SlideShare uma empresa Scribd logo
REMEMBER VI
                                        COD. 955

                                                                b) todas as pessoas lentas em aprender não freqüentam esta
01. Qual dos valores a seguir não equivale a 0,000 000 357?     escola
a) 3,75 . 10 -7    b) 3 ¾ . 10 -7           c) 375 . 10 -9      c) algumas pessoas lentas em aprender freqüentam esta
              -7                         –6
d) 3 / 8 . 10              e) 3 / 8 . 10                        escola
                                                                d) algumas pessoas lentas em aprender não freqüentam esta
02. O menor ângulo formado pelos ponteiros de um relógio        escola
quando são 12h e 25 min é:                                      e) nenhuma pessoa lenta em aprender freqüenta esta escola
a) 132°30’ b) 137°30’ c) 150° d) 137°32’ e) 137°
                                                                12. A solução de 5x  1     x  1  2 é:
03. Se cada número em um conjunto de dez números é
aumentado de 20 unidades, então a média aritmética dos dez      a) { 2,1 } b) { 2/3 } c) { 2 } d) { 1 } e) { 0 }
números originais:
a) permanece a mesma b) é aumentada em 20 unidades
c) é aumentada em 200 unidades      d) é aumentada em 10                         a4 b 4
unidades                e) é aumentada em 2 unidades            13. A fração     a2 b 2
                                                                                             é igual a:
                                                                a) a  b
                                                                     6     6
                                                                                      b) a 2  b 2      c) a 2  b 2
04. A igualdade     1
                   x1
                             1
                             x2
                                   é satisfeita:                d) a 2  b 2          d) a 2  b 2
a) por nenhum valor real de x b) por x1 ou x2
c) apenas x  1 d) apenas x  2 e) apenas x  0                 14. O comprimento de um retângulo R é 10% maior que o
                                                                lado de um quadrado Q. A largura do retângulo é 10%
05. y varia com o inverso do quadrado de x. Quando y = 16,      menor que o lado do quadrado. A razão entre as áreas de R e
x = 1. Quando x = 8, y é igual a:                               Q é:
a) 2     b) 128      c) 64        d) 1 / 4  e) 1024             a) 99 : 100                b) 101 : 100            c) 1 : 1
                                                                d) 199 : 200               e) 201 : 200
06. Um feirante compra certa quantidade de laranjas à base
de 3 por 10 centavos, e igual quantidade à base de 5 por 20     15. A razão entre as áreas de dois círculos concêntricos é de
centavos. Para não ter lucro nem prejuízo, ele deve vender à    1: 3. Se o raio do círculo menor é r, então a diferença entre
base de:                                                        os raios é aproximadamente:
a) 8 por R$ 0,30      b) 3 por R$ 0,11      c) 5 por R$ 0,18    a) 0,41 r    b) 0,73 c) 0,75      d) 0,73 r   e) 0,75 r
d) 11 por R$ 0,40     e) 13 por R$ 0,50
                                                                16. O valor de 3 / (a + b) quando a = 4 e b = -4 é:
07. Se um trabalhador recebe um corte de 20% no seu             a) 3          b) 3 / 8     c) 0    d) qualquer número finito
salário, ele só vai readquirir o salário original se tiver um   e) não definida
aumento de:
a) 20%      b) 25% c) 22,5% d) R$ 20,00           e) R$25,00    17. Se log x – 5 log 3 = -2, então x é igual a:
                                                                a) 1,25 b) 0,81 c) 2,43         d) 0,8 e) 0,8 ou 1,25
08. O gráfico de x² - 4y² = 0 é:
a) é uma hipérbole que corta apenas o eixo dos x                18. O discriminante da equação x² + 2x√3 + 3 = 0 é zero.
b) é uma hipérbole que corta apenas o eixo dos y                Portanto, suas raízes são:
c) é uma hipérbole que não corta nenhum dos eixos               a) reais e iguais       b) racionais e iguais c) racionais e
d) é um par de retas                                            distintas     d) irracionais e distintas      e) imaginárias
e) não existe
                                                                19. Dois números cuja soma é 6 cujo valor absoluto da
09. Um círculo é inscrito em um ∆ de lados 8, 15 e 17. O        diferença é 8 são as raízes da equação:
raio do círculo é:                                              a) x² - 6x + 7 = 0     b) x² - 6x - 7 = 0 c) x² + 6x – 8 = 0
a) 6    b) 2       c) 5 d) 3   e) 7                             d) x² - 6x + 8 = 0    e) x² + 6x – 7 = 0

10. Quantas horas demoram um trem que viaja a velocidade        20. A expressão √25 – t² +5 se anula para:
média de 40 km/h, para que percorra a quilômetros se            a) em nenhum valor real ou imaginário de t
durante o trajeto ele faz n paradas de m minutos cada uma?      b) em nenhum valor real de t, mas para alguns valores
a) (3 a + 2mn) / 120       b) 3 a + 2mn c) (3 a + 2mn) / 12     imaginários        c) em nenhum valor imaginário de t, mas
d) (a + mn) / 40           e) (a + 40 mn) / 40                  para alguns valores reais d) t = 0      e) t = ±5
11. A negação da afirmação “Nenhuma pessoa lenta em             21. Seja c a hipotenusa de um ∆ retângulo e A sua área.
aprender freqüenta esta escola” é:
                                                                Então altura relativa à hipotenusa mede:
a) todas as pessoas lentas em aprender freqüentam esta
                                                                a) A / c      b) 2A / c    c) A / 2c   d) A² / c e) A / c²
escola
                                                                22. Para pagamento de R$ 10.000,00 um cliente pode optar
                                                                entre três descontos sucessivos de 20%, 20% e 10% ou



                                                                                                                           1
então, três descontos sucessivos de 40%, 5% e 5%                                 e) apenas b é negativo e a e c são positivos
Escolhendo a proposta mais vantajosa ele economiza:
a) absolutamente nada      b) R$ 400,00      c) R$ 330,00                        33. Carine inicia uma viagem quando os ponteiros do
d) R$ 345,00          e) R$ 360,00                                               relógio estão sobrepostos (apontam para a mesma direção e
                                                                                 sentido) entre 8h e 9h da manhã. Ela chega a seu destino
23. Ao rever o cálculo de moedas do caixa, o atendente                           entre 2h e 3h da tarde quando os ponteiros do relógio
contou q moedas de 25 centavos, d de 10 centavos, n de 5 e                       formam um ângulo de 180°. O tempo de duração da viagem
c moedas de 1 centavo. Mais tarde Mais tarde ele descobre                        é:
que a moedas de 5 centavos foram contadas como moedas                            a) 6h    b) 6h 43 7/11 min c) 5h 16 4/11 min d) 6h 30 min
de 25 centavos e que x moedas de 10 centavos, contadas                           e) nra
como sendo de 1 centavo. Para corrigir o total o atendente
deve:                                                                            34. Uma estaca de 6 cm e outra
a) deixar o total inalterado b) subtrair 11 centavos                             de 18 cm de diâmetro dão
c) subtrair 11x centavos     d) somar 11 x centavos                              colocadas lado a lado como
e) somar x centavos                                                              mostra a figura, e amarradas
                                                                                 com um arame. O menor
24. A função 4x² - 12x – 1:                                                      comprimento de arame que
a) sempre cresce à medida que x cresce                                           contorna as duas estacas em cm é:
 b) sempre decresce à medida que x decresce                                      a) 12√3 + 16            b) 12√3 + 7             c) 12√3 + 14
c) não se pode anular                                                            d) 12 + 15                 e) 24
d) tem um valor máximo quando x é negativo
e) tem um valor mínimo em -10.                                                   35.Três meninos concordam em dividir um saco de bolinhas
                                                                                 de gude da seguinte maneira: o primeiro fica com a metade
25. Um dos fatores de x4 + 2x² + 9 è :                                           das bolinhas mais uma. O segundo fica com um terço das
a) x² + 3  b) x + 1    c) x² - 3   d) x² -2x – 3                  e)n.r.a.       restantes. O terceiro descobre que desta forma ele fica com o
                                                                                 dobro das bolas do segundo. O número de bolas é:
26. Édio tem uma casa que vale R$ 10.000,00. Ele vende a                         a) 8 ou 38 b) não podem ser deduzidos por esses dados
casa para Camila com 10% de lucro. Camila vende a casa de                        c) 20 ou 26        d) 14 ou 32      e) nra
volta para Édio com 10% de prejuízo. Então:
a) Édio nem perde nem ganha      b) Édio lucra R$ 100,00                         36. Um tanque de óleo cilíndrico, em posição horizontal,
c) Édio lucra R$ 1.000,00      d) Camila perde R$ 100,00                         tem um comprimento interno de 10m e um diâmetro interno
e) Édio lucra R$ 1.100,00                                                        de 6m. Se a superfície retangular do óleo dentro do tanque
                                                                                 tem área de 40m², então a profundidade do óleo, em metros,
27. Se r e s são raízes da equação x² - px + q = 0 então r² +                    é:
s² é igual a:                                                                    a) √5    b) 2√5    c) 3 - √5 d) 3 + √5      e) 3 ± √5
a) p² + 2q     b) p² - 2q   c) p² + q²   d) p² - q² e) p²
                                                                                 37. Um número de três dígitos tem, da esquerda para a
28. Em um mesmo sistema de eixos são traçados o gráfico                          direita, os dígitos h, t e u, sendo h > u. Quando o número
de y = ax² + bx + c e o gráfico da função obtida substituindo                    com os dígitos em posição reversa é subtraído do número
x por –x na função dada. Se b 0 e c           0 então esses                     original, o dígito da unidade da diferença é 4. Então os dois
gráficos interceptam-se:                                                         dígitos seguintes, da direita para a esquerda, são:
a) em dois pontos, um no eixo dos x e um no eixo dos y                           a) 5 e 9        b) 9 e 5     c) impossível calcular  d) 5 e 4
b) em um ponto localizado fora dos eixos                                         e) 4 e 5
c) somente na origem d) em um ponto no eixo dos x
e) em um ponto no eixo dos y                                                     38. São dados quatro números inteiros. Escolha três inteiros
                                                                                 quaisquer dentre eles e calcule a média aritmética destes,
29. Na figura, PA é                                                              depois some este resultado ao quarto inteiro. Desta forma se
tangente           ao                                                            consegue os números 29, 23, 21 e 17. Um dos números
semicírculo SAR;                                                                 originais é:
PB é tangente ao                                                                 a) 19 b) 21       c) 23     d) 20      e) 17
semicírculo     RTB;
SRT é um segmento                                                                39. Se y = x² + px + q, então se o menor valor possível de y
de reta e os arcos                                                               é zero, q deve então valer:
estão indicados na                                                               a) 0     b) p² / 4   c) p / 2    d) – p / 2 e) p²/4 - q
figura. O ângulo APB
mede:
                                                                                 40. Se b    d, então as frações ax + b    e b são distintas se:
a) ½ (a – b)       b) ½ (a + b)                      c) (c - a) - (d – b)
                                                                                                                  cx + d     d
d) a – b              e) a + b
                                                                                 a) a = c = 1 e x 0       b) a = b = 0      c) a = c = 0
30. Cada uma das equações 3x 2 2  25; 2x 1 2  x 1 2 e x 2 7  x 1 têm :   d) x = 0           e) ad = bc
 a) duas raízes inteiras                b) nenhuma raíz maior que 3
 c) nenhuma raíz nula                    d) apenas uma raíz                      41. Um trem partindo da cidade A até a cidade B encontra
 e) uma raíz negativa e ooutra positiva                                          um acidente depois de 1 hora. Se ele parasse por meia hora e
                                                                                 depois prosseguisse a 4 / 5 da sua velocidade usual, chegaria
31. Um ∆ eqüilátero de lado 2 é dividido em um triângulo e                       à cidade B com 2 horas de atraso. Se o trem tivesse
em um trapézio por uma linha paralela a um de seus lados.                        percorrido 80 km mais antes do acidente, teria chegado
Se a área do trapézio é igual à metade da área do triângulo                      atrasado uma hora apenas. A velocidade usual do trem, em
original, o comprimento da mediana do trapézio é:                                km/h, é:
a) √6 / 2      b) √2       c) 2 + √2        d) (2 + √2) / 2                      a) 20    b) 30   c) 40     d) 40     e) 50
e) (2√3 - √6) / 2
                                                                                 42. Se a, b e c são inteiros positivos, os radicais √(a + b/c) e
32. Se o discriminante de ax² + 2bx + c = 0 é zero, então                        a.√(b /c) são iguais se e somente se:
outra afirmação verdadeira sobre a, b e c é:                                     a) a = b = c = 1     b) a = b e c = a = 1 c) c = [b(a²-1)] / a
a) eles formam uma progressão aritmética                                         d) a = b e c qualquer valor         e) a = b e c = a – 1.
b) eles formam uma progressão geométrica
c) eles são distintos d) eles são números negativos



                                                                                                                                               2
43. Os pares de valores x e y que são soluções comuns das
equações y = (x + 1)² e xy + y = 1 são:
a) 3 pares reais b) 4 pares reais c) 4 pares imaginários           01.D         11.C         21.B         31.D      41.A
d) 2 pares reais e 2 pares imaginários                             02.B         12.D         22.D         32.B      42.C
e) 1 par real e 2 pares imaginários.
                                                                   03.B         13.C         23.C         33.A      43.E
44. Em um círculo de centro O é traçado uma corda AB de            04.E         14.A         24.E         34.C      44.A
tal forma que BC é igual ao raio do círculo. CO é traçada e
estendida até D. CO é traçada e estendida até D e AO é             05.D         15.D         25.E         35.B      45.A
traçada. Qual das expressões abaixo expressa a relação entre       06.B         16.E         26.E         36.E      46.B
x e y?                                                             07.B         17.C         27.B         37.B      47.C
a) x = 3y
b) x = 2y                                                          08.D         18.A         28.E         38.B      48.B
c) x = 60°                                                         09.D         19.B         29.E         39.B      49.C
d) não existe
nenhuma                                                            10.A         20.A         30.B         40.A      50.C
relação especial
entre x e y
e) x = 2y ou x =
3y, dependendo do comprimento de AB.

45.Dadas uma série geométrica com primeiro termo não            GABARITO
nulos e razão não nula e uma série aritmética com primeiro
termo nulo. É formada a 3ª seqüência 1, 1, 2, . . . pela soma   01(D) Trata-se de uma questão que envolve números
dos termos correspondentes das duas séries. A soma dos dez      decimais. Temos então que:
primeiros termos da terceira seqüência é:                       3/8 = 0,375 e que 3/8x10-6 = 0,000 000 375 ∴ (D) é a
a) 978     b) 557     c) 467       d) 1 068       e) n.r.a.     alternativa correta.

46. Os gráficos de 2x + 3y – 6 = 0; 4x – 3y – 6 = 0; x = 2 e    02(B) Em 25 minutos temos os deslocamentos:
y = 2 / 3 se interceptam em:                                    O ponteiro Grande (dos minutos) desloca-se: 5 x 30° = 150°.
a) 6 pontos b) 1 ponto c) 2 pontos d) nenhum ponto              O ponteiro pequeno (das horas) desloca-se: 1/12 do
e) em um número não limitado de pontos                          deslocamento do ponteiro dos minutos = 1/12 (150°) = 12,5°
                                                                ∴ ângulo = 150° - 12,5° = 137,5° = 137°30’.
47. As expressões a + bc e (a + b) (a + c) são:
a) sempre iguais    b) nunca iguais c) iguais quando a + b
+c=1          d) iguais a + b + c = 0       e) iguais somente   03(B) Seja x1, x2, . . . , xn os n números cuja média
quando a = b = c = 0.                                           aritmética é A. Então A = (x1 + x2 + . . . + xn) / n.
                                                                Os n números aumentados de 20 unidades cada um terão
48. Dado um ∆                                                   uma média aritmética M tal que:
ABC            com                                              M = [(x1 + 20) + (x2 + 20) + . . . + (xn + 20) ] / n =
medianas AB, BF e                                                   = (x1 + x2 + . . . + xn) / n + ( 20 + 20 + ... + 20 ) / n =
CD;     com     FH                                                  = A + 20.n / n = A + 20. Portanto B é a alternativa certa.
paralela a AF e de
igual comprimento.                                              04(E) Multiplicando os dois membros da equação por (x –
Traça-se BH e HE                                                1)(x – 2), temos : 2x – 2 = x – 2 ∴ x = 0.
e estende-se FE até
encontrar BH em G. Qual das afirmações a seguir não é           05(D) Temos: y / (1/x²) = k ∴ y = k / x².
necessariamente correta?                                        Para y = 16 e x = 1 → 16 = k / 1² → k = 16.
a) AEHF é um paralelogramo b) HE = HG c) BH = DC                Então para x = 8 temos: y = 16 / 8² = 1 / 4.
d) FG = ¾ AB        e) FG é a mediana do ∆BGF
                                                                06(B) Considerando as duas compras temos dois preços:
49. Os gráficos de y = x² - 4 e y = 2x se interceptam em:       1ª) Compra de n laranjas a 3 por R$ 0,10 →(10 / 3) e vender
                       x–2                                      por x, temos: n.x = (10 / 3) n
a) um ponto cuja abscissa é 2             b) um ponto cuja      2ª) Compra de n laranjas a 5 por R$ 0,20 →(20 / 5) e vender
abscissa é 0                                                    por x, temos: n.x = (20 / 5) n.
 c) nenhum ponto           d) dois pontos distintos     e)      Para o cálculo da venda: 1ª + 2ª → 2n. x = 10n /3 + 20n /5
dois pontos distintos                                           ∴ x = 11 / 3, ou seja, 3 laranjas por R$ 0,11.

50.       Para                                                  07(B) Considere Sn (novo salário) e S (salário original).
poder                                                           Temos que: Sn = S – 20%S = S – 1/5 S = 4/5 S ∴
ultrapassar B                                                   S = 5/4 Sn. O aumento necessário é Sn / 4, ou seja, 25% de
que corre a                                                     Sn.
40 Km/h em
uma estrada                                                     08(D) Fatorando o dado, temos:
de       pista                                                   x² - 4y² = (x + 2y)(x – 2y) = 0 ∴ x + 2y = 0 e x – 2y = 0.
simples,    A                                                   Cada uma dessas equações representa uma reta.
que corre a
50 km/h deve adiantar-se a B 8m. Ao mesmo tempo                 09(D) O triângulo de lados 8, 15 e 17 é retângulo. Para
C, que corre em direção a A com velocidade de 50                qualquer ∆ retângulo pode-se mostrar (veja REMEMBER I
km/h. Se B e C mantêm suas velocidades, para poder              – Problema 35) que: a – r + b – r = c ∴ 2r = a + b – c = 8 +
ultrapassar com segurança A deverá aumentar sua                 15 – 17 = 6 ∴ r = 3. (Considerar no ∆: c → hipotenusa; a e
velocidade de:                                                  b → catetos e r = raio do círculo inscrito).
a) 30 km/h b) 10 km/h c) 5 km/h d) 15 km/h
e) 3 km /h.


                                                                                                                             3
x² - 6x – 7 = 0.
10(A) Iniciando com o cálculo do tempo (∆t1) do trem em
velocidade média de 40 km/h ( V = 40 km/h) no percurso de       20(A) A equação √ 25 - t² nunca pode ser igual a zero um
a km (∆x = a km) → V = ∆x / ∆t1 ∴ ∆t1 = ∆x / V = a / 40         vez que é a soma de um número positivo com um número
horas.                                                          não negativo.(Para √ 25 – t² estamos querendo nos referir
Cálculo do tempo das n paradas de m minutos (∆t2):              somente à raiz positiva). Logo (A) é a opção correta.
∆t2 = (n. m) min = (n. m) / 60 horas.                           21(B)Como A = ½ h . c ∴ h = 2 a / c.
Nº. de horas de demora = ∆t1 + ∆t2 = a / 40 + (n.m) / 60 =
 ( 3 a + 2mn)/120 .

11(C) A negação consiste em dizer que é falso que “
nenhuma pessoa lenta em aprender freqüenta esta escola”, o      22(D) Temos um problema de descontos. Vamos operar cada
que é o mesmo de dizer: “algumas pessoas lentas em              desconto único da forma D = 1 – (1 – i 1)(1 – i2)(1 - i3) onde
aprender freqüentam esta escola”.                               i1, i2 e i3 representam a taxa centesimal de cada desconto
                                                                sucessivo. Vejamos o desconto de cada proposta:
12(D) Trata-se de uma equação irracional. Não se pode           1ª Proposta: Descontos sucessivos de 20%; 20% e 10%.
esquecer no final de fazer à verificação para cada raiz.                D1 = 1 – (1 – 0,2)(1 – 0,2)(1 – 0,1) =
A princípio transfere-se √x - 1 para o segundo membro e                     = 1 – (0,8)(0,8)(0,9) = 1 – 0,576 = 0,424 = 42,4%
                                                                2ª Proposta: Descontos sucessivos de 40%; 5% e 5%.
quadra-se a equação, ou seja:                                          D2 = 1 – (1 – 0,4)(1 – 0,05)(1 – 0,05)
 5x  1  2  x  1 quadrando)                                             = 1 – (0,6)(0,95)² = 1 – 0,5415 = 0,4585 = 45,85%.
                                                                Verifica-se então que a 2ª proposta é mais vantajosa e temos
5x  1  2  4 x  1  x  1 4x  4  4 x  1
                                                                como economia em relação a 1ª de:
   x  1   x  1 quadrando-se      x²  2x  1  x  1        (D2 – D1). 10.000 = (3,45%). 10.000 = R$ 345,00.
  x²  3x  2  0       x  1 e x"  2.                         (Veja também outra maneira de resolução modelo
Verificação: Para x  1     5.1  1    1 1    4    0 2     REMEMBER I – problema 22).
22 V         x  1 é raiz.
            Para x  2     5.2  1    2 1  9       1 4     23(C) A quantia contada em centavos = 25q + 10c + 5n + c.
42 F         x  2 não é raiz.Logo a opção certa é a D .       Valor correto = 25(q – x) + 10(c + x) + 5(n + x) + (c – x).
                                                                A diferença = -25x + 10x + 5x – x = -11x ∴ 11x centavos
                                                                devem ser subtraídos.
13(C) Usando uma das propriedades dos produtos notáveis,
a² - b² = (a + b)(a – b) , temos:                               24(E) A função y = 4x² -12x -1 possui como gráfico uma
                                                                parábola com concavidade voltada para cima, pois a = 4 > 0
a4  4            a2  b 2   a2  2
                                      b
     b
                                            a2  b 2 .      cujo ponto vértice V (xv, yv) = (-b /2a; -∆ / 4 a) ∴ xv = 3/2
a2  2
     b                    a2  2
                               b                                = 1,5 e yv = - 10 (mínimo).
                                                                (Veja REMEMBER I- Problema 4) .
14(A) As dimensões do retângulo R são: Comprimento =
1,1L e Largura = 0,9L ∴ Áret. = 1,1 . 0,9 = 0,99 L².            25(E) Trata-se de uma questão sobre complementar
A área do quadrado de lado L = Aq. = L². Daí então:             quadrado perfeito e regra dos produtos notáveis. Fazendo:
Aret. / Aq = 0,99L² / L² = 0,99 = 99 / 100.                      x4    2x 2  9  x4  2x 2  9  4x 2  4x 2  x 4  6x 2  9  4x 2 
                                                                                  x2  3        2x        x 2  3  2x x 2  3  2x 
                                                                                            2          2



                    1          1   R  r 3.
 Área Círc.menor           r2
 Área Círc. maior    3     R²    3                                 x4       9       x 2  2x  3 x 2  2x  3 .

Então a diferença entre os raios 
 R  r  r 3 r  r 3  1             r 1,73  1       0,73r    x2 2.x2 . 3 3
                                                                     6x2
15(D) Seja R o raio do círculo maior, temos:
                                                                26(E) Édio vende com lucro de 10% =
16(E) Quando a = 4 e b = -4 temos que: a + b = 0. Logo a
                                                                = 10.000 + 10%.10.000= 10.000 + 1.000 = R$ 11.000,00
expressão não tem sentido para esses valores, pois não se
                                                                Camila vende com prejuízo de 10% sobre preço de compra=
divide por zero.
                                                                = 10.000 – 10%.11.000 = 11.000 – 1.100 = R$ 9.900,00.
                                                                A opção correta é (E), pois na transação Édio ganhou:
logx  5 log3  2   logx log3 5  2                          11.000 – 9.900 = R$ 1.100,00.
log 5  2
    x            x
                243
                     10 2   x  2, 43 (que satisfaz           (Veja REMEMBER II - Problema 5)
    3
a condição do log x, que é x  0).                              27(B) Da equação x² - px + q = 0 temos como coeficientes:
17(E) Na resolução do problema usaremos a propriedade do        a = 1; b = - p e c = q; como soma das raízes (r e s) : r + s =
quociente entre logarítmos (log a – log b = log a / b); a       -b / a = p e como produto: r . s = c / a = q. Para o cálculo de
propriedade do expoente (a log b = log b a) e a definição de    r² + s², vamos partir de que r + s = p, quadrar a igualdade,
logarítmos (logx a = b → x b = a) Lembrar que: a > 0; b > 0 e   fazer uso de substituições e isolar o pedido do problema.
0 < x 1, sendo todos reais.                                     Vejamos como é fácil:
                                                                (r + s)² = p² ∴ r² +2rs + s² = p² ∴ r² + s² = p² - 2rs = p² - 2q.
18(A) O discriminante valendo zero (∆ = 0) significa que as
raízes são reais e iguais desde que os coeficientes da          28(E) Para x 0, temos: y = ax² + bx + c ax² - bx +c.
equação sejam números reais.                                           Para x = 0, temos: y = ax² + bx + c = ax² - bx + c ∴
                                                                existe um ponto de interseção (0, c) ∴ (E) é a alternativa
19(B) Denominando os números de a e b temos:                    correta.
a + b = 6 e !a – b ! = 8 onde a – b = 8 ou a – b = -8.
Formamos então os sistemas:                                     29(E) Trata-se de uma questão que envolve ângulos
 a+b=6       e     a+b=6                                        replementares, ou seja, ]APB + ]BPA = 360° ∴]APB =
 a- b=8            a - b = - 8 cujas soluções são: a= -1 e      360° - ]BPA (veja sempre a figura para acompanhar
b = 7 . Então a equação do 2º grau que admite estas raízes      cálculos). Vamos ao problema:
em que Soma = 6 e produto das raízes P = -7 é:



                                                                                                                                       4
Fazendo ]BPA = ]BPR + ]RPA (que são dois ângulos                                    dos minutos possui velocidades 12 vezes maior no mesmo
excêntricos exteriores) temos:                                                      intervalo de tempo, então: 12y = 240° + y ∴ y = 240°/11 =
                               a cx c  a
                                                                                    43,6min.
   (i)   RPA     ABAR
                                               2cx
                    2                2               2                              Daí então, a CHEGADA = 2 h 43,6 min.
                            b b d  bx
    ii   BPR  BRBM 
                 2                 2
                                             2d2 x                                Logo o tempo da viagem = 2h 43,6min (14h 43,6min) – 8hs
   Então: BPA        2cx
                       2
                            2d2 x  c  d.                                        43,6 min = 6 h.
   Como APB  360°  BPA  360°  c  d
        APB  180°  c  180°  d  a  b.                                          34(C) O menor comprimento consiste nas duas tangentes
   Nota:a)No semi-círculo SAR: a  c  180° a  180°  c                            externas T e nos dois arcos A1 e A2 ∴ m.C = 2T + A1 + A2.
       b)No semi-círculo RMT: x  b  x  d  180°   b  180°  d                   Na figura temos: 0102 = 12 cm; No ∆ABC (retângulo)
                                                                                    temos: BC // 0102 ∴ BC = 12 cm; AB = (9 – 3)cm = 6 cm ∴
                                                                                    12² = 6² + T² ∴ T = 6 √3. Logo 2 T = 12 √3 cm
                                                                                    No ∆DCO2 ≈ ∆DAO1 → DC / O2C = DA / O1A ∴
                                                                                    DC / 3 = DC + 6√3 / 9 ∴ DC = 3√3 cm ∴ tg α = CO2 / DC
                                                                                    = √3 / 3 → α = 30° ∴
                                                                                    Arco CE = A1 = 120°/ 360°. 2 .3 = 2 ∴ A1 = 2




30(B) Resolvendo individualmente cada                                 equação
encontram-se os seguintes conjuntos soluções:

   Para : i 3x²  2  25         x 3           Si      3
    ii) (2x – 1)²  (x – 1)²     2x – 1        x 1 ²
    2x  1  x  1 onde:
    2x – 1  x – 1 x  0
                                                                                    e o arco AGB = A2 = 240°/ 360 . 2 .9 = 12 ∴       A2 = 12
    e 2x – 1  - (x – 1) x  2 / 3 Sii  {0, 2 / 3}
    iii) x²  7  x  1 (quadrando a equação, temos)
                                                                                    ∴ m.C = 12√3 + 14 .
    x² - 7  x – 1 x² - x – 6  0 x’  -2 e x”  3.
    Como se trata de equação irracional deve-se fazer a verificação                 35(B) Considerando que o número total de bolas = b, temos
   com as raízes encontradas, ou seja:                                              que cada menino pega:
   Parax  2         2 ²  7  2  1             3  3 , F poisnãoexistereal
   comraizquadrada negativa. Então  2nãosatisfaz.                                    1ºmen.    b
                                                                                                 2
                                                                                                      1    b 2
                                                                                                               2
                                                                                                                  ; 2ºmen.  1 b2  b2
                                                                                                                             3   2       6
                                                                                                                                             e
   Parax  3       3²  7  3  1   2 2, V
                                                                                      3ºmen.  2      b2
                                                                                                              b2 .Podemos então armar a
     Siii  { 3 }.                                                                                     6          3
   Observando os três conjuntos soluções, temos que a opção correta é a (B).          equação: b      b22  b2  b2
                                                                                                                 6     3
                                                                                                                             0b  0.

31(D) Sejam Am; Ao e Atrap as áreas do triângulo menor;                               Portanto o valor de b é indeterminado, podendo assumir
do ∆original e do trapézio. Pelo enunciado Atrap = ½ Ao.                              qualquer valor inteiro da forma 2  6b para b  1, 2, ...
Veja pela figura que então: Am = Atrap = ½ Ao, pois
Am + Atrap = Ao ∴ Am / Ao = 1                                                       36(E)A área da superfície retangular é dada por:
/ 2.                                                                                Área = comprimento x largura ∴ 40 = 10.2x ∴ x = 2. No
Usando o teorema das áreas,                                                         ∆retângulo raio² = y² + x² ∴ 3² = y² + 2² ∴ y = √5 .
temos:                                                                              A profundidade é : 3 - √5 ou 3 + √5 (veja as figuras).
Am / Ao = DE²/ 2² = 1 / 2 ∴ DE
= √2.
A mediana m de um trapézio é a média aritmética de seus
lados paralelos (suas bases)
∴ m = ( DE + 2) / 2 = = (√2 + 2) / 2.

32(B) Se ∆= 0 temos: (2b)² - 4 a.c = 0 ∴ 4b² - 4 a.c = 0 (:4)
∴ b² - ac = 0 ∴ b² = a.c . Temos que b é média geométrica
                                                                                    37(B) O número original é 100c + 10 d + u. Quando o
de a e c, logo (a,b,c) formam uma progressão geométrica.                            número é revestido temos 100u +10 d + c. Como c > u, para
                                                                                    subtrairmos, é necessário acrescentar 10 a u (transformar 1 d
33(A) Seja x o número de graus que o                                                = 10 ). O mesmo acontece com as centenas e dezenas, ou
ponteiro das horas se move entre 8
                                                                                    seja, 10 a d (transformar 1c = 10 d) ∴
horas e o começo da viagem e por sua
                                                                                         100(c – 1)     + 10(d + 9) + u + 10
vez é 240° + x o deslocamento em
                                                                                         100u           + 10 d          +c
graus do ponteiro dos minutos. Como o
ponteiro dos minutos é 12 vezes mais                                                 100( c – 1 – u ) + 10( d + 9 – d) + ( u + 10 – c ) =
rápido que o das horas, em qualquer                                                               = 100(c – 1 – u) + 10 .9 + u + 10 – c.
intervalo de tempo, temos:                                                          Pelo enunciado do problema: u + 10 – c = 4 ∴ c – u = 6.
12x = 240°+ x ∴ x = 240° / 11 21,82°                                                Então: 100(6 – 1) + 9.10 + 4 = 5.100 + 9.10 + 4 ∴
  43,6 minutos ∴                                                                    as dezenas d = 9 e as centenas c = 5.
Horário da saída 8h 43,6minutos.
                                                                                    38(B) Considerando os quatro números inteiros e positivos
Para a CHEGADA, entre 2 e 3 horas                                                   como a, b, c e d e escolhendo sempre três para executar a
da tarde, vamos considerar que: (i) seja y = deslocamento do                        média aritmética adicionada ao quarto número, formamos o
ponteiro das horas entre 2 e 3 horas e (ii) seja 240° + y o                         sistema de equações abaixo, que resolvendo por
deslocamento do ponteiro dos minutos. Como o ponteiro                               escalonamento temos:




                                                                                                                                                  5
i) O ∆OBC (é isóscele), pois OB = BC = r (raio) ∴
               1/3 a  b  c  d  29                                          a  b  c  3d  87                     ] O = ] C = y.
                                                                                                                    ii) O ∆OBC (é isóscele), pois AO = OB = r e ] OBA =
            1/3 b  c  d  a  23                                             3a  b  c  d  69
                                                                                                                                                                         ] OAB
               1/3 c  d  a  b  21                                          a  3b  c  d  63                                                                  = 2y pois ]
               1/3 d  a  b  c  17                                          a  b  3c  d  51                                                                  OBA        é
                                                                                                                                                                    externo ao
                    a  b  c  3d  87                                                                                                                             ∆OBC.
                        a  b  3c  d  51                                                                                                                         iii) Então ]
                        a  3b  c  d  63
                                                                                                                                                                    x = ] OAC
                                                                                                                                                                    + y ( ]x é
                        3a  b  c  d  69                                                                                                                         externo
                                                                                                                    ∆OAC ) ∴
  Escalonando o sistema, temos:                                                                                          ] x = 2y + y = 3y.
     a  b  c  3d  87                           a  b  c  3d  87               a  b  c  3d  87
          2c  2d  36                                 c  d  18                        b  d  12
     2b  2d                  24                  b d           12               c d           18
    2b  2c  8d  192                           b  c  4d  96                 b  c  4d  96
Fazendo L2 L4 e finalmente L3  L4, temos:                                                                         45(A) Sendo a PG (a, aq, aq², . . . ) e a PA ( 0, r, 2r, . . . )
    a  b  c  3d  87                           a  b  c  3d  87                 d  21                        onde PA + PG (1, 1, 2, . . . ), logo: a + 0 = 1 ∴ a = 1 (i);
       b  d  12                                     b  d  12                    c 3                          aq + r = 1 ∴ q + r = 1 (ii); aq² + 2r = 2 ∴ q² + 2r = 2 (iii).
                                                                                                Logo B é a opção
     c d                   18                    c  d   18                      b9                           Em (ii), r = 1 – q que substituído em (iii), temos:
     c  5d  108                                    6d  126                     a  12                        q² + 2 – 2q = 2 ∴ q(q – 2) = 0 ∴ q = 0 (não satisfaz) e q = 2.
                                                                                                                    e então r = 1 – 2 = 1.
                                                                                                                    Logo PG ( 1, 2, 4, ... ) ∴ Sn = a1 (qn – 1) / (q – 1)
                                                                                                                    S10 = 1.(210 – 1) / (2 – 1) ∴ S10 ‘= 1 023.
  39(B)
       y min    0   0 p²  4. 1. q  0                                                          q 4.
                                                                                                               p²   a PA (0, -1, -2, . . . ) ∴Sn = n (a1 + a n) / 2 =n(a 1+(n –1)r)/2
               4a
                                                                                                                    ∴ S10 = 10( 0 + 9.(-1)) = -45 ∴ S10 “ = - 45.
        Veja REMEMBER I, problema 41)
                                                                                                                    Assim: S10’ + S10” = 1 023 +(-45) = 978.
  40(A) Se diferenciado as frações dadas, temos:
    ax b      b                                                            1
    cx d      a            adx  bd              bcx  bd        x       adbc                                     46(B) Temos que resolver o sistema abaixo, para determinar
    ad  bc 0 ad bc b a  1     d  c
                                                                                                                    o ponto interseção das quatro retas.
    b d ; a  c e x 0.                                                                                                   2x  3y  6
    A fração terá seu valor alterado somando-se qualquer valor x não
                                                                                                                         4x  3y  6
    nulo ao seu numerador e ao denominador. Logo (A) é a opção.
  41(A) Sendo x a distância do ponto do acidente ao final da                                                                x        2
  viagem, e v a velocidade do trem antes do acidente. O tempo                                                                   y   1
                                                                                                                                     2
  normal da viagem, em horas, é dado por:
  x/v + 1 = (x + v) / v .
  Considerando o tempo em cada viagem temos:                                                                        Pode-se verificar que x = 2 e y = ½ é solução do sistema.
 a) 1       1
             2
                            x
                             4v
                                          x v
                                             v     2          4v 2v 5x
                                                                   4v
                                                                                  4x 4v 8v
                                                                                       4v
                                                                                                     x  6v i       Logo (B) é a opção correta.
                             5

 b 1          80
                v            1
                              2
                                          x80
                                            4v
                                                       x v
                                                          v     1          320 2v 5x400
                                                                                   4v
                                                                                                     4x 4v
                                                                                                        4v          47(C) Para que a + bc = a² + ab + ac + bc → a = a²+ ab + ac
                                             5
                                                                                                                    ∴ a + b + c = 1.
        80  x  2v x  2v  80 (ii).                                                               42(C)
      Fazendo (i)  (ii),temos: 6v  2v  80                                           v  20km/h.                  48(A) Analisado cada opção, verifica-se:
                                                                                                                    (A) é verdadeira porque FH é paralela a AE.
  Devemos considerar nas operações abaixo a, b e c sempre                                                           (C) é verdadeira porque, quando se estende HE, que é
  números inteiros e positivos.                                                                                     paralela a CA, esta encontra AB em D. DC e BH são lados
                                                                                                                    correspondentes dos ∆s congruentes ACD e HDB.
      Temos: a                        b
                                       c     a        b
                                                       c       quad rand o                 a   b
                                                                                                c     a² b
                                                                                                          c         (D) é verdadeira
                                                                                                                         FG = FE + EG = AD + ½ DB = ¾ AB.
                                          ac  a²b  b               c
       ac b                a²b                                                   b a²1
         c                   c                                                       a                              (E) é verdadeira porque G é o ponto médio de HB.
                                                                                                                    (B) não pode ser provada a partir da informação dada. Um
  43(E) Armando um sistema com as duas equações, temos                                                              desafio: que informação é necessária para provar (B)?

                                                                                                                    49(C) Sendo y = (x²- 4) / (x – 2) = (x – 2)(x + 2) / (x – 2) =
                                                                                                                    x + 2 ( para x 2, ou então y 4; que é a condição de
                                                                                                                    domínio da função) , é uma reta excluindo no ponto (2, 4).
                                                                                                                    A reta y = 2x cruza a reta anterior no ponto que não faz parte
                                                                                                                    do gráfico. Logo (C) é a opção correta. Para melhor
                                                                                                                    entendimento faça os gráficos das funções no mesmo plano.

                                                                                                                    50(C)




  :
  44(A) Um modo de resolução do problema usando a
  propriedade do ângulo externo de um ∆.Na figura, temos:



                                                                                                                                                                                        6

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Avaliação da aprendizagemmatemat9jv
Avaliação da aprendizagemmatemat9jvAvaliação da aprendizagemmatemat9jv
Avaliação da aprendizagemmatemat9jv
Atividades Diversas Cláudia
 
Teste 8ª
Teste 8ªTeste 8ª
Teste 8ª
guestbf5561
 
prof.Calazans(Mat. e suas Tecnologias)-Simulado comentado 03
prof.Calazans(Mat. e suas Tecnologias)-Simulado comentado 03prof.Calazans(Mat. e suas Tecnologias)-Simulado comentado 03
prof.Calazans(Mat. e suas Tecnologias)-Simulado comentado 03
ProfCalazans
 
Exer
ExerExer
prof.Calazans(Mat. e suas Tecnologias)-Simulado comentado 05
prof.Calazans(Mat. e suas Tecnologias)-Simulado comentado 05prof.Calazans(Mat. e suas Tecnologias)-Simulado comentado 05
prof.Calazans(Mat. e suas Tecnologias)-Simulado comentado 05
ProfCalazans
 
prof.Calazans(Mat. e suas Tecnologias)-Simulado 04 comentado
prof.Calazans(Mat. e suas Tecnologias)-Simulado 04 comentadoprof.Calazans(Mat. e suas Tecnologias)-Simulado 04 comentado
prof.Calazans(Mat. e suas Tecnologias)-Simulado 04 comentado
ProfCalazans
 
1 fase nivel2_gabarito_2011
1 fase nivel2_gabarito_20111 fase nivel2_gabarito_2011
1 fase nivel2_gabarito_2011
Professora sonhadora
 
Olimpíada de MATEMÁTICA (nível 2)
Olimpíada de MATEMÁTICA  (nível 2)Olimpíada de MATEMÁTICA  (nível 2)
Olimpíada de MATEMÁTICA (nível 2)
Robson Nascimento
 
Exercicios 7ª
Exercicios 7ªExercicios 7ª
Exercicios 7ª
Antonio Carneiro
 
F ficha de revisões nº 3 9º janeiro2017
F ficha de revisões nº 3   9º janeiro2017F ficha de revisões nº 3   9º janeiro2017
F ficha de revisões nº 3 9º janeiro2017
Susana Chaves
 
prof.Calazans(Mat. e suas Tecnologias)-Simulado comentado 02
prof.Calazans(Mat. e suas Tecnologias)-Simulado comentado 02prof.Calazans(Mat. e suas Tecnologias)-Simulado comentado 02
prof.Calazans(Mat. e suas Tecnologias)-Simulado comentado 02
ProfCalazans
 
Emef
EmefEmef
Prova de raciocönio quantitativo
Prova de raciocönio quantitativoProva de raciocönio quantitativo
Prova de raciocönio quantitativo
Andre Somar
 
Olimpíada Brasileira de matemática 1ª fase nível 2
Olimpíada Brasileira de matemática 1ª fase nível 2Olimpíada Brasileira de matemática 1ª fase nível 2
Olimpíada Brasileira de matemática 1ª fase nível 2
Prof. Leandro
 
Exercicios 8ª
Exercicios 8ªExercicios 8ª
Exercicios 8ª
Antonio Carneiro
 
Revisão
RevisãoRevisão
Revisão
BriefCase
 
Olimpíadas de matemática (nível 1)
Olimpíadas de matemática (nível 1)Olimpíadas de matemática (nível 1)
Olimpíadas de matemática (nível 1)
Robson Nascimento
 
Matemática básica números decimais 2
Matemática básica números decimais 2Matemática básica números decimais 2
Matemática básica números decimais 2
Alessandro Lisboa
 
MATEMÁTICA 3
MATEMÁTICA 3MATEMÁTICA 3
MATEMÁTICA 3
Paulo Alexandre
 
Lista 02 - 2ª fase - 2008/2009
Lista 02 - 2ª fase - 2008/2009Lista 02 - 2ª fase - 2008/2009
Lista 02 - 2ª fase - 2008/2009
FeefelipeeRS
 

Mais procurados (20)

Avaliação da aprendizagemmatemat9jv
Avaliação da aprendizagemmatemat9jvAvaliação da aprendizagemmatemat9jv
Avaliação da aprendizagemmatemat9jv
 
Teste 8ª
Teste 8ªTeste 8ª
Teste 8ª
 
prof.Calazans(Mat. e suas Tecnologias)-Simulado comentado 03
prof.Calazans(Mat. e suas Tecnologias)-Simulado comentado 03prof.Calazans(Mat. e suas Tecnologias)-Simulado comentado 03
prof.Calazans(Mat. e suas Tecnologias)-Simulado comentado 03
 
Exer
ExerExer
Exer
 
prof.Calazans(Mat. e suas Tecnologias)-Simulado comentado 05
prof.Calazans(Mat. e suas Tecnologias)-Simulado comentado 05prof.Calazans(Mat. e suas Tecnologias)-Simulado comentado 05
prof.Calazans(Mat. e suas Tecnologias)-Simulado comentado 05
 
prof.Calazans(Mat. e suas Tecnologias)-Simulado 04 comentado
prof.Calazans(Mat. e suas Tecnologias)-Simulado 04 comentadoprof.Calazans(Mat. e suas Tecnologias)-Simulado 04 comentado
prof.Calazans(Mat. e suas Tecnologias)-Simulado 04 comentado
 
1 fase nivel2_gabarito_2011
1 fase nivel2_gabarito_20111 fase nivel2_gabarito_2011
1 fase nivel2_gabarito_2011
 
Olimpíada de MATEMÁTICA (nível 2)
Olimpíada de MATEMÁTICA  (nível 2)Olimpíada de MATEMÁTICA  (nível 2)
Olimpíada de MATEMÁTICA (nível 2)
 
Exercicios 7ª
Exercicios 7ªExercicios 7ª
Exercicios 7ª
 
F ficha de revisões nº 3 9º janeiro2017
F ficha de revisões nº 3   9º janeiro2017F ficha de revisões nº 3   9º janeiro2017
F ficha de revisões nº 3 9º janeiro2017
 
prof.Calazans(Mat. e suas Tecnologias)-Simulado comentado 02
prof.Calazans(Mat. e suas Tecnologias)-Simulado comentado 02prof.Calazans(Mat. e suas Tecnologias)-Simulado comentado 02
prof.Calazans(Mat. e suas Tecnologias)-Simulado comentado 02
 
Emef
EmefEmef
Emef
 
Prova de raciocönio quantitativo
Prova de raciocönio quantitativoProva de raciocönio quantitativo
Prova de raciocönio quantitativo
 
Olimpíada Brasileira de matemática 1ª fase nível 2
Olimpíada Brasileira de matemática 1ª fase nível 2Olimpíada Brasileira de matemática 1ª fase nível 2
Olimpíada Brasileira de matemática 1ª fase nível 2
 
Exercicios 8ª
Exercicios 8ªExercicios 8ª
Exercicios 8ª
 
Revisão
RevisãoRevisão
Revisão
 
Olimpíadas de matemática (nível 1)
Olimpíadas de matemática (nível 1)Olimpíadas de matemática (nível 1)
Olimpíadas de matemática (nível 1)
 
Matemática básica números decimais 2
Matemática básica números decimais 2Matemática básica números decimais 2
Matemática básica números decimais 2
 
MATEMÁTICA 3
MATEMÁTICA 3MATEMÁTICA 3
MATEMÁTICA 3
 
Lista 02 - 2ª fase - 2008/2009
Lista 02 - 2ª fase - 2008/2009Lista 02 - 2ª fase - 2008/2009
Lista 02 - 2ª fase - 2008/2009
 

Semelhante a Matematica remember exercicios resolvidos

10225155 matematica-1000-exercicios-resolvidos
10225155 matematica-1000-exercicios-resolvidos10225155 matematica-1000-exercicios-resolvidos
10225155 matematica-1000-exercicios-resolvidos
afpinto
 
Remember 03
Remember 03Remember 03
Remember 03
resolvidos
 
Remember 07
Remember 07Remember 07
Remember 07
resolvidos
 
Descomplica ENEM 2012: Matemática
Descomplica ENEM 2012: MatemáticaDescomplica ENEM 2012: Matemática
Descomplica ENEM 2012: Matemática
Descomplica Videoaulas
 
1ª fase - nível 3
1ª fase - nível 31ª fase - nível 3
1ª fase - nível 3
oim_matematica
 
Verificação parcial ii de matemática 7º ano
Verificação parcial ii de matemática 7º anoVerificação parcial ii de matemática 7º ano
Verificação parcial ii de matemática 7º ano
Carlos Magno Braga
 
Lista de Exercícios 1 – Semelhança
Lista de Exercícios 1 – SemelhançaLista de Exercícios 1 – Semelhança
Lista de Exercícios 1 – Semelhança
Everton Moraes
 
Lista de Exercícios 1 – Semelhança
Lista de Exercícios 1 – SemelhançaLista de Exercícios 1 – Semelhança
Lista de Exercícios 1 – Semelhança
Everton Moraes
 
At8 mat
At8 matAt8 mat
Comentario exatas
Comentario exatasComentario exatas
Comentario exatas
Marcus Paulo
 
Remember 01
Remember 01Remember 01
Remember 01
resolvidos
 
Vestibular ufsm 1999
Vestibular ufsm 1999Vestibular ufsm 1999
Vestibular ufsm 1999
auei1979
 
Vestibular ufsm 1999
Vestibular ufsm 1999Vestibular ufsm 1999
Vestibular ufsm 1999
auei1979
 
Vestibular ufsm 1999
Vestibular ufsm 1999Vestibular ufsm 1999
Vestibular ufsm 1999
auei1979
 
1ª fase nível 1
1ª fase   nível 11ª fase   nível 1
1ª fase nível 1
oim_matematica
 
1ª fase - Nível 1
1ª fase - Nível 11ª fase - Nível 1
1ª fase - Nível 1
oim_matematica
 
3ª lista de exercícios complementares de matemática (expressões algébricas) p...
3ª lista de exercícios complementares de matemática (expressões algébricas) p...3ª lista de exercícios complementares de matemática (expressões algébricas) p...
3ª lista de exercícios complementares de matemática (expressões algébricas) p...
Josie Michelle Soares
 
Provas essa matematica
Provas essa matematicaProvas essa matematica
Provas essa matematica
Antony Franc
 
F1N1
F1N1F1N1
1ª fase nível 1
1ª fase   nível 11ª fase   nível 1
1ª fase nível 1
oim_matematica
 

Semelhante a Matematica remember exercicios resolvidos (20)

10225155 matematica-1000-exercicios-resolvidos
10225155 matematica-1000-exercicios-resolvidos10225155 matematica-1000-exercicios-resolvidos
10225155 matematica-1000-exercicios-resolvidos
 
Remember 03
Remember 03Remember 03
Remember 03
 
Remember 07
Remember 07Remember 07
Remember 07
 
Descomplica ENEM 2012: Matemática
Descomplica ENEM 2012: MatemáticaDescomplica ENEM 2012: Matemática
Descomplica ENEM 2012: Matemática
 
1ª fase - nível 3
1ª fase - nível 31ª fase - nível 3
1ª fase - nível 3
 
Verificação parcial ii de matemática 7º ano
Verificação parcial ii de matemática 7º anoVerificação parcial ii de matemática 7º ano
Verificação parcial ii de matemática 7º ano
 
Lista de Exercícios 1 – Semelhança
Lista de Exercícios 1 – SemelhançaLista de Exercícios 1 – Semelhança
Lista de Exercícios 1 – Semelhança
 
Lista de Exercícios 1 – Semelhança
Lista de Exercícios 1 – SemelhançaLista de Exercícios 1 – Semelhança
Lista de Exercícios 1 – Semelhança
 
At8 mat
At8 matAt8 mat
At8 mat
 
Comentario exatas
Comentario exatasComentario exatas
Comentario exatas
 
Remember 01
Remember 01Remember 01
Remember 01
 
Vestibular ufsm 1999
Vestibular ufsm 1999Vestibular ufsm 1999
Vestibular ufsm 1999
 
Vestibular ufsm 1999
Vestibular ufsm 1999Vestibular ufsm 1999
Vestibular ufsm 1999
 
Vestibular ufsm 1999
Vestibular ufsm 1999Vestibular ufsm 1999
Vestibular ufsm 1999
 
1ª fase nível 1
1ª fase   nível 11ª fase   nível 1
1ª fase nível 1
 
1ª fase - Nível 1
1ª fase - Nível 11ª fase - Nível 1
1ª fase - Nível 1
 
3ª lista de exercícios complementares de matemática (expressões algébricas) p...
3ª lista de exercícios complementares de matemática (expressões algébricas) p...3ª lista de exercícios complementares de matemática (expressões algébricas) p...
3ª lista de exercícios complementares de matemática (expressões algébricas) p...
 
Provas essa matematica
Provas essa matematicaProvas essa matematica
Provas essa matematica
 
F1N1
F1N1F1N1
F1N1
 
1ª fase nível 1
1ª fase   nível 11ª fase   nível 1
1ª fase nível 1
 

Mais de zeramento contabil

Contabilidade 11
Contabilidade 11Contabilidade 11
Contabilidade 11
zeramento contabil
 
Contabilidade 01
Contabilidade 01Contabilidade 01
Contabilidade 01
zeramento contabil
 
Contabilidade 02
Contabilidade 02Contabilidade 02
Contabilidade 02
zeramento contabil
 
Contabilidade 03
Contabilidade 03Contabilidade 03
Contabilidade 03
zeramento contabil
 
Contabilidade 04
Contabilidade 04Contabilidade 04
Contabilidade 04
zeramento contabil
 
Contabilidade 05
Contabilidade 05Contabilidade 05
Contabilidade 05
zeramento contabil
 
Contabilidade 06
Contabilidade 06Contabilidade 06
Contabilidade 06
zeramento contabil
 
Contabilidade 07
Contabilidade 07Contabilidade 07
Contabilidade 07
zeramento contabil
 
Contabilidade 08
Contabilidade 08Contabilidade 08
Contabilidade 08
zeramento contabil
 
Contabilidade 09
Contabilidade 09Contabilidade 09
Contabilidade 09
zeramento contabil
 
Contabilidade 10
Contabilidade 10Contabilidade 10
Contabilidade 10
zeramento contabil
 
Contabilidade 12
Contabilidade 12Contabilidade 12
Contabilidade 12
zeramento contabil
 
Contabilidade 13
Contabilidade 13Contabilidade 13
Contabilidade 13
zeramento contabil
 
Contabilidade 15
Contabilidade 15Contabilidade 15
Contabilidade 15
zeramento contabil
 
Razonetes cap i 2015
Razonetes cap i 2015Razonetes cap i 2015
Razonetes cap i 2015
zeramento contabil
 
Caderno de-exercicios-contab-ii
Caderno de-exercicios-contab-iiCaderno de-exercicios-contab-ii
Caderno de-exercicios-contab-ii
zeramento contabil
 
Livro contabilidade intermediaria 2
Livro contabilidade intermediaria 2Livro contabilidade intermediaria 2
Livro contabilidade intermediaria 2
zeramento contabil
 
Contabilidade respostas 00
Contabilidade respostas 00Contabilidade respostas 00
Contabilidade respostas 00
zeramento contabil
 
Contabilidade respostas 00
Contabilidade respostas 00Contabilidade respostas 00
Contabilidade respostas 00
zeramento contabil
 

Mais de zeramento contabil (20)

Contabilidade 11
Contabilidade 11Contabilidade 11
Contabilidade 11
 
Contabilidade 01
Contabilidade 01Contabilidade 01
Contabilidade 01
 
Contabilidade 02
Contabilidade 02Contabilidade 02
Contabilidade 02
 
Contabilidade 03
Contabilidade 03Contabilidade 03
Contabilidade 03
 
Contabilidade 04
Contabilidade 04Contabilidade 04
Contabilidade 04
 
Contabilidade 05
Contabilidade 05Contabilidade 05
Contabilidade 05
 
Contabilidade 06
Contabilidade 06Contabilidade 06
Contabilidade 06
 
Contabilidade 07
Contabilidade 07Contabilidade 07
Contabilidade 07
 
Contabilidade 08
Contabilidade 08Contabilidade 08
Contabilidade 08
 
Contabilidade 09
Contabilidade 09Contabilidade 09
Contabilidade 09
 
Contabilidade 10
Contabilidade 10Contabilidade 10
Contabilidade 10
 
Contabilidade 12
Contabilidade 12Contabilidade 12
Contabilidade 12
 
Contabilidade 13
Contabilidade 13Contabilidade 13
Contabilidade 13
 
Contabilidade 15
Contabilidade 15Contabilidade 15
Contabilidade 15
 
Razonetes cap i 2015
Razonetes cap i 2015Razonetes cap i 2015
Razonetes cap i 2015
 
Caderno de-exercicios-contab-ii
Caderno de-exercicios-contab-iiCaderno de-exercicios-contab-ii
Caderno de-exercicios-contab-ii
 
Livro contabilidade intermediaria 2
Livro contabilidade intermediaria 2Livro contabilidade intermediaria 2
Livro contabilidade intermediaria 2
 
Contabilidade respostas 00
Contabilidade respostas 00Contabilidade respostas 00
Contabilidade respostas 00
 
Contabilidade respostas 00
Contabilidade respostas 00Contabilidade respostas 00
Contabilidade respostas 00
 
Rosa dos ventos
Rosa dos ventosRosa dos ventos
Rosa dos ventos
 

Matematica remember exercicios resolvidos

  • 1. REMEMBER VI COD. 955 b) todas as pessoas lentas em aprender não freqüentam esta 01. Qual dos valores a seguir não equivale a 0,000 000 357? escola a) 3,75 . 10 -7 b) 3 ¾ . 10 -7 c) 375 . 10 -9 c) algumas pessoas lentas em aprender freqüentam esta -7 –6 d) 3 / 8 . 10 e) 3 / 8 . 10 escola d) algumas pessoas lentas em aprender não freqüentam esta 02. O menor ângulo formado pelos ponteiros de um relógio escola quando são 12h e 25 min é: e) nenhuma pessoa lenta em aprender freqüenta esta escola a) 132°30’ b) 137°30’ c) 150° d) 137°32’ e) 137° 12. A solução de 5x  1  x  1  2 é: 03. Se cada número em um conjunto de dez números é aumentado de 20 unidades, então a média aritmética dos dez a) { 2,1 } b) { 2/3 } c) { 2 } d) { 1 } e) { 0 } números originais: a) permanece a mesma b) é aumentada em 20 unidades c) é aumentada em 200 unidades d) é aumentada em 10 a4 b 4 unidades e) é aumentada em 2 unidades 13. A fração a2 b 2 é igual a: a) a  b 6 6 b) a 2  b 2 c) a 2  b 2 04. A igualdade 1 x1  1 x2 é satisfeita: d) a 2  b 2 d) a 2  b 2 a) por nenhum valor real de x b) por x1 ou x2 c) apenas x  1 d) apenas x  2 e) apenas x  0 14. O comprimento de um retângulo R é 10% maior que o lado de um quadrado Q. A largura do retângulo é 10% 05. y varia com o inverso do quadrado de x. Quando y = 16, menor que o lado do quadrado. A razão entre as áreas de R e x = 1. Quando x = 8, y é igual a: Q é: a) 2 b) 128 c) 64 d) 1 / 4 e) 1024 a) 99 : 100 b) 101 : 100 c) 1 : 1 d) 199 : 200 e) 201 : 200 06. Um feirante compra certa quantidade de laranjas à base de 3 por 10 centavos, e igual quantidade à base de 5 por 20 15. A razão entre as áreas de dois círculos concêntricos é de centavos. Para não ter lucro nem prejuízo, ele deve vender à 1: 3. Se o raio do círculo menor é r, então a diferença entre base de: os raios é aproximadamente: a) 8 por R$ 0,30 b) 3 por R$ 0,11 c) 5 por R$ 0,18 a) 0,41 r b) 0,73 c) 0,75 d) 0,73 r e) 0,75 r d) 11 por R$ 0,40 e) 13 por R$ 0,50 16. O valor de 3 / (a + b) quando a = 4 e b = -4 é: 07. Se um trabalhador recebe um corte de 20% no seu a) 3 b) 3 / 8 c) 0 d) qualquer número finito salário, ele só vai readquirir o salário original se tiver um e) não definida aumento de: a) 20% b) 25% c) 22,5% d) R$ 20,00 e) R$25,00 17. Se log x – 5 log 3 = -2, então x é igual a: a) 1,25 b) 0,81 c) 2,43 d) 0,8 e) 0,8 ou 1,25 08. O gráfico de x² - 4y² = 0 é: a) é uma hipérbole que corta apenas o eixo dos x 18. O discriminante da equação x² + 2x√3 + 3 = 0 é zero. b) é uma hipérbole que corta apenas o eixo dos y Portanto, suas raízes são: c) é uma hipérbole que não corta nenhum dos eixos a) reais e iguais b) racionais e iguais c) racionais e d) é um par de retas distintas d) irracionais e distintas e) imaginárias e) não existe 19. Dois números cuja soma é 6 cujo valor absoluto da 09. Um círculo é inscrito em um ∆ de lados 8, 15 e 17. O diferença é 8 são as raízes da equação: raio do círculo é: a) x² - 6x + 7 = 0 b) x² - 6x - 7 = 0 c) x² + 6x – 8 = 0 a) 6 b) 2 c) 5 d) 3 e) 7 d) x² - 6x + 8 = 0 e) x² + 6x – 7 = 0 10. Quantas horas demoram um trem que viaja a velocidade 20. A expressão √25 – t² +5 se anula para: média de 40 km/h, para que percorra a quilômetros se a) em nenhum valor real ou imaginário de t durante o trajeto ele faz n paradas de m minutos cada uma? b) em nenhum valor real de t, mas para alguns valores a) (3 a + 2mn) / 120 b) 3 a + 2mn c) (3 a + 2mn) / 12 imaginários c) em nenhum valor imaginário de t, mas d) (a + mn) / 40 e) (a + 40 mn) / 40 para alguns valores reais d) t = 0 e) t = ±5 11. A negação da afirmação “Nenhuma pessoa lenta em 21. Seja c a hipotenusa de um ∆ retângulo e A sua área. aprender freqüenta esta escola” é: Então altura relativa à hipotenusa mede: a) todas as pessoas lentas em aprender freqüentam esta a) A / c b) 2A / c c) A / 2c d) A² / c e) A / c² escola 22. Para pagamento de R$ 10.000,00 um cliente pode optar entre três descontos sucessivos de 20%, 20% e 10% ou 1
  • 2. então, três descontos sucessivos de 40%, 5% e 5% e) apenas b é negativo e a e c são positivos Escolhendo a proposta mais vantajosa ele economiza: a) absolutamente nada b) R$ 400,00 c) R$ 330,00 33. Carine inicia uma viagem quando os ponteiros do d) R$ 345,00 e) R$ 360,00 relógio estão sobrepostos (apontam para a mesma direção e sentido) entre 8h e 9h da manhã. Ela chega a seu destino 23. Ao rever o cálculo de moedas do caixa, o atendente entre 2h e 3h da tarde quando os ponteiros do relógio contou q moedas de 25 centavos, d de 10 centavos, n de 5 e formam um ângulo de 180°. O tempo de duração da viagem c moedas de 1 centavo. Mais tarde Mais tarde ele descobre é: que a moedas de 5 centavos foram contadas como moedas a) 6h b) 6h 43 7/11 min c) 5h 16 4/11 min d) 6h 30 min de 25 centavos e que x moedas de 10 centavos, contadas e) nra como sendo de 1 centavo. Para corrigir o total o atendente deve: 34. Uma estaca de 6 cm e outra a) deixar o total inalterado b) subtrair 11 centavos de 18 cm de diâmetro dão c) subtrair 11x centavos d) somar 11 x centavos colocadas lado a lado como e) somar x centavos mostra a figura, e amarradas com um arame. O menor 24. A função 4x² - 12x – 1: comprimento de arame que a) sempre cresce à medida que x cresce contorna as duas estacas em cm é: b) sempre decresce à medida que x decresce a) 12√3 + 16 b) 12√3 + 7 c) 12√3 + 14 c) não se pode anular d) 12 + 15 e) 24 d) tem um valor máximo quando x é negativo e) tem um valor mínimo em -10. 35.Três meninos concordam em dividir um saco de bolinhas de gude da seguinte maneira: o primeiro fica com a metade 25. Um dos fatores de x4 + 2x² + 9 è : das bolinhas mais uma. O segundo fica com um terço das a) x² + 3 b) x + 1 c) x² - 3 d) x² -2x – 3 e)n.r.a. restantes. O terceiro descobre que desta forma ele fica com o dobro das bolas do segundo. O número de bolas é: 26. Édio tem uma casa que vale R$ 10.000,00. Ele vende a a) 8 ou 38 b) não podem ser deduzidos por esses dados casa para Camila com 10% de lucro. Camila vende a casa de c) 20 ou 26 d) 14 ou 32 e) nra volta para Édio com 10% de prejuízo. Então: a) Édio nem perde nem ganha b) Édio lucra R$ 100,00 36. Um tanque de óleo cilíndrico, em posição horizontal, c) Édio lucra R$ 1.000,00 d) Camila perde R$ 100,00 tem um comprimento interno de 10m e um diâmetro interno e) Édio lucra R$ 1.100,00 de 6m. Se a superfície retangular do óleo dentro do tanque tem área de 40m², então a profundidade do óleo, em metros, 27. Se r e s são raízes da equação x² - px + q = 0 então r² + é: s² é igual a: a) √5 b) 2√5 c) 3 - √5 d) 3 + √5 e) 3 ± √5 a) p² + 2q b) p² - 2q c) p² + q² d) p² - q² e) p² 37. Um número de três dígitos tem, da esquerda para a 28. Em um mesmo sistema de eixos são traçados o gráfico direita, os dígitos h, t e u, sendo h > u. Quando o número de y = ax² + bx + c e o gráfico da função obtida substituindo com os dígitos em posição reversa é subtraído do número x por –x na função dada. Se b 0 e c 0 então esses original, o dígito da unidade da diferença é 4. Então os dois gráficos interceptam-se: dígitos seguintes, da direita para a esquerda, são: a) em dois pontos, um no eixo dos x e um no eixo dos y a) 5 e 9 b) 9 e 5 c) impossível calcular d) 5 e 4 b) em um ponto localizado fora dos eixos e) 4 e 5 c) somente na origem d) em um ponto no eixo dos x e) em um ponto no eixo dos y 38. São dados quatro números inteiros. Escolha três inteiros quaisquer dentre eles e calcule a média aritmética destes, 29. Na figura, PA é depois some este resultado ao quarto inteiro. Desta forma se tangente ao consegue os números 29, 23, 21 e 17. Um dos números semicírculo SAR; originais é: PB é tangente ao a) 19 b) 21 c) 23 d) 20 e) 17 semicírculo RTB; SRT é um segmento 39. Se y = x² + px + q, então se o menor valor possível de y de reta e os arcos é zero, q deve então valer: estão indicados na a) 0 b) p² / 4 c) p / 2 d) – p / 2 e) p²/4 - q figura. O ângulo APB mede: 40. Se b d, então as frações ax + b e b são distintas se: a) ½ (a – b) b) ½ (a + b) c) (c - a) - (d – b) cx + d d d) a – b e) a + b a) a = c = 1 e x 0 b) a = b = 0 c) a = c = 0 30. Cada uma das equações 3x 2 2  25; 2x 1 2  x 1 2 e x 2 7  x 1 têm : d) x = 0 e) ad = bc a) duas raízes inteiras b) nenhuma raíz maior que 3 c) nenhuma raíz nula d) apenas uma raíz 41. Um trem partindo da cidade A até a cidade B encontra e) uma raíz negativa e ooutra positiva um acidente depois de 1 hora. Se ele parasse por meia hora e depois prosseguisse a 4 / 5 da sua velocidade usual, chegaria 31. Um ∆ eqüilátero de lado 2 é dividido em um triângulo e à cidade B com 2 horas de atraso. Se o trem tivesse em um trapézio por uma linha paralela a um de seus lados. percorrido 80 km mais antes do acidente, teria chegado Se a área do trapézio é igual à metade da área do triângulo atrasado uma hora apenas. A velocidade usual do trem, em original, o comprimento da mediana do trapézio é: km/h, é: a) √6 / 2 b) √2 c) 2 + √2 d) (2 + √2) / 2 a) 20 b) 30 c) 40 d) 40 e) 50 e) (2√3 - √6) / 2 42. Se a, b e c são inteiros positivos, os radicais √(a + b/c) e 32. Se o discriminante de ax² + 2bx + c = 0 é zero, então a.√(b /c) são iguais se e somente se: outra afirmação verdadeira sobre a, b e c é: a) a = b = c = 1 b) a = b e c = a = 1 c) c = [b(a²-1)] / a a) eles formam uma progressão aritmética d) a = b e c qualquer valor e) a = b e c = a – 1. b) eles formam uma progressão geométrica c) eles são distintos d) eles são números negativos 2
  • 3. 43. Os pares de valores x e y que são soluções comuns das equações y = (x + 1)² e xy + y = 1 são: a) 3 pares reais b) 4 pares reais c) 4 pares imaginários 01.D 11.C 21.B 31.D 41.A d) 2 pares reais e 2 pares imaginários 02.B 12.D 22.D 32.B 42.C e) 1 par real e 2 pares imaginários. 03.B 13.C 23.C 33.A 43.E 44. Em um círculo de centro O é traçado uma corda AB de 04.E 14.A 24.E 34.C 44.A tal forma que BC é igual ao raio do círculo. CO é traçada e estendida até D. CO é traçada e estendida até D e AO é 05.D 15.D 25.E 35.B 45.A traçada. Qual das expressões abaixo expressa a relação entre 06.B 16.E 26.E 36.E 46.B x e y? 07.B 17.C 27.B 37.B 47.C a) x = 3y b) x = 2y 08.D 18.A 28.E 38.B 48.B c) x = 60° 09.D 19.B 29.E 39.B 49.C d) não existe nenhuma 10.A 20.A 30.B 40.A 50.C relação especial entre x e y e) x = 2y ou x = 3y, dependendo do comprimento de AB. 45.Dadas uma série geométrica com primeiro termo não GABARITO nulos e razão não nula e uma série aritmética com primeiro termo nulo. É formada a 3ª seqüência 1, 1, 2, . . . pela soma 01(D) Trata-se de uma questão que envolve números dos termos correspondentes das duas séries. A soma dos dez decimais. Temos então que: primeiros termos da terceira seqüência é: 3/8 = 0,375 e que 3/8x10-6 = 0,000 000 375 ∴ (D) é a a) 978 b) 557 c) 467 d) 1 068 e) n.r.a. alternativa correta. 46. Os gráficos de 2x + 3y – 6 = 0; 4x – 3y – 6 = 0; x = 2 e 02(B) Em 25 minutos temos os deslocamentos: y = 2 / 3 se interceptam em: O ponteiro Grande (dos minutos) desloca-se: 5 x 30° = 150°. a) 6 pontos b) 1 ponto c) 2 pontos d) nenhum ponto O ponteiro pequeno (das horas) desloca-se: 1/12 do e) em um número não limitado de pontos deslocamento do ponteiro dos minutos = 1/12 (150°) = 12,5° ∴ ângulo = 150° - 12,5° = 137,5° = 137°30’. 47. As expressões a + bc e (a + b) (a + c) são: a) sempre iguais b) nunca iguais c) iguais quando a + b +c=1 d) iguais a + b + c = 0 e) iguais somente 03(B) Seja x1, x2, . . . , xn os n números cuja média quando a = b = c = 0. aritmética é A. Então A = (x1 + x2 + . . . + xn) / n. Os n números aumentados de 20 unidades cada um terão 48. Dado um ∆ uma média aritmética M tal que: ABC com M = [(x1 + 20) + (x2 + 20) + . . . + (xn + 20) ] / n = medianas AB, BF e = (x1 + x2 + . . . + xn) / n + ( 20 + 20 + ... + 20 ) / n = CD; com FH = A + 20.n / n = A + 20. Portanto B é a alternativa certa. paralela a AF e de igual comprimento. 04(E) Multiplicando os dois membros da equação por (x – Traça-se BH e HE 1)(x – 2), temos : 2x – 2 = x – 2 ∴ x = 0. e estende-se FE até encontrar BH em G. Qual das afirmações a seguir não é 05(D) Temos: y / (1/x²) = k ∴ y = k / x². necessariamente correta? Para y = 16 e x = 1 → 16 = k / 1² → k = 16. a) AEHF é um paralelogramo b) HE = HG c) BH = DC Então para x = 8 temos: y = 16 / 8² = 1 / 4. d) FG = ¾ AB e) FG é a mediana do ∆BGF 06(B) Considerando as duas compras temos dois preços: 49. Os gráficos de y = x² - 4 e y = 2x se interceptam em: 1ª) Compra de n laranjas a 3 por R$ 0,10 →(10 / 3) e vender x–2 por x, temos: n.x = (10 / 3) n a) um ponto cuja abscissa é 2 b) um ponto cuja 2ª) Compra de n laranjas a 5 por R$ 0,20 →(20 / 5) e vender abscissa é 0 por x, temos: n.x = (20 / 5) n. c) nenhum ponto d) dois pontos distintos e) Para o cálculo da venda: 1ª + 2ª → 2n. x = 10n /3 + 20n /5 dois pontos distintos ∴ x = 11 / 3, ou seja, 3 laranjas por R$ 0,11. 50. Para 07(B) Considere Sn (novo salário) e S (salário original). poder Temos que: Sn = S – 20%S = S – 1/5 S = 4/5 S ∴ ultrapassar B S = 5/4 Sn. O aumento necessário é Sn / 4, ou seja, 25% de que corre a Sn. 40 Km/h em uma estrada 08(D) Fatorando o dado, temos: de pista x² - 4y² = (x + 2y)(x – 2y) = 0 ∴ x + 2y = 0 e x – 2y = 0. simples, A Cada uma dessas equações representa uma reta. que corre a 50 km/h deve adiantar-se a B 8m. Ao mesmo tempo 09(D) O triângulo de lados 8, 15 e 17 é retângulo. Para C, que corre em direção a A com velocidade de 50 qualquer ∆ retângulo pode-se mostrar (veja REMEMBER I km/h. Se B e C mantêm suas velocidades, para poder – Problema 35) que: a – r + b – r = c ∴ 2r = a + b – c = 8 + ultrapassar com segurança A deverá aumentar sua 15 – 17 = 6 ∴ r = 3. (Considerar no ∆: c → hipotenusa; a e velocidade de: b → catetos e r = raio do círculo inscrito). a) 30 km/h b) 10 km/h c) 5 km/h d) 15 km/h e) 3 km /h. 3
  • 4. x² - 6x – 7 = 0. 10(A) Iniciando com o cálculo do tempo (∆t1) do trem em velocidade média de 40 km/h ( V = 40 km/h) no percurso de 20(A) A equação √ 25 - t² nunca pode ser igual a zero um a km (∆x = a km) → V = ∆x / ∆t1 ∴ ∆t1 = ∆x / V = a / 40 vez que é a soma de um número positivo com um número horas. não negativo.(Para √ 25 – t² estamos querendo nos referir Cálculo do tempo das n paradas de m minutos (∆t2): somente à raiz positiva). Logo (A) é a opção correta. ∆t2 = (n. m) min = (n. m) / 60 horas. 21(B)Como A = ½ h . c ∴ h = 2 a / c. Nº. de horas de demora = ∆t1 + ∆t2 = a / 40 + (n.m) / 60 = ( 3 a + 2mn)/120 . 11(C) A negação consiste em dizer que é falso que “ nenhuma pessoa lenta em aprender freqüenta esta escola”, o 22(D) Temos um problema de descontos. Vamos operar cada que é o mesmo de dizer: “algumas pessoas lentas em desconto único da forma D = 1 – (1 – i 1)(1 – i2)(1 - i3) onde aprender freqüentam esta escola”. i1, i2 e i3 representam a taxa centesimal de cada desconto sucessivo. Vejamos o desconto de cada proposta: 12(D) Trata-se de uma equação irracional. Não se pode 1ª Proposta: Descontos sucessivos de 20%; 20% e 10%. esquecer no final de fazer à verificação para cada raiz. D1 = 1 – (1 – 0,2)(1 – 0,2)(1 – 0,1) = A princípio transfere-se √x - 1 para o segundo membro e = 1 – (0,8)(0,8)(0,9) = 1 – 0,576 = 0,424 = 42,4% 2ª Proposta: Descontos sucessivos de 40%; 5% e 5%. quadra-se a equação, ou seja: D2 = 1 – (1 – 0,4)(1 – 0,05)(1 – 0,05) 5x  1  2  x  1 quadrando) = 1 – (0,6)(0,95)² = 1 – 0,5415 = 0,4585 = 45,85%. Verifica-se então que a 2ª proposta é mais vantajosa e temos 5x  1  2  4 x  1  x  1 4x  4  4 x  1 como economia em relação a 1ª de: x  1   x  1 quadrando-se x²  2x  1  x  1 (D2 – D1). 10.000 = (3,45%). 10.000 = R$ 345,00. x²  3x  2  0 x  1 e x"  2. (Veja também outra maneira de resolução modelo Verificação: Para x  1 5.1  1  1 1  4  0 2 REMEMBER I – problema 22). 22 V x  1 é raiz. Para x  2 5.2  1  2 1  9  1 4 23(C) A quantia contada em centavos = 25q + 10c + 5n + c. 42 F x  2 não é raiz.Logo a opção certa é a D . Valor correto = 25(q – x) + 10(c + x) + 5(n + x) + (c – x). A diferença = -25x + 10x + 5x – x = -11x ∴ 11x centavos devem ser subtraídos. 13(C) Usando uma das propriedades dos produtos notáveis, a² - b² = (a + b)(a – b) , temos: 24(E) A função y = 4x² -12x -1 possui como gráfico uma parábola com concavidade voltada para cima, pois a = 4 > 0 a4  4 a2  b 2 a2  2 b b   a2  b 2 . cujo ponto vértice V (xv, yv) = (-b /2a; -∆ / 4 a) ∴ xv = 3/2 a2  2 b a2  2 b = 1,5 e yv = - 10 (mínimo). (Veja REMEMBER I- Problema 4) . 14(A) As dimensões do retângulo R são: Comprimento = 1,1L e Largura = 0,9L ∴ Áret. = 1,1 . 0,9 = 0,99 L². 25(E) Trata-se de uma questão sobre complementar A área do quadrado de lado L = Aq. = L². Daí então: quadrado perfeito e regra dos produtos notáveis. Fazendo: Aret. / Aq = 0,99L² / L² = 0,99 = 99 / 100. x4  2x 2  9  x4  2x 2  9  4x 2  4x 2  x 4  6x 2  9  4x 2   x2  3  2x  x 2  3  2x x 2  3  2x  2 2 1 1 R  r 3. Área Círc.menor r2 Área Círc. maior 3 R² 3 x4 9  x 2  2x  3 x 2  2x  3 . Então a diferença entre os raios   R  r  r 3 r  r 3  1 r 1,73  1 0,73r x2 2.x2 . 3 3 6x2 15(D) Seja R o raio do círculo maior, temos: 26(E) Édio vende com lucro de 10% = 16(E) Quando a = 4 e b = -4 temos que: a + b = 0. Logo a = 10.000 + 10%.10.000= 10.000 + 1.000 = R$ 11.000,00 expressão não tem sentido para esses valores, pois não se Camila vende com prejuízo de 10% sobre preço de compra= divide por zero. = 10.000 – 10%.11.000 = 11.000 – 1.100 = R$ 9.900,00. A opção correta é (E), pois na transação Édio ganhou: logx  5 log3  2 logx log3 5  2 11.000 – 9.900 = R$ 1.100,00. log 5  2 x x 243  10 2 x  2, 43 (que satisfaz (Veja REMEMBER II - Problema 5) 3 a condição do log x, que é x  0). 27(B) Da equação x² - px + q = 0 temos como coeficientes: 17(E) Na resolução do problema usaremos a propriedade do a = 1; b = - p e c = q; como soma das raízes (r e s) : r + s = quociente entre logarítmos (log a – log b = log a / b); a -b / a = p e como produto: r . s = c / a = q. Para o cálculo de propriedade do expoente (a log b = log b a) e a definição de r² + s², vamos partir de que r + s = p, quadrar a igualdade, logarítmos (logx a = b → x b = a) Lembrar que: a > 0; b > 0 e fazer uso de substituições e isolar o pedido do problema. 0 < x 1, sendo todos reais. Vejamos como é fácil: (r + s)² = p² ∴ r² +2rs + s² = p² ∴ r² + s² = p² - 2rs = p² - 2q. 18(A) O discriminante valendo zero (∆ = 0) significa que as raízes são reais e iguais desde que os coeficientes da 28(E) Para x 0, temos: y = ax² + bx + c ax² - bx +c. equação sejam números reais. Para x = 0, temos: y = ax² + bx + c = ax² - bx + c ∴ existe um ponto de interseção (0, c) ∴ (E) é a alternativa 19(B) Denominando os números de a e b temos: correta. a + b = 6 e !a – b ! = 8 onde a – b = 8 ou a – b = -8. Formamos então os sistemas: 29(E) Trata-se de uma questão que envolve ângulos a+b=6 e a+b=6 replementares, ou seja, ]APB + ]BPA = 360° ∴]APB = a- b=8 a - b = - 8 cujas soluções são: a= -1 e 360° - ]BPA (veja sempre a figura para acompanhar b = 7 . Então a equação do 2º grau que admite estas raízes cálculos). Vamos ao problema: em que Soma = 6 e produto das raízes P = -7 é: 4
  • 5. Fazendo ]BPA = ]BPR + ]RPA (que são dois ângulos dos minutos possui velocidades 12 vezes maior no mesmo excêntricos exteriores) temos: intervalo de tempo, então: 12y = 240° + y ∴ y = 240°/11 = a cx c  a 43,6min. (i) RPA  ABAR   2cx 2 2 2 Daí então, a CHEGADA = 2 h 43,6 min. b b d  bx ii BPR  BRBM  2 2  2d2 x Logo o tempo da viagem = 2h 43,6min (14h 43,6min) – 8hs Então: BPA  2cx 2  2d2 x  c  d. 43,6 min = 6 h. Como APB  360°  BPA  360°  c  d APB  180°  c  180°  d  a  b. 34(C) O menor comprimento consiste nas duas tangentes Nota:a)No semi-círculo SAR: a  c  180° a  180°  c externas T e nos dois arcos A1 e A2 ∴ m.C = 2T + A1 + A2. b)No semi-círculo RMT: x  b  x  d  180° b  180°  d Na figura temos: 0102 = 12 cm; No ∆ABC (retângulo) temos: BC // 0102 ∴ BC = 12 cm; AB = (9 – 3)cm = 6 cm ∴ 12² = 6² + T² ∴ T = 6 √3. Logo 2 T = 12 √3 cm No ∆DCO2 ≈ ∆DAO1 → DC / O2C = DA / O1A ∴ DC / 3 = DC + 6√3 / 9 ∴ DC = 3√3 cm ∴ tg α = CO2 / DC = √3 / 3 → α = 30° ∴ Arco CE = A1 = 120°/ 360°. 2 .3 = 2 ∴ A1 = 2 30(B) Resolvendo individualmente cada equação encontram-se os seguintes conjuntos soluções: Para : i 3x²  2  25 x 3 Si  3 ii) (2x – 1)²  (x – 1)² 2x – 1  x 1 ² 2x  1  x  1 onde: 2x – 1  x – 1 x  0 e o arco AGB = A2 = 240°/ 360 . 2 .9 = 12 ∴ A2 = 12 e 2x – 1  - (x – 1) x  2 / 3 Sii  {0, 2 / 3} iii) x²  7  x  1 (quadrando a equação, temos) ∴ m.C = 12√3 + 14 . x² - 7  x – 1 x² - x – 6  0 x’  -2 e x”  3. Como se trata de equação irracional deve-se fazer a verificação 35(B) Considerando que o número total de bolas = b, temos com as raízes encontradas, ou seja: que cada menino pega: Parax  2 2 ²  7  2  1 3  3 , F poisnãoexistereal comraizquadrada negativa. Então  2nãosatisfaz. 1ºmen.  b 2  1 b 2 2 ; 2ºmen.  1 b2  b2 3 2 6 e Parax  3 3²  7  3  1 2 2, V 3ºmen.  2 b2  b2 .Podemos então armar a Siii  { 3 }. 6 3 Observando os três conjuntos soluções, temos que a opção correta é a (B). equação: b  b22  b2  b2 6 3 0b  0. 31(D) Sejam Am; Ao e Atrap as áreas do triângulo menor; Portanto o valor de b é indeterminado, podendo assumir do ∆original e do trapézio. Pelo enunciado Atrap = ½ Ao. qualquer valor inteiro da forma 2  6b para b  1, 2, ... Veja pela figura que então: Am = Atrap = ½ Ao, pois Am + Atrap = Ao ∴ Am / Ao = 1 36(E)A área da superfície retangular é dada por: / 2. Área = comprimento x largura ∴ 40 = 10.2x ∴ x = 2. No Usando o teorema das áreas, ∆retângulo raio² = y² + x² ∴ 3² = y² + 2² ∴ y = √5 . temos: A profundidade é : 3 - √5 ou 3 + √5 (veja as figuras). Am / Ao = DE²/ 2² = 1 / 2 ∴ DE = √2. A mediana m de um trapézio é a média aritmética de seus lados paralelos (suas bases) ∴ m = ( DE + 2) / 2 = = (√2 + 2) / 2. 32(B) Se ∆= 0 temos: (2b)² - 4 a.c = 0 ∴ 4b² - 4 a.c = 0 (:4) ∴ b² - ac = 0 ∴ b² = a.c . Temos que b é média geométrica 37(B) O número original é 100c + 10 d + u. Quando o de a e c, logo (a,b,c) formam uma progressão geométrica. número é revestido temos 100u +10 d + c. Como c > u, para subtrairmos, é necessário acrescentar 10 a u (transformar 1 d 33(A) Seja x o número de graus que o = 10 ). O mesmo acontece com as centenas e dezenas, ou ponteiro das horas se move entre 8 seja, 10 a d (transformar 1c = 10 d) ∴ horas e o começo da viagem e por sua 100(c – 1) + 10(d + 9) + u + 10 vez é 240° + x o deslocamento em 100u + 10 d +c graus do ponteiro dos minutos. Como o ponteiro dos minutos é 12 vezes mais 100( c – 1 – u ) + 10( d + 9 – d) + ( u + 10 – c ) = rápido que o das horas, em qualquer = 100(c – 1 – u) + 10 .9 + u + 10 – c. intervalo de tempo, temos: Pelo enunciado do problema: u + 10 – c = 4 ∴ c – u = 6. 12x = 240°+ x ∴ x = 240° / 11 21,82° Então: 100(6 – 1) + 9.10 + 4 = 5.100 + 9.10 + 4 ∴ 43,6 minutos ∴ as dezenas d = 9 e as centenas c = 5. Horário da saída 8h 43,6minutos. 38(B) Considerando os quatro números inteiros e positivos Para a CHEGADA, entre 2 e 3 horas como a, b, c e d e escolhendo sempre três para executar a da tarde, vamos considerar que: (i) seja y = deslocamento do média aritmética adicionada ao quarto número, formamos o ponteiro das horas entre 2 e 3 horas e (ii) seja 240° + y o sistema de equações abaixo, que resolvendo por deslocamento do ponteiro dos minutos. Como o ponteiro escalonamento temos: 5
  • 6. i) O ∆OBC (é isóscele), pois OB = BC = r (raio) ∴ 1/3 a  b  c  d  29 a  b  c  3d  87 ] O = ] C = y. ii) O ∆OBC (é isóscele), pois AO = OB = r e ] OBA = 1/3 b  c  d  a  23 3a  b  c  d  69 ] OAB 1/3 c  d  a  b  21 a  3b  c  d  63 = 2y pois ] 1/3 d  a  b  c  17 a  b  3c  d  51 OBA é externo ao a  b  c  3d  87 ∆OBC. a  b  3c  d  51 iii) Então ] a  3b  c  d  63 x = ] OAC + y ( ]x é 3a  b  c  d  69 externo ∆OAC ) ∴ Escalonando o sistema, temos: ] x = 2y + y = 3y. a  b  c  3d  87 a  b  c  3d  87 a  b  c  3d  87 2c  2d  36 c  d  18 b  d  12 2b  2d   24 b d   12 c d   18 2b  2c  8d  192 b  c  4d  96 b  c  4d  96 Fazendo L2 L4 e finalmente L3  L4, temos: 45(A) Sendo a PG (a, aq, aq², . . . ) e a PA ( 0, r, 2r, . . . ) a  b  c  3d  87 a  b  c  3d  87 d  21 onde PA + PG (1, 1, 2, . . . ), logo: a + 0 = 1 ∴ a = 1 (i); b  d  12 b  d  12 c 3 aq + r = 1 ∴ q + r = 1 (ii); aq² + 2r = 2 ∴ q² + 2r = 2 (iii). Logo B é a opção c d   18 c  d   18 b9 Em (ii), r = 1 – q que substituído em (iii), temos: c  5d  108 6d  126 a  12 q² + 2 – 2q = 2 ∴ q(q – 2) = 0 ∴ q = 0 (não satisfaz) e q = 2. e então r = 1 – 2 = 1. Logo PG ( 1, 2, 4, ... ) ∴ Sn = a1 (qn – 1) / (q – 1) S10 = 1.(210 – 1) / (2 – 1) ∴ S10 ‘= 1 023. 39(B) y min    0   0 p²  4. 1. q  0 q 4. p² a PA (0, -1, -2, . . . ) ∴Sn = n (a1 + a n) / 2 =n(a 1+(n –1)r)/2 4a ∴ S10 = 10( 0 + 9.(-1)) = -45 ∴ S10 “ = - 45. Veja REMEMBER I, problema 41) Assim: S10’ + S10” = 1 023 +(-45) = 978. 40(A) Se diferenciado as frações dadas, temos: ax b b 1 cx d a adx  bd bcx  bd x adbc 46(B) Temos que resolver o sistema abaixo, para determinar ad  bc 0 ad bc b a  1 d c o ponto interseção das quatro retas. b d ; a  c e x 0. 2x  3y  6 A fração terá seu valor alterado somando-se qualquer valor x não 4x  3y  6 nulo ao seu numerador e ao denominador. Logo (A) é a opção. 41(A) Sendo x a distância do ponto do acidente ao final da x 2 viagem, e v a velocidade do trem antes do acidente. O tempo y 1 2 normal da viagem, em horas, é dado por: x/v + 1 = (x + v) / v . Considerando o tempo em cada viagem temos: Pode-se verificar que x = 2 e y = ½ é solução do sistema. a) 1  1 2  x 4v  x v v  2 4v 2v 5x 4v  4x 4v 8v 4v x  6v i Logo (B) é a opção correta. 5 b 1 80 v  1 2  x80 4v  x v v  1 320 2v 5x400 4v  4x 4v 4v 47(C) Para que a + bc = a² + ab + ac + bc → a = a²+ ab + ac 5 ∴ a + b + c = 1. 80  x  2v x  2v  80 (ii). 42(C) Fazendo (i)  (ii),temos: 6v  2v  80 v  20km/h. 48(A) Analisado cada opção, verifica-se: (A) é verdadeira porque FH é paralela a AE. Devemos considerar nas operações abaixo a, b e c sempre (C) é verdadeira porque, quando se estende HE, que é números inteiros e positivos. paralela a CA, esta encontra AB em D. DC e BH são lados correspondentes dos ∆s congruentes ACD e HDB. Temos: a  b c a b c quad rand o a b c  a² b c (D) é verdadeira FG = FE + EG = AD + ½ DB = ¾ AB.  ac  a²b  b c ac b a²b b a²1 c c a (E) é verdadeira porque G é o ponto médio de HB. (B) não pode ser provada a partir da informação dada. Um 43(E) Armando um sistema com as duas equações, temos desafio: que informação é necessária para provar (B)? 49(C) Sendo y = (x²- 4) / (x – 2) = (x – 2)(x + 2) / (x – 2) = x + 2 ( para x 2, ou então y 4; que é a condição de domínio da função) , é uma reta excluindo no ponto (2, 4). A reta y = 2x cruza a reta anterior no ponto que não faz parte do gráfico. Logo (C) é a opção correta. Para melhor entendimento faça os gráficos das funções no mesmo plano. 50(C) : 44(A) Um modo de resolução do problema usando a propriedade do ângulo externo de um ∆.Na figura, temos: 6