SlideShare uma empresa Scribd logo
AJUDA
Me
Dicas e Receitas
Aqui nessa revista você encontrará algumas
dicas e receitas para te ajudar no dia a dia
Talvez hoje você ignore a importancia de uma alimentação correta, mas
lembre-se que, o que você come hoje irá refletir no amanhã!
Sua alimentação importa
www.meajudaae.com.brmeajudaae@gmail.com
AÊ
ADIFERENÇA
MEAJUDAAÊ!
DICAPRAVOCÊ
SUMÁRIO
NODIAADIA
DICAEXTRA
ADIFERENÇA
Alimentar-se significa nutrir-se
Alimentar x Comer
Existe uma grande diferença entre comer e
se alimentar. Enquanto o hábito de comer pode ser
caracterizado apenas como um “abastecimento”
do corpo ou apenas suprir uma vontade, a ação
de se alimentar é vista como uma forma de tra-
tamento de saúde para manter o corpo regulado,
aproveitando os componentes de cada alimento
ingerido, trazendo, assim, a terceira fase, deno-
minada nutrição. De acordo com a nutricionis-
ta Luana Vasconcelos, especializada em Nutrição
Clínica Funcional, Esportiva e Fitoterapia, grande
parte das pessoas apenas “matam a fome
do estômago” e não das células, por isso ape-
nas se alimentam e não se nutrem corretamente:
“Nosso corpo não é formado de calorias,
mas sim de células que são formadas exclusi-
vamente de nutrientes. Se não fornecermos os
nutrientes que elas precisam para funcionar,
nosso corpo travará a função que deixar de re-
ceber tal nutrientes (seja o metabolismo, a imu-
nidade, a pele, cabelo, unhas, hormônios...).
Então precisamos garantir que todos os alimen-
tos que contém esses nutrientes sejam consu-
midos, digeridos, absorvidos e aproveitados
de maneira correta”, destaca a profissional.
É importante buscar o equilíbrio na ali-
mentação, ou seja, fazer uma dieta balanceada,
saiba que comer qualquer coisa pode fazer mal
ao organismo e você estar abastecendo seu cor-
po apenas com calorias. Alimentar-se é algo
mais complexo, pois faz parte de uma educa-
ção, uma vez que feita da maneira certa com
planejamento em quantidade e variedade ela
age como tratamento de saúde. Pense nis-
so antes de sair por aí comendo
qualquer coisa e de qualquer jeito
O determinante consciente de um padrão
alimentar está diretamente associado à herança
genética, cultural e social, assim, restrições, cos-
tumes e escolhas são inerentes aos padrões ad-
quiridos desde início de vida, ambiente social e
determina as escolhas alimentares e consequen-
temente o que o organismo recebe, utiliza e se
adapta conforme oferecimento alimentar contínuo.
Ter uma alimentação saudável não está to-
talmente ligada em seguir uma dieta, mas, sim,
em encontrar o equilíbrio da sua maneira de comer.
Aqui, não existe nenhuma restrição, porém, é im-
portante evitar o consumo excessivo de alimen-
tos muito gordurosos ou açucarados que, com
o tempo, acabam prejudicando a sua saúde.
“alimentar-se é um
ato nutricional, mas
comer é social.”
De uma forma geral, as escolhas ali-
mentares individuais e populacionais são influen-
ciadas pela interação entre os fatores biológicos,
sensoriais, socioeconômicos, culturais e psico-
lógicos. Assim, pode-se dizer que os determi-
nantes alimentares dependem, primeiramente,
do acesso e disponibilidade do alimento, mas,
também do que se conhece, aprende, acredi-
ta e sente sobre determinado tipo de alimento.
Me Ajuda aê
1.Individualidade bioquímica:
Cada pessoa é única, tem um próprio DNA,
e uma necessidade de nutrientes individualizada.
Essa necessidade vai muito além da quantidade
calórica, por isso a alimentação que serve para um
pode não ser a melhor para outro. Outro fator que
diferencia as pessoas é a tolerânciaa alimentos.
Estado de saúde também é um fator determi-
nante de escolhas alimentares, haja vista que
indivíduos com algum tipo de doença devem se-
guir um plano alimentar/dietoterápico específico.
2.Carências nutricionais:
Costumamos ficar focados apenas nos exces-
sos e esquecemos que sem os nutrientes, o corpo
não funciona. Sem os nutrientes o organismo
estoca gordura para a sua proteção, os múscu-
los, pele, ossos, unhas, cabelo, serão utilizados
para fornecer energia para o nosso cérebro, mas
acabará deixando essas outras partes empobre-
cidas. Assim o sistema imune também cai, fica
mais frágil, e ficamos doentes com mais facilida-
de. Portanto, não conte caloria, conte nutrientes!
“O que comemos nos forma, uma vez que
comer é incorporar um alimento.”
Claude Fischler
Quatro passos da alimentação funcional
3.Intolerâncias alimentares:
Um alimento que para uma pessoa pode
ser considerado um remédio natural, para ou-
tra pode ser um veneno. Isso geralmente acon-
tece com alimentos proteicos, com alto peso
molecular como caso dos lácteos, glúten, soja,
amendoim e ovo. Com tal efeito acontecendo,
nosso intestino receberá alimentos mal digeridos,
será inflamado e deixará de nos defender
corretamente de substâncias que deveriam ser
descartadas, além de reduzir absorção de nutrien-
tes, de aumentar sintomas de inflamação crônica.
4.Saúde digestiva e intestinal:
O processo digestivo é fundamental para
nossa saúde, mesmo para aqueles sem sintomas re-
lacionados diretamente à má digestão. A má mas-
tigação, a falta de acidificação gástrica, ou baixa
produção de enzimas digestivas, assim como o de-
sequilíbrio do intestino (mais bactérias patogênicas
e menos bactérias protetoras), causam diversos
distúrbiosnoorganismo,queresultamemproblemas
que vão desde gases até alergias respiratórias,
dermatológicas e alteração da pressão arterial.
Daí o termo “eu sou o que eu como”
1. NÃO FIQUE SEM COMER
É mais importante comer pouco, mas em in-
tervalos curtos do que comer muito em poucas
vezes ao dia. Se seu organismo ficar com res-
trição e energia, o metabolismo fica mais len-
to, poupando energia e dificultando a perda
de peso. Além disso, a pessoa acaba comendo
mais na próxima refeição, buscando alimen-
tos mais calóricos como forma de compensação.
2. COMA COM CALMA
Seu organismo precisa de tempo para pro-
cessar os alimentos. Vale lembrar ainda que
grande parte das enzimas digestivas (50%)
são secretadas por estímulos sensoriais (vi-
são, olfato, tato, paladar), o que reforça a ne-
cessidade de reservar um tempo para pre-
parar sua alimentação e comer com calma.
3. MASTIGUE BEM
A sua digestão inicia na boca, com a tritura-
ção dos alimentos e a ação da saliva. O obje-
tivo principal da mastigação é tornar o alimen-
to pastoso para facilitar o processo digestivo.
Se você não mastigar bem a tendência é que
seu organismo demore a avisar que está sa-
ciado e você acaba comendo mais do que ne-
cessita. Então, reserve ao menos de 20 minutos
cada refeição e mastigue bem os alimentos.
4. BEBA MUITA ÁGUA
Beber água durante o dia faz com que nos-
so corpo se mantenha bem hidratado, ajuda o
organismo a transportar os nutrientes que preci-
samos e contribui na digestão dos alimentos. Um
truque para saber se você está bebendo água o
suficiente é verificar a cor da urina, a qual deve
estar em uma tonalidade amarela bem clara.
10. REDUZA O AÇÚCAR
Reduza o consumo de açúcar, diminua os
doces. Na hora de adoçar, privilegie os produtos
naturais como a sucralose, derivada da cana de
açúcar, porém sem calorias e sem alto índice glicê-
mico e a stevia, derivado de uma planta natural.”
O açúcar contribui para acelerar o enve-
lhecimento, aumentam flacidez da pele e
ainda possuem altas quantidades de ca-
lorias, sem os nutrientes necessários.
Algumas dicas pra te ajudar
“Para comer bem
você pode começar
fazendo escolhas
saudáveis.”
Dicapravocê
Cuide-se hoje! Amanhã pode ser tarde
noDiaaDia
Café da manhã é muito importante
ANO NOVO VIDA NOVA
O início de um novo ano pode ser a época
perfeita para abandonar maus hábitos e ado-
tar outros mais saudáveis e que conferem benefí-
cios para a sua saúde e bem-estar. Se você está
sentindo necessidade de mudanças na sua rotina,
um bom começo para isso é atentar o seu olhar
para a alimentação. Afinal, ela está diretamen-
te ligada à nossa qualidade de vida. Ao adotar
hábitos simples no cardápio, as mudanças po-
dem ser muito mais amplas do que você espera.
COMPRE ALIMENTOS SAUDÁVEIS
Pode parecer um pouco óbvio, mas é essen-
cial lembrar de manter a despensa e a geladeira
abastecidas de itens saudáveis para não cair na
tentação de comer produtos ricos em sódio ou açú-
car. Abandone comidas industrializadas congela-
das, doces, refrigerantes e outros itens e invista em
frutas e vegetais frescos, além de cereais integrais.
DEDIQUE UM TEMPO APENAS
PARA A REFEIÇÃO
Essa é uma das regras essenciais do slow
food. Ao sentar à mesa e se dedicar ao momen-
to da refeição, você presta mais atenção ao que
está comendo. Além disso, mastigar bem e co-
mer devagar fazem com que o corpo fique mais
saciado e evita que você coma além da conta.
pesquisadores constataram que comer devagar,
colocando menores porções de comida na boca
e mastigando por mais tempo, pode reduzir a in-
gestão de calorias e, consequentemente, ajudar
na perda de peso. De acordo com os autores, essa
prática faz com que as pessoas se sintam satisfei-
tas mais rapidamente, fazendo-as comer menos.
NÃO PULE REFEIÇÕES
Sempre falamos por aqui da importância de se
respeitar cada uma das refeições principais, jun-
tamente com os pequenos lanches intermediários.
Essa é a melhor forma para manter o organismo
sempre abastecido e evitar a compulsão na hora
das refeições principais, entre outros problemas
quepodemsurgirapartirdessejejumprolongado..
REDUZA O CONSUMO DE SAL
Sabemos que muitas vezes é uma tentação co-
locar um pouco mais de sal na comida. Mas em
excesso, o sódio causa retenção de líquido, in-
chaço e o aumento da pressão arterial, o que
resulta em hipertensão e doenças cardiovascu-
lares. Por isso, prefira o uso de temperos natu-
rais, como alho, cebola, orégano, cúrcuma, salsa,
curry, entre tantos outros. Evite ainda o consu-
mo de produtos industrializados e em conserva,
que concentram grandes quantidades de sódio.
Sendo saudável no dia a dia
“O café é muito
saudável, mas não
exagere”
Dica Extra!
POR UMA BOA CAUSA
Existem alimentos que podem “enganar” o cére-
bro e trazer sensação de saciedade, quando bate
aquelavontadedeconsumiraçúcar.Confiraabaixo.
Salada de frutas. Se precisar adoçar, use o açúcar
mascavo.
Banana com canela assada no forno ou no mi-
cro-ondas. Fica ótima com gotas de mel.
Frutas secas como damasco ou ameixa.
Frozen de iogurte.
Alfarroba, por ser muito parecida com o choco-
late, pode ser uma opção para quem é chocóla-
tra e quer fugir da gordura do doce tradicional.
NÃO DEIXE DE COMER
A falta de nutrientes para funções cerebrais
pode provocar comportamentos compulsivos,
ansiedade, cansaço mental e irritabilidade.
Um dos principais neurotransmissores do bem-es-
tar é a serotonina, formada pelo triptofano, pre-
sente em peixes, carnes, ovos e outras fontes de
proteína. Já o ácido gama aminobutirico (gaba)
ajuda a manter a atenção, além de ser um cal-
mante. Ele está presente no L- theanina, encon-
trado no chá verde, assim como em vitaminas,
como a B12, presente nas folhas verde-escuras.
Você pode comer mas, tudo com
moderação, viu?
Aprender nunca é demais
COMER É ESSENCIAL
O tradicional mau humor matinal vai muito além
da vontade de continuar na cama . “ Após um je-
jum noturno de muitas horas, os níveis de glicose
estão baixos. Alimentar-se com muito pão ou açú-
car faz com que eles subam rapidamente, provo-
cando a alteração de humor.Para evitar isto, é im-
portante modular o consumo de carboidratos com
fontes de boas gorduras, como nozes, amêndoas
e proteínas, por exemplo, ovo e frios magros”.
DIETA DIVERSIFICADA
Quanto mais diversificada for a sua dieta,
mais bactérias o seu organismo irá receber. Com
isso, você se mantém sempre saudável. O pes-
quisador recomenda o consumo regular de pro-
dutos lácteos, como queijos, porque eles redu-
zem as probabilidades de desenvolver doenças
cardíacas; alimentos ricos em probióticos, como
iogurte – que são ricos em micróbios; alguns
alimentos como nozes e sementes – que agem
como um fertilizantes para as bactérias; o vi-
nho que ajuda a emagrecer, traz benefícios ao
coração e também evita câncer e também o ca-
cau, que é rico em epicatequina e flavonoides.
“O segredo, então, é a quantidade.”
IDEALIZADA POR
GABRIELLE MARINHO

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Vida saudavel
Vida saudavelVida saudavel
Vida saudavel
Alinebrauna Brauna
 
Dietas da moda
Dietas da modaDietas da moda
Dietas da moda
Saúde Hervalense
 
Manual de nutricao sociedade brasileira de diabetes
Manual de nutricao sociedade brasileira de diabetesManual de nutricao sociedade brasileira de diabetes
Manual de nutricao sociedade brasileira de diabetes
Creche Segura
 
Manual alimentacao saudavel
Manual alimentacao saudavelManual alimentacao saudavel
Manual alimentacao saudavel
Ivone Reges
 
Alimentação na Prevenção de Cálculos Renais - Orientação aos pacientes
Alimentação na Prevenção de  Cálculos Renais - Orientação  aos pacientesAlimentação na Prevenção de  Cálculos Renais - Orientação  aos pacientes
Alimentação na Prevenção de Cálculos Renais - Orientação aos pacientes
Dr. Benevenuto
 
Allimentacao saudavel idoso
Allimentacao saudavel idosoAllimentacao saudavel idoso
Allimentacao saudavel idoso
Universidade Federal de São Paulo- UNIFESP
 
Estilos de vida saudáveis
Estilos de vida saudáveisEstilos de vida saudáveis
Estilos de vida saudáveis
jdjoana
 
Nutrição no idoso
Nutrição no idosoNutrição no idoso
Nutrição no idoso
rosabia
 
A alimentação
A alimentaçãoA alimentação
A alimentação
e.ferreira
 
Hábitos de vida saudável
Hábitos de vida saudávelHábitos de vida saudável
Hábitos de vida saudável
Morganauca
 
Hábitos De Vida Saudável
Hábitos De Vida SaudávelHábitos De Vida Saudável
Hábitos De Vida Saudável
cdays
 
A importância da nutrição para um desenvolvimento saudável
A importância da nutrição para um desenvolvimento saudávelA importância da nutrição para um desenvolvimento saudável
A importância da nutrição para um desenvolvimento saudável
FABY01954
 
Dieta Low Carb
Dieta Low CarbDieta Low Carb
Habitos vida saudavel
Habitos vida saudavelHabitos vida saudavel
Habitos vida saudavel
PESES
 
Deixar de fumar sem engordar
Deixar de fumar sem engordarDeixar de fumar sem engordar
Deixar de fumar sem engordar
Teresa Batista
 
eBook DIETA LOW-CARB - O GUIA COMPLETO
eBook DIETA LOW-CARB - O GUIA COMPLETOeBook DIETA LOW-CARB - O GUIA COMPLETO
eBook DIETA LOW-CARB - O GUIA COMPLETO
Leandro Estevam
 
MANUAL DE CONTAGEM DE CARBOIDRATOS PARA PESSOAS COM DIABETES
MANUAL DE CONTAGEM DE CARBOIDRATOS PARA PESSOAS COM DIABETESMANUAL DE CONTAGEM DE CARBOIDRATOS PARA PESSOAS COM DIABETES
MANUAL DE CONTAGEM DE CARBOIDRATOS PARA PESSOAS COM DIABETES
Creche Segura
 
Hábitos Alimentares Para Uma Vida Saudável
Hábitos Alimentares Para Uma Vida SaudávelHábitos Alimentares Para Uma Vida Saudável
Hábitos Alimentares Para Uma Vida Saudável
Alimentação Saudável
 
Alimentos diet, light , funcionais e transgênicos
Alimentos diet, light , funcionais e transgênicosAlimentos diet, light , funcionais e transgênicos
Alimentos diet, light , funcionais e transgênicos
Daynire Grisse
 
COMO MUDAR SUA SAÚDE COMENDO BEM
COMO MUDAR SUA SAÚDE COMENDO BEMCOMO MUDAR SUA SAÚDE COMENDO BEM
COMO MUDAR SUA SAÚDE COMENDO BEM
EMANUELNAROLI
 

Mais procurados (20)

Vida saudavel
Vida saudavelVida saudavel
Vida saudavel
 
Dietas da moda
Dietas da modaDietas da moda
Dietas da moda
 
Manual de nutricao sociedade brasileira de diabetes
Manual de nutricao sociedade brasileira de diabetesManual de nutricao sociedade brasileira de diabetes
Manual de nutricao sociedade brasileira de diabetes
 
Manual alimentacao saudavel
Manual alimentacao saudavelManual alimentacao saudavel
Manual alimentacao saudavel
 
Alimentação na Prevenção de Cálculos Renais - Orientação aos pacientes
Alimentação na Prevenção de  Cálculos Renais - Orientação  aos pacientesAlimentação na Prevenção de  Cálculos Renais - Orientação  aos pacientes
Alimentação na Prevenção de Cálculos Renais - Orientação aos pacientes
 
Allimentacao saudavel idoso
Allimentacao saudavel idosoAllimentacao saudavel idoso
Allimentacao saudavel idoso
 
Estilos de vida saudáveis
Estilos de vida saudáveisEstilos de vida saudáveis
Estilos de vida saudáveis
 
Nutrição no idoso
Nutrição no idosoNutrição no idoso
Nutrição no idoso
 
A alimentação
A alimentaçãoA alimentação
A alimentação
 
Hábitos de vida saudável
Hábitos de vida saudávelHábitos de vida saudável
Hábitos de vida saudável
 
Hábitos De Vida Saudável
Hábitos De Vida SaudávelHábitos De Vida Saudável
Hábitos De Vida Saudável
 
A importância da nutrição para um desenvolvimento saudável
A importância da nutrição para um desenvolvimento saudávelA importância da nutrição para um desenvolvimento saudável
A importância da nutrição para um desenvolvimento saudável
 
Dieta Low Carb
Dieta Low CarbDieta Low Carb
Dieta Low Carb
 
Habitos vida saudavel
Habitos vida saudavelHabitos vida saudavel
Habitos vida saudavel
 
Deixar de fumar sem engordar
Deixar de fumar sem engordarDeixar de fumar sem engordar
Deixar de fumar sem engordar
 
eBook DIETA LOW-CARB - O GUIA COMPLETO
eBook DIETA LOW-CARB - O GUIA COMPLETOeBook DIETA LOW-CARB - O GUIA COMPLETO
eBook DIETA LOW-CARB - O GUIA COMPLETO
 
MANUAL DE CONTAGEM DE CARBOIDRATOS PARA PESSOAS COM DIABETES
MANUAL DE CONTAGEM DE CARBOIDRATOS PARA PESSOAS COM DIABETESMANUAL DE CONTAGEM DE CARBOIDRATOS PARA PESSOAS COM DIABETES
MANUAL DE CONTAGEM DE CARBOIDRATOS PARA PESSOAS COM DIABETES
 
Hábitos Alimentares Para Uma Vida Saudável
Hábitos Alimentares Para Uma Vida SaudávelHábitos Alimentares Para Uma Vida Saudável
Hábitos Alimentares Para Uma Vida Saudável
 
Alimentos diet, light , funcionais e transgênicos
Alimentos diet, light , funcionais e transgênicosAlimentos diet, light , funcionais e transgênicos
Alimentos diet, light , funcionais e transgênicos
 
COMO MUDAR SUA SAÚDE COMENDO BEM
COMO MUDAR SUA SAÚDE COMENDO BEMCOMO MUDAR SUA SAÚDE COMENDO BEM
COMO MUDAR SUA SAÚDE COMENDO BEM
 

Semelhante a Me Ajuda Aê

E. MÉDIO 2 TARDE DÊ UM LIKE PRA SAÚDE 10 07 2023 PIRÂMIDE ALIMENTAR P2.pdf
E. MÉDIO 2 TARDE DÊ UM LIKE PRA SAÚDE 10 07 2023 PIRÂMIDE ALIMENTAR P2.pdfE. MÉDIO 2 TARDE DÊ UM LIKE PRA SAÚDE 10 07 2023 PIRÂMIDE ALIMENTAR P2.pdf
E. MÉDIO 2 TARDE DÊ UM LIKE PRA SAÚDE 10 07 2023 PIRÂMIDE ALIMENTAR P2.pdf
NeuraciGuedesRibeiro2
 
Cartilha: Alimentação Infantil - Lanches Saudáveis
Cartilha: Alimentação Infantil - Lanches SaudáveisCartilha: Alimentação Infantil - Lanches Saudáveis
Cartilha: Alimentação Infantil - Lanches Saudáveis
Dr. Benevenuto
 
Super herois super-saudaveis
Super herois super-saudaveisSuper herois super-saudaveis
Super herois super-saudaveis
joana silva
 
Emagrecimento Saudável: O Caminho para uma Vida Equilibrada
Emagrecimento Saudável: O Caminho para uma Vida EquilibradaEmagrecimento Saudável: O Caminho para uma Vida Equilibrada
Emagrecimento Saudável: O Caminho para uma Vida Equilibrada
pablotga125
 
Mentoria Atitude Seja leve de Emagrecimento - Mentoria Atitude Seja Leve de E...
Mentoria Atitude Seja leve de Emagrecimento - Mentoria Atitude Seja Leve de E...Mentoria Atitude Seja leve de Emagrecimento - Mentoria Atitude Seja Leve de E...
Mentoria Atitude Seja leve de Emagrecimento - Mentoria Atitude Seja Leve de E...
minhamelhordica
 
Cartilha do Lanche Gostoso e Saudável
Cartilha do Lanche Gostoso e SaudávelCartilha do Lanche Gostoso e Saudável
Cartilha do Lanche Gostoso e Saudável
Ana Paula Penzo
 
NutriçãO E Capacidades FíSicas 2003
NutriçãO E Capacidades FíSicas 2003NutriçãO E Capacidades FíSicas 2003
NutriçãO E Capacidades FíSicas 2003
EmidioFilipe
 
Resp aliment ativ_fis_gia
Resp aliment ativ_fis_giaResp aliment ativ_fis_gia
Resp aliment ativ_fis_gia
Msaude
 
5 Dicas Simples Para Uma Alimentação Saudável Para Emagrecer
5 Dicas Simples Para Uma Alimentação Saudável Para Emagrecer5 Dicas Simples Para Uma Alimentação Saudável Para Emagrecer
5 Dicas Simples Para Uma Alimentação Saudável Para Emagrecer
Ana Julia
 
Alimentação da vida
Alimentação da vidaAlimentação da vida
Alimentação da vida
Pedro Kangombe
 
A importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.ppt
A importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.pptA importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.ppt
A importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.ppt
AndradeLeandro3
 
A importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.ppt
A importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.pptA importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.ppt
A importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.ppt
ElvandiraElvandira
 
A importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.ppt
A importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.pptA importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.ppt
A importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.ppt
NutricionistaAnaPast
 
Equilíbrio do organismo- Distúrbios Alimentares
Equilíbrio do organismo- Distúrbios AlimentaresEquilíbrio do organismo- Distúrbios Alimentares
Equilíbrio do organismo- Distúrbios Alimentares
Melissa Matos
 
A importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.ppt
A importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.pptA importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.ppt
A importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.ppt
NgelaNascimento11
 
A importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.ppt
A importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.pptA importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.ppt
A importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.ppt
nagelasouza1
 
Receitas AlimentaçãO Escolar Lanche Gostoso 03
Receitas AlimentaçãO Escolar Lanche Gostoso 03Receitas AlimentaçãO Escolar Lanche Gostoso 03
Receitas AlimentaçãO Escolar Lanche Gostoso 03
tsunamidaiquiri
 
Cartilha Lanche Gostoso
Cartilha Lanche GostosoCartilha Lanche Gostoso
Cartilha Lanche Gostoso
MaisVitamina
 
Hábitos alimentares e qualidade de vida
Hábitos alimentares e qualidade de vidaHábitos alimentares e qualidade de vida
Hábitos alimentares e qualidade de vida
eebniltonkucker
 
Fast food: os seus perigos e como os reduzir
Fast food: os seus perigos e como os reduzirFast food: os seus perigos e como os reduzir
Fast food: os seus perigos e como os reduzir
Teresa Batista
 

Semelhante a Me Ajuda Aê (20)

E. MÉDIO 2 TARDE DÊ UM LIKE PRA SAÚDE 10 07 2023 PIRÂMIDE ALIMENTAR P2.pdf
E. MÉDIO 2 TARDE DÊ UM LIKE PRA SAÚDE 10 07 2023 PIRÂMIDE ALIMENTAR P2.pdfE. MÉDIO 2 TARDE DÊ UM LIKE PRA SAÚDE 10 07 2023 PIRÂMIDE ALIMENTAR P2.pdf
E. MÉDIO 2 TARDE DÊ UM LIKE PRA SAÚDE 10 07 2023 PIRÂMIDE ALIMENTAR P2.pdf
 
Cartilha: Alimentação Infantil - Lanches Saudáveis
Cartilha: Alimentação Infantil - Lanches SaudáveisCartilha: Alimentação Infantil - Lanches Saudáveis
Cartilha: Alimentação Infantil - Lanches Saudáveis
 
Super herois super-saudaveis
Super herois super-saudaveisSuper herois super-saudaveis
Super herois super-saudaveis
 
Emagrecimento Saudável: O Caminho para uma Vida Equilibrada
Emagrecimento Saudável: O Caminho para uma Vida EquilibradaEmagrecimento Saudável: O Caminho para uma Vida Equilibrada
Emagrecimento Saudável: O Caminho para uma Vida Equilibrada
 
Mentoria Atitude Seja leve de Emagrecimento - Mentoria Atitude Seja Leve de E...
Mentoria Atitude Seja leve de Emagrecimento - Mentoria Atitude Seja Leve de E...Mentoria Atitude Seja leve de Emagrecimento - Mentoria Atitude Seja Leve de E...
Mentoria Atitude Seja leve de Emagrecimento - Mentoria Atitude Seja Leve de E...
 
Cartilha do Lanche Gostoso e Saudável
Cartilha do Lanche Gostoso e SaudávelCartilha do Lanche Gostoso e Saudável
Cartilha do Lanche Gostoso e Saudável
 
NutriçãO E Capacidades FíSicas 2003
NutriçãO E Capacidades FíSicas 2003NutriçãO E Capacidades FíSicas 2003
NutriçãO E Capacidades FíSicas 2003
 
Resp aliment ativ_fis_gia
Resp aliment ativ_fis_giaResp aliment ativ_fis_gia
Resp aliment ativ_fis_gia
 
5 Dicas Simples Para Uma Alimentação Saudável Para Emagrecer
5 Dicas Simples Para Uma Alimentação Saudável Para Emagrecer5 Dicas Simples Para Uma Alimentação Saudável Para Emagrecer
5 Dicas Simples Para Uma Alimentação Saudável Para Emagrecer
 
Alimentação da vida
Alimentação da vidaAlimentação da vida
Alimentação da vida
 
A importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.ppt
A importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.pptA importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.ppt
A importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.ppt
 
A importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.ppt
A importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.pptA importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.ppt
A importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.ppt
 
A importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.ppt
A importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.pptA importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.ppt
A importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.ppt
 
Equilíbrio do organismo- Distúrbios Alimentares
Equilíbrio do organismo- Distúrbios AlimentaresEquilíbrio do organismo- Distúrbios Alimentares
Equilíbrio do organismo- Distúrbios Alimentares
 
A importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.ppt
A importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.pptA importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.ppt
A importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.ppt
 
A importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.ppt
A importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.pptA importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.ppt
A importância da nutrição para um desenvolvimento saudável.ppt
 
Receitas AlimentaçãO Escolar Lanche Gostoso 03
Receitas AlimentaçãO Escolar Lanche Gostoso 03Receitas AlimentaçãO Escolar Lanche Gostoso 03
Receitas AlimentaçãO Escolar Lanche Gostoso 03
 
Cartilha Lanche Gostoso
Cartilha Lanche GostosoCartilha Lanche Gostoso
Cartilha Lanche Gostoso
 
Hábitos alimentares e qualidade de vida
Hábitos alimentares e qualidade de vidaHábitos alimentares e qualidade de vida
Hábitos alimentares e qualidade de vida
 
Fast food: os seus perigos e como os reduzir
Fast food: os seus perigos e como os reduzirFast food: os seus perigos e como os reduzir
Fast food: os seus perigos e como os reduzir
 

Me Ajuda Aê

  • 1. AJUDA Me Dicas e Receitas Aqui nessa revista você encontrará algumas dicas e receitas para te ajudar no dia a dia Talvez hoje você ignore a importancia de uma alimentação correta, mas lembre-se que, o que você come hoje irá refletir no amanhã! Sua alimentação importa www.meajudaae.com.brmeajudaae@gmail.com AÊ
  • 5. Alimentar x Comer Existe uma grande diferença entre comer e se alimentar. Enquanto o hábito de comer pode ser caracterizado apenas como um “abastecimento” do corpo ou apenas suprir uma vontade, a ação de se alimentar é vista como uma forma de tra- tamento de saúde para manter o corpo regulado, aproveitando os componentes de cada alimento ingerido, trazendo, assim, a terceira fase, deno- minada nutrição. De acordo com a nutricionis- ta Luana Vasconcelos, especializada em Nutrição Clínica Funcional, Esportiva e Fitoterapia, grande parte das pessoas apenas “matam a fome do estômago” e não das células, por isso ape- nas se alimentam e não se nutrem corretamente: “Nosso corpo não é formado de calorias, mas sim de células que são formadas exclusi- vamente de nutrientes. Se não fornecermos os nutrientes que elas precisam para funcionar, nosso corpo travará a função que deixar de re- ceber tal nutrientes (seja o metabolismo, a imu- nidade, a pele, cabelo, unhas, hormônios...). Então precisamos garantir que todos os alimen- tos que contém esses nutrientes sejam consu- midos, digeridos, absorvidos e aproveitados de maneira correta”, destaca a profissional. É importante buscar o equilíbrio na ali- mentação, ou seja, fazer uma dieta balanceada, saiba que comer qualquer coisa pode fazer mal ao organismo e você estar abastecendo seu cor- po apenas com calorias. Alimentar-se é algo mais complexo, pois faz parte de uma educa- ção, uma vez que feita da maneira certa com planejamento em quantidade e variedade ela age como tratamento de saúde. Pense nis- so antes de sair por aí comendo qualquer coisa e de qualquer jeito O determinante consciente de um padrão alimentar está diretamente associado à herança genética, cultural e social, assim, restrições, cos- tumes e escolhas são inerentes aos padrões ad- quiridos desde início de vida, ambiente social e determina as escolhas alimentares e consequen- temente o que o organismo recebe, utiliza e se adapta conforme oferecimento alimentar contínuo. Ter uma alimentação saudável não está to- talmente ligada em seguir uma dieta, mas, sim, em encontrar o equilíbrio da sua maneira de comer. Aqui, não existe nenhuma restrição, porém, é im- portante evitar o consumo excessivo de alimen- tos muito gordurosos ou açucarados que, com o tempo, acabam prejudicando a sua saúde. “alimentar-se é um ato nutricional, mas comer é social.” De uma forma geral, as escolhas ali- mentares individuais e populacionais são influen- ciadas pela interação entre os fatores biológicos, sensoriais, socioeconômicos, culturais e psico- lógicos. Assim, pode-se dizer que os determi- nantes alimentares dependem, primeiramente, do acesso e disponibilidade do alimento, mas, também do que se conhece, aprende, acredi- ta e sente sobre determinado tipo de alimento.
  • 6. Me Ajuda aê 1.Individualidade bioquímica: Cada pessoa é única, tem um próprio DNA, e uma necessidade de nutrientes individualizada. Essa necessidade vai muito além da quantidade calórica, por isso a alimentação que serve para um pode não ser a melhor para outro. Outro fator que diferencia as pessoas é a tolerânciaa alimentos. Estado de saúde também é um fator determi- nante de escolhas alimentares, haja vista que indivíduos com algum tipo de doença devem se- guir um plano alimentar/dietoterápico específico. 2.Carências nutricionais: Costumamos ficar focados apenas nos exces- sos e esquecemos que sem os nutrientes, o corpo não funciona. Sem os nutrientes o organismo estoca gordura para a sua proteção, os múscu- los, pele, ossos, unhas, cabelo, serão utilizados para fornecer energia para o nosso cérebro, mas acabará deixando essas outras partes empobre- cidas. Assim o sistema imune também cai, fica mais frágil, e ficamos doentes com mais facilida- de. Portanto, não conte caloria, conte nutrientes! “O que comemos nos forma, uma vez que comer é incorporar um alimento.” Claude Fischler
  • 7. Quatro passos da alimentação funcional 3.Intolerâncias alimentares: Um alimento que para uma pessoa pode ser considerado um remédio natural, para ou- tra pode ser um veneno. Isso geralmente acon- tece com alimentos proteicos, com alto peso molecular como caso dos lácteos, glúten, soja, amendoim e ovo. Com tal efeito acontecendo, nosso intestino receberá alimentos mal digeridos, será inflamado e deixará de nos defender corretamente de substâncias que deveriam ser descartadas, além de reduzir absorção de nutrien- tes, de aumentar sintomas de inflamação crônica. 4.Saúde digestiva e intestinal: O processo digestivo é fundamental para nossa saúde, mesmo para aqueles sem sintomas re- lacionados diretamente à má digestão. A má mas- tigação, a falta de acidificação gástrica, ou baixa produção de enzimas digestivas, assim como o de- sequilíbrio do intestino (mais bactérias patogênicas e menos bactérias protetoras), causam diversos distúrbiosnoorganismo,queresultamemproblemas que vão desde gases até alergias respiratórias, dermatológicas e alteração da pressão arterial. Daí o termo “eu sou o que eu como”
  • 8. 1. NÃO FIQUE SEM COMER É mais importante comer pouco, mas em in- tervalos curtos do que comer muito em poucas vezes ao dia. Se seu organismo ficar com res- trição e energia, o metabolismo fica mais len- to, poupando energia e dificultando a perda de peso. Além disso, a pessoa acaba comendo mais na próxima refeição, buscando alimen- tos mais calóricos como forma de compensação. 2. COMA COM CALMA Seu organismo precisa de tempo para pro- cessar os alimentos. Vale lembrar ainda que grande parte das enzimas digestivas (50%) são secretadas por estímulos sensoriais (vi- são, olfato, tato, paladar), o que reforça a ne- cessidade de reservar um tempo para pre- parar sua alimentação e comer com calma. 3. MASTIGUE BEM A sua digestão inicia na boca, com a tritura- ção dos alimentos e a ação da saliva. O obje- tivo principal da mastigação é tornar o alimen- to pastoso para facilitar o processo digestivo. Se você não mastigar bem a tendência é que seu organismo demore a avisar que está sa- ciado e você acaba comendo mais do que ne- cessita. Então, reserve ao menos de 20 minutos cada refeição e mastigue bem os alimentos. 4. BEBA MUITA ÁGUA Beber água durante o dia faz com que nos- so corpo se mantenha bem hidratado, ajuda o organismo a transportar os nutrientes que preci- samos e contribui na digestão dos alimentos. Um truque para saber se você está bebendo água o suficiente é verificar a cor da urina, a qual deve estar em uma tonalidade amarela bem clara. 10. REDUZA O AÇÚCAR Reduza o consumo de açúcar, diminua os doces. Na hora de adoçar, privilegie os produtos naturais como a sucralose, derivada da cana de açúcar, porém sem calorias e sem alto índice glicê- mico e a stevia, derivado de uma planta natural.” O açúcar contribui para acelerar o enve- lhecimento, aumentam flacidez da pele e ainda possuem altas quantidades de ca- lorias, sem os nutrientes necessários. Algumas dicas pra te ajudar “Para comer bem você pode começar fazendo escolhas saudáveis.”
  • 10. noDiaaDia Café da manhã é muito importante
  • 11. ANO NOVO VIDA NOVA O início de um novo ano pode ser a época perfeita para abandonar maus hábitos e ado- tar outros mais saudáveis e que conferem benefí- cios para a sua saúde e bem-estar. Se você está sentindo necessidade de mudanças na sua rotina, um bom começo para isso é atentar o seu olhar para a alimentação. Afinal, ela está diretamen- te ligada à nossa qualidade de vida. Ao adotar hábitos simples no cardápio, as mudanças po- dem ser muito mais amplas do que você espera. COMPRE ALIMENTOS SAUDÁVEIS Pode parecer um pouco óbvio, mas é essen- cial lembrar de manter a despensa e a geladeira abastecidas de itens saudáveis para não cair na tentação de comer produtos ricos em sódio ou açú- car. Abandone comidas industrializadas congela- das, doces, refrigerantes e outros itens e invista em frutas e vegetais frescos, além de cereais integrais. DEDIQUE UM TEMPO APENAS PARA A REFEIÇÃO Essa é uma das regras essenciais do slow food. Ao sentar à mesa e se dedicar ao momen- to da refeição, você presta mais atenção ao que está comendo. Além disso, mastigar bem e co- mer devagar fazem com que o corpo fique mais saciado e evita que você coma além da conta. pesquisadores constataram que comer devagar, colocando menores porções de comida na boca e mastigando por mais tempo, pode reduzir a in- gestão de calorias e, consequentemente, ajudar na perda de peso. De acordo com os autores, essa prática faz com que as pessoas se sintam satisfei- tas mais rapidamente, fazendo-as comer menos. NÃO PULE REFEIÇÕES Sempre falamos por aqui da importância de se respeitar cada uma das refeições principais, jun- tamente com os pequenos lanches intermediários. Essa é a melhor forma para manter o organismo sempre abastecido e evitar a compulsão na hora das refeições principais, entre outros problemas quepodemsurgirapartirdessejejumprolongado.. REDUZA O CONSUMO DE SAL Sabemos que muitas vezes é uma tentação co- locar um pouco mais de sal na comida. Mas em excesso, o sódio causa retenção de líquido, in- chaço e o aumento da pressão arterial, o que resulta em hipertensão e doenças cardiovascu- lares. Por isso, prefira o uso de temperos natu- rais, como alho, cebola, orégano, cúrcuma, salsa, curry, entre tantos outros. Evite ainda o consu- mo de produtos industrializados e em conserva, que concentram grandes quantidades de sódio. Sendo saudável no dia a dia “O café é muito saudável, mas não exagere”
  • 12. Dica Extra! POR UMA BOA CAUSA Existem alimentos que podem “enganar” o cére- bro e trazer sensação de saciedade, quando bate aquelavontadedeconsumiraçúcar.Confiraabaixo. Salada de frutas. Se precisar adoçar, use o açúcar mascavo. Banana com canela assada no forno ou no mi- cro-ondas. Fica ótima com gotas de mel. Frutas secas como damasco ou ameixa. Frozen de iogurte. Alfarroba, por ser muito parecida com o choco- late, pode ser uma opção para quem é chocóla- tra e quer fugir da gordura do doce tradicional. NÃO DEIXE DE COMER A falta de nutrientes para funções cerebrais pode provocar comportamentos compulsivos, ansiedade, cansaço mental e irritabilidade. Um dos principais neurotransmissores do bem-es- tar é a serotonina, formada pelo triptofano, pre- sente em peixes, carnes, ovos e outras fontes de proteína. Já o ácido gama aminobutirico (gaba) ajuda a manter a atenção, além de ser um cal- mante. Ele está presente no L- theanina, encon- trado no chá verde, assim como em vitaminas, como a B12, presente nas folhas verde-escuras. Você pode comer mas, tudo com moderação, viu?
  • 13. Aprender nunca é demais COMER É ESSENCIAL O tradicional mau humor matinal vai muito além da vontade de continuar na cama . “ Após um je- jum noturno de muitas horas, os níveis de glicose estão baixos. Alimentar-se com muito pão ou açú- car faz com que eles subam rapidamente, provo- cando a alteração de humor.Para evitar isto, é im- portante modular o consumo de carboidratos com fontes de boas gorduras, como nozes, amêndoas e proteínas, por exemplo, ovo e frios magros”. DIETA DIVERSIFICADA Quanto mais diversificada for a sua dieta, mais bactérias o seu organismo irá receber. Com isso, você se mantém sempre saudável. O pes- quisador recomenda o consumo regular de pro- dutos lácteos, como queijos, porque eles redu- zem as probabilidades de desenvolver doenças cardíacas; alimentos ricos em probióticos, como iogurte – que são ricos em micróbios; alguns alimentos como nozes e sementes – que agem como um fertilizantes para as bactérias; o vi- nho que ajuda a emagrecer, traz benefícios ao coração e também evita câncer e também o ca- cau, que é rico em epicatequina e flavonoides. “O segredo, então, é a quantidade.”