SlideShare uma empresa Scribd logo
Doaçãodeleitepor
mãesenlutadas
16 98135 3685
Realização:
Grupo Transformação
Textos:
Natália Mundim Tôrres e
Aracelli Moreira
Ilustração:
Luiz Ricardo de Almeida
@grupotransformacao
grupotransformacao.com.br
@transformacaoararaquara
contato@grupotransformacao.com.br
grupodeapoioàperdagestacionaleneonatal
Panf_Perla_v6_frente_grafica.pdf 1 29/11/2020 11:20:34
Nas situações em que o óbito do seu bebê ocorra a partir de 20 semanas
de gestação ou após o nascimento, pode haver produção e liberação de leite
materno. Essa condição é chamada de apojadura e acontecerá independente-
mente do estímulo por meio da sucção.
Existem duas possibilidades neste caso, e a equipe de saúde deve te
orientar a respeito: a secagem do leite ou a sua doação.
No caso da secagem:
É preciso tomar uma medicação (sob orientação médica) e provavelmente
será recomendado o enfaixamento das mamas. Se essa for sua opção,
procure saber por quanto tempo deverá realizar esse procedimento.
Pode ser necessário mais de um comprimido do medicamento e levar algum
tempo para o leite secar. Você deve ficar atenta caso apareçam sinais de
ingurgitamento ou mastite, procurando atendimento médico, caso ocorra.
Caso sua opção seja pela doação do leite, é necessário saber de algumas
informações:
Procure o Banco de Leite mais próximo de sua residência para realizar um
cadastro como doadora.
Serão solicitados exames de sangue que atestem suas condições de saúde para
que possa doar o leite. Peça orientações a respeito dos métodos de ordenha
e dos sinais que deve observar para evitar ingurgitamentos e mastites.
Verifique a possibilidade da equipe do banco de leite ir rotineiramente até
a sua casa para realizar as coletas dos frascos, evitando assim que você
tenha que ir ao estabelecimento.
Caso você se depare com algum tipo de impedimento para realizar sua
doação de leite, saiba que você está legalmente respaldada e que pode
exigir o seu direito.
Apesar da resolução que regulamenta o funcionamento de bancos de leite
humano no Brasil (Resolução-RDC nº 171, da Agência Nacional de Vigilância
Sanitária - ANVISA) não prever de maneira explícita essa possibilidade, a
própria ANVISA emitiu em março de 2020 uma nota técnica (nº 22/2020),
esclarecendo que “a Resolução não proíbe a doação de Leite Humano
proveniente da mãe que está passando pelo luto de seu filho lactente, caso os
outros requisitos sanitários descritos na norma estejam contemplados”.
Ainda que algumas pessoas acreditem que a manutenção da lactação possa
levar a um processo de prolongamento do luto, não existem comprovações
científicas para tal crença. A possibilidade de realizar uma ação de tamanha
relevância e ainda se vincular ao seu filho(a) falecido(a), honrando a sua vida
de uma forma tão nobre, pode sim oferecer a você um auxílio na elaboração
do processo pela perda de seu bebê.
Lembre-se de que cada mãe tem sua própria maneira de passar pelo luto,
portanto, cabe a você escolher o que mais faz sentido ao seu momento!
Os bancos de leite humano são instituições que atuam na
coleta, processamento, controle de qualidade e distribuição
do leite recebido via doação. Doação essa que deve ser volun-
tária, altruísta e não remunerada, conforme estabelece a
Resolução RDC nº 171, que dispõe sobre o regulamento
técnico para o funcionamento de Bancos de Leite Humano.
Essa mesma Resolução não prevê de forma explícita a doação
de leite por mães que tenham perdido seus bebês, o que
muitas vezes pode gerar uma má interpretação de que elas
não possam fazê-la. No entanto, em março de 2020 foi
divulgada uma nota técnica da ANVISA (nº 22/2020),
atestando que não há proibição para a doação de leite por
mães enlutadas, desde que atendam aos requisitos sanitários.
Portanto, atenção:
Caso uma mãe enlutada procure pelo Banco de Leite,
recebam-na com carinho, ouçam a sua história com
atenção. Se ela tem o desejo de realizar a doação de seu
leite, precisa ser acolhida como qualquer outra mãe
doadora.
Orientem a mãe a respeito de todo o processo das
ordenhas e dos sinais que ela precisa observar para que
não tenha problemas de ingurgitamento, nem mastite.
Façam o cadastro dela para que a equipe do Banco de
Leite possa recolher o leite em sua casa e que ela não
precise realizar as ordenhas no próprio estabelecimento,
evitando assim encontrar mães com seus bebês recém--
nascidos. Se a mãe enlutada precisar coletar o leite no
Banco, se possível, garantam que ela o faça em uma sala
separada das outras mães.
De tempos em tempos, façam contato por telefone ou
vão até a casa dessa mãe enlutada para ter informações de
seu estado físico e psicológico.
A doação de leite por mães enlutadas pode auxiliar no
processo de elaboração do luto, sendo um ato de amor e de
altruísmo. Uma mãe que realiza a doação do leite de seu bebê
falecido está honrando a existência de seu filho. Assim, essas
mulheres merecem toda a atenção e acolhimento que
vocês puderem oferecê-la.
AosProfissionaisde
BancosdeLeite
ÀMãequepassouporperda
gestacionalouneonatal
AosProfissionais
deSaúde
Certamente, como profissionais de saúde, vocês já se depara-
ram com casos de perdas gestacionais e neonatais. Situações desse
tipo, apesar de frequentes, são extremamente delicadas e deman-
dam do profissional uma sensibilidade aguçada para que consiga
acolher de forma adequada à mãe e à família que passaram pela
perda. É importante garantir informações de qualidade a essa mãe
e respeitar as suas escolhas.
As mães que passam por perdas gestacionais a partir de 20
semanas e aquelas que seus bebês venham a falecer pouco tempo
após o nascimento passarão pelo processo de apojadura, que é a
descida do leite, mesmo sem o estímulo de sucção do seu bebê.
Essa questão precisa de uma assistência cuidadosa da equipe de
saúde, para que a mãe, que já está passando por uma dor dilaceran-
te, não sofra ainda mais.
Existem duas possibilidades neste caso:
Secar o leite ou realizar a doação desse leite. Independente-
mente da escolha, é preciso garantir que a mãe tenha informações
de qualidade sobre os dois procedimentos para que ela possa
decidir qual deles será o mais adequado para a sua realidade.
Para se proceder com a secagem do leite, é recomendado o
uso de medicamento e muitas vezes é realizado o enfaixamento
das mamas. Faz-se necessário informar à mãe sobre o período
em que precisará tomar a medicação e manter as mamas
enfaixadas, sendo que cada caso demandará um tempo
distinto, já que cada mulher é única.
É relevante orientar essa mulher sobre sinais que ela pode
apresentar, como por exemplo ingurgitamento ou mastite,
para os quais ela deverá procurar atendimento médico.
Para se realizar a doação do leite, a mãe precisará ser orientada
a respeito da maneira mais eficiente para se ordenhar o leite e terá
que fazer um cadastro no banco de leite mais próximo de sua
residência. Também é preciso orientá-la a respeito da possibilida-
de de ocorrer ingurgitamento mamário ou mastite. O ideal é que
essa mãe seja acompanhada por uma equipe que possa avaliar suas
condições psicológicas e físicas para realizar a doação do leite.
Apesar desse ato poder ser muito positivo na elaboração do luto,
cada mãe deverá avaliar qual opção será mais viável para o seu caso.
A doação de leite é um direito, caso seja a vontade da mãe, e,
ainda que exista alguma resistência por parte da equipe ou do
banco de leite, seu direito precisa ser garantido.
Panf_Perla_v6 verso_grafica.pdf 1 29/11/2020 11:19:41

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aleitamento Materno: Empoderar Mães e Pais, Favorecer a Amamentação
Aleitamento Materno: Empoderar Mães e Pais, Favorecer a AmamentaçãoAleitamento Materno: Empoderar Mães e Pais, Favorecer a Amamentação
Aleitamento Materno: Empoderar Mães e Pais, Favorecer a Amamentação
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
Agosto Dourado 2021: Proteger a Amamentação
Agosto Dourado 2021: Proteger a AmamentaçãoAgosto Dourado 2021: Proteger a Amamentação
O Papel dos Bancos de Leite Humano na Promoção e Proteção do Aleitamento Materno
O Papel dos Bancos de Leite Humano na Promoção e Proteção do Aleitamento MaternoO Papel dos Bancos de Leite Humano na Promoção e Proteção do Aleitamento Materno
O Papel dos Bancos de Leite Humano na Promoção e Proteção do Aleitamento Materno
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
The Lancet: AMAMENTAÇÃO - Por que investir e o que será necessário para melho...
The Lancet: AMAMENTAÇÃO - Por que investir e o que será necessário para melho...The Lancet: AMAMENTAÇÃO - Por que investir e o que será necessário para melho...
The Lancet: AMAMENTAÇÃO - Por que investir e o que será necessário para melho...
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
The Lancet: AMAMENTAÇÃO no século 21 - Epidemiologia, mecanismos e efeitos ao...
The Lancet: AMAMENTAÇÃO no século 21 - Epidemiologia, mecanismos e efeitos ao...The Lancet: AMAMENTAÇÃO no século 21 - Epidemiologia, mecanismos e efeitos ao...
The Lancet: AMAMENTAÇÃO no século 21 - Epidemiologia, mecanismos e efeitos ao...
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
NBCAL - conhecer a Lei de Comercialização de Alimentos para Lactentes / IBFAN...
NBCAL - conhecer a Lei de Comercialização de Alimentos para Lactentes / IBFAN...NBCAL - conhecer a Lei de Comercialização de Alimentos para Lactentes / IBFAN...
NBCAL - conhecer a Lei de Comercialização de Alimentos para Lactentes / IBFAN...
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
AMAMENTAÇÃO - livro digital para mães e pais do Click Bebê parte I
AMAMENTAÇÃO - livro digital para mães e pais do Click Bebê parte I AMAMENTAÇÃO - livro digital para mães e pais do Click Bebê parte I
AMAMENTAÇÃO - livro digital para mães e pais do Click Bebê parte I
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Aleitamento Materno: o papel da Atenção Primária
Aleitamento Materno: o papel da Atenção PrimáriaAleitamento Materno: o papel da Atenção Primária
O MATADOR DE BEBÊS - 3a edição / IMIP
O MATADOR DE BEBÊS - 3a edição / IMIP O MATADOR DE BEBÊS - 3a edição / IMIP
O MATADOR DE BEBÊS - 3a edição / IMIP
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Formulario de Observacao de Mamada: RECÉM NASCIDO PRÉ-TERMO
Formulario de Observacao de Mamada: RECÉM NASCIDO PRÉ-TERMOFormulario de Observacao de Mamada: RECÉM NASCIDO PRÉ-TERMO
Formulario de Observacao de Mamada: RECÉM NASCIDO PRÉ-TERMO
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Aula de amamentação - Curso de Doulas
Aula de amamentação - Curso de DoulasAula de amamentação - Curso de Doulas
Aula de amamentação - Curso de Doulas
Rebeca - Doula
 
Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)
Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)
Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)
Dr. Benevenuto
 
Amamentação - Manejo Clínico / capítulo de livro de Pediatria
Amamentação - Manejo Clínico / capítulo de livro de Pediatria Amamentação - Manejo Clínico / capítulo de livro de Pediatria
Amamentação - Manejo Clínico / capítulo de livro de Pediatria
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Guia Básico para uma Alimentação de Sucesso - livro by Dr. Gladson
Guia Básico para uma Alimentação de Sucesso - livro by Dr. GladsonGuia Básico para uma Alimentação de Sucesso - livro by Dr. Gladson
Guia Básico para uma Alimentação de Sucesso - livro by Dr. Gladson
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Cartilha sobre Aleitamento & Covid - UFRJ Macaé
Cartilha sobre Aleitamento & Covid - UFRJ Macaé Cartilha sobre Aleitamento & Covid - UFRJ Macaé
Cartilha sobre Aleitamento & Covid - UFRJ Macaé
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Amamentação: os direitos da mulher trabalhadora - livro digital SBP
Amamentação: os direitos da mulher trabalhadora - livro digital SBP Amamentação: os direitos da mulher trabalhadora - livro digital SBP
Amamentação: os direitos da mulher trabalhadora - livro digital SBP
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Salas de Apoio à Amamentação em Empresas: Guia para implantação
Salas de Apoio à Amamentação em Empresas: Guia para implantação Salas de Apoio à Amamentação em Empresas: Guia para implantação
Salas de Apoio à Amamentação em Empresas: Guia para implantação
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Aleitamento Materno - album seriado do MS/UNICEF
Aleitamento Materno - album seriado do MS/UNICEFAleitamento Materno - album seriado do MS/UNICEF
Aleitamento Materno - album seriado do MS/UNICEF
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Aleitamento materno
Aleitamento maternoAleitamento materno
Aleitamento materno
NadjadBarros
 
Aleitamento Materno
Aleitamento Materno Aleitamento Materno
Aleitamento Materno
blogped1
 

Mais procurados (20)

Aleitamento Materno: Empoderar Mães e Pais, Favorecer a Amamentação
Aleitamento Materno: Empoderar Mães e Pais, Favorecer a AmamentaçãoAleitamento Materno: Empoderar Mães e Pais, Favorecer a Amamentação
Aleitamento Materno: Empoderar Mães e Pais, Favorecer a Amamentação
 
Agosto Dourado 2021: Proteger a Amamentação
Agosto Dourado 2021: Proteger a AmamentaçãoAgosto Dourado 2021: Proteger a Amamentação
Agosto Dourado 2021: Proteger a Amamentação
 
O Papel dos Bancos de Leite Humano na Promoção e Proteção do Aleitamento Materno
O Papel dos Bancos de Leite Humano na Promoção e Proteção do Aleitamento MaternoO Papel dos Bancos de Leite Humano na Promoção e Proteção do Aleitamento Materno
O Papel dos Bancos de Leite Humano na Promoção e Proteção do Aleitamento Materno
 
The Lancet: AMAMENTAÇÃO - Por que investir e o que será necessário para melho...
The Lancet: AMAMENTAÇÃO - Por que investir e o que será necessário para melho...The Lancet: AMAMENTAÇÃO - Por que investir e o que será necessário para melho...
The Lancet: AMAMENTAÇÃO - Por que investir e o que será necessário para melho...
 
The Lancet: AMAMENTAÇÃO no século 21 - Epidemiologia, mecanismos e efeitos ao...
The Lancet: AMAMENTAÇÃO no século 21 - Epidemiologia, mecanismos e efeitos ao...The Lancet: AMAMENTAÇÃO no século 21 - Epidemiologia, mecanismos e efeitos ao...
The Lancet: AMAMENTAÇÃO no século 21 - Epidemiologia, mecanismos e efeitos ao...
 
NBCAL - conhecer a Lei de Comercialização de Alimentos para Lactentes / IBFAN...
NBCAL - conhecer a Lei de Comercialização de Alimentos para Lactentes / IBFAN...NBCAL - conhecer a Lei de Comercialização de Alimentos para Lactentes / IBFAN...
NBCAL - conhecer a Lei de Comercialização de Alimentos para Lactentes / IBFAN...
 
AMAMENTAÇÃO - livro digital para mães e pais do Click Bebê parte I
AMAMENTAÇÃO - livro digital para mães e pais do Click Bebê parte I AMAMENTAÇÃO - livro digital para mães e pais do Click Bebê parte I
AMAMENTAÇÃO - livro digital para mães e pais do Click Bebê parte I
 
Aleitamento Materno: o papel da Atenção Primária
Aleitamento Materno: o papel da Atenção PrimáriaAleitamento Materno: o papel da Atenção Primária
Aleitamento Materno: o papel da Atenção Primária
 
O MATADOR DE BEBÊS - 3a edição / IMIP
O MATADOR DE BEBÊS - 3a edição / IMIP O MATADOR DE BEBÊS - 3a edição / IMIP
O MATADOR DE BEBÊS - 3a edição / IMIP
 
Formulario de Observacao de Mamada: RECÉM NASCIDO PRÉ-TERMO
Formulario de Observacao de Mamada: RECÉM NASCIDO PRÉ-TERMOFormulario de Observacao de Mamada: RECÉM NASCIDO PRÉ-TERMO
Formulario de Observacao de Mamada: RECÉM NASCIDO PRÉ-TERMO
 
Aula de amamentação - Curso de Doulas
Aula de amamentação - Curso de DoulasAula de amamentação - Curso de Doulas
Aula de amamentação - Curso de Doulas
 
Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)
Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)
Album seriado amamentação (Unicef, Min. Saúde)
 
Amamentação - Manejo Clínico / capítulo de livro de Pediatria
Amamentação - Manejo Clínico / capítulo de livro de Pediatria Amamentação - Manejo Clínico / capítulo de livro de Pediatria
Amamentação - Manejo Clínico / capítulo de livro de Pediatria
 
Guia Básico para uma Alimentação de Sucesso - livro by Dr. Gladson
Guia Básico para uma Alimentação de Sucesso - livro by Dr. GladsonGuia Básico para uma Alimentação de Sucesso - livro by Dr. Gladson
Guia Básico para uma Alimentação de Sucesso - livro by Dr. Gladson
 
Cartilha sobre Aleitamento & Covid - UFRJ Macaé
Cartilha sobre Aleitamento & Covid - UFRJ Macaé Cartilha sobre Aleitamento & Covid - UFRJ Macaé
Cartilha sobre Aleitamento & Covid - UFRJ Macaé
 
Amamentação: os direitos da mulher trabalhadora - livro digital SBP
Amamentação: os direitos da mulher trabalhadora - livro digital SBP Amamentação: os direitos da mulher trabalhadora - livro digital SBP
Amamentação: os direitos da mulher trabalhadora - livro digital SBP
 
Salas de Apoio à Amamentação em Empresas: Guia para implantação
Salas de Apoio à Amamentação em Empresas: Guia para implantação Salas de Apoio à Amamentação em Empresas: Guia para implantação
Salas de Apoio à Amamentação em Empresas: Guia para implantação
 
Aleitamento Materno - album seriado do MS/UNICEF
Aleitamento Materno - album seriado do MS/UNICEFAleitamento Materno - album seriado do MS/UNICEF
Aleitamento Materno - album seriado do MS/UNICEF
 
Aleitamento materno
Aleitamento maternoAleitamento materno
Aleitamento materno
 
Aleitamento Materno
Aleitamento Materno Aleitamento Materno
Aleitamento Materno
 

Semelhante a Mães enlutadas podem doar o seu Leite!

Folheto amamentar o seu bebé unicef
Folheto amamentar o seu bebé   unicefFolheto amamentar o seu bebé   unicef
Folheto amamentar o seu bebé unicef
Belinha Vinagre
 
Consultório Amigo da Amamentação - nova iniciativa tem apoio da Sociedade Bra...
Consultório Amigo da Amamentação - nova iniciativa tem apoio da Sociedade Bra...Consultório Amigo da Amamentação - nova iniciativa tem apoio da Sociedade Bra...
Consultório Amigo da Amamentação - nova iniciativa tem apoio da Sociedade Bra...
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Mitos, crendices e verdades sobre o aleitamento materno
Mitos, crendices e verdades sobre o aleitamento maternoMitos, crendices e verdades sobre o aleitamento materno
Mitos, crendices e verdades sobre o aleitamento materno
Silvia Marina Anaruma
 
E-book EuSaúde - Crianças
E-book EuSaúde - CriançasE-book EuSaúde - Crianças
E-book EuSaúde - Crianças
EuSaúde
 
Aleitamento Materno: cartilha para mulheres privadas de liberdade
Aleitamento Materno: cartilha para mulheres privadas de liberdadeAleitamento Materno: cartilha para mulheres privadas de liberdade
Aleitamento Materno: cartilha para mulheres privadas de liberdade
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Cartilha: MULHER TRABALHADORA que AMAMENTA
Cartilha: MULHER TRABALHADORA que AMAMENTACartilha: MULHER TRABALHADORA que AMAMENTA
Cartilha: MULHER TRABALHADORA que AMAMENTA
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Amamentar_Bonus.pdf
Amamentar_Bonus.pdfAmamentar_Bonus.pdf
Amamentar_Bonus.pdf
SanlaCosta1
 
Aleitamento Materno - um guia para toda a família ("e-book")
Aleitamento Materno - um guia para toda a família ("e-book")Aleitamento Materno - um guia para toda a família ("e-book")
Aleitamento Materno - um guia para toda a família ("e-book")
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Mitos e verdades sobre amamentação
Mitos  e verdades sobre amamentaçãoMitos  e verdades sobre amamentação
Mitos e verdades sobre amamentação
Isaque Reis
 
Mulher Trabalhadora que Amamenta - Cartilha
Mulher Trabalhadora que Amamenta - Cartilha Mulher Trabalhadora que Amamenta - Cartilha
Mulher Trabalhadora que Amamenta - Cartilha
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Cartilhasmam
CartilhasmamCartilhasmam
Cartilha para a mãe trabalhadora que amamenta
Cartilha para a mãe trabalhadora que amamentaCartilha para a mãe trabalhadora que amamenta
Cartilha para a mãe trabalhadora que amamenta
Robson Peixoto
 
Cartilha para a mãe trabalhadora que amamenta (1)
Cartilha para a mãe trabalhadora que amamenta (1)Cartilha para a mãe trabalhadora que amamenta (1)
Cartilha para a mãe trabalhadora que amamenta (1)
Robson Peixoto
 
Cartilha mãe trabalhadora que amamenta
Cartilha mãe trabalhadora que amamentaCartilha mãe trabalhadora que amamenta
Cartilha mãe trabalhadora que amamenta
Ministério da Saúde
 
Cartilha mae trabalhadora_amamenta - cópia
Cartilha mae trabalhadora_amamenta - cópiaCartilha mae trabalhadora_amamenta - cópia
Cartilha mae trabalhadora_amamenta - cópia
Rebeca - Doula
 
cartilha_mae_trabalhadora_amamenta
cartilha_mae_trabalhadora_amamentacartilha_mae_trabalhadora_amamenta
cartilha_mae_trabalhadora_amamenta
estrategiabrasileirinhos
 
Saúde da mulher
Saúde da mulherSaúde da mulher
Saúde da mulher
Cms Nunes
 
Amamentar é um direito! Cartilha do Curso de Casais Grávidos - CAARJ
Amamentar é um direito! Cartilha do Curso de Casais Grávidos - CAARJ  Amamentar é um direito! Cartilha do Curso de Casais Grávidos - CAARJ
Amamentar é um direito! Cartilha do Curso de Casais Grávidos - CAARJ
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Iniciativa Consultório Amigo da Amamentação: você conhece?
Iniciativa Consultório Amigo da Amamentação: você conhece? Iniciativa Consultório Amigo da Amamentação: você conhece?
Iniciativa Consultório Amigo da Amamentação: você conhece?
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
album_seriado_aleitamento_materno.pdf
album_seriado_aleitamento_materno.pdfalbum_seriado_aleitamento_materno.pdf
album_seriado_aleitamento_materno.pdf
AnaCardoso680770
 

Semelhante a Mães enlutadas podem doar o seu Leite! (20)

Folheto amamentar o seu bebé unicef
Folheto amamentar o seu bebé   unicefFolheto amamentar o seu bebé   unicef
Folheto amamentar o seu bebé unicef
 
Consultório Amigo da Amamentação - nova iniciativa tem apoio da Sociedade Bra...
Consultório Amigo da Amamentação - nova iniciativa tem apoio da Sociedade Bra...Consultório Amigo da Amamentação - nova iniciativa tem apoio da Sociedade Bra...
Consultório Amigo da Amamentação - nova iniciativa tem apoio da Sociedade Bra...
 
Mitos, crendices e verdades sobre o aleitamento materno
Mitos, crendices e verdades sobre o aleitamento maternoMitos, crendices e verdades sobre o aleitamento materno
Mitos, crendices e verdades sobre o aleitamento materno
 
E-book EuSaúde - Crianças
E-book EuSaúde - CriançasE-book EuSaúde - Crianças
E-book EuSaúde - Crianças
 
Aleitamento Materno: cartilha para mulheres privadas de liberdade
Aleitamento Materno: cartilha para mulheres privadas de liberdadeAleitamento Materno: cartilha para mulheres privadas de liberdade
Aleitamento Materno: cartilha para mulheres privadas de liberdade
 
Cartilha: MULHER TRABALHADORA que AMAMENTA
Cartilha: MULHER TRABALHADORA que AMAMENTACartilha: MULHER TRABALHADORA que AMAMENTA
Cartilha: MULHER TRABALHADORA que AMAMENTA
 
Amamentar_Bonus.pdf
Amamentar_Bonus.pdfAmamentar_Bonus.pdf
Amamentar_Bonus.pdf
 
Aleitamento Materno - um guia para toda a família ("e-book")
Aleitamento Materno - um guia para toda a família ("e-book")Aleitamento Materno - um guia para toda a família ("e-book")
Aleitamento Materno - um guia para toda a família ("e-book")
 
Mitos e verdades sobre amamentação
Mitos  e verdades sobre amamentaçãoMitos  e verdades sobre amamentação
Mitos e verdades sobre amamentação
 
Mulher Trabalhadora que Amamenta - Cartilha
Mulher Trabalhadora que Amamenta - Cartilha Mulher Trabalhadora que Amamenta - Cartilha
Mulher Trabalhadora que Amamenta - Cartilha
 
Cartilhasmam
CartilhasmamCartilhasmam
Cartilhasmam
 
Cartilha para a mãe trabalhadora que amamenta
Cartilha para a mãe trabalhadora que amamentaCartilha para a mãe trabalhadora que amamenta
Cartilha para a mãe trabalhadora que amamenta
 
Cartilha para a mãe trabalhadora que amamenta (1)
Cartilha para a mãe trabalhadora que amamenta (1)Cartilha para a mãe trabalhadora que amamenta (1)
Cartilha para a mãe trabalhadora que amamenta (1)
 
Cartilha mãe trabalhadora que amamenta
Cartilha mãe trabalhadora que amamentaCartilha mãe trabalhadora que amamenta
Cartilha mãe trabalhadora que amamenta
 
Cartilha mae trabalhadora_amamenta - cópia
Cartilha mae trabalhadora_amamenta - cópiaCartilha mae trabalhadora_amamenta - cópia
Cartilha mae trabalhadora_amamenta - cópia
 
cartilha_mae_trabalhadora_amamenta
cartilha_mae_trabalhadora_amamentacartilha_mae_trabalhadora_amamenta
cartilha_mae_trabalhadora_amamenta
 
Saúde da mulher
Saúde da mulherSaúde da mulher
Saúde da mulher
 
Amamentar é um direito! Cartilha do Curso de Casais Grávidos - CAARJ
Amamentar é um direito! Cartilha do Curso de Casais Grávidos - CAARJ  Amamentar é um direito! Cartilha do Curso de Casais Grávidos - CAARJ
Amamentar é um direito! Cartilha do Curso de Casais Grávidos - CAARJ
 
Iniciativa Consultório Amigo da Amamentação: você conhece?
Iniciativa Consultório Amigo da Amamentação: você conhece? Iniciativa Consultório Amigo da Amamentação: você conhece?
Iniciativa Consultório Amigo da Amamentação: você conhece?
 
album_seriado_aleitamento_materno.pdf
album_seriado_aleitamento_materno.pdfalbum_seriado_aleitamento_materno.pdf
album_seriado_aleitamento_materno.pdf
 

Mais de Prof. Marcus Renato de Carvalho

Amamentação e Alimentação de lactentes em desastres ambientais
Amamentação e Alimentação de lactentes em desastres ambientaisAmamentação e Alimentação de lactentes em desastres ambientais
Amamentação e Alimentação de lactentes em desastres ambientais
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Novas diretrizes da OMS para os cuidados perinatais de mais qualidade
Novas diretrizes da OMS para os cuidados perinatais de mais qualidadeNovas diretrizes da OMS para os cuidados perinatais de mais qualidade
Novas diretrizes da OMS para os cuidados perinatais de mais qualidade
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Como evitar Conflito de Interesses em iniciativas de alimentação?
Como evitar Conflito de Interesses em iniciativas de alimentação?Como evitar Conflito de Interesses em iniciativas de alimentação?
Como evitar Conflito de Interesses em iniciativas de alimentação?
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Relatório da OMS / Unicef / IBFAN sobre a situação do Código Internacional de...
Relatório da OMS / Unicef / IBFAN sobre a situação do Código Internacional de...Relatório da OMS / Unicef / IBFAN sobre a situação do Código Internacional de...
Relatório da OMS / Unicef / IBFAN sobre a situação do Código Internacional de...
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUSHomens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades PúblicasAlimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Aplicativo aleitamento: apoio na palma das mãos
Aplicativo aleitamento: apoio na palma das mãosAplicativo aleitamento: apoio na palma das mãos
Aplicativo aleitamento: apoio na palma das mãos
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Amamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCC
Amamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCCAmamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCC
Amamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCC
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
PRINCÍPIOS de YOGYAKARTA: Direitos humanos para a população LGBTQIA+
PRINCÍPIOS de YOGYAKARTA: Direitos humanos para a população LGBTQIA+PRINCÍPIOS de YOGYAKARTA: Direitos humanos para a população LGBTQIA+
PRINCÍPIOS de YOGYAKARTA: Direitos humanos para a população LGBTQIA+
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Amamentação X Indústria de fórmulas infantis no Brasil
Amamentação X Indústria de fórmulas infantis no BrasilAmamentação X Indústria de fórmulas infantis no Brasil
Amamentação X Indústria de fórmulas infantis no Brasil
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Relatório: SITUAÇÃO GLOBAL DE AMAMENTAÇÃO 2023
Relatório: SITUAÇÃO GLOBAL DE AMAMENTAÇÃO  2023Relatório: SITUAÇÃO GLOBAL DE AMAMENTAÇÃO  2023
Relatório: SITUAÇÃO GLOBAL DE AMAMENTAÇÃO 2023
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Seu local de trabalho apoia a Amamentação?
Seu local de trabalho apoia a Amamentação?Seu local de trabalho apoia a Amamentação?
Seu local de trabalho apoia a Amamentação?
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Leite Humano atua na modulação microbiana
Leite Humano atua na modulação microbianaLeite Humano atua na modulação microbiana
Leite Humano atua na modulação microbiana
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Manejo Ampliado / Livro "Amamentação - bases científicas"
Manejo Ampliado  / Livro "Amamentação - bases científicas" Manejo Ampliado  / Livro "Amamentação - bases científicas"
Manejo Ampliado / Livro "Amamentação - bases científicas"
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
OMS: Diretrizes para um controle da promoção comercial dos ditos substitutos ...
OMS: Diretrizes para um controle da promoção comercial dos ditos substitutos ...OMS: Diretrizes para um controle da promoção comercial dos ditos substitutos ...
OMS: Diretrizes para um controle da promoção comercial dos ditos substitutos ...
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
OMS: Diretrizes para a Alimentação Complementar Saudável para Lactentes
OMS: Diretrizes para a Alimentação Complementar Saudável para LactentesOMS: Diretrizes para a Alimentação Complementar Saudável para Lactentes
OMS: Diretrizes para a Alimentação Complementar Saudável para Lactentes
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Por políticas públicas de saúde e promoção da paternidade
Por políticas públicas de saúde e promoção da paternidadePor políticas públicas de saúde e promoção da paternidade
Por políticas públicas de saúde e promoção da paternidade
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
FIGO recomenda a Amamentação na 1a. hora de vida
FIGO recomenda a Amamentação na 1a. hora de vidaFIGO recomenda a Amamentação na 1a. hora de vida
FIGO recomenda a Amamentação na 1a. hora de vida
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Consulta Pediátrica Pré-Natal: atualização SBP
Consulta Pediátrica Pré-Natal: atualização SBPConsulta Pediátrica Pré-Natal: atualização SBP
Consulta Pediátrica Pré-Natal: atualização SBP
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 

Mais de Prof. Marcus Renato de Carvalho (20)

Amamentação e Alimentação de lactentes em desastres ambientais
Amamentação e Alimentação de lactentes em desastres ambientaisAmamentação e Alimentação de lactentes em desastres ambientais
Amamentação e Alimentação de lactentes em desastres ambientais
 
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
 
Novas diretrizes da OMS para os cuidados perinatais de mais qualidade
Novas diretrizes da OMS para os cuidados perinatais de mais qualidadeNovas diretrizes da OMS para os cuidados perinatais de mais qualidade
Novas diretrizes da OMS para os cuidados perinatais de mais qualidade
 
Como evitar Conflito de Interesses em iniciativas de alimentação?
Como evitar Conflito de Interesses em iniciativas de alimentação?Como evitar Conflito de Interesses em iniciativas de alimentação?
Como evitar Conflito de Interesses em iniciativas de alimentação?
 
Relatório da OMS / Unicef / IBFAN sobre a situação do Código Internacional de...
Relatório da OMS / Unicef / IBFAN sobre a situação do Código Internacional de...Relatório da OMS / Unicef / IBFAN sobre a situação do Código Internacional de...
Relatório da OMS / Unicef / IBFAN sobre a situação do Código Internacional de...
 
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUSHomens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
 
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades PúblicasAlimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
 
Aplicativo aleitamento: apoio na palma das mãos
Aplicativo aleitamento: apoio na palma das mãosAplicativo aleitamento: apoio na palma das mãos
Aplicativo aleitamento: apoio na palma das mãos
 
Amamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCC
Amamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCCAmamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCC
Amamentação: motricidade oral e repercussões sistêmicas - TCC
 
PRINCÍPIOS de YOGYAKARTA: Direitos humanos para a população LGBTQIA+
PRINCÍPIOS de YOGYAKARTA: Direitos humanos para a população LGBTQIA+PRINCÍPIOS de YOGYAKARTA: Direitos humanos para a população LGBTQIA+
PRINCÍPIOS de YOGYAKARTA: Direitos humanos para a população LGBTQIA+
 
Amamentação X Indústria de fórmulas infantis no Brasil
Amamentação X Indústria de fórmulas infantis no BrasilAmamentação X Indústria de fórmulas infantis no Brasil
Amamentação X Indústria de fórmulas infantis no Brasil
 
Relatório: SITUAÇÃO GLOBAL DE AMAMENTAÇÃO 2023
Relatório: SITUAÇÃO GLOBAL DE AMAMENTAÇÃO  2023Relatório: SITUAÇÃO GLOBAL DE AMAMENTAÇÃO  2023
Relatório: SITUAÇÃO GLOBAL DE AMAMENTAÇÃO 2023
 
Seu local de trabalho apoia a Amamentação?
Seu local de trabalho apoia a Amamentação?Seu local de trabalho apoia a Amamentação?
Seu local de trabalho apoia a Amamentação?
 
Leite Humano atua na modulação microbiana
Leite Humano atua na modulação microbianaLeite Humano atua na modulação microbiana
Leite Humano atua na modulação microbiana
 
Manejo Ampliado / Livro "Amamentação - bases científicas"
Manejo Ampliado  / Livro "Amamentação - bases científicas" Manejo Ampliado  / Livro "Amamentação - bases científicas"
Manejo Ampliado / Livro "Amamentação - bases científicas"
 
OMS: Diretrizes para um controle da promoção comercial dos ditos substitutos ...
OMS: Diretrizes para um controle da promoção comercial dos ditos substitutos ...OMS: Diretrizes para um controle da promoção comercial dos ditos substitutos ...
OMS: Diretrizes para um controle da promoção comercial dos ditos substitutos ...
 
OMS: Diretrizes para a Alimentação Complementar Saudável para Lactentes
OMS: Diretrizes para a Alimentação Complementar Saudável para LactentesOMS: Diretrizes para a Alimentação Complementar Saudável para Lactentes
OMS: Diretrizes para a Alimentação Complementar Saudável para Lactentes
 
Por políticas públicas de saúde e promoção da paternidade
Por políticas públicas de saúde e promoção da paternidadePor políticas públicas de saúde e promoção da paternidade
Por políticas públicas de saúde e promoção da paternidade
 
FIGO recomenda a Amamentação na 1a. hora de vida
FIGO recomenda a Amamentação na 1a. hora de vidaFIGO recomenda a Amamentação na 1a. hora de vida
FIGO recomenda a Amamentação na 1a. hora de vida
 
Consulta Pediátrica Pré-Natal: atualização SBP
Consulta Pediátrica Pré-Natal: atualização SBPConsulta Pediátrica Pré-Natal: atualização SBP
Consulta Pediátrica Pré-Natal: atualização SBP
 

Mães enlutadas podem doar o seu Leite!

  • 1. Doaçãodeleitepor mãesenlutadas 16 98135 3685 Realização: Grupo Transformação Textos: Natália Mundim Tôrres e Aracelli Moreira Ilustração: Luiz Ricardo de Almeida @grupotransformacao grupotransformacao.com.br @transformacaoararaquara contato@grupotransformacao.com.br grupodeapoioàperdagestacionaleneonatal Panf_Perla_v6_frente_grafica.pdf 1 29/11/2020 11:20:34
  • 2. Nas situações em que o óbito do seu bebê ocorra a partir de 20 semanas de gestação ou após o nascimento, pode haver produção e liberação de leite materno. Essa condição é chamada de apojadura e acontecerá independente- mente do estímulo por meio da sucção. Existem duas possibilidades neste caso, e a equipe de saúde deve te orientar a respeito: a secagem do leite ou a sua doação. No caso da secagem: É preciso tomar uma medicação (sob orientação médica) e provavelmente será recomendado o enfaixamento das mamas. Se essa for sua opção, procure saber por quanto tempo deverá realizar esse procedimento. Pode ser necessário mais de um comprimido do medicamento e levar algum tempo para o leite secar. Você deve ficar atenta caso apareçam sinais de ingurgitamento ou mastite, procurando atendimento médico, caso ocorra. Caso sua opção seja pela doação do leite, é necessário saber de algumas informações: Procure o Banco de Leite mais próximo de sua residência para realizar um cadastro como doadora. Serão solicitados exames de sangue que atestem suas condições de saúde para que possa doar o leite. Peça orientações a respeito dos métodos de ordenha e dos sinais que deve observar para evitar ingurgitamentos e mastites. Verifique a possibilidade da equipe do banco de leite ir rotineiramente até a sua casa para realizar as coletas dos frascos, evitando assim que você tenha que ir ao estabelecimento. Caso você se depare com algum tipo de impedimento para realizar sua doação de leite, saiba que você está legalmente respaldada e que pode exigir o seu direito. Apesar da resolução que regulamenta o funcionamento de bancos de leite humano no Brasil (Resolução-RDC nº 171, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA) não prever de maneira explícita essa possibilidade, a própria ANVISA emitiu em março de 2020 uma nota técnica (nº 22/2020), esclarecendo que “a Resolução não proíbe a doação de Leite Humano proveniente da mãe que está passando pelo luto de seu filho lactente, caso os outros requisitos sanitários descritos na norma estejam contemplados”. Ainda que algumas pessoas acreditem que a manutenção da lactação possa levar a um processo de prolongamento do luto, não existem comprovações científicas para tal crença. A possibilidade de realizar uma ação de tamanha relevância e ainda se vincular ao seu filho(a) falecido(a), honrando a sua vida de uma forma tão nobre, pode sim oferecer a você um auxílio na elaboração do processo pela perda de seu bebê. Lembre-se de que cada mãe tem sua própria maneira de passar pelo luto, portanto, cabe a você escolher o que mais faz sentido ao seu momento! Os bancos de leite humano são instituições que atuam na coleta, processamento, controle de qualidade e distribuição do leite recebido via doação. Doação essa que deve ser volun- tária, altruísta e não remunerada, conforme estabelece a Resolução RDC nº 171, que dispõe sobre o regulamento técnico para o funcionamento de Bancos de Leite Humano. Essa mesma Resolução não prevê de forma explícita a doação de leite por mães que tenham perdido seus bebês, o que muitas vezes pode gerar uma má interpretação de que elas não possam fazê-la. No entanto, em março de 2020 foi divulgada uma nota técnica da ANVISA (nº 22/2020), atestando que não há proibição para a doação de leite por mães enlutadas, desde que atendam aos requisitos sanitários. Portanto, atenção: Caso uma mãe enlutada procure pelo Banco de Leite, recebam-na com carinho, ouçam a sua história com atenção. Se ela tem o desejo de realizar a doação de seu leite, precisa ser acolhida como qualquer outra mãe doadora. Orientem a mãe a respeito de todo o processo das ordenhas e dos sinais que ela precisa observar para que não tenha problemas de ingurgitamento, nem mastite. Façam o cadastro dela para que a equipe do Banco de Leite possa recolher o leite em sua casa e que ela não precise realizar as ordenhas no próprio estabelecimento, evitando assim encontrar mães com seus bebês recém-- nascidos. Se a mãe enlutada precisar coletar o leite no Banco, se possível, garantam que ela o faça em uma sala separada das outras mães. De tempos em tempos, façam contato por telefone ou vão até a casa dessa mãe enlutada para ter informações de seu estado físico e psicológico. A doação de leite por mães enlutadas pode auxiliar no processo de elaboração do luto, sendo um ato de amor e de altruísmo. Uma mãe que realiza a doação do leite de seu bebê falecido está honrando a existência de seu filho. Assim, essas mulheres merecem toda a atenção e acolhimento que vocês puderem oferecê-la. AosProfissionaisde BancosdeLeite ÀMãequepassouporperda gestacionalouneonatal AosProfissionais deSaúde Certamente, como profissionais de saúde, vocês já se depara- ram com casos de perdas gestacionais e neonatais. Situações desse tipo, apesar de frequentes, são extremamente delicadas e deman- dam do profissional uma sensibilidade aguçada para que consiga acolher de forma adequada à mãe e à família que passaram pela perda. É importante garantir informações de qualidade a essa mãe e respeitar as suas escolhas. As mães que passam por perdas gestacionais a partir de 20 semanas e aquelas que seus bebês venham a falecer pouco tempo após o nascimento passarão pelo processo de apojadura, que é a descida do leite, mesmo sem o estímulo de sucção do seu bebê. Essa questão precisa de uma assistência cuidadosa da equipe de saúde, para que a mãe, que já está passando por uma dor dilaceran- te, não sofra ainda mais. Existem duas possibilidades neste caso: Secar o leite ou realizar a doação desse leite. Independente- mente da escolha, é preciso garantir que a mãe tenha informações de qualidade sobre os dois procedimentos para que ela possa decidir qual deles será o mais adequado para a sua realidade. Para se proceder com a secagem do leite, é recomendado o uso de medicamento e muitas vezes é realizado o enfaixamento das mamas. Faz-se necessário informar à mãe sobre o período em que precisará tomar a medicação e manter as mamas enfaixadas, sendo que cada caso demandará um tempo distinto, já que cada mulher é única. É relevante orientar essa mulher sobre sinais que ela pode apresentar, como por exemplo ingurgitamento ou mastite, para os quais ela deverá procurar atendimento médico. Para se realizar a doação do leite, a mãe precisará ser orientada a respeito da maneira mais eficiente para se ordenhar o leite e terá que fazer um cadastro no banco de leite mais próximo de sua residência. Também é preciso orientá-la a respeito da possibilida- de de ocorrer ingurgitamento mamário ou mastite. O ideal é que essa mãe seja acompanhada por uma equipe que possa avaliar suas condições psicológicas e físicas para realizar a doação do leite. Apesar desse ato poder ser muito positivo na elaboração do luto, cada mãe deverá avaliar qual opção será mais viável para o seu caso. A doação de leite é um direito, caso seja a vontade da mãe, e, ainda que exista alguma resistência por parte da equipe ou do banco de leite, seu direito precisa ser garantido. Panf_Perla_v6 verso_grafica.pdf 1 29/11/2020 11:19:41