SlideShare uma empresa Scribd logo
Obs1- Apenas as ondas transversais podem ser
polarizadas.
Obs2- A luz pode sofrer polarização o som não.
Tipos:
 Construtiva  Destrutiva
AR = A1 + A2
A2
AR = A1 - A2
AR
A2
AR
A1
A1
Nó
Ventre
λ
Fuso
As ondas estacionárias estão presentes nas mais
cotidianas situações. O simples vibrar da corda de um violão
pode configurar o fenômeno em tela. Uma corda, de massa m
= 240 g e de comprimento L = 1,2 m. A frequencia
fundamental de vibração desta corda é de 50 hz.
Com base na figura a cima as ondas que dão origem ao
estado estacionário em questão possuem velocidade mais
próxima de:
a) 60m/s b) 80m/s c) 100m/s d) 120m/s e) 140 m/s
O sonar (do inglês Sound Navigation and Ranging ou
“Navegação e Determinação da Distância pelo Som”) é um
instrumento de larga aplicação na navegação, na pesca, no
estudo e pesquisa dos oceanos e estudos atmosféricos.
Fazendo o uso de ondas sonoras o sonar emite pulsos que
sofrem reflexão no fundo do oceano e a partir do tempo
que eles demoram para retornar pode-se estimar a
distância da fonte emissora ao obstáculo. O sonar
funciona basicamente como um radar, porém usa pulsos
sonoros no lugar das ondas de rádio (que se propagam
apenas alguns poucos metros sob a água).
São características das ondas usadas no sonar que
também estão presentes nas ondas do radar a existência
de:
TextoInformativo.1ºParag.2ºParag.
Campos elétricos e magnéticos oscilantes,
perpendiculares entre si e que oscilam em concordância
de fase
Um perpendicularismo entre as direções de vibração e
de propagação das ondas
Uma manutenção da velocidade, do comprimento de onda
e da frequência após sofrerem reflexão
Necessidade da existência de um meio material para que
a onda possa se propagar
Liberdade para se propagar em apenas duas dimensões
São características das ondas usadas no sonar que
também estão presentes nas ondas do radar a existência
de:
Comando
Verbal.
a)
b)
c)
d)
e)

Um garoto passeia de carro com seu pai pela cidade, ao
ouvir o rádio, percebe que a estação de rádio preferida, a 94,9
FM, que opera na banda de mega-hertz, tem seu sinal de
transmissão superposto pela transmissão de uma rádio pirata,
de mesma frequência, que interfere no sinal da emissora do
centro em algumas regiões da cidade.
Considerando a situação apresentada, a rádio pirata
interfere no sinal da emissora do centro devido a:
a) Atenuação promovida pelo ar nas radiações emitidas.
b) Maior amplitude da radiação emitida pela estação do centro.
c) Diferença de intensidade entre as fontes emissoras de
ondas.
d) Maior potencia de transmissão das ondas da emissora pirata
e) Semelhança dos comprimentos de onda da radiação emitida
Competência de área 6 – Apropriar-se de conhecimentos da física para, em situações
problema, interpretar, avaliar ou planejar intervenções científico tecnológicas.
H22 – Compreender fenômenos decorrentes da interação entre a radiação e a matéria
em suas manifestações em processos naturais ou tecnológicos, ou em suas implicações
biológicas, sociais, econômicas ou ambientais.
Uma equipe de cientistas lançará uma expedição ao
Titanic para criar um detalhado mapa 3D que “vai
tirar, virtualmente, o Titanic do fundo do mar para
o público”. A expedição ao local, a 4 quilômetros de
profundidade no Oceano Atlântico, está sendo
apresentada como a mais sofisticada expedição
científica ao Titanic. Ela utilizará tecnologias de
imagem e sonar que nunca tinha sido aplicadas ao
navio, para obter o mais completo inventário de seu
conteúdo. Esta complementação é necessária em
razão das condições do navio, naufragado há um
século.
No problema apresentado para gerar imagens
através de camadas de sedimentos depositados no navio,
o sonar é mais adequado, pois a
a) propagação da luz na água ocorre a uma velocidade
maior que a do som neste meio.
b) absorção da luz ao longo de uma camada de água é
facilitada enquanto a absorção do som não.
c) refração da luz a uma grande profundidade acontece
com uma intensidade menor que a do som.
d) atenuação da luz nos materiais analisados é distinta
da atenuação de som nestes mesmos materiais.
e) reflexão da luz nas camadas de sedimentos é menos
intensa do que a reflexão do som neste material.
Significado de Atenuação: s.f. Ato ou efeito de atenuar. Redução da
intensidade de; enfraquecimento ou limitação; redução da intensidade
de uma onda ao atravessar de um meio para outro.
Sinônimos de atenuação: Decrescimento, diminuição, enfraquecimento.
Absorvida
Incidente Responsáveis pela
atenuação
Nossa pele possui células que reagem à incidência de
luz ultravioleta e produzem uma substância chamada
melanina, responsável pela pigmentação da pele. Pensando
em se bronzear, uma garota vestiu um biquíni, acendeu a
luz de seu quarto e deitou-se exatamente abaixo da
lâmpada incandescente. Após várias horas ela percebeu que
não conseguiu resultado algum. O bronzeamente não
ocorreu porque a luz emitida pela lâmpada incandescente é
de
a) baixa intensidade.
b) baixa frequência.
c) um espectro contínuo.
d) amplitude inadequada.
e) curto comprimento de onda.
As ondas eletromagnéticas, como a luz visível e as
ondas de rádio, viajam em linha reta em um meio
homogêneo. Então, as ondas de rádio emitidas na região
litorânea do Brasil não alcançariam a região amazônica
do Brasil por causa da curvatura da Terra. Entretanto
sabemos que é possível transmitir ondas de rádio entre
essas localidades devido à ionosfera. Com ajuda da
ionosfera, a transmissão de ondas planas entre o litoral
do Brasil e a região amazônica é possível por meio da
a) reflexão.
b) Refração.
c) difração.
d) polarização.
e) interferência.
Uma manifestação comum das torcidas em estádios de
futebol é a ola mexicana. Os espectadores de uma linha, sem sair do
lugar e sem se deslocarem lateralmente, ficam de pé e se sentam,
sincronizados com os da linha adjacente. O efeito coletivo se propaga
pelos espectadores do estádio, formando uma onda progressiva,
conforme ilustração
Calcula-se que a velocidade de propagação dessa “onda humana”
é 45 km/h e que cada período de oscilação contém 16 pessoas, que se
levantam e sentam organizadamente distanciadas entre si por 80 cm.
Disponível em: www.ufsm.br. Acesso em 7 dez. 2012 (adaptado)
Nessa ola mexicana, a frequência da onda, em hertz, é um
valor mais próximo de:
a) 0,3. b) 0,5. c) 1,0. d) 1,9. e) 3,7.
O progresso da tecnologia introduziu diversos artefatos geradores de campos
eletromagnéticos. Uma das mais empregadas invenções nessa área são os
telefones celulares e smartphones. As tecnologias de transmissão de celular
atualmente em uso no Brasil contemplam dois sistemas. O primeiro deles é
operado entre as frequências de 800 MHz e 900 MHz e constitui os chamados
sistemas TDMA/CDMA. Já a tecnologia GSM ocupa a frequência de 1.800 MHz.
Considerando que a intensidade de transmissão e o nível de recepção “celular”
sejam os mesmos para as tecnologias de transmissão TDMA/CDMA ou GSM, se um
engenheiro tiver de escolher entre as duas tecnologias para obter a mesma
cobertura, levando em consideração apenas o número de antenas em uma região,
ele deverá escolher:
a. a tecnologia GSM, pois é a que opera com ondas de maior comprimento de
onda.
b. a tecnologia TDMA/CDMA, pois é a que apresenta efeito Doppler mais
pronunciado.
c. a tecnologia GSM, pois é a que utiliza ondas que se propagam com maior
velocidade.
d. qualquer uma das duas, pois as diferenças nas frequências são compensadas
pelas diferenças nos comprimentos de onda.
e. qualquer uma das duas, pois nesse caso as intensidades decaem igualmente,
independentemente da frequência.
O progresso da tecnologia introduziu diversos artefatos geradores de campos
eletromagnéticos. Uma das mais empregadas invenções nessa área são os
telefones celulares e smartphones. As tecnologias de transmissão de celular
atualmente em uso no Brasil contemplam dois sistemas. O primeiro deles é
operado entre as frequências de 800 MHz e 900 MHz e constitui os chamados
sistemas TDMA/CDMA. Já a tecnologia GSM ocupa a frequência de 1.800 MHz.
Considerando que a intensidade de transmissão e o nível de recepção “celular”
sejam os mesmos para as tecnologias de transmissão TDMA/CDMA ou GSM, se um
engenheiro tiver de escolher entre as duas tecnologias para obter a mesma
cobertura, levando em consideração apenas o número de antenas em uma região,
ele deverá escolher:
a. a tecnologia GSM, pois é a que opera com ondas de maior comprimento de
onda.
b. a tecnologia TDMA/CDMA, pois é a que apresenta efeito Doppler mais
pronunciado.
c. a tecnologia GSM, pois é a que utiliza ondas que se propagam com maior
velocidade.
d. qualquer uma das duas, pois as diferenças nas frequências são compensadas
pelas diferenças nos comprimentos de onda.
e. qualquer uma das duas, pois nesse caso as intensidades decaem igualmente,
independentemente da frequência.

I = Pot
A
= Pot
π.d2
Um grupo de cientistas liderado por pesquisadores do Instituto de Tecnologia da
Califórnia (Caltech), nos Estados Unidos, construiu o primeiro metamaterial que
apresenta valor negativo do índice de refração relativo para a luz visível.
Denomina-se metamaterial um material óptico artificial, tridimensional, formado
por pequenas estruturas menores do que o comprimento de onda da luz, o que lhe
dá propriedades e comportamentos que não são encontrados em materiais
naturais. Esse material tem sido chamado de “canhoto”.
Considerando o comportamento atípico desse metamaterial, qual é a
figura que representa a refração da luz ao passar do ar para esse meio?.

A tomografia computadorizada
é um exame indolor, capaz de obter
imagens em tons de cinza de “fatias”
de partes do corpo ou de órgãos. As
principais desvantagens da tomografia
computadorizada residem no fato de
utilizar radiação maior que uma radiografia tradicional. Já a
ultrassonografia ou ecografia é um método diagnóstico que
aproveita o eco produzido pelo som para ver as reflexões
produzidas pelas estruturas e órgãos do corpo humano.
Uma vantagem da utilização do
ultrassom em relação à tomografia
computadorizada está relacionada ao
fato de:
Uma vantagem da utilização do ultrassom em relação à
tomografia computadorizada num exame pré-natal está
relacionada ao fato de:
As ondas usadas no ultrassom, por serem
eletromagnéticas, são capazes de produzir imagens com
maior resolução que os raios x
As ondas usadas na tomografia computadorizada por
serem de baixa frequência não geram imagens nítidas
Por se tratar de uma radiação não ionizante o ultrassom
pode ser repetido diversas vezes sem gerar nenhum mal ao
feto ou à gestante num exame pré-natal.
Os raios x sendo formado por dois campos, um elétrico e
outro magnético, paralelos entre si podem produzir câncer
caso repetido diversas vezes
Os raios x sendo ondas transversais são altamente
cancerígenos se usados em demasia
a)
b)
c)
d)
e)

Mendel pdfAula de ondas do turbo enem

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ondas cris
Ondas crisOndas cris
Ondas cris
cristbarb
 
Ondulatória comprimento, frequência, amplitude e período de uma onda
Ondulatória comprimento, frequência, amplitude e período de uma ondaOndulatória comprimento, frequência, amplitude e período de uma onda
Ondulatória comprimento, frequência, amplitude e período de uma onda
Giovane Silva
 
Ondas Eletromagnéticas - Microondas
Ondas Eletromagnéticas - MicroondasOndas Eletromagnéticas - Microondas
Ondas Eletromagnéticas - Microondas
Ana Luiza Panzera
 
02 exercicios 2 ano-ondas
02 exercicios 2 ano-ondas02 exercicios 2 ano-ondas
02 exercicios 2 ano-ondas
Pedro Mateus
 
Caderno de exercícios de ciências da natureza e suas tecnologias
Caderno de exercícios de ciências da natureza e suas tecnologiasCaderno de exercícios de ciências da natureza e suas tecnologias
Caderno de exercícios de ciências da natureza e suas tecnologias
Homero Alves de Lima
 
Física - Módulo 8 - Ondas - Resolução de Exercícios - www.CentroApoio.com
Física - Módulo 8 - Ondas - Resolução de Exercícios - www.CentroApoio.comFísica - Módulo 8 - Ondas - Resolução de Exercícios - www.CentroApoio.com
Física - Módulo 8 - Ondas - Resolução de Exercícios - www.CentroApoio.com
Vídeo Aulas Apoio
 
2 em exercicios-ondas
2 em exercicios-ondas2 em exercicios-ondas
2 em exercicios-ondas
Emerson Assis
 
Física - Módulo 9 - Propriedades das Ondas Sonoras - Resolução de Exercícios ...
Física - Módulo 9 - Propriedades das Ondas Sonoras - Resolução de Exercícios ...Física - Módulo 9 - Propriedades das Ondas Sonoras - Resolução de Exercícios ...
Física - Módulo 9 - Propriedades das Ondas Sonoras - Resolução de Exercícios ...
Vídeo Aulas Apoio
 
Revisão Acústica - Física Total
Revisão Acústica - Física TotalRevisão Acústica - Física Total
Revisão Acústica - Física Total
tioivys
 
20100611015158 ondas 301 (1)
20100611015158 ondas 301 (1)20100611015158 ondas 301 (1)
20100611015158 ondas 301 (1)
Escola
 
Rede sem fio - Radiofrequência
Rede sem fio - RadiofrequênciaRede sem fio - Radiofrequência
Rede sem fio - Radiofrequência
euClaudio99
 
Fisica 02 - Ondas Sonoras
Fisica 02 - Ondas SonorasFisica 02 - Ondas Sonoras
Fisica 02 - Ondas Sonoras
Walmor Godoi
 
Ondas sonoras e ondas luminosas
Ondas sonoras e ondas luminosasOndas sonoras e ondas luminosas
Ondas sonoras e ondas luminosas
gugalx
 
Aula de ondas sonoras
Aula de ondas sonorasAula de ondas sonoras
Aula de ondas sonoras
tiowans
 
27 transmissão da informação
27  transmissão da informação27  transmissão da informação
27 transmissão da informação
Bruno De Siqueira Costa
 
Psa 13 comunicações a longas distancias
Psa 13   comunicações a longas distanciasPsa 13   comunicações a longas distancias
Psa 13 comunicações a longas distancias
Fisica-Quimica
 
Comunicacao LongasDistancias
Comunicacao LongasDistanciasComunicacao LongasDistancias
Comunicacao LongasDistancias
PauloMaiaCampos
 

Mais procurados (17)

Ondas cris
Ondas crisOndas cris
Ondas cris
 
Ondulatória comprimento, frequência, amplitude e período de uma onda
Ondulatória comprimento, frequência, amplitude e período de uma ondaOndulatória comprimento, frequência, amplitude e período de uma onda
Ondulatória comprimento, frequência, amplitude e período de uma onda
 
Ondas Eletromagnéticas - Microondas
Ondas Eletromagnéticas - MicroondasOndas Eletromagnéticas - Microondas
Ondas Eletromagnéticas - Microondas
 
02 exercicios 2 ano-ondas
02 exercicios 2 ano-ondas02 exercicios 2 ano-ondas
02 exercicios 2 ano-ondas
 
Caderno de exercícios de ciências da natureza e suas tecnologias
Caderno de exercícios de ciências da natureza e suas tecnologiasCaderno de exercícios de ciências da natureza e suas tecnologias
Caderno de exercícios de ciências da natureza e suas tecnologias
 
Física - Módulo 8 - Ondas - Resolução de Exercícios - www.CentroApoio.com
Física - Módulo 8 - Ondas - Resolução de Exercícios - www.CentroApoio.comFísica - Módulo 8 - Ondas - Resolução de Exercícios - www.CentroApoio.com
Física - Módulo 8 - Ondas - Resolução de Exercícios - www.CentroApoio.com
 
2 em exercicios-ondas
2 em exercicios-ondas2 em exercicios-ondas
2 em exercicios-ondas
 
Física - Módulo 9 - Propriedades das Ondas Sonoras - Resolução de Exercícios ...
Física - Módulo 9 - Propriedades das Ondas Sonoras - Resolução de Exercícios ...Física - Módulo 9 - Propriedades das Ondas Sonoras - Resolução de Exercícios ...
Física - Módulo 9 - Propriedades das Ondas Sonoras - Resolução de Exercícios ...
 
Revisão Acústica - Física Total
Revisão Acústica - Física TotalRevisão Acústica - Física Total
Revisão Acústica - Física Total
 
20100611015158 ondas 301 (1)
20100611015158 ondas 301 (1)20100611015158 ondas 301 (1)
20100611015158 ondas 301 (1)
 
Rede sem fio - Radiofrequência
Rede sem fio - RadiofrequênciaRede sem fio - Radiofrequência
Rede sem fio - Radiofrequência
 
Fisica 02 - Ondas Sonoras
Fisica 02 - Ondas SonorasFisica 02 - Ondas Sonoras
Fisica 02 - Ondas Sonoras
 
Ondas sonoras e ondas luminosas
Ondas sonoras e ondas luminosasOndas sonoras e ondas luminosas
Ondas sonoras e ondas luminosas
 
Aula de ondas sonoras
Aula de ondas sonorasAula de ondas sonoras
Aula de ondas sonoras
 
27 transmissão da informação
27  transmissão da informação27  transmissão da informação
27 transmissão da informação
 
Psa 13 comunicações a longas distancias
Psa 13   comunicações a longas distanciasPsa 13   comunicações a longas distancias
Psa 13 comunicações a longas distancias
 
Comunicacao LongasDistancias
Comunicacao LongasDistanciasComunicacao LongasDistancias
Comunicacao LongasDistancias
 

Destaque

Vetores 2016
Vetores 2016Vetores 2016
Vetores 2016
Marcelo Ipiau
 
Sugestão de atividades para próxima prova
Sugestão de atividades para próxima provaSugestão de atividades para próxima prova
Sugestão de atividades para próxima prova
Marcelo Ipiau
 
Introdução à eletricidade
Introdução à eletricidadeIntrodução à eletricidade
Introdução à eletricidade
Marcelo Ipiau
 
Sugestão de questões para a prova do dia 14/09
Sugestão de questões para a prova do dia 14/09Sugestão de questões para a prova do dia 14/09
Sugestão de questões para a prova do dia 14/09
Marcelo Ipiau
 
Sugestão de exercícios
Sugestão de exercíciosSugestão de exercícios
Sugestão de exercícios
Marcelo Ipiau
 
Sugestão de exercícios para prova do dia 10/08
Sugestão de exercícios para prova do dia 10/08Sugestão de exercícios para prova do dia 10/08
Sugestão de exercícios para prova do dia 10/08Marcelo Ipiau
 
Sugestão de questões de trabalho e energia
Sugestão de questões de trabalho e energiaSugestão de questões de trabalho e energia
Sugestão de questões de trabalho e energia
Marcelo Ipiau
 
Conceito de força e inércia
Conceito de força e inérciaConceito de força e inércia
Conceito de força e inércia
Marcelo Ipiau
 
mol, massa molar,etc
mol, massa molar,etcmol, massa molar,etc
mol, massa molar,etc
Fábio Oisiovici
 
Orientação para a 2 prova (Disponível para download)
Orientação para a 2 prova (Disponível para download)Orientação para a 2 prova (Disponível para download)
Orientação para a 2 prova (Disponível para download)
Marcelo Ipiau
 
Roteiro básico - Domínio Amazônico
Roteiro básico - Domínio AmazônicoRoteiro básico - Domínio Amazônico
Roteiro básico - Domínio Amazônico
Rogério Bartilotti
 
Bacias Secundárias do Brasil
Bacias Secundárias do BrasilBacias Secundárias do Brasil
Bacias Secundárias do Brasil
Rogério Bartilotti
 
Como analisar um climograma
Como analisar um climogramaComo analisar um climograma
Como analisar um climograma
Rogério Bartilotti
 
Focos de tensão na Áfrcia
Focos de tensão na ÁfrciaFocos de tensão na Áfrcia
Focos de tensão na Áfrcia
Rogério Bartilotti
 
Bacia do São Francisco
Bacia do São FranciscoBacia do São Francisco
Bacia do São Francisco
Rogério Bartilotti
 
Treinamento - Meio Ambiente
Treinamento - Meio AmbienteTreinamento - Meio Ambiente
Treinamento - Meio Ambiente
Rogério Bartilotti
 
Porradão do Bartinho
Porradão do BartinhoPorradão do Bartinho
Porradão do Bartinho
Rogério Bartilotti
 
Porradão do Bartinho II
Porradão do Bartinho IIPorradão do Bartinho II
Porradão do Bartinho II
Rogério Bartilotti
 
Histórico da interferência humana nos ecossistemas e Conferências sobre o mei...
Histórico da interferência humana nos ecossistemas e Conferências sobre o mei...Histórico da interferência humana nos ecossistemas e Conferências sobre o mei...
Histórico da interferência humana nos ecossistemas e Conferências sobre o mei...
Rogério Bartilotti
 
Problemas Atmosféricos e Geopolítica da Água
Problemas Atmosféricos e Geopolítica da ÁguaProblemas Atmosféricos e Geopolítica da Água
Problemas Atmosféricos e Geopolítica da Água
Rogério Bartilotti
 

Destaque (20)

Vetores 2016
Vetores 2016Vetores 2016
Vetores 2016
 
Sugestão de atividades para próxima prova
Sugestão de atividades para próxima provaSugestão de atividades para próxima prova
Sugestão de atividades para próxima prova
 
Introdução à eletricidade
Introdução à eletricidadeIntrodução à eletricidade
Introdução à eletricidade
 
Sugestão de questões para a prova do dia 14/09
Sugestão de questões para a prova do dia 14/09Sugestão de questões para a prova do dia 14/09
Sugestão de questões para a prova do dia 14/09
 
Sugestão de exercícios
Sugestão de exercíciosSugestão de exercícios
Sugestão de exercícios
 
Sugestão de exercícios para prova do dia 10/08
Sugestão de exercícios para prova do dia 10/08Sugestão de exercícios para prova do dia 10/08
Sugestão de exercícios para prova do dia 10/08
 
Sugestão de questões de trabalho e energia
Sugestão de questões de trabalho e energiaSugestão de questões de trabalho e energia
Sugestão de questões de trabalho e energia
 
Conceito de força e inércia
Conceito de força e inérciaConceito de força e inércia
Conceito de força e inércia
 
mol, massa molar,etc
mol, massa molar,etcmol, massa molar,etc
mol, massa molar,etc
 
Orientação para a 2 prova (Disponível para download)
Orientação para a 2 prova (Disponível para download)Orientação para a 2 prova (Disponível para download)
Orientação para a 2 prova (Disponível para download)
 
Roteiro básico - Domínio Amazônico
Roteiro básico - Domínio AmazônicoRoteiro básico - Domínio Amazônico
Roteiro básico - Domínio Amazônico
 
Bacias Secundárias do Brasil
Bacias Secundárias do BrasilBacias Secundárias do Brasil
Bacias Secundárias do Brasil
 
Como analisar um climograma
Como analisar um climogramaComo analisar um climograma
Como analisar um climograma
 
Focos de tensão na Áfrcia
Focos de tensão na ÁfrciaFocos de tensão na Áfrcia
Focos de tensão na Áfrcia
 
Bacia do São Francisco
Bacia do São FranciscoBacia do São Francisco
Bacia do São Francisco
 
Treinamento - Meio Ambiente
Treinamento - Meio AmbienteTreinamento - Meio Ambiente
Treinamento - Meio Ambiente
 
Porradão do Bartinho
Porradão do BartinhoPorradão do Bartinho
Porradão do Bartinho
 
Porradão do Bartinho II
Porradão do Bartinho IIPorradão do Bartinho II
Porradão do Bartinho II
 
Histórico da interferência humana nos ecossistemas e Conferências sobre o mei...
Histórico da interferência humana nos ecossistemas e Conferências sobre o mei...Histórico da interferência humana nos ecossistemas e Conferências sobre o mei...
Histórico da interferência humana nos ecossistemas e Conferências sobre o mei...
 
Problemas Atmosféricos e Geopolítica da Água
Problemas Atmosféricos e Geopolítica da ÁguaProblemas Atmosféricos e Geopolítica da Água
Problemas Atmosféricos e Geopolítica da Água
 

Semelhante a Mendel pdfAula de ondas do turbo enem

Alfacon emerson curso_de_ciencias_da_natureza_e_suas_tecnologias_pre_enem_cie...
Alfacon emerson curso_de_ciencias_da_natureza_e_suas_tecnologias_pre_enem_cie...Alfacon emerson curso_de_ciencias_da_natureza_e_suas_tecnologias_pre_enem_cie...
Alfacon emerson curso_de_ciencias_da_natureza_e_suas_tecnologias_pre_enem_cie...
Emerson Assis
 
2 em exercicios-ondas
2 em exercicios-ondas2 em exercicios-ondas
2 em exercicios-ondas
Jonathan Marinho
 
2 em exercicios-ondas
2 em exercicios-ondas2 em exercicios-ondas
2 em exercicios-ondas
Bruno Araujo Lima
 
20100611015158 ondas 301
20100611015158 ondas 30120100611015158 ondas 301
20100611015158 ondas 301
Escola
 
Ondulatoria
OndulatoriaOndulatoria
Ondulatoria
Marcelo Alano
 
Aula revisao 2º serie
Aula revisao   2º serieAula revisao   2º serie
Aula revisao 2º serie
Santiago Thalys
 
Ondas - 2022.pptx
Ondas - 2022.pptxOndas - 2022.pptx
Ondas - 2022.pptx
JonathasAureliano1
 
Ondulatoria 9 ano
Ondulatoria   9 anoOndulatoria   9 ano
Ondulatoria 9 ano
Lina Magalhaes
 
Raio x 2016 aula 01 (versão degustação)
Raio x 2016   aula 01 (versão degustação)Raio x 2016   aula 01 (versão degustação)
Raio x 2016 aula 01 (versão degustação)
Ivys Urquiza
 
Aula de ondas sonoras
Aula de ondas sonorasAula de ondas sonoras
Aula de ondas sonoras
tiowans
 
Dexismo ondascurtas
Dexismo ondascurtasDexismo ondascurtas
Dexismo ondascurtas
Elmo Dutra Filho
 
01 exercicios 2 ano-ondas
01 exercicios 2 ano-ondas01 exercicios 2 ano-ondas
01 exercicios 2 ano-ondas
Pedro Mateus
 
9-ano-ondas.pdf fsldovoiodododododddodvvo
9-ano-ondas.pdf fsldovoiodododododddodvvo9-ano-ondas.pdf fsldovoiodododododddodvvo
9-ano-ondas.pdf fsldovoiodododododddodvvo
MariaClaraQueiroz8
 
Lista Ondulatória (O1)
Lista Ondulatória (O1)Lista Ondulatória (O1)
Lista Ondulatória (O1)
Gilberto Rocha
 
Lista ondas ciclo2
Lista ondas ciclo2Lista ondas ciclo2
Lista ondas ciclo2
fisicadu
 
ondulatoria.docx
ondulatoria.docxondulatoria.docx
ondulatoria.docx
JeffersonTavaresTorr
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos Ondas
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos Ondaswww.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos Ondas
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos Ondas
Videoaulas De Física Apoio
 
Apresentação Rádio Jacson trabalho certo.pptx
Apresentação Rádio Jacson trabalho certo.pptxApresentação Rádio Jacson trabalho certo.pptx
Apresentação Rádio Jacson trabalho certo.pptx
RolembergmarquesPixo
 
9-ano-ondas.pptx 9-ano-ondas.pptx 9-ano-ondas.pptx
9-ano-ondas.pptx 9-ano-ondas.pptx 9-ano-ondas.pptx9-ano-ondas.pptx 9-ano-ondas.pptx 9-ano-ondas.pptx
9-ano-ondas.pptx 9-ano-ondas.pptx 9-ano-ondas.pptx
alessandraoliveira324
 
9-ano-ondas.pptx
9-ano-ondas.pptx9-ano-ondas.pptx
9-ano-ondas.pptx
DionneyAndrade2
 

Semelhante a Mendel pdfAula de ondas do turbo enem (20)

Alfacon emerson curso_de_ciencias_da_natureza_e_suas_tecnologias_pre_enem_cie...
Alfacon emerson curso_de_ciencias_da_natureza_e_suas_tecnologias_pre_enem_cie...Alfacon emerson curso_de_ciencias_da_natureza_e_suas_tecnologias_pre_enem_cie...
Alfacon emerson curso_de_ciencias_da_natureza_e_suas_tecnologias_pre_enem_cie...
 
2 em exercicios-ondas
2 em exercicios-ondas2 em exercicios-ondas
2 em exercicios-ondas
 
2 em exercicios-ondas
2 em exercicios-ondas2 em exercicios-ondas
2 em exercicios-ondas
 
20100611015158 ondas 301
20100611015158 ondas 30120100611015158 ondas 301
20100611015158 ondas 301
 
Ondulatoria
OndulatoriaOndulatoria
Ondulatoria
 
Aula revisao 2º serie
Aula revisao   2º serieAula revisao   2º serie
Aula revisao 2º serie
 
Ondas - 2022.pptx
Ondas - 2022.pptxOndas - 2022.pptx
Ondas - 2022.pptx
 
Ondulatoria 9 ano
Ondulatoria   9 anoOndulatoria   9 ano
Ondulatoria 9 ano
 
Raio x 2016 aula 01 (versão degustação)
Raio x 2016   aula 01 (versão degustação)Raio x 2016   aula 01 (versão degustação)
Raio x 2016 aula 01 (versão degustação)
 
Aula de ondas sonoras
Aula de ondas sonorasAula de ondas sonoras
Aula de ondas sonoras
 
Dexismo ondascurtas
Dexismo ondascurtasDexismo ondascurtas
Dexismo ondascurtas
 
01 exercicios 2 ano-ondas
01 exercicios 2 ano-ondas01 exercicios 2 ano-ondas
01 exercicios 2 ano-ondas
 
9-ano-ondas.pdf fsldovoiodododododddodvvo
9-ano-ondas.pdf fsldovoiodododododddodvvo9-ano-ondas.pdf fsldovoiodododododddodvvo
9-ano-ondas.pdf fsldovoiodododododddodvvo
 
Lista Ondulatória (O1)
Lista Ondulatória (O1)Lista Ondulatória (O1)
Lista Ondulatória (O1)
 
Lista ondas ciclo2
Lista ondas ciclo2Lista ondas ciclo2
Lista ondas ciclo2
 
ondulatoria.docx
ondulatoria.docxondulatoria.docx
ondulatoria.docx
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos Ondas
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos Ondaswww.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos Ondas
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos Ondas
 
Apresentação Rádio Jacson trabalho certo.pptx
Apresentação Rádio Jacson trabalho certo.pptxApresentação Rádio Jacson trabalho certo.pptx
Apresentação Rádio Jacson trabalho certo.pptx
 
9-ano-ondas.pptx 9-ano-ondas.pptx 9-ano-ondas.pptx
9-ano-ondas.pptx 9-ano-ondas.pptx 9-ano-ondas.pptx9-ano-ondas.pptx 9-ano-ondas.pptx 9-ano-ondas.pptx
9-ano-ondas.pptx 9-ano-ondas.pptx 9-ano-ondas.pptx
 
9-ano-ondas.pptx
9-ano-ondas.pptx9-ano-ondas.pptx
9-ano-ondas.pptx
 

Mais de Marcelo Ipiau

Transmissão de movimento
Transmissão de movimentoTransmissão de movimento
Transmissão de movimento
Marcelo Ipiau
 
Orientação de estudo para movimento circular uniforme
Orientação de estudo para movimento circular uniformeOrientação de estudo para movimento circular uniforme
Orientação de estudo para movimento circular uniforme
Marcelo Ipiau
 
Lançamento vertical, horizontal e oblíquo
Lançamento vertical, horizontal e oblíquoLançamento vertical, horizontal e oblíquo
Lançamento vertical, horizontal e oblíquo
Marcelo Ipiau
 
Orientação de estudo para a aula 09 (lançamento horizontal e oblíquo)
Orientação de estudo para a aula  09 (lançamento horizontal e oblíquo)Orientação de estudo para a aula  09 (lançamento horizontal e oblíquo)
Orientação de estudo para a aula 09 (lançamento horizontal e oblíquo)
Marcelo Ipiau
 
Orientação de estudo para a aula 08 (queda livre)
Orientação de estudo para a aula  08 (queda livre)Orientação de estudo para a aula  08 (queda livre)
Orientação de estudo para a aula 08 (queda livre)
Marcelo Ipiau
 
Orientação de estudo para a aula de gráficos do MU e do MUV
Orientação de estudo para a aula de gráficos do MU e do MUVOrientação de estudo para a aula de gráficos do MU e do MUV
Orientação de estudo para a aula de gráficos do MU e do MUV
Marcelo Ipiau
 
Orientação para a prova (pdf)
Orientação para a prova (pdf)Orientação para a prova (pdf)
Orientação para a prova (pdf)
Marcelo Ipiau
 
Orientação de estudo para algumas questões
Orientação de estudo para algumas questõesOrientação de estudo para algumas questões
Orientação de estudo para algumas questões
Marcelo Ipiau
 
Aula 06 publicar
Aula 06 publicarAula 06 publicar
Aula 06 publicar
Marcelo Ipiau
 
Exercícios finais de muv
Exercícios finais de muvExercícios finais de muv
Exercícios finais de muv
Marcelo Ipiau
 
Aula 03 publicar
Aula 03 publicarAula 03 publicar
Aula 03 publicar
Marcelo Ipiau
 
Aula 02 velocidade média publicar
Aula 02   velocidade média publicarAula 02   velocidade média publicar
Aula 02 velocidade média publicar
Marcelo Ipiau
 
Aula 01 publicar
Aula 01 publicarAula 01 publicar
Aula 01 publicar
Marcelo Ipiau
 

Mais de Marcelo Ipiau (14)

Transmissão de movimento
Transmissão de movimentoTransmissão de movimento
Transmissão de movimento
 
Orientação de estudo para movimento circular uniforme
Orientação de estudo para movimento circular uniformeOrientação de estudo para movimento circular uniforme
Orientação de estudo para movimento circular uniforme
 
Lançamento vertical, horizontal e oblíquo
Lançamento vertical, horizontal e oblíquoLançamento vertical, horizontal e oblíquo
Lançamento vertical, horizontal e oblíquo
 
Orientação de estudo para a aula 09 (lançamento horizontal e oblíquo)
Orientação de estudo para a aula  09 (lançamento horizontal e oblíquo)Orientação de estudo para a aula  09 (lançamento horizontal e oblíquo)
Orientação de estudo para a aula 09 (lançamento horizontal e oblíquo)
 
Orientação de estudo para a aula 08 (queda livre)
Orientação de estudo para a aula  08 (queda livre)Orientação de estudo para a aula  08 (queda livre)
Orientação de estudo para a aula 08 (queda livre)
 
Orientação de estudo para a aula de gráficos do MU e do MUV
Orientação de estudo para a aula de gráficos do MU e do MUVOrientação de estudo para a aula de gráficos do MU e do MUV
Orientação de estudo para a aula de gráficos do MU e do MUV
 
Orientação para a prova (pdf)
Orientação para a prova (pdf)Orientação para a prova (pdf)
Orientação para a prova (pdf)
 
Orientação de estudo para algumas questões
Orientação de estudo para algumas questõesOrientação de estudo para algumas questões
Orientação de estudo para algumas questões
 
Aula 06 publicar
Aula 06 publicarAula 06 publicar
Aula 06 publicar
 
Exercícios finais de muv
Exercícios finais de muvExercícios finais de muv
Exercícios finais de muv
 
Aula 04 publicar
Aula 04 publicarAula 04 publicar
Aula 04 publicar
 
Aula 03 publicar
Aula 03 publicarAula 03 publicar
Aula 03 publicar
 
Aula 02 velocidade média publicar
Aula 02   velocidade média publicarAula 02   velocidade média publicar
Aula 02 velocidade média publicar
 
Aula 01 publicar
Aula 01 publicarAula 01 publicar
Aula 01 publicar
 

Mendel pdfAula de ondas do turbo enem

  • 1.
  • 2. Obs1- Apenas as ondas transversais podem ser polarizadas. Obs2- A luz pode sofrer polarização o som não.
  • 3. Tipos:  Construtiva  Destrutiva AR = A1 + A2 A2 AR = A1 - A2 AR A2 AR A1 A1
  • 5. As ondas estacionárias estão presentes nas mais cotidianas situações. O simples vibrar da corda de um violão pode configurar o fenômeno em tela. Uma corda, de massa m = 240 g e de comprimento L = 1,2 m. A frequencia fundamental de vibração desta corda é de 50 hz. Com base na figura a cima as ondas que dão origem ao estado estacionário em questão possuem velocidade mais próxima de: a) 60m/s b) 80m/s c) 100m/s d) 120m/s e) 140 m/s
  • 6. O sonar (do inglês Sound Navigation and Ranging ou “Navegação e Determinação da Distância pelo Som”) é um instrumento de larga aplicação na navegação, na pesca, no estudo e pesquisa dos oceanos e estudos atmosféricos. Fazendo o uso de ondas sonoras o sonar emite pulsos que sofrem reflexão no fundo do oceano e a partir do tempo que eles demoram para retornar pode-se estimar a distância da fonte emissora ao obstáculo. O sonar funciona basicamente como um radar, porém usa pulsos sonoros no lugar das ondas de rádio (que se propagam apenas alguns poucos metros sob a água). São características das ondas usadas no sonar que também estão presentes nas ondas do radar a existência de: TextoInformativo.1ºParag.2ºParag.
  • 7. Campos elétricos e magnéticos oscilantes, perpendiculares entre si e que oscilam em concordância de fase Um perpendicularismo entre as direções de vibração e de propagação das ondas Uma manutenção da velocidade, do comprimento de onda e da frequência após sofrerem reflexão Necessidade da existência de um meio material para que a onda possa se propagar Liberdade para se propagar em apenas duas dimensões São características das ondas usadas no sonar que também estão presentes nas ondas do radar a existência de: Comando Verbal. a) b) c) d) e) 
  • 8. Um garoto passeia de carro com seu pai pela cidade, ao ouvir o rádio, percebe que a estação de rádio preferida, a 94,9 FM, que opera na banda de mega-hertz, tem seu sinal de transmissão superposto pela transmissão de uma rádio pirata, de mesma frequência, que interfere no sinal da emissora do centro em algumas regiões da cidade. Considerando a situação apresentada, a rádio pirata interfere no sinal da emissora do centro devido a: a) Atenuação promovida pelo ar nas radiações emitidas. b) Maior amplitude da radiação emitida pela estação do centro. c) Diferença de intensidade entre as fontes emissoras de ondas. d) Maior potencia de transmissão das ondas da emissora pirata e) Semelhança dos comprimentos de onda da radiação emitida Competência de área 6 – Apropriar-se de conhecimentos da física para, em situações problema, interpretar, avaliar ou planejar intervenções científico tecnológicas. H22 – Compreender fenômenos decorrentes da interação entre a radiação e a matéria em suas manifestações em processos naturais ou tecnológicos, ou em suas implicações biológicas, sociais, econômicas ou ambientais.
  • 9.
  • 10. Uma equipe de cientistas lançará uma expedição ao Titanic para criar um detalhado mapa 3D que “vai tirar, virtualmente, o Titanic do fundo do mar para o público”. A expedição ao local, a 4 quilômetros de profundidade no Oceano Atlântico, está sendo apresentada como a mais sofisticada expedição científica ao Titanic. Ela utilizará tecnologias de imagem e sonar que nunca tinha sido aplicadas ao navio, para obter o mais completo inventário de seu conteúdo. Esta complementação é necessária em razão das condições do navio, naufragado há um século.
  • 11. No problema apresentado para gerar imagens através de camadas de sedimentos depositados no navio, o sonar é mais adequado, pois a a) propagação da luz na água ocorre a uma velocidade maior que a do som neste meio. b) absorção da luz ao longo de uma camada de água é facilitada enquanto a absorção do som não. c) refração da luz a uma grande profundidade acontece com uma intensidade menor que a do som. d) atenuação da luz nos materiais analisados é distinta da atenuação de som nestes mesmos materiais. e) reflexão da luz nas camadas de sedimentos é menos intensa do que a reflexão do som neste material. Significado de Atenuação: s.f. Ato ou efeito de atenuar. Redução da intensidade de; enfraquecimento ou limitação; redução da intensidade de uma onda ao atravessar de um meio para outro. Sinônimos de atenuação: Decrescimento, diminuição, enfraquecimento. Absorvida Incidente Responsáveis pela atenuação
  • 12. Nossa pele possui células que reagem à incidência de luz ultravioleta e produzem uma substância chamada melanina, responsável pela pigmentação da pele. Pensando em se bronzear, uma garota vestiu um biquíni, acendeu a luz de seu quarto e deitou-se exatamente abaixo da lâmpada incandescente. Após várias horas ela percebeu que não conseguiu resultado algum. O bronzeamente não ocorreu porque a luz emitida pela lâmpada incandescente é de a) baixa intensidade. b) baixa frequência. c) um espectro contínuo. d) amplitude inadequada. e) curto comprimento de onda.
  • 13. As ondas eletromagnéticas, como a luz visível e as ondas de rádio, viajam em linha reta em um meio homogêneo. Então, as ondas de rádio emitidas na região litorânea do Brasil não alcançariam a região amazônica do Brasil por causa da curvatura da Terra. Entretanto sabemos que é possível transmitir ondas de rádio entre essas localidades devido à ionosfera. Com ajuda da ionosfera, a transmissão de ondas planas entre o litoral do Brasil e a região amazônica é possível por meio da a) reflexão. b) Refração. c) difração. d) polarização. e) interferência.
  • 14. Uma manifestação comum das torcidas em estádios de futebol é a ola mexicana. Os espectadores de uma linha, sem sair do lugar e sem se deslocarem lateralmente, ficam de pé e se sentam, sincronizados com os da linha adjacente. O efeito coletivo se propaga pelos espectadores do estádio, formando uma onda progressiva, conforme ilustração Calcula-se que a velocidade de propagação dessa “onda humana” é 45 km/h e que cada período de oscilação contém 16 pessoas, que se levantam e sentam organizadamente distanciadas entre si por 80 cm. Disponível em: www.ufsm.br. Acesso em 7 dez. 2012 (adaptado) Nessa ola mexicana, a frequência da onda, em hertz, é um valor mais próximo de: a) 0,3. b) 0,5. c) 1,0. d) 1,9. e) 3,7.
  • 15. O progresso da tecnologia introduziu diversos artefatos geradores de campos eletromagnéticos. Uma das mais empregadas invenções nessa área são os telefones celulares e smartphones. As tecnologias de transmissão de celular atualmente em uso no Brasil contemplam dois sistemas. O primeiro deles é operado entre as frequências de 800 MHz e 900 MHz e constitui os chamados sistemas TDMA/CDMA. Já a tecnologia GSM ocupa a frequência de 1.800 MHz. Considerando que a intensidade de transmissão e o nível de recepção “celular” sejam os mesmos para as tecnologias de transmissão TDMA/CDMA ou GSM, se um engenheiro tiver de escolher entre as duas tecnologias para obter a mesma cobertura, levando em consideração apenas o número de antenas em uma região, ele deverá escolher: a. a tecnologia GSM, pois é a que opera com ondas de maior comprimento de onda. b. a tecnologia TDMA/CDMA, pois é a que apresenta efeito Doppler mais pronunciado. c. a tecnologia GSM, pois é a que utiliza ondas que se propagam com maior velocidade. d. qualquer uma das duas, pois as diferenças nas frequências são compensadas pelas diferenças nos comprimentos de onda. e. qualquer uma das duas, pois nesse caso as intensidades decaem igualmente, independentemente da frequência. O progresso da tecnologia introduziu diversos artefatos geradores de campos eletromagnéticos. Uma das mais empregadas invenções nessa área são os telefones celulares e smartphones. As tecnologias de transmissão de celular atualmente em uso no Brasil contemplam dois sistemas. O primeiro deles é operado entre as frequências de 800 MHz e 900 MHz e constitui os chamados sistemas TDMA/CDMA. Já a tecnologia GSM ocupa a frequência de 1.800 MHz. Considerando que a intensidade de transmissão e o nível de recepção “celular” sejam os mesmos para as tecnologias de transmissão TDMA/CDMA ou GSM, se um engenheiro tiver de escolher entre as duas tecnologias para obter a mesma cobertura, levando em consideração apenas o número de antenas em uma região, ele deverá escolher: a. a tecnologia GSM, pois é a que opera com ondas de maior comprimento de onda. b. a tecnologia TDMA/CDMA, pois é a que apresenta efeito Doppler mais pronunciado. c. a tecnologia GSM, pois é a que utiliza ondas que se propagam com maior velocidade. d. qualquer uma das duas, pois as diferenças nas frequências são compensadas pelas diferenças nos comprimentos de onda. e. qualquer uma das duas, pois nesse caso as intensidades decaem igualmente, independentemente da frequência.  I = Pot A = Pot π.d2
  • 16. Um grupo de cientistas liderado por pesquisadores do Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech), nos Estados Unidos, construiu o primeiro metamaterial que apresenta valor negativo do índice de refração relativo para a luz visível. Denomina-se metamaterial um material óptico artificial, tridimensional, formado por pequenas estruturas menores do que o comprimento de onda da luz, o que lhe dá propriedades e comportamentos que não são encontrados em materiais naturais. Esse material tem sido chamado de “canhoto”. Considerando o comportamento atípico desse metamaterial, qual é a figura que representa a refração da luz ao passar do ar para esse meio?. 
  • 17. A tomografia computadorizada é um exame indolor, capaz de obter imagens em tons de cinza de “fatias” de partes do corpo ou de órgãos. As principais desvantagens da tomografia computadorizada residem no fato de utilizar radiação maior que uma radiografia tradicional. Já a ultrassonografia ou ecografia é um método diagnóstico que aproveita o eco produzido pelo som para ver as reflexões produzidas pelas estruturas e órgãos do corpo humano. Uma vantagem da utilização do ultrassom em relação à tomografia computadorizada está relacionada ao fato de:
  • 18. Uma vantagem da utilização do ultrassom em relação à tomografia computadorizada num exame pré-natal está relacionada ao fato de: As ondas usadas no ultrassom, por serem eletromagnéticas, são capazes de produzir imagens com maior resolução que os raios x As ondas usadas na tomografia computadorizada por serem de baixa frequência não geram imagens nítidas Por se tratar de uma radiação não ionizante o ultrassom pode ser repetido diversas vezes sem gerar nenhum mal ao feto ou à gestante num exame pré-natal. Os raios x sendo formado por dois campos, um elétrico e outro magnético, paralelos entre si podem produzir câncer caso repetido diversas vezes Os raios x sendo ondas transversais são altamente cancerígenos se usados em demasia a) b) c) d) e) 