SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
Baixar para ler offline
Olá, estudante! Somos da Prime Assessoria Acadêmica e iremos te
ajudar nesse trabalho!!
Entre em contato e solicite um orçamento com a nossa equipe
(99) 98525-8486
MAPA SUB - BEDU - TREINAMENTO ESPORTIVO - 54/2023
A ciência do treinamento esportivo tem evoluído rapidamente com as novas tecnologias
apresentadas e pesquisas publicadas, diariamente, no cenário do esporte mundial.
Compreender essa área da Educação física e fazer com que os atletas, e até mesmo os
indivíduos “normais”, sejam beneficiados por essas evoluções é o mínimo que um
profissional qualificado deve oferecer.
PEDRO, R. E. Treinamento Esportivo. Maringá-PR: Unicesumar, 2020.
A partir desse contexto, você saberia explicar a importância do Treinamento esportivo nas
diferentes áreas da Educação física? Além disso, conseguiria elencar as principais
características e elementos do treinamento esportivo?
Nesse sentido, suponha que você foi convidado(a) a estagiar em um time de alto
rendimento do futebol adulto. Para testar seus conhecimentos, o preparador físico lhe
entregou um arquivo com 3 tarefas a serem cumpridas. Estas tarefas estão descritas no
MODELO DE MAPA SUB – TREINAMENTO ESPORTIVO. Sendo assim,
MAPA SUB - BEDU - TREINAMENTO ESPORTIVO
TAREFA 01
A periodização permite aos treinadores organizar os estímulos a fim de controlar e modular
a carga de treinamento, de acordo com os objetivos e as respostas esperadas, para que o
atleta atinja sua melhor performance. O quadro abaixo apresenta uma forma tradicional da
periodização de uma fase do ciclo de treinamento.
Nesse contexto, com base nas discussões e material da disciplina, você deve responder as
três questões abaixo.
1. Como observado, o quadro acima apresenta a organização das fases do ciclo de
treinamento denominadas de Mesociclo Específico e Mesociclo de Polimento. Estes
momentos do treinamento são destinados, basicamente, ao desenvolvimento físico
específico do atleta. Desta forma, explique a importância do desenvolvimento físico
específico, bem como, o objetivo do mesociclo de polimento.
2. De acordo com o autor do livro da disciplina, quais são alguns dos elementos que devem
ser considerados para o desenvolvimento do treinamento físico específico?
3. Com base nas informações do quadro acima, responda: o mesociclo específico é
composto por quantas sessões de treinamento e qual o formato de distribuição delas? O
mesociclo de polimento é composto por quantas sessões de treinamento e qual o formato
de distribuição delas?
TAREFA 2
No processo de planejamento e organização de um programa de treinamento, o volume
corresponde a um dos principais elementos que devem ser controlados manipulados. A
duração e o número de repetições de determinado exercício físico, são entendidos como
variáveis manipuláveis para determinar e controlar o volume. Nesse contexto, com base nas
discussões e material da disciplina, você deve responder as duas questões abaixo.
1. Os treinos físicos para a melhora da aptidão cardiorrespiratória são fundamentais para os
jogadores de futebol. Dentre as formas de treinar esse componente da aptidão física,
destaca-se o treinamento de corridas em alta intensidade com o método do HIIT. A partir
desse contexto, primeiramente, utilize o quadro abaixo para planejar o mesociclo específico
com 320 minutos totais de HIIT, composto por 4 microciclos, sendo 2 sessões em cada
microciclo. Os minutos deverão ser divididos de maneira igual entre os microciclos, bem
como, dentro de

Mais conteúdo relacionado

Mais de Prime Assessoria

“O gênero Giardia inclui protozoários flagelados parasitos do intestino delga...
“O gênero Giardia inclui protozoários flagelados parasitos do intestino delga...“O gênero Giardia inclui protozoários flagelados parasitos do intestino delga...
“O gênero Giardia inclui protozoários flagelados parasitos do intestino delga...Prime Assessoria
 
a) DESCREVA as características das formas evolutivas da Giardia sp., deixando...
a) DESCREVA as características das formas evolutivas da Giardia sp., deixando...a) DESCREVA as características das formas evolutivas da Giardia sp., deixando...
a) DESCREVA as características das formas evolutivas da Giardia sp., deixando...Prime Assessoria
 
c) EXPLIQUE quais as manifestações clínicas da giardíase_.pdf
c) EXPLIQUE quais as manifestações clínicas da giardíase_.pdfc) EXPLIQUE quais as manifestações clínicas da giardíase_.pdf
c) EXPLIQUE quais as manifestações clínicas da giardíase_.pdfPrime Assessoria
 
a) Quando a contabilidade surgiu_.pdf
 a) Quando a contabilidade surgiu_.pdf a) Quando a contabilidade surgiu_.pdf
a) Quando a contabilidade surgiu_.pdfPrime Assessoria
 
_O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe...
_O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe..._O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe...
_O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe...Prime Assessoria
 
estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...
estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...
estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...Prime Assessoria
 
estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...
estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...
estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...Prime Assessoria
 
_O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe...
_O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe..._O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe...
_O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe...Prime Assessoria
 
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...Prime Assessoria
 
ATIVIDADE 1 – LOG – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52 2023.pdf
ATIVIDADE 1 – LOG – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52 2023.pdfATIVIDADE 1 – LOG – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52 2023.pdf
ATIVIDADE 1 – LOG – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52 2023.pdfPrime Assessoria
 
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...Prime Assessoria
 
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...Prime Assessoria
 
b) A contabilidade surgiu para atender a qual necessidade do homem?
b) A contabilidade surgiu para atender a qual necessidade do homem?b) A contabilidade surgiu para atender a qual necessidade do homem?
b) A contabilidade surgiu para atender a qual necessidade do homem?Prime Assessoria
 

Mais de Prime Assessoria (13)

“O gênero Giardia inclui protozoários flagelados parasitos do intestino delga...
“O gênero Giardia inclui protozoários flagelados parasitos do intestino delga...“O gênero Giardia inclui protozoários flagelados parasitos do intestino delga...
“O gênero Giardia inclui protozoários flagelados parasitos do intestino delga...
 
a) DESCREVA as características das formas evolutivas da Giardia sp., deixando...
a) DESCREVA as características das formas evolutivas da Giardia sp., deixando...a) DESCREVA as características das formas evolutivas da Giardia sp., deixando...
a) DESCREVA as características das formas evolutivas da Giardia sp., deixando...
 
c) EXPLIQUE quais as manifestações clínicas da giardíase_.pdf
c) EXPLIQUE quais as manifestações clínicas da giardíase_.pdfc) EXPLIQUE quais as manifestações clínicas da giardíase_.pdf
c) EXPLIQUE quais as manifestações clínicas da giardíase_.pdf
 
a) Quando a contabilidade surgiu_.pdf
 a) Quando a contabilidade surgiu_.pdf a) Quando a contabilidade surgiu_.pdf
a) Quando a contabilidade surgiu_.pdf
 
_O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe...
_O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe..._O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe...
_O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe...
 
estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...
estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...
estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...
 
estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...
estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...
estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exempl...
 
_O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe...
_O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe..._O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe...
_O estudo epidemiológico de quaisquer parasitos, como os intestinais, por exe...
 
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
 
ATIVIDADE 1 – LOG – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52 2023.pdf
ATIVIDADE 1 – LOG – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52 2023.pdfATIVIDADE 1 – LOG – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52 2023.pdf
ATIVIDADE 1 – LOG – COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO – 52 2023.pdf
 
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
 
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
Comunicação é a transferência de informação e compreensão de uma pessoa para ...
 
b) A contabilidade surgiu para atender a qual necessidade do homem?
b) A contabilidade surgiu para atender a qual necessidade do homem?b) A contabilidade surgiu para atender a qual necessidade do homem?
b) A contabilidade surgiu para atender a qual necessidade do homem?
 

Último

Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxalessandraoliveira324
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptxErivaldoLima15
 
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024SamiraMiresVieiradeM
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptx
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptxAULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptx
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptxrenatacolbeich1
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 

Último (20)

Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
Combinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptxCombinatória.pptx
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
 
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
PLANO ANUAL 1ª SÉRIE - Língua portuguesa 2024
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptx
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptxAULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptx
AULA 7 - REFORMA PROTESTANTE SIMPLES E BASICA.pptx
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
(76- ESTUDO MATEUS) A ACLAMAÇÃO DO REI..
 
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 

No processo de planejamento e organização de um programa

  • 1. Olá, estudante! Somos da Prime Assessoria Acadêmica e iremos te ajudar nesse trabalho!! Entre em contato e solicite um orçamento com a nossa equipe (99) 98525-8486 MAPA SUB - BEDU - TREINAMENTO ESPORTIVO - 54/2023 A ciência do treinamento esportivo tem evoluído rapidamente com as novas tecnologias apresentadas e pesquisas publicadas, diariamente, no cenário do esporte mundial. Compreender essa área da Educação física e fazer com que os atletas, e até mesmo os indivíduos “normais”, sejam beneficiados por essas evoluções é o mínimo que um profissional qualificado deve oferecer. PEDRO, R. E. Treinamento Esportivo. Maringá-PR: Unicesumar, 2020. A partir desse contexto, você saberia explicar a importância do Treinamento esportivo nas diferentes áreas da Educação física? Além disso, conseguiria elencar as principais características e elementos do treinamento esportivo? Nesse sentido, suponha que você foi convidado(a) a estagiar em um time de alto
  • 2. rendimento do futebol adulto. Para testar seus conhecimentos, o preparador físico lhe entregou um arquivo com 3 tarefas a serem cumpridas. Estas tarefas estão descritas no MODELO DE MAPA SUB – TREINAMENTO ESPORTIVO. Sendo assim, MAPA SUB - BEDU - TREINAMENTO ESPORTIVO TAREFA 01 A periodização permite aos treinadores organizar os estímulos a fim de controlar e modular a carga de treinamento, de acordo com os objetivos e as respostas esperadas, para que o atleta atinja sua melhor performance. O quadro abaixo apresenta uma forma tradicional da periodização de uma fase do ciclo de treinamento. Nesse contexto, com base nas discussões e material da disciplina, você deve responder as três questões abaixo. 1. Como observado, o quadro acima apresenta a organização das fases do ciclo de treinamento denominadas de Mesociclo Específico e Mesociclo de Polimento. Estes momentos do treinamento são destinados, basicamente, ao desenvolvimento físico específico do atleta. Desta forma, explique a importância do desenvolvimento físico específico, bem como, o objetivo do mesociclo de polimento. 2. De acordo com o autor do livro da disciplina, quais são alguns dos elementos que devem ser considerados para o desenvolvimento do treinamento físico específico? 3. Com base nas informações do quadro acima, responda: o mesociclo específico é composto por quantas sessões de treinamento e qual o formato de distribuição delas? O mesociclo de polimento é composto por quantas sessões de treinamento e qual o formato de distribuição delas? TAREFA 2 No processo de planejamento e organização de um programa de treinamento, o volume corresponde a um dos principais elementos que devem ser controlados manipulados. A duração e o número de repetições de determinado exercício físico, são entendidos como variáveis manipuláveis para determinar e controlar o volume. Nesse contexto, com base nas discussões e material da disciplina, você deve responder as duas questões abaixo.
  • 3. 1. Os treinos físicos para a melhora da aptidão cardiorrespiratória são fundamentais para os jogadores de futebol. Dentre as formas de treinar esse componente da aptidão física, destaca-se o treinamento de corridas em alta intensidade com o método do HIIT. A partir desse contexto, primeiramente, utilize o quadro abaixo para planejar o mesociclo específico com 320 minutos totais de HIIT, composto por 4 microciclos, sendo 2 sessões em cada microciclo. Os minutos deverão ser divididos de maneira igual entre os microciclos, bem como, dentro de