SlideShare uma empresa Scribd logo
MEMBRANOFONES NO MUNDO
Eva António, 6. º C - N.º 8 Agrupamento Prof. Ruy Luís Gomes
Educação Musical – Professora Ana Lúcia Francisco
Bodhran
Djembé
Taiko
Tabla
O Bodhran é um instrumento tradicional da Irlanda, mas também difundido no Reino
Unido (País de Gales, Escócia e Inglaterra).
De caixa de ressonância circular, é revestido por uma pele de cabra e percutido pelas
duas extremidades do seu batente. A pele é fixa apenas num dos lados do instrumento,
sendo o outro lado aberto, para que a mão do músico seja posicionada de modo a
controlar a altura e o timbre do som.
O instrumento por si próprio não ganhou
reconhecimento na música folclórica irlandesa até à
década de 1950, quando se tornou famoso com o
trabalho de bandas como The Clancy Brothers.
É um instrumento original da África Ocidental. O instrumento é muito
antigo e até hoje é importante nas culturas africanas, sobretudo na
região mandingue, que compreende os países Mali, Costa do Marfim,
Burkina Faso, Senegal e Guiné.
Este instrumento de percussão possui o corpo em
forma de cálice e a pele é fixa na parte mais larga.
O diâmetro da sua caixa de ressonância (corpo)
pode variar entre 30 a 40 cm.
Nome genérico atribuído ao tambor de origem japonesa. Existe uma grande
variedade de formatos e tamanhos, sendo um metro e meio o seu maior
diâmetro. O processo de construção de um taiko varia entre os fabricantes, mas
caracteriza-se pela definição da força do corpo do tambor (caixa de
ressonância), sendo depois a pele de animal cuidadosamente esticada e fixa na
sua superfície, de ambos os lados, de modo a criar a tensão apropriada.
Executa-se percutindo com dois batentes.
Tabla
Tabla é o nome dado ao conjunto dos 2 tambores.
Instrumento tradicional indiano e de países vizinhos que acompanha vozes
e instrumentos, entre os quais o Sitar (cordofone).
LEGENDA:
• Dayan – tambor mais
pequeno, tocado pela
mão direita (registo
agudo);
• Bayan – tambor
maior, tocado pela
mão esquerda (registo
grave).
Trata-se de dois pequenos tambores cilíndricos, com
nomes e tamanhos diferentes, apoiados em duas
almofadas circulares e revestidos por uma pele
esticada.
Posição do músico
para a execução do
instrumento.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aerofones em Portugal
Aerofones em PortugalAerofones em Portugal
Aerofones em Portugal
Ana Lúcia Francisco
 
Aerofones em Portugal
Aerofones em PortugalAerofones em Portugal
Aerofones em Portugal
Ana Lúcia Francisco
 
F I M A J E
F I M A J EF I M A J E
F I M A J E
Natércia Dias
 
Instrumentos Tradicionais Portugueses
Instrumentos Tradicionais PortuguesesInstrumentos Tradicionais Portugueses
Instrumentos Tradicionais Portugueses
migmigg
 
Aerofones no mundo
Aerofones no mundoAerofones no mundo
Aerofones no mundo
Ana Lúcia Francisco
 
Instrumentos da orquestra
Instrumentos da orquestraInstrumentos da orquestra
Instrumentos da orquestra
gracindapinto3
 
Power point instrumentos tradicionais portugueses nuno brito
Power point instrumentos tradicionais portugueses nuno britoPower point instrumentos tradicionais portugueses nuno brito
Power point instrumentos tradicionais portugueses nuno brito
nunodebrito
 
1254243394 aulas expressão musical e corporal
1254243394 aulas expressão musical e corporal1254243394 aulas expressão musical e corporal
1254243394 aulas expressão musical e corporal
anadtavaresngktime
 
Slides instrumentos de orquestra
Slides instrumentos de orquestraSlides instrumentos de orquestra
Slides instrumentos de orquestra
Lala1307
 
Família de instrumentos musicais
Família de instrumentos musicaisFamília de instrumentos musicais
Família de instrumentos musicais
Elisabete Trentin
 
Minho/Douro Litoral/Trás-os-Montes
Minho/Douro Litoral/Trás-os-MontesMinho/Douro Litoral/Trás-os-Montes
Minho/Douro Litoral/Trás-os-Montes
ceusemedo
 
Educação Musical, 2.º Ciclo do Ensino Básico
Educação Musical, 2.º Ciclo do Ensino BásicoEducação Musical, 2.º Ciclo do Ensino Básico
Educação Musical, 2.º Ciclo do Ensino Básico
Ana Lúcia Francisco
 
Altura definida e indefinida
Altura definida e indefinidaAltura definida e indefinida
Altura definida e indefinida
Fátima Simões
 
Instrumentos musicais
Instrumentos musicaisInstrumentos musicais
Instrumentos musicais
debaserblogger
 
Cordofones em Portugal
Cordofones em PortugalCordofones em Portugal
Cordofones em Portugal
Ana Lúcia Francisco
 
Cordofones em Portugal
Cordofones em PortugalCordofones em Portugal
Cordofones em Portugal
Ana Lúcia Francisco
 
Teoria musical
Teoria musicalTeoria musical
Teoria musical
OMAESTRO
 
Orquestra Sinfónica, família das cordas
Orquestra Sinfónica, família das cordasOrquestra Sinfónica, família das cordas
Orquestra Sinfónica, família das cordas
Ana Lúcia Francisco
 
Powerpoint instrumentos de orquestra
Powerpoint instrumentos de orquestraPowerpoint instrumentos de orquestra
Powerpoint instrumentos de orquestra
Luís Lopes
 
Teoria musical
Teoria musicalTeoria musical
Teoria musical
Fátima Simões
 

Mais procurados (20)

Aerofones em Portugal
Aerofones em PortugalAerofones em Portugal
Aerofones em Portugal
 
Aerofones em Portugal
Aerofones em PortugalAerofones em Portugal
Aerofones em Portugal
 
F I M A J E
F I M A J EF I M A J E
F I M A J E
 
Instrumentos Tradicionais Portugueses
Instrumentos Tradicionais PortuguesesInstrumentos Tradicionais Portugueses
Instrumentos Tradicionais Portugueses
 
Aerofones no mundo
Aerofones no mundoAerofones no mundo
Aerofones no mundo
 
Instrumentos da orquestra
Instrumentos da orquestraInstrumentos da orquestra
Instrumentos da orquestra
 
Power point instrumentos tradicionais portugueses nuno brito
Power point instrumentos tradicionais portugueses nuno britoPower point instrumentos tradicionais portugueses nuno brito
Power point instrumentos tradicionais portugueses nuno brito
 
1254243394 aulas expressão musical e corporal
1254243394 aulas expressão musical e corporal1254243394 aulas expressão musical e corporal
1254243394 aulas expressão musical e corporal
 
Slides instrumentos de orquestra
Slides instrumentos de orquestraSlides instrumentos de orquestra
Slides instrumentos de orquestra
 
Família de instrumentos musicais
Família de instrumentos musicaisFamília de instrumentos musicais
Família de instrumentos musicais
 
Minho/Douro Litoral/Trás-os-Montes
Minho/Douro Litoral/Trás-os-MontesMinho/Douro Litoral/Trás-os-Montes
Minho/Douro Litoral/Trás-os-Montes
 
Educação Musical, 2.º Ciclo do Ensino Básico
Educação Musical, 2.º Ciclo do Ensino BásicoEducação Musical, 2.º Ciclo do Ensino Básico
Educação Musical, 2.º Ciclo do Ensino Básico
 
Altura definida e indefinida
Altura definida e indefinidaAltura definida e indefinida
Altura definida e indefinida
 
Instrumentos musicais
Instrumentos musicaisInstrumentos musicais
Instrumentos musicais
 
Cordofones em Portugal
Cordofones em PortugalCordofones em Portugal
Cordofones em Portugal
 
Cordofones em Portugal
Cordofones em PortugalCordofones em Portugal
Cordofones em Portugal
 
Teoria musical
Teoria musicalTeoria musical
Teoria musical
 
Orquestra Sinfónica, família das cordas
Orquestra Sinfónica, família das cordasOrquestra Sinfónica, família das cordas
Orquestra Sinfónica, família das cordas
 
Powerpoint instrumentos de orquestra
Powerpoint instrumentos de orquestraPowerpoint instrumentos de orquestra
Powerpoint instrumentos de orquestra
 
Teoria musical
Teoria musicalTeoria musical
Teoria musical
 

Destaque

Membranofones no mundo
Membranofones no mundoMembranofones no mundo
Membranofones no mundo
Ana Lúcia Francisco
 
A Formação do Reino de Portugal
A Formação do Reino de PortugalA Formação do Reino de Portugal
A Formação do Reino de Portugal
HistN
 
Cordofones no mundo - Banjo e Sitar
Cordofones no mundo - Banjo e SitarCordofones no mundo - Banjo e Sitar
Cordofones no mundo - Banjo e Sitar
Ana Lúcia Francisco
 
Taiko Drumming Presentation
Taiko Drumming PresentationTaiko Drumming Presentation
Taiko Drumming Presentation
guesta8d53ba
 
Recado
RecadoRecado
Coletânea de peças para flauta de bisel
Coletânea de peças para flauta de biselColetânea de peças para flauta de bisel
Coletânea de peças para flauta de bisel
Ana Lúcia Francisco
 
Igualdade de Género
Igualdade de GéneroIgualdade de Género
Igualdade de Género
Ana Lúcia Francisco
 
Caderno de exercicios flauta
Caderno de exercicios flautaCaderno de exercicios flauta
Caderno de exercicios flauta
Dyego Fernandes
 
Metodo livre para flauta doce
Metodo livre para flauta doceMetodo livre para flauta doce
Metodo livre para flauta doce
Irineu Mauricio Lima Alves
 
Formação de Portugal
Formação de PortugalFormação de Portugal
Formação de Portugal
Isabel Alves
 
Ppt tipos texto[1]
Ppt tipos texto[1]Ppt tipos texto[1]
Ppt tipos texto[1]
Ana Arminda Moreira
 
Album de partituras para flauta doce
Album de partituras para flauta doceAlbum de partituras para flauta doce
Album de partituras para flauta doce
David De Cassimiro
 

Destaque (12)

Membranofones no mundo
Membranofones no mundoMembranofones no mundo
Membranofones no mundo
 
A Formação do Reino de Portugal
A Formação do Reino de PortugalA Formação do Reino de Portugal
A Formação do Reino de Portugal
 
Cordofones no mundo - Banjo e Sitar
Cordofones no mundo - Banjo e SitarCordofones no mundo - Banjo e Sitar
Cordofones no mundo - Banjo e Sitar
 
Taiko Drumming Presentation
Taiko Drumming PresentationTaiko Drumming Presentation
Taiko Drumming Presentation
 
Recado
RecadoRecado
Recado
 
Coletânea de peças para flauta de bisel
Coletânea de peças para flauta de biselColetânea de peças para flauta de bisel
Coletânea de peças para flauta de bisel
 
Igualdade de Género
Igualdade de GéneroIgualdade de Género
Igualdade de Género
 
Caderno de exercicios flauta
Caderno de exercicios flautaCaderno de exercicios flauta
Caderno de exercicios flauta
 
Metodo livre para flauta doce
Metodo livre para flauta doceMetodo livre para flauta doce
Metodo livre para flauta doce
 
Formação de Portugal
Formação de PortugalFormação de Portugal
Formação de Portugal
 
Ppt tipos texto[1]
Ppt tipos texto[1]Ppt tipos texto[1]
Ppt tipos texto[1]
 
Album de partituras para flauta doce
Album de partituras para flauta doceAlbum de partituras para flauta doce
Album de partituras para flauta doce
 

Semelhante a Membranofones no mundo - Bodhran, Djembé, Taiko, Tabla

Sebenta 7ano2012-2013-121208014949-phpapp02
Sebenta 7ano2012-2013-121208014949-phpapp02Sebenta 7ano2012-2013-121208014949-phpapp02
Sebenta 7ano2012-2013-121208014949-phpapp02
Àpio Pontes
 
A Orquestra Sinfónica.pptx
A Orquestra Sinfónica.pptxA Orquestra Sinfónica.pptx
A Orquestra Sinfónica.pptx
MargaridaBontempo1
 
Instrumentos usados nas culturas e religiões afro-brasileiras
Instrumentos usados nas culturas e religiões afro-brasileirasInstrumentos usados nas culturas e religiões afro-brasileiras
Instrumentos usados nas culturas e religiões afro-brasileiras
Mary Alvarenga
 
Instrumentos musicais africanos
Instrumentos musicais africanosInstrumentos musicais africanos
Instrumentos musicais africanos
Mary Alvarenga
 
Portugal
PortugalPortugal
Portugal
home
 
História instrumentos de sopro!
História instrumentos de sopro!História instrumentos de sopro!
História instrumentos de sopro!
EmersonMoura25
 
Historia dos instrumentos
Historia dos instrumentosHistoria dos instrumentos
Historia dos instrumentos
Saulo Gomes
 
Livreto cdgongue a cor da cultura
Livreto cdgongue   a cor da culturaLivreto cdgongue   a cor da cultura
Livreto cdgongue a cor da cultura
Viviane Calasans
 
Istrumento musical de Mato-grosso do Sul
Istrumento musical de Mato-grosso do SulIstrumento musical de Mato-grosso do Sul
Istrumento musical de Mato-grosso do Sul
Eloina Gomes DE Souza
 
Dulcimer Martelado
Dulcimer MarteladoDulcimer Martelado
Dulcimer Martelado
complementoindirecto
 
Miguel Peneda - Reggae
Miguel Peneda - Reggae Miguel Peneda - Reggae
Miguel Peneda - Reggae
arquitectosmusicais
 
Apostila atabaques
Apostila atabaquesApostila atabaques
Apostila atabaques
eduardorodriggues
 
Instrumentos musicas
Instrumentos musicasInstrumentos musicas
Instrumentos musicas
CristianAbraao
 
200712 dicionariomusica
200712 dicionariomusica200712 dicionariomusica
200712 dicionariomusica
João Luiz Dos Santos Oliveira
 
Acustica-e-Organologia-Musical.pp finaltx
Acustica-e-Organologia-Musical.pp finaltxAcustica-e-Organologia-Musical.pp finaltx
Acustica-e-Organologia-Musical.pp finaltx
GabrielArturCumbana
 
Instrumentos musicais antigos
Instrumentos musicais antigosInstrumentos musicais antigos
Instrumentos musicais antigos
Richard Cleyton Chiaveli
 
História da música
História da músicaHistória da música
História da música
John Joseph
 
Instrumentos+musicais
Instrumentos+musicaisInstrumentos+musicais
Instrumentos+musicais
filomenaformacao
 
HISTÓRIA E ORIGEM DA GUITARRA.pptx
HISTÓRIA E ORIGEM DA GUITARRA.pptxHISTÓRIA E ORIGEM DA GUITARRA.pptx
HISTÓRIA E ORIGEM DA GUITARRA.pptx
anamotasimplesmente
 
Livro sobre violino
Livro sobre violinoLivro sobre violino
Livro sobre violino
Kleiton Germano
 

Semelhante a Membranofones no mundo - Bodhran, Djembé, Taiko, Tabla (20)

Sebenta 7ano2012-2013-121208014949-phpapp02
Sebenta 7ano2012-2013-121208014949-phpapp02Sebenta 7ano2012-2013-121208014949-phpapp02
Sebenta 7ano2012-2013-121208014949-phpapp02
 
A Orquestra Sinfónica.pptx
A Orquestra Sinfónica.pptxA Orquestra Sinfónica.pptx
A Orquestra Sinfónica.pptx
 
Instrumentos usados nas culturas e religiões afro-brasileiras
Instrumentos usados nas culturas e religiões afro-brasileirasInstrumentos usados nas culturas e religiões afro-brasileiras
Instrumentos usados nas culturas e religiões afro-brasileiras
 
Instrumentos musicais africanos
Instrumentos musicais africanosInstrumentos musicais africanos
Instrumentos musicais africanos
 
Portugal
PortugalPortugal
Portugal
 
História instrumentos de sopro!
História instrumentos de sopro!História instrumentos de sopro!
História instrumentos de sopro!
 
Historia dos instrumentos
Historia dos instrumentosHistoria dos instrumentos
Historia dos instrumentos
 
Livreto cdgongue a cor da cultura
Livreto cdgongue   a cor da culturaLivreto cdgongue   a cor da cultura
Livreto cdgongue a cor da cultura
 
Istrumento musical de Mato-grosso do Sul
Istrumento musical de Mato-grosso do SulIstrumento musical de Mato-grosso do Sul
Istrumento musical de Mato-grosso do Sul
 
Dulcimer Martelado
Dulcimer MarteladoDulcimer Martelado
Dulcimer Martelado
 
Miguel Peneda - Reggae
Miguel Peneda - Reggae Miguel Peneda - Reggae
Miguel Peneda - Reggae
 
Apostila atabaques
Apostila atabaquesApostila atabaques
Apostila atabaques
 
Instrumentos musicas
Instrumentos musicasInstrumentos musicas
Instrumentos musicas
 
200712 dicionariomusica
200712 dicionariomusica200712 dicionariomusica
200712 dicionariomusica
 
Acustica-e-Organologia-Musical.pp finaltx
Acustica-e-Organologia-Musical.pp finaltxAcustica-e-Organologia-Musical.pp finaltx
Acustica-e-Organologia-Musical.pp finaltx
 
Instrumentos musicais antigos
Instrumentos musicais antigosInstrumentos musicais antigos
Instrumentos musicais antigos
 
História da música
História da músicaHistória da música
História da música
 
Instrumentos+musicais
Instrumentos+musicaisInstrumentos+musicais
Instrumentos+musicais
 
HISTÓRIA E ORIGEM DA GUITARRA.pptx
HISTÓRIA E ORIGEM DA GUITARRA.pptxHISTÓRIA E ORIGEM DA GUITARRA.pptx
HISTÓRIA E ORIGEM DA GUITARRA.pptx
 
Livro sobre violino
Livro sobre violinoLivro sobre violino
Livro sobre violino
 

Mais de Ana Lúcia Francisco

Cordofones no mundo - Kora e Sitar
Cordofones no mundo - Kora e SitarCordofones no mundo - Kora e Sitar
Cordofones no mundo - Kora e Sitar
Ana Lúcia Francisco
 
Instrumentos da Orquestra Sinfónica
Instrumentos da Orquestra SinfónicaInstrumentos da Orquestra Sinfónica
Instrumentos da Orquestra Sinfónica
Ana Lúcia Francisco
 
O Violino
O ViolinoO Violino
Instrumentos da Orquestra Sinfónica
Instrumentos da Orquestra SinfónicaInstrumentos da Orquestra Sinfónica
Instrumentos da Orquestra Sinfónica
Ana Lúcia Francisco
 
Orquestra Sinfónica, família das cordas
Orquestra Sinfónica, família das cordasOrquestra Sinfónica, família das cordas
Orquestra Sinfónica, família das cordas
Ana Lúcia Francisco
 
Orquestra Sinfónica, família dos sopros/metais
Orquestra Sinfónica, família dos sopros/metaisOrquestra Sinfónica, família dos sopros/metais
Orquestra Sinfónica, família dos sopros/metais
Ana Lúcia Francisco
 
Orquestra Sinfónica, família dos sopros/madeiras
Orquestra Sinfónica, família dos sopros/madeirasOrquestra Sinfónica, família dos sopros/madeiras
Orquestra Sinfónica, família dos sopros/madeiras
Ana Lúcia Francisco
 
Orquestra Sinfónica
Orquestra SinfónicaOrquestra Sinfónica
Orquestra Sinfónica
Ana Lúcia Francisco
 
Instrumentos Orff
Instrumentos OrffInstrumentos Orff
Instrumentos Orff
Ana Lúcia Francisco
 
Instrumental Orff
Instrumental OrffInstrumental Orff
Instrumental Orff
Ana Lúcia Francisco
 
Regras da sala de aula
Regras da sala de aulaRegras da sala de aula
Regras da sala de aula
Ana Lúcia Francisco
 

Mais de Ana Lúcia Francisco (11)

Cordofones no mundo - Kora e Sitar
Cordofones no mundo - Kora e SitarCordofones no mundo - Kora e Sitar
Cordofones no mundo - Kora e Sitar
 
Instrumentos da Orquestra Sinfónica
Instrumentos da Orquestra SinfónicaInstrumentos da Orquestra Sinfónica
Instrumentos da Orquestra Sinfónica
 
O Violino
O ViolinoO Violino
O Violino
 
Instrumentos da Orquestra Sinfónica
Instrumentos da Orquestra SinfónicaInstrumentos da Orquestra Sinfónica
Instrumentos da Orquestra Sinfónica
 
Orquestra Sinfónica, família das cordas
Orquestra Sinfónica, família das cordasOrquestra Sinfónica, família das cordas
Orquestra Sinfónica, família das cordas
 
Orquestra Sinfónica, família dos sopros/metais
Orquestra Sinfónica, família dos sopros/metaisOrquestra Sinfónica, família dos sopros/metais
Orquestra Sinfónica, família dos sopros/metais
 
Orquestra Sinfónica, família dos sopros/madeiras
Orquestra Sinfónica, família dos sopros/madeirasOrquestra Sinfónica, família dos sopros/madeiras
Orquestra Sinfónica, família dos sopros/madeiras
 
Orquestra Sinfónica
Orquestra SinfónicaOrquestra Sinfónica
Orquestra Sinfónica
 
Instrumentos Orff
Instrumentos OrffInstrumentos Orff
Instrumentos Orff
 
Instrumental Orff
Instrumental OrffInstrumental Orff
Instrumental Orff
 
Regras da sala de aula
Regras da sala de aulaRegras da sala de aula
Regras da sala de aula
 

Último

Sequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdf
Sequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdfSequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdf
Sequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdf
marcos oliveira
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
bmgrama
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
jonny615148
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
ConservoConstrues
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
MarcoAurlioResende
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Demetrio Ccesa Rayme
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
Manuais Formação
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
O livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdf
O livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdfO livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdf
O livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdf
dataprovider
 
Slides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptx
Slides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptxSlides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptx
Slides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 

Último (20)

Sequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdf
Sequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdfSequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdf
Sequência Didática de Matemática MatemáticaMatemática.pdf
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
O livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdf
O livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdfO livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdf
O livro O Corpo Fala, a linguagem da comunicação não verbal.pdf
 
Slides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptx
Slides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptxSlides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptx
Slides Lição 13, CPAD, A Cidade Celestial, 2Tr24.pptx
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 

Membranofones no mundo - Bodhran, Djembé, Taiko, Tabla

  • 1. MEMBRANOFONES NO MUNDO Eva António, 6. º C - N.º 8 Agrupamento Prof. Ruy Luís Gomes Educação Musical – Professora Ana Lúcia Francisco Bodhran Djembé Taiko Tabla
  • 2. O Bodhran é um instrumento tradicional da Irlanda, mas também difundido no Reino Unido (País de Gales, Escócia e Inglaterra). De caixa de ressonância circular, é revestido por uma pele de cabra e percutido pelas duas extremidades do seu batente. A pele é fixa apenas num dos lados do instrumento, sendo o outro lado aberto, para que a mão do músico seja posicionada de modo a controlar a altura e o timbre do som. O instrumento por si próprio não ganhou reconhecimento na música folclórica irlandesa até à década de 1950, quando se tornou famoso com o trabalho de bandas como The Clancy Brothers.
  • 3. É um instrumento original da África Ocidental. O instrumento é muito antigo e até hoje é importante nas culturas africanas, sobretudo na região mandingue, que compreende os países Mali, Costa do Marfim, Burkina Faso, Senegal e Guiné. Este instrumento de percussão possui o corpo em forma de cálice e a pele é fixa na parte mais larga. O diâmetro da sua caixa de ressonância (corpo) pode variar entre 30 a 40 cm.
  • 4. Nome genérico atribuído ao tambor de origem japonesa. Existe uma grande variedade de formatos e tamanhos, sendo um metro e meio o seu maior diâmetro. O processo de construção de um taiko varia entre os fabricantes, mas caracteriza-se pela definição da força do corpo do tambor (caixa de ressonância), sendo depois a pele de animal cuidadosamente esticada e fixa na sua superfície, de ambos os lados, de modo a criar a tensão apropriada. Executa-se percutindo com dois batentes.
  • 5. Tabla Tabla é o nome dado ao conjunto dos 2 tambores. Instrumento tradicional indiano e de países vizinhos que acompanha vozes e instrumentos, entre os quais o Sitar (cordofone). LEGENDA: • Dayan – tambor mais pequeno, tocado pela mão direita (registo agudo); • Bayan – tambor maior, tocado pela mão esquerda (registo grave).
  • 6. Trata-se de dois pequenos tambores cilíndricos, com nomes e tamanhos diferentes, apoiados em duas almofadas circulares e revestidos por uma pele esticada. Posição do músico para a execução do instrumento.