da lei nº 8666 93 comentadaApostila da lei nº 8666 93 comentada
Apostila da lei nº 8666 93 comentada
Calebe Oliveira
 
IBMAP - Sistema de Registro de Preços
IBMAP - Sistema de Registro de PreçosIBMAP - Sistema de Registro de Preços
Lei 10520 anotada com prejulgados do TCE/SC
Lei 10520 anotada com prejulgados do TCE/SCLei 10520 anotada com prejulgados do TCE/SC
Lei 10520 anotada com prejulgados do TCE/SC
sandroluiznunes
 
Como fornecer produtos e serviços para a prefeitura de São Pedro
Como fornecer produtos e serviços para a prefeitura de São PedroComo fornecer produtos e serviços para a prefeitura de São Pedro
Como fornecer produtos e serviços para a prefeitura de São Pedro
Officina Digital
 
Serviços de publicidade
Serviços de publicidadeServiços de publicidade
Serviços de publicidade
fabiobs
 
1 Curso Gabriel O Pregao Presencial e Eletronico.pdf
1 Curso Gabriel O Pregao Presencial e Eletronico.pdf1 Curso Gabriel O Pregao Presencial e Eletronico.pdf
1 Curso Gabriel O Pregao Presencial e Eletronico.pdf
SimoneHelenDrumond
 
360884186 recomendacao-rodeio-efapi-06-2017-00006039-8
360884186 recomendacao-rodeio-efapi-06-2017-00006039-8360884186 recomendacao-rodeio-efapi-06-2017-00006039-8
360884186 recomendacao-rodeio-efapi-06-2017-00006039-8
Ministério Público de Santa Catarina
 
Trabalho do carlao licitação
Trabalho do carlao   licitaçãoTrabalho do carlao   licitação
Trabalho do carlao licitação
JOANA OVIEDO
 
Edital e Anexos do Processo 09/2016 – Pregão Eletrônico 01/2016
Edital e Anexos do Processo 09/2016 – Pregão Eletrônico 01/2016Edital e Anexos do Processo 09/2016 – Pregão Eletrônico 01/2016
Edital e Anexos do Processo 09/2016 – Pregão Eletrônico 01/2016
Maria Julia Medeiros
 
Lei 8666-licitações e contratos da Administração Pública
Lei 8666-licitações e contratos da Administração Pública Lei 8666-licitações e contratos da Administração Pública
Lei 8666-licitações e contratos da Administração Pública
EDILENE CABRAL
 
Regime Licitatório Diferenciado de Contratação e Transparência
Regime  Licitatório  Diferenciado de  Contratação e TransparênciaRegime  Licitatório  Diferenciado de  Contratação e Transparência
Regime Licitatório Diferenciado de Contratação e Transparência
Editora Fórum
 
Regime Diferenciado de Contratações Públicas
Regime Diferenciado de Contratações PúblicasRegime Diferenciado de Contratações Públicas
Regime Diferenciado de Contratações Públicas
Vinicius Marins
 
AULA_01_-_CURSO_DE_GESTAO_E_FISCALIZAÇAO_DE_CONTRATO_novo_1 (1).pdf
AULA_01_-_CURSO_DE_GESTAO_E_FISCALIZAÇAO_DE_CONTRATO_novo_1 (1).pdfAULA_01_-_CURSO_DE_GESTAO_E_FISCALIZAÇAO_DE_CONTRATO_novo_1 (1).pdf
AULA_01_-_CURSO_DE_GESTAO_E_FISCALIZAÇAO_DE_CONTRATO_novo_1 (1).pdf
ElisangelaAmaralAndr
 
Mapas e links de dir adminostrativo
Mapas e links de dir adminostrativoMapas e links de dir adminostrativo
Mapas e links de dir adminostrativo
Marcos Rogerio Ribeiro
 
Recurso criola
Recurso criolaRecurso criola
Recurso criola
criolapropaganda
 

Semelhante a O edital deve estabelecer preço máximo para a licitação? (20)

Parecer Pedido de Carona
Parecer Pedido de CaronaParecer Pedido de Carona
Parecer Pedido de Carona
 
Pirapama
PirapamaPirapama
Pirapama
 
EFICIÊNCIA NAS CONTRATAÇÕES PÚBLICAS
EFICIÊNCIA NAS CONTRATAÇÕES PÚBLICASEFICIÊNCIA NAS CONTRATAÇÕES PÚBLICAS
EFICIÊNCIA NAS CONTRATAÇÕES PÚBLICAS
 
Decreto 3555
Decreto 3555Decreto 3555
Decreto 3555
 
Slides Formação de Preços - Eduardo Guimaraes.pptx
Slides Formação de Preços - Eduardo Guimaraes.pptxSlides Formação de Preços - Eduardo Guimaraes.pptx
Slides Formação de Preços - Eduardo Guimaraes.pptx
 
Apostila da lei nº 8666 93 comentada
Apostila da lei nº 8666 93 comentadaApostila da lei nº 8666 93 comentada
Apostila da lei nº 8666 93 comentada
 
IBMAP - Sistema de Registro de Preços
IBMAP - Sistema de Registro de PreçosIBMAP - Sistema de Registro de Preços
IBMAP - Sistema de Registro de Preços
 
Lei 10520 anotada com prejulgados do TCE/SC
Lei 10520 anotada com prejulgados do TCE/SCLei 10520 anotada com prejulgados do TCE/SC
Lei 10520 anotada com prejulgados do TCE/SC
 
Como fornecer produtos e serviços para a prefeitura de São Pedro
Como fornecer produtos e serviços para a prefeitura de São PedroComo fornecer produtos e serviços para a prefeitura de São Pedro
Como fornecer produtos e serviços para a prefeitura de São Pedro
 
Serviços de publicidade
Serviços de publicidadeServiços de publicidade
Serviços de publicidade
 
1 Curso Gabriel O Pregao Presencial e Eletronico.pdf
1 Curso Gabriel O Pregao Presencial e Eletronico.pdf1 Curso Gabriel O Pregao Presencial e Eletronico.pdf
1 Curso Gabriel O Pregao Presencial e Eletronico.pdf
 
360884186 recomendacao-rodeio-efapi-06-2017-00006039-8
360884186 recomendacao-rodeio-efapi-06-2017-00006039-8360884186 recomendacao-rodeio-efapi-06-2017-00006039-8
360884186 recomendacao-rodeio-efapi-06-2017-00006039-8
 
Trabalho do carlao licitação
Trabalho do carlao   licitaçãoTrabalho do carlao   licitação
Trabalho do carlao licitação
 
Edital e Anexos do Processo 09/2016 – Pregão Eletrônico 01/2016
Edital e Anexos do Processo 09/2016 – Pregão Eletrônico 01/2016Edital e Anexos do Processo 09/2016 – Pregão Eletrônico 01/2016
Edital e Anexos do Processo 09/2016 – Pregão Eletrônico 01/2016
 
Lei 8666-licitações e contratos da Administração Pública
Lei 8666-licitações e contratos da Administração Pública Lei 8666-licitações e contratos da Administração Pública
Lei 8666-licitações e contratos da Administração Pública
 
Regime Licitatório Diferenciado de Contratação e Transparência
Regime  Licitatório  Diferenciado de  Contratação e TransparênciaRegime  Licitatório  Diferenciado de  Contratação e Transparência
Regime Licitatório Diferenciado de Contratação e Transparência
 
Regime Diferenciado de Contratações Públicas
Regime Diferenciado de Contratações PúblicasRegime Diferenciado de Contratações Públicas
Regime Diferenciado de Contratações Públicas
 
AULA_01_-_CURSO_DE_GESTAO_E_FISCALIZAÇAO_DE_CONTRATO_novo_1 (1).pdf
AULA_01_-_CURSO_DE_GESTAO_E_FISCALIZAÇAO_DE_CONTRATO_novo_1 (1).pdfAULA_01_-_CURSO_DE_GESTAO_E_FISCALIZAÇAO_DE_CONTRATO_novo_1 (1).pdf
AULA_01_-_CURSO_DE_GESTAO_E_FISCALIZAÇAO_DE_CONTRATO_novo_1 (1).pdf
 
Mapas e links de dir adminostrativo
Mapas e links de dir adminostrativoMapas e links de dir adminostrativo
Mapas e links de dir adminostrativo
 
Recurso criola
Recurso criolaRecurso criola
Recurso criola
 

Mais de Alveni Lisboa

Desenvolvimento de Software
Desenvolvimento de SoftwareDesenvolvimento de Software
Desenvolvimento de Software
Alveni Lisboa
 
Alterações consensuais nos contratos administrativos e os limites do TCU
Alterações consensuais nos contratos administrativos e os limites do TCUAlterações consensuais nos contratos administrativos e os limites do TCU
Alterações consensuais nos contratos administrativos e os limites do TCU
Alveni Lisboa
 
Slides lei-anticorrupcao-ministerio-da-economia
Slides lei-anticorrupcao-ministerio-da-economiaSlides lei-anticorrupcao-ministerio-da-economia
Slides lei-anticorrupcao-ministerio-da-economia
Alveni Lisboa
 
Slides - Modernização do Controle Interno
Slides - Modernização do Controle InternoSlides - Modernização do Controle Interno
Slides - Modernização do Controle Interno
Alveni Lisboa
 
Plano Anual de Contratações
Plano Anual de ContrataçõesPlano Anual de Contratações
Plano Anual de Contratações
Alveni Lisboa
 
Carta de exclusividade - Inexibilidade de licitação
Carta de exclusividade - Inexibilidade de licitaçãoCarta de exclusividade - Inexibilidade de licitação
Carta de exclusividade - Inexibilidade de licitação
Alveni Lisboa
 
IRPF incidente no contrato deve integrar receita municipal?
IRPF incidente no contrato deve integrar receita municipal?IRPF incidente no contrato deve integrar receita municipal?
IRPF incidente no contrato deve integrar receita municipal?
Alveni Lisboa
 
Portaria AGU - Precatorios
Portaria AGU - PrecatoriosPortaria AGU - Precatorios
Portaria AGU - Precatorios
Alveni Lisboa
 
Simples Nacional - Desburocratização para o pequeno empresário
Simples Nacional  - Desburocratização para o pequeno empresárioSimples Nacional  - Desburocratização para o pequeno empresário
Simples Nacional - Desburocratização para o pequeno empresário
Alveni Lisboa
 
O edital deve estabelecer preço máximo para a licitação?
O edital deve estabelecer preço máximo para a licitação?O edital deve estabelecer preço máximo para a licitação?
O edital deve estabelecer preço máximo para a licitação?
Alveni Lisboa
 
Pregão com apenas uma empresa interessada presente?
Pregão com apenas uma empresa interessada presente?Pregão com apenas uma empresa interessada presente?
Pregão com apenas uma empresa interessada presente?
Alveni Lisboa
 
Sigilo da proposta no Pregão
Sigilo da proposta no PregãoSigilo da proposta no Pregão
Sigilo da proposta no Pregão
Alveni Lisboa
 
Novas regras para distribuição de processos no TCU
Novas regras para distribuição de processos no TCUNovas regras para distribuição de processos no TCU
Novas regras para distribuição de processos no TCU
Alveni Lisboa
 
TCU admite dispensa de contrato para aquisições com entrega imediata
TCU admite dispensa de contrato para aquisições com entrega imediataTCU admite dispensa de contrato para aquisições com entrega imediata
TCU admite dispensa de contrato para aquisições com entrega imediata
Alveni Lisboa
 
Empréstimos a entes federados e submissão à Lei de Responsabilidade Fiscal
Empréstimos a entes federados e submissão à Lei de Responsabilidade FiscalEmpréstimos a entes federados e submissão à Lei de Responsabilidade Fiscal
Empréstimos a entes federados e submissão à Lei de Responsabilidade Fiscal
Alveni Lisboa
 
Parcelamento e aquisição por preço global de grupo de itens
Parcelamento e aquisição por preço global de grupo de itensParcelamento e aquisição por preço global de grupo de itens
Parcelamento e aquisição por preço global de grupo de itens
Alveni Lisboa
 
Plano Anual de Contratações – Instrumento de gestão
Plano Anual de Contratações – Instrumento de gestãoPlano Anual de Contratações – Instrumento de gestão
Plano Anual de Contratações – Instrumento de gestão
Alveni Lisboa
 
TCU pode ou não determinar o bloqueio de bens?
TCU pode ou não determinar o bloqueio de bens?TCU pode ou não determinar o bloqueio de bens?
TCU pode ou não determinar o bloqueio de bens?
Alveni Lisboa
 
O governo pode comprar exclusivamente produtos de agricultura familiar?
O governo pode comprar exclusivamente produtos de agricultura familiar?O governo pode comprar exclusivamente produtos de agricultura familiar?
O governo pode comprar exclusivamente produtos de agricultura familiar?
Alveni Lisboa
 
Utilização de prova emprestada nas ações nos tribunais de contas
Utilização de prova emprestada nas ações nos tribunais de contasUtilização de prova emprestada nas ações nos tribunais de contas
Utilização de prova emprestada nas ações nos tribunais de contas
Alveni Lisboa
 

Mais de Alveni Lisboa (20)

Desenvolvimento de Software
Desenvolvimento de SoftwareDesenvolvimento de Software
Desenvolvimento de Software
 
Alterações consensuais nos contratos administrativos e os limites do TCU
Alterações consensuais nos contratos administrativos e os limites do TCUAlterações consensuais nos contratos administrativos e os limites do TCU
Alterações consensuais nos contratos administrativos e os limites do TCU
 
Slides lei-anticorrupcao-ministerio-da-economia
Slides lei-anticorrupcao-ministerio-da-economiaSlides lei-anticorrupcao-ministerio-da-economia
Slides lei-anticorrupcao-ministerio-da-economia
 
Slides - Modernização do Controle Interno
Slides - Modernização do Controle InternoSlides - Modernização do Controle Interno
Slides - Modernização do Controle Interno
 
Plano Anual de Contratações
Plano Anual de ContrataçõesPlano Anual de Contratações
Plano Anual de Contratações
 
Carta de exclusividade - Inexibilidade de licitação
Carta de exclusividade - Inexibilidade de licitaçãoCarta de exclusividade - Inexibilidade de licitação
Carta de exclusividade - Inexibilidade de licitação
 
IRPF incidente no contrato deve integrar receita municipal?
IRPF incidente no contrato deve integrar receita municipal?IRPF incidente no contrato deve integrar receita municipal?
IRPF incidente no contrato deve integrar receita municipal?
 
Portaria AGU - Precatorios
Portaria AGU - PrecatoriosPortaria AGU - Precatorios
Portaria AGU - Precatorios
 
Simples Nacional - Desburocratização para o pequeno empresário
Simples Nacional  - Desburocratização para o pequeno empresárioSimples Nacional  - Desburocratização para o pequeno empresário
Simples Nacional - Desburocratização para o pequeno empresário
 
O edital deve estabelecer preço máximo para a licitação?
O edital deve estabelecer preço máximo para a licitação?O edital deve estabelecer preço máximo para a licitação?
O edital deve estabelecer preço máximo para a licitação?
 
Pregão com apenas uma empresa interessada presente?
Pregão com apenas uma empresa interessada presente?Pregão com apenas uma empresa interessada presente?
Pregão com apenas uma empresa interessada presente?
 
Sigilo da proposta no Pregão
Sigilo da proposta no PregãoSigilo da proposta no Pregão
Sigilo da proposta no Pregão
 
Novas regras para distribuição de processos no TCU
Novas regras para distribuição de processos no TCUNovas regras para distribuição de processos no TCU
Novas regras para distribuição de processos no TCU
 
TCU admite dispensa de contrato para aquisições com entrega imediata
TCU admite dispensa de contrato para aquisições com entrega imediataTCU admite dispensa de contrato para aquisições com entrega imediata
TCU admite dispensa de contrato para aquisições com entrega imediata
 
Empréstimos a entes federados e submissão à Lei de Responsabilidade Fiscal
Empréstimos a entes federados e submissão à Lei de Responsabilidade FiscalEmpréstimos a entes federados e submissão à Lei de Responsabilidade Fiscal
Empréstimos a entes federados e submissão à Lei de Responsabilidade Fiscal
 
Parcelamento e aquisição por preço global de grupo de itens
Parcelamento e aquisição por preço global de grupo de itensParcelamento e aquisição por preço global de grupo de itens
Parcelamento e aquisição por preço global de grupo de itens
 
Plano Anual de Contratações – Instrumento de gestão
Plano Anual de Contratações – Instrumento de gestãoPlano Anual de Contratações – Instrumento de gestão
Plano Anual de Contratações – Instrumento de gestão
 
TCU pode ou não determinar o bloqueio de bens?
TCU pode ou não determinar o bloqueio de bens?TCU pode ou não determinar o bloqueio de bens?
TCU pode ou não determinar o bloqueio de bens?
 
O governo pode comprar exclusivamente produtos de agricultura familiar?
O governo pode comprar exclusivamente produtos de agricultura familiar?O governo pode comprar exclusivamente produtos de agricultura familiar?
O governo pode comprar exclusivamente produtos de agricultura familiar?
 
Utilização de prova emprestada nas ações nos tribunais de contas
Utilização de prova emprestada nas ações nos tribunais de contasUtilização de prova emprestada nas ações nos tribunais de contas
Utilização de prova emprestada nas ações nos tribunais de contas
 

O edital deve estabelecer preço máximo para a licitação?

  • 1. Governo Federal orienta gestores a observarem preço máximo de referência nas licitações Palavras-chaves: licitação, contratação pública, preço de referência, compras públicas, pesquisa de mercado, compras governamentais. www.jacoby.pro.br
  • 2. No processo de compras governamentais, é dever da Administração Pública realizar uma pesquisa de mercado a fim de estabelecer uma estimativa de preços para os produtos que serão adquiridos durante o procedimento licitatório. Essa estimativa de preços, por sua vez, pode gerar o que se conhece como preço referência, valor estabelecido pela Administração Pública para a compra de determinado produto. Por meio dele, fixa-se um valor específico no edital de licitação para a compra daquele produto. Se utilizado o preço de referência, não há margem para faixas de variação de valores. A Lei nº 8.666/1993 dispõe:
  • 3. Art. 40. O edital conterá no preâmbulo o número de ordem em série anual, o nome da repartição interessada e de seu setor, a modalidade, o regime de execução e o tipo da licitação, a menção de que será regida por esta Lei, o local, dia e hora para recebimento da documentação e proposta, bem como para início da abertura dos envelopes, e indicará, obrigatoriamente, o seguinte: [...] X – o critério de aceitabilidade dos preços unitário e global, conforme o caso, permitida a fixação de preços máximos e vedados a fixação de preços mínimos, critérios estatísticos ou faixas de variação em relação a preços de referência, ressalvado o disposto nos parágrafos 1º e 2º do art. 48;
  • 4. O Tribunal de Contas da União – TCU, em acórdão publicado em 2016, determinou a ente paraestatal: [...] a inclusão, em editais de concorrência, de dispositivo que admite a apresentação de propostas de preços com valor superior ao estimado para o objeto licitado está em desacordo com o consignado no art. 40, inciso X, da Lei 8.666/93 a qual veda a fixação de faixas de variação em relação a preços de referência, desatendendo inclusive entendimento deste Tributal [sic] acerca de critérios de aceitabilidade de preços. O TCU recentemente voltou ao tema no Acórdão nº 1.455/2018, fixando o seguinte: 9.7.1. os proponentes, licitantes e contratados devem respeitar os preços máximos estabelecidos nas normas de regência de contratações públicas federais, a exemplo do Decreto nº 7.983, de 8 de abril de 2013, quando participarem de licitações públicas;
  • 5. 9.7.2. o descumprimento das regras supramencionadas pela Administração por parte dos contratados pode ensejar a fiscalização do Tribunal de Contas da União e, após o devido processo legal, gerar as seguintes consequências: assinatura de prazo para a adoção das medidas necessárias ao exato cumprimento da lei, nos termos do art. 71, inciso IX, da Constituição; ou condenação dos agentes públicos responsáveis e da empresa contratada ao pagamento dos prejuízos ao erário, caso verificada a ocorrência de superfaturamento por sobrepreço na execução do contrato. Diante da decisão, a Secretaria de Gestão do Ministério do Planejamento, por meio do Portal de Compras do Governo Federal, expediu orientação4 para que todos os órgãos do Sistema de Serviços Gerais – SISG observem o comando do TCU no momento da elaboração dos termos de convênios, editais e contratos custeados com recursos federais. As informações estabelecidas nos acórdãos devem ser incluídas nos instrumentos contratuais. Fontes: BRASIL. Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993. Regulamenta o art. 37, inciso XXI, da Constituição Federal, institui normas para licitações e contratos da Administração Pública e dá outras providências. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 22 jun. 1993. TCU. Processo nº TC-046.681/2012-4. Acórdão nº 7.483/2016 – 2ª Câmara. Relator: ministro Raimundo Carreiro. TCU. Processo nº 002.559/2016-1. Acórdão nº 1.455/2018 – Plenário. Relator: ministro Benjamin Zymler. Acórdão 1455/2018: editais e contratos devem conter informações relativas aos preços máximos estabelecidos nas normas de regência de contratações públicas federais. Portal de Compras do Governo Federal. Disponível em: <https://www.comprasgovernamentais.gov.br/index.php/noticias/982-acordao1455-noticia>.