SlideShare uma empresa Scribd logo
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
MULTIPLICAR VENDAS COM NEUROMARKETING
PROCESSAMENTO
INTERNORESPOSTA
EVENTOS
EXTERNOS
FILTROS
RECEPTORES
SENSORIAIS
IMAGENS
SONS
ODORES
SABORES
SENSAÇÕES
SUA MARCA
SEU PRODUTO OMISSÕES
DISTORÇÕES
GENERALIZAÇÕES
ELIMINAÇÕES
CRENÇAS E VALORES
BASE DE DADOS
GENÉTICO
BASE DE DADOS
EXPERIÊNCIASVERBAL
NÃO VERBAL
1 2
3
5
4
ATENÇÃO
DECISÃO PERCEPÇÃOEMOÇÃO
ESTÍMULO
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
1° 2° 3°
EU VOU PESQUISAREU TENHO UM
PROBLEMA
EU VOU COMPARAR
4° 5°
EU VOU
COMPRAR
EU VOU USAR
A B
6°
EU VOU AVALIAR
OS SEIS PASSOS DO COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR
DÚVIDAS
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
20 VIESES
COGNITIVOS QUE
PODEM DEFINIR AS
DECISÕES DO SEU
CONSUMIDOR
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
1. Viés de Ancoragem
As pessoas estão mais
dependentes da
informação que elas
ouvem. Numa
negociação, quem fizer
a primeira oferta
estabelece um leque
de possibilidades
razoáveis na mente das
pessoas.
2. Disponibilidade Heurística
As pessoas superestimam a
importância da informação
que está disponível para elas.
Uma pessoa pode argumentar
que fumar é saudável porque
ela conhecia uma pessoa que
viveu 100 anos e fumava três
maços por dia
3. Efeito ‘’Bandwagon’’:
A probabilidade de uma
pessoa adotar uma
crença baseado no
número de pessoas que
seguem essas crenças.
Essa é uma forma
poderosa de
pensamento de grupo e
essa é a razão pela qual
as reuniões são, muitas
vezes, improdutivas.
4. Viés de Ponto Cego:
Caindo em si para
reconhecer seus
próprios vieses
cognitivos. As pessoas
notam vieses
cognitivos e
motivacionais muito
mais nos outros do
que em si mesmos.
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
5. Viés de Escolha Solidária:
Quando você escolhe alguma
coisa, você tende a se sentir
confiante e positivo sobre
isso, mesmo que essa escolha
tenha falhas. Exemplo: Igual a
forma que você pensa que o
seu cachorro é maravilhoso
mesmo que ele morda as
pessoas as vezes.
6. Ilusão de Agrupamento:
Essa é uma tendência de
ver padrões em eventos
aleatórios, essa é a chave
para várias falácias de jogos
de azar, como a ideia de
que o vermelho é a cor
mais propensa a sair numa
roleta de mesa depois de
uma sequência de
vermelhos.
7. Viés de Confirmação:
Nós tendemos a ouvir
apenas as informações que
confirmam nossos
preconceitos, uma das
muitas razões que é tão
difícil ter uma conversa
Inteligente sobre a
mudança climática.
8. Viés de
Conservadorismo:
Onde as pessoas
preferem provas sobre
novos elementos. As
pessoas demoraram a
aceitar que a terra era
redonda porque eles
mantiveram seu
entendimento
anterior de que o
planeta era plano.
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
12. Excesso de
Confiança:
Alguns de nós somos
muito confiantes sobre
nossas habilidades e isso
nos leva a assumir riscos
maiores no nosso dia a
dia. Especialistas são
mais propensos a esse
Viés que os leigos,
porque são mais
confiantes de que estão
certos.
10. Efeito Avestruz:
A decisão de ignorar
informações perigosas ou
negativas por ‘’enterrar’’ a
cabeça na areia, como um
Avestruz.
A pesquisa sugere que os
investidores verifiquem o
valor das duas participações
significativamente menos
vezes durante mercados
ruins.
11. Viés de Resultado:
Julgando uma decisão
baseada no resultado
ao invés de tomar a
decisão exatamente
no momento. Só
porque você ganhou
muito dinheiro em
Vegas não quer dizer
que apostar seu
dinheiro foi uma
decisão inteligente.
9. Viés de Informação:
A tendência para buscar
informações quando ela
não afeta a ação. Muita
informação nem
sempre é o melhor. Com
pouca informação, as
pessoas podem fazer
previsões mais precisas.
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
13. Efeito Placebo:
Quando você
simplesmente acredita
que alguma coisa irá dar
um efeito certo em você,
aquela coisa acaba tendo
o efeito certo. Na
medicina, os médicos dão
falsos comprimidos para
tratar algo que a pessoa
acreditava ter, ou tinha de
verdade, e acabou tendo
um efeito certo, por
acreditar que teria.
14. Viés de Pró – Inovação:
Quando um defensor de uma
inovação tende a
supervalorizar a sua utilidade
e subestima a sua limitação.
Soa familiar, startup?
15. Recência:
Os investidores
sempre pensam que o
mercado estará do
jeito que está hoje, e
com isso, tomam
decisões imprudentes.
16. Saliência:
Nossa tendência em focar
mais facilmente nas
características de uma
pessoa ou um conceito.
Quando você pensa sobre
morte, você pode se
preocupar sobre ser
atacado por um leão, ao
contrário do que é
estatisticamente mais
provável, como morrer em
um acidente de carro.
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
17. Percepção Seletiva:
Permitindo nossas
expectativas para
influenciar a forma como
percebemos o mundo.
Um experimento
envolvendo um jogo de
futebol entre os alunos
de duas universidades,
mostrou que uma equipe
viu outra equipe
adversária cometer mais
infrações.
18. Estereótipos:
Nos permite
identificar
rapidamente os
estranhos como
amigos ou inimigos,
mas as pessoas
tendem a usar
demais dos
estereótipos, e
acabam abusando
dele.
19. Viés de Sobrevivência:
Um erro que vem de se
concentrar apenas em
exemplos sobreviventes,
levando-nos a julgar mal
uma situação. Por exemplo:
podemos pensar que ser
um empreendedor é fácil,
porque nós não ouvimos
depoimentos de todos
aqueles que falharam.
20. Viés de Risco Zero:
Os sociólogos
descobriram que nós
amamos a certeza,
mesmo que seja
contraproducente. A
eliminação do risco
inteiramente significa
que não há chance de
que seja prejudicado.
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
A OFERTA PERFEITA | QUAL É A GRANDE TRANSFORMAÇÃO
 ‘AQUI ESTÁ O QUE NOSSO PRODUTO PODE
FAZER’ E ‘AQUI ESTÁ O QUE VOCÊ PODE FAZER
COM O NOSSO PRODUTO’ SOAM PARECIDOS,
MAS SÃO ABORDAGENS COMPLETAMENTE
DIFERENTES”.
 “CARACTERÍSTICA É O QUE SEU PRODUTO FAZ;
BENEFÍCIO É O QUE O CONSUMIDOR PODE
FAZER COM SEU PRODUTO”.
 PESSOAS NÃO COMPRAM PRODUTOS; ELAS
COMPRAM VERSÕES MELHORES DE SI
MESMAS.
“PRODUTO BOM É PRODUTO QUE NÃO
TEM DEVOLUÇÃO E AINDA GERA
DEPOIMENTOS.
OFERTA BOA É OFERTA QUE VENDE.
NÃO CONFUNDA OFERTA COM
PRODUTO.
UM LEAD NÃO COMPRA O PRODUTO,
COMPRA A OFERTA.
PRODUTO É AQUILO QUE ELE RECEBE.”
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
PORQUE UMA VENDA NÃO ACONTECE?
 NECESSIDADE | ELE NÃO PRECISA
 DESEJO | ELE NÃO DESEJA
 PRESSA | ELE NÃO TEM PRESSA
 CAPACIDADE FINANCEIRA |ELE NÃO TEM
DINHEIRO
 NÃO CONFIA | ELE NÃO CONFIA NA SUA
CAPACIDADE DE ENTREGAR O PRODUTO
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
USE O AIDA!
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
O CHECKLIST
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
Chame a atenção
Identifique a dor
Forneça a solução
Apresente credenciais
Mostre os benefícios
Forneça provas sociais
Faça a sua oferta
Produza escassez
Ofereça uma garantia
Chame para ação
Dê um aviso
Encerre com um
lembrete
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
RESPONDA AS DÚVIDAS DO SEU AVATAR
 "VOCÊ NÃO ENTENDE O MEU PROBLEMA“
 "COMO EU SEI QUE VOCÊ É QUALIFICADO?"
 "EU NÃO ACREDITO EM VOCÊ"
 "EU NÃO PRECISO DISSO AGORA"
 "ISSO NÃO VAI FUNCIONAR PARA MIM"
 "O QUE ACONTECE SE EU NÃO GOSTAR?"
 "EU NÃO POSSO PERMITIR ISSO”
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
O ROTEIRO
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
Título
Sub-título
Faça Perguntas
História ou Analogia Poderosa
Há esperança!
Um pouco de conteúdo
Prova
Descrição
Lista de Pontos
Quem precisa e Quem não
Porque você é diferente
Mostre o Produto
Ancoramento de Preço
Garantia / Reversão de Risco
Conclusão
Assinatura
P.S.:
Depoimentos Perguntas e Respostas
Botão de compra
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
Passo 1
Consciência
O que eu preciso?
Identificar o problema;
Desenvolver
relacionamento e
reconhecimento da marca
com conteúdo útil de
forma curta, tais como:
mídias sociais,
infográficos, blogs e
animações.
Passo 2
Interesse
Quais são as minhas opções?
Oferecer conteúdo
educacional para ajudar a
restringir as escolhas, como:
guias de comprador, blogs,
estudos de caso,
compartilhar slides e vídeos
de animação.
Passo 3
Consideração
Porque você é o melhor?
Bônus da sua marca;
promover o seu produto com
soluções detalhadas, estudos
de caso, vídeos, e-books e
folha de dados. Focando em
resolver o problema do cliente
Passo 4
Intenção de Compra
Qual o próximo passo? Torne
fácil comprar de você.
Construa confiança com
conteúdo sobre os próximos
passos, riscos e informações
sobre implementação e
suporte. Uma versão de teste
ou demonstração do produto
pode ajudar a decidir a venda.
Passo 5
Lealdade
Eu amo a sua marca! Aumente a satisfação do cliente em
repetir as vendas por permanecer em contato após a
compra. Ofereça novos produtos, serviços e garantia,
fóruns de usuários e outras informações e serviços úteis.
Conteúdo
No Ciclo de Tempo do Cliente
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
O PODER DE UM FUNIL DE VENDAS AUTOMÁTICO E
UMA "COPY" DE VENDAS MATADORA E INFALÍVEL.
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
Neurovendas a mente do consumidor
A DIFERENÇA ENTRE A RIQUEZA E A
POBREZA PODE SER APENAS UMA
CARTA DE VENDAS.
COPYWRITING
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
QUANDO VOCÊ ESTÁ VENDENDO
ALGO, CADA FRASE, CADA PALAVRA É
UMA ESTRATÉGIA.
COPYWRITING
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
Copywriting é a «arte» de escrever e criar conteúdos com o intuito de
promover e vender bens, serviços, marcas ou empresas. A importância do
Copywriting está em tornar os conteúdos irresistíveis, o que significa que
a forma é tão ou mais importante que o conteúdo. A conversão é o
objetivo e pode ser subscrições, envio de informação ou vendas.
O QUE É COPYWRITING
COPYWRITING= CARTA DE VENDAS
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
 NÓS HUMANOS VIVEMOS EM UM MUNDO DE PALAVRAS.
 A PALAVRA É A FERRAMENTA MAIS PODEROSA QUE VOCÊ PODE POSSUIR EM SUA COMUNICAÇÃO.
 APRENDEMOS COM PALAVRAS, COM PALAVRAS CRIAMOS NOSSA REALIDADE.
 PALAVRAS SÃO GATILHOS QUE DISPARAM EXPERIÊNCIAS DENTRO DE NÓS.
 A QUALIDADE DAS SUAS PALAVRAS DETERMINAM A QUALIDADE DO SEU MARKETING.
 NÃO EXISTE UM GRANDE MARKETING SEM GRANDES PALAVRAS.
 GRANDES PALAVRAS PRODUZEM GRANDES RESULTADOS.
 AS PALAVRAS CERTAS COLOCADAS NA ORDEM CERTA, ESTE É O GRANDE NEGÓCIO.
PORQUE FUNCIONA
NEUROBUSINESS
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
LINGUAGEM HIPNÓTICA
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
Toda comunicação eficaz é efetivamente hipnótica e comunicadores
excelentes fazem uso de padrões de linguagem hipnótica mesmo quando
não tem consciência disso.
O QUE É LINGUAGEM HIPNÓTICA
A COMUNICAÇÃO HIPNÓTICA É UMA COMUNICAÇÃO COM O INCONSCIENTE.
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
Mas - essa conjunção desfaz o que foi dito antes e enfatiza o
que vem depois dela.
Exemplo: Você sempre chega atrasado, mas é um ótimo
funcionário.
AS 4 PALAVRAS MÁGICAS
1
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
Não – falar da “não coisa” é um outro jeito de falar da coisa. O
ouvinte tende a representar e se fixar à parte positiva da frase ou
do comando.
Exemplo: Não pense que estou com raiva de você. Não se sinta
confortável depressa demais.
2
AS 4 PALAVRAS MÁGICAS
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
Ou...Ou.... – essa expressão cria a ilusão de alternativa
Exemplo: Você quer fechar este contrato agora ou depois de
tomarmos um café?
3
AS 4 PALAVRAS MÁGICAS
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
Porque – O uso de algum tipo de explicação para um fato
faz como ele seja mais facilmente aceito, ainda que essa
explicação não seja lógica.
Exemplo: Por favor, me deixe passar em sua frente nessa
fila, porque meu patrão é muito exigente.
4
AS 4 PALAVRAS MÁGICAS
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
COMO UTILIZAR OS PADRÕES E
CONSTRUIR FRASES PERSUASIVAS
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
1. Eu não lhe diria _________, porque ...
De qualquer forma já estou dizendo, porém, minha negativa inicial quebra a resistência,
e a palavra mágica “porque” atribui autoridade ao que digo ao mesmo tempo em que
desvia a atenção do comando embutido.
Exemplo: Eu não lhe diria faça seu pedido agora, porque você já sabe que este é o
melhor momento.
2. Eu poderia lhe dizer que________, mas ...
Você não pode colocar nenhuma objeção, já que eu apenas estou comunicando o que posso
fazer. O “mas” desconsidera o dito e engana a atenção consciente.
Exemplo: Eu poderia lhe dizer que este é o momento de efetuar esta compra, mas prefiro que
você descubra por si mesmo.
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
3. Mais cedo ou mais tarde, ...
Este padrão é um verdadeiro facilitador de comandos embutidos, no que
pressupõe a inevitabilidade dos mesmos.
Exemplo: Mais cedo ou mais tarde, você vai perceber mais
profundamente as vantagens desta escolha.
4. Algum dia (ou em algum lugar)...
Mesmo caso do anterior. Pressupõe-se que algo inevitavelmente irá acontecer,
algum dia ou em algum lugar. Então é melhor que você já comece imaginar
isto agora e deixe acontecer.
Exemplo: Algum dia, você vai rir das preocupações atuais.
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
5. Tente resistir ...
A pressuposição é de que qualquer resistência será inútil. Este padrão
contém um duplo vínculo: ou o cliente tenta resistir, obedecendo ao
comando direto ou não resiste, atendendo ao comando indireto. Não há
como não obedecer a você.
Exemplo: Tente resistir a este novo modelo do carro.
6. Estou me perguntando se você _______ ... ou não.
Pergunta embutida, seguida de comando embutido. O “... ou não” do final é
optativo e serve para uma possível retirada estratégica.
Exemplo: Estou me perguntando se você gostaria de experimentar este
produto por uma semana sem compromisso... ou não
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
7. Talvez você não tenha... , ainda.
O “ainda” é outro pressuposto de inevitabilidade. O “talvez” funciona
como suavizador. O “não” produz a imaginação do que está sendo negado.
A meta-mensagem é “faça logo”.
Exemplo: Talvez você não tenha decidido a nos acompanhar nesta
parceria ainda.
8. Estou me perguntando o quê você gostaria de fazer primeiro.
A cláusula temporal “primeiro” contida nesta pergunta embutida faz
pressupor que ambas as escolhas vão ocorrer de qualquer jeito. O consciente
é desviado pela preocupação com a ordem em que vão ocorrer.
Exemplo: Estou me perguntando o quê você gostaria de fazer primeiro:
tomar mais um cafezinho ou assinar o pedido.
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
9. Alguém pode __________, porque ...
O uso da confusão, reforçada pelo padrão “lógica sem lógica”. Observe,
pelo exemplo, que o cérebro do ouvinte vai ter que inventar uma ligação
de causalidade lógica entre as duas orações da sentença.
Exemplo: Alguém pode sentir-se aliviado e tranquilo, porque você
conhece a satisfação íntima de recuperar a vontade de vencer.
10. Você vai ______ agora, ou você vai _______?
A multiplicidade de escolhas disfarça a pressuposição de que a escolha é
inevitável.
Exemplo: Você vai garantir esta troca agora, ou você vai fazer o pedido de
reserva para depois?
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
11. ... disse (ou dizia) _____, “________”
Você transmite seu comando ou sua mensagem através da citação de
outrem.
Exemplo: Já dizia meu avô: “quem não arrisca não petisca”.
12. ... me disse uma vez, “_______”
Mesmo padrão anterior, enriquecido com a adição de metáforas.
Exemplo: Meu pai me disse uma vez que, com um passo após o outro, você
chega aonde quiser.
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
13. <fato>, <fato>, <fato>, e...
Uma das sequências eficazes de condução hipnótica. Após uma série de
afirmações comprováveis fisicamente, você faz uma sugestão que, embora
não comprovável, terá alta chance de ser incorporada às demais.
Exemplo: Você está sentado nessa cadeira, na minha frente, pode ver o
meu rosto e as minhas mãos, ouve o som da minha voz e sabe que eu
não o enganaria numa transação.
14. É fácil ________, não é?
O mágico “não é?” final transforma o comando em uma pergunta e contorna a
resistência, oferecendo a opção do contrário.
Exemplo: É fácil negociar quando as duas partes querem o acordo, não é?
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
15. Sem sombra de dúvida (ou com certeza) ...
Os advérbios de modo como felizmente, obviamente, indiscutivelmente,
infelizmente, etc. fazem pressupor que a afirmação que lhes segue é
necessariamente verdadeira, reforçando assim os comandos embutidos.
Exemplo: Sem sombra de dúvida, vale a pena investir neste negócio.
16. Eu não sei se _________.
Neste padrão, a negação disfarça uma pergunta que, por sua vez, disfarça um
comando. É uma forma indireta de se chegar ao inconsciente.
Exemplo: Eu não sei se esta é a grande oportunidade que vai mudar sua
vida.
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
17. Você pode _______, não pode?
O que distingue este padrão é o “não pode?” final. Você pode entender
como ele suaviza o comando e cria fatores de rapport com o ouvinte, não
pode?
Exemplo: Você pode se colocar alguns instantes no meu lugar, não pode?
18. A gente pode ________ porque ...
“ ‘Porque’ é uma palavra mágica, porque ela empresta credibilidade
emocional a tudo o que se diz antes dela”. (Robert Anue)
Exemplo: A gente pode gastar algum tempo analisando o assunto porque
você sabe que esta é uma forma de se chegar a um acordo mais seguro.
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
19. Quem sabe você gostaria de _________?
Treine o uso sistemático de suavizadores. Este padrão contém dois. No
exemplo a seguir, há também a pressuposição de que o cliente vai comprar
o aparelho.
Exemplo: Quem sabe você gostaria de experimentar o produto antes de
comprá-lo?
20. Você provavelmente já sabe ...
Forma excelente e elegante de suavizar o comando indireto que se segue. O
ouvinte é conduzido a colocar em ação seu sistema de busca para verificar seu
conhecimento do que é afirmado, enquanto o inconsciente capta a mensagem
do comando embutido.
Exemplo: Você provavelmente já sabe como identificar um produto de boa
qualidade.
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
21. Estou curioso para saber se ...
Forma indireta de fazer a pergunta, que vai embutida.
Exemplo: Estou curioso para saber se você vai estudar minha proposta
com o carinho que ela merece.
USE OS PADRÕES HIPNÓTICOS PARA ELABORAR
TODA SUA COMUNICAÇÃO E OBTER MELHORES
RESULTADOS.
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
NEUROBUSINE$$
www.neurobusiness.com.br
PARA TURBINAR SEUS NEGÓCIOS E COLOCAR SUAS VENDAS NO PILOTO AUTOMÁTICO!
Espero que você tenha gostado do conteúdo que preparamos para você. Tudo o que foi escrito aqui, são
táticas comprovadas de sucesso e que podem ser aplicadas nos mais variados tipos de negócio.
Se quiser saber mais sobre como potencializar seus resultados, turbinar seus negócios, e colocar suas
vendas no piloto automático, conheça nosso NEUROVENDAS : A NEUROESTRATÉGIA DA VENDA
NEUROVENDAS : A NEUROESTRATÉGIA DA VENDA
UMA IMERSÃO TOTAL NO CÉREBRO, NA MENTE E NO COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR QUE POSSUI
MEIOS TESTADOS E COMPROVADOS PARA OBTENÇÃO DE MÁXIMA PERFORMANCE E LUCRO NS VENDAS.
WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Treinamento Técnicas de Vendas Básico
Treinamento Técnicas de Vendas BásicoTreinamento Técnicas de Vendas Básico
Treinamento Técnicas de Vendas Básico
Diego Isaac
 
Treinamento atendimento, vendas e fechamento
Treinamento atendimento, vendas e fechamentoTreinamento atendimento, vendas e fechamento
Treinamento atendimento, vendas e fechamento
trainertek
 
10 dicas para controlar o processo de vendas
10 dicas para controlar o processo de vendas10 dicas para controlar o processo de vendas
10 dicas para controlar o processo de vendas
Agendor
 
12 maneiras para ter sucesso na abordagem de vendas
12 maneiras para ter sucesso na abordagem de vendas12 maneiras para ter sucesso na abordagem de vendas
12 maneiras para ter sucesso na abordagem de vendas
Agendor
 
Técnicas de Vendas
Técnicas de VendasTécnicas de Vendas
Técnicas de Vendas
Nyedson Barbosa
 
sales
salessales
Treinamento vendas
Treinamento vendasTreinamento vendas
Treinamento vendas
Anderson Palma
 
Slide treinamento de vendas
Slide treinamento de vendasSlide treinamento de vendas
Slide treinamento de vendas
Itamar Pereira
 
Treinamento: técnicas de vendas
Treinamento: técnicas de vendasTreinamento: técnicas de vendas
Treinamento: técnicas de vendas
Peter otaneR
 
Téncicas de Abordagem - Vendas Externas
Téncicas de Abordagem - Vendas ExternasTéncicas de Abordagem - Vendas Externas
Téncicas de Abordagem - Vendas Externas
Wilson Domingueti
 
Treinamento vendas
Treinamento vendasTreinamento vendas
5 técnicas de abordagens de vendas externas
5 técnicas de abordagens de vendas externas 5 técnicas de abordagens de vendas externas
5 técnicas de abordagens de vendas externas
Agendor
 
Etapas da venda escola do varejo
Etapas da venda   escola do varejoEtapas da venda   escola do varejo
Etapas da venda escola do varejo
Henrique Marques
 
Técnica de vendas
Técnica de vendasTécnica de vendas
Técnica de vendas
Carlos Eduardo Ribeiro
 
Técnicas de Vendas Contorno de Objeções
Técnicas de Vendas Contorno de ObjeçõesTécnicas de Vendas Contorno de Objeções
Técnicas de Vendas Contorno de Objeções
Leandro Henrique Schiehl
 
Tecnicas de Vendas e Fundamentos de Marketing
Tecnicas de Vendas e Fundamentos de MarketingTecnicas de Vendas e Fundamentos de Marketing
Tecnicas de Vendas e Fundamentos de Marketing
Millor Machado
 
Técnicas de pós vendas para atrair clientes fiéis
Técnicas de pós vendas para atrair clientes fiéis Técnicas de pós vendas para atrair clientes fiéis
Técnicas de pós vendas para atrair clientes fiéis
Agendor
 
Ppt técnicas de vendas prof. randes 19.03.13
Ppt técnicas de vendas prof. randes 19.03.13Ppt técnicas de vendas prof. randes 19.03.13
Ppt técnicas de vendas prof. randes 19.03.13
Prof. Randes Enes, M.Sc.
 
Relacionamento com o cliente
Relacionamento com o clienteRelacionamento com o cliente
Relacionamento com o cliente
WM Treinamentos Cursos e Palestras Ltda
 
Vendas Consultivas
Vendas ConsultivasVendas Consultivas
Vendas Consultivas
Michel Moreira
 

Mais procurados (20)

Treinamento Técnicas de Vendas Básico
Treinamento Técnicas de Vendas BásicoTreinamento Técnicas de Vendas Básico
Treinamento Técnicas de Vendas Básico
 
Treinamento atendimento, vendas e fechamento
Treinamento atendimento, vendas e fechamentoTreinamento atendimento, vendas e fechamento
Treinamento atendimento, vendas e fechamento
 
10 dicas para controlar o processo de vendas
10 dicas para controlar o processo de vendas10 dicas para controlar o processo de vendas
10 dicas para controlar o processo de vendas
 
12 maneiras para ter sucesso na abordagem de vendas
12 maneiras para ter sucesso na abordagem de vendas12 maneiras para ter sucesso na abordagem de vendas
12 maneiras para ter sucesso na abordagem de vendas
 
Técnicas de Vendas
Técnicas de VendasTécnicas de Vendas
Técnicas de Vendas
 
sales
salessales
sales
 
Treinamento vendas
Treinamento vendasTreinamento vendas
Treinamento vendas
 
Slide treinamento de vendas
Slide treinamento de vendasSlide treinamento de vendas
Slide treinamento de vendas
 
Treinamento: técnicas de vendas
Treinamento: técnicas de vendasTreinamento: técnicas de vendas
Treinamento: técnicas de vendas
 
Téncicas de Abordagem - Vendas Externas
Téncicas de Abordagem - Vendas ExternasTéncicas de Abordagem - Vendas Externas
Téncicas de Abordagem - Vendas Externas
 
Treinamento vendas
Treinamento vendasTreinamento vendas
Treinamento vendas
 
5 técnicas de abordagens de vendas externas
5 técnicas de abordagens de vendas externas 5 técnicas de abordagens de vendas externas
5 técnicas de abordagens de vendas externas
 
Etapas da venda escola do varejo
Etapas da venda   escola do varejoEtapas da venda   escola do varejo
Etapas da venda escola do varejo
 
Técnica de vendas
Técnica de vendasTécnica de vendas
Técnica de vendas
 
Técnicas de Vendas Contorno de Objeções
Técnicas de Vendas Contorno de ObjeçõesTécnicas de Vendas Contorno de Objeções
Técnicas de Vendas Contorno de Objeções
 
Tecnicas de Vendas e Fundamentos de Marketing
Tecnicas de Vendas e Fundamentos de MarketingTecnicas de Vendas e Fundamentos de Marketing
Tecnicas de Vendas e Fundamentos de Marketing
 
Técnicas de pós vendas para atrair clientes fiéis
Técnicas de pós vendas para atrair clientes fiéis Técnicas de pós vendas para atrair clientes fiéis
Técnicas de pós vendas para atrair clientes fiéis
 
Ppt técnicas de vendas prof. randes 19.03.13
Ppt técnicas de vendas prof. randes 19.03.13Ppt técnicas de vendas prof. randes 19.03.13
Ppt técnicas de vendas prof. randes 19.03.13
 
Relacionamento com o cliente
Relacionamento com o clienteRelacionamento com o cliente
Relacionamento com o cliente
 
Vendas Consultivas
Vendas ConsultivasVendas Consultivas
Vendas Consultivas
 

Destaque

Neurovendas
NeurovendasNeurovendas
Neurovendas
Mega Palestras
 
Vendedores de Sucesso - Técnicas de comunicação e vendas em Programação Neuro...
Vendedores de Sucesso - Técnicas de comunicação e vendas em Programação Neuro...Vendedores de Sucesso - Técnicas de comunicação e vendas em Programação Neuro...
Vendedores de Sucesso - Técnicas de comunicação e vendas em Programação Neuro...
Mário Salomão
 
Neuroliderança Projeto 2015
Neuroliderança Projeto 2015Neuroliderança Projeto 2015
Neuroliderança Projeto 2015
Peter Roman
 
Treinamento de Moda- Coleções Jardins, Elegance, Vivacity e Fascínio- Marré I...
Treinamento de Moda- Coleções Jardins, Elegance, Vivacity e Fascínio- Marré I...Treinamento de Moda- Coleções Jardins, Elegance, Vivacity e Fascínio- Marré I...
Treinamento de Moda- Coleções Jardins, Elegance, Vivacity e Fascínio- Marré I...
Marré Infinito Semi Jóias
 
Por que a mulher compra tantos sapatos
Por que a mulher compra tantos sapatosPor que a mulher compra tantos sapatos
Por que a mulher compra tantos sapatos
Camargo Pedro
 
Alex Born - Apresentação Profissional
Alex Born - Apresentação ProfissionalAlex Born - Apresentação Profissional
Alex Born - Apresentação Profissional
Alex Born
 
Apresentação de negócios suzane morais
Apresentação de negócios   suzane moraisApresentação de negócios   suzane morais
Apresentação de negócios suzane morais
Suzane A. de Morais
 
Introducao ao Neuromarketing
Introducao ao NeuromarketingIntroducao ao Neuromarketing
Introducao ao Neuromarketing
neuronioweb
 
Treinamento motivacional de vendas 1
Treinamento motivacional de vendas 1Treinamento motivacional de vendas 1
Treinamento motivacional de vendas 1
Stuart Linhares
 
NEUROEMPREENDEDORISMO
NEUROEMPREENDEDORISMONEUROEMPREENDEDORISMO
NEUROEMPREENDEDORISMO
Bruno Perin
 
Neurobiologia da aprendizagem
Neurobiologia da aprendizagemNeurobiologia da aprendizagem
Neurobiologia da aprendizagem
Paulo Pedro P. R. Costa
 
Auto iluminação
Auto iluminação Auto iluminação
Auto iluminação
Cinara Aline
 
PresençA E Postura Do Expositor EspíRita
PresençA E Postura Do Expositor EspíRitaPresençA E Postura Do Expositor EspíRita
PresençA E Postura Do Expositor EspíRita
Grupo Espírita Cristão
 
A filosofia do sucesso - como mudar o mundo de dentro para fora
A filosofia do sucesso - como mudar o mundo de dentro para foraA filosofia do sucesso - como mudar o mundo de dentro para fora
A filosofia do sucesso - como mudar o mundo de dentro para fora
Jaime Schettini
 
Como alavancar sua vida financeira
Como alavancar sua vida financeiraComo alavancar sua vida financeira
Como alavancar sua vida financeira
marisadeabeu
 
Vamos fechar ?
Vamos fechar ?Vamos fechar ?
Vamos fechar ?
Nielsen Ubiratã
 
Pós-venda
Pós-vendaPós-venda
Pós-venda
Redimob
 
Discovery: o primeiro passo da Pré Venda
Discovery: o primeiro passo da Pré VendaDiscovery: o primeiro passo da Pré Venda
Discovery: o primeiro passo da Pré Venda
Edmar Lago
 
Neuromarketing, aplicações e estudos de casos.
Neuromarketing, aplicações e estudos de casos.Neuromarketing, aplicações e estudos de casos.
Neuromarketing, aplicações e estudos de casos.
Bruno Rabelo
 
A jornada do vendedor de sucesso em busca do brilho nos olhos
A jornada do vendedor de sucesso em busca do brilho nos olhosA jornada do vendedor de sucesso em busca do brilho nos olhos
A jornada do vendedor de sucesso em busca do brilho nos olhos
Pedro Quintanilha
 

Destaque (20)

Neurovendas
NeurovendasNeurovendas
Neurovendas
 
Vendedores de Sucesso - Técnicas de comunicação e vendas em Programação Neuro...
Vendedores de Sucesso - Técnicas de comunicação e vendas em Programação Neuro...Vendedores de Sucesso - Técnicas de comunicação e vendas em Programação Neuro...
Vendedores de Sucesso - Técnicas de comunicação e vendas em Programação Neuro...
 
Neuroliderança Projeto 2015
Neuroliderança Projeto 2015Neuroliderança Projeto 2015
Neuroliderança Projeto 2015
 
Treinamento de Moda- Coleções Jardins, Elegance, Vivacity e Fascínio- Marré I...
Treinamento de Moda- Coleções Jardins, Elegance, Vivacity e Fascínio- Marré I...Treinamento de Moda- Coleções Jardins, Elegance, Vivacity e Fascínio- Marré I...
Treinamento de Moda- Coleções Jardins, Elegance, Vivacity e Fascínio- Marré I...
 
Por que a mulher compra tantos sapatos
Por que a mulher compra tantos sapatosPor que a mulher compra tantos sapatos
Por que a mulher compra tantos sapatos
 
Alex Born - Apresentação Profissional
Alex Born - Apresentação ProfissionalAlex Born - Apresentação Profissional
Alex Born - Apresentação Profissional
 
Apresentação de negócios suzane morais
Apresentação de negócios   suzane moraisApresentação de negócios   suzane morais
Apresentação de negócios suzane morais
 
Introducao ao Neuromarketing
Introducao ao NeuromarketingIntroducao ao Neuromarketing
Introducao ao Neuromarketing
 
Treinamento motivacional de vendas 1
Treinamento motivacional de vendas 1Treinamento motivacional de vendas 1
Treinamento motivacional de vendas 1
 
NEUROEMPREENDEDORISMO
NEUROEMPREENDEDORISMONEUROEMPREENDEDORISMO
NEUROEMPREENDEDORISMO
 
Neurobiologia da aprendizagem
Neurobiologia da aprendizagemNeurobiologia da aprendizagem
Neurobiologia da aprendizagem
 
Auto iluminação
Auto iluminação Auto iluminação
Auto iluminação
 
PresençA E Postura Do Expositor EspíRita
PresençA E Postura Do Expositor EspíRitaPresençA E Postura Do Expositor EspíRita
PresençA E Postura Do Expositor EspíRita
 
A filosofia do sucesso - como mudar o mundo de dentro para fora
A filosofia do sucesso - como mudar o mundo de dentro para foraA filosofia do sucesso - como mudar o mundo de dentro para fora
A filosofia do sucesso - como mudar o mundo de dentro para fora
 
Como alavancar sua vida financeira
Como alavancar sua vida financeiraComo alavancar sua vida financeira
Como alavancar sua vida financeira
 
Vamos fechar ?
Vamos fechar ?Vamos fechar ?
Vamos fechar ?
 
Pós-venda
Pós-vendaPós-venda
Pós-venda
 
Discovery: o primeiro passo da Pré Venda
Discovery: o primeiro passo da Pré VendaDiscovery: o primeiro passo da Pré Venda
Discovery: o primeiro passo da Pré Venda
 
Neuromarketing, aplicações e estudos de casos.
Neuromarketing, aplicações e estudos de casos.Neuromarketing, aplicações e estudos de casos.
Neuromarketing, aplicações e estudos de casos.
 
A jornada do vendedor de sucesso em busca do brilho nos olhos
A jornada do vendedor de sucesso em busca do brilho nos olhosA jornada do vendedor de sucesso em busca do brilho nos olhos
A jornada do vendedor de sucesso em busca do brilho nos olhos
 

Semelhante a Neurovendas a mente do consumidor

1.1 Aula de NEUROVENDAS E GATILHOS MENTAIS.pdf
1.1 Aula de NEUROVENDAS E GATILHOS MENTAIS.pdf1.1 Aula de NEUROVENDAS E GATILHOS MENTAIS.pdf
1.1 Aula de NEUROVENDAS E GATILHOS MENTAIS.pdf
CamileQueiroz2
 
8 gurus e seus conceitos que podem mudar a sua carreira
8 gurus e seus conceitos que podem mudar a sua carreira8 gurus e seus conceitos que podem mudar a sua carreira
8 gurus e seus conceitos que podem mudar a sua carreira
Sylvio Ribeiro
 
Treinamento em vendas outubro 2018
Treinamento em vendas   outubro 2018Treinamento em vendas   outubro 2018
Treinamento em vendas outubro 2018
Jorge Mariano
 
Brainstorm • Como desentupir o cérebro com técnicas milagrosas
Brainstorm • Como desentupir o cérebro com técnicas milagrosasBrainstorm • Como desentupir o cérebro com técnicas milagrosas
Brainstorm • Como desentupir o cérebro com técnicas milagrosas
Gica Trierweiler Yabu
 
Vender é algo que se aprende
Vender é algo que se aprendeVender é algo que se aprende
Vender é algo que se aprende
Rogério Nogueira (RogNog)
 
Encantamento - o que aprendi com o livro
Encantamento - o que aprendi com o livroEncantamento - o que aprendi com o livro
Encantamento - o que aprendi com o livro
Hector Muniz
 
Ebook Gatilhos Mentais - Armas de Vendas
Ebook Gatilhos Mentais - Armas de VendasEbook Gatilhos Mentais - Armas de Vendas
Ebook Gatilhos Mentais - Armas de Vendas
Consultoria Fabio Macedo
 
Ebook Gatilhos Mentais - Armas de Vendas
Ebook Gatilhos Mentais - Armas de VendasEbook Gatilhos Mentais - Armas de Vendas
Ebook Gatilhos Mentais - Armas de Vendas
INDICADOR OFERTAS
 
10042015 evolução do varejo acirp
10042015 evolução do varejo acirp10042015 evolução do varejo acirp
10042015 evolução do varejo acirp
Francisco Alvarez
 
Treinamento Produtos completo.pptx
Treinamento Produtos completo.pptxTreinamento Produtos completo.pptx
Treinamento Produtos completo.pptx
WeskeleyMarinho
 
NOVIDADES DA 99o. NRF RETAIL’S BIG SHOW 2010 NEW YORK
NOVIDADES DA 99o. NRF RETAIL’S BIG SHOW 2010 NEW YORKNOVIDADES DA 99o. NRF RETAIL’S BIG SHOW 2010 NEW YORK
NOVIDADES DA 99o. NRF RETAIL’S BIG SHOW 2010 NEW YORK
Associação Comercial de São Paulo
 
GREEKy Cursos - Workshop Gestão de Mídias Sociais - Branding/Gestão de Crise
GREEKy Cursos - Workshop Gestão de Mídias Sociais - Branding/Gestão de CriseGREEKy Cursos - Workshop Gestão de Mídias Sociais - Branding/Gestão de Crise
GREEKy Cursos - Workshop Gestão de Mídias Sociais - Branding/Gestão de Crise
GREEKyCursos
 
Treinamento naturalist promotoras
Treinamento naturalist   promotorasTreinamento naturalist   promotoras
Treinamento naturalist promotoras
Naturalist Distribuidora
 
Apresentação aprendendo a Vender
Apresentação aprendendo a VenderApresentação aprendendo a Vender
Apresentação aprendendo a Vender
ABIFA - Associação Brasileira de Fundição
 
Apresentação lógica e criatividade nov 08
Apresentação  lógica e criatividade  nov 08Apresentação  lógica e criatividade  nov 08
Apresentação lógica e criatividade nov 08
Deborah Capell
 
Os 5 desafios essenciais para vender mais e melhor
Os 5 desafios essenciais para vender mais e melhorOs 5 desafios essenciais para vender mais e melhor
Os 5 desafios essenciais para vender mais e melhor
Sandro Magaldi
 
ONG_20231104_143326_0000.pptx
ONG_20231104_143326_0000.pptxONG_20231104_143326_0000.pptx
ONG_20231104_143326_0000.pptx
ssuser6f6a00
 
Os percalços do e-business
Os percalços do e-businessOs percalços do e-business
Os percalços do e-business
Raul Oliveira
 
Vendas impacto - A melhor estratégia para o melhor vendedor!
Vendas impacto - A melhor estratégia para o melhor vendedor!Vendas impacto - A melhor estratégia para o melhor vendedor!
Vendas impacto - A melhor estratégia para o melhor vendedor!
Stuart Linhares
 
Vai um planner aí?
Vai um planner aí?Vai um planner aí?
Vai um planner aí?
Betonha
 

Semelhante a Neurovendas a mente do consumidor (20)

1.1 Aula de NEUROVENDAS E GATILHOS MENTAIS.pdf
1.1 Aula de NEUROVENDAS E GATILHOS MENTAIS.pdf1.1 Aula de NEUROVENDAS E GATILHOS MENTAIS.pdf
1.1 Aula de NEUROVENDAS E GATILHOS MENTAIS.pdf
 
8 gurus e seus conceitos que podem mudar a sua carreira
8 gurus e seus conceitos que podem mudar a sua carreira8 gurus e seus conceitos que podem mudar a sua carreira
8 gurus e seus conceitos que podem mudar a sua carreira
 
Treinamento em vendas outubro 2018
Treinamento em vendas   outubro 2018Treinamento em vendas   outubro 2018
Treinamento em vendas outubro 2018
 
Brainstorm • Como desentupir o cérebro com técnicas milagrosas
Brainstorm • Como desentupir o cérebro com técnicas milagrosasBrainstorm • Como desentupir o cérebro com técnicas milagrosas
Brainstorm • Como desentupir o cérebro com técnicas milagrosas
 
Vender é algo que se aprende
Vender é algo que se aprendeVender é algo que se aprende
Vender é algo que se aprende
 
Encantamento - o que aprendi com o livro
Encantamento - o que aprendi com o livroEncantamento - o que aprendi com o livro
Encantamento - o que aprendi com o livro
 
Ebook Gatilhos Mentais - Armas de Vendas
Ebook Gatilhos Mentais - Armas de VendasEbook Gatilhos Mentais - Armas de Vendas
Ebook Gatilhos Mentais - Armas de Vendas
 
Ebook Gatilhos Mentais - Armas de Vendas
Ebook Gatilhos Mentais - Armas de VendasEbook Gatilhos Mentais - Armas de Vendas
Ebook Gatilhos Mentais - Armas de Vendas
 
10042015 evolução do varejo acirp
10042015 evolução do varejo acirp10042015 evolução do varejo acirp
10042015 evolução do varejo acirp
 
Treinamento Produtos completo.pptx
Treinamento Produtos completo.pptxTreinamento Produtos completo.pptx
Treinamento Produtos completo.pptx
 
NOVIDADES DA 99o. NRF RETAIL’S BIG SHOW 2010 NEW YORK
NOVIDADES DA 99o. NRF RETAIL’S BIG SHOW 2010 NEW YORKNOVIDADES DA 99o. NRF RETAIL’S BIG SHOW 2010 NEW YORK
NOVIDADES DA 99o. NRF RETAIL’S BIG SHOW 2010 NEW YORK
 
GREEKy Cursos - Workshop Gestão de Mídias Sociais - Branding/Gestão de Crise
GREEKy Cursos - Workshop Gestão de Mídias Sociais - Branding/Gestão de CriseGREEKy Cursos - Workshop Gestão de Mídias Sociais - Branding/Gestão de Crise
GREEKy Cursos - Workshop Gestão de Mídias Sociais - Branding/Gestão de Crise
 
Treinamento naturalist promotoras
Treinamento naturalist   promotorasTreinamento naturalist   promotoras
Treinamento naturalist promotoras
 
Apresentação aprendendo a Vender
Apresentação aprendendo a VenderApresentação aprendendo a Vender
Apresentação aprendendo a Vender
 
Apresentação lógica e criatividade nov 08
Apresentação  lógica e criatividade  nov 08Apresentação  lógica e criatividade  nov 08
Apresentação lógica e criatividade nov 08
 
Os 5 desafios essenciais para vender mais e melhor
Os 5 desafios essenciais para vender mais e melhorOs 5 desafios essenciais para vender mais e melhor
Os 5 desafios essenciais para vender mais e melhor
 
ONG_20231104_143326_0000.pptx
ONG_20231104_143326_0000.pptxONG_20231104_143326_0000.pptx
ONG_20231104_143326_0000.pptx
 
Os percalços do e-business
Os percalços do e-businessOs percalços do e-business
Os percalços do e-business
 
Vendas impacto - A melhor estratégia para o melhor vendedor!
Vendas impacto - A melhor estratégia para o melhor vendedor!Vendas impacto - A melhor estratégia para o melhor vendedor!
Vendas impacto - A melhor estratégia para o melhor vendedor!
 
Vai um planner aí?
Vai um planner aí?Vai um planner aí?
Vai um planner aí?
 

Neurovendas a mente do consumidor

  • 2. PROCESSAMENTO INTERNORESPOSTA EVENTOS EXTERNOS FILTROS RECEPTORES SENSORIAIS IMAGENS SONS ODORES SABORES SENSAÇÕES SUA MARCA SEU PRODUTO OMISSÕES DISTORÇÕES GENERALIZAÇÕES ELIMINAÇÕES CRENÇAS E VALORES BASE DE DADOS GENÉTICO BASE DE DADOS EXPERIÊNCIASVERBAL NÃO VERBAL 1 2 3 5 4 ATENÇÃO DECISÃO PERCEPÇÃOEMOÇÃO ESTÍMULO WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
  • 3. 1° 2° 3° EU VOU PESQUISAREU TENHO UM PROBLEMA EU VOU COMPARAR 4° 5° EU VOU COMPRAR EU VOU USAR A B 6° EU VOU AVALIAR OS SEIS PASSOS DO COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR DÚVIDAS WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
  • 4. 20 VIESES COGNITIVOS QUE PODEM DEFINIR AS DECISÕES DO SEU CONSUMIDOR WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
  • 5. 1. Viés de Ancoragem As pessoas estão mais dependentes da informação que elas ouvem. Numa negociação, quem fizer a primeira oferta estabelece um leque de possibilidades razoáveis na mente das pessoas. 2. Disponibilidade Heurística As pessoas superestimam a importância da informação que está disponível para elas. Uma pessoa pode argumentar que fumar é saudável porque ela conhecia uma pessoa que viveu 100 anos e fumava três maços por dia 3. Efeito ‘’Bandwagon’’: A probabilidade de uma pessoa adotar uma crença baseado no número de pessoas que seguem essas crenças. Essa é uma forma poderosa de pensamento de grupo e essa é a razão pela qual as reuniões são, muitas vezes, improdutivas. 4. Viés de Ponto Cego: Caindo em si para reconhecer seus próprios vieses cognitivos. As pessoas notam vieses cognitivos e motivacionais muito mais nos outros do que em si mesmos. WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
  • 6. 5. Viés de Escolha Solidária: Quando você escolhe alguma coisa, você tende a se sentir confiante e positivo sobre isso, mesmo que essa escolha tenha falhas. Exemplo: Igual a forma que você pensa que o seu cachorro é maravilhoso mesmo que ele morda as pessoas as vezes. 6. Ilusão de Agrupamento: Essa é uma tendência de ver padrões em eventos aleatórios, essa é a chave para várias falácias de jogos de azar, como a ideia de que o vermelho é a cor mais propensa a sair numa roleta de mesa depois de uma sequência de vermelhos. 7. Viés de Confirmação: Nós tendemos a ouvir apenas as informações que confirmam nossos preconceitos, uma das muitas razões que é tão difícil ter uma conversa Inteligente sobre a mudança climática. 8. Viés de Conservadorismo: Onde as pessoas preferem provas sobre novos elementos. As pessoas demoraram a aceitar que a terra era redonda porque eles mantiveram seu entendimento anterior de que o planeta era plano. WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
  • 7. 12. Excesso de Confiança: Alguns de nós somos muito confiantes sobre nossas habilidades e isso nos leva a assumir riscos maiores no nosso dia a dia. Especialistas são mais propensos a esse Viés que os leigos, porque são mais confiantes de que estão certos. 10. Efeito Avestruz: A decisão de ignorar informações perigosas ou negativas por ‘’enterrar’’ a cabeça na areia, como um Avestruz. A pesquisa sugere que os investidores verifiquem o valor das duas participações significativamente menos vezes durante mercados ruins. 11. Viés de Resultado: Julgando uma decisão baseada no resultado ao invés de tomar a decisão exatamente no momento. Só porque você ganhou muito dinheiro em Vegas não quer dizer que apostar seu dinheiro foi uma decisão inteligente. 9. Viés de Informação: A tendência para buscar informações quando ela não afeta a ação. Muita informação nem sempre é o melhor. Com pouca informação, as pessoas podem fazer previsões mais precisas. WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
  • 8. 13. Efeito Placebo: Quando você simplesmente acredita que alguma coisa irá dar um efeito certo em você, aquela coisa acaba tendo o efeito certo. Na medicina, os médicos dão falsos comprimidos para tratar algo que a pessoa acreditava ter, ou tinha de verdade, e acabou tendo um efeito certo, por acreditar que teria. 14. Viés de Pró – Inovação: Quando um defensor de uma inovação tende a supervalorizar a sua utilidade e subestima a sua limitação. Soa familiar, startup? 15. Recência: Os investidores sempre pensam que o mercado estará do jeito que está hoje, e com isso, tomam decisões imprudentes. 16. Saliência: Nossa tendência em focar mais facilmente nas características de uma pessoa ou um conceito. Quando você pensa sobre morte, você pode se preocupar sobre ser atacado por um leão, ao contrário do que é estatisticamente mais provável, como morrer em um acidente de carro. WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
  • 9. 17. Percepção Seletiva: Permitindo nossas expectativas para influenciar a forma como percebemos o mundo. Um experimento envolvendo um jogo de futebol entre os alunos de duas universidades, mostrou que uma equipe viu outra equipe adversária cometer mais infrações. 18. Estereótipos: Nos permite identificar rapidamente os estranhos como amigos ou inimigos, mas as pessoas tendem a usar demais dos estereótipos, e acabam abusando dele. 19. Viés de Sobrevivência: Um erro que vem de se concentrar apenas em exemplos sobreviventes, levando-nos a julgar mal uma situação. Por exemplo: podemos pensar que ser um empreendedor é fácil, porque nós não ouvimos depoimentos de todos aqueles que falharam. 20. Viés de Risco Zero: Os sociólogos descobriram que nós amamos a certeza, mesmo que seja contraproducente. A eliminação do risco inteiramente significa que não há chance de que seja prejudicado. WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
  • 10. A OFERTA PERFEITA | QUAL É A GRANDE TRANSFORMAÇÃO  ‘AQUI ESTÁ O QUE NOSSO PRODUTO PODE FAZER’ E ‘AQUI ESTÁ O QUE VOCÊ PODE FAZER COM O NOSSO PRODUTO’ SOAM PARECIDOS, MAS SÃO ABORDAGENS COMPLETAMENTE DIFERENTES”.  “CARACTERÍSTICA É O QUE SEU PRODUTO FAZ; BENEFÍCIO É O QUE O CONSUMIDOR PODE FAZER COM SEU PRODUTO”.  PESSOAS NÃO COMPRAM PRODUTOS; ELAS COMPRAM VERSÕES MELHORES DE SI MESMAS. “PRODUTO BOM É PRODUTO QUE NÃO TEM DEVOLUÇÃO E AINDA GERA DEPOIMENTOS. OFERTA BOA É OFERTA QUE VENDE. NÃO CONFUNDA OFERTA COM PRODUTO. UM LEAD NÃO COMPRA O PRODUTO, COMPRA A OFERTA. PRODUTO É AQUILO QUE ELE RECEBE.” WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
  • 11. PORQUE UMA VENDA NÃO ACONTECE?  NECESSIDADE | ELE NÃO PRECISA  DESEJO | ELE NÃO DESEJA  PRESSA | ELE NÃO TEM PRESSA  CAPACIDADE FINANCEIRA |ELE NÃO TEM DINHEIRO  NÃO CONFIA | ELE NÃO CONFIA NA SUA CAPACIDADE DE ENTREGAR O PRODUTO WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
  • 14. Chame a atenção Identifique a dor Forneça a solução Apresente credenciais Mostre os benefícios Forneça provas sociais Faça a sua oferta Produza escassez Ofereça uma garantia Chame para ação Dê um aviso Encerre com um lembrete WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
  • 15. RESPONDA AS DÚVIDAS DO SEU AVATAR  "VOCÊ NÃO ENTENDE O MEU PROBLEMA“  "COMO EU SEI QUE VOCÊ É QUALIFICADO?"  "EU NÃO ACREDITO EM VOCÊ"  "EU NÃO PRECISO DISSO AGORA"  "ISSO NÃO VAI FUNCIONAR PARA MIM"  "O QUE ACONTECE SE EU NÃO GOSTAR?"  "EU NÃO POSSO PERMITIR ISSO” WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
  • 17. Título Sub-título Faça Perguntas História ou Analogia Poderosa Há esperança! Um pouco de conteúdo Prova Descrição Lista de Pontos Quem precisa e Quem não Porque você é diferente Mostre o Produto Ancoramento de Preço Garantia / Reversão de Risco Conclusão Assinatura P.S.: Depoimentos Perguntas e Respostas Botão de compra WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
  • 18. Passo 1 Consciência O que eu preciso? Identificar o problema; Desenvolver relacionamento e reconhecimento da marca com conteúdo útil de forma curta, tais como: mídias sociais, infográficos, blogs e animações. Passo 2 Interesse Quais são as minhas opções? Oferecer conteúdo educacional para ajudar a restringir as escolhas, como: guias de comprador, blogs, estudos de caso, compartilhar slides e vídeos de animação. Passo 3 Consideração Porque você é o melhor? Bônus da sua marca; promover o seu produto com soluções detalhadas, estudos de caso, vídeos, e-books e folha de dados. Focando em resolver o problema do cliente Passo 4 Intenção de Compra Qual o próximo passo? Torne fácil comprar de você. Construa confiança com conteúdo sobre os próximos passos, riscos e informações sobre implementação e suporte. Uma versão de teste ou demonstração do produto pode ajudar a decidir a venda. Passo 5 Lealdade Eu amo a sua marca! Aumente a satisfação do cliente em repetir as vendas por permanecer em contato após a compra. Ofereça novos produtos, serviços e garantia, fóruns de usuários e outras informações e serviços úteis. Conteúdo No Ciclo de Tempo do Cliente WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
  • 19. O PODER DE UM FUNIL DE VENDAS AUTOMÁTICO E UMA "COPY" DE VENDAS MATADORA E INFALÍVEL. WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
  • 21. A DIFERENÇA ENTRE A RIQUEZA E A POBREZA PODE SER APENAS UMA CARTA DE VENDAS. COPYWRITING WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
  • 22. QUANDO VOCÊ ESTÁ VENDENDO ALGO, CADA FRASE, CADA PALAVRA É UMA ESTRATÉGIA. COPYWRITING WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
  • 23. Copywriting é a «arte» de escrever e criar conteúdos com o intuito de promover e vender bens, serviços, marcas ou empresas. A importância do Copywriting está em tornar os conteúdos irresistíveis, o que significa que a forma é tão ou mais importante que o conteúdo. A conversão é o objetivo e pode ser subscrições, envio de informação ou vendas. O QUE É COPYWRITING COPYWRITING= CARTA DE VENDAS WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
  • 24.  NÓS HUMANOS VIVEMOS EM UM MUNDO DE PALAVRAS.  A PALAVRA É A FERRAMENTA MAIS PODEROSA QUE VOCÊ PODE POSSUIR EM SUA COMUNICAÇÃO.  APRENDEMOS COM PALAVRAS, COM PALAVRAS CRIAMOS NOSSA REALIDADE.  PALAVRAS SÃO GATILHOS QUE DISPARAM EXPERIÊNCIAS DENTRO DE NÓS.  A QUALIDADE DAS SUAS PALAVRAS DETERMINAM A QUALIDADE DO SEU MARKETING.  NÃO EXISTE UM GRANDE MARKETING SEM GRANDES PALAVRAS.  GRANDES PALAVRAS PRODUZEM GRANDES RESULTADOS.  AS PALAVRAS CERTAS COLOCADAS NA ORDEM CERTA, ESTE É O GRANDE NEGÓCIO. PORQUE FUNCIONA NEUROBUSINESS WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
  • 26. Toda comunicação eficaz é efetivamente hipnótica e comunicadores excelentes fazem uso de padrões de linguagem hipnótica mesmo quando não tem consciência disso. O QUE É LINGUAGEM HIPNÓTICA A COMUNICAÇÃO HIPNÓTICA É UMA COMUNICAÇÃO COM O INCONSCIENTE. WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
  • 27. Mas - essa conjunção desfaz o que foi dito antes e enfatiza o que vem depois dela. Exemplo: Você sempre chega atrasado, mas é um ótimo funcionário. AS 4 PALAVRAS MÁGICAS 1 WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
  • 28. Não – falar da “não coisa” é um outro jeito de falar da coisa. O ouvinte tende a representar e se fixar à parte positiva da frase ou do comando. Exemplo: Não pense que estou com raiva de você. Não se sinta confortável depressa demais. 2 AS 4 PALAVRAS MÁGICAS WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
  • 29. Ou...Ou.... – essa expressão cria a ilusão de alternativa Exemplo: Você quer fechar este contrato agora ou depois de tomarmos um café? 3 AS 4 PALAVRAS MÁGICAS WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
  • 30. Porque – O uso de algum tipo de explicação para um fato faz como ele seja mais facilmente aceito, ainda que essa explicação não seja lógica. Exemplo: Por favor, me deixe passar em sua frente nessa fila, porque meu patrão é muito exigente. 4 AS 4 PALAVRAS MÁGICAS WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
  • 31. COMO UTILIZAR OS PADRÕES E CONSTRUIR FRASES PERSUASIVAS WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
  • 32. 1. Eu não lhe diria _________, porque ... De qualquer forma já estou dizendo, porém, minha negativa inicial quebra a resistência, e a palavra mágica “porque” atribui autoridade ao que digo ao mesmo tempo em que desvia a atenção do comando embutido. Exemplo: Eu não lhe diria faça seu pedido agora, porque você já sabe que este é o melhor momento. 2. Eu poderia lhe dizer que________, mas ... Você não pode colocar nenhuma objeção, já que eu apenas estou comunicando o que posso fazer. O “mas” desconsidera o dito e engana a atenção consciente. Exemplo: Eu poderia lhe dizer que este é o momento de efetuar esta compra, mas prefiro que você descubra por si mesmo. WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
  • 33. 3. Mais cedo ou mais tarde, ... Este padrão é um verdadeiro facilitador de comandos embutidos, no que pressupõe a inevitabilidade dos mesmos. Exemplo: Mais cedo ou mais tarde, você vai perceber mais profundamente as vantagens desta escolha. 4. Algum dia (ou em algum lugar)... Mesmo caso do anterior. Pressupõe-se que algo inevitavelmente irá acontecer, algum dia ou em algum lugar. Então é melhor que você já comece imaginar isto agora e deixe acontecer. Exemplo: Algum dia, você vai rir das preocupações atuais. WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
  • 34. 5. Tente resistir ... A pressuposição é de que qualquer resistência será inútil. Este padrão contém um duplo vínculo: ou o cliente tenta resistir, obedecendo ao comando direto ou não resiste, atendendo ao comando indireto. Não há como não obedecer a você. Exemplo: Tente resistir a este novo modelo do carro. 6. Estou me perguntando se você _______ ... ou não. Pergunta embutida, seguida de comando embutido. O “... ou não” do final é optativo e serve para uma possível retirada estratégica. Exemplo: Estou me perguntando se você gostaria de experimentar este produto por uma semana sem compromisso... ou não WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
  • 35. 7. Talvez você não tenha... , ainda. O “ainda” é outro pressuposto de inevitabilidade. O “talvez” funciona como suavizador. O “não” produz a imaginação do que está sendo negado. A meta-mensagem é “faça logo”. Exemplo: Talvez você não tenha decidido a nos acompanhar nesta parceria ainda. 8. Estou me perguntando o quê você gostaria de fazer primeiro. A cláusula temporal “primeiro” contida nesta pergunta embutida faz pressupor que ambas as escolhas vão ocorrer de qualquer jeito. O consciente é desviado pela preocupação com a ordem em que vão ocorrer. Exemplo: Estou me perguntando o quê você gostaria de fazer primeiro: tomar mais um cafezinho ou assinar o pedido. WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
  • 36. 9. Alguém pode __________, porque ... O uso da confusão, reforçada pelo padrão “lógica sem lógica”. Observe, pelo exemplo, que o cérebro do ouvinte vai ter que inventar uma ligação de causalidade lógica entre as duas orações da sentença. Exemplo: Alguém pode sentir-se aliviado e tranquilo, porque você conhece a satisfação íntima de recuperar a vontade de vencer. 10. Você vai ______ agora, ou você vai _______? A multiplicidade de escolhas disfarça a pressuposição de que a escolha é inevitável. Exemplo: Você vai garantir esta troca agora, ou você vai fazer o pedido de reserva para depois? WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
  • 37. 11. ... disse (ou dizia) _____, “________” Você transmite seu comando ou sua mensagem através da citação de outrem. Exemplo: Já dizia meu avô: “quem não arrisca não petisca”. 12. ... me disse uma vez, “_______” Mesmo padrão anterior, enriquecido com a adição de metáforas. Exemplo: Meu pai me disse uma vez que, com um passo após o outro, você chega aonde quiser. WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
  • 38. 13. <fato>, <fato>, <fato>, e... Uma das sequências eficazes de condução hipnótica. Após uma série de afirmações comprováveis fisicamente, você faz uma sugestão que, embora não comprovável, terá alta chance de ser incorporada às demais. Exemplo: Você está sentado nessa cadeira, na minha frente, pode ver o meu rosto e as minhas mãos, ouve o som da minha voz e sabe que eu não o enganaria numa transação. 14. É fácil ________, não é? O mágico “não é?” final transforma o comando em uma pergunta e contorna a resistência, oferecendo a opção do contrário. Exemplo: É fácil negociar quando as duas partes querem o acordo, não é? WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
  • 39. 15. Sem sombra de dúvida (ou com certeza) ... Os advérbios de modo como felizmente, obviamente, indiscutivelmente, infelizmente, etc. fazem pressupor que a afirmação que lhes segue é necessariamente verdadeira, reforçando assim os comandos embutidos. Exemplo: Sem sombra de dúvida, vale a pena investir neste negócio. 16. Eu não sei se _________. Neste padrão, a negação disfarça uma pergunta que, por sua vez, disfarça um comando. É uma forma indireta de se chegar ao inconsciente. Exemplo: Eu não sei se esta é a grande oportunidade que vai mudar sua vida. WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
  • 40. 17. Você pode _______, não pode? O que distingue este padrão é o “não pode?” final. Você pode entender como ele suaviza o comando e cria fatores de rapport com o ouvinte, não pode? Exemplo: Você pode se colocar alguns instantes no meu lugar, não pode? 18. A gente pode ________ porque ... “ ‘Porque’ é uma palavra mágica, porque ela empresta credibilidade emocional a tudo o que se diz antes dela”. (Robert Anue) Exemplo: A gente pode gastar algum tempo analisando o assunto porque você sabe que esta é uma forma de se chegar a um acordo mais seguro. WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
  • 41. 19. Quem sabe você gostaria de _________? Treine o uso sistemático de suavizadores. Este padrão contém dois. No exemplo a seguir, há também a pressuposição de que o cliente vai comprar o aparelho. Exemplo: Quem sabe você gostaria de experimentar o produto antes de comprá-lo? 20. Você provavelmente já sabe ... Forma excelente e elegante de suavizar o comando indireto que se segue. O ouvinte é conduzido a colocar em ação seu sistema de busca para verificar seu conhecimento do que é afirmado, enquanto o inconsciente capta a mensagem do comando embutido. Exemplo: Você provavelmente já sabe como identificar um produto de boa qualidade. WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
  • 42. 21. Estou curioso para saber se ... Forma indireta de fazer a pergunta, que vai embutida. Exemplo: Estou curioso para saber se você vai estudar minha proposta com o carinho que ela merece. USE OS PADRÕES HIPNÓTICOS PARA ELABORAR TODA SUA COMUNICAÇÃO E OBTER MELHORES RESULTADOS. WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR
  • 43. NEUROBUSINE$$ www.neurobusiness.com.br PARA TURBINAR SEUS NEGÓCIOS E COLOCAR SUAS VENDAS NO PILOTO AUTOMÁTICO! Espero que você tenha gostado do conteúdo que preparamos para você. Tudo o que foi escrito aqui, são táticas comprovadas de sucesso e que podem ser aplicadas nos mais variados tipos de negócio. Se quiser saber mais sobre como potencializar seus resultados, turbinar seus negócios, e colocar suas vendas no piloto automático, conheça nosso NEUROVENDAS : A NEUROESTRATÉGIA DA VENDA NEUROVENDAS : A NEUROESTRATÉGIA DA VENDA UMA IMERSÃO TOTAL NO CÉREBRO, NA MENTE E NO COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR QUE POSSUI MEIOS TESTADOS E COMPROVADOS PARA OBTENÇÃO DE MÁXIMA PERFORMANCE E LUCRO NS VENDAS. WWW.NEUROBUSINESSBRASIL.COM.BR