SlideShare uma empresa Scribd logo
U N E S P – I nstituto d e Artes

              Tri ênio 2 01 0-2 01 2

                  D atacap es 2 01 0


          Coord enação: Lia Tom ás
      Vice-Coord enação: Martha Herr
http://www.ia.unesp.br/pos/stricto/musica/index.php




                                                      1
Avaliação Trienal dos Mestrados/Doutorados em Música 2007/2009


Código   IES       UF   Conceito Atual   Conceito   Observações
                                         Proposto
MÚSICA   UFRGS     RS         6               7
MÚSICA   UNIRIO    RJ         5               5
MÚSICA   UNICAMP   SP         5               5
MÚSICA   UFBA      BA         5               4
MÚSICA   UFPR      PR         3               4
MÚSICA   UFPB      PB         3               4
MÚSICA   UFRJ      RJ         4               3
MÚSICA   UNESP     SP         4              4      Dout. Recente
MÚSICA   USP       SP         4               4
MÚSICA   UFMG      MG         4               4
MÚSICA   UDESC     SC         3               3
MÚSICA   UFG       GO         3               3
MÚSICA   UnB       DF         3               3

                                                                    2
Histórico das Avaliações Trienais

                  7

                  6

                  5                                        2002
                                                           2004
                  4
                                                           2007
                                                           2010
                  3

                  2

                  1

2002 – Programa novo (separação do programa de artes)
2004 – Avaliação trienal nota 3 (programa novo)
2007 – Avaliação trienal nota 4 e Autorização para abertura Doutorado
2008 – Implantação do Doutorado

2010 – Resultado da Avaliação Trienal - Nota 4 (justificativa: doutorado recém-implantado)


                                                                                             3
1.1 Proposta do Programa – Áreas de Concentração e Linhas de Pesquisa


MESTRADO

Área de Concentração: Musicologia/Etnomusicologia/Teoria e Análise/Educação Musical

                       Epistemologia e Práxis do Processo Criativo

LINHA A - Abordagens históricas, estéticas e educacionais do processo de criação,
transmissão e recepção da linguagem musical

LINHA B - Epistemologia e práxis do processo criativo


DOUTORADO

Área de Concentração: Música: Relações Interdisciplinares

LINHA A - Música, Epistemologia e Cultura

LINHA B - Teoria e Práxis do Processo Criativo
                                                                                      4
LINHA A: Musicologia/Etnomusicologia/Educação Musical (Mestrado)
         Música, Epistemologia e Cultura (Doutorado)

1) Projeto Temático ‘De Música: história, teoria e estética musical’
(Coord.: Lia Tomás)

I) Música e Filosofia: tradução e comentário de textos fundamentais (Lia Tomás)

II) Incorporação e articulação de novos materiais sonoros à música do século XX: música
nacionalista no Brasil, uma revisão (Dorotea Kerr)

III) Rumos a Análise Musical (Dorotea Kerr)

IV) A Metamorfose da Palavra Cantada na Música Instrumental: motivo e perspectiva
temática na história e teorias da música ocidental (Marcos Pupo Nogueira)

2) Projeto Temático ‘Música e Cultura no Brasil” (Coord.: Paulo Castagna)

I) Música brasileira nos séculos XVIII e XIX (Paulo Castagna)

II) Música e atividade musical sacro/litúrgica no Brasil (Dorotea Kerr)


                                                                                          5
LINHA A (continuação):

3) Projeto Temático ‘Educação Musical e Políticas Públicas’ (Coord.: Dorotea Kerr)

I) Educação Musical e Contemporaneidade: Políticas Públicas/Modos e Processos de Cognição
do Processo Artístico (Dorotea Kerr)

II) Educação Musical para jovens na Rede Pública de Educação do Estado de São Paulo:
Mapeamentos e Análises (Margarete Arroyo)

4) Projeto Temático ‘Educação Musical na Contemporaneidade’
(Coord.: Marisa Fonterrada)

I) Educação Musical na Contemporaneidade – Estado da Arte (Marisa Fonterrada)

II) Educação Musical na Contemporaneidade – Ecologia Acústica (Marisa Fonterrada)

III) Educação Musical na Contemporaneidade – Estudos de Processos de Criação, transmissão
e Recepção da Linguagem Musical em Diferentes Espaços (Marisa Fonterrada)

IV) Grupo de Trabalho – Pesquisa e Atividades Interdisciplinares na Educação Musical
(Sonia Albano)

                                                                                            6
LINHA A (continuação):

5) Projeto Temático ‘Música Étnica e Popular (Brasil/América Latina)’
(Coord.: Alberto Ikeda)

VI)    A etnomusicologia contemporânea e as teorias da globalização (Alberto Ikeda)

II) Percussão, Música e Cultura: Teoria e Prática (Carlos Stasi)

6) Projeto Temático ‘Música e Problemas Contemporâneos’
(Coord.: Paulo Castagna)

I) Música e Desenvolvimento Humano (Paulo Castagna)




                                                                                      7
LINHA B: Epistemologia e Práxis do Processo Criativo (Mestrado)
         Teoria e Práxis do Processo Criativo (Doutorado)

1) Projeto Temático ‘Composição Eletroacústica e suas técnicas de escritura’
(Coord.: Flo Menezes)

I) Uma luz sobre a obra de Stockhausen (Flo Menezes)

II) Aspectos Estruturais da Composição Contemporânea Instrumental e Eletroacústica
(Flo Menezes)

2) Projeto Temático ‘Interpretação do Repertório Vocal’ (Coord.: Martha Herr)

I) Interpretação do Repertório Vocal (Martha Herr)

II) Expressão Vocal na Performance Musical (Martha Herr)




                                                                                     8
LINHA B (continuação):

3) Projeto Temático ‘O Repertório violonístico no século XX: história, análise,
      interpretação, pedagogia e estética’ (Coord.: Giacomo Bartoloni)

I) O Repertório Violonístico no Século XX (Giacomo Bartoloni)

4) Projeto Temático ‘Estudos históricos, teóricos e metodológicos em
      Performance’ (Coord.: Gisela Nogueira)

I) Fundamentação teórica na elaboração da interpretação: a musicologia histórica e as
cordas dedilhadas (Gisela Nogueira)

II) Performance Musical: Revendo a Técnica Através de uma Abordagem Metodológica
(Sonia Ray)

III) Revisão Crítica das Obras para Voz e Piano de Heitor Villa-Lobos publicadas pela Editora
Max Eschig (Nahim Marun)

IV) Percussão, Música e Cultura: Teoria e Prática (Carlos Stasi)


                                                                                                9
1.2 Proposta Curricular

Mestrado

- 24 créditos em disciplinas = 6 disciplinas

- 18 créditos em atividades complementares
Atribuição dos créditos estabelecidos pelo Conselho do Curso e devem ser realizados antes
do exame de qualificação:

Ex: Apresentação de trabalhos em eventos científicos, recitais, publicação em revistas e
anais, capítulos de livros e livros, composição, elaboração de material didático,
organização de eventos, docência em cursos de curta duração, entre outros.

- 02 disciplinas obrigatórias
           Seminários de Pesquisa em Música
           Metodologia de Pesquisa em Música

- 04 disciplinas eletivas, sendo que 02 podem ser cursadas fora do Programa




                                                                                            10
Mestrado (continuação)

- Estágio Docência é considerado Atividade Complementar Obrigatória para todos os
discentes

- Todos os docentes ministram uma disciplina por ano.

- Prazo máximo: 28 meses


Linha B - Epistemologia e práxis do processo criativo
- 02 recitais (obrigatórios)
- 01 conferência pública e 01 composição (obra mínima obrigatória)




                                                                                    11
Doutorado

- 46 créditos em disciplinas (24 são abatidas do mestrado) = 22 créditos: a) 04
disciplinas eletivas

- 24 créditos em atividades complementares
Atribuição dos créditos estabelecidos pelo Conselho do Curso e devem ser realizados antes
do exame de qualificação

Ex: Apresentação de trabalhos em eventos científicos, recitais, publicação em revistas e
anais, capítulos de livros e livros, composição, elaboração de material didático,
organização de eventos, docência em cursos de curta duração, entre outros.


- 02 disciplinas podem ser cursadas fora do Programa

- Estágio Docência é obrigatório e computado como disciplina de 06 créditos.

- Discentes professores podem ser dispensados do Estágio Docência (solicitação ao
Conselho com comprovação)


                                                                                            12
Doutorado (continuação)

- Todos os docentes ministram uma disciplina por ano.

- Prazo Máximo: 48 meses

Linha B - Teoria e Práxis do Processo Criativo
- 04 recitais (obrigatórios)
- 02 composições (mínimo obrigatório)




                                                        13
PROPOSTA DO PROGRAMA – Metas Triênio 2010-2012



1.3 Planejamento – metas para o triênio 2010-2012


•   Corpo discente: ampliação ao apoio para participação em eventos externos
•   Realização de Simpósios e Congressos Nacionais e Internacionais
•   Aumento da participação de Professores estrangeiros e de outras IES nas atividades
    do programa (disciplinas, encontros, mini-cursos, etc) (Edital Vinda Prof. Visitante)
•   Ampliação e renovação do corpo docente (credenciamento)
•   Aumento da participação de verbas dos órgãos de fomento em projetos de pesquisa
    (FAPESP, CNPq, CAPES, FINEP, etc)
•   Ampliação de docentes com Bolsa de Produtividade (Bolsa PQ)
•   Formação continuada de docentes (Edital PROPG Pós-doc Exterior)
•   Estabelecimento de convênios com Universidades no exterior


                                                                                            14
1.4 Infra-Estrutura

- Campus Barra Funda (em frente ao terminal do metrô Barra Funda)

- Área Total: 24.000 m²

- Área do Instituto de Artes: prédio de 9.000 m² (distribuídos em 6 pavimentos e bloco
externo para o Estúdio de Música Eletroacústica - Estúdio PANaroma)

- 27 Salas de estudo individual

- Sala de ensaio para coro

- Sala de ensaio para orquestra

- Teatro de Música com 350 lugares (com fosso de orquestra)

- 03 salas para orientação (pós-graduação)

- 02 salas de aulas para 30 alunos equipadas com computador, telão, retroprojetor e
aparelho de som, ar condicionado e internet
                                                                                         15
1.4 Infra-Estrutura (continuação)

- Equipamentos adquiridos (Secretaria de Ensino Superior e verba de custeio de UNESP:
instrumental completo de percussão, 3 pianos de cauda Steinway (01 modelo concerto e 2
meia-cauda), entre outros

- Residência Estudantil (previsto)

- Estacionamento interno para docentes, funcionários e discentes

- Biblioteca com cabines individuais de estudo e internet

- Assinatura integral da plataforma JSTOR e Grove Online (além da CAPES-Portal de
Periódicos)

- Laboratório de Informática

- Acesso remoto via VPN (apenas para professores e alunos do PPG)


                                                                                         16
2.1 Corpo Docente 2010
     Nome do docente          P. C. ou V      Titulação         Ano        Disciplina (s)   Disciplina (s)    Nível Bolsa
                                                                          Pós-Graduação      Graduaçaõ          CNPq/
                                                                                (PG)              (G)         Bolsa FAP

Alberto Ikeda                     P            Doutor          1995             X                 X
Carlos Stasi                      P            Doutor          1998             X                 X
Dorotea Kerr                      P          L.- Docente       2006             X                 X          PQ-CNPq-N2
Flo Menezes*                      P          L.- Docente       1997                               X
Giacomo Bartoloni                 P          L.- Docente       2009             X                 X
Gisela Nogueira                   P            Doutor          2008             X                 X

Lia Tomás                         P          L.- Docente       2008             X                 X
Marcos Pupo Nogueira              P            Doutor          2003             X                 X
Margarete Arroyo**                P            Doutor          1999                               X
Marisa Fonterrada                 P          L.- Docente       2003             X                 X
Martha Herr                       P          L.- Docente       2007             X                 X
Nahim Marun                       P            Doutor          2007             X                 X
Paulo Castagna*                   P            Doutor          2000                               X
Sonia Albano de Lima              C            Doutor          1999             X                 X
Sonia Ray                         C            Doutor          1998             X                 X
Yara Caznók                       C            Doutor          2001             X                 X
Alberto José V. Pacheco           V            Doutor          2007             X

*Os profs. Menezes e Castagna solicitaram, junto ao Conselho do PPG, dispensa para ministrar disciplina.
** A prof. Arroyo cadastrou-se apenas no final de 2010 e assim, também não ofereceu disciplina no PPG.
                                                                                                                            17
3. Corpo Discente, Teses e Dissertações 2010

Alunos regulares = 48         Alunos Especiais = 54

3.1 Produção Discente Alunos Regulares 2010


Tipo de Produção                                          Quantidade
01) Artigos completos em Anais de Congresso                   33
02) Livro                                                     02
03) Capítulo de Livro                                         01
04) Participações em congressos, encontros e seminários       45
nacionais
05) Participações em congressos, encontros e seminários       08
internacionais
06) Concertos Internacionais (incluso tournée)                03
07) Produção de Série de Concertos                            02
08) Prêmio FUNARTE de Composição Clássica                     01


                                                                       18
3.2 Defesas Mestrado 2010

Alunos de mestrado ingressantes em 2008      14
Alunos de mestrado desistentes               04
Número de defesas de 2010                    10



Martha Herr (Práticas Interpretativas)       03
Paulo Castagna (Musicologia)                 02
Marisa Fonterrada (Educação Musical)         02
Gisela Nogueira (Práticas Interpretativas)   01
Marcos Pupo Nogueira (Teoria e Análise)      01
Sonia Albano (Educação Musical)              01
TOTAL                                        10




                                                  19
3.3 Bolsas 2010

Agencia                                        Quantidade
FAPESP Mestrado                                    02
FAPESP Doutorado                                   01
CAPES Mestrado                                     10
CAPES Doutorado                                    05
FAPEAM (Fund. Amparo Pesquisa Est. Amazonas)       01
Pós-Doutorados FAPESP                              02




                                                            20
4.1 Produção Intelectual Docente – Qualis Periódicos
                                                 Produção Intelectual Bibliográfica
                                                                                                              Livros
                                                (Trabalhos Completos em periódicos)
                              Tipo
                              docen                             Qualis
       Nome do docente         te                                                                                                Total
                              (C/P/                                                                            Texto
                                                                                  Out    Se          Capítu             Coletâ
                                V)                                                                             integr
                                                                                  ras    m     Tot    los                nea
                                      A1   A2    B1   B2   B3     B4     B5   C                                  al
                                                                                  áre   clas    al
                                                                                  as     sif


YARA BORGES CAZNOK             C      -    -     -     -    -     -      -    -    -     -      -      -         -        -        -

ALBERTO TSUYOSHI IKEDA         P      -    -     -     -    -     -      -    -    -     -      -      -         -        -        -

CARLOS EDUARDO DI STASI        P      -    -     -     -    -     -      -    -    -     -      -      -         -        -        -

DOROTEA MACHADO KERR           P      -    -     -     -    -     -      -    -    -     -     0       1         -        -       1

FLORIVALDO MENEZES FILHO       P      -    -     -     -    -     -      -    -    -     -      -      -         -        -        -

GIACOMO BARTOLONI              P      -    -     -     -    -     -      -    -    -     -      -      -         -        -        -

GISELA GOMES PUPO NOGUEIRA     P      -    -     -     -    -     -      -    -    -     -      -      -         -        -        -

LIA VERA TOMAS                 P      -    -     -     -    -     -      -    -    -     -      -      -         -        -        -

MARCOS F. PUPO NOGUEIRA        P      -    -     -     -    -     -      -    -    -     -      -      -         -        -        -

MARGARETE ARROYO               P      -    -     -     -    -     -      -    -    -     1     1       -         -        -       1

MARISA TRENCH O. FONTERRADA    P      -    -     -     -    -     -      -    -    -     -      -      1         -        -       1

MARTHA HERR                    P      -    -     -     -    -     -      -    -    -     -      -      1         -        -       1

NAHIM MARUN FILHO              P      -    1     -     -    -     -      -    -    -     -     1       -         -        -       1

PAULO AUGUSTO CASTAGNA         P      -    -     -     -    -     -      -    -    -     -      -      1         -        -       1

SONIA M. RODRIGUES RAYMUNDO    P      -    -     -     -    -     -      -    -    -     -      -      -         -        -        -

SONIA REGINA ALBANO DE LIMA    P      -    1     -    1     -     -      -    -    -     -     2       -         -        -       2

ALBERTO JOSé VIEIRA PACHECO    V      -    -     -     -    -     -      -    -    -     -      -      -         -        -        -




                                                                                                                                         21
4.2 Produção Intelectual Docente 2010

Tipo de Produção                              Quantidade
1) Artigos em Anais de Congresso                  06
2) Livro                                          01
3) Capítulo de Livro                              03
4) Artigos em Revistas                            04
5) Prefácio/posfácios                             04
6) Apresentação de Livro                          01
7) Resumos expandidos em Anais de Congresso       03
8) Tradução de Livro                              01
9) Texto de Encarte de CD                         01




                                                           22
4.2 Produção Intelectual Docente 2010 (continuação)


- Conselhos Editoriais: Revista Margens, Revista Eletrônica Art&, Revista do Arquivo
Público Mineiro, Opus;


- Atuação Ad Hoc em órgãos de fomento (FAPESP, CAPES)


-Atuação Ad Hoc em publicações: Música Hodie, Editora da UNESP, Revista PROA


- Programa Pedagogia Cidadã




                                                                                       23
4.3 Produção Intelectual Docente – Eventos Científicos


1) III Encontro Nacional de Pesquisadores em Filosofia da Música
(Lia Tomás - PPG Música UNESP/Vladimir Safatle - PPG Filosofia USP/Mario Videira –
Depto. Música USP)
Financiamentos: FAPESP e CNPq


2) VIII BIMESP (Bienal Internacional de Música Eletroacústica de São Paulo)
(Flo Menezes - UNESP)


3) PERFORMA CLAVIS Internacional 2010
(Edmundo Hora-UNICAMP/ Eduardo Monteiro-USP/Dorotea Kerr(UNESP)
Financiamento: FAPESP




                                                                                     24
4.4 Produção Intelectual Docente – Produção Artística


1) Concertos no Festival de Música na Catedral de Riga (Letônia) – Dorotea Kerr


2) Estréia mundial da obra “Farfalhar das Folhas” (Festival Festas de Lisboa e no
City of London Festival) – Flo Menezes


3) Concerto ‘Canción Artística Brasileña’ (Barcelona Festival Song) – Martha Herr




                                                                                    25
4.5 Produção Intelectual Docente – Produção Bibliográfica


1) Dorotea Kerr: Intolerância na Música: Órgão Tubular. In: Manuel, Ivan A., Andrade,
Solange R. (Org.) Tolerância e Intolerância nas Manifestações Religiosas. Franca:UNESP-
FHDSS, 2010


2) Marisa Fonterrada: tradução de A Sound Education: 100 Exercises in Listening and
Soundmaking (Educação Sonora: 100 exercicios de escuta e criação de sons), Ed.
Melhoramentos.
Esta obra venceu o Edital PNBE 2010 e foi adquirido pelo MEC para uma tiragem de
44.750 exemplares a serem distribuídos em escolas públicas brasileiras.




                                                                                          26
4.5 Produção Intelectual Docente – Produção Técnica


1) Marisa Fonterrada: participação no Comitê de Avaliação Trienal da CAPES


2) Lia Tomás: Membro Titular da Comissão do Prêmio Reconhecimento Acadêmico
Zeferino Vaz (UNICAMP)


3) Martha Herr: Curso “Historia de la Interpretación de la Canción Artística de América
    Latina (Barcelona Festival Song)




                                                                                          27
5.1 Inserção Social

- Egressos atuando como docentes: USP, UFSCAR, UFU,UDESC, UEM, FAAM, Santa
Marcelina, Fundação das Artes de São Caetano, Escola Municipal de Música,
Conservatório Estadual de Tatuí, Centro Experimental do SESC, Orquestra Sinfônica
de Sergipe, Conservatório Municipal de Artes de Guarulhos, entre outros.


- UNIVESP – Pedagogia (Coordenação Dorotea Kerr)


- Cursos de Extensão, Congressos, Simpósios integrados com a graduação




                                                                                    28
6. Avaliação Geral - Avaliação do Triênio 2007-2009



Proposta do Programa

Itens de Avaliação                                        Peso    Avaliação

1.1. Coerência, consistência, abrangência e atualização   60.00    Muito Bom
das áreas de concentração, linhas de pesquisa, projetos
em andamento e proposta curricular.
1.2. Planejamento do programa com vistas a seu            10.00       Bom
desenvolvimento futuro, contemplando os desafios
internacionais da área na produção do conhecimento,
seus propósitos na melhor formação de seus alunos, suas
metas quanto à inserção social mais rica dos seus
egressos, conforme os parâmetros da área.
1.3. Infra-estrutura para ensino, pesquisa e, se for o    30.00    Muito Bom
caso, extensão.


                                                                               29
Corpo Docente
Itens de Avaliação                                                     Peso    Avaliação

2.1. Perfil do corpo docente, consideradas titulação, diversificação   15.00        Bom
na origem de formação, aprimoramento e experiência, e sua
compatibilidade e adequação à Proposta do Programa.
2.2. Adequação e dedicação dos docentes permanentes em                 30.00      Muito bom
relação às atividades de pesquisa e de formação do programa

2.3. Distribuição das atividades de pesquisa e de formação entre       30.00        Bom
os docentes do programa.
2.4. Contribuição dos docentes para atividades de ensino e/ou de       25.00      Muito Bom
pesquisa na graduação, com atenção tanto à repercussão que
este item pode ter na formação de futuros ingressantes na PG,
quanto na formação de profissionais mais capacitados no plano
da graduação.




                                                                                              30
Produção Intelectual
Itens de Avaliação                                      Peso     Avaliação
4.1. Publicações qualificadas do Programa por docente   30.00     Muito Bom
permanente.
4.2. Distribuição de publicações qualificadas em relação 30.00       Bom
ao corpo docente permanente do Programa.
4.3. Produção técnica, patentes e outras produções      10.00     Muito Bom
consideradas relevantes.
4.4. Produção artística, nas áreas em que tal tipo de   30.00        Bom
produção for pertinente.




                                                                              31
Inserção Social
Itens de Avaliação                                       Peso    Avaliação
5.1. Inserção e impacto regional e (ou) nacional do      40.00    Muito Bom
programa.
5.2. Integração e cooperação com outros programas e      40.00    Muito Bom
centros de pesquisa e
desenvolvimento profissional relacionados à área de
conhecimento do
programa, com vistas ao desenvolvimento da pesquisa
e da pós-graduação.
5.3 - Visibilidade ou transparência dada pelo programa   20.00    Muito Bom
à sua atuação.




                                                                              32
Qualidade dos Dados
Quesito                                              Qualidade
PROPOSTA DO PROGRAMA                                Muito Bom
CORPO DOCENTE                                          Bom
CORPO DISCENTE, TESES E DISSERTAÇÕES                   Bom
PRODUÇÃO INTELECTUAL                                  Regular
INSERÇÃO SOCIAL                                     Muito Bom

Comentário:
- Apresenta um grande histórico do Programa com informações consistentes;
- Recomenda-se subdividir o texto em sub-itens
- Houve em 2009 informações imprecisas decorrentes de informação incorreta
quanto à carga horária e quantidade de disciplinas.
-Também há um grande número de produções tanto artísticas quanto
bibliográficas qualificadas como impróprias por falta de informações.


                                                                             33
Conceito/Nota CA
 Quesito                                      Peso           Qualidade
 PROPOSTA DO PROGRAMA                          0.00          Muito Bom
 CORPO DOCENTE                                20.00             Bom
 CORPO DISCENTE, TESES E                      30.00             Bom
 DISSERTAÇÕES
 PRODUÇÃO INTELECTUAL                         40.00          Muito Bom
 INSERÇÃO SOCIAL                              10.00          Muito Bom
                                              Conceito Comissão: Muito Bom
                                              Nota Comissão: 4
Comentário
- A substituição por novos professores pode causar decréscimo de produção,
recomenda-se atenção.
- Poderia ter uma participação maior em programas de solidariedade.
- Recomenda-se um planejamento para estágios de pós-doutoramento e
expansão internacional.

                                                                             34
Fragilidades do Programa
                           apontadas em 2010

• Solicitação, por parte dos docentes, de projetos junto aos órgãos de
fomento (CAPES, CNPq, FAPESP, FINEP, etc)

• Publicações (artigos, livros, etc)

• Participação de docentes e discentes em eventos externos (congressos,
master class, mini-cursos, etc)

• Inserção internacional por parte dos docentes




                                                                          35

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Musica unesp

Musica ufrj
Musica ufrjMusica ufrj
Musica ufrjDonguto
 
Musica udesc
Musica udescMusica udesc
Musica udescDonguto
 
Musica ufpb
Musica ufpbMusica ufpb
Musica ufpbDonguto
 
Musica unirio
Musica unirioMusica unirio
Musica unirioDonguto
 
Relatório de atividades
Relatório de atividadesRelatório de atividades
Ufba dança
Ufba dançaUfba dança
Ufba dançaDonguto
 
Paynter e schafer
Paynter e schaferPaynter e schafer
Paynter e schafer
Ghadyego Carraro
 
Projeto forum da capoeira verso final
Projeto forum da capoeira verso finalProjeto forum da capoeira verso final
Projeto forum da capoeira verso final
lpcufpe
 
K leber teorias curriculares e suas implicações no ensino superior de música
K leber teorias curriculares e suas implicações no ensino superior de músicaK leber teorias curriculares e suas implicações no ensino superior de música
K leber teorias curriculares e suas implicações no ensino superior de músicaMagali Kleber
 
K leber teorias curriculares e suas implicações no ensino superior de música
K leber teorias curriculares e suas implicações no ensino superior de músicaK leber teorias curriculares e suas implicações no ensino superior de música
K leber teorias curriculares e suas implicações no ensino superior de música
Magali Kleber
 
Curriculo Integrado Curso de Musica UEL projeto piloto 2001
Curriculo Integrado Curso de Musica UEL projeto piloto 2001Curriculo Integrado Curso de Musica UEL projeto piloto 2001
Curriculo Integrado Curso de Musica UEL projeto piloto 2001
Magali Kleber
 
Curriculo Integrado no Curso de Música;um projeto piloto
Curriculo Integrado no Curso de Música;um projeto pilotoCurriculo Integrado no Curso de Música;um projeto piloto
Curriculo Integrado no Curso de Música;um projeto piloto
Magali Kleber
 
ebook-a-formacao-do-professor-de-musica-no-brasil
ebook-a-formacao-do-professor-de-musica-no-brasilebook-a-formacao-do-professor-de-musica-no-brasil
ebook-a-formacao-do-professor-de-musica-no-brasilErnest Bowes
 
Estudos Trompa em Fa
Estudos Trompa em FaEstudos Trompa em Fa
Estudos Trompa em Fa
Alexandre96536
 
Educacao em ciencias no brasil nardi
Educacao em ciencias no brasil   nardiEducacao em ciencias no brasil   nardi
Educacao em ciencias no brasil nardifimepecim
 
Cenicas unirio
Cenicas unirioCenicas unirio
Cenicas unirioDonguto
 
Currículo, Formação e Atuação: um projeto do curso na Museologia UFSC
Currículo, Formação e Atuação: um projeto do curso na Museologia UFSCCurrículo, Formação e Atuação: um projeto do curso na Museologia UFSC
Currículo, Formação e Atuação: um projeto do curso na Museologia UFSC
Julia Godinho
 
Projeto Forum de Capoeira - LPC-UFPE
Projeto Forum de Capoeira - LPC-UFPEProjeto Forum de Capoeira - LPC-UFPE
Projeto Forum de Capoeira - LPC-UFPE
lpcufpe
 

Semelhante a Musica unesp (20)

Musica ufrj
Musica ufrjMusica ufrj
Musica ufrj
 
Musica udesc
Musica udescMusica udesc
Musica udesc
 
Musica ufpb
Musica ufpbMusica ufpb
Musica ufpb
 
Musica unirio
Musica unirioMusica unirio
Musica unirio
 
Relatório de atividades
Relatório de atividadesRelatório de atividades
Relatório de atividades
 
Ufba dança
Ufba dançaUfba dança
Ufba dança
 
Paynter e schafer
Paynter e schaferPaynter e schafer
Paynter e schafer
 
UFPR
UFPRUFPR
UFPR
 
Projeto forum da capoeira verso final
Projeto forum da capoeira verso finalProjeto forum da capoeira verso final
Projeto forum da capoeira verso final
 
K leber teorias curriculares e suas implicações no ensino superior de música
K leber teorias curriculares e suas implicações no ensino superior de músicaK leber teorias curriculares e suas implicações no ensino superior de música
K leber teorias curriculares e suas implicações no ensino superior de música
 
K leber teorias curriculares e suas implicações no ensino superior de música
K leber teorias curriculares e suas implicações no ensino superior de músicaK leber teorias curriculares e suas implicações no ensino superior de música
K leber teorias curriculares e suas implicações no ensino superior de música
 
Curriculo Integrado Curso de Musica UEL projeto piloto 2001
Curriculo Integrado Curso de Musica UEL projeto piloto 2001Curriculo Integrado Curso de Musica UEL projeto piloto 2001
Curriculo Integrado Curso de Musica UEL projeto piloto 2001
 
Curriculo Integrado no Curso de Música;um projeto piloto
Curriculo Integrado no Curso de Música;um projeto pilotoCurriculo Integrado no Curso de Música;um projeto piloto
Curriculo Integrado no Curso de Música;um projeto piloto
 
ebook-a-formacao-do-professor-de-musica-no-brasil
ebook-a-formacao-do-professor-de-musica-no-brasilebook-a-formacao-do-professor-de-musica-no-brasil
ebook-a-formacao-do-professor-de-musica-no-brasil
 
Estudos Trompa em Fa
Estudos Trompa em FaEstudos Trompa em Fa
Estudos Trompa em Fa
 
Educacao em ciencias no brasil nardi
Educacao em ciencias no brasil   nardiEducacao em ciencias no brasil   nardi
Educacao em ciencias no brasil nardi
 
Encontro Dos Professores Da Disciplina Arte
Encontro Dos Professores Da Disciplina ArteEncontro Dos Professores Da Disciplina Arte
Encontro Dos Professores Da Disciplina Arte
 
Cenicas unirio
Cenicas unirioCenicas unirio
Cenicas unirio
 
Currículo, Formação e Atuação: um projeto do curso na Museologia UFSC
Currículo, Formação e Atuação: um projeto do curso na Museologia UFSCCurrículo, Formação e Atuação: um projeto do curso na Museologia UFSC
Currículo, Formação e Atuação: um projeto do curso na Museologia UFSC
 
Projeto Forum de Capoeira - LPC-UFPE
Projeto Forum de Capoeira - LPC-UFPEProjeto Forum de Capoeira - LPC-UFPE
Projeto Forum de Capoeira - LPC-UFPE
 

Mais de Donguto

Clippagem
ClippagemClippagem
ClippagemDonguto
 
Eixo 2 programa de governo jhonatas50
Eixo 2 programa de governo jhonatas50Eixo 2 programa de governo jhonatas50
Eixo 2 programa de governo jhonatas50Donguto
 
Apresentação programa de governo jhonatas50
Apresentação programa de governo jhonatas50Apresentação programa de governo jhonatas50
Apresentação programa de governo jhonatas50Donguto
 
Eixo 1 programa de governo jhonatas50
Eixo 1 programa de governo jhonatas50Eixo 1 programa de governo jhonatas50
Eixo 1 programa de governo jhonatas50Donguto
 
Apresentação sonho escola
Apresentação sonho escolaApresentação sonho escola
Apresentação sonho escolaDonguto
 
Cenicas ufrn
Cenicas ufrnCenicas ufrn
Cenicas ufrnDonguto
 
Cenicas usp
Cenicas uspCenicas usp
Cenicas uspDonguto
 
Musica ufba
Musica ufbaMusica ufba
Musica ufbaDonguto
 
Ppg música-ufg-claudia zanini
Ppg música-ufg-claudia zaniniPpg música-ufg-claudia zanini
Ppg música-ufg-claudia zaniniDonguto
 
Musica usp
Musica uspMusica usp
Musica uspDonguto
 

Mais de Donguto (10)

Clippagem
ClippagemClippagem
Clippagem
 
Eixo 2 programa de governo jhonatas50
Eixo 2 programa de governo jhonatas50Eixo 2 programa de governo jhonatas50
Eixo 2 programa de governo jhonatas50
 
Apresentação programa de governo jhonatas50
Apresentação programa de governo jhonatas50Apresentação programa de governo jhonatas50
Apresentação programa de governo jhonatas50
 
Eixo 1 programa de governo jhonatas50
Eixo 1 programa de governo jhonatas50Eixo 1 programa de governo jhonatas50
Eixo 1 programa de governo jhonatas50
 
Apresentação sonho escola
Apresentação sonho escolaApresentação sonho escola
Apresentação sonho escola
 
Cenicas ufrn
Cenicas ufrnCenicas ufrn
Cenicas ufrn
 
Cenicas usp
Cenicas uspCenicas usp
Cenicas usp
 
Musica ufba
Musica ufbaMusica ufba
Musica ufba
 
Ppg música-ufg-claudia zanini
Ppg música-ufg-claudia zaniniPpg música-ufg-claudia zanini
Ppg música-ufg-claudia zanini
 
Musica usp
Musica uspMusica usp
Musica usp
 

Musica unesp

  • 1. U N E S P – I nstituto d e Artes Tri ênio 2 01 0-2 01 2 D atacap es 2 01 0 Coord enação: Lia Tom ás Vice-Coord enação: Martha Herr http://www.ia.unesp.br/pos/stricto/musica/index.php 1
  • 2. Avaliação Trienal dos Mestrados/Doutorados em Música 2007/2009 Código IES UF Conceito Atual Conceito Observações Proposto MÚSICA UFRGS RS 6 7 MÚSICA UNIRIO RJ 5 5 MÚSICA UNICAMP SP 5 5 MÚSICA UFBA BA 5 4 MÚSICA UFPR PR 3 4 MÚSICA UFPB PB 3 4 MÚSICA UFRJ RJ 4 3 MÚSICA UNESP SP 4 4 Dout. Recente MÚSICA USP SP 4 4 MÚSICA UFMG MG 4 4 MÚSICA UDESC SC 3 3 MÚSICA UFG GO 3 3 MÚSICA UnB DF 3 3 2
  • 3. Histórico das Avaliações Trienais 7 6 5 2002 2004 4 2007 2010 3 2 1 2002 – Programa novo (separação do programa de artes) 2004 – Avaliação trienal nota 3 (programa novo) 2007 – Avaliação trienal nota 4 e Autorização para abertura Doutorado 2008 – Implantação do Doutorado 2010 – Resultado da Avaliação Trienal - Nota 4 (justificativa: doutorado recém-implantado) 3
  • 4. 1.1 Proposta do Programa – Áreas de Concentração e Linhas de Pesquisa MESTRADO Área de Concentração: Musicologia/Etnomusicologia/Teoria e Análise/Educação Musical Epistemologia e Práxis do Processo Criativo LINHA A - Abordagens históricas, estéticas e educacionais do processo de criação, transmissão e recepção da linguagem musical LINHA B - Epistemologia e práxis do processo criativo DOUTORADO Área de Concentração: Música: Relações Interdisciplinares LINHA A - Música, Epistemologia e Cultura LINHA B - Teoria e Práxis do Processo Criativo 4
  • 5. LINHA A: Musicologia/Etnomusicologia/Educação Musical (Mestrado) Música, Epistemologia e Cultura (Doutorado) 1) Projeto Temático ‘De Música: história, teoria e estética musical’ (Coord.: Lia Tomás) I) Música e Filosofia: tradução e comentário de textos fundamentais (Lia Tomás) II) Incorporação e articulação de novos materiais sonoros à música do século XX: música nacionalista no Brasil, uma revisão (Dorotea Kerr) III) Rumos a Análise Musical (Dorotea Kerr) IV) A Metamorfose da Palavra Cantada na Música Instrumental: motivo e perspectiva temática na história e teorias da música ocidental (Marcos Pupo Nogueira) 2) Projeto Temático ‘Música e Cultura no Brasil” (Coord.: Paulo Castagna) I) Música brasileira nos séculos XVIII e XIX (Paulo Castagna) II) Música e atividade musical sacro/litúrgica no Brasil (Dorotea Kerr) 5
  • 6. LINHA A (continuação): 3) Projeto Temático ‘Educação Musical e Políticas Públicas’ (Coord.: Dorotea Kerr) I) Educação Musical e Contemporaneidade: Políticas Públicas/Modos e Processos de Cognição do Processo Artístico (Dorotea Kerr) II) Educação Musical para jovens na Rede Pública de Educação do Estado de São Paulo: Mapeamentos e Análises (Margarete Arroyo) 4) Projeto Temático ‘Educação Musical na Contemporaneidade’ (Coord.: Marisa Fonterrada) I) Educação Musical na Contemporaneidade – Estado da Arte (Marisa Fonterrada) II) Educação Musical na Contemporaneidade – Ecologia Acústica (Marisa Fonterrada) III) Educação Musical na Contemporaneidade – Estudos de Processos de Criação, transmissão e Recepção da Linguagem Musical em Diferentes Espaços (Marisa Fonterrada) IV) Grupo de Trabalho – Pesquisa e Atividades Interdisciplinares na Educação Musical (Sonia Albano) 6
  • 7. LINHA A (continuação): 5) Projeto Temático ‘Música Étnica e Popular (Brasil/América Latina)’ (Coord.: Alberto Ikeda) VI) A etnomusicologia contemporânea e as teorias da globalização (Alberto Ikeda) II) Percussão, Música e Cultura: Teoria e Prática (Carlos Stasi) 6) Projeto Temático ‘Música e Problemas Contemporâneos’ (Coord.: Paulo Castagna) I) Música e Desenvolvimento Humano (Paulo Castagna) 7
  • 8. LINHA B: Epistemologia e Práxis do Processo Criativo (Mestrado) Teoria e Práxis do Processo Criativo (Doutorado) 1) Projeto Temático ‘Composição Eletroacústica e suas técnicas de escritura’ (Coord.: Flo Menezes) I) Uma luz sobre a obra de Stockhausen (Flo Menezes) II) Aspectos Estruturais da Composição Contemporânea Instrumental e Eletroacústica (Flo Menezes) 2) Projeto Temático ‘Interpretação do Repertório Vocal’ (Coord.: Martha Herr) I) Interpretação do Repertório Vocal (Martha Herr) II) Expressão Vocal na Performance Musical (Martha Herr) 8
  • 9. LINHA B (continuação): 3) Projeto Temático ‘O Repertório violonístico no século XX: história, análise, interpretação, pedagogia e estética’ (Coord.: Giacomo Bartoloni) I) O Repertório Violonístico no Século XX (Giacomo Bartoloni) 4) Projeto Temático ‘Estudos históricos, teóricos e metodológicos em Performance’ (Coord.: Gisela Nogueira) I) Fundamentação teórica na elaboração da interpretação: a musicologia histórica e as cordas dedilhadas (Gisela Nogueira) II) Performance Musical: Revendo a Técnica Através de uma Abordagem Metodológica (Sonia Ray) III) Revisão Crítica das Obras para Voz e Piano de Heitor Villa-Lobos publicadas pela Editora Max Eschig (Nahim Marun) IV) Percussão, Música e Cultura: Teoria e Prática (Carlos Stasi) 9
  • 10. 1.2 Proposta Curricular Mestrado - 24 créditos em disciplinas = 6 disciplinas - 18 créditos em atividades complementares Atribuição dos créditos estabelecidos pelo Conselho do Curso e devem ser realizados antes do exame de qualificação: Ex: Apresentação de trabalhos em eventos científicos, recitais, publicação em revistas e anais, capítulos de livros e livros, composição, elaboração de material didático, organização de eventos, docência em cursos de curta duração, entre outros. - 02 disciplinas obrigatórias Seminários de Pesquisa em Música Metodologia de Pesquisa em Música - 04 disciplinas eletivas, sendo que 02 podem ser cursadas fora do Programa 10
  • 11. Mestrado (continuação) - Estágio Docência é considerado Atividade Complementar Obrigatória para todos os discentes - Todos os docentes ministram uma disciplina por ano. - Prazo máximo: 28 meses Linha B - Epistemologia e práxis do processo criativo - 02 recitais (obrigatórios) - 01 conferência pública e 01 composição (obra mínima obrigatória) 11
  • 12. Doutorado - 46 créditos em disciplinas (24 são abatidas do mestrado) = 22 créditos: a) 04 disciplinas eletivas - 24 créditos em atividades complementares Atribuição dos créditos estabelecidos pelo Conselho do Curso e devem ser realizados antes do exame de qualificação Ex: Apresentação de trabalhos em eventos científicos, recitais, publicação em revistas e anais, capítulos de livros e livros, composição, elaboração de material didático, organização de eventos, docência em cursos de curta duração, entre outros. - 02 disciplinas podem ser cursadas fora do Programa - Estágio Docência é obrigatório e computado como disciplina de 06 créditos. - Discentes professores podem ser dispensados do Estágio Docência (solicitação ao Conselho com comprovação) 12
  • 13. Doutorado (continuação) - Todos os docentes ministram uma disciplina por ano. - Prazo Máximo: 48 meses Linha B - Teoria e Práxis do Processo Criativo - 04 recitais (obrigatórios) - 02 composições (mínimo obrigatório) 13
  • 14. PROPOSTA DO PROGRAMA – Metas Triênio 2010-2012 1.3 Planejamento – metas para o triênio 2010-2012 • Corpo discente: ampliação ao apoio para participação em eventos externos • Realização de Simpósios e Congressos Nacionais e Internacionais • Aumento da participação de Professores estrangeiros e de outras IES nas atividades do programa (disciplinas, encontros, mini-cursos, etc) (Edital Vinda Prof. Visitante) • Ampliação e renovação do corpo docente (credenciamento) • Aumento da participação de verbas dos órgãos de fomento em projetos de pesquisa (FAPESP, CNPq, CAPES, FINEP, etc) • Ampliação de docentes com Bolsa de Produtividade (Bolsa PQ) • Formação continuada de docentes (Edital PROPG Pós-doc Exterior) • Estabelecimento de convênios com Universidades no exterior 14
  • 15. 1.4 Infra-Estrutura - Campus Barra Funda (em frente ao terminal do metrô Barra Funda) - Área Total: 24.000 m² - Área do Instituto de Artes: prédio de 9.000 m² (distribuídos em 6 pavimentos e bloco externo para o Estúdio de Música Eletroacústica - Estúdio PANaroma) - 27 Salas de estudo individual - Sala de ensaio para coro - Sala de ensaio para orquestra - Teatro de Música com 350 lugares (com fosso de orquestra) - 03 salas para orientação (pós-graduação) - 02 salas de aulas para 30 alunos equipadas com computador, telão, retroprojetor e aparelho de som, ar condicionado e internet 15
  • 16. 1.4 Infra-Estrutura (continuação) - Equipamentos adquiridos (Secretaria de Ensino Superior e verba de custeio de UNESP: instrumental completo de percussão, 3 pianos de cauda Steinway (01 modelo concerto e 2 meia-cauda), entre outros - Residência Estudantil (previsto) - Estacionamento interno para docentes, funcionários e discentes - Biblioteca com cabines individuais de estudo e internet - Assinatura integral da plataforma JSTOR e Grove Online (além da CAPES-Portal de Periódicos) - Laboratório de Informática - Acesso remoto via VPN (apenas para professores e alunos do PPG) 16
  • 17. 2.1 Corpo Docente 2010 Nome do docente P. C. ou V Titulação Ano Disciplina (s) Disciplina (s) Nível Bolsa Pós-Graduação Graduaçaõ CNPq/ (PG) (G) Bolsa FAP Alberto Ikeda P Doutor 1995 X X Carlos Stasi P Doutor 1998 X X Dorotea Kerr P L.- Docente 2006 X X PQ-CNPq-N2 Flo Menezes* P L.- Docente 1997 X Giacomo Bartoloni P L.- Docente 2009 X X Gisela Nogueira P Doutor 2008 X X Lia Tomás P L.- Docente 2008 X X Marcos Pupo Nogueira P Doutor 2003 X X Margarete Arroyo** P Doutor 1999 X Marisa Fonterrada P L.- Docente 2003 X X Martha Herr P L.- Docente 2007 X X Nahim Marun P Doutor 2007 X X Paulo Castagna* P Doutor 2000 X Sonia Albano de Lima C Doutor 1999 X X Sonia Ray C Doutor 1998 X X Yara Caznók C Doutor 2001 X X Alberto José V. Pacheco V Doutor 2007 X *Os profs. Menezes e Castagna solicitaram, junto ao Conselho do PPG, dispensa para ministrar disciplina. ** A prof. Arroyo cadastrou-se apenas no final de 2010 e assim, também não ofereceu disciplina no PPG. 17
  • 18. 3. Corpo Discente, Teses e Dissertações 2010 Alunos regulares = 48 Alunos Especiais = 54 3.1 Produção Discente Alunos Regulares 2010 Tipo de Produção Quantidade 01) Artigos completos em Anais de Congresso 33 02) Livro 02 03) Capítulo de Livro 01 04) Participações em congressos, encontros e seminários 45 nacionais 05) Participações em congressos, encontros e seminários 08 internacionais 06) Concertos Internacionais (incluso tournée) 03 07) Produção de Série de Concertos 02 08) Prêmio FUNARTE de Composição Clássica 01 18
  • 19. 3.2 Defesas Mestrado 2010 Alunos de mestrado ingressantes em 2008 14 Alunos de mestrado desistentes 04 Número de defesas de 2010 10 Martha Herr (Práticas Interpretativas) 03 Paulo Castagna (Musicologia) 02 Marisa Fonterrada (Educação Musical) 02 Gisela Nogueira (Práticas Interpretativas) 01 Marcos Pupo Nogueira (Teoria e Análise) 01 Sonia Albano (Educação Musical) 01 TOTAL 10 19
  • 20. 3.3 Bolsas 2010 Agencia Quantidade FAPESP Mestrado 02 FAPESP Doutorado 01 CAPES Mestrado 10 CAPES Doutorado 05 FAPEAM (Fund. Amparo Pesquisa Est. Amazonas) 01 Pós-Doutorados FAPESP 02 20
  • 21. 4.1 Produção Intelectual Docente – Qualis Periódicos Produção Intelectual Bibliográfica Livros (Trabalhos Completos em periódicos) Tipo docen Qualis Nome do docente te Total (C/P/ Texto Out Se Capítu Coletâ V) integr ras m Tot los nea A1 A2 B1 B2 B3 B4 B5 C al áre clas al as sif YARA BORGES CAZNOK C - - - - - - - - - - - - - - - ALBERTO TSUYOSHI IKEDA P - - - - - - - - - - - - - - - CARLOS EDUARDO DI STASI P - - - - - - - - - - - - - - - DOROTEA MACHADO KERR P - - - - - - - - - - 0 1 - - 1 FLORIVALDO MENEZES FILHO P - - - - - - - - - - - - - - - GIACOMO BARTOLONI P - - - - - - - - - - - - - - - GISELA GOMES PUPO NOGUEIRA P - - - - - - - - - - - - - - - LIA VERA TOMAS P - - - - - - - - - - - - - - - MARCOS F. PUPO NOGUEIRA P - - - - - - - - - - - - - - - MARGARETE ARROYO P - - - - - - - - - 1 1 - - - 1 MARISA TRENCH O. FONTERRADA P - - - - - - - - - - - 1 - - 1 MARTHA HERR P - - - - - - - - - - - 1 - - 1 NAHIM MARUN FILHO P - 1 - - - - - - - - 1 - - - 1 PAULO AUGUSTO CASTAGNA P - - - - - - - - - - - 1 - - 1 SONIA M. RODRIGUES RAYMUNDO P - - - - - - - - - - - - - - - SONIA REGINA ALBANO DE LIMA P - 1 - 1 - - - - - - 2 - - - 2 ALBERTO JOSé VIEIRA PACHECO V - - - - - - - - - - - - - - - 21
  • 22. 4.2 Produção Intelectual Docente 2010 Tipo de Produção Quantidade 1) Artigos em Anais de Congresso 06 2) Livro 01 3) Capítulo de Livro 03 4) Artigos em Revistas 04 5) Prefácio/posfácios 04 6) Apresentação de Livro 01 7) Resumos expandidos em Anais de Congresso 03 8) Tradução de Livro 01 9) Texto de Encarte de CD 01 22
  • 23. 4.2 Produção Intelectual Docente 2010 (continuação) - Conselhos Editoriais: Revista Margens, Revista Eletrônica Art&, Revista do Arquivo Público Mineiro, Opus; - Atuação Ad Hoc em órgãos de fomento (FAPESP, CAPES) -Atuação Ad Hoc em publicações: Música Hodie, Editora da UNESP, Revista PROA - Programa Pedagogia Cidadã 23
  • 24. 4.3 Produção Intelectual Docente – Eventos Científicos 1) III Encontro Nacional de Pesquisadores em Filosofia da Música (Lia Tomás - PPG Música UNESP/Vladimir Safatle - PPG Filosofia USP/Mario Videira – Depto. Música USP) Financiamentos: FAPESP e CNPq 2) VIII BIMESP (Bienal Internacional de Música Eletroacústica de São Paulo) (Flo Menezes - UNESP) 3) PERFORMA CLAVIS Internacional 2010 (Edmundo Hora-UNICAMP/ Eduardo Monteiro-USP/Dorotea Kerr(UNESP) Financiamento: FAPESP 24
  • 25. 4.4 Produção Intelectual Docente – Produção Artística 1) Concertos no Festival de Música na Catedral de Riga (Letônia) – Dorotea Kerr 2) Estréia mundial da obra “Farfalhar das Folhas” (Festival Festas de Lisboa e no City of London Festival) – Flo Menezes 3) Concerto ‘Canción Artística Brasileña’ (Barcelona Festival Song) – Martha Herr 25
  • 26. 4.5 Produção Intelectual Docente – Produção Bibliográfica 1) Dorotea Kerr: Intolerância na Música: Órgão Tubular. In: Manuel, Ivan A., Andrade, Solange R. (Org.) Tolerância e Intolerância nas Manifestações Religiosas. Franca:UNESP- FHDSS, 2010 2) Marisa Fonterrada: tradução de A Sound Education: 100 Exercises in Listening and Soundmaking (Educação Sonora: 100 exercicios de escuta e criação de sons), Ed. Melhoramentos. Esta obra venceu o Edital PNBE 2010 e foi adquirido pelo MEC para uma tiragem de 44.750 exemplares a serem distribuídos em escolas públicas brasileiras. 26
  • 27. 4.5 Produção Intelectual Docente – Produção Técnica 1) Marisa Fonterrada: participação no Comitê de Avaliação Trienal da CAPES 2) Lia Tomás: Membro Titular da Comissão do Prêmio Reconhecimento Acadêmico Zeferino Vaz (UNICAMP) 3) Martha Herr: Curso “Historia de la Interpretación de la Canción Artística de América Latina (Barcelona Festival Song) 27
  • 28. 5.1 Inserção Social - Egressos atuando como docentes: USP, UFSCAR, UFU,UDESC, UEM, FAAM, Santa Marcelina, Fundação das Artes de São Caetano, Escola Municipal de Música, Conservatório Estadual de Tatuí, Centro Experimental do SESC, Orquestra Sinfônica de Sergipe, Conservatório Municipal de Artes de Guarulhos, entre outros. - UNIVESP – Pedagogia (Coordenação Dorotea Kerr) - Cursos de Extensão, Congressos, Simpósios integrados com a graduação 28
  • 29. 6. Avaliação Geral - Avaliação do Triênio 2007-2009 Proposta do Programa Itens de Avaliação Peso Avaliação 1.1. Coerência, consistência, abrangência e atualização 60.00 Muito Bom das áreas de concentração, linhas de pesquisa, projetos em andamento e proposta curricular. 1.2. Planejamento do programa com vistas a seu 10.00 Bom desenvolvimento futuro, contemplando os desafios internacionais da área na produção do conhecimento, seus propósitos na melhor formação de seus alunos, suas metas quanto à inserção social mais rica dos seus egressos, conforme os parâmetros da área. 1.3. Infra-estrutura para ensino, pesquisa e, se for o 30.00 Muito Bom caso, extensão. 29
  • 30. Corpo Docente Itens de Avaliação Peso Avaliação 2.1. Perfil do corpo docente, consideradas titulação, diversificação 15.00 Bom na origem de formação, aprimoramento e experiência, e sua compatibilidade e adequação à Proposta do Programa. 2.2. Adequação e dedicação dos docentes permanentes em 30.00 Muito bom relação às atividades de pesquisa e de formação do programa 2.3. Distribuição das atividades de pesquisa e de formação entre 30.00 Bom os docentes do programa. 2.4. Contribuição dos docentes para atividades de ensino e/ou de 25.00 Muito Bom pesquisa na graduação, com atenção tanto à repercussão que este item pode ter na formação de futuros ingressantes na PG, quanto na formação de profissionais mais capacitados no plano da graduação. 30
  • 31. Produção Intelectual Itens de Avaliação Peso Avaliação 4.1. Publicações qualificadas do Programa por docente 30.00 Muito Bom permanente. 4.2. Distribuição de publicações qualificadas em relação 30.00 Bom ao corpo docente permanente do Programa. 4.3. Produção técnica, patentes e outras produções 10.00 Muito Bom consideradas relevantes. 4.4. Produção artística, nas áreas em que tal tipo de 30.00 Bom produção for pertinente. 31
  • 32. Inserção Social Itens de Avaliação Peso Avaliação 5.1. Inserção e impacto regional e (ou) nacional do 40.00 Muito Bom programa. 5.2. Integração e cooperação com outros programas e 40.00 Muito Bom centros de pesquisa e desenvolvimento profissional relacionados à área de conhecimento do programa, com vistas ao desenvolvimento da pesquisa e da pós-graduação. 5.3 - Visibilidade ou transparência dada pelo programa 20.00 Muito Bom à sua atuação. 32
  • 33. Qualidade dos Dados Quesito Qualidade PROPOSTA DO PROGRAMA Muito Bom CORPO DOCENTE Bom CORPO DISCENTE, TESES E DISSERTAÇÕES Bom PRODUÇÃO INTELECTUAL Regular INSERÇÃO SOCIAL Muito Bom Comentário: - Apresenta um grande histórico do Programa com informações consistentes; - Recomenda-se subdividir o texto em sub-itens - Houve em 2009 informações imprecisas decorrentes de informação incorreta quanto à carga horária e quantidade de disciplinas. -Também há um grande número de produções tanto artísticas quanto bibliográficas qualificadas como impróprias por falta de informações. 33
  • 34. Conceito/Nota CA Quesito Peso Qualidade PROPOSTA DO PROGRAMA 0.00 Muito Bom CORPO DOCENTE 20.00 Bom CORPO DISCENTE, TESES E 30.00 Bom DISSERTAÇÕES PRODUÇÃO INTELECTUAL 40.00 Muito Bom INSERÇÃO SOCIAL 10.00 Muito Bom Conceito Comissão: Muito Bom Nota Comissão: 4 Comentário - A substituição por novos professores pode causar decréscimo de produção, recomenda-se atenção. - Poderia ter uma participação maior em programas de solidariedade. - Recomenda-se um planejamento para estágios de pós-doutoramento e expansão internacional. 34
  • 35. Fragilidades do Programa apontadas em 2010 • Solicitação, por parte dos docentes, de projetos junto aos órgãos de fomento (CAPES, CNPq, FAPESP, FINEP, etc) • Publicações (artigos, livros, etc) • Participação de docentes e discentes em eventos externos (congressos, master class, mini-cursos, etc) • Inserção internacional por parte dos docentes 35