SlideShare uma empresa Scribd logo
“Porque todos tropeçamos em
muitas coisas. Se alguém não
tropeça em palavra, o tal varão
é perfeito e poderoso para
também refrear todo o corpo”
(Tg 3.2)
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém
Setor 5 – Álvares Machado (SP)
TEXTO ÁUREO
A nossa língua pode
destruir vidas, portanto,
sejamos cuidadosos com o
que falamos.
VERDADE PRÁTICA
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém
Setor 5 – Álvares Machado (SP)
1 - Meus irmãos, muitos de vós não sejam mestres,
sabendo que receberemos mais duro juízo.
2 - Porque todos tropeçamos em muitas coisas. Se
alguém não tropeça em palavra, o tal varão é perfeito e
poderoso para também refrear todo o corpo.
3 - Ora, nós pomos freio nas bocas dos cavalos, para
que nos obedeçam; e conseguimos dirigir todo o seu
corpo.
4 - Vede também as naus que, sendo tão grandes e
levadas de impetuosos ventos, se viram com um bem
pequeno leme para onde quer a vontade daquele que
as governa.
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
Tg 3.1-12
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém
Setor 5 – Álvares Machado (SP)
5 - Assim também a língua é um pequeno membro e
gloria-se de grandes coisas. Vede quão grande bosque
um pequeno fogo incendeia.
6 - A língua também é um fogo; como mundo de
iniquidade, a língua está posta entre os nossos
membros, e contamina todo o corpo, e inflama o curso
da natureza, e é inflamada pelo inferno.
7 - Porque toda a natureza, tanto de bestas-feras como
de aves, tanto de répteis como de animais do mar, se
amansa e foi domada pela natureza humana;
8 - mas nenhum homem pode domar a língua. É um mal
que não se pode refrear; está cheia de peçonha mortal.
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
Tg 3.1-12
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém
Setor 5 – Álvares Machado (SP)
9 - Com ela bendizemos a Deus e Pai, e com ela
amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de
Deus:
10 - de uma mesma boca procede bênção e maldição.
Meus irmãos, não convém que isto se faça assim.
11 - Porventura, deita alguma fonte de um mesmo
manancial água doce e água amargosa?
12 - Meus irmãos, pode também a figueira produzir
azeitonas ou a videira, figos? Assim, tampouco pode
uma fonte dar água salgada e doce.
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
Tg 3.1-12
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém
Setor 5 – Álvares Machado (SP)
PROPOSTA DA LIÇÃO
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém
Setor 5 – Álvares Machado (SP)
• Ministério da Palavra: muita responsabilidade;
• Os mestres não podem ter espírito dos fariseu;
• Controle a língua e controlará outras áreas da vida;
• Língua: apesar de pequena produz grande estrago;
• Quantos foram feridos por nossas palavras?
• Conseguimos dominar tudo, exceto a nossa língua;
• Nossa língua não pode ser um instrumento maligno;
• Da mesma fonte jorra água doce e salgada?
• Quem bebe “água viva” consegue jorrar água para morte?
a) Língua:
•Acanhado membro do corpo humano;
•Poderoso órgão que pode edificar ou destruir;
•O bom uso da língua pode evitar muitos males.
b) Situações que podemos evitar:
•As vezes, leves brisas anunciam tempestades;
•Simples fagulha pode iniciar o fogo da rebelião;
•Se chutarmos o cachorro, ele nos morderá.
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém
Setor 5 – Álvares Machado (SP)
INTRODUÇÃO
1. O RIGOR COM OS MESTRES.
• Os mestres eram honrados na comunidade judaica;
• Muitos almejavam a posição. Visavam prestígio e fama;
• Mas eles não tinham o conteúdo requerido (At 13.15).
2. A SERIEDADE COM OS MESTRES NA IGREJA (V.1).
• Ensino: instrumento de propagação do Evangelho;
• Quem recebe (aprende), repassar (ensinar) – 1 Co 11.23;
• Muitos mestres serão julgados pela negligência.
3. PERFEIÇÃO QUE DOMINA O CORPO (V.2).
• Quem controla a língua controla outras áreas da vida;
• Pronto, falei! Não pode ser a tônica dos ensinadores;
• Não somos perfeitos, carecemos da graça de Deus.
I – A SERIEDADE DOS MESTRES
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém
Setor 5 – Álvares Machado (SP)
1. AS PEQUENAS COISAS NO GOVERNO DO TODO (VV.3-5).
• Mesmo pequena a língua pode fazer muitos (males);
• Freio nos animais, leme nos navios e trava na língua;
• Freio, leme e língua: pequena parte do todo.
2. “A LÍNGUA TAMBÉM É UM ‘ FOGO” (VV.6,7).
• Língua: morte e vida estão sob teu poder;
• Língua: todo cuidado é pouco;
• Horrenda coisa é cair nas mãos da LINGUA VIVA.
3. PARA DOMINAR A LÍNGUA.
• Porque demonstrarmos tanto temor por este membro?
• O homem não domina sua língua por seu próprio esforço;
• Somente a ação do Espírito Santo pode ajudar o homem.
II – A CAPACIDADE
DA LÍNGUA (Tg 3.3-9)
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém
Setor 5 – Álvares Machado (SP)
1. BÊNÇÃO E MALDIÇÃO (V.10).
• A língua do salvo não pode ser um instrumento maligno;
• Como bendizer a Deus e amaldiçoar os homens?
• “Língua de duas caras. Somos crentes bipolares?
2. EXEMPLOS DA NATUREZA (VV. 11,12).
• A figueira, videira e oliveir,a cada qual produz seu fruto;
• Como a língua consegue produzir frutos bons ou maus?
• Se bendizemos não poderemos maldizer.
3. UMA ÚNICA FONTE.
• Bebeu água da vida? Então não jorre água para a morte;
• Como uma fonte pode jorrar dois tipos de água?
• Não pode existir meio termo (bênçãos ou maldições).
III – NÃO PODEMOS AGIR
DE DUPLA MANEIRA (Tg 3.10-12)
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém
Setor 5 – Álvares Machado (SP)
• Salomão disse que a boca do justo é manancial de vida;
• Tomemos cuidado ao usarmos nossa língua;
• Um dia daremos conta de toda palavra ociosa.
OBJETIVOS DA LIÇÃO – FORAM ALCANÇADOS
1) Os mestres deveriam ter conteúdo.
2) Língua, pequeno membro, pode produzir muitos males.
3) A língua do salvo não pode ser um instrumento maligno.
CONCLUSÃO
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém
Setor 5 – Álvares Machado (SP)
Contato: ailtonsilva2000
@yahoo.com.br
@gmail.com
.blogspot.com
Watsap 18 99790-3718 98132-1510
Álvares Machado (SP)
3º trim. 2014
ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL
ailtonsilva2000.blogspot.com.br
Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém
Setor 5 – Álvares Machado (SP)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

08
0808
09
0909
Lição 2 - O propósito do fruto do Espírito
Lição 2 - O propósito do fruto do EspíritoLição 2 - O propósito do fruto do Espírito
Lição 2 - O propósito do fruto do Espírito
Ailton da Silva
 
Lição 4 - Superando os traumas da violência social
Lição 4 - Superando os traumas da violência socialLição 4 - Superando os traumas da violência social
Lição 4 - Superando os traumas da violência social
Ailton da Silva
 
Lição 02 - Oséias a fidelidade no relacionamento com Deus
Lição 02 - Oséias a fidelidade no relacionamento com DeusLição 02 - Oséias a fidelidade no relacionamento com Deus
Lição 02 - Oséias a fidelidade no relacionamento com Deus
Ailton da Silva
 
11
1111
03
0303
09 - Laodicéia, uma igreja morna
09 - Laodicéia, uma igreja morna09 - Laodicéia, uma igreja morna
09 - Laodicéia, uma igreja morna
Ailton da Silva
 
As leis civis entregue por Moisés aos israelitas
As leis civis entregue por Moisés aos israelitasAs leis civis entregue por Moisés aos israelitas
As leis civis entregue por Moisés aos israelitas
Ailton da Silva
 
Lição 12 - O propósito da verdadeira prosperidade
Lição 12 - O propósito da verdadeira prosperidadeLição 12 - O propósito da verdadeira prosperidade
Lição 12 - O propósito da verdadeira prosperidade
Ailton da Silva
 
Lição 05 - Um homem de Deus em depressão
Lição 05 - Um homem de Deus em depressãoLição 05 - Um homem de Deus em depressão
Lição 05 - Um homem de Deus em depressão
Ailton da Silva
 
Lição 11 - Ageu, o compromisso do povo da aliança
Lição 11 - Ageu, o compromisso do povo da aliançaLição 11 - Ageu, o compromisso do povo da aliança
Lição 11 - Ageu, o compromisso do povo da aliança
Ailton da Silva
 
lição 10 - A perda dos bens terrenos
lição 10 - A perda dos bens terrenoslição 10 - A perda dos bens terrenos
lição 10 - A perda dos bens terrenos
Ailton da Silva
 
02
0202
o cuidado ao falar e a religião pura
o cuidado ao falar e a religião purao cuidado ao falar e a religião pura
o cuidado ao falar e a religião pura
Ailton da Silva
 
08
0808
Lição 06
Lição 06Lição 06
Lição 06
Ailton da Silva
 
Lição 11 - Adotados por Deus
Lição 11 - Adotados por DeusLição 11 - Adotados por Deus
Lição 11 - Adotados por Deus
Ailton da Silva
 
Lição 4 - A alegria, fruto do Espírito; Inveja, hábito da velha natureza
Lição 4 - A alegria, fruto do Espírito; Inveja, hábito da velha naturezaLição 4 - A alegria, fruto do Espírito; Inveja, hábito da velha natureza
Lição 4 - A alegria, fruto do Espírito; Inveja, hábito da velha natureza
Ailton da Silva
 
Lição 2 - A enfermidade na vida do crente
Lição 2 - A enfermidade na vida do crenteLição 2 - A enfermidade na vida do crente
Lição 2 - A enfermidade na vida do crente
Ailton da Silva
 

Mais procurados (20)

08
0808
08
 
09
0909
09
 
Lição 2 - O propósito do fruto do Espírito
Lição 2 - O propósito do fruto do EspíritoLição 2 - O propósito do fruto do Espírito
Lição 2 - O propósito do fruto do Espírito
 
Lição 4 - Superando os traumas da violência social
Lição 4 - Superando os traumas da violência socialLição 4 - Superando os traumas da violência social
Lição 4 - Superando os traumas da violência social
 
Lição 02 - Oséias a fidelidade no relacionamento com Deus
Lição 02 - Oséias a fidelidade no relacionamento com DeusLição 02 - Oséias a fidelidade no relacionamento com Deus
Lição 02 - Oséias a fidelidade no relacionamento com Deus
 
11
1111
11
 
03
0303
03
 
09 - Laodicéia, uma igreja morna
09 - Laodicéia, uma igreja morna09 - Laodicéia, uma igreja morna
09 - Laodicéia, uma igreja morna
 
As leis civis entregue por Moisés aos israelitas
As leis civis entregue por Moisés aos israelitasAs leis civis entregue por Moisés aos israelitas
As leis civis entregue por Moisés aos israelitas
 
Lição 12 - O propósito da verdadeira prosperidade
Lição 12 - O propósito da verdadeira prosperidadeLição 12 - O propósito da verdadeira prosperidade
Lição 12 - O propósito da verdadeira prosperidade
 
Lição 05 - Um homem de Deus em depressão
Lição 05 - Um homem de Deus em depressãoLição 05 - Um homem de Deus em depressão
Lição 05 - Um homem de Deus em depressão
 
Lição 11 - Ageu, o compromisso do povo da aliança
Lição 11 - Ageu, o compromisso do povo da aliançaLição 11 - Ageu, o compromisso do povo da aliança
Lição 11 - Ageu, o compromisso do povo da aliança
 
lição 10 - A perda dos bens terrenos
lição 10 - A perda dos bens terrenoslição 10 - A perda dos bens terrenos
lição 10 - A perda dos bens terrenos
 
02
0202
02
 
o cuidado ao falar e a religião pura
o cuidado ao falar e a religião purao cuidado ao falar e a religião pura
o cuidado ao falar e a religião pura
 
08
0808
08
 
Lição 06
Lição 06Lição 06
Lição 06
 
Lição 11 - Adotados por Deus
Lição 11 - Adotados por DeusLição 11 - Adotados por Deus
Lição 11 - Adotados por Deus
 
Lição 4 - A alegria, fruto do Espírito; Inveja, hábito da velha natureza
Lição 4 - A alegria, fruto do Espírito; Inveja, hábito da velha naturezaLição 4 - A alegria, fruto do Espírito; Inveja, hábito da velha natureza
Lição 4 - A alegria, fruto do Espírito; Inveja, hábito da velha natureza
 
Lição 2 - A enfermidade na vida do crente
Lição 2 - A enfermidade na vida do crenteLição 2 - A enfermidade na vida do crente
Lição 2 - A enfermidade na vida do crente
 

Destaque

O perigo da busca pela autorrealização humana
O perigo da busca pela autorrealização humanaO perigo da busca pela autorrealização humana
O perigo da busca pela autorrealização humana
Ailton da Silva
 
A fé se manifesta em obras
A fé se manifesta em obrasA fé se manifesta em obras
A fé se manifesta em obras
Ailton da Silva
 
a Verdadeira Sabedoria se manifesta na prática
a Verdadeira Sabedoria se manifesta na práticaa Verdadeira Sabedoria se manifesta na prática
a Verdadeira Sabedoria se manifesta na prática
Ailton da Silva
 
A verdadeira fé não faz acepção de pessoas
A verdadeira fé não faz acepção de pessoasA verdadeira fé não faz acepção de pessoas
A verdadeira fé não faz acepção de pessoas
Ailton da Silva
 
Lição 12
Lição 12Lição 12
Lição 12
Ailton da Silva
 
o ministério de apóstolo
o ministério de apóstoloo ministério de apóstolo
o ministério de apóstolo
Ailton da Silva
 
Os dons de elocução
Os dons de elocuçãoOs dons de elocução
Os dons de elocução
Ailton da Silva
 
Lição 03
Lição 03Lição 03
Lição 03
Ailton da Silva
 
Lição 11
Lição 11Lição 11
Lição 11
Ailton da Silva
 
O ministério de profeta
O ministério de profetaO ministério de profeta
O ministério de profeta
Ailton da Silva
 
07 - OS MANDAMENTOS DO SENHOR
07 - OS MANDAMENTOS DO SENHOR07 - OS MANDAMENTOS DO SENHOR
07 - OS MANDAMENTOS DO SENHOR
Ailton da Silva
 
Os dons de poder
Os dons de poderOs dons de poder
Os dons de poder
Ailton da Silva
 
Lição 09
Lição 09Lição 09
Lição 09
Ailton da Silva
 
03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo
03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo
03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo
Ailton da Silva
 
lição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as nações
lição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as naçõeslição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as nações
lição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as nações
Ailton da Silva
 
05
0505
a peregrinação de Israel no deserto ao Sinai
a peregrinação de Israel no deserto ao Sinaia peregrinação de Israel no deserto ao Sinai
a peregrinação de Israel no deserto ao Sinai
Ailton da Silva
 
Lição 11
Lição 11Lição 11
Lição 11
Ailton da Silva
 
Lição 02
Lição 02Lição 02
Lição 02
Ailton da Silva
 

Destaque (20)

O perigo da busca pela autorrealização humana
O perigo da busca pela autorrealização humanaO perigo da busca pela autorrealização humana
O perigo da busca pela autorrealização humana
 
A fé se manifesta em obras
A fé se manifesta em obrasA fé se manifesta em obras
A fé se manifesta em obras
 
a Verdadeira Sabedoria se manifesta na prática
a Verdadeira Sabedoria se manifesta na práticaa Verdadeira Sabedoria se manifesta na prática
a Verdadeira Sabedoria se manifesta na prática
 
A verdadeira fé não faz acepção de pessoas
A verdadeira fé não faz acepção de pessoasA verdadeira fé não faz acepção de pessoas
A verdadeira fé não faz acepção de pessoas
 
Lição 12
Lição 12Lição 12
Lição 12
 
o ministério de apóstolo
o ministério de apóstoloo ministério de apóstolo
o ministério de apóstolo
 
Os dons de elocução
Os dons de elocuçãoOs dons de elocução
Os dons de elocução
 
Lição 03
Lição 03Lição 03
Lição 03
 
Lição 11
Lição 11Lição 11
Lição 11
 
O ministério de profeta
O ministério de profetaO ministério de profeta
O ministério de profeta
 
07 - OS MANDAMENTOS DO SENHOR
07 - OS MANDAMENTOS DO SENHOR07 - OS MANDAMENTOS DO SENHOR
07 - OS MANDAMENTOS DO SENHOR
 
Os dons de poder
Os dons de poderOs dons de poder
Os dons de poder
 
Lição 09
Lição 09Lição 09
Lição 09
 
03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo
03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo
03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo
 
lição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as nações
lição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as naçõeslição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as nações
lição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as nações
 
Lição 4
Lição 4Lição 4
Lição 4
 
05
0505
05
 
a peregrinação de Israel no deserto ao Sinai
a peregrinação de Israel no deserto ao Sinaia peregrinação de Israel no deserto ao Sinai
a peregrinação de Israel no deserto ao Sinai
 
Lição 11
Lição 11Lição 11
Lição 11
 
Lição 02
Lição 02Lição 02
Lição 02
 

Semelhante a O cuidado com a língua

2014 3 TRI LIÇÃO 8 - O CUIDADO COM A LÍNGUA
2014 3 TRI LIÇÃO 8 - O CUIDADO COM A LÍNGUA2014 3 TRI LIÇÃO 8 - O CUIDADO COM A LÍNGUA
2014 3 TRI LIÇÃO 8 - O CUIDADO COM A LÍNGUA
Natalino das Neves Neves
 
Lição 07
Lição 07Lição 07
LIÇÃO 08 – O CUIDADO COM A LÍNGUA.
LIÇÃO 08 – O CUIDADO COM A LÍNGUA.LIÇÃO 08 – O CUIDADO COM A LÍNGUA.
LIÇÃO 08 – O CUIDADO COM A LÍNGUA.
Lourinaldo Serafim
 
Boletim cbg 22_set_2013
Boletim cbg 22_set_2013Boletim cbg 22_set_2013
Boletim cbg 22_set_2013
Silas Roberto Nogueira
 
Lição 5 o cuidado com aquilo que falamos
Lição 5   o cuidado com aquilo que falamosLição 5   o cuidado com aquilo que falamos
Lição 5 o cuidado com aquilo que falamos
Natalino das Neves Neves
 
LIÇÃO 08 – O CUIDADO COM A LÍNGUA
LIÇÃO 08 – O CUIDADO COM A LÍNGUALIÇÃO 08 – O CUIDADO COM A LÍNGUA
LIÇÃO 08 – O CUIDADO COM A LÍNGUA
Ismael Isidio
 
Palavras abençoadoras
Palavras abençoadorasPalavras abençoadoras
Palavras abençoadoras
Almy Alves
 
A língua domando esta fera - Josué Gonçalves
A língua domando esta fera - Josué GonçalvesA língua domando esta fera - Josué Gonçalves
A língua domando esta fera - Josué Gonçalves
jesusnaveia
 
"O poder da Língua"
"O poder da Língua""O poder da Língua"
"O poder da Língua"
Caique Júnior
 
Sete medidas da língua
Sete medidas da línguaSete medidas da língua
Sete medidas da língua
Ana Sakal
 
O cuidado com a lingua
O cuidado com a linguaO cuidado com a lingua
O cuidado com a lingua
Moisés Sampaio
 
Há poder nas nossas palavras
Há poder nas nossas palavrasHá poder nas nossas palavras
Há poder nas nossas palavras
Adão Brás AB
 
Escola de Profetas - Guia Profético.pdf
Escola de Profetas - Guia Profético.pdfEscola de Profetas - Guia Profético.pdf
Escola de Profetas - Guia Profético.pdf
EzequielNeto5
 
Escola de Profetas - Guia Profético.pdf
Escola de Profetas - Guia Profético.pdfEscola de Profetas - Guia Profético.pdf
Escola de Profetas - Guia Profético.pdf
EzequielNeto5
 
Lição bíblica 4º trim 2016 cpad
Lição bíblica 4º trim 2016 cpadLição bíblica 4º trim 2016 cpad
Lição bíblica 4º trim 2016 cpad
Andrew Guimarães
 
A língua domando esta fera josué gonçalves ebooksgospel.blogspot.com
A língua domando esta fera   josué gonçalves ebooksgospel.blogspot.comA língua domando esta fera   josué gonçalves ebooksgospel.blogspot.com
A língua domando esta fera josué gonçalves ebooksgospel.blogspot.com
leniogravacoes
 
O Cuidado com aquilo que falamos.
O Cuidado com aquilo que falamos.O Cuidado com aquilo que falamos.
O Cuidado com aquilo que falamos.
Antonio Fernandes
 
ORATÓRIA SACRA
ORATÓRIA SACRAORATÓRIA SACRA
Suprimento para a célula falatórios inúteis
Suprimento para a célula falatórios inúteisSuprimento para a célula falatórios inúteis
Suprimento para a célula falatórios inúteis
Fernando Balthar
 
O cuidado com a língua
O cuidado com a línguaO cuidado com a língua
O cuidado com a língua
Adenísio dos Reis
 

Semelhante a O cuidado com a língua (20)

2014 3 TRI LIÇÃO 8 - O CUIDADO COM A LÍNGUA
2014 3 TRI LIÇÃO 8 - O CUIDADO COM A LÍNGUA2014 3 TRI LIÇÃO 8 - O CUIDADO COM A LÍNGUA
2014 3 TRI LIÇÃO 8 - O CUIDADO COM A LÍNGUA
 
Lição 07
Lição 07Lição 07
Lição 07
 
LIÇÃO 08 – O CUIDADO COM A LÍNGUA.
LIÇÃO 08 – O CUIDADO COM A LÍNGUA.LIÇÃO 08 – O CUIDADO COM A LÍNGUA.
LIÇÃO 08 – O CUIDADO COM A LÍNGUA.
 
Boletim cbg 22_set_2013
Boletim cbg 22_set_2013Boletim cbg 22_set_2013
Boletim cbg 22_set_2013
 
Lição 5 o cuidado com aquilo que falamos
Lição 5   o cuidado com aquilo que falamosLição 5   o cuidado com aquilo que falamos
Lição 5 o cuidado com aquilo que falamos
 
LIÇÃO 08 – O CUIDADO COM A LÍNGUA
LIÇÃO 08 – O CUIDADO COM A LÍNGUALIÇÃO 08 – O CUIDADO COM A LÍNGUA
LIÇÃO 08 – O CUIDADO COM A LÍNGUA
 
Palavras abençoadoras
Palavras abençoadorasPalavras abençoadoras
Palavras abençoadoras
 
A língua domando esta fera - Josué Gonçalves
A língua domando esta fera - Josué GonçalvesA língua domando esta fera - Josué Gonçalves
A língua domando esta fera - Josué Gonçalves
 
"O poder da Língua"
"O poder da Língua""O poder da Língua"
"O poder da Língua"
 
Sete medidas da língua
Sete medidas da línguaSete medidas da língua
Sete medidas da língua
 
O cuidado com a lingua
O cuidado com a linguaO cuidado com a lingua
O cuidado com a lingua
 
Há poder nas nossas palavras
Há poder nas nossas palavrasHá poder nas nossas palavras
Há poder nas nossas palavras
 
Escola de Profetas - Guia Profético.pdf
Escola de Profetas - Guia Profético.pdfEscola de Profetas - Guia Profético.pdf
Escola de Profetas - Guia Profético.pdf
 
Escola de Profetas - Guia Profético.pdf
Escola de Profetas - Guia Profético.pdfEscola de Profetas - Guia Profético.pdf
Escola de Profetas - Guia Profético.pdf
 
Lição bíblica 4º trim 2016 cpad
Lição bíblica 4º trim 2016 cpadLição bíblica 4º trim 2016 cpad
Lição bíblica 4º trim 2016 cpad
 
A língua domando esta fera josué gonçalves ebooksgospel.blogspot.com
A língua domando esta fera   josué gonçalves ebooksgospel.blogspot.comA língua domando esta fera   josué gonçalves ebooksgospel.blogspot.com
A língua domando esta fera josué gonçalves ebooksgospel.blogspot.com
 
O Cuidado com aquilo que falamos.
O Cuidado com aquilo que falamos.O Cuidado com aquilo que falamos.
O Cuidado com aquilo que falamos.
 
ORATÓRIA SACRA
ORATÓRIA SACRAORATÓRIA SACRA
ORATÓRIA SACRA
 
Suprimento para a célula falatórios inúteis
Suprimento para a célula falatórios inúteisSuprimento para a célula falatórios inúteis
Suprimento para a célula falatórios inúteis
 
O cuidado com a língua
O cuidado com a línguaO cuidado com a língua
O cuidado com a língua
 

Mais de Ailton da Silva

Lição 3 - Os primeiros passos de Abraão
Lição 3 - Os primeiros passos de AbraãoLição 3 - Os primeiros passos de Abraão
Lição 3 - Os primeiros passos de Abraão
Ailton da Silva
 
Lição 2 - O primeiro dia depois do sim
Lição 2 - O primeiro dia depois do simLição 2 - O primeiro dia depois do sim
Lição 2 - O primeiro dia depois do sim
Ailton da Silva
 
Lição 1 - Abraão, chamada e revelação
Lição 1 - Abraão, chamada e revelaçãoLição 1 - Abraão, chamada e revelação
Lição 1 - Abraão, chamada e revelação
Ailton da Silva
 
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem Levítica
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem LevíticaLição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem Levítica
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem Levítica
Ailton da Silva
 
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de DeusLição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
Ailton da Silva
 
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a MoisésLição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
Ailton da Silva
 
Lição 2 - Uma salvação grandiosa
Lição 2 - Uma salvação grandiosaLição 2 - Uma salvação grandiosa
Lição 2 - Uma salvação grandiosa
Ailton da Silva
 
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
Ailton da Silva
 
Lição 13 - Glorificados em Cristo
Lição 13 - Glorificados em CristoLição 13 - Glorificados em Cristo
Lição 13 - Glorificados em Cristo
Ailton da Silva
 
Lição 12 - Perseverando na fé
Lição 12 - Perseverando na féLição 12 - Perseverando na fé
Lição 12 - Perseverando na fé
Ailton da Silva
 
Lição 10 - O processo da salvação
Lição 10 - O processo da salvaçãoLição 10 - O processo da salvação
Lição 10 - O processo da salvação
Ailton da Silva
 
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvaçãoLição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Ailton da Silva
 
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrioLição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
Ailton da Silva
 
Lição 7 - A Salvação pela Graça
Lição 7 - A Salvação pela GraçaLição 7 - A Salvação pela Graça
Lição 7 - A Salvação pela Graça
Ailton da Silva
 
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvaçãoLição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
Ailton da Silva
 
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus CristoLição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Ailton da Silva
 
Lição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de CristoLição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de Cristo
Ailton da Silva
 
Lição 7 - A necessidade do novo nascimento
Lição 7 - A necessidade do novo nascimentoLição 7 - A necessidade do novo nascimento
Lição 7 - A necessidade do novo nascimento
Ailton da Silva
 
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a DeusLição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
Ailton da Silva
 
Lição 5 - A identidade do Espírito Santo
Lição 5 - A identidade do Espírito SantoLição 5 - A identidade do Espírito Santo
Lição 5 - A identidade do Espírito Santo
Ailton da Silva
 

Mais de Ailton da Silva (20)

Lição 3 - Os primeiros passos de Abraão
Lição 3 - Os primeiros passos de AbraãoLição 3 - Os primeiros passos de Abraão
Lição 3 - Os primeiros passos de Abraão
 
Lição 2 - O primeiro dia depois do sim
Lição 2 - O primeiro dia depois do simLição 2 - O primeiro dia depois do sim
Lição 2 - O primeiro dia depois do sim
 
Lição 1 - Abraão, chamada e revelação
Lição 1 - Abraão, chamada e revelaçãoLição 1 - Abraão, chamada e revelação
Lição 1 - Abraão, chamada e revelação
 
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem Levítica
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem LevíticaLição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem Levítica
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem Levítica
 
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de DeusLição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
 
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a MoisésLição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
 
Lição 2 - Uma salvação grandiosa
Lição 2 - Uma salvação grandiosaLição 2 - Uma salvação grandiosa
Lição 2 - Uma salvação grandiosa
 
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
 
Lição 13 - Glorificados em Cristo
Lição 13 - Glorificados em CristoLição 13 - Glorificados em Cristo
Lição 13 - Glorificados em Cristo
 
Lição 12 - Perseverando na fé
Lição 12 - Perseverando na féLição 12 - Perseverando na fé
Lição 12 - Perseverando na fé
 
Lição 10 - O processo da salvação
Lição 10 - O processo da salvaçãoLição 10 - O processo da salvação
Lição 10 - O processo da salvação
 
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvaçãoLição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvação
 
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrioLição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
 
Lição 7 - A Salvação pela Graça
Lição 7 - A Salvação pela GraçaLição 7 - A Salvação pela Graça
Lição 7 - A Salvação pela Graça
 
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvaçãoLição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
 
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus CristoLição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
 
Lição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de CristoLição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de Cristo
 
Lição 7 - A necessidade do novo nascimento
Lição 7 - A necessidade do novo nascimentoLição 7 - A necessidade do novo nascimento
Lição 7 - A necessidade do novo nascimento
 
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a DeusLição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
 
Lição 5 - A identidade do Espírito Santo
Lição 5 - A identidade do Espírito SantoLição 5 - A identidade do Espírito Santo
Lição 5 - A identidade do Espírito Santo
 

O cuidado com a língua

  • 1.
  • 2. “Porque todos tropeçamos em muitas coisas. Se alguém não tropeça em palavra, o tal varão é perfeito e poderoso para também refrear todo o corpo” (Tg 3.2) ailtonsilva2000.blogspot.com.br Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém Setor 5 – Álvares Machado (SP) TEXTO ÁUREO
  • 3. A nossa língua pode destruir vidas, portanto, sejamos cuidadosos com o que falamos. VERDADE PRÁTICA ailtonsilva2000.blogspot.com.br Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém Setor 5 – Álvares Machado (SP)
  • 4. 1 - Meus irmãos, muitos de vós não sejam mestres, sabendo que receberemos mais duro juízo. 2 - Porque todos tropeçamos em muitas coisas. Se alguém não tropeça em palavra, o tal varão é perfeito e poderoso para também refrear todo o corpo. 3 - Ora, nós pomos freio nas bocas dos cavalos, para que nos obedeçam; e conseguimos dirigir todo o seu corpo. 4 - Vede também as naus que, sendo tão grandes e levadas de impetuosos ventos, se viram com um bem pequeno leme para onde quer a vontade daquele que as governa. LEITURA BÍBLICA EM CLASSE Tg 3.1-12 ailtonsilva2000.blogspot.com.br Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém Setor 5 – Álvares Machado (SP)
  • 5. 5 - Assim também a língua é um pequeno membro e gloria-se de grandes coisas. Vede quão grande bosque um pequeno fogo incendeia. 6 - A língua também é um fogo; como mundo de iniquidade, a língua está posta entre os nossos membros, e contamina todo o corpo, e inflama o curso da natureza, e é inflamada pelo inferno. 7 - Porque toda a natureza, tanto de bestas-feras como de aves, tanto de répteis como de animais do mar, se amansa e foi domada pela natureza humana; 8 - mas nenhum homem pode domar a língua. É um mal que não se pode refrear; está cheia de peçonha mortal. LEITURA BÍBLICA EM CLASSE Tg 3.1-12 ailtonsilva2000.blogspot.com.br Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém Setor 5 – Álvares Machado (SP)
  • 6. 9 - Com ela bendizemos a Deus e Pai, e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus: 10 - de uma mesma boca procede bênção e maldição. Meus irmãos, não convém que isto se faça assim. 11 - Porventura, deita alguma fonte de um mesmo manancial água doce e água amargosa? 12 - Meus irmãos, pode também a figueira produzir azeitonas ou a videira, figos? Assim, tampouco pode uma fonte dar água salgada e doce. LEITURA BÍBLICA EM CLASSE Tg 3.1-12 ailtonsilva2000.blogspot.com.br Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém Setor 5 – Álvares Machado (SP)
  • 7. PROPOSTA DA LIÇÃO ailtonsilva2000.blogspot.com.br Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém Setor 5 – Álvares Machado (SP) • Ministério da Palavra: muita responsabilidade; • Os mestres não podem ter espírito dos fariseu; • Controle a língua e controlará outras áreas da vida; • Língua: apesar de pequena produz grande estrago; • Quantos foram feridos por nossas palavras? • Conseguimos dominar tudo, exceto a nossa língua; • Nossa língua não pode ser um instrumento maligno; • Da mesma fonte jorra água doce e salgada? • Quem bebe “água viva” consegue jorrar água para morte?
  • 8. a) Língua: •Acanhado membro do corpo humano; •Poderoso órgão que pode edificar ou destruir; •O bom uso da língua pode evitar muitos males. b) Situações que podemos evitar: •As vezes, leves brisas anunciam tempestades; •Simples fagulha pode iniciar o fogo da rebelião; •Se chutarmos o cachorro, ele nos morderá. ailtonsilva2000.blogspot.com.br Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém Setor 5 – Álvares Machado (SP) INTRODUÇÃO
  • 9. 1. O RIGOR COM OS MESTRES. • Os mestres eram honrados na comunidade judaica; • Muitos almejavam a posição. Visavam prestígio e fama; • Mas eles não tinham o conteúdo requerido (At 13.15). 2. A SERIEDADE COM OS MESTRES NA IGREJA (V.1). • Ensino: instrumento de propagação do Evangelho; • Quem recebe (aprende), repassar (ensinar) – 1 Co 11.23; • Muitos mestres serão julgados pela negligência. 3. PERFEIÇÃO QUE DOMINA O CORPO (V.2). • Quem controla a língua controla outras áreas da vida; • Pronto, falei! Não pode ser a tônica dos ensinadores; • Não somos perfeitos, carecemos da graça de Deus. I – A SERIEDADE DOS MESTRES ailtonsilva2000.blogspot.com.br Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém Setor 5 – Álvares Machado (SP)
  • 10. 1. AS PEQUENAS COISAS NO GOVERNO DO TODO (VV.3-5). • Mesmo pequena a língua pode fazer muitos (males); • Freio nos animais, leme nos navios e trava na língua; • Freio, leme e língua: pequena parte do todo. 2. “A LÍNGUA TAMBÉM É UM ‘ FOGO” (VV.6,7). • Língua: morte e vida estão sob teu poder; • Língua: todo cuidado é pouco; • Horrenda coisa é cair nas mãos da LINGUA VIVA. 3. PARA DOMINAR A LÍNGUA. • Porque demonstrarmos tanto temor por este membro? • O homem não domina sua língua por seu próprio esforço; • Somente a ação do Espírito Santo pode ajudar o homem. II – A CAPACIDADE DA LÍNGUA (Tg 3.3-9) ailtonsilva2000.blogspot.com.br Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém Setor 5 – Álvares Machado (SP)
  • 11. 1. BÊNÇÃO E MALDIÇÃO (V.10). • A língua do salvo não pode ser um instrumento maligno; • Como bendizer a Deus e amaldiçoar os homens? • “Língua de duas caras. Somos crentes bipolares? 2. EXEMPLOS DA NATUREZA (VV. 11,12). • A figueira, videira e oliveir,a cada qual produz seu fruto; • Como a língua consegue produzir frutos bons ou maus? • Se bendizemos não poderemos maldizer. 3. UMA ÚNICA FONTE. • Bebeu água da vida? Então não jorre água para a morte; • Como uma fonte pode jorrar dois tipos de água? • Não pode existir meio termo (bênçãos ou maldições). III – NÃO PODEMOS AGIR DE DUPLA MANEIRA (Tg 3.10-12) ailtonsilva2000.blogspot.com.br Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém Setor 5 – Álvares Machado (SP)
  • 12. • Salomão disse que a boca do justo é manancial de vida; • Tomemos cuidado ao usarmos nossa língua; • Um dia daremos conta de toda palavra ociosa. OBJETIVOS DA LIÇÃO – FORAM ALCANÇADOS 1) Os mestres deveriam ter conteúdo. 2) Língua, pequeno membro, pode produzir muitos males. 3) A língua do salvo não pode ser um instrumento maligno. CONCLUSÃO ailtonsilva2000.blogspot.com.br Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém Setor 5 – Álvares Machado (SP)
  • 13.
  • 14. Contato: ailtonsilva2000 @yahoo.com.br @gmail.com .blogspot.com Watsap 18 99790-3718 98132-1510 Álvares Machado (SP) 3º trim. 2014 ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL ailtonsilva2000.blogspot.com.br Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém Setor 5 – Álvares Machado (SP)