SlideShare uma empresa Scribd logo
BIOLOGIA INTERATIVABIOLOGIA INTERATIVA
Criado e Desenvolvido por:
Ronnielle Cabral RolimRonnielle Cabral Rolim
Todos os direitos são reservados ©2017
tioronnicabral.blogspot.com.br
NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICANÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA
O núcleo celular, descoberto em 1833 pelo pesquisador escocês Robert Brown, é
uma estrutura presente nas células eucariontes, que contém o ADN (ou DNA) da
célula. É delimitado pelo envoltório nuclear, e se comunica com o citoplasma
através dos poros nucleares. O núcleo possui duas funções básicas: regular as
reações químicas que ocorrem dentro da célula, e armazenar as informações
genéticas da célula. O seu diâmetro pode variar de 11 a 22.25 μm.
FONTE: contestado.com.br
O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICAO NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA
O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICAO NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA
CariotecaCarioteca
O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICAO NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA
CariotecaCarioteca
O envoltório nuclear possui dupla
membrana e poros (de natureza
proteica) para a passagem de íons,
moléculas e complexos moleculares,
nos dois sentidos. Entre as duas
membranas há uma região
denominada: espaço perinuclear.
O envoltório nuclear apresenta poros ou annulli. A função do
complexo do poro é o transporte seletivo de moléculas para fora e
para dentro do núcleo. No poro, as duas membranas que constituem
o envoltório nuclear são contínuas. O envoltório nuclear é
impermeável a íons e moléculas, de modo que o trânsito entre o
núcleo e o citoplasma é feito pelo complexo do poro.
O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICAO NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA
CromatinaCromatina
Em biologia, chama-se cromatina ao
complexo de DNA e proteínas (que juntas
denomina-se cromossomo) que se encontra
dentro do núcleo celular nas células
eucarióticas. Os ácidos nucleicos encontram-
se geralmente na forma de dupla-hélice. As
principais proteínas da cromatina são as
histonas.
Conhecem-se dois tipos de cromatina:
• Eucromatina (E), que consiste em DNA
ativo, ou seja, que pode-se expressar como
proteínas.
• Heterocromatina (H), que consiste em DNA
inativo e que parece ter funções estruturais
durante o ciclo celular.
O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICAO NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA
CromatinaCromatina
Diferentes níveis de condensação do DNA:
(1) Cadeia simples de DNA.
(2) Filamento de cromatina (DNA + histonas).
(3) Cromatina condensada em interfase com centrómeros.
(4) Cromatina condensada em prófase. (Existem agora duas cópias da molécula de DNA).
(5) Cromossoma em metáfase.
O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICAO NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA
NucleoplasmaNucleoplasma
O nucleoplasma, é constituído
de substâncias (íons, enzimas,
ATPs) dissolvidas em água;
nele estão presentes imersos
os filamentos de cromatina e o
nucléolo.
O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICAO NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA
NucléoloNucléolo
É um corpúsculo denso, não delineado por
membrana, presente no interior do núcleo. È uma
região de intensa síntese de ácido ribonucleico
ribossômico (RNAr) na região organizadora do
nucléolo.
O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICAO NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA
Duplicação do DNADuplicação do DNA
Cada fita do DNA é duplicada
formando uma fita híbrida,
isto é, a fita original (metade
do DNA) pareia com a fita
nova formando um novo
DNA. De uma única molécula
de DNA formam-se duas
iguais a molécula original.
Cada DNA recém formado
possui uma das cadeias da
molécula mãe, por isso o
nome semi-conservativa.
FONTE: rincon.com.br
O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICAO NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA
Duplicação do DNADuplicação do DNA
O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICAO NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA
SÍNTESE DO RNA: TranscriçãoSÍNTESE DO RNA: Transcrição
Para que ocorra o processo de transcrição é necessária a presença de uma enzima - a
RNA polimerase. Esta enzima reconhece o sítio de iniciação do gene, identifica a cadeia do
DNA em que está contido e inicia a transcrição. Durante este processo, o pareamento dos
nucleotídeos de RNA na cadeia de DNA, segue um padrão determinado. A adenina se
pareia com uracil (uma vez que a molécula de RNA apresenta esta base no lugar de
timina), a timina do DNA se pareia com adenina, citosina com guanina e guanina com
citosina.
FONTE: odnavaiaescola.com
O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICAO NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA
SÍNTESE DO RNA: TranscriçãoSÍNTESE DO RNA: Transcrição
A transcrição é o processo
pelo qual uma região do DNA
é copiada, resultando num
RNA.
O RNA mensageiro, ou
mRNA, transporta informação
genética do DNA ao citosol,
onde é usado como molde
para síntese de proteínas.
De uma maneira bem simplificada, podemos dizer que, nos procariotos a
transcrição é feita pela enzima RNA-polimerase que separa os pares de base do
DNA, desenrolando o DNA, dando início a síntese de RNA, formando uma bolha
de transcrição no DNA. O RNA será então uma cadeia de nucleotídeos
complementar ao molde do segmento do DNA de interesse, porém a base que
complementa Adenina será a Uracila.
FONTE: enq.ufsc.br
O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICAO NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA
SÍNTESE DO RNA: TranscriçãoSÍNTESE DO RNA: Transcrição
O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICAO NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA
SÍNTESE DO RNA: TranscriçãoSÍNTESE DO RNA: Transcrição
O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICAO NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA
SÍNTESE DO RNA: TraduçãoSÍNTESE DO RNA: Tradução
O Código Genético
Toda a atividade celular, a própria Vida, depende da presença de proteínas.
A função das proteínas depende da sua conformação tridimensional que, por sua
vez, é determinada por uma sequência de aminoácidos.
Quem contém a informação para especificar a sequência de aminoácidos das
diferentes proteínas é o DNA.
Tem de haver um sistema de correspondência entre a linguagem do DNA e a
linguagem das proteínas - um código genético.
Cada aminoácido é codificado por um conjunto de três nucleotídeos - um tripleto
ou códon - originando 64 combinações possíveis.
FONTE: enq.ufsc.br
O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICAO NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA
SÍNTESE DO RNA: TraduçãoSÍNTESE DO RNA: Tradução
RNAt
O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICAO NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA
SÍNTESE DO RNA: TraduçãoSÍNTESE DO RNA: Tradução
RNAr
O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICAO NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA
SÍNTESE DO RNA: TraduçãoSÍNTESE DO RNA: Tradução
RNAr
O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICAO NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA
SÍNTESE DO RNA: TraduçãoSÍNTESE DO RNA: Tradução
O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICAO NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA
SÍNTESE DO RNA: TraduçãoSÍNTESE DO RNA: Tradução
Exercício 1
(FUND. CARLOS CHAGAS) A cromatina presente no núcleo interfásico aparece
durante a divisão celular com uma organização estrutural diferente,
transformando-se nos:
a) cromômetros.
b) cromossomos.
c) centrômeros.
d) cromocentros.
e) cromonemas.
Exercício 2
Para que possa ocorrer a síntese de proteínas, devem ocorrer em ordem os
seguintes eventos:
a) replicação, transcrição e tradução.
b) transcrição, replicação e tradução.
c) transcrição e tradução.
d) tradução, transcrição e replicação.
e) replicação e transcrição.
Exercício 3
A molécula de ADN é constituída por:
a) uma cadeia de polipéptidos unidos por pontes de hidrogênio.
b) duas cadeias de polipéptidos formando uma dupla hélice.
c) uma cadeia de nucleótidos que tem a capacidade de se replicar.
d) duas cadeias de nucleótidos unidas por pontes de hidrogênio.
e) duas cadeias de bases azotadas unidas por polipéptidos.
Exercício 4
Numa molécula de ADN, a quantidade de...
a) adenina mais timina é igual à de citosina mais guanina.
b) citosina mais uracilo é igual à de timina mais adenina.
c) uracilo mais adenina é igual à de citosina mais guanina.
d) guanina mais timina é igual à de citosina mais uracilo.
e) adenina mais citosina é igual à de guanina mais timina.
Exercício 5
O esquema seguinte representa duas cadeias de ácidos nucleicos. Podemos
concluir que:
a) I e II correspondem a duas moléculas de RNA.
b) I e II correspondem a duas cadeias de uma molécula de RNA.
c) I e II correspondem a duas cadeias de uma molécula de ADN.
d) I corresponde a uma cadeia de ADN e II a uma cadeia de RNA.
e) I corresponde a uma cadeia de RNA e II a uma cadeia de ADN.
Exercício 6
O esquema seguinte é referente à estrutura do ADN. Os algarismos 1, 2 e 3
representam, respectivamente:
a) base azotada, desoxirribose e fosfato.
b) base azotada, fosfato e desoxirribose.
c) fosfato, desoxirribose e base azotada.
d) fosfato, base azotada e desoxirribose.
e) desoxirribose, fosfato e base azotada.
OBS: Base nitrogenada (português
brasileiro) ou base azotada (português
europeu) é um composto cíclico contendo
nitrogênio.
Exercício 7
Leia as afirmativas abaixo:
I. A troca de uma única base na molécula de DNA leva, obrigatoriamente, à
substituição de uma aminoácido na cadeia polipeptídica correspondente.
II. A duplicação do DNA ocorre de maneira semiconservativa.
III. A DNA polimerase é uma enzima especial que está diretamente envolvida na
duplicação da molécula de DNA.
A afirmativa está CORRETA em:
a) I, II e III.
b) I e II, apenas.
c) I e III, apenas
d) II e III, apenas.
e) II, apenas.
Exercício 8
(UnB) Uma molécula de DNA, com a sequência de base ATTGGACCTGTC permite
a formação de um RNAm com a seguinte sequência:
a) TAACCTGGACAG
b) CGGTTCAAGRGA
c) UAACCUGGACAG
d) GCCAAGTTCAGT
e) TUUCCTGGUCUG
Exercício 9
(UNEB) Dada uma lista de ácidos nucleicos e outra com suas funções, são
corretas as associações:
I. RNA-t
II. RNA-m
III. RNA-r
IV. DNA
A) Comanda todo o funcionamento da célula; transmite a informação genética
para as outras células.
B) Transporta os aminoácidos unindo o seu anticódon ao códon de um dos tipos
de RNA.
C) Através da sequência de suas bases, determina a posição dos aminoácidos nas
proteínas.
D) Combina-se com um dos tipos de RNA para formar os polittibossomas.
a) I – B; II – C; III – A; IV – D.
b) I – C; II – D; III – A; IV – B.
c) I – D; II – B; III – A; IV – C.
d) I – C; II – B; III – D; IV – A.
e) I – B; II – C; III – D; IV – A.
Exercício 10
(UFU-MG) As moléculas de DNA formam, pelo menos, 3 tipos diferentes de RNA,
cujas funções são de grande importância para a célula viva. Quais são eles e que
papel desempenham no metabolismo celular?
– RNA mensageiro: contém a informação do DNA para a síntese de proteínas
específicas nos ribossomos.
– RNA transportador: transporta os aminoácidos do citoplasma até os
ribossomos.
– RNA ribossômico: entra na formação dos ribossomos.
Exercício 11
(UFU-MG) Na medicina moderna, drogas conhecidas como antisense têm sido
utilizadas com sucesso no bloqueio da expressão de genes indesejáveis. Essas
drogas são, na realidade, sequências de nucleotídeos de RNA que têm
complementaridade de bases com o RNAm. Esses nucleotídeos (antisense),
ligam-se ao RNAm, no citoplasma, impedindo a expressão gênica. Baseando-se
na afirmativa anterior, marque a sequência correta da droga antisense, para o
seguimento gênico hipotético: ATATGCAGCAGTATG
a) AUAUGCAGCAGUAUG:
b) ATATGCAGCAGTATG
c) TATACGTCGTCATAC
d) UAUACGUCGUCAUAC
e) TATACGUGCUCATAC
Exercício 12
(FEPA) O DNA e o RNA são constituídos de muitas unidades, os nucleotídeos.
Cada nucleotídeo é constituído por um grupo fosfato, uma pentose e uma base
nitrogenada. A diferença entre DNA e RNA está:
a) na pentose e nas bases nitrogenadas.
b) no fosfato e nas bases nitrogenadas.
c) na pentose e no fosfato.
d) na pentose, nas bases nitrogenadas e no fosfato.
e) apenas nas bases nitrogenadas.
Exercício 13
A respeito dos ácidos nucléicos (DNA e RNA) podemos afirmar que:
a) gene é um segmento de RNA capaz de produzir proteína.
b) a uracila é a base nitrogenada exclusiva do DNA.
c) a duplicação do DNA é dita semiconservativa porque cada novo DNA conserva
metade do DNA antigo.
d) a pentose do DNA é a ribose.
e) durante a transcrição, os dois segmentos do DNA permanecem ativos.
Exercício 14
(UFF/2011) “Após o anúncio histórico da criação de vida artificial no laboratório
do geneticista Craig Venter, o mesmo responsável pela decodificação do genoma
humano em 2001, o presidente dos EUA, Barack Obama, pediu a seus
conselheiros especializados em biotecnologia para analisarem as consequências e
as implicações da nova técnica.”
(O Globo on line, 22/05/2010)
A experiência de Venter ainda não explica como a vida começou, mas reforça
novamente que, sob determinadas condições, fragmentos químicos são unidos
para formar a principal molécula responsável pelo código genético da vida.
Para a síntese de uma molécula de DNA em laboratório, a partir de uma fita
molde de DNA, além do primer, deve-se utilizar
a) nucleotídeos de Timina, Citosina, Guanina e Adenina; DNA e RNA polimerase.
b) nucleotídeos de Timina, Citosina, Guanina e Uracila; e DNA polimerase.
c) nucleotídeos de Timina, Citosina, Guanina e Adenina; e DNA polimerase.
d) nucleotídeos de Timina, Citosina, Guanina e Uracila; e RNA polimerase.
e) nucleotídeos de Timina, Citosina, Guanina, Uracila e Adenina; e DNA
polimerase.
A síntese do DNA em laboratório exige, no mínimo, nucleotídeos de timina,
citosina, guanina e adenina, além da enzima DNA-polimerase que catalisa a união
dos nucleotídeos para a formação do polinucleotídeo de DNA.
Exercício 15
(Enem 2005) Um fabricante afirma que um produto disponível comercialmente
possui DNA vegetal, elemento que proporcionaria melhor hidratação dos cabelos.
Sobre as características químicas dessa molécula essencial à vida, é correto
afirmar que o DNA
a) de qualquer espécie serviria, já que têm a mesma composição.
b) de origem vegetal é diferente quimicamente dos demais, pois possui clorofila.
c) das bactérias poderia causar mutações no couro cabeludo.
d) dos animais encontra-se sempre enovelado e é de difícil absorção.
e) de características básicas assegura sua eficiência hidratante.
O ácido desoxirribonucleico (DNA), ocorrente em todos os seres vivos, é formado
por sequências nucleotídicas compostas por fosfato, açúcar desoxirriboses e
quatro tipos de bases nitrogenadas: adenina, timina, guanina e citosina.
Exercício 16
(Cesgranrio) A análise química de uma molécula de ácido nucléico revelou a
seguinte porcentagem de bases nitrogenadas: 30% de citosina, 20% de uracila,
20% de adenina e 30% de guanina. Baseado nesse resultado, conclui-se que
essa molécula era de DNA e não de RNA. A conclusão obtida está:
a) Errada, pois as porcentagens de adenina e guanina deveriam ser iguais, já que
se pareiam.
b) Errada, pois na molécula de DNA a base uracila se liga sempre à citosina e não
à adenina.
c) Errada, pois a molécula de DNA não apresenta uracila como uma de suas
bases nitrogenadas.
d) Correta, pois o pareamento característico da molécula de DNA, C – G e A – U,
está expresso na porcentagem das bases.
e) Correta, pois a molécula de DNA é dupla, apresentando, então, 50% das bases
em cada fita.
Exercício 17
(UFSC) O processo de transcrição de material genético é a formação de
moléculas do RNA a partir da molécula de DNA. Em relação às diferentes
moléculas de RNA, é incorreto afirmar que (questão adaptada):
a) Os três tipos de RNA mensageiro, transportador e ribossômico são moléculas
com apenas uma cadeia de nucleotídeos.
b) São produzidas ao nível do núcleo, porém executam suas funções no
citoplasma.
c) O RNA transportador leva proteínas do citoplasma ao ribossomo.
d) O RNA ribossômico compõe a organela denominada ribossomo.
e) O RNA mensageiro traz a informação genética codificada, do núcleo para o
citoplasma.
Exercício 18
(UnB) Uma molécula de DNA, com a sequência de base ATTGGACCTGTC permite
a formação de um RNAm com a seguinte sequência:
a) TAACCTGGACAG.
b) CGGTTCAAGRGA.
c) UAACCUGGACAG.
d) GCCAAGTTCAGT.
e) TUUCCTGGUCUG.
Exercício 19
(UNEB) Dada uma lista de ácidos nucleicos e outra com suas funções, são
corretas as associações:
I. RNA-t
II. RNA-m
III. RNA-r
IV. DNA
A) Comanda todo o funcionamento da célula; transmite a informação genética
para as outras células.
B) Transporta os aminoácidos unindo o seu anticódon ao códon de um dos tipos
de RNA.
C) Através da sequência de suas bases, determina a posição dos aminoácidos nas
proteínas.
D) Combina-se com um dos tipos de RNA para formar os polittibossomas.
a) I – B; II – C; III – A; IV – D.
b) I – C; II – D; III – A; IV – B.
c) I – D; II – B; III – A; IV – C.
d) I – C; II – B; III – D; IV – A.
e) I – B; II – C; III – D; IV – A.
Exercício 20
(UFCE) Indique a alternativa correta relativa ao código e à síntese de proteínas.
a) O código GTA em uma molécula de DNA corresponderá a um códon CAT no
RNA mensageiro.
b) O RNA mensageiro age no transporte de aminoácidos até os ribossomos.
c) O processo de transcrição antecede o processo de tradução na síntese
protéica.
d) Todas as fases do processo de síntese protéica ocorrem no citoplasma.
e) A base nitrogenada uracila está presente em todos os códons de RNA
mensageiro.
Exercício 21
(UniRio) O ser humano tem mais de 100 mil genes. Pesquisadores da Incyte
Pharmaceuticals Inc. da Califórnia revelaram que há em torno de 140 mil
dedicadas à elaboração de proteínas que programam as células do corpo
humano.
(Jornal do Brasil, 25/09/99)
A síntese das proteínas, de acordo com a informação contida nos genes, ocorre
por intermédio de:
a) Polirribossomas com moléculas de RNA mensageiro.
b) Enzimas presentes nas membranas do complexo de Golgi.
c) Ribossomos isolados ligados à membrana do envoltório nuclear.
d) Mensagens nas enzimas da membrana do retículo endoplasmático granular.
Exercício 22
(UFCE) Indique a alternativa correta relativa ao código genético e à síntese de
proteínas:
a) A sequência de bases nitrogenadas do RNA mensageiro independe do DNA que
o codifica.
b) As bases nitrogenadas presentes em uma molécula de RNA mensageiro são:
adenina, citosina, timina e guanina.
c) O número de aminoácidos presentes em um peptídeo depende do número de
códons do RNA mensageiro que o sintetiza.
d) Todas as fases do processo de síntese protéica ocorrem no interior do
nucleoplasma.
Exercício 23
(ACAFE/SC) Com relação às moléculas de ácido ribonucléico (RNA), é correto
afirmar que:
a) São poliésteres de desoxirribose.
b) Têm estrutura primária helicoidal dupla.
c) São as mesmas do ácido desoxirribonucléico.
d) Formam hélices duplas de polirribonucleóides.
e) São hélices simples de polirribonucleóides.
Exercício 24
(UFSC) Um dos processos metabólicos mais importantes, que ocorrem em nível
celular, é a síntese de proteínas. Com relação a esse processo, é incorreto afirmar
que (questão adaptada):
a) Dele participam três moléculas de RNA: o ribossômico, o mensageiro e o
transportador.
b) O ordenamento dos aminoácidos na proteína formada dá-se em função da
sequência de bases nitrogenadas, presente no RNA mensageiro.
c) O código genético é degenerado, isto é, diferentes códons sempre especificam
diferentes aminoácidos na cadeia polipeptídica.
d) Existem códons específicos para concluí-lo.
Exercício 25
(Cesgranrio) Sobre a síntese de proteínas, são feitas as seguintes afirmações:
I. Um RNA-t (RNA transportador) transporta sempre um determinado
aminoácido. Esse aminoácido, porém, pode ser transportado por vários RNA-t.
II. A tradução do código químico do RNA-m (RNA mensageiro) ocorre nos
ribossomos localizados no retículo endoplasmático rugoso.
III. As moléculas de RNA-t apresentam numa determinada região da sua
molécula uma trinca de bases denominada anticódon.
São corretas:
a) Apenas II.
b) Apenas III.
c) Apenas I e II.
d) Apenas II e III.
e) I, II e III.
Exercício 26
(Enem/2016.1) Apesar da grande diversidade biológica, a hipótese de que a vida
na Terra tenha tido uma única origem comum é aceita pela comunidade científica.
Uma evidência que apoia essa hipótese é a observação de processos biológicos
comuns a todos os seres vivos atualmente existentes.
Um exemplo de tal processo é o(a)
a) desenvolvimento embrionário.
b) reprodução sexuada.
c) respiração aeróbica.
d) excreção urinária.
e) síntese proteica.
Exercício 27
(Enem/2016.1) Muitos estudos de síntese e
endereçamento de proteínas utilizam
aminoácidos marcados radioativamente para
acompanhar as proteínas, desde fases iniciais
de sua produção até seu destino final. Esses
ensaios foram muito empregados para estudo
e caracterização de células secretoras.
Após esses ensaios de radioatividade, qual o
gráfico que representa a evolução temporal da
produção de proteínas e sua localização em
uma célula secretora?
Proteínas secretadas pela célula são produzidas
no RER, passam pelo complexo golgiense que as
armazena, empacota e forma as vesículas de
secreção que encaminham as proteínas ao meio
extracelular.
Exercício 28
(Enem 2014) Na década de 1940, na Região Centro-Oeste, produtores rurais,
cujos bois, porcos, aves e cabras estavam morrendo por uma peste
desconhecida, fizeram uma promessa, que consistiu em não comer carne e
derivados até que a peste fosse debelada. Assim, durante três meses, arroz,
feijão, verduras e legumes formaram o prato principal desses produtores. O Hoje,
15 out. 2011 (adaptado).
Para suprir o déficit nutricional a que os produtos rurais se submeteram durante o
período da promessa, foi importante eles terem consumido alimentos ricos em A
vitaminas A e
a) vitaminas A e E.
b) frutose e sacarose.
c) aminoácidos naturais.
d) aminoácidos essenciais.
e) ácidos graxos saturados.
OBRIGADOOBRIGADO

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

GenéTico e Síntese Proteica
GenéTico e Síntese ProteicaGenéTico e Síntese Proteica
GenéTico e Síntese Proteica
Colégio Adventista de Planaltina CEAP
 
Biologia exercícios 05
Biologia exercícios 05Biologia exercícios 05
Biologia exercícios 05
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Síntese de proteínas: transcrição / tradução
Síntese de proteínas: transcrição / traduçãoSíntese de proteínas: transcrição / tradução
Síntese de proteínas: transcrição / tradução
Gian Zelada
 
Acidos nucleicos
Acidos nucleicosAcidos nucleicos
Acidos nucleicos
Tiago Alves Prado
 
áCido nucleicos introdução
áCido nucleicos   introduçãoáCido nucleicos   introdução
áCido nucleicos introdução
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Ácidos nucleicos DNA RNA
Ácidos nucleicos DNA RNAÁcidos nucleicos DNA RNA
Ácidos nucleicos DNA RNA
José Luís Alves
 
Dna
DnaDna
Introdução à Biologia Molecular
Introdução à Biologia MolecularIntrodução à Biologia Molecular
Introdução à Biologia Molecular
Marcos Castro
 
BioGeo11-Replicação do ADN e Síntese Proteica
BioGeo11-Replicação do ADN e Síntese ProteicaBioGeo11-Replicação do ADN e Síntese Proteica
BioGeo11-Replicação do ADN e Síntese Proteica
Rita Rainho
 
Metabolismo dos nucleotídeos
Metabolismo dos nucleotídeosMetabolismo dos nucleotídeos
Metabolismo dos nucleotídeos
Biomedicina
 
Natureza do material genético
Natureza do material genético Natureza do material genético
Natureza do material genético
URCA
 
BioquÍMica 5 ÁCidos NuclÉIcos E CÓDigo GenÉTico
BioquÍMica 5   ÁCidos NuclÉIcos E CÓDigo GenÉTicoBioquÍMica 5   ÁCidos NuclÉIcos E CÓDigo GenÉTico
BioquÍMica 5 ÁCidos NuclÉIcos E CÓDigo GenÉTico
Diego Yamazaki Bolano
 
Metabolismo de Controle - DNA e RNA
Metabolismo de Controle - DNA e RNAMetabolismo de Controle - DNA e RNA
Metabolismo de Controle - DNA e RNA
NAPNE
 
Aula 11 - Ácidos nucleicos - DNA e RNA
Aula 11 - Ácidos nucleicos - DNA e RNAAula 11 - Ácidos nucleicos - DNA e RNA
Aula 11 - Ácidos nucleicos - DNA e RNA
Fernando Mori Miyazawa
 
Crescimento e Renovação Celular, Biologia // 11º ano
Crescimento e Renovação Celular, Biologia // 11º anoCrescimento e Renovação Celular, Biologia // 11º ano
Crescimento e Renovação Celular, Biologia // 11º ano
Ana Mestre
 
Ácidos nucléicos
Ácidos nucléicosÁcidos nucléicos
Ácidos nucléicos
Fatima Comiotto
 
Estrutura do dna
Estrutura do dnaEstrutura do dna
Estrutura do dna
Priscila Rodrigues
 
Os ácidos nucleicos e o controle do metabolismo celular
Os ácidos nucleicos e o controle do metabolismo celularOs ácidos nucleicos e o controle do metabolismo celular
Os ácidos nucleicos e o controle do metabolismo celular
Alpha Colégio e Vestibulares
 
áCidos nucleicos.1
áCidos nucleicos.1áCidos nucleicos.1
áCidos nucleicos.1
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Biologia aula 04 ácidos nucleicos
Biologia aula 04   ácidos nucleicosBiologia aula 04   ácidos nucleicos
Biologia aula 04 ácidos nucleicos
Alpha Colégio e Vestibulares
 

Mais procurados (20)

GenéTico e Síntese Proteica
GenéTico e Síntese ProteicaGenéTico e Síntese Proteica
GenéTico e Síntese Proteica
 
Biologia exercícios 05
Biologia exercícios 05Biologia exercícios 05
Biologia exercícios 05
 
Síntese de proteínas: transcrição / tradução
Síntese de proteínas: transcrição / traduçãoSíntese de proteínas: transcrição / tradução
Síntese de proteínas: transcrição / tradução
 
Acidos nucleicos
Acidos nucleicosAcidos nucleicos
Acidos nucleicos
 
áCido nucleicos introdução
áCido nucleicos   introduçãoáCido nucleicos   introdução
áCido nucleicos introdução
 
Ácidos nucleicos DNA RNA
Ácidos nucleicos DNA RNAÁcidos nucleicos DNA RNA
Ácidos nucleicos DNA RNA
 
Dna
DnaDna
Dna
 
Introdução à Biologia Molecular
Introdução à Biologia MolecularIntrodução à Biologia Molecular
Introdução à Biologia Molecular
 
BioGeo11-Replicação do ADN e Síntese Proteica
BioGeo11-Replicação do ADN e Síntese ProteicaBioGeo11-Replicação do ADN e Síntese Proteica
BioGeo11-Replicação do ADN e Síntese Proteica
 
Metabolismo dos nucleotídeos
Metabolismo dos nucleotídeosMetabolismo dos nucleotídeos
Metabolismo dos nucleotídeos
 
Natureza do material genético
Natureza do material genético Natureza do material genético
Natureza do material genético
 
BioquÍMica 5 ÁCidos NuclÉIcos E CÓDigo GenÉTico
BioquÍMica 5   ÁCidos NuclÉIcos E CÓDigo GenÉTicoBioquÍMica 5   ÁCidos NuclÉIcos E CÓDigo GenÉTico
BioquÍMica 5 ÁCidos NuclÉIcos E CÓDigo GenÉTico
 
Metabolismo de Controle - DNA e RNA
Metabolismo de Controle - DNA e RNAMetabolismo de Controle - DNA e RNA
Metabolismo de Controle - DNA e RNA
 
Aula 11 - Ácidos nucleicos - DNA e RNA
Aula 11 - Ácidos nucleicos - DNA e RNAAula 11 - Ácidos nucleicos - DNA e RNA
Aula 11 - Ácidos nucleicos - DNA e RNA
 
Crescimento e Renovação Celular, Biologia // 11º ano
Crescimento e Renovação Celular, Biologia // 11º anoCrescimento e Renovação Celular, Biologia // 11º ano
Crescimento e Renovação Celular, Biologia // 11º ano
 
Ácidos nucléicos
Ácidos nucléicosÁcidos nucléicos
Ácidos nucléicos
 
Estrutura do dna
Estrutura do dnaEstrutura do dna
Estrutura do dna
 
Os ácidos nucleicos e o controle do metabolismo celular
Os ácidos nucleicos e o controle do metabolismo celularOs ácidos nucleicos e o controle do metabolismo celular
Os ácidos nucleicos e o controle do metabolismo celular
 
áCidos nucleicos.1
áCidos nucleicos.1áCidos nucleicos.1
áCidos nucleicos.1
 
Biologia aula 04 ácidos nucleicos
Biologia aula 04   ácidos nucleicosBiologia aula 04   ácidos nucleicos
Biologia aula 04 ácidos nucleicos
 

Semelhante a Núcleo e a síntese protéica

áCidos nucleicos
áCidos nucleicosáCidos nucleicos
áCidos nucleicos
Alessandra Firmino
 
áCidos nucléicos o código da vida und 3
áCidos nucléicos  o código da vida und 3áCidos nucléicos  o código da vida und 3
áCidos nucléicos o código da vida und 3
César Milani
 
Aula dna 2015
Aula dna 2015Aula dna 2015
Aula dna 2015
Andre Luiz Nascimento
 
25268324 resumos-de-biologia-de-11âº-ano
25268324 resumos-de-biologia-de-11âº-ano25268324 resumos-de-biologia-de-11âº-ano
25268324 resumos-de-biologia-de-11âº-ano
Rita_Brito
 
aula-4-nucleo-dogma-centra nucleo cel.pptx
aula-4-nucleo-dogma-centra nucleo cel.pptxaula-4-nucleo-dogma-centra nucleo cel.pptx
aula-4-nucleo-dogma-centra nucleo cel.pptx
Larissa Paiva
 
Código Genético e Síntese Proteica
Código Genético e Síntese ProteicaCódigo Genético e Síntese Proteica
Código Genético e Síntese Proteica
guestdb5b7a
 
Questoes para 1 s respondidas
Questoes para 1 s respondidasQuestoes para 1 s respondidas
Questoes para 1 s respondidas
Ionara Urrutia Moura
 
Acidosnucleicos
AcidosnucleicosAcidosnucleicos
Acidosnucleicos
Iuri Fretta Wiggers
 
aula Acidos Nucleicos - Duplicacao do DNA e Sintese Proteica.ppt
aula Acidos Nucleicos - Duplicacao do DNA e Sintese Proteica.pptaula Acidos Nucleicos - Duplicacao do DNA e Sintese Proteica.ppt
aula Acidos Nucleicos - Duplicacao do DNA e Sintese Proteica.ppt
JoseAugustoAragao
 
aula Acidos Nucleicos - Duplicacao do DNA e Sintese Proteica.ppt
aula Acidos Nucleicos - Duplicacao do DNA e Sintese Proteica.pptaula Acidos Nucleicos - Duplicacao do DNA e Sintese Proteica.ppt
aula Acidos Nucleicos - Duplicacao do DNA e Sintese Proteica.ppt
JoseAugustoAragao
 
Os ácidos nucléicos - DNA e RNA
Os  ácidos nucléicos - DNA e RNAOs  ácidos nucléicos - DNA e RNA
Os ácidos nucléicos - DNA e RNA
Sérgio Silva
 
Acidosnucleicos
AcidosnucleicosAcidosnucleicos
Acidos nucleicos
Acidos nucleicosAcidos nucleicos
Acidos nucleicos
Erica Cristina
 
ae_bf11_ppt1.pptx
ae_bf11_ppt1.pptxae_bf11_ppt1.pptx
ae_bf11_ppt1.pptx
Miguel766590
 
Powerpoint 1 - Ácidos nucleicos - Biologia 11ºano
Powerpoint 1 - Ácidos nucleicos - Biologia 11ºanoPowerpoint 1 - Ácidos nucleicos - Biologia 11ºano
Powerpoint 1 - Ácidos nucleicos - Biologia 11ºano
MatildePinto33
 
Treinamento ácidos nucléicos
Treinamento ácidos nucléicosTreinamento ácidos nucléicos
Treinamento ácidos nucléicos
emanuel
 
Ácidos Nucleicos
Ácidos Nucleicos  Ácidos Nucleicos
Ácidos Nucleicos
CristinaBrandao
 
Genetica - Genoma humano ( genes/cromossomos)
Genetica - Genoma humano ( genes/cromossomos)Genetica - Genoma humano ( genes/cromossomos)
Genetica - Genoma humano ( genes/cromossomos)
Defesa da Classe Biomédica
 
áCidos nucléicos 2011
áCidos nucléicos 2011áCidos nucléicos 2011
áCidos nucléicos 2011
Jesrayne Nascimento
 
Aula 01_Dogma Central da Biologia Molecular.pptx
Aula 01_Dogma Central da Biologia Molecular.pptxAula 01_Dogma Central da Biologia Molecular.pptx
Aula 01_Dogma Central da Biologia Molecular.pptx
Tatilobato
 

Semelhante a Núcleo e a síntese protéica (20)

áCidos nucleicos
áCidos nucleicosáCidos nucleicos
áCidos nucleicos
 
áCidos nucléicos o código da vida und 3
áCidos nucléicos  o código da vida und 3áCidos nucléicos  o código da vida und 3
áCidos nucléicos o código da vida und 3
 
Aula dna 2015
Aula dna 2015Aula dna 2015
Aula dna 2015
 
25268324 resumos-de-biologia-de-11âº-ano
25268324 resumos-de-biologia-de-11âº-ano25268324 resumos-de-biologia-de-11âº-ano
25268324 resumos-de-biologia-de-11âº-ano
 
aula-4-nucleo-dogma-centra nucleo cel.pptx
aula-4-nucleo-dogma-centra nucleo cel.pptxaula-4-nucleo-dogma-centra nucleo cel.pptx
aula-4-nucleo-dogma-centra nucleo cel.pptx
 
Código Genético e Síntese Proteica
Código Genético e Síntese ProteicaCódigo Genético e Síntese Proteica
Código Genético e Síntese Proteica
 
Questoes para 1 s respondidas
Questoes para 1 s respondidasQuestoes para 1 s respondidas
Questoes para 1 s respondidas
 
Acidosnucleicos
AcidosnucleicosAcidosnucleicos
Acidosnucleicos
 
aula Acidos Nucleicos - Duplicacao do DNA e Sintese Proteica.ppt
aula Acidos Nucleicos - Duplicacao do DNA e Sintese Proteica.pptaula Acidos Nucleicos - Duplicacao do DNA e Sintese Proteica.ppt
aula Acidos Nucleicos - Duplicacao do DNA e Sintese Proteica.ppt
 
aula Acidos Nucleicos - Duplicacao do DNA e Sintese Proteica.ppt
aula Acidos Nucleicos - Duplicacao do DNA e Sintese Proteica.pptaula Acidos Nucleicos - Duplicacao do DNA e Sintese Proteica.ppt
aula Acidos Nucleicos - Duplicacao do DNA e Sintese Proteica.ppt
 
Os ácidos nucléicos - DNA e RNA
Os  ácidos nucléicos - DNA e RNAOs  ácidos nucléicos - DNA e RNA
Os ácidos nucléicos - DNA e RNA
 
Acidosnucleicos
AcidosnucleicosAcidosnucleicos
Acidosnucleicos
 
Acidos nucleicos
Acidos nucleicosAcidos nucleicos
Acidos nucleicos
 
ae_bf11_ppt1.pptx
ae_bf11_ppt1.pptxae_bf11_ppt1.pptx
ae_bf11_ppt1.pptx
 
Powerpoint 1 - Ácidos nucleicos - Biologia 11ºano
Powerpoint 1 - Ácidos nucleicos - Biologia 11ºanoPowerpoint 1 - Ácidos nucleicos - Biologia 11ºano
Powerpoint 1 - Ácidos nucleicos - Biologia 11ºano
 
Treinamento ácidos nucléicos
Treinamento ácidos nucléicosTreinamento ácidos nucléicos
Treinamento ácidos nucléicos
 
Ácidos Nucleicos
Ácidos Nucleicos  Ácidos Nucleicos
Ácidos Nucleicos
 
Genetica - Genoma humano ( genes/cromossomos)
Genetica - Genoma humano ( genes/cromossomos)Genetica - Genoma humano ( genes/cromossomos)
Genetica - Genoma humano ( genes/cromossomos)
 
áCidos nucléicos 2011
áCidos nucléicos 2011áCidos nucléicos 2011
áCidos nucléicos 2011
 
Aula 01_Dogma Central da Biologia Molecular.pptx
Aula 01_Dogma Central da Biologia Molecular.pptxAula 01_Dogma Central da Biologia Molecular.pptx
Aula 01_Dogma Central da Biologia Molecular.pptx
 

Mais de URCA

Máquinas Simples
Máquinas SimplesMáquinas Simples
Máquinas Simples
URCA
 
Transformações Químicas
Transformações QuímicasTransformações Químicas
Transformações Químicas
URCA
 
Separação de Materiais
Separação de MateriaisSeparação de Materiais
Separação de Materiais
URCA
 
Misturas homogêneas e Heterogeneas
Misturas homogêneas e HeterogeneasMisturas homogêneas e Heterogeneas
Misturas homogêneas e Heterogeneas
URCA
 
Folhas caules e raízes
Folhas caules e raízesFolhas caules e raízes
Folhas caules e raízes
URCA
 
Angiospermas
AngiospermasAngiospermas
Angiospermas
URCA
 
Briofitas
BriofitasBriofitas
Briofitas
URCA
 
Flores e frutos
Flores e frutosFlores e frutos
Flores e frutos
URCA
 
Gimnospermas
GimnospermasGimnospermas
Gimnospermas
URCA
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
URCA
 
Dsts
DstsDsts
Dsts
URCA
 
Pteridófitas
PteridófitasPteridófitas
Pteridófitas
URCA
 
Vírus
VírusVírus
Vírus
URCA
 
Taxonomia
TaxonomiaTaxonomia
Taxonomia
URCA
 
Tipos de reprodução
Tipos de reproduçãoTipos de reprodução
Tipos de reprodução
URCA
 
Métodos contaceptivos
Métodos contaceptivosMétodos contaceptivos
Métodos contaceptivos
URCA
 
Reino protoctista
Reino protoctistaReino protoctista
Reino protoctista
URCA
 
Angiospermas
AngiospermasAngiospermas
Angiospermas
URCA
 
Reino Monera
Reino MoneraReino Monera
Reino Monera
URCA
 
Reino Fungi
Reino FungiReino Fungi
Reino Fungi
URCA
 

Mais de URCA (20)

Máquinas Simples
Máquinas SimplesMáquinas Simples
Máquinas Simples
 
Transformações Químicas
Transformações QuímicasTransformações Químicas
Transformações Químicas
 
Separação de Materiais
Separação de MateriaisSeparação de Materiais
Separação de Materiais
 
Misturas homogêneas e Heterogeneas
Misturas homogêneas e HeterogeneasMisturas homogêneas e Heterogeneas
Misturas homogêneas e Heterogeneas
 
Folhas caules e raízes
Folhas caules e raízesFolhas caules e raízes
Folhas caules e raízes
 
Angiospermas
AngiospermasAngiospermas
Angiospermas
 
Briofitas
BriofitasBriofitas
Briofitas
 
Flores e frutos
Flores e frutosFlores e frutos
Flores e frutos
 
Gimnospermas
GimnospermasGimnospermas
Gimnospermas
 
Aborto
AbortoAborto
Aborto
 
Dsts
DstsDsts
Dsts
 
Pteridófitas
PteridófitasPteridófitas
Pteridófitas
 
Vírus
VírusVírus
Vírus
 
Taxonomia
TaxonomiaTaxonomia
Taxonomia
 
Tipos de reprodução
Tipos de reproduçãoTipos de reprodução
Tipos de reprodução
 
Métodos contaceptivos
Métodos contaceptivosMétodos contaceptivos
Métodos contaceptivos
 
Reino protoctista
Reino protoctistaReino protoctista
Reino protoctista
 
Angiospermas
AngiospermasAngiospermas
Angiospermas
 
Reino Monera
Reino MoneraReino Monera
Reino Monera
 
Reino Fungi
Reino FungiReino Fungi
Reino Fungi
 

Último

Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Cap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e Riscadores
Cap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e RiscadoresCap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e Riscadores
Cap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e Riscadores
Shakil Y. Rahim
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
JakiraCosta
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Demetrio Ccesa Rayme
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
jonny615148
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
A justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdf
A justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdfA justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdf
A justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdf
MarcoAurlioResende
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdfPROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
MiriamCamily
 
Discursos Éticos e Políticos Acerca do Meio Ambiente e Desenvolvimento Susten...
Discursos Éticos e Políticos Acerca do Meio Ambiente e Desenvolvimento Susten...Discursos Éticos e Políticos Acerca do Meio Ambiente e Desenvolvimento Susten...
Discursos Éticos e Políticos Acerca do Meio Ambiente e Desenvolvimento Susten...
FredPaixaoeSilva
 
O livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdf
O livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdfO livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdf
O livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdf
dataprovider
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Militao Ricardo
 

Último (20)

Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
Cap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e Riscadores
Cap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e RiscadoresCap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e Riscadores
Cap. 1_Desenho_Elementos, Suportes e Riscadores
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
A justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdf
A justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdfA justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdf
A justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdf
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdfPROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
PROVA DE ARTE PARA IMPRESSÃO - CORRETA gabarito .pdf
 
Discursos Éticos e Políticos Acerca do Meio Ambiente e Desenvolvimento Susten...
Discursos Éticos e Políticos Acerca do Meio Ambiente e Desenvolvimento Susten...Discursos Éticos e Políticos Acerca do Meio Ambiente e Desenvolvimento Susten...
Discursos Éticos e Políticos Acerca do Meio Ambiente e Desenvolvimento Susten...
 
O livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdf
O livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdfO livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdf
O livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdf
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
Podcast: como preparar e produzir um programa radiofônico e distribuir na int...
 

Núcleo e a síntese protéica

  • 1. BIOLOGIA INTERATIVABIOLOGIA INTERATIVA Criado e Desenvolvido por: Ronnielle Cabral RolimRonnielle Cabral Rolim Todos os direitos são reservados ©2017 tioronnicabral.blogspot.com.br
  • 2. NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICANÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA
  • 3. O núcleo celular, descoberto em 1833 pelo pesquisador escocês Robert Brown, é uma estrutura presente nas células eucariontes, que contém o ADN (ou DNA) da célula. É delimitado pelo envoltório nuclear, e se comunica com o citoplasma através dos poros nucleares. O núcleo possui duas funções básicas: regular as reações químicas que ocorrem dentro da célula, e armazenar as informações genéticas da célula. O seu diâmetro pode variar de 11 a 22.25 μm. FONTE: contestado.com.br O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICAO NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA
  • 4. O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICAO NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA CariotecaCarioteca
  • 5. O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICAO NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA CariotecaCarioteca O envoltório nuclear possui dupla membrana e poros (de natureza proteica) para a passagem de íons, moléculas e complexos moleculares, nos dois sentidos. Entre as duas membranas há uma região denominada: espaço perinuclear. O envoltório nuclear apresenta poros ou annulli. A função do complexo do poro é o transporte seletivo de moléculas para fora e para dentro do núcleo. No poro, as duas membranas que constituem o envoltório nuclear são contínuas. O envoltório nuclear é impermeável a íons e moléculas, de modo que o trânsito entre o núcleo e o citoplasma é feito pelo complexo do poro.
  • 6. O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICAO NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA CromatinaCromatina Em biologia, chama-se cromatina ao complexo de DNA e proteínas (que juntas denomina-se cromossomo) que se encontra dentro do núcleo celular nas células eucarióticas. Os ácidos nucleicos encontram- se geralmente na forma de dupla-hélice. As principais proteínas da cromatina são as histonas. Conhecem-se dois tipos de cromatina: • Eucromatina (E), que consiste em DNA ativo, ou seja, que pode-se expressar como proteínas. • Heterocromatina (H), que consiste em DNA inativo e que parece ter funções estruturais durante o ciclo celular.
  • 7. O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICAO NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA CromatinaCromatina Diferentes níveis de condensação do DNA: (1) Cadeia simples de DNA. (2) Filamento de cromatina (DNA + histonas). (3) Cromatina condensada em interfase com centrómeros. (4) Cromatina condensada em prófase. (Existem agora duas cópias da molécula de DNA). (5) Cromossoma em metáfase.
  • 8. O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICAO NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA NucleoplasmaNucleoplasma O nucleoplasma, é constituído de substâncias (íons, enzimas, ATPs) dissolvidas em água; nele estão presentes imersos os filamentos de cromatina e o nucléolo.
  • 9. O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICAO NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA NucléoloNucléolo É um corpúsculo denso, não delineado por membrana, presente no interior do núcleo. È uma região de intensa síntese de ácido ribonucleico ribossômico (RNAr) na região organizadora do nucléolo.
  • 10. O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICAO NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA Duplicação do DNADuplicação do DNA Cada fita do DNA é duplicada formando uma fita híbrida, isto é, a fita original (metade do DNA) pareia com a fita nova formando um novo DNA. De uma única molécula de DNA formam-se duas iguais a molécula original. Cada DNA recém formado possui uma das cadeias da molécula mãe, por isso o nome semi-conservativa. FONTE: rincon.com.br
  • 11. O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICAO NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA Duplicação do DNADuplicação do DNA
  • 12. O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICAO NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA SÍNTESE DO RNA: TranscriçãoSÍNTESE DO RNA: Transcrição Para que ocorra o processo de transcrição é necessária a presença de uma enzima - a RNA polimerase. Esta enzima reconhece o sítio de iniciação do gene, identifica a cadeia do DNA em que está contido e inicia a transcrição. Durante este processo, o pareamento dos nucleotídeos de RNA na cadeia de DNA, segue um padrão determinado. A adenina se pareia com uracil (uma vez que a molécula de RNA apresenta esta base no lugar de timina), a timina do DNA se pareia com adenina, citosina com guanina e guanina com citosina. FONTE: odnavaiaescola.com
  • 13. O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICAO NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA SÍNTESE DO RNA: TranscriçãoSÍNTESE DO RNA: Transcrição A transcrição é o processo pelo qual uma região do DNA é copiada, resultando num RNA. O RNA mensageiro, ou mRNA, transporta informação genética do DNA ao citosol, onde é usado como molde para síntese de proteínas. De uma maneira bem simplificada, podemos dizer que, nos procariotos a transcrição é feita pela enzima RNA-polimerase que separa os pares de base do DNA, desenrolando o DNA, dando início a síntese de RNA, formando uma bolha de transcrição no DNA. O RNA será então uma cadeia de nucleotídeos complementar ao molde do segmento do DNA de interesse, porém a base que complementa Adenina será a Uracila. FONTE: enq.ufsc.br
  • 14. O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICAO NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA SÍNTESE DO RNA: TranscriçãoSÍNTESE DO RNA: Transcrição
  • 15. O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICAO NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA SÍNTESE DO RNA: TranscriçãoSÍNTESE DO RNA: Transcrição
  • 16. O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICAO NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA SÍNTESE DO RNA: TraduçãoSÍNTESE DO RNA: Tradução O Código Genético Toda a atividade celular, a própria Vida, depende da presença de proteínas. A função das proteínas depende da sua conformação tridimensional que, por sua vez, é determinada por uma sequência de aminoácidos. Quem contém a informação para especificar a sequência de aminoácidos das diferentes proteínas é o DNA. Tem de haver um sistema de correspondência entre a linguagem do DNA e a linguagem das proteínas - um código genético. Cada aminoácido é codificado por um conjunto de três nucleotídeos - um tripleto ou códon - originando 64 combinações possíveis. FONTE: enq.ufsc.br
  • 17. O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICAO NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA SÍNTESE DO RNA: TraduçãoSÍNTESE DO RNA: Tradução RNAt
  • 18. O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICAO NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA SÍNTESE DO RNA: TraduçãoSÍNTESE DO RNA: Tradução RNAr
  • 19. O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICAO NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA SÍNTESE DO RNA: TraduçãoSÍNTESE DO RNA: Tradução RNAr
  • 20. O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICAO NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA SÍNTESE DO RNA: TraduçãoSÍNTESE DO RNA: Tradução
  • 21. O NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICAO NÚCLEO E A SÍNTESE PROTEICA SÍNTESE DO RNA: TraduçãoSÍNTESE DO RNA: Tradução
  • 22. Exercício 1 (FUND. CARLOS CHAGAS) A cromatina presente no núcleo interfásico aparece durante a divisão celular com uma organização estrutural diferente, transformando-se nos: a) cromômetros. b) cromossomos. c) centrômeros. d) cromocentros. e) cromonemas.
  • 23. Exercício 2 Para que possa ocorrer a síntese de proteínas, devem ocorrer em ordem os seguintes eventos: a) replicação, transcrição e tradução. b) transcrição, replicação e tradução. c) transcrição e tradução. d) tradução, transcrição e replicação. e) replicação e transcrição.
  • 24. Exercício 3 A molécula de ADN é constituída por: a) uma cadeia de polipéptidos unidos por pontes de hidrogênio. b) duas cadeias de polipéptidos formando uma dupla hélice. c) uma cadeia de nucleótidos que tem a capacidade de se replicar. d) duas cadeias de nucleótidos unidas por pontes de hidrogênio. e) duas cadeias de bases azotadas unidas por polipéptidos.
  • 25. Exercício 4 Numa molécula de ADN, a quantidade de... a) adenina mais timina é igual à de citosina mais guanina. b) citosina mais uracilo é igual à de timina mais adenina. c) uracilo mais adenina é igual à de citosina mais guanina. d) guanina mais timina é igual à de citosina mais uracilo. e) adenina mais citosina é igual à de guanina mais timina.
  • 26. Exercício 5 O esquema seguinte representa duas cadeias de ácidos nucleicos. Podemos concluir que: a) I e II correspondem a duas moléculas de RNA. b) I e II correspondem a duas cadeias de uma molécula de RNA. c) I e II correspondem a duas cadeias de uma molécula de ADN. d) I corresponde a uma cadeia de ADN e II a uma cadeia de RNA. e) I corresponde a uma cadeia de RNA e II a uma cadeia de ADN.
  • 27. Exercício 6 O esquema seguinte é referente à estrutura do ADN. Os algarismos 1, 2 e 3 representam, respectivamente: a) base azotada, desoxirribose e fosfato. b) base azotada, fosfato e desoxirribose. c) fosfato, desoxirribose e base azotada. d) fosfato, base azotada e desoxirribose. e) desoxirribose, fosfato e base azotada. OBS: Base nitrogenada (português brasileiro) ou base azotada (português europeu) é um composto cíclico contendo nitrogênio.
  • 28. Exercício 7 Leia as afirmativas abaixo: I. A troca de uma única base na molécula de DNA leva, obrigatoriamente, à substituição de uma aminoácido na cadeia polipeptídica correspondente. II. A duplicação do DNA ocorre de maneira semiconservativa. III. A DNA polimerase é uma enzima especial que está diretamente envolvida na duplicação da molécula de DNA. A afirmativa está CORRETA em: a) I, II e III. b) I e II, apenas. c) I e III, apenas d) II e III, apenas. e) II, apenas.
  • 29. Exercício 8 (UnB) Uma molécula de DNA, com a sequência de base ATTGGACCTGTC permite a formação de um RNAm com a seguinte sequência: a) TAACCTGGACAG b) CGGTTCAAGRGA c) UAACCUGGACAG d) GCCAAGTTCAGT e) TUUCCTGGUCUG
  • 30. Exercício 9 (UNEB) Dada uma lista de ácidos nucleicos e outra com suas funções, são corretas as associações: I. RNA-t II. RNA-m III. RNA-r IV. DNA A) Comanda todo o funcionamento da célula; transmite a informação genética para as outras células. B) Transporta os aminoácidos unindo o seu anticódon ao códon de um dos tipos de RNA. C) Através da sequência de suas bases, determina a posição dos aminoácidos nas proteínas. D) Combina-se com um dos tipos de RNA para formar os polittibossomas. a) I – B; II – C; III – A; IV – D. b) I – C; II – D; III – A; IV – B. c) I – D; II – B; III – A; IV – C. d) I – C; II – B; III – D; IV – A. e) I – B; II – C; III – D; IV – A.
  • 31. Exercício 10 (UFU-MG) As moléculas de DNA formam, pelo menos, 3 tipos diferentes de RNA, cujas funções são de grande importância para a célula viva. Quais são eles e que papel desempenham no metabolismo celular? – RNA mensageiro: contém a informação do DNA para a síntese de proteínas específicas nos ribossomos. – RNA transportador: transporta os aminoácidos do citoplasma até os ribossomos. – RNA ribossômico: entra na formação dos ribossomos.
  • 32. Exercício 11 (UFU-MG) Na medicina moderna, drogas conhecidas como antisense têm sido utilizadas com sucesso no bloqueio da expressão de genes indesejáveis. Essas drogas são, na realidade, sequências de nucleotídeos de RNA que têm complementaridade de bases com o RNAm. Esses nucleotídeos (antisense), ligam-se ao RNAm, no citoplasma, impedindo a expressão gênica. Baseando-se na afirmativa anterior, marque a sequência correta da droga antisense, para o seguimento gênico hipotético: ATATGCAGCAGTATG a) AUAUGCAGCAGUAUG: b) ATATGCAGCAGTATG c) TATACGTCGTCATAC d) UAUACGUCGUCAUAC e) TATACGUGCUCATAC
  • 33. Exercício 12 (FEPA) O DNA e o RNA são constituídos de muitas unidades, os nucleotídeos. Cada nucleotídeo é constituído por um grupo fosfato, uma pentose e uma base nitrogenada. A diferença entre DNA e RNA está: a) na pentose e nas bases nitrogenadas. b) no fosfato e nas bases nitrogenadas. c) na pentose e no fosfato. d) na pentose, nas bases nitrogenadas e no fosfato. e) apenas nas bases nitrogenadas.
  • 34. Exercício 13 A respeito dos ácidos nucléicos (DNA e RNA) podemos afirmar que: a) gene é um segmento de RNA capaz de produzir proteína. b) a uracila é a base nitrogenada exclusiva do DNA. c) a duplicação do DNA é dita semiconservativa porque cada novo DNA conserva metade do DNA antigo. d) a pentose do DNA é a ribose. e) durante a transcrição, os dois segmentos do DNA permanecem ativos.
  • 35. Exercício 14 (UFF/2011) “Após o anúncio histórico da criação de vida artificial no laboratório do geneticista Craig Venter, o mesmo responsável pela decodificação do genoma humano em 2001, o presidente dos EUA, Barack Obama, pediu a seus conselheiros especializados em biotecnologia para analisarem as consequências e as implicações da nova técnica.” (O Globo on line, 22/05/2010) A experiência de Venter ainda não explica como a vida começou, mas reforça novamente que, sob determinadas condições, fragmentos químicos são unidos para formar a principal molécula responsável pelo código genético da vida. Para a síntese de uma molécula de DNA em laboratório, a partir de uma fita molde de DNA, além do primer, deve-se utilizar a) nucleotídeos de Timina, Citosina, Guanina e Adenina; DNA e RNA polimerase. b) nucleotídeos de Timina, Citosina, Guanina e Uracila; e DNA polimerase. c) nucleotídeos de Timina, Citosina, Guanina e Adenina; e DNA polimerase. d) nucleotídeos de Timina, Citosina, Guanina e Uracila; e RNA polimerase. e) nucleotídeos de Timina, Citosina, Guanina, Uracila e Adenina; e DNA polimerase. A síntese do DNA em laboratório exige, no mínimo, nucleotídeos de timina, citosina, guanina e adenina, além da enzima DNA-polimerase que catalisa a união dos nucleotídeos para a formação do polinucleotídeo de DNA.
  • 36. Exercício 15 (Enem 2005) Um fabricante afirma que um produto disponível comercialmente possui DNA vegetal, elemento que proporcionaria melhor hidratação dos cabelos. Sobre as características químicas dessa molécula essencial à vida, é correto afirmar que o DNA a) de qualquer espécie serviria, já que têm a mesma composição. b) de origem vegetal é diferente quimicamente dos demais, pois possui clorofila. c) das bactérias poderia causar mutações no couro cabeludo. d) dos animais encontra-se sempre enovelado e é de difícil absorção. e) de características básicas assegura sua eficiência hidratante. O ácido desoxirribonucleico (DNA), ocorrente em todos os seres vivos, é formado por sequências nucleotídicas compostas por fosfato, açúcar desoxirriboses e quatro tipos de bases nitrogenadas: adenina, timina, guanina e citosina.
  • 37. Exercício 16 (Cesgranrio) A análise química de uma molécula de ácido nucléico revelou a seguinte porcentagem de bases nitrogenadas: 30% de citosina, 20% de uracila, 20% de adenina e 30% de guanina. Baseado nesse resultado, conclui-se que essa molécula era de DNA e não de RNA. A conclusão obtida está: a) Errada, pois as porcentagens de adenina e guanina deveriam ser iguais, já que se pareiam. b) Errada, pois na molécula de DNA a base uracila se liga sempre à citosina e não à adenina. c) Errada, pois a molécula de DNA não apresenta uracila como uma de suas bases nitrogenadas. d) Correta, pois o pareamento característico da molécula de DNA, C – G e A – U, está expresso na porcentagem das bases. e) Correta, pois a molécula de DNA é dupla, apresentando, então, 50% das bases em cada fita.
  • 38. Exercício 17 (UFSC) O processo de transcrição de material genético é a formação de moléculas do RNA a partir da molécula de DNA. Em relação às diferentes moléculas de RNA, é incorreto afirmar que (questão adaptada): a) Os três tipos de RNA mensageiro, transportador e ribossômico são moléculas com apenas uma cadeia de nucleotídeos. b) São produzidas ao nível do núcleo, porém executam suas funções no citoplasma. c) O RNA transportador leva proteínas do citoplasma ao ribossomo. d) O RNA ribossômico compõe a organela denominada ribossomo. e) O RNA mensageiro traz a informação genética codificada, do núcleo para o citoplasma.
  • 39. Exercício 18 (UnB) Uma molécula de DNA, com a sequência de base ATTGGACCTGTC permite a formação de um RNAm com a seguinte sequência: a) TAACCTGGACAG. b) CGGTTCAAGRGA. c) UAACCUGGACAG. d) GCCAAGTTCAGT. e) TUUCCTGGUCUG.
  • 40. Exercício 19 (UNEB) Dada uma lista de ácidos nucleicos e outra com suas funções, são corretas as associações: I. RNA-t II. RNA-m III. RNA-r IV. DNA A) Comanda todo o funcionamento da célula; transmite a informação genética para as outras células. B) Transporta os aminoácidos unindo o seu anticódon ao códon de um dos tipos de RNA. C) Através da sequência de suas bases, determina a posição dos aminoácidos nas proteínas. D) Combina-se com um dos tipos de RNA para formar os polittibossomas. a) I – B; II – C; III – A; IV – D. b) I – C; II – D; III – A; IV – B. c) I – D; II – B; III – A; IV – C. d) I – C; II – B; III – D; IV – A. e) I – B; II – C; III – D; IV – A.
  • 41. Exercício 20 (UFCE) Indique a alternativa correta relativa ao código e à síntese de proteínas. a) O código GTA em uma molécula de DNA corresponderá a um códon CAT no RNA mensageiro. b) O RNA mensageiro age no transporte de aminoácidos até os ribossomos. c) O processo de transcrição antecede o processo de tradução na síntese protéica. d) Todas as fases do processo de síntese protéica ocorrem no citoplasma. e) A base nitrogenada uracila está presente em todos os códons de RNA mensageiro.
  • 42. Exercício 21 (UniRio) O ser humano tem mais de 100 mil genes. Pesquisadores da Incyte Pharmaceuticals Inc. da Califórnia revelaram que há em torno de 140 mil dedicadas à elaboração de proteínas que programam as células do corpo humano. (Jornal do Brasil, 25/09/99) A síntese das proteínas, de acordo com a informação contida nos genes, ocorre por intermédio de: a) Polirribossomas com moléculas de RNA mensageiro. b) Enzimas presentes nas membranas do complexo de Golgi. c) Ribossomos isolados ligados à membrana do envoltório nuclear. d) Mensagens nas enzimas da membrana do retículo endoplasmático granular.
  • 43. Exercício 22 (UFCE) Indique a alternativa correta relativa ao código genético e à síntese de proteínas: a) A sequência de bases nitrogenadas do RNA mensageiro independe do DNA que o codifica. b) As bases nitrogenadas presentes em uma molécula de RNA mensageiro são: adenina, citosina, timina e guanina. c) O número de aminoácidos presentes em um peptídeo depende do número de códons do RNA mensageiro que o sintetiza. d) Todas as fases do processo de síntese protéica ocorrem no interior do nucleoplasma.
  • 44. Exercício 23 (ACAFE/SC) Com relação às moléculas de ácido ribonucléico (RNA), é correto afirmar que: a) São poliésteres de desoxirribose. b) Têm estrutura primária helicoidal dupla. c) São as mesmas do ácido desoxirribonucléico. d) Formam hélices duplas de polirribonucleóides. e) São hélices simples de polirribonucleóides.
  • 45. Exercício 24 (UFSC) Um dos processos metabólicos mais importantes, que ocorrem em nível celular, é a síntese de proteínas. Com relação a esse processo, é incorreto afirmar que (questão adaptada): a) Dele participam três moléculas de RNA: o ribossômico, o mensageiro e o transportador. b) O ordenamento dos aminoácidos na proteína formada dá-se em função da sequência de bases nitrogenadas, presente no RNA mensageiro. c) O código genético é degenerado, isto é, diferentes códons sempre especificam diferentes aminoácidos na cadeia polipeptídica. d) Existem códons específicos para concluí-lo.
  • 46. Exercício 25 (Cesgranrio) Sobre a síntese de proteínas, são feitas as seguintes afirmações: I. Um RNA-t (RNA transportador) transporta sempre um determinado aminoácido. Esse aminoácido, porém, pode ser transportado por vários RNA-t. II. A tradução do código químico do RNA-m (RNA mensageiro) ocorre nos ribossomos localizados no retículo endoplasmático rugoso. III. As moléculas de RNA-t apresentam numa determinada região da sua molécula uma trinca de bases denominada anticódon. São corretas: a) Apenas II. b) Apenas III. c) Apenas I e II. d) Apenas II e III. e) I, II e III.
  • 47. Exercício 26 (Enem/2016.1) Apesar da grande diversidade biológica, a hipótese de que a vida na Terra tenha tido uma única origem comum é aceita pela comunidade científica. Uma evidência que apoia essa hipótese é a observação de processos biológicos comuns a todos os seres vivos atualmente existentes. Um exemplo de tal processo é o(a) a) desenvolvimento embrionário. b) reprodução sexuada. c) respiração aeróbica. d) excreção urinária. e) síntese proteica.
  • 48. Exercício 27 (Enem/2016.1) Muitos estudos de síntese e endereçamento de proteínas utilizam aminoácidos marcados radioativamente para acompanhar as proteínas, desde fases iniciais de sua produção até seu destino final. Esses ensaios foram muito empregados para estudo e caracterização de células secretoras. Após esses ensaios de radioatividade, qual o gráfico que representa a evolução temporal da produção de proteínas e sua localização em uma célula secretora? Proteínas secretadas pela célula são produzidas no RER, passam pelo complexo golgiense que as armazena, empacota e forma as vesículas de secreção que encaminham as proteínas ao meio extracelular.
  • 49. Exercício 28 (Enem 2014) Na década de 1940, na Região Centro-Oeste, produtores rurais, cujos bois, porcos, aves e cabras estavam morrendo por uma peste desconhecida, fizeram uma promessa, que consistiu em não comer carne e derivados até que a peste fosse debelada. Assim, durante três meses, arroz, feijão, verduras e legumes formaram o prato principal desses produtores. O Hoje, 15 out. 2011 (adaptado). Para suprir o déficit nutricional a que os produtos rurais se submeteram durante o período da promessa, foi importante eles terem consumido alimentos ricos em A vitaminas A e a) vitaminas A e E. b) frutose e sacarose. c) aminoácidos naturais. d) aminoácidos essenciais. e) ácidos graxos saturados.

Notas do Editor

  1. www.tioronni.com <número>
  2. www.tioronni.com <número>
  3. <número>
  4. <número>
  5. <número>
  6. <número>
  7. <número>
  8. <número>
  9. <número>
  10. <número>
  11. <número>
  12. <número>
  13. <número>
  14. <número>
  15. <número>
  16. <número>
  17. <número>
  18. <número>
  19. PROFESSOR: Ronnielle Cabral. E-MAIL: [email_address]il.com FONE: 088-3531-1456 <número>