SlideShare uma empresa Scribd logo
“ Media ção na Educação Infantil – Interação professor-aluno na concepção de Feuerstein.
1 - A concepção de criança e de educação afetam o ensino, a aprendizagem e a avaliação. 2 - O professor como mediador da aprendizagem. 3 - Transmitir conteúdos x construir conhecimento. 4 – Mediação em Feuerstein
Mini adulto Criança Aluno Tia Jardim de infância  Pré-escola Como era a  Educação Infantil
Sexo de tartaruga!
Interpretação de Texto. Mirimi e Gissitar.
Era uma vez dois trafelnos, Mirimi e Gissitar. Os dois trafelnos esporavam longe das perlongas. Num masto, porém, um dos trafelnos, Mirimi felnou que ramalia rizar e aror uma perlonga. Gissitar regou muito. Ele rubia que Mirimi não rizaria mais de perlonga. Gissitar felnou, felnou, regou, mas nada. Mirimi estava leruado: ramalia rizar e uma perlonga. No masto do fabeti, Mirimi rizou muito lento. No masto do fabeti proceu Gissitar e os dois rizaram ateli. Gissitar não ramalia clenar Mirimi.
Respond a  às perguntas a seguir: 1.            Quem eram os dois trafelnos? 2.            Onde esporavam? 3.            O que aconteceu num masto? 4.         No parágrafo 3, a quem se refere o pronome “ele”? 5.            Quem felnou? 6.            Mirimi estava leruado para quê? 7.            O que aconteceu no masto do fabeti? Texto desenvolvido por Loni G. Cabral Laboratório Clínico da leitura – UFSC, 1987.
Exemplo de uma atividade prática com material concreto e com alto nível de envolvimento do aluno na tarefa prático-manipulativa.
Situação A Educação bancária.
Preencher o retângulo com os quadradinhos dados.
Situação B Professor mediador.
Preencher o retângulo com os quadradinhos dados.
?
 
 
Que conceito geométrico foi desenvolvido?
Conceito desenvolvido: Área.  S = B . h At =  B . h 2
Org. Isabel Parolin. Pulso Editorial
MEIER, M; GARCIA, S.  Media ção da Aprendizagem – Contribuições de Feuerstein e de Vygotsky .  Curitiba, 2007.
Reuven Feuerstein
Obrigado!

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Mediação na educação infantil

A historia infantil como um instrumento para desenvol crianca
A historia infantil como um instrumento para desenvol criancaA historia infantil como um instrumento para desenvol crianca
A historia infantil como um instrumento para desenvol crianca
Nádia Cachado
 
Aprender brincando uma forma divertida de ensinar
Aprender brincando   uma forma divertida de ensinarAprender brincando   uma forma divertida de ensinar
Aprender brincando uma forma divertida de ensinar
multimidiassemfronteiras
 
Friedrich Froebel
Friedrich FroebelFriedrich Froebel
Friedrich Froebel
Perseu Silva
 
Projeto de Pesquisa: A Literatura Infantil no desenvolvimento da leitura
Projeto de Pesquisa: A Literatura Infantil no desenvolvimento da leituraProjeto de Pesquisa: A Literatura Infantil no desenvolvimento da leitura
Projeto de Pesquisa: A Literatura Infantil no desenvolvimento da leitura
Amanda Freitas
 
ARCA DE NÓE : VÍNICIUS DE MORAIS
ARCA DE NÓE : VÍNICIUS DE MORAIS ARCA DE NÓE : VÍNICIUS DE MORAIS
ARCA DE NÓE : VÍNICIUS DE MORAIS
Karen Santos
 
ENSINO TRADICIONAL X CONSTRUTIVISTA: A PERSPECTIVA DO LETRAMENTO NA ALFABETIZ...
ENSINO TRADICIONAL X CONSTRUTIVISTA: A PERSPECTIVA DO LETRAMENTO NA ALFABETIZ...ENSINO TRADICIONAL X CONSTRUTIVISTA: A PERSPECTIVA DO LETRAMENTO NA ALFABETIZ...
ENSINO TRADICIONAL X CONSTRUTIVISTA: A PERSPECTIVA DO LETRAMENTO NA ALFABETIZ...
christianceapcursos
 
Artigo 2011.
Artigo 2011.Artigo 2011.
Artigo 2011.
cefaprodematupa
 
Artigo 2011.
Artigo 2011.Artigo 2011.
Artigo 2011.
cefaprodematupa
 
Atps de multidisciplinar ii postagem
Atps de multidisciplinar ii postagemAtps de multidisciplinar ii postagem
Atps de multidisciplinar ii postagem
Eliza Silva
 
Material da Formação do ciclo 05.05 Profª Sueli
Material da Formação do ciclo 05.05 Profª SueliMaterial da Formação do ciclo 05.05 Profª Sueli
Material da Formação do ciclo 05.05 Profª Sueli
proinfancia
 
Massa x peso
Massa x pesoMassa x peso
Massa x peso
Aprender com prazer
 
Literatura e primeira infância
Literatura e primeira infânciaLiteratura e primeira infância
Literatura e primeira infância
Ana Paula Cecato
 
Maria candidagomesamostrashistórico geográficas
Maria candidagomesamostrashistórico geográficasMaria candidagomesamostrashistórico geográficas
Maria candidagomesamostrashistórico geográficas
compartilhamos
 
Maria candidagomesamostrashistórico geográficas
Maria candidagomesamostrashistórico geográficasMaria candidagomesamostrashistórico geográficas
Maria candidagomesamostrashistórico geográficas
compartilhamos
 
Unidade 5 a diversidade textual e as áreas de conhecimento versão final
Unidade 5 a diversidade textual e as áreas de conhecimento versão finalUnidade 5 a diversidade textual e as áreas de conhecimento versão final
Unidade 5 a diversidade textual e as áreas de conhecimento versão final
Naysa Taboada
 
Apresentaçao 2º semestre 2011 (2)
Apresentaçao 2º semestre   2011 (2)Apresentaçao 2º semestre   2011 (2)
Apresentaçao 2º semestre 2011 (2)
Delziene Jesus
 
LINO_Filosofia para crianças
LINO_Filosofia para criançasLINO_Filosofia para crianças
LINO_Filosofia para crianças
Adriana Melo
 
Teorias da aprendizagem.Resumo em português pdf
Teorias da aprendizagem.Resumo em português pdfTeorias da aprendizagem.Resumo em português pdf
Teorias da aprendizagem.Resumo em português pdf
LucreciaRostan
 
Dissertação Adriano
Dissertação AdrianoDissertação Adriano
Dissertação Adriano
guest7367a43d
 
Dissert Adriano Slides ConclusãO
Dissert  Adriano  Slides   ConclusãODissert  Adriano  Slides   ConclusãO
Dissert Adriano Slides ConclusãO
guest7367a43d
 

Semelhante a Mediação na educação infantil (20)

A historia infantil como um instrumento para desenvol crianca
A historia infantil como um instrumento para desenvol criancaA historia infantil como um instrumento para desenvol crianca
A historia infantil como um instrumento para desenvol crianca
 
Aprender brincando uma forma divertida de ensinar
Aprender brincando   uma forma divertida de ensinarAprender brincando   uma forma divertida de ensinar
Aprender brincando uma forma divertida de ensinar
 
Friedrich Froebel
Friedrich FroebelFriedrich Froebel
Friedrich Froebel
 
Projeto de Pesquisa: A Literatura Infantil no desenvolvimento da leitura
Projeto de Pesquisa: A Literatura Infantil no desenvolvimento da leituraProjeto de Pesquisa: A Literatura Infantil no desenvolvimento da leitura
Projeto de Pesquisa: A Literatura Infantil no desenvolvimento da leitura
 
ARCA DE NÓE : VÍNICIUS DE MORAIS
ARCA DE NÓE : VÍNICIUS DE MORAIS ARCA DE NÓE : VÍNICIUS DE MORAIS
ARCA DE NÓE : VÍNICIUS DE MORAIS
 
ENSINO TRADICIONAL X CONSTRUTIVISTA: A PERSPECTIVA DO LETRAMENTO NA ALFABETIZ...
ENSINO TRADICIONAL X CONSTRUTIVISTA: A PERSPECTIVA DO LETRAMENTO NA ALFABETIZ...ENSINO TRADICIONAL X CONSTRUTIVISTA: A PERSPECTIVA DO LETRAMENTO NA ALFABETIZ...
ENSINO TRADICIONAL X CONSTRUTIVISTA: A PERSPECTIVA DO LETRAMENTO NA ALFABETIZ...
 
Artigo 2011.
Artigo 2011.Artigo 2011.
Artigo 2011.
 
Artigo 2011.
Artigo 2011.Artigo 2011.
Artigo 2011.
 
Atps de multidisciplinar ii postagem
Atps de multidisciplinar ii postagemAtps de multidisciplinar ii postagem
Atps de multidisciplinar ii postagem
 
Material da Formação do ciclo 05.05 Profª Sueli
Material da Formação do ciclo 05.05 Profª SueliMaterial da Formação do ciclo 05.05 Profª Sueli
Material da Formação do ciclo 05.05 Profª Sueli
 
Massa x peso
Massa x pesoMassa x peso
Massa x peso
 
Literatura e primeira infância
Literatura e primeira infânciaLiteratura e primeira infância
Literatura e primeira infância
 
Maria candidagomesamostrashistórico geográficas
Maria candidagomesamostrashistórico geográficasMaria candidagomesamostrashistórico geográficas
Maria candidagomesamostrashistórico geográficas
 
Maria candidagomesamostrashistórico geográficas
Maria candidagomesamostrashistórico geográficasMaria candidagomesamostrashistórico geográficas
Maria candidagomesamostrashistórico geográficas
 
Unidade 5 a diversidade textual e as áreas de conhecimento versão final
Unidade 5 a diversidade textual e as áreas de conhecimento versão finalUnidade 5 a diversidade textual e as áreas de conhecimento versão final
Unidade 5 a diversidade textual e as áreas de conhecimento versão final
 
Apresentaçao 2º semestre 2011 (2)
Apresentaçao 2º semestre   2011 (2)Apresentaçao 2º semestre   2011 (2)
Apresentaçao 2º semestre 2011 (2)
 
LINO_Filosofia para crianças
LINO_Filosofia para criançasLINO_Filosofia para crianças
LINO_Filosofia para crianças
 
Teorias da aprendizagem.Resumo em português pdf
Teorias da aprendizagem.Resumo em português pdfTeorias da aprendizagem.Resumo em português pdf
Teorias da aprendizagem.Resumo em português pdf
 
Dissertação Adriano
Dissertação AdrianoDissertação Adriano
Dissertação Adriano
 
Dissert Adriano Slides ConclusãO
Dissert  Adriano  Slides   ConclusãODissert  Adriano  Slides   ConclusãO
Dissert Adriano Slides ConclusãO
 

Mais de Maria Masarela Passos

Os 10 problemas mais comuns do pensamento humano
Os 10 problemas mais comuns do pensamento humanoOs 10 problemas mais comuns do pensamento humano
Os 10 problemas mais comuns do pensamento humano
Maria Masarela Passos
 
Como interagir com o aluno 2006
Como interagir com o aluno 2006Como interagir com o aluno 2006
Como interagir com o aluno 2006
Maria Masarela Passos
 
Diag. e interv nas dif. de leitura e escrita
Diag. e interv nas dif. de leitura e escritaDiag. e interv nas dif. de leitura e escrita
Diag. e interv nas dif. de leitura e escrita
Maria Masarela Passos
 
Dif. aprendizagem
Dif. aprendizagemDif. aprendizagem
Dif. aprendizagem
Maria Masarela Passos
 
Reforma OrtográFica
Reforma OrtográFicaReforma OrtográFica
Reforma OrtográFica
Maria Masarela Passos
 
Fadiga visual1
Fadiga visual1Fadiga visual1
Fadiga visual1
Maria Masarela Passos
 
Como desenvolver a maturidade emocional das crianças
Como desenvolver a maturidade emocional das criançasComo desenvolver a maturidade emocional das crianças
Como desenvolver a maturidade emocional das crianças
Maria Masarela Passos
 
Monografia teoria e_clínica_psicanalítica_ masarela_ nov_ 2009
Monografia teoria e_clínica_psicanalítica_ masarela_ nov_ 2009Monografia teoria e_clínica_psicanalítica_ masarela_ nov_ 2009
Monografia teoria e_clínica_psicanalítica_ masarela_ nov_ 2009
Maria Masarela Passos
 
O que são realmente as dificuldades de aprendizagem
O que são realmente as dificuldades de aprendizagemO que são realmente as dificuldades de aprendizagem
O que são realmente as dificuldades de aprendizagem
Maria Masarela Passos
 
Oração à mulher
Oração à mulherOração à mulher
Oração à mulher
Maria Masarela Passos
 
Canção das mulheres
Canção das mulheresCanção das mulheres
Canção das mulheres
Maria Masarela Passos
 
Dislexia um estranho no outro lado do papel
Dislexia   um estranho no outro lado do papelDislexia   um estranho no outro lado do papel
Dislexia um estranho no outro lado do papel
Maria Masarela Passos
 
Dislexia um estranho no outro lado do papel
Dislexia   um estranho no outro lado do papelDislexia   um estranho no outro lado do papel
Dislexia um estranho no outro lado do papel
Maria Masarela Passos
 
A infância na visão global das mães
A infância na visão global das mãesA infância na visão global das mães
A infância na visão global das mães
Maria Masarela Passos
 
Dislexia um estranho no outro lado do papel
Dislexia   um estranho no outro lado do papelDislexia   um estranho no outro lado do papel
Dislexia um estranho no outro lado do papel
Maria Masarela Passos
 
Treinar os sentidos e o cérebro
Treinar os sentidos e o cérebroTreinar os sentidos e o cérebro
Treinar os sentidos e o cérebro
Maria Masarela Passos
 
O domínio de si mesmo
O domínio de si mesmoO domínio de si mesmo
O domínio de si mesmo
Maria Masarela Passos
 
Resolução sobre educação especial
Resolução sobre educação especialResolução sobre educação especial
Resolução sobre educação especial
Maria Masarela Passos
 
Inquietos e desatentos
Inquietos e desatentosInquietos e desatentos
Inquietos e desatentos
Maria Masarela Passos
 

Mais de Maria Masarela Passos (19)

Os 10 problemas mais comuns do pensamento humano
Os 10 problemas mais comuns do pensamento humanoOs 10 problemas mais comuns do pensamento humano
Os 10 problemas mais comuns do pensamento humano
 
Como interagir com o aluno 2006
Como interagir com o aluno 2006Como interagir com o aluno 2006
Como interagir com o aluno 2006
 
Diag. e interv nas dif. de leitura e escrita
Diag. e interv nas dif. de leitura e escritaDiag. e interv nas dif. de leitura e escrita
Diag. e interv nas dif. de leitura e escrita
 
Dif. aprendizagem
Dif. aprendizagemDif. aprendizagem
Dif. aprendizagem
 
Reforma OrtográFica
Reforma OrtográFicaReforma OrtográFica
Reforma OrtográFica
 
Fadiga visual1
Fadiga visual1Fadiga visual1
Fadiga visual1
 
Como desenvolver a maturidade emocional das crianças
Como desenvolver a maturidade emocional das criançasComo desenvolver a maturidade emocional das crianças
Como desenvolver a maturidade emocional das crianças
 
Monografia teoria e_clínica_psicanalítica_ masarela_ nov_ 2009
Monografia teoria e_clínica_psicanalítica_ masarela_ nov_ 2009Monografia teoria e_clínica_psicanalítica_ masarela_ nov_ 2009
Monografia teoria e_clínica_psicanalítica_ masarela_ nov_ 2009
 
O que são realmente as dificuldades de aprendizagem
O que são realmente as dificuldades de aprendizagemO que são realmente as dificuldades de aprendizagem
O que são realmente as dificuldades de aprendizagem
 
Oração à mulher
Oração à mulherOração à mulher
Oração à mulher
 
Canção das mulheres
Canção das mulheresCanção das mulheres
Canção das mulheres
 
Dislexia um estranho no outro lado do papel
Dislexia   um estranho no outro lado do papelDislexia   um estranho no outro lado do papel
Dislexia um estranho no outro lado do papel
 
Dislexia um estranho no outro lado do papel
Dislexia   um estranho no outro lado do papelDislexia   um estranho no outro lado do papel
Dislexia um estranho no outro lado do papel
 
A infância na visão global das mães
A infância na visão global das mãesA infância na visão global das mães
A infância na visão global das mães
 
Dislexia um estranho no outro lado do papel
Dislexia   um estranho no outro lado do papelDislexia   um estranho no outro lado do papel
Dislexia um estranho no outro lado do papel
 
Treinar os sentidos e o cérebro
Treinar os sentidos e o cérebroTreinar os sentidos e o cérebro
Treinar os sentidos e o cérebro
 
O domínio de si mesmo
O domínio de si mesmoO domínio de si mesmo
O domínio de si mesmo
 
Resolução sobre educação especial
Resolução sobre educação especialResolução sobre educação especial
Resolução sobre educação especial
 
Inquietos e desatentos
Inquietos e desatentosInquietos e desatentos
Inquietos e desatentos
 

Último

Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
antonio carlos
 
Registros da 8ª edição da FECINTEC - AFV
Registros da 8ª edição da FECINTEC - AFVRegistros da 8ª edição da FECINTEC - AFV
Registros da 8ª edição da FECINTEC - AFV
Yan Kayk da Cruz Ferreira
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Falcão Brasil
 
NR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.ppt
NR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.pptNR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.ppt
NR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.ppt
Vanessa F. Rezende
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
marcos oliveira
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Leonel Morgado
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
VictorEmanoel37
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
pattyhsilva271204
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CristviaFerreira
 

Último (20)

Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
 
Registros da 8ª edição da FECINTEC - AFV
Registros da 8ª edição da FECINTEC - AFVRegistros da 8ª edição da FECINTEC - AFV
Registros da 8ª edição da FECINTEC - AFV
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
 
NR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.ppt
NR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.pptNR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.ppt
NR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.ppt
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
 

Mediação na educação infantil

  • 1. “ Media ção na Educação Infantil – Interação professor-aluno na concepção de Feuerstein.
  • 2. 1 - A concepção de criança e de educação afetam o ensino, a aprendizagem e a avaliação. 2 - O professor como mediador da aprendizagem. 3 - Transmitir conteúdos x construir conhecimento. 4 – Mediação em Feuerstein
  • 3. Mini adulto Criança Aluno Tia Jardim de infância Pré-escola Como era a Educação Infantil
  • 5. Interpretação de Texto. Mirimi e Gissitar.
  • 6. Era uma vez dois trafelnos, Mirimi e Gissitar. Os dois trafelnos esporavam longe das perlongas. Num masto, porém, um dos trafelnos, Mirimi felnou que ramalia rizar e aror uma perlonga. Gissitar regou muito. Ele rubia que Mirimi não rizaria mais de perlonga. Gissitar felnou, felnou, regou, mas nada. Mirimi estava leruado: ramalia rizar e uma perlonga. No masto do fabeti, Mirimi rizou muito lento. No masto do fabeti proceu Gissitar e os dois rizaram ateli. Gissitar não ramalia clenar Mirimi.
  • 7. Respond a às perguntas a seguir: 1.           Quem eram os dois trafelnos? 2.           Onde esporavam? 3.           O que aconteceu num masto? 4.       No parágrafo 3, a quem se refere o pronome “ele”? 5.           Quem felnou? 6.           Mirimi estava leruado para quê? 7.           O que aconteceu no masto do fabeti? Texto desenvolvido por Loni G. Cabral Laboratório Clínico da leitura – UFSC, 1987.
  • 8. Exemplo de uma atividade prática com material concreto e com alto nível de envolvimento do aluno na tarefa prático-manipulativa.
  • 10. Preencher o retângulo com os quadradinhos dados.
  • 12. Preencher o retângulo com os quadradinhos dados.
  • 13. ?
  • 14.  
  • 15.  
  • 16. Que conceito geométrico foi desenvolvido?
  • 17. Conceito desenvolvido: Área. S = B . h At = B . h 2
  • 18. Org. Isabel Parolin. Pulso Editorial
  • 19. MEIER, M; GARCIA, S. Media ção da Aprendizagem – Contribuições de Feuerstein e de Vygotsky . Curitiba, 2007.