SlideShare uma empresa Scribd logo
O CLIMA
Interage de maneira muito
significativa com os diferentes
elementos naturais.
Vegetação Hidrografia
Relevo
O QUE É O CLIMA?
CLIMA ≠ TEMPO
É a sucessão de vários tipos de
tempo durante um certo
período, no mínimo 30-35 anos.
É o estado momentâneo da
atmosfera.
O QUE É O CLIMA?
A análise do clima é feita com base em vários aspectos: índice de
pluviosidade (chuvas), temperatura, a velocidade e a constância dos
ventos, pressão atmosférica e a umidade do ar.
O QUE É UM CLIMOGRAMA?
Umas das maneiras mais dinâmicas e fáceis de se analisar um clima de uma área e
analisar o seu CLIMOGRAMA. O CLIMOGRAMA é uma representação gráfica do
clima, o qual permite de uma maneira simples e eficaz a verificação climática de
determinada área. É útil também para identificar e comparar as variedades climáticas
de diversas regiões do globo terrestre.
O QUE É UM CLIMOGRAMA?
Coluna que
represente o
total de chuva
(índices
pluviométricos)
em cada mês.
Coluna que
represente a
temperatura
média mensal
em cada mês.
Como analisar um CLIMOGRAMA?
CLIMOGRAMAS DE CIDADES BRASILEIRAS
OS CLIMAS NO MUNDO
Observe as
páginas 79 e
80.
1
2
3
4
Para compreender melhor como o clima pode interagir
com os outros elementos naturais s de um lugar é
preciso conhecer os diferentes tipos de clima...
FATORES QUE INFLUENCIAM NO CLIMA
Os climas são influenciados por diferentes fatores , entre eles destacam-se:
RELEVO
Diminuição da Temperatura ( ºC )
Em média a temperatura diminui 1º C a cada 200 metros.
Monte Kilimanjaro (África)
OS CLIMAS NO MUNDO
O AQUECIMENTO DO AR ATMOSFÉRICO
Veja de modo ilustrativo
como funciona o
aquecimento do ar
atmosférico:
Observe a
página 81.
O RELEVO, O CLIMA E
A VEGETAÇÃO
A variação de temperatura do ar, de
acordo com o aumento de altitude,
assim do relevo, também influência nas
características da vegetação. É a partir
dessa interligação de aspectos que
verificamos no globo terrestre
diferentes tipos vegetativos.
Observe as
páginas 82 e 83.
VEGETAÇÃO
Epifitismo é o modo de vida
das plantas epífitas, que são as que
vivem sobre outras plantas, sem
retirar nutrientes delas, mas
apenas se apoiando nelas (se
retirassem nutrientes delas, não
seriam epífitas, mas parasitas).
Serrapilheira (manta morta) é a camada
formada pela deposição e acúmulo de matéria
orgânica morta em diferentes estágios
de decomposição que reveste
superficialmente o solo. É a principal via de
retorno de nutrientes ao solo ou sedimento.
O Clima - 6º Ano (2016)
As plantas herbáceas, que habitualmente
se designam por “ervas”, têm caules não
lenhosos ou flexíveis, com altura
geralmente inferior a 1-2 m.
ATIVIDADES
Página 89.
A LATITUDE E O CLIMA
Quanto mais
próximo da
Linha do
Equador
(latitude 0º)
mais quente
será a região.
A LATITUDE E O CLIMA
Para você entender:
Áreas de menor latitude Áreas de maior latitude
As lanternas
simulam a
maneira como
o Sol incide na
Terra.
A LATITUDE E O CLIMA
A - 10º SUL
B - 75º NORTE QUAL DAS DUAS
CIDADE É MAIS
QUENTE?
ZONAS TÉRMICAS DA TERRA
Zona Intertropical
Página
84.
AS CORRENTES MARÍTIMAS E O CLIMA
As corrente
marítimas
influenciam a
TEMPERATURA e
a UMIDADE DOS
VENTOS
atmosféricos que
circulam sobre os
oceanos.
CORRENTES
QUENTES
Tornam o ar
mais quente e
úmido.
CORRENTES
FRIAS
Tornam o ar
mais frio e
seco.
As correntes marítimas são porções de água que
se deslocam na superfície terrestre formando
verdadeiros “rios” dentro dos oceanos. Possuem
velocidade pequena, geralmente de 5 a 10 km/h.
A CONTINENTALIDADE E O CLIMA
As áreas mais afastadas dos
mares e oceanos (INTERIOR
DOS CONTINENTES) tendem a
acumular mais calor durante o
dia do que ao longo da noite.
Isso faz com que ocorra um
rápido aquecimento durante o
dia e um brusco resfriamento à
noite.
São áreas de grande
amplitude térmica.
AMPLITUDE TÉRMICA
É a diferença entre a
temperatura máxima
e a temperatura
mínima.
A MARITIMIDADE E O CLIMA
Ocorre nas áreas mais
próximas dos oceanos e mares
(ÁREAS LITORÂNEAS). Nessas
áreas o calor absorvido pelas
água durante o dia é liberado
lentamente ao longo da noite.
Fato que não ocasiona uma
grande diferença de
temperatura entre o dia e a
noite.
São áreas de menor
amplitude térmica.
CONTINENTALIDADE
Muito QUENTE durante o
DIA e muito FRIO durante a
NOITE.
QUENTE durante o DIA e
com temperaturas AMENAS
durante a NOITE.
MARITIMIDADE
CLIMAS DO BRASIL
Observe a
página 87.
CLIMAS DO BRASIL
CLIMA EQUATORIAL
Página
87.
CLIMAS DO BRASIL
CLIMA TROPICAL SEMIÁRIDO
Página
88.
CLIMAS DO BRASIL
CLIMA TROPICAL ÚMIDO
Página
88.
CLIMAS DO BRASIL
CLIMA TROPICAL TÍPICO
Página
88.
CLIMAS DO BRASIL
CLIMA SUBTROPICAL
Página
88.
ATIVIDADES
 Página 84.
 Página 87.
 Página 90.
 Folha de Atividades.
O CLIMA E O SER HUMANO
As paisagens dos lugares em que vivemos são resultados da interdependência
entre os elementos da natureza e os elementos humanizados, ou seja,
construídos pela ação humana.
Relevo Rios Solo
RELEVO E FORMA URBANA
Ouro Preto (MG)
O relevo irregular, com
inúmeros morros,
influenciou o formato das
ruas e algumas
construções se destacam
por estarem na parte mais
alta da cidade.
Agora, vamos observar as imagens da
página 92.
RELEVO E FORMA URBANA
Muitas vezes um relevo é alterado com
objetivo de atender as necessidades
humanas... Em Florianópolis
percebemos tal aspectos...
O CLIMA E A HIDROGRAFIA
As habitações humanas também relevam a existência de relações entre
os elementos naturais e humanizados de uma determinada localidade.
As moradias humanas
estão adaptadas as
condições climáticas de
determinado lugar.
O CLIMA E AS ATIVIDADES ECONÔMICAS
As condições climáticas, a temperatura e os índices pluviométricos
principalmente, de um lugar interferem diretamente no
desenvolvimento de muitas atividades econômicas.
Maior consumo
de bebidas
(águas, sucos e
etc.)
Uso maior de
ventiladores e ar
condicionado.
O CLIMA E AS ATIVIDADES ECONÔMICAS
Uso maior de
agasalhos e
roupas mais
grossas.
O uso de
aquecedores
também é
maior.
O cultivo de
determinados produtos
agrícolas nas diferentes
zonas climáticas...
O Clima - 6º Ano (2016)
O CLIMA E AS
ATIVIDADES
ECONÔMICAS
Mas vale lembrar que na
atualidade muitas lavouras
estão sendo cultivadas e,
áreas onde as condições
climáticas são menos
favoráveis ao
desenvolvimento de certos
cultivos. Tal fato ocorre
devido as pesquisas
cientificas no setor da
agropecuária permitiram o
melhoramento genético das
plantas, tornando-as mais
adaptadas e resistentes as
variações climáticas.
O CLIMA E AS
ATIVIDADES
ECONÔMICAS
A combinação clima com
outros elementos
naturais e culturais
formam paisagens de
grande beleza, que
acabam por atrair
inúmeros turistas e
favorecendo a economia
de muitos lugares do
mundo, como no caso o
Brasil.
ATIVIDADES
 Página 92, 93, 96 e 98.
 Página 100 e 101 Nos 1 até 6.
 Leitura das páginas 95, 97 e
102 e 103.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Dominios morfoclimáticos
Dominios morfoclimáticosDominios morfoclimáticos
Dominios morfoclimáticos
Pessoal
 
Localização geográfica do brasil
Localização geográfica do brasilLocalização geográfica do brasil
Localização geográfica do brasil
guiodrumond
 
1º ANO -Tempo e Clima
1º ANO -Tempo e Clima1º ANO -Tempo e Clima
1º ANO -Tempo e Clima
ceama
 
Aspectos físicos da América
Aspectos físicos da AméricaAspectos físicos da América
Aspectos físicos da América
Patrícia Éderson Dias
 
Cartografia powerpoint
Cartografia powerpointCartografia powerpoint
Cartografia powerpoint
danielcpacheco2
 
Fusos horarios completo
Fusos horarios completoFusos horarios completo
Fusos horarios completo
Kéliton Ferreira
 
Projeçoes cartograficas
Projeçoes cartograficasProjeçoes cartograficas
Projeçoes cartograficas
Prof.Paulo/geografia
 
Coordenadas geográficas
Coordenadas geográficasCoordenadas geográficas
Coordenadas geográficas
Prof.Paulo/geografia
 
Climas do Brasil
Climas do BrasilClimas do Brasil
Climas do Brasil
moajr2
 
Clima, tempo e vegetação 6º ano, Ensino Fundamental II
Clima, tempo e vegetação 6º ano, Ensino Fundamental IIClima, tempo e vegetação 6º ano, Ensino Fundamental II
Clima, tempo e vegetação 6º ano, Ensino Fundamental II
Jaciane Anizio
 
Brasil – massas de ar e clima
Brasil – massas de ar e climaBrasil – massas de ar e clima
Brasil – massas de ar e clima
Professor
 
Modulo 05 - Aspectos naturais da Ásia
Modulo 05 - Aspectos naturais da ÁsiaModulo 05 - Aspectos naturais da Ásia
Modulo 05 - Aspectos naturais da Ásia
Claudio Henrique Ramos Sales
 
Brasil territorio e fronteiras 7º ano
Brasil territorio e fronteiras   7º anoBrasil territorio e fronteiras   7º ano
Brasil territorio e fronteiras 7º ano
Professor
 
Regioes brasil
Regioes brasilRegioes brasil
Regioes brasil
Prof.Paulo/geografia
 
Clima E Climas Do Brasil Aula
Clima E Climas Do Brasil   AulaClima E Climas Do Brasil   Aula
Clima E Climas Do Brasil Aula
Luciano Pessanha
 
Coordenadas Geograficas
Coordenadas GeograficasCoordenadas Geograficas
Coordenadas Geograficas
Luciano Pessanha
 
O Território Brasileiro
O Território BrasileiroO Território Brasileiro
O Território Brasileiro
André Luiz Marques
 
Cap. 3 - Mapas (6º ano)
Cap. 3 - Mapas (6º ano)Cap. 3 - Mapas (6º ano)
Cap. 3 - Mapas (6º ano)
profacacio
 
8º ano (cap. 4). áfrica
8º ano (cap. 4). áfrica8º ano (cap. 4). áfrica
8º ano (cap. 4). áfrica
Alexandre Alves
 
A Regionalização da América
A Regionalização da AméricaA Regionalização da América
A Regionalização da América
Cadernizando
 

Mais procurados (20)

Dominios morfoclimáticos
Dominios morfoclimáticosDominios morfoclimáticos
Dominios morfoclimáticos
 
Localização geográfica do brasil
Localização geográfica do brasilLocalização geográfica do brasil
Localização geográfica do brasil
 
1º ANO -Tempo e Clima
1º ANO -Tempo e Clima1º ANO -Tempo e Clima
1º ANO -Tempo e Clima
 
Aspectos físicos da América
Aspectos físicos da AméricaAspectos físicos da América
Aspectos físicos da América
 
Cartografia powerpoint
Cartografia powerpointCartografia powerpoint
Cartografia powerpoint
 
Fusos horarios completo
Fusos horarios completoFusos horarios completo
Fusos horarios completo
 
Projeçoes cartograficas
Projeçoes cartograficasProjeçoes cartograficas
Projeçoes cartograficas
 
Coordenadas geográficas
Coordenadas geográficasCoordenadas geográficas
Coordenadas geográficas
 
Climas do Brasil
Climas do BrasilClimas do Brasil
Climas do Brasil
 
Clima, tempo e vegetação 6º ano, Ensino Fundamental II
Clima, tempo e vegetação 6º ano, Ensino Fundamental IIClima, tempo e vegetação 6º ano, Ensino Fundamental II
Clima, tempo e vegetação 6º ano, Ensino Fundamental II
 
Brasil – massas de ar e clima
Brasil – massas de ar e climaBrasil – massas de ar e clima
Brasil – massas de ar e clima
 
Modulo 05 - Aspectos naturais da Ásia
Modulo 05 - Aspectos naturais da ÁsiaModulo 05 - Aspectos naturais da Ásia
Modulo 05 - Aspectos naturais da Ásia
 
Brasil territorio e fronteiras 7º ano
Brasil territorio e fronteiras   7º anoBrasil territorio e fronteiras   7º ano
Brasil territorio e fronteiras 7º ano
 
Regioes brasil
Regioes brasilRegioes brasil
Regioes brasil
 
Clima E Climas Do Brasil Aula
Clima E Climas Do Brasil   AulaClima E Climas Do Brasil   Aula
Clima E Climas Do Brasil Aula
 
Coordenadas Geograficas
Coordenadas GeograficasCoordenadas Geograficas
Coordenadas Geograficas
 
O Território Brasileiro
O Território BrasileiroO Território Brasileiro
O Território Brasileiro
 
Cap. 3 - Mapas (6º ano)
Cap. 3 - Mapas (6º ano)Cap. 3 - Mapas (6º ano)
Cap. 3 - Mapas (6º ano)
 
8º ano (cap. 4). áfrica
8º ano (cap. 4). áfrica8º ano (cap. 4). áfrica
8º ano (cap. 4). áfrica
 
A Regionalização da América
A Regionalização da AméricaA Regionalização da América
A Regionalização da América
 

Destaque

Atividades climas
Atividades climasAtividades climas
Atividades climas
Doug Caesar
 
Atividades Climogramas e Climas do Brasil
Atividades Climogramas e Climas do BrasilAtividades Climogramas e Climas do Brasil
Atividades Climogramas e Climas do Brasil
Doug Caesar
 
A casa de ca co silmara
A casa de ca co silmaraA casa de ca co silmara
A casa de ca co silmara
Silmara Robles
 
Leitura e interpretação
Leitura  e interpretaçãoLeitura  e interpretação
Leitura e interpretação
Silmara Robles
 
Apostila texto
Apostila textoApostila texto
Apostila texto
Silmara Robles
 
Provas 5 ano 2012 portugues
Provas 5 ano 2012  portuguesProvas 5 ano 2012  portugues
Provas 5 ano 2012 portugues
Silmara Robles
 
Rochas e solos
Rochas e solosRochas e solos
Rochas e solos
Guilherme Ribeiro
 
As Grandes Navegações - 7º Ano (2017)
As Grandes Navegações - 7º Ano (2017)As Grandes Navegações - 7º Ano (2017)
As Grandes Navegações - 7º Ano (2017)
Nefer19
 
Aspectos populacionais do Brasil 2 - 7º Ano (2016)
Aspectos populacionais do Brasil 2 - 7º Ano (2016)Aspectos populacionais do Brasil 2 - 7º Ano (2016)
Aspectos populacionais do Brasil 2 - 7º Ano (2016)
Nefer19
 
As regiões do Brasil - 7º Ano (2016)
As regiões do Brasil - 7º Ano (2016)As regiões do Brasil - 7º Ano (2016)
As regiões do Brasil - 7º Ano (2016)
Nefer19
 
Aspectos populacionais do Brasil 4 - 7º Ano (2016)
Aspectos populacionais do Brasil 4 - 7º Ano (2016)Aspectos populacionais do Brasil 4 - 7º Ano (2016)
Aspectos populacionais do Brasil 4 - 7º Ano (2016)
Nefer19
 
As coordenadas geográficas - 6º ANO (2016)
As coordenadas geográficas - 6º ANO (2016)As coordenadas geográficas - 6º ANO (2016)
As coordenadas geográficas - 6º ANO (2016)
Nefer19
 
As Bacias Hidrográficas - 6º Ano (2017)
As Bacias Hidrográficas - 6º Ano (2017)As Bacias Hidrográficas - 6º Ano (2017)
As Bacias Hidrográficas - 6º Ano (2017)
Nefer19
 
água e biomoléculas
água e biomoléculaságua e biomoléculas
água e biomoléculas
Victor Maciel
 
Guia de análises de acidentes de trabalho
Guia de análises de acidentes de trabalhoGuia de análises de acidentes de trabalho
Guia de análises de acidentes de trabalho
Josué Sampaio
 
A paisagem, os lugares e o tempo e o espaço geográfica (módulos 5 e 7) - 6º A...
A paisagem, os lugares e o tempo e o espaço geográfica (módulos 5 e 7) - 6º A...A paisagem, os lugares e o tempo e o espaço geográfica (módulos 5 e 7) - 6º A...
A paisagem, os lugares e o tempo e o espaço geográfica (módulos 5 e 7) - 6º A...
Nefer19
 
Bioquímica componentes inorgânicos e orgânicos
Bioquímica   componentes inorgânicos e orgânicosBioquímica   componentes inorgânicos e orgânicos
Bioquímica componentes inorgânicos e orgânicos
carreiralopes
 
Apostila De Algebra Linear
Apostila De Algebra LinearApostila De Algebra Linear
Apostila De Algebra Linear
Jackeline Costa
 
Dietética e confecção de alimentos
Dietética e confecção de alimentosDietética e confecção de alimentos
Dietética e confecção de alimentos
Paulo Vaz
 
Aminoácidos 1
Aminoácidos 1Aminoácidos 1
Aminoácidos 1
Paula Rocha
 

Destaque (20)

Atividades climas
Atividades climasAtividades climas
Atividades climas
 
Atividades Climogramas e Climas do Brasil
Atividades Climogramas e Climas do BrasilAtividades Climogramas e Climas do Brasil
Atividades Climogramas e Climas do Brasil
 
A casa de ca co silmara
A casa de ca co silmaraA casa de ca co silmara
A casa de ca co silmara
 
Leitura e interpretação
Leitura  e interpretaçãoLeitura  e interpretação
Leitura e interpretação
 
Apostila texto
Apostila textoApostila texto
Apostila texto
 
Provas 5 ano 2012 portugues
Provas 5 ano 2012  portuguesProvas 5 ano 2012  portugues
Provas 5 ano 2012 portugues
 
Rochas e solos
Rochas e solosRochas e solos
Rochas e solos
 
As Grandes Navegações - 7º Ano (2017)
As Grandes Navegações - 7º Ano (2017)As Grandes Navegações - 7º Ano (2017)
As Grandes Navegações - 7º Ano (2017)
 
Aspectos populacionais do Brasil 2 - 7º Ano (2016)
Aspectos populacionais do Brasil 2 - 7º Ano (2016)Aspectos populacionais do Brasil 2 - 7º Ano (2016)
Aspectos populacionais do Brasil 2 - 7º Ano (2016)
 
As regiões do Brasil - 7º Ano (2016)
As regiões do Brasil - 7º Ano (2016)As regiões do Brasil - 7º Ano (2016)
As regiões do Brasil - 7º Ano (2016)
 
Aspectos populacionais do Brasil 4 - 7º Ano (2016)
Aspectos populacionais do Brasil 4 - 7º Ano (2016)Aspectos populacionais do Brasil 4 - 7º Ano (2016)
Aspectos populacionais do Brasil 4 - 7º Ano (2016)
 
As coordenadas geográficas - 6º ANO (2016)
As coordenadas geográficas - 6º ANO (2016)As coordenadas geográficas - 6º ANO (2016)
As coordenadas geográficas - 6º ANO (2016)
 
As Bacias Hidrográficas - 6º Ano (2017)
As Bacias Hidrográficas - 6º Ano (2017)As Bacias Hidrográficas - 6º Ano (2017)
As Bacias Hidrográficas - 6º Ano (2017)
 
água e biomoléculas
água e biomoléculaságua e biomoléculas
água e biomoléculas
 
Guia de análises de acidentes de trabalho
Guia de análises de acidentes de trabalhoGuia de análises de acidentes de trabalho
Guia de análises de acidentes de trabalho
 
A paisagem, os lugares e o tempo e o espaço geográfica (módulos 5 e 7) - 6º A...
A paisagem, os lugares e o tempo e o espaço geográfica (módulos 5 e 7) - 6º A...A paisagem, os lugares e o tempo e o espaço geográfica (módulos 5 e 7) - 6º A...
A paisagem, os lugares e o tempo e o espaço geográfica (módulos 5 e 7) - 6º A...
 
Bioquímica componentes inorgânicos e orgânicos
Bioquímica   componentes inorgânicos e orgânicosBioquímica   componentes inorgânicos e orgânicos
Bioquímica componentes inorgânicos e orgânicos
 
Apostila De Algebra Linear
Apostila De Algebra LinearApostila De Algebra Linear
Apostila De Algebra Linear
 
Dietética e confecção de alimentos
Dietética e confecção de alimentosDietética e confecção de alimentos
Dietética e confecção de alimentos
 
Aminoácidos 1
Aminoácidos 1Aminoácidos 1
Aminoácidos 1
 

Semelhante a O Clima - 6º Ano (2016)

Aula 3 elementos e fatores do clima.pptx
Aula 3 elementos e fatores do clima.pptxAula 3 elementos e fatores do clima.pptx
Aula 3 elementos e fatores do clima.pptx
EduardoMagno16
 
aFATORES QUE INFLUENCIAM NOS CLIMAS.ppt
aFATORES QUE INFLUENCIAM NOS CLIMAS.pptaFATORES QUE INFLUENCIAM NOS CLIMAS.ppt
aFATORES QUE INFLUENCIAM NOS CLIMAS.ppt
VictorLuisDaSilva1
 
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terraDinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Claudia França
 
5 fatores e elementos climáticos
5 fatores e elementos climáticos5 fatores e elementos climáticos
5 fatores e elementos climáticos
karolpoa
 
fatores e elementos climáticos
 fatores e elementos climáticos fatores e elementos climáticos
fatores e elementos climáticos
Carolina Corrêa
 
Aulas de Variações climáticas, Climas do Brasil e Clima e Agricultura- Paula....
Aulas de Variações climáticas, Climas do Brasil e Clima e Agricultura- Paula....Aulas de Variações climáticas, Climas do Brasil e Clima e Agricultura- Paula....
Aulas de Variações climáticas, Climas do Brasil e Clima e Agricultura- Paula....
PaulaSilva719254
 
Resumo.pdf
Resumo.pdfResumo.pdf
Resumo.pdf
NatliaBigeli1
 
Clima e tempo cap 14 15 16
Clima e tempo cap 14 15 16Clima e tempo cap 14 15 16
Clima e tempo cap 14 15 16
Christie Freitas
 
Fatores e elementos climáticos
Fatores e elementos climáticosFatores e elementos climáticos
Fatores e elementos climáticos
karolpoa
 
Fatores e elementos climáticos
Fatores e elementos climáticosFatores e elementos climáticos
Fatores e elementos climáticos
karolpoa
 
Climatologia
Climatologia Climatologia
Climatologia
Gla Santos
 
Clima Geral e Brasileiro para Ensino Médio
Clima Geral e Brasileiro para Ensino MédioClima Geral e Brasileiro para Ensino Médio
Clima Geral e Brasileiro para Ensino Médio
Artur Lara
 
06092018072941290.pdf
06092018072941290.pdf06092018072941290.pdf
06092018072941290.pdf
EdicarlosDourado
 
A atmosfera terrestre
A atmosfera terrestreA atmosfera terrestre
A atmosfera terrestre
Colégio Nova Geração COC
 
INTRODUÇÃO A CLIMATOLOGIA.pptx
INTRODUÇÃO A CLIMATOLOGIA.pptxINTRODUÇÃO A CLIMATOLOGIA.pptx
INTRODUÇÃO A CLIMATOLOGIA.pptx
Marcelo Pereira
 
clima-ensinomdio-161002212521.pdf
clima-ensinomdio-161002212521.pdfclima-ensinomdio-161002212521.pdf
clima-ensinomdio-161002212521.pdf
EduardoBarroso37
 
Fatores climaticos-e-tipos-de-clima
Fatores climaticos-e-tipos-de-climaFatores climaticos-e-tipos-de-clima
Fatores climaticos-e-tipos-de-clima
julio2012souto
 
Fasc 05
Fasc 05Fasc 05
1º ANO NEM.pptx
1º ANO NEM.pptx1º ANO NEM.pptx
1º ANO NEM.pptx
adrianabressansorato
 
Clima
ClimaClima

Semelhante a O Clima - 6º Ano (2016) (20)

Aula 3 elementos e fatores do clima.pptx
Aula 3 elementos e fatores do clima.pptxAula 3 elementos e fatores do clima.pptx
Aula 3 elementos e fatores do clima.pptx
 
aFATORES QUE INFLUENCIAM NOS CLIMAS.ppt
aFATORES QUE INFLUENCIAM NOS CLIMAS.pptaFATORES QUE INFLUENCIAM NOS CLIMAS.ppt
aFATORES QUE INFLUENCIAM NOS CLIMAS.ppt
 
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terraDinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
Dinâmica atmosférica, climática e hidrográfica no planeta terra
 
5 fatores e elementos climáticos
5 fatores e elementos climáticos5 fatores e elementos climáticos
5 fatores e elementos climáticos
 
fatores e elementos climáticos
 fatores e elementos climáticos fatores e elementos climáticos
fatores e elementos climáticos
 
Aulas de Variações climáticas, Climas do Brasil e Clima e Agricultura- Paula....
Aulas de Variações climáticas, Climas do Brasil e Clima e Agricultura- Paula....Aulas de Variações climáticas, Climas do Brasil e Clima e Agricultura- Paula....
Aulas de Variações climáticas, Climas do Brasil e Clima e Agricultura- Paula....
 
Resumo.pdf
Resumo.pdfResumo.pdf
Resumo.pdf
 
Clima e tempo cap 14 15 16
Clima e tempo cap 14 15 16Clima e tempo cap 14 15 16
Clima e tempo cap 14 15 16
 
Fatores e elementos climáticos
Fatores e elementos climáticosFatores e elementos climáticos
Fatores e elementos climáticos
 
Fatores e elementos climáticos
Fatores e elementos climáticosFatores e elementos climáticos
Fatores e elementos climáticos
 
Climatologia
Climatologia Climatologia
Climatologia
 
Clima Geral e Brasileiro para Ensino Médio
Clima Geral e Brasileiro para Ensino MédioClima Geral e Brasileiro para Ensino Médio
Clima Geral e Brasileiro para Ensino Médio
 
06092018072941290.pdf
06092018072941290.pdf06092018072941290.pdf
06092018072941290.pdf
 
A atmosfera terrestre
A atmosfera terrestreA atmosfera terrestre
A atmosfera terrestre
 
INTRODUÇÃO A CLIMATOLOGIA.pptx
INTRODUÇÃO A CLIMATOLOGIA.pptxINTRODUÇÃO A CLIMATOLOGIA.pptx
INTRODUÇÃO A CLIMATOLOGIA.pptx
 
clima-ensinomdio-161002212521.pdf
clima-ensinomdio-161002212521.pdfclima-ensinomdio-161002212521.pdf
clima-ensinomdio-161002212521.pdf
 
Fatores climaticos-e-tipos-de-clima
Fatores climaticos-e-tipos-de-climaFatores climaticos-e-tipos-de-clima
Fatores climaticos-e-tipos-de-clima
 
Fasc 05
Fasc 05Fasc 05
Fasc 05
 
1º ANO NEM.pptx
1º ANO NEM.pptx1º ANO NEM.pptx
1º ANO NEM.pptx
 
Clima
ClimaClima
Clima
 

Mais de Nefer19

As Grandes Navegações - 7º Ano (2018)
As Grandes Navegações - 7º Ano (2018)As Grandes Navegações - 7º Ano (2018)
As Grandes Navegações - 7º Ano (2018)
Nefer19
 
China Antiga - 6º Ano (2018)
China Antiga - 6º Ano (2018)China Antiga - 6º Ano (2018)
China Antiga - 6º Ano (2018)
Nefer19
 
Monarquias nacionais, Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2018)
Monarquias nacionais, Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2018)Monarquias nacionais, Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2018)
Monarquias nacionais, Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2018)
Nefer19
 
Os Persas - 6º Ano (2018)
Os Persas - 6º Ano (2018)Os Persas - 6º Ano (2018)
Os Persas - 6º Ano (2018)
Nefer19
 
Os Fenícios - 6º Ano (2018)
Os Fenícios - 6º Ano (2018)Os Fenícios - 6º Ano (2018)
Os Fenícios - 6º Ano (2018)
Nefer19
 
O Renascimento - 7º Ano (2018)
O Renascimento - 7º Ano (2018)O Renascimento - 7º Ano (2018)
O Renascimento - 7º Ano (2018)
Nefer19
 
Tectonismo e Vulcanismo - 6º Ano (2018)
Tectonismo e Vulcanismo -  6º Ano (2018)Tectonismo e Vulcanismo -  6º Ano (2018)
Tectonismo e Vulcanismo - 6º Ano (2018)
Nefer19
 
As Diferentes Regionalizações do Brasil - 7º Ano (2018)
As Diferentes Regionalizações do Brasil - 7º Ano (2018)As Diferentes Regionalizações do Brasil - 7º Ano (2018)
As Diferentes Regionalizações do Brasil - 7º Ano (2018)
Nefer19
 
A Terra e suas Transformações - 6º Ano (2018)
A Terra e suas Transformações - 6º Ano (2018)A Terra e suas Transformações - 6º Ano (2018)
A Terra e suas Transformações - 6º Ano (2018)
Nefer19
 
Egito Antigo - 6º Ano (2018)
Egito Antigo - 6º Ano (2018)Egito Antigo - 6º Ano (2018)
Egito Antigo - 6º Ano (2018)
Nefer19
 
Mesopotâmia - 6º Ano (2018)
Mesopotâmia - 6º Ano (2018)Mesopotâmia - 6º Ano (2018)
Mesopotâmia - 6º Ano (2018)
Nefer19
 
A Baixa Idade Média - 7º Ano (2018)
A Baixa Idade Média - 7º Ano (2018)A Baixa Idade Média - 7º Ano (2018)
A Baixa Idade Média - 7º Ano (2018)
Nefer19
 
O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2018)
O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2018)O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2018)
O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2018)
Nefer19
 
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2018)
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2018)O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2018)
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2018)
Nefer19
 
Os Meios de Orientação - 6º Ano (2018)
Os Meios de Orientação - 6º Ano (2018)Os Meios de Orientação - 6º Ano (2018)
Os Meios de Orientação - 6º Ano (2018)
Nefer19
 
Os Municípios e as Regiões Metropolitanas - 7º Ano (2018)
Os Municípios e as Regiões Metropolitanas - 7º Ano (2018)Os Municípios e as Regiões Metropolitanas - 7º Ano (2018)
Os Municípios e as Regiões Metropolitanas - 7º Ano (2018)
Nefer19
 
A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2018)
A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2018)A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2018)
A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2018)
Nefer19
 
África Medieval - 7º Ano (2018)
África Medieval - 7º Ano (2018)África Medieval - 7º Ano (2018)
África Medieval - 7º Ano (2018)
Nefer19
 
O Sistema Solar - 6º ANO (2018)
O Sistema Solar - 6º ANO (2018)O Sistema Solar - 6º ANO (2018)
O Sistema Solar - 6º ANO (2018)
Nefer19
 
O Brasil no Mundo - 7º Ano (2018)
O Brasil no Mundo - 7º Ano (2018)O Brasil no Mundo - 7º Ano (2018)
O Brasil no Mundo - 7º Ano (2018)
Nefer19
 

Mais de Nefer19 (20)

As Grandes Navegações - 7º Ano (2018)
As Grandes Navegações - 7º Ano (2018)As Grandes Navegações - 7º Ano (2018)
As Grandes Navegações - 7º Ano (2018)
 
China Antiga - 6º Ano (2018)
China Antiga - 6º Ano (2018)China Antiga - 6º Ano (2018)
China Antiga - 6º Ano (2018)
 
Monarquias nacionais, Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2018)
Monarquias nacionais, Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2018)Monarquias nacionais, Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2018)
Monarquias nacionais, Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2018)
 
Os Persas - 6º Ano (2018)
Os Persas - 6º Ano (2018)Os Persas - 6º Ano (2018)
Os Persas - 6º Ano (2018)
 
Os Fenícios - 6º Ano (2018)
Os Fenícios - 6º Ano (2018)Os Fenícios - 6º Ano (2018)
Os Fenícios - 6º Ano (2018)
 
O Renascimento - 7º Ano (2018)
O Renascimento - 7º Ano (2018)O Renascimento - 7º Ano (2018)
O Renascimento - 7º Ano (2018)
 
Tectonismo e Vulcanismo - 6º Ano (2018)
Tectonismo e Vulcanismo -  6º Ano (2018)Tectonismo e Vulcanismo -  6º Ano (2018)
Tectonismo e Vulcanismo - 6º Ano (2018)
 
As Diferentes Regionalizações do Brasil - 7º Ano (2018)
As Diferentes Regionalizações do Brasil - 7º Ano (2018)As Diferentes Regionalizações do Brasil - 7º Ano (2018)
As Diferentes Regionalizações do Brasil - 7º Ano (2018)
 
A Terra e suas Transformações - 6º Ano (2018)
A Terra e suas Transformações - 6º Ano (2018)A Terra e suas Transformações - 6º Ano (2018)
A Terra e suas Transformações - 6º Ano (2018)
 
Egito Antigo - 6º Ano (2018)
Egito Antigo - 6º Ano (2018)Egito Antigo - 6º Ano (2018)
Egito Antigo - 6º Ano (2018)
 
Mesopotâmia - 6º Ano (2018)
Mesopotâmia - 6º Ano (2018)Mesopotâmia - 6º Ano (2018)
Mesopotâmia - 6º Ano (2018)
 
A Baixa Idade Média - 7º Ano (2018)
A Baixa Idade Média - 7º Ano (2018)A Baixa Idade Média - 7º Ano (2018)
A Baixa Idade Média - 7º Ano (2018)
 
O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2018)
O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2018)O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2018)
O Espaço Rural no Brasil - 7º Ano (2018)
 
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2018)
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2018)O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2018)
O Processo de Industrialização do Brasil - 7º Ano (2018)
 
Os Meios de Orientação - 6º Ano (2018)
Os Meios de Orientação - 6º Ano (2018)Os Meios de Orientação - 6º Ano (2018)
Os Meios de Orientação - 6º Ano (2018)
 
Os Municípios e as Regiões Metropolitanas - 7º Ano (2018)
Os Municípios e as Regiões Metropolitanas - 7º Ano (2018)Os Municípios e as Regiões Metropolitanas - 7º Ano (2018)
Os Municípios e as Regiões Metropolitanas - 7º Ano (2018)
 
A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2018)
A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2018)A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2018)
A Formação do Território Brasileiro - 7º Ano (2018)
 
África Medieval - 7º Ano (2018)
África Medieval - 7º Ano (2018)África Medieval - 7º Ano (2018)
África Medieval - 7º Ano (2018)
 
O Sistema Solar - 6º ANO (2018)
O Sistema Solar - 6º ANO (2018)O Sistema Solar - 6º ANO (2018)
O Sistema Solar - 6º ANO (2018)
 
O Brasil no Mundo - 7º Ano (2018)
O Brasil no Mundo - 7º Ano (2018)O Brasil no Mundo - 7º Ano (2018)
O Brasil no Mundo - 7º Ano (2018)
 

Último

P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
SheylaAlves6
 
ESCOLAS LITERÁRIAS OU ESTILOS DE ÉPOCA- resumo
ESCOLAS LITERÁRIAS OU ESTILOS  DE ÉPOCA- resumoESCOLAS LITERÁRIAS OU ESTILOS  DE ÉPOCA- resumo
ESCOLAS LITERÁRIAS OU ESTILOS DE ÉPOCA- resumo
SolangeWaltre
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Falcão Brasil
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
Esquadrilhas de Ligação e Observação (ELO).pdf
Esquadrilhas de Ligação e Observação (ELO).pdfEsquadrilhas de Ligação e Observação (ELO).pdf
Esquadrilhas de Ligação e Observação (ELO).pdf
Falcão Brasil
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
 
ESCOLAS LITERÁRIAS OU ESTILOS DE ÉPOCA- resumo
ESCOLAS LITERÁRIAS OU ESTILOS  DE ÉPOCA- resumoESCOLAS LITERÁRIAS OU ESTILOS  DE ÉPOCA- resumo
ESCOLAS LITERÁRIAS OU ESTILOS DE ÉPOCA- resumo
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Festa dos Finalistas .
Festa dos Finalistas                    .Festa dos Finalistas                    .
Festa dos Finalistas .
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
Esquadrilhas de Ligação e Observação (ELO).pdf
Esquadrilhas de Ligação e Observação (ELO).pdfEsquadrilhas de Ligação e Observação (ELO).pdf
Esquadrilhas de Ligação e Observação (ELO).pdf
 
Elogio da Saudade .
Elogio da Saudade                          .Elogio da Saudade                          .
Elogio da Saudade .
 
VIAGEM AO PASSADO -
VIAGEM AO PASSADO                        -VIAGEM AO PASSADO                        -
VIAGEM AO PASSADO -
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 

O Clima - 6º Ano (2016)

  • 1. O CLIMA Interage de maneira muito significativa com os diferentes elementos naturais. Vegetação Hidrografia Relevo
  • 2. O QUE É O CLIMA? CLIMA ≠ TEMPO É a sucessão de vários tipos de tempo durante um certo período, no mínimo 30-35 anos. É o estado momentâneo da atmosfera.
  • 3. O QUE É O CLIMA? A análise do clima é feita com base em vários aspectos: índice de pluviosidade (chuvas), temperatura, a velocidade e a constância dos ventos, pressão atmosférica e a umidade do ar.
  • 4. O QUE É UM CLIMOGRAMA? Umas das maneiras mais dinâmicas e fáceis de se analisar um clima de uma área e analisar o seu CLIMOGRAMA. O CLIMOGRAMA é uma representação gráfica do clima, o qual permite de uma maneira simples e eficaz a verificação climática de determinada área. É útil também para identificar e comparar as variedades climáticas de diversas regiões do globo terrestre.
  • 5. O QUE É UM CLIMOGRAMA? Coluna que represente o total de chuva (índices pluviométricos) em cada mês. Coluna que represente a temperatura média mensal em cada mês. Como analisar um CLIMOGRAMA?
  • 7. OS CLIMAS NO MUNDO Observe as páginas 79 e 80. 1 2 3 4 Para compreender melhor como o clima pode interagir com os outros elementos naturais s de um lugar é preciso conhecer os diferentes tipos de clima...
  • 8. FATORES QUE INFLUENCIAM NO CLIMA Os climas são influenciados por diferentes fatores , entre eles destacam-se: RELEVO Diminuição da Temperatura ( ºC ) Em média a temperatura diminui 1º C a cada 200 metros.
  • 10. OS CLIMAS NO MUNDO
  • 11. O AQUECIMENTO DO AR ATMOSFÉRICO Veja de modo ilustrativo como funciona o aquecimento do ar atmosférico: Observe a página 81.
  • 12. O RELEVO, O CLIMA E A VEGETAÇÃO A variação de temperatura do ar, de acordo com o aumento de altitude, assim do relevo, também influência nas características da vegetação. É a partir dessa interligação de aspectos que verificamos no globo terrestre diferentes tipos vegetativos. Observe as páginas 82 e 83. VEGETAÇÃO
  • 13. Epifitismo é o modo de vida das plantas epífitas, que são as que vivem sobre outras plantas, sem retirar nutrientes delas, mas apenas se apoiando nelas (se retirassem nutrientes delas, não seriam epífitas, mas parasitas).
  • 14. Serrapilheira (manta morta) é a camada formada pela deposição e acúmulo de matéria orgânica morta em diferentes estágios de decomposição que reveste superficialmente o solo. É a principal via de retorno de nutrientes ao solo ou sedimento.
  • 16. As plantas herbáceas, que habitualmente se designam por “ervas”, têm caules não lenhosos ou flexíveis, com altura geralmente inferior a 1-2 m.
  • 18. A LATITUDE E O CLIMA Quanto mais próximo da Linha do Equador (latitude 0º) mais quente será a região.
  • 19. A LATITUDE E O CLIMA Para você entender: Áreas de menor latitude Áreas de maior latitude As lanternas simulam a maneira como o Sol incide na Terra.
  • 20. A LATITUDE E O CLIMA A - 10º SUL B - 75º NORTE QUAL DAS DUAS CIDADE É MAIS QUENTE?
  • 21. ZONAS TÉRMICAS DA TERRA Zona Intertropical Página 84.
  • 22. AS CORRENTES MARÍTIMAS E O CLIMA As corrente marítimas influenciam a TEMPERATURA e a UMIDADE DOS VENTOS atmosféricos que circulam sobre os oceanos. CORRENTES QUENTES Tornam o ar mais quente e úmido. CORRENTES FRIAS Tornam o ar mais frio e seco. As correntes marítimas são porções de água que se deslocam na superfície terrestre formando verdadeiros “rios” dentro dos oceanos. Possuem velocidade pequena, geralmente de 5 a 10 km/h.
  • 23. A CONTINENTALIDADE E O CLIMA As áreas mais afastadas dos mares e oceanos (INTERIOR DOS CONTINENTES) tendem a acumular mais calor durante o dia do que ao longo da noite. Isso faz com que ocorra um rápido aquecimento durante o dia e um brusco resfriamento à noite. São áreas de grande amplitude térmica. AMPLITUDE TÉRMICA É a diferença entre a temperatura máxima e a temperatura mínima.
  • 24. A MARITIMIDADE E O CLIMA Ocorre nas áreas mais próximas dos oceanos e mares (ÁREAS LITORÂNEAS). Nessas áreas o calor absorvido pelas água durante o dia é liberado lentamente ao longo da noite. Fato que não ocasiona uma grande diferença de temperatura entre o dia e a noite. São áreas de menor amplitude térmica.
  • 25. CONTINENTALIDADE Muito QUENTE durante o DIA e muito FRIO durante a NOITE. QUENTE durante o DIA e com temperaturas AMENAS durante a NOITE. MARITIMIDADE
  • 26. CLIMAS DO BRASIL Observe a página 87.
  • 27. CLIMAS DO BRASIL CLIMA EQUATORIAL Página 87.
  • 28. CLIMAS DO BRASIL CLIMA TROPICAL SEMIÁRIDO Página 88.
  • 29. CLIMAS DO BRASIL CLIMA TROPICAL ÚMIDO Página 88.
  • 30. CLIMAS DO BRASIL CLIMA TROPICAL TÍPICO Página 88.
  • 31. CLIMAS DO BRASIL CLIMA SUBTROPICAL Página 88.
  • 32. ATIVIDADES  Página 84.  Página 87.  Página 90.  Folha de Atividades.
  • 33. O CLIMA E O SER HUMANO As paisagens dos lugares em que vivemos são resultados da interdependência entre os elementos da natureza e os elementos humanizados, ou seja, construídos pela ação humana. Relevo Rios Solo
  • 34. RELEVO E FORMA URBANA Ouro Preto (MG) O relevo irregular, com inúmeros morros, influenciou o formato das ruas e algumas construções se destacam por estarem na parte mais alta da cidade. Agora, vamos observar as imagens da página 92.
  • 35. RELEVO E FORMA URBANA Muitas vezes um relevo é alterado com objetivo de atender as necessidades humanas... Em Florianópolis percebemos tal aspectos...
  • 36. O CLIMA E A HIDROGRAFIA As habitações humanas também relevam a existência de relações entre os elementos naturais e humanizados de uma determinada localidade. As moradias humanas estão adaptadas as condições climáticas de determinado lugar.
  • 37. O CLIMA E AS ATIVIDADES ECONÔMICAS As condições climáticas, a temperatura e os índices pluviométricos principalmente, de um lugar interferem diretamente no desenvolvimento de muitas atividades econômicas. Maior consumo de bebidas (águas, sucos e etc.) Uso maior de ventiladores e ar condicionado.
  • 38. O CLIMA E AS ATIVIDADES ECONÔMICAS Uso maior de agasalhos e roupas mais grossas. O uso de aquecedores também é maior.
  • 39. O cultivo de determinados produtos agrícolas nas diferentes zonas climáticas...
  • 41. O CLIMA E AS ATIVIDADES ECONÔMICAS Mas vale lembrar que na atualidade muitas lavouras estão sendo cultivadas e, áreas onde as condições climáticas são menos favoráveis ao desenvolvimento de certos cultivos. Tal fato ocorre devido as pesquisas cientificas no setor da agropecuária permitiram o melhoramento genético das plantas, tornando-as mais adaptadas e resistentes as variações climáticas.
  • 42. O CLIMA E AS ATIVIDADES ECONÔMICAS A combinação clima com outros elementos naturais e culturais formam paisagens de grande beleza, que acabam por atrair inúmeros turistas e favorecendo a economia de muitos lugares do mundo, como no caso o Brasil.
  • 43. ATIVIDADES  Página 92, 93, 96 e 98.  Página 100 e 101 Nos 1 até 6.  Leitura das páginas 95, 97 e 102 e 103.