SlideShare uma empresa Scribd logo
Dias de Reuniões
Domingo às 9h00min    e às 18h30min
    Quarta Feira às   19h30min
    Quinta Feira às   15h00min
    Sexta Feira às    19h30min
IBNE
O Diálogo Um Bom
          Remédio

Pv.   11.    14.   Não
havendo          sábios
conselhos, o povo cai,
mas na multidão de
conselhos            há
segurança.
 Pv. 15. 22. Quando
 não há conselhos os
 planos se dispersam,
 mas havendo muitos
 conselheiros eles se
 firmam.
l ta             ç ã
    a e
   F d            a
                c
                i
              n
             u o
       o   m
   C
     A Incapacidade de comunicação é
a   queixa   mais   comum     que   os
psicólogos e terapeutas de casais ouve
nos dias de hoje.
O Diálogo é
              Extremamente
               Importante.
    O Que Significa Comunicar-
               se?

    1.                  3. Expor os
Transmitir;            Sentimentos;

2. Permutar                 4.
pensamento             Informações.
     s.
“Comunicação é o processo (Verbal ou
não Verbal) de compartilhar informação
com outra pessoa de tal maneira que ela
entenda o que foi dito. Falar, Ouvir e
Entender, são atos envolvidos no processo
de comunicação”. H. Norman Wright
   Mensagens Presentes no Processo da
               Comunicação
          1. O que você quer dizer;
        2. O que você realmente diz;
       3. O que a outra pessoa ouve;
     4. O que a outra pessoa pensa que
                    ouve;
     5. O que a outra pessoa diz acerca
             do que você disse;
       6. Oque você acha que a outra
Provérbios. 20. 15. “Há ouro e
abundância de rubis, mas os
lábios do conhecimento são
joia preciosa”.
Comunicação é Simplesmente o
Meio de Conhecermos Mais um ao
Outro.
 Uma Comunicação Significativa, Tem
         Dois Aspectos.


   Falar                       E ouvir

           Destes dois aspectos, o mais
      negligenciado pelos casais atualmente
Os   escoceses     dizem  que
                 devemos “ouvir     duas vezes
                 mais que falar”.
                     shakespeare diz: “Dê a todo o
                     homem seu ouvido, mas a
                     poucos sua boca”
Tiago 1. 19. Portanto, meus amados irmãos, todo o
homem seja pronto para ouvir, tardio para falar,
tardio para se irar.

    Armas Negativas Que São Usadas
           Na Comunicação


      Evitar Usar Essas Armar:
       1. Exigência – “pare de
    perguntar a onde eu estava”!
2. Acusação – “você é o
problema, pois todo dia me
pergunta a mesma coisa”.
3. Crítica   –   “você   é   muito
chato(a)”.
4. Ameaça – “você tanto fala
neste problema, que eu vou
acabar fazendo”
5. Punição – “Por você me chatear tanto,
amanhã eu só vou chegar tarde em casa”
6. Coerção – “Eu não estou brincando, pare de
falar, se não!”
7. Manipulação pela culpa – “Eu pergunto
essas coisas a você, por causa disso e
daquilo! pode confiar em mim , não há motivos
para você querer vigiar os meus passos!”
Por Que Essas Estratégias
       Pressionadoras Falham Em Muitos
                  Aspectos?
1. cria uma atmosfera
   desagradável
2. não são eficientes
  na    solução    de
  problemas
3.      cria   a  falsa
     sensação de que o
     problema        foi
     resolvido
4.             provocam
Quando   o   casal
entende a importância
de    desenvolver    um
eficiente       diálogo
reparador,          que
solucione os problemas
sem que um parceiro
domine o outro, e as
rupturas na harmonia
conjugal desapareçam,
pois os dois procuram
compreender-se
mutuamente e buscar
soluções            que
satisfação            as
necessidades de cada
um , eles estão dando
o melhor passo para
Como Reparar as Brechas
           Existentes?
   Elabore com seu cônjuge, uma solução
          que funcione para os dois.

    Ouça seus próprios sentimentos.

          Exponha o problema.

1.    Exponha      a   situação
problemática – “o barulho que
você   está  fazendo, está   me
incomodando no quarto, não me
deixando dormir”.
2. Coloque seus sentimentos em
palavras, explique a situação –
“estou irritado, pois não consigo
 Faça um pedido:


 A declaração do que
  você   gostaria  pode
  começar    com   algo
  cheio de tato, como
  “eu    prefiro”,  “eu
  gostaria”,        “eu
  adoraria”.
 Ouça a resposta


               procure uma
                solução
Alguns Cuidados que se Deve Ter
       Com a Comunicação
1. Adiar um diálogo que visa reparar um problema
que pode gerar raiva ou depressão.

2. Um diálogo que tem por objetivo solucionar um
problema, para ser eficiente, os dois pontos de vista
(do marido e da mulher) precisam ser analisados.

3. Cuidado    com   o   impulso   de
revidar.

Importante

O que você pode fazer quando ouve
um “não quero” em vez de um “eu
gostaria?”
4. lembre-se que um “desejo” não
é uma “ordem”.

Obs. Quanto mais você for
capaz de escutar, respeitar e
aceitar os pontos de vista de
seu cônjuge, maior serão as
probabilidades             de
encontrarem    uma    solução
para   o  problema,   de   tal
maneira que haja satisfação a
ambos.         “ Há    séria   falta  da
               preciosa   influência  do
               amor que leva a delicadas
               atenções. o amor deve ser
               visto  no   olhar   e nas
               maneiras e ouvido nos
Transformando-se Em Um
             Bom Comunicador

  1. Esforce-se Para Melhorar;

2. Aprenda a Conceder e Ceder;
 3. Procure Compreender;

  4. Dê ao seu cônjuge apreço,
    dignidade e importância;

5. Seja realista e
incentivador;
       6. Saiba guardar
        confidências;
   7. Espere pelo momento
            certo;
8. Compartilhe seus
9. Evite adivinhações;
10. Responda para mostrar
   o que está sentindo;
     11. Seja franco.


Conclusão

                   Se desenvolvermos a arte da
             comunicação         em         nosso
             relacionamento,          saberemos
             administrar    os    problemas     e
             conflitos que surgem em nosso dia-
             a-dia, assim, alcançaremos os
             propósitos de Deus e nossos
             próprios desejos; (Ser Feliz).

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mc 5440 - comunicacao_interpessoal_s2
Mc 5440  - comunicacao_interpessoal_s2Mc 5440  - comunicacao_interpessoal_s2
Mc 5440 - comunicacao_interpessoal_s2
MaryanaCastro1
 
Sem Medo de Falar - Curso de Oratória
Sem Medo de Falar - Curso de OratóriaSem Medo de Falar - Curso de Oratória
Sem Medo de Falar - Curso de Oratória
Nicandro Campos
 
Comunicação eficaz
Comunicação eficazComunicação eficaz
Comunicação eficaz
Oficina Psicologia
 
Rui grilo comunicação com a pessoa idosa
Rui grilo   comunicação com a pessoa idosaRui grilo   comunicação com a pessoa idosa
Rui grilo comunicação com a pessoa idosa
Rui Grilo
 
Palestras
PalestrasPalestras
Palestras
Sandro Santos
 
10 atitudes-para-uma-boa-conversa
10 atitudes-para-uma-boa-conversa10 atitudes-para-uma-boa-conversa
10 atitudes-para-uma-boa-conversa
Joel Machado
 
Como ouvir pessoas
Como ouvir pessoasComo ouvir pessoas
Como ouvir pessoas
LOCIMAR MASSALAI
 
O cerebro com foco e disciplina renato alves
O cerebro com foco e disciplina   renato alvesO cerebro com foco e disciplina   renato alves
O cerebro com foco e disciplina renato alves
pradodf
 
Oficina comunicaçao dia3
Oficina comunicaçao dia3Oficina comunicaçao dia3
Oficina comunicaçao dia3
Carolina Nalon
 
Comunicação Proativa
Comunicação ProativaComunicação Proativa
Comunicação Proativa
Daniel de Carvalho Luz
 
Oficina de comunicação dia 4
Oficina de comunicação dia 4Oficina de comunicação dia 4
Oficina de comunicação dia 4
Carolina Nalon
 
Aprenda a se Comunicar
Aprenda a se ComunicarAprenda a se Comunicar
Aprenda a se Comunicar
Dora Guiseline
 
Oficina comunicacao dia2
Oficina comunicacao dia2Oficina comunicacao dia2
Oficina comunicacao dia2
Carolina Nalon
 
Desenvolvimento de Lideranças - Arquidiocese de Londrina 2.2
Desenvolvimento de Lideranças - Arquidiocese de Londrina  2.2Desenvolvimento de Lideranças - Arquidiocese de Londrina  2.2
Desenvolvimento de Lideranças - Arquidiocese de Londrina 2.2
Gislene Isquierdo
 
Comunicando com efetividade com Comunicação não violenta
Comunicando com efetividade com Comunicação não violentaComunicando com efetividade com Comunicação não violenta
Comunicando com efetividade com Comunicação não violenta
Giovanni Bassi
 
Como melhorar minha comunicação com as pessoas que amo?
Como melhorar minha comunicação com as pessoas que amo?Como melhorar minha comunicação com as pessoas que amo?
Como melhorar minha comunicação com as pessoas que amo?
Vida Mental Consultoria de Saúde Mental e Nutricional
 
Comportamento Assertivo
Comportamento AssertivoComportamento Assertivo
Comportamento Assertivo
Grupo E. Fabris
 
Oficina de comunicação dia 1
Oficina de comunicação dia 1Oficina de comunicação dia 1
Oficina de comunicação dia 1
Carolina Nalon
 
Comunicação Poderosa x Desastrosa
Comunicação Poderosa x DesastrosaComunicação Poderosa x Desastrosa
Comunicação Poderosa x Desastrosa
Gislene Isquierdo
 

Mais procurados (19)

Mc 5440 - comunicacao_interpessoal_s2
Mc 5440  - comunicacao_interpessoal_s2Mc 5440  - comunicacao_interpessoal_s2
Mc 5440 - comunicacao_interpessoal_s2
 
Sem Medo de Falar - Curso de Oratória
Sem Medo de Falar - Curso de OratóriaSem Medo de Falar - Curso de Oratória
Sem Medo de Falar - Curso de Oratória
 
Comunicação eficaz
Comunicação eficazComunicação eficaz
Comunicação eficaz
 
Rui grilo comunicação com a pessoa idosa
Rui grilo   comunicação com a pessoa idosaRui grilo   comunicação com a pessoa idosa
Rui grilo comunicação com a pessoa idosa
 
Palestras
PalestrasPalestras
Palestras
 
10 atitudes-para-uma-boa-conversa
10 atitudes-para-uma-boa-conversa10 atitudes-para-uma-boa-conversa
10 atitudes-para-uma-boa-conversa
 
Como ouvir pessoas
Como ouvir pessoasComo ouvir pessoas
Como ouvir pessoas
 
O cerebro com foco e disciplina renato alves
O cerebro com foco e disciplina   renato alvesO cerebro com foco e disciplina   renato alves
O cerebro com foco e disciplina renato alves
 
Oficina comunicaçao dia3
Oficina comunicaçao dia3Oficina comunicaçao dia3
Oficina comunicaçao dia3
 
Comunicação Proativa
Comunicação ProativaComunicação Proativa
Comunicação Proativa
 
Oficina de comunicação dia 4
Oficina de comunicação dia 4Oficina de comunicação dia 4
Oficina de comunicação dia 4
 
Aprenda a se Comunicar
Aprenda a se ComunicarAprenda a se Comunicar
Aprenda a se Comunicar
 
Oficina comunicacao dia2
Oficina comunicacao dia2Oficina comunicacao dia2
Oficina comunicacao dia2
 
Desenvolvimento de Lideranças - Arquidiocese de Londrina 2.2
Desenvolvimento de Lideranças - Arquidiocese de Londrina  2.2Desenvolvimento de Lideranças - Arquidiocese de Londrina  2.2
Desenvolvimento de Lideranças - Arquidiocese de Londrina 2.2
 
Comunicando com efetividade com Comunicação não violenta
Comunicando com efetividade com Comunicação não violentaComunicando com efetividade com Comunicação não violenta
Comunicando com efetividade com Comunicação não violenta
 
Como melhorar minha comunicação com as pessoas que amo?
Como melhorar minha comunicação com as pessoas que amo?Como melhorar minha comunicação com as pessoas que amo?
Como melhorar minha comunicação com as pessoas que amo?
 
Comportamento Assertivo
Comportamento AssertivoComportamento Assertivo
Comportamento Assertivo
 
Oficina de comunicação dia 1
Oficina de comunicação dia 1Oficina de comunicação dia 1
Oficina de comunicação dia 1
 
Comunicação Poderosa x Desastrosa
Comunicação Poderosa x DesastrosaComunicação Poderosa x Desastrosa
Comunicação Poderosa x Desastrosa
 

Semelhante a O DIÁLOGO COMO REMÉDIO

sem comunicacao nao tem construcao.pdf
sem comunicacao nao tem construcao.pdfsem comunicacao nao tem construcao.pdf
sem comunicacao nao tem construcao.pdf
Fabiana617191
 
Comunicação familiar - Tema 29/07/12
Comunicação familiar - Tema 29/07/12Comunicação familiar - Tema 29/07/12
Comunicação familiar - Tema 29/07/12
EBJ IPBCP
 
A COMUNICAÇÃO DO CASAL ( aprendendo a se comunicar).ppt
A COMUNICAÇÃO DO CASAL ( aprendendo a se comunicar).pptA COMUNICAÇÃO DO CASAL ( aprendendo a se comunicar).ppt
A COMUNICAÇÃO DO CASAL ( aprendendo a se comunicar).ppt
MarcosFurtado25
 
Comunicação para Casais - Curso de Noivos
Comunicação para Casais - Curso de NoivosComunicação para Casais - Curso de Noivos
Comunicação para Casais - Curso de Noivos
IsraelNogueira5
 
Comunicação familiar
Comunicação familiarComunicação familiar
Comunicação familiar
REGINA LACERDA
 
Liderar e comunicar
Liderar e comunicarLiderar e comunicar
Liderar e comunicar
cinthyass1
 
Comunicação Não Violenta
Comunicação Não ViolentaComunicação Não Violenta
Comunicação Não Violenta
Anny Caroline Sousa
 
Apresentao_em_slides.pdf
Apresentao_em_slides.pdfApresentao_em_slides.pdf
Apresentao_em_slides.pdf
JonasDias35
 
Comunicação
ComunicaçãoComunicação
Comunicação
Susana Cardoso
 
Apresentação melhorando a comunicação
Apresentação   melhorando a comunicaçãoApresentação   melhorando a comunicação
Apresentação melhorando a comunicação
damcita
 
MELHORANDO A COMUNCAÇÃO
MELHORANDO A COMUNCAÇÃOMELHORANDO A COMUNCAÇÃO
MELHORANDO A COMUNCAÇÃO
ELAINE PÉROLA
 
2 ComunicaçãO 11
2   ComunicaçãO 112   ComunicaçãO 11
2 ComunicaçãO 11
Formação FURB
 
Licao 03 Em Busca Do Casamento Ideal
Licao 03 Em Busca Do Casamento IdealLicao 03 Em Busca Do Casamento Ideal
Licao 03 Em Busca Do Casamento Ideal
guest06a00c
 
Comunicação assertiva
Comunicação assertivaComunicação assertiva
Comunicação assertiva
Marcos Soares Soares
 
Adolescentes
AdolescentesAdolescentes
Comunicacao assertiva
Comunicacao assertivaComunicacao assertiva
Comunicacao assertiva
Daniela Anjos
 
Comunicação assertiva
Comunicação assertivaComunicação assertiva
Comunicação assertiva
Antonio Uchoa
 
COMUNICAÇÃO casais Belém 2022_FINAL.pptx
COMUNICAÇÃO casais Belém 2022_FINAL.pptxCOMUNICAÇÃO casais Belém 2022_FINAL.pptx
COMUNICAÇÃO casais Belém 2022_FINAL.pptx
JniorCrispim
 
Mc 5440 - Comunicação interpessoal d2
Mc 5440  - Comunicação interpessoal d2Mc 5440  - Comunicação interpessoal d2
Mc 5440 - Comunicação interpessoal d2
MaryanaCastro1
 
Oralidade
OralidadeOralidade
Oralidade
Talita Novaes
 

Semelhante a O DIÁLOGO COMO REMÉDIO (20)

sem comunicacao nao tem construcao.pdf
sem comunicacao nao tem construcao.pdfsem comunicacao nao tem construcao.pdf
sem comunicacao nao tem construcao.pdf
 
Comunicação familiar - Tema 29/07/12
Comunicação familiar - Tema 29/07/12Comunicação familiar - Tema 29/07/12
Comunicação familiar - Tema 29/07/12
 
A COMUNICAÇÃO DO CASAL ( aprendendo a se comunicar).ppt
A COMUNICAÇÃO DO CASAL ( aprendendo a se comunicar).pptA COMUNICAÇÃO DO CASAL ( aprendendo a se comunicar).ppt
A COMUNICAÇÃO DO CASAL ( aprendendo a se comunicar).ppt
 
Comunicação para Casais - Curso de Noivos
Comunicação para Casais - Curso de NoivosComunicação para Casais - Curso de Noivos
Comunicação para Casais - Curso de Noivos
 
Comunicação familiar
Comunicação familiarComunicação familiar
Comunicação familiar
 
Liderar e comunicar
Liderar e comunicarLiderar e comunicar
Liderar e comunicar
 
Comunicação Não Violenta
Comunicação Não ViolentaComunicação Não Violenta
Comunicação Não Violenta
 
Apresentao_em_slides.pdf
Apresentao_em_slides.pdfApresentao_em_slides.pdf
Apresentao_em_slides.pdf
 
Comunicação
ComunicaçãoComunicação
Comunicação
 
Apresentação melhorando a comunicação
Apresentação   melhorando a comunicaçãoApresentação   melhorando a comunicação
Apresentação melhorando a comunicação
 
MELHORANDO A COMUNCAÇÃO
MELHORANDO A COMUNCAÇÃOMELHORANDO A COMUNCAÇÃO
MELHORANDO A COMUNCAÇÃO
 
2 ComunicaçãO 11
2   ComunicaçãO 112   ComunicaçãO 11
2 ComunicaçãO 11
 
Licao 03 Em Busca Do Casamento Ideal
Licao 03 Em Busca Do Casamento IdealLicao 03 Em Busca Do Casamento Ideal
Licao 03 Em Busca Do Casamento Ideal
 
Comunicação assertiva
Comunicação assertivaComunicação assertiva
Comunicação assertiva
 
Adolescentes
AdolescentesAdolescentes
Adolescentes
 
Comunicacao assertiva
Comunicacao assertivaComunicacao assertiva
Comunicacao assertiva
 
Comunicação assertiva
Comunicação assertivaComunicação assertiva
Comunicação assertiva
 
COMUNICAÇÃO casais Belém 2022_FINAL.pptx
COMUNICAÇÃO casais Belém 2022_FINAL.pptxCOMUNICAÇÃO casais Belém 2022_FINAL.pptx
COMUNICAÇÃO casais Belém 2022_FINAL.pptx
 
Mc 5440 - Comunicação interpessoal d2
Mc 5440  - Comunicação interpessoal d2Mc 5440  - Comunicação interpessoal d2
Mc 5440 - Comunicação interpessoal d2
 
Oralidade
OralidadeOralidade
Oralidade
 

Mais de ELAINE PÉROLA

DESCOBRINDO A LINGUAGEM DO AMOR - PARTE II
DESCOBRINDO A LINGUAGEM DO AMOR - PARTE IIDESCOBRINDO A LINGUAGEM DO AMOR - PARTE II
DESCOBRINDO A LINGUAGEM DO AMOR - PARTE II
ELAINE PÉROLA
 
DESCOBRINDO A LINGUAGEM DO AMOR - PARTE I
DESCOBRINDO A LINGUAGEM DO AMOR - PARTE IDESCOBRINDO A LINGUAGEM DO AMOR - PARTE I
DESCOBRINDO A LINGUAGEM DO AMOR - PARTE I
ELAINE PÉROLA
 
CARACTERÍSTICAS E DEFEITOS
CARACTERÍSTICAS E DEFEITOSCARACTERÍSTICAS E DEFEITOS
CARACTERÍSTICAS E DEFEITOS
ELAINE PÉROLA
 
AMOR X COMUNICAÇÃO
AMOR X COMUNICAÇÃOAMOR X COMUNICAÇÃO
AMOR X COMUNICAÇÃO
ELAINE PÉROLA
 
AUTO IMAGEM
AUTO IMAGEMAUTO IMAGEM
AUTO IMAGEM
ELAINE PÉROLA
 
PASSOS PARA UM CASAMENTO BEM SUCEDIDO
PASSOS PARA UM CASAMENTO BEM SUCEDIDOPASSOS PARA UM CASAMENTO BEM SUCEDIDO
PASSOS PARA UM CASAMENTO BEM SUCEDIDO
ELAINE PÉROLA
 

Mais de ELAINE PÉROLA (6)

DESCOBRINDO A LINGUAGEM DO AMOR - PARTE II
DESCOBRINDO A LINGUAGEM DO AMOR - PARTE IIDESCOBRINDO A LINGUAGEM DO AMOR - PARTE II
DESCOBRINDO A LINGUAGEM DO AMOR - PARTE II
 
DESCOBRINDO A LINGUAGEM DO AMOR - PARTE I
DESCOBRINDO A LINGUAGEM DO AMOR - PARTE IDESCOBRINDO A LINGUAGEM DO AMOR - PARTE I
DESCOBRINDO A LINGUAGEM DO AMOR - PARTE I
 
CARACTERÍSTICAS E DEFEITOS
CARACTERÍSTICAS E DEFEITOSCARACTERÍSTICAS E DEFEITOS
CARACTERÍSTICAS E DEFEITOS
 
AMOR X COMUNICAÇÃO
AMOR X COMUNICAÇÃOAMOR X COMUNICAÇÃO
AMOR X COMUNICAÇÃO
 
AUTO IMAGEM
AUTO IMAGEMAUTO IMAGEM
AUTO IMAGEM
 
PASSOS PARA UM CASAMENTO BEM SUCEDIDO
PASSOS PARA UM CASAMENTO BEM SUCEDIDOPASSOS PARA UM CASAMENTO BEM SUCEDIDO
PASSOS PARA UM CASAMENTO BEM SUCEDIDO
 

Último

Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsxBíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxZacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
lindalva da cruz
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
ESCRIBA DE CRISTO
 
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADASCARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
ESCRIBA DE CRISTO
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
ESCRIBA DE CRISTO
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTASEscola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
ceciliafonseca16
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introduçãoEstudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Pr. Welfany Nolasco Rodrigues
 
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhorCultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
MasaCalixto2
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Janilson Noca
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 

Último (18)

Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsxBíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
Bíblia Sagrada - Amós - slides powerpoint.ppsx
 
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxZacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Zacarias - 005.ppt xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
 
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADASCARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTASEscola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introduçãoEstudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
Estudo Bíblico da Carta aos Filipenses - introdução
 
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhorCultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
Cultura de Paz - educar para a paz para um mundo melhor
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
 
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 

O DIÁLOGO COMO REMÉDIO

  • 1. Dias de Reuniões Domingo às 9h00min e às 18h30min Quarta Feira às 19h30min Quinta Feira às 15h00min Sexta Feira às 19h30min
  • 3. O Diálogo Um Bom Remédio Pv. 11. 14. Não havendo sábios conselhos, o povo cai, mas na multidão de conselhos há segurança. Pv. 15. 22. Quando não há conselhos os planos se dispersam, mas havendo muitos conselheiros eles se firmam.
  • 4. l ta ç ã a e F d a c i n u o o m C A Incapacidade de comunicação é a queixa mais comum que os psicólogos e terapeutas de casais ouve nos dias de hoje.
  • 5. O Diálogo é Extremamente Importante. O Que Significa Comunicar- se? 1. 3. Expor os Transmitir; Sentimentos; 2. Permutar 4. pensamento Informações. s.
  • 6. “Comunicação é o processo (Verbal ou não Verbal) de compartilhar informação com outra pessoa de tal maneira que ela entenda o que foi dito. Falar, Ouvir e Entender, são atos envolvidos no processo de comunicação”. H. Norman Wright Mensagens Presentes no Processo da Comunicação 1. O que você quer dizer; 2. O que você realmente diz; 3. O que a outra pessoa ouve; 4. O que a outra pessoa pensa que ouve; 5. O que a outra pessoa diz acerca do que você disse; 6. Oque você acha que a outra
  • 7. Provérbios. 20. 15. “Há ouro e abundância de rubis, mas os lábios do conhecimento são joia preciosa”. Comunicação é Simplesmente o Meio de Conhecermos Mais um ao Outro. Uma Comunicação Significativa, Tem Dois Aspectos.  Falar  E ouvir Destes dois aspectos, o mais negligenciado pelos casais atualmente
  • 8. Os escoceses dizem que devemos “ouvir duas vezes mais que falar”. shakespeare diz: “Dê a todo o homem seu ouvido, mas a poucos sua boca” Tiago 1. 19. Portanto, meus amados irmãos, todo o homem seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar. Armas Negativas Que São Usadas Na Comunicação Evitar Usar Essas Armar: 1. Exigência – “pare de perguntar a onde eu estava”!
  • 9. 2. Acusação – “você é o problema, pois todo dia me pergunta a mesma coisa”. 3. Crítica – “você é muito chato(a)”. 4. Ameaça – “você tanto fala neste problema, que eu vou acabar fazendo” 5. Punição – “Por você me chatear tanto, amanhã eu só vou chegar tarde em casa” 6. Coerção – “Eu não estou brincando, pare de falar, se não!” 7. Manipulação pela culpa – “Eu pergunto essas coisas a você, por causa disso e daquilo! pode confiar em mim , não há motivos para você querer vigiar os meus passos!”
  • 10. Por Que Essas Estratégias Pressionadoras Falham Em Muitos Aspectos? 1. cria uma atmosfera desagradável 2. não são eficientes na solução de problemas 3. cria a falsa sensação de que o problema foi resolvido 4. provocam
  • 11. Quando o casal entende a importância de desenvolver um eficiente diálogo reparador, que solucione os problemas sem que um parceiro domine o outro, e as rupturas na harmonia conjugal desapareçam, pois os dois procuram compreender-se mutuamente e buscar soluções que satisfação as necessidades de cada um , eles estão dando o melhor passo para
  • 12. Como Reparar as Brechas Existentes?  Elabore com seu cônjuge, uma solução que funcione para os dois.  Ouça seus próprios sentimentos.  Exponha o problema. 1. Exponha a situação problemática – “o barulho que você está fazendo, está me incomodando no quarto, não me deixando dormir”. 2. Coloque seus sentimentos em palavras, explique a situação – “estou irritado, pois não consigo
  • 13.  Faça um pedido:  A declaração do que você gostaria pode começar com algo cheio de tato, como “eu prefiro”, “eu gostaria”, “eu adoraria”.  Ouça a resposta  procure uma solução
  • 14. Alguns Cuidados que se Deve Ter Com a Comunicação 1. Adiar um diálogo que visa reparar um problema que pode gerar raiva ou depressão. 2. Um diálogo que tem por objetivo solucionar um problema, para ser eficiente, os dois pontos de vista (do marido e da mulher) precisam ser analisados. 3. Cuidado com o impulso de revidar. Importante O que você pode fazer quando ouve um “não quero” em vez de um “eu gostaria?”
  • 15. 4. lembre-se que um “desejo” não é uma “ordem”. Obs. Quanto mais você for capaz de escutar, respeitar e aceitar os pontos de vista de seu cônjuge, maior serão as probabilidades de encontrarem uma solução para o problema, de tal maneira que haja satisfação a ambos. “ Há séria falta da preciosa influência do amor que leva a delicadas atenções. o amor deve ser visto no olhar e nas maneiras e ouvido nos
  • 16. Transformando-se Em Um Bom Comunicador 1. Esforce-se Para Melhorar; 2. Aprenda a Conceder e Ceder; 3. Procure Compreender; 4. Dê ao seu cônjuge apreço, dignidade e importância; 5. Seja realista e incentivador; 6. Saiba guardar confidências; 7. Espere pelo momento certo; 8. Compartilhe seus
  • 17. 9. Evite adivinhações; 10. Responda para mostrar o que está sentindo; 11. Seja franco. Conclusão Se desenvolvermos a arte da comunicação em nosso relacionamento, saberemos administrar os problemas e conflitos que surgem em nosso dia- a-dia, assim, alcançaremos os propósitos de Deus e nossos próprios desejos; (Ser Feliz).