SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 5
Baixar para ler offline
MAPA - NUT - NUTRIÇÃO: CICLOS DE VIDA -
51/2024
Assessoria nos seus TRABALHOS entre em contato com a DL ASSESSORIA
E-mail: assessoriaacademicadl@gmail.com
(15) 99143-3322
QUESTÃO 1
A alimentação da mulher, antes e durante a gestação, tem papel crucial para uma
gestação saudável e para garantia do desenvolvimento fetal adequado. Será que
hábitos alimentares maternos influenciam apenas durante a gestação? Reflita sobre o
assunto: como você acredita que os hábitos alimentares da mãe podem influenciar
diretamente na amamentação e na promoção de hábitos saudáveis da criança?
A alimentação é essencial para a sobrevivência do ser humano, considerada uma necessidade
básica para manutenção da vida. Apesar de comum, a alimentação é complexa; além do ato
de comer, deve contemplar aspectos biológicos, fatores históricos, sociais, culturais e
psicológicos do indivíduo e da coletividade. Nesse sentido, hábitos alimentares são formados
a partir de um sistema cultural com simbologia, significados e classificações, que exercem
influências sobre as escolhas alimentares.
Fonte: BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Guia alimentar para a
população brasileira. 2. ed. Brasília: MS, 2014. Disponível em:
https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/guia_alimentar_populacao_brasileira_2ed.pdf.
Acesso em: 19 jan. 2023.
A gestação é um período importante na vida da mulher, que demanda atenção especial à sua
saúde e nutrição para assegurar o desenvolvimento saudável do feto. O estado nutricional da
gestante desempenha um papel fundamental na prevenção de complicações gestacionais e no
suporte adequado ao crescimento fetal. A ingestão equilibrada de nutrientes é vital para
garantir que tanto a gestante quanto o feto recebam os elementos essenciais para o
desenvolvimento adequado, evitando deficiências que possam impactar a saúde materna e
fetal. Após a gestação, dá-se início à amamentação; talvez esta seja a fase mais desafiadora da
vida da mulher, pois a relação entre a saúde materna e o aleitamento materno é um elo crucial
no ciclo da vida. O aleitamento materno não apenas fornece uma fonte única de nutrientes
essenciais para o lactente, mas também contribui para o fortalecimento do seu sistema
imunológico e estabelecimento de um vínculo emocional entre mãe e filho. Durante a
amamentação ocorre uma interação profunda entre mãe e filho, com repercussões importantes
no estado nutricional da criança e no seu desenvolvimento físico, cognitivo e emocional,
além das implicações na saúde física e psíquica materna. Após o parto, o consumo alimentar
inadequado pode impactar de forma negativa na manutenção do aleitamento. Apesar da
produção do leite materno ser estimulada pela sucção do recém-nascido, estudos apontam que
a ingestão hídrica e a composição da dieta materna podem influenciar na
qualidade/quantidade do leite produzido, reforçando assim a importância de uma alimentação
saudável durante a lactação, destacando a necessidade de orientação adequada e do papel do
nutricionista no planejamento familiar.
Fonte: adaptado de:
https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/protocolos_guia_alimentar_fasciculo3.pdf;
https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/saude_crianca_aleitamento_materno_cab23.pdf;
https://www.mdpi.com/2072-6643/15/15/3486. Acesso em: 19 jan. 2023.
A partir de 6 meses, além do leite materno, outros alimentos devem fazer parte das refeições
da criança. A introdução alimentar é uma fase crucial no desenvolvimento infantil, marcando
a transição da alimentação exclusiva com leite para uma dieta variada e equilibrada. Essa
introdução deve ser gradativa e variada, os alimentos ofertados nesse período influenciam
diretamente o crescimento e desenvolvimento da criança, estabelecendo padrões alimentares
que podem perdurar ao longo da vida. Dessa forma, uma oferta diversificada de alimentos
contribui para formação de hábitos alimentares saudáveis, além de garantir a oferta dos
nutrientes necessários para o desenvolvimento infantil adequado. Assim os hábitos
alimentares da família, representam um impacto importante no desenvolvimento dos hábitos
da criança. Pensando no desenvolvimento de hábitos alimentares saudáveis e na importância
de uma alimentação balanceada, cada pessoa tem necessidades nutricionais diferentes,
estando com saúde ou necessitando de cuidados especiais. Entretanto, o modelo alimentar
atual, pautado no consumo de alimentos processados de alta densidade calórica e baixo valor
nutricional, torna a alimentação desequilibrada podendo levar a uma ingestão insuficiente de
nutrientes essenciais para o organismo, especialmente durante a infância. Além da baixa
qualidade nutricional, esses alimentos apresentam elevado teor de açúcar, gordura saturada e
sódio, contribuindo para o desenvolvimento de doenças crônicas ainda na infância, como
obesidade, hipertensão e
dislipidemia.
Nesse contexto, o nutricionista é o profissional capacitado para avaliar e identificar hábitos
alimentares inadequados, determinar o estado nutricional e orientar através do planejamento
dietético, um consumo alimentar adequado de acordo com as necessidades nutricionais
específicas as diferentes fases do desenvolvimento humano, garantindo a oferta adequada de
nutrientes.
Fonte: BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção Primaria à Saúde. Guia
alimentar para crianças brasileiras menores de 2 anos. Brasília: MS, 2019. Disponível
em: https://www.gov.br/saude/pt- br/composicao/saps/promocao-da-saude/guias-
alimentares/publicacoes/guia_da_crianca_2019.pdf. Acesso em: 19 jan. 2023.
WHO - WORLD HEALTH ORGANIZATION. Obesity and Overweight. Who, 2021. Diante
do contexto apresentado, considere o caso hipotético:
Um casal busca orientação, pois está planejando uma gestação. Ao passar pelo
aconselhamento médico, foi encaminhado para uma conversa com o serviço de nutrição,
sendo que você foi o nutricionista designado para acompanhamento do caso. Sabendo da
importância de uma avaliação adequada para identificar possíveis hábitos de vida
inadequados, você inicia a avaliação perguntando sobre os hábitos alimentares da família,
para compreender de forma mais detalhada o padrão alimentar adotado.
Nesse momento, você fornece as orientações gerais para melhoria do padrão alimentar da
família, fornece orientações sobre a importância de hábitos saudáveis para a mulher e para o
desenvolvimento fetal na futura gestação, destaca a importância do parceiro durante todo o
processo e esclarece sobre a necessidade de acompanhamento durante a gestação,
estimulando-a para voltar a procurar o serviço de nutrição assim que a gestação for
concretizada. Após 9 meses do primeiro encontro, o casal retorna ao centro de saúde, agora
para acompanhamento pré-natal. De acordo com o cartão da gestante, ela está com 9 semanas
de gestação, de feto único, em uso de ácido fólico desde o primeiro encontro há 9 meses.
Sabendo que para ajustar a dieta da paciente é necessária uma avaliação mais aprofundada,
você realiza avaliação antropométrica da gestante: seu peso pré-gestacional era de 67kg,
estando eutrófica antes da gestação; ao confirmar os dados, você verifica que ela
tem 1,65m de altura e seu peso atual é de 70,5kg. Você constata então que esta gestante se
encontra em sobrepeso com IMC de 25,9 Kg/m². Quando questionada sobre mudanças no
hábito alimentar que possam ter contribuído para o aumento de peso inicial na gestação, a
mulher relata que ficou com medo de não ingerir o suficiente para o desenvolvimento do
bebê e atendeu ao senso comum da necessidade de “comer por dois”, aumentando
significativamente a ingestão alimentar desde então. Dando sequência ao atendimento, você
explica sobre os mitos e tabus acerca da gestação, orienta sobre o ganho de peso adequado
durante a gestação e informa sobre sintomas comuns que podem acontecer durante a
gestação.
Em conjunto com a paciente, vocês definem estratégias para desenvolver um plano alimentar
personalizado que atenda às suas necessidades nutricionais, para adequar o ganho de peso
durante a gestação, considerando suas preferências e restrições alimentares, minimizar os
sintomas característicos da gestação e garantir o desenvolvimento fetal adequado. Ao longo
do acompanhamento dessa mulher, durante a gestação e puerpério, foram fornecidas
orientações sobre aleitamento materno exclusivo, esclarecidas dúvidas sobre a composição do
leite, mitos e tabus sobre alimentação no puerpério, além da importância dos hábitos
alimentares adequados da família durante a amamentação e introdução alimentar infantil para
consolidação dos bons hábitos da criança.
Para a atividade proposta, você precisará aprofundar seus conhecimentos fazendo a
leitura das Unidades 1, 2 e 3 do livro pedagógico (SPINELLI, S. M. C. Nutrição nos
Ciclos da Vida. Maringá: UniCesumar, 2022).
Utilizando os conhecimentos adquiridos durante a disciplina, considere o caso hipotético
apresentado, analise
e responda às questões descritas a seguir, acerca das recomendações nutricionais durante a
gestação e puerpério, bem como as recomendações acerca do aleitamento materno e a
alimentação infantil. Apresente as respostas de forma sequencial nos locais indicados em
seu formulário padrão da atividade MAPA:
1 – DISCUTA sobre o ganho de peso inicial dessa gestante. Calcule o peso ganho de acordo
com os dados apresentados, relacione as recomendações de ganho de peso para o período
gestacional de acordo com o estado nutricional pré-gestacional e descreva os indicadores
utilizados para avaliar o estado nutricional de uma gestante. Justifique a importância da
manutenção do peso adequado durante a gestação para a saúde da gestante e do feto.
2 – EXPLIQUE o porquê da recomendação de suplementação de ácido fólico antes da
gestação e o porquê da necessidade de sua manutenção após a gestação. Havia necessidade de
suplementação desse e de outro nutriente? E apresente a recomendação diária de ácido fólico
e de outro nutriente, se tiver necessidade. Além do livro da disciplina, consulte a Diretriz de
Suplementação diária de ferro e ácido fólico em gestantes da Organização Mundial da Saúde
(2013), disponível em
https://189.28.128.100/dab/docs/portaldab/documentos/guia_gestantes.pdf.
3 – DESTAQUE os benefícios do aleitamento materno para a saúde materna e do
lactente. APONTE quais são os desafios comuns enfrentados por mães durante a
amamentação. Além do material pedagógico, assista ao vídeo Aleitamento Materno, da
Fundação Abrinq, disponível no link: https://www.youtube.com/watch? v=7xVrNXZbXSI.
4 – APONTE as consequências do desmame precoce para a saúde e o desenvolvimento
infantil e explique qual é a recomendação adequada de aleitamento materno exclusivo.
5 – DESCREVA as fases da introdução alimentar e os alimentos recomendados em cada
fase. Além do material pedagógico, consulte o Guia Alimentar para Crianças menores de dois
anos, disponível em https://www.gov.br/saude/pt-br/composicao/saps/promocao-da-
saude/guias- alimentares/publicacoes/guia_da_crianca_2019.pdf.
MAPA - NUT - NUTRIÇÃO: CICLOS DE VIDA - 51/2024

Mais conteúdo relacionado

Último

cipa_assedio (2).pdf_comissão_inetrna de
cipa_assedio (2).pdf_comissão_inetrna decipa_assedio (2).pdf_comissão_inetrna de
cipa_assedio (2).pdf_comissão_inetrna deGleuciane Rocha
 
Para iniciarmos nossa atividade, imagine a seguinte situação: Uma jovem chama...
Para iniciarmos nossa atividade, imagine a seguinte situação: Uma jovem chama...Para iniciarmos nossa atividade, imagine a seguinte situação: Uma jovem chama...
Para iniciarmos nossa atividade, imagine a seguinte situação: Uma jovem chama...DL assessoria 31
 
Patrimonio Edificado da Ilha de Moçambique.pptx
Patrimonio Edificado da Ilha de Moçambique.pptxPatrimonio Edificado da Ilha de Moçambique.pptx
Patrimonio Edificado da Ilha de Moçambique.pptxAssimoIovahale
 
AE03 - VIBRACOES MECANICAS E ACUSTICAS.docx
AE03 - VIBRACOES MECANICAS E ACUSTICAS.docxAE03 - VIBRACOES MECANICAS E ACUSTICAS.docx
AE03 - VIBRACOES MECANICAS E ACUSTICAS.docxConsultoria Acadêmica
 
AE03 - TEORIAS DA ADMINISTRACAO UNICESUMAR 51/2024
AE03 - TEORIAS DA ADMINISTRACAO UNICESUMAR 51/2024AE03 - TEORIAS DA ADMINISTRACAO UNICESUMAR 51/2024
AE03 - TEORIAS DA ADMINISTRACAO UNICESUMAR 51/2024Consultoria Acadêmica
 
Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais Privados
Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais PrivadosGestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais Privados
Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais PrivadosGuilhermeLucio9
 
MAPA – DESENHO TÉCNICO – 51 / 2024
MAPA   –   DESENHO TÉCNICO  –  51 / 2024MAPA   –   DESENHO TÉCNICO  –  51 / 2024
MAPA – DESENHO TÉCNICO – 51 / 2024excellenceeducaciona
 
Condutos forçados disciplina de hidráulica.pdf
Condutos forçados disciplina de hidráulica.pdfCondutos forçados disciplina de hidráulica.pdf
Condutos forçados disciplina de hidráulica.pdfAroldoMenezes1
 

Último (8)

cipa_assedio (2).pdf_comissão_inetrna de
cipa_assedio (2).pdf_comissão_inetrna decipa_assedio (2).pdf_comissão_inetrna de
cipa_assedio (2).pdf_comissão_inetrna de
 
Para iniciarmos nossa atividade, imagine a seguinte situação: Uma jovem chama...
Para iniciarmos nossa atividade, imagine a seguinte situação: Uma jovem chama...Para iniciarmos nossa atividade, imagine a seguinte situação: Uma jovem chama...
Para iniciarmos nossa atividade, imagine a seguinte situação: Uma jovem chama...
 
Patrimonio Edificado da Ilha de Moçambique.pptx
Patrimonio Edificado da Ilha de Moçambique.pptxPatrimonio Edificado da Ilha de Moçambique.pptx
Patrimonio Edificado da Ilha de Moçambique.pptx
 
AE03 - VIBRACOES MECANICAS E ACUSTICAS.docx
AE03 - VIBRACOES MECANICAS E ACUSTICAS.docxAE03 - VIBRACOES MECANICAS E ACUSTICAS.docx
AE03 - VIBRACOES MECANICAS E ACUSTICAS.docx
 
AE03 - TEORIAS DA ADMINISTRACAO UNICESUMAR 51/2024
AE03 - TEORIAS DA ADMINISTRACAO UNICESUMAR 51/2024AE03 - TEORIAS DA ADMINISTRACAO UNICESUMAR 51/2024
AE03 - TEORIAS DA ADMINISTRACAO UNICESUMAR 51/2024
 
Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais Privados
Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais PrivadosGestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais Privados
Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais Privados
 
MAPA – DESENHO TÉCNICO – 51 / 2024
MAPA   –   DESENHO TÉCNICO  –  51 / 2024MAPA   –   DESENHO TÉCNICO  –  51 / 2024
MAPA – DESENHO TÉCNICO – 51 / 2024
 
Condutos forçados disciplina de hidráulica.pdf
Condutos forçados disciplina de hidráulica.pdfCondutos forçados disciplina de hidráulica.pdf
Condutos forçados disciplina de hidráulica.pdf
 

MAPA - NUT - NUTRIÇÃO: CICLOS DE VIDA - 51/2024

  • 1. MAPA - NUT - NUTRIÇÃO: CICLOS DE VIDA - 51/2024 Assessoria nos seus TRABALHOS entre em contato com a DL ASSESSORIA E-mail: assessoriaacademicadl@gmail.com (15) 99143-3322 QUESTÃO 1 A alimentação da mulher, antes e durante a gestação, tem papel crucial para uma gestação saudável e para garantia do desenvolvimento fetal adequado. Será que hábitos alimentares maternos influenciam apenas durante a gestação? Reflita sobre o assunto: como você acredita que os hábitos alimentares da mãe podem influenciar diretamente na amamentação e na promoção de hábitos saudáveis da criança? A alimentação é essencial para a sobrevivência do ser humano, considerada uma necessidade básica para manutenção da vida. Apesar de comum, a alimentação é complexa; além do ato de comer, deve contemplar aspectos biológicos, fatores históricos, sociais, culturais e psicológicos do indivíduo e da coletividade. Nesse sentido, hábitos alimentares são formados a partir de um sistema cultural com simbologia, significados e classificações, que exercem influências sobre as escolhas alimentares. Fonte: BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Guia alimentar para a população brasileira. 2. ed. Brasília: MS, 2014. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/guia_alimentar_populacao_brasileira_2ed.pdf. Acesso em: 19 jan. 2023. A gestação é um período importante na vida da mulher, que demanda atenção especial à sua saúde e nutrição para assegurar o desenvolvimento saudável do feto. O estado nutricional da gestante desempenha um papel fundamental na prevenção de complicações gestacionais e no suporte adequado ao crescimento fetal. A ingestão equilibrada de nutrientes é vital para garantir que tanto a gestante quanto o feto recebam os elementos essenciais para o desenvolvimento adequado, evitando deficiências que possam impactar a saúde materna e
  • 2. fetal. Após a gestação, dá-se início à amamentação; talvez esta seja a fase mais desafiadora da vida da mulher, pois a relação entre a saúde materna e o aleitamento materno é um elo crucial no ciclo da vida. O aleitamento materno não apenas fornece uma fonte única de nutrientes essenciais para o lactente, mas também contribui para o fortalecimento do seu sistema imunológico e estabelecimento de um vínculo emocional entre mãe e filho. Durante a amamentação ocorre uma interação profunda entre mãe e filho, com repercussões importantes no estado nutricional da criança e no seu desenvolvimento físico, cognitivo e emocional, além das implicações na saúde física e psíquica materna. Após o parto, o consumo alimentar inadequado pode impactar de forma negativa na manutenção do aleitamento. Apesar da produção do leite materno ser estimulada pela sucção do recém-nascido, estudos apontam que a ingestão hídrica e a composição da dieta materna podem influenciar na qualidade/quantidade do leite produzido, reforçando assim a importância de uma alimentação saudável durante a lactação, destacando a necessidade de orientação adequada e do papel do nutricionista no planejamento familiar. Fonte: adaptado de: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/protocolos_guia_alimentar_fasciculo3.pdf; https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/saude_crianca_aleitamento_materno_cab23.pdf; https://www.mdpi.com/2072-6643/15/15/3486. Acesso em: 19 jan. 2023. A partir de 6 meses, além do leite materno, outros alimentos devem fazer parte das refeições da criança. A introdução alimentar é uma fase crucial no desenvolvimento infantil, marcando a transição da alimentação exclusiva com leite para uma dieta variada e equilibrada. Essa introdução deve ser gradativa e variada, os alimentos ofertados nesse período influenciam diretamente o crescimento e desenvolvimento da criança, estabelecendo padrões alimentares que podem perdurar ao longo da vida. Dessa forma, uma oferta diversificada de alimentos contribui para formação de hábitos alimentares saudáveis, além de garantir a oferta dos nutrientes necessários para o desenvolvimento infantil adequado. Assim os hábitos alimentares da família, representam um impacto importante no desenvolvimento dos hábitos da criança. Pensando no desenvolvimento de hábitos alimentares saudáveis e na importância de uma alimentação balanceada, cada pessoa tem necessidades nutricionais diferentes, estando com saúde ou necessitando de cuidados especiais. Entretanto, o modelo alimentar atual, pautado no consumo de alimentos processados de alta densidade calórica e baixo valor nutricional, torna a alimentação desequilibrada podendo levar a uma ingestão insuficiente de nutrientes essenciais para o organismo, especialmente durante a infância. Além da baixa qualidade nutricional, esses alimentos apresentam elevado teor de açúcar, gordura saturada e sódio, contribuindo para o desenvolvimento de doenças crônicas ainda na infância, como obesidade, hipertensão e dislipidemia. Nesse contexto, o nutricionista é o profissional capacitado para avaliar e identificar hábitos alimentares inadequados, determinar o estado nutricional e orientar através do planejamento dietético, um consumo alimentar adequado de acordo com as necessidades nutricionais específicas as diferentes fases do desenvolvimento humano, garantindo a oferta adequada de nutrientes.
  • 3. Fonte: BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção Primaria à Saúde. Guia alimentar para crianças brasileiras menores de 2 anos. Brasília: MS, 2019. Disponível em: https://www.gov.br/saude/pt- br/composicao/saps/promocao-da-saude/guias- alimentares/publicacoes/guia_da_crianca_2019.pdf. Acesso em: 19 jan. 2023. WHO - WORLD HEALTH ORGANIZATION. Obesity and Overweight. Who, 2021. Diante do contexto apresentado, considere o caso hipotético: Um casal busca orientação, pois está planejando uma gestação. Ao passar pelo aconselhamento médico, foi encaminhado para uma conversa com o serviço de nutrição, sendo que você foi o nutricionista designado para acompanhamento do caso. Sabendo da importância de uma avaliação adequada para identificar possíveis hábitos de vida inadequados, você inicia a avaliação perguntando sobre os hábitos alimentares da família, para compreender de forma mais detalhada o padrão alimentar adotado. Nesse momento, você fornece as orientações gerais para melhoria do padrão alimentar da família, fornece orientações sobre a importância de hábitos saudáveis para a mulher e para o desenvolvimento fetal na futura gestação, destaca a importância do parceiro durante todo o processo e esclarece sobre a necessidade de acompanhamento durante a gestação, estimulando-a para voltar a procurar o serviço de nutrição assim que a gestação for concretizada. Após 9 meses do primeiro encontro, o casal retorna ao centro de saúde, agora para acompanhamento pré-natal. De acordo com o cartão da gestante, ela está com 9 semanas de gestação, de feto único, em uso de ácido fólico desde o primeiro encontro há 9 meses. Sabendo que para ajustar a dieta da paciente é necessária uma avaliação mais aprofundada, você realiza avaliação antropométrica da gestante: seu peso pré-gestacional era de 67kg, estando eutrófica antes da gestação; ao confirmar os dados, você verifica que ela tem 1,65m de altura e seu peso atual é de 70,5kg. Você constata então que esta gestante se encontra em sobrepeso com IMC de 25,9 Kg/m². Quando questionada sobre mudanças no hábito alimentar que possam ter contribuído para o aumento de peso inicial na gestação, a mulher relata que ficou com medo de não ingerir o suficiente para o desenvolvimento do bebê e atendeu ao senso comum da necessidade de “comer por dois”, aumentando significativamente a ingestão alimentar desde então. Dando sequência ao atendimento, você explica sobre os mitos e tabus acerca da gestação, orienta sobre o ganho de peso adequado durante a gestação e informa sobre sintomas comuns que podem acontecer durante a gestação. Em conjunto com a paciente, vocês definem estratégias para desenvolver um plano alimentar personalizado que atenda às suas necessidades nutricionais, para adequar o ganho de peso durante a gestação, considerando suas preferências e restrições alimentares, minimizar os sintomas característicos da gestação e garantir o desenvolvimento fetal adequado. Ao longo do acompanhamento dessa mulher, durante a gestação e puerpério, foram fornecidas orientações sobre aleitamento materno exclusivo, esclarecidas dúvidas sobre a composição do leite, mitos e tabus sobre alimentação no puerpério, além da importância dos hábitos alimentares adequados da família durante a amamentação e introdução alimentar infantil para consolidação dos bons hábitos da criança.
  • 4. Para a atividade proposta, você precisará aprofundar seus conhecimentos fazendo a leitura das Unidades 1, 2 e 3 do livro pedagógico (SPINELLI, S. M. C. Nutrição nos Ciclos da Vida. Maringá: UniCesumar, 2022). Utilizando os conhecimentos adquiridos durante a disciplina, considere o caso hipotético apresentado, analise e responda às questões descritas a seguir, acerca das recomendações nutricionais durante a gestação e puerpério, bem como as recomendações acerca do aleitamento materno e a alimentação infantil. Apresente as respostas de forma sequencial nos locais indicados em seu formulário padrão da atividade MAPA: 1 – DISCUTA sobre o ganho de peso inicial dessa gestante. Calcule o peso ganho de acordo com os dados apresentados, relacione as recomendações de ganho de peso para o período gestacional de acordo com o estado nutricional pré-gestacional e descreva os indicadores utilizados para avaliar o estado nutricional de uma gestante. Justifique a importância da manutenção do peso adequado durante a gestação para a saúde da gestante e do feto. 2 – EXPLIQUE o porquê da recomendação de suplementação de ácido fólico antes da gestação e o porquê da necessidade de sua manutenção após a gestação. Havia necessidade de suplementação desse e de outro nutriente? E apresente a recomendação diária de ácido fólico e de outro nutriente, se tiver necessidade. Além do livro da disciplina, consulte a Diretriz de Suplementação diária de ferro e ácido fólico em gestantes da Organização Mundial da Saúde (2013), disponível em https://189.28.128.100/dab/docs/portaldab/documentos/guia_gestantes.pdf. 3 – DESTAQUE os benefícios do aleitamento materno para a saúde materna e do lactente. APONTE quais são os desafios comuns enfrentados por mães durante a amamentação. Além do material pedagógico, assista ao vídeo Aleitamento Materno, da Fundação Abrinq, disponível no link: https://www.youtube.com/watch? v=7xVrNXZbXSI. 4 – APONTE as consequências do desmame precoce para a saúde e o desenvolvimento infantil e explique qual é a recomendação adequada de aleitamento materno exclusivo. 5 – DESCREVA as fases da introdução alimentar e os alimentos recomendados em cada fase. Além do material pedagógico, consulte o Guia Alimentar para Crianças menores de dois anos, disponível em https://www.gov.br/saude/pt-br/composicao/saps/promocao-da- saude/guias- alimentares/publicacoes/guia_da_crianca_2019.pdf.