SlideShare uma empresa Scribd logo
MODELOS
FINANCEIROS:
SEGUROS DE VIDA
Trabalho realizado no âmbito da
disciplina de MACS, pelas
alunas:
Jéssica Landim, nº 15
Joana Silva, nº16
Introdução:
 Neste trabalho iremos tratar o subtema dos Seguros de Vidas que
estão inseridos no tema dos Modelos Financeiros.
 “Perante o atual panorama de crise económica, os seguros de vida
têm vindo a ficar para segundo plano. As famílias apertam o cinto e
o que julgam ser mais dispensável é cortado do orçamento.
Contudo, um bom seguro de vida não é algo dispensável. É uma
segurança em caso de morte ou invalidez da pessoa segura.”
 Para além de referirmos a importância dos Seguros de Vida e de
apresentarmos algumas informações, iremos também representar
algumas simulações de bancos diferentes, comparando assim a sua
eficácia.
 Para finalizar, iremos ter uma breve conclusão sobre as informações
obtidas, e uma breve reflexão em que iremos expor as nossas
dificuldades.
Para que serve um seguro de vida?
 Atualmente, em Portugal, quem tem uma hipoteca no banco, em
geral, tem um seguro de vida. Trata-se de um seguro direcionado
especificamente para o crédito imobiliário e significa que, em caso
de morte ou invalidez da ou das pessoas seguras, o crédito fica
pago. Este tipo de contrato garante uma atualização do capital
seguro simultaneamente com o capital em dívida no banco.
Qual a diferença entre IAD e ITP?
 A Invalidez Absoluta e Definitiva (IAD) ocorre quando, em caso de
doença ou acidente, se verifica uma total incapacidade da pessoa
segura que a impeça de exercer qualquer função remunerada e que
a mesma necessite de cuidados continuados de terceiros para
satisfazer as necessidades do dia a dia. Quer isto dizer que
necessita de ter sempre alguém por perto para a ajudar a vestir,
comer, fazer a higiene diária e por aí fora. Esta invalidez tem de ser
fundamentada clinicamente.
 Por seu lado, a Invalidez Total e Permanente (ITP) verifica-se
quando se considerar que a pessoa segura fica total e
definitivamente incapaz de exercer a sua ou qualquer profissão
compatível com os seus conhecimentos. Também aqui será
necessário parecer médico que comprove o estado de invalidez.
Razões para ter um seguro de vida:
 Um seguro de vida traz consigo benefícios bem reais não só para si
mas, principalmente, para a sua família e para quem dependa de si.
O seguro de vida é uma das melhores formas de minimizar as
consequências que podem afetar o ceio de uma família no caso de
algo correr antes de tempo.
Seguros de vida clássicos:
 Como já vimos os seguros de vida enquadram-se no ramo vida e
fazem parte da classificação legal de seguros, pois assumem
características próprias. Os seguros do ramo vida dividem-se em 3
tipos de possibilidades na forma como funcionam, pois podem atuar
em caso de morte e também em caso de vida. Se
forem acionados por qualquer forma são seguros de mistos. Assim
vamos caracterizar e explicar cada uma destas formas de seguro
de vida clássico.
Tipos de Seguros de vida:
 Existem 3 tipos de seguros de vida: em caso de morte, em caso de
vida e para as 2 em simultâneo. Se o risco de morte é feito a pensar
nos que nos são próximos, o seguro em caso de vida é a pensar
em nós.
1. Seguro de vida em caso de vida
 Em caso de vida o cliente recebe o valor acordado no fim do
contrato. Caso ocorra óbito da pessoa segura não existe lugar a
qualquer pagamento por parte da seguradora. Este tipo de seguro
caiu em desuso com a acrescente oferta de produtos financeiros de
investimento. Apesar de ainda estar em comercialização pelas
seguradoras as vendas são residuais.
2. Seguro de vida em caso de morte
 Em caso de vida o cliente não recebe qualquer valor no final do
contrato. Em caso de morte os beneficiários da apólice (título)
recebem o valor contratado, é sempre melhor que não exista
qualquer pagamento, pois é sinal que não morreu ninguém.
3. Seguro de vida em caso de vida e em
caso de morte
 Estes seguros também podem ser denominados de seguros de vida
mistos. A seguradora terá sempre de indemnizar. Em caso de vida o
cliente recebe o capital contratado em caso de morte os
beneficiários recebem o capital contratado. Nestas situações o
prémio do seguro é elevado, já que a seguradora terá sempre de
desembolsar fundos.
Representação de diferentes
Simulações:
Figura 1 - Simulação de um Seguro de Vida no BES
 O BES apresenta-lhe Soluções de Proteção Pessoal e Familiar, com
um vasto leque de coberturas, para garantir o bem-estar financeiro e
futuro da sua família.
1. Modalidades Cobertas
 Proteção Vida BES
 Proteção Vida BES +
 Vantagem Família BES
2. Cobertura
 No caso do Proteção Vida BES +, seguro destinado a casais com
filhos, cobre:
 Morte
 Invalidez Total e Permanente
 Doenças Graves
 Proteção Vida BES, seguro destinado a Jovens casais e Solteiros,
cobre:
 Morte
 Invalidez absoluta e definitiva
3. Vantagens
 Vantagens fiscais
 Subscrição Simples e imediata
 Capital sempre atualizado
 Pagamento do seguro anualmente ou através de prestações mensais.
4. Idades
 Na modalidade Proteção Vida BES e Vida BES +, destinada a jovens
casais e solteiros, e casais com filhos, respetivamente, a subscrição é
quase imediata.
 Se pretender um capital mais elevado ou dependendo da idade é que
poderá haver mais formalidades, idade essa que será a partir dos 56
anos de idade.
Figura 2 - Simulação de um Seguro de Vida na Fidelidade Mundial
 O Vida Segura da Fidelidade Mundial é um seguro de vida individual à
medida das suas necessidades, que em situações graves, lhe permitirá
assegurar a sua proteção Pessoal e/ou Familiar ou honrar
compromissos financeiros assumidos.
1. Modalidades Cobertas
 Cobertura Principal
 Coberturas Complementares
2. Cobertura
 Principal
- Morte.
 Complementares:
- Morte por Acidente
- Morte por Acidente de Circulação
- Invalidez Total e Permanente
- Invalidez Total e Permanente por Acidente
- Invalidez Total e Permanente por Acidente de Circulação
- Invalidez Absoluta e Definitiva
- Doenças Graves.
3. Vantagens
 Benefícios Fiscais
 Possibilidade de escolha de forma e periodicidade de pagamento
 Capitais à sua medida.
4. Idades
 Subscrição sem formalidades, desde que a Pessoa Segura não
ultrapasse os 70 anos de idade.
Figura 3 - Simulação de um Seguro de Vida no Millennium
 A Proteção Vida é o seguro de vida que lhe garante que, aconteça o
que acontecer, nada faltará a quem mais gosta. A partir de 5,00
EUR/mês pode escolher a melhor solução para garantir uma
proteção completa e eficaz para si e para a sua família.
1. Modalidades Cobertas
 Proteção Princípio de Vida
 Proteção Vida Base
 Proteção Vida Mais
 Proteção Vida 55-85
2. Cobertura
 Por exemplo, Proteção Vida Base:
 Morte
 Rede 2ª Opinião
 Invalidez Absoluta e Definitiva
 Invalidez Total e Permanente por Acidente
 Opcional: Poupança Vida; Doenças Graves.
3. Vantagens
 Benefícios Fiscais
 Acesso ao serviço 2ª opinião com médicos especialistas
 Consolidar solidez económica para fazer face a situações inesperadas.
4. Idades
 Em todas as modalidades a idade mínima é 18 anos, exceto na
Proteção Principio de Vida, na qual beneficiário terá de ser menor de
18 anos.
 A idade limite para subscrição é aos 64 anos. A idade limite para
permanência é:
 Morte - 85 anos
 Invalidez Total e Permanente, Invalidez Absoluta e Definitiva e
Doenças Graves - 65 anos
 Morte por Acidente e Morte por Acidente de Circulação - 70 anos.
Conclusão:
 Após a apresentação das diferentes simulações, o nosso grupo achou que a
proposta da Seguradora Fidelidade Mundial era a mais vantajosa, mesmo
podendo ser mais cara era a que cobria mais danos e incluía a família. Por outro
lado, o Millennium oferece possibilidade de estar segurados até uma idade mais
avançada.
 Talvez a principal exclusão de um seguro de vida seja o suicídio, desde que este
se verifique nos dois primeiros anos a seguir à data de contratação da apólice.
As exclusões são várias e vão desde atos criminosos a viagens de exploração.
Se o falecimento tiver sido provocado por ato criminoso do beneficiário o
contrato não produzirá efeito assim como se o mesmo acontecer em situações
de guerra. Desta forma se se deslocar a uma zona geográfica instável social e
politicamente informe a sua seguradora. A mesma poderá anular
temporariamente a cobertura de morte ou mantê-la exigindo um sobre prémio.
 Qualquer família que experiencie a morte de um dos seus membros geradores
de rendimento atravessa um período de instabilidade e incerteza financeira. Um
seguro de vida mantém esta instabilidade no mínimo, garantindo a entrada de
dinheiro que oferece à família o tempo necessário para se ajustar à sua nova
situação.
 O custo de um seguro de vida para o mesmo capital seguro é proporcional à
idade, assim num seguro para o risco de morte, quanto mais idade tiver maior
será o prémio a pagar. Se for um seguro para o caso de vida no final do contrato
quanto mais idade tiver menor é o custo.
Alguma questão?

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Protecofamiliar protecodereforma-poupana-110801173515-phpapp02[1][1]
Protecofamiliar protecodereforma-poupana-110801173515-phpapp02[1][1]Protecofamiliar protecodereforma-poupana-110801173515-phpapp02[1][1]
Protecofamiliar protecodereforma-poupana-110801173515-phpapp02[1][1]
Claudia De Barros
 
Introducao seguros
Introducao segurosIntroducao seguros
Introducao seguros
Gil Gameiro
 
1ª Edição - Temas de Seguro - Antonio Penteado Mendonça
1ª Edição - Temas de Seguro - Antonio Penteado Mendonça1ª Edição - Temas de Seguro - Antonio Penteado Mendonça
1ª Edição - Temas de Seguro - Antonio Penteado Mendonça
Editora Roncarati
 
Vida%20 inteiraprudential
Vida%20 inteiraprudentialVida%20 inteiraprudential
Vida%20 inteiraprudential
Lhx Agente de Investimento XP.
 
Os seguros e os riscos: como compreendê-los?
Os seguros e os riscos: como compreendê-los?Os seguros e os riscos: como compreendê-los?
Os seguros e os riscos: como compreendê-los?
Universidade Federal Fluminense
 
Cartilha SUSEP: Guia de orientação e defesa do Segurado
Cartilha SUSEP: Guia de orientação e defesa do SeguradoCartilha SUSEP: Guia de orientação e defesa do Segurado
Cartilha SUSEP: Guia de orientação e defesa do Segurado
Universidade Federal Fluminense
 

Mais procurados (6)

Protecofamiliar protecodereforma-poupana-110801173515-phpapp02[1][1]
Protecofamiliar protecodereforma-poupana-110801173515-phpapp02[1][1]Protecofamiliar protecodereforma-poupana-110801173515-phpapp02[1][1]
Protecofamiliar protecodereforma-poupana-110801173515-phpapp02[1][1]
 
Introducao seguros
Introducao segurosIntroducao seguros
Introducao seguros
 
1ª Edição - Temas de Seguro - Antonio Penteado Mendonça
1ª Edição - Temas de Seguro - Antonio Penteado Mendonça1ª Edição - Temas de Seguro - Antonio Penteado Mendonça
1ª Edição - Temas de Seguro - Antonio Penteado Mendonça
 
Vida%20 inteiraprudential
Vida%20 inteiraprudentialVida%20 inteiraprudential
Vida%20 inteiraprudential
 
Os seguros e os riscos: como compreendê-los?
Os seguros e os riscos: como compreendê-los?Os seguros e os riscos: como compreendê-los?
Os seguros e os riscos: como compreendê-los?
 
Cartilha SUSEP: Guia de orientação e defesa do Segurado
Cartilha SUSEP: Guia de orientação e defesa do SeguradoCartilha SUSEP: Guia de orientação e defesa do Segurado
Cartilha SUSEP: Guia de orientação e defesa do Segurado
 

Semelhante a Modelos financeiros

Guia de Protecção Pessoal e da Família
Guia de Protecção Pessoal e da FamíliaGuia de Protecção Pessoal e da Família
Guia de Protecção Pessoal e da Família
Banco Santander Totta
 
Seguro de vida 5 vantagens em contratar
Seguro de vida   5 vantagens em contratarSeguro de vida   5 vantagens em contratar
Seguro de vida 5 vantagens em contratar
Vale Ter Seguros e Planos de Saúde BH
 
05 Teoria do Seguro, Patrimônio e Auditoria (1).pptx
05 Teoria do Seguro, Patrimônio e Auditoria (1).pptx05 Teoria do Seguro, Patrimônio e Auditoria (1).pptx
05 Teoria do Seguro, Patrimônio e Auditoria (1).pptx
carlossilva333486
 
Seguro de vida
Seguro de vidaSeguro de vida
Seguro de vida
zarbinati
 
Contrato Seguro
Contrato SeguroContrato Seguro
Contrato Seguro
Adriano Ferreira
 
Não delegue o direito de representatividade que possui junto ao garantidor do...
Não delegue o direito de representatividade que possui junto ao garantidor do...Não delegue o direito de representatividade que possui junto ao garantidor do...
Não delegue o direito de representatividade que possui junto ao garantidor do...
Darci Maria de Oliveira
 
Apresentação jacometo seguros
Apresentação jacometo segurosApresentação jacometo seguros
Apresentação jacometo seguros
Jacometo Corretora de Seguros Ltda
 
Seguro Social Para Autonomos Inss
Seguro Social Para Autonomos InssSeguro Social Para Autonomos Inss
Seguro Social Para Autonomos Inss
Eis Caffe & Gelateria D´Rhodes
 
Opinião.Seg - Edição 8 - Agosto de 2014
Opinião.Seg - Edição 8 - Agosto de 2014Opinião.Seg - Edição 8 - Agosto de 2014
Opinião.Seg - Edição 8 - Agosto de 2014
Editora Roncarati
 
Icatu Seguros - Desafio FGV
Icatu Seguros - Desafio FGVIcatu Seguros - Desafio FGV
Icatu Seguros - Desafio FGV
Víctor Machado
 
Dicas sobre seguros
Dicas sobre segurosDicas sobre seguros
Dicas sobre seguros
anadias93
 
Clipping marketing de seguros
Clipping   marketing de segurosClipping   marketing de seguros
Clipping marketing de seguros
Patrícia Barros
 
Revista Opinião.Seg - Edição 7 - Maio de 2014
Revista Opinião.Seg - Edição 7 - Maio de 2014Revista Opinião.Seg - Edição 7 - Maio de 2014
Revista Opinião.Seg - Edição 7 - Maio de 2014
Editora Roncarati
 
Revista opinião.seg nº 7 maio de 2014
Revista opinião.seg nº 7   maio de 2014Revista opinião.seg nº 7   maio de 2014
Revista opinião.seg nº 7 maio de 2014
Universidade Federal Fluminense
 
Revista opinião.seg nº 7 maio de 2014
Revista opinião.seg nº 7   maio de 2014Revista opinião.seg nº 7   maio de 2014
Revista opinião.seg nº 7 maio de 2014
Universidade Federal Fluminense
 
20120209 microinsurance soc cienciasdoseguro claudia melo
20120209 microinsurance soc cienciasdoseguro claudia melo20120209 microinsurance soc cienciasdoseguro claudia melo
20120209 microinsurance soc cienciasdoseguro claudia melo
paulooficinadotexto
 
Microsseguro, Resseguro e a Swiss Re
Microsseguro, Resseguro e a Swiss ReMicrosseguro, Resseguro e a Swiss Re
Microsseguro, Resseguro e a Swiss Re
paulooficinadotexto
 
O mundo em crise
O mundo em criseO mundo em crise
Infinity investimentos
Infinity investimentosInfinity investimentos
Infinity investimentos
Geraldo Souza
 
Microsseguros. Por João Marcelo Máximo dos Santos
Microsseguros. Por João Marcelo Máximo dos Santos Microsseguros. Por João Marcelo Máximo dos Santos
Microsseguros. Por João Marcelo Máximo dos Santos
ANSP - Academia Nacional de Seguros e Previdência
 

Semelhante a Modelos financeiros (20)

Guia de Protecção Pessoal e da Família
Guia de Protecção Pessoal e da FamíliaGuia de Protecção Pessoal e da Família
Guia de Protecção Pessoal e da Família
 
Seguro de vida 5 vantagens em contratar
Seguro de vida   5 vantagens em contratarSeguro de vida   5 vantagens em contratar
Seguro de vida 5 vantagens em contratar
 
05 Teoria do Seguro, Patrimônio e Auditoria (1).pptx
05 Teoria do Seguro, Patrimônio e Auditoria (1).pptx05 Teoria do Seguro, Patrimônio e Auditoria (1).pptx
05 Teoria do Seguro, Patrimônio e Auditoria (1).pptx
 
Seguro de vida
Seguro de vidaSeguro de vida
Seguro de vida
 
Contrato Seguro
Contrato SeguroContrato Seguro
Contrato Seguro
 
Não delegue o direito de representatividade que possui junto ao garantidor do...
Não delegue o direito de representatividade que possui junto ao garantidor do...Não delegue o direito de representatividade que possui junto ao garantidor do...
Não delegue o direito de representatividade que possui junto ao garantidor do...
 
Apresentação jacometo seguros
Apresentação jacometo segurosApresentação jacometo seguros
Apresentação jacometo seguros
 
Seguro Social Para Autonomos Inss
Seguro Social Para Autonomos InssSeguro Social Para Autonomos Inss
Seguro Social Para Autonomos Inss
 
Opinião.Seg - Edição 8 - Agosto de 2014
Opinião.Seg - Edição 8 - Agosto de 2014Opinião.Seg - Edição 8 - Agosto de 2014
Opinião.Seg - Edição 8 - Agosto de 2014
 
Icatu Seguros - Desafio FGV
Icatu Seguros - Desafio FGVIcatu Seguros - Desafio FGV
Icatu Seguros - Desafio FGV
 
Dicas sobre seguros
Dicas sobre segurosDicas sobre seguros
Dicas sobre seguros
 
Clipping marketing de seguros
Clipping   marketing de segurosClipping   marketing de seguros
Clipping marketing de seguros
 
Revista Opinião.Seg - Edição 7 - Maio de 2014
Revista Opinião.Seg - Edição 7 - Maio de 2014Revista Opinião.Seg - Edição 7 - Maio de 2014
Revista Opinião.Seg - Edição 7 - Maio de 2014
 
Revista opinião.seg nº 7 maio de 2014
Revista opinião.seg nº 7   maio de 2014Revista opinião.seg nº 7   maio de 2014
Revista opinião.seg nº 7 maio de 2014
 
Revista opinião.seg nº 7 maio de 2014
Revista opinião.seg nº 7   maio de 2014Revista opinião.seg nº 7   maio de 2014
Revista opinião.seg nº 7 maio de 2014
 
20120209 microinsurance soc cienciasdoseguro claudia melo
20120209 microinsurance soc cienciasdoseguro claudia melo20120209 microinsurance soc cienciasdoseguro claudia melo
20120209 microinsurance soc cienciasdoseguro claudia melo
 
Microsseguro, Resseguro e a Swiss Re
Microsseguro, Resseguro e a Swiss ReMicrosseguro, Resseguro e a Swiss Re
Microsseguro, Resseguro e a Swiss Re
 
O mundo em crise
O mundo em criseO mundo em crise
O mundo em crise
 
Infinity investimentos
Infinity investimentosInfinity investimentos
Infinity investimentos
 
Microsseguros. Por João Marcelo Máximo dos Santos
Microsseguros. Por João Marcelo Máximo dos Santos Microsseguros. Por João Marcelo Máximo dos Santos
Microsseguros. Por João Marcelo Máximo dos Santos
 

Modelos financeiros

  • 1. MODELOS FINANCEIROS: SEGUROS DE VIDA Trabalho realizado no âmbito da disciplina de MACS, pelas alunas: Jéssica Landim, nº 15 Joana Silva, nº16
  • 2. Introdução:  Neste trabalho iremos tratar o subtema dos Seguros de Vidas que estão inseridos no tema dos Modelos Financeiros.  “Perante o atual panorama de crise económica, os seguros de vida têm vindo a ficar para segundo plano. As famílias apertam o cinto e o que julgam ser mais dispensável é cortado do orçamento. Contudo, um bom seguro de vida não é algo dispensável. É uma segurança em caso de morte ou invalidez da pessoa segura.”  Para além de referirmos a importância dos Seguros de Vida e de apresentarmos algumas informações, iremos também representar algumas simulações de bancos diferentes, comparando assim a sua eficácia.  Para finalizar, iremos ter uma breve conclusão sobre as informações obtidas, e uma breve reflexão em que iremos expor as nossas dificuldades.
  • 3. Para que serve um seguro de vida?  Atualmente, em Portugal, quem tem uma hipoteca no banco, em geral, tem um seguro de vida. Trata-se de um seguro direcionado especificamente para o crédito imobiliário e significa que, em caso de morte ou invalidez da ou das pessoas seguras, o crédito fica pago. Este tipo de contrato garante uma atualização do capital seguro simultaneamente com o capital em dívida no banco.
  • 4. Qual a diferença entre IAD e ITP?  A Invalidez Absoluta e Definitiva (IAD) ocorre quando, em caso de doença ou acidente, se verifica uma total incapacidade da pessoa segura que a impeça de exercer qualquer função remunerada e que a mesma necessite de cuidados continuados de terceiros para satisfazer as necessidades do dia a dia. Quer isto dizer que necessita de ter sempre alguém por perto para a ajudar a vestir, comer, fazer a higiene diária e por aí fora. Esta invalidez tem de ser fundamentada clinicamente.  Por seu lado, a Invalidez Total e Permanente (ITP) verifica-se quando se considerar que a pessoa segura fica total e definitivamente incapaz de exercer a sua ou qualquer profissão compatível com os seus conhecimentos. Também aqui será necessário parecer médico que comprove o estado de invalidez.
  • 5. Razões para ter um seguro de vida:  Um seguro de vida traz consigo benefícios bem reais não só para si mas, principalmente, para a sua família e para quem dependa de si. O seguro de vida é uma das melhores formas de minimizar as consequências que podem afetar o ceio de uma família no caso de algo correr antes de tempo.
  • 6. Seguros de vida clássicos:  Como já vimos os seguros de vida enquadram-se no ramo vida e fazem parte da classificação legal de seguros, pois assumem características próprias. Os seguros do ramo vida dividem-se em 3 tipos de possibilidades na forma como funcionam, pois podem atuar em caso de morte e também em caso de vida. Se forem acionados por qualquer forma são seguros de mistos. Assim vamos caracterizar e explicar cada uma destas formas de seguro de vida clássico.
  • 7. Tipos de Seguros de vida:  Existem 3 tipos de seguros de vida: em caso de morte, em caso de vida e para as 2 em simultâneo. Se o risco de morte é feito a pensar nos que nos são próximos, o seguro em caso de vida é a pensar em nós.
  • 8. 1. Seguro de vida em caso de vida  Em caso de vida o cliente recebe o valor acordado no fim do contrato. Caso ocorra óbito da pessoa segura não existe lugar a qualquer pagamento por parte da seguradora. Este tipo de seguro caiu em desuso com a acrescente oferta de produtos financeiros de investimento. Apesar de ainda estar em comercialização pelas seguradoras as vendas são residuais.
  • 9. 2. Seguro de vida em caso de morte  Em caso de vida o cliente não recebe qualquer valor no final do contrato. Em caso de morte os beneficiários da apólice (título) recebem o valor contratado, é sempre melhor que não exista qualquer pagamento, pois é sinal que não morreu ninguém.
  • 10. 3. Seguro de vida em caso de vida e em caso de morte  Estes seguros também podem ser denominados de seguros de vida mistos. A seguradora terá sempre de indemnizar. Em caso de vida o cliente recebe o capital contratado em caso de morte os beneficiários recebem o capital contratado. Nestas situações o prémio do seguro é elevado, já que a seguradora terá sempre de desembolsar fundos.
  • 11. Representação de diferentes Simulações: Figura 1 - Simulação de um Seguro de Vida no BES
  • 12.  O BES apresenta-lhe Soluções de Proteção Pessoal e Familiar, com um vasto leque de coberturas, para garantir o bem-estar financeiro e futuro da sua família. 1. Modalidades Cobertas  Proteção Vida BES  Proteção Vida BES +  Vantagem Família BES
  • 13. 2. Cobertura  No caso do Proteção Vida BES +, seguro destinado a casais com filhos, cobre:  Morte  Invalidez Total e Permanente  Doenças Graves  Proteção Vida BES, seguro destinado a Jovens casais e Solteiros, cobre:  Morte  Invalidez absoluta e definitiva
  • 14. 3. Vantagens  Vantagens fiscais  Subscrição Simples e imediata  Capital sempre atualizado  Pagamento do seguro anualmente ou através de prestações mensais. 4. Idades  Na modalidade Proteção Vida BES e Vida BES +, destinada a jovens casais e solteiros, e casais com filhos, respetivamente, a subscrição é quase imediata.  Se pretender um capital mais elevado ou dependendo da idade é que poderá haver mais formalidades, idade essa que será a partir dos 56 anos de idade.
  • 15. Figura 2 - Simulação de um Seguro de Vida na Fidelidade Mundial
  • 16.  O Vida Segura da Fidelidade Mundial é um seguro de vida individual à medida das suas necessidades, que em situações graves, lhe permitirá assegurar a sua proteção Pessoal e/ou Familiar ou honrar compromissos financeiros assumidos. 1. Modalidades Cobertas  Cobertura Principal  Coberturas Complementares
  • 17. 2. Cobertura  Principal - Morte.  Complementares: - Morte por Acidente - Morte por Acidente de Circulação - Invalidez Total e Permanente - Invalidez Total e Permanente por Acidente - Invalidez Total e Permanente por Acidente de Circulação - Invalidez Absoluta e Definitiva - Doenças Graves.
  • 18. 3. Vantagens  Benefícios Fiscais  Possibilidade de escolha de forma e periodicidade de pagamento  Capitais à sua medida. 4. Idades  Subscrição sem formalidades, desde que a Pessoa Segura não ultrapasse os 70 anos de idade.
  • 19. Figura 3 - Simulação de um Seguro de Vida no Millennium
  • 20.  A Proteção Vida é o seguro de vida que lhe garante que, aconteça o que acontecer, nada faltará a quem mais gosta. A partir de 5,00 EUR/mês pode escolher a melhor solução para garantir uma proteção completa e eficaz para si e para a sua família. 1. Modalidades Cobertas  Proteção Princípio de Vida  Proteção Vida Base  Proteção Vida Mais  Proteção Vida 55-85
  • 21. 2. Cobertura  Por exemplo, Proteção Vida Base:  Morte  Rede 2ª Opinião  Invalidez Absoluta e Definitiva  Invalidez Total e Permanente por Acidente  Opcional: Poupança Vida; Doenças Graves. 3. Vantagens  Benefícios Fiscais  Acesso ao serviço 2ª opinião com médicos especialistas  Consolidar solidez económica para fazer face a situações inesperadas.
  • 22. 4. Idades  Em todas as modalidades a idade mínima é 18 anos, exceto na Proteção Principio de Vida, na qual beneficiário terá de ser menor de 18 anos.  A idade limite para subscrição é aos 64 anos. A idade limite para permanência é:  Morte - 85 anos  Invalidez Total e Permanente, Invalidez Absoluta e Definitiva e Doenças Graves - 65 anos  Morte por Acidente e Morte por Acidente de Circulação - 70 anos.
  • 23. Conclusão:  Após a apresentação das diferentes simulações, o nosso grupo achou que a proposta da Seguradora Fidelidade Mundial era a mais vantajosa, mesmo podendo ser mais cara era a que cobria mais danos e incluía a família. Por outro lado, o Millennium oferece possibilidade de estar segurados até uma idade mais avançada.  Talvez a principal exclusão de um seguro de vida seja o suicídio, desde que este se verifique nos dois primeiros anos a seguir à data de contratação da apólice. As exclusões são várias e vão desde atos criminosos a viagens de exploração. Se o falecimento tiver sido provocado por ato criminoso do beneficiário o contrato não produzirá efeito assim como se o mesmo acontecer em situações de guerra. Desta forma se se deslocar a uma zona geográfica instável social e politicamente informe a sua seguradora. A mesma poderá anular temporariamente a cobertura de morte ou mantê-la exigindo um sobre prémio.  Qualquer família que experiencie a morte de um dos seus membros geradores de rendimento atravessa um período de instabilidade e incerteza financeira. Um seguro de vida mantém esta instabilidade no mínimo, garantindo a entrada de dinheiro que oferece à família o tempo necessário para se ajustar à sua nova situação.  O custo de um seguro de vida para o mesmo capital seguro é proporcional à idade, assim num seguro para o risco de morte, quanto mais idade tiver maior será o prémio a pagar. Se for um seguro para o caso de vida no final do contrato quanto mais idade tiver menor é o custo.