SlideShare uma empresa Scribd logo
1 - O governo JOSÉ SARNEY (1985 – 1990): PMDB Desconfiança inicial  passado ligado a ditadura militar. “ Emendão” (85) – aumentar credibilidade. Eleições presidenciais seriam restabelecidas. Voto para analfabetos. Liberdade partidária (incluindo o PCB e o PC do B). Liberdade sindical. Convocação de Assembléia Nacional Constituinte (formada por deputados eleitos para o Congresso Nacional em 1986).
Sucessão de planos econômicos. PLANO CRUZADO  (fev/86) – Dilson Funaro: 1000 Cruzeiros =  1 Cruzado . Congelamento de preços. Congelamento de salários (reajuste automático após inflação de 20% -  “gatilho”  salarial). Sucesso inicial – ampla adesão popular. “ Fiscais do Sarney” Explosão do consumo – procura maior que oferta. Crise de abastecimento –  ágio  (inflação disfarçada). Redução de exportações
Previsão de privatizações. Moratória da dívida externa (suspensão de pagamento de juros). Nov/86: eleições para deputados e governadores. PMDB foi o grande vitorioso  – Plano Cruzado. 22 governadores e 54% dos deputados.
PLANO CRUZADO II (nov/86) – Dilson Funaro: Liberação parcial do congelamento de preços. Aumento de 80% no valor dos automóveis. Aumento de tarifas públicas (luz, correios, telefone...). Aumento de impostos para cigarros e bebidas. Volta da inflação – Ministro Funaro cai. Fev/87: Instalação da Assembléia Nacional Constituinte: Ulysses Guimarães (PMDB)   Presidente da Assembléia.
PLANO BRESSER  (jun/87) – Bresser Pereira: Novo congelamento de preços de salários (3 meses). Alta de impostos. Fim de reajustes salariais automáticos. Retomada de relações com FMI – fim da moratória. Fracasso – volta da inflação. Queda vertiginosa da popularidade do governo. Out/88 – Nova Constituição (“ Constituição Cidadã ”): Eleições diretas e secretas (em todos os níveis). Presidente: 5 anos (para Sarney) e 4 para os demais.
Voto facultativo para analfabetos e menores entre 16 e 18 anos. Eleições para cargos executivos em dois turnos. Habeas Corpus. Fim da censura. Direito de greve. Férias com adicional de 1/3 do salário. Multa de 40% do valor do FGTS em casos de demissão sem justa causa. Licença maternidade (120 dias) e paternidade (4 dias). Seguro desemprego. Racismo = crime inafiançável.
PLANO VERÃO  (Jan/89) – Maílson da Nóbrega: 1000 Cruzados = 1 Cruzado Novo. Novo congelamento. Abertura ao capital estrangeiro. Sem efeitos – volta da inflação (1782% ao ano em 89). Insatisfação popular. Década de 80 = “ década perdida ”
A sucessão de Sarney: 22 candidatos (eleições de 1989).
2º Turno:  COLLOR (PRN)* X LULA (PT)
2 - O governo FERNANDO COLLOR DE MELLO (1990 – 1992): “ Caçador de Marajás” Discurso: COLLOR = novo, moderno. Passado político pessoal e familiar ligado a ditadura militar. PLANO COLLOR  (mar/1990) – Zélia Cardoso de Mello: 1 Cruzado Novo = 1 Cruzeiro. Confisco de investimentos (até poupanças) – máximo equivalente a US$1200.
Aumento de tarifas. Facilidades para importações. Privatizações de empresas estatais. Redução de gastos públicos (salários, aposentadorias e projetos sociais). Início efetivo do  neoliberalismo  no Brasil. Objetivo: queda da inflação  por meio da redução de consumo. Resultados: Redução do consumo Redução da produção. Desemprego. Falências Crise econômica sem precedentes.
Mai/92: Pedro Collor (irmão do presidente) faz graves denúncias na Revista Veja. “ Esquema PC”  – corrupção. PC FARIAS: ex-tesoureiro de campanha de Collor e peça-chave no esquema de corrupção. Foi assassinado em junho de 1996.
Mobilizações populares contra Collor: “ Caras Pintadas”/ “Fora Collor”.
Set/92 – Congresso aprova o  Impeachment Collor renuncia momentos antes, mas tem seus direitos políticos suspensos por 8 anos.
3 - O governo ITAMAR FRANCO (1992 – 1995): Discreto e com passado honesto. Continuidade de privatizações. Mínimo de US$ 100,00. Dificuldades econômicas  (inflação média de 40% ao mês). ABR/93: Plebiscito MONARQUIA X REPÚBLICA* PARLAMENTARISMO X PRESIDENCIALISMO*
Atitudes folclóricas: Retorno do Fusca (94 – 96). Carnaval de 94 – Assediado pela pseudo modelo e atriz Lilian Ramos.
Ago/93: FHC assume o Ministério da Fazenda. 1000 Cruzeiros = 1 Cruzeiro Real. Criação da URV (aproximadamente 1 dólar). Jul/94: Início efetivo do  PLANO REAL 1 URV = 1 Real (2750 Cruzeiros Reais). Redução de custos de produtos importados. Modernização tecnológica. Queda da inflação. Estabilidade econômica. Ampla popularidade. FHC vence eleições presidenciais de 1994 em 1º Turno. Dolarização
A INFLAÇÃO BRASILEIRA:
1995 a 1999 -  Fernando Henrique  Cardoso (FHC) Intelectual no poder  Pai do Plano real Slogan de campanha(proposta dos 5 dedos /saúde,educação ,trabalho, moradia, salário) Governo Neoliberal
POLÍTICA Articulador para o efetivo estabelecimento do Mercosul. 1997 -  Reformas sociais:a Tributária, da Previdência, administrativa e da Saúde.  Aprovação da emenda para reeleições. ECONOMIA Privatizações ( Cosipa Petrobrás, CSN,Açominas) Plano de acomodação do mercado  Criação do Proer (  Programa de Estímulo à Reestruturação e ao Sistema Financeiro Nacional )  A medida, transitória, veio para responder à nova realidade advinda com o Plano Real e promover o enxugamento do sistema financeiro através de fusões entre bancos, bem como aquisições, reorganizações societárias, e reestruturação de instituições.
ECONOMIA Reequilíbrio das Contas do Governo. Crise Asiática(aumento da dívida externa) O governo reagiu para salvar o Real e impedir a saída de divisas mediante a elevação das taxas de juros e com o anúncio de medidas econômicas. Recorre a FMI  Reajuste fiscal (desvalorização cambial, aumento da arrecadação e diminuição de gastos públicos
SOCIEDADE Favoreceu a Política da cidadania.  Reabriu Processos do Período da Ditadura,  Reconheceu  a Morte de 136 Desaparecidos Concedeu Atestado de Óbito e Indenizações. Criação do (F.S.E) fundo Social de Emergência – Retém 15% dos Impostos e Contribuições federais. Tentativa de regulamentação dos planos de saúde privado. Implantação do remédios genéricos. Ampliação no número de crianças escolarizadas MST começa invasões  (O Massacre de Eldorado dos Carajás foi a morte de dezenove sem-terra que ocorreu em 17 de abril de 1996 no município de Eldorado dos Carajás, no sul do Pará)
1999 a 2002 -  Fernando Henrique  Cardoso (FHC) Slogan:  A casa ficou em ordem, agora é governar Foi reeleito  no primeiro turno.  FHC conseguiu  apoio total do PSDB, do PFL, do  PPB (atual PP) e de parte do PMDB,  Estabilidade política  2000 - O país comemora os 500 anos do “descobrimento”.
 
POLÍTICA Denúncias de corrupção sem nenhuma investigação profunda Compra de parlamentares para aprovação da reeleição  Favorecimento de determinados grupos financeiros no processo de privatização das estatais (CVRD e Telefonia) Lei Rouanet.  1998, um código de trânsito rigoroso Servidores públicos  sem reajuste salarial
ECONOMIA Apagão energético (2001-2002)  Programas sociais:  Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI); Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), Plano Nacional de Qualificação Profissional (Planfor); Programa Garantia de Renda Mínima (PGRM), Programa de Geração de Emprego e Renda (Proger)  Programa de investimento em infra-estrutura (Pró-Emprego).
Bolsa-escola;  Saúde da Criança e Aleitamento Materno,  Combate ao Abuso e Exploração de Crianças e Adolescentes;  Programa de Saúde da Família (PSF)  Programa de Agentes Comunitários de Saúde (PACS)
Desvalorização da moeda provocada por crises financeiras internacionais (México, Rússia e Ásia) Privatizadas várias rodovias federais, bancos estaduais  e a telefonia . Implantado o gasoduto Brasil-Bolívia Lei de Responsabilidade Fiscal Terceirização de serviços  em áreas consideradas não-essenciais
Programas sociais:  Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI); Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), Plano Nacional de Qualificação Profissional (Planfor); Programa Garantia de Renda Mínima (PGRM), Programa de Geração de Emprego e Renda (Proger)  Programa de investimento em infra-estrutura (Pró-Emprego).  Bolsa-escola;  Saúde da Criança e Aleitamento Materno,  Combate ao Abuso e Exploração de Crianças e Adolescentes;  Programa de Saúde da Família (PSF)  Programa de Agentes Comunitários de Saúde (PACS)
2003 a 2007  -  Luiz Inácio  Lula  da Silva Esquerda chega ao poder  Abando do radicalismo político  ( acordo com Brizola ) Bancada minoritária, formada pelo PT, PSB, PCdoB e PL. Aparecimento do P-Sol
 
POLITICA Tentativa de  reforma da previdência Dissidência  dentro do Partido – PT - (Luciana Genro, Heloisa Helena  e Babá) Demissão dos ministros José Dirceu, Benedita da Silva, Luiz Gushiken, por corrupção ou prevaricação*. Escândalo do mensalão. (2005/2006) Plebiscito sobre o desarmamento/2005 ( Não venceu... ) Renúncia de Severino Cavalcanti (21/05/2005 – mensalinho) Grandes lideranças petistas abandonam o PT(Hélio Bicudo,Plínio A.Sampaio e Chico Alencar) Avanço político das bancadas religiosas * Prevaricação  é um crime funcional, ou seja, praticado por funcionário público contra a Administração Pública. A prevaricação consiste em retardar ou deixar de praticar devidamente ato de ofício, ou praticá-lo contra disposição expressa de lei, para satisfazer interesse ou sentimento pessoal.
ECONOMIA A política fiscal garante a obtenção de superávits Política econômica conservadora.  O Banco Central goza de autonomia Dívida externa teve uma queda de 168 bilhões de reais Valorização da Soja e Pecuária  Destaque na OMC para o fim dos subsídios econômicos dos Europeus e EUA
A Organiza ç ão Mundial do Com é rcio (OMC)   autorizou o Brasil, na manhã desta segunda-feira, 31, a impor retalia ç ões sobre o governo americano em resposta aos subs í dios ilegais que a Casa Branca distribui aos produtos de algodão. Mas o órgão frustra o Brasil no valor da retaliação contra os Estados Unidos.  Dados preliminares da decisão da entidade  apontam que o Brasil teria o direito de retaliar os EUA em cerca de US$ 300 milhões, valor muito inferior aos US$ 2,5 bilhões pleiteados pelo Brasil. O valor variaria, dependendo do ano, e estaria ligado ao volume de subs í dios que os Estados Unidos dariam ao algodão em cada ano. Pelos c á lculos preliminares o valor da retalia ç ão não chegaria nem US$ 1 bilhão em nenhum dos anos. Os americanos indicaram que somente aceitariam ser retaliados em 1,5% do valor pedido para o Brasil. Mesmo assim, a retalia ç ão autorizada pela OMC  é  a segunda maior j á  dada pela entidade a um pa í s. A maior retalia ç ão tamb é m havia sido contra os EUA.    http://www.estadao.com.br/noticias/economia,omc-autoriza-brasil-a-retaliar-os-eua,427224,0.htm   matéria dia 31/08/2009
SOCIEDADE Estabilidade política e econômica Tentativa de assento na ONU  Criação do FUNDEB (fundo de desenvolvimento da Educação Básica),  PROUNI (Programa Universidade para todos),  Fome Zero Corte de investimentos públicos Organizações criminosas e violência urbana ( PCC ) – Agosto/2006. Medidas assistencialistas /Bolsas Redução moderada do desemprego
2007 a 2010  -  Luiz Inácio  Lula  da Silva Coalizão de doze partidos com o PT (PT, PMDB, PRB, PC do B, PSB, PP, PR, PTB, PV, PDT, PAN e PSC) Escândalos não interferem no processo eleitoral  Revigoramento da PF  Não comparecimento nos debates eleitorais, exceto o último
POLITICA  Loteamento de cargos e outras práticas tradicionais de distribuição de benesses entre parlamentares, governadores e dirigentes decisivos Transposição do R.São Francisco Tímidas  reformas políticas, em especial a introdução de eleições por listas partidárias (modelo europeu) PT tem sido difícil ser base de sustentação política do governo e manter um discurso de esquerda, principalmente no que diz respeito a sua prática parlamentar
ECONOMIA Programa de Aceleração do Crescimento / PAC ( jan.2007 - previa investimentos totais de R$ 503,9 bilhões até  2010) Biodiesel / Proálcool Discurso na ONU, Davos  e Casa Branca (EUA) Perdão da dívida dos  países africanos  Aumento da renda dos mais pobres, pela estabilidade da inflação (eletroeletrônicos e eletro domésticos ) Fome Zero, Bolsa Família e outros nas áreas de educação e saúde

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Nova República
Nova RepúblicaNova República
Nova República
Bruno E Geyse Ornelas
 
Populismo na America Latina e no Brasil
Populismo na America Latina e no BrasilPopulismo na America Latina e no Brasil
Populismo na America Latina e no Brasil
Natalia Guerino
 
O período entre-guerras (1918-1939): crise de 29 e nazifascismo
O período entre-guerras (1918-1939): crise de 29 e nazifascismoO período entre-guerras (1918-1939): crise de 29 e nazifascismo
O período entre-guerras (1918-1939): crise de 29 e nazifascismo
Professor Marcelo
 
De sarney a lula
De sarney a lulaDe sarney a lula
De sarney a lula
Valeria Kosicki
 
Governo dilma e temer
Governo dilma e temerGoverno dilma e temer
Governo dilma e temer
AndressonSimplicio
 
Ditadura militar no Brasil - resumo
Ditadura militar no Brasil - resumoDitadura militar no Brasil - resumo
Ditadura militar no Brasil - resumo
Cecília Chagas
 
História do Brasil: A República Velha ou Primeira República (1889-1930) - Pro...
História do Brasil: A República Velha ou Primeira República (1889-1930) - Pro...História do Brasil: A República Velha ou Primeira República (1889-1930) - Pro...
História do Brasil: A República Velha ou Primeira República (1889-1930) - Pro...
João Medeiros
 
A República Populista
A República PopulistaA República Populista
A República Populista
Pérysson Nogueira
 
3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização
3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização
3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização
Daniel Alves Bronstrup
 
O governo João Goulart (1961-1964)
O governo João Goulart (1961-1964)O governo João Goulart (1961-1964)
O governo João Goulart (1961-1964)
Edenilson Morais
 
Nova republica
Nova republicaNova republica
Nova republica
Privada
 
Fim da União Soviética
Fim da União SoviéticaFim da União Soviética
Fim da União Soviética
Valéria Shoujofan
 
Redemocratização e neoliberalismo
Redemocratização e  neoliberalismoRedemocratização e  neoliberalismo
Redemocratização e neoliberalismo
dinicmax
 
Descolonização Afro-Asiática
Descolonização Afro-AsiáticaDescolonização Afro-Asiática
Descolonização Afro-Asiática
dmflores21
 
O governo Fernando Henrique Cardoso
O governo Fernando Henrique CardosoO governo Fernando Henrique Cardoso
O governo Fernando Henrique Cardoso
Edenilson Morais
 
O populismo no brasil
O populismo no brasilO populismo no brasil
O populismo no brasil
homago
 
A Nova República: o governo Sarney
A Nova República: o governo SarneyA Nova República: o governo Sarney
A Nova República: o governo Sarney
Edenilson Morais
 
Período democrático 1946 a 1964 - História do Brasil
Período democrático 1946 a 1964 - História do BrasilPeríodo democrático 1946 a 1964 - História do Brasil
Período democrático 1946 a 1964 - História do Brasil
Marilia Pimentel
 
3º ano era vargas
3º ano   era vargas3º ano   era vargas
3º ano era vargas
Daniel Alves Bronstrup
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
eiprofessor
 

Mais procurados (20)

Nova República
Nova RepúblicaNova República
Nova República
 
Populismo na America Latina e no Brasil
Populismo na America Latina e no BrasilPopulismo na America Latina e no Brasil
Populismo na America Latina e no Brasil
 
O período entre-guerras (1918-1939): crise de 29 e nazifascismo
O período entre-guerras (1918-1939): crise de 29 e nazifascismoO período entre-guerras (1918-1939): crise de 29 e nazifascismo
O período entre-guerras (1918-1939): crise de 29 e nazifascismo
 
De sarney a lula
De sarney a lulaDe sarney a lula
De sarney a lula
 
Governo dilma e temer
Governo dilma e temerGoverno dilma e temer
Governo dilma e temer
 
Ditadura militar no Brasil - resumo
Ditadura militar no Brasil - resumoDitadura militar no Brasil - resumo
Ditadura militar no Brasil - resumo
 
História do Brasil: A República Velha ou Primeira República (1889-1930) - Pro...
História do Brasil: A República Velha ou Primeira República (1889-1930) - Pro...História do Brasil: A República Velha ou Primeira República (1889-1930) - Pro...
História do Brasil: A República Velha ou Primeira República (1889-1930) - Pro...
 
A República Populista
A República PopulistaA República Populista
A República Populista
 
3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização
3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização
3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização
 
O governo João Goulart (1961-1964)
O governo João Goulart (1961-1964)O governo João Goulart (1961-1964)
O governo João Goulart (1961-1964)
 
Nova republica
Nova republicaNova republica
Nova republica
 
Fim da União Soviética
Fim da União SoviéticaFim da União Soviética
Fim da União Soviética
 
Redemocratização e neoliberalismo
Redemocratização e  neoliberalismoRedemocratização e  neoliberalismo
Redemocratização e neoliberalismo
 
Descolonização Afro-Asiática
Descolonização Afro-AsiáticaDescolonização Afro-Asiática
Descolonização Afro-Asiática
 
O governo Fernando Henrique Cardoso
O governo Fernando Henrique CardosoO governo Fernando Henrique Cardoso
O governo Fernando Henrique Cardoso
 
O populismo no brasil
O populismo no brasilO populismo no brasil
O populismo no brasil
 
A Nova República: o governo Sarney
A Nova República: o governo SarneyA Nova República: o governo Sarney
A Nova República: o governo Sarney
 
Período democrático 1946 a 1964 - História do Brasil
Período democrático 1946 a 1964 - História do BrasilPeríodo democrático 1946 a 1964 - História do Brasil
Período democrático 1946 a 1964 - História do Brasil
 
3º ano era vargas
3º ano   era vargas3º ano   era vargas
3º ano era vargas
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
 

Destaque

Historia da criança no brasil
Historia da criança no brasilHistoria da criança no brasil
Historia da criança no brasil
brenda Cruz Souza
 
Aula educa+º+úo na primeira rep+¦blica
Aula     educa+º+úo na primeira rep+¦blicaAula     educa+º+úo na primeira rep+¦blica
Aula educa+º+úo na primeira rep+¦blica
Paloma Machado
 
980
980980
Iconografia Da RepúBlica Catarina Freire
Iconografia Da RepúBlica   Catarina FreireIconografia Da RepúBlica   Catarina Freire
Iconografia Da RepúBlica Catarina Freire
Escola Luis de Freitas Branco
 
República velha
República velhaRepública velha
República velha
lgreggio10
 
O manifesto dos_pioneiros
O manifesto dos_pioneirosO manifesto dos_pioneiros
O manifesto dos_pioneiros
lidiane98
 
A Nova República (1985- )
A Nova República (1985-  )A Nova República (1985-  )
A Nova República (1985- )
Isaquel Silva
 
Trabalho de direito constitucional
Trabalho de direito constitucionalTrabalho de direito constitucional
Trabalho de direito constitucional
Daniele Moura
 
A 1ª República e o ensino global
A 1ª República e o ensino global A 1ª República e o ensino global
A 1ª República e o ensino global
becreebsr
 
A história da criança no brasil
A história da criança no brasilA história da criança no brasil
A história da criança no brasil
Daniele Rubim
 
Republica Velha
Republica Velha Republica Velha
Republica Velha
marlete andrade
 
A educação infantil na história e na atualidade
A educação infantil na história e na atualidadeA educação infantil na história e na atualidade
A educação infantil na história e na atualidade
Gizelda Rodrigues de Araújo
 
Educação infantil
Educação infantilEducação infantil
Educação infantil
Cursos Profissionalizantes
 
Histórico Ed Infantil
Histórico Ed InfantilHistórico Ed Infantil
Histórico Ed Infantil
Maria Bárbara Floriano
 
Nova republica
Nova republicaNova republica
Nova republica
professordehistoria
 
Educação no brasil da colônia ao império
Educação no brasil   da colônia ao impérioEducação no brasil   da colônia ao império
Educação no brasil da colônia ao império
renanmedonho
 
A República Velha (1894 1930)
A República Velha (1894 1930)A República Velha (1894 1930)
A República Velha (1894 1930)
Isaquel Silva
 
A Cultura na Ditadura Militar
A Cultura na Ditadura MilitarA Cultura na Ditadura Militar
A Cultura na Ditadura Militar
Ana Keizy
 
Republica velha
Republica velhaRepublica velha
Republica velha
Yara Ribeiro
 
Revoltas da República Velha
Revoltas da República VelhaRevoltas da República Velha
Revoltas da República Velha
Reinaldo Rauch
 

Destaque (20)

Historia da criança no brasil
Historia da criança no brasilHistoria da criança no brasil
Historia da criança no brasil
 
Aula educa+º+úo na primeira rep+¦blica
Aula     educa+º+úo na primeira rep+¦blicaAula     educa+º+úo na primeira rep+¦blica
Aula educa+º+úo na primeira rep+¦blica
 
980
980980
980
 
Iconografia Da RepúBlica Catarina Freire
Iconografia Da RepúBlica   Catarina FreireIconografia Da RepúBlica   Catarina Freire
Iconografia Da RepúBlica Catarina Freire
 
República velha
República velhaRepública velha
República velha
 
O manifesto dos_pioneiros
O manifesto dos_pioneirosO manifesto dos_pioneiros
O manifesto dos_pioneiros
 
A Nova República (1985- )
A Nova República (1985-  )A Nova República (1985-  )
A Nova República (1985- )
 
Trabalho de direito constitucional
Trabalho de direito constitucionalTrabalho de direito constitucional
Trabalho de direito constitucional
 
A 1ª República e o ensino global
A 1ª República e o ensino global A 1ª República e o ensino global
A 1ª República e o ensino global
 
A história da criança no brasil
A história da criança no brasilA história da criança no brasil
A história da criança no brasil
 
Republica Velha
Republica Velha Republica Velha
Republica Velha
 
A educação infantil na história e na atualidade
A educação infantil na história e na atualidadeA educação infantil na história e na atualidade
A educação infantil na história e na atualidade
 
Educação infantil
Educação infantilEducação infantil
Educação infantil
 
Histórico Ed Infantil
Histórico Ed InfantilHistórico Ed Infantil
Histórico Ed Infantil
 
Nova republica
Nova republicaNova republica
Nova republica
 
Educação no brasil da colônia ao império
Educação no brasil   da colônia ao impérioEducação no brasil   da colônia ao império
Educação no brasil da colônia ao império
 
A República Velha (1894 1930)
A República Velha (1894 1930)A República Velha (1894 1930)
A República Velha (1894 1930)
 
A Cultura na Ditadura Militar
A Cultura na Ditadura MilitarA Cultura na Ditadura Militar
A Cultura na Ditadura Militar
 
Republica velha
Republica velhaRepublica velha
Republica velha
 
Revoltas da República Velha
Revoltas da República VelhaRevoltas da República Velha
Revoltas da República Velha
 

Semelhante a Nova republica

Conteúdo recuperação história Eduardo
Conteúdo recuperação história   EduardoConteúdo recuperação história   Eduardo
Conteúdo recuperação história Eduardo
rafaelcef3
 
A Nova República - 1985 aos dias atuais
A Nova República - 1985 aos dias atuaisA Nova República - 1985 aos dias atuais
A Nova República - 1985 aos dias atuais
Adna Myrella
 
Resumo e atividades sobre nova república
Resumo e atividades sobre  nova repúblicaResumo e atividades sobre  nova república
Resumo e atividades sobre nova república
Atividades Diversas Cláudia
 
Nova república brasileira
Nova república brasileiraNova república brasileira
Nova república brasileira
Gabriel Feitosa
 
de Sarney a Lula.pps.ppt Slide Powerpoint
de Sarney a Lula.pps.ppt Slide Powerpointde Sarney a Lula.pps.ppt Slide Powerpoint
de Sarney a Lula.pps.ppt Slide Powerpoint
aisha196834
 
Do regime militar_a_nova_republica
Do regime militar_a_nova_republicaDo regime militar_a_nova_republica
Do regime militar_a_nova_republica
secretaria estadual de educação
 
2012 nova república
2012  nova república2012  nova república
2012 nova república
MARIANO C7S
 
Redemocratização brasileira 1985 2002
Redemocratização brasileira 1985 2002Redemocratização brasileira 1985 2002
Redemocratização brasileira 1985 2002
Ócio do Ofício
 
A Seguridade Social Como Politica De Estado
A Seguridade Social Como Politica De EstadoA Seguridade Social Como Politica De Estado
A Seguridade Social Como Politica De Estado
Deputado Paulo Rubem - PDT
 
Nova República
Nova RepúblicaNova República
Nova República
edsonfgodoy
 
Exposicao seguridade e SUS
Exposicao seguridade e SUSExposicao seguridade e SUS
Exposicao seguridade e SUS
Deputado Paulo Rubem - PDT
 
Slide sobre a república nova a longo dos acontecimentos
Slide sobre a república nova a longo dos acontecimentosSlide sobre a república nova a longo dos acontecimentos
Slide sobre a república nova a longo dos acontecimentos
gustavoawp9991
 
Redemocratização
RedemocratizaçãoRedemocratização
Redemocratização
Jorge Miklos
 
Resumão Nova República - Parte 1
Resumão Nova República - Parte 1Resumão Nova República - Parte 1
Resumão Nova República - Parte 1
Valéria Shoujofan
 
Fernando Henrique Cardoso - Prof.Altair Aguilar
Fernando Henrique Cardoso - Prof.Altair AguilarFernando Henrique Cardoso - Prof.Altair Aguilar
Fernando Henrique Cardoso - Prof.Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
A T U A L I D A D E S Ii
A T U A L I D A D E S IiA T U A L I D A D E S Ii
A T U A L I D A D E S Ii
alcidessf
 
Nova república
Nova repúblicaNova república
O brasil pós vargas
O brasil pós vargasO brasil pós vargas
O brasil pós vargas
Hernane Freitas
 
Slides -aula_dmeb_pdf_
Slides  -aula_dmeb_pdf_Slides  -aula_dmeb_pdf_
Slides -aula_dmeb_pdf_
Diego Leonel
 
Redemocratização brasil
Redemocratização brasilRedemocratização brasil
Redemocratização brasil
Fabiana Tonsis
 

Semelhante a Nova republica (20)

Conteúdo recuperação história Eduardo
Conteúdo recuperação história   EduardoConteúdo recuperação história   Eduardo
Conteúdo recuperação história Eduardo
 
A Nova República - 1985 aos dias atuais
A Nova República - 1985 aos dias atuaisA Nova República - 1985 aos dias atuais
A Nova República - 1985 aos dias atuais
 
Resumo e atividades sobre nova república
Resumo e atividades sobre  nova repúblicaResumo e atividades sobre  nova república
Resumo e atividades sobre nova república
 
Nova república brasileira
Nova república brasileiraNova república brasileira
Nova república brasileira
 
de Sarney a Lula.pps.ppt Slide Powerpoint
de Sarney a Lula.pps.ppt Slide Powerpointde Sarney a Lula.pps.ppt Slide Powerpoint
de Sarney a Lula.pps.ppt Slide Powerpoint
 
Do regime militar_a_nova_republica
Do regime militar_a_nova_republicaDo regime militar_a_nova_republica
Do regime militar_a_nova_republica
 
2012 nova república
2012  nova república2012  nova república
2012 nova república
 
Redemocratização brasileira 1985 2002
Redemocratização brasileira 1985 2002Redemocratização brasileira 1985 2002
Redemocratização brasileira 1985 2002
 
A Seguridade Social Como Politica De Estado
A Seguridade Social Como Politica De EstadoA Seguridade Social Como Politica De Estado
A Seguridade Social Como Politica De Estado
 
Nova República
Nova RepúblicaNova República
Nova República
 
Exposicao seguridade e SUS
Exposicao seguridade e SUSExposicao seguridade e SUS
Exposicao seguridade e SUS
 
Slide sobre a república nova a longo dos acontecimentos
Slide sobre a república nova a longo dos acontecimentosSlide sobre a república nova a longo dos acontecimentos
Slide sobre a república nova a longo dos acontecimentos
 
Redemocratização
RedemocratizaçãoRedemocratização
Redemocratização
 
Resumão Nova República - Parte 1
Resumão Nova República - Parte 1Resumão Nova República - Parte 1
Resumão Nova República - Parte 1
 
Fernando Henrique Cardoso - Prof.Altair Aguilar
Fernando Henrique Cardoso - Prof.Altair AguilarFernando Henrique Cardoso - Prof.Altair Aguilar
Fernando Henrique Cardoso - Prof.Altair Aguilar
 
A T U A L I D A D E S Ii
A T U A L I D A D E S IiA T U A L I D A D E S Ii
A T U A L I D A D E S Ii
 
Nova república
Nova repúblicaNova república
Nova república
 
O brasil pós vargas
O brasil pós vargasO brasil pós vargas
O brasil pós vargas
 
Slides -aula_dmeb_pdf_
Slides  -aula_dmeb_pdf_Slides  -aula_dmeb_pdf_
Slides -aula_dmeb_pdf_
 
Redemocratização brasil
Redemocratização brasilRedemocratização brasil
Redemocratização brasil
 

Mais de mundica broda

Os fascismos
Os fascismos   Os fascismos
Os fascismos
mundica broda
 
Vanguardas européias revistas[1]
Vanguardas européias revistas[1]Vanguardas européias revistas[1]
Vanguardas européias revistas[1]
mundica broda
 
A união ibérica e invasões holandesas.filé
A união ibérica e invasões holandesas.filéA união ibérica e invasões holandesas.filé
A união ibérica e invasões holandesas.filé
mundica broda
 
A união ibérica e invasões holandesas.filé
A união ibérica e invasões holandesas.filéA união ibérica e invasões holandesas.filé
A união ibérica e invasões holandesas.filé
mundica broda
 
Revolução russa chinesa e cubana.filé
Revolução russa chinesa e cubana.filéRevolução russa chinesa e cubana.filé
Revolução russa chinesa e cubana.filé
mundica broda
 
America sec xix.filé
America sec xix.filéAmerica sec xix.filé
America sec xix.filé
mundica broda
 
Imperialismo.filé
Imperialismo.filéImperialismo.filé
Imperialismo.filé
mundica broda
 
Cultura medieval filé
Cultura medieval filéCultura medieval filé
Cultura medieval filé
mundica broda
 
Os primeiros hominídeos show.filé
Os primeiros hominídeos show.filéOs primeiros hominídeos show.filé
Os primeiros hominídeos show.filé
mundica broda
 
Aula sobre_antiguidade_oriental - show.filé
 Aula sobre_antiguidade_oriental - show.filé Aula sobre_antiguidade_oriental - show.filé
Aula sobre_antiguidade_oriental - show.filé
mundica broda
 
Brasil ciclo do ouro.filé
Brasil ciclo do ouro.filéBrasil ciclo do ouro.filé
Brasil ciclo do ouro.filé
mundica broda
 
Durkheim sociologia
Durkheim sociologiaDurkheim sociologia
Durkheim sociologia
mundica broda
 
Karl marx e a história da exploração do
Karl marx e a história da exploração doKarl marx e a história da exploração do
Karl marx e a história da exploração do
mundica broda
 
A sociologia alemã max weber
A sociologia alemã   max weberA sociologia alemã   max weber
A sociologia alemã max weber
mundica broda
 
Período pre colonial e colonial
Período pre colonial e colonialPeríodo pre colonial e colonial
Período pre colonial e colonial
mundica broda
 
Bandeirantes e expansão
Bandeirantes e expansãoBandeirantes e expansão
Bandeirantes e expansão
mundica broda
 
Aula sobre história introdução
Aula sobre história introduçãoAula sobre história introdução
Aula sobre história introdução
mundica broda
 
Renascimento show de bola
Renascimento show de bolaRenascimento show de bola
Renascimento show de bola
mundica broda
 
Reforma protestante ok
Reforma protestante okReforma protestante ok
Reforma protestante ok
mundica broda
 
Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundialSegunda guerra mundial
Segunda guerra mundial
mundica broda
 

Mais de mundica broda (20)

Os fascismos
Os fascismos   Os fascismos
Os fascismos
 
Vanguardas européias revistas[1]
Vanguardas européias revistas[1]Vanguardas européias revistas[1]
Vanguardas européias revistas[1]
 
A união ibérica e invasões holandesas.filé
A união ibérica e invasões holandesas.filéA união ibérica e invasões holandesas.filé
A união ibérica e invasões holandesas.filé
 
A união ibérica e invasões holandesas.filé
A união ibérica e invasões holandesas.filéA união ibérica e invasões holandesas.filé
A união ibérica e invasões holandesas.filé
 
Revolução russa chinesa e cubana.filé
Revolução russa chinesa e cubana.filéRevolução russa chinesa e cubana.filé
Revolução russa chinesa e cubana.filé
 
America sec xix.filé
America sec xix.filéAmerica sec xix.filé
America sec xix.filé
 
Imperialismo.filé
Imperialismo.filéImperialismo.filé
Imperialismo.filé
 
Cultura medieval filé
Cultura medieval filéCultura medieval filé
Cultura medieval filé
 
Os primeiros hominídeos show.filé
Os primeiros hominídeos show.filéOs primeiros hominídeos show.filé
Os primeiros hominídeos show.filé
 
Aula sobre_antiguidade_oriental - show.filé
 Aula sobre_antiguidade_oriental - show.filé Aula sobre_antiguidade_oriental - show.filé
Aula sobre_antiguidade_oriental - show.filé
 
Brasil ciclo do ouro.filé
Brasil ciclo do ouro.filéBrasil ciclo do ouro.filé
Brasil ciclo do ouro.filé
 
Durkheim sociologia
Durkheim sociologiaDurkheim sociologia
Durkheim sociologia
 
Karl marx e a história da exploração do
Karl marx e a história da exploração doKarl marx e a história da exploração do
Karl marx e a história da exploração do
 
A sociologia alemã max weber
A sociologia alemã   max weberA sociologia alemã   max weber
A sociologia alemã max weber
 
Período pre colonial e colonial
Período pre colonial e colonialPeríodo pre colonial e colonial
Período pre colonial e colonial
 
Bandeirantes e expansão
Bandeirantes e expansãoBandeirantes e expansão
Bandeirantes e expansão
 
Aula sobre história introdução
Aula sobre história introduçãoAula sobre história introdução
Aula sobre história introdução
 
Renascimento show de bola
Renascimento show de bolaRenascimento show de bola
Renascimento show de bola
 
Reforma protestante ok
Reforma protestante okReforma protestante ok
Reforma protestante ok
 
Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundialSegunda guerra mundial
Segunda guerra mundial
 

Último

responder de alfabetização e questoe.pdf
responder de alfabetização e questoe.pdfresponder de alfabetização e questoe.pdf
responder de alfabetização e questoe.pdf
marcos oliveira
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
EsterGabriiela1
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
AntHropológicas Visual PPGA-UFPE
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
orquestrasinfonicaam
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 

Último (20)

responder de alfabetização e questoe.pdf
responder de alfabetização e questoe.pdfresponder de alfabetização e questoe.pdf
responder de alfabetização e questoe.pdf
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 

Nova republica

  • 1. 1 - O governo JOSÉ SARNEY (1985 – 1990): PMDB Desconfiança inicial passado ligado a ditadura militar. “ Emendão” (85) – aumentar credibilidade. Eleições presidenciais seriam restabelecidas. Voto para analfabetos. Liberdade partidária (incluindo o PCB e o PC do B). Liberdade sindical. Convocação de Assembléia Nacional Constituinte (formada por deputados eleitos para o Congresso Nacional em 1986).
  • 2. Sucessão de planos econômicos. PLANO CRUZADO (fev/86) – Dilson Funaro: 1000 Cruzeiros = 1 Cruzado . Congelamento de preços. Congelamento de salários (reajuste automático após inflação de 20% - “gatilho” salarial). Sucesso inicial – ampla adesão popular. “ Fiscais do Sarney” Explosão do consumo – procura maior que oferta. Crise de abastecimento – ágio (inflação disfarçada). Redução de exportações
  • 3. Previsão de privatizações. Moratória da dívida externa (suspensão de pagamento de juros). Nov/86: eleições para deputados e governadores. PMDB foi o grande vitorioso – Plano Cruzado. 22 governadores e 54% dos deputados.
  • 4. PLANO CRUZADO II (nov/86) – Dilson Funaro: Liberação parcial do congelamento de preços. Aumento de 80% no valor dos automóveis. Aumento de tarifas públicas (luz, correios, telefone...). Aumento de impostos para cigarros e bebidas. Volta da inflação – Ministro Funaro cai. Fev/87: Instalação da Assembléia Nacional Constituinte: Ulysses Guimarães (PMDB) Presidente da Assembléia.
  • 5. PLANO BRESSER (jun/87) – Bresser Pereira: Novo congelamento de preços de salários (3 meses). Alta de impostos. Fim de reajustes salariais automáticos. Retomada de relações com FMI – fim da moratória. Fracasso – volta da inflação. Queda vertiginosa da popularidade do governo. Out/88 – Nova Constituição (“ Constituição Cidadã ”): Eleições diretas e secretas (em todos os níveis). Presidente: 5 anos (para Sarney) e 4 para os demais.
  • 6. Voto facultativo para analfabetos e menores entre 16 e 18 anos. Eleições para cargos executivos em dois turnos. Habeas Corpus. Fim da censura. Direito de greve. Férias com adicional de 1/3 do salário. Multa de 40% do valor do FGTS em casos de demissão sem justa causa. Licença maternidade (120 dias) e paternidade (4 dias). Seguro desemprego. Racismo = crime inafiançável.
  • 7. PLANO VERÃO (Jan/89) – Maílson da Nóbrega: 1000 Cruzados = 1 Cruzado Novo. Novo congelamento. Abertura ao capital estrangeiro. Sem efeitos – volta da inflação (1782% ao ano em 89). Insatisfação popular. Década de 80 = “ década perdida ”
  • 8. A sucessão de Sarney: 22 candidatos (eleições de 1989).
  • 9. 2º Turno: COLLOR (PRN)* X LULA (PT)
  • 10. 2 - O governo FERNANDO COLLOR DE MELLO (1990 – 1992): “ Caçador de Marajás” Discurso: COLLOR = novo, moderno. Passado político pessoal e familiar ligado a ditadura militar. PLANO COLLOR (mar/1990) – Zélia Cardoso de Mello: 1 Cruzado Novo = 1 Cruzeiro. Confisco de investimentos (até poupanças) – máximo equivalente a US$1200.
  • 11. Aumento de tarifas. Facilidades para importações. Privatizações de empresas estatais. Redução de gastos públicos (salários, aposentadorias e projetos sociais). Início efetivo do neoliberalismo no Brasil. Objetivo: queda da inflação por meio da redução de consumo. Resultados: Redução do consumo Redução da produção. Desemprego. Falências Crise econômica sem precedentes.
  • 12. Mai/92: Pedro Collor (irmão do presidente) faz graves denúncias na Revista Veja. “ Esquema PC” – corrupção. PC FARIAS: ex-tesoureiro de campanha de Collor e peça-chave no esquema de corrupção. Foi assassinado em junho de 1996.
  • 13. Mobilizações populares contra Collor: “ Caras Pintadas”/ “Fora Collor”.
  • 14. Set/92 – Congresso aprova o Impeachment Collor renuncia momentos antes, mas tem seus direitos políticos suspensos por 8 anos.
  • 15. 3 - O governo ITAMAR FRANCO (1992 – 1995): Discreto e com passado honesto. Continuidade de privatizações. Mínimo de US$ 100,00. Dificuldades econômicas (inflação média de 40% ao mês). ABR/93: Plebiscito MONARQUIA X REPÚBLICA* PARLAMENTARISMO X PRESIDENCIALISMO*
  • 16. Atitudes folclóricas: Retorno do Fusca (94 – 96). Carnaval de 94 – Assediado pela pseudo modelo e atriz Lilian Ramos.
  • 17. Ago/93: FHC assume o Ministério da Fazenda. 1000 Cruzeiros = 1 Cruzeiro Real. Criação da URV (aproximadamente 1 dólar). Jul/94: Início efetivo do PLANO REAL 1 URV = 1 Real (2750 Cruzeiros Reais). Redução de custos de produtos importados. Modernização tecnológica. Queda da inflação. Estabilidade econômica. Ampla popularidade. FHC vence eleições presidenciais de 1994 em 1º Turno. Dolarização
  • 19. 1995 a 1999 - Fernando Henrique Cardoso (FHC) Intelectual no poder Pai do Plano real Slogan de campanha(proposta dos 5 dedos /saúde,educação ,trabalho, moradia, salário) Governo Neoliberal
  • 20. POLÍTICA Articulador para o efetivo estabelecimento do Mercosul. 1997 - Reformas sociais:a Tributária, da Previdência, administrativa e da Saúde. Aprovação da emenda para reeleições. ECONOMIA Privatizações ( Cosipa Petrobrás, CSN,Açominas) Plano de acomodação do mercado Criação do Proer ( Programa de Estímulo à Reestruturação e ao Sistema Financeiro Nacional ) A medida, transitória, veio para responder à nova realidade advinda com o Plano Real e promover o enxugamento do sistema financeiro através de fusões entre bancos, bem como aquisições, reorganizações societárias, e reestruturação de instituições.
  • 21. ECONOMIA Reequilíbrio das Contas do Governo. Crise Asiática(aumento da dívida externa) O governo reagiu para salvar o Real e impedir a saída de divisas mediante a elevação das taxas de juros e com o anúncio de medidas econômicas. Recorre a FMI Reajuste fiscal (desvalorização cambial, aumento da arrecadação e diminuição de gastos públicos
  • 22. SOCIEDADE Favoreceu a Política da cidadania. Reabriu Processos do Período da Ditadura, Reconheceu a Morte de 136 Desaparecidos Concedeu Atestado de Óbito e Indenizações. Criação do (F.S.E) fundo Social de Emergência – Retém 15% dos Impostos e Contribuições federais. Tentativa de regulamentação dos planos de saúde privado. Implantação do remédios genéricos. Ampliação no número de crianças escolarizadas MST começa invasões (O Massacre de Eldorado dos Carajás foi a morte de dezenove sem-terra que ocorreu em 17 de abril de 1996 no município de Eldorado dos Carajás, no sul do Pará)
  • 23. 1999 a 2002 - Fernando Henrique Cardoso (FHC) Slogan: A casa ficou em ordem, agora é governar Foi reeleito no primeiro turno. FHC conseguiu apoio total do PSDB, do PFL, do PPB (atual PP) e de parte do PMDB, Estabilidade política 2000 - O país comemora os 500 anos do “descobrimento”.
  • 24.  
  • 25. POLÍTICA Denúncias de corrupção sem nenhuma investigação profunda Compra de parlamentares para aprovação da reeleição Favorecimento de determinados grupos financeiros no processo de privatização das estatais (CVRD e Telefonia) Lei Rouanet. 1998, um código de trânsito rigoroso Servidores públicos sem reajuste salarial
  • 26. ECONOMIA Apagão energético (2001-2002) Programas sociais: Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI); Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), Plano Nacional de Qualificação Profissional (Planfor); Programa Garantia de Renda Mínima (PGRM), Programa de Geração de Emprego e Renda (Proger) Programa de investimento em infra-estrutura (Pró-Emprego).
  • 27. Bolsa-escola; Saúde da Criança e Aleitamento Materno, Combate ao Abuso e Exploração de Crianças e Adolescentes; Programa de Saúde da Família (PSF) Programa de Agentes Comunitários de Saúde (PACS)
  • 28. Desvalorização da moeda provocada por crises financeiras internacionais (México, Rússia e Ásia) Privatizadas várias rodovias federais, bancos estaduais e a telefonia . Implantado o gasoduto Brasil-Bolívia Lei de Responsabilidade Fiscal Terceirização de serviços em áreas consideradas não-essenciais
  • 29. Programas sociais: Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI); Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), Plano Nacional de Qualificação Profissional (Planfor); Programa Garantia de Renda Mínima (PGRM), Programa de Geração de Emprego e Renda (Proger) Programa de investimento em infra-estrutura (Pró-Emprego). Bolsa-escola; Saúde da Criança e Aleitamento Materno, Combate ao Abuso e Exploração de Crianças e Adolescentes; Programa de Saúde da Família (PSF) Programa de Agentes Comunitários de Saúde (PACS)
  • 30. 2003 a 2007 - Luiz Inácio Lula da Silva Esquerda chega ao poder Abando do radicalismo político ( acordo com Brizola ) Bancada minoritária, formada pelo PT, PSB, PCdoB e PL. Aparecimento do P-Sol
  • 31.  
  • 32. POLITICA Tentativa de reforma da previdência Dissidência dentro do Partido – PT - (Luciana Genro, Heloisa Helena e Babá) Demissão dos ministros José Dirceu, Benedita da Silva, Luiz Gushiken, por corrupção ou prevaricação*. Escândalo do mensalão. (2005/2006) Plebiscito sobre o desarmamento/2005 ( Não venceu... ) Renúncia de Severino Cavalcanti (21/05/2005 – mensalinho) Grandes lideranças petistas abandonam o PT(Hélio Bicudo,Plínio A.Sampaio e Chico Alencar) Avanço político das bancadas religiosas * Prevaricação é um crime funcional, ou seja, praticado por funcionário público contra a Administração Pública. A prevaricação consiste em retardar ou deixar de praticar devidamente ato de ofício, ou praticá-lo contra disposição expressa de lei, para satisfazer interesse ou sentimento pessoal.
  • 33. ECONOMIA A política fiscal garante a obtenção de superávits Política econômica conservadora. O Banco Central goza de autonomia Dívida externa teve uma queda de 168 bilhões de reais Valorização da Soja e Pecuária Destaque na OMC para o fim dos subsídios econômicos dos Europeus e EUA
  • 34. A Organiza ç ão Mundial do Com é rcio (OMC)   autorizou o Brasil, na manhã desta segunda-feira, 31, a impor retalia ç ões sobre o governo americano em resposta aos subs í dios ilegais que a Casa Branca distribui aos produtos de algodão. Mas o órgão frustra o Brasil no valor da retaliação contra os Estados Unidos. Dados preliminares da decisão da entidade apontam que o Brasil teria o direito de retaliar os EUA em cerca de US$ 300 milhões, valor muito inferior aos US$ 2,5 bilhões pleiteados pelo Brasil. O valor variaria, dependendo do ano, e estaria ligado ao volume de subs í dios que os Estados Unidos dariam ao algodão em cada ano. Pelos c á lculos preliminares o valor da retalia ç ão não chegaria nem US$ 1 bilhão em nenhum dos anos. Os americanos indicaram que somente aceitariam ser retaliados em 1,5% do valor pedido para o Brasil. Mesmo assim, a retalia ç ão autorizada pela OMC é a segunda maior j á dada pela entidade a um pa í s. A maior retalia ç ão tamb é m havia sido contra os EUA.    http://www.estadao.com.br/noticias/economia,omc-autoriza-brasil-a-retaliar-os-eua,427224,0.htm matéria dia 31/08/2009
  • 35. SOCIEDADE Estabilidade política e econômica Tentativa de assento na ONU Criação do FUNDEB (fundo de desenvolvimento da Educação Básica), PROUNI (Programa Universidade para todos), Fome Zero Corte de investimentos públicos Organizações criminosas e violência urbana ( PCC ) – Agosto/2006. Medidas assistencialistas /Bolsas Redução moderada do desemprego
  • 36. 2007 a 2010 - Luiz Inácio Lula da Silva Coalizão de doze partidos com o PT (PT, PMDB, PRB, PC do B, PSB, PP, PR, PTB, PV, PDT, PAN e PSC) Escândalos não interferem no processo eleitoral Revigoramento da PF Não comparecimento nos debates eleitorais, exceto o último
  • 37. POLITICA Loteamento de cargos e outras práticas tradicionais de distribuição de benesses entre parlamentares, governadores e dirigentes decisivos Transposição do R.São Francisco Tímidas reformas políticas, em especial a introdução de eleições por listas partidárias (modelo europeu) PT tem sido difícil ser base de sustentação política do governo e manter um discurso de esquerda, principalmente no que diz respeito a sua prática parlamentar
  • 38. ECONOMIA Programa de Aceleração do Crescimento / PAC ( jan.2007 - previa investimentos totais de R$ 503,9 bilhões até 2010) Biodiesel / Proálcool Discurso na ONU, Davos e Casa Branca (EUA) Perdão da dívida dos países africanos Aumento da renda dos mais pobres, pela estabilidade da inflação (eletroeletrônicos e eletro domésticos ) Fome Zero, Bolsa Família e outros nas áreas de educação e saúde