SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 25
Marco Aurélio Ferreira ViannaMarco Aurélio Ferreira Vianna
E-mail: falecom@marcoaurelioferreiravianna.com.brE-mail: falecom@marcoaurelioferreiravianna.com.br
Site: www.marcoaurelioferreiravianna.com.brSite: www.marcoaurelioferreiravianna.com.br
Cenário BrasileiroCenário Brasileiro
da Saúde Corporativada Saúde Corporativa
- 02 de Setembro de 2008 -- 02 de Setembro de 2008 -
22
A Evolução se desenrola naA Evolução se desenrola na
direção de uma crescentedireção de uma crescente
complexidade que écomplexidade que é
acompanhada por umaacompanhada por uma
correspondente elevação docorrespondente elevação do
nível de consciência.nível de consciência.
A Evolução se desenrola naA Evolução se desenrola na
direção de uma crescentedireção de uma crescente
complexidade que écomplexidade que é
acompanhada por umaacompanhada por uma
correspondente elevação docorrespondente elevação do
nível de consciência.nível de consciência.
Lei da Complexidade e ConsciênciaLei da Complexidade e Consciência
P. Theilhard. I. de ChardinP. Theilhard. I. de Chardin
3
Tem sempre em mente que éTem sempre em mente que é
responsável pelo bem que deixaste deresponsável pelo bem que deixaste de
fazer.fazer.
(Sêneca)(Sêneca)
Existe o risco que você não podeExiste o risco que você não pode
jamais correr, e existe o risco que vocêjamais correr, e existe o risco que você
jamais pode deixar de correr.jamais pode deixar de correr.
(Peter Drucker)(Peter Drucker)
55
(Para quem não acreditava nestes tempos loucos)(Para quem não acreditava nestes tempos loucos)
Homesourcing – Secretário Executivo RemotoHomesourcing – Secretário Executivo Remoto
Offshoring – BangaloreOffshoring – Bangalore
Dalian – Sindrome da ObsolescênciaDalian – Sindrome da Obsolescência
Exógena – Incremento concomitante de bens complementares - FreakconomicsExógena – Incremento concomitante de bens complementares - Freakconomics
EmergEmergência de modelos sociais,ência de modelos sociais,
políticos e empresariais inéditos.políticos e empresariais inéditos.
““Eu sei que não vou acertar o futuro; aliás,Eu sei que não vou acertar o futuro; aliás,
eu sei que eu vou errar sobre o futuro.eu sei que eu vou errar sobre o futuro.
Mas eu não quero ser eliminado pelo futuro.”Mas eu não quero ser eliminado pelo futuro.”
Peter L. BersteinPeter L. Berstein
““Eu sei que não vou acertar o futuro; aliás,Eu sei que não vou acertar o futuro; aliás,
eu sei que eu vou errar sobre o futuro.eu sei que eu vou errar sobre o futuro.
Mas eu não quero ser eliminado pelo futuro.”Mas eu não quero ser eliminado pelo futuro.”
Peter L. BersteinPeter L. Berstein
• Quanto será o percentual de vendas do comércio varejista viaQuanto será o percentual de vendas do comércio varejista via
eletrônica em 2010?eletrônica em 2010?
• As pessoas vão ler livros eletrônicos em 2020? Em queAs pessoas vão ler livros eletrônicos em 2020? Em que
volume?volume?
• Videotecas acabarão?Videotecas acabarão?
• Salas de aula existirão por muito tempo?Salas de aula existirão por muito tempo?
• Quanto tempo sobrevive a televisão aberta?Quanto tempo sobrevive a televisão aberta?
• A pobreza será erradicada? Quando?A pobreza será erradicada? Quando?
• Quando passaremos nossa lua de mel em órbita ao redor deQuando passaremos nossa lua de mel em órbita ao redor de
Marte?Marte?
• Quando será o mega-ataque terrorista?Quando será o mega-ataque terrorista?
What if? Um futuro de incertezaWhat if? Um futuro de incerteza
77
 Médicos promovem a SaúdeMédicos promovem a Saúde
 Clientes discutem com o MédicoClientes discutem com o Médico
 Dentistas fazem a prevençãoDentistas fazem a prevenção
 Economistas incorporam a psicologiaEconomistas incorporam a psicologia
 Administradores priorizam o humanoAdministradores priorizam o humano
 Padres aceitam a CiênciaPadres aceitam a Ciência
 Auditores evitam a penalidadeAuditores evitam a penalidade
 Lideres servemLideres servem
 Filósofos caem no mundo realFilósofos caem no mundo real
 Cientistas sinergizamCientistas sinergizam
 Advogados são parceiros de negóciosAdvogados são parceiros de negócios
 Professores são “Líderes da Vida”Professores são “Líderes da Vida”
Um Mundo com Novas DemandasUm Mundo com Novas Demandas
O que é SaúdeO que é Saúde
O Segredo da VidaO Segredo da Vida
E-mail do Triunfo , Ano VIII – nº 356– 09/2002E-mail do Triunfo , Ano VIII – nº 356– 09/2002
A atitude resiliente encontrada nos sobreviventes do Holocausto:A atitude resiliente encontrada nos sobreviventes do Holocausto:
• Todos tinham atitude positiva.Todos tinham atitude positiva.
• Recusavam–se a ceder. Seguiam em frente. Viam os problemasRecusavam–se a ceder. Seguiam em frente. Viam os problemas
como acidentes de percurso que eram capazes de resolver.como acidentes de percurso que eram capazes de resolver.
• Tinham senso de propósito. Acalentavam sonhos. A tragédia é nãoTinham senso de propósito. Acalentavam sonhos. A tragédia é não
tê-los.tê-los.
• Eram flexíveis. Não abdicavam dos sonhos, tentavam outro caminho.Eram flexíveis. Não abdicavam dos sonhos, tentavam outro caminho.
O resiliente curva-se, mas não se quebra.O resiliente curva-se, mas não se quebra.
• Mantinham uma visão do que queriam no futuro. Faça o teste:Mantinham uma visão do que queriam no futuro. Faça o teste:
descreva sua vida daqui a cinco anos. Como você se imagina?descreva sua vida daqui a cinco anos. Como você se imagina?
• Tinham senso de organização. No meio do caos, estruturam eTinham senso de organização. No meio do caos, estruturam e
colocam ordem.colocam ordem.
Com carinho, Marco Aurélio Ferreira ViannaCom carinho, Marco Aurélio Ferreira Vianna
10
Conclusões
1. Benefício Saúde custa para as empresas em média 8% da folha de1. Benefício Saúde custa para as empresas em média 8% da folha de
pagamento.pagamento.
2. O Valor Percebido pelos usuários de Planos de Saúde é ruim (6,69)2. O Valor Percebido pelos usuários de Planos de Saúde é ruim (6,69)
se comparado a outras indústrias que tem score acima de 8,0 e comse comparado a outras indústrias que tem score acima de 8,0 e com
isto Benefícios (41%) é menos importante que Custos (59%). Oisto Benefícios (41%) é menos importante que Custos (59%). O
inverso ocorre nas indústrias bem avaliadas.inverso ocorre nas indústrias bem avaliadas.
3. Na Árvore de Valor, Prevenção é o atributo de Benefícios mais3. Na Árvore de Valor, Prevenção é o atributo de Benefícios mais
importante para os Usuários e o quarto mais importante para o RHimportante para os Usuários e o quarto mais importante para o RH
das empresas.das empresas.
4. Existe boa receptividade por parte de Usuários e do RH das4. Existe boa receptividade por parte de Usuários e do RH das
Empresas a iniciativas que estimulem Prevenção desde que hajaEmpresas a iniciativas que estimulem Prevenção desde que haja
recompensas como redução na mensalidade do plano de saúde.recompensas como redução na mensalidade do plano de saúde.
Exemplo: iniciar as consultas sempre pelo Clínico Geral (ao invés doExemplo: iniciar as consultas sempre pelo Clínico Geral (ao invés do
especialista), programa de hábitos saudáveis, permitir acesso aosespecialista), programa de hábitos saudáveis, permitir acesso aos
resultados de exames do usuário, etc.resultados de exames do usuário, etc.
11
Conclusões
5. Vinte e nove por cento dos usuários realizou algum programa de5. Vinte e nove por cento dos usuários realizou algum programa de
hábitos saudáveis, mas em 70% dos casos o plano de saúde nãohábitos saudáveis, mas em 70% dos casos o plano de saúde não
pagou o tratamento.pagou o tratamento.
6. Os programas de prevenção (parar de fumar, reeducação6. Os programas de prevenção (parar de fumar, reeducação
alimentar, exercícios físicos) são oferecidos por menos de 30% dasalimentar, exercícios físicos) são oferecidos por menos de 30% das
empresas pesquisadas.empresas pesquisadas.
7. Apenas 35% dos Usuários pesquisados tem IMC normal, 40% tem7. Apenas 35% dos Usuários pesquisados tem IMC normal, 40% tem
sobrepeso e 23% são obesos. São fumantes 18% dos usuários.sobrepeso e 23% são obesos. São fumantes 18% dos usuários.
8. Os Usuários tem necessidade e desejam receber mais programas8. Os Usuários tem necessidade e desejam receber mais programas
de prevenção do que de fatos os Planos de Saúde estão provendo.de prevenção do que de fatos os Planos de Saúde estão provendo.
9. O RH das empresas opina que a sinistralidade poderia ser reduzida9. O RH das empresas opina que a sinistralidade poderia ser reduzida
se os Planos de Saúde orientassem melhor os usuários sobre o usose os Planos de Saúde orientassem melhor os usuários sobre o uso
adequado do plano e investissem mais em prevenção e programas deadequado do plano e investissem mais em prevenção e programas de
pacientes crônicos.pacientes crônicos.
12
Conclusões
10. Existe a oportunidade dos Planos de Saúde informarem melhor10. Existe a oportunidade dos Planos de Saúde informarem melhor
e/ou oferecerem programas desejados pelos usuários comoe/ou oferecerem programas desejados pelos usuários como
programas de subsídios com medicamentos, check-ups periódicosprogramas de subsídios com medicamentos, check-ups periódicos
e programas de terapias alternativas (acupuntura, homeopatia, RPG,e programas de terapias alternativas (acupuntura, homeopatia, RPG,
outros).outros).
11. Existe um longo caminho a ser trilhado para que todos os11. Existe um longo caminho a ser trilhado para que todos os
participantes do sistema de saúde estejam concentrados emparticipantes do sistema de saúde estejam concentrados em
melhorar omelhorar o Valor para o PacienteValor para o Paciente, medido com base em resultados, medido com base em resultados
alcançados por real gasto.alcançados por real gasto.
1313
Builders da SaúdeBuilders da Saúde
ESPIRITUALESPIRITUAL
SOCIALSOCIAL
CULTURALCULTURAL MENTALMENTAL
FÍSICAFÍSICA
““A saúdeA saúde
ainda éainda é
encaradaencarada
como um temacomo um tema
do século XIX”do século XIX”
70% ainda70% ainda
procuramprocuram
médicomédico
especialistasespecialistas
(CVA Solution)(CVA Solution)
1414
Onde o modelo mental começa!Onde o modelo mental começa!
Quer levar vantagem em tudo. (Yo)Quer levar vantagem em tudo. (Yo)
Tudo muito rápido. (Ya)Tudo muito rápido. (Ya)
O negócio é Ter, Ter, Ter. (Más)O negócio é Ter, Ter, Ter. (Más)
Trabalhar é castigo. (Menos)Trabalhar é castigo. (Menos)
Sou pobre, mas honestoSou pobre, mas honesto
O culpado é o outroO culpado é o outro
Quem sabe faz, quem não sabe ensina.Quem sabe faz, quem não sabe ensina.
Minha galera é tudo!Minha galera é tudo!
Confie, Desconfiando.Confie, Desconfiando.
Segurança acima de tudo.Segurança acima de tudo.
Falar a verdade para que?Falar a verdade para que?
Treinar para o outro? Tá louco!Treinar para o outro? Tá louco!
1515
Condicionantes do Ambiente Estratégico?Condicionantes do Ambiente Estratégico?
• Exponencialidade da tecnologia médica.Exponencialidade da tecnologia médica.
• Falência dos sistemas tradicionais de saúde.Falência dos sistemas tradicionais de saúde.
• Queda brutal do emprego formal.Queda brutal do emprego formal.
• Surto de Empreendedorismo.Surto de Empreendedorismo.
• Reestruturação completa da Previdência Pública.Reestruturação completa da Previdência Pública.
• Complexidade caótica no mundo dos negócios.Complexidade caótica no mundo dos negócios.
• Emergência de Modelos Sociais, Políticos e Empresariais inéditos.Emergência de Modelos Sociais, Políticos e Empresariais inéditos.
• Recursos cada vez mais escassos para grande parte da populaçãoRecursos cada vez mais escassos para grande parte da população
acabou a Ilha da Fantasia.acabou a Ilha da Fantasia.
• Aprofundamento da Globalização 3.0.Aprofundamento da Globalização 3.0.
• Crescimento consistente da Cidadania – Governança Social.Crescimento consistente da Cidadania – Governança Social.
• Brasil pagando pelo que fez.Brasil pagando pelo que fez.
• Grande impacto da Biogenética.Grande impacto da Biogenética.
• Choques contínuos de gerações.Choques contínuos de gerações.
• A Nova Liderança da China e o crescimento brutal da Índia?A Nova Liderança da China e o crescimento brutal da Índia?
• 60 < 2000 = 80 < 2020.60 < 2000 = 80 < 2020.
• Convergência de capacitações.Convergência de capacitações.
IdadeIdade1010 2020 3030 4040 5050 6060 7070 8080
QualidadedeVidaQualidadedeVida
NovoNovo
ParadigmaParadigma
OO
melhormelhor
ano daano da
minhaminha
vida.vida.
AntigoAntigo
ParadigmaParadigma
8080 2020
2020 8080
Nossa Velha CapitãNossa Velha Capitã
1818
What if’s? Questões críticas e cruciaisWhat if’s? Questões críticas e cruciais
• Prevalecerá a crueldade da competitividade?Prevalecerá a crueldade da competitividade?
• Continuará a blindagem dos 40 anos?Continuará a blindagem dos 40 anos?
• Quando as pessoas vão entender a vida de 120 anos?Quando as pessoas vão entender a vida de 120 anos?
• Quando muda o paradigma?Quando muda o paradigma?
• O que será a Globalização 4.0?O que será a Globalização 4.0?
• Se e quando são implementadas as reformas do País? (Previdenciária,Se e quando são implementadas as reformas do País? (Previdenciária,
Fiscal, Estado, Política, Econômica)Fiscal, Estado, Política, Econômica)
• Até quando teremos os subprodutos horripilantes da DemocraciaAté quando teremos os subprodutos horripilantes da Democracia
desestruturada?desestruturada?
• O Brasil retoma o avião do desenvolvimento?O Brasil retoma o avião do desenvolvimento?
• As empresas vão efetivamente se Humanizar?As empresas vão efetivamente se Humanizar?
• Bric, IC ou (EU)RO?Bric, IC ou (EU)RO?
• Enfim, a Manutenção humana será prioritária.Enfim, a Manutenção humana será prioritária.
• O paradoxo do fumante.O paradoxo do fumante.
1919
““Vamos pensar diferente”Vamos pensar diferente”
2020
““Cenário é a inspiração e a informação para construirmos hoje o futuroCenário é a inspiração e a informação para construirmos hoje o futuro
que queremos”que queremos”
(Marco Aurélio Ferreira Vianna)(Marco Aurélio Ferreira Vianna)
““Cenário é a estruturação da incerteza do futuro”Cenário é a estruturação da incerteza do futuro”
(Marco Aurélio Ferreira Vianna)(Marco Aurélio Ferreira Vianna)
2121
Cenário de RupturaCenário de Ruptura
• Há um grande processo de concertação da sociedade –Há um grande processo de concertação da sociedade –
empresas, usuários, SCO, governo.empresas, usuários, SCO, governo.
• Fortes e efetivos mecanismos de ensinamento sãoFortes e efetivos mecanismos de ensinamento são
implementados.implementados.
• Núcleos de excelência são criados como pólos emblemáticos.Núcleos de excelência são criados como pólos emblemáticos.
• Efetivamente cada segmento assume sua responsabilidade.Efetivamente cada segmento assume sua responsabilidade.
• É criado uma grande mobilização.É criado uma grande mobilização.
• Lideranças assumem seu papel.Lideranças assumem seu papel.
• Crenças arraigadas e vícios entorpecedores são derrubados.Crenças arraigadas e vícios entorpecedores são derrubados.
• Paradigmas são quebrados.Paradigmas são quebrados.
• Muda-se a mentalidade para valor para o paciente.Muda-se a mentalidade para valor para o paciente.
2222
O que as empresas podem e devem fazer?O que as empresas podem e devem fazer?
• Ensinar com efetividade tudo o que as pessoas devem fazer.Ensinar com efetividade tudo o que as pessoas devem fazer.
• Sair do reducionismo e mecanicismo.Sair do reducionismo e mecanicismo.
• Considerar que o Ser Humano deve ser orientado para a vida e nãoConsiderar que o Ser Humano deve ser orientado para a vida e não
para a relação burocrático jurídico temporal.para a relação burocrático jurídico temporal.
• Ser diretamente um pólo de ação da Saúde.Ser diretamente um pólo de ação da Saúde.
• Propiciar o voluntariado, as terapias alternativas e até aPropiciar o voluntariado, as terapias alternativas e até a
espiritualidade.espiritualidade.
• Sem comprometer resultados, (útil)izar a sabedoria da Idade N (JetSem comprometer resultados, (útil)izar a sabedoria da Idade N (Jet
Blue).Blue).
• Fustigar o Governo para o mesmo – criação do emprego social.Fustigar o Governo para o mesmo – criação do emprego social.
• Dentro da meritocracia apoiar a continuidade da utilidade de seus SHDentro da meritocracia apoiar a continuidade da utilidade de seus SH
na 3ª/4ª Idade.na 3ª/4ª Idade.
• Incluir a Família na Educação Corporativa.Incluir a Família na Educação Corporativa.
• Enfim, humanizar-se no novo paradigma.Enfim, humanizar-se no novo paradigma.
• Ensinar, ensinar, ensinar.Ensinar, ensinar, ensinar.
O duro é serO duro é ser
inútil!inútil!
2323
• Prefeitura VIXPrefeitura VIX
• Estado do Espírito SantoEstado do Espírito Santo
• Acordo AutomotivoAcordo Automotivo
• INMETROINMETRO
• Petróleo em águas profundasPetróleo em águas profundas
• Médio São FranciscoMédio São Francisco
• PBQPPBQP
• Porto SeguroPorto Seguro
• CearáCeará
• Indústria GaúchaIndústria Gaúcha
O Impossível?O Impossível? (1)(1)
Fome Zero (?)Fome Zero (?)
2424
Liderança - Pra Começar!Liderança - Pra Começar!
““O líder é o melhorO líder é o melhor
Quando as pessoas mal sabemQuando as pessoas mal sabem
Que ele existeQue ele existe
O Melhor líder fala poucoO Melhor líder fala pouco
E quando conclui o seu trabalhaE quando conclui o seu trabalha
As pessoas de sua equipe dirãoAs pessoas de sua equipe dirão
Nós fizemos”Nós fizemos”
Lao TzuLao Tzu
““Líder é a alma simbólicaLíder é a alma simbólica
da coletividade”da coletividade”
Deepak ChopraDeepak Chopra ““Eu pego as lendas e transformoEu pego as lendas e transformo
em coisas concretas;em coisas concretas;
Mozart pega as coisas concretasMozart pega as coisas concretas
e as transforma em lendas”e as transforma em lendas”
Antonio SalieriAntonio Salieri
““Líder é o que transforma umaLíder é o que transforma uma
organização comum em umaorganização comum em uma
verdadeira instituição”verdadeira instituição”
SelznickSelznick
2525
““Podemos tratar as doençasPodemos tratar as doenças
físicas com medicamentos,físicas com medicamentos,
mas a única cura para amas a única cura para a
solidão, desesperosolidão, desespero
e a infelicidade é o amor.e a infelicidade é o amor.
Há muita gente no mundo,Há muita gente no mundo,
que morre porque morre por
uma fatia de pão.uma fatia de pão.
Mas há muito mais,Mas há muito mais,
que morre porque morre por
um pouco de amor”um pouco de amor”
Madre Tereza de CalcutáMadre Tereza de Calcutá

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Marco vianna

O quo vadis do setor de wellness e
O quo vadis do setor de wellness eO quo vadis do setor de wellness e
O quo vadis do setor de wellness e
Osler Desouzart
 
PDF ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE-
PDF ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE-PDF ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE-
PDF ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE-
marlene54545
 
Aula Qualidade De Vida E Trabalho
Aula Qualidade De Vida E TrabalhoAula Qualidade De Vida E Trabalho
Aula Qualidade De Vida E Trabalho
pimpaojf
 
Apresentacao pacto telles
Apresentacao pacto tellesApresentacao pacto telles
Apresentacao pacto telles
Kranielly
 

Semelhante a Marco vianna (20)

O quo vadis do setor de wellness e
O quo vadis do setor de wellness eO quo vadis do setor de wellness e
O quo vadis do setor de wellness e
 
Veronica sanduvette
Veronica sanduvetteVeronica sanduvette
Veronica sanduvette
 
Revista cremerj
Revista cremerjRevista cremerj
Revista cremerj
 
Anticoncepção de emergência
Anticoncepção de emergênciaAnticoncepção de emergência
Anticoncepção de emergência
 
Anticoncepção
AnticoncepçãoAnticoncepção
Anticoncepção
 
Towaki Brasil
Towaki BrasilTowaki Brasil
Towaki Brasil
 
Painel de tendencia de consumo - MBA Gestão empreendedora em Marketing Digital
Painel de tendencia de consumo - MBA Gestão empreendedora em Marketing DigitalPainel de tendencia de consumo - MBA Gestão empreendedora em Marketing Digital
Painel de tendencia de consumo - MBA Gestão empreendedora em Marketing Digital
 
Negócio na tendencia do seculo
Negócio na tendencia do seculoNegócio na tendencia do seculo
Negócio na tendencia do seculo
 
Carlos F Pinto nutrição e cancer 17062010 ganep 2010
Carlos F Pinto nutrição e cancer 17062010 ganep 2010 Carlos F Pinto nutrição e cancer 17062010 ganep 2010
Carlos F Pinto nutrição e cancer 17062010 ganep 2010
 
Avaliacao De Saude No Idoso Dr Otavio Castello 27abr09 Versao Slideshare
Avaliacao De Saude No Idoso   Dr Otavio Castello   27abr09   Versao SlideshareAvaliacao De Saude No Idoso   Dr Otavio Castello   27abr09   Versao Slideshare
Avaliacao De Saude No Idoso Dr Otavio Castello 27abr09 Versao Slideshare
 
PDF ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE-
PDF ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE-PDF ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE-
PDF ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE-
 
Aula Qualidade De Vida E Trabalho
Aula Qualidade De Vida E TrabalhoAula Qualidade De Vida E Trabalho
Aula Qualidade De Vida E Trabalho
 
Grupo Mãos Unidas
Grupo Mãos UnidasGrupo Mãos Unidas
Grupo Mãos Unidas
 
4H_Teaser_RJ
4H_Teaser_RJ4H_Teaser_RJ
4H_Teaser_RJ
 
Aula evidências prm 2015
Aula evidências prm 2015Aula evidências prm 2015
Aula evidências prm 2015
 
Apresentacao pacto telles
Apresentacao pacto tellesApresentacao pacto telles
Apresentacao pacto telles
 
Joana_Atenção_centrada_pessoa
Joana_Atenção_centrada_pessoaJoana_Atenção_centrada_pessoa
Joana_Atenção_centrada_pessoa
 
Como o médico pode diminuir a dependência dos planos de saúde
Como o médico pode diminuir a dependência dos planos de saúdeComo o médico pode diminuir a dependência dos planos de saúde
Como o médico pode diminuir a dependência dos planos de saúde
 
LIFEdata_Sanofi_Portugues_14_05_18
LIFEdata_Sanofi_Portugues_14_05_18LIFEdata_Sanofi_Portugues_14_05_18
LIFEdata_Sanofi_Portugues_14_05_18
 
2015_viva_com_esperanca.pdf
2015_viva_com_esperanca.pdf2015_viva_com_esperanca.pdf
2015_viva_com_esperanca.pdf
 

Mais de nilsonpazjr

Manual atencao saude
Manual atencao saudeManual atencao saude
Manual atencao saude
nilsonpazjr
 
Integração do setor de saúde suplementar ao sus
Integração do setor de saúde suplementar ao susIntegração do setor de saúde suplementar ao sus
Integração do setor de saúde suplementar ao sus
nilsonpazjr
 
Evolução e desafios da regulação do setor de saúde suplementar
Evolução e desafios da regulação do setor de saúde suplementarEvolução e desafios da regulação do setor de saúde suplementar
Evolução e desafios da regulação do setor de saúde suplementar
nilsonpazjr
 
Economia de saúde
Economia de saúdeEconomia de saúde
Economia de saúde
nilsonpazjr
 
Duas faces da mesma moeda microrregulação e modelos assistenciais
Duas faces da mesma moeda microrregulação e modelos assistenciaisDuas faces da mesma moeda microrregulação e modelos assistenciais
Duas faces da mesma moeda microrregulação e modelos assistenciais
nilsonpazjr
 
Evolução plano de saúde no brasil
Evolução plano de saúde no brasilEvolução plano de saúde no brasil
Evolução plano de saúde no brasil
nilsonpazjr
 
Tendências e desafios dos sistemas de saúde nas américas
Tendências e desafios dos sistemas de saúde nas américasTendências e desafios dos sistemas de saúde nas américas
Tendências e desafios dos sistemas de saúde nas américas
nilsonpazjr
 
Saúde corporativa custo ou investimento
Saúde corporativa custo ou investimentoSaúde corporativa custo ou investimento
Saúde corporativa custo ou investimento
nilsonpazjr
 
Regulação e saúde
Regulação e saúdeRegulação e saúde
Regulação e saúde
nilsonpazjr
 
Relatório Prisma ANS
Relatório Prisma ANSRelatório Prisma ANS
Relatório Prisma ANS
nilsonpazjr
 
O impacto da regulamentação no setor de saúde suplementar
O impacto da regulamentação no setor de saúde suplementarO impacto da regulamentação no setor de saúde suplementar
O impacto da regulamentação no setor de saúde suplementar
nilsonpazjr
 
Evolução e desafios da regulação do setor de saúde suplementar
Evolução e desafios da regulação do setor de saúde suplementarEvolução e desafios da regulação do setor de saúde suplementar
Evolução e desafios da regulação do setor de saúde suplementar
nilsonpazjr
 
Integração do setor de saúde suplementar ao sus
Integração do setor de saúde suplementar ao susIntegração do setor de saúde suplementar ao sus
Integração do setor de saúde suplementar ao sus
nilsonpazjr
 
Gustavo guimaraes
Gustavo guimaraesGustavo guimaraes
Gustavo guimaraes
nilsonpazjr
 
Evolução plano de saúde no brasil
Evolução plano de saúde no brasilEvolução plano de saúde no brasil
Evolução plano de saúde no brasil
nilsonpazjr
 
Economia de saúde
Economia de saúdeEconomia de saúde
Economia de saúde
nilsonpazjr
 
Duas faces da mesma moeda microrregulação e modelos assistenciais
Duas faces da mesma moeda microrregulação e modelos assistenciaisDuas faces da mesma moeda microrregulação e modelos assistenciais
Duas faces da mesma moeda microrregulação e modelos assistenciais
nilsonpazjr
 
Cinco dicas para escolher um bom plano de saúde
Cinco dicas para escolher um bom plano de saúdeCinco dicas para escolher um bom plano de saúde
Cinco dicas para escolher um bom plano de saúde
nilsonpazjr
 
Caderno 2010 09-web
Caderno 2010 09-webCaderno 2010 09-web
Caderno 2010 09-web
nilsonpazjr
 

Mais de nilsonpazjr (20)

Manual atencao saude
Manual atencao saudeManual atencao saude
Manual atencao saude
 
Integração do setor de saúde suplementar ao sus
Integração do setor de saúde suplementar ao susIntegração do setor de saúde suplementar ao sus
Integração do setor de saúde suplementar ao sus
 
Evolução e desafios da regulação do setor de saúde suplementar
Evolução e desafios da regulação do setor de saúde suplementarEvolução e desafios da regulação do setor de saúde suplementar
Evolução e desafios da regulação do setor de saúde suplementar
 
Economia de saúde
Economia de saúdeEconomia de saúde
Economia de saúde
 
Duas faces da mesma moeda microrregulação e modelos assistenciais
Duas faces da mesma moeda microrregulação e modelos assistenciaisDuas faces da mesma moeda microrregulação e modelos assistenciais
Duas faces da mesma moeda microrregulação e modelos assistenciais
 
Evolução plano de saúde no brasil
Evolução plano de saúde no brasilEvolução plano de saúde no brasil
Evolução plano de saúde no brasil
 
Apresentação módulo saúde suplementar bsmn
Apresentação módulo saúde suplementar bsmnApresentação módulo saúde suplementar bsmn
Apresentação módulo saúde suplementar bsmn
 
Tendências e desafios dos sistemas de saúde nas américas
Tendências e desafios dos sistemas de saúde nas américasTendências e desafios dos sistemas de saúde nas américas
Tendências e desafios dos sistemas de saúde nas américas
 
Saúde corporativa custo ou investimento
Saúde corporativa custo ou investimentoSaúde corporativa custo ou investimento
Saúde corporativa custo ou investimento
 
Regulação e saúde
Regulação e saúdeRegulação e saúde
Regulação e saúde
 
Relatório Prisma ANS
Relatório Prisma ANSRelatório Prisma ANS
Relatório Prisma ANS
 
O impacto da regulamentação no setor de saúde suplementar
O impacto da regulamentação no setor de saúde suplementarO impacto da regulamentação no setor de saúde suplementar
O impacto da regulamentação no setor de saúde suplementar
 
Evolução e desafios da regulação do setor de saúde suplementar
Evolução e desafios da regulação do setor de saúde suplementarEvolução e desafios da regulação do setor de saúde suplementar
Evolução e desafios da regulação do setor de saúde suplementar
 
Integração do setor de saúde suplementar ao sus
Integração do setor de saúde suplementar ao susIntegração do setor de saúde suplementar ao sus
Integração do setor de saúde suplementar ao sus
 
Gustavo guimaraes
Gustavo guimaraesGustavo guimaraes
Gustavo guimaraes
 
Evolução plano de saúde no brasil
Evolução plano de saúde no brasilEvolução plano de saúde no brasil
Evolução plano de saúde no brasil
 
Economia de saúde
Economia de saúdeEconomia de saúde
Economia de saúde
 
Duas faces da mesma moeda microrregulação e modelos assistenciais
Duas faces da mesma moeda microrregulação e modelos assistenciaisDuas faces da mesma moeda microrregulação e modelos assistenciais
Duas faces da mesma moeda microrregulação e modelos assistenciais
 
Cinco dicas para escolher um bom plano de saúde
Cinco dicas para escolher um bom plano de saúdeCinco dicas para escolher um bom plano de saúde
Cinco dicas para escolher um bom plano de saúde
 
Caderno 2010 09-web
Caderno 2010 09-webCaderno 2010 09-web
Caderno 2010 09-web
 

Marco vianna

  • 1. Marco Aurélio Ferreira ViannaMarco Aurélio Ferreira Vianna E-mail: falecom@marcoaurelioferreiravianna.com.brE-mail: falecom@marcoaurelioferreiravianna.com.br Site: www.marcoaurelioferreiravianna.com.brSite: www.marcoaurelioferreiravianna.com.br Cenário BrasileiroCenário Brasileiro da Saúde Corporativada Saúde Corporativa - 02 de Setembro de 2008 -- 02 de Setembro de 2008 -
  • 2. 22 A Evolução se desenrola naA Evolução se desenrola na direção de uma crescentedireção de uma crescente complexidade que écomplexidade que é acompanhada por umaacompanhada por uma correspondente elevação docorrespondente elevação do nível de consciência.nível de consciência. A Evolução se desenrola naA Evolução se desenrola na direção de uma crescentedireção de uma crescente complexidade que écomplexidade que é acompanhada por umaacompanhada por uma correspondente elevação docorrespondente elevação do nível de consciência.nível de consciência. Lei da Complexidade e ConsciênciaLei da Complexidade e Consciência P. Theilhard. I. de ChardinP. Theilhard. I. de Chardin
  • 3. 3 Tem sempre em mente que éTem sempre em mente que é responsável pelo bem que deixaste deresponsável pelo bem que deixaste de fazer.fazer. (Sêneca)(Sêneca) Existe o risco que você não podeExiste o risco que você não pode jamais correr, e existe o risco que vocêjamais correr, e existe o risco que você jamais pode deixar de correr.jamais pode deixar de correr. (Peter Drucker)(Peter Drucker)
  • 4.
  • 5. 55 (Para quem não acreditava nestes tempos loucos)(Para quem não acreditava nestes tempos loucos) Homesourcing – Secretário Executivo RemotoHomesourcing – Secretário Executivo Remoto Offshoring – BangaloreOffshoring – Bangalore Dalian – Sindrome da ObsolescênciaDalian – Sindrome da Obsolescência Exógena – Incremento concomitante de bens complementares - FreakconomicsExógena – Incremento concomitante de bens complementares - Freakconomics EmergEmergência de modelos sociais,ência de modelos sociais, políticos e empresariais inéditos.políticos e empresariais inéditos.
  • 6. ““Eu sei que não vou acertar o futuro; aliás,Eu sei que não vou acertar o futuro; aliás, eu sei que eu vou errar sobre o futuro.eu sei que eu vou errar sobre o futuro. Mas eu não quero ser eliminado pelo futuro.”Mas eu não quero ser eliminado pelo futuro.” Peter L. BersteinPeter L. Berstein ““Eu sei que não vou acertar o futuro; aliás,Eu sei que não vou acertar o futuro; aliás, eu sei que eu vou errar sobre o futuro.eu sei que eu vou errar sobre o futuro. Mas eu não quero ser eliminado pelo futuro.”Mas eu não quero ser eliminado pelo futuro.” Peter L. BersteinPeter L. Berstein • Quanto será o percentual de vendas do comércio varejista viaQuanto será o percentual de vendas do comércio varejista via eletrônica em 2010?eletrônica em 2010? • As pessoas vão ler livros eletrônicos em 2020? Em queAs pessoas vão ler livros eletrônicos em 2020? Em que volume?volume? • Videotecas acabarão?Videotecas acabarão? • Salas de aula existirão por muito tempo?Salas de aula existirão por muito tempo? • Quanto tempo sobrevive a televisão aberta?Quanto tempo sobrevive a televisão aberta? • A pobreza será erradicada? Quando?A pobreza será erradicada? Quando? • Quando passaremos nossa lua de mel em órbita ao redor deQuando passaremos nossa lua de mel em órbita ao redor de Marte?Marte? • Quando será o mega-ataque terrorista?Quando será o mega-ataque terrorista? What if? Um futuro de incertezaWhat if? Um futuro de incerteza
  • 7. 77  Médicos promovem a SaúdeMédicos promovem a Saúde  Clientes discutem com o MédicoClientes discutem com o Médico  Dentistas fazem a prevençãoDentistas fazem a prevenção  Economistas incorporam a psicologiaEconomistas incorporam a psicologia  Administradores priorizam o humanoAdministradores priorizam o humano  Padres aceitam a CiênciaPadres aceitam a Ciência  Auditores evitam a penalidadeAuditores evitam a penalidade  Lideres servemLideres servem  Filósofos caem no mundo realFilósofos caem no mundo real  Cientistas sinergizamCientistas sinergizam  Advogados são parceiros de negóciosAdvogados são parceiros de negócios  Professores são “Líderes da Vida”Professores são “Líderes da Vida” Um Mundo com Novas DemandasUm Mundo com Novas Demandas
  • 8. O que é SaúdeO que é Saúde
  • 9. O Segredo da VidaO Segredo da Vida E-mail do Triunfo , Ano VIII – nº 356– 09/2002E-mail do Triunfo , Ano VIII – nº 356– 09/2002 A atitude resiliente encontrada nos sobreviventes do Holocausto:A atitude resiliente encontrada nos sobreviventes do Holocausto: • Todos tinham atitude positiva.Todos tinham atitude positiva. • Recusavam–se a ceder. Seguiam em frente. Viam os problemasRecusavam–se a ceder. Seguiam em frente. Viam os problemas como acidentes de percurso que eram capazes de resolver.como acidentes de percurso que eram capazes de resolver. • Tinham senso de propósito. Acalentavam sonhos. A tragédia é nãoTinham senso de propósito. Acalentavam sonhos. A tragédia é não tê-los.tê-los. • Eram flexíveis. Não abdicavam dos sonhos, tentavam outro caminho.Eram flexíveis. Não abdicavam dos sonhos, tentavam outro caminho. O resiliente curva-se, mas não se quebra.O resiliente curva-se, mas não se quebra. • Mantinham uma visão do que queriam no futuro. Faça o teste:Mantinham uma visão do que queriam no futuro. Faça o teste: descreva sua vida daqui a cinco anos. Como você se imagina?descreva sua vida daqui a cinco anos. Como você se imagina? • Tinham senso de organização. No meio do caos, estruturam eTinham senso de organização. No meio do caos, estruturam e colocam ordem.colocam ordem. Com carinho, Marco Aurélio Ferreira ViannaCom carinho, Marco Aurélio Ferreira Vianna
  • 10. 10 Conclusões 1. Benefício Saúde custa para as empresas em média 8% da folha de1. Benefício Saúde custa para as empresas em média 8% da folha de pagamento.pagamento. 2. O Valor Percebido pelos usuários de Planos de Saúde é ruim (6,69)2. O Valor Percebido pelos usuários de Planos de Saúde é ruim (6,69) se comparado a outras indústrias que tem score acima de 8,0 e comse comparado a outras indústrias que tem score acima de 8,0 e com isto Benefícios (41%) é menos importante que Custos (59%). Oisto Benefícios (41%) é menos importante que Custos (59%). O inverso ocorre nas indústrias bem avaliadas.inverso ocorre nas indústrias bem avaliadas. 3. Na Árvore de Valor, Prevenção é o atributo de Benefícios mais3. Na Árvore de Valor, Prevenção é o atributo de Benefícios mais importante para os Usuários e o quarto mais importante para o RHimportante para os Usuários e o quarto mais importante para o RH das empresas.das empresas. 4. Existe boa receptividade por parte de Usuários e do RH das4. Existe boa receptividade por parte de Usuários e do RH das Empresas a iniciativas que estimulem Prevenção desde que hajaEmpresas a iniciativas que estimulem Prevenção desde que haja recompensas como redução na mensalidade do plano de saúde.recompensas como redução na mensalidade do plano de saúde. Exemplo: iniciar as consultas sempre pelo Clínico Geral (ao invés doExemplo: iniciar as consultas sempre pelo Clínico Geral (ao invés do especialista), programa de hábitos saudáveis, permitir acesso aosespecialista), programa de hábitos saudáveis, permitir acesso aos resultados de exames do usuário, etc.resultados de exames do usuário, etc.
  • 11. 11 Conclusões 5. Vinte e nove por cento dos usuários realizou algum programa de5. Vinte e nove por cento dos usuários realizou algum programa de hábitos saudáveis, mas em 70% dos casos o plano de saúde nãohábitos saudáveis, mas em 70% dos casos o plano de saúde não pagou o tratamento.pagou o tratamento. 6. Os programas de prevenção (parar de fumar, reeducação6. Os programas de prevenção (parar de fumar, reeducação alimentar, exercícios físicos) são oferecidos por menos de 30% dasalimentar, exercícios físicos) são oferecidos por menos de 30% das empresas pesquisadas.empresas pesquisadas. 7. Apenas 35% dos Usuários pesquisados tem IMC normal, 40% tem7. Apenas 35% dos Usuários pesquisados tem IMC normal, 40% tem sobrepeso e 23% são obesos. São fumantes 18% dos usuários.sobrepeso e 23% são obesos. São fumantes 18% dos usuários. 8. Os Usuários tem necessidade e desejam receber mais programas8. Os Usuários tem necessidade e desejam receber mais programas de prevenção do que de fatos os Planos de Saúde estão provendo.de prevenção do que de fatos os Planos de Saúde estão provendo. 9. O RH das empresas opina que a sinistralidade poderia ser reduzida9. O RH das empresas opina que a sinistralidade poderia ser reduzida se os Planos de Saúde orientassem melhor os usuários sobre o usose os Planos de Saúde orientassem melhor os usuários sobre o uso adequado do plano e investissem mais em prevenção e programas deadequado do plano e investissem mais em prevenção e programas de pacientes crônicos.pacientes crônicos.
  • 12. 12 Conclusões 10. Existe a oportunidade dos Planos de Saúde informarem melhor10. Existe a oportunidade dos Planos de Saúde informarem melhor e/ou oferecerem programas desejados pelos usuários comoe/ou oferecerem programas desejados pelos usuários como programas de subsídios com medicamentos, check-ups periódicosprogramas de subsídios com medicamentos, check-ups periódicos e programas de terapias alternativas (acupuntura, homeopatia, RPG,e programas de terapias alternativas (acupuntura, homeopatia, RPG, outros).outros). 11. Existe um longo caminho a ser trilhado para que todos os11. Existe um longo caminho a ser trilhado para que todos os participantes do sistema de saúde estejam concentrados emparticipantes do sistema de saúde estejam concentrados em melhorar omelhorar o Valor para o PacienteValor para o Paciente, medido com base em resultados, medido com base em resultados alcançados por real gasto.alcançados por real gasto.
  • 13. 1313 Builders da SaúdeBuilders da Saúde ESPIRITUALESPIRITUAL SOCIALSOCIAL CULTURALCULTURAL MENTALMENTAL FÍSICAFÍSICA ““A saúdeA saúde ainda éainda é encaradaencarada como um temacomo um tema do século XIX”do século XIX” 70% ainda70% ainda procuramprocuram médicomédico especialistasespecialistas (CVA Solution)(CVA Solution)
  • 14. 1414 Onde o modelo mental começa!Onde o modelo mental começa! Quer levar vantagem em tudo. (Yo)Quer levar vantagem em tudo. (Yo) Tudo muito rápido. (Ya)Tudo muito rápido. (Ya) O negócio é Ter, Ter, Ter. (Más)O negócio é Ter, Ter, Ter. (Más) Trabalhar é castigo. (Menos)Trabalhar é castigo. (Menos) Sou pobre, mas honestoSou pobre, mas honesto O culpado é o outroO culpado é o outro Quem sabe faz, quem não sabe ensina.Quem sabe faz, quem não sabe ensina. Minha galera é tudo!Minha galera é tudo! Confie, Desconfiando.Confie, Desconfiando. Segurança acima de tudo.Segurança acima de tudo. Falar a verdade para que?Falar a verdade para que? Treinar para o outro? Tá louco!Treinar para o outro? Tá louco!
  • 15. 1515 Condicionantes do Ambiente Estratégico?Condicionantes do Ambiente Estratégico? • Exponencialidade da tecnologia médica.Exponencialidade da tecnologia médica. • Falência dos sistemas tradicionais de saúde.Falência dos sistemas tradicionais de saúde. • Queda brutal do emprego formal.Queda brutal do emprego formal. • Surto de Empreendedorismo.Surto de Empreendedorismo. • Reestruturação completa da Previdência Pública.Reestruturação completa da Previdência Pública. • Complexidade caótica no mundo dos negócios.Complexidade caótica no mundo dos negócios. • Emergência de Modelos Sociais, Políticos e Empresariais inéditos.Emergência de Modelos Sociais, Políticos e Empresariais inéditos. • Recursos cada vez mais escassos para grande parte da populaçãoRecursos cada vez mais escassos para grande parte da população acabou a Ilha da Fantasia.acabou a Ilha da Fantasia. • Aprofundamento da Globalização 3.0.Aprofundamento da Globalização 3.0. • Crescimento consistente da Cidadania – Governança Social.Crescimento consistente da Cidadania – Governança Social. • Brasil pagando pelo que fez.Brasil pagando pelo que fez. • Grande impacto da Biogenética.Grande impacto da Biogenética. • Choques contínuos de gerações.Choques contínuos de gerações. • A Nova Liderança da China e o crescimento brutal da Índia?A Nova Liderança da China e o crescimento brutal da Índia? • 60 < 2000 = 80 < 2020.60 < 2000 = 80 < 2020. • Convergência de capacitações.Convergência de capacitações.
  • 16. IdadeIdade1010 2020 3030 4040 5050 6060 7070 8080 QualidadedeVidaQualidadedeVida NovoNovo ParadigmaParadigma OO melhormelhor ano daano da minhaminha vida.vida. AntigoAntigo ParadigmaParadigma 8080 2020 2020 8080
  • 17. Nossa Velha CapitãNossa Velha Capitã
  • 18. 1818 What if’s? Questões críticas e cruciaisWhat if’s? Questões críticas e cruciais • Prevalecerá a crueldade da competitividade?Prevalecerá a crueldade da competitividade? • Continuará a blindagem dos 40 anos?Continuará a blindagem dos 40 anos? • Quando as pessoas vão entender a vida de 120 anos?Quando as pessoas vão entender a vida de 120 anos? • Quando muda o paradigma?Quando muda o paradigma? • O que será a Globalização 4.0?O que será a Globalização 4.0? • Se e quando são implementadas as reformas do País? (Previdenciária,Se e quando são implementadas as reformas do País? (Previdenciária, Fiscal, Estado, Política, Econômica)Fiscal, Estado, Política, Econômica) • Até quando teremos os subprodutos horripilantes da DemocraciaAté quando teremos os subprodutos horripilantes da Democracia desestruturada?desestruturada? • O Brasil retoma o avião do desenvolvimento?O Brasil retoma o avião do desenvolvimento? • As empresas vão efetivamente se Humanizar?As empresas vão efetivamente se Humanizar? • Bric, IC ou (EU)RO?Bric, IC ou (EU)RO? • Enfim, a Manutenção humana será prioritária.Enfim, a Manutenção humana será prioritária. • O paradoxo do fumante.O paradoxo do fumante.
  • 20. 2020 ““Cenário é a inspiração e a informação para construirmos hoje o futuroCenário é a inspiração e a informação para construirmos hoje o futuro que queremos”que queremos” (Marco Aurélio Ferreira Vianna)(Marco Aurélio Ferreira Vianna) ““Cenário é a estruturação da incerteza do futuro”Cenário é a estruturação da incerteza do futuro” (Marco Aurélio Ferreira Vianna)(Marco Aurélio Ferreira Vianna)
  • 21. 2121 Cenário de RupturaCenário de Ruptura • Há um grande processo de concertação da sociedade –Há um grande processo de concertação da sociedade – empresas, usuários, SCO, governo.empresas, usuários, SCO, governo. • Fortes e efetivos mecanismos de ensinamento sãoFortes e efetivos mecanismos de ensinamento são implementados.implementados. • Núcleos de excelência são criados como pólos emblemáticos.Núcleos de excelência são criados como pólos emblemáticos. • Efetivamente cada segmento assume sua responsabilidade.Efetivamente cada segmento assume sua responsabilidade. • É criado uma grande mobilização.É criado uma grande mobilização. • Lideranças assumem seu papel.Lideranças assumem seu papel. • Crenças arraigadas e vícios entorpecedores são derrubados.Crenças arraigadas e vícios entorpecedores são derrubados. • Paradigmas são quebrados.Paradigmas são quebrados. • Muda-se a mentalidade para valor para o paciente.Muda-se a mentalidade para valor para o paciente.
  • 22. 2222 O que as empresas podem e devem fazer?O que as empresas podem e devem fazer? • Ensinar com efetividade tudo o que as pessoas devem fazer.Ensinar com efetividade tudo o que as pessoas devem fazer. • Sair do reducionismo e mecanicismo.Sair do reducionismo e mecanicismo. • Considerar que o Ser Humano deve ser orientado para a vida e nãoConsiderar que o Ser Humano deve ser orientado para a vida e não para a relação burocrático jurídico temporal.para a relação burocrático jurídico temporal. • Ser diretamente um pólo de ação da Saúde.Ser diretamente um pólo de ação da Saúde. • Propiciar o voluntariado, as terapias alternativas e até aPropiciar o voluntariado, as terapias alternativas e até a espiritualidade.espiritualidade. • Sem comprometer resultados, (útil)izar a sabedoria da Idade N (JetSem comprometer resultados, (útil)izar a sabedoria da Idade N (Jet Blue).Blue). • Fustigar o Governo para o mesmo – criação do emprego social.Fustigar o Governo para o mesmo – criação do emprego social. • Dentro da meritocracia apoiar a continuidade da utilidade de seus SHDentro da meritocracia apoiar a continuidade da utilidade de seus SH na 3ª/4ª Idade.na 3ª/4ª Idade. • Incluir a Família na Educação Corporativa.Incluir a Família na Educação Corporativa. • Enfim, humanizar-se no novo paradigma.Enfim, humanizar-se no novo paradigma. • Ensinar, ensinar, ensinar.Ensinar, ensinar, ensinar. O duro é serO duro é ser inútil!inútil!
  • 23. 2323 • Prefeitura VIXPrefeitura VIX • Estado do Espírito SantoEstado do Espírito Santo • Acordo AutomotivoAcordo Automotivo • INMETROINMETRO • Petróleo em águas profundasPetróleo em águas profundas • Médio São FranciscoMédio São Francisco • PBQPPBQP • Porto SeguroPorto Seguro • CearáCeará • Indústria GaúchaIndústria Gaúcha O Impossível?O Impossível? (1)(1) Fome Zero (?)Fome Zero (?)
  • 24. 2424 Liderança - Pra Começar!Liderança - Pra Começar! ““O líder é o melhorO líder é o melhor Quando as pessoas mal sabemQuando as pessoas mal sabem Que ele existeQue ele existe O Melhor líder fala poucoO Melhor líder fala pouco E quando conclui o seu trabalhaE quando conclui o seu trabalha As pessoas de sua equipe dirãoAs pessoas de sua equipe dirão Nós fizemos”Nós fizemos” Lao TzuLao Tzu ““Líder é a alma simbólicaLíder é a alma simbólica da coletividade”da coletividade” Deepak ChopraDeepak Chopra ““Eu pego as lendas e transformoEu pego as lendas e transformo em coisas concretas;em coisas concretas; Mozart pega as coisas concretasMozart pega as coisas concretas e as transforma em lendas”e as transforma em lendas” Antonio SalieriAntonio Salieri ““Líder é o que transforma umaLíder é o que transforma uma organização comum em umaorganização comum em uma verdadeira instituição”verdadeira instituição” SelznickSelznick
  • 25. 2525 ““Podemos tratar as doençasPodemos tratar as doenças físicas com medicamentos,físicas com medicamentos, mas a única cura para amas a única cura para a solidão, desesperosolidão, desespero e a infelicidade é o amor.e a infelicidade é o amor. Há muita gente no mundo,Há muita gente no mundo, que morre porque morre por uma fatia de pão.uma fatia de pão. Mas há muito mais,Mas há muito mais, que morre porque morre por um pouco de amor”um pouco de amor” Madre Tereza de CalcutáMadre Tereza de Calcutá