SlideShare uma empresa Scribd logo
O CÂNCER DA TERRA
Fernando Zornitta
Tudo era perfeito no Planeta Terra que já aniversariava 4,5 bilhões de anos. O sol
nascia e se punha todos os dias, as estações do ano eram bem definidas, as plantas
e os animais nasciam e morriam em ciclos perfeitos como os da própria natureza.
Tudo funcionava como um reloginho bem azeitado. Todos os animais tinham o que
comer – e não lhes faltava nada. A energia do sol pintava o planeta de verde e as
plantas possibilitavam a vida e a existência dos animais. É certo que uns não se
satisfaziam com saladas e comiam uns aos outros, mas isso também fazia parte da
cadeia alimentar, que é da própria natureza.
Mas da natureza eles só tiravam o que necessitavam para viver.
Num determinado momento da evolução, há poucos anos comparando-se com a
idade da Terra, surge um ser mais esperto e sabido. Vive por alguns milhares de
anos nas cavernas, descobre o fogo e migra, procurando climas mais quentes para
viver: era o bicho homem, o top de linha de todas as espécies.
No começo ele caça, pesca, colhe frutos - só o necessário para sobreviver e vai
vivendo, gerando filhos e esparramando gentes. Das pedras faz ferramentas,
depois descobre o metal e com ele faz armas e utilitários para a caça e para se
defender.
Enquanto se desenvolve tecnologicamente, constrói casas, cidades; inventa coisas
e aparelhos para atender as suas necessidades, também alimenta ao seu ego –
numa estranha necessidade de querer ter mais, de acumular riquezas, de ter poder
e ser melhor do que os outros.
O instinto das cavernas e o medo, não abandonaram o homem do pós-cavernas e
ele segue esse seu instinto mais do que a sua pretensa sapiência, que o colocou no
topo da classificação das espécies.
O seu gênio inventivo o leva a fazer armas e imediatamente com elas quer dominar
os outros e o mundo. Não lhe basta mais só tirar da natureza o que necessita para
sobreviver, quer mais e quanto mais tem mais quer. E quer muito, quer mais
riquezas, quer mais poder, quer avançar rumo ao futuro mesmo sem saber para
onde vai.
Os povos que mais cedo se desenvolveram, mais cedo começaram a competir e a
lutar para dominar uns aos outros. Da antiguidade aos dias atuais, guerras, litígios
e muito sangue foi derramado para uns afirmarem a sua superioridade sobre
outros, do mesmo jeito que era para os trogloditas das cavernas que disputavam a
caça para poder sobreviver.
Só que hoje não é mais para a sobrevivência é para a supremacia de uns sobre os
outros. Enquanto as nações que se formaram com bases nas suas descobertas e no
seu desenvolvimento tecnológico, as quais poderiam ajudar os mais atrasados,
contrariando toda a lógica, usam essas vantagens para oprimir e explorar os que
ficaram para trás.
Enquanto 20 % da humanidade vive com conforto, os restantes 80% passam fome,
morrem de doenças e agonizam entregues a própria sorte.
2
2
O instinto e o ego irracional fizeram o homem se tornar um destruidor do próprio
ambiente que lhe dá suporte à vida. Ele corrói e destrói sem se preocupar com a
finitude dos recursos naturais, sem se preocupar com a vida dos outros – só lhe
interessa a sua. Enquanto dá um amor incondicional aos seus e à sua família,
esquece-se de tudo que vai fora da soleira da porta do que convencionou chamar
de lar. Tropeça por velhos, crianças e pedintes, mas faz de conta que nada lhe diz
respeito.
Polui, destrói, mata; tudo em nome da irracional necessidade de avançar, mesmo
que sem rumo.
Enquanto as outras formas de vida animal convivem com os seus habitats de forma
harmônica e em sintonia com a natureza, o homem por onde anda deixa um rastro
de destruição que se alastra até tornar inóspito o que antes era cheio de vida.
O homem é o câncer da Terra é a doença mais grave que já acometeu o planeta
que nos acolhe e a todas as formas de vida e, ele sozinho, está conseguindo acabar
com tudo de espetacular e mágico que lhe foi colocado a disposição para bem viver
e na mesma e harmônica sintonia que os seus sistemas que mantém a vida no
planeta.
Enquanto a grande maioria da população da Terra não tem nada e agoniza na mais
completa exclusão, os poucos que se destacaram pelo egoísmo e pela opressão,
desperdiçam preciosos recursos em ações belicosas por todo o planeta ou
procurando vida inteligente – talvez porque esteja em falta cá na Terra.
Para sobreviver ou para mais ter, todos humanos destroem o que os faz viver - a
todos e a todas as formas de vida. O câncer da Terra não saiu do útero das
cavernas e o seu instinto bestial, do troglodita irracional, ainda povoa
completamente a mente dos insanos, comprovando que a pretensa sabedoria – que
nos diferenciaria dos demais animais – ainda não teria sido conquistada.
_______________________________
Autor: Fernando Zornitta - Ambientalista, Arquiteto e Urbanista, Especialista em Lazer e Recreação
(Escola Superior de Educação Física da UFRGS) e em Turismo (OMT/ONU - Centro de Treinamento da
OMT para a Europa SIST-ROMA / Governo Italiano), iniciou em 2002 na Un. de Barcelona Curso de
Doutorado em Planejamento e Desenvolvimento Regional (com foco no turismo e proj. de pesquisa na
América Latina e Caribe) e, também, fez Estagio de Aperfeiçoamento em Planejamento Turístico na
Un. de Messina – Itália. Tem Curso de Técnico de Realização Audiovisual e desenvolve atividades
como artista plástico e designer. Tem produção literária – livro e artigos técnicos publicados. É co-
idealizador e sócio-fundador de ONGs atuantes nas áreas de meio-ambiente (Movimento GREEN
WAVE), cinema e vídeo (APOLO - Associação de Cinema e Vídeo), esportes e lazer (UNISPORTS –
Esportes, Lazer e Cidadania) – dentre outras.
E-mails: fzornitta@hotmail.com / jfzornitta@hotmail.com
* Fica autorizada pelo autor a publicação e a reprodução do texto O CÂNCER DA TERRA, desde que
citada a autoria.

Mais conteúdo relacionado

Destaque

ALL FOR THE PLANET, ALL FOR THE PEACE.pt
ALL FOR THE PLANET, ALL FOR THE PEACE.ptALL FOR THE PLANET, ALL FOR THE PEACE.pt
ALL FOR THE PLANET, ALL FOR THE PEACE.pt
Fernando Zornitta
 
O BRASIL E A ENGENHARIA REVERSA DO CAOS
O BRASIL E A ENGENHARIA REVERSA DO CAOSO BRASIL E A ENGENHARIA REVERSA DO CAOS
O BRASIL E A ENGENHARIA REVERSA DO CAOS
Fernando Zornitta
 
That flower (at someone's house)
That flower (at someone's house)That flower (at someone's house)
That flower (at someone's house)
Fernando Zornitta
 
Desunited kindon
Desunited kindonDesunited kindon
Desunited kindon
Fernando Zornitta
 
Principles of the new millennium goals 2015 30
Principles of the new millennium goals 2015 30Principles of the new millennium goals 2015 30
Principles of the new millennium goals 2015 30
Fernando Zornitta
 
REINO DESUNIDO
REINO DESUNIDOREINO DESUNIDO
REINO DESUNIDO
Fernando Zornitta
 
Artigo livro digital_multimidia
Artigo livro digital_multimidiaArtigo livro digital_multimidia
Artigo livro digital_multimidia
Fernando Zornitta
 

Destaque (7)

ALL FOR THE PLANET, ALL FOR THE PEACE.pt
ALL FOR THE PLANET, ALL FOR THE PEACE.ptALL FOR THE PLANET, ALL FOR THE PEACE.pt
ALL FOR THE PLANET, ALL FOR THE PEACE.pt
 
O BRASIL E A ENGENHARIA REVERSA DO CAOS
O BRASIL E A ENGENHARIA REVERSA DO CAOSO BRASIL E A ENGENHARIA REVERSA DO CAOS
O BRASIL E A ENGENHARIA REVERSA DO CAOS
 
That flower (at someone's house)
That flower (at someone's house)That flower (at someone's house)
That flower (at someone's house)
 
Desunited kindon
Desunited kindonDesunited kindon
Desunited kindon
 
Principles of the new millennium goals 2015 30
Principles of the new millennium goals 2015 30Principles of the new millennium goals 2015 30
Principles of the new millennium goals 2015 30
 
REINO DESUNIDO
REINO DESUNIDOREINO DESUNIDO
REINO DESUNIDO
 
Artigo livro digital_multimidia
Artigo livro digital_multimidiaArtigo livro digital_multimidia
Artigo livro digital_multimidia
 

Semelhante a O câncer da terra

4.Assim Nasceu a Humanidade.15
4.Assim Nasceu a Humanidade.154.Assim Nasceu a Humanidade.15
4.Assim Nasceu a Humanidade.15
Jose Ribamar Santos
 
4.assim nasceu a humanidade.15
4.assim nasceu a humanidade.154.assim nasceu a humanidade.15
4.assim nasceu a humanidade.15
Jose Ribamar Santos
 
4.assim nasceu a humanidade.16
4.assim nasceu a humanidade.164.assim nasceu a humanidade.16
4.assim nasceu a humanidade.16
Jose Ribamar Santos
 
Teoria das ilhas de ego 1.0
Teoria das ilhas de ego 1.0Teoria das ilhas de ego 1.0
Teoria das ilhas de ego 1.0
Fernando Zornitta
 
Paz na terra 5d (paulo & fernando zornitta)
Paz na terra 5d (paulo & fernando zornitta)Paz na terra 5d (paulo & fernando zornitta)
Paz na terra 5d (paulo & fernando zornitta)
Fernando Zornitta
 
Paz e amor, bicho!
Paz e amor, bicho!Paz e amor, bicho!
Paz e amor, bicho!
Francisco José Rocha Carvalho
 
Almanaque de bichos que dão em gente - Sonia Hirsch
Almanaque de bichos que dão em gente - Sonia HirschAlmanaque de bichos que dão em gente - Sonia Hirsch
Almanaque de bichos que dão em gente - Sonia Hirsch
AvlisTECH
 
110511746 almanaque-de-bichos-que-dao-em-gente-sonia-hirsch
110511746 almanaque-de-bichos-que-dao-em-gente-sonia-hirsch110511746 almanaque-de-bichos-que-dao-em-gente-sonia-hirsch
110511746 almanaque-de-bichos-que-dao-em-gente-sonia-hirsch
Pedro Paulo Ak
 
Qual É O Desejo Dos Seres Humanos Extraterrestres Plejaren Para Os Seres Huma...
Qual É O Desejo Dos Seres Humanos Extraterrestres Plejaren Para Os Seres Huma...Qual É O Desejo Dos Seres Humanos Extraterrestres Plejaren Para Os Seres Huma...
Qual É O Desejo Dos Seres Humanos Extraterrestres Plejaren Para Os Seres Huma...
Rita Mitozo
 
3.os primeiros passos da história.14.
3.os primeiros passos da história.14.3.os primeiros passos da história.14.
3.os primeiros passos da história.14.
Jose Ribamar Santos
 
FORMIGAS, maravilhas de Deus
FORMIGAS, maravilhas de DeusFORMIGAS, maravilhas de Deus
FORMIGAS, maravilhas de Deus
ESCRIBAVALDEMIR
 
2 segundos
2 segundos2 segundos
2 segundos
familiaestagio
 
Forum Social
Forum SocialForum Social
Forum Social
gueste62687ab
 
Forum Social Mundial
Forum Social MundialForum Social Mundial
Forum Social Mundial
João Melo
 
Forum Social
Forum SocialForum Social
Forum Social
renatotf
 
L. Boff no Fórum Social Mundial 2009
L. Boff no Fórum Social Mundial 2009L. Boff no Fórum Social Mundial 2009
L. Boff no Fórum Social Mundial 2009
Gustavo C. Rodríguez
 
Forum Social
Forum SocialForum Social
Forum Social
herciliamoret
 
Um Outro Mundo é Possível e Urgente
Um Outro Mundo é Possível e UrgenteUm Outro Mundo é Possível e Urgente
Um Outro Mundo é Possível e Urgente
guestacec1f
 
Forum Social
Forum SocialForum Social
Forum Social
maysa2009
 
Forum Social
Forum SocialForum Social
Forum Social
herciliamoret
 

Semelhante a O câncer da terra (20)

4.Assim Nasceu a Humanidade.15
4.Assim Nasceu a Humanidade.154.Assim Nasceu a Humanidade.15
4.Assim Nasceu a Humanidade.15
 
4.assim nasceu a humanidade.15
4.assim nasceu a humanidade.154.assim nasceu a humanidade.15
4.assim nasceu a humanidade.15
 
4.assim nasceu a humanidade.16
4.assim nasceu a humanidade.164.assim nasceu a humanidade.16
4.assim nasceu a humanidade.16
 
Teoria das ilhas de ego 1.0
Teoria das ilhas de ego 1.0Teoria das ilhas de ego 1.0
Teoria das ilhas de ego 1.0
 
Paz na terra 5d (paulo & fernando zornitta)
Paz na terra 5d (paulo & fernando zornitta)Paz na terra 5d (paulo & fernando zornitta)
Paz na terra 5d (paulo & fernando zornitta)
 
Paz e amor, bicho!
Paz e amor, bicho!Paz e amor, bicho!
Paz e amor, bicho!
 
Almanaque de bichos que dão em gente - Sonia Hirsch
Almanaque de bichos que dão em gente - Sonia HirschAlmanaque de bichos que dão em gente - Sonia Hirsch
Almanaque de bichos que dão em gente - Sonia Hirsch
 
110511746 almanaque-de-bichos-que-dao-em-gente-sonia-hirsch
110511746 almanaque-de-bichos-que-dao-em-gente-sonia-hirsch110511746 almanaque-de-bichos-que-dao-em-gente-sonia-hirsch
110511746 almanaque-de-bichos-que-dao-em-gente-sonia-hirsch
 
Qual É O Desejo Dos Seres Humanos Extraterrestres Plejaren Para Os Seres Huma...
Qual É O Desejo Dos Seres Humanos Extraterrestres Plejaren Para Os Seres Huma...Qual É O Desejo Dos Seres Humanos Extraterrestres Plejaren Para Os Seres Huma...
Qual É O Desejo Dos Seres Humanos Extraterrestres Plejaren Para Os Seres Huma...
 
3.os primeiros passos da história.14.
3.os primeiros passos da história.14.3.os primeiros passos da história.14.
3.os primeiros passos da história.14.
 
FORMIGAS, maravilhas de Deus
FORMIGAS, maravilhas de DeusFORMIGAS, maravilhas de Deus
FORMIGAS, maravilhas de Deus
 
2 segundos
2 segundos2 segundos
2 segundos
 
Forum Social
Forum SocialForum Social
Forum Social
 
Forum Social Mundial
Forum Social MundialForum Social Mundial
Forum Social Mundial
 
Forum Social
Forum SocialForum Social
Forum Social
 
L. Boff no Fórum Social Mundial 2009
L. Boff no Fórum Social Mundial 2009L. Boff no Fórum Social Mundial 2009
L. Boff no Fórum Social Mundial 2009
 
Forum Social
Forum SocialForum Social
Forum Social
 
Um Outro Mundo é Possível e Urgente
Um Outro Mundo é Possível e UrgenteUm Outro Mundo é Possível e Urgente
Um Outro Mundo é Possível e Urgente
 
Forum Social
Forum SocialForum Social
Forum Social
 
Forum Social
Forum SocialForum Social
Forum Social
 

Mais de Fernando Zornitta

Teoria de las isas de ego 1.2
Teoria de las isas de ego 1.2Teoria de las isas de ego 1.2
Teoria de las isas de ego 1.2
Fernando Zornitta
 
Teoria de las isas de ego 1.0
Teoria de las isas de ego 1.0Teoria de las isas de ego 1.0
Teoria de las isas de ego 1.0
Fernando Zornitta
 
The ego islands theory 1.0
The ego islands theory 1.0The ego islands theory 1.0
The ego islands theory 1.0
Fernando Zornitta
 
O lixo urbano 1.1
O lixo urbano 1.1O lixo urbano 1.1
O lixo urbano 1.1
Fernando Zornitta
 
Fernando Zornitta Curriculum
Fernando Zornitta CurriculumFernando Zornitta Curriculum
Fernando Zornitta Curriculum
Fernando Zornitta
 
Obama in Hiroshima - A first step to pace building
Obama in Hiroshima - A first step to pace buildingObama in Hiroshima - A first step to pace building
Obama in Hiroshima - A first step to pace building
Fernando Zornitta
 
REINVENTANDO O BRASIL
REINVENTANDO O BRASILREINVENTANDO O BRASIL
REINVENTANDO O BRASIL
Fernando Zornitta
 
FIDELIDADE AO PODER LEGISLATIVO
FIDELIDADE AO PODER LEGISLATIVOFIDELIDADE AO PODER LEGISLATIVO
FIDELIDADE AO PODER LEGISLATIVO
Fernando Zornitta
 
TODOS PELO PLANETA, TODOS PELA PAZ
TODOS PELO PLANETA, TODOS PELA PAZ TODOS PELO PLANETA, TODOS PELA PAZ
TODOS PELO PLANETA, TODOS PELA PAZ
Fernando Zornitta
 
BRASIL: O PARLAMENTARISMO PODE SER UM NOVO CAMINHO ?
BRASIL: O PARLAMENTARISMO PODE SER UM NOVO CAMINHO ?BRASIL: O PARLAMENTARISMO PODE SER UM NOVO CAMINHO ?
BRASIL: O PARLAMENTARISMO PODE SER UM NOVO CAMINHO ?
Fernando Zornitta
 
SOS refugees
SOS refugeesSOS refugees
SOS refugees
Fernando Zornitta
 
Aquela flor (na casa de alguém)
Aquela flor (na casa de alguém)Aquela flor (na casa de alguém)
Aquela flor (na casa de alguém)
Fernando Zornitta
 
Europe2020stocktaking annex pt estratégias des 2020
Europe2020stocktaking annex pt estratégias des 2020Europe2020stocktaking annex pt estratégias des 2020
Europe2020stocktaking annex pt estratégias des 2020
Fernando Zornitta
 
Zornitta arts metal
Zornitta arts metalZornitta arts metal
Zornitta arts metal
Fernando Zornitta
 
Oficina de Acessibilidade Arquitetônica e Urbanística
Oficina de Acessibilidade Arquitetônica e UrbanísticaOficina de Acessibilidade Arquitetônica e Urbanística
Oficina de Acessibilidade Arquitetônica e Urbanística
Fernando Zornitta
 
CIRCUS BALL SOCCER
CIRCUS BALL SOCCERCIRCUS BALL SOCCER
CIRCUS BALL SOCCER
Fernando Zornitta
 
FUTEBOL
FUTEBOL FUTEBOL
PHOTO IN PET System
PHOTO IN PET SystemPHOTO IN PET System
PHOTO IN PET System
Fernando Zornitta
 
THE NATURE IN LIGHT WAVES
THE NATURE IN LIGHT WAVESTHE NATURE IN LIGHT WAVES
THE NATURE IN LIGHT WAVES
Fernando Zornitta
 
FUTEBOL CIRCO DA BOLA
FUTEBOL CIRCO DA BOLAFUTEBOL CIRCO DA BOLA
FUTEBOL CIRCO DA BOLA
Fernando Zornitta
 

Mais de Fernando Zornitta (20)

Teoria de las isas de ego 1.2
Teoria de las isas de ego 1.2Teoria de las isas de ego 1.2
Teoria de las isas de ego 1.2
 
Teoria de las isas de ego 1.0
Teoria de las isas de ego 1.0Teoria de las isas de ego 1.0
Teoria de las isas de ego 1.0
 
The ego islands theory 1.0
The ego islands theory 1.0The ego islands theory 1.0
The ego islands theory 1.0
 
O lixo urbano 1.1
O lixo urbano 1.1O lixo urbano 1.1
O lixo urbano 1.1
 
Fernando Zornitta Curriculum
Fernando Zornitta CurriculumFernando Zornitta Curriculum
Fernando Zornitta Curriculum
 
Obama in Hiroshima - A first step to pace building
Obama in Hiroshima - A first step to pace buildingObama in Hiroshima - A first step to pace building
Obama in Hiroshima - A first step to pace building
 
REINVENTANDO O BRASIL
REINVENTANDO O BRASILREINVENTANDO O BRASIL
REINVENTANDO O BRASIL
 
FIDELIDADE AO PODER LEGISLATIVO
FIDELIDADE AO PODER LEGISLATIVOFIDELIDADE AO PODER LEGISLATIVO
FIDELIDADE AO PODER LEGISLATIVO
 
TODOS PELO PLANETA, TODOS PELA PAZ
TODOS PELO PLANETA, TODOS PELA PAZ TODOS PELO PLANETA, TODOS PELA PAZ
TODOS PELO PLANETA, TODOS PELA PAZ
 
BRASIL: O PARLAMENTARISMO PODE SER UM NOVO CAMINHO ?
BRASIL: O PARLAMENTARISMO PODE SER UM NOVO CAMINHO ?BRASIL: O PARLAMENTARISMO PODE SER UM NOVO CAMINHO ?
BRASIL: O PARLAMENTARISMO PODE SER UM NOVO CAMINHO ?
 
SOS refugees
SOS refugeesSOS refugees
SOS refugees
 
Aquela flor (na casa de alguém)
Aquela flor (na casa de alguém)Aquela flor (na casa de alguém)
Aquela flor (na casa de alguém)
 
Europe2020stocktaking annex pt estratégias des 2020
Europe2020stocktaking annex pt estratégias des 2020Europe2020stocktaking annex pt estratégias des 2020
Europe2020stocktaking annex pt estratégias des 2020
 
Zornitta arts metal
Zornitta arts metalZornitta arts metal
Zornitta arts metal
 
Oficina de Acessibilidade Arquitetônica e Urbanística
Oficina de Acessibilidade Arquitetônica e UrbanísticaOficina de Acessibilidade Arquitetônica e Urbanística
Oficina de Acessibilidade Arquitetônica e Urbanística
 
CIRCUS BALL SOCCER
CIRCUS BALL SOCCERCIRCUS BALL SOCCER
CIRCUS BALL SOCCER
 
FUTEBOL
FUTEBOL FUTEBOL
FUTEBOL
 
PHOTO IN PET System
PHOTO IN PET SystemPHOTO IN PET System
PHOTO IN PET System
 
THE NATURE IN LIGHT WAVES
THE NATURE IN LIGHT WAVESTHE NATURE IN LIGHT WAVES
THE NATURE IN LIGHT WAVES
 
FUTEBOL CIRCO DA BOLA
FUTEBOL CIRCO DA BOLAFUTEBOL CIRCO DA BOLA
FUTEBOL CIRCO DA BOLA
 

O câncer da terra

  • 1. O CÂNCER DA TERRA Fernando Zornitta Tudo era perfeito no Planeta Terra que já aniversariava 4,5 bilhões de anos. O sol nascia e se punha todos os dias, as estações do ano eram bem definidas, as plantas e os animais nasciam e morriam em ciclos perfeitos como os da própria natureza. Tudo funcionava como um reloginho bem azeitado. Todos os animais tinham o que comer – e não lhes faltava nada. A energia do sol pintava o planeta de verde e as plantas possibilitavam a vida e a existência dos animais. É certo que uns não se satisfaziam com saladas e comiam uns aos outros, mas isso também fazia parte da cadeia alimentar, que é da própria natureza. Mas da natureza eles só tiravam o que necessitavam para viver. Num determinado momento da evolução, há poucos anos comparando-se com a idade da Terra, surge um ser mais esperto e sabido. Vive por alguns milhares de anos nas cavernas, descobre o fogo e migra, procurando climas mais quentes para viver: era o bicho homem, o top de linha de todas as espécies. No começo ele caça, pesca, colhe frutos - só o necessário para sobreviver e vai vivendo, gerando filhos e esparramando gentes. Das pedras faz ferramentas, depois descobre o metal e com ele faz armas e utilitários para a caça e para se defender. Enquanto se desenvolve tecnologicamente, constrói casas, cidades; inventa coisas e aparelhos para atender as suas necessidades, também alimenta ao seu ego – numa estranha necessidade de querer ter mais, de acumular riquezas, de ter poder e ser melhor do que os outros. O instinto das cavernas e o medo, não abandonaram o homem do pós-cavernas e ele segue esse seu instinto mais do que a sua pretensa sapiência, que o colocou no topo da classificação das espécies. O seu gênio inventivo o leva a fazer armas e imediatamente com elas quer dominar os outros e o mundo. Não lhe basta mais só tirar da natureza o que necessita para sobreviver, quer mais e quanto mais tem mais quer. E quer muito, quer mais riquezas, quer mais poder, quer avançar rumo ao futuro mesmo sem saber para onde vai. Os povos que mais cedo se desenvolveram, mais cedo começaram a competir e a lutar para dominar uns aos outros. Da antiguidade aos dias atuais, guerras, litígios e muito sangue foi derramado para uns afirmarem a sua superioridade sobre outros, do mesmo jeito que era para os trogloditas das cavernas que disputavam a caça para poder sobreviver. Só que hoje não é mais para a sobrevivência é para a supremacia de uns sobre os outros. Enquanto as nações que se formaram com bases nas suas descobertas e no seu desenvolvimento tecnológico, as quais poderiam ajudar os mais atrasados, contrariando toda a lógica, usam essas vantagens para oprimir e explorar os que ficaram para trás. Enquanto 20 % da humanidade vive com conforto, os restantes 80% passam fome, morrem de doenças e agonizam entregues a própria sorte.
  • 2. 2 2 O instinto e o ego irracional fizeram o homem se tornar um destruidor do próprio ambiente que lhe dá suporte à vida. Ele corrói e destrói sem se preocupar com a finitude dos recursos naturais, sem se preocupar com a vida dos outros – só lhe interessa a sua. Enquanto dá um amor incondicional aos seus e à sua família, esquece-se de tudo que vai fora da soleira da porta do que convencionou chamar de lar. Tropeça por velhos, crianças e pedintes, mas faz de conta que nada lhe diz respeito. Polui, destrói, mata; tudo em nome da irracional necessidade de avançar, mesmo que sem rumo. Enquanto as outras formas de vida animal convivem com os seus habitats de forma harmônica e em sintonia com a natureza, o homem por onde anda deixa um rastro de destruição que se alastra até tornar inóspito o que antes era cheio de vida. O homem é o câncer da Terra é a doença mais grave que já acometeu o planeta que nos acolhe e a todas as formas de vida e, ele sozinho, está conseguindo acabar com tudo de espetacular e mágico que lhe foi colocado a disposição para bem viver e na mesma e harmônica sintonia que os seus sistemas que mantém a vida no planeta. Enquanto a grande maioria da população da Terra não tem nada e agoniza na mais completa exclusão, os poucos que se destacaram pelo egoísmo e pela opressão, desperdiçam preciosos recursos em ações belicosas por todo o planeta ou procurando vida inteligente – talvez porque esteja em falta cá na Terra. Para sobreviver ou para mais ter, todos humanos destroem o que os faz viver - a todos e a todas as formas de vida. O câncer da Terra não saiu do útero das cavernas e o seu instinto bestial, do troglodita irracional, ainda povoa completamente a mente dos insanos, comprovando que a pretensa sabedoria – que nos diferenciaria dos demais animais – ainda não teria sido conquistada. _______________________________ Autor: Fernando Zornitta - Ambientalista, Arquiteto e Urbanista, Especialista em Lazer e Recreação (Escola Superior de Educação Física da UFRGS) e em Turismo (OMT/ONU - Centro de Treinamento da OMT para a Europa SIST-ROMA / Governo Italiano), iniciou em 2002 na Un. de Barcelona Curso de Doutorado em Planejamento e Desenvolvimento Regional (com foco no turismo e proj. de pesquisa na América Latina e Caribe) e, também, fez Estagio de Aperfeiçoamento em Planejamento Turístico na Un. de Messina – Itália. Tem Curso de Técnico de Realização Audiovisual e desenvolve atividades como artista plástico e designer. Tem produção literária – livro e artigos técnicos publicados. É co- idealizador e sócio-fundador de ONGs atuantes nas áreas de meio-ambiente (Movimento GREEN WAVE), cinema e vídeo (APOLO - Associação de Cinema e Vídeo), esportes e lazer (UNISPORTS – Esportes, Lazer e Cidadania) – dentre outras. E-mails: fzornitta@hotmail.com / jfzornitta@hotmail.com * Fica autorizada pelo autor a publicação e a reprodução do texto O CÂNCER DA TERRA, desde que citada a autoria.