SlideShare uma empresa Scribd logo
NOTA PÚBLICA SOBRE OS CONTRATOS DE PRESTAÇÃO
DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS DE 2021
FRENTE À PANDEMIA DO NOVO CORONAVÍRUS (COVID-19)
A ASSOCIAÇÃO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBICO DO CONSUMIDOR -
MPCON, entidade civil sem fins lucrativos, que congrega membros dos Ministérios Públicos
dos Estados, do Distrito Federal e Territórios e do Ministério Público Federal com atuação
em todo o Brasil na defesa do consumidor, vem a público, por meio da presente Nota, se
manifestar a respeito dos contratos de prestação de serviços educacionais ofertados para o
ano letivo de 2021, frente o estado de Pandemia decretado pela Organização Mundial da
Saúde (OMS) em 11 de março de 2020, por conta do contágio pelo Novo Coronavírus
(COVID-19).
CONSIDERANDO que é dever do Estado (poder público) garantir a defesa do consumidor,
nos termos do art. 5º, XXXII, da Constituição Federal;
CONSIDERANDO o princípio da dignidade do consumidor, inserto no art. 3º da Lei nº
8.078/90 – Código de Proteção e Defesa do Consumidor;
CONSIDERANDO a necessidade de assegurar o equilíbrio e a boa-fé nas relações de
consumo, dentro da realidade do mercado, sem o que não se compensará a vulnerabilidade e
hipossuficiência do consumidor (arts. 4°, I e 6º, VIII, da Lei nº 8.078/90 – Código de
Proteção e Defesa do Consumidor);
CONSIDERANDO que é direito básico do consumidor a informação adequada e clara sobre
os diferentes produtos e serviços, com especificação correta de quantidade, características,
composição, qualidade e preço, nos termos do art. 6º, III, da Lei nº 8.078/90 – Código de
Proteção e Defesa do Consumidor, o que gera um dever para o fornecedor;
CONSIDERANDO que é vedado ao fornecedor de produtos e serviços, dentre outras
práticas abusivas, exigir do consumidor vantagem manifestamente excessiva (art. 39, inciso
V, da Lei nº 8.078/90 – Código de Proteção e Defesa do Consumidor);
CONSIDERANDO que a educação é direito de todos e dever do Estado e da família,
devendo ser promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, visando ao pleno
desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para
o trabalho (art. 205 da CF);
CONSIDERANDO que a Organização Mundial de Saúde (OMS), na data de 11/03/2020,
classificou como pandemia o contágio pelo Novo Coronavírus (COVID-19);
Documento
assinado
eletronicamente.
Para
verificar
a
assinatura
acesse
https://validador.mpes.mp.br/G5OKYKD1
CONSIDERANDO que a Portaria MS n.º 188, de 03.02.2020, declarou Emergência em
Saúde Pública de Importância Nacional (ESPIN) em decorrência da Infecção Humana pelo
novo Coronavírus (2019-nCoV);
CONSIDERANDO que, em vários estados da federação, foram publicadas normativas
decretando o estado de emergência em saúde pública e estabelecendo medidas sanitárias e
administrativas para prevenção, controle e contenção de riscos, danos e agravos decorrentes
do surto de Coronavírus (COVID – 19);
CONSIDERANDO que, em vários estados da federação, foram publicadas normativas
suspendendo as aulas presenciais durante o ano de 2020, nas instituições de ensino públicas
e particulares, de forma que as aulas presenciais estiveram suspensas, em regra, por
aproximadamente 06 (seis) meses;
CONSIDERANDO a instabilidade do cenário atual no que tange ao enfrentamento à
pandemia, com oscilações quanto a medidas sanitárias adotadas em diversas localidades;
CONSIDERANDO notícias de que várias instituições de ensino estariam ofertando seus
serviços para o ano de 2021, apresentando contratos de adesão sem especificação, de forma
adequada e clara, de qual modalidade de ensino (presencial, não presencial, híbrida, por
rodízio ou outra) estaria sendo efetivamente cobrada no valor da semestralidade/anuidade,
ferindo, assim, o art. 6º, III, da Lei nº 8.078/90 – Código de Proteção e Defesa do
Consumidor;
CONSIDERANDO que o dever de informação também é garantido pela Lei n.º 9.870, de
23 de novembro de 1999, que dispõe sobre o valor total das anuidades escolares, sendo que
seu art. 1º, § 4º, foi regulamentado pelo Decreto n.º 3.274, de 6 de dezembro de 1999, no que
tange ao modelo das planilhas de custo;
CONSIDERANDO que, não obstante eventual alteração nas normas sanitárias que possa
impactar a forma de prestação de serviços educacionais, o contrato de adesão deve ser
específico quanto à contraprestação das instituições de ensino pelo que está sendo
efetivamente cobrado no valor da anuidade;
CONSIDERANDO notícias de que várias instituições de ensino estariam ofertando seus
serviços para o ano de 2021, apresentando contratos de adesão prevendo a não concessão de
abatimentos no valor das mensalidades/semestralidade/anuidade em havendo a suspensão
das aulas presenciais ou a mudança na modalidade de ensino, mesmo que os custos da
instituição de ensino sejam reduzidos;
Documento
assinado
eletronicamente.
Para
verificar
a
assinatura
acesse
https://validador.mpes.mp.br/G5OKYKD1
CONSIDERANDO o previsto no art. 51, incisos I, IV e X da Lei nº 8.078/90 – Código de
Proteção e Defesa do Consumidor), ao dispor sobre as cláusulas abusivas;
Diante disso, a ASSOCIAÇÃO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBICO DO
CONSUMIDOR – MPCON vem publicamente manifestar seu entendimento acerca da
necessidade de as instituições de ensino da rede privada observarem as seguintes
diretrizes no tocante à prestação de serviços educacionais, em consonância com as
normas de proteção e defesa do consumidor:
1) Cumprir o dever de informação, encaminhando a seus alunos/responsáveis, divulgando
em seu site e expondo fisicamente em seu estabelecimento em local de atendimento ao
público o contrato de adesão, contendo informação clara e adequada a respeito de qual
modalidade de ensino (presencial, não presencial, híbrida, por rodízio ou outra) está sendo
efetivamente cobrada no valor da anuidade/semestralidade para o ano de 2021;
2) Realizar o aditamento/retificação de seu contrato de adesão, cumprindo
exaustivamente seu dever de informação como consta no item “1” acima, nos casos em que
seus contratos de adesão já tenham sido oferecidos no mercado de consumo e celebrados
com consumidores sem a informação clara e adequada a respeito de qual modalidade de
ensino (presencial, não presencial, híbrida, por rodízio ou outra) está sendo efetivamente
cobrada no valor da anuidade para o ano de 2021;
3) Abster-se de inserir em seu contrato de adesão cláusula que obste a revisão
contratual a favor do consumidor em razão de alteração da forma de prestação do serviço,
da suspensão das aulas presenciais, da redução das despesas/custos previstas na planilha para
o ano de 2021, ou por outro motivo;
4) Realizar o aditamento/retificação de seu contrato de adesão, excluindo eventual
cláusula que obste a revisão contratual a favor do consumidor, nos termos constantes do
item “3” acima.
Brasília, 04 de dezembro de 2020.
PAULO ROBERTO BINICHESKI
PRESIDENTE DA MPCON
SANDRA LENGRUBER DA SILVA
DIRETORA DA MPCON
Documento
assinado
eletronicamente.
Para
verificar
a
assinatura
acesse
https://validador.mpes.mp.br/G5OKYKD1
PAULO ROBERTO
BINICHESKI:495
Assinado de forma digital por
PAULO ROBERTO BINICHESKI:495
Dados: 2021.01.25 16:47:24 -03'00'
Documento assinado eletronicamente por SANDRA LENGRUBER DA SILVA, em 25/01/2021 às
17:19:11.
A autenticidade do documento pode ser conferida no site https://validador.mpes.mp.br/ informando o
identificador G5OKYKD1.
Documento
assinado
eletronicamente.
Para
verificar
a
assinatura
acesse
https://validador.mpes.mp.br/G5OKYKD1

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Acp recomendacao coes
Acp recomendacao coesAcp recomendacao coes
São Bonifácio: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e de...
São Bonifácio: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e de...São Bonifácio: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e de...
São Bonifácio: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e de...
Ministério Público de Santa Catarina
 
Águas Mornas: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e des...
Águas Mornas: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e des...Águas Mornas: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e des...
Águas Mornas: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e des...
Ministério Público de Santa Catarina
 
São Pedro de Alcântara: liminar suspende decreto que inverteu ordem de priori...
São Pedro de Alcântara: liminar suspende decreto que inverteu ordem de priori...São Pedro de Alcântara: liminar suspende decreto que inverteu ordem de priori...
São Pedro de Alcântara: liminar suspende decreto que inverteu ordem de priori...
Ministério Público de Santa Catarina
 
MPSC e OAB manifestam apoio a projeto de lei que prevê a transparência da lis...
MPSC e OAB manifestam apoio a projeto de lei que prevê a transparência da lis...MPSC e OAB manifestam apoio a projeto de lei que prevê a transparência da lis...
MPSC e OAB manifestam apoio a projeto de lei que prevê a transparência da lis...
Ministério Público de Santa Catarina
 
Liminar garante descontos a alunos do ensino infantil de escola de Ascurra
Liminar garante descontos a alunos do ensino infantil de escola de AscurraLiminar garante descontos a alunos do ensino infantil de escola de Ascurra
Liminar garante descontos a alunos do ensino infantil de escola de Ascurra
Ministério Público de Santa Catarina
 
EDIÇÃO 442 DE 09 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 442 DE 09 DE JULHO DE 2021EDIÇÃO 442 DE 09 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 442 DE 09 DE JULHO DE 2021
Afonso Pena
 
Rancho Queimado: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e ...
Rancho Queimado: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e ...Rancho Queimado: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e ...
Rancho Queimado: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e ...
Ministério Público de Santa Catarina
 
Nota Técnica do CCR aponta inconsistências constitucionais no anteprojeto da ...
Nota Técnica do CCR aponta inconsistências constitucionais no anteprojeto da ...Nota Técnica do CCR aponta inconsistências constitucionais no anteprojeto da ...
Nota Técnica do CCR aponta inconsistências constitucionais no anteprojeto da ...
Ministério Público de Santa Catarina
 
Acp inicial covid-19 - suspensao decreto
Acp inicial    covid-19 - suspensao decretoAcp inicial    covid-19 - suspensao decreto
Acp inicial covid-19 - suspensao decreto
Ministério Público de Santa Catarina
 
MPSC recomenda que Blumenau suspenda audiência pública do Plano Diretor por n...
MPSC recomenda que Blumenau suspenda audiência pública do Plano Diretor por n...MPSC recomenda que Blumenau suspenda audiência pública do Plano Diretor por n...
MPSC recomenda que Blumenau suspenda audiência pública do Plano Diretor por n...
Ministério Público de Santa Catarina
 
310002902539 - eproc - __
   310002902539 - eproc - __   310002902539 - eproc - __
310002902539 - eproc - __
Ministério Público de Santa Catarina
 
EDIÇÃO 423 DE 26 DE FEVEREIRO DE 2021
EDIÇÃO 423 DE 26 DE FEVEREIRO DE 2021 EDIÇÃO 423 DE 26 DE FEVEREIRO DE 2021
EDIÇÃO 423 DE 26 DE FEVEREIRO DE 2021
Afonso Pena
 
Programa Auxílio Brasil PAB 14,7
 Programa Auxílio Brasil PAB 14,7 Programa Auxílio Brasil PAB 14,7
Programa Auxílio Brasil PAB 14,7
Vetor Mil
 
Santo Amaro da Imperatriz: liminar suspende decreto que inverteu ordem de pri...
Santo Amaro da Imperatriz: liminar suspende decreto que inverteu ordem de pri...Santo Amaro da Imperatriz: liminar suspende decreto que inverteu ordem de pri...
Santo Amaro da Imperatriz: liminar suspende decreto que inverteu ordem de pri...
Ministério Público de Santa Catarina
 
Recomendação sobre matrículas em creches
Recomendação sobre matrículas em crechesRecomendação sobre matrículas em creches
Recomendação sobre matrículas em creches
Ministério Público de Santa Catarina
 
Solicitação de créditos adicionais - EFEITOS do COVID 19
Solicitação de créditos adicionais - EFEITOS do COVID 19Solicitação de créditos adicionais - EFEITOS do COVID 19
Solicitação de créditos adicionais - EFEITOS do COVID 19
Vetor Mil
 
EDIÇÃO 329
EDIÇÃO 329EDIÇÃO 329
EDIÇÃO 329
Afonso Pena
 
Ação Civil Pública com pedido de tutela de urgência para que o Estado estenda...
Ação Civil Pública com pedido de tutela de urgência para que o Estado estenda...Ação Civil Pública com pedido de tutela de urgência para que o Estado estenda...
Ação Civil Pública com pedido de tutela de urgência para que o Estado estenda...
Ministério Público de Santa Catarina
 
EDIÇÃO 374 DE 25 DE MARÇO DE 2020
EDIÇÃO  374 DE 25 DE MARÇO DE 2020EDIÇÃO  374 DE 25 DE MARÇO DE 2020
EDIÇÃO 374 DE 25 DE MARÇO DE 2020
Afonso Pena
 

Mais procurados (20)

Acp recomendacao coes
Acp recomendacao coesAcp recomendacao coes
Acp recomendacao coes
 
São Bonifácio: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e de...
São Bonifácio: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e de...São Bonifácio: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e de...
São Bonifácio: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e de...
 
Águas Mornas: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e des...
Águas Mornas: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e des...Águas Mornas: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e des...
Águas Mornas: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e des...
 
São Pedro de Alcântara: liminar suspende decreto que inverteu ordem de priori...
São Pedro de Alcântara: liminar suspende decreto que inverteu ordem de priori...São Pedro de Alcântara: liminar suspende decreto que inverteu ordem de priori...
São Pedro de Alcântara: liminar suspende decreto que inverteu ordem de priori...
 
MPSC e OAB manifestam apoio a projeto de lei que prevê a transparência da lis...
MPSC e OAB manifestam apoio a projeto de lei que prevê a transparência da lis...MPSC e OAB manifestam apoio a projeto de lei que prevê a transparência da lis...
MPSC e OAB manifestam apoio a projeto de lei que prevê a transparência da lis...
 
Liminar garante descontos a alunos do ensino infantil de escola de Ascurra
Liminar garante descontos a alunos do ensino infantil de escola de AscurraLiminar garante descontos a alunos do ensino infantil de escola de Ascurra
Liminar garante descontos a alunos do ensino infantil de escola de Ascurra
 
EDIÇÃO 442 DE 09 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 442 DE 09 DE JULHO DE 2021EDIÇÃO 442 DE 09 DE JULHO DE 2021
EDIÇÃO 442 DE 09 DE JULHO DE 2021
 
Rancho Queimado: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e ...
Rancho Queimado: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e ...Rancho Queimado: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e ...
Rancho Queimado: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e ...
 
Nota Técnica do CCR aponta inconsistências constitucionais no anteprojeto da ...
Nota Técnica do CCR aponta inconsistências constitucionais no anteprojeto da ...Nota Técnica do CCR aponta inconsistências constitucionais no anteprojeto da ...
Nota Técnica do CCR aponta inconsistências constitucionais no anteprojeto da ...
 
Acp inicial covid-19 - suspensao decreto
Acp inicial    covid-19 - suspensao decretoAcp inicial    covid-19 - suspensao decreto
Acp inicial covid-19 - suspensao decreto
 
MPSC recomenda que Blumenau suspenda audiência pública do Plano Diretor por n...
MPSC recomenda que Blumenau suspenda audiência pública do Plano Diretor por n...MPSC recomenda que Blumenau suspenda audiência pública do Plano Diretor por n...
MPSC recomenda que Blumenau suspenda audiência pública do Plano Diretor por n...
 
310002902539 - eproc - __
   310002902539 - eproc - __   310002902539 - eproc - __
310002902539 - eproc - __
 
EDIÇÃO 423 DE 26 DE FEVEREIRO DE 2021
EDIÇÃO 423 DE 26 DE FEVEREIRO DE 2021 EDIÇÃO 423 DE 26 DE FEVEREIRO DE 2021
EDIÇÃO 423 DE 26 DE FEVEREIRO DE 2021
 
Programa Auxílio Brasil PAB 14,7
 Programa Auxílio Brasil PAB 14,7 Programa Auxílio Brasil PAB 14,7
Programa Auxílio Brasil PAB 14,7
 
Santo Amaro da Imperatriz: liminar suspende decreto que inverteu ordem de pri...
Santo Amaro da Imperatriz: liminar suspende decreto que inverteu ordem de pri...Santo Amaro da Imperatriz: liminar suspende decreto que inverteu ordem de pri...
Santo Amaro da Imperatriz: liminar suspende decreto que inverteu ordem de pri...
 
Recomendação sobre matrículas em creches
Recomendação sobre matrículas em crechesRecomendação sobre matrículas em creches
Recomendação sobre matrículas em creches
 
Solicitação de créditos adicionais - EFEITOS do COVID 19
Solicitação de créditos adicionais - EFEITOS do COVID 19Solicitação de créditos adicionais - EFEITOS do COVID 19
Solicitação de créditos adicionais - EFEITOS do COVID 19
 
EDIÇÃO 329
EDIÇÃO 329EDIÇÃO 329
EDIÇÃO 329
 
Ação Civil Pública com pedido de tutela de urgência para que o Estado estenda...
Ação Civil Pública com pedido de tutela de urgência para que o Estado estenda...Ação Civil Pública com pedido de tutela de urgência para que o Estado estenda...
Ação Civil Pública com pedido de tutela de urgência para que o Estado estenda...
 
EDIÇÃO 374 DE 25 DE MARÇO DE 2020
EDIÇÃO  374 DE 25 DE MARÇO DE 2020EDIÇÃO  374 DE 25 DE MARÇO DE 2020
EDIÇÃO 374 DE 25 DE MARÇO DE 2020
 

Semelhante a Nota publica contratos de ensino para 2021

Decisao desconto escolas particulares
Decisao desconto escolas particularesDecisao desconto escolas particulares
Decisao desconto escolas particulares
MatheusSantos699
 
Ic covid santo anjo recomedacao [06.2020.00002564-3] [somente leitura]
Ic covid santo anjo   recomedacao [06.2020.00002564-3] [somente leitura]Ic covid santo anjo   recomedacao [06.2020.00002564-3] [somente leitura]
Ic covid santo anjo recomedacao [06.2020.00002564-3] [somente leitura]
Ministério Público de Santa Catarina
 
Contrato 01 2013-merenda escolar
Contrato 01 2013-merenda escolarContrato 01 2013-merenda escolar
Contrato 01 2013-merenda escolar
juniorfuleragem
 
Contrato Nº 01/2013-merenda escolar
Contrato Nº 01/2013-merenda escolarContrato Nº 01/2013-merenda escolar
Contrato Nº 01/2013-merenda escolar
juniorfuleragem
 
DespachoJustiça determina fim da greve dos professores
DespachoJustiça determina fim da greve dos professoresDespachoJustiça determina fim da greve dos professores
DespachoJustiça determina fim da greve dos professores
Jamildo Melo
 
Uniesp processo
Uniesp processoUniesp processo
Uniesp processo
Douglas Fabiano Melo
 
Apresentação Power Point - Teletrabalho em MG
Apresentação Power Point - Teletrabalho em MGApresentação Power Point - Teletrabalho em MG
Apresentação Power Point - Teletrabalho em MG
Jakes Paulo
 
Anuidades escolares
Anuidades escolaresAnuidades escolares
Anuidades escolares
Rafael Silveira
 
reconsiderando
reconsiderandoreconsiderando
reconsiderando
Jamildo Melo
 
Convênio Médico: Aos votos vencidos cabe a fiscalização
Convênio Médico: Aos votos vencidos cabe a fiscalizaçãoConvênio Médico: Aos votos vencidos cabe a fiscalização
Convênio Médico: Aos votos vencidos cabe a fiscalização
Luís Carlos Nunes
 
Orientação - Coronavírus - Consumidor - Mensalidades educação básica e ensino...
Orientação - Coronavírus - Consumidor - Mensalidades educação básica e ensino...Orientação - Coronavírus - Consumidor - Mensalidades educação básica e ensino...
Orientação - Coronavírus - Consumidor - Mensalidades educação básica e ensino...
Ministério Público de Santa Catarina
 
Uniesp processo
Uniesp processoUniesp processo
Uniesp processo
Douglas Fabiano Melo
 
14.- PRIMEIRA REVISÃO AO REGULAMENTO MUNICIPAL DE COMPARTICIPAÇÃO EM MEDICAME...
14.- PRIMEIRA REVISÃO AO REGULAMENTO MUNICIPAL DE COMPARTICIPAÇÃO EM MEDICAME...14.- PRIMEIRA REVISÃO AO REGULAMENTO MUNICIPAL DE COMPARTICIPAÇÃO EM MEDICAME...
14.- PRIMEIRA REVISÃO AO REGULAMENTO MUNICIPAL DE COMPARTICIPAÇÃO EM MEDICAME...
Pedro Pires
 
Resolução do FNDE sobre o Projeto UCA
Resolução do FNDE sobre o Projeto UCAResolução do FNDE sobre o Projeto UCA
Resolução do FNDE sobre o Projeto UCA
ismaelfurtado
 
Contrato 02/2013-mais educação
Contrato 02/2013-mais educaçãoContrato 02/2013-mais educação
Contrato 02/2013-mais educação
juniorfuleragem
 
ENEM 2020 - EDITAL
ENEM 2020 - EDITAL ENEM 2020 - EDITAL
ENEM 2020 - EDITAL
SOL MARKETING EDUCACIONAL
 
Decreto 028/2021 - Trabalho Remoto
 Decreto 028/2021 - Trabalho Remoto Decreto 028/2021 - Trabalho Remoto
Decreto 028/2021 - Trabalho Remoto
David Araujo
 
Novidades Legislativas
Novidades LegislativasNovidades Legislativas
Novidades Legislativas
Delegação de Cascais
 
Tce
TceTce
Ficha de trabalho nº21 spv-ec14- lei de defesa do consumidor
Ficha de trabalho nº21   spv-ec14- lei de defesa do consumidorFicha de trabalho nº21   spv-ec14- lei de defesa do consumidor
Ficha de trabalho nº21 spv-ec14- lei de defesa do consumidor
Leonor Alves
 

Semelhante a Nota publica contratos de ensino para 2021 (20)

Decisao desconto escolas particulares
Decisao desconto escolas particularesDecisao desconto escolas particulares
Decisao desconto escolas particulares
 
Ic covid santo anjo recomedacao [06.2020.00002564-3] [somente leitura]
Ic covid santo anjo   recomedacao [06.2020.00002564-3] [somente leitura]Ic covid santo anjo   recomedacao [06.2020.00002564-3] [somente leitura]
Ic covid santo anjo recomedacao [06.2020.00002564-3] [somente leitura]
 
Contrato 01 2013-merenda escolar
Contrato 01 2013-merenda escolarContrato 01 2013-merenda escolar
Contrato 01 2013-merenda escolar
 
Contrato Nº 01/2013-merenda escolar
Contrato Nº 01/2013-merenda escolarContrato Nº 01/2013-merenda escolar
Contrato Nº 01/2013-merenda escolar
 
DespachoJustiça determina fim da greve dos professores
DespachoJustiça determina fim da greve dos professoresDespachoJustiça determina fim da greve dos professores
DespachoJustiça determina fim da greve dos professores
 
Uniesp processo
Uniesp processoUniesp processo
Uniesp processo
 
Apresentação Power Point - Teletrabalho em MG
Apresentação Power Point - Teletrabalho em MGApresentação Power Point - Teletrabalho em MG
Apresentação Power Point - Teletrabalho em MG
 
Anuidades escolares
Anuidades escolaresAnuidades escolares
Anuidades escolares
 
reconsiderando
reconsiderandoreconsiderando
reconsiderando
 
Convênio Médico: Aos votos vencidos cabe a fiscalização
Convênio Médico: Aos votos vencidos cabe a fiscalizaçãoConvênio Médico: Aos votos vencidos cabe a fiscalização
Convênio Médico: Aos votos vencidos cabe a fiscalização
 
Orientação - Coronavírus - Consumidor - Mensalidades educação básica e ensino...
Orientação - Coronavírus - Consumidor - Mensalidades educação básica e ensino...Orientação - Coronavírus - Consumidor - Mensalidades educação básica e ensino...
Orientação - Coronavírus - Consumidor - Mensalidades educação básica e ensino...
 
Uniesp processo
Uniesp processoUniesp processo
Uniesp processo
 
14.- PRIMEIRA REVISÃO AO REGULAMENTO MUNICIPAL DE COMPARTICIPAÇÃO EM MEDICAME...
14.- PRIMEIRA REVISÃO AO REGULAMENTO MUNICIPAL DE COMPARTICIPAÇÃO EM MEDICAME...14.- PRIMEIRA REVISÃO AO REGULAMENTO MUNICIPAL DE COMPARTICIPAÇÃO EM MEDICAME...
14.- PRIMEIRA REVISÃO AO REGULAMENTO MUNICIPAL DE COMPARTICIPAÇÃO EM MEDICAME...
 
Resolução do FNDE sobre o Projeto UCA
Resolução do FNDE sobre o Projeto UCAResolução do FNDE sobre o Projeto UCA
Resolução do FNDE sobre o Projeto UCA
 
Contrato 02/2013-mais educação
Contrato 02/2013-mais educaçãoContrato 02/2013-mais educação
Contrato 02/2013-mais educação
 
ENEM 2020 - EDITAL
ENEM 2020 - EDITAL ENEM 2020 - EDITAL
ENEM 2020 - EDITAL
 
Decreto 028/2021 - Trabalho Remoto
 Decreto 028/2021 - Trabalho Remoto Decreto 028/2021 - Trabalho Remoto
Decreto 028/2021 - Trabalho Remoto
 
Novidades Legislativas
Novidades LegislativasNovidades Legislativas
Novidades Legislativas
 
Tce
TceTce
Tce
 
Ficha de trabalho nº21 spv-ec14- lei de defesa do consumidor
Ficha de trabalho nº21   spv-ec14- lei de defesa do consumidorFicha de trabalho nº21   spv-ec14- lei de defesa do consumidor
Ficha de trabalho nº21 spv-ec14- lei de defesa do consumidor
 

Mais de Ministério Público de Santa Catarina

linha-comin-gestao_B (1).pdf
linha-comin-gestao_B (1).pdflinha-comin-gestao_B (1).pdf
linha-comin-gestao_B (1).pdf
Ministério Público de Santa Catarina
 
RGI_2022_VF.pdf
RGI_2022_VF.pdfRGI_2022_VF.pdf
Planejamento Estratégico 2022-2029
Planejamento Estratégico 2022-2029Planejamento Estratégico 2022-2029
Planejamento Estratégico 2022-2029
Ministério Público de Santa Catarina
 
Decisão Ação n. 5019538-86.2021.8.24.0005
Decisão Ação n. 5019538-86.2021.8.24.0005Decisão Ação n. 5019538-86.2021.8.24.0005
Decisão Ação n. 5019538-86.2021.8.24.0005
Ministério Público de Santa Catarina
 
Ação Civil Pública n. 5019538-86.2021.8.24.0005
Ação Civil Pública n. 5019538-86.2021.8.24.0005Ação Civil Pública n. 5019538-86.2021.8.24.0005
Ação Civil Pública n. 5019538-86.2021.8.24.0005
Ministério Público de Santa Catarina
 
Cartilha Mulheres vocês têm direitos
Cartilha Mulheres vocês têm direitosCartilha Mulheres vocês têm direitos
Cartilha Mulheres vocês têm direitos
Ministério Público de Santa Catarina
 
Protocolo com orientações para a escuta humanizada e não revitimizadora da mu...
Protocolo com orientações para a escuta humanizada e não revitimizadora da mu...Protocolo com orientações para a escuta humanizada e não revitimizadora da mu...
Protocolo com orientações para a escuta humanizada e não revitimizadora da mu...
Ministério Público de Santa Catarina
 
Manual do Sistema Apoia Online
Manual do Sistema Apoia OnlineManual do Sistema Apoia Online
Manual do Sistema Apoia Online
Ministério Público de Santa Catarina
 
Anitápolis: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e desco...
Anitápolis: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e desco...Anitápolis: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e desco...
Anitápolis: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e desco...
Ministério Público de Santa Catarina
 
Angelina: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e descons...
Angelina: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e descons...Angelina: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e descons...
Angelina: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e descons...
Ministério Público de Santa Catarina
 
Palhoça: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e desconsi...
Palhoça: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e desconsi...Palhoça: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e desconsi...
Palhoça: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e desconsi...
Ministério Público de Santa Catarina
 
Protocolo Pisc Protocolo de Rede Intersetorial de Atenção à Pessoa Idosa em S...
Protocolo Pisc Protocolo de Rede Intersetorial de Atenção à Pessoa Idosa em S...Protocolo Pisc Protocolo de Rede Intersetorial de Atenção à Pessoa Idosa em S...
Protocolo Pisc Protocolo de Rede Intersetorial de Atenção à Pessoa Idosa em S...
Ministério Público de Santa Catarina
 
MPSC expede recomendação com diretrizes a gestores municipais para otimizar o...
MPSC expede recomendação com diretrizes a gestores municipais para otimizar o...MPSC expede recomendação com diretrizes a gestores municipais para otimizar o...
MPSC expede recomendação com diretrizes a gestores municipais para otimizar o...
Ministério Público de Santa Catarina
 
Aluno com deficiência não pode ter cobrança diferenciada nas escolas particul...
Aluno com deficiência não pode ter cobrança diferenciada nas escolas particul...Aluno com deficiência não pode ter cobrança diferenciada nas escolas particul...
Aluno com deficiência não pode ter cobrança diferenciada nas escolas particul...
Ministério Público de Santa Catarina
 
Cartilha programa de atendimento Integral à vítima
Cartilha programa de atendimento Integral à vítimaCartilha programa de atendimento Integral à vítima
Cartilha programa de atendimento Integral à vítima
Ministério Público de Santa Catarina
 
Construtora tem 180 dias para regularizar empreendimento em Porto Belo
Construtora tem 180 dias para regularizar empreendimento em Porto BeloConstrutora tem 180 dias para regularizar empreendimento em Porto Belo
Construtora tem 180 dias para regularizar empreendimento em Porto Belo
Ministério Público de Santa Catarina
 
Regimento interno 2.6.2017
Regimento interno 2.6.2017Regimento interno 2.6.2017
Regimento interno 2.6.2017
Ministério Público de Santa Catarina
 
Petição Inicial ACP n. 5029240-51.2020.8.24.0018/SC
Petição Inicial ACP n. 5029240-51.2020.8.24.0018/SCPetição Inicial ACP n. 5029240-51.2020.8.24.0018/SC
Petição Inicial ACP n. 5029240-51.2020.8.24.0018/SC
Ministério Público de Santa Catarina
 
Decisão ACP n. 5029240-51.2020.8.24.0018/SC
Decisão ACP n. 5029240-51.2020.8.24.0018/SCDecisão ACP n. 5029240-51.2020.8.24.0018/SC
Decisão ACP n. 5029240-51.2020.8.24.0018/SC
Ministério Público de Santa Catarina
 

Mais de Ministério Público de Santa Catarina (19)

linha-comin-gestao_B (1).pdf
linha-comin-gestao_B (1).pdflinha-comin-gestao_B (1).pdf
linha-comin-gestao_B (1).pdf
 
RGI_2022_VF.pdf
RGI_2022_VF.pdfRGI_2022_VF.pdf
RGI_2022_VF.pdf
 
Planejamento Estratégico 2022-2029
Planejamento Estratégico 2022-2029Planejamento Estratégico 2022-2029
Planejamento Estratégico 2022-2029
 
Decisão Ação n. 5019538-86.2021.8.24.0005
Decisão Ação n. 5019538-86.2021.8.24.0005Decisão Ação n. 5019538-86.2021.8.24.0005
Decisão Ação n. 5019538-86.2021.8.24.0005
 
Ação Civil Pública n. 5019538-86.2021.8.24.0005
Ação Civil Pública n. 5019538-86.2021.8.24.0005Ação Civil Pública n. 5019538-86.2021.8.24.0005
Ação Civil Pública n. 5019538-86.2021.8.24.0005
 
Cartilha Mulheres vocês têm direitos
Cartilha Mulheres vocês têm direitosCartilha Mulheres vocês têm direitos
Cartilha Mulheres vocês têm direitos
 
Protocolo com orientações para a escuta humanizada e não revitimizadora da mu...
Protocolo com orientações para a escuta humanizada e não revitimizadora da mu...Protocolo com orientações para a escuta humanizada e não revitimizadora da mu...
Protocolo com orientações para a escuta humanizada e não revitimizadora da mu...
 
Manual do Sistema Apoia Online
Manual do Sistema Apoia OnlineManual do Sistema Apoia Online
Manual do Sistema Apoia Online
 
Anitápolis: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e desco...
Anitápolis: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e desco...Anitápolis: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e desco...
Anitápolis: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e desco...
 
Angelina: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e descons...
Angelina: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e descons...Angelina: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e descons...
Angelina: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e descons...
 
Palhoça: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e desconsi...
Palhoça: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e desconsi...Palhoça: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e desconsi...
Palhoça: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e desconsi...
 
Protocolo Pisc Protocolo de Rede Intersetorial de Atenção à Pessoa Idosa em S...
Protocolo Pisc Protocolo de Rede Intersetorial de Atenção à Pessoa Idosa em S...Protocolo Pisc Protocolo de Rede Intersetorial de Atenção à Pessoa Idosa em S...
Protocolo Pisc Protocolo de Rede Intersetorial de Atenção à Pessoa Idosa em S...
 
MPSC expede recomendação com diretrizes a gestores municipais para otimizar o...
MPSC expede recomendação com diretrizes a gestores municipais para otimizar o...MPSC expede recomendação com diretrizes a gestores municipais para otimizar o...
MPSC expede recomendação com diretrizes a gestores municipais para otimizar o...
 
Aluno com deficiência não pode ter cobrança diferenciada nas escolas particul...
Aluno com deficiência não pode ter cobrança diferenciada nas escolas particul...Aluno com deficiência não pode ter cobrança diferenciada nas escolas particul...
Aluno com deficiência não pode ter cobrança diferenciada nas escolas particul...
 
Cartilha programa de atendimento Integral à vítima
Cartilha programa de atendimento Integral à vítimaCartilha programa de atendimento Integral à vítima
Cartilha programa de atendimento Integral à vítima
 
Construtora tem 180 dias para regularizar empreendimento em Porto Belo
Construtora tem 180 dias para regularizar empreendimento em Porto BeloConstrutora tem 180 dias para regularizar empreendimento em Porto Belo
Construtora tem 180 dias para regularizar empreendimento em Porto Belo
 
Regimento interno 2.6.2017
Regimento interno 2.6.2017Regimento interno 2.6.2017
Regimento interno 2.6.2017
 
Petição Inicial ACP n. 5029240-51.2020.8.24.0018/SC
Petição Inicial ACP n. 5029240-51.2020.8.24.0018/SCPetição Inicial ACP n. 5029240-51.2020.8.24.0018/SC
Petição Inicial ACP n. 5029240-51.2020.8.24.0018/SC
 
Decisão ACP n. 5029240-51.2020.8.24.0018/SC
Decisão ACP n. 5029240-51.2020.8.24.0018/SCDecisão ACP n. 5029240-51.2020.8.24.0018/SC
Decisão ACP n. 5029240-51.2020.8.24.0018/SC
 

Nota publica contratos de ensino para 2021

  • 1. NOTA PÚBLICA SOBRE OS CONTRATOS DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS EDUCACIONAIS DE 2021 FRENTE À PANDEMIA DO NOVO CORONAVÍRUS (COVID-19) A ASSOCIAÇÃO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBICO DO CONSUMIDOR - MPCON, entidade civil sem fins lucrativos, que congrega membros dos Ministérios Públicos dos Estados, do Distrito Federal e Territórios e do Ministério Público Federal com atuação em todo o Brasil na defesa do consumidor, vem a público, por meio da presente Nota, se manifestar a respeito dos contratos de prestação de serviços educacionais ofertados para o ano letivo de 2021, frente o estado de Pandemia decretado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em 11 de março de 2020, por conta do contágio pelo Novo Coronavírus (COVID-19). CONSIDERANDO que é dever do Estado (poder público) garantir a defesa do consumidor, nos termos do art. 5º, XXXII, da Constituição Federal; CONSIDERANDO o princípio da dignidade do consumidor, inserto no art. 3º da Lei nº 8.078/90 – Código de Proteção e Defesa do Consumidor; CONSIDERANDO a necessidade de assegurar o equilíbrio e a boa-fé nas relações de consumo, dentro da realidade do mercado, sem o que não se compensará a vulnerabilidade e hipossuficiência do consumidor (arts. 4°, I e 6º, VIII, da Lei nº 8.078/90 – Código de Proteção e Defesa do Consumidor); CONSIDERANDO que é direito básico do consumidor a informação adequada e clara sobre os diferentes produtos e serviços, com especificação correta de quantidade, características, composição, qualidade e preço, nos termos do art. 6º, III, da Lei nº 8.078/90 – Código de Proteção e Defesa do Consumidor, o que gera um dever para o fornecedor; CONSIDERANDO que é vedado ao fornecedor de produtos e serviços, dentre outras práticas abusivas, exigir do consumidor vantagem manifestamente excessiva (art. 39, inciso V, da Lei nº 8.078/90 – Código de Proteção e Defesa do Consumidor); CONSIDERANDO que a educação é direito de todos e dever do Estado e da família, devendo ser promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho (art. 205 da CF); CONSIDERANDO que a Organização Mundial de Saúde (OMS), na data de 11/03/2020, classificou como pandemia o contágio pelo Novo Coronavírus (COVID-19); Documento assinado eletronicamente. Para verificar a assinatura acesse https://validador.mpes.mp.br/G5OKYKD1
  • 2. CONSIDERANDO que a Portaria MS n.º 188, de 03.02.2020, declarou Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional (ESPIN) em decorrência da Infecção Humana pelo novo Coronavírus (2019-nCoV); CONSIDERANDO que, em vários estados da federação, foram publicadas normativas decretando o estado de emergência em saúde pública e estabelecendo medidas sanitárias e administrativas para prevenção, controle e contenção de riscos, danos e agravos decorrentes do surto de Coronavírus (COVID – 19); CONSIDERANDO que, em vários estados da federação, foram publicadas normativas suspendendo as aulas presenciais durante o ano de 2020, nas instituições de ensino públicas e particulares, de forma que as aulas presenciais estiveram suspensas, em regra, por aproximadamente 06 (seis) meses; CONSIDERANDO a instabilidade do cenário atual no que tange ao enfrentamento à pandemia, com oscilações quanto a medidas sanitárias adotadas em diversas localidades; CONSIDERANDO notícias de que várias instituições de ensino estariam ofertando seus serviços para o ano de 2021, apresentando contratos de adesão sem especificação, de forma adequada e clara, de qual modalidade de ensino (presencial, não presencial, híbrida, por rodízio ou outra) estaria sendo efetivamente cobrada no valor da semestralidade/anuidade, ferindo, assim, o art. 6º, III, da Lei nº 8.078/90 – Código de Proteção e Defesa do Consumidor; CONSIDERANDO que o dever de informação também é garantido pela Lei n.º 9.870, de 23 de novembro de 1999, que dispõe sobre o valor total das anuidades escolares, sendo que seu art. 1º, § 4º, foi regulamentado pelo Decreto n.º 3.274, de 6 de dezembro de 1999, no que tange ao modelo das planilhas de custo; CONSIDERANDO que, não obstante eventual alteração nas normas sanitárias que possa impactar a forma de prestação de serviços educacionais, o contrato de adesão deve ser específico quanto à contraprestação das instituições de ensino pelo que está sendo efetivamente cobrado no valor da anuidade; CONSIDERANDO notícias de que várias instituições de ensino estariam ofertando seus serviços para o ano de 2021, apresentando contratos de adesão prevendo a não concessão de abatimentos no valor das mensalidades/semestralidade/anuidade em havendo a suspensão das aulas presenciais ou a mudança na modalidade de ensino, mesmo que os custos da instituição de ensino sejam reduzidos; Documento assinado eletronicamente. Para verificar a assinatura acesse https://validador.mpes.mp.br/G5OKYKD1
  • 3. CONSIDERANDO o previsto no art. 51, incisos I, IV e X da Lei nº 8.078/90 – Código de Proteção e Defesa do Consumidor), ao dispor sobre as cláusulas abusivas; Diante disso, a ASSOCIAÇÃO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBICO DO CONSUMIDOR – MPCON vem publicamente manifestar seu entendimento acerca da necessidade de as instituições de ensino da rede privada observarem as seguintes diretrizes no tocante à prestação de serviços educacionais, em consonância com as normas de proteção e defesa do consumidor: 1) Cumprir o dever de informação, encaminhando a seus alunos/responsáveis, divulgando em seu site e expondo fisicamente em seu estabelecimento em local de atendimento ao público o contrato de adesão, contendo informação clara e adequada a respeito de qual modalidade de ensino (presencial, não presencial, híbrida, por rodízio ou outra) está sendo efetivamente cobrada no valor da anuidade/semestralidade para o ano de 2021; 2) Realizar o aditamento/retificação de seu contrato de adesão, cumprindo exaustivamente seu dever de informação como consta no item “1” acima, nos casos em que seus contratos de adesão já tenham sido oferecidos no mercado de consumo e celebrados com consumidores sem a informação clara e adequada a respeito de qual modalidade de ensino (presencial, não presencial, híbrida, por rodízio ou outra) está sendo efetivamente cobrada no valor da anuidade para o ano de 2021; 3) Abster-se de inserir em seu contrato de adesão cláusula que obste a revisão contratual a favor do consumidor em razão de alteração da forma de prestação do serviço, da suspensão das aulas presenciais, da redução das despesas/custos previstas na planilha para o ano de 2021, ou por outro motivo; 4) Realizar o aditamento/retificação de seu contrato de adesão, excluindo eventual cláusula que obste a revisão contratual a favor do consumidor, nos termos constantes do item “3” acima. Brasília, 04 de dezembro de 2020. PAULO ROBERTO BINICHESKI PRESIDENTE DA MPCON SANDRA LENGRUBER DA SILVA DIRETORA DA MPCON Documento assinado eletronicamente. Para verificar a assinatura acesse https://validador.mpes.mp.br/G5OKYKD1 PAULO ROBERTO BINICHESKI:495 Assinado de forma digital por PAULO ROBERTO BINICHESKI:495 Dados: 2021.01.25 16:47:24 -03'00'
  • 4. Documento assinado eletronicamente por SANDRA LENGRUBER DA SILVA, em 25/01/2021 às 17:19:11. A autenticidade do documento pode ser conferida no site https://validador.mpes.mp.br/ informando o identificador G5OKYKD1. Documento assinado eletronicamente. Para verificar a assinatura acesse https://validador.mpes.mp.br/G5OKYKD1