SlideShare uma empresa Scribd logo
Muda Mura Muri
Em uma tradução simplificada destas palavras podemos interpretar as mesmas
como:
1. Muda – Perda, desperdício ou atividade que consome recurso da empresa e
não agrega valor ao produto.
2. Mura – Perda, desperdício ou atividade decorrente de uma variação no
processo de fabricação de um produto e que pode gerar uma falha de
qualidade.
3. Muri – Perda, desperdício ou atividade decorrente do exagero no processo de
fabricação, seja de movimento pelos operadores, excesso de estoque,
movimentação de materiais e que são completamente desnecessários ao
mesmo.
São as perdas encontradas no processo produtivo, onde são executadas atividades
que agregam valor ao produto.
Reduzindo ou eliminando o desperdício, é claro, um dos objetivos fundamentais de
qualquer pessoa orientada para a Qualidade e Produtividade.
Taichi Ohno da Toyota identificou o que são chamados os Sete Desperdícios ou
sete MUDAs, sendo a forma mais comum de muda encontrados e classificados:
Perdas por Super Produção, o que leva a excesso de estoque, a papelada,
manuseio, armazenamento, espaço, juros, máquinas, defeitos, as pessoas e
despesas gerais. Muitas vezes, é difícil ver essa perda quando todo mundo parece
ocupado. Normalmente isso é identificado pela quantidade de peças existente entre
as operações, para uma melhor ilustração desta perda, basta tentarmos aplicar em
uma determinada célula ou linha de montagem o conceito do “One Piece Flow”,
quando isso for tentado veremos de uma maneira mais fácil onde está o gargalo da
linha e então promovemos ações via um projeto de Kaikaku visando quebrar este
gargalo ou promover um balanceamento da célula ou linha de montagem, na
linguagem Lean neste caso, falta o GEMBA-CHO pois é inconcebível um Líder
treinado e preparado para liderar uma equipe aceitar um desbalanceamento ou
gargalo e não sinalizar as perdas.
Dentro com conceito Lean, devemos tratar estas perdas, e um esforço adicional
pode ser necessário em um processo ineficiente, porém cuidados devem ser
tomados para que uma tentativa de otimização não se torne um fracasso total:
Perdas por Superprodução, na tentativa de se tratar estoques em excesso, podemos
cometer toda uma série de pecados, devemos então reduzir os estoques de forma
gradualmente através de um inventário verdadeiramente controlado e confiável
(fazer tudo de uma vez vai provocar o colapso total na empresa).
Perda por Transporte e Perda por Tempo em Espera, isto inclui a movimentação de
pessoas, a partir de ações simples, quando em um só lugar temos uma
concentração geográfica onde os operadores devem ter tudo à mão, na Qualidade
certa, na hora certa e na quantidade certa pois é necessário para redução do
desperdício de movimento nas operações e na espera para execução das mesmas.
Uma outra perda muito importante a ser considera são as perdas provenientes do
defeitos nos produto (Falha de Qualidade), materiais ou componentes, que podem
causar confusão, retrabalho e atrapalhando um conjunto sincronizado de processos.
Neste caso mais uma vez a figura do GEMBA-CHO é importante pois deve partir
dele a iniciativa de praticar um dos principais conceitos do Lean Manufacturing o
FTQ (First Quality Time) – Qualidade em Primeiro Lugar ou Faça Certo da Primeira
Vez e que foi popularizado como “Não receba errado, não faça errado e não envie
errado”.
Uma visão simplificada da muda é: Perder tempo desperdiçando um recurso de
consumo como material, como um recurso de mão de obra, com um problema de
Qualidade que gera insatisfação do cliente interno e externo além de retrabalho,
deve ser erradicado da mentalidade das pessoas em todos os níveis da empresa, é
uma questão cultural e como tal deve ser tratada, isso demanda tempo, paciência,
treinamento, disciplina e rigor aplicado não ameaçado.
No início falamos sobre os “Sete Desperdícios”, mas comentamos basicamente
sobre 3, é importante esclarecer que os “Sete Desperdícios” são perdas visíveis e
invisíveis e estão assim elencadas:
1. Transporte,
2. Inventário,
3. Espera,
4. Super Produção,
5. Qualidade,
6. Tempo no Processo,
7. Operações ou movimentos desnecessários,
Atualmente alguns especialistas adicionaram um desperdício ou perda, e tratam a
ausência de Habilidade como uma perda, logo podem ouvir falar em Oito
Desperdícios, mas tratar estas perdas significa tratar os 3Ms em um literatura Lean.
Mais uma vez cabe a Alta Administração identificar porque os conceitos do Lean
Manufacturing não estão sendo utilizados de modo eficaz e corrigir estas falhas pois
todo trabalho em busca de uma Manufatura Lean vai por terra e esta fadada ao
fracasso, onde o momento atual de demanda e mercado não permite mais a
sobrevivência de empresas com gestão ineficiente que nem se quer conhece suas
perdas e nem tão pouco possui os KPIs necessários para seu constante
monitoramento e atuação em busca das melhores práticas a tempos disponíveis.
Créditos do texto a:
Por: Jose Donizetti Moraes - 01/06/2013

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Diagrama de Espaguete
Diagrama de EspagueteDiagrama de Espaguete
Diagrama de Espaguete
Camila Oliveira
 
Treinamento logística lean
Treinamento logística leanTreinamento logística lean
Treinamento logística lean
Voos, Luiz Fernando
 
Muri Mura Muda - 3Mus by Agilish Ganesh Chandrasekaran
Muri Mura Muda - 3Mus by Agilish Ganesh ChandrasekaranMuri Mura Muda - 3Mus by Agilish Ganesh Chandrasekaran
Muri Mura Muda - 3Mus by Agilish Ganesh Chandrasekaran
tcganesh
 
Os 7 Desperdicios
Os 7 DesperdiciosOs 7 Desperdicios
Os 7 Desperdicios
Jay Cruz
 
Lean Manufacturing 1
Lean Manufacturing 1Lean Manufacturing 1
Lean Manufacturing 1
daniellopesfranco
 
Andon presentation
Andon presentationAndon presentation
Andon presentation
robjfletcher72
 
Planejemanto e controle da produção
Planejemanto e controle da produçãoPlanejemanto e controle da produção
Planejemanto e controle da produção
Adriana Marques
 
Processos e funções administrativas
Processos e funções administrativasProcessos e funções administrativas
Processos e funções administrativas
Jose Alexandre Santos
 
Gestao Visual 2018
Gestao Visual 2018Gestao Visual 2018
Gestao Visual 2018
CLT Valuebased Services
 
8 WASTES IN LEAN MANUFACUTING & OVERVIEW OF VSM
8 WASTES IN LEAN MANUFACUTING & OVERVIEW OF VSM8 WASTES IN LEAN MANUFACUTING & OVERVIEW OF VSM
8 WASTES IN LEAN MANUFACUTING & OVERVIEW OF VSM
SedhuSiddarth
 
Sistema de Produção Puxada
Sistema de Produção PuxadaSistema de Produção Puxada
Sistema de Produção Puxada
マルセロ 白井
 
Princípios da Filosofia Lean - Slides - Profª Silene Seibel
Princípios da Filosofia Lean - Slides - Profª Silene SeibelPrincípios da Filosofia Lean - Slides - Profª Silene Seibel
Princípios da Filosofia Lean - Slides - Profª Silene Seibel
Sustentare Escola de Negócios
 
5s for a office area.pptx.pdf
5s for a office area.pptx.pdf5s for a office area.pptx.pdf
5s for a office area.pptx.pdf
Ashim Ghosh
 
Kaizen Breakthrough
Kaizen BreakthroughKaizen Breakthrough
Kaizen Breakthrough
OPx Direct Inc.
 
SMED Final
SMED FinalSMED Final
SMED Final
Chaitra Mhatre
 
O Sistema Kanban
O Sistema KanbanO Sistema Kanban
O Sistema Kanban
CLT Valuebased Services
 
Types of waste - lean Concept Krishna Heda
Types of waste - lean Concept Krishna HedaTypes of waste - lean Concept Krishna Heda
Types of waste - lean Concept Krishna Heda
krishnaheda
 
Capacidade de produção
Capacidade de produçãoCapacidade de produção
Capacidade de produção
Mauro Enrique
 
Lean management ppt @ bec doms
Lean management ppt @ bec domsLean management ppt @ bec doms
Lean management ppt @ bec doms
Babasab Patil
 
Adm tempo e 5 s
Adm tempo e 5 sAdm tempo e 5 s
Adm tempo e 5 s
Juliana Cavallini Amaral
 

Mais procurados (20)

Diagrama de Espaguete
Diagrama de EspagueteDiagrama de Espaguete
Diagrama de Espaguete
 
Treinamento logística lean
Treinamento logística leanTreinamento logística lean
Treinamento logística lean
 
Muri Mura Muda - 3Mus by Agilish Ganesh Chandrasekaran
Muri Mura Muda - 3Mus by Agilish Ganesh ChandrasekaranMuri Mura Muda - 3Mus by Agilish Ganesh Chandrasekaran
Muri Mura Muda - 3Mus by Agilish Ganesh Chandrasekaran
 
Os 7 Desperdicios
Os 7 DesperdiciosOs 7 Desperdicios
Os 7 Desperdicios
 
Lean Manufacturing 1
Lean Manufacturing 1Lean Manufacturing 1
Lean Manufacturing 1
 
Andon presentation
Andon presentationAndon presentation
Andon presentation
 
Planejemanto e controle da produção
Planejemanto e controle da produçãoPlanejemanto e controle da produção
Planejemanto e controle da produção
 
Processos e funções administrativas
Processos e funções administrativasProcessos e funções administrativas
Processos e funções administrativas
 
Gestao Visual 2018
Gestao Visual 2018Gestao Visual 2018
Gestao Visual 2018
 
8 WASTES IN LEAN MANUFACUTING & OVERVIEW OF VSM
8 WASTES IN LEAN MANUFACUTING & OVERVIEW OF VSM8 WASTES IN LEAN MANUFACUTING & OVERVIEW OF VSM
8 WASTES IN LEAN MANUFACUTING & OVERVIEW OF VSM
 
Sistema de Produção Puxada
Sistema de Produção PuxadaSistema de Produção Puxada
Sistema de Produção Puxada
 
Princípios da Filosofia Lean - Slides - Profª Silene Seibel
Princípios da Filosofia Lean - Slides - Profª Silene SeibelPrincípios da Filosofia Lean - Slides - Profª Silene Seibel
Princípios da Filosofia Lean - Slides - Profª Silene Seibel
 
5s for a office area.pptx.pdf
5s for a office area.pptx.pdf5s for a office area.pptx.pdf
5s for a office area.pptx.pdf
 
Kaizen Breakthrough
Kaizen BreakthroughKaizen Breakthrough
Kaizen Breakthrough
 
SMED Final
SMED FinalSMED Final
SMED Final
 
O Sistema Kanban
O Sistema KanbanO Sistema Kanban
O Sistema Kanban
 
Types of waste - lean Concept Krishna Heda
Types of waste - lean Concept Krishna HedaTypes of waste - lean Concept Krishna Heda
Types of waste - lean Concept Krishna Heda
 
Capacidade de produção
Capacidade de produçãoCapacidade de produção
Capacidade de produção
 
Lean management ppt @ bec doms
Lean management ppt @ bec domsLean management ppt @ bec doms
Lean management ppt @ bec doms
 
Adm tempo e 5 s
Adm tempo e 5 sAdm tempo e 5 s
Adm tempo e 5 s
 

Destaque

Sanjutsu x Ninjutsu
Sanjutsu x NinjutsuSanjutsu x Ninjutsu
Sanjutsu x Ninjutsu
Jose Donizetti Moraes
 
16 Principios Leadership
16 Principios Leadership16 Principios Leadership
16 Principios Leadership
Jose Donizetti Moraes
 
Hancho e Kumicho
Hancho e KumichoHancho e Kumicho
Hancho e Kumicho
Jose Donizetti Moraes
 
Kosu
KosuKosu
Bekidouritsu e kadouritsu
Bekidouritsu e kadouritsuBekidouritsu e kadouritsu
Bekidouritsu e kadouritsu
Jose Donizetti Moraes
 
Kaneyoshi Kusunoki
Kaneyoshi KusunokiKaneyoshi Kusunoki
Kaneyoshi Kusunoki
Jose Donizetti Moraes
 
Aumento da Produtividade
Aumento da ProdutividadeAumento da Produtividade
Aumento da Produtividade
Jose Donizetti Moraes
 
Mieruka
MierukaMieruka
Mapeamento dos sete desperdícios
Mapeamento dos sete desperdíciosMapeamento dos sete desperdícios
Mapeamento dos sete desperdícios
Jose Donizetti Moraes
 
Obeya
ObeyaObeya
Zero como conceito ótimo
Zero como conceito ótimoZero como conceito ótimo
Zero como conceito ótimo
Jose Donizetti Moraes
 
Os sete pecados capitais do Lean Manufacturing
Os sete pecados capitais do Lean ManufacturingOs sete pecados capitais do Lean Manufacturing
Os sete pecados capitais do Lean Manufacturing
Jose Donizetti Moraes
 
Minomi
MinomiMinomi
5 Perguntas para 0 defeito
5 Perguntas para 0 defeito5 Perguntas para 0 defeito
5 Perguntas para 0 defeito
Jose Donizetti Moraes
 
Takt time
Takt timeTakt time
Just in Time
Just in TimeJust in Time
Just in Time
Jose Donizetti Moraes
 
Método L.U.T.I. (Learn Use Teach Inspect)
Método L.U.T.I. (Learn Use Teach Inspect)Método L.U.T.I. (Learn Use Teach Inspect)
Método L.U.T.I. (Learn Use Teach Inspect)
Jose Donizetti Moraes
 
Andon Conceito e Aplicação
Andon Conceito e AplicaçãoAndon Conceito e Aplicação
Andon Conceito e Aplicação
Jose Donizetti Moraes
 
Mizusumashi Conceito e Aplicação
Mizusumashi Conceito e AplicaçãoMizusumashi Conceito e Aplicação
Mizusumashi Conceito e Aplicação
Jose Donizetti Moraes
 
Metodologia 5G para Solução de Problemas
Metodologia 5G para Solução de ProblemasMetodologia 5G para Solução de Problemas
Metodologia 5G para Solução de Problemas
Jose Donizetti Moraes
 

Destaque (20)

Sanjutsu x Ninjutsu
Sanjutsu x NinjutsuSanjutsu x Ninjutsu
Sanjutsu x Ninjutsu
 
16 Principios Leadership
16 Principios Leadership16 Principios Leadership
16 Principios Leadership
 
Hancho e Kumicho
Hancho e KumichoHancho e Kumicho
Hancho e Kumicho
 
Kosu
KosuKosu
Kosu
 
Bekidouritsu e kadouritsu
Bekidouritsu e kadouritsuBekidouritsu e kadouritsu
Bekidouritsu e kadouritsu
 
Kaneyoshi Kusunoki
Kaneyoshi KusunokiKaneyoshi Kusunoki
Kaneyoshi Kusunoki
 
Aumento da Produtividade
Aumento da ProdutividadeAumento da Produtividade
Aumento da Produtividade
 
Mieruka
MierukaMieruka
Mieruka
 
Mapeamento dos sete desperdícios
Mapeamento dos sete desperdíciosMapeamento dos sete desperdícios
Mapeamento dos sete desperdícios
 
Obeya
ObeyaObeya
Obeya
 
Zero como conceito ótimo
Zero como conceito ótimoZero como conceito ótimo
Zero como conceito ótimo
 
Os sete pecados capitais do Lean Manufacturing
Os sete pecados capitais do Lean ManufacturingOs sete pecados capitais do Lean Manufacturing
Os sete pecados capitais do Lean Manufacturing
 
Minomi
MinomiMinomi
Minomi
 
5 Perguntas para 0 defeito
5 Perguntas para 0 defeito5 Perguntas para 0 defeito
5 Perguntas para 0 defeito
 
Takt time
Takt timeTakt time
Takt time
 
Just in Time
Just in TimeJust in Time
Just in Time
 
Método L.U.T.I. (Learn Use Teach Inspect)
Método L.U.T.I. (Learn Use Teach Inspect)Método L.U.T.I. (Learn Use Teach Inspect)
Método L.U.T.I. (Learn Use Teach Inspect)
 
Andon Conceito e Aplicação
Andon Conceito e AplicaçãoAndon Conceito e Aplicação
Andon Conceito e Aplicação
 
Mizusumashi Conceito e Aplicação
Mizusumashi Conceito e AplicaçãoMizusumashi Conceito e Aplicação
Mizusumashi Conceito e Aplicação
 
Metodologia 5G para Solução de Problemas
Metodologia 5G para Solução de ProblemasMetodologia 5G para Solução de Problemas
Metodologia 5G para Solução de Problemas
 

Semelhante a Muda mura muri

Senai - Lean Manufacturing.pdf
Senai - Lean Manufacturing.pdfSenai - Lean Manufacturing.pdf
Senai - Lean Manufacturing.pdf
LuanaMaia48
 
Hunting Season
Hunting SeasonHunting Season
Hunting Season
Daniel de Carvalho Luz
 
00_e-book-tpm-engeman.pdf
00_e-book-tpm-engeman.pdf00_e-book-tpm-engeman.pdf
00_e-book-tpm-engeman.pdf
AlvanirBarros1
 
A gestão da cadeia de valor em tempos
A gestão da cadeia de valor em temposA gestão da cadeia de valor em tempos
A gestão da cadeia de valor em tempos
CLT Valuebased Services
 
Novas tecnologias
Novas tecnologiasNovas tecnologias
Novas tecnologias
Elizabeth Marçola Herrgen
 
Apresentação Webinar Especial - Orçamento Positivo
Apresentação Webinar Especial - Orçamento PositivoApresentação Webinar Especial - Orçamento Positivo
Apresentação Webinar Especial - Orçamento Positivo
ILGC - Instituto Latino Americano de Gestão Competitiva
 
5 Porquê’s, 7 Perdas e 2 SS
5 Porquê’s, 7 Perdas e 2 SS5 Porquê’s, 7 Perdas e 2 SS
5 Porquê’s, 7 Perdas e 2 SS
Hubner Braz
 
Apresentação Lean Manufacturing
Apresentação Lean ManufacturingApresentação Lean Manufacturing
Apresentação Lean Manufacturing
Jose Donizetti Moraes
 
Comparativo entre conceitos e sistemas de produção
Comparativo entre conceitos e sistemas de produçãoComparativo entre conceitos e sistemas de produção
Comparativo entre conceitos e sistemas de produção
Jose Donizetti Moraes
 
Administração de Produção II
Administração de Produção IIAdministração de Produção II
Administração de Produção II
Romilson Cesar
 
Vantagens e desvantagens do justin time
Vantagens e desvantagens do justin timeVantagens e desvantagens do justin time
Vantagens e desvantagens do justin time
Danny Moura
 
Webaula 51 Entendendo o Lean IT
Webaula 51   Entendendo o Lean ITWebaula 51   Entendendo o Lean IT
Webaula 51 Entendendo o Lean IT
Projetos e TI
 
Projeto Implementação Lean
Projeto Implementação Lean Projeto Implementação Lean
Projeto Implementação Lean
CLT Valuebased Services
 
Smed redução tempos setup
Smed redução tempos setupSmed redução tempos setup
Smed redução tempos setup
Miguel Montenegro Araujo
 
Lean Thinking
Lean ThinkingLean Thinking
Produtividade nasd indústrias
Produtividade nasd indústriasProdutividade nasd indústrias
Produtividade nasd indústrias
B&R Consultoria Empresarial
 
Manual dos 5S
Manual dos 5SManual dos 5S
00-LEAN MANUFACTURING SENAI BIRIGUI.ppt
00-LEAN MANUFACTURING SENAI BIRIGUI.ppt00-LEAN MANUFACTURING SENAI BIRIGUI.ppt
00-LEAN MANUFACTURING SENAI BIRIGUI.ppt
YgorSilva33
 
O paradigma gestão vs despedimento
O paradigma gestão vs despedimentoO paradigma gestão vs despedimento
O paradigma gestão vs despedimento
RM consulting
 
Análise critica de artigo sobre a Total Productive Maintenance (TPM)
Análise critica de artigo sobre a Total Productive Maintenance (TPM)Análise critica de artigo sobre a Total Productive Maintenance (TPM)
Análise critica de artigo sobre a Total Productive Maintenance (TPM)
Daniel Faria
 

Semelhante a Muda mura muri (20)

Senai - Lean Manufacturing.pdf
Senai - Lean Manufacturing.pdfSenai - Lean Manufacturing.pdf
Senai - Lean Manufacturing.pdf
 
Hunting Season
Hunting SeasonHunting Season
Hunting Season
 
00_e-book-tpm-engeman.pdf
00_e-book-tpm-engeman.pdf00_e-book-tpm-engeman.pdf
00_e-book-tpm-engeman.pdf
 
A gestão da cadeia de valor em tempos
A gestão da cadeia de valor em temposA gestão da cadeia de valor em tempos
A gestão da cadeia de valor em tempos
 
Novas tecnologias
Novas tecnologiasNovas tecnologias
Novas tecnologias
 
Apresentação Webinar Especial - Orçamento Positivo
Apresentação Webinar Especial - Orçamento PositivoApresentação Webinar Especial - Orçamento Positivo
Apresentação Webinar Especial - Orçamento Positivo
 
5 Porquê’s, 7 Perdas e 2 SS
5 Porquê’s, 7 Perdas e 2 SS5 Porquê’s, 7 Perdas e 2 SS
5 Porquê’s, 7 Perdas e 2 SS
 
Apresentação Lean Manufacturing
Apresentação Lean ManufacturingApresentação Lean Manufacturing
Apresentação Lean Manufacturing
 
Comparativo entre conceitos e sistemas de produção
Comparativo entre conceitos e sistemas de produçãoComparativo entre conceitos e sistemas de produção
Comparativo entre conceitos e sistemas de produção
 
Administração de Produção II
Administração de Produção IIAdministração de Produção II
Administração de Produção II
 
Vantagens e desvantagens do justin time
Vantagens e desvantagens do justin timeVantagens e desvantagens do justin time
Vantagens e desvantagens do justin time
 
Webaula 51 Entendendo o Lean IT
Webaula 51   Entendendo o Lean ITWebaula 51   Entendendo o Lean IT
Webaula 51 Entendendo o Lean IT
 
Projeto Implementação Lean
Projeto Implementação Lean Projeto Implementação Lean
Projeto Implementação Lean
 
Smed redução tempos setup
Smed redução tempos setupSmed redução tempos setup
Smed redução tempos setup
 
Lean Thinking
Lean ThinkingLean Thinking
Lean Thinking
 
Produtividade nasd indústrias
Produtividade nasd indústriasProdutividade nasd indústrias
Produtividade nasd indústrias
 
Manual dos 5S
Manual dos 5SManual dos 5S
Manual dos 5S
 
00-LEAN MANUFACTURING SENAI BIRIGUI.ppt
00-LEAN MANUFACTURING SENAI BIRIGUI.ppt00-LEAN MANUFACTURING SENAI BIRIGUI.ppt
00-LEAN MANUFACTURING SENAI BIRIGUI.ppt
 
O paradigma gestão vs despedimento
O paradigma gestão vs despedimentoO paradigma gestão vs despedimento
O paradigma gestão vs despedimento
 
Análise critica de artigo sobre a Total Productive Maintenance (TPM)
Análise critica de artigo sobre a Total Productive Maintenance (TPM)Análise critica de artigo sobre a Total Productive Maintenance (TPM)
Análise critica de artigo sobre a Total Productive Maintenance (TPM)
 

Mais de Jose Donizetti Moraes

Brasagem Processo de solda
Brasagem Processo de soldaBrasagem Processo de solda
Brasagem Processo de solda
Jose Donizetti Moraes
 
Calculo da Produtividade
Calculo da ProdutividadeCalculo da Produtividade
Calculo da Produtividade
Jose Donizetti Moraes
 
Regras báscias de gestão da produção em um ambiente lean
Regras báscias de gestão da produção em um ambiente leanRegras báscias de gestão da produção em um ambiente lean
Regras báscias de gestão da produção em um ambiente lean
Jose Donizetti Moraes
 
Overall Labor Effectiveness
Overall Labor EffectivenessOverall Labor Effectiveness
Overall Labor Effectiveness
Jose Donizetti Moraes
 
Hyoujun Sagyou e Ikko Nagashi
Hyoujun Sagyou e Ikko NagashiHyoujun Sagyou e Ikko Nagashi
Hyoujun Sagyou e Ikko Nagashi
Jose Donizetti Moraes
 
TWTTP e HERCA
TWTTP e HERCATWTTP e HERCA
TWTTP e HERCA
Jose Donizetti Moraes
 
Oriente e Ocidente - A busca pela competitividade através do WCM
Oriente e Ocidente - A busca pela competitividade através do WCMOriente e Ocidente - A busca pela competitividade através do WCM
Oriente e Ocidente - A busca pela competitividade através do WCM
Jose Donizetti Moraes
 
Shojinka Flexibilidade no número de operadores
Shojinka Flexibilidade no número de operadoresShojinka Flexibilidade no número de operadores
Shojinka Flexibilidade no número de operadores
Jose Donizetti Moraes
 
Soikufu - Pensamento criativo
Soikufu - Pensamento criativoSoikufu - Pensamento criativo
Soikufu - Pensamento criativo
Jose Donizetti Moraes
 
Kata Walks Conceito e Aplicação
Kata Walks Conceito e AplicaçãoKata Walks Conceito e Aplicação
Kata Walks Conceito e Aplicação
Jose Donizetti Moraes
 
5S Conceito e Aplicação
5S  Conceito e Aplicação5S  Conceito e Aplicação
5S Conceito e Aplicação
Jose Donizetti Moraes
 
Manutenção industrial entendendo sua função e organização
Manutenção industrial entendendo sua função e organizaçãoManutenção industrial entendendo sua função e organização
Manutenção industrial entendendo sua função e organização
Jose Donizetti Moraes
 
Novas regras do IATF para Certificação ISO/TS-16949 4º Edição
Novas regras do IATF para Certificação ISO/TS-16949 4º EdiçãoNovas regras do IATF para Certificação ISO/TS-16949 4º Edição
Novas regras do IATF para Certificação ISO/TS-16949 4º Edição
Jose Donizetti Moraes
 
7 passos para um bom kaizen
7 passos para um bom kaizen7 passos para um bom kaizen
7 passos para um bom kaizen
Jose Donizetti Moraes
 
Value stream mapping
Value stream mappingValue stream mapping
Value stream mapping
Jose Donizetti Moraes
 
Karakuri
KarakuriKarakuri

Mais de Jose Donizetti Moraes (16)

Brasagem Processo de solda
Brasagem Processo de soldaBrasagem Processo de solda
Brasagem Processo de solda
 
Calculo da Produtividade
Calculo da ProdutividadeCalculo da Produtividade
Calculo da Produtividade
 
Regras báscias de gestão da produção em um ambiente lean
Regras báscias de gestão da produção em um ambiente leanRegras báscias de gestão da produção em um ambiente lean
Regras báscias de gestão da produção em um ambiente lean
 
Overall Labor Effectiveness
Overall Labor EffectivenessOverall Labor Effectiveness
Overall Labor Effectiveness
 
Hyoujun Sagyou e Ikko Nagashi
Hyoujun Sagyou e Ikko NagashiHyoujun Sagyou e Ikko Nagashi
Hyoujun Sagyou e Ikko Nagashi
 
TWTTP e HERCA
TWTTP e HERCATWTTP e HERCA
TWTTP e HERCA
 
Oriente e Ocidente - A busca pela competitividade através do WCM
Oriente e Ocidente - A busca pela competitividade através do WCMOriente e Ocidente - A busca pela competitividade através do WCM
Oriente e Ocidente - A busca pela competitividade através do WCM
 
Shojinka Flexibilidade no número de operadores
Shojinka Flexibilidade no número de operadoresShojinka Flexibilidade no número de operadores
Shojinka Flexibilidade no número de operadores
 
Soikufu - Pensamento criativo
Soikufu - Pensamento criativoSoikufu - Pensamento criativo
Soikufu - Pensamento criativo
 
Kata Walks Conceito e Aplicação
Kata Walks Conceito e AplicaçãoKata Walks Conceito e Aplicação
Kata Walks Conceito e Aplicação
 
5S Conceito e Aplicação
5S  Conceito e Aplicação5S  Conceito e Aplicação
5S Conceito e Aplicação
 
Manutenção industrial entendendo sua função e organização
Manutenção industrial entendendo sua função e organizaçãoManutenção industrial entendendo sua função e organização
Manutenção industrial entendendo sua função e organização
 
Novas regras do IATF para Certificação ISO/TS-16949 4º Edição
Novas regras do IATF para Certificação ISO/TS-16949 4º EdiçãoNovas regras do IATF para Certificação ISO/TS-16949 4º Edição
Novas regras do IATF para Certificação ISO/TS-16949 4º Edição
 
7 passos para um bom kaizen
7 passos para um bom kaizen7 passos para um bom kaizen
7 passos para um bom kaizen
 
Value stream mapping
Value stream mappingValue stream mapping
Value stream mapping
 
Karakuri
KarakuriKarakuri
Karakuri
 

Muda mura muri

  • 1. Muda Mura Muri Em uma tradução simplificada destas palavras podemos interpretar as mesmas como: 1. Muda – Perda, desperdício ou atividade que consome recurso da empresa e não agrega valor ao produto. 2. Mura – Perda, desperdício ou atividade decorrente de uma variação no processo de fabricação de um produto e que pode gerar uma falha de qualidade. 3. Muri – Perda, desperdício ou atividade decorrente do exagero no processo de fabricação, seja de movimento pelos operadores, excesso de estoque, movimentação de materiais e que são completamente desnecessários ao mesmo. São as perdas encontradas no processo produtivo, onde são executadas atividades que agregam valor ao produto. Reduzindo ou eliminando o desperdício, é claro, um dos objetivos fundamentais de qualquer pessoa orientada para a Qualidade e Produtividade.
  • 2. Taichi Ohno da Toyota identificou o que são chamados os Sete Desperdícios ou sete MUDAs, sendo a forma mais comum de muda encontrados e classificados: Perdas por Super Produção, o que leva a excesso de estoque, a papelada, manuseio, armazenamento, espaço, juros, máquinas, defeitos, as pessoas e despesas gerais. Muitas vezes, é difícil ver essa perda quando todo mundo parece ocupado. Normalmente isso é identificado pela quantidade de peças existente entre as operações, para uma melhor ilustração desta perda, basta tentarmos aplicar em uma determinada célula ou linha de montagem o conceito do “One Piece Flow”, quando isso for tentado veremos de uma maneira mais fácil onde está o gargalo da linha e então promovemos ações via um projeto de Kaikaku visando quebrar este gargalo ou promover um balanceamento da célula ou linha de montagem, na linguagem Lean neste caso, falta o GEMBA-CHO pois é inconcebível um Líder treinado e preparado para liderar uma equipe aceitar um desbalanceamento ou gargalo e não sinalizar as perdas. Dentro com conceito Lean, devemos tratar estas perdas, e um esforço adicional pode ser necessário em um processo ineficiente, porém cuidados devem ser tomados para que uma tentativa de otimização não se torne um fracasso total: Perdas por Superprodução, na tentativa de se tratar estoques em excesso, podemos cometer toda uma série de pecados, devemos então reduzir os estoques de forma gradualmente através de um inventário verdadeiramente controlado e confiável (fazer tudo de uma vez vai provocar o colapso total na empresa). Perda por Transporte e Perda por Tempo em Espera, isto inclui a movimentação de pessoas, a partir de ações simples, quando em um só lugar temos uma concentração geográfica onde os operadores devem ter tudo à mão, na Qualidade certa, na hora certa e na quantidade certa pois é necessário para redução do desperdício de movimento nas operações e na espera para execução das mesmas. Uma outra perda muito importante a ser considera são as perdas provenientes do defeitos nos produto (Falha de Qualidade), materiais ou componentes, que podem causar confusão, retrabalho e atrapalhando um conjunto sincronizado de processos. Neste caso mais uma vez a figura do GEMBA-CHO é importante pois deve partir dele a iniciativa de praticar um dos principais conceitos do Lean Manufacturing o FTQ (First Quality Time) – Qualidade em Primeiro Lugar ou Faça Certo da Primeira Vez e que foi popularizado como “Não receba errado, não faça errado e não envie errado”. Uma visão simplificada da muda é: Perder tempo desperdiçando um recurso de consumo como material, como um recurso de mão de obra, com um problema de Qualidade que gera insatisfação do cliente interno e externo além de retrabalho, deve ser erradicado da mentalidade das pessoas em todos os níveis da empresa, é uma questão cultural e como tal deve ser tratada, isso demanda tempo, paciência, treinamento, disciplina e rigor aplicado não ameaçado.
  • 3. No início falamos sobre os “Sete Desperdícios”, mas comentamos basicamente sobre 3, é importante esclarecer que os “Sete Desperdícios” são perdas visíveis e invisíveis e estão assim elencadas: 1. Transporte, 2. Inventário, 3. Espera, 4. Super Produção, 5. Qualidade, 6. Tempo no Processo, 7. Operações ou movimentos desnecessários, Atualmente alguns especialistas adicionaram um desperdício ou perda, e tratam a ausência de Habilidade como uma perda, logo podem ouvir falar em Oito Desperdícios, mas tratar estas perdas significa tratar os 3Ms em um literatura Lean. Mais uma vez cabe a Alta Administração identificar porque os conceitos do Lean Manufacturing não estão sendo utilizados de modo eficaz e corrigir estas falhas pois todo trabalho em busca de uma Manufatura Lean vai por terra e esta fadada ao fracasso, onde o momento atual de demanda e mercado não permite mais a sobrevivência de empresas com gestão ineficiente que nem se quer conhece suas perdas e nem tão pouco possui os KPIs necessários para seu constante monitoramento e atuação em busca das melhores práticas a tempos disponíveis. Créditos do texto a: Por: Jose Donizetti Moraes - 01/06/2013