SlideShare uma empresa Scribd logo
1
2
Brasília | Brasil | 2016
5a Edição, 2020
O coração do SEU filho
é de quem chegar
primeiro !
P e d a g o g i a
Deseducadora
Alerta ! contra a
3
“O sistema educacional está
doente, formando pessoas
doentes, para uma sociedade
doente.
Augusto Cury
psiquiatra e autor de +30 livros
4
“Um país se faz com homens e
livros. Quem mal lê, mal ouve,
mal fala e mal vê.
Monteiro Lobato
5
“Os pedagogos da atualidade
são agentes dóceis de políticas
educativas cada vez mais
revolucionárias.
Pascal Bernardin
6
A educação se transformou num
grande elefante cego; ela é
robusta, mas vive de tropeçar... Se
nada mudar em sua “Visão
Estratégica” ou em seu caminho,
então o próximo passo será a
tragédia de ela cair num abismo.
Detalhe: O maior problema não
está no elefante cego prejudicar
a si mesmo ao cair no imenso
buraco, porém em levar junto
dele muitas crianças,
adolescentes e jovens também.
Afinal, elefante desgovernado de
um desgoverno faz estrago
demais.
7
Para a nossa alegria, os
“educadores” com anorexia
intelectual quererão jogar este livro
longe. E para a felicidade-mor, os
bons professores e todos os pais
gostarão bastante dele.
8
Má educação custa caro ao país.
E muito mais caro aos pais.
9
E mais: Ou você muda o mundo
Ou é mudado por ele.
10
SUMÁRIO
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!............................................12
NA DICOTOMIA DA EDUCAÇÃO, JUSTIÇA SEJA FEITA AO BOM ........................................16
SAGA DE 2015 | A SAGA 2014 CONTINUA... .............................................................................17
“A DROGA DA OBEDIÊNCIA..........................................................................................................18
SAGA DE 2014 | ESCOLA DE ALCUNHA “CRISTÃ EVANGÉLICA :........................................28
“CRESCER É UMA AVENTURA”, UMA HISTÓRIA MAL-AVENTURADA E NADA
INGÊNUA ...........................................................................................................................................29
ILÍADA : O VERDADEIRO “PRESENTE DE GREGO” NA ESCOLA...........................................37
ESCOLAS-ALEXANDRIAS : ARMADILHA HELÊNICA ESTRAGADORA CONTRA A
CULTURA CONSERVADORA.........................................................................................................41
A DAMA DAS CAMÉLIAS PARA CRIANÇAS DE 11 ANOS ?, SEGUNDO A PRÓPRIA
EDITORA, UM ERRO !......................................................................................................................49
O CONDE DE MONTE CRISTO PARA CRIANÇAS DE 11 ANOS ?, OUTRO ERRO !............52
FEIRA DO “LIVRO” E A LISTA NEGRA II......................................................................................55
UMA “FILOSOFIA” QUE SE RESUME NO MARXISMO .............................................................57
SAGA DE 2013 | ESCOLA DE ALCUNHA “CRISTÃ CATÓLICA :.............................................65
A MULHER DE PRETO.....................................................................................................................67
SETE HISTÓRIAS DE MISTÉRIOS E HORROR............................................................................69
FEIRA DO “LIVRO” E A LISTA NEGRA I......................................................................................76
PREVENINDO AS EXPERIÊNCIAS DEFORMANTES: MAIS IRONIA ........................................78
SAGA DE 2012 | ESCOLA DE ALCUNHA “MAIÊUTICA : ..........................................................80
O RETRATO DE DORIAN GRAY ....................................................................................................81
O GATO PRETO ...............................................................................................................................85
O RETRATO OVAL...........................................................................................................................88
LUIS FERNANDO FALS!SSIMO.....................................................................................................94
O MENINO MALUQUINHO NADA INOCENTE.......................................................................... 101
11
ADEMAIS : ...................................................................................................................................... 109
A BOA EDUCAÇÃO ESTÁ AGONIZANDO................................................................................ 110
DICA LEGAL!, EM TODOS OS SENTIDOS ............................................................................... 112
PARA A HIGIENE MENTAL DAS CRIANÇAS, É PRECISO REMOVER OS LIXOS
“PARADIDÁTICOS” DAS ESCOLAS.......................................................................................... 117
CÓDIGO CIVIL E PÁTRIO PODER.............................................................................................. 120
ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE.................................................................... 126
AOS PAIS CRISTÃOS................................................................................................................... 128
REFUTANDO MATERIAL INAPROPRIADO NA ESCOLA : UM MODELO............................. 141
A BOA PEDAGOGIA DA FÁBULA : PODE UM CARNEIRO PROTEGER OVELHAS?......... 145
DOIS TIPOS DE PESSOAS PARA UMA SITUAÇÃO ............................................................... 149
VACINANDO AS CRIANÇAS CONTRA A SORRATEIRA DOENÇA DEGENERATIVA
QUE É O COMUNISMO................................................................................................................ 150
FINALMENTE UMA BOA NOTÍCIA! ............................................................................................ 151
12
O CORAÇAO DO SEU FILHO E
DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
Isto é a materialização de uma preocupação com uma nova pedagogia a
qual surgiu nas escolas, a pedagogia que inspira o terror, o gótico, a
homossexualidade nas crianças e nos adolescentes, o crime contra a vida e,
principalmente, a depreciação da figura feminina – uma coisificação que surge em
alguns livros por meio de uma feminifobia ou misoginia.
No ano de 2012, numa escola diferente da qual os meus filhos se encontram
atualmente, tive a surpresa de uma “nova educação”, ou melhor, deseducação aos
nossos filhos. Digo nossos, porque não era somente o meu filho que estava
aprendendo aquilo, os filhos daqueles outros pais também estavam.
Falo deseducação, porquanto existem uns de uma torpe classe de
“professores” renitentes descontruindo o que os pais construíram em seus filhos
acerca da ética-moral e dos bons costumes, e na maioria das vezes, até sobre
Deus. No entanto, esses ensinamentos têm sido confrontados por uma
“pedagogia” reversa e perversa nas escolas, praticada por alguns péssimos
educadores; eles lançam os nossos filhos na contramão do que lhes ensinamos.
Isso acontece por intermédio de livros paradidáticos, nesses, por exemplo, as
crianças e os jovens masculinos são “ensinados” que se fizerem pacto satânico, eles
terão todas as mulheres e dinheiro do mundo. Ainda recebem uma informação
descarada ou sugestiva, a favor, sobre a violência contra as mulheres, parentes,
relação incestuosa, e acerca das mulheres serem objetos abjetos de vis predadores
varonis, dentre mais algumas induções espantosas.
São os inimigos que nos ensinam mais... a ter todo o cuidado.
Essa repugnante pedagogia é levada aos bancos escolares por via de
leituras complementares propostas por alguns “professores” brejeiros. Leituras
estas que muitas das vezes são disfarçadas com capas ingênuas. Pois nem sempre
13
as capas são aterrorizantes; isso é uma estratégia para não chamar a atenção dos
pais no ato da compra.
As instituições de ensino preocupadas em atender à boa educação da
história, geografia, gramática, matemática ou da lógica, as que levarão os nossos
filhos às faculdades, às profissões e à vida, nos determina que compremos esses
livros dessas referidas ciências, até aí tudo bem (mas sem descuidar). O problema,
geralmente, está nos livros paradidáticos indicados por certos “educadores”...
errados!
Eles são os educadores, ou melhor dizendo, os deseducadores... pois
ensinam o terror, e o gosto das coisas insanas e hediondas as quais podem
desencadear sérias neuroses nas crianças.
Se os pais não os frear inteligentemente e com a maior brevidade possível,
uma geração com “novos homens” estragados e aculturados poderá surgir. Eles
combaterão com a contracultura, a cultura Conservadora dos mínimos
conservados; conforme aprendem com os seus “mestres”. Tudo com um
suplemento “educacional” que é passado mediante um “ensinamento”
underground cheio de sutilezas deseducadoras, porém muito mais repleto de
horror e outros desatinos.
Queria eu que isto fosse um caso isolado, de um professor qualquer – de
intelectualidade questionável – em uma escola deformada de algum lugar. Só que,
infelizmente, não foi um caso separado, como disse no início deste texto, tive
contato com esse problema da deseducação na escola, numa instituição em 2012 e
agora, em 2015, continuo vendo a mesma problemática agindo em outra... E
observei-a de igual modo em 2013.
Acredite, conversei com as diretoras das outras escolas subsequentes sobre
o motivo das mudanças de colégios dos meus filhos, e essas, também,
demonstraram-se preocupadas, e garantiram-me que não aconteceria uma
deseducação sequer daquelas em suas instituições; af!, quanta dissimulação eu vi.
Na escola de 2013, ironicamente, até recebi um manual para os alunos e
pais, no qual dizia num paradoxal trecho: “CRITÉRIO PREVENTIVO – Encaminhar
o(a) educando(a) para vivências positivas, a fim de que possam ser prevenidas as
experiências deformantes”.
14
Enfim, este livro denuncia o proselitismo em desfavor da família em geral, da
mulher e, especificamente, das crianças e adolescente. Além disso, ele demonstra
como os ativismos em prol da homossexualidade e feminifobia vêm agindo
ardilosamente na mente do público infantojuvenil nas escolas.
As crianças e os jovens são, a cada dia, bombardeados de contrainformação
com o objetivo de atacar as informações dadas pelos seus pais, os que são
normalmente conservadores e alvos (por serem opositores) dos pedagogos
estragadores/predadores.
Esses predadores, os quais comumente são pederastas ou pedófilos, são
inspirados pela filosofia grega da pederastia em que as crianças devem ser
socializadas, inclusive sexualmente. E não estou exagerando. Observe esta imagem
do kit de uma Ong que treina “professores” e ativistas para
deseducação/desconstrução cultural e, então, julgue você mesmo(a) o fato da
sexualidade independente de idade :
Esta manifestação a qual lê contra essa desPedagogia é detalhada a partir
dos livros abaixo. Pena que não posso lhe desejar boa leitura, afinal de contas, o
que vai ver é a pedagoNia deseducadora que gera agonia nas crianças
enquanto muitos pais não as veem sofrendo por um mal sorrateiro
praticado por rateiros nas escolas; mesmo os rastos dos ratos sendo
pequenos, óó é possível vê-los.
Diante disto, jamais deixe alguém chegar primeiro no coração do SEU filho
ou da SUA filha. Cumprimentos,
Alex Martins
Organizador deste livro
15
O sonho ideólogo da política
esquerdista é que o seu filho seja
transformado nisto, um híbrido
franguinho mal-educado com o rabo
rosa, o qual faz xixi sentado e jamais
lhe dará netos:
16
NA DICOTOMIA DA EDUCAÇAO,
JUSTIÇA SEJA FEITA AO BOM
Antes de continuarmos, uma pausa para fazer justiça com :
Você, o bom e responsável profissional pedagogo de verdade, o qual é
envolvido fielmente com a pedagogia e cujo objetivo, além de econômico para sua
mantença, é o de conduzir as crianças e os adolescentes pela estrada do
conhecimento... saudável! De sorte que eles possam ser adultos inteligentes e
ainda seres sadios emocionalmente e, assim, poderem, em breve, devolver à
sociedade o que receberam dela por intermédio de você: A Boa Educação!
Entretanto, você que está no dia a dia da Educação sabe muito bem que ela
vive uma dicotomia entre: a boa, simétrica (razão áurea) e tônica educação
mainstream, a que constrói no [verso] da história das crianças e dos adolescentes,
e a assimétrica, isto é, a atônica deseducação underground, a qual corrói
sorrateiramente o [anverso] das suas vidas; existe um duelo entre arquieducação e
sub educação.
Por favor, nobre e de verdade professor, não se sinta constrangido com o
que verá aqui nesta obra, pois estou jogando no mesmo time seu, na equipe pela
qual se deseja restabelecer a boa e sempiterna pedagogia educadora (sem
antítese) de todos. Ela, a que não pode ser assassinada pela outra: a opositora
"pedagogia" deseducadora pregada por uns da esteira e estirpe de sociopatas,
pedófilos e pederastas que se infiltraram na Ciência da Pedagogia para bagunçar a
boa educação e a vida dos ótimos professores, das crianças, dos jovens e suas
famílias.
Enfim, creio que a boa educação não aceita desaforo nem faz simbiose.
Portanto, ela exigirá respeito da outra. Então tudo voltará ao normal num belo dia.
Bom(a) professor(a), este livro é para sua alegria e desespero daqueles que
se autointitulam “professores”. Grande abraço a você: sra. Ótima! Professora ou sr.
Bom! Educador.
A deseducação é o óbice da educação.
17
SAGA DE 2015 | A SAGA 2014
CONTINUA...
Uma Escola Evangélica de Aparência... Porque existe nela:
profissionais cristãos de aparência... que imprimem um colégio de
fachada somente.
Eles retiram o aparente baleiro das cantinas, e deixam as editoras
entrarem com as mensagens deseducativas subjacentes as quais
contaminam as mentes das crianças nas salas de aulas.
O que é pior: Ou o doce nas cantinas das escolas ou o amargo de
literaturas obscuras em salas de aulas? Ou uma balinha ou um fel?
O que pode mais contaminar uma criança ou um adolescente
na escola : Ou o alimento da cantina que entra pela boca ou o
que entra pelos ouvidos e olhos na sala de aula?
Acredite: As crianças se contaminam menos (ou nada) com os
alimentos que elas consomem do que com as palavras e ideologias
ruins – escritas ou ditas –, as quais por vezes entram em seus
olhos e ouvidos, as que saíram de pedagogos-deseducadores.
Lamentavelmente, umas escolas, numa preocupação dissimulada,
protegem as crianças do menos ruim: Balinhas! nas cantinas.
Enquanto editoras e professores ativistas de ideologias nocivas
lançam os seus bullets (balas | projéteis) maliciosos em crianças
para as corromper nos bons costumes.
18
“A DROGA DA OBEDIÊNCIA
Este livro, A Droga da Obediência, foi
escrito antes do livro É Proibido Miar,
ambos, de Pedro Bandeira. O primeiro
doutrina as crianças a serem
irreverentes com os seus pais; mais uma
tática Helênica contra os responsáveis
das crianças. Pois no Helenismo, os
personagens não brigavam mais com os
seus pseudo-deuses, todavia com os
seus pais e “outros opositores”.
O marco da Era Helênica se deu com
Alexandre, O Grande. E especula-se,
numa versão da história, que foi ele o
autor da morte do próprio pai, Filipe II.
Provavelmente, o desatinado Maquiavel
se inspirou nessa história quando
sugere, em O Príncipe, a quebra do
Poder Hierárquico entre pais e filhos.
Tanto no Helenismo-“pedagógico” e no Maquiavelismo-“
pedagógico”, a intenção da quebra do poder hierárquico
entre pais e filhos objetiva deixar a criança e o jovem
estanques. Assim, suscetível ao Poder Social imposto por
outrem ou até mesmo por um Governo. Pois, naturalmente, na
psicologia dos infantojuvenis, eles precisam de uma liderança para não se sentirem
perdidos no mundo. E é aí que entram as víboras, quando os pais não exercem a
posição de líderes dos seus próprios filhos; se os pais não forem, alguém será o
mestre deles. Pois, se o coração de cada criança ou jovem não for dos pais, será de
outros. Falaremos um pouco mais sobre o Helenismo contemporâneo, em capítulo
específico mais adiante.
19
O fato é: As crianças sempre seguem alguém, de tal sorte é bom que sejam os
seus responsáveis naturais ou jurídicos, e não os irresponsáveis artificiais.
É necessário competir de verdade pelo coração e mente do SEU filho ou filha, não
brinque! Pois lá fora há gente competindo por eles enquanto você, quem sabe,
esteja aí brincando de se esconder...
Minha opinião é: isole inexoravelmente qualquer interceptação em desfavor da sua
família; não deixe caldo de lodo entrar no seu barco para o afundar. Seja firme em
favor da sua casa, reforce o eirado, e Deus irá pujantemente ajudá-lo, bem ao seu
lado, nisso.
Olhei bem dentro dos olhos da senhora Vida e, então, enxerguei
nela uma filhote de Maquiavel com Sun Tzu. Ufa! Que decepção!
Confesso que não queria ter visto isto : Que o Jogo da Vida nem
sempre é justo com quem está brincando com ela, a dona Vida.
Não é à toa que nesse livro de Pedro Bandeira, a tal Droga da Obediência é criada
pela empresa Pain Control, numa indução ao Controle de Pai. Até
parece coincidência que o apelido do meu nordestino pai e de outros milhões seja:
Pain. Coincidência mesmo ou, talvez, uma tentativa perversa de urdir textos de
forma sugestiva e sorrateira contra os pais? Acho que é a segunda opção.
Para mim, essa perversa estratégia é a mesma ensinada por Platão na filosofia
clássica e, logo adiante, pela filosofia Helênica também. E muito mais adiante,
igualmente o estratagema de Maquiavel sugerindo a quebra do Poder
Hierárquico (segundo a psicologia, uma forma de Perversão), para depois se
fazer o que quiser com os filhos dos outros.
O patricídio psicológico é uma das táticas mais
sorrateiras e cascavelantes da pedagogia-esquerdista.
20
“Matar” um pain (ou pai) para dominar o filho dele, pode ser um tipo de Pulsão
de Morte (conceito em psicologia) para pôr em prática a Perversão por formas de:
Fetiche, Pedofilia e Pederastia; por isso uns (não todos!) “pedagogos” tentam, com
obstinação e obsessão, quebrar impetuosamente o Poder Hierárquico que os pais
têm sobre os seus próprios filhos. Pois, "órfãos" de pais-vivos costumam viver o
caos, e nessa segregação e desmantelo é que os ardilosos tarados se apresentam
como a solução dos problemas dos infantojuvenis. Há muita coisa por trás dos
“pedagogos”-gregos-contemporâneos infiltrados nas escolas.
Ontem, 29/09/2015, numa revisão de conteúdo, acabei acrescentando o
parágrafo anterior, e hoje, tive acesso a esta “pérola” que grifei de amarelo nesta
imagem, só para confirmar o que narrei naquele texto sobre Pátrio Poder :
Para piorar, hoje, as crianças e os jovens persuadidos, aqueles que abandonam a
submissão aos pais, naturalmente, costumam se transformar em Perversos e
Pervertidos Sexuais do futuro. Igualmente aqueles sociopatas ou esquizofrênicos
deseducadores os que os incitaram um dia por meio de um poder verbal
21
manipulativo, os quais provavelmente também são vítimas de manipuladores de
suas histórias em Ong’s e universidades – apesar de a maioria saber bem... o mal!
que faz ao participar da Nova Onda nas escolas.
O livro A Droga da Obediência é uma clara manha maquiavélica
para tentativa de quebra do Poder Hierárquico dos pais sobre as
crianças e adolescentes, através da assimilação das mensagens inferidas no
texto e acomodação das entrelinhas dele.
Dessa maneira, não se engane, o estratagema do Maquiavel-deseducador em
quebrar o poder Hierárquico mais o ardil Helênico de “matar” os pais nas mentes
das crianças têm sido utilizados com astúcia pelos pedagogos-gregos da
atualidade.
Isso me parece uma desprezível variação da Alienação Parental, cujo novo modelo
não é o de pôr um responsável contra o outro, da forma que ela é por essência,
todavia o de professores colocarem os filhos alheios contra seus próprios pais
mediante sugestões ardilosas em livros paradidáticos sem didática boa alguma.
O livro A Droga da Obediência é mesmo muito ruim. Não posso imaginar o que a
minha filha pensou do trecho dele que está contido nesta imagem abaixo, muito
menos aquilo que os coleguinhas dela talvez imaginaram :
Há normas legais expressas que proíbem expor
às crianças e aos adolescentes mensagens
obscenas, são elas: o Estatuto da Criança e do
Adolescente - ECA, artigos 78 e 79; e o Código
Penal, artigos 217-A, 218-A, 233 e 234.
22
Nesse livro, igualmente o próximo catalogado aqui Crescer é um Aventura
que também faz referência explícita ao pacto de sangue numa gangue, nesse,
o autor de A Droga da Obediência demonstra isto numa inferência :
Pelo amor de Deus, ninguém quer que seus filhos fiquem brincando por aí de fazer
pacto de sangue com alguém, ou por questões religiosas ou por, de saúde pública.
Parece estranha essa forma de escrever para crianças, ainda mais de forma não
isolada, haja vista que tal evento é posto em dois livros de autores diferentes,
todavia de mesmo viés ideológico, o que talvez justifique o estilo igual,
sincronizado e orquestrado. Não é esquisito?
No livro há um personagem chamado Bronca, o qual tomou a Droga da
Obediência e, em seguida, ficou um “bom menino” (numa ironia do autor). Mas o
que aconteceu com o guri em seguida? Morreu! Afinal de contas, segundo a
ilação do livro, a obediência é uma droga que mata as pessoas e, também, é uma
porcaria que se percebe até pelo nome: Obediência. Isso que “deixa as
pessoas com cara de idiotas”, de acordo com o livro. Que pedagogia é essa que
pedagogos chegam a implantar em escolas com pais distraídos?
Além desse absurdo “pedagógico” visto até aqui, o tanto de guri que morre nesse
livro A Droga da Obediência não é para brincadeira :
Esse é só o início da tanatopedagogia (pedagogia da morte) que foi coletada dos
livros paradidáticos nos últimos anos nas escolas dos meus filhos.
Não sei que ensinamento há em adotar um livro para crianças de 11 e 12 anos, cujo
conteúdo demonstra várias crianças morrendo (são quase trinta no total) por
terem tomado doses de Obediência. Isso é muito estranho, visto que sou de uma
23
época em que os professores valorizavam a obediência como virtude, e nunca a
desvirtuosa desobediência. Ademais: eles faziam apologia à vida!
Outra “obra” de Pedro Bandeira – este autor não é muito indicado para escola
alguma, muito menos cristã :
No livro É Proibido Miar, o autor faz inferência, do início ao fim, à
homossexualidade. Esta é uma tática que é sempre utilizada nas escolas pelos
pedagogos ativistas do homossexualismo; esse livro não chegou a ser adotado
pela escola, mas seria o próximo quase por certo, pois a diretora elogiou o autor
pessoalmente para mim (é claro que a interrompi antes que ela fizesse uma
lavagem cerebral em mim).
É de conhecimento de todos, por meio da História, que a maioria dos filósofos-
pedagogos gregos deflorava os seus pupilos de toda maneira, não só na mente.
Quase todos eles foram pederastas (“tios” sem tiotês), com exceção de Aristóteles
(macedônico meio que naturalizado grego). Então, com base na História, os
pederastas modernos tentam implantar a homossexualidade nas escolas para
também deflorarem os alunos-pupilos da maneira que conseguirem. Esse tônus
dos pederastas significa ônus aos pais e jovens.
Como se vê no texto da imagem a seguir, extraído da internet, o autor Pedro
Bandeira é indicado por ativistas homossexuais para a doutrinação de gênero nas
crianças e nos adolescentes :
Tudo faz parte de uma tática engendrada com o apoio de desGovernos socialista-
comunistas e de empresas “progressistas”, os quais apoiam até Organizações “Sem
24
Fins Lucrativos” para incutir, nas crianças e nos jovens em geral, a dúvida sobre o
gênero biológico deles, ou seja, o sexo masculino ou feminino que nasceram. Para
evitar que seus filhos sejam vítimas das táticas dos desconstrutores das
ingenuidades das crianças, fique sempre a fitar tudo o que os rondam, até mesmo
na escola.
Veja na imagem a seguir de parte do kit da Promundo, uma Ong especializada em
treinar “professores” e ativistas pró-homossexualidade na desconstrução do
gênero-biológico do público infantojuvenil, tentando por meio da inculcação,
substituí-lo por, como chamam: gênero-cultural, gênero-social ou gênero-
psicológico :
Esse texto da imagem anterior demonstra uma retórica muito minguada que nem
precisa ser comentada, pois o fato de uma foto fala mais do que mil palavras;
conclua-a você mesmo.
No decorrer deste livro, você verá outras imagens que demonstram o apetite
homossexual dessa Ong em “desconstruir” as crianças psicologicamente com o
assunto gênero. Sou de uma geração na qual se dizia, num marketing
anticomunista, que "os comunistas comiam criancinhas"; todos
pensávamos, sem titubear, no sentido literal e denotativo da
25
palavra. Jamais imaginávamos que, na verdade, os deploráveis
costumam gostar da expressão, mas no sentido conotativo.
Pois então: A diversidade sexual dos adultos já é garantida juridicamente a eles no
Brasil. Todavia, a questão de gênero das crianças e dos jovens é também garantida
no arcabouço jurídico brasileiro, dando crédito máximo aos seus responsáveis
legais para decidirem sobre o assunto; e é claro que eles sempre decidem por
proteger a psicologia ingênua e o corpo infantil das suas crianças, dos seus pré-
adolescentes e dos seus adolescentes. Embora os ativistas pedófilos e pederastas
não concordem, deveriam aceitar esse fato.
Entretanto, o problema está em Pervertidos – se ainda não sabe quem são eles,
então pesquise na teoria clássica da psicologia freudiana – tentarem invasivamente,
por meio da linguagem, manipular as crianças e os adolescentes, diretamente ou
por induções, na tentativa de eles aumentarem o público homossexual jovem.
Para, em seguida, ser presa fácil com mentes indefesas e corpos despreparados.
No Estado não-autoritário, todas as pessoas têm o direito de ser agente de
mudança da educação, cada qual atendendo as suas conveniências particulares e
advogando por elas. Eu, agora, por exemplo, só estou exercendo livremente o meu
Advocacy em favor da educação TRADICIONAL das crianças e dos adolescentes,
dessa maneira confrontando a deseducação moderna que tentam ministrar neles.
Graças ao Brasil democrático!, o qual me permite isso no inteiro teor do art. 53, do
Estatuto da Criança e do Adolescente, e em outras peças do ordenamento jurídico
brasileiro e internacional (já que os militantes contra a estrutura familiar atual
gostam tanto de falar sobre a versão distorcida dos Direitos Humanos
Internacional).
Pedófilo e pederasta são hipônimos de hiperônimo tarado.
“Professor” e “escritor” que desvirtuam crianças são hipônimos
de hiperônimo comunista.
Retomando o texto sobre A Droga da Obediência e quebra de Poder de Família...
Quanto mais eu oro, parece que mais assombração aparece-me :
26
Enquanto escrevemos este livro, a questão da vez é exatamente o livro A Droga da
Obediência. Não bastasse isso, e ainda tentando digerir atualmente o lance do
Controle de Pai, ops!, quis dizer Pain Control, concomitantemente, aparece-nos
mais esta evil evidência conjuntural demonstrada na imagem abaixo, na qual se
vê outra vez o intuito da entrelinha de criar nas crianças, de maneira furtiva, uma
animosidade em relação a seus próprios pais.
Contudo, em parte, é bom, pois isto que verá só confirma o estratagema neurótico
por comportamento abjeto do staff pedagógico do colégio que minha filha estuda
atualmente, portanto afastando a possibilidade da possível pecha de paranoico
sobre mim, a qual é por vezes imputada pelos que questiono; difamar os
acusadores é uma tática ensinada por Maquiavel, e os educadores-distópicos
costumam utiliza-la bem... para o mal!
Veja o texto da prova de Português, a qual acabou de sair do forno da escola para
combinar com o Vírus da Desobediência que esse colégio quer implantar nos
alunos :
Esse ardil maquiavélico, um vetor o qual instiga a rebelião infantil e denigre a
imagem dos pais, funciona igualmente um vírus, uma bactéria ou até mesmo um
câncer na mente das crianças obedientes, as quais têm os seus pais na mais alta
conta. Entretanto, as que já são desobedientes, não as muda muito, e sim somente
as chancela a continuarem em suas desobediências ainda mais.
O fato é que as crianças obedientes não deveriam ter acesso a um texto com esse
teor, enquanto as desobedientes deveriam ter acesso a um conteúdo educativo de
27
verdade para as mudar para melhor, e não dessa maneira, tornando-as piores
ainda. Ou: escola é para educar ou deseducar?
É claro que respondeu bem: educar. Então, por que uns neo-professores ministram
aquela “pedagogia” sorrateira contra os pais em umas escolas? Ela, a que depois
de ensinada fica purulando de maneira comportamental nas casas das crianças,
por causa da infecção deseducadora que se instalou antes. Mesmo assim, alguns
responsáveis dos jovens ficam evadidos tranquilamente em suas casas; é preciso
ficar atento aos eventos inesperados de desobediência dos filhos até então muito
tranquilos e sem problemas de relacionamento familiar, pois a origem dela pode
ser a deseducação ensinada em umas escolas, por via de livros paradidáticos, por
exemplo, esta droga de obra: A Droga da Obediência.
Ainda há uns verdadeiros Karas de pau (Os Karas: grupo de personagens rebeldes
do livro A Droga da Obediência) que dizem que a escola é a extensão da educação
do lar; eles são os mesmos descarados dissimulados os quais têm a coragem de
colocar isto no cabeçalho das provas :
28
SAGA DE 2014 | ESCOLA DE ALCUNHA
“CRISTA EVANGELICA :
Na pedagogia contemporânea há uma dicotomia na qual, em sua
divisão, existe uma banda podre dando guarida a
deseducadores, assim criando uma semieducação ou metade da
Educação sem educação; infelizmente essa proposição é
verdadeira.
Mesmo assim, eu creio sim! que chegará o dia o qual a
ambipedagogia não ficará mais no ambiente da Educação.
29
“CRESCER É UMA AVENTURA”, UMA
HISTÓRIA MAL-AVENTURADA E NADA
INGÊNUA
A expressão “Nunca julgue um livro pela
capa, pois o seu conteúdo pode ser
surpreendente!” é verdadeira, porque você
pode se surpreender pelo conteúdo bom
dele ou pelo lixo terrível intelectual nele.
Esse livro, em tela, foi adquirido na Feira do
Livro fechada, exclusivamente, às crianças do
colégio atual dos meus filhos.
Para quem queria fugir da Lista Negra
contida naquela feira, essa “obra” parecia
uma boa opção à primeira vista julgando pela
capa; só parecia, pois ele colocou na brasa
quem queria fugir do espeto naquela tal feira.
Ele é um livro que foi criado para prejudicar a higiene mental de qualquer criança
ou adolescente que o leia. Visto que noventa e nove por cento do seu conteúdo
envolve um enredo enfadonho e entorpecido, o qual trata de gangues violentas,
as quais fazem pacto de sangue [sic], ameaçam os rivais de morte, andam
com soquinho-inglês [sic] dando porrada em geral e queimam
pessoas vivas. Os personagens Tocha Humana e o Malvado que lhe digam.
Nesse limo, ops!, livro, há até a Associação dos Amigos de Herodes [sic], além de
palavrão; uma lástima moral de desPedagogia direcionada às crianças. A
pedagogia marginal precisa seguir a via correta, a rota da boa educação.
Veja mais sobre essa pedagogia esquálida, digna de fábrica de psicopatas e
sociopatas, jamais de colégios dignos!, ela que foi sugerida como atividade
obrigatória para crianças de 11 anos numa escola “cristã” :
30
31
O léxico está sem nexo; diante de palavras chulas e jargões utilizados no
texto da imagem anterior, nota-se que algo tem de ser mudado no campo lexical
Educação.
Pais, antes de prepararem os jovens para o Paes, eles
devem ser preparados para a paz com os outros e
interior.
― Quê! Não é verdade!
32
― Talvez você tenha ficado surpreso.
Parece iverossímil que isso aconteça em turma de ensino fundamental, porém as
fotos que você viu comprovam as verdades dos fatos. É algo assim que determina
nossa saída da escola e termina o contrato.
É mesmo uma questão de caráter alguém escrever um livro dessa categoria mal-
aventurada e, ainda, um “professor” o repassar aos alunos de 10 e 11 anos; nesse
caso, da falta dele: ou caráter ou professor. Esses dois são claramente uns
antagonistas da boa educação, pois tanto a autora quanto o deseducador desejam
chocar as crianças com essa narrativa violenta, obrigando-as a consumirem
violência como se fosse completamente normal.
Assim, nota-se que as regras deontológicas tácitas da pedagogia ou da literatura
infantil não são minimamente respeitadas; os pedagogos ou escritores que não as
cumprem são intelectualmente desonestos com os alunos e leitores.
Esta clara flagrância da educação ruim não tem relação alguma com a
fragrância da boa educação.
Esses apologistas da violência desejam criar no público jovem a banalidade do mal.
Não me pergunte o porquê. Mas um psiquiatra lhe explicará melhor. Todavia uma
coisa sei: se uma criança de 10 ou 11 anos decidir atear fogo em alguém, ela será
inculpável perante o Direito, logo, esse fato recairá sobre os responsáveis legais
dela. Ou seja, de uma forma psicológica ou jurídica, a ação de uma criança sempre
resvalará em cima de seus pais.
A falta de eloquência, hoje, contra essa “pedagogia” delinquente pode gerar
delinquência nos jovens de amanhã.
Já que tocamos no assunto Direito, no art. 53 do Estatuto da Criança e do
Adolescente dispõe que “A criança e o adolescente têm direito à educação,
visando ao pleno desenvolvimento de sua pessoa, preparo para o exercício da
cidadania [...]”.
Diante disso, nota-se que uma pedagogia desse gênero não é só uma
transgressão transversal da ética e violação à gênese do bom senso, não obstante,
ainda é uma infração à lei. Além da agonia da educação, o derradeiro grau de
decadência dela.
33
Ademais, que pleno desenvolvimento ético-moral e psicológico uma criança ou
adolescente poderá ter, se tiver acesso a uma informação (ou melhor,
desinformação) dessa catergoria diagonal exposta nas imagens anteriores?
E de qual estirpe de cidadão o infantojuvenil será no tal exercício da cidadania
amanhã?, se hoje ele aprende que atear fogo em gente é uma aventura do ato de
crescer; é o que sugere o livro: CRESCER É UMA AVENTURA.
Narrativas como essas que se viu nas duas imagens anteriores somente servem
para desarmonizar psicológica e intelectualmente as crianças que tenham acesso a
elas.
Quem escreve um texto desse teor direcionado a crianças de 11 anos juntamente
com quem o indica na escola só podem ser desintregrados da estrutura psíquica.
A Pedagogia tem de criar inteligência nos
jovens para que eles busquem a moral e o
bom caráter que os ajudarão na cidadania;
para buscar a ética, o bom caráter e a
cidadania, é preciso de que antes eles
tenham inteligência!, o que a "pedagogia"-
deseducadora não cria em ninguém. Essa
costuma falar sobre razão e, ainda, vender
a ideia que é dona dela, entretanto, na verdade, costuma não ter racionalidade
alguma nem é o mínimo razoável em seus ensinamentos. Como se vê mais :
34
Hein?! Isso só pode ser obra de um ser abissal, pois pôr num colégio cristão um
livro que faz apologia a Herodes, o homem que ordenou a morte do menino-
Jesus, não conseguiu, todavia, por raiva, de não ter conseguido tal feito, ordenou o
assassinato de milhares de crianças. Logo, citá-lo em escola cristã só pode ser
coisa de endemoninhado ou loucura mesmo.
Literatura indicada para criança de 11 anos?
35
A verdade não incomoda ninguém. Por isso, a verdade tem de ser dita a todo o
tempo; a mentira que não, é verdade?
Nem sempre é assim, pois um dos professores irresponsáveis mas “responsáveis”
por aquele material deseducador, num certo dia disse erradamente a minha filha :
― Nossa... seu pai é bem chato! hein?
Segundos depois ele chamou a menina e disse-a :
― Hei!, não conta nada para seu pai.
É como diz o provérbio: ´´Não repreendas o escarnecedor, para que não te odeie;
repreende o sábio, e ele te amará”. Ou seja, depois de tanto repreender incautos
sem sabedoria, já era de se esperar tal atitude de pelo menos um porta-voz
“pedagogo”.
Apesar do que o deseducador disse a minha filha sobre mim, graças a Deus sou
bem resolvido ao ponto de pensar isto acerca do comentário dele :
▪ Um policial é criticado por? Ladrão de patrimônio alheio!
▪ Um auditor é criticado por? Ladrão de capital alheio!
▪ Um conservador é criticado por? Estragador-ladrão de capital intelectual!
Logo, a crítica dele se tornou para mim... num? elogio!!!
Os pais sempre prepararam os seus filhos para a vida ao
mesmo tempo em que os protegiam dela, todavia nunca
imaginaram fazer essa última coisa quando eles estivessem
dentro das escolas.
Enfim, por exemplo semântico e analogismo
pedagógico de verdade, imagine um filme
passando-se numa escola, na qual trabalha em
sistema integral – aulas pelas manhãs e tardes –,
que os alunos recebem refeições. Em seguida,
pense que é a hora do almoço e, logo, a cozinheira
pegou todos os tupperwares com cozidos feijões
congelados para os preparar e distribuí-los... Até aí
36
tudo OK. Todavia, o que ela não sabia foi que um psicopata acrescentou ou
trocou discretamente um recipiente com alimento por outro com conteúdo
´´alimentício´´ bem estragado. Diante disso, note que, por fora, tudo estava em
potes de APARÊNCIAS perfeitas, nos quais, por estarem congelados só esperando
o momento exato de serem servidos, não se percebia nada de anormal.
Pois é... Como foi dito, por comparação, é
assim que acontece em umas escolas. Tudo
parece normal, pois a capa dos livros
geralmente são inofensivas da mesma forma
que esta, no entanto o conteúdo foi
propositalmente contaminado, por um doente
mental, para, dessa maneira, provocar uma
indigestão e contaminação intelectual nos
infanto-juvenis.
E o que fazer na condição de pai ou
responsável? Aplicar-lhes imediatamente o
antibiótico da contrainformação, combatendo
a informação contaminada. Porém, não se
esqueça que o melhor remédio é a prevenção; escolha bem onde os seus filhos
serão alimentados moral e intelectualmente. E jamais permita que a inocência
deles seja fatiada igualmente cebola nem que a sua paciência seja espancada
igualmente bifes.
O maior desafio dos professores é continuar sendo
eternamente alunos... sem serem moleques.
37
ILÍADA : O VERDADEIRO “PRESENTE
DE GREGO” NA ESCOLA
Esse livro é um Cavalo de Troia, um vírus para
a higiene mental das crianças.
A pedagogia da história do livro Ilíada para a
minha filha (seria, pois ela não o leu) e demais
colegas de turma de 11 anos se resume assim :
Roube a Helena alheia, depois arrume uma
confusão danada com a ajuda dos pseudo-
deuses, e mais adiante: Saia de vítima! por ter
recebido um “presente” dos gregos.
Caro responsável, a verdade que ninguém
nunca diz sobre a fábula de Ilíada é: Troia teve
o que mereceu! É como se diz na máxima
bíblica: “O que, passando, se põe em questão
alheia, é como aquele que pega um cão pelas
orelhas” (Provérbios 26:17).
Mas, os deseducadores insistem em ensinar o contrário, contribuindo para uma
geração de espertinhos e “coitadinhos” que pensam que nunca serão punidos por
suas malandragens.
O personagem troiano,
Paris, foi à Grécia, roubou
a Helena do seu esposo,
um guerreiro!, e não
queria uma guerra?
Contudo, não é a
verdadeira moral da
história que ensinam às
crianças. Ademais, isso
nem é literatura para
crianças de 11 anos.
Mesmo assim, obrigam-
Afrodite: a “deusa” da seduCAção – educação com sedução.
38
nas a fazer uma “arte” como atividade escolar... que arte?! (todas as imagens deste
capítulo foram fotografadas por mim na escola “cristã”).
39
É claro que a minha filha não participou de nada nessa “arte”. Na verdade, ela não
participou de coisa alguma nem mesmo das atividades literárias e “pedagógicas”
sobre o livro Ilíada. Pois uma coisa eu aprendi com o ensinamento de um grego
bom: “Más comunicações corrompem os bons costumes” (MENANDER,
poeta ateniense; 290 a.C.). E com outro, Esopo, a desobedecer aos lobos; ele já
orientava fabulosamente as ovelhas a não darem ouvidos aos lobos, ele fez isso no
século VII antes do Pai das parábolas.
A melhor forma de se exercer a liberdade da bela arte é pintar
flores e crianças nos jardins, em vez de as deflorar na mente
numas "escolas" apologistas da arte da feiura.
A imagem abaixo de um e-mail enviado pela orientadora “pedagógica” confirma a
nossa desobediência a essa droga de pedagogia lobina, afinal de contas, o livro A
Droga da Obediência pode ser utilizado às avessas, fazendo com que os
apologistas da desobediência provem dos seus próprios venenos; além do mais,
desobedecer ao errado, é o certo :
Diante disso, cuidado com o ia
o
CavaloDeTr
# ! Jamais abra as portas da sua
casa para uma cacoeducação que virá com um “presente” de Pedagogo-Grego-
Moderno a qual possa destruir seus filhos e sua fortaleza familiar pela
deseducação. E o pior: Você pagando uma parcela mensal por isso. Então fique
40
atento às atitudes da professora Helena de Troia, pois ela está disfarçada de boa
moça, porém, na verdade, é uma desbraga de gregaça! – isso foi o máximo
conseguido com eufemismo, acredite. A tal moça de Troia não tem a braga presa
à boa e velha moral.
As crianças e os adolescentes precisam de somente da
educação frutuosa, e sem o “bichinho da goiaba”. Eles
necessitam da educação ministrada sem o asterisco, aquele
detalhe que quase ninguém enxerga mas que faz toda a
diferença... para pior!
41
ESCOLAS-ALEXANDRIAS :
ARMADILHA HELÊNICA ESTRAGADORA
CONTRA A CULTURA CONSERVADORA
Essa arte apresentada no capítulo anterior faz parte do estratagema-mor de
implantar a cultura Helênica por meio da contracultura para aculturar as crianças e
os jovens que, geralmente, são filhos de pessoas conservadoras, pelo menos é o
que se presume nesse caso específico de colégio com alcunha cristã.
A principal estratégia dos pedagogos gregos contemporâneos é a de infiltrar um
tipo de Helenismo nas escolas, inclusive as cristãs. Visto que tal estratagema cria
um sincretismo cultural entre a cultura atual – a qual possui tendência mais forte
judaico-cristã – e a que se pretende implantar, criando com isso uma aculturação
pela sugestão ardilosa disfarçada de conteúdo “inteligente”.
Ou seja, a manha da indução sem usar a estratégia invasiva da contracultura com
força bruta ou da palavra persuasiva direta – as que são mais evidentes e podem
ocasionar uma oposição maior ao objetivo de formar a cultura do "novo homem"...
estragado! – é implementada subjacentemente na sociedade por intermédio de
escolas e professores, os quais provavelmente foram preparados em alguma
universidade ou Organização “Sem Fim Lucrativo” com meta específica de
mudança das relações e práticas sociais.
Detalhe: sem a força e a forca da imposição, fazendo parecer que a própria
pessoa está pensando daquela nova forma, mas na verdade, ela foi treinada de
forma sutil para pensar diferente, seguindo A Onda – o Duche Cerebral; coisa
da Reengenharia Social praticada por faculdades ou Ong’s. É assim que quase
todas as instituições escolares e muitas famílias estão fazendo parte de um
neologismo-secular sem nem mesmo perceberem; elas participam de uma
espécie de eugenia “intelectual” e social, e ainda acreditam que estão
pensando novo por elas mesmas, o que faz parte de uma manipulação.
Observe aquilo que diz o texto na próxima imagem, o qual foi extraído do manual
da Ong Promundo e que é utilizado para treinamento de “professores” e ativistas
da homossexualidade :
42
A infusão da cultura grega em ambientes diferentes, com o propósito
da aculturação por meio de um sincretismo cultural, e até religioso,
chama-se Helenismo. A introdução da Cultura Helênica Moderna nos
ambientes escolares é um infortúnio para o futuro da população
infantojuvenil, inclusive cristã. O Helenismo Contemporâneo é o
verdadeiro “presente de grego” que uma escola possa ganhar.
A Cultura Híbrida Helênica ou o Multiculturalismo de Alexandre o Grande,
remodelado para o espaço escolar atual, permite que as crianças e os jovens, após
a aculturação pela assimilação e acomodação, tornem-se pequenos
multiplicadores Helênicos em seus lares. Por que acha que umas crianças
e uns adolescentes mais parecem estrangeiros em suas
próprias casas?
E o pior: alguns pais vêm se adaptando a eles, pois desistiram de tentar fazer com
que os SEUS filhos falem a mesma “linguagem” deles. Isso é um erro, uma vez que
se um infantojuvenil insiste numa obstinação alheia ao ambiente do seu núcleo
familiar, tais pais precisam manter a direção original de forma inexorável. Afinal de
contas, são os pais que ditam as regras nos lares; jamais devem ser os filhos, e
muito menos os professores-deseducadores que “entram nas casas” sem nem
mesmo saberem os endereços delas.
Os pedagogos-helênico-contemporâneos, os quais são intelectuais orgânicos e
atrofiados, estão fazendo uma Reciclarem Reversa na Educação de forma que
estão colocando o lixo nela enquanto retiram o que é bom intelectualmente, ético
ou moral... Assim criando uma trupe de multiplicadores infantojuvenis
43
intelectualmente deformados, igualmente os seus “mestres”. Coitados desses
jovens, pois na busca da hipertrofia do intelecto, na verdade, acabam encontrando
a atrofia dele.
Eles querem adaptar as crianças
e os jovens por meio de uma
assimilação e acomodação de
um modo “novo” de pensar
sobre: religião, sexualidade,
respeito social e à família; o qual
é diferente da maneira
tradicional que a maioria dos
pais costuma ter.
Isso é a tática da Aculturação
Grega que Alexandre, O Grande,
costumava utilizar nos lugares
conquistados por ele.
O fato é que muitas escolas
estão sendo cobaias de professores, enquanto esses por sua vez estão sendo,
também, hospedeiros intermediários de agentes infecciosos: os pesquisadores de
Faculdades de Psicologia Social e Sociologia, os quais tentam mudar comunidades
para atender a “O Grande Alexandre” da atualidade: um desGoverno socialista-
comunista que adora esse viés e artimanha; além dos interesses pervertidos sexuais
de uns indivíduos.
E falando em Psicologia Social, essa alteração comportamental ou reengenharia
social com o objetivo político e ideológico-“progressista” é chamada de Teoria da
Conformidade Social, e o pai desse modelo foi o psicólogo Solomon Asch.
O conformismo ou condescendência de 75% das pessoas diante de situações
erradas faz com que a Psicologia Social, de Asch, seja um sucesso em qualquer
lugar; lamentável. Enfim, não é porquê a multidão está indo numa direção [«««]
que temos de segui-la até o abismo. Para o triunfo do mal, basta que os
bons façam nada (Edmund Burke).
Só um covarde que tem medo de virar “Boi de Piranha”, por
se voltar contra o rebanho conduzido na Conformidade
44
Social equivocada, fica quietinho diante do erro,
assimilando-o, e se aculturando bem (!) acomodo à boiada
errada, essa a qual é de fato doente.
Segundo Solomon Asch, os indivíduos ou
grupos se tornam conformistas para evitar o
conflito. Isso foi exatamente o que grandes
cidades fizeram quando Alexandre, O
Grande, conquistou-as. O filme A Onda
também comprova a teoria de Asch.
Com prazer, faço parte dos 25% "do contra",
os chamados de chatos, quadrados,
opositores, coxinhas, cavalos, tradicionais,
conservadores ou retrógrados pelos outros
75% manipulados pelos filhotes de Solomon
Asch ou sua ideia direta nada direita. A
propósito, esse tipo de achincalhamento é
outra “arte” que os indivíduos manipuladores
e os seus engendrados se utilizam; ela é
denominada de Assassinato de Reputação. Já que não conseguem se defender dos
fatos comprovados, então partem para o assassinato do caráter, para que o
opositor tenha a sua reputação questionada; uma tática maquiavélica realizada por
detratores para calar os acusadores deles, e um modelo falacioso – do tipo
argumentum ad hominem.
O ativismo homossexual quer o silêncio dos opositores adultos
para que possam continuar fazendo barulho na alma das
crianças e dos adolescentes.
A ridicularização é uma das técnicas
de manipulação da chamada
Dissonância Cognitiva a qual serve
45
para tentar fazer com que um indivíduo contestado cometa uma contradição
contra os seus valores, calando-se ou concordando com o errado, só para
evitar a tensão de futuras contradições; isto é chamado especificamente de
“clarificação de valores”. Enfim, podem levar os cavalos até a água, mas
nunca forçar cem por cento deles a bebê-la (John Heywood).
Note que vale de tudo para tentar chegar aos 100% de manipulados conformados
de uma espécie de Quarta Onda, os desinformados e enquadrados na
Conformidade Social que muda os ambientes (sempre para pior) por meio de
Reengenharia Social para atender a um fanatismo ideológico sodomita ou
comunista, por exemplos.
Não seja "gerenciado" por uma estratégia de intervenção no seu modo de agir.
Para serem aceitas, muitas pessoas concordam
silenciosamente com coisas que detestariam admitir; daí
realizam (ou deixam de realizar, conforme o caso) o que
não queriam. Elas fazem isso só para evitar a tensão de
futuras contradições hostis e evitar também correr o risco
de um ostracismo. A Dissonância Cognitiva explica isso por
meio da psicologia manipulativa.
A ridicularização, achincalhação ou difamação também é uma “arma” de
subterfúgio que serve para tentar colocar uma pessoa, de posicionamento
inexorável, numa espécie de ostracismo moral para deprimi-la e aniquilá-la na “ilha
de Policarpo Quaresma” e fazê-la desistir de questionar o que ela está vendo de
errado; aqueles que não se conformam socialmente ao erro, logo são de pronto
ridicularizados. Sabendo disso, ainda vai se importar com aquilo que falam mal de
você?
Assim sendo, infelizmente, a difamação contra a [vítima-verdadeira]
geralmente é um assassinato de reputação iniciado pela
[vítima-falsa]; isso é a vitimização da não-vítima ou
coitadização do culpado. ´´O primeiro a apresentar a sua causa parece ter
razão, até que outro venha à frente e o questione” (Provérbios 18:17).
46
Irônica e inteligentemente, Machado de Assis mostrou isso no livro O Alienista, no
entanto, o nada engraçado Maquiavel ensina ainda hoje, por meio da sua
literatura, a seus pupilos maquiavélicos essa “arte” perversa, no final do capítulo
VIII. Foi Maquiavel quem inventou isso? Não. Pois, Platão sugere esse tipo de
ostracismo moral antes do desterro físico; está registrado em seu livro A República.
Em parte, eu gosto quando sou achincalhado – é estranho –, e já explico o porquê:
É porque ela, a achincalhação, é o último recurso do opositor, assim sendo,
transforma-se num indicador de que você está ganhando a “guerra”. Dessa
maneira, a ridicularização ou a difamação é a prova de que o oponente virou um
Kamikaze, nesse caso: um pedagogocida; ele sabe que vai morrer
profissionalmente e moralmente – pois foi descoberto e o que faz é feio até aos
olhos dos pais liberais –, então quer fazer um grande estrago antes disso: “morrer”.
Enfim, existe uma explicação lógica para quando uma pessoa tenta
sempre o diminuir: ou você cresceu ou ela encolheu.
Num sistema cancerígeno, é a célula boa que é atacada; para o
mal, o bem que é ruim. Qualquer semelhança disso com a
realidade social, não é mera coincidência.
Sem ou com difamação, não seja inocente quanto à educação que é dada na
escola dos seus filhos, veja se está tudo bem mesmo por lá, pois há muito louco
manipulador com viés ideológico sestro que anda disfarçado de normal só porque
usa jaleco com giz e pincel no bolso. Detalhe: tentando criar uma geração inteira
de insanos Sem Limites e Jovens-problemas.
Como qualquer insano sociopata-inato, esses deseducadores infiltrados nas escolas
chegaram para bagunçar e sujar tudo, com inclusão: da higiene mental das
crianças e a pureza dos seus corações. Então, seja uma sentinela na escola do seu
filho ou sua filha você também; e quando for agir, pode ter quase certeza, talvez o
difamarão de um monte de coisas, tais como: chato, retrógrado, fanático, opositor,
quadrado, entre outras pechas. Mas como já sabe que isso é uma tática para tentar
pará-lo, então não desista! de fazer o que é certo contra quem é pertinaz no erro.
Retomando :
47
Santo Deus, eu é que não quero acreditar na expressão popular: “Quanto mais eu
oro, mais assombração me aparece”. Havia terminado este capítulo no parágrafo
anterior, e a minha filha acabara de trazer-me mais uma “pérola” do Colégio
Evangélico ao qual ela estuda :
Essa imagem anterior só confirma o que eu estava escrevendo: Primeiro levam o
Helenismo ao gosto fabuloso dos “deuses” do Olimpo e dos seus pedagogos-
modernos, na tentativa do sincretismo cultural, e agora vemos até mesmo uma
mistura religiosa; fato extremamente proibido na Bíblia, ou seja, na cultura e
religião judaico-cristã. Da maneira que esses desrespeitosos com a religião alheia
estão sendo arrojados até em escola confessional-cristã, se não perceberem que
ninguém os freia com suas ousadias, já já eles farão referência positiva a Moloque.
Que Deus tome conta das crianças e dos jovens.
Nota-se que, primeiramente, implantaram na escola confessional a Ilíada com os
seus pseudo-deuses que forma uma espécie de religião grega, para em seguida
48
introduzirem o ingrediente de costume da religião afrodescendente: São Jorge;
uma tremenda cara de pau de um Helenismo moderno.
Se isso não for freado, em breve farão até referência a outros demônios. Pois a
intenção é que até os cristãos falem a mesma língua dos “gregos” e vivam os
mesmos costumes daqueles. Não se pode agradar ao Senhor Jesus e aos “gregos”
e aos demônios ao mesmo tempo. Ou acredita-se em Jesus Cristo ou em São
Nada, porém, simultaneamente, não faz sentido bíblico algum. A cultura deve
sempre ser julgada e provada pelas Escrituras (Pacto Cristão de Lausanne).
As pessoas precisam saber a verdade, mesmo que os marotos
(garotos ou não) queiram mantê-las na mentira.
49
A DAMA DAS CAMÉLIAS PARA
CRIANÇAS DE 11 ANOS ?, SEGUNDO A
PRÓPRIA EDITORA, UM ERRO !
Este livro, de Alexandre Dumas Filho, faz
parte da literatura francesa para o público...
adulto! A prova disso é que ele foi lançado
sob o timbre da coleção Reencontro.
Mesmo assim, o livro foi ministrado numa
turma de 6º ano para uma criança de 11
anos apenas. O que demonstra a
inépcia da professora e, igualmente, da
bandoleira do staff pedagógico que o
indicaram no colégio.
Note bem, se o livro não faz parte da coleção
Reencontro Infantil, automaticamente, isso
significa um sinal de que ele não é indicado
para crianças de 11 anos; é simples assim. Então, propor às crianças um engano de
tal grau, é um erro crasso.
Até o “intelectual” socialista, o
qual todos os dias fala
“poblema” na rádio CBN,
Carlos Heitor Cony, aquele que
fez a adaptação desse livro
para a editora Scipione, não
mudou isto: a faixa etária, o
que é até de se estranhar.
Então, confesso: Por isso,
agora, ele possui um crédito
comigo.
A seguir alguns trechos desse
livro :
50
Esse é um livro perigoso para o comportamento sadio de adultos quanto o mais
para crianças e adolescentes de ambos os sexos que ainda estão sendo formados
moralmente, pois essa literatura narra a história [de amantes] que são mantidos
51
nela como [diamantes] enquanto as esposas são tratadas igualmente refugo de
bijuterias, lamentavelmente. Isso é uma forma de defloração moral à
dignidade das crianças.
E a Coordenadora Pedagógica garantiu-me, ao telefone, que essa é uma excelente
pedagogia para crianças de 11 anos. Af! Sendo assim, nota-se: O primeiro o qual
se viu não significa o primeiro que chegou. Ou seja, o professor o qual está na
linha de frente, mirando e atacando as crianças com as bombas despedagógicas,
pode estar só cumprindo ordens de alguém que não se mostra; o que está oculto
não é desabonado do mal que arquitetou, logo, mesmo não o executando
diretamente no front, ele é partícipe. Em guerra: não é inocente o que faz
batalha, nem o que planeja a tática dela.
A alcova pode ser um lugar sagrado e diferente
do agrado de Almodóvar. Que se entenda isso Duma
vez, tanto o Filho quanto o Pai, os senhores Dumas.
52
O CONDE DE MONTE CRISTO PARA
CRIANÇAS DE 11 ANOS ?, OUTRO ERRO !
No primeiro momento, possivelmente
até discorde do porquê de eu ter
acrescentado este livro, de Alexandre
Dumas, à lista, afinal de contas, você
assistiu ao filme e, talvez, achou-o bem
legal. Ou até leu o livro e gostou.
Entretanto, não se esqueça de que
estavamos falando sobre literatura
direcionada às crianças, as que ainda
estão com os seus caráteres sendo
formados, e neste caso específico o
livro foi indicado para trabalho escolar
a umas de apenas 11 anos.
Ora, bem sabemos que a moral da
história trata da “arte” de se vingar.
Sendo assim, os adultos já formados
eticamente e intelectualmente que têm
acesso a essa literatura, é uma coisa, outra é uma criança de 11 anos, ainda em
formação moral, assisti-lo.
Ou colocamos os nossos filhos no mundo para durante a vida, nós mesmos os
transformar em neuróticos sociopatas mirins?
Esse livro da literatura francesa foi escrito por Alexandre Dumas Pai e conta a
história de Edmond Dantés. Ele é o personagem principal que foi preso
injustamente numa ilha, por causa de uma armação de um “amigo”, mesmo o tal
Dantés sendo um homem bom.
Na prisão, Edmond ficou amigo de um padre que tinha um tesouro escondido. O
tal sacerdote contou a Dantés o local no qual estava seu tesouro. Depois esse
protagonista, após quatorze anos preso injustamente, fugiu daquela prisão rumo à
caça ao tesouro. Até aí tudo bem.
53
Só que, após sua liberdade, Edmond Dantés planejou por 10 anos sua tão sonhada
vingança premeditada, o que para ele seria “justiça”.
Apesar de Dantés, depois de já estar cheio da grana, ajudar muita gente boa que
ele conheceu, ele de fato se vingou dos seus inimigos, se passando por vários
personagens. E o mais famoso e importante foi o de conde de Monte Cristo, uma
figura que não tinha nada a ver com os ensinamentos de Jesus Cristo. Porque :
A maldade foi feita para mudar o coração de quem a
pratica, apenas isso; jamais para modificar a vítima dela.
Não se vingue!, pois a vingança é um ensinamento do conde
de Monte Cristo, e nunca do bom Jesus Cristo.
E falando no verdadeiro e bom Mestre, Ele disse: ´´Eu lhes asseguro que, a não ser
que vocês se convertam e se tornem iguais às crianças, jamais entrarão no Reino
dos céus´´ (Mateus 18:3). Contudo, pergunto-lhe :
Se permitirmos de forma acomodada e condescendente a doutrinação
deseducadora e insana a que as crianças estão recebendo hoje, em lugares que
deveriam educá-las ainda mais, nós, seus verdadeiros responsáveis, estaremos
perdidos! Pois o que aprenderemos de bom com elas? (Mateus 18:3). Se não
questionarmos o primeiro livro, receberemos facilmente o segundo lixo, depois o
terceiro goela abaixo, em seguida o quarto lixo ou livro... Glub! Glub! Glub!, numa
gradação quase sem fim. Sr. Brandão, por favor, continue muito brando, porém
não condescendente.
Os “progressistas” pedagogos gregos-modernos, adeptos do Helenismo, não estão
querendo criar somente uma nova geração com o “novo homem” idealizado por
Filipe II, Alexandre (O Grande), Maquiavel, Marx e Gramsci, eles estão querendo
mudar também a geração atual. Pois sabem muito bem da influência das crianças
em seus núcleos familiares. É por isso que aqui em casa nós somos irredutíveis
quanto ao ensinamento conservador tradicional-bíblico.
Com base em Mateus 18:3, 4, será que podemos perguntar às crianças e aos
adolescentes o que eles vêm aprendendo de bom para nos ensinar? Afinal de
contas, segundo o texto bíblico, eles nos servem de modelo. E caso não possam
nos ensinar alguma coisa, de quem é a culpa: De alguns professores, os quais os
54
modificam para pior? Ou de muitos pais, os condescendentes que permitem isso?
Ou deles, as vítimas?
Jesus sugeriu aos adultos imitarem as crianças. Porém, será que podemos imitar
todas as crianças? Caso não, a culpa é dos pais que não têm tempo para
perceberem o que estão acontecendo com os seus filhos nas escolas. Ou: uns até
percebem, mas eles ficam esperando outro pai perceber e fazer algo, pois não
possuem tempo para gastar com essas coisas, e sim somente para ganhar
dinheiro. Na crescente atração pela velocidade em conduzir a vida, quase ninguém
possui mais tempo para nada, inclusive, para as crianças; afinal de contas, elas não
geram receitas.
Temos olhos, e costumamos não enxergar tudo porque estamos muito ocupados
buscando um emprego melhor... em seguida, uma casa própria... depois, uma
habitação maior... mais adiante, uma chácara... logo, também uma casa na praia
ou um flat em Caldas Novas... E precisamos trabalhar mais para a viagem
internacional... mesmo que tudo isso custe os filhos.
O ideal é que os adultos imitem as virtudes das crianças, entretanto, são todas elas
virtuosas? Ou será que não? Pois muitas estão sendo condicionadas para serem
mal-aventuradas e desvirtuosas.
Pais, trabalhem menos para os outros e mais para os seus filhos! Pois com pais
despercebidos, os filhos se tornam presas fáceis em todos os lugares, inclusive, nas
escolas.
Enfim, você se lembra da diferença entre a coleção Reencontro e a Reencontro
infantil, a que foi explicada no capítulo anterior? Pois é, novamente a incapaz
equipe dessa escola cometeu o mesmo erro. Ou: será que não faz de propósito
para atender à obstinação ideológica que ferve dentro dela?, eis a questão.
“Meu querido amigo, imite o que é bom e não o que é mau. Quem
faz o bem é de Deus, e quem faz o mal nunca viu Deus.
— 3 João 1:11
55
FEIRA DO “LIVRO” E A LISTA NEGRA II
O mal dá de colher, e num certo dia ele
tira de balde. Mas parece que os esquálidos
professores responsáveis (ou melhor:
irresponsáveis) por esta “feira” do livro não
sabem disso, e por esse motivo eles militam
para ele (o mal) na maior cara de mau, ops!, de
pau.
No cardápio dessa tal “feira” para crianças de 11
anos havia este alimento intelectual
DES“pedagógico” :
▪ O Escaravelho do Diabo.
▪ Barco do Demônio.
▪ O Elmo da Caveira.
▪ Safari dos Monstros.
▪ Procura-se um Vampiro.
▪ Na mira do Vampiro.
▪ Forte dos Esqueletos.
▪ Fantasma no Campo de Futebol.
▪ Terror na Festa.
▪ O Gênio do Crime.
Quando alguém investe no mau
comportamento, receberá de volta a
recompensa dele, numa espécie de troco
pela troca de favores com ele.
Essas feiras costumam ser assim: os pais enviam o dinheiro para que suas crianças
comprem bons livros (pelo menos esse é o intento deles), e depois, lá na tal feira,
elas pensam que estão os escolhendo por elas mesmas. No entanto, só pensam,
56
pois os “livros” já foram pré-selecionados pela tia Sólonge, deixando-as sem
opções.
Coitadas das crianças, pois muita das vezes elas ficam mesmo sem livre escolha,
porquanto no cardápio escolar costuma não ter títulos bons de livros para que se
alimentem intelectualmente. Daí as infantes levam qualquer coisa para casa. E os
pais vão reclamar para quem?, já que foram elas que “escolheram”.
Enfim, só espero que a professora Sólonge fique distante das crianças, pois ela
está terrível depois que pegou o “Barco do Demônio” e tocou o “Terror na Festa”
dos livros paradidáticos. Então, só longe!, Solange.
Para reflexão | Os livros devem ser elaborados para isto, e não o contrário :
57
UMA “FILOSOFIA” QUE SE
RESUME NO MARXISMO
Primeiramente, na minha opinião, não sei por qual razão insistem em dizer que um
reacionário, o qual criou uma bula “filosófica” aquela que foi e é seguida pelos
maiores genocidas da história, é obstinadamente tachado com a pecha de filósofo.
Josef Stalin, líder comunista soviético, seguindo um viés de Karl Marx, instalou na
Ucrânia o horror chamado de Holodomor ou também conhecido por Holocausto
Ucraniano. Graças a Deus, em 2015 a descomunização virou lei naquele pais;
agora, na Ucrânia é proibido existir partido comunista ou, ao menos, fazer
apologia ao comunismo por meio de símbolos. A velha vermelha é caduca e
terrivelmente sem educação, então precisa mesmo ser banida.
Tal qual, a história narra que quase cem porcento do modelo adotado por Adolf
Hitler e seu partido, o Nazi, foi baseado na “filosofia” de Karl Marx. Então julgue
você mesmo o marxismo; as vítimas [baleadas] pelo Holodomor foram vítimas de
ideias [baseadas] no comunismo.
Comunismo nas Escolas:
o ABC contracultural
contra o
bê-á-bá da cultura tradicional;
af!, la-men-tá-vel o abecedário comunista.
E o que falar dos marxistas fanfarrões: Fidel Castro e seu lacaio Che Guevara, os
maiores genocidas e autocráticos que já existiram mais perto dos brasileiros?!
Apesar de ridículos, eles sabiam bem... o mal!, a trapalhada que faziam; eles não
foram valentes, e sim fanfarrões e covardes! no paredón. Até hoje a única
fidelidade do Fidel foi com a morte de seus opositores ideológicos e lógicos!
contra a filosofia da morte. Fidel Castro fez eugenia política, ideológica e social em
Cuba, por meio da castração da vida; ele foi um dos maiores genocidas que o
mundo já viu.
58
Na retórica esquerdista, o assassinato é chamado de
“justiçamento”, e o roubo, “apropriação”; acredita-se fielmente
nisso, assim não se sente culpado por nada.
E o que falar de Mao Tsé-Tung com seu marxismo-Maoísta na China, aquele que
matou milhões de opositores do seu regime e da sua “filosofia”, e outros tantos
milhões por fome?!
E, além disso, o que dizer sobre o marxismo-Juche de Kim Jong-un, o ditador da
Coreia do Norte, o qual é responsável por milhões de presos políticos desde a
época que seu pai estava no poder? Esses presos são pessoas que não
concordaram de alguma forma com a “filosofia” marxista dos ditadores
hereditários da Coreia do Norte, e que por isso eles estão fazendo trabalho
escravo para o país comunista; um verdadeiro presente socialista.
Esses ditadores absolutistas formam na história as porções dos porcões, eles
mesmos.
Essa tal “filosofia” só causou mortes, ora políticas – no paredão –, ora por fome –
com o panelão vazio. O marxismo já provou o suficiente seu fracasso ideológico e
econômico, ou como uns ainda insistem em chamar: “filosófico”. Essa maiêutica-
reversa é a mãe de muitos males dos séculos XX e XXI que abortaram o que
estava bom para parir aquilo que não presta. É para rir de quem defende a
"filosofia" marxista.
― E o que isso tem a ver com escolas?
Tudo. Pois uma guerra nem sempre é feita com balas e bombas, mas com a
“inteligêcia” (mesmo que marxista-burra) de bullets ideológicos por intermédio da
educação.
E é aí que entram uns professores, da disciplina de Filosofia ou não, alguns até
militantes de carteirinha de partidos marxistas, que se infiltram nas escolas para
fazer a junção do útil ao agradável (para eles): Eles vendem suas chulas ideologias
ultra-social-liberais-“progressistas” nas escolas, com os pais, geralmente,
conservadores, pagando! para os seus próprios filhos receberem uma lavagem
cerebral contra quem?: Os pais! Essa deve ser a melhor parte para os marxistas
deseducadores, eles devem rir até com tanto prazer e ironia.
59
E para não variar, nesse colégio atual, na aula de Filosofia dada a meu filho de 16
anos, a professora resumiu a disciplina em apenas: Marxismo! A prosélita de Karl
Marx ministrou noventa por cento de marxismo durante quase o ano todo. Ela só
não conseguiu cem por cento, porque foi demitida em Novembro.
― Mas em Novembro?
Pois é... O estrago da lavagem cerebral por meio da pregação marxista foi
realmente feio pela minha demora em atinar para ela. Eu estava muito focado em
outros “professores” da pequena
de 11 anos, o que me
desgastava bastante e tomava-
me tempo, portanto demorei
em agir quanto à disciplina de
Filosofia de pecha marxista dada
na turma do garoto. E o que
deu de resultado? Estou até hoje
tentando reverter isto que a
“professora” fez com o Pedro; é
como se diz no aforismo
“Aquele que anda com os
sábios será cada vez mais
sábio, mas o companheiro
dos tolos acabará mal”. Esta
paródia em charge demonstra
bem isso.
Se “A religião é o ópio do povo” (Karl Marx). Seria então a
verdadeira droga do marxismo a heroína não heroica da
papoula? ops!, da população?
Os comunistas são iguais aos traficantes... Pois injetam a droga
do marxismo na população para eles ficarem bastante
endinheirados com essa espécie de “papoula” que eles mesmos,
geralmente, não consomem.
60
E, ainda, são ratos que gostam de fazer de esgoto o que estiver
acima do submundo deles; os professores comunistas são
pedagogos de bueiros.
O maior sonho da sestra ideologia social-comunista é o de ter o povo em suas
mãos por meio de um paternalismo-estatal. Por isso, tal ardil ideológico-partidário
para criar em cada indivíduo, inclusive infantojuvenil, o conceito de pai-Governo ou
Estado-paternal, do tipo: deixa que eu o alimento, meu “peixe”. Só que ele não lhe
avisa que “peixe morre pela boca”.
A doutrinação marxista é um maldito anzol vermelho que pesca
astuta e sorrateiramente os nossos filhos, dentro dos nossos
“seguros” aquários.
Infelizmente, para tal – e felizmente porque vivemos num Estado democrático, do
contrário isso seria feito à força –, é preciso do estratagema de quebra de poder
hierárquico tradicional entre pais e filhos, assim quebrando o verdadeiro e bom
paternalismo-natural; afinal de contas, os filhos são de quem? Ou eles são dos pais,
ou do Estado “messiânico” ou do Governo carismático ?
Os filhos são dos pais! Pois não vivemos, pelo menos no Brasil, numa era
espartana-chinesa-norteCoreana tão sonhada pelos marxistas (em manual, o
Manifesto Comunista), weberianos (teorias sobre Tipos de Dominação),
maquiavélicos (teoria acerca da quebra de Poder Hierárquico) e gramicistas (mix
de Nicolau Maquiavél e Max Weber), em que o público infantojuvenil é
propriedade do Estado-salvador que os liberta dos Poderes Tradicional-cultural-
familiar e Eclesiástico por meio da oratória carismática-manipulativa e
rastejantemente perigosíssima. A sinistra ideologia esquerdista tem um objetivo de
retirar o sadio poder paterno tradicional (poder do pai afetuoso) para pôr em seu
lugar o doentio poder maquiavélico (nada terno). Friedrich Engels (Anjos, em
alemão), o qual estava manifesto por demônios, presume-se, ao escrever o
61
Manifesto Comunista juntamente com Karl Marx, deveria se chamar Friedrich
Capetels, em vez de Engels; ou melhor, para ficar completo: Marx e Engels caídos!
Para os sequazes coligados de um desGoverno socialista-comunista atuando em
escolas, uma criança ou adolescente "órfão" de pais-vivos poderá mais facilmente
ser amparada por um Estado-"Pai" e “Espartano”. É por causa disso que os
prosélitos fetichistas de Che Guevara e Companhia não perdem a perniciosa
oportunidade contemporânea nos colégios de se lançarem contra o Poder de
Família. Eles são mais que quixotescos (já que seria elogio chama-los disso), pois
enxergam muito bem a real situação danosa de suas utopias completamente
eivadas.
― Eles existem mesmo nas escolas?
Veja o que uma professora do
Pedro publicou em seu perfil
no Facebook (configurado
como PÚBLICO). Isto é um
“exemplo” prático e prova de
que a sequaz professora é
militante de uma ideologia da
morte, a qual teve como um
dos maiores protagonistas este
bigodudo “camarada” e
“companheiro” marqueteiro :
Esta foto do terrorista-
comunista-leninista-stalinista
Che Guevara com uma criança
negra é apenas uma imagem
do marketing-marreteiro, ops!,
marqueteiro do comunismo cubano. Pois uns próprios “companheiros” dele –
porém desafetos, inclusive por causa de racismo e genocídio – narraram, tempos
depois, o outro lado da história sem o viés de um anticomunista; ou seja, uma
outra face que a cega prosélita professora desconhece: o caudilho Che
Guevara foi racista!; a história insofismável é a verdadeira oculista
dos fatos que uns tentam embaçar e ocultar com selfies ou fotos de
marketing.
62
Quem defende o terrorista Che possui intelecção intelectual
minguada diante da realidade histórica.
Esse marketing barato e interesseiro é desmascarado pelo ato falho dele, pois se
ele gostasse mesmo de criança, não estaria fumando aquele cachimbo a uns 30cm
de uma.
Um parêntesis: Stalin, ainda hoje um dos pais ideológicos desse tipo de
“professor”, dizia que essa gente é "tola útil" porquanto trabalhava gratuita e
"utilmente" para o sistema socialista-comunista e assassino, o qual liderou na
antiga União Soviética sem ética moral e democrática.
De propósito, muitos professores escolheram a via da Esquerda
rumo à contramão da Educação direita. Esquerda em latim
significa sinistrum, portanto leva ao obscuro.
Negligenciar um risco agora pode significar passos mancos dos
filhos depois. Os futuros frutos bons deles dependerão do que é
impecavelmente – em todos os sentidos dessa palavra – feito
hoje para amanhã eles não caírem da escada nem ficarem sem
chão. Um erro hoje por parte dos pais, problema amanhã da
parte dos filhos.
Dainte disso, faça o possível para interferir junto ao staff pedagógico, sobre uma
possível doutrinação marxista na escola dos seus filhos, a qual, porventura, esteja
sendo acomodada lá por prosélitos (com microcefalia) dessa ideologia comunista.
Porque deixar que alguns deseducadores martelem essa “filosofia” na cabeça dos
jovens, só cooperará ainda mais para que o marxismo lime com a foice dele a
cultura geral, contribuindo para a desventura da contracultura vermelha, a qual
prejudica a higiêne mental dos jovens de pouca idade. Afinal, já basta a sujeira
mental dos utópicos-marxistas-“adolescentes” de meia-idades ou senis.
63
Vá preparado dialética e emocionalmente, pois se a diretoria ou a coordenação
estiverem sabendo muito bem do que está acontecendo em sala de aula, elas
tentarão ludibriá-lo defendendo seus professores-pupilos, porque todo indivíduo
com viés "progressita", socialista ou comunista tem um gosto apurado em
defender, incondicionalmente, os miseráveis... “camaradas! “, professores ou não.
Afinal de contas, a sombra é um reflexo do objeto.
Até logo, tenho que ir ali fazer com que o Pedro desaprenda umas coisas erradas
que ele aprendeu na escola. Fui!
Se o seu filho ou a sua filha já foram acometidos, na escola,
pelo sarampo do comunismo, é melhor que você os trate
muito bem para que neles sarem perfeitamente todas as
feridas ocasionadas por esse mal. Do contrário, eles poderão
ficar irremediavelmente marcados para sempre. A vacina é
a sua atitude.
Afinal de contas, o comunismo de Karl Marx ainda é o sarampo
ideológico que mata intelectualmente crianças e adolescentes
no mundo inteiro; mas já foi responsável ideólogo pela morte
literal de milhões de infantojuvenis. Então, pais deste país,
cuidem bem da saúde intelectual e mental dos seus amados
filhos. Vacine-os contra esse vírus social pandêmico.
64
A humanidade precisa de imunidade moral e combater
a maior de todas as doenças sociais: o comunismo.
Infelizmente, a esquerda brasileira também
aprendeu isto do progressista Michel Foucault: "Todo
sistema de educação é uma maneira política de manter ou de
modificar a apropriação dos discursos, com os saberes e os
poderes que eles trazem consigo.
65
SAGA DE 2013 | ESCOLA DE ALCUNHA
“CRISTA CATOLICA :
66
Na escola nova...
Antes de matricular os filhos nessa outra escola, conversei com a diretora e
informei-lhe o porquê que eu estava mudando de colégio; contei tudo a ela sobre
o que ocorrera na escola anterior, de 2012. Logo aquela senhora feliz e sorridente
franziu a face e concordou comigo e também achou um absurdo! aquela
“pedagogia” ministrada na escola concorrente, e que nunca tais livros com
despedagogias seriam ministrados na escola dirigida por ela.
Então fiz a matrícula...
E para a minha surpresa, porque não li os nomes na lista de material,
antecipadamente, só percebi quando fui buscar os livros, isto é, quando já
comprados, quais autores estavam lá? Os fúnebres: Edgar Allan Poe & CIA do
gênero.
Tudo não passou de um marketing sorridente que faz o
cliente chorar depois; vejamos :
67
A MULHER DE PRETO
Esse livro envolve o leitor numa
atimosfera estremamente pesada.
Ainda há nas entrelinhas dele:
questionamentos entre fé e razão.
Nesse livro, um advogado é chamado
para acompanhar o funeral da sra. Alice
Drablow, a única moradora da Casa do
Brejo da Enguia, na Inglaterra. Enquanto
trabalha na isolada propriedade da
região, ele descobre trágicos segredos
ocultados por suas janelas fechadas.
Ao ver uma jovem e sofrida mulher
vestida de preto, uma arrepiante
sensação de desconforto começa a
tomar conta dele, um sentimento que cresce com a relutância dos moradores
locais em falar da estranha figura daquela mulher fantasma e, também, magoada e
desejosa de buscar vingança!
Só o que parece uma sinopse, já é o suficiente desagradável, não é? Pois bem, isso
foi uma indicação “paradidática” escolar para adolescentes de 14 anos.
Nesse livro gótico e de terrores “didáticos”, para não variar a tanatopedagogia:
Uma mulher morre! E quando já morta, passa a representar uma fantasma
vingativa.
O problema desse monstripedagogo (com o seu dark side) ou propenso a
pedagogocida, o responsável pela indicação desse livro, é o mesmo do outro de
2012, o qual eu lhe disse a seguinte frase: “Você não gosta de homens,
somente. Mas, pior ainda: odeia as mulheres! ”. Esse método espartano é
porque não acredito que alguém deva ser ovelha ao tratar com lobos; eufemismo
nunca foi tática nem ferramenta de leão. O papo deve ser reto e completo, sem
diplomacia nem zeugma.
68
A outra comprovação de que o professor turbado que indicou esse livro, A Mulher
de Preto ( The Woman in Black ), odeia as mulheres está também no próximo
livro o qual foi adotado por ele e, ainda, em seu perfil do Facebook (configurado
como PÚBLICO) :
69
SETE HISTÓRIAS DE MISTÉRIOS E
HORROR
Este foi mais um material “pedagógico”
abissal ministrado a adolescentes de 14
anos.
Sete Histórias de Mistérios e Horror é um
terrível (literalmente) livro de autoria do
perverso Edgar Allan Poe.
Para resumir, numa das histórias intitulada
de A queda da casa Usher, o personagem
Usher pratica incesto com a sua irmã e
com outros parentes e, em seguida, o
figura enterra a própria irmã ainda viva
para, adiante, praticar o suicídio.
Detalhe de um professor sociopata ou
psicopata: Ele passou uma tarefa aos
jovens, a qual eles deveriam criar um vídeo sobre esse enredo gótico e de
terrorfero, com direito a suicídio, que foi sintetizado no parágrafo anterior.
(PARÊNTESIS: Compreende-se no inciso IX do artigo 5 da CF/88 que qualquer
indivíduo pode se expressar intelectualmente de forma livre. Todavia, sabe-se que
todo direito não é absoluto, isto é, muitas das vezes ele é condicionado. Acerca
disso, liberdade de expressão e apologia ao suicídio, nota-se o claro limite regular
imposto pelo artigo 122 do Código Penal, a saber :
Induzimento, instigação ou auxílio a suicídio
Art. 122 - Induzir ou instigar alguém a suicidar-se ou prestar-lhe
auxílio para que o faça:
Pena - reclusão, de dois a seis anos, se o suicídio se consuma; ou
reclusão, de um a três anos, se da tentativa de suicídio resulta lesão corporal
de natureza grave.
Parágrafo único - A pena é duplicada:
70
Aumento de pena
I - se o crime é praticado por motivo egoístico;
II - se a vítima é menor ou tem diminuída, por qualquer causa, a
capacidade de resistência).
Parece inacreditável, mas o que se pode esperar de neuróticos que se formaram
em pedagogia?, que estão estragando a boa Ciência de Ensinar. Esse tipo de gente
não deveria ser processado por induzir o suicídio em menor por meio de livro ou
trabalho escolar em vídeo?
Esses deseducadores se condenam por suas próprias patopedagogias. Ou ninguém
vê que eles são doentes mentais? Essas víboras ensinam somente o que os seus
corações e mentes doentios estão cheios! : lealdade à imoralidade e fealdade de
caráter. Eles tentam imprimir nos jovens os seus processados impulsos perversos.
Veja a capa do perfil do
Facebook do “professor”
responsável por esse livro
em tela e pela indicação
do livro mostrado
anteriormente, A Mulher
de Preto; esta imagem
prova o desprezo dele
pela figura feminina,
tornando-a sem razão
áurea :
Amigo leitor ou leitora: Os rostos mostram a vida interior de cada um;
de perfil ou de lado, o fato é que eles demonstram as almas! dos
indivíduos. E falando em perfil, será que esse do Facebook não dá um sinal ou
uma dica acerca do defeito escondido, recôndito, da casa interior, a mente desse
patoprofessor com a sua parapraxia? Esse tipo de ativismo cria um
atavismo na educação, tornando-a deformada.
71
Quem enxerga com os suspeitos olhos alheios ou tapa os
ouvidos para a voz da verdade, torna-se cego intelectual, surdo
espiritual e, assim, caminha com os pés da experiência indevida,
pelas veredas tortuosas.
Esta outra imagem mostra o gosto dele pelo terror e a disposição mental
reprovável; o comportamento imprime ou a saúde ou o vírus da alma :
Essa imagem acima e a última da página anterior comprovam que existem sim!
doentes mentais e criminosos nas escolas; eles são pessoas de
personalidades contraditórias, os horrorosos “pedagogos” de que precisam ser
demitidos para que cessem os sujos terrores sem fim, promovidos por eles;
péssimos professores devem ser caçados para terem seus empregos cassados.
Sem emoção, eles devem sofrer remoção. Sendo assim, quem “perder”
deseducadores, ganhará bons professores; esse é o trade off da
Educação e dos empresários dela.
Para ensinar uma lição ao [ lixo] deseducador, é preciso
encimar o [ nicho] educador.
72
É lamentável que alguém dê emprego a um aspirante a pedagogo; para que uma
escola tenha saúde intelectual excelente, é necessária a contratação de cem por
cento de verdadeiros pedagogos.
O colégio que tiver uma boa pedagogoteca se destacará como instituição
inquestionável pedagogicamente diante da sociedade, o que será um enorme
diferencial ante a concorrência. Pois os pais fazem benchmark pedagógico, afinal
de contas buscam o melhor no mercado escolar para seus filhos. E acredite: ano
após ano eles sempre! encontram a melhor opção do momento.
Essa é a única maneira de uma escola ter a razão áurea da educação outra vez
quando, numa ocasião, encontra-se desproporcional, capenga e sem lógica; a
solução é a pedagogoteca: coleção de professores excelentes.
Só há moscas em ambiente sujo; as instituições precisam
entender isso. Daí quando elas limparem as "privadas", as
moscas irão embora naturalmente.
Ou: as instituições estão sujas mesmo ou porquanto elas têm
pena das moscas ou são amigas delas?
Esse tipo de gente é indesculpável, pois sabendo o certo, mesmo assim escolhe o
errado: Criar mentes ambivalentes igualmente as suas almas contraditórias;
construir no outro o que existe dentro de um perverso, talvez funcione igualmente
um ópio.
Segundo o famoso filósofo e pedagogo romano Sêneca, “Longo é o caminho
do ensino por meio de teorias, breve e eficaz por meio de exemplos”.
Provando que realmente esse professor, infelizmente, é eficaz no mal que faz, pois
o realiza por teoria e ilustração prática também. Ele deve ter tirado uma soneca na
aula do Sêneca.
73
Quando os maus faziam coisas ruins sozinhos era suportável,
mas agora adicionado a isso, para piorar, muitos outrora bons
estão se comportando iguais a eles também; lamentável. Então,
não reclame se trato os iguais como os iguais.
Quer conhecer de verdade uma pessoa? Então descubra aquilo que ela lê, o que
ela vê, com quem ela anda... e o que ela indica ou mostra para você, não procure
conhecê-la pelo que ela mesma fala sobre ela. Descubra você mesmo!, é fácil
assim. Vejamos:
O neurologista, psiquiatra e maior expoente francês da psicanálise, Jacques Lacan,
tinha uma tática de ler os livros prediletos dos seus pacientes para conhecê-los,
mais e melhor, acerca daquilo que eles não falavam nas seções de psicanálise.
Todavia, gostavam de viver no dia a dia... Coisas boas, e ruins também.
Ou seja, segundo o que pensava o renomado psiquiatra, aquilo que uma pessoa
gosta na leitura, pode dizer muito sobre ela.
Mas antes de Lacan, já dizia Monteiro Lobato, o brasileiríssimo e um dos mais
influentes escritores do nosso país: "Um país se faz com homens e livros" e
"Quem mal lê, mal ouve, mal fala e mal vê". É preciso ficar com os ÓlhÓs
atentos em cada livro que os jovens têm acesso, para que eles não sejam
aculturados pelo possível mal que leem.
E não podemos nos esquecer do que disse Albert Einstein: "Se você quer
entender uma pessoa, não escute suas palavras, observe seu
comportamento".
Moral disso: Cuidado com o que seu filho ou filha lê e assiste na escola, para não
mal enxergar igualmente alguns professores seus, e consequentemente: mal
pensar e falar. Pois quem mal faz... Mal ensina às crianças. Entendeu? Quem ensina
“pedagogia” do horror hoje, é porque aprendeu ontem. Quem aprende hoje sobre
“pedagogia” do terror, provavelmente a ensinará amanhã para alguém. É preciso
quebrar este loop, o ciclo do horror ensinado por alguns deseducadores.
74
O futuro dos seus filhos depende mais de você hoje do
que deles amanhã. Afinal: O fim está ligado ao
começo, e o começo, ao fim ...
E por falar em deseducadores, certa vez esse professor em comento me indagou
exatamente por esse fato de eu ter mencionado este apodo deseducadores num
documento que enviei ao responsável geral pela rede de escolas, a qual ele
trabalhava, e à sua bandoleira Diretoria Pedagógica; ele me perguntou em modo
ferino assim: ― Para o senhor, o que é um professor deseducador?
E eu lhe respondi isto olhando bem no fundo dos seus olhos a meio metro de
distância :
― Para mim, um professor deseducador é aquele que tenta desconstruir os
valores tradicionais que um pai tem construído em SEUS (!) próprios filhos, valores
esses: morais, éticos, de respeito aos outros indivíduos, além dos próprios pais, e
pelo motivo de aqui ser um colégio de alcunha “cristã”, posso lhe dizer mais:
quando um professor deseducador tenta desconstruir até mesmo valores bíblicos e
sobre Deus, isso mostra o quanto ele realmente é um deseducador niilista.
E o que ele me disse acerca disso?
Eu é que lhe pergunto: Algum fanfarrão
consegue refutar a mais pujante verdade
dita olho no olho sem medo? Não deixe
professor algum fazer imprinting –
aproximação manipulativa – em seus filhos,
assim mostrando você a todos quem é
quem, e principalmente quem,
naturalmente, está no controle dos SEUS
jovens. Faça isso de maneira firme e
inexoravelmente, e, então, o professor
deseducador ficará ressaltado no devido
lugar dele; os deseducadores só vão até o lugar no qual os pais lhes permitem.
Deixe você! a sua marca nos SEUS filhos, caso contrário eles
serão carimbados pela deseducação.
75
Escol a bem a escola, mesmo que essa tarefa não seja
fácil. E jamais permita que ela seja o motivo do hiato entre seu
filho e você ou entre ele e Deus. Mamãe, a maiêutica pode
ser um perigo para abortar intelectual e espiritualmente o seu
filho.
76
FEIRA DO “LIVRO” E A LISTA NEGRA I
Naquela feira, Literarte 2013 do Ensino
Fundamental, indagamos as diretoria e
orientação pedagógicas, e, ainda, os
representantes das livrarias e editoras
presentes no local, mas fomos
fortemente rechaçados e achincalhados
de conservadores demais.
Eles diziam-nos coisas do tipo: “o mundo
mudou, as coisas agora são mais
modernas”.
Veja você mesmo a modernidade de tais
livros numa feira “literária”, cujo objetivo
foi o de oferecer um material
“pedagógico contemporâneo” para
crianças de 10 anos, em média.
Ironia, não é verdade? Pois coisas primitivas jamais são modernas :
77
Ironia mesmo é ler isto nos livros didáticos da instituição :
78
PREVENINDO AS EXPERIÊNCIAS
DEFORMANTES: MAIS IRONIA
Na página 7 do “Manual do Educando e da Família 2013”, daquela escola na
ocasião, tem como “fundamento” principal o paradoxal “CRITÉRIO PREVENTIVO”
que é descrito assim: “Encaminhar o(a) educando(a) para vivências positivas, a
fim de que possam ser prevenidas as experiências deformantes” (negritado
por mim). Esta imagem confirma :
Isso realmente é um tremendo contra senso! de um reles staff “pedagógico” que
chancela livros paradidáticos os quais inspiram filmes de terror fora e dentro da
escola, afinal, lembra-se do que foi dito no capítulo Sete Histórias de Mistérios e
Horror, paradesdático dessa escola, cujos jovens foram obrigados a fazer um filme
para obtenção de nota?
79
― E os jovens, o que eles acham disso?
Eles costumam fazer qualquer coisa pelo prêmio da nota! A Terceira Onda, de Palo
Alto, confirma isso.
Por isso, quando já adultos, os jovens fazem qualquer coisa pela outra nota: o
Dinheiro. Pois se não os pagando, hoje, já fazem de quase tudo, imagina você o
que a maioria não fará recebendo a nota do money amanhã?
Para que tenhamos "ped-aços" de gentes fortes, ou seja,
crianças psicologicamente de aço, é preciso protegê-las, de
verdade!, das experiências deformantes, inclusive nas escolas.
Um [mau] professor não é [meu] professor.
80
SAGA DE 2012 | ESCOLA DE ALCUNHA
“MAIEUTICA :
A maiêutica pode gerar um conhecimento filho de uma mãe que
não sabe quem é o pai do menino. É preciso tomar cuidado,
porque o conhecimento puro e genuíno vem de Deus, mas
algumas informações são filhas do diabo porquanto nascem no
útero da sua maldade.
&
Sobre os baguncionistas da boa Educação,
a única coisa que eles sabem fazer certo nas escolas :
É errar com perfeição.
81
O RETRATO DE DORIAN GRAY
O Retrato de Dorian Gray, de autoria de
Oscar Wilde, narra uma história sobre
um jovem formoso que é orientado a
fazer pacto satânico para ter todas as
mulheres do mundo e a vida eterna.
Este é mais um livro recheado de
melodrama gótico e horror, cujo
conteúdo nefasto traz narrativas contra o
casamento e a família, ao passo que faz
ainda apologia à realização de pactos
malignos, assassinatos, suicídios,
homossexualidade e depreciação da
mulher.
Ele, ainda, sugere deslealdade e
infelicidade da infidelidade conjugal, e
o consumo de droga como fuga dos problemas. Uns professores precisam
do abecedário moral e da alfabetização ética urgentemente, para não
indicarem mais algo assim tão tenebroso aos adolescentes.
Esse livro foi adotado na escola, em 2012, como mais uma pedagogia-
deseducadora para o meu filho de apenas 12 anos na ocasião.
É como foi dito por Augusto Cury: O sistema educacional está doente, formando
pessoas doentes, para uma sociedade doente.
O que esses pedagogos pós-modernos desejam, será que querem criar uma
geração de psicopatas e sociopatas? Se sim, por qual motivo desejam implantar
esta Pedagogia-Reversa perversa?
E tem mais: ao final desse livrinho de Oscar Wilde, a
editora mostra sua desastrosa ideia de propor ao leitor-
estudante que reconte a história de horror, assim,
sugerindo imagens como esta ao lado, por exemplo. Veja
você mesmo o absurdo detalhado na próxima imagem :
82
Cada responsável precisa acabar com esse limbo “educacional”, antes que todos
os jovens acreditem que o limbo é lindo. Os pais que não reagem a esse crime,
83
inclusive intelectual e espiritual, são, por omissão, cúmplices e participes dos
esquartejadores de intelectos e assassinos de almas infantojuvenis.
Foi diante dessas atrocidades escolares, que nasceu a Origem da inquietação
familiar com uns livros adotados nos bancos educacionais; essa foi a causa
precursora que fez a nossa família não confiar mais piamente em todos os
professores. Ou seja, nós despertamos! Porque vimos que a banalização da
violência barata ou da morte macabra é criada na escola também,
lamentavelmente.
Em relação a cada educador, é melhor confiar-desconfiando para que não
seja pego de surpresa tarde demais por motivo de acreditar em demasia no que
um dia foi imaculado: o senhor Professor ou a senhora Professora. Acredite: os
bons serão encontrados!, mas como você ainda não sabe quem os são, então
desconfie...
Segundo o art. 3º, da Lei 8.080
de 1990, a qual dispõe sobre as
condições para a promoção,
proteção e recuperação da
saúde: a educação é
uma determinante e
condicionante à saúde.
Diante disso, que saúde mental
poderá ter uma criança ante um
material “pedagógico” que
promove psicopatias, doenças da
mente?
Portanto, nota-se claramente que:
Mais perverso do que esse livro e o
seu autor – Oscar Wilde – é o
“professor” o qual o indica, assim
conspirando contra o bem-estar psicológico dos alunos; no mínimo ele deve ser
demitido. Enfim, ´´O homem precisa ter a coragem de ser bom,
quando tudo em volta o convida a ser mau´´ (Léopold Szondi),
84
inclusive, uns “professores” e autores chamados de geniais, mas que na verdade
são gênios do crime na ficção e na vida real (antissociais), ao descumprirem as leis
de proteção às crianças.
O porquê de não me enganar mais com umas pessoas é
porque agora vejo mais os atos delas do que ouço as suas
palavras; as ações das pessoas são mais pedagógicas (ou
não) do que a pedagogia falada por elas.
E, logo, vieram os livros a seguir, os quais confirmaram também a nossa pertinente
preocupação com a falta de envergadura intelectual e, capacidade ética-moral de
uns “professores” os quais indicam livros recheados de personagens com nítidos
traços de psicopatias, e não é necessário ser um psiquiatra para notar isto:
ℹ Estatuto da Criança e do Adolescente
Art. 232. Submeter criança ou adolescente sob sua autoridade, guarda ou
vigilância a vexame ou a constrangimento:
Pena - detenção de seis meses a dois anos.
85
O GATO PRETO
O Gato Preto, de Edgar Allan Poe, é mais
um livreco soturno dele, cujo teor narra
inicialmente sobre um homem que não
gostava de determinado gato, então o
matou. Porém, não foi só isso...
Depois ele teve outro gato, e numa
paranoia misturada com alucinação, o dito
cujo achou que o gato anterior ressuscitou
no segundo gato. Por conseguinte, ao
tentar matar o novo gato, matou... sim!
mas a esposa! à machadada.
Para não variar, o neurótico Allan Poe que
não gostava das mulheres e sim de
homens, ele sempre matava perversamente
uma mulher ou outra em seus livros; feminifobia é a principal marca do sinistro
Poe.
Esse tipo de “pedagogia”, denominada aqui de Pedagogia do Horror, é, sem
exagero, um prato cheio para perversos psicopatas. Como se vê :
A polícia da Alemanha achou na quarta-feira o corpo de uma mulher desaparecida
há cinco anos no interior de uma parede falsa de uma casa na cidade Königswinter,
na região de Bonn. O marido da mulher, identificado apenas como Gerd, de 52 anos,
que vivia na casa com uma nova mulher, acabou sendo preso. Segundo as
autoridades, ele confessou ter estrangulado a mulher em fevereiro de 2008 no meio
de uma briga conjugal. Depois, tal como no conto O Gato Preto, de Edgar Allan
Poe, ele montou uma estrutura falsa em seu porão para esconder o corpo.
(Fonte: http://veja.abril.com.br/noticia/mundo/mulher-desaparecida-ha-cinco-anos-e-encontrada-
emparedada-na-alemanha ).
É por causa de inferências como essas do livro O Gato Preto que as crianças e os
adolescentes aprendem, inclusive nas escolas, a tacar o pau no gato, a matar o
gato, a dona do gato, e até tacar e atear fogo no índio, como está também escrito
86
no livro de estudo estúpido CRESCER É UMA AVENTURA – o qual você leu na Saga
de 2014.
Quando as salas de aulas se fecham, as crianças e os
adolescentes, por vezes, são asfixiados intelectualmente
por uma pedagogia terrível, e disfarçada de inócua.
O fato é que os humanos raciocinam (o certo ou o errado) informações captadas,
até mesmo, por deduções. Ou você acha que esses pífios “educadores”, da
educação pifada, não sabem que não estão perdendo tempo até mesmo com uma
criança muito bem-educada e evangelizada nos bons costumes? O poder da
sugestão ou da mensagem subliminar é muito forte, mesmo que em mentes
adultas; a ciência da Psiquiatria comprova isso.
E mais: Os jovens fregueses, de uns “professores”-sociopatas, que assimilam essas
maldades subliminarmente como naturais, eles crescem sem o medo da punição
severa pelos crimes observados nos livros. Pois todos os personagens malfeitores
que não se mataram, nunca foram presos; a Psiquiatria Forense também explica
esse comportamento pelo qual pode ser inato ou aprendido até mesmo em
“escolas” – como temos visto, infelizmente.
"Não é o mal...
Mas o bem... que gera e que alimenta a culpa
— Sigmund Freud
É melhor esses garotos lerem, urgentemente, o livro Laranja Mecânica. Ele
funcionará igualmente uma vacina por inoculação-psicológica do bem; o livro dói
um pouquinho, porém traz benefício. Provavelmente haja tempo para os jovens
que acreditaram que a impunidade aprendida nos livros não-didáticos jamais
recebe o troco da troca dela com o mal.
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!
O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Portifolio pronto
Portifolio prontoPortifolio pronto
Portifolio pronto
Aristoteles Socrates
 
As Reformas educacionais no Brasil
As Reformas educacionais no BrasilAs Reformas educacionais no Brasil
As Reformas educacionais no Brasil
Vanessa da Silva
 
Fundamentos sociologicos da educação
Fundamentos sociologicos da educaçãoFundamentos sociologicos da educação
Fundamentos sociologicos da educação
celiferreira
 
Preconceito e Discriminação no contexto escolar
Preconceito e Discriminação no contexto escolarPreconceito e Discriminação no contexto escolar
Preconceito e Discriminação no contexto escolar
caioamorim2000
 
Indisciplina na Sala de Aula
Indisciplina na Sala de AulaIndisciplina na Sala de Aula
Indisciplina na Sala de Aula
Raquel Camacho
 
Cyberbulling
CyberbullingCyberbulling
Artigo Bullying e seus efeitos na parendizagem
Artigo  Bullying e seus efeitos na parendizagemArtigo  Bullying e seus efeitos na parendizagem
Artigo Bullying e seus efeitos na parendizagem
guest44dfeb3
 
CyberBullying
CyberBullyingCyberBullying
CyberBullying
ROFLCOPTER
 
Apresen tação o supervisor escolar em ação- adilaine- - cópia
Apresen tação o supervisor escolar em ação- adilaine- - cópiaApresen tação o supervisor escolar em ação- adilaine- - cópia
Apresen tação o supervisor escolar em ação- adilaine- - cópia
Eunice Mendes de Oliveira
 
Bullying na Escola.ppt
Bullying na Escola.pptBullying na Escola.ppt
Bullying na Escola.ppt
AntiSaint
 
Infância e violência doméstica
Infância e violência domésticaInfância e violência doméstica
Infância e violência doméstica
Maria Clara Teixeira
 
RELATÓRIO DA AULA EXECUTADA
RELATÓRIO DA AULA EXECUTADARELATÓRIO DA AULA EXECUTADA
RELATÓRIO DA AULA EXECUTADA
Jairo Felipe
 
PROJETO DE PESQUISA NAS TURMAS DE EJA NO COLÉGIO IRAILDES PADILHA DE CARVALHO
PROJETO DE PESQUISA NAS TURMAS DE EJA NO COLÉGIO IRAILDES PADILHA DE CARVALHOPROJETO DE PESQUISA NAS TURMAS DE EJA NO COLÉGIO IRAILDES PADILHA DE CARVALHO
PROJETO DE PESQUISA NAS TURMAS DE EJA NO COLÉGIO IRAILDES PADILHA DE CARVALHO
Elaine Mattos
 
Violência na escola entre alunos
Violência na escola entre alunosViolência na escola entre alunos
Violência na escola entre alunos
misscat
 
FACELI - Disciplina Especial - Didática com Márcia Perini Valle - 02 - Evoluç...
FACELI - Disciplina Especial - Didática com Márcia Perini Valle - 02 - Evoluç...FACELI - Disciplina Especial - Didática com Márcia Perini Valle - 02 - Evoluç...
FACELI - Disciplina Especial - Didática com Márcia Perini Valle - 02 - Evoluç...
Jordano Santos Cerqueira
 
Caderno pedagógico Educação Especial
Caderno pedagógico    Educação EspecialCaderno pedagógico    Educação Especial
Caderno pedagógico Educação Especial
Jaque Godinho
 
A familia e a escola
A familia e a escolaA familia e a escola
A familia e a escola
Tania Alexandra Martins
 
Trabalho de conclusão de curso
Trabalho de conclusão de cursoTrabalho de conclusão de curso
Trabalho de conclusão de curso
marcos_redel
 
Historia da Educação Especial no Brasil
 Historia da Educação Especial no Brasil Historia da Educação Especial no Brasil
Historia da Educação Especial no Brasil
izabel Lucia
 
APRENDA COMO INTERVIR COM CRIANÇAS COM TOD E DEFICIENCIA INTELECTUAL
APRENDA COMO INTERVIR COM CRIANÇAS COM TOD E DEFICIENCIA INTELECTUALAPRENDA COMO INTERVIR COM CRIANÇAS COM TOD E DEFICIENCIA INTELECTUAL
APRENDA COMO INTERVIR COM CRIANÇAS COM TOD E DEFICIENCIA INTELECTUAL
LetciaFerreira409889
 

Mais procurados (20)

Portifolio pronto
Portifolio prontoPortifolio pronto
Portifolio pronto
 
As Reformas educacionais no Brasil
As Reformas educacionais no BrasilAs Reformas educacionais no Brasil
As Reformas educacionais no Brasil
 
Fundamentos sociologicos da educação
Fundamentos sociologicos da educaçãoFundamentos sociologicos da educação
Fundamentos sociologicos da educação
 
Preconceito e Discriminação no contexto escolar
Preconceito e Discriminação no contexto escolarPreconceito e Discriminação no contexto escolar
Preconceito e Discriminação no contexto escolar
 
Indisciplina na Sala de Aula
Indisciplina na Sala de AulaIndisciplina na Sala de Aula
Indisciplina na Sala de Aula
 
Cyberbulling
CyberbullingCyberbulling
Cyberbulling
 
Artigo Bullying e seus efeitos na parendizagem
Artigo  Bullying e seus efeitos na parendizagemArtigo  Bullying e seus efeitos na parendizagem
Artigo Bullying e seus efeitos na parendizagem
 
CyberBullying
CyberBullyingCyberBullying
CyberBullying
 
Apresen tação o supervisor escolar em ação- adilaine- - cópia
Apresen tação o supervisor escolar em ação- adilaine- - cópiaApresen tação o supervisor escolar em ação- adilaine- - cópia
Apresen tação o supervisor escolar em ação- adilaine- - cópia
 
Bullying na Escola.ppt
Bullying na Escola.pptBullying na Escola.ppt
Bullying na Escola.ppt
 
Infância e violência doméstica
Infância e violência domésticaInfância e violência doméstica
Infância e violência doméstica
 
RELATÓRIO DA AULA EXECUTADA
RELATÓRIO DA AULA EXECUTADARELATÓRIO DA AULA EXECUTADA
RELATÓRIO DA AULA EXECUTADA
 
PROJETO DE PESQUISA NAS TURMAS DE EJA NO COLÉGIO IRAILDES PADILHA DE CARVALHO
PROJETO DE PESQUISA NAS TURMAS DE EJA NO COLÉGIO IRAILDES PADILHA DE CARVALHOPROJETO DE PESQUISA NAS TURMAS DE EJA NO COLÉGIO IRAILDES PADILHA DE CARVALHO
PROJETO DE PESQUISA NAS TURMAS DE EJA NO COLÉGIO IRAILDES PADILHA DE CARVALHO
 
Violência na escola entre alunos
Violência na escola entre alunosViolência na escola entre alunos
Violência na escola entre alunos
 
FACELI - Disciplina Especial - Didática com Márcia Perini Valle - 02 - Evoluç...
FACELI - Disciplina Especial - Didática com Márcia Perini Valle - 02 - Evoluç...FACELI - Disciplina Especial - Didática com Márcia Perini Valle - 02 - Evoluç...
FACELI - Disciplina Especial - Didática com Márcia Perini Valle - 02 - Evoluç...
 
Caderno pedagógico Educação Especial
Caderno pedagógico    Educação EspecialCaderno pedagógico    Educação Especial
Caderno pedagógico Educação Especial
 
A familia e a escola
A familia e a escolaA familia e a escola
A familia e a escola
 
Trabalho de conclusão de curso
Trabalho de conclusão de cursoTrabalho de conclusão de curso
Trabalho de conclusão de curso
 
Historia da Educação Especial no Brasil
 Historia da Educação Especial no Brasil Historia da Educação Especial no Brasil
Historia da Educação Especial no Brasil
 
APRENDA COMO INTERVIR COM CRIANÇAS COM TOD E DEFICIENCIA INTELECTUAL
APRENDA COMO INTERVIR COM CRIANÇAS COM TOD E DEFICIENCIA INTELECTUALAPRENDA COMO INTERVIR COM CRIANÇAS COM TOD E DEFICIENCIA INTELECTUAL
APRENDA COMO INTERVIR COM CRIANÇAS COM TOD E DEFICIENCIA INTELECTUAL
 

Semelhante a O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!

Professora, existem Santos Negros? Histórias de Identidade Religiosa Negra. C...
Professora, existem Santos Negros? Histórias de Identidade Religiosa Negra. C...Professora, existem Santos Negros? Histórias de Identidade Religiosa Negra. C...
Professora, existem Santos Negros? Histórias de Identidade Religiosa Negra. C...
Geraa Ufms
 
Manifesto de um professor
Manifesto de um professorManifesto de um professor
Manifesto de um professor
elysioruggeri
 
história e cultura afro brasileira e africana
história e cultura afro brasileira e africanahistória e cultura afro brasileira e africana
história e cultura afro brasileira e africana
culturaafro
 
Cabelo Bom, Cabelo Ruim. Coleção Percepções da Diferença na Escola
Cabelo Bom, Cabelo Ruim. Coleção Percepções da Diferença na EscolaCabelo Bom, Cabelo Ruim. Coleção Percepções da Diferença na Escola
Cabelo Bom, Cabelo Ruim. Coleção Percepções da Diferença na Escola
Geraa Ufms
 
história e cultura afro brasileira e africana
história e cultura afro brasileira e africanahistória e cultura afro brasileira e africana
história e cultura afro brasileira e africana
culturaafro
 
000749267
000749267000749267
000749267
Geraa Ufms
 
Repensar a educacao - Inger Enkvist
Repensar a educacao - Inger EnkvistRepensar a educacao - Inger Enkvist
Repensar a educacao - Inger Enkvist
Prometeusone
 
Moreninho, Neguinho, Pretinho. Coleção Percepções da Diferença na Escola
Moreninho, Neguinho, Pretinho. Coleção Percepções da Diferença na EscolaMoreninho, Neguinho, Pretinho. Coleção Percepções da Diferença na Escola
Moreninho, Neguinho, Pretinho. Coleção Percepções da Diferença na Escola
Geraa Ufms
 
Eu acuso
Eu acusoEu acuso
Eu acuso (um tributo ao professor kassio vinicius castro gomes)
Eu acuso   (um tributo ao professor kassio vinicius castro gomes)Eu acuso   (um tributo ao professor kassio vinicius castro gomes)
Eu acuso (um tributo ao professor kassio vinicius castro gomes)
profhstadriano
 
Eu acuso
Eu acusoEu acuso
Eu acuso
Nidia Motta
 
Eu Recuso
Eu RecusoEu Recuso
Eu Recuso
pedroeliseufilho
 
Eu acuso
Eu acusoEu acuso
Eu acuso
rosamarcia
 
Eu acuso
Eu acusoEu acuso
Eu acuso
Odairdesouza
 
A morte de um professor
A morte de um professorA morte de um professor
A morte de um professor
claudioscavassa
 
Eu acuso (um tributo ao professor kassio vinicius castro gomes)
Eu acuso   (um tributo ao professor kassio vinicius castro gomes)Eu acuso   (um tributo ao professor kassio vinicius castro gomes)
Eu acuso (um tributo ao professor kassio vinicius castro gomes)
profhstadriano
 
Eu acuso
Eu acusoEu acuso
Eu acuso
Neemias
 
Eu acuso
Eu acusoEu acuso
Eu acuso
mana 5066
 
Não há rapazes maus
Não há rapazes mausNão há rapazes maus
Não há rapazes maus
pr_afsalbergaria
 
Crônicas rubem alves reflexões
Crônicas rubem alves  reflexõesCrônicas rubem alves  reflexões
Crônicas rubem alves reflexões
GabrielaMansur
 

Semelhante a O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO! (20)

Professora, existem Santos Negros? Histórias de Identidade Religiosa Negra. C...
Professora, existem Santos Negros? Histórias de Identidade Religiosa Negra. C...Professora, existem Santos Negros? Histórias de Identidade Religiosa Negra. C...
Professora, existem Santos Negros? Histórias de Identidade Religiosa Negra. C...
 
Manifesto de um professor
Manifesto de um professorManifesto de um professor
Manifesto de um professor
 
história e cultura afro brasileira e africana
história e cultura afro brasileira e africanahistória e cultura afro brasileira e africana
história e cultura afro brasileira e africana
 
Cabelo Bom, Cabelo Ruim. Coleção Percepções da Diferença na Escola
Cabelo Bom, Cabelo Ruim. Coleção Percepções da Diferença na EscolaCabelo Bom, Cabelo Ruim. Coleção Percepções da Diferença na Escola
Cabelo Bom, Cabelo Ruim. Coleção Percepções da Diferença na Escola
 
história e cultura afro brasileira e africana
história e cultura afro brasileira e africanahistória e cultura afro brasileira e africana
história e cultura afro brasileira e africana
 
000749267
000749267000749267
000749267
 
Repensar a educacao - Inger Enkvist
Repensar a educacao - Inger EnkvistRepensar a educacao - Inger Enkvist
Repensar a educacao - Inger Enkvist
 
Moreninho, Neguinho, Pretinho. Coleção Percepções da Diferença na Escola
Moreninho, Neguinho, Pretinho. Coleção Percepções da Diferença na EscolaMoreninho, Neguinho, Pretinho. Coleção Percepções da Diferença na Escola
Moreninho, Neguinho, Pretinho. Coleção Percepções da Diferença na Escola
 
Eu acuso
Eu acusoEu acuso
Eu acuso
 
Eu acuso (um tributo ao professor kassio vinicius castro gomes)
Eu acuso   (um tributo ao professor kassio vinicius castro gomes)Eu acuso   (um tributo ao professor kassio vinicius castro gomes)
Eu acuso (um tributo ao professor kassio vinicius castro gomes)
 
Eu acuso
Eu acusoEu acuso
Eu acuso
 
Eu Recuso
Eu RecusoEu Recuso
Eu Recuso
 
Eu acuso
Eu acusoEu acuso
Eu acuso
 
Eu acuso
Eu acusoEu acuso
Eu acuso
 
A morte de um professor
A morte de um professorA morte de um professor
A morte de um professor
 
Eu acuso (um tributo ao professor kassio vinicius castro gomes)
Eu acuso   (um tributo ao professor kassio vinicius castro gomes)Eu acuso   (um tributo ao professor kassio vinicius castro gomes)
Eu acuso (um tributo ao professor kassio vinicius castro gomes)
 
Eu acuso
Eu acusoEu acuso
Eu acuso
 
Eu acuso
Eu acusoEu acuso
Eu acuso
 
Não há rapazes maus
Não há rapazes mausNão há rapazes maus
Não há rapazes maus
 
Crônicas rubem alves reflexões
Crônicas rubem alves  reflexõesCrônicas rubem alves  reflexões
Crônicas rubem alves reflexões
 

Mais de Alex Martins

MANUAL DO TURISTA EM LÍNGUA FRANCESA | Vous Parlez Français !
MANUAL DO TURISTA EM LÍNGUA FRANCESA  |  Vous Parlez Français !MANUAL DO TURISTA EM LÍNGUA FRANCESA  |  Vous Parlez Français !
MANUAL DO TURISTA EM LÍNGUA FRANCESA | Vous Parlez Français !
Alex Martins
 
VOU TE CONTAR O QUE NÃO DISSERAM
VOU TE CONTAR O QUE NÃO DISSERAMVOU TE CONTAR O QUE NÃO DISSERAM
VOU TE CONTAR O QUE NÃO DISSERAM
Alex Martins
 
101,5 REFLEXõES
101,5 REFLEXõES101,5 REFLEXõES
101,5 REFLEXõES
Alex Martins
 
PÉROLAS QUE JÁ PENSOU, MAS...
PÉROLAS QUE JÁ PENSOU, MAS...PÉROLAS QUE JÁ PENSOU, MAS...
PÉROLAS QUE JÁ PENSOU, MAS...
Alex Martins
 
O CARRO DA VIDA É VOCÊ
O CARRO DA VIDA É VOCÊO CARRO DA VIDA É VOCÊ
O CARRO DA VIDA É VOCÊ
Alex Martins
 
JOÃO 6 : O PÃO VIVO, JESUS
JOÃO 6 : O PÃO VIVO, JESUSJOÃO 6 : O PÃO VIVO, JESUS
JOÃO 6 : O PÃO VIVO, JESUS
Alex Martins
 
MENSAGENS DE DEUS (3)
MENSAGENS DE DEUS (3)MENSAGENS DE DEUS (3)
MENSAGENS DE DEUS (3)
Alex Martins
 
MENSAGENS DE DEUS (1)
MENSAGENS DE DEUS (1)MENSAGENS DE DEUS (1)
MENSAGENS DE DEUS (1)
Alex Martins
 
INFIDELIDADE não! abra esta porta
INFIDELIDADE não! abra esta portaINFIDELIDADE não! abra esta porta
INFIDELIDADE não! abra esta porta
Alex Martins
 
FERIDAS QUE CURAM
FERIDAS QUE CURAMFERIDAS QUE CURAM
FERIDAS QUE CURAM
Alex Martins
 
AFORISMOS SEM DESAFOROS
AFORISMOS SEM DESAFOROSAFORISMOS SEM DESAFOROS
AFORISMOS SEM DESAFOROS
Alex Martins
 
A IGREJA E O JARDIM DE DEUS
A IGREJA E O JARDIM DE DEUSA IGREJA E O JARDIM DE DEUS
A IGREJA E O JARDIM DE DEUS
Alex Martins
 

Mais de Alex Martins (12)

MANUAL DO TURISTA EM LÍNGUA FRANCESA | Vous Parlez Français !
MANUAL DO TURISTA EM LÍNGUA FRANCESA  |  Vous Parlez Français !MANUAL DO TURISTA EM LÍNGUA FRANCESA  |  Vous Parlez Français !
MANUAL DO TURISTA EM LÍNGUA FRANCESA | Vous Parlez Français !
 
VOU TE CONTAR O QUE NÃO DISSERAM
VOU TE CONTAR O QUE NÃO DISSERAMVOU TE CONTAR O QUE NÃO DISSERAM
VOU TE CONTAR O QUE NÃO DISSERAM
 
101,5 REFLEXõES
101,5 REFLEXõES101,5 REFLEXõES
101,5 REFLEXõES
 
PÉROLAS QUE JÁ PENSOU, MAS...
PÉROLAS QUE JÁ PENSOU, MAS...PÉROLAS QUE JÁ PENSOU, MAS...
PÉROLAS QUE JÁ PENSOU, MAS...
 
O CARRO DA VIDA É VOCÊ
O CARRO DA VIDA É VOCÊO CARRO DA VIDA É VOCÊ
O CARRO DA VIDA É VOCÊ
 
JOÃO 6 : O PÃO VIVO, JESUS
JOÃO 6 : O PÃO VIVO, JESUSJOÃO 6 : O PÃO VIVO, JESUS
JOÃO 6 : O PÃO VIVO, JESUS
 
MENSAGENS DE DEUS (3)
MENSAGENS DE DEUS (3)MENSAGENS DE DEUS (3)
MENSAGENS DE DEUS (3)
 
MENSAGENS DE DEUS (1)
MENSAGENS DE DEUS (1)MENSAGENS DE DEUS (1)
MENSAGENS DE DEUS (1)
 
INFIDELIDADE não! abra esta porta
INFIDELIDADE não! abra esta portaINFIDELIDADE não! abra esta porta
INFIDELIDADE não! abra esta porta
 
FERIDAS QUE CURAM
FERIDAS QUE CURAMFERIDAS QUE CURAM
FERIDAS QUE CURAM
 
AFORISMOS SEM DESAFOROS
AFORISMOS SEM DESAFOROSAFORISMOS SEM DESAFOROS
AFORISMOS SEM DESAFOROS
 
A IGREJA E O JARDIM DE DEUS
A IGREJA E O JARDIM DE DEUSA IGREJA E O JARDIM DE DEUS
A IGREJA E O JARDIM DE DEUS
 

Último

DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
ConservoConstrues
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Centro Jacques Delors
 
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
Ailton Barcelos
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Centro Jacques Delors
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
bmgrama
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
MARCELARUBIAGAVA
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
GracinhaSantos6
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
vitorreissouzasilva
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
ThiagoRORISDASILVA1
 

Último (20)

DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
 
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
 

O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!

  • 1. 1
  • 2. 2 Brasília | Brasil | 2016 5a Edição, 2020 O coração do SEU filho é de quem chegar primeiro ! P e d a g o g i a Deseducadora Alerta ! contra a
  • 3. 3 “O sistema educacional está doente, formando pessoas doentes, para uma sociedade doente. Augusto Cury psiquiatra e autor de +30 livros
  • 4. 4 “Um país se faz com homens e livros. Quem mal lê, mal ouve, mal fala e mal vê. Monteiro Lobato
  • 5. 5 “Os pedagogos da atualidade são agentes dóceis de políticas educativas cada vez mais revolucionárias. Pascal Bernardin
  • 6. 6 A educação se transformou num grande elefante cego; ela é robusta, mas vive de tropeçar... Se nada mudar em sua “Visão Estratégica” ou em seu caminho, então o próximo passo será a tragédia de ela cair num abismo. Detalhe: O maior problema não está no elefante cego prejudicar a si mesmo ao cair no imenso buraco, porém em levar junto dele muitas crianças, adolescentes e jovens também. Afinal, elefante desgovernado de um desgoverno faz estrago demais.
  • 7. 7 Para a nossa alegria, os “educadores” com anorexia intelectual quererão jogar este livro longe. E para a felicidade-mor, os bons professores e todos os pais gostarão bastante dele.
  • 8. 8 Má educação custa caro ao país. E muito mais caro aos pais.
  • 9. 9 E mais: Ou você muda o mundo Ou é mudado por ele.
  • 10. 10 SUMÁRIO O CORAÇÃO DO SEU FILHO É DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO!............................................12 NA DICOTOMIA DA EDUCAÇÃO, JUSTIÇA SEJA FEITA AO BOM ........................................16 SAGA DE 2015 | A SAGA 2014 CONTINUA... .............................................................................17 “A DROGA DA OBEDIÊNCIA..........................................................................................................18 SAGA DE 2014 | ESCOLA DE ALCUNHA “CRISTÃ EVANGÉLICA :........................................28 “CRESCER É UMA AVENTURA”, UMA HISTÓRIA MAL-AVENTURADA E NADA INGÊNUA ...........................................................................................................................................29 ILÍADA : O VERDADEIRO “PRESENTE DE GREGO” NA ESCOLA...........................................37 ESCOLAS-ALEXANDRIAS : ARMADILHA HELÊNICA ESTRAGADORA CONTRA A CULTURA CONSERVADORA.........................................................................................................41 A DAMA DAS CAMÉLIAS PARA CRIANÇAS DE 11 ANOS ?, SEGUNDO A PRÓPRIA EDITORA, UM ERRO !......................................................................................................................49 O CONDE DE MONTE CRISTO PARA CRIANÇAS DE 11 ANOS ?, OUTRO ERRO !............52 FEIRA DO “LIVRO” E A LISTA NEGRA II......................................................................................55 UMA “FILOSOFIA” QUE SE RESUME NO MARXISMO .............................................................57 SAGA DE 2013 | ESCOLA DE ALCUNHA “CRISTÃ CATÓLICA :.............................................65 A MULHER DE PRETO.....................................................................................................................67 SETE HISTÓRIAS DE MISTÉRIOS E HORROR............................................................................69 FEIRA DO “LIVRO” E A LISTA NEGRA I......................................................................................76 PREVENINDO AS EXPERIÊNCIAS DEFORMANTES: MAIS IRONIA ........................................78 SAGA DE 2012 | ESCOLA DE ALCUNHA “MAIÊUTICA : ..........................................................80 O RETRATO DE DORIAN GRAY ....................................................................................................81 O GATO PRETO ...............................................................................................................................85 O RETRATO OVAL...........................................................................................................................88 LUIS FERNANDO FALS!SSIMO.....................................................................................................94 O MENINO MALUQUINHO NADA INOCENTE.......................................................................... 101
  • 11. 11 ADEMAIS : ...................................................................................................................................... 109 A BOA EDUCAÇÃO ESTÁ AGONIZANDO................................................................................ 110 DICA LEGAL!, EM TODOS OS SENTIDOS ............................................................................... 112 PARA A HIGIENE MENTAL DAS CRIANÇAS, É PRECISO REMOVER OS LIXOS “PARADIDÁTICOS” DAS ESCOLAS.......................................................................................... 117 CÓDIGO CIVIL E PÁTRIO PODER.............................................................................................. 120 ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE.................................................................... 126 AOS PAIS CRISTÃOS................................................................................................................... 128 REFUTANDO MATERIAL INAPROPRIADO NA ESCOLA : UM MODELO............................. 141 A BOA PEDAGOGIA DA FÁBULA : PODE UM CARNEIRO PROTEGER OVELHAS?......... 145 DOIS TIPOS DE PESSOAS PARA UMA SITUAÇÃO ............................................................... 149 VACINANDO AS CRIANÇAS CONTRA A SORRATEIRA DOENÇA DEGENERATIVA QUE É O COMUNISMO................................................................................................................ 150 FINALMENTE UMA BOA NOTÍCIA! ............................................................................................ 151
  • 12. 12 O CORAÇAO DO SEU FILHO E DE QUEM CHEGAR PRIMEIRO! Isto é a materialização de uma preocupação com uma nova pedagogia a qual surgiu nas escolas, a pedagogia que inspira o terror, o gótico, a homossexualidade nas crianças e nos adolescentes, o crime contra a vida e, principalmente, a depreciação da figura feminina – uma coisificação que surge em alguns livros por meio de uma feminifobia ou misoginia. No ano de 2012, numa escola diferente da qual os meus filhos se encontram atualmente, tive a surpresa de uma “nova educação”, ou melhor, deseducação aos nossos filhos. Digo nossos, porque não era somente o meu filho que estava aprendendo aquilo, os filhos daqueles outros pais também estavam. Falo deseducação, porquanto existem uns de uma torpe classe de “professores” renitentes descontruindo o que os pais construíram em seus filhos acerca da ética-moral e dos bons costumes, e na maioria das vezes, até sobre Deus. No entanto, esses ensinamentos têm sido confrontados por uma “pedagogia” reversa e perversa nas escolas, praticada por alguns péssimos educadores; eles lançam os nossos filhos na contramão do que lhes ensinamos. Isso acontece por intermédio de livros paradidáticos, nesses, por exemplo, as crianças e os jovens masculinos são “ensinados” que se fizerem pacto satânico, eles terão todas as mulheres e dinheiro do mundo. Ainda recebem uma informação descarada ou sugestiva, a favor, sobre a violência contra as mulheres, parentes, relação incestuosa, e acerca das mulheres serem objetos abjetos de vis predadores varonis, dentre mais algumas induções espantosas. São os inimigos que nos ensinam mais... a ter todo o cuidado. Essa repugnante pedagogia é levada aos bancos escolares por via de leituras complementares propostas por alguns “professores” brejeiros. Leituras estas que muitas das vezes são disfarçadas com capas ingênuas. Pois nem sempre
  • 13. 13 as capas são aterrorizantes; isso é uma estratégia para não chamar a atenção dos pais no ato da compra. As instituições de ensino preocupadas em atender à boa educação da história, geografia, gramática, matemática ou da lógica, as que levarão os nossos filhos às faculdades, às profissões e à vida, nos determina que compremos esses livros dessas referidas ciências, até aí tudo bem (mas sem descuidar). O problema, geralmente, está nos livros paradidáticos indicados por certos “educadores”... errados! Eles são os educadores, ou melhor dizendo, os deseducadores... pois ensinam o terror, e o gosto das coisas insanas e hediondas as quais podem desencadear sérias neuroses nas crianças. Se os pais não os frear inteligentemente e com a maior brevidade possível, uma geração com “novos homens” estragados e aculturados poderá surgir. Eles combaterão com a contracultura, a cultura Conservadora dos mínimos conservados; conforme aprendem com os seus “mestres”. Tudo com um suplemento “educacional” que é passado mediante um “ensinamento” underground cheio de sutilezas deseducadoras, porém muito mais repleto de horror e outros desatinos. Queria eu que isto fosse um caso isolado, de um professor qualquer – de intelectualidade questionável – em uma escola deformada de algum lugar. Só que, infelizmente, não foi um caso separado, como disse no início deste texto, tive contato com esse problema da deseducação na escola, numa instituição em 2012 e agora, em 2015, continuo vendo a mesma problemática agindo em outra... E observei-a de igual modo em 2013. Acredite, conversei com as diretoras das outras escolas subsequentes sobre o motivo das mudanças de colégios dos meus filhos, e essas, também, demonstraram-se preocupadas, e garantiram-me que não aconteceria uma deseducação sequer daquelas em suas instituições; af!, quanta dissimulação eu vi. Na escola de 2013, ironicamente, até recebi um manual para os alunos e pais, no qual dizia num paradoxal trecho: “CRITÉRIO PREVENTIVO – Encaminhar o(a) educando(a) para vivências positivas, a fim de que possam ser prevenidas as experiências deformantes”.
  • 14. 14 Enfim, este livro denuncia o proselitismo em desfavor da família em geral, da mulher e, especificamente, das crianças e adolescente. Além disso, ele demonstra como os ativismos em prol da homossexualidade e feminifobia vêm agindo ardilosamente na mente do público infantojuvenil nas escolas. As crianças e os jovens são, a cada dia, bombardeados de contrainformação com o objetivo de atacar as informações dadas pelos seus pais, os que são normalmente conservadores e alvos (por serem opositores) dos pedagogos estragadores/predadores. Esses predadores, os quais comumente são pederastas ou pedófilos, são inspirados pela filosofia grega da pederastia em que as crianças devem ser socializadas, inclusive sexualmente. E não estou exagerando. Observe esta imagem do kit de uma Ong que treina “professores” e ativistas para deseducação/desconstrução cultural e, então, julgue você mesmo(a) o fato da sexualidade independente de idade : Esta manifestação a qual lê contra essa desPedagogia é detalhada a partir dos livros abaixo. Pena que não posso lhe desejar boa leitura, afinal de contas, o que vai ver é a pedagoNia deseducadora que gera agonia nas crianças enquanto muitos pais não as veem sofrendo por um mal sorrateiro praticado por rateiros nas escolas; mesmo os rastos dos ratos sendo pequenos, óó é possível vê-los. Diante disto, jamais deixe alguém chegar primeiro no coração do SEU filho ou da SUA filha. Cumprimentos, Alex Martins Organizador deste livro
  • 15. 15 O sonho ideólogo da política esquerdista é que o seu filho seja transformado nisto, um híbrido franguinho mal-educado com o rabo rosa, o qual faz xixi sentado e jamais lhe dará netos:
  • 16. 16 NA DICOTOMIA DA EDUCAÇAO, JUSTIÇA SEJA FEITA AO BOM Antes de continuarmos, uma pausa para fazer justiça com : Você, o bom e responsável profissional pedagogo de verdade, o qual é envolvido fielmente com a pedagogia e cujo objetivo, além de econômico para sua mantença, é o de conduzir as crianças e os adolescentes pela estrada do conhecimento... saudável! De sorte que eles possam ser adultos inteligentes e ainda seres sadios emocionalmente e, assim, poderem, em breve, devolver à sociedade o que receberam dela por intermédio de você: A Boa Educação! Entretanto, você que está no dia a dia da Educação sabe muito bem que ela vive uma dicotomia entre: a boa, simétrica (razão áurea) e tônica educação mainstream, a que constrói no [verso] da história das crianças e dos adolescentes, e a assimétrica, isto é, a atônica deseducação underground, a qual corrói sorrateiramente o [anverso] das suas vidas; existe um duelo entre arquieducação e sub educação. Por favor, nobre e de verdade professor, não se sinta constrangido com o que verá aqui nesta obra, pois estou jogando no mesmo time seu, na equipe pela qual se deseja restabelecer a boa e sempiterna pedagogia educadora (sem antítese) de todos. Ela, a que não pode ser assassinada pela outra: a opositora "pedagogia" deseducadora pregada por uns da esteira e estirpe de sociopatas, pedófilos e pederastas que se infiltraram na Ciência da Pedagogia para bagunçar a boa educação e a vida dos ótimos professores, das crianças, dos jovens e suas famílias. Enfim, creio que a boa educação não aceita desaforo nem faz simbiose. Portanto, ela exigirá respeito da outra. Então tudo voltará ao normal num belo dia. Bom(a) professor(a), este livro é para sua alegria e desespero daqueles que se autointitulam “professores”. Grande abraço a você: sra. Ótima! Professora ou sr. Bom! Educador. A deseducação é o óbice da educação.
  • 17. 17 SAGA DE 2015 | A SAGA 2014 CONTINUA... Uma Escola Evangélica de Aparência... Porque existe nela: profissionais cristãos de aparência... que imprimem um colégio de fachada somente. Eles retiram o aparente baleiro das cantinas, e deixam as editoras entrarem com as mensagens deseducativas subjacentes as quais contaminam as mentes das crianças nas salas de aulas. O que é pior: Ou o doce nas cantinas das escolas ou o amargo de literaturas obscuras em salas de aulas? Ou uma balinha ou um fel? O que pode mais contaminar uma criança ou um adolescente na escola : Ou o alimento da cantina que entra pela boca ou o que entra pelos ouvidos e olhos na sala de aula? Acredite: As crianças se contaminam menos (ou nada) com os alimentos que elas consomem do que com as palavras e ideologias ruins – escritas ou ditas –, as quais por vezes entram em seus olhos e ouvidos, as que saíram de pedagogos-deseducadores. Lamentavelmente, umas escolas, numa preocupação dissimulada, protegem as crianças do menos ruim: Balinhas! nas cantinas. Enquanto editoras e professores ativistas de ideologias nocivas lançam os seus bullets (balas | projéteis) maliciosos em crianças para as corromper nos bons costumes.
  • 18. 18 “A DROGA DA OBEDIÊNCIA Este livro, A Droga da Obediência, foi escrito antes do livro É Proibido Miar, ambos, de Pedro Bandeira. O primeiro doutrina as crianças a serem irreverentes com os seus pais; mais uma tática Helênica contra os responsáveis das crianças. Pois no Helenismo, os personagens não brigavam mais com os seus pseudo-deuses, todavia com os seus pais e “outros opositores”. O marco da Era Helênica se deu com Alexandre, O Grande. E especula-se, numa versão da história, que foi ele o autor da morte do próprio pai, Filipe II. Provavelmente, o desatinado Maquiavel se inspirou nessa história quando sugere, em O Príncipe, a quebra do Poder Hierárquico entre pais e filhos. Tanto no Helenismo-“pedagógico” e no Maquiavelismo-“ pedagógico”, a intenção da quebra do poder hierárquico entre pais e filhos objetiva deixar a criança e o jovem estanques. Assim, suscetível ao Poder Social imposto por outrem ou até mesmo por um Governo. Pois, naturalmente, na psicologia dos infantojuvenis, eles precisam de uma liderança para não se sentirem perdidos no mundo. E é aí que entram as víboras, quando os pais não exercem a posição de líderes dos seus próprios filhos; se os pais não forem, alguém será o mestre deles. Pois, se o coração de cada criança ou jovem não for dos pais, será de outros. Falaremos um pouco mais sobre o Helenismo contemporâneo, em capítulo específico mais adiante.
  • 19. 19 O fato é: As crianças sempre seguem alguém, de tal sorte é bom que sejam os seus responsáveis naturais ou jurídicos, e não os irresponsáveis artificiais. É necessário competir de verdade pelo coração e mente do SEU filho ou filha, não brinque! Pois lá fora há gente competindo por eles enquanto você, quem sabe, esteja aí brincando de se esconder... Minha opinião é: isole inexoravelmente qualquer interceptação em desfavor da sua família; não deixe caldo de lodo entrar no seu barco para o afundar. Seja firme em favor da sua casa, reforce o eirado, e Deus irá pujantemente ajudá-lo, bem ao seu lado, nisso. Olhei bem dentro dos olhos da senhora Vida e, então, enxerguei nela uma filhote de Maquiavel com Sun Tzu. Ufa! Que decepção! Confesso que não queria ter visto isto : Que o Jogo da Vida nem sempre é justo com quem está brincando com ela, a dona Vida. Não é à toa que nesse livro de Pedro Bandeira, a tal Droga da Obediência é criada pela empresa Pain Control, numa indução ao Controle de Pai. Até parece coincidência que o apelido do meu nordestino pai e de outros milhões seja: Pain. Coincidência mesmo ou, talvez, uma tentativa perversa de urdir textos de forma sugestiva e sorrateira contra os pais? Acho que é a segunda opção. Para mim, essa perversa estratégia é a mesma ensinada por Platão na filosofia clássica e, logo adiante, pela filosofia Helênica também. E muito mais adiante, igualmente o estratagema de Maquiavel sugerindo a quebra do Poder Hierárquico (segundo a psicologia, uma forma de Perversão), para depois se fazer o que quiser com os filhos dos outros. O patricídio psicológico é uma das táticas mais sorrateiras e cascavelantes da pedagogia-esquerdista.
  • 20. 20 “Matar” um pain (ou pai) para dominar o filho dele, pode ser um tipo de Pulsão de Morte (conceito em psicologia) para pôr em prática a Perversão por formas de: Fetiche, Pedofilia e Pederastia; por isso uns (não todos!) “pedagogos” tentam, com obstinação e obsessão, quebrar impetuosamente o Poder Hierárquico que os pais têm sobre os seus próprios filhos. Pois, "órfãos" de pais-vivos costumam viver o caos, e nessa segregação e desmantelo é que os ardilosos tarados se apresentam como a solução dos problemas dos infantojuvenis. Há muita coisa por trás dos “pedagogos”-gregos-contemporâneos infiltrados nas escolas. Ontem, 29/09/2015, numa revisão de conteúdo, acabei acrescentando o parágrafo anterior, e hoje, tive acesso a esta “pérola” que grifei de amarelo nesta imagem, só para confirmar o que narrei naquele texto sobre Pátrio Poder : Para piorar, hoje, as crianças e os jovens persuadidos, aqueles que abandonam a submissão aos pais, naturalmente, costumam se transformar em Perversos e Pervertidos Sexuais do futuro. Igualmente aqueles sociopatas ou esquizofrênicos deseducadores os que os incitaram um dia por meio de um poder verbal
  • 21. 21 manipulativo, os quais provavelmente também são vítimas de manipuladores de suas histórias em Ong’s e universidades – apesar de a maioria saber bem... o mal! que faz ao participar da Nova Onda nas escolas. O livro A Droga da Obediência é uma clara manha maquiavélica para tentativa de quebra do Poder Hierárquico dos pais sobre as crianças e adolescentes, através da assimilação das mensagens inferidas no texto e acomodação das entrelinhas dele. Dessa maneira, não se engane, o estratagema do Maquiavel-deseducador em quebrar o poder Hierárquico mais o ardil Helênico de “matar” os pais nas mentes das crianças têm sido utilizados com astúcia pelos pedagogos-gregos da atualidade. Isso me parece uma desprezível variação da Alienação Parental, cujo novo modelo não é o de pôr um responsável contra o outro, da forma que ela é por essência, todavia o de professores colocarem os filhos alheios contra seus próprios pais mediante sugestões ardilosas em livros paradidáticos sem didática boa alguma. O livro A Droga da Obediência é mesmo muito ruim. Não posso imaginar o que a minha filha pensou do trecho dele que está contido nesta imagem abaixo, muito menos aquilo que os coleguinhas dela talvez imaginaram : Há normas legais expressas que proíbem expor às crianças e aos adolescentes mensagens obscenas, são elas: o Estatuto da Criança e do Adolescente - ECA, artigos 78 e 79; e o Código Penal, artigos 217-A, 218-A, 233 e 234.
  • 22. 22 Nesse livro, igualmente o próximo catalogado aqui Crescer é um Aventura que também faz referência explícita ao pacto de sangue numa gangue, nesse, o autor de A Droga da Obediência demonstra isto numa inferência : Pelo amor de Deus, ninguém quer que seus filhos fiquem brincando por aí de fazer pacto de sangue com alguém, ou por questões religiosas ou por, de saúde pública. Parece estranha essa forma de escrever para crianças, ainda mais de forma não isolada, haja vista que tal evento é posto em dois livros de autores diferentes, todavia de mesmo viés ideológico, o que talvez justifique o estilo igual, sincronizado e orquestrado. Não é esquisito? No livro há um personagem chamado Bronca, o qual tomou a Droga da Obediência e, em seguida, ficou um “bom menino” (numa ironia do autor). Mas o que aconteceu com o guri em seguida? Morreu! Afinal de contas, segundo a ilação do livro, a obediência é uma droga que mata as pessoas e, também, é uma porcaria que se percebe até pelo nome: Obediência. Isso que “deixa as pessoas com cara de idiotas”, de acordo com o livro. Que pedagogia é essa que pedagogos chegam a implantar em escolas com pais distraídos? Além desse absurdo “pedagógico” visto até aqui, o tanto de guri que morre nesse livro A Droga da Obediência não é para brincadeira : Esse é só o início da tanatopedagogia (pedagogia da morte) que foi coletada dos livros paradidáticos nos últimos anos nas escolas dos meus filhos. Não sei que ensinamento há em adotar um livro para crianças de 11 e 12 anos, cujo conteúdo demonstra várias crianças morrendo (são quase trinta no total) por terem tomado doses de Obediência. Isso é muito estranho, visto que sou de uma
  • 23. 23 época em que os professores valorizavam a obediência como virtude, e nunca a desvirtuosa desobediência. Ademais: eles faziam apologia à vida! Outra “obra” de Pedro Bandeira – este autor não é muito indicado para escola alguma, muito menos cristã : No livro É Proibido Miar, o autor faz inferência, do início ao fim, à homossexualidade. Esta é uma tática que é sempre utilizada nas escolas pelos pedagogos ativistas do homossexualismo; esse livro não chegou a ser adotado pela escola, mas seria o próximo quase por certo, pois a diretora elogiou o autor pessoalmente para mim (é claro que a interrompi antes que ela fizesse uma lavagem cerebral em mim). É de conhecimento de todos, por meio da História, que a maioria dos filósofos- pedagogos gregos deflorava os seus pupilos de toda maneira, não só na mente. Quase todos eles foram pederastas (“tios” sem tiotês), com exceção de Aristóteles (macedônico meio que naturalizado grego). Então, com base na História, os pederastas modernos tentam implantar a homossexualidade nas escolas para também deflorarem os alunos-pupilos da maneira que conseguirem. Esse tônus dos pederastas significa ônus aos pais e jovens. Como se vê no texto da imagem a seguir, extraído da internet, o autor Pedro Bandeira é indicado por ativistas homossexuais para a doutrinação de gênero nas crianças e nos adolescentes : Tudo faz parte de uma tática engendrada com o apoio de desGovernos socialista- comunistas e de empresas “progressistas”, os quais apoiam até Organizações “Sem
  • 24. 24 Fins Lucrativos” para incutir, nas crianças e nos jovens em geral, a dúvida sobre o gênero biológico deles, ou seja, o sexo masculino ou feminino que nasceram. Para evitar que seus filhos sejam vítimas das táticas dos desconstrutores das ingenuidades das crianças, fique sempre a fitar tudo o que os rondam, até mesmo na escola. Veja na imagem a seguir de parte do kit da Promundo, uma Ong especializada em treinar “professores” e ativistas pró-homossexualidade na desconstrução do gênero-biológico do público infantojuvenil, tentando por meio da inculcação, substituí-lo por, como chamam: gênero-cultural, gênero-social ou gênero- psicológico : Esse texto da imagem anterior demonstra uma retórica muito minguada que nem precisa ser comentada, pois o fato de uma foto fala mais do que mil palavras; conclua-a você mesmo. No decorrer deste livro, você verá outras imagens que demonstram o apetite homossexual dessa Ong em “desconstruir” as crianças psicologicamente com o assunto gênero. Sou de uma geração na qual se dizia, num marketing anticomunista, que "os comunistas comiam criancinhas"; todos pensávamos, sem titubear, no sentido literal e denotativo da
  • 25. 25 palavra. Jamais imaginávamos que, na verdade, os deploráveis costumam gostar da expressão, mas no sentido conotativo. Pois então: A diversidade sexual dos adultos já é garantida juridicamente a eles no Brasil. Todavia, a questão de gênero das crianças e dos jovens é também garantida no arcabouço jurídico brasileiro, dando crédito máximo aos seus responsáveis legais para decidirem sobre o assunto; e é claro que eles sempre decidem por proteger a psicologia ingênua e o corpo infantil das suas crianças, dos seus pré- adolescentes e dos seus adolescentes. Embora os ativistas pedófilos e pederastas não concordem, deveriam aceitar esse fato. Entretanto, o problema está em Pervertidos – se ainda não sabe quem são eles, então pesquise na teoria clássica da psicologia freudiana – tentarem invasivamente, por meio da linguagem, manipular as crianças e os adolescentes, diretamente ou por induções, na tentativa de eles aumentarem o público homossexual jovem. Para, em seguida, ser presa fácil com mentes indefesas e corpos despreparados. No Estado não-autoritário, todas as pessoas têm o direito de ser agente de mudança da educação, cada qual atendendo as suas conveniências particulares e advogando por elas. Eu, agora, por exemplo, só estou exercendo livremente o meu Advocacy em favor da educação TRADICIONAL das crianças e dos adolescentes, dessa maneira confrontando a deseducação moderna que tentam ministrar neles. Graças ao Brasil democrático!, o qual me permite isso no inteiro teor do art. 53, do Estatuto da Criança e do Adolescente, e em outras peças do ordenamento jurídico brasileiro e internacional (já que os militantes contra a estrutura familiar atual gostam tanto de falar sobre a versão distorcida dos Direitos Humanos Internacional). Pedófilo e pederasta são hipônimos de hiperônimo tarado. “Professor” e “escritor” que desvirtuam crianças são hipônimos de hiperônimo comunista. Retomando o texto sobre A Droga da Obediência e quebra de Poder de Família... Quanto mais eu oro, parece que mais assombração aparece-me :
  • 26. 26 Enquanto escrevemos este livro, a questão da vez é exatamente o livro A Droga da Obediência. Não bastasse isso, e ainda tentando digerir atualmente o lance do Controle de Pai, ops!, quis dizer Pain Control, concomitantemente, aparece-nos mais esta evil evidência conjuntural demonstrada na imagem abaixo, na qual se vê outra vez o intuito da entrelinha de criar nas crianças, de maneira furtiva, uma animosidade em relação a seus próprios pais. Contudo, em parte, é bom, pois isto que verá só confirma o estratagema neurótico por comportamento abjeto do staff pedagógico do colégio que minha filha estuda atualmente, portanto afastando a possibilidade da possível pecha de paranoico sobre mim, a qual é por vezes imputada pelos que questiono; difamar os acusadores é uma tática ensinada por Maquiavel, e os educadores-distópicos costumam utiliza-la bem... para o mal! Veja o texto da prova de Português, a qual acabou de sair do forno da escola para combinar com o Vírus da Desobediência que esse colégio quer implantar nos alunos : Esse ardil maquiavélico, um vetor o qual instiga a rebelião infantil e denigre a imagem dos pais, funciona igualmente um vírus, uma bactéria ou até mesmo um câncer na mente das crianças obedientes, as quais têm os seus pais na mais alta conta. Entretanto, as que já são desobedientes, não as muda muito, e sim somente as chancela a continuarem em suas desobediências ainda mais. O fato é que as crianças obedientes não deveriam ter acesso a um texto com esse teor, enquanto as desobedientes deveriam ter acesso a um conteúdo educativo de
  • 27. 27 verdade para as mudar para melhor, e não dessa maneira, tornando-as piores ainda. Ou: escola é para educar ou deseducar? É claro que respondeu bem: educar. Então, por que uns neo-professores ministram aquela “pedagogia” sorrateira contra os pais em umas escolas? Ela, a que depois de ensinada fica purulando de maneira comportamental nas casas das crianças, por causa da infecção deseducadora que se instalou antes. Mesmo assim, alguns responsáveis dos jovens ficam evadidos tranquilamente em suas casas; é preciso ficar atento aos eventos inesperados de desobediência dos filhos até então muito tranquilos e sem problemas de relacionamento familiar, pois a origem dela pode ser a deseducação ensinada em umas escolas, por via de livros paradidáticos, por exemplo, esta droga de obra: A Droga da Obediência. Ainda há uns verdadeiros Karas de pau (Os Karas: grupo de personagens rebeldes do livro A Droga da Obediência) que dizem que a escola é a extensão da educação do lar; eles são os mesmos descarados dissimulados os quais têm a coragem de colocar isto no cabeçalho das provas :
  • 28. 28 SAGA DE 2014 | ESCOLA DE ALCUNHA “CRISTA EVANGELICA : Na pedagogia contemporânea há uma dicotomia na qual, em sua divisão, existe uma banda podre dando guarida a deseducadores, assim criando uma semieducação ou metade da Educação sem educação; infelizmente essa proposição é verdadeira. Mesmo assim, eu creio sim! que chegará o dia o qual a ambipedagogia não ficará mais no ambiente da Educação.
  • 29. 29 “CRESCER É UMA AVENTURA”, UMA HISTÓRIA MAL-AVENTURADA E NADA INGÊNUA A expressão “Nunca julgue um livro pela capa, pois o seu conteúdo pode ser surpreendente!” é verdadeira, porque você pode se surpreender pelo conteúdo bom dele ou pelo lixo terrível intelectual nele. Esse livro, em tela, foi adquirido na Feira do Livro fechada, exclusivamente, às crianças do colégio atual dos meus filhos. Para quem queria fugir da Lista Negra contida naquela feira, essa “obra” parecia uma boa opção à primeira vista julgando pela capa; só parecia, pois ele colocou na brasa quem queria fugir do espeto naquela tal feira. Ele é um livro que foi criado para prejudicar a higiene mental de qualquer criança ou adolescente que o leia. Visto que noventa e nove por cento do seu conteúdo envolve um enredo enfadonho e entorpecido, o qual trata de gangues violentas, as quais fazem pacto de sangue [sic], ameaçam os rivais de morte, andam com soquinho-inglês [sic] dando porrada em geral e queimam pessoas vivas. Os personagens Tocha Humana e o Malvado que lhe digam. Nesse limo, ops!, livro, há até a Associação dos Amigos de Herodes [sic], além de palavrão; uma lástima moral de desPedagogia direcionada às crianças. A pedagogia marginal precisa seguir a via correta, a rota da boa educação. Veja mais sobre essa pedagogia esquálida, digna de fábrica de psicopatas e sociopatas, jamais de colégios dignos!, ela que foi sugerida como atividade obrigatória para crianças de 11 anos numa escola “cristã” :
  • 30. 30
  • 31. 31 O léxico está sem nexo; diante de palavras chulas e jargões utilizados no texto da imagem anterior, nota-se que algo tem de ser mudado no campo lexical Educação. Pais, antes de prepararem os jovens para o Paes, eles devem ser preparados para a paz com os outros e interior. ― Quê! Não é verdade!
  • 32. 32 ― Talvez você tenha ficado surpreso. Parece iverossímil que isso aconteça em turma de ensino fundamental, porém as fotos que você viu comprovam as verdades dos fatos. É algo assim que determina nossa saída da escola e termina o contrato. É mesmo uma questão de caráter alguém escrever um livro dessa categoria mal- aventurada e, ainda, um “professor” o repassar aos alunos de 10 e 11 anos; nesse caso, da falta dele: ou caráter ou professor. Esses dois são claramente uns antagonistas da boa educação, pois tanto a autora quanto o deseducador desejam chocar as crianças com essa narrativa violenta, obrigando-as a consumirem violência como se fosse completamente normal. Assim, nota-se que as regras deontológicas tácitas da pedagogia ou da literatura infantil não são minimamente respeitadas; os pedagogos ou escritores que não as cumprem são intelectualmente desonestos com os alunos e leitores. Esta clara flagrância da educação ruim não tem relação alguma com a fragrância da boa educação. Esses apologistas da violência desejam criar no público jovem a banalidade do mal. Não me pergunte o porquê. Mas um psiquiatra lhe explicará melhor. Todavia uma coisa sei: se uma criança de 10 ou 11 anos decidir atear fogo em alguém, ela será inculpável perante o Direito, logo, esse fato recairá sobre os responsáveis legais dela. Ou seja, de uma forma psicológica ou jurídica, a ação de uma criança sempre resvalará em cima de seus pais. A falta de eloquência, hoje, contra essa “pedagogia” delinquente pode gerar delinquência nos jovens de amanhã. Já que tocamos no assunto Direito, no art. 53 do Estatuto da Criança e do Adolescente dispõe que “A criança e o adolescente têm direito à educação, visando ao pleno desenvolvimento de sua pessoa, preparo para o exercício da cidadania [...]”. Diante disso, nota-se que uma pedagogia desse gênero não é só uma transgressão transversal da ética e violação à gênese do bom senso, não obstante, ainda é uma infração à lei. Além da agonia da educação, o derradeiro grau de decadência dela.
  • 33. 33 Ademais, que pleno desenvolvimento ético-moral e psicológico uma criança ou adolescente poderá ter, se tiver acesso a uma informação (ou melhor, desinformação) dessa catergoria diagonal exposta nas imagens anteriores? E de qual estirpe de cidadão o infantojuvenil será no tal exercício da cidadania amanhã?, se hoje ele aprende que atear fogo em gente é uma aventura do ato de crescer; é o que sugere o livro: CRESCER É UMA AVENTURA. Narrativas como essas que se viu nas duas imagens anteriores somente servem para desarmonizar psicológica e intelectualmente as crianças que tenham acesso a elas. Quem escreve um texto desse teor direcionado a crianças de 11 anos juntamente com quem o indica na escola só podem ser desintregrados da estrutura psíquica. A Pedagogia tem de criar inteligência nos jovens para que eles busquem a moral e o bom caráter que os ajudarão na cidadania; para buscar a ética, o bom caráter e a cidadania, é preciso de que antes eles tenham inteligência!, o que a "pedagogia"- deseducadora não cria em ninguém. Essa costuma falar sobre razão e, ainda, vender a ideia que é dona dela, entretanto, na verdade, costuma não ter racionalidade alguma nem é o mínimo razoável em seus ensinamentos. Como se vê mais :
  • 34. 34 Hein?! Isso só pode ser obra de um ser abissal, pois pôr num colégio cristão um livro que faz apologia a Herodes, o homem que ordenou a morte do menino- Jesus, não conseguiu, todavia, por raiva, de não ter conseguido tal feito, ordenou o assassinato de milhares de crianças. Logo, citá-lo em escola cristã só pode ser coisa de endemoninhado ou loucura mesmo. Literatura indicada para criança de 11 anos?
  • 35. 35 A verdade não incomoda ninguém. Por isso, a verdade tem de ser dita a todo o tempo; a mentira que não, é verdade? Nem sempre é assim, pois um dos professores irresponsáveis mas “responsáveis” por aquele material deseducador, num certo dia disse erradamente a minha filha : ― Nossa... seu pai é bem chato! hein? Segundos depois ele chamou a menina e disse-a : ― Hei!, não conta nada para seu pai. É como diz o provérbio: ´´Não repreendas o escarnecedor, para que não te odeie; repreende o sábio, e ele te amará”. Ou seja, depois de tanto repreender incautos sem sabedoria, já era de se esperar tal atitude de pelo menos um porta-voz “pedagogo”. Apesar do que o deseducador disse a minha filha sobre mim, graças a Deus sou bem resolvido ao ponto de pensar isto acerca do comentário dele : ▪ Um policial é criticado por? Ladrão de patrimônio alheio! ▪ Um auditor é criticado por? Ladrão de capital alheio! ▪ Um conservador é criticado por? Estragador-ladrão de capital intelectual! Logo, a crítica dele se tornou para mim... num? elogio!!! Os pais sempre prepararam os seus filhos para a vida ao mesmo tempo em que os protegiam dela, todavia nunca imaginaram fazer essa última coisa quando eles estivessem dentro das escolas. Enfim, por exemplo semântico e analogismo pedagógico de verdade, imagine um filme passando-se numa escola, na qual trabalha em sistema integral – aulas pelas manhãs e tardes –, que os alunos recebem refeições. Em seguida, pense que é a hora do almoço e, logo, a cozinheira pegou todos os tupperwares com cozidos feijões congelados para os preparar e distribuí-los... Até aí
  • 36. 36 tudo OK. Todavia, o que ela não sabia foi que um psicopata acrescentou ou trocou discretamente um recipiente com alimento por outro com conteúdo ´´alimentício´´ bem estragado. Diante disso, note que, por fora, tudo estava em potes de APARÊNCIAS perfeitas, nos quais, por estarem congelados só esperando o momento exato de serem servidos, não se percebia nada de anormal. Pois é... Como foi dito, por comparação, é assim que acontece em umas escolas. Tudo parece normal, pois a capa dos livros geralmente são inofensivas da mesma forma que esta, no entanto o conteúdo foi propositalmente contaminado, por um doente mental, para, dessa maneira, provocar uma indigestão e contaminação intelectual nos infanto-juvenis. E o que fazer na condição de pai ou responsável? Aplicar-lhes imediatamente o antibiótico da contrainformação, combatendo a informação contaminada. Porém, não se esqueça que o melhor remédio é a prevenção; escolha bem onde os seus filhos serão alimentados moral e intelectualmente. E jamais permita que a inocência deles seja fatiada igualmente cebola nem que a sua paciência seja espancada igualmente bifes. O maior desafio dos professores é continuar sendo eternamente alunos... sem serem moleques.
  • 37. 37 ILÍADA : O VERDADEIRO “PRESENTE DE GREGO” NA ESCOLA Esse livro é um Cavalo de Troia, um vírus para a higiene mental das crianças. A pedagogia da história do livro Ilíada para a minha filha (seria, pois ela não o leu) e demais colegas de turma de 11 anos se resume assim : Roube a Helena alheia, depois arrume uma confusão danada com a ajuda dos pseudo- deuses, e mais adiante: Saia de vítima! por ter recebido um “presente” dos gregos. Caro responsável, a verdade que ninguém nunca diz sobre a fábula de Ilíada é: Troia teve o que mereceu! É como se diz na máxima bíblica: “O que, passando, se põe em questão alheia, é como aquele que pega um cão pelas orelhas” (Provérbios 26:17). Mas, os deseducadores insistem em ensinar o contrário, contribuindo para uma geração de espertinhos e “coitadinhos” que pensam que nunca serão punidos por suas malandragens. O personagem troiano, Paris, foi à Grécia, roubou a Helena do seu esposo, um guerreiro!, e não queria uma guerra? Contudo, não é a verdadeira moral da história que ensinam às crianças. Ademais, isso nem é literatura para crianças de 11 anos. Mesmo assim, obrigam- Afrodite: a “deusa” da seduCAção – educação com sedução.
  • 38. 38 nas a fazer uma “arte” como atividade escolar... que arte?! (todas as imagens deste capítulo foram fotografadas por mim na escola “cristã”).
  • 39. 39 É claro que a minha filha não participou de nada nessa “arte”. Na verdade, ela não participou de coisa alguma nem mesmo das atividades literárias e “pedagógicas” sobre o livro Ilíada. Pois uma coisa eu aprendi com o ensinamento de um grego bom: “Más comunicações corrompem os bons costumes” (MENANDER, poeta ateniense; 290 a.C.). E com outro, Esopo, a desobedecer aos lobos; ele já orientava fabulosamente as ovelhas a não darem ouvidos aos lobos, ele fez isso no século VII antes do Pai das parábolas. A melhor forma de se exercer a liberdade da bela arte é pintar flores e crianças nos jardins, em vez de as deflorar na mente numas "escolas" apologistas da arte da feiura. A imagem abaixo de um e-mail enviado pela orientadora “pedagógica” confirma a nossa desobediência a essa droga de pedagogia lobina, afinal de contas, o livro A Droga da Obediência pode ser utilizado às avessas, fazendo com que os apologistas da desobediência provem dos seus próprios venenos; além do mais, desobedecer ao errado, é o certo : Diante disso, cuidado com o ia o CavaloDeTr # ! Jamais abra as portas da sua casa para uma cacoeducação que virá com um “presente” de Pedagogo-Grego- Moderno a qual possa destruir seus filhos e sua fortaleza familiar pela deseducação. E o pior: Você pagando uma parcela mensal por isso. Então fique
  • 40. 40 atento às atitudes da professora Helena de Troia, pois ela está disfarçada de boa moça, porém, na verdade, é uma desbraga de gregaça! – isso foi o máximo conseguido com eufemismo, acredite. A tal moça de Troia não tem a braga presa à boa e velha moral. As crianças e os adolescentes precisam de somente da educação frutuosa, e sem o “bichinho da goiaba”. Eles necessitam da educação ministrada sem o asterisco, aquele detalhe que quase ninguém enxerga mas que faz toda a diferença... para pior!
  • 41. 41 ESCOLAS-ALEXANDRIAS : ARMADILHA HELÊNICA ESTRAGADORA CONTRA A CULTURA CONSERVADORA Essa arte apresentada no capítulo anterior faz parte do estratagema-mor de implantar a cultura Helênica por meio da contracultura para aculturar as crianças e os jovens que, geralmente, são filhos de pessoas conservadoras, pelo menos é o que se presume nesse caso específico de colégio com alcunha cristã. A principal estratégia dos pedagogos gregos contemporâneos é a de infiltrar um tipo de Helenismo nas escolas, inclusive as cristãs. Visto que tal estratagema cria um sincretismo cultural entre a cultura atual – a qual possui tendência mais forte judaico-cristã – e a que se pretende implantar, criando com isso uma aculturação pela sugestão ardilosa disfarçada de conteúdo “inteligente”. Ou seja, a manha da indução sem usar a estratégia invasiva da contracultura com força bruta ou da palavra persuasiva direta – as que são mais evidentes e podem ocasionar uma oposição maior ao objetivo de formar a cultura do "novo homem"... estragado! – é implementada subjacentemente na sociedade por intermédio de escolas e professores, os quais provavelmente foram preparados em alguma universidade ou Organização “Sem Fim Lucrativo” com meta específica de mudança das relações e práticas sociais. Detalhe: sem a força e a forca da imposição, fazendo parecer que a própria pessoa está pensando daquela nova forma, mas na verdade, ela foi treinada de forma sutil para pensar diferente, seguindo A Onda – o Duche Cerebral; coisa da Reengenharia Social praticada por faculdades ou Ong’s. É assim que quase todas as instituições escolares e muitas famílias estão fazendo parte de um neologismo-secular sem nem mesmo perceberem; elas participam de uma espécie de eugenia “intelectual” e social, e ainda acreditam que estão pensando novo por elas mesmas, o que faz parte de uma manipulação. Observe aquilo que diz o texto na próxima imagem, o qual foi extraído do manual da Ong Promundo e que é utilizado para treinamento de “professores” e ativistas da homossexualidade :
  • 42. 42 A infusão da cultura grega em ambientes diferentes, com o propósito da aculturação por meio de um sincretismo cultural, e até religioso, chama-se Helenismo. A introdução da Cultura Helênica Moderna nos ambientes escolares é um infortúnio para o futuro da população infantojuvenil, inclusive cristã. O Helenismo Contemporâneo é o verdadeiro “presente de grego” que uma escola possa ganhar. A Cultura Híbrida Helênica ou o Multiculturalismo de Alexandre o Grande, remodelado para o espaço escolar atual, permite que as crianças e os jovens, após a aculturação pela assimilação e acomodação, tornem-se pequenos multiplicadores Helênicos em seus lares. Por que acha que umas crianças e uns adolescentes mais parecem estrangeiros em suas próprias casas? E o pior: alguns pais vêm se adaptando a eles, pois desistiram de tentar fazer com que os SEUS filhos falem a mesma “linguagem” deles. Isso é um erro, uma vez que se um infantojuvenil insiste numa obstinação alheia ao ambiente do seu núcleo familiar, tais pais precisam manter a direção original de forma inexorável. Afinal de contas, são os pais que ditam as regras nos lares; jamais devem ser os filhos, e muito menos os professores-deseducadores que “entram nas casas” sem nem mesmo saberem os endereços delas. Os pedagogos-helênico-contemporâneos, os quais são intelectuais orgânicos e atrofiados, estão fazendo uma Reciclarem Reversa na Educação de forma que estão colocando o lixo nela enquanto retiram o que é bom intelectualmente, ético ou moral... Assim criando uma trupe de multiplicadores infantojuvenis
  • 43. 43 intelectualmente deformados, igualmente os seus “mestres”. Coitados desses jovens, pois na busca da hipertrofia do intelecto, na verdade, acabam encontrando a atrofia dele. Eles querem adaptar as crianças e os jovens por meio de uma assimilação e acomodação de um modo “novo” de pensar sobre: religião, sexualidade, respeito social e à família; o qual é diferente da maneira tradicional que a maioria dos pais costuma ter. Isso é a tática da Aculturação Grega que Alexandre, O Grande, costumava utilizar nos lugares conquistados por ele. O fato é que muitas escolas estão sendo cobaias de professores, enquanto esses por sua vez estão sendo, também, hospedeiros intermediários de agentes infecciosos: os pesquisadores de Faculdades de Psicologia Social e Sociologia, os quais tentam mudar comunidades para atender a “O Grande Alexandre” da atualidade: um desGoverno socialista- comunista que adora esse viés e artimanha; além dos interesses pervertidos sexuais de uns indivíduos. E falando em Psicologia Social, essa alteração comportamental ou reengenharia social com o objetivo político e ideológico-“progressista” é chamada de Teoria da Conformidade Social, e o pai desse modelo foi o psicólogo Solomon Asch. O conformismo ou condescendência de 75% das pessoas diante de situações erradas faz com que a Psicologia Social, de Asch, seja um sucesso em qualquer lugar; lamentável. Enfim, não é porquê a multidão está indo numa direção [«««] que temos de segui-la até o abismo. Para o triunfo do mal, basta que os bons façam nada (Edmund Burke). Só um covarde que tem medo de virar “Boi de Piranha”, por se voltar contra o rebanho conduzido na Conformidade
  • 44. 44 Social equivocada, fica quietinho diante do erro, assimilando-o, e se aculturando bem (!) acomodo à boiada errada, essa a qual é de fato doente. Segundo Solomon Asch, os indivíduos ou grupos se tornam conformistas para evitar o conflito. Isso foi exatamente o que grandes cidades fizeram quando Alexandre, O Grande, conquistou-as. O filme A Onda também comprova a teoria de Asch. Com prazer, faço parte dos 25% "do contra", os chamados de chatos, quadrados, opositores, coxinhas, cavalos, tradicionais, conservadores ou retrógrados pelos outros 75% manipulados pelos filhotes de Solomon Asch ou sua ideia direta nada direita. A propósito, esse tipo de achincalhamento é outra “arte” que os indivíduos manipuladores e os seus engendrados se utilizam; ela é denominada de Assassinato de Reputação. Já que não conseguem se defender dos fatos comprovados, então partem para o assassinato do caráter, para que o opositor tenha a sua reputação questionada; uma tática maquiavélica realizada por detratores para calar os acusadores deles, e um modelo falacioso – do tipo argumentum ad hominem. O ativismo homossexual quer o silêncio dos opositores adultos para que possam continuar fazendo barulho na alma das crianças e dos adolescentes. A ridicularização é uma das técnicas de manipulação da chamada Dissonância Cognitiva a qual serve
  • 45. 45 para tentar fazer com que um indivíduo contestado cometa uma contradição contra os seus valores, calando-se ou concordando com o errado, só para evitar a tensão de futuras contradições; isto é chamado especificamente de “clarificação de valores”. Enfim, podem levar os cavalos até a água, mas nunca forçar cem por cento deles a bebê-la (John Heywood). Note que vale de tudo para tentar chegar aos 100% de manipulados conformados de uma espécie de Quarta Onda, os desinformados e enquadrados na Conformidade Social que muda os ambientes (sempre para pior) por meio de Reengenharia Social para atender a um fanatismo ideológico sodomita ou comunista, por exemplos. Não seja "gerenciado" por uma estratégia de intervenção no seu modo de agir. Para serem aceitas, muitas pessoas concordam silenciosamente com coisas que detestariam admitir; daí realizam (ou deixam de realizar, conforme o caso) o que não queriam. Elas fazem isso só para evitar a tensão de futuras contradições hostis e evitar também correr o risco de um ostracismo. A Dissonância Cognitiva explica isso por meio da psicologia manipulativa. A ridicularização, achincalhação ou difamação também é uma “arma” de subterfúgio que serve para tentar colocar uma pessoa, de posicionamento inexorável, numa espécie de ostracismo moral para deprimi-la e aniquilá-la na “ilha de Policarpo Quaresma” e fazê-la desistir de questionar o que ela está vendo de errado; aqueles que não se conformam socialmente ao erro, logo são de pronto ridicularizados. Sabendo disso, ainda vai se importar com aquilo que falam mal de você? Assim sendo, infelizmente, a difamação contra a [vítima-verdadeira] geralmente é um assassinato de reputação iniciado pela [vítima-falsa]; isso é a vitimização da não-vítima ou coitadização do culpado. ´´O primeiro a apresentar a sua causa parece ter razão, até que outro venha à frente e o questione” (Provérbios 18:17).
  • 46. 46 Irônica e inteligentemente, Machado de Assis mostrou isso no livro O Alienista, no entanto, o nada engraçado Maquiavel ensina ainda hoje, por meio da sua literatura, a seus pupilos maquiavélicos essa “arte” perversa, no final do capítulo VIII. Foi Maquiavel quem inventou isso? Não. Pois, Platão sugere esse tipo de ostracismo moral antes do desterro físico; está registrado em seu livro A República. Em parte, eu gosto quando sou achincalhado – é estranho –, e já explico o porquê: É porque ela, a achincalhação, é o último recurso do opositor, assim sendo, transforma-se num indicador de que você está ganhando a “guerra”. Dessa maneira, a ridicularização ou a difamação é a prova de que o oponente virou um Kamikaze, nesse caso: um pedagogocida; ele sabe que vai morrer profissionalmente e moralmente – pois foi descoberto e o que faz é feio até aos olhos dos pais liberais –, então quer fazer um grande estrago antes disso: “morrer”. Enfim, existe uma explicação lógica para quando uma pessoa tenta sempre o diminuir: ou você cresceu ou ela encolheu. Num sistema cancerígeno, é a célula boa que é atacada; para o mal, o bem que é ruim. Qualquer semelhança disso com a realidade social, não é mera coincidência. Sem ou com difamação, não seja inocente quanto à educação que é dada na escola dos seus filhos, veja se está tudo bem mesmo por lá, pois há muito louco manipulador com viés ideológico sestro que anda disfarçado de normal só porque usa jaleco com giz e pincel no bolso. Detalhe: tentando criar uma geração inteira de insanos Sem Limites e Jovens-problemas. Como qualquer insano sociopata-inato, esses deseducadores infiltrados nas escolas chegaram para bagunçar e sujar tudo, com inclusão: da higiene mental das crianças e a pureza dos seus corações. Então, seja uma sentinela na escola do seu filho ou sua filha você também; e quando for agir, pode ter quase certeza, talvez o difamarão de um monte de coisas, tais como: chato, retrógrado, fanático, opositor, quadrado, entre outras pechas. Mas como já sabe que isso é uma tática para tentar pará-lo, então não desista! de fazer o que é certo contra quem é pertinaz no erro. Retomando :
  • 47. 47 Santo Deus, eu é que não quero acreditar na expressão popular: “Quanto mais eu oro, mais assombração me aparece”. Havia terminado este capítulo no parágrafo anterior, e a minha filha acabara de trazer-me mais uma “pérola” do Colégio Evangélico ao qual ela estuda : Essa imagem anterior só confirma o que eu estava escrevendo: Primeiro levam o Helenismo ao gosto fabuloso dos “deuses” do Olimpo e dos seus pedagogos- modernos, na tentativa do sincretismo cultural, e agora vemos até mesmo uma mistura religiosa; fato extremamente proibido na Bíblia, ou seja, na cultura e religião judaico-cristã. Da maneira que esses desrespeitosos com a religião alheia estão sendo arrojados até em escola confessional-cristã, se não perceberem que ninguém os freia com suas ousadias, já já eles farão referência positiva a Moloque. Que Deus tome conta das crianças e dos jovens. Nota-se que, primeiramente, implantaram na escola confessional a Ilíada com os seus pseudo-deuses que forma uma espécie de religião grega, para em seguida
  • 48. 48 introduzirem o ingrediente de costume da religião afrodescendente: São Jorge; uma tremenda cara de pau de um Helenismo moderno. Se isso não for freado, em breve farão até referência a outros demônios. Pois a intenção é que até os cristãos falem a mesma língua dos “gregos” e vivam os mesmos costumes daqueles. Não se pode agradar ao Senhor Jesus e aos “gregos” e aos demônios ao mesmo tempo. Ou acredita-se em Jesus Cristo ou em São Nada, porém, simultaneamente, não faz sentido bíblico algum. A cultura deve sempre ser julgada e provada pelas Escrituras (Pacto Cristão de Lausanne). As pessoas precisam saber a verdade, mesmo que os marotos (garotos ou não) queiram mantê-las na mentira.
  • 49. 49 A DAMA DAS CAMÉLIAS PARA CRIANÇAS DE 11 ANOS ?, SEGUNDO A PRÓPRIA EDITORA, UM ERRO ! Este livro, de Alexandre Dumas Filho, faz parte da literatura francesa para o público... adulto! A prova disso é que ele foi lançado sob o timbre da coleção Reencontro. Mesmo assim, o livro foi ministrado numa turma de 6º ano para uma criança de 11 anos apenas. O que demonstra a inépcia da professora e, igualmente, da bandoleira do staff pedagógico que o indicaram no colégio. Note bem, se o livro não faz parte da coleção Reencontro Infantil, automaticamente, isso significa um sinal de que ele não é indicado para crianças de 11 anos; é simples assim. Então, propor às crianças um engano de tal grau, é um erro crasso. Até o “intelectual” socialista, o qual todos os dias fala “poblema” na rádio CBN, Carlos Heitor Cony, aquele que fez a adaptação desse livro para a editora Scipione, não mudou isto: a faixa etária, o que é até de se estranhar. Então, confesso: Por isso, agora, ele possui um crédito comigo. A seguir alguns trechos desse livro :
  • 50. 50 Esse é um livro perigoso para o comportamento sadio de adultos quanto o mais para crianças e adolescentes de ambos os sexos que ainda estão sendo formados moralmente, pois essa literatura narra a história [de amantes] que são mantidos
  • 51. 51 nela como [diamantes] enquanto as esposas são tratadas igualmente refugo de bijuterias, lamentavelmente. Isso é uma forma de defloração moral à dignidade das crianças. E a Coordenadora Pedagógica garantiu-me, ao telefone, que essa é uma excelente pedagogia para crianças de 11 anos. Af! Sendo assim, nota-se: O primeiro o qual se viu não significa o primeiro que chegou. Ou seja, o professor o qual está na linha de frente, mirando e atacando as crianças com as bombas despedagógicas, pode estar só cumprindo ordens de alguém que não se mostra; o que está oculto não é desabonado do mal que arquitetou, logo, mesmo não o executando diretamente no front, ele é partícipe. Em guerra: não é inocente o que faz batalha, nem o que planeja a tática dela. A alcova pode ser um lugar sagrado e diferente do agrado de Almodóvar. Que se entenda isso Duma vez, tanto o Filho quanto o Pai, os senhores Dumas.
  • 52. 52 O CONDE DE MONTE CRISTO PARA CRIANÇAS DE 11 ANOS ?, OUTRO ERRO ! No primeiro momento, possivelmente até discorde do porquê de eu ter acrescentado este livro, de Alexandre Dumas, à lista, afinal de contas, você assistiu ao filme e, talvez, achou-o bem legal. Ou até leu o livro e gostou. Entretanto, não se esqueça de que estavamos falando sobre literatura direcionada às crianças, as que ainda estão com os seus caráteres sendo formados, e neste caso específico o livro foi indicado para trabalho escolar a umas de apenas 11 anos. Ora, bem sabemos que a moral da história trata da “arte” de se vingar. Sendo assim, os adultos já formados eticamente e intelectualmente que têm acesso a essa literatura, é uma coisa, outra é uma criança de 11 anos, ainda em formação moral, assisti-lo. Ou colocamos os nossos filhos no mundo para durante a vida, nós mesmos os transformar em neuróticos sociopatas mirins? Esse livro da literatura francesa foi escrito por Alexandre Dumas Pai e conta a história de Edmond Dantés. Ele é o personagem principal que foi preso injustamente numa ilha, por causa de uma armação de um “amigo”, mesmo o tal Dantés sendo um homem bom. Na prisão, Edmond ficou amigo de um padre que tinha um tesouro escondido. O tal sacerdote contou a Dantés o local no qual estava seu tesouro. Depois esse protagonista, após quatorze anos preso injustamente, fugiu daquela prisão rumo à caça ao tesouro. Até aí tudo bem.
  • 53. 53 Só que, após sua liberdade, Edmond Dantés planejou por 10 anos sua tão sonhada vingança premeditada, o que para ele seria “justiça”. Apesar de Dantés, depois de já estar cheio da grana, ajudar muita gente boa que ele conheceu, ele de fato se vingou dos seus inimigos, se passando por vários personagens. E o mais famoso e importante foi o de conde de Monte Cristo, uma figura que não tinha nada a ver com os ensinamentos de Jesus Cristo. Porque : A maldade foi feita para mudar o coração de quem a pratica, apenas isso; jamais para modificar a vítima dela. Não se vingue!, pois a vingança é um ensinamento do conde de Monte Cristo, e nunca do bom Jesus Cristo. E falando no verdadeiro e bom Mestre, Ele disse: ´´Eu lhes asseguro que, a não ser que vocês se convertam e se tornem iguais às crianças, jamais entrarão no Reino dos céus´´ (Mateus 18:3). Contudo, pergunto-lhe : Se permitirmos de forma acomodada e condescendente a doutrinação deseducadora e insana a que as crianças estão recebendo hoje, em lugares que deveriam educá-las ainda mais, nós, seus verdadeiros responsáveis, estaremos perdidos! Pois o que aprenderemos de bom com elas? (Mateus 18:3). Se não questionarmos o primeiro livro, receberemos facilmente o segundo lixo, depois o terceiro goela abaixo, em seguida o quarto lixo ou livro... Glub! Glub! Glub!, numa gradação quase sem fim. Sr. Brandão, por favor, continue muito brando, porém não condescendente. Os “progressistas” pedagogos gregos-modernos, adeptos do Helenismo, não estão querendo criar somente uma nova geração com o “novo homem” idealizado por Filipe II, Alexandre (O Grande), Maquiavel, Marx e Gramsci, eles estão querendo mudar também a geração atual. Pois sabem muito bem da influência das crianças em seus núcleos familiares. É por isso que aqui em casa nós somos irredutíveis quanto ao ensinamento conservador tradicional-bíblico. Com base em Mateus 18:3, 4, será que podemos perguntar às crianças e aos adolescentes o que eles vêm aprendendo de bom para nos ensinar? Afinal de contas, segundo o texto bíblico, eles nos servem de modelo. E caso não possam nos ensinar alguma coisa, de quem é a culpa: De alguns professores, os quais os
  • 54. 54 modificam para pior? Ou de muitos pais, os condescendentes que permitem isso? Ou deles, as vítimas? Jesus sugeriu aos adultos imitarem as crianças. Porém, será que podemos imitar todas as crianças? Caso não, a culpa é dos pais que não têm tempo para perceberem o que estão acontecendo com os seus filhos nas escolas. Ou: uns até percebem, mas eles ficam esperando outro pai perceber e fazer algo, pois não possuem tempo para gastar com essas coisas, e sim somente para ganhar dinheiro. Na crescente atração pela velocidade em conduzir a vida, quase ninguém possui mais tempo para nada, inclusive, para as crianças; afinal de contas, elas não geram receitas. Temos olhos, e costumamos não enxergar tudo porque estamos muito ocupados buscando um emprego melhor... em seguida, uma casa própria... depois, uma habitação maior... mais adiante, uma chácara... logo, também uma casa na praia ou um flat em Caldas Novas... E precisamos trabalhar mais para a viagem internacional... mesmo que tudo isso custe os filhos. O ideal é que os adultos imitem as virtudes das crianças, entretanto, são todas elas virtuosas? Ou será que não? Pois muitas estão sendo condicionadas para serem mal-aventuradas e desvirtuosas. Pais, trabalhem menos para os outros e mais para os seus filhos! Pois com pais despercebidos, os filhos se tornam presas fáceis em todos os lugares, inclusive, nas escolas. Enfim, você se lembra da diferença entre a coleção Reencontro e a Reencontro infantil, a que foi explicada no capítulo anterior? Pois é, novamente a incapaz equipe dessa escola cometeu o mesmo erro. Ou: será que não faz de propósito para atender à obstinação ideológica que ferve dentro dela?, eis a questão. “Meu querido amigo, imite o que é bom e não o que é mau. Quem faz o bem é de Deus, e quem faz o mal nunca viu Deus. — 3 João 1:11
  • 55. 55 FEIRA DO “LIVRO” E A LISTA NEGRA II O mal dá de colher, e num certo dia ele tira de balde. Mas parece que os esquálidos professores responsáveis (ou melhor: irresponsáveis) por esta “feira” do livro não sabem disso, e por esse motivo eles militam para ele (o mal) na maior cara de mau, ops!, de pau. No cardápio dessa tal “feira” para crianças de 11 anos havia este alimento intelectual DES“pedagógico” : ▪ O Escaravelho do Diabo. ▪ Barco do Demônio. ▪ O Elmo da Caveira. ▪ Safari dos Monstros. ▪ Procura-se um Vampiro. ▪ Na mira do Vampiro. ▪ Forte dos Esqueletos. ▪ Fantasma no Campo de Futebol. ▪ Terror na Festa. ▪ O Gênio do Crime. Quando alguém investe no mau comportamento, receberá de volta a recompensa dele, numa espécie de troco pela troca de favores com ele. Essas feiras costumam ser assim: os pais enviam o dinheiro para que suas crianças comprem bons livros (pelo menos esse é o intento deles), e depois, lá na tal feira, elas pensam que estão os escolhendo por elas mesmas. No entanto, só pensam,
  • 56. 56 pois os “livros” já foram pré-selecionados pela tia Sólonge, deixando-as sem opções. Coitadas das crianças, pois muita das vezes elas ficam mesmo sem livre escolha, porquanto no cardápio escolar costuma não ter títulos bons de livros para que se alimentem intelectualmente. Daí as infantes levam qualquer coisa para casa. E os pais vão reclamar para quem?, já que foram elas que “escolheram”. Enfim, só espero que a professora Sólonge fique distante das crianças, pois ela está terrível depois que pegou o “Barco do Demônio” e tocou o “Terror na Festa” dos livros paradidáticos. Então, só longe!, Solange. Para reflexão | Os livros devem ser elaborados para isto, e não o contrário :
  • 57. 57 UMA “FILOSOFIA” QUE SE RESUME NO MARXISMO Primeiramente, na minha opinião, não sei por qual razão insistem em dizer que um reacionário, o qual criou uma bula “filosófica” aquela que foi e é seguida pelos maiores genocidas da história, é obstinadamente tachado com a pecha de filósofo. Josef Stalin, líder comunista soviético, seguindo um viés de Karl Marx, instalou na Ucrânia o horror chamado de Holodomor ou também conhecido por Holocausto Ucraniano. Graças a Deus, em 2015 a descomunização virou lei naquele pais; agora, na Ucrânia é proibido existir partido comunista ou, ao menos, fazer apologia ao comunismo por meio de símbolos. A velha vermelha é caduca e terrivelmente sem educação, então precisa mesmo ser banida. Tal qual, a história narra que quase cem porcento do modelo adotado por Adolf Hitler e seu partido, o Nazi, foi baseado na “filosofia” de Karl Marx. Então julgue você mesmo o marxismo; as vítimas [baleadas] pelo Holodomor foram vítimas de ideias [baseadas] no comunismo. Comunismo nas Escolas: o ABC contracultural contra o bê-á-bá da cultura tradicional; af!, la-men-tá-vel o abecedário comunista. E o que falar dos marxistas fanfarrões: Fidel Castro e seu lacaio Che Guevara, os maiores genocidas e autocráticos que já existiram mais perto dos brasileiros?! Apesar de ridículos, eles sabiam bem... o mal!, a trapalhada que faziam; eles não foram valentes, e sim fanfarrões e covardes! no paredón. Até hoje a única fidelidade do Fidel foi com a morte de seus opositores ideológicos e lógicos! contra a filosofia da morte. Fidel Castro fez eugenia política, ideológica e social em Cuba, por meio da castração da vida; ele foi um dos maiores genocidas que o mundo já viu.
  • 58. 58 Na retórica esquerdista, o assassinato é chamado de “justiçamento”, e o roubo, “apropriação”; acredita-se fielmente nisso, assim não se sente culpado por nada. E o que falar de Mao Tsé-Tung com seu marxismo-Maoísta na China, aquele que matou milhões de opositores do seu regime e da sua “filosofia”, e outros tantos milhões por fome?! E, além disso, o que dizer sobre o marxismo-Juche de Kim Jong-un, o ditador da Coreia do Norte, o qual é responsável por milhões de presos políticos desde a época que seu pai estava no poder? Esses presos são pessoas que não concordaram de alguma forma com a “filosofia” marxista dos ditadores hereditários da Coreia do Norte, e que por isso eles estão fazendo trabalho escravo para o país comunista; um verdadeiro presente socialista. Esses ditadores absolutistas formam na história as porções dos porcões, eles mesmos. Essa tal “filosofia” só causou mortes, ora políticas – no paredão –, ora por fome – com o panelão vazio. O marxismo já provou o suficiente seu fracasso ideológico e econômico, ou como uns ainda insistem em chamar: “filosófico”. Essa maiêutica- reversa é a mãe de muitos males dos séculos XX e XXI que abortaram o que estava bom para parir aquilo que não presta. É para rir de quem defende a "filosofia" marxista. ― E o que isso tem a ver com escolas? Tudo. Pois uma guerra nem sempre é feita com balas e bombas, mas com a “inteligêcia” (mesmo que marxista-burra) de bullets ideológicos por intermédio da educação. E é aí que entram uns professores, da disciplina de Filosofia ou não, alguns até militantes de carteirinha de partidos marxistas, que se infiltram nas escolas para fazer a junção do útil ao agradável (para eles): Eles vendem suas chulas ideologias ultra-social-liberais-“progressistas” nas escolas, com os pais, geralmente, conservadores, pagando! para os seus próprios filhos receberem uma lavagem cerebral contra quem?: Os pais! Essa deve ser a melhor parte para os marxistas deseducadores, eles devem rir até com tanto prazer e ironia.
  • 59. 59 E para não variar, nesse colégio atual, na aula de Filosofia dada a meu filho de 16 anos, a professora resumiu a disciplina em apenas: Marxismo! A prosélita de Karl Marx ministrou noventa por cento de marxismo durante quase o ano todo. Ela só não conseguiu cem por cento, porque foi demitida em Novembro. ― Mas em Novembro? Pois é... O estrago da lavagem cerebral por meio da pregação marxista foi realmente feio pela minha demora em atinar para ela. Eu estava muito focado em outros “professores” da pequena de 11 anos, o que me desgastava bastante e tomava- me tempo, portanto demorei em agir quanto à disciplina de Filosofia de pecha marxista dada na turma do garoto. E o que deu de resultado? Estou até hoje tentando reverter isto que a “professora” fez com o Pedro; é como se diz no aforismo “Aquele que anda com os sábios será cada vez mais sábio, mas o companheiro dos tolos acabará mal”. Esta paródia em charge demonstra bem isso. Se “A religião é o ópio do povo” (Karl Marx). Seria então a verdadeira droga do marxismo a heroína não heroica da papoula? ops!, da população? Os comunistas são iguais aos traficantes... Pois injetam a droga do marxismo na população para eles ficarem bastante endinheirados com essa espécie de “papoula” que eles mesmos, geralmente, não consomem.
  • 60. 60 E, ainda, são ratos que gostam de fazer de esgoto o que estiver acima do submundo deles; os professores comunistas são pedagogos de bueiros. O maior sonho da sestra ideologia social-comunista é o de ter o povo em suas mãos por meio de um paternalismo-estatal. Por isso, tal ardil ideológico-partidário para criar em cada indivíduo, inclusive infantojuvenil, o conceito de pai-Governo ou Estado-paternal, do tipo: deixa que eu o alimento, meu “peixe”. Só que ele não lhe avisa que “peixe morre pela boca”. A doutrinação marxista é um maldito anzol vermelho que pesca astuta e sorrateiramente os nossos filhos, dentro dos nossos “seguros” aquários. Infelizmente, para tal – e felizmente porque vivemos num Estado democrático, do contrário isso seria feito à força –, é preciso do estratagema de quebra de poder hierárquico tradicional entre pais e filhos, assim quebrando o verdadeiro e bom paternalismo-natural; afinal de contas, os filhos são de quem? Ou eles são dos pais, ou do Estado “messiânico” ou do Governo carismático ? Os filhos são dos pais! Pois não vivemos, pelo menos no Brasil, numa era espartana-chinesa-norteCoreana tão sonhada pelos marxistas (em manual, o Manifesto Comunista), weberianos (teorias sobre Tipos de Dominação), maquiavélicos (teoria acerca da quebra de Poder Hierárquico) e gramicistas (mix de Nicolau Maquiavél e Max Weber), em que o público infantojuvenil é propriedade do Estado-salvador que os liberta dos Poderes Tradicional-cultural- familiar e Eclesiástico por meio da oratória carismática-manipulativa e rastejantemente perigosíssima. A sinistra ideologia esquerdista tem um objetivo de retirar o sadio poder paterno tradicional (poder do pai afetuoso) para pôr em seu lugar o doentio poder maquiavélico (nada terno). Friedrich Engels (Anjos, em alemão), o qual estava manifesto por demônios, presume-se, ao escrever o
  • 61. 61 Manifesto Comunista juntamente com Karl Marx, deveria se chamar Friedrich Capetels, em vez de Engels; ou melhor, para ficar completo: Marx e Engels caídos! Para os sequazes coligados de um desGoverno socialista-comunista atuando em escolas, uma criança ou adolescente "órfão" de pais-vivos poderá mais facilmente ser amparada por um Estado-"Pai" e “Espartano”. É por causa disso que os prosélitos fetichistas de Che Guevara e Companhia não perdem a perniciosa oportunidade contemporânea nos colégios de se lançarem contra o Poder de Família. Eles são mais que quixotescos (já que seria elogio chama-los disso), pois enxergam muito bem a real situação danosa de suas utopias completamente eivadas. ― Eles existem mesmo nas escolas? Veja o que uma professora do Pedro publicou em seu perfil no Facebook (configurado como PÚBLICO). Isto é um “exemplo” prático e prova de que a sequaz professora é militante de uma ideologia da morte, a qual teve como um dos maiores protagonistas este bigodudo “camarada” e “companheiro” marqueteiro : Esta foto do terrorista- comunista-leninista-stalinista Che Guevara com uma criança negra é apenas uma imagem do marketing-marreteiro, ops!, marqueteiro do comunismo cubano. Pois uns próprios “companheiros” dele – porém desafetos, inclusive por causa de racismo e genocídio – narraram, tempos depois, o outro lado da história sem o viés de um anticomunista; ou seja, uma outra face que a cega prosélita professora desconhece: o caudilho Che Guevara foi racista!; a história insofismável é a verdadeira oculista dos fatos que uns tentam embaçar e ocultar com selfies ou fotos de marketing.
  • 62. 62 Quem defende o terrorista Che possui intelecção intelectual minguada diante da realidade histórica. Esse marketing barato e interesseiro é desmascarado pelo ato falho dele, pois se ele gostasse mesmo de criança, não estaria fumando aquele cachimbo a uns 30cm de uma. Um parêntesis: Stalin, ainda hoje um dos pais ideológicos desse tipo de “professor”, dizia que essa gente é "tola útil" porquanto trabalhava gratuita e "utilmente" para o sistema socialista-comunista e assassino, o qual liderou na antiga União Soviética sem ética moral e democrática. De propósito, muitos professores escolheram a via da Esquerda rumo à contramão da Educação direita. Esquerda em latim significa sinistrum, portanto leva ao obscuro. Negligenciar um risco agora pode significar passos mancos dos filhos depois. Os futuros frutos bons deles dependerão do que é impecavelmente – em todos os sentidos dessa palavra – feito hoje para amanhã eles não caírem da escada nem ficarem sem chão. Um erro hoje por parte dos pais, problema amanhã da parte dos filhos. Dainte disso, faça o possível para interferir junto ao staff pedagógico, sobre uma possível doutrinação marxista na escola dos seus filhos, a qual, porventura, esteja sendo acomodada lá por prosélitos (com microcefalia) dessa ideologia comunista. Porque deixar que alguns deseducadores martelem essa “filosofia” na cabeça dos jovens, só cooperará ainda mais para que o marxismo lime com a foice dele a cultura geral, contribuindo para a desventura da contracultura vermelha, a qual prejudica a higiêne mental dos jovens de pouca idade. Afinal, já basta a sujeira mental dos utópicos-marxistas-“adolescentes” de meia-idades ou senis.
  • 63. 63 Vá preparado dialética e emocionalmente, pois se a diretoria ou a coordenação estiverem sabendo muito bem do que está acontecendo em sala de aula, elas tentarão ludibriá-lo defendendo seus professores-pupilos, porque todo indivíduo com viés "progressita", socialista ou comunista tem um gosto apurado em defender, incondicionalmente, os miseráveis... “camaradas! “, professores ou não. Afinal de contas, a sombra é um reflexo do objeto. Até logo, tenho que ir ali fazer com que o Pedro desaprenda umas coisas erradas que ele aprendeu na escola. Fui! Se o seu filho ou a sua filha já foram acometidos, na escola, pelo sarampo do comunismo, é melhor que você os trate muito bem para que neles sarem perfeitamente todas as feridas ocasionadas por esse mal. Do contrário, eles poderão ficar irremediavelmente marcados para sempre. A vacina é a sua atitude. Afinal de contas, o comunismo de Karl Marx ainda é o sarampo ideológico que mata intelectualmente crianças e adolescentes no mundo inteiro; mas já foi responsável ideólogo pela morte literal de milhões de infantojuvenis. Então, pais deste país, cuidem bem da saúde intelectual e mental dos seus amados filhos. Vacine-os contra esse vírus social pandêmico.
  • 64. 64 A humanidade precisa de imunidade moral e combater a maior de todas as doenças sociais: o comunismo. Infelizmente, a esquerda brasileira também aprendeu isto do progressista Michel Foucault: "Todo sistema de educação é uma maneira política de manter ou de modificar a apropriação dos discursos, com os saberes e os poderes que eles trazem consigo.
  • 65. 65 SAGA DE 2013 | ESCOLA DE ALCUNHA “CRISTA CATOLICA :
  • 66. 66 Na escola nova... Antes de matricular os filhos nessa outra escola, conversei com a diretora e informei-lhe o porquê que eu estava mudando de colégio; contei tudo a ela sobre o que ocorrera na escola anterior, de 2012. Logo aquela senhora feliz e sorridente franziu a face e concordou comigo e também achou um absurdo! aquela “pedagogia” ministrada na escola concorrente, e que nunca tais livros com despedagogias seriam ministrados na escola dirigida por ela. Então fiz a matrícula... E para a minha surpresa, porque não li os nomes na lista de material, antecipadamente, só percebi quando fui buscar os livros, isto é, quando já comprados, quais autores estavam lá? Os fúnebres: Edgar Allan Poe & CIA do gênero. Tudo não passou de um marketing sorridente que faz o cliente chorar depois; vejamos :
  • 67. 67 A MULHER DE PRETO Esse livro envolve o leitor numa atimosfera estremamente pesada. Ainda há nas entrelinhas dele: questionamentos entre fé e razão. Nesse livro, um advogado é chamado para acompanhar o funeral da sra. Alice Drablow, a única moradora da Casa do Brejo da Enguia, na Inglaterra. Enquanto trabalha na isolada propriedade da região, ele descobre trágicos segredos ocultados por suas janelas fechadas. Ao ver uma jovem e sofrida mulher vestida de preto, uma arrepiante sensação de desconforto começa a tomar conta dele, um sentimento que cresce com a relutância dos moradores locais em falar da estranha figura daquela mulher fantasma e, também, magoada e desejosa de buscar vingança! Só o que parece uma sinopse, já é o suficiente desagradável, não é? Pois bem, isso foi uma indicação “paradidática” escolar para adolescentes de 14 anos. Nesse livro gótico e de terrores “didáticos”, para não variar a tanatopedagogia: Uma mulher morre! E quando já morta, passa a representar uma fantasma vingativa. O problema desse monstripedagogo (com o seu dark side) ou propenso a pedagogocida, o responsável pela indicação desse livro, é o mesmo do outro de 2012, o qual eu lhe disse a seguinte frase: “Você não gosta de homens, somente. Mas, pior ainda: odeia as mulheres! ”. Esse método espartano é porque não acredito que alguém deva ser ovelha ao tratar com lobos; eufemismo nunca foi tática nem ferramenta de leão. O papo deve ser reto e completo, sem diplomacia nem zeugma.
  • 68. 68 A outra comprovação de que o professor turbado que indicou esse livro, A Mulher de Preto ( The Woman in Black ), odeia as mulheres está também no próximo livro o qual foi adotado por ele e, ainda, em seu perfil do Facebook (configurado como PÚBLICO) :
  • 69. 69 SETE HISTÓRIAS DE MISTÉRIOS E HORROR Este foi mais um material “pedagógico” abissal ministrado a adolescentes de 14 anos. Sete Histórias de Mistérios e Horror é um terrível (literalmente) livro de autoria do perverso Edgar Allan Poe. Para resumir, numa das histórias intitulada de A queda da casa Usher, o personagem Usher pratica incesto com a sua irmã e com outros parentes e, em seguida, o figura enterra a própria irmã ainda viva para, adiante, praticar o suicídio. Detalhe de um professor sociopata ou psicopata: Ele passou uma tarefa aos jovens, a qual eles deveriam criar um vídeo sobre esse enredo gótico e de terrorfero, com direito a suicídio, que foi sintetizado no parágrafo anterior. (PARÊNTESIS: Compreende-se no inciso IX do artigo 5 da CF/88 que qualquer indivíduo pode se expressar intelectualmente de forma livre. Todavia, sabe-se que todo direito não é absoluto, isto é, muitas das vezes ele é condicionado. Acerca disso, liberdade de expressão e apologia ao suicídio, nota-se o claro limite regular imposto pelo artigo 122 do Código Penal, a saber : Induzimento, instigação ou auxílio a suicídio Art. 122 - Induzir ou instigar alguém a suicidar-se ou prestar-lhe auxílio para que o faça: Pena - reclusão, de dois a seis anos, se o suicídio se consuma; ou reclusão, de um a três anos, se da tentativa de suicídio resulta lesão corporal de natureza grave. Parágrafo único - A pena é duplicada:
  • 70. 70 Aumento de pena I - se o crime é praticado por motivo egoístico; II - se a vítima é menor ou tem diminuída, por qualquer causa, a capacidade de resistência). Parece inacreditável, mas o que se pode esperar de neuróticos que se formaram em pedagogia?, que estão estragando a boa Ciência de Ensinar. Esse tipo de gente não deveria ser processado por induzir o suicídio em menor por meio de livro ou trabalho escolar em vídeo? Esses deseducadores se condenam por suas próprias patopedagogias. Ou ninguém vê que eles são doentes mentais? Essas víboras ensinam somente o que os seus corações e mentes doentios estão cheios! : lealdade à imoralidade e fealdade de caráter. Eles tentam imprimir nos jovens os seus processados impulsos perversos. Veja a capa do perfil do Facebook do “professor” responsável por esse livro em tela e pela indicação do livro mostrado anteriormente, A Mulher de Preto; esta imagem prova o desprezo dele pela figura feminina, tornando-a sem razão áurea : Amigo leitor ou leitora: Os rostos mostram a vida interior de cada um; de perfil ou de lado, o fato é que eles demonstram as almas! dos indivíduos. E falando em perfil, será que esse do Facebook não dá um sinal ou uma dica acerca do defeito escondido, recôndito, da casa interior, a mente desse patoprofessor com a sua parapraxia? Esse tipo de ativismo cria um atavismo na educação, tornando-a deformada.
  • 71. 71 Quem enxerga com os suspeitos olhos alheios ou tapa os ouvidos para a voz da verdade, torna-se cego intelectual, surdo espiritual e, assim, caminha com os pés da experiência indevida, pelas veredas tortuosas. Esta outra imagem mostra o gosto dele pelo terror e a disposição mental reprovável; o comportamento imprime ou a saúde ou o vírus da alma : Essa imagem acima e a última da página anterior comprovam que existem sim! doentes mentais e criminosos nas escolas; eles são pessoas de personalidades contraditórias, os horrorosos “pedagogos” de que precisam ser demitidos para que cessem os sujos terrores sem fim, promovidos por eles; péssimos professores devem ser caçados para terem seus empregos cassados. Sem emoção, eles devem sofrer remoção. Sendo assim, quem “perder” deseducadores, ganhará bons professores; esse é o trade off da Educação e dos empresários dela. Para ensinar uma lição ao [ lixo] deseducador, é preciso encimar o [ nicho] educador.
  • 72. 72 É lamentável que alguém dê emprego a um aspirante a pedagogo; para que uma escola tenha saúde intelectual excelente, é necessária a contratação de cem por cento de verdadeiros pedagogos. O colégio que tiver uma boa pedagogoteca se destacará como instituição inquestionável pedagogicamente diante da sociedade, o que será um enorme diferencial ante a concorrência. Pois os pais fazem benchmark pedagógico, afinal de contas buscam o melhor no mercado escolar para seus filhos. E acredite: ano após ano eles sempre! encontram a melhor opção do momento. Essa é a única maneira de uma escola ter a razão áurea da educação outra vez quando, numa ocasião, encontra-se desproporcional, capenga e sem lógica; a solução é a pedagogoteca: coleção de professores excelentes. Só há moscas em ambiente sujo; as instituições precisam entender isso. Daí quando elas limparem as "privadas", as moscas irão embora naturalmente. Ou: as instituições estão sujas mesmo ou porquanto elas têm pena das moscas ou são amigas delas? Esse tipo de gente é indesculpável, pois sabendo o certo, mesmo assim escolhe o errado: Criar mentes ambivalentes igualmente as suas almas contraditórias; construir no outro o que existe dentro de um perverso, talvez funcione igualmente um ópio. Segundo o famoso filósofo e pedagogo romano Sêneca, “Longo é o caminho do ensino por meio de teorias, breve e eficaz por meio de exemplos”. Provando que realmente esse professor, infelizmente, é eficaz no mal que faz, pois o realiza por teoria e ilustração prática também. Ele deve ter tirado uma soneca na aula do Sêneca.
  • 73. 73 Quando os maus faziam coisas ruins sozinhos era suportável, mas agora adicionado a isso, para piorar, muitos outrora bons estão se comportando iguais a eles também; lamentável. Então, não reclame se trato os iguais como os iguais. Quer conhecer de verdade uma pessoa? Então descubra aquilo que ela lê, o que ela vê, com quem ela anda... e o que ela indica ou mostra para você, não procure conhecê-la pelo que ela mesma fala sobre ela. Descubra você mesmo!, é fácil assim. Vejamos: O neurologista, psiquiatra e maior expoente francês da psicanálise, Jacques Lacan, tinha uma tática de ler os livros prediletos dos seus pacientes para conhecê-los, mais e melhor, acerca daquilo que eles não falavam nas seções de psicanálise. Todavia, gostavam de viver no dia a dia... Coisas boas, e ruins também. Ou seja, segundo o que pensava o renomado psiquiatra, aquilo que uma pessoa gosta na leitura, pode dizer muito sobre ela. Mas antes de Lacan, já dizia Monteiro Lobato, o brasileiríssimo e um dos mais influentes escritores do nosso país: "Um país se faz com homens e livros" e "Quem mal lê, mal ouve, mal fala e mal vê". É preciso ficar com os ÓlhÓs atentos em cada livro que os jovens têm acesso, para que eles não sejam aculturados pelo possível mal que leem. E não podemos nos esquecer do que disse Albert Einstein: "Se você quer entender uma pessoa, não escute suas palavras, observe seu comportamento". Moral disso: Cuidado com o que seu filho ou filha lê e assiste na escola, para não mal enxergar igualmente alguns professores seus, e consequentemente: mal pensar e falar. Pois quem mal faz... Mal ensina às crianças. Entendeu? Quem ensina “pedagogia” do horror hoje, é porque aprendeu ontem. Quem aprende hoje sobre “pedagogia” do terror, provavelmente a ensinará amanhã para alguém. É preciso quebrar este loop, o ciclo do horror ensinado por alguns deseducadores.
  • 74. 74 O futuro dos seus filhos depende mais de você hoje do que deles amanhã. Afinal: O fim está ligado ao começo, e o começo, ao fim ... E por falar em deseducadores, certa vez esse professor em comento me indagou exatamente por esse fato de eu ter mencionado este apodo deseducadores num documento que enviei ao responsável geral pela rede de escolas, a qual ele trabalhava, e à sua bandoleira Diretoria Pedagógica; ele me perguntou em modo ferino assim: ― Para o senhor, o que é um professor deseducador? E eu lhe respondi isto olhando bem no fundo dos seus olhos a meio metro de distância : ― Para mim, um professor deseducador é aquele que tenta desconstruir os valores tradicionais que um pai tem construído em SEUS (!) próprios filhos, valores esses: morais, éticos, de respeito aos outros indivíduos, além dos próprios pais, e pelo motivo de aqui ser um colégio de alcunha “cristã”, posso lhe dizer mais: quando um professor deseducador tenta desconstruir até mesmo valores bíblicos e sobre Deus, isso mostra o quanto ele realmente é um deseducador niilista. E o que ele me disse acerca disso? Eu é que lhe pergunto: Algum fanfarrão consegue refutar a mais pujante verdade dita olho no olho sem medo? Não deixe professor algum fazer imprinting – aproximação manipulativa – em seus filhos, assim mostrando você a todos quem é quem, e principalmente quem, naturalmente, está no controle dos SEUS jovens. Faça isso de maneira firme e inexoravelmente, e, então, o professor deseducador ficará ressaltado no devido lugar dele; os deseducadores só vão até o lugar no qual os pais lhes permitem. Deixe você! a sua marca nos SEUS filhos, caso contrário eles serão carimbados pela deseducação.
  • 75. 75 Escol a bem a escola, mesmo que essa tarefa não seja fácil. E jamais permita que ela seja o motivo do hiato entre seu filho e você ou entre ele e Deus. Mamãe, a maiêutica pode ser um perigo para abortar intelectual e espiritualmente o seu filho.
  • 76. 76 FEIRA DO “LIVRO” E A LISTA NEGRA I Naquela feira, Literarte 2013 do Ensino Fundamental, indagamos as diretoria e orientação pedagógicas, e, ainda, os representantes das livrarias e editoras presentes no local, mas fomos fortemente rechaçados e achincalhados de conservadores demais. Eles diziam-nos coisas do tipo: “o mundo mudou, as coisas agora são mais modernas”. Veja você mesmo a modernidade de tais livros numa feira “literária”, cujo objetivo foi o de oferecer um material “pedagógico contemporâneo” para crianças de 10 anos, em média. Ironia, não é verdade? Pois coisas primitivas jamais são modernas :
  • 77. 77 Ironia mesmo é ler isto nos livros didáticos da instituição :
  • 78. 78 PREVENINDO AS EXPERIÊNCIAS DEFORMANTES: MAIS IRONIA Na página 7 do “Manual do Educando e da Família 2013”, daquela escola na ocasião, tem como “fundamento” principal o paradoxal “CRITÉRIO PREVENTIVO” que é descrito assim: “Encaminhar o(a) educando(a) para vivências positivas, a fim de que possam ser prevenidas as experiências deformantes” (negritado por mim). Esta imagem confirma : Isso realmente é um tremendo contra senso! de um reles staff “pedagógico” que chancela livros paradidáticos os quais inspiram filmes de terror fora e dentro da escola, afinal, lembra-se do que foi dito no capítulo Sete Histórias de Mistérios e Horror, paradesdático dessa escola, cujos jovens foram obrigados a fazer um filme para obtenção de nota?
  • 79. 79 ― E os jovens, o que eles acham disso? Eles costumam fazer qualquer coisa pelo prêmio da nota! A Terceira Onda, de Palo Alto, confirma isso. Por isso, quando já adultos, os jovens fazem qualquer coisa pela outra nota: o Dinheiro. Pois se não os pagando, hoje, já fazem de quase tudo, imagina você o que a maioria não fará recebendo a nota do money amanhã? Para que tenhamos "ped-aços" de gentes fortes, ou seja, crianças psicologicamente de aço, é preciso protegê-las, de verdade!, das experiências deformantes, inclusive nas escolas. Um [mau] professor não é [meu] professor.
  • 80. 80 SAGA DE 2012 | ESCOLA DE ALCUNHA “MAIEUTICA : A maiêutica pode gerar um conhecimento filho de uma mãe que não sabe quem é o pai do menino. É preciso tomar cuidado, porque o conhecimento puro e genuíno vem de Deus, mas algumas informações são filhas do diabo porquanto nascem no útero da sua maldade. & Sobre os baguncionistas da boa Educação, a única coisa que eles sabem fazer certo nas escolas : É errar com perfeição.
  • 81. 81 O RETRATO DE DORIAN GRAY O Retrato de Dorian Gray, de autoria de Oscar Wilde, narra uma história sobre um jovem formoso que é orientado a fazer pacto satânico para ter todas as mulheres do mundo e a vida eterna. Este é mais um livro recheado de melodrama gótico e horror, cujo conteúdo nefasto traz narrativas contra o casamento e a família, ao passo que faz ainda apologia à realização de pactos malignos, assassinatos, suicídios, homossexualidade e depreciação da mulher. Ele, ainda, sugere deslealdade e infelicidade da infidelidade conjugal, e o consumo de droga como fuga dos problemas. Uns professores precisam do abecedário moral e da alfabetização ética urgentemente, para não indicarem mais algo assim tão tenebroso aos adolescentes. Esse livro foi adotado na escola, em 2012, como mais uma pedagogia- deseducadora para o meu filho de apenas 12 anos na ocasião. É como foi dito por Augusto Cury: O sistema educacional está doente, formando pessoas doentes, para uma sociedade doente. O que esses pedagogos pós-modernos desejam, será que querem criar uma geração de psicopatas e sociopatas? Se sim, por qual motivo desejam implantar esta Pedagogia-Reversa perversa? E tem mais: ao final desse livrinho de Oscar Wilde, a editora mostra sua desastrosa ideia de propor ao leitor- estudante que reconte a história de horror, assim, sugerindo imagens como esta ao lado, por exemplo. Veja você mesmo o absurdo detalhado na próxima imagem :
  • 82. 82 Cada responsável precisa acabar com esse limbo “educacional”, antes que todos os jovens acreditem que o limbo é lindo. Os pais que não reagem a esse crime,
  • 83. 83 inclusive intelectual e espiritual, são, por omissão, cúmplices e participes dos esquartejadores de intelectos e assassinos de almas infantojuvenis. Foi diante dessas atrocidades escolares, que nasceu a Origem da inquietação familiar com uns livros adotados nos bancos educacionais; essa foi a causa precursora que fez a nossa família não confiar mais piamente em todos os professores. Ou seja, nós despertamos! Porque vimos que a banalização da violência barata ou da morte macabra é criada na escola também, lamentavelmente. Em relação a cada educador, é melhor confiar-desconfiando para que não seja pego de surpresa tarde demais por motivo de acreditar em demasia no que um dia foi imaculado: o senhor Professor ou a senhora Professora. Acredite: os bons serão encontrados!, mas como você ainda não sabe quem os são, então desconfie... Segundo o art. 3º, da Lei 8.080 de 1990, a qual dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde: a educação é uma determinante e condicionante à saúde. Diante disso, que saúde mental poderá ter uma criança ante um material “pedagógico” que promove psicopatias, doenças da mente? Portanto, nota-se claramente que: Mais perverso do que esse livro e o seu autor – Oscar Wilde – é o “professor” o qual o indica, assim conspirando contra o bem-estar psicológico dos alunos; no mínimo ele deve ser demitido. Enfim, ´´O homem precisa ter a coragem de ser bom, quando tudo em volta o convida a ser mau´´ (Léopold Szondi),
  • 84. 84 inclusive, uns “professores” e autores chamados de geniais, mas que na verdade são gênios do crime na ficção e na vida real (antissociais), ao descumprirem as leis de proteção às crianças. O porquê de não me enganar mais com umas pessoas é porque agora vejo mais os atos delas do que ouço as suas palavras; as ações das pessoas são mais pedagógicas (ou não) do que a pedagogia falada por elas. E, logo, vieram os livros a seguir, os quais confirmaram também a nossa pertinente preocupação com a falta de envergadura intelectual e, capacidade ética-moral de uns “professores” os quais indicam livros recheados de personagens com nítidos traços de psicopatias, e não é necessário ser um psiquiatra para notar isto: ℹ Estatuto da Criança e do Adolescente Art. 232. Submeter criança ou adolescente sob sua autoridade, guarda ou vigilância a vexame ou a constrangimento: Pena - detenção de seis meses a dois anos.
  • 85. 85 O GATO PRETO O Gato Preto, de Edgar Allan Poe, é mais um livreco soturno dele, cujo teor narra inicialmente sobre um homem que não gostava de determinado gato, então o matou. Porém, não foi só isso... Depois ele teve outro gato, e numa paranoia misturada com alucinação, o dito cujo achou que o gato anterior ressuscitou no segundo gato. Por conseguinte, ao tentar matar o novo gato, matou... sim! mas a esposa! à machadada. Para não variar, o neurótico Allan Poe que não gostava das mulheres e sim de homens, ele sempre matava perversamente uma mulher ou outra em seus livros; feminifobia é a principal marca do sinistro Poe. Esse tipo de “pedagogia”, denominada aqui de Pedagogia do Horror, é, sem exagero, um prato cheio para perversos psicopatas. Como se vê : A polícia da Alemanha achou na quarta-feira o corpo de uma mulher desaparecida há cinco anos no interior de uma parede falsa de uma casa na cidade Königswinter, na região de Bonn. O marido da mulher, identificado apenas como Gerd, de 52 anos, que vivia na casa com uma nova mulher, acabou sendo preso. Segundo as autoridades, ele confessou ter estrangulado a mulher em fevereiro de 2008 no meio de uma briga conjugal. Depois, tal como no conto O Gato Preto, de Edgar Allan Poe, ele montou uma estrutura falsa em seu porão para esconder o corpo. (Fonte: http://veja.abril.com.br/noticia/mundo/mulher-desaparecida-ha-cinco-anos-e-encontrada- emparedada-na-alemanha ). É por causa de inferências como essas do livro O Gato Preto que as crianças e os adolescentes aprendem, inclusive nas escolas, a tacar o pau no gato, a matar o gato, a dona do gato, e até tacar e atear fogo no índio, como está também escrito
  • 86. 86 no livro de estudo estúpido CRESCER É UMA AVENTURA – o qual você leu na Saga de 2014. Quando as salas de aulas se fecham, as crianças e os adolescentes, por vezes, são asfixiados intelectualmente por uma pedagogia terrível, e disfarçada de inócua. O fato é que os humanos raciocinam (o certo ou o errado) informações captadas, até mesmo, por deduções. Ou você acha que esses pífios “educadores”, da educação pifada, não sabem que não estão perdendo tempo até mesmo com uma criança muito bem-educada e evangelizada nos bons costumes? O poder da sugestão ou da mensagem subliminar é muito forte, mesmo que em mentes adultas; a ciência da Psiquiatria comprova isso. E mais: Os jovens fregueses, de uns “professores”-sociopatas, que assimilam essas maldades subliminarmente como naturais, eles crescem sem o medo da punição severa pelos crimes observados nos livros. Pois todos os personagens malfeitores que não se mataram, nunca foram presos; a Psiquiatria Forense também explica esse comportamento pelo qual pode ser inato ou aprendido até mesmo em “escolas” – como temos visto, infelizmente. "Não é o mal... Mas o bem... que gera e que alimenta a culpa — Sigmund Freud É melhor esses garotos lerem, urgentemente, o livro Laranja Mecânica. Ele funcionará igualmente uma vacina por inoculação-psicológica do bem; o livro dói um pouquinho, porém traz benefício. Provavelmente haja tempo para os jovens que acreditaram que a impunidade aprendida nos livros não-didáticos jamais recebe o troco da troca dela com o mal.