SlideShare uma empresa Scribd logo
PRÁTICAS MUSICAIS 
PARA A PAZ 
Equipe: 
Profª Luciane Cuervo. 
Tutoria: Aline Guterres, Soraia Santana e Juliana Jacques 
Módulo 2
OBJETIVOS DO MÓDULO 2 
Compreender que todo ser humano é um ser musical e possui capacidade natural para desenvolvê-la. 
Identificar as diferentes funções da música na sociedade e na escola; 
Vivenciar práticas musicais para a paz que possibilitem a aplicação na Escola Básica.
Musicalidade Humana 
Vamos conversar um pouco sobre a musicalidade de cada um(a) de nós e dos grupos sociais dos quais fazemos parte. Nosso primeiro tópico no fórum será justamente para compartilharmos nossas experiências mais marcantes, positiva ou negativamente, envolvendo a nossa musicalidade. 
O princípio que defendemos é de que a musicalidade é uma característica humana, consistindo numa das manifestações mais antigas da humanidade e presente em todas as regiões e grupos sociais do mundo, em todos os tempos. 
É importante acreditarmos nisso, e entendermos que não é necessário ser especialista em música para fomentar o desenvolvimento musical de nossos alunos. 
Para desencadear as nossas reflexões, te convidamos a conhecer a história de Andrew.
Neste link: http://www.youtube.com/watch?v=1PlsZ1K_cds
Musicalidade Humana 
A história de Andrew comprova a existência da capacidade humana de ser musical independente de fatores genéticos e problemas no desenvolvimento cerebral. 
Assim, como o cérebro humano é capaz de realizar a fala, a leitura, a escrita e a capacidade de calcular, por exemplo, o cérebro e o corpo humano também possuem a capacidade de cantar e tocar instrumentos musicais, ou seja, a capacidade de manifestar a musicalidade de variadas formas. 
A plasticidade cerebral desempenhou papel fundamental no caso de Andrew para todas essas funções. Há pesquisas que demonstram que a música é uma atividade de alto impacto positivo na nossa configuração neuronal. Em nossa pasta de “Materiais Complementares” serão inseridos materiais relativos aos benefícios da música, incluindo os benefícios cerebrais.
Mitos sobre musicalidade
Mitos 
[...] o mito do gênio que, num primeiro momento, permeou as pesquisas em criatividade ainda está fortemente arraigado em nossa cultura e parece ter sido o responsável por uma série de preconceitos e ideias falsas sobre o processo criativo que, até hoje, trazem consequências para o ensino e a aprendizagem musical (GRASSI, 2010, p. 64).
Somos seres musicais? 
Na concepção errônea e de senso comum divulgada amplamente nos meios midiáticos, é construída a ideia de que para ser tocar ou cantar uma música é preciso ter um dom ou um talento especial para isso. Muitas pessoas já passaram em suas histórias de vida por momentos constrangedores sendo avaliadas como não musicais. Você sabe se nasceu com dom para música? 
Na verdade, somos seres musicais! 
A amusia, que é a incapacidade parcial ou total de perceber os sons enquanto música é um distúrbio presente numa parcela pequena da população (em média, 2,5%), e pode ser tratada (Peretz et al, 2001). Mesmo sofrendo de algum tipo de amusia, podemos nos desenvolver musicalmente. 
Sobre a espontaneidade da musicalidade humana, um bom exemplo é esse breve vídeo de Bob McFerrim falando e improvisando num congresso de ciências cognitivas. Veja que como é fácil fazer música, considerando as expectativas naturais da nossa mente.
Vídeo Bob McFerrim 
https://www.youtube.com/watch?v=Hodp2esSV9E
Na realidade, todo o ser humano nasce preparado para ser musical. Ou seja, todos nascemos com dom e talento para a música. Você deve estar se perguntando: Então por que alguns são mais musicais do que outros? 
Ser musical ou não depende se você desenvolveu sua capacidade, assim como desenvolveu sua habilidade de fala, leitura e compreensão de textos. Mesmo assim, o seu corpo ainda continua apto a aprender e a se desenvolver construindo novas habilidades. Um dos fatores que possibilitam um desenvolvimento de habilidades técnicas musicais é o meio em que vivemos. 
O ambiente social em que você vive e cresceu. Você pode perceber que na história de vida de diferentes músicos está a presença da música na sua família. Outro fator é o interesse e motivação em estudar música, tanto de forma informal quanto formal. 
E lembre-se: fazer música significa cantar, tocar, criar ou ouvir música, e há muitas formas de manifestarmos nossa musicalidade, independentemente de estudos formais. 
Você tem talento para a Música?
Bebês: Predisposição para a música 
Os estudos sobre a competência musical dos bebês e os avanços na área de desenvolvimento humano nos permitem dizer que todo o ser humano nasce com predisposições biológicas e culturais para a música, dependendo, no entanto, das trocas no meio sociocultural para promover o seu desenvolvimento. (Maffioletti, 2011, p. 67). 
Assista a esse vídeo do bebê comovido ao ouvir a mãe cantando e perceba como a comoção está contextualizada à intimidade do diálogo mãe-bebê. A mãe, ao falar sobre esse vídeo, comentou que sempre cantou para o bebê (desde a gestação) e que essa música causa essa forte reação emotiva. Link: https://www.youtube.com/watch?v=NUqROdQ02Mo
A capacidade humana para aprender é infinita (Herculano-Houzel, 2007). Seja para que área do conhecimento humano for, nunca é tarde para desencadear algum processo musical na sua vida: seja “cantando no chuveiro” ou no coral da Igreja, seja indo a concertos e shows, seja começando a estudar um instrumento musical. 
Não há desafinação vocal ou suposta inaptidão para a música que não possa ser tratada, amenizada e até eliminada. A musicalidade pode ser ensinada e aprendida (Blacking, 1992). 
Lembre-se de que seus alunos são seres musicais também, e provavelmente gostam muito de música! Ou seja, o terreno está fértil para a musicalidade desabrochar no ambiente escolar! 
Educar para a paz é saber que todos somos capazes de construir diferentes aprendizagens, inclusive a musical e não valorizar conceitos equivocados sobre dons e talentos enviados apenas para alguns privilegiados. 
É tarde demais para desenvolver a sua musicalidade?
Assim como nascemos com as possibilidades para aprender uma linguagem determinada por qualquer cultura, também temos possibilidades de aprender música. Os estudos têm demonstrado que o desenvolvimento da musicalidade é a essência do processo de tornar-se humano. Essa musicalidade mostra-se não apenas na execução de instrumentos musicais, mas no gesto, nos movimentos e na ludicidade que garante a capacidade de brincar com os sons. (MAFFIOLETTI, 2008, p.1).
Musicalidade Humana 
A musicalidade humana é expressada desde os tempos mais remotos da história da humanidade, fazendo parte da história do desenvolvimento e evolução humana.
Primórdios 
Há evidências de atividade musical no homem pré-moderno. A música não foi fossilizada, porém instrumentos musicais sim. 
Veja essa pintura rupestre de uma caverna de Cogul na Espanha. Foi feita há mais de 40.000 anos antes de Cristo. Acredita-se que essa seja uma das provas mais antigas da musicalidade humana.
Em diferentes épocas e regiões, sempre existiu alguma forma de musicalidade. Os registros arqueológicos mostram um histórico ininterrupto de criação musical onde quer que houvesse seres humanos, em todas as áreas (Levitin, 2010).
As funções da música na sociedade são diversas e fascinantes.
Funções da música na sociedade 
Para compreender a prática musical em relação com a paz nas escolas, precisamos conhecer as funções da música na sociedade. 
Elas são extremamente importantes para a compreender a relação das pessoas com a música e o poder da música na sociedade e com as pessoas.
As dez funções sociais da música, conforme Merriam (1964) 
Reação física 
Impor conformidade às normas 
Validação das instituições sociais e dos rituais religiosos 
Contribuição para a continuidade e estabilidade da cultura 
Contribuição para a integração da sociedade 
Expressão emocional 
Prazer estético 
Divertimento/entretenimento 
Comunicação 
Representação simbólica
Questões de reflexão para planejamento: 
A música está 
nos meios de comunicação, nos telefones convencionais e celulares, na Internet, no cinema, em lojas e bares, nos alto-falantes, nos consultórios médicos, 
nos recreios escolares...
Dica de leitura: 
HUMMES, Júlia Maria. Por que é importante o ensino de música? Considerações sobre as funções da música na sociedade e na escola. Revista da ABEM, Porto Alegre, V. 11, 17-25, set. 2004 
Disponível em: http://www.abemeducacaomusical.org.br/Masters/revista11/revista11_artigo2.pdf
Não é preciso ser especialista em música para desenvolver a sua musicalidade e ajudar os seus alunos a fazer isso. Agora que você já conhece as funções da música na sociedade, reflita sobre o papel da música na Cultura da Paz.
Atividade 1: Fórum Musicalidade 
Você lembra das suas práticas musicais nessas diferentes fases da sua vida? 
Elas sofreram modificações no repertório ou o repertório foi ampliando-se? 
Quais eram as funções da música em cada etapa da sua vida? 
ATENÇÃO! 
Para realizar a atividade, vá à página do módulo, 
no Moodle, e acesse o “Fórum Musicalidade”
Capacidade humana 
A natureza encarnada da música, a indivisibilidade entre movimento e som, caracteriza o fazer musical em todas as culturas e em todos os tempos (Blacking, 1995). 
Para Cross (2012), o ser humano possui capacidade para a musicalidade assim como para a cultura. 
“Em relação à musicalidade, bem como em qualquer área de desenvolvimento intelectual, fatores biológicos e culturais são complementares, formando uma rede de elementos indissociáveis entre si. Constatamos que a musicalidade é constituída por um conjunto de elementos do fazer musical que vão além de habilidades técnicas específicas.” (CUERVO, 2009, p.75).
Conceito de Musicalidade 
A reflexão sobre o conceito de musicalidade teve sua relevância enfatizada por Maffioletti (2001, p. 62): “é importante analisarmos qual o conceito de musicalidade que temos, porque esse conceito vai inspirar nossas práticas pedagógicas.” 
Musicalidade é uma característica humana (Blacking, 1995; Gembris, 1997; Sacks, 2008; Cuervo e Maffioletti, 2009; Levitin, 2010; Cross, 2012) a qual todos nascem com os mecanismos necessários ao seu desenvolvimento. É um conhecimento a ser construído, consistindo na capacidade de geração de sentido através do fazer musical que engloba não somente cantar ou tocar, mas criar e apreciar música. (Cuervo, 2009).
Conceito de Musicalidade 
A reflexão sobre o conceito de musicalidade teve sua relevância enfatizada por Maffioletti (2001, p. 62): “é importante analisarmos qual o conceito de musicalidade que temos, porque esse conceito vai inspirar nossas práticas pedagógicas.” 
Musicalidade é uma característica humana (Blacking, 1995; Gembris, 1997; Sacks, 2008; Cuervo e Maffioletti, 2009; Levitin, 2010; Cross, 2012) a qual todos nascem com os mecanismos necessários ao seu desenvolvimento. É um conhecimento a ser construído, consistindo na capacidade de geração de sentido através do fazer musical que engloba não somente cantar ou tocar, mas criar e apreciar música. (Cuervo, 2009).
Questão 
“Diante de tantas comprovações sobre a natureza da musicalidade humana, como ocorreria o processo de educação musical em famílias que pouco cantam para seus filhos, ou sociedades que não valorizam a música?” 
(MAFFIOLETTI, 2001, p.5)
Resumindo... 
A Musicalidade é uma característica humana. 
A música sempre existiu onde existiram humanos. 
A musicalidade se manifesta no diálogo entre cultura e biologia.
Referências 
BLACKING, J. Music, Culture and Experience. Chicado: University of Chicago Press, 1995. 
CUERVO, L. Reflexões sobre o conceito de musicalidade. Musicalidade ao longo da vida. Disponível em: http://pt.slideshare.net/grupopesquisamusicauergs/musicalidade-ao-longo-da-vida 
CROSS, I. Musicality and the human capacity for culture. In: Cognitive function, origin, and evolution of music emotions. Musicae Scientiae. Julj, 2012. Vol. 16. p. 185-199. 
GEMBRIS, H. (1997) Historical Phases in the Definition of Musicality. Halle-Wittenberg-Alemanha: Martin Luther University, 1997. Psychomusicology, 16. p. 17-22. 
GRASSI, B. Composição musical e resolução de problemas. In: ILARI, B; ARAÚJO, R. C. (orgs). Mentes em música. Curitiba: Ed. UFPR, 2010. 
HERCULANO-HOUZEL, S. O cérebro em transformação. São Paulo: Objetiva, 2005. 
HUMMES, Júlia Maria. Por que é importante o ensino de música? Considerações sobre as funções da música na sociedade e na escola. Revista da ABEM, Porto Alegre, V. 11, 17-25, set. 2004 
LEVITIN, D. A Música no seu Cérebro. Trad. Clóvis Marques. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2010. 
LOUZADA, F. A Construção social do cérebro. Neuroeducação, 1ª ed., São Paulo, Segmento, 2012. 
MAFFIOLETTI, L. Musicalidade Humana: aquela que todos podem ter (2001). Disponível em: 
http://www.ufrgs.br/musicalidade/midiateca/criatividade-e-musicalidade/musicalidade-humana-aquela-que-todos-podem-ter/view 
MAFFIOLETTI, L. A. Aprendizagens sociais propiciadas pela música na infância. In: SANTIAGO, D; BROOCK, A., CARVALHO, T. Educação Musical Infantil. Salvador: PPGMUS-UFBA, 2011. 
MAFFIOLETTI, Leda de Albuquerque. Musicalidade, mitos e educação. In: X Encuentro de Ciências Cognitivas de la Música Musicalidad Humana: debates Actuales en Evolución, Desarrollo y Cognición e Implicancias Socio-Culturales. Universidad Abierta Interamericana. Ciudad Autônoma de Buenos Aires 21, 22 e 23 julio 2011. 17 fls.1 CD ROOM. ISBN 978-978-27082-0-7 
MAFFIOLETTI, L. A. . A dimensão lúdica da música na infância. In: XIV Encontro Nacional de Didática e Prática de Ensino, 2008, Porto Alegre, RS. Trajetórias e processos de ensinar e aprender: sujeitos, currículos e cultura. Porto Alegre, RS : EDIPUCRS, 2008. 
MERRIAM, A. O. The anthropology of music. Evanston: Northwestern University Press, 1964. 
PERETZ, I. et al. Congenital amusia a group study of adults afflicted with a music‐specific disorder. Oxford Journals Medicine Brain. Vol. 125, Nº2. set. 2001. Pp. 238-251 
SACKS, O. Alucinações Musicais: relatos sobre a música e o cérebro. São Paulo: Cia. Das Letras, 2007.
Créditos 
Módulo: A Paz através de Práticas Musicais 
Pesquisa, produção e configuração 
Ministrante: Luciane Cuervo 
Professora-formadora: Aline Guterres 
Tutoras: Soraia Santana e Juliana Jacques

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A musica na educacao infantil 01
A musica na educacao infantil 01A musica na educacao infantil 01
A musica na educacao infantil 01
Elvis Live
 
A Importância da Música na Escola
A Importância da Música na EscolaA Importância da Música na Escola
A Importância da Música na Escola
Belister Paulino
 
Importancia da musica
Importancia da musicaImportancia da musica
Importancia da musica
PTAI
 
A música no processo de alfabetização
A música no processo de alfabetizaçãoA música no processo de alfabetização
A música no processo de alfabetização
Julianne Carneiro Rolins
 
A música na educação infantil
A música na educação infantilA música na educação infantil
A música na educação infantil
jaqueegervasio
 
MÚSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL
MÚSICA NA EDUCAÇÃO INFANTILMÚSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL
MÚSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL
Cmei Cecilia Meireles
 
Música na educação infantil (2)
Música na educação infantil (2)Música na educação infantil (2)
Música na educação infantil (2)
Roseli Angulo
 
Música e pedagogia
Música e pedagogiaMúsica e pedagogia
Música e pedagogia
veruaguiar
 
A MÚSICA COMO INSTRUMENTO LÚDICO DE TRANSFORMAÇÃO
A MÚSICA COMO INSTRUMENTO LÚDICO DE TRANSFORMAÇÃOA MÚSICA COMO INSTRUMENTO LÚDICO DE TRANSFORMAÇÃO
A MÚSICA COMO INSTRUMENTO LÚDICO DE TRANSFORMAÇÃO
Aparecida Barbosa
 
Projeto música na escola, desafios no ensino fundamnetal, dessotti, wolffenbü...
Projeto música na escola, desafios no ensino fundamnetal, dessotti, wolffenbü...Projeto música na escola, desafios no ensino fundamnetal, dessotti, wolffenbü...
Projeto música na escola, desafios no ensino fundamnetal, dessotti, wolffenbü...
pibiduergsmontenegro
 
Alfabetização musical e paulo freire
Alfabetização musical e paulo freireAlfabetização musical e paulo freire
Alfabetização musical e paulo freire
metodotedem
 
PORTFÓLIO DO PROJETO PALAVRA CANTADA - 2014 (PARTE I)
PORTFÓLIO DO PROJETO PALAVRA CANTADA - 2014 (PARTE I)PORTFÓLIO DO PROJETO PALAVRA CANTADA - 2014 (PARTE I)
PORTFÓLIO DO PROJETO PALAVRA CANTADA - 2014 (PARTE I)
Izabel Sampaio
 
Trabalho em grupo
Trabalho em grupoTrabalho em grupo
Trabalho em grupo
jesseviolin
 
Rogeriopinto
RogeriopintoRogeriopinto
Rogeriopinto
neidecarvalho22
 
Música na educação infantil (2)
Música na educação infantil (2)Música na educação infantil (2)
Música na educação infantil (2)
Roseli Angulo
 
PROJETO " A MÚSICA EM MINHA VIDA"
PROJETO  " A MÚSICA EM MINHA VIDA"PROJETO  " A MÚSICA EM MINHA VIDA"
PROJETO " A MÚSICA EM MINHA VIDA"
zildamariagomes
 
Apostila Jogos e Brincadeiras
Apostila Jogos e BrincadeirasApostila Jogos e Brincadeiras
Apostila Jogos e Brincadeiras
Natália das Luzes
 
Projeto música na educação infantil
Projeto música na educação infantilProjeto música na educação infantil
Projeto música na educação infantil
noely visconti
 
Brincando com Música
Brincando com MúsicaBrincando com Música
Brincando com Música
Joice Pires
 
Brinquedos Cantados fundamentos
Brinquedos Cantados fundamentosBrinquedos Cantados fundamentos
Brinquedos Cantados fundamentos
silvia gomes
 

Mais procurados (20)

A musica na educacao infantil 01
A musica na educacao infantil 01A musica na educacao infantil 01
A musica na educacao infantil 01
 
A Importância da Música na Escola
A Importância da Música na EscolaA Importância da Música na Escola
A Importância da Música na Escola
 
Importancia da musica
Importancia da musicaImportancia da musica
Importancia da musica
 
A música no processo de alfabetização
A música no processo de alfabetizaçãoA música no processo de alfabetização
A música no processo de alfabetização
 
A música na educação infantil
A música na educação infantilA música na educação infantil
A música na educação infantil
 
MÚSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL
MÚSICA NA EDUCAÇÃO INFANTILMÚSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL
MÚSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL
 
Música na educação infantil (2)
Música na educação infantil (2)Música na educação infantil (2)
Música na educação infantil (2)
 
Música e pedagogia
Música e pedagogiaMúsica e pedagogia
Música e pedagogia
 
A MÚSICA COMO INSTRUMENTO LÚDICO DE TRANSFORMAÇÃO
A MÚSICA COMO INSTRUMENTO LÚDICO DE TRANSFORMAÇÃOA MÚSICA COMO INSTRUMENTO LÚDICO DE TRANSFORMAÇÃO
A MÚSICA COMO INSTRUMENTO LÚDICO DE TRANSFORMAÇÃO
 
Projeto música na escola, desafios no ensino fundamnetal, dessotti, wolffenbü...
Projeto música na escola, desafios no ensino fundamnetal, dessotti, wolffenbü...Projeto música na escola, desafios no ensino fundamnetal, dessotti, wolffenbü...
Projeto música na escola, desafios no ensino fundamnetal, dessotti, wolffenbü...
 
Alfabetização musical e paulo freire
Alfabetização musical e paulo freireAlfabetização musical e paulo freire
Alfabetização musical e paulo freire
 
PORTFÓLIO DO PROJETO PALAVRA CANTADA - 2014 (PARTE I)
PORTFÓLIO DO PROJETO PALAVRA CANTADA - 2014 (PARTE I)PORTFÓLIO DO PROJETO PALAVRA CANTADA - 2014 (PARTE I)
PORTFÓLIO DO PROJETO PALAVRA CANTADA - 2014 (PARTE I)
 
Trabalho em grupo
Trabalho em grupoTrabalho em grupo
Trabalho em grupo
 
Rogeriopinto
RogeriopintoRogeriopinto
Rogeriopinto
 
Música na educação infantil (2)
Música na educação infantil (2)Música na educação infantil (2)
Música na educação infantil (2)
 
PROJETO " A MÚSICA EM MINHA VIDA"
PROJETO  " A MÚSICA EM MINHA VIDA"PROJETO  " A MÚSICA EM MINHA VIDA"
PROJETO " A MÚSICA EM MINHA VIDA"
 
Apostila Jogos e Brincadeiras
Apostila Jogos e BrincadeirasApostila Jogos e Brincadeiras
Apostila Jogos e Brincadeiras
 
Projeto música na educação infantil
Projeto música na educação infantilProjeto música na educação infantil
Projeto música na educação infantil
 
Brincando com Música
Brincando com MúsicaBrincando com Música
Brincando com Música
 
Brinquedos Cantados fundamentos
Brinquedos Cantados fundamentosBrinquedos Cantados fundamentos
Brinquedos Cantados fundamentos
 

Destaque

Efectos de la musica en el cerebro
Efectos de la musica en el cerebroEfectos de la musica en el cerebro
Efectos de la musica en el cerebro
ALVARO RIVERA ESTRADA
 
Cerebro y música
Cerebro y músicaCerebro y música
Cerebro y música
stanga01
 
La influencia de la música en la personalidad
La influencia de la música en la personalidadLa influencia de la música en la personalidad
La influencia de la música en la personalidad
Qm Mh
 
Los efectos de la música en el cerebro
Los efectos de la música en el cerebroLos efectos de la música en el cerebro
Los efectos de la música en el cerebro
Chessy Machorro Carmona
 
La influencia de la música en los jóvenes
La influencia de la música en los jóvenesLa influencia de la música en los jóvenes
La influencia de la música en los jóvenes
sofiasanipatin
 
EFECTO DE LA MÚSICA EN EL CEREBRO
EFECTO DE LA MÚSICA EN EL CEREBROEFECTO DE LA MÚSICA EN EL CEREBRO
EFECTO DE LA MÚSICA EN EL CEREBRO
Armando Suckley
 
El cerebro y la música.
El cerebro y la música.El cerebro y la música.
El cerebro y la música.
Samuel Cano Martil
 
Influencia de la música en el comportamiento de las personas
Influencia de la música en el comportamiento de las personasInfluencia de la música en el comportamiento de las personas
Influencia de la música en el comportamiento de las personas
Brahyan Steven
 

Destaque (8)

Efectos de la musica en el cerebro
Efectos de la musica en el cerebroEfectos de la musica en el cerebro
Efectos de la musica en el cerebro
 
Cerebro y música
Cerebro y músicaCerebro y música
Cerebro y música
 
La influencia de la música en la personalidad
La influencia de la música en la personalidadLa influencia de la música en la personalidad
La influencia de la música en la personalidad
 
Los efectos de la música en el cerebro
Los efectos de la música en el cerebroLos efectos de la música en el cerebro
Los efectos de la música en el cerebro
 
La influencia de la música en los jóvenes
La influencia de la música en los jóvenesLa influencia de la música en los jóvenes
La influencia de la música en los jóvenes
 
EFECTO DE LA MÚSICA EN EL CEREBRO
EFECTO DE LA MÚSICA EN EL CEREBROEFECTO DE LA MÚSICA EN EL CEREBRO
EFECTO DE LA MÚSICA EN EL CEREBRO
 
El cerebro y la música.
El cerebro y la música.El cerebro y la música.
El cerebro y la música.
 
Influencia de la música en el comportamiento de las personas
Influencia de la música en el comportamiento de las personasInfluencia de la música en el comportamiento de las personas
Influencia de la música en el comportamiento de las personas
 

Semelhante a Módulo musicalidade

Projeto(2)
 Projeto(2) Projeto(2)
Projeto(2)
Silva Ceiça
 
A importancia da musica
A importancia da musicaA importancia da musica
A importancia da musica
Fabiana Mourão
 
A importância da música no desenvolvimento infantil final
A importância da música no desenvolvimento infantil   finalA importância da música no desenvolvimento infantil   final
A importância da música no desenvolvimento infantil final
ellendenisedutra
 
A importância da música no desenvolvimento infantil final
A importância da música no desenvolvimento infantil   finalA importância da música no desenvolvimento infantil   final
A importância da música no desenvolvimento infantil final
ellendenisedutra
 
Teca Brito- música na Educacao Infantil
Teca Brito- música na Educacao InfantilTeca Brito- música na Educacao Infantil
Teca Brito- música na Educacao Infantil
Clarisse Bueno
 
Educopedia Criação: Intencionalidade Construída
Educopedia Criação: Intencionalidade ConstruídaEducopedia Criação: Intencionalidade Construída
Educopedia Criação: Intencionalidade Construída
IsabelLimaLima
 
METODOLOGIA-BASICA-NO-ENSINO-DA-MUSICA.pdf
METODOLOGIA-BASICA-NO-ENSINO-DA-MUSICA.pdfMETODOLOGIA-BASICA-NO-ENSINO-DA-MUSICA.pdf
METODOLOGIA-BASICA-NO-ENSINO-DA-MUSICA.pdf
WagnerAbreu21
 
Reunião pedagógica abril tema musicalização
Reunião pedagógica abril tema musicalizaçãoReunião pedagógica abril tema musicalização
Reunião pedagógica abril tema musicalização
LuisCarlosDiasJnior
 
Aline ana suelen_viviany
Aline ana suelen_vivianyAline ana suelen_viviany
Aline ana suelen_viviany
Fernando Pissuto
 
Música na educação infantil (2)
Música na educação infantil (2)Música na educação infantil (2)
Música na educação infantil (2)
Flávia Oliveira
 
Educação infantil a musica-na_educacao_infantil
Educação infantil   a musica-na_educacao_infantilEducação infantil   a musica-na_educacao_infantil
Educação infantil a musica-na_educacao_infantil
ceisementinha
 
Revista arte
Revista arteRevista arte
Revista arte
Armazém Do Educador
 
MÚSICAS NO COTIDIANO - TUDO SALA DE AULA.docx
MÚSICAS NO COTIDIANO - TUDO SALA DE AULA.docxMÚSICAS NO COTIDIANO - TUDO SALA DE AULA.docx
MÚSICAS NO COTIDIANO - TUDO SALA DE AULA.docx
FabiolaFrancaAtaide1
 
EducaçãO Musical X Musicoterapia Http
EducaçãO Musical X Musicoterapia HttpEducaçãO Musical X Musicoterapia Http
EducaçãO Musical X Musicoterapia Http
HOME
 
A MúSica Significa Muita Coisa
A MúSica Significa Muita CoisaA MúSica Significa Muita Coisa
A MúSica Significa Muita Coisa
HOME
 
Artigo o papel do ensino de musica na esducacao infantil finalizado
Artigo   o papel do ensino de musica na esducacao infantil finalizadoArtigo   o papel do ensino de musica na esducacao infantil finalizado
Artigo o papel do ensino de musica na esducacao infantil finalizado
AlanWillianLeonioSil
 
Eixo2 caroline avila_relato_resumo
Eixo2 caroline avila_relato_resumoEixo2 caroline avila_relato_resumo
Eixo2 caroline avila_relato_resumo
Josiane Jäger
 
A música na tua vida
A música na tua vidaA música na tua vida
A música na tua vida
Jorge Miguel
 
Atividades, projetos e sequências didáticas projeto música e movimento na ed...
Atividades, projetos e sequências didáticas  projeto música e movimento na ed...Atividades, projetos e sequências didáticas  projeto música e movimento na ed...
Atividades, projetos e sequências didáticas projeto música e movimento na ed...
Arnaldo Alves
 
A ImportâNcia Da MusicalizaçãO Na EducaçãO Infantil E No Ensino Fundamental
A ImportâNcia Da MusicalizaçãO Na EducaçãO Infantil E No Ensino FundamentalA ImportâNcia Da MusicalizaçãO Na EducaçãO Infantil E No Ensino Fundamental
A ImportâNcia Da MusicalizaçãO Na EducaçãO Infantil E No Ensino Fundamental
HOME
 

Semelhante a Módulo musicalidade (20)

Projeto(2)
 Projeto(2) Projeto(2)
Projeto(2)
 
A importancia da musica
A importancia da musicaA importancia da musica
A importancia da musica
 
A importância da música no desenvolvimento infantil final
A importância da música no desenvolvimento infantil   finalA importância da música no desenvolvimento infantil   final
A importância da música no desenvolvimento infantil final
 
A importância da música no desenvolvimento infantil final
A importância da música no desenvolvimento infantil   finalA importância da música no desenvolvimento infantil   final
A importância da música no desenvolvimento infantil final
 
Teca Brito- música na Educacao Infantil
Teca Brito- música na Educacao InfantilTeca Brito- música na Educacao Infantil
Teca Brito- música na Educacao Infantil
 
Educopedia Criação: Intencionalidade Construída
Educopedia Criação: Intencionalidade ConstruídaEducopedia Criação: Intencionalidade Construída
Educopedia Criação: Intencionalidade Construída
 
METODOLOGIA-BASICA-NO-ENSINO-DA-MUSICA.pdf
METODOLOGIA-BASICA-NO-ENSINO-DA-MUSICA.pdfMETODOLOGIA-BASICA-NO-ENSINO-DA-MUSICA.pdf
METODOLOGIA-BASICA-NO-ENSINO-DA-MUSICA.pdf
 
Reunião pedagógica abril tema musicalização
Reunião pedagógica abril tema musicalizaçãoReunião pedagógica abril tema musicalização
Reunião pedagógica abril tema musicalização
 
Aline ana suelen_viviany
Aline ana suelen_vivianyAline ana suelen_viviany
Aline ana suelen_viviany
 
Música na educação infantil (2)
Música na educação infantil (2)Música na educação infantil (2)
Música na educação infantil (2)
 
Educação infantil a musica-na_educacao_infantil
Educação infantil   a musica-na_educacao_infantilEducação infantil   a musica-na_educacao_infantil
Educação infantil a musica-na_educacao_infantil
 
Revista arte
Revista arteRevista arte
Revista arte
 
MÚSICAS NO COTIDIANO - TUDO SALA DE AULA.docx
MÚSICAS NO COTIDIANO - TUDO SALA DE AULA.docxMÚSICAS NO COTIDIANO - TUDO SALA DE AULA.docx
MÚSICAS NO COTIDIANO - TUDO SALA DE AULA.docx
 
EducaçãO Musical X Musicoterapia Http
EducaçãO Musical X Musicoterapia HttpEducaçãO Musical X Musicoterapia Http
EducaçãO Musical X Musicoterapia Http
 
A MúSica Significa Muita Coisa
A MúSica Significa Muita CoisaA MúSica Significa Muita Coisa
A MúSica Significa Muita Coisa
 
Artigo o papel do ensino de musica na esducacao infantil finalizado
Artigo   o papel do ensino de musica na esducacao infantil finalizadoArtigo   o papel do ensino de musica na esducacao infantil finalizado
Artigo o papel do ensino de musica na esducacao infantil finalizado
 
Eixo2 caroline avila_relato_resumo
Eixo2 caroline avila_relato_resumoEixo2 caroline avila_relato_resumo
Eixo2 caroline avila_relato_resumo
 
A música na tua vida
A música na tua vidaA música na tua vida
A música na tua vida
 
Atividades, projetos e sequências didáticas projeto música e movimento na ed...
Atividades, projetos e sequências didáticas  projeto música e movimento na ed...Atividades, projetos e sequências didáticas  projeto música e movimento na ed...
Atividades, projetos e sequências didáticas projeto música e movimento na ed...
 
A ImportâNcia Da MusicalizaçãO Na EducaçãO Infantil E No Ensino Fundamental
A ImportâNcia Da MusicalizaçãO Na EducaçãO Infantil E No Ensino FundamentalA ImportâNcia Da MusicalizaçãO Na EducaçãO Infantil E No Ensino Fundamental
A ImportâNcia Da MusicalizaçãO Na EducaçãO Infantil E No Ensino Fundamental
 

Módulo musicalidade

  • 1. PRÁTICAS MUSICAIS PARA A PAZ Equipe: Profª Luciane Cuervo. Tutoria: Aline Guterres, Soraia Santana e Juliana Jacques Módulo 2
  • 2. OBJETIVOS DO MÓDULO 2 Compreender que todo ser humano é um ser musical e possui capacidade natural para desenvolvê-la. Identificar as diferentes funções da música na sociedade e na escola; Vivenciar práticas musicais para a paz que possibilitem a aplicação na Escola Básica.
  • 3. Musicalidade Humana Vamos conversar um pouco sobre a musicalidade de cada um(a) de nós e dos grupos sociais dos quais fazemos parte. Nosso primeiro tópico no fórum será justamente para compartilharmos nossas experiências mais marcantes, positiva ou negativamente, envolvendo a nossa musicalidade. O princípio que defendemos é de que a musicalidade é uma característica humana, consistindo numa das manifestações mais antigas da humanidade e presente em todas as regiões e grupos sociais do mundo, em todos os tempos. É importante acreditarmos nisso, e entendermos que não é necessário ser especialista em música para fomentar o desenvolvimento musical de nossos alunos. Para desencadear as nossas reflexões, te convidamos a conhecer a história de Andrew.
  • 5. Musicalidade Humana A história de Andrew comprova a existência da capacidade humana de ser musical independente de fatores genéticos e problemas no desenvolvimento cerebral. Assim, como o cérebro humano é capaz de realizar a fala, a leitura, a escrita e a capacidade de calcular, por exemplo, o cérebro e o corpo humano também possuem a capacidade de cantar e tocar instrumentos musicais, ou seja, a capacidade de manifestar a musicalidade de variadas formas. A plasticidade cerebral desempenhou papel fundamental no caso de Andrew para todas essas funções. Há pesquisas que demonstram que a música é uma atividade de alto impacto positivo na nossa configuração neuronal. Em nossa pasta de “Materiais Complementares” serão inseridos materiais relativos aos benefícios da música, incluindo os benefícios cerebrais.
  • 7. Mitos [...] o mito do gênio que, num primeiro momento, permeou as pesquisas em criatividade ainda está fortemente arraigado em nossa cultura e parece ter sido o responsável por uma série de preconceitos e ideias falsas sobre o processo criativo que, até hoje, trazem consequências para o ensino e a aprendizagem musical (GRASSI, 2010, p. 64).
  • 8. Somos seres musicais? Na concepção errônea e de senso comum divulgada amplamente nos meios midiáticos, é construída a ideia de que para ser tocar ou cantar uma música é preciso ter um dom ou um talento especial para isso. Muitas pessoas já passaram em suas histórias de vida por momentos constrangedores sendo avaliadas como não musicais. Você sabe se nasceu com dom para música? Na verdade, somos seres musicais! A amusia, que é a incapacidade parcial ou total de perceber os sons enquanto música é um distúrbio presente numa parcela pequena da população (em média, 2,5%), e pode ser tratada (Peretz et al, 2001). Mesmo sofrendo de algum tipo de amusia, podemos nos desenvolver musicalmente. Sobre a espontaneidade da musicalidade humana, um bom exemplo é esse breve vídeo de Bob McFerrim falando e improvisando num congresso de ciências cognitivas. Veja que como é fácil fazer música, considerando as expectativas naturais da nossa mente.
  • 9. Vídeo Bob McFerrim https://www.youtube.com/watch?v=Hodp2esSV9E
  • 10. Na realidade, todo o ser humano nasce preparado para ser musical. Ou seja, todos nascemos com dom e talento para a música. Você deve estar se perguntando: Então por que alguns são mais musicais do que outros? Ser musical ou não depende se você desenvolveu sua capacidade, assim como desenvolveu sua habilidade de fala, leitura e compreensão de textos. Mesmo assim, o seu corpo ainda continua apto a aprender e a se desenvolver construindo novas habilidades. Um dos fatores que possibilitam um desenvolvimento de habilidades técnicas musicais é o meio em que vivemos. O ambiente social em que você vive e cresceu. Você pode perceber que na história de vida de diferentes músicos está a presença da música na sua família. Outro fator é o interesse e motivação em estudar música, tanto de forma informal quanto formal. E lembre-se: fazer música significa cantar, tocar, criar ou ouvir música, e há muitas formas de manifestarmos nossa musicalidade, independentemente de estudos formais. Você tem talento para a Música?
  • 11. Bebês: Predisposição para a música Os estudos sobre a competência musical dos bebês e os avanços na área de desenvolvimento humano nos permitem dizer que todo o ser humano nasce com predisposições biológicas e culturais para a música, dependendo, no entanto, das trocas no meio sociocultural para promover o seu desenvolvimento. (Maffioletti, 2011, p. 67). Assista a esse vídeo do bebê comovido ao ouvir a mãe cantando e perceba como a comoção está contextualizada à intimidade do diálogo mãe-bebê. A mãe, ao falar sobre esse vídeo, comentou que sempre cantou para o bebê (desde a gestação) e que essa música causa essa forte reação emotiva. Link: https://www.youtube.com/watch?v=NUqROdQ02Mo
  • 12. A capacidade humana para aprender é infinita (Herculano-Houzel, 2007). Seja para que área do conhecimento humano for, nunca é tarde para desencadear algum processo musical na sua vida: seja “cantando no chuveiro” ou no coral da Igreja, seja indo a concertos e shows, seja começando a estudar um instrumento musical. Não há desafinação vocal ou suposta inaptidão para a música que não possa ser tratada, amenizada e até eliminada. A musicalidade pode ser ensinada e aprendida (Blacking, 1992). Lembre-se de que seus alunos são seres musicais também, e provavelmente gostam muito de música! Ou seja, o terreno está fértil para a musicalidade desabrochar no ambiente escolar! Educar para a paz é saber que todos somos capazes de construir diferentes aprendizagens, inclusive a musical e não valorizar conceitos equivocados sobre dons e talentos enviados apenas para alguns privilegiados. É tarde demais para desenvolver a sua musicalidade?
  • 13. Assim como nascemos com as possibilidades para aprender uma linguagem determinada por qualquer cultura, também temos possibilidades de aprender música. Os estudos têm demonstrado que o desenvolvimento da musicalidade é a essência do processo de tornar-se humano. Essa musicalidade mostra-se não apenas na execução de instrumentos musicais, mas no gesto, nos movimentos e na ludicidade que garante a capacidade de brincar com os sons. (MAFFIOLETTI, 2008, p.1).
  • 14. Musicalidade Humana A musicalidade humana é expressada desde os tempos mais remotos da história da humanidade, fazendo parte da história do desenvolvimento e evolução humana.
  • 15. Primórdios Há evidências de atividade musical no homem pré-moderno. A música não foi fossilizada, porém instrumentos musicais sim. Veja essa pintura rupestre de uma caverna de Cogul na Espanha. Foi feita há mais de 40.000 anos antes de Cristo. Acredita-se que essa seja uma das provas mais antigas da musicalidade humana.
  • 16. Em diferentes épocas e regiões, sempre existiu alguma forma de musicalidade. Os registros arqueológicos mostram um histórico ininterrupto de criação musical onde quer que houvesse seres humanos, em todas as áreas (Levitin, 2010).
  • 17. As funções da música na sociedade são diversas e fascinantes.
  • 18. Funções da música na sociedade Para compreender a prática musical em relação com a paz nas escolas, precisamos conhecer as funções da música na sociedade. Elas são extremamente importantes para a compreender a relação das pessoas com a música e o poder da música na sociedade e com as pessoas.
  • 19. As dez funções sociais da música, conforme Merriam (1964) Reação física Impor conformidade às normas Validação das instituições sociais e dos rituais religiosos Contribuição para a continuidade e estabilidade da cultura Contribuição para a integração da sociedade Expressão emocional Prazer estético Divertimento/entretenimento Comunicação Representação simbólica
  • 20. Questões de reflexão para planejamento: A música está nos meios de comunicação, nos telefones convencionais e celulares, na Internet, no cinema, em lojas e bares, nos alto-falantes, nos consultórios médicos, nos recreios escolares...
  • 21. Dica de leitura: HUMMES, Júlia Maria. Por que é importante o ensino de música? Considerações sobre as funções da música na sociedade e na escola. Revista da ABEM, Porto Alegre, V. 11, 17-25, set. 2004 Disponível em: http://www.abemeducacaomusical.org.br/Masters/revista11/revista11_artigo2.pdf
  • 22. Não é preciso ser especialista em música para desenvolver a sua musicalidade e ajudar os seus alunos a fazer isso. Agora que você já conhece as funções da música na sociedade, reflita sobre o papel da música na Cultura da Paz.
  • 23. Atividade 1: Fórum Musicalidade Você lembra das suas práticas musicais nessas diferentes fases da sua vida? Elas sofreram modificações no repertório ou o repertório foi ampliando-se? Quais eram as funções da música em cada etapa da sua vida? ATENÇÃO! Para realizar a atividade, vá à página do módulo, no Moodle, e acesse o “Fórum Musicalidade”
  • 24. Capacidade humana A natureza encarnada da música, a indivisibilidade entre movimento e som, caracteriza o fazer musical em todas as culturas e em todos os tempos (Blacking, 1995). Para Cross (2012), o ser humano possui capacidade para a musicalidade assim como para a cultura. “Em relação à musicalidade, bem como em qualquer área de desenvolvimento intelectual, fatores biológicos e culturais são complementares, formando uma rede de elementos indissociáveis entre si. Constatamos que a musicalidade é constituída por um conjunto de elementos do fazer musical que vão além de habilidades técnicas específicas.” (CUERVO, 2009, p.75).
  • 25. Conceito de Musicalidade A reflexão sobre o conceito de musicalidade teve sua relevância enfatizada por Maffioletti (2001, p. 62): “é importante analisarmos qual o conceito de musicalidade que temos, porque esse conceito vai inspirar nossas práticas pedagógicas.” Musicalidade é uma característica humana (Blacking, 1995; Gembris, 1997; Sacks, 2008; Cuervo e Maffioletti, 2009; Levitin, 2010; Cross, 2012) a qual todos nascem com os mecanismos necessários ao seu desenvolvimento. É um conhecimento a ser construído, consistindo na capacidade de geração de sentido através do fazer musical que engloba não somente cantar ou tocar, mas criar e apreciar música. (Cuervo, 2009).
  • 26. Conceito de Musicalidade A reflexão sobre o conceito de musicalidade teve sua relevância enfatizada por Maffioletti (2001, p. 62): “é importante analisarmos qual o conceito de musicalidade que temos, porque esse conceito vai inspirar nossas práticas pedagógicas.” Musicalidade é uma característica humana (Blacking, 1995; Gembris, 1997; Sacks, 2008; Cuervo e Maffioletti, 2009; Levitin, 2010; Cross, 2012) a qual todos nascem com os mecanismos necessários ao seu desenvolvimento. É um conhecimento a ser construído, consistindo na capacidade de geração de sentido através do fazer musical que engloba não somente cantar ou tocar, mas criar e apreciar música. (Cuervo, 2009).
  • 27. Questão “Diante de tantas comprovações sobre a natureza da musicalidade humana, como ocorreria o processo de educação musical em famílias que pouco cantam para seus filhos, ou sociedades que não valorizam a música?” (MAFFIOLETTI, 2001, p.5)
  • 28. Resumindo... A Musicalidade é uma característica humana. A música sempre existiu onde existiram humanos. A musicalidade se manifesta no diálogo entre cultura e biologia.
  • 29. Referências BLACKING, J. Music, Culture and Experience. Chicado: University of Chicago Press, 1995. CUERVO, L. Reflexões sobre o conceito de musicalidade. Musicalidade ao longo da vida. Disponível em: http://pt.slideshare.net/grupopesquisamusicauergs/musicalidade-ao-longo-da-vida CROSS, I. Musicality and the human capacity for culture. In: Cognitive function, origin, and evolution of music emotions. Musicae Scientiae. Julj, 2012. Vol. 16. p. 185-199. GEMBRIS, H. (1997) Historical Phases in the Definition of Musicality. Halle-Wittenberg-Alemanha: Martin Luther University, 1997. Psychomusicology, 16. p. 17-22. GRASSI, B. Composição musical e resolução de problemas. In: ILARI, B; ARAÚJO, R. C. (orgs). Mentes em música. Curitiba: Ed. UFPR, 2010. HERCULANO-HOUZEL, S. O cérebro em transformação. São Paulo: Objetiva, 2005. HUMMES, Júlia Maria. Por que é importante o ensino de música? Considerações sobre as funções da música na sociedade e na escola. Revista da ABEM, Porto Alegre, V. 11, 17-25, set. 2004 LEVITIN, D. A Música no seu Cérebro. Trad. Clóvis Marques. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2010. LOUZADA, F. A Construção social do cérebro. Neuroeducação, 1ª ed., São Paulo, Segmento, 2012. MAFFIOLETTI, L. Musicalidade Humana: aquela que todos podem ter (2001). Disponível em: http://www.ufrgs.br/musicalidade/midiateca/criatividade-e-musicalidade/musicalidade-humana-aquela-que-todos-podem-ter/view MAFFIOLETTI, L. A. Aprendizagens sociais propiciadas pela música na infância. In: SANTIAGO, D; BROOCK, A., CARVALHO, T. Educação Musical Infantil. Salvador: PPGMUS-UFBA, 2011. MAFFIOLETTI, Leda de Albuquerque. Musicalidade, mitos e educação. In: X Encuentro de Ciências Cognitivas de la Música Musicalidad Humana: debates Actuales en Evolución, Desarrollo y Cognición e Implicancias Socio-Culturales. Universidad Abierta Interamericana. Ciudad Autônoma de Buenos Aires 21, 22 e 23 julio 2011. 17 fls.1 CD ROOM. ISBN 978-978-27082-0-7 MAFFIOLETTI, L. A. . A dimensão lúdica da música na infância. In: XIV Encontro Nacional de Didática e Prática de Ensino, 2008, Porto Alegre, RS. Trajetórias e processos de ensinar e aprender: sujeitos, currículos e cultura. Porto Alegre, RS : EDIPUCRS, 2008. MERRIAM, A. O. The anthropology of music. Evanston: Northwestern University Press, 1964. PERETZ, I. et al. Congenital amusia a group study of adults afflicted with a music‐specific disorder. Oxford Journals Medicine Brain. Vol. 125, Nº2. set. 2001. Pp. 238-251 SACKS, O. Alucinações Musicais: relatos sobre a música e o cérebro. São Paulo: Cia. Das Letras, 2007.
  • 30. Créditos Módulo: A Paz através de Práticas Musicais Pesquisa, produção e configuração Ministrante: Luciane Cuervo Professora-formadora: Aline Guterres Tutoras: Soraia Santana e Juliana Jacques