SlideShare uma empresa Scribd logo
O Modelo Demográfico dos Países Desenvolvidos apresenta três fases distintas:  Modelo Demográfico dos países desenvolvidos
Iniciou-se após  a Revolução Industrial e Agrícola responsáveis pelo aumento da produção; mecanização da agricultura; cultura de novas espécies; novas técnicas agrícolas, que proporcionaram uma melhoria  nas dietas alimentares. Registaram-se avanços notáveis na Medicina:  vacinas; medicamentos;  melhores condições de higiene… Estes factores conjugados proporcionaram um  decréscimo  significativo da  taxa de mortalidade  enquanto que a  taxa de natalidade manteve valores elevados , originando um  aumento  acentuado do  crescimento natural .
A partir do sec. XX, a taxa de natalidade  começa  a revelar tendência para diminuir , devido a importantes  transformações sociais  que ocorrem nessa época:  As mulheres entram para o mercado de trabalho, deixando de ser exclusivamente mães e donas de casa e o planeamento familiar generaliza-se e os métodos contraceptivos evoluem bastante;  É criada a escolaridade obrigatória e o trabalho infantil é proibido;
Modo de vida moderna faz com que os casais tenham filhos mais tarde em número reduzido;  Quebra da produção agrícola para quem os filhos eram força de trabalho não remunerada; A taxa de  mortalidade continua a diminuir .  Assim, o  crescimento natural diminui.
Esta é a fase que caracteriza os nossos dias: taxa de  natalidade cada vez mais baixa  que associada ao  aumento da esperança média de vida , faz com que haja um grande  envelhecimento  da população. A manutenção desta situação coloca em perigo a renovação de gerações nos países desenvolvidos .
O modelo demográfico dos países  em desenvolvimento apresenta apenas duas fases:
As altas taxas de  natalidade  e  mortalidade  mantêm-se elevadas até ao início do  séc. XX , originando um crescimento natural praticamente nulo. No entanto, a mortalidade teve  flutuações  com grandes aumentos sempre que se verificavam pestes, guerras, fomes, epidemias e maus anos agrícolas. Assim, a  esperança média de vida era bastante baixa .
Este comportamento demográfico e resultado destas regiões serem, na época, colónias de países industrializados, constituindo  sociedades agrícolas  onde a revolução industrial não tinha chegado. Esta situação, associada às  características culturais  dessas populações, permitiram a existência de  elevadas taxas de natalidade .
Esta fase começa no  principio do séc. XX  e decorre até aos nossos dias. O  aumento do crescimento natural  é resultado da  diminuição das taxas de mortalidade  devido: á melhoria das condições médico-sanitárias, proporcionadas pela ajuda internacional (ex: campanhas de vacinação).
Por outro lado a  taxa de natalidade  manteve-se  muito elevada  devido a factores de cariz cultural, religioso e económico tais como:     Família numerosa é sinal de prestígio e os filhos são mão-de-obra agrícola não remunerada;    Poligamia é um acto aceite em muitas sociedades;    Divulgação e aceitação de meios de planeamento familiar é difícil, existindo grandes resistências de cariz cultural e religioso;    Taxas de analfabetismo muito elevadas e desvalorização da condição social da mulher ( só o papel de mães e donas de casa). Casamentos em idades precoce aumentam a probabilidade de fecundidade.
A esperança média de vida tem vindo a aumentar muito lentamente. Estes factores provocam uma  explosão demográfica  que é um entrave ao desenvolvimento devido à não articulação população/recursos.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ficha de estudo para o teste de geografia 8º ano
Ficha de estudo para o teste de geografia 8º anoFicha de estudo para o teste de geografia 8º ano
Ficha de estudo para o teste de geografia 8º ano
anacristinaccc
 
O PROCESSO DE URBANIZAÇÃO NO BRASIL
O PROCESSO DE URBANIZAÇÃO NO BRASILO PROCESSO DE URBANIZAÇÃO NO BRASIL
O PROCESSO DE URBANIZAÇÃO NO BRASIL
Anderson Silva
 
Ficha de avaliação população convertido
Ficha de avaliação   população convertidoFicha de avaliação   população convertido
Ficha de avaliação população convertido
Linda Pereira
 
9ºano - As atividades económicas
9ºano - As atividades económicas9ºano - As atividades económicas
9ºano - As atividades económicas
Idalina Leite
 
Envelhecimento em Portugal
Envelhecimento em PortugalEnvelhecimento em Portugal
Envelhecimento em Portugal
Idalina Leite
 
As estruturas e os comportamentos demográficos (1).ppt
As estruturas e os comportamentos demográficos (1).pptAs estruturas e os comportamentos demográficos (1).ppt
As estruturas e os comportamentos demográficos (1).ppt
Ilda Bicacro
 
Ficha Informativa - Clima De Portugal
Ficha Informativa  - Clima De PortugalFicha Informativa  - Clima De Portugal
Ficha Informativa - Clima De Portugal
abarros
 
Migrações
MigraçõesMigrações
Migrações
robertobraz
 
Distribuição população
Distribuição populaçãoDistribuição população
Distribuição população
Pocarolas
 
Vazios
VaziosVazios
Os diferentes tipos de plantas das cidades
Os diferentes tipos de plantas das cidadesOs diferentes tipos de plantas das cidades
Os diferentes tipos de plantas das cidades
rmmpr
 
ÁREAS RURAIS E ÁREAS URBANAS 1ª PARTE
ÁREAS RURAIS E ÁREAS URBANAS 1ª PARTEÁREAS RURAIS E ÁREAS URBANAS 1ª PARTE
ÁREAS RURAIS E ÁREAS URBANAS 1ª PARTE
abarros
 
Plantas de cidades[1]
Plantas de cidades[1]Plantas de cidades[1]
Plantas de cidades[1]
Fátima Cunha Lopes
 
Disponibilidades Hídricas
Disponibilidades HídricasDisponibilidades Hídricas
Disponibilidades Hídricas
acbaptista
 
Problemas e soluções nas áreas costeiras
Problemas e soluções nas áreas costeirasProblemas e soluções nas áreas costeiras
Problemas e soluções nas áreas costeiras
jpeuromat
 
Teste 9º os lusíadas
Teste 9º os lusíadasTeste 9º os lusíadas
Teste 9º os lusíadas
Natália Carvalho
 
Cartografia: Elementos do Mapa
Cartografia: Elementos do MapaCartografia: Elementos do Mapa
Cartografia: Elementos do Mapa
Eduardo Mendes
 
Distribuição Mundial da População
Distribuição Mundial da PopulaçãoDistribuição Mundial da População
Distribuição Mundial da População
Geografia .
 
A teoria corpuscular da matéria
A teoria corpuscular da matériaA teoria corpuscular da matéria
A teoria corpuscular da matéria
Sara Daniela
 
9ºano: Cidades, critérios de definição e formas de expansão
9ºano: Cidades, critérios de definição e formas de expansão9ºano: Cidades, critérios de definição e formas de expansão
9ºano: Cidades, critérios de definição e formas de expansão
Idalina Leite
 

Mais procurados (20)

Ficha de estudo para o teste de geografia 8º ano
Ficha de estudo para o teste de geografia 8º anoFicha de estudo para o teste de geografia 8º ano
Ficha de estudo para o teste de geografia 8º ano
 
O PROCESSO DE URBANIZAÇÃO NO BRASIL
O PROCESSO DE URBANIZAÇÃO NO BRASILO PROCESSO DE URBANIZAÇÃO NO BRASIL
O PROCESSO DE URBANIZAÇÃO NO BRASIL
 
Ficha de avaliação população convertido
Ficha de avaliação   população convertidoFicha de avaliação   população convertido
Ficha de avaliação população convertido
 
9ºano - As atividades económicas
9ºano - As atividades económicas9ºano - As atividades económicas
9ºano - As atividades económicas
 
Envelhecimento em Portugal
Envelhecimento em PortugalEnvelhecimento em Portugal
Envelhecimento em Portugal
 
As estruturas e os comportamentos demográficos (1).ppt
As estruturas e os comportamentos demográficos (1).pptAs estruturas e os comportamentos demográficos (1).ppt
As estruturas e os comportamentos demográficos (1).ppt
 
Ficha Informativa - Clima De Portugal
Ficha Informativa  - Clima De PortugalFicha Informativa  - Clima De Portugal
Ficha Informativa - Clima De Portugal
 
Migrações
MigraçõesMigrações
Migrações
 
Distribuição população
Distribuição populaçãoDistribuição população
Distribuição população
 
Vazios
VaziosVazios
Vazios
 
Os diferentes tipos de plantas das cidades
Os diferentes tipos de plantas das cidadesOs diferentes tipos de plantas das cidades
Os diferentes tipos de plantas das cidades
 
ÁREAS RURAIS E ÁREAS URBANAS 1ª PARTE
ÁREAS RURAIS E ÁREAS URBANAS 1ª PARTEÁREAS RURAIS E ÁREAS URBANAS 1ª PARTE
ÁREAS RURAIS E ÁREAS URBANAS 1ª PARTE
 
Plantas de cidades[1]
Plantas de cidades[1]Plantas de cidades[1]
Plantas de cidades[1]
 
Disponibilidades Hídricas
Disponibilidades HídricasDisponibilidades Hídricas
Disponibilidades Hídricas
 
Problemas e soluções nas áreas costeiras
Problemas e soluções nas áreas costeirasProblemas e soluções nas áreas costeiras
Problemas e soluções nas áreas costeiras
 
Teste 9º os lusíadas
Teste 9º os lusíadasTeste 9º os lusíadas
Teste 9º os lusíadas
 
Cartografia: Elementos do Mapa
Cartografia: Elementos do MapaCartografia: Elementos do Mapa
Cartografia: Elementos do Mapa
 
Distribuição Mundial da População
Distribuição Mundial da PopulaçãoDistribuição Mundial da População
Distribuição Mundial da População
 
A teoria corpuscular da matéria
A teoria corpuscular da matériaA teoria corpuscular da matéria
A teoria corpuscular da matéria
 
9ºano: Cidades, critérios de definição e formas de expansão
9ºano: Cidades, critérios de definição e formas de expansão9ºano: Cidades, critérios de definição e formas de expansão
9ºano: Cidades, critérios de definição e formas de expansão
 

Destaque

Problemas DemográFicos
Problemas DemográFicosProblemas DemográFicos
Problemas DemográFicos
gmshenn
 
Evolução da população
Evolução da populaçãoEvolução da população
Evolução da população
elisabarbosa
 
Evolução da população mundial
Evolução da população mundialEvolução da população mundial
Evolução da população mundial
abarros
 
12ª classe aula4
12ª classe aula412ª classe aula4
12ª classe aula4
Diabzie
 
Contrastes de desenvolvimento (...)
Contrastes de desenvolvimento (...)Contrastes de desenvolvimento (...)
Contrastes de desenvolvimento (...)
Rosária Zamith
 
Contrastes de desenvolvimento: PD e PVD
Contrastes de desenvolvimento: PD e PVDContrastes de desenvolvimento: PD e PVD
Contrastes de desenvolvimento: PD e PVD
Idalina Leite
 
Evolução da Populaçao Mundial
Evolução da Populaçao MundialEvolução da Populaçao Mundial
Evolução da Populaçao Mundial
Diogo Mateus
 
Crescimento populacional e Políticas demográficas
Crescimento populacional e Políticas demográficas Crescimento populacional e Políticas demográficas
Crescimento populacional e Políticas demográficas
Idalina Leite
 
Comportamentos DemográFicos
Comportamentos DemográFicosComportamentos DemográFicos
Comportamentos DemográFicos
Paula Tomaz
 
A estrutura etária da população
A estrutura etária da populaçãoA estrutura etária da população
A estrutura etária da população
8ºC
 
Os principais problemas sociodemográficos da população portuguesa
Os principais problemas sociodemográficos da população portuguesaOs principais problemas sociodemográficos da população portuguesa
Os principais problemas sociodemográficos da população portuguesa
Maria Rebelo
 
Problemas Demograficos
Problemas DemograficosProblemas Demograficos
Problemas Demograficos
Miguel Flores Zarate
 
Politicas demograficas
Politicas demograficasPoliticas demograficas
Politicas demograficas
fabiopombo
 
Factores responsáveis pela distribuição da população
Factores responsáveis pela distribuição da populaçãoFactores responsáveis pela distribuição da população
Factores responsáveis pela distribuição da população
Mayjö .
 
Um mundo superpovoado
Um mundo superpovoadoUm mundo superpovoado
Um mundo superpovoado
Joana Melo
 
Evolução das populações: indicadores demográficos; estrutura etária das popul...
Evolução das populações: indicadores demográficos; estrutura etária das popul...Evolução das populações: indicadores demográficos; estrutura etária das popul...
Evolução das populações: indicadores demográficos; estrutura etária das popul...
inessalgado
 
Estrutura da população activa
Estrutura da população activaEstrutura da população activa
Estrutura da população activa
Pedro Tomé
 
Resumos de Geografia
Resumos de GeografiaResumos de Geografia
Resumos de Geografia
8ºC
 
Estrutura EtáRia Da PopulaçãO
Estrutura EtáRia Da PopulaçãOEstrutura EtáRia Da PopulaçãO
Estrutura EtáRia Da PopulaçãO
guest0cc75a5
 
5 indicadores demográficos
5  indicadores demográficos5  indicadores demográficos
5 indicadores demográficos
Mayjö .
 

Destaque (20)

Problemas DemográFicos
Problemas DemográFicosProblemas DemográFicos
Problemas DemográFicos
 
Evolução da população
Evolução da populaçãoEvolução da população
Evolução da população
 
Evolução da população mundial
Evolução da população mundialEvolução da população mundial
Evolução da população mundial
 
12ª classe aula4
12ª classe aula412ª classe aula4
12ª classe aula4
 
Contrastes de desenvolvimento (...)
Contrastes de desenvolvimento (...)Contrastes de desenvolvimento (...)
Contrastes de desenvolvimento (...)
 
Contrastes de desenvolvimento: PD e PVD
Contrastes de desenvolvimento: PD e PVDContrastes de desenvolvimento: PD e PVD
Contrastes de desenvolvimento: PD e PVD
 
Evolução da Populaçao Mundial
Evolução da Populaçao MundialEvolução da Populaçao Mundial
Evolução da Populaçao Mundial
 
Crescimento populacional e Políticas demográficas
Crescimento populacional e Políticas demográficas Crescimento populacional e Políticas demográficas
Crescimento populacional e Políticas demográficas
 
Comportamentos DemográFicos
Comportamentos DemográFicosComportamentos DemográFicos
Comportamentos DemográFicos
 
A estrutura etária da população
A estrutura etária da populaçãoA estrutura etária da população
A estrutura etária da população
 
Os principais problemas sociodemográficos da população portuguesa
Os principais problemas sociodemográficos da população portuguesaOs principais problemas sociodemográficos da população portuguesa
Os principais problemas sociodemográficos da população portuguesa
 
Problemas Demograficos
Problemas DemograficosProblemas Demograficos
Problemas Demograficos
 
Politicas demograficas
Politicas demograficasPoliticas demograficas
Politicas demograficas
 
Factores responsáveis pela distribuição da população
Factores responsáveis pela distribuição da populaçãoFactores responsáveis pela distribuição da população
Factores responsáveis pela distribuição da população
 
Um mundo superpovoado
Um mundo superpovoadoUm mundo superpovoado
Um mundo superpovoado
 
Evolução das populações: indicadores demográficos; estrutura etária das popul...
Evolução das populações: indicadores demográficos; estrutura etária das popul...Evolução das populações: indicadores demográficos; estrutura etária das popul...
Evolução das populações: indicadores demográficos; estrutura etária das popul...
 
Estrutura da população activa
Estrutura da população activaEstrutura da população activa
Estrutura da população activa
 
Resumos de Geografia
Resumos de GeografiaResumos de Geografia
Resumos de Geografia
 
Estrutura EtáRia Da PopulaçãO
Estrutura EtáRia Da PopulaçãOEstrutura EtáRia Da PopulaçãO
Estrutura EtáRia Da PopulaçãO
 
5 indicadores demográficos
5  indicadores demográficos5  indicadores demográficos
5 indicadores demográficos
 

Semelhante a Modelo DemográFico Dos PaíSes Em Desenvolvidos E Em Desenvolvimento

Unidade iii Economia C
Unidade iii Economia CUnidade iii Economia C
Unidade iii Economia C
Diogo Reis
 
2º Va Grupo 8
2º Va   Grupo 82º Va   Grupo 8
2º Va Grupo 8
ProfMario De Mori
 
Apresentação do trabalho de biologia e geologia
Apresentação do trabalho de biologia e geologiaApresentação do trabalho de biologia e geologia
Apresentação do trabalho de biologia e geologia
alcobaca
 
O crescimento da população
O crescimento da populaçãoO crescimento da população
O crescimento da população
Weriberlan Wanderley
 
Evolução da populaçãp
Evolução da populaçãpEvolução da populaçãp
Evolução da populaçãp
Luz Campos
 
Geografia henrique37 geo b aula 2
Geografia henrique37 geo b aula 2Geografia henrique37 geo b aula 2
Geografia henrique37 geo b aula 2
Bruno-machado Bruno
 
Políticas demográficas
Políticas demográficasPolíticas demográficas
Políticas demográficas
Andre Huang
 
Políticas demográficas
Políticas demográficasPolíticas demográficas
Políticas demográficas
Andre Huang
 
Espaço, sociedade e economia
Espaço, sociedade e economiaEspaço, sociedade e economia
Espaço, sociedade e economia
Wander Junior
 
Evolução da população mundial
Evolução da população mundialEvolução da população mundial
Evolução da população mundial
Gisela Alves
 
População
PopulaçãoPopulação
População
Edilvania Fernandes
 
comportamento dos indicadores demográficos
comportamento dos indicadores demográficoscomportamento dos indicadores demográficos
comportamento dos indicadores demográficos
Rui Afonso
 
Geo populaçao
Geo populaçaoGeo populaçao
Geo populaçao
Moacir E Nalin
 
EvoluçãO Da PopulaçãO Mundial
EvoluçãO Da PopulaçãO MundialEvoluçãO Da PopulaçãO Mundial
EvoluçãO Da PopulaçãO Mundial
8ºC
 
TEORIAS DEMOGRÁFICAS
TEORIAS DEMOGRÁFICASTEORIAS DEMOGRÁFICAS
TEORIAS DEMOGRÁFICAS
Conceição Fontolan
 
5 dinamica da-populacao_mundial
5 dinamica da-populacao_mundial5 dinamica da-populacao_mundial
5 dinamica da-populacao_mundial
Lucas Cechinel
 
Dinâmica populacional brasileira
Dinâmica populacional brasileiraDinâmica populacional brasileira
Dinâmica populacional brasileira
Pedro Neves
 
Demografia geral
Demografia geralDemografia geral
Demografia geral
Colégio Nova Geração COC
 
Evolução população mundial
Evolução população mundialEvolução população mundial
Evolução população mundial
Pocarolas
 
Estudos Demográficos
Estudos DemográficosEstudos Demográficos
Estudos Demográficos
Professora Verônica Santos
 

Semelhante a Modelo DemográFico Dos PaíSes Em Desenvolvidos E Em Desenvolvimento (20)

Unidade iii Economia C
Unidade iii Economia CUnidade iii Economia C
Unidade iii Economia C
 
2º Va Grupo 8
2º Va   Grupo 82º Va   Grupo 8
2º Va Grupo 8
 
Apresentação do trabalho de biologia e geologia
Apresentação do trabalho de biologia e geologiaApresentação do trabalho de biologia e geologia
Apresentação do trabalho de biologia e geologia
 
O crescimento da população
O crescimento da populaçãoO crescimento da população
O crescimento da população
 
Evolução da populaçãp
Evolução da populaçãpEvolução da populaçãp
Evolução da populaçãp
 
Geografia henrique37 geo b aula 2
Geografia henrique37 geo b aula 2Geografia henrique37 geo b aula 2
Geografia henrique37 geo b aula 2
 
Políticas demográficas
Políticas demográficasPolíticas demográficas
Políticas demográficas
 
Políticas demográficas
Políticas demográficasPolíticas demográficas
Políticas demográficas
 
Espaço, sociedade e economia
Espaço, sociedade e economiaEspaço, sociedade e economia
Espaço, sociedade e economia
 
Evolução da população mundial
Evolução da população mundialEvolução da população mundial
Evolução da população mundial
 
População
PopulaçãoPopulação
População
 
comportamento dos indicadores demográficos
comportamento dos indicadores demográficoscomportamento dos indicadores demográficos
comportamento dos indicadores demográficos
 
Geo populaçao
Geo populaçaoGeo populaçao
Geo populaçao
 
EvoluçãO Da PopulaçãO Mundial
EvoluçãO Da PopulaçãO MundialEvoluçãO Da PopulaçãO Mundial
EvoluçãO Da PopulaçãO Mundial
 
TEORIAS DEMOGRÁFICAS
TEORIAS DEMOGRÁFICASTEORIAS DEMOGRÁFICAS
TEORIAS DEMOGRÁFICAS
 
5 dinamica da-populacao_mundial
5 dinamica da-populacao_mundial5 dinamica da-populacao_mundial
5 dinamica da-populacao_mundial
 
Dinâmica populacional brasileira
Dinâmica populacional brasileiraDinâmica populacional brasileira
Dinâmica populacional brasileira
 
Demografia geral
Demografia geralDemografia geral
Demografia geral
 
Evolução população mundial
Evolução população mundialEvolução população mundial
Evolução população mundial
 
Estudos Demográficos
Estudos DemográficosEstudos Demográficos
Estudos Demográficos
 

Mais de 8ºC

áTomos e moléculas
áTomos e moléculasáTomos e moléculas
áTomos e moléculas
8ºC
 
Tipos de migrações
Tipos de migraçõesTipos de migrações
Tipos de migrações
8ºC
 
Resumos de geografia
Resumos de geografiaResumos de geografia
Resumos de geografia
8ºC
 
Tipos de migrações
Tipos de migraçõesTipos de migrações
Tipos de migrações
8ºC
 
Resumos de geografia
Resumos de geografiaResumos de geografia
Resumos de geografia
8ºC
 
Resumos de geografia
Resumos de geografiaResumos de geografia
Resumos de geografia
8ºC
 
Doc1
Doc1Doc1
Doc1
8ºC
 
Constrates na estrutura etária
Constrates na estrutura etáriaConstrates na estrutura etária
Constrates na estrutura etária
8ºC
 
Resíduos
ResíduosResíduos
Resíduos
8ºC
 
Resíduos
ResíduosResíduos
Resíduos
8ºC
 
Resumo final da luz
Resumo final da luzResumo final da luz
Resumo final da luz
8ºC
 
O som
O somO som
O som
8ºC
 
Carta escrita no_ano_de_2070
Carta escrita no_ano_de_2070Carta escrita no_ano_de_2070
Carta escrita no_ano_de_2070
8ºC
 
Recursosnaturaisfinal
RecursosnaturaisfinalRecursosnaturaisfinal
Recursosnaturaisfinal
8ºC
 
Recursosnaturaisfinal
RecursosnaturaisfinalRecursosnaturaisfinal
Recursosnaturaisfinal
8ºC
 
Distribuição dos indicadores demográficos no mundo
Distribuição dos indicadores demográficos no mundoDistribuição dos indicadores demográficos no mundo
Distribuição dos indicadores demográficos no mundo
8ºC
 
Funçoes sintacticas
Funçoes sintacticasFunçoes sintacticas
Funçoes sintacticas
8ºC
 
Oraçoes
OraçoesOraçoes
Oraçoes
8ºC
 
Funçoes sintacticas
Funçoes sintacticasFunçoes sintacticas
Funçoes sintacticas
8ºC
 
Pertubnosecossistemas
PertubnosecossistemasPertubnosecossistemas
Pertubnosecossistemas
8ºC
 

Mais de 8ºC (20)

áTomos e moléculas
áTomos e moléculasáTomos e moléculas
áTomos e moléculas
 
Tipos de migrações
Tipos de migraçõesTipos de migrações
Tipos de migrações
 
Resumos de geografia
Resumos de geografiaResumos de geografia
Resumos de geografia
 
Tipos de migrações
Tipos de migraçõesTipos de migrações
Tipos de migrações
 
Resumos de geografia
Resumos de geografiaResumos de geografia
Resumos de geografia
 
Resumos de geografia
Resumos de geografiaResumos de geografia
Resumos de geografia
 
Doc1
Doc1Doc1
Doc1
 
Constrates na estrutura etária
Constrates na estrutura etáriaConstrates na estrutura etária
Constrates na estrutura etária
 
Resíduos
ResíduosResíduos
Resíduos
 
Resíduos
ResíduosResíduos
Resíduos
 
Resumo final da luz
Resumo final da luzResumo final da luz
Resumo final da luz
 
O som
O somO som
O som
 
Carta escrita no_ano_de_2070
Carta escrita no_ano_de_2070Carta escrita no_ano_de_2070
Carta escrita no_ano_de_2070
 
Recursosnaturaisfinal
RecursosnaturaisfinalRecursosnaturaisfinal
Recursosnaturaisfinal
 
Recursosnaturaisfinal
RecursosnaturaisfinalRecursosnaturaisfinal
Recursosnaturaisfinal
 
Distribuição dos indicadores demográficos no mundo
Distribuição dos indicadores demográficos no mundoDistribuição dos indicadores demográficos no mundo
Distribuição dos indicadores demográficos no mundo
 
Funçoes sintacticas
Funçoes sintacticasFunçoes sintacticas
Funçoes sintacticas
 
Oraçoes
OraçoesOraçoes
Oraçoes
 
Funçoes sintacticas
Funçoes sintacticasFunçoes sintacticas
Funçoes sintacticas
 
Pertubnosecossistemas
PertubnosecossistemasPertubnosecossistemas
Pertubnosecossistemas
 

Modelo DemográFico Dos PaíSes Em Desenvolvidos E Em Desenvolvimento

  • 1. O Modelo Demográfico dos Países Desenvolvidos apresenta três fases distintas: Modelo Demográfico dos países desenvolvidos
  • 2. Iniciou-se após a Revolução Industrial e Agrícola responsáveis pelo aumento da produção; mecanização da agricultura; cultura de novas espécies; novas técnicas agrícolas, que proporcionaram uma melhoria nas dietas alimentares. Registaram-se avanços notáveis na Medicina: vacinas; medicamentos; melhores condições de higiene… Estes factores conjugados proporcionaram um decréscimo significativo da taxa de mortalidade enquanto que a taxa de natalidade manteve valores elevados , originando um aumento acentuado do crescimento natural .
  • 3. A partir do sec. XX, a taxa de natalidade começa a revelar tendência para diminuir , devido a importantes transformações sociais que ocorrem nessa época: As mulheres entram para o mercado de trabalho, deixando de ser exclusivamente mães e donas de casa e o planeamento familiar generaliza-se e os métodos contraceptivos evoluem bastante; É criada a escolaridade obrigatória e o trabalho infantil é proibido;
  • 4. Modo de vida moderna faz com que os casais tenham filhos mais tarde em número reduzido; Quebra da produção agrícola para quem os filhos eram força de trabalho não remunerada; A taxa de mortalidade continua a diminuir . Assim, o crescimento natural diminui.
  • 5. Esta é a fase que caracteriza os nossos dias: taxa de natalidade cada vez mais baixa que associada ao aumento da esperança média de vida , faz com que haja um grande envelhecimento da população. A manutenção desta situação coloca em perigo a renovação de gerações nos países desenvolvidos .
  • 6. O modelo demográfico dos países em desenvolvimento apresenta apenas duas fases:
  • 7. As altas taxas de natalidade e mortalidade mantêm-se elevadas até ao início do séc. XX , originando um crescimento natural praticamente nulo. No entanto, a mortalidade teve flutuações com grandes aumentos sempre que se verificavam pestes, guerras, fomes, epidemias e maus anos agrícolas. Assim, a esperança média de vida era bastante baixa .
  • 8. Este comportamento demográfico e resultado destas regiões serem, na época, colónias de países industrializados, constituindo sociedades agrícolas onde a revolução industrial não tinha chegado. Esta situação, associada às características culturais dessas populações, permitiram a existência de elevadas taxas de natalidade .
  • 9. Esta fase começa no principio do séc. XX e decorre até aos nossos dias. O aumento do crescimento natural é resultado da diminuição das taxas de mortalidade devido: á melhoria das condições médico-sanitárias, proporcionadas pela ajuda internacional (ex: campanhas de vacinação).
  • 10. Por outro lado a taxa de natalidade manteve-se muito elevada devido a factores de cariz cultural, religioso e económico tais como:  Família numerosa é sinal de prestígio e os filhos são mão-de-obra agrícola não remunerada;  Poligamia é um acto aceite em muitas sociedades;  Divulgação e aceitação de meios de planeamento familiar é difícil, existindo grandes resistências de cariz cultural e religioso;  Taxas de analfabetismo muito elevadas e desvalorização da condição social da mulher ( só o papel de mães e donas de casa). Casamentos em idades precoce aumentam a probabilidade de fecundidade.
  • 11. A esperança média de vida tem vindo a aumentar muito lentamente. Estes factores provocam uma explosão demográfica que é um entrave ao desenvolvimento devido à não articulação população/recursos.