SlideShare uma empresa Scribd logo
Meu Coração, o Lar de Cristo - Estudo 5 - O Quarto
Você acha que nossa sexualidade é
importante para Deus? Por quê?
Você acha que nossa sexualidade é
importante para Deus? Por quê?




                      Leiamos
                 Provérbios 5.15-21
1 – Embora o texto de Provérbios 5
empregue palavras duras contra o
adultério, qual é a atitude geral do
autor para com o sexo?
1 – Embora o texto de Provérbios 5
empregue palavras duras contra o
adultério, qual é a atitude geral do
autor para com o sexo?

2 – Como esse texto da Escritura
expressa a exclusividade e
privacidade da relação sexual entre
marido e mulher?
3 – Esse texto é endereçado
especificamente a um homem
casado. Que princípios universais
sobre sexualidade existem nele para
qualquer pessoa, homem ou mulher,
casado ou solteiro?
3 – Esse texto é endereçado
especificamente a um homem
casado. Que princípios universais
sobre sexualidade existem nele para
qualquer pessoa, homem ou mulher,
casado ou solteiro?

4 – Em que ocasião você acha mais
difícil resistir à tentação sexual?
5 – Que encorajamento esses versículos
nos dão para permanecermos fiéis ao
nosso cônjuge?
5 – Que encorajamento esses versículos
nos dão para permanecermos fiéis ao
nosso cônjuge?

6 – Por que você acha que a Bíblia é tão
honesta com respeito à tentação e ao
pecado sexual?
5 – Que encorajamento esses versículos
nos dão para permanecermos fiéis ao
nosso cônjuge?

6 – Por que você acha que a Bíblia é tão
honesta com respeito à tentação e ao
pecado sexual?

7 – De que maneira os limites
estabelecidos para o relacionamento
sexual proporcionam liberdade e
segurança?
 Que tipo de tentação sexual você
  precisa evitar? (Pense em pessoas,
  lugares e situações.)
 Que tipo de tentação sexual você
  precisa evitar? (Pense em pessoas,
  lugares e situações.)

 Se você é casado, como será possível
  fortalecer o relacionamento entre você
  e seu cônjuge?
 Que tipo de tentação sexual você
  precisa evitar? (Pense em pessoas,
  lugares e situações.)

 Se você é casado, como será possível
  fortalecer o relacionamento entre você
  e seu cônjuge?

 Se você é solteiro, como será possível
  resguardar (mas não negar) sua
  sexualidade?

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Eu escolhi esperar
Eu escolhi esperarEu escolhi esperar
Eu escolhi esperar
ministerioinfantilafupm
 
Compromisso com deus
Compromisso com deusCompromisso com deus
Compromisso com deus
Antonio Rodrigues
 
Eu e meu irmão
Eu e meu irmão Eu e meu irmão
Palavras de células 02
Palavras de células 02Palavras de células 02
Palavras de células 02
israelargatao
 
Série gerar 8 igreja - o povo da promessa e da graça 2 - 22 mar15 - lc 18 9-14
Série gerar   8 igreja - o povo da promessa e da graça 2 - 22 mar15 - lc 18 9-14Série gerar   8 igreja - o povo da promessa e da graça 2 - 22 mar15 - lc 18 9-14
Série gerar 8 igreja - o povo da promessa e da graça 2 - 22 mar15 - lc 18 9-14
Paulo Moral
 
Eu Decido Me Relacionar Com Deus
Eu Decido Me Relacionar Com DeusEu Decido Me Relacionar Com Deus
Eu Decido Me Relacionar Com Deus
Eid Marques
 
Livro de discipulado para surdos
Livro de discipulado para surdosLivro de discipulado para surdos
Livro de discipulado para surdos
Adoniran Melo
 

Mais procurados (7)

Eu escolhi esperar
Eu escolhi esperarEu escolhi esperar
Eu escolhi esperar
 
Compromisso com deus
Compromisso com deusCompromisso com deus
Compromisso com deus
 
Eu e meu irmão
Eu e meu irmão Eu e meu irmão
Eu e meu irmão
 
Palavras de células 02
Palavras de células 02Palavras de células 02
Palavras de células 02
 
Série gerar 8 igreja - o povo da promessa e da graça 2 - 22 mar15 - lc 18 9-14
Série gerar   8 igreja - o povo da promessa e da graça 2 - 22 mar15 - lc 18 9-14Série gerar   8 igreja - o povo da promessa e da graça 2 - 22 mar15 - lc 18 9-14
Série gerar 8 igreja - o povo da promessa e da graça 2 - 22 mar15 - lc 18 9-14
 
Eu Decido Me Relacionar Com Deus
Eu Decido Me Relacionar Com DeusEu Decido Me Relacionar Com Deus
Eu Decido Me Relacionar Com Deus
 
Livro de discipulado para surdos
Livro de discipulado para surdosLivro de discipulado para surdos
Livro de discipulado para surdos
 

Destaque

Disciplina: a terceira marca da igreja
Disciplina: a terceira marca da igrejaDisciplina: a terceira marca da igreja
Disciplina: a terceira marca da igreja
Robson Santana
 
Mundanismo - Parte 2 - Imoralidade e Idolatria
Mundanismo - Parte 2 - Imoralidade e IdolatriaMundanismo - Parte 2 - Imoralidade e Idolatria
Mundanismo - Parte 2 - Imoralidade e Idolatria
Robson Santana
 
Série compromisso meu coração, o lar de cristo - estudo 2 - a sala de jantar
Série compromisso   meu coração, o lar de cristo - estudo 2 - a sala de jantarSérie compromisso   meu coração, o lar de cristo - estudo 2 - a sala de jantar
Série compromisso meu coração, o lar de cristo - estudo 2 - a sala de jantar
Robson Santana
 
Como Seria uma Igreja Missional Hoje? Michael Goheen
Como Seria uma Igreja Missional Hoje? Michael GoheenComo Seria uma Igreja Missional Hoje? Michael Goheen
Como Seria uma Igreja Missional Hoje? Michael Goheen
Robson Santana
 
Introdução ao Livro de Isaías
Introdução ao Livro de IsaíasIntrodução ao Livro de Isaías
Introdução ao Livro de Isaías
Robson Santana
 
Milênio e suas doutrinas
Milênio e suas doutrinasMilênio e suas doutrinas
Milênio e suas doutrinas
Robson Santana
 
Uma benção chamada sexo - do pondo de vista de deus
Uma benção chamada sexo - do pondo de vista de deusUma benção chamada sexo - do pondo de vista de deus
Uma benção chamada sexo - do pondo de vista de deus
Robson Santana
 
Lidando com as áreas escuras da liderança
Lidando com as áreas escuras da liderançaLidando com as áreas escuras da liderança
Lidando com as áreas escuras da liderança
Robson Santana
 
A Bíblia e a Copa do Mundo - Robson Rosa Santana
A Bíblia e a Copa do Mundo - Robson Rosa SantanaA Bíblia e a Copa do Mundo - Robson Rosa Santana
A Bíblia e a Copa do Mundo - Robson Rosa Santana
Robson Santana
 
Série compromisso meu coração, o lar de cristo - estudo 4 - a sala de recre...
Série compromisso   meu coração, o lar de cristo - estudo 4 - a sala de recre...Série compromisso   meu coração, o lar de cristo - estudo 4 - a sala de recre...
Série compromisso meu coração, o lar de cristo - estudo 4 - a sala de recre...
Robson Santana
 
Série compromisso meu coração, o lar de cristo - estudo 1 - o escritório - ...
Série compromisso   meu coração, o lar de cristo - estudo 1 - o escritório - ...Série compromisso   meu coração, o lar de cristo - estudo 1 - o escritório - ...
Série compromisso meu coração, o lar de cristo - estudo 1 - o escritório - ...
Robson Santana
 
Série pertencer a multidão errada - estudo 5 - aproximando-se - 2 coríntios...
Série pertencer   a multidão errada - estudo 5 - aproximando-se - 2 coríntios...Série pertencer   a multidão errada - estudo 5 - aproximando-se - 2 coríntios...
Série pertencer a multidão errada - estudo 5 - aproximando-se - 2 coríntios...
Robson Santana
 
1 Ts 5.12 13 - Como tratar os líderes da igreja
1 Ts 5.12 13 - Como tratar os líderes da igreja1 Ts 5.12 13 - Como tratar os líderes da igreja
1 Ts 5.12 13 - Como tratar os líderes da igreja
Robson Santana
 
Mundanismo - Parte 1 - Dinheiro (dízimos e ofertas)
Mundanismo - Parte 1 - Dinheiro (dízimos e ofertas)Mundanismo - Parte 1 - Dinheiro (dízimos e ofertas)
Mundanismo - Parte 1 - Dinheiro (dízimos e ofertas)
Robson Santana
 
Como lidar com o sofrimento
Como lidar com o sofrimentoComo lidar com o sofrimento
Como lidar com o sofrimento
Robson Santana
 
50 razões por que Jesus veio morrer | John Piper
50 razões por que Jesus veio morrer | John Piper50 razões por que Jesus veio morrer | John Piper
50 razões por que Jesus veio morrer | John Piper
Robson Santana
 
Casamento e Divórcio - Adaptado do Cap. 24 da Confissão de Fé de Westminster
Casamento e Divórcio - Adaptado do Cap. 24 da Confissão de Fé de WestminsterCasamento e Divórcio - Adaptado do Cap. 24 da Confissão de Fé de Westminster
Casamento e Divórcio - Adaptado do Cap. 24 da Confissão de Fé de Westminster
Robson Santana
 
Homossexualismo à luz da biblia
Homossexualismo à luz da bibliaHomossexualismo à luz da biblia
Homossexualismo à luz da biblia
Robson Santana
 
Série QUESTOES DIFICEIS - Estudo 1 - Batismo e Tentação de Jesus - Mt 3.13-4.11
Série QUESTOES DIFICEIS - Estudo 1 - Batismo e Tentação de Jesus -  Mt 3.13-4.11Série QUESTOES DIFICEIS - Estudo 1 - Batismo e Tentação de Jesus -  Mt 3.13-4.11
Série QUESTOES DIFICEIS - Estudo 1 - Batismo e Tentação de Jesus - Mt 3.13-4.11
Robson Santana
 
Islamismo: origem, divisões, expansão, pilares e meios de propagação
Islamismo: origem, divisões, expansão, pilares e meios de propagaçãoIslamismo: origem, divisões, expansão, pilares e meios de propagação
Islamismo: origem, divisões, expansão, pilares e meios de propagação
Robson Santana
 

Destaque (20)

Disciplina: a terceira marca da igreja
Disciplina: a terceira marca da igrejaDisciplina: a terceira marca da igreja
Disciplina: a terceira marca da igreja
 
Mundanismo - Parte 2 - Imoralidade e Idolatria
Mundanismo - Parte 2 - Imoralidade e IdolatriaMundanismo - Parte 2 - Imoralidade e Idolatria
Mundanismo - Parte 2 - Imoralidade e Idolatria
 
Série compromisso meu coração, o lar de cristo - estudo 2 - a sala de jantar
Série compromisso   meu coração, o lar de cristo - estudo 2 - a sala de jantarSérie compromisso   meu coração, o lar de cristo - estudo 2 - a sala de jantar
Série compromisso meu coração, o lar de cristo - estudo 2 - a sala de jantar
 
Como Seria uma Igreja Missional Hoje? Michael Goheen
Como Seria uma Igreja Missional Hoje? Michael GoheenComo Seria uma Igreja Missional Hoje? Michael Goheen
Como Seria uma Igreja Missional Hoje? Michael Goheen
 
Introdução ao Livro de Isaías
Introdução ao Livro de IsaíasIntrodução ao Livro de Isaías
Introdução ao Livro de Isaías
 
Milênio e suas doutrinas
Milênio e suas doutrinasMilênio e suas doutrinas
Milênio e suas doutrinas
 
Uma benção chamada sexo - do pondo de vista de deus
Uma benção chamada sexo - do pondo de vista de deusUma benção chamada sexo - do pondo de vista de deus
Uma benção chamada sexo - do pondo de vista de deus
 
Lidando com as áreas escuras da liderança
Lidando com as áreas escuras da liderançaLidando com as áreas escuras da liderança
Lidando com as áreas escuras da liderança
 
A Bíblia e a Copa do Mundo - Robson Rosa Santana
A Bíblia e a Copa do Mundo - Robson Rosa SantanaA Bíblia e a Copa do Mundo - Robson Rosa Santana
A Bíblia e a Copa do Mundo - Robson Rosa Santana
 
Série compromisso meu coração, o lar de cristo - estudo 4 - a sala de recre...
Série compromisso   meu coração, o lar de cristo - estudo 4 - a sala de recre...Série compromisso   meu coração, o lar de cristo - estudo 4 - a sala de recre...
Série compromisso meu coração, o lar de cristo - estudo 4 - a sala de recre...
 
Série compromisso meu coração, o lar de cristo - estudo 1 - o escritório - ...
Série compromisso   meu coração, o lar de cristo - estudo 1 - o escritório - ...Série compromisso   meu coração, o lar de cristo - estudo 1 - o escritório - ...
Série compromisso meu coração, o lar de cristo - estudo 1 - o escritório - ...
 
Série pertencer a multidão errada - estudo 5 - aproximando-se - 2 coríntios...
Série pertencer   a multidão errada - estudo 5 - aproximando-se - 2 coríntios...Série pertencer   a multidão errada - estudo 5 - aproximando-se - 2 coríntios...
Série pertencer a multidão errada - estudo 5 - aproximando-se - 2 coríntios...
 
1 Ts 5.12 13 - Como tratar os líderes da igreja
1 Ts 5.12 13 - Como tratar os líderes da igreja1 Ts 5.12 13 - Como tratar os líderes da igreja
1 Ts 5.12 13 - Como tratar os líderes da igreja
 
Mundanismo - Parte 1 - Dinheiro (dízimos e ofertas)
Mundanismo - Parte 1 - Dinheiro (dízimos e ofertas)Mundanismo - Parte 1 - Dinheiro (dízimos e ofertas)
Mundanismo - Parte 1 - Dinheiro (dízimos e ofertas)
 
Como lidar com o sofrimento
Como lidar com o sofrimentoComo lidar com o sofrimento
Como lidar com o sofrimento
 
50 razões por que Jesus veio morrer | John Piper
50 razões por que Jesus veio morrer | John Piper50 razões por que Jesus veio morrer | John Piper
50 razões por que Jesus veio morrer | John Piper
 
Casamento e Divórcio - Adaptado do Cap. 24 da Confissão de Fé de Westminster
Casamento e Divórcio - Adaptado do Cap. 24 da Confissão de Fé de WestminsterCasamento e Divórcio - Adaptado do Cap. 24 da Confissão de Fé de Westminster
Casamento e Divórcio - Adaptado do Cap. 24 da Confissão de Fé de Westminster
 
Homossexualismo à luz da biblia
Homossexualismo à luz da bibliaHomossexualismo à luz da biblia
Homossexualismo à luz da biblia
 
Série QUESTOES DIFICEIS - Estudo 1 - Batismo e Tentação de Jesus - Mt 3.13-4.11
Série QUESTOES DIFICEIS - Estudo 1 - Batismo e Tentação de Jesus -  Mt 3.13-4.11Série QUESTOES DIFICEIS - Estudo 1 - Batismo e Tentação de Jesus -  Mt 3.13-4.11
Série QUESTOES DIFICEIS - Estudo 1 - Batismo e Tentação de Jesus - Mt 3.13-4.11
 
Islamismo: origem, divisões, expansão, pilares e meios de propagação
Islamismo: origem, divisões, expansão, pilares e meios de propagaçãoIslamismo: origem, divisões, expansão, pilares e meios de propagação
Islamismo: origem, divisões, expansão, pilares e meios de propagação
 

Semelhante a Meu Coração, o Lar de Cristo - Estudo 5 - O Quarto

Preparando-se Para O Casamento - John Piper
Preparando-se Para O Casamento - John PiperPreparando-se Para O Casamento - John Piper
Preparando-se Para O Casamento - John Piper
BeatrizIBorges
 
O QUE ACONTECEU COM NOSSOS SENTIMENTOS?
O QUE ACONTECEU COM NOSSOS SENTIMENTOS?O QUE ACONTECEU COM NOSSOS SENTIMENTOS?
O QUE ACONTECEU COM NOSSOS SENTIMENTOS?
Pr Ivair Augusto
 
Conflitos na família
Conflitos na famíliaConflitos na família
Conflitos na família
Moisés Sampaio
 
O que o ato conjugal significa para o homem tim e beverly lahaye
O que o ato conjugal significa para o homem   tim e beverly lahayeO que o ato conjugal significa para o homem   tim e beverly lahaye
O que o ato conjugal significa para o homem tim e beverly lahaye
Aristoteles Rocha
 
Perguntas para o cristão que defende o casamento gay
Perguntas para o cristão que defende o casamento gayPerguntas para o cristão que defende o casamento gay
Perguntas para o cristão que defende o casamento gay
Juraci Rocha
 
Lição 8 - Relacionamento sexual segundo a perspectiva cristã
Lição 8 - Relacionamento sexual segundo a perspectiva cristãLição 8 - Relacionamento sexual segundo a perspectiva cristã
Lição 8 - Relacionamento sexual segundo a perspectiva cristã
Éder Tomé
 
Princípio bíblico casamento
Princípio bíblico casamentoPrincípio bíblico casamento
Princípio bíblico casamento
Nixon Vieira Nascimento
 
Relacionamento Sexual Segundo a Perspectiva Cristã_2019 LBJ 2 TRI Lição 8
Relacionamento Sexual Segundo a Perspectiva Cristã_2019 LBJ 2 TRI Lição 8Relacionamento Sexual Segundo a Perspectiva Cristã_2019 LBJ 2 TRI Lição 8
Relacionamento Sexual Segundo a Perspectiva Cristã_2019 LBJ 2 TRI Lição 8
Natalino das Neves Neves
 
A sexualidade do casal
A sexualidade do casalA sexualidade do casal
A sexualidade do casal
antonio ferreira
 
Orientações biblicas sobre a Intimidade conjugal.pptx
Orientações biblicas sobre a Intimidade conjugal.pptxOrientações biblicas sobre a Intimidade conjugal.pptx
Orientações biblicas sobre a Intimidade conjugal.pptx
Ronaldo Rocha
 
A União Matrimonial, o que Deus uniu não separe o homem.pptx
A União Matrimonial, o que Deus uniu não separe o homem.pptxA União Matrimonial, o que Deus uniu não separe o homem.pptx
A União Matrimonial, o que Deus uniu não separe o homem.pptx
orlando828804
 
As bases do casamento cristão
As bases do casamento cristãoAs bases do casamento cristão
As bases do casamento cristão
Moisés Sampaio
 
Licao 02 Escolher Com Quem Se Casar
Licao 02 Escolher Com Quem Se CasarLicao 02 Escolher Com Quem Se Casar
Licao 02 Escolher Com Quem Se Casar
guest06a00c
 
DEZ INIMIGOS MORTAIS AO CASAMENTO.pptx
DEZ INIMIGOS MORTAIS AO CASAMENTO.pptxDEZ INIMIGOS MORTAIS AO CASAMENTO.pptx
DEZ INIMIGOS MORTAIS AO CASAMENTO.pptx
Celso Lanes
 
Romance Real - Casamento - Namoro
Romance Real - Casamento - NamoroRomance Real - Casamento - Namoro
Romance Real - Casamento - Namoro
andremagela
 
Sexo, defraudação e hedonismo
Sexo, defraudação e hedonismoSexo, defraudação e hedonismo
Sexo, defraudação e hedonismo
Rogério Nunes
 
Lição 4 - Orientações Bíblicas sobre a Intimidade do casal
Lição 4 - Orientações Bíblicas sobre a Intimidade do casalLição 4 - Orientações Bíblicas sobre a Intimidade do casal
Lição 4 - Orientações Bíblicas sobre a Intimidade do casal
Éder Tomé
 
O Poder Do Marido Que Ora - Stormie Omartian.pdf
O Poder Do Marido Que Ora - Stormie Omartian.pdfO Poder Do Marido Que Ora - Stormie Omartian.pdf
O Poder Do Marido Que Ora - Stormie Omartian.pdf
Alécio Vasconcelos
 
Lição 2 advertências contra o adultério
Lição 2   advertências contra o adultérioLição 2   advertências contra o adultério
Lição 2 advertências contra o adultério
Natalino das Neves Neves
 
O que e paixao
 O que e paixao O que e paixao
O que e paixao
Claudia Chaves
 

Semelhante a Meu Coração, o Lar de Cristo - Estudo 5 - O Quarto (20)

Preparando-se Para O Casamento - John Piper
Preparando-se Para O Casamento - John PiperPreparando-se Para O Casamento - John Piper
Preparando-se Para O Casamento - John Piper
 
O QUE ACONTECEU COM NOSSOS SENTIMENTOS?
O QUE ACONTECEU COM NOSSOS SENTIMENTOS?O QUE ACONTECEU COM NOSSOS SENTIMENTOS?
O QUE ACONTECEU COM NOSSOS SENTIMENTOS?
 
Conflitos na família
Conflitos na famíliaConflitos na família
Conflitos na família
 
O que o ato conjugal significa para o homem tim e beverly lahaye
O que o ato conjugal significa para o homem   tim e beverly lahayeO que o ato conjugal significa para o homem   tim e beverly lahaye
O que o ato conjugal significa para o homem tim e beverly lahaye
 
Perguntas para o cristão que defende o casamento gay
Perguntas para o cristão que defende o casamento gayPerguntas para o cristão que defende o casamento gay
Perguntas para o cristão que defende o casamento gay
 
Lição 8 - Relacionamento sexual segundo a perspectiva cristã
Lição 8 - Relacionamento sexual segundo a perspectiva cristãLição 8 - Relacionamento sexual segundo a perspectiva cristã
Lição 8 - Relacionamento sexual segundo a perspectiva cristã
 
Princípio bíblico casamento
Princípio bíblico casamentoPrincípio bíblico casamento
Princípio bíblico casamento
 
Relacionamento Sexual Segundo a Perspectiva Cristã_2019 LBJ 2 TRI Lição 8
Relacionamento Sexual Segundo a Perspectiva Cristã_2019 LBJ 2 TRI Lição 8Relacionamento Sexual Segundo a Perspectiva Cristã_2019 LBJ 2 TRI Lição 8
Relacionamento Sexual Segundo a Perspectiva Cristã_2019 LBJ 2 TRI Lição 8
 
A sexualidade do casal
A sexualidade do casalA sexualidade do casal
A sexualidade do casal
 
Orientações biblicas sobre a Intimidade conjugal.pptx
Orientações biblicas sobre a Intimidade conjugal.pptxOrientações biblicas sobre a Intimidade conjugal.pptx
Orientações biblicas sobre a Intimidade conjugal.pptx
 
A União Matrimonial, o que Deus uniu não separe o homem.pptx
A União Matrimonial, o que Deus uniu não separe o homem.pptxA União Matrimonial, o que Deus uniu não separe o homem.pptx
A União Matrimonial, o que Deus uniu não separe o homem.pptx
 
As bases do casamento cristão
As bases do casamento cristãoAs bases do casamento cristão
As bases do casamento cristão
 
Licao 02 Escolher Com Quem Se Casar
Licao 02 Escolher Com Quem Se CasarLicao 02 Escolher Com Quem Se Casar
Licao 02 Escolher Com Quem Se Casar
 
DEZ INIMIGOS MORTAIS AO CASAMENTO.pptx
DEZ INIMIGOS MORTAIS AO CASAMENTO.pptxDEZ INIMIGOS MORTAIS AO CASAMENTO.pptx
DEZ INIMIGOS MORTAIS AO CASAMENTO.pptx
 
Romance Real - Casamento - Namoro
Romance Real - Casamento - NamoroRomance Real - Casamento - Namoro
Romance Real - Casamento - Namoro
 
Sexo, defraudação e hedonismo
Sexo, defraudação e hedonismoSexo, defraudação e hedonismo
Sexo, defraudação e hedonismo
 
Lição 4 - Orientações Bíblicas sobre a Intimidade do casal
Lição 4 - Orientações Bíblicas sobre a Intimidade do casalLição 4 - Orientações Bíblicas sobre a Intimidade do casal
Lição 4 - Orientações Bíblicas sobre a Intimidade do casal
 
O Poder Do Marido Que Ora - Stormie Omartian.pdf
O Poder Do Marido Que Ora - Stormie Omartian.pdfO Poder Do Marido Que Ora - Stormie Omartian.pdf
O Poder Do Marido Que Ora - Stormie Omartian.pdf
 
Lição 2 advertências contra o adultério
Lição 2   advertências contra o adultérioLição 2   advertências contra o adultério
Lição 2 advertências contra o adultério
 
O que e paixao
 O que e paixao O que e paixao
O que e paixao
 

Mais de Robson Santana

Evangelização - como criar uma cultura de evangelização na igreja local - J. ...
Evangelização - como criar uma cultura de evangelização na igreja local - J. ...Evangelização - como criar uma cultura de evangelização na igreja local - J. ...
Evangelização - como criar uma cultura de evangelização na igreja local - J. ...
Robson Santana
 
Como Levar sua Igreja para Frente: Revitalização de igreja
Como Levar sua Igreja para Frente: Revitalização de igrejaComo Levar sua Igreja para Frente: Revitalização de igreja
Como Levar sua Igreja para Frente: Revitalização de igreja
Robson Santana
 
Estilos de paternidade: pais permissivos, negligentes, autoritários e com aut...
Estilos de paternidade: pais permissivos, negligentes, autoritários e com aut...Estilos de paternidade: pais permissivos, negligentes, autoritários e com aut...
Estilos de paternidade: pais permissivos, negligentes, autoritários e com aut...
Robson Santana
 
O que é livre arbitrio?
O que é livre arbitrio?O que é livre arbitrio?
O que é livre arbitrio?
Robson Santana
 
A Questão dos Livros Apócrifos
A Questão dos Livros ApócrifosA Questão dos Livros Apócrifos
A Questão dos Livros Apócrifos
Robson Santana
 
Curso Fazendo Discípulos Estrategicamente - Adaptado de Aubrey Malphurs
Curso Fazendo Discípulos Estrategicamente - Adaptado de Aubrey MalphursCurso Fazendo Discípulos Estrategicamente - Adaptado de Aubrey Malphurs
Curso Fazendo Discípulos Estrategicamente - Adaptado de Aubrey Malphurs
Robson Santana
 
Confissão de Fé de Westminster
Confissão de Fé de WestminsterConfissão de Fé de Westminster
Confissão de Fé de Westminster
Robson Santana
 

Mais de Robson Santana (7)

Evangelização - como criar uma cultura de evangelização na igreja local - J. ...
Evangelização - como criar uma cultura de evangelização na igreja local - J. ...Evangelização - como criar uma cultura de evangelização na igreja local - J. ...
Evangelização - como criar uma cultura de evangelização na igreja local - J. ...
 
Como Levar sua Igreja para Frente: Revitalização de igreja
Como Levar sua Igreja para Frente: Revitalização de igrejaComo Levar sua Igreja para Frente: Revitalização de igreja
Como Levar sua Igreja para Frente: Revitalização de igreja
 
Estilos de paternidade: pais permissivos, negligentes, autoritários e com aut...
Estilos de paternidade: pais permissivos, negligentes, autoritários e com aut...Estilos de paternidade: pais permissivos, negligentes, autoritários e com aut...
Estilos de paternidade: pais permissivos, negligentes, autoritários e com aut...
 
O que é livre arbitrio?
O que é livre arbitrio?O que é livre arbitrio?
O que é livre arbitrio?
 
A Questão dos Livros Apócrifos
A Questão dos Livros ApócrifosA Questão dos Livros Apócrifos
A Questão dos Livros Apócrifos
 
Curso Fazendo Discípulos Estrategicamente - Adaptado de Aubrey Malphurs
Curso Fazendo Discípulos Estrategicamente - Adaptado de Aubrey MalphursCurso Fazendo Discípulos Estrategicamente - Adaptado de Aubrey Malphurs
Curso Fazendo Discípulos Estrategicamente - Adaptado de Aubrey Malphurs
 
Confissão de Fé de Westminster
Confissão de Fé de WestminsterConfissão de Fé de Westminster
Confissão de Fé de Westminster
 

Último

3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
PIB Penha
 
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
PIB Penha
 
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
PIB Penha
 
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.128 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
PIB Penha
 
Angelologia - Estudo sobre a Doutrina dos Anjos.ppt
Angelologia - Estudo sobre a Doutrina dos Anjos.pptAngelologia - Estudo sobre a Doutrina dos Anjos.ppt
Angelologia - Estudo sobre a Doutrina dos Anjos.ppt
mfixa3824
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
AlailzaSoares1
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
Rogério Augusto Ayres de Araujo
 
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
PIB Penha
 
Lição 11 - Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11 -  Avivamento e a Missão da Igreja.pptxLição 11 -  Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11 - Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
LaerciodeSouzaSilva1
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
AntonioMugiba
 
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.pptEncontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
SanturioTacararu
 
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.pptA VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
FranciscoAudisio2
 
PALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.ppt
PALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.pptPALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.ppt
PALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.ppt
FranciscoAudisio2
 
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptxO MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
valneirocha
 
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
PIB Penha
 
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
PIB Penha
 
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
OBrasilParaCristoRad
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
Marta Gomes
 
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
EdimarEdigesso
 

Último (20)

3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
 
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
 
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
7 - O Casamento Cristão. Mateus 19.6 Assim, eles já não são dois, mas sim uma...
 
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.128 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
 
Angelologia - Estudo sobre a Doutrina dos Anjos.ppt
Angelologia - Estudo sobre a Doutrina dos Anjos.pptAngelologia - Estudo sobre a Doutrina dos Anjos.ppt
Angelologia - Estudo sobre a Doutrina dos Anjos.ppt
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
 
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
 
Lição 11 - Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11 -  Avivamento e a Missão da Igreja.pptxLição 11 -  Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
Lição 11 - Avivamento e a Missão da Igreja.pptx
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
 
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.pptEncontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
 
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.pptA VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
A VIVÊNCIA DO SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO slides.ppt
 
PALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.ppt
PALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.pptPALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.ppt
PALESTRA SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO 09-09-2017 slides.ppt
 
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptxO MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
 
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
 
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
 
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
3 - Plena Paz.ppt Harpa cristã assembleia
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
 
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
 

Meu Coração, o Lar de Cristo - Estudo 5 - O Quarto

  • 2. Você acha que nossa sexualidade é importante para Deus? Por quê?
  • 3. Você acha que nossa sexualidade é importante para Deus? Por quê? Leiamos Provérbios 5.15-21
  • 4. 1 – Embora o texto de Provérbios 5 empregue palavras duras contra o adultério, qual é a atitude geral do autor para com o sexo?
  • 5. 1 – Embora o texto de Provérbios 5 empregue palavras duras contra o adultério, qual é a atitude geral do autor para com o sexo? 2 – Como esse texto da Escritura expressa a exclusividade e privacidade da relação sexual entre marido e mulher?
  • 6. 3 – Esse texto é endereçado especificamente a um homem casado. Que princípios universais sobre sexualidade existem nele para qualquer pessoa, homem ou mulher, casado ou solteiro?
  • 7. 3 – Esse texto é endereçado especificamente a um homem casado. Que princípios universais sobre sexualidade existem nele para qualquer pessoa, homem ou mulher, casado ou solteiro? 4 – Em que ocasião você acha mais difícil resistir à tentação sexual?
  • 8. 5 – Que encorajamento esses versículos nos dão para permanecermos fiéis ao nosso cônjuge?
  • 9. 5 – Que encorajamento esses versículos nos dão para permanecermos fiéis ao nosso cônjuge? 6 – Por que você acha que a Bíblia é tão honesta com respeito à tentação e ao pecado sexual?
  • 10. 5 – Que encorajamento esses versículos nos dão para permanecermos fiéis ao nosso cônjuge? 6 – Por que você acha que a Bíblia é tão honesta com respeito à tentação e ao pecado sexual? 7 – De que maneira os limites estabelecidos para o relacionamento sexual proporcionam liberdade e segurança?
  • 11.  Que tipo de tentação sexual você precisa evitar? (Pense em pessoas, lugares e situações.)
  • 12.  Que tipo de tentação sexual você precisa evitar? (Pense em pessoas, lugares e situações.)  Se você é casado, como será possível fortalecer o relacionamento entre você e seu cônjuge?
  • 13.  Que tipo de tentação sexual você precisa evitar? (Pense em pessoas, lugares e situações.)  Se você é casado, como será possível fortalecer o relacionamento entre você e seu cônjuge?  Se você é solteiro, como será possível resguardar (mas não negar) sua sexualidade?