SlideShare uma empresa Scribd logo
Migração e mobilidade
como fatores de risco em
tempos de pandemia
Ricardo de Sampaio Dagnino
Demógrafo e Geógrafo
Professor do Departamento Interdisciplinar
Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Programa de Pós-Graduação em Demografia
Instituto de Filosofia e Ciências Humanas
Universidade Estadual de Campinas
1 de junho de 2020
Equação compensadora
Livro organizado pelo
Prof. José Marcos Pinto
da Cunha (Unicamp)
https://www.nepo.unicamp.
br/publicacoes/livros.php
3
Apresentação: Prof. José Marcos Pinto da Cunha (Unicamp)
https://www.nepo.unicamp.br/publicacoes/livros.php 4
“Na verdade, podemos pensar que rotular determinado movimento como
migração ou algum outro tipo de mobilidade espacial dependeria muito
menos de conceitos herméticos predefinidos, do que a real definição do
fenômeno como objeto de estudo.
Assim, seria possível pensar a migração a partir de duas perspectivas: por
um lado, como fenômeno demográfico, e por outro lado, como processo
social. Mesmo tendo em conta que tal separação tende a ser artificial, na
medida em que, ao menos os demógrafos, em geral, não estabelecem a
separação destas duas dimensões, não há como negar que observado
como componente do crescimento demográfico, a migração não apresenta
qualquer problemas quanto à sua definição: será considerado desta forma
qualquer movimento que modifique o tamanho e a estrutura da população.”
Apresentação: Prof. José Marcos Pinto da Cunha (Unicamp)
https://www.nepo.unicamp.br/publicacoes/livros.php 5
“De fato, embora as várias definições encontradas em textos
especializados ou em manuais tenham um caráter, em geral,
normativo quanto ao que deve ou não deve ser considerado
migração, devemos ter em conta que tal postura estaria muito
mais atrelado à necessidade de padronização ou à
disponibilidade de dado, do que propriamente a uma definição
ou, o que seria muito mais complexo, uma conceitualização do
que seria o fenômeno.”
Migração e mobilidade
Migração
Análise fundamental pois grande parte do aumento das populações urbanas não ocorre por
crescimento vegetativo.
Ocorre devido à imigração, sobretudo durante a fase da transição demográfica que vivemos.
Mobilidade pendular:
Deslocamentos para trabalho/estudo de curta distância, mas de longa duração devido às
dificuldades de planejamento urbano relativos à infraestrutura de transporte e localização dos
assentamentos humanos, sobretudo na periferia onde reside a massa de trabalhadores.
Este tema é extremamente relevante nos tempos atuais tendo em vista que assola grade parte da
população das cidades, principalmente as populações mais pobres que deslocaram-se para as
periferias das cidades (PEREIRA; SCHWANEN, 2013).
20 10 0 10 20
0-9
10-19
20-29
30-39
40-49
50-59
60+
População total
Homens Mulheres
%
20 10 0 10 20
0-9
10-19
20-29
30-39
40-49
50-59
60+
Não migrantes (naturais do município)
%
20 10 0 10 20
0-9
10-19
20-29
30-39
40-49
50-59
60+
Não nascidos no município
20 10 0 10 20
0-9
10-19
20-29
30-39
40-49
50-59
60+
Retornados
Homens Mulheres
Pirâmides etárias
População total e sua composição
Redistribuição da população, migração e
mobilidade pendular
Amazônia
• CARMO, R.; DAGNINO, R.; CAPARROZ, M.;
LOMBARDI, T. Agroindústria, grandes projetos
de infraestrutura e redistribuição espacial da
população: Tendências populacionais recentes
no Mato Grosso e Pará. Cadernos de Estudos
Sociais, v.27, p.58 - 90, 2012.
• CARMO, R.; DAGNINO, R.; SAIFI, S. E.;
CAPARROZ, M.; CRAICE, C. Características
demográficas e socioeconômicas de municípios
do Projeto URBISAmazônia no Pará. Textos
NEPO, v.68, p.11 - 71, 2014. 8
Redistribuição da população
(CARMO et al., 2014)
Residentes em Parauapebas em 2010
por município de origem (última etapa) e principais eixos de transporte – com ênfase nos
municípios do Pará e Maranhão.
Redistribuição da população,
migração e mobilidade
pendular
11
Publicações |mobilidade
(CARMO et al., 2015)
Região Metropolitana de Belém
CARMO, R.; CARDOSO, A.; DAGNINO, R.; CAPARROZ, M.; SAIFI, S.;
BASTOS, A.; CRAICE, C. Mobilidade pendular na Região
Metropolitana Ampliada de Belém. In: CARDOSO, A.; LIMA, J.
(Ed.) Belém: Transformações na ordem urbana. Observatório das
Metrópoles, INCT/CNPq, CAPES, FAPERJ, 2015.
12
Região
Metropolitana
Ampliada de
Belém
Rio Guamá
Rio Acará
13
Diagrama representando fluxos de pendularidade de interesse para a RMAB.
1 - Reside na Região e não pendula
2 - Reside na Região e trabalha em outro município da Região
3 - Reside na Região e trabalha fora da Região
4 - Reside em Belém e trabalha na Região (exceto Belém)
5 - Reside na Região (exceto Belém) e trabalha em Belém
14
HOMENS
MULHERES
1 - Reside na Região e não pendula
2 - Reside na Região e trabalha em outro município da Região
3 - Reside na Região e trabalha fora da Região
4 - Reside em Belém e trabalha na Região (exceto Belém)
5 - Reside na Região (exceto Belém) e trabalha em Belém
15
• Redistribuição da população,
redes de cidades e doenças
ligadas ao Aedes aegypti
- Chikungunya: CARMO, R.; DAGNINO, R.;
CAPARROZ, M. Modelagem de Expansão
Hipotética do Chikungunya (MECHI). Textos
NEPO, v. 72, p. 60-80, 2015.
- Zika virus: JOHANSEN, I. C.; DAGNINO, R.;
CARMO, R.; ARILHA, M.; YAZAKI, L. Potential
expansion of Zika virus in Brazil: analysis from
migratory networks In: XXVIII IUSSP
International Population Conference. Cape
Town, South Africa, 2017.
16
Redes de Migração|Aedes
(CARMO; DAGNINO; CAPARROZ, 2015)
Rede de municípios relacionados segundo fluxos
populacionais de migração
Expansão em dois eixos:
Um eixo da faixa norte da
Amazônia oriental em
direção ao seu centro,
Outro eixo ligando o
Nordeste ao Sudeste.
Resultados
1
Técnicas de análise espacial e estatísticas
com dados do dia 17/5
22
Mobilidade e Covid-19 | Amazonas
0.74 (máximo é 1)
Dias de duração de casos da covid dos 2
municípios de cada ligação foi de e
significativamente siginificante.
0.62 (máximo é 1)
Os totais de casos da covid dos 2
municípios de cada ligação foi e
significativamente siginificante
A correlação não-paramétrica de
Spearman entre as redes de migração
no Amazonas rankeadas pelos totais
de população de cada ligação
Técnicas de análise espacial e estatísticas
23
Mobilidade e Covid-19 | Amazonas
Redes de mobilidade
Técnicas de análise espacial e estatísticas
24
Mobilidade e Covid-19 | Amazonas
Redes de migração
Técnicas de análise espacial e estatísticas
25
Mobilidade e Covid-19 | Amazonas
Redes de migração
Dados de telefonia móvel
Variação sazonal da
população na Estônia
Silm, Siiri; Ahas, Rein. The seasonal variability
of population in Estonian municipalities.
Environment and Planning A, September 2010,
42(10):2527-2546. DOI: 10.1068/a43139
Silm; Ahas (2010)
Hierarquia
das cidades
e localidades
de veraneio
Hierarquia
das cidades
e localização
das antenas
Silm; Ahas (2010)
Mobilidade
sazonal no
Verão
macroescala
(capital
Tallinn para
interior)
Silm; Ahas (2010)
Mobilidade
sazonal no
Verão em
outras
escalas
(capital
Tallinn para
interior e
cidades
menores)
Silm; Ahas (2010)
31
Concentração de
domicílios de uso
ocasional
Censo 2010
Nota: Os municípios que
apresentam alto
percentual de domicílios
particulares de uso
ocasional estão
destacados com
toponímias.
Fonte: IBGE. Atlas geográfico das zonas costeiras e oceânicas do Brasil. IBGE, Rio de Janeiro, 2011b. p. 133.
32
Fonte: IBGE – Censo 2010 (IBGE, 2011a)
Dados processados pelo autor
Percentual de Domicílios
Particulares Permanentes
(DPP) de uso ocasional em
relação ao total de DPP
2010
5.8
7.2
3.9
4.2
6.9
7.4
8.7
11.3
11.5
18.5
18.8
21.2
24.5
34.3
52.7
59.5
64.9
71.0
71.1
71.3
71.9
72.1
Brasil
Rio Grande do Sul
Mampituba
Três Cachoeiras
Capivari do Sul
Morrinhos do Sul
Dom Pedro de Alcântara
Três Forquilhas
Itati
Terra de Areia
Maquiné
Osório
Caraá
Torres
Tramandaí
Capão da Canoa
Palmares do Sul
Arroio do Sal
Cidreira
Balneário Pinhal
Xangri-lá
Imbé
Referências
CARMO, R.; DAGNINO, R.; CAPARROZ, M.; LOMBARDI, T.
Agroindústria, grandes projetos de infraestrutura e redistribuição
espacial da população: Tendências populacionais recentes no Mato
Grosso e Pará. Cadernos de Estudos Sociais, v.27, p.58 - 90, 2012.
CARMO, R.; DAGNINO, R.; SAIFI, S. E.; CAPARROZ, M.; CRAICE, C.
Características demográficas e socioeconômicas de municípios do
Projeto URBISAmazônia no Pará. Textos NEPO, v.68, p.11 - 71, 2014.
CARMO, R.; CARDOSO, A.; DAGNINO, R.; CAPARROZ, M.; SAIFI, S.;
BASTOS, A.; CRAICE, C. Mobilidade pendular na Região
Metropolitana Ampliada de Belém. In: CARDOSO, A.; LIMA, J. (Ed.)
Belém: Transformações na ordem urbana. Observatório das
Metrópoles, INCT/CNPq, CAPES, FAPERJ, 2015.
CARMO, R.; DAGNINO, R.; CAPARROZ, M. Modelagem de Expansão
Hipotética do Chikungunya (MECHI). Textos NEPO, v. 72, p. 60-80,
2015.
CUNHA, J. M. (org.) Mobilidade espacial da população. Desafios
teóricos e metodológicos para o seu estudo. Campinas: Unicamp,
Nepo, 2011.
DAGNINO, R.; CARPI JUNIOR, S. Risco ambiental: conceitos e
aplicações. Climatologia e Estudos da Paisagem, v. 2, p. 50-87,
2007.
HOGAN, D. Mobilidade populacional, sustentabilidade ambiental e
vulnerabilidade social. Revista Brasileira de Estudos de População,
vol.22, n.2, p. 323 - 338, 2005.
HOGAN, D.; MARANDOLA JR., E.; OJIMA, R. População e Ambiente:
desafios à sustentabilidade. São Paulo, Edgard Blucher, 2010.
IBGE. Atlas geográfico das zonas costeiras e oceânicas do Brasil.
IBGE, Rio de Janeiro, 2011b. p. 155.
IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo 2010 –
Sinopse do Censo Demográfico 2010. Rio de Janeiro, 2011a.
JOHANSEN, I. C.; DAGNINO, R.; CARMO, R.; ARILHA, M.; YAZAKI, L.
Potential expansion of Zika virus in Brazil: analysis from migratory
networks In: XXVIII IUSSP International Population Conference.
Cape Town, South Africa, 2017.
PEREIRA, R.; SCHWANEN, T. Tempo de deslocamento casa-trabalho
no Brasil (1992-2009): Diferenças entre regiões metropolitanas,
níveis de renda e sexo. Texto para Discussão n. 1813. Brasília,
Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), 2013.
SILM, Siiri; AHAS, Rein. The seasonal variability of population in
Estonian municipalities. Environment and Planning A, September
2010, 42(10):2527-2546. DOI: 10.1068/a43139
33

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

As pessoas 2016 8retratos demográficos)
As pessoas 2016 8retratos demográficos)As pessoas 2016 8retratos demográficos)
As pessoas 2016 8retratos demográficos)
Idalina Leite
 
Retrato Territorial de Portugal (Ano de Edição 2017)
Retrato Territorial de Portugal (Ano de Edição 2017)Retrato Territorial de Portugal (Ano de Edição 2017)
Retrato Territorial de Portugal (Ano de Edição 2017)
Idalina Leite
 
Cap2 Oferta Forca Trabalho
Cap2 Oferta Forca TrabalhoCap2 Oferta Forca Trabalho
Cap2 Oferta Forca Trabalho
Davi Carvalho
 
Desenvolvimento Populacional em Parauapebas
Desenvolvimento Populacional em ParauapebasDesenvolvimento Populacional em Parauapebas
Desenvolvimento Populacional em Parauapebas
Adilson P Motta Motta
 
Favelização
FavelizaçãoFavelização
Favelização
Artur Lara
 
2º estudo de geografia - 7º ano - 2º trimestre
2º estudo de geografia - 7º ano - 2º trimestre2º estudo de geografia - 7º ano - 2º trimestre
2º estudo de geografia - 7º ano - 2º trimestre
Luiza Collet
 
Indicadores sociais
Indicadores sociaisIndicadores sociais
Indicadores sociais
Thais Vieira
 
Prova de geografia urbanizaçao, metropole
Prova de geografia urbanizaçao, metropoleProva de geografia urbanizaçao, metropole
Prova de geografia urbanizaçao, metropole
Atividades Diversas Cláudia
 
Urbanização, rede urbana e metrópoles
Urbanização, rede urbana e metrópolesUrbanização, rede urbana e metrópoles
Urbanização, rede urbana e metrópoles
Professor
 
A urbanização brasileira
A urbanização brasileiraA urbanização brasileira
A urbanização brasileira
Uilson Pereira da Silva
 
POPULAÇÃO
POPULAÇÃOPOPULAÇÃO
POPULAÇÃO
Idalina Leite
 
Apresentacao power point dinamica demografica e_o_envelhecimento_populacional...
Apresentacao power point dinamica demografica e_o_envelhecimento_populacional...Apresentacao power point dinamica demografica e_o_envelhecimento_populacional...
Apresentacao power point dinamica demografica e_o_envelhecimento_populacional...
Desperto Asserto
 
Atividades urbanizaçao
Atividades urbanizaçaoAtividades urbanizaçao
Atividades urbanizaçao
Atividades Diversas Cláudia
 
Crescimento da população humana e sustentabilidade
Crescimento da população humana e sustentabilidadeCrescimento da população humana e sustentabilidade
Crescimento da população humana e sustentabilidade
Maria Paredes
 
Crescimento da RMMaringá...O Que fazer??
Crescimento da RMMaringá...O Que fazer??Crescimento da RMMaringá...O Que fazer??
Crescimento da RMMaringá...O Que fazer??
Allan Vieira
 
Geografia humana da Europa (2018-2019) - Demografia
Geografia humana da Europa (2018-2019) - DemografiaGeografia humana da Europa (2018-2019) - Demografia
Geografia humana da Europa (2018-2019) - Demografia
Carlos Ribeiro Medeiros
 
Urbanização brasileira
Urbanização brasileiraUrbanização brasileira
Urbanização brasileira
karolpoa
 
atividade de geografia
atividade de geografiaatividade de geografia
atividade de geografia
Broma Spazi
 
Desigualdade segregação espacial 1
Desigualdade segregação espacial 1Desigualdade segregação espacial 1
Desigualdade segregação espacial 1
orlandoguedess
 
A cidade dos extremos texto final
A cidade dos extremos  texto finalA cidade dos extremos  texto final
A cidade dos extremos texto final
Felix
 

Mais procurados (20)

As pessoas 2016 8retratos demográficos)
As pessoas 2016 8retratos demográficos)As pessoas 2016 8retratos demográficos)
As pessoas 2016 8retratos demográficos)
 
Retrato Territorial de Portugal (Ano de Edição 2017)
Retrato Territorial de Portugal (Ano de Edição 2017)Retrato Territorial de Portugal (Ano de Edição 2017)
Retrato Territorial de Portugal (Ano de Edição 2017)
 
Cap2 Oferta Forca Trabalho
Cap2 Oferta Forca TrabalhoCap2 Oferta Forca Trabalho
Cap2 Oferta Forca Trabalho
 
Desenvolvimento Populacional em Parauapebas
Desenvolvimento Populacional em ParauapebasDesenvolvimento Populacional em Parauapebas
Desenvolvimento Populacional em Parauapebas
 
Favelização
FavelizaçãoFavelização
Favelização
 
2º estudo de geografia - 7º ano - 2º trimestre
2º estudo de geografia - 7º ano - 2º trimestre2º estudo de geografia - 7º ano - 2º trimestre
2º estudo de geografia - 7º ano - 2º trimestre
 
Indicadores sociais
Indicadores sociaisIndicadores sociais
Indicadores sociais
 
Prova de geografia urbanizaçao, metropole
Prova de geografia urbanizaçao, metropoleProva de geografia urbanizaçao, metropole
Prova de geografia urbanizaçao, metropole
 
Urbanização, rede urbana e metrópoles
Urbanização, rede urbana e metrópolesUrbanização, rede urbana e metrópoles
Urbanização, rede urbana e metrópoles
 
A urbanização brasileira
A urbanização brasileiraA urbanização brasileira
A urbanização brasileira
 
POPULAÇÃO
POPULAÇÃOPOPULAÇÃO
POPULAÇÃO
 
Apresentacao power point dinamica demografica e_o_envelhecimento_populacional...
Apresentacao power point dinamica demografica e_o_envelhecimento_populacional...Apresentacao power point dinamica demografica e_o_envelhecimento_populacional...
Apresentacao power point dinamica demografica e_o_envelhecimento_populacional...
 
Atividades urbanizaçao
Atividades urbanizaçaoAtividades urbanizaçao
Atividades urbanizaçao
 
Crescimento da população humana e sustentabilidade
Crescimento da população humana e sustentabilidadeCrescimento da população humana e sustentabilidade
Crescimento da população humana e sustentabilidade
 
Crescimento da RMMaringá...O Que fazer??
Crescimento da RMMaringá...O Que fazer??Crescimento da RMMaringá...O Que fazer??
Crescimento da RMMaringá...O Que fazer??
 
Geografia humana da Europa (2018-2019) - Demografia
Geografia humana da Europa (2018-2019) - DemografiaGeografia humana da Europa (2018-2019) - Demografia
Geografia humana da Europa (2018-2019) - Demografia
 
Urbanização brasileira
Urbanização brasileiraUrbanização brasileira
Urbanização brasileira
 
atividade de geografia
atividade de geografiaatividade de geografia
atividade de geografia
 
Desigualdade segregação espacial 1
Desigualdade segregação espacial 1Desigualdade segregação espacial 1
Desigualdade segregação espacial 1
 
A cidade dos extremos texto final
A cidade dos extremos  texto finalA cidade dos extremos  texto final
A cidade dos extremos texto final
 

Semelhante a Migração e mobilidade como fatores de risco em tempos de pandemia

Geo h e_8ano_cap5_site_finalizado
Geo h e_8ano_cap5_site_finalizadoGeo h e_8ano_cap5_site_finalizado
Geo h e_8ano_cap5_site_finalizado
rdbtava
 
Jose Castro - Circulação e transportes urbana de Luanda, DW Debate 2014/05/...
Jose Castro - Circulação e transportes urbana de Luanda, DW Debate 2014/05/...Jose Castro - Circulação e transportes urbana de Luanda, DW Debate 2014/05/...
Jose Castro - Circulação e transportes urbana de Luanda, DW Debate 2014/05/...
Development Workshop Angola
 
Mobilidade urbana e acesso ao sus em tempos de pandemia
Mobilidade urbana e acesso ao sus em tempos de pandemiaMobilidade urbana e acesso ao sus em tempos de pandemia
Mobilidade urbana e acesso ao sus em tempos de pandemia
Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
 
Carmo_Dagnino_Caparroz_Lombardi.pdf
Carmo_Dagnino_Caparroz_Lombardi.pdfCarmo_Dagnino_Caparroz_Lombardi.pdf
Carmo_Dagnino_Caparroz_Lombardi.pdf
ssuser4389e2
 
AULA SOBRE GERENCIAMENTO DA MOBILIDADE URBANA
AULA SOBRE GERENCIAMENTO DA MOBILIDADE URBANAAULA SOBRE GERENCIAMENTO DA MOBILIDADE URBANA
AULA SOBRE GERENCIAMENTO DA MOBILIDADE URBANA
alliciaalves3
 
Estudo Trata Brasil / FGV: Desafios do Saneamento em Metrópoles da Copa 2014 ...
Estudo Trata Brasil / FGV: Desafios do Saneamento em Metrópoles da Copa 2014 ...Estudo Trata Brasil / FGV: Desafios do Saneamento em Metrópoles da Copa 2014 ...
Estudo Trata Brasil / FGV: Desafios do Saneamento em Metrópoles da Copa 2014 ...
Instituto Trata Brasil
 
Mariana Falcone: Movilidad sostenible y diseño urbano
Mariana Falcone: Movilidad sostenible y diseño urbanoMariana Falcone: Movilidad sostenible y diseño urbano
Mariana Falcone: Movilidad sostenible y diseño urbano
Innovation and Technology for Development Centre
 
Aula nº1
Aula nº1Aula nº1
Aula nº1
Idalina Leite
 
Coremática e Mapeamento Participativo
Coremática e Mapeamento ParticipativoCoremática e Mapeamento Participativo
Coremática e Mapeamento Participativo
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Região metropolitana de são Paulo sssassszzzzzzzzzz
Região metropolitana de são Paulo sssassszzzzzzzzzzRegião metropolitana de são Paulo sssassszzzzzzzzzz
Região metropolitana de são Paulo sssassszzzzzzzzzz
PauloFernandoAntunes1
 
478 texto do artigo-1114-2-10-20160323
478 texto do artigo-1114-2-10-20160323478 texto do artigo-1114-2-10-20160323
478 texto do artigo-1114-2-10-20160323
Diogo Monteiro
 
MOBILIDADE URBANA, TRANSPORTES E ACESSIBILIDADE.pdf
MOBILIDADE URBANA, TRANSPORTES E ACESSIBILIDADE.pdfMOBILIDADE URBANA, TRANSPORTES E ACESSIBILIDADE.pdf
MOBILIDADE URBANA, TRANSPORTES E ACESSIBILIDADE.pdf
cchinelli
 
Arco metropolitano rita montezuma
Arco metropolitano rita montezumaArco metropolitano rita montezuma
Arco metropolitano rita montezuma
Leonardo Name
 
Urbanização e Meio Ambiente
Urbanização e Meio AmbienteUrbanização e Meio Ambiente
Urbanização e Meio Ambiente
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Geo h e_7ano_cap7_pronto
Geo h e_7ano_cap7_prontoGeo h e_7ano_cap7_pronto
Geo h e_7ano_cap7_pronto
rdbtava
 
Produção habitacional no brasil politicas e programas
Produção habitacional no brasil   politicas e programasProdução habitacional no brasil   politicas e programas
Produção habitacional no brasil politicas e programas
UNAERP
 
Redes e fluxos de transporte no Brasil apresentação.
Redes e fluxos de transporte no Brasil apresentação.Redes e fluxos de transporte no Brasil apresentação.
Redes e fluxos de transporte no Brasil apresentação.
RaimundoNonatoDaSilv27
 
Cidades
CidadesCidades
Cidades
CidadesCidades
Tensões da política pública para empoderamento juvenil na Baixada Fluminense-RJ
Tensões da política pública para empoderamento juvenil na Baixada Fluminense-RJTensões da política pública para empoderamento juvenil na Baixada Fluminense-RJ
Tensões da política pública para empoderamento juvenil na Baixada Fluminense-RJ
BaixadaparaCima
 

Semelhante a Migração e mobilidade como fatores de risco em tempos de pandemia (20)

Geo h e_8ano_cap5_site_finalizado
Geo h e_8ano_cap5_site_finalizadoGeo h e_8ano_cap5_site_finalizado
Geo h e_8ano_cap5_site_finalizado
 
Jose Castro - Circulação e transportes urbana de Luanda, DW Debate 2014/05/...
Jose Castro - Circulação e transportes urbana de Luanda, DW Debate 2014/05/...Jose Castro - Circulação e transportes urbana de Luanda, DW Debate 2014/05/...
Jose Castro - Circulação e transportes urbana de Luanda, DW Debate 2014/05/...
 
Mobilidade urbana e acesso ao sus em tempos de pandemia
Mobilidade urbana e acesso ao sus em tempos de pandemiaMobilidade urbana e acesso ao sus em tempos de pandemia
Mobilidade urbana e acesso ao sus em tempos de pandemia
 
Carmo_Dagnino_Caparroz_Lombardi.pdf
Carmo_Dagnino_Caparroz_Lombardi.pdfCarmo_Dagnino_Caparroz_Lombardi.pdf
Carmo_Dagnino_Caparroz_Lombardi.pdf
 
AULA SOBRE GERENCIAMENTO DA MOBILIDADE URBANA
AULA SOBRE GERENCIAMENTO DA MOBILIDADE URBANAAULA SOBRE GERENCIAMENTO DA MOBILIDADE URBANA
AULA SOBRE GERENCIAMENTO DA MOBILIDADE URBANA
 
Estudo Trata Brasil / FGV: Desafios do Saneamento em Metrópoles da Copa 2014 ...
Estudo Trata Brasil / FGV: Desafios do Saneamento em Metrópoles da Copa 2014 ...Estudo Trata Brasil / FGV: Desafios do Saneamento em Metrópoles da Copa 2014 ...
Estudo Trata Brasil / FGV: Desafios do Saneamento em Metrópoles da Copa 2014 ...
 
Mariana Falcone: Movilidad sostenible y diseño urbano
Mariana Falcone: Movilidad sostenible y diseño urbanoMariana Falcone: Movilidad sostenible y diseño urbano
Mariana Falcone: Movilidad sostenible y diseño urbano
 
Aula nº1
Aula nº1Aula nº1
Aula nº1
 
Coremática e Mapeamento Participativo
Coremática e Mapeamento ParticipativoCoremática e Mapeamento Participativo
Coremática e Mapeamento Participativo
 
Região metropolitana de são Paulo sssassszzzzzzzzzz
Região metropolitana de são Paulo sssassszzzzzzzzzzRegião metropolitana de são Paulo sssassszzzzzzzzzz
Região metropolitana de são Paulo sssassszzzzzzzzzz
 
478 texto do artigo-1114-2-10-20160323
478 texto do artigo-1114-2-10-20160323478 texto do artigo-1114-2-10-20160323
478 texto do artigo-1114-2-10-20160323
 
MOBILIDADE URBANA, TRANSPORTES E ACESSIBILIDADE.pdf
MOBILIDADE URBANA, TRANSPORTES E ACESSIBILIDADE.pdfMOBILIDADE URBANA, TRANSPORTES E ACESSIBILIDADE.pdf
MOBILIDADE URBANA, TRANSPORTES E ACESSIBILIDADE.pdf
 
Arco metropolitano rita montezuma
Arco metropolitano rita montezumaArco metropolitano rita montezuma
Arco metropolitano rita montezuma
 
Urbanização e Meio Ambiente
Urbanização e Meio AmbienteUrbanização e Meio Ambiente
Urbanização e Meio Ambiente
 
Geo h e_7ano_cap7_pronto
Geo h e_7ano_cap7_prontoGeo h e_7ano_cap7_pronto
Geo h e_7ano_cap7_pronto
 
Produção habitacional no brasil politicas e programas
Produção habitacional no brasil   politicas e programasProdução habitacional no brasil   politicas e programas
Produção habitacional no brasil politicas e programas
 
Redes e fluxos de transporte no Brasil apresentação.
Redes e fluxos de transporte no Brasil apresentação.Redes e fluxos de transporte no Brasil apresentação.
Redes e fluxos de transporte no Brasil apresentação.
 
Cidades
CidadesCidades
Cidades
 
Cidades
CidadesCidades
Cidades
 
Tensões da política pública para empoderamento juvenil na Baixada Fluminense-RJ
Tensões da política pública para empoderamento juvenil na Baixada Fluminense-RJTensões da política pública para empoderamento juvenil na Baixada Fluminense-RJ
Tensões da política pública para empoderamento juvenil na Baixada Fluminense-RJ
 

Mais de Ricardo de Sampaio Dagnino

Mapas colaborativos no Google My Maps
Mapas colaborativos no Google My MapsMapas colaborativos no Google My Maps
Mapas colaborativos no Google My Maps
Ricardo de Sampaio Dagnino
 
Mapeamento Ambiental Participativo (MAP): Relatos de experiências
Mapeamento Ambiental Participativo (MAP): Relatos de experiênciasMapeamento Ambiental Participativo (MAP): Relatos de experiências
Mapeamento Ambiental Participativo (MAP): Relatos de experiências
Ricardo de Sampaio Dagnino
 
A agricultura urbana e periurbana aproximando a população da agroecologia e p...
A agricultura urbana e periurbana aproximando a população da agroecologia e p...A agricultura urbana e periurbana aproximando a população da agroecologia e p...
A agricultura urbana e periurbana aproximando a população da agroecologia e p...
Ricardo de Sampaio Dagnino
 
Sistemas de Informação Geográfica (SIG) na identificação de padrões e modelos...
Sistemas de Informação Geográfica (SIG) na identificação de padrões e modelos...Sistemas de Informação Geográfica (SIG) na identificação de padrões e modelos...
Sistemas de Informação Geográfica (SIG) na identificação de padrões e modelos...
Ricardo de Sampaio Dagnino
 
População e disponibilidade de alimentos: revisitando um debate ultrapassado?
População e disponibilidade de alimentos: revisitando um debate ultrapassado?População e disponibilidade de alimentos: revisitando um debate ultrapassado?
População e disponibilidade de alimentos: revisitando um debate ultrapassado?
Ricardo de Sampaio Dagnino
 
Apresentação: Entendo os Riscos para pensar Cidades Inteligentes e Sustentáveis
Apresentação: Entendo os Riscos para pensar Cidades Inteligentes e SustentáveisApresentação: Entendo os Riscos para pensar Cidades Inteligentes e Sustentáveis
Apresentação: Entendo os Riscos para pensar Cidades Inteligentes e Sustentáveis
Ricardo de Sampaio Dagnino
 
Direito à cidade, Participação e Mapeamento - Ricardo Dagnino - I SiBOGU 2017
Direito à cidade, Participação e Mapeamento - Ricardo Dagnino - I SiBOGU 2017Direito à cidade, Participação e Mapeamento - Ricardo Dagnino - I SiBOGU 2017
Direito à cidade, Participação e Mapeamento - Ricardo Dagnino - I SiBOGU 2017
Ricardo de Sampaio Dagnino
 
Mapeamento participativo de riscos ambientais como subsídio para políticas pú...
Mapeamento participativo de riscos ambientais como subsídio para políticas pú...Mapeamento participativo de riscos ambientais como subsídio para políticas pú...
Mapeamento participativo de riscos ambientais como subsídio para políticas pú...
Ricardo de Sampaio Dagnino
 
Panoramas do Ribeirão das Pedras: Área da Fazenda Santa Genebra, Distrito de ...
Panoramas do Ribeirão das Pedras: Área da Fazenda Santa Genebra, Distrito de ...Panoramas do Ribeirão das Pedras: Área da Fazenda Santa Genebra, Distrito de ...
Panoramas do Ribeirão das Pedras: Área da Fazenda Santa Genebra, Distrito de ...
Ricardo de Sampaio Dagnino
 
Antropossolo
AntropossoloAntropossolo
(In)sustentabilidade e riscos ambientais: o caso da bacia hidrográfica do Rib...
(In)sustentabilidade e riscos ambientais: o caso da bacia hidrográfica do Rib...(In)sustentabilidade e riscos ambientais: o caso da bacia hidrográfica do Rib...
(In)sustentabilidade e riscos ambientais: o caso da bacia hidrográfica do Rib...
Ricardo de Sampaio Dagnino
 
Riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeirão das Pedras (Apresentação ...
Riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeirão das Pedras (Apresentação ...Riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeirão das Pedras (Apresentação ...
Riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeirão das Pedras (Apresentação ...
Ricardo de Sampaio Dagnino
 
Risco: o conceito e sua aplicação
Risco: o conceito e sua aplicaçãoRisco: o conceito e sua aplicação
Risco: o conceito e sua aplicação
Ricardo de Sampaio Dagnino
 
(A)Gente na Sustentabilidade do Desenvolvimento Local
(A)Gente na Sustentabilidade do Desenvolvimento Local(A)Gente na Sustentabilidade do Desenvolvimento Local
(A)Gente na Sustentabilidade do Desenvolvimento Local
Ricardo de Sampaio Dagnino
 
Pesquisas em Geografia: Práticas e Vivências
Pesquisas em Geografia: Práticas e VivênciasPesquisas em Geografia: Práticas e Vivências
Pesquisas em Geografia: Práticas e Vivências
Ricardo de Sampaio Dagnino
 
Antropossolos em Picinguaba (Ubatuba, SP)
Antropossolos em Picinguaba (Ubatuba, SP)Antropossolos em Picinguaba (Ubatuba, SP)
Antropossolos em Picinguaba (Ubatuba, SP)
Ricardo de Sampaio Dagnino
 
Ecosolidariedade
EcosolidariedadeEcosolidariedade
Ecosolidariedade
Ricardo de Sampaio Dagnino
 
Mapeamento participativo de riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeir...
Mapeamento participativo de riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeir...Mapeamento participativo de riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeir...
Mapeamento participativo de riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeir...
Ricardo de Sampaio Dagnino
 
Construindo uma universidade sustentável, social e economicamente includente
Construindo uma universidade sustentável, social e economicamente includenteConstruindo uma universidade sustentável, social e economicamente includente
Construindo uma universidade sustentável, social e economicamente includente
Ricardo de Sampaio Dagnino
 

Mais de Ricardo de Sampaio Dagnino (20)

Mapas colaborativos no Google My Maps
Mapas colaborativos no Google My MapsMapas colaborativos no Google My Maps
Mapas colaborativos no Google My Maps
 
Mapeamento Ambiental Participativo (MAP): Relatos de experiências
Mapeamento Ambiental Participativo (MAP): Relatos de experiênciasMapeamento Ambiental Participativo (MAP): Relatos de experiências
Mapeamento Ambiental Participativo (MAP): Relatos de experiências
 
A agricultura urbana e periurbana aproximando a população da agroecologia e p...
A agricultura urbana e periurbana aproximando a população da agroecologia e p...A agricultura urbana e periurbana aproximando a população da agroecologia e p...
A agricultura urbana e periurbana aproximando a população da agroecologia e p...
 
Sistemas de Informação Geográfica (SIG) na identificação de padrões e modelos...
Sistemas de Informação Geográfica (SIG) na identificação de padrões e modelos...Sistemas de Informação Geográfica (SIG) na identificação de padrões e modelos...
Sistemas de Informação Geográfica (SIG) na identificação de padrões e modelos...
 
População e disponibilidade de alimentos: revisitando um debate ultrapassado?
População e disponibilidade de alimentos: revisitando um debate ultrapassado?População e disponibilidade de alimentos: revisitando um debate ultrapassado?
População e disponibilidade de alimentos: revisitando um debate ultrapassado?
 
Apresentação: Entendo os Riscos para pensar Cidades Inteligentes e Sustentáveis
Apresentação: Entendo os Riscos para pensar Cidades Inteligentes e SustentáveisApresentação: Entendo os Riscos para pensar Cidades Inteligentes e Sustentáveis
Apresentação: Entendo os Riscos para pensar Cidades Inteligentes e Sustentáveis
 
Direito à cidade, Participação e Mapeamento - Ricardo Dagnino - I SiBOGU 2017
Direito à cidade, Participação e Mapeamento - Ricardo Dagnino - I SiBOGU 2017Direito à cidade, Participação e Mapeamento - Ricardo Dagnino - I SiBOGU 2017
Direito à cidade, Participação e Mapeamento - Ricardo Dagnino - I SiBOGU 2017
 
Mapeamento participativo de riscos ambientais como subsídio para políticas pú...
Mapeamento participativo de riscos ambientais como subsídio para políticas pú...Mapeamento participativo de riscos ambientais como subsídio para políticas pú...
Mapeamento participativo de riscos ambientais como subsídio para políticas pú...
 
Panoramas do Ribeirão das Pedras: Área da Fazenda Santa Genebra, Distrito de ...
Panoramas do Ribeirão das Pedras: Área da Fazenda Santa Genebra, Distrito de ...Panoramas do Ribeirão das Pedras: Área da Fazenda Santa Genebra, Distrito de ...
Panoramas do Ribeirão das Pedras: Área da Fazenda Santa Genebra, Distrito de ...
 
Antropossolo
AntropossoloAntropossolo
Antropossolo
 
(In)sustentabilidade e riscos ambientais: o caso da bacia hidrográfica do Rib...
(In)sustentabilidade e riscos ambientais: o caso da bacia hidrográfica do Rib...(In)sustentabilidade e riscos ambientais: o caso da bacia hidrográfica do Rib...
(In)sustentabilidade e riscos ambientais: o caso da bacia hidrográfica do Rib...
 
Riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeirão das Pedras (Apresentação ...
Riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeirão das Pedras (Apresentação ...Riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeirão das Pedras (Apresentação ...
Riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeirão das Pedras (Apresentação ...
 
Risco: o conceito e sua aplicação
Risco: o conceito e sua aplicaçãoRisco: o conceito e sua aplicação
Risco: o conceito e sua aplicação
 
(A)Gente na Sustentabilidade do Desenvolvimento Local
(A)Gente na Sustentabilidade do Desenvolvimento Local(A)Gente na Sustentabilidade do Desenvolvimento Local
(A)Gente na Sustentabilidade do Desenvolvimento Local
 
Pesquisas em Geografia: Práticas e Vivências
Pesquisas em Geografia: Práticas e VivênciasPesquisas em Geografia: Práticas e Vivências
Pesquisas em Geografia: Práticas e Vivências
 
Universidade e (o)mito Campinas
Universidade e (o)mito Campinas Universidade e (o)mito Campinas
Universidade e (o)mito Campinas
 
Antropossolos em Picinguaba (Ubatuba, SP)
Antropossolos em Picinguaba (Ubatuba, SP)Antropossolos em Picinguaba (Ubatuba, SP)
Antropossolos em Picinguaba (Ubatuba, SP)
 
Ecosolidariedade
EcosolidariedadeEcosolidariedade
Ecosolidariedade
 
Mapeamento participativo de riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeir...
Mapeamento participativo de riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeir...Mapeamento participativo de riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeir...
Mapeamento participativo de riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeir...
 
Construindo uma universidade sustentável, social e economicamente includente
Construindo uma universidade sustentável, social e economicamente includenteConstruindo uma universidade sustentável, social e economicamente includente
Construindo uma universidade sustentável, social e economicamente includente
 

Último

Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
enpfilosofiaufu
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
RenanSilva991968
 
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
carlaslr1
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptxApresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
JulianeMelo17
 
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
Escola Municipal Jesus Cristo
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
ReinaldoSouza57
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
djincognito
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
sthefanydesr
 
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e ZCaça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Mary Alvarenga
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdfiNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
andressacastro36
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdfUFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
Manuais Formação
 

Último (20)

Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
 
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptxApresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
 
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
 
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e ZCaça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdfiNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdfUFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
 

Migração e mobilidade como fatores de risco em tempos de pandemia

  • 1. Migração e mobilidade como fatores de risco em tempos de pandemia Ricardo de Sampaio Dagnino Demógrafo e Geógrafo Professor do Departamento Interdisciplinar Universidade Federal do Rio Grande do Sul Programa de Pós-Graduação em Demografia Instituto de Filosofia e Ciências Humanas Universidade Estadual de Campinas 1 de junho de 2020
  • 3. Livro organizado pelo Prof. José Marcos Pinto da Cunha (Unicamp) https://www.nepo.unicamp. br/publicacoes/livros.php 3
  • 4. Apresentação: Prof. José Marcos Pinto da Cunha (Unicamp) https://www.nepo.unicamp.br/publicacoes/livros.php 4 “Na verdade, podemos pensar que rotular determinado movimento como migração ou algum outro tipo de mobilidade espacial dependeria muito menos de conceitos herméticos predefinidos, do que a real definição do fenômeno como objeto de estudo. Assim, seria possível pensar a migração a partir de duas perspectivas: por um lado, como fenômeno demográfico, e por outro lado, como processo social. Mesmo tendo em conta que tal separação tende a ser artificial, na medida em que, ao menos os demógrafos, em geral, não estabelecem a separação destas duas dimensões, não há como negar que observado como componente do crescimento demográfico, a migração não apresenta qualquer problemas quanto à sua definição: será considerado desta forma qualquer movimento que modifique o tamanho e a estrutura da população.”
  • 5. Apresentação: Prof. José Marcos Pinto da Cunha (Unicamp) https://www.nepo.unicamp.br/publicacoes/livros.php 5 “De fato, embora as várias definições encontradas em textos especializados ou em manuais tenham um caráter, em geral, normativo quanto ao que deve ou não deve ser considerado migração, devemos ter em conta que tal postura estaria muito mais atrelado à necessidade de padronização ou à disponibilidade de dado, do que propriamente a uma definição ou, o que seria muito mais complexo, uma conceitualização do que seria o fenômeno.”
  • 6. Migração e mobilidade Migração Análise fundamental pois grande parte do aumento das populações urbanas não ocorre por crescimento vegetativo. Ocorre devido à imigração, sobretudo durante a fase da transição demográfica que vivemos. Mobilidade pendular: Deslocamentos para trabalho/estudo de curta distância, mas de longa duração devido às dificuldades de planejamento urbano relativos à infraestrutura de transporte e localização dos assentamentos humanos, sobretudo na periferia onde reside a massa de trabalhadores. Este tema é extremamente relevante nos tempos atuais tendo em vista que assola grade parte da população das cidades, principalmente as populações mais pobres que deslocaram-se para as periferias das cidades (PEREIRA; SCHWANEN, 2013).
  • 7. 20 10 0 10 20 0-9 10-19 20-29 30-39 40-49 50-59 60+ População total Homens Mulheres % 20 10 0 10 20 0-9 10-19 20-29 30-39 40-49 50-59 60+ Não migrantes (naturais do município) % 20 10 0 10 20 0-9 10-19 20-29 30-39 40-49 50-59 60+ Não nascidos no município 20 10 0 10 20 0-9 10-19 20-29 30-39 40-49 50-59 60+ Retornados Homens Mulheres Pirâmides etárias População total e sua composição
  • 8. Redistribuição da população, migração e mobilidade pendular Amazônia • CARMO, R.; DAGNINO, R.; CAPARROZ, M.; LOMBARDI, T. Agroindústria, grandes projetos de infraestrutura e redistribuição espacial da população: Tendências populacionais recentes no Mato Grosso e Pará. Cadernos de Estudos Sociais, v.27, p.58 - 90, 2012. • CARMO, R.; DAGNINO, R.; SAIFI, S. E.; CAPARROZ, M.; CRAICE, C. Características demográficas e socioeconômicas de municípios do Projeto URBISAmazônia no Pará. Textos NEPO, v.68, p.11 - 71, 2014. 8 Redistribuição da população (CARMO et al., 2014)
  • 9.
  • 10. Residentes em Parauapebas em 2010 por município de origem (última etapa) e principais eixos de transporte – com ênfase nos municípios do Pará e Maranhão.
  • 11. Redistribuição da população, migração e mobilidade pendular 11 Publicações |mobilidade (CARMO et al., 2015) Região Metropolitana de Belém CARMO, R.; CARDOSO, A.; DAGNINO, R.; CAPARROZ, M.; SAIFI, S.; BASTOS, A.; CRAICE, C. Mobilidade pendular na Região Metropolitana Ampliada de Belém. In: CARDOSO, A.; LIMA, J. (Ed.) Belém: Transformações na ordem urbana. Observatório das Metrópoles, INCT/CNPq, CAPES, FAPERJ, 2015.
  • 13. 13 Diagrama representando fluxos de pendularidade de interesse para a RMAB. 1 - Reside na Região e não pendula 2 - Reside na Região e trabalha em outro município da Região 3 - Reside na Região e trabalha fora da Região 4 - Reside em Belém e trabalha na Região (exceto Belém) 5 - Reside na Região (exceto Belém) e trabalha em Belém
  • 14. 14 HOMENS MULHERES 1 - Reside na Região e não pendula 2 - Reside na Região e trabalha em outro município da Região 3 - Reside na Região e trabalha fora da Região 4 - Reside em Belém e trabalha na Região (exceto Belém) 5 - Reside na Região (exceto Belém) e trabalha em Belém
  • 15. 15
  • 16. • Redistribuição da população, redes de cidades e doenças ligadas ao Aedes aegypti - Chikungunya: CARMO, R.; DAGNINO, R.; CAPARROZ, M. Modelagem de Expansão Hipotética do Chikungunya (MECHI). Textos NEPO, v. 72, p. 60-80, 2015. - Zika virus: JOHANSEN, I. C.; DAGNINO, R.; CARMO, R.; ARILHA, M.; YAZAKI, L. Potential expansion of Zika virus in Brazil: analysis from migratory networks In: XXVIII IUSSP International Population Conference. Cape Town, South Africa, 2017. 16 Redes de Migração|Aedes (CARMO; DAGNINO; CAPARROZ, 2015)
  • 17. Rede de municípios relacionados segundo fluxos populacionais de migração
  • 18. Expansão em dois eixos: Um eixo da faixa norte da Amazônia oriental em direção ao seu centro, Outro eixo ligando o Nordeste ao Sudeste. Resultados
  • 19.
  • 20.
  • 21. 1
  • 22. Técnicas de análise espacial e estatísticas com dados do dia 17/5 22 Mobilidade e Covid-19 | Amazonas 0.74 (máximo é 1) Dias de duração de casos da covid dos 2 municípios de cada ligação foi de e significativamente siginificante. 0.62 (máximo é 1) Os totais de casos da covid dos 2 municípios de cada ligação foi e significativamente siginificante A correlação não-paramétrica de Spearman entre as redes de migração no Amazonas rankeadas pelos totais de população de cada ligação
  • 23. Técnicas de análise espacial e estatísticas 23 Mobilidade e Covid-19 | Amazonas Redes de mobilidade
  • 24. Técnicas de análise espacial e estatísticas 24 Mobilidade e Covid-19 | Amazonas Redes de migração
  • 25. Técnicas de análise espacial e estatísticas 25 Mobilidade e Covid-19 | Amazonas Redes de migração
  • 26. Dados de telefonia móvel Variação sazonal da população na Estônia Silm, Siiri; Ahas, Rein. The seasonal variability of population in Estonian municipalities. Environment and Planning A, September 2010, 42(10):2527-2546. DOI: 10.1068/a43139
  • 27. Silm; Ahas (2010) Hierarquia das cidades e localidades de veraneio
  • 28. Hierarquia das cidades e localização das antenas Silm; Ahas (2010)
  • 30. Mobilidade sazonal no Verão em outras escalas (capital Tallinn para interior e cidades menores) Silm; Ahas (2010)
  • 31. 31 Concentração de domicílios de uso ocasional Censo 2010 Nota: Os municípios que apresentam alto percentual de domicílios particulares de uso ocasional estão destacados com toponímias. Fonte: IBGE. Atlas geográfico das zonas costeiras e oceânicas do Brasil. IBGE, Rio de Janeiro, 2011b. p. 133.
  • 32. 32 Fonte: IBGE – Censo 2010 (IBGE, 2011a) Dados processados pelo autor Percentual de Domicílios Particulares Permanentes (DPP) de uso ocasional em relação ao total de DPP 2010 5.8 7.2 3.9 4.2 6.9 7.4 8.7 11.3 11.5 18.5 18.8 21.2 24.5 34.3 52.7 59.5 64.9 71.0 71.1 71.3 71.9 72.1 Brasil Rio Grande do Sul Mampituba Três Cachoeiras Capivari do Sul Morrinhos do Sul Dom Pedro de Alcântara Três Forquilhas Itati Terra de Areia Maquiné Osório Caraá Torres Tramandaí Capão da Canoa Palmares do Sul Arroio do Sal Cidreira Balneário Pinhal Xangri-lá Imbé
  • 33. Referências CARMO, R.; DAGNINO, R.; CAPARROZ, M.; LOMBARDI, T. Agroindústria, grandes projetos de infraestrutura e redistribuição espacial da população: Tendências populacionais recentes no Mato Grosso e Pará. Cadernos de Estudos Sociais, v.27, p.58 - 90, 2012. CARMO, R.; DAGNINO, R.; SAIFI, S. E.; CAPARROZ, M.; CRAICE, C. Características demográficas e socioeconômicas de municípios do Projeto URBISAmazônia no Pará. Textos NEPO, v.68, p.11 - 71, 2014. CARMO, R.; CARDOSO, A.; DAGNINO, R.; CAPARROZ, M.; SAIFI, S.; BASTOS, A.; CRAICE, C. Mobilidade pendular na Região Metropolitana Ampliada de Belém. In: CARDOSO, A.; LIMA, J. (Ed.) Belém: Transformações na ordem urbana. Observatório das Metrópoles, INCT/CNPq, CAPES, FAPERJ, 2015. CARMO, R.; DAGNINO, R.; CAPARROZ, M. Modelagem de Expansão Hipotética do Chikungunya (MECHI). Textos NEPO, v. 72, p. 60-80, 2015. CUNHA, J. M. (org.) Mobilidade espacial da população. Desafios teóricos e metodológicos para o seu estudo. Campinas: Unicamp, Nepo, 2011. DAGNINO, R.; CARPI JUNIOR, S. Risco ambiental: conceitos e aplicações. Climatologia e Estudos da Paisagem, v. 2, p. 50-87, 2007. HOGAN, D. Mobilidade populacional, sustentabilidade ambiental e vulnerabilidade social. Revista Brasileira de Estudos de População, vol.22, n.2, p. 323 - 338, 2005. HOGAN, D.; MARANDOLA JR., E.; OJIMA, R. População e Ambiente: desafios à sustentabilidade. São Paulo, Edgard Blucher, 2010. IBGE. Atlas geográfico das zonas costeiras e oceânicas do Brasil. IBGE, Rio de Janeiro, 2011b. p. 155. IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo 2010 – Sinopse do Censo Demográfico 2010. Rio de Janeiro, 2011a. JOHANSEN, I. C.; DAGNINO, R.; CARMO, R.; ARILHA, M.; YAZAKI, L. Potential expansion of Zika virus in Brazil: analysis from migratory networks In: XXVIII IUSSP International Population Conference. Cape Town, South Africa, 2017. PEREIRA, R.; SCHWANEN, T. Tempo de deslocamento casa-trabalho no Brasil (1992-2009): Diferenças entre regiões metropolitanas, níveis de renda e sexo. Texto para Discussão n. 1813. Brasília, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), 2013. SILM, Siiri; AHAS, Rein. The seasonal variability of population in Estonian municipalities. Environment and Planning A, September 2010, 42(10):2527-2546. DOI: 10.1068/a43139 33