SlideShare uma empresa Scribd logo
Unindo conhecimento em prol
Cercosporiose, Mancha
branca, Diplodia e Bipolaris
Félix Henrique Rodrigues Oliveira e
Marta Guimarães Soares Araújo
1. Princípios de Whetzel;
2. Cercosporiose;
3. Mancha branca;
4. Diplodia;
5. Bipolaris.
Sumário
2
Princípios de Whetzel
3
Doença
Patógeno
Ambiente
Hospedeiro
Exclusão;
Erradicação.
Evasão;
Regulação.
Terapia;
Proteção;
Imunização.
Esquematização: Marta Guimarães,
2021.
“A pesquisa mais recente sobre a etiologia da mancha branca aponta a
bactéria P. ananatis como o agente causal envolvido, e que os fungos:
Epicoccum nigrum, Leptosphaeria sacchari, Cochliobolus geniculatus,
Pithomyces chartarum, Alternaria alternata, A. ricini, Gibberella intricans, G.
fujikuroi, Phaeosphaeria sp., P. avenaria, Phoma sp., Phyllosticta sp.,
Sarocladium strictum, Glomerella graminicola e Cochliobolus heterostrophus
eventualmente encontrados nas lesões de mancha branca nas fases posteriores
são oportunistas. “
Mancha branca no milho:
4
Fonte: Pionner sementes, 2019.
• Possuem 4 fases:
1. Manchas aquosas;
2. Evolução para manchas necróticas;
3. Acinzentadas;
4. Pardas claras.
• Inicia no florescimento.
Identificação, características e sintomas
5
Identificação, características e sintomas
6
Fonte: Pionner sementes, 2019.
• Enchimento dos grãos;
• Seca prematura da planta;
• Redução do ciclo da cultura;
• Diminuição do tamanho e peso dos grãos.
Danos
7
Danos
8
Fonte: Pionner sementes, 2019.
Danos
9
Fonte: Pionner sementes, 2019.
• Temperaturas amenas;
• Alta umidade relativa do ar;
• Água livre nas folhas;
• Período de Agosto-Novembro e Março-Maio.
Ciclo e clima da mancha branca
10
• Adiantamento do plantio;
• Cuidado com uso do plantio direto;
• Atenção durante o florescimento;
• Uso de híbridos resistentes;
• Rotação de culturas.
Manejo da doença
11
Híbridos
12
Fonte: Dekalb, acesso em 2021.
Híbridos
13
Fonte: Dekalb, acesso em 2021.
Controle químico
14
Controle do complexo de mancha branca
Estrobilurina + Triazol associado ao Mancozeb
Carboxamida + Estrobilurina associados ao Mancozeb
Carboxamida + Estrobilurina + Triazol + (Mancozeb)
Fonte: Pionner sementes, 2019.
Cercospora Zeae Maydis
15
Fonte: Mapchart, acesso em 2021.
• Ocorre inicialmente nas folhas inferiores;
• Manchas cloróticas retangulares;
• Possuem desenvolvimento lento;
• Halo amarelo presente nas lesões jovens.
Identificação, características e sintomas
16
Identificação, características e sintomas
17
Fonte: Elevagro, acesso em 2021. Fonte: ManejeBem, 2009.
Identificação, características e sintomas
18
Fonte: Embrapa, acesso em 2021.
• Predisposição a ataque de patógenos no colmo;
• Enchimento de grãos
Identificação, características e sintomas
19
Perda de até 80% da lavoura.
• Não é transmitido por sementes;
• Restos culturais;
• Alta umidade relativa e presença de orvalho;
• Alternância de um período de água livre sobre a folha e
outro período com a superfície foliar seca.
Ciclo e clima da cercosporiose
20
• Híbridos resistentes*;
• Evitar restos de culturas;
• Rotação de culturas;
• Adubação de nitrogênio e potássio*;
• Controle químico.
Manejo da doença
21
Híbridos
22
Fonte:
Agroceres,
acesso
em
2021.
Híbridos
23
Fonte: Dekalb, acesso em 2021.
Híbridos
24
Fonte: Dekalb, acesso em 2021.
Controle químico: Priori Xtra
25
Dose
recomendada:
300 mL/Ha
Aplicação:
40 a 50 dias após o plantio e
reaplicação com o intervalo de
15 dias
Grupo Químico:
Azoxistrobina: Estrobilurina -
Ciproconazol: Triazol
Valor: 110 reais
Fonte: Adapar, acesso em 2021.
Controle químico: Eminent Gold
26
Dose
recomendada:
300 a 600 mL/Ha
Aplicação:
2 aplicações por ciclo da
cultura
Grupo Químico: Triazol
Empresa: UPL
Fonte: Adapar, acesso em 2021.
• Podridão Branca do milho
Diplodia
27
Fonte: Elevagro, 2016.
• Sternocarpella macrospora;
• Sternocarpella maydis;
Diplodia-Patógenos
28
Colmo, espigas e folhas
Colmo, espigas
• Clima úmido;
• Temperatura;
• Condição ideal.
Diplodia- Condições de desenvolvimento
29
Fonte: Revista Globo Rural, 2015
• Patógenos;
• Perdas >70% peso.
Podridão branca da espiga
30
Fonte: Embrapa, 2013.
Identificação dos patógenos
Podridão branca da espiga
31
Embrapa, 2013.
Exemplo de conídios de
S.macrospora.
Identificação dos patógenos
Podridão branca da espiga
32
Exemplo de conídios de S.
maydis.
Fonte: Embrapa, 2013.
Sintomas e transmissão
• Palhada (SPD);
• Infecção pós polinização;
• Brácteas despigmentadas;
• Percurso da infecção.
Podridão branca da espiga
33
Fonte: Embrapa, 2013.
• Micélio branco nas espigas.
Podridão branca da espiga
34
Fonte: Embrapa,
2013
• Presença de picnídios.
Podridão branca da espiga
35
Fonte: Embrapa, 2013
• Lesão foliar, transporte, base da espiga;
Podridão branca da espiga
36
Fonte: Elevagro, 2016.
• Micotoxinas;
Podridão branca da espiga
37
Tenor, ano não identificado.
Infecção e condições de desenvolvimento
• Estresses
• Após polinização;
• SPD, sementes infectadas;
• Colonização, Antese;
Podridão do colmo
38
Infecção;
Sintomas
• Lesões, cor parda;
• Internamente, feixes vasculares;
• Peso dos grãos.
Podridão do colmo
39
Figura 1 - Sintoma de podridão por Diplodia, (a) na parte
externa do colmo do milho (Foto: revista A Granja) e (b) na
parte interna do colmo do milho (Foto: Nicésio F. F. A. Pinto,
Embrapa, 2009).
• Tombamento;
Podridão do colmo
40
Fonte: Embrapa, 2013.
Transmissão e sintomas
• Água;
• Lesões iniciais, halos e borda;
Mancha-foliar-de-Diplodia
41
Fonte: Embrapa, 2013.
• Lesões maduras, alongadas;
• Círculo visível.
Mancha-foliar-de-Diplodia
42
Fonte: Embrapa, 2013.
• Rotação de cultura
Estratégia de controle
43
Fonte: Crop Protection Network,
ano não identificado.
• Híbrido com boa resposta
Estratégia de controle
44
Agrobayer, ano não
identificado.
• Uso de sementes tratadas
Estratégia de controle
45
Ferosor, ano não identificado.
Syngenta, ano não identificado.
Estratégia de controle
46
Dose
recomendada:
100 a 120 ml p.c 100kg de
semente;
Aplicação: Tratamento de sementes
Ingrediente
ativo:
Piraclostrobina e Tiofanato-
metílico
Empresa: BASF
Estratégia de controle
47
Aplicação: Tratamento de sementes
Ingrediente
ativo:
Fludioxonil, Mefenoxam,
Tiabendazole, Azoxystrobin.
Empresa: Syngenta
Dose
recomendada:
150-125 ml p.c 100kg de
semente;
• Estudo realizado em 2016 por Finoketi et.al;
• Trifloxistrobina + protioconazol 0,4 L/ha;
• Trifloxistrobina + tubeconazol 0,8 L/ha;
Estratégia de controle
48
Agrobayer, ano
não identificado.
• Estados Unidos, 1970;
• Pátogeno;
• Raças T e C;
• Raça O;
Bipolaris maydis
49
• Conídios curvos
Identificação e sintomas
50
Embrapa, 2014.
Fonte: PaDil, ano não identificado.
• Raça O;
• Lesões iniciais ovaladas e pequenas;
• Alongadas, necrótica;
• Raça T;
• Raça C;
• Infecção antes do florescimento;
Identificação e sintomas
51
Embrapa, 2014.
Identificação e sintomas
52
Embrapa, 2014.
Fonte: Grupo cultivar, 2014.
Cercosporiose x Bipolaris
53
Fonte: Wikimedia Commons, ano não identificado.
Cercosporiose x Bipolaris
54
Fonte: Agrolink, ano não identificado.
• Policiclica;
Ciclo da doença
55
Disseminação
Conídios
Tecidos foliares
ou aberturas
Micélio no parênquima
• Fungicidas 15 a 20 dias antes do pendoamento;
• Híbridos com genótipos resistentes;
• Rotação de culturas;
Manejo da doença
56
AS 7088 PRO
AS 1596 PRO
Unindo conhecimento em prol
Marta Guimarães e Félix Henrique
soaresaraujo00@gmail.com e
fhroliveira26@gmail.com
Obrigado!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Manejo Integrado de Doenças no Algodão
Manejo Integrado de Doenças no AlgodãoManejo Integrado de Doenças no Algodão
Manejo Integrado de Doenças no Algodão
Geagra UFG
 
Manejo de plantas daninhas na soja
 Manejo de plantas daninhas na soja Manejo de plantas daninhas na soja
Manejo de plantas daninhas na soja
Geagra UFG
 
Manejo integrado de doenças da soja
Manejo integrado de doenças da sojaManejo integrado de doenças da soja
Manejo integrado de doenças da soja
Sophie Gris
 
Manejo de Lagartas e Percevejos no Milho
Manejo de Lagartas e Percevejos no MilhoManejo de Lagartas e Percevejos no Milho
Manejo de Lagartas e Percevejos no Milho
Geagra UFG
 
Nutrição mineral na cultura do milho
Nutrição mineral na cultura do milhoNutrição mineral na cultura do milho
Nutrição mineral na cultura do milho
Geagra UFG
 
NUTRIÇÃO E ADUBAÇÃO DE SORGO E MILHETO.pptx
NUTRIÇÃO E ADUBAÇÃO DE SORGO E MILHETO.pptxNUTRIÇÃO E ADUBAÇÃO DE SORGO E MILHETO.pptx
NUTRIÇÃO E ADUBAÇÃO DE SORGO E MILHETO.pptx
Geagra UFG
 
Manejo de doenças no algodoeiro
Manejo de doenças no algodoeiroManejo de doenças no algodoeiro
Manejo de doenças no algodoeiro
Geagra UFG
 
Manejo de pragas no feijoeiro
Manejo de pragas no feijoeiro Manejo de pragas no feijoeiro
Manejo de pragas no feijoeiro
Geagra UFG
 
INTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃO
INTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃOINTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃO
INTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃO
Geagra UFG
 
Princiapais doenças do algodoeiro
Princiapais doenças do algodoeiroPrinciapais doenças do algodoeiro
Princiapais doenças do algodoeiro
David Rodrigues
 
Epidemiologia e controle das doenças no milho
Epidemiologia e controle das doenças no milhoEpidemiologia e controle das doenças no milho
Epidemiologia e controle das doenças no milho
Leonardo Minaré Braúna
 
MORFOLOGIA E FENOLOGIA DA CULTURA DA SOJA
MORFOLOGIA E FENOLOGIA DA CULTURA DA SOJAMORFOLOGIA E FENOLOGIA DA CULTURA DA SOJA
MORFOLOGIA E FENOLOGIA DA CULTURA DA SOJA
Geagra UFG
 
Introdução ao Manejo de Herbicidas
Introdução ao Manejo de Herbicidas Introdução ao Manejo de Herbicidas
Introdução ao Manejo de Herbicidas
Geagra UFG
 
Manejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhasManejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhas
CETEP, FTC, FASA..
 
Implantação da Cultura do Feijão
Implantação da Cultura do FeijãoImplantação da Cultura do Feijão
Implantação da Cultura do Feijão
Killer Max
 
Manejo de doenças na soja
Manejo de doenças na soja Manejo de doenças na soja
Manejo de doenças na soja
Geagra UFG
 
HERBICIDAS (INIBIDORES DE ACCase, FOTOSSISTEMA I e FOTOSSISTEMA II)
HERBICIDAS (INIBIDORES DE ACCase, FOTOSSISTEMA I e FOTOSSISTEMA II)HERBICIDAS (INIBIDORES DE ACCase, FOTOSSISTEMA I e FOTOSSISTEMA II)
HERBICIDAS (INIBIDORES DE ACCase, FOTOSSISTEMA I e FOTOSSISTEMA II)
Geagra UFG
 
Manejo de Doenças no Sorgo e Milheto
Manejo de Doenças no Sorgo e Milheto  Manejo de Doenças no Sorgo e Milheto
Manejo de Doenças no Sorgo e Milheto
Geagra UFG
 
Morfologia e Fenologia do Feijão
Morfologia e Fenologia do FeijãoMorfologia e Fenologia do Feijão
Morfologia e Fenologia do Feijão
Killer Max
 
Nutrição e adubação do milho
Nutrição e adubação do milhoNutrição e adubação do milho
Nutrição e adubação do milho
Geagra UFG
 

Mais procurados (20)

Manejo Integrado de Doenças no Algodão
Manejo Integrado de Doenças no AlgodãoManejo Integrado de Doenças no Algodão
Manejo Integrado de Doenças no Algodão
 
Manejo de plantas daninhas na soja
 Manejo de plantas daninhas na soja Manejo de plantas daninhas na soja
Manejo de plantas daninhas na soja
 
Manejo integrado de doenças da soja
Manejo integrado de doenças da sojaManejo integrado de doenças da soja
Manejo integrado de doenças da soja
 
Manejo de Lagartas e Percevejos no Milho
Manejo de Lagartas e Percevejos no MilhoManejo de Lagartas e Percevejos no Milho
Manejo de Lagartas e Percevejos no Milho
 
Nutrição mineral na cultura do milho
Nutrição mineral na cultura do milhoNutrição mineral na cultura do milho
Nutrição mineral na cultura do milho
 
NUTRIÇÃO E ADUBAÇÃO DE SORGO E MILHETO.pptx
NUTRIÇÃO E ADUBAÇÃO DE SORGO E MILHETO.pptxNUTRIÇÃO E ADUBAÇÃO DE SORGO E MILHETO.pptx
NUTRIÇÃO E ADUBAÇÃO DE SORGO E MILHETO.pptx
 
Manejo de doenças no algodoeiro
Manejo de doenças no algodoeiroManejo de doenças no algodoeiro
Manejo de doenças no algodoeiro
 
Manejo de pragas no feijoeiro
Manejo de pragas no feijoeiro Manejo de pragas no feijoeiro
Manejo de pragas no feijoeiro
 
INTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃO
INTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃOINTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃO
INTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃO
 
Princiapais doenças do algodoeiro
Princiapais doenças do algodoeiroPrinciapais doenças do algodoeiro
Princiapais doenças do algodoeiro
 
Epidemiologia e controle das doenças no milho
Epidemiologia e controle das doenças no milhoEpidemiologia e controle das doenças no milho
Epidemiologia e controle das doenças no milho
 
MORFOLOGIA E FENOLOGIA DA CULTURA DA SOJA
MORFOLOGIA E FENOLOGIA DA CULTURA DA SOJAMORFOLOGIA E FENOLOGIA DA CULTURA DA SOJA
MORFOLOGIA E FENOLOGIA DA CULTURA DA SOJA
 
Introdução ao Manejo de Herbicidas
Introdução ao Manejo de Herbicidas Introdução ao Manejo de Herbicidas
Introdução ao Manejo de Herbicidas
 
Manejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhasManejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhas
 
Implantação da Cultura do Feijão
Implantação da Cultura do FeijãoImplantação da Cultura do Feijão
Implantação da Cultura do Feijão
 
Manejo de doenças na soja
Manejo de doenças na soja Manejo de doenças na soja
Manejo de doenças na soja
 
HERBICIDAS (INIBIDORES DE ACCase, FOTOSSISTEMA I e FOTOSSISTEMA II)
HERBICIDAS (INIBIDORES DE ACCase, FOTOSSISTEMA I e FOTOSSISTEMA II)HERBICIDAS (INIBIDORES DE ACCase, FOTOSSISTEMA I e FOTOSSISTEMA II)
HERBICIDAS (INIBIDORES DE ACCase, FOTOSSISTEMA I e FOTOSSISTEMA II)
 
Manejo de Doenças no Sorgo e Milheto
Manejo de Doenças no Sorgo e Milheto  Manejo de Doenças no Sorgo e Milheto
Manejo de Doenças no Sorgo e Milheto
 
Morfologia e Fenologia do Feijão
Morfologia e Fenologia do FeijãoMorfologia e Fenologia do Feijão
Morfologia e Fenologia do Feijão
 
Nutrição e adubação do milho
Nutrição e adubação do milhoNutrição e adubação do milho
Nutrição e adubação do milho
 

Semelhante a Manejo de mancha branca, cercosporiose, bipolares e diplodia no milho.

Manejo de Podridão de Colmo, Raiz, Espigas, Grãos ardidos e Helmintosporiose
Manejo de Podridão de Colmo, Raiz, Espigas, Grãos ardidos e HelmintosporioseManejo de Podridão de Colmo, Raiz, Espigas, Grãos ardidos e Helmintosporiose
Manejo de Podridão de Colmo, Raiz, Espigas, Grãos ardidos e Helmintosporiose
Geagra UFG
 
Manejo de cigarrinha, enfezamento, raiado e mosaico no milho.
Manejo de cigarrinha, enfezamento, raiado e mosaico no milho.Manejo de cigarrinha, enfezamento, raiado e mosaico no milho.
Manejo de cigarrinha, enfezamento, raiado e mosaico no milho.
Geagra UFG
 
Manejo de doenças no sorgo e milheto
Manejo de doenças no sorgo e milhetoManejo de doenças no sorgo e milheto
Manejo de doenças no sorgo e milheto
Geagra UFG
 
Cana-de-açúcar - Doenças e Pragas
Cana-de-açúcar - Doenças e PragasCana-de-açúcar - Doenças e Pragas
Cana-de-açúcar - Doenças e Pragas
Sávio Sardinha
 
Posicionamento de fungicidas no milho
Posicionamento de fungicidas no milhoPosicionamento de fungicidas no milho
Posicionamento de fungicidas no milho
Geagra UFG
 
Erradicação de fungos em germoplasma vegetal importado
Erradicação de fungos em germoplasma vegetal importadoErradicação de fungos em germoplasma vegetal importado
Erradicação de fungos em germoplasma vegetal importado
Cristiane Assis
 
Nematóides da aceroleira
Nematóides da aceroleiraNematóides da aceroleira
Nematóides da aceroleira
Héder Sóstenes
 
Manejo de Pragas no Sorgo e no Milheto
Manejo de Pragas no Sorgo e no Milheto Manejo de Pragas no Sorgo e no Milheto
Manejo de Pragas no Sorgo e no Milheto
Geagra UFG
 
Manejo de pragas no sorgo e milheto
Manejo de pragas no sorgo e milhetoManejo de pragas no sorgo e milheto
Manejo de pragas no sorgo e milheto
Geagra UFG
 
Manejo Integrado de Doenças no Arroz
Manejo Integrado de Doenças no ArrozManejo Integrado de Doenças no Arroz
Manejo Integrado de Doenças no Arroz
Geagra UFG
 
Manejo de Doenças: posicionamento de fungicidas
Manejo de Doenças: posicionamento de fungicidasManejo de Doenças: posicionamento de fungicidas
Manejo de Doenças: posicionamento de fungicidas
Geagra UFG
 
APRESENTAÇÃO Feijão.pptx feijão de vagem e corredor
APRESENTAÇÃO Feijão.pptx feijão de vagem e corredorAPRESENTAÇÃO Feijão.pptx feijão de vagem e corredor
APRESENTAÇÃO Feijão.pptx feijão de vagem e corredor
RayaneReis14
 
Manejo de Pragas da Soja
Manejo de Pragas da SojaManejo de Pragas da Soja
Manejo de Pragas da Soja
Geagra UFG
 
CANA-DE-AÇÚCAR DOENÇAS E PRAGAS-ANTONIO INACIO FERRAZ, TÉCNICO EM ELETRONICA/...
CANA-DE-AÇÚCAR DOENÇAS E PRAGAS-ANTONIO INACIO FERRAZ, TÉCNICO EM ELETRONICA/...CANA-DE-AÇÚCAR DOENÇAS E PRAGAS-ANTONIO INACIO FERRAZ, TÉCNICO EM ELETRONICA/...
CANA-DE-AÇÚCAR DOENÇAS E PRAGAS-ANTONIO INACIO FERRAZ, TÉCNICO EM ELETRONICA/...
Antonio Inácio Ferraz
 
cana-de-açucar-doenças e pragas-antonio inacio ferraz-técnico em eletronica/a...
cana-de-açucar-doenças e pragas-antonio inacio ferraz-técnico em eletronica/a...cana-de-açucar-doenças e pragas-antonio inacio ferraz-técnico em eletronica/a...
cana-de-açucar-doenças e pragas-antonio inacio ferraz-técnico em eletronica/a...
ANTONIO INACIO FERRAZ
 
HERBÁRIO Ramularia areola – Mancha-de-Ramulária Verticillium dahliae – Murc...
HERBÁRIO  Ramularia areola – Mancha-de-Ramulária  Verticillium dahliae – Murc...HERBÁRIO  Ramularia areola – Mancha-de-Ramulária  Verticillium dahliae – Murc...
HERBÁRIO Ramularia areola – Mancha-de-Ramulária Verticillium dahliae – Murc...
Ítalo Arrais
 
Mi 4 parte ii_01-mpb-2021
Mi 4 parte ii_01-mpb-2021Mi 4 parte ii_01-mpb-2021
MI 4_parteII.pptx
MI 4_parteII.pptxMI 4_parteII.pptx
MI 4_parteII.pptx
Maria Miguel Cruz
 
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1) (1).pptx
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1) (1).pptxSLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1) (1).pptx
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1) (1).pptx
Geagra UFG
 
Alternativas de controle cultural e biologico
Alternativas de controle cultural e biologicoAlternativas de controle cultural e biologico
Alternativas de controle cultural e biologico
Geagra UFG
 

Semelhante a Manejo de mancha branca, cercosporiose, bipolares e diplodia no milho. (20)

Manejo de Podridão de Colmo, Raiz, Espigas, Grãos ardidos e Helmintosporiose
Manejo de Podridão de Colmo, Raiz, Espigas, Grãos ardidos e HelmintosporioseManejo de Podridão de Colmo, Raiz, Espigas, Grãos ardidos e Helmintosporiose
Manejo de Podridão de Colmo, Raiz, Espigas, Grãos ardidos e Helmintosporiose
 
Manejo de cigarrinha, enfezamento, raiado e mosaico no milho.
Manejo de cigarrinha, enfezamento, raiado e mosaico no milho.Manejo de cigarrinha, enfezamento, raiado e mosaico no milho.
Manejo de cigarrinha, enfezamento, raiado e mosaico no milho.
 
Manejo de doenças no sorgo e milheto
Manejo de doenças no sorgo e milhetoManejo de doenças no sorgo e milheto
Manejo de doenças no sorgo e milheto
 
Cana-de-açúcar - Doenças e Pragas
Cana-de-açúcar - Doenças e PragasCana-de-açúcar - Doenças e Pragas
Cana-de-açúcar - Doenças e Pragas
 
Posicionamento de fungicidas no milho
Posicionamento de fungicidas no milhoPosicionamento de fungicidas no milho
Posicionamento de fungicidas no milho
 
Erradicação de fungos em germoplasma vegetal importado
Erradicação de fungos em germoplasma vegetal importadoErradicação de fungos em germoplasma vegetal importado
Erradicação de fungos em germoplasma vegetal importado
 
Nematóides da aceroleira
Nematóides da aceroleiraNematóides da aceroleira
Nematóides da aceroleira
 
Manejo de Pragas no Sorgo e no Milheto
Manejo de Pragas no Sorgo e no Milheto Manejo de Pragas no Sorgo e no Milheto
Manejo de Pragas no Sorgo e no Milheto
 
Manejo de pragas no sorgo e milheto
Manejo de pragas no sorgo e milhetoManejo de pragas no sorgo e milheto
Manejo de pragas no sorgo e milheto
 
Manejo Integrado de Doenças no Arroz
Manejo Integrado de Doenças no ArrozManejo Integrado de Doenças no Arroz
Manejo Integrado de Doenças no Arroz
 
Manejo de Doenças: posicionamento de fungicidas
Manejo de Doenças: posicionamento de fungicidasManejo de Doenças: posicionamento de fungicidas
Manejo de Doenças: posicionamento de fungicidas
 
APRESENTAÇÃO Feijão.pptx feijão de vagem e corredor
APRESENTAÇÃO Feijão.pptx feijão de vagem e corredorAPRESENTAÇÃO Feijão.pptx feijão de vagem e corredor
APRESENTAÇÃO Feijão.pptx feijão de vagem e corredor
 
Manejo de Pragas da Soja
Manejo de Pragas da SojaManejo de Pragas da Soja
Manejo de Pragas da Soja
 
CANA-DE-AÇÚCAR DOENÇAS E PRAGAS-ANTONIO INACIO FERRAZ, TÉCNICO EM ELETRONICA/...
CANA-DE-AÇÚCAR DOENÇAS E PRAGAS-ANTONIO INACIO FERRAZ, TÉCNICO EM ELETRONICA/...CANA-DE-AÇÚCAR DOENÇAS E PRAGAS-ANTONIO INACIO FERRAZ, TÉCNICO EM ELETRONICA/...
CANA-DE-AÇÚCAR DOENÇAS E PRAGAS-ANTONIO INACIO FERRAZ, TÉCNICO EM ELETRONICA/...
 
cana-de-açucar-doenças e pragas-antonio inacio ferraz-técnico em eletronica/a...
cana-de-açucar-doenças e pragas-antonio inacio ferraz-técnico em eletronica/a...cana-de-açucar-doenças e pragas-antonio inacio ferraz-técnico em eletronica/a...
cana-de-açucar-doenças e pragas-antonio inacio ferraz-técnico em eletronica/a...
 
HERBÁRIO Ramularia areola – Mancha-de-Ramulária Verticillium dahliae – Murc...
HERBÁRIO  Ramularia areola – Mancha-de-Ramulária  Verticillium dahliae – Murc...HERBÁRIO  Ramularia areola – Mancha-de-Ramulária  Verticillium dahliae – Murc...
HERBÁRIO Ramularia areola – Mancha-de-Ramulária Verticillium dahliae – Murc...
 
Mi 4 parte ii_01-mpb-2021
Mi 4 parte ii_01-mpb-2021Mi 4 parte ii_01-mpb-2021
Mi 4 parte ii_01-mpb-2021
 
MI 4_parteII.pptx
MI 4_parteII.pptxMI 4_parteII.pptx
MI 4_parteII.pptx
 
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1) (1).pptx
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1) (1).pptxSLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1) (1).pptx
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1) (1).pptx
 
Alternativas de controle cultural e biologico
Alternativas de controle cultural e biologicoAlternativas de controle cultural e biologico
Alternativas de controle cultural e biologico
 

Mais de Geagra UFG

Manejo de insetos-pragas sugadores .pptx
Manejo de insetos-pragas sugadores .pptxManejo de insetos-pragas sugadores .pptx
Manejo de insetos-pragas sugadores .pptx
Geagra UFG
 
Mecanismos de ação dos inseticidas. Marlison Teixeira
Mecanismos de ação dos inseticidas. Marlison TeixeiraMecanismos de ação dos inseticidas. Marlison Teixeira
Mecanismos de ação dos inseticidas. Marlison Teixeira
Geagra UFG
 
Manejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhasManejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhas
Geagra UFG
 
Mecanismo de ação dos herbicidas slide.pptx
Mecanismo de ação dos herbicidas slide.pptxMecanismo de ação dos herbicidas slide.pptx
Mecanismo de ação dos herbicidas slide.pptx
Geagra UFG
 
APRESENTAÇÃO TECNOLOGIA DE APLICAÇÃO.pptx
APRESENTAÇÃO TECNOLOGIA DE APLICAÇÃO.pptxAPRESENTAÇÃO TECNOLOGIA DE APLICAÇÃO.pptx
APRESENTAÇÃO TECNOLOGIA DE APLICAÇÃO.pptx
Geagra UFG
 
Apresentação de Manejo do solo - Slides.pptx
Apresentação de Manejo do solo - Slides.pptxApresentação de Manejo do solo - Slides.pptx
Apresentação de Manejo do solo - Slides.pptx
Geagra UFG
 
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Aline Castro
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Aline CastroMICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Aline Castro
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Aline Castro
Geagra UFG
 
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Palestrante: Aline Castro
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Palestrante: Aline CastroMICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Palestrante: Aline Castro
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Palestrante: Aline Castro
Geagra UFG
 
BIOTECNOLOGIA E POSICIONAMENTO DE CULTIVARES
BIOTECNOLOGIA E POSICIONAMENTO DE CULTIVARESBIOTECNOLOGIA E POSICIONAMENTO DE CULTIVARES
BIOTECNOLOGIA E POSICIONAMENTO DE CULTIVARES
Geagra UFG
 
MACRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA.pptx
MACRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA.pptxMACRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA.pptx
MACRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA.pptx
Geagra UFG
 
Biotecnologias e manejos de cultivares .
Biotecnologias e manejos de cultivares .Biotecnologias e manejos de cultivares .
Biotecnologias e manejos de cultivares .
Geagra UFG
 
REGULADORES DE CRESCIMENTO, DESFOLHANTES E MATURADORES.
REGULADORES DE CRESCIMENTO, DESFOLHANTES E MATURADORES.REGULADORES DE CRESCIMENTO, DESFOLHANTES E MATURADORES.
REGULADORES DE CRESCIMENTO, DESFOLHANTES E MATURADORES.
Geagra UFG
 
INTRODUÇÃO À COTONICULTURA - THAÍS MOREIRA.pptx
INTRODUÇÃO À COTONICULTURA - THAÍS MOREIRA.pptxINTRODUÇÃO À COTONICULTURA - THAÍS MOREIRA.pptx
INTRODUÇÃO À COTONICULTURA - THAÍS MOREIRA.pptx
Geagra UFG
 
Colheita e armazenamento da soja........
Colheita e armazenamento da soja........Colheita e armazenamento da soja........
Colheita e armazenamento da soja........
Geagra UFG
 
Manejo de doenças da soja...............
Manejo de doenças da soja...............Manejo de doenças da soja...............
Manejo de doenças da soja...............
Geagra UFG
 
Mecanismo de ação de fungicidas.........
Mecanismo de ação de fungicidas.........Mecanismo de ação de fungicidas.........
Mecanismo de ação de fungicidas.........
Geagra UFG
 
Mecanismo de ação de inseticidas........
Mecanismo de ação de inseticidas........Mecanismo de ação de inseticidas........
Mecanismo de ação de inseticidas........
Geagra UFG
 
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pptx
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pptxSLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pptx
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pptx
Geagra UFG
 
Cópia de SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pdf
Cópia de SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pdfCópia de SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pdf
Cópia de SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pdf
Geagra UFG
 
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS DA SOJA. .pptx
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS DA SOJA. .pptxMANEJO DE PLANTAS DANINHAS DA SOJA. .pptx
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS DA SOJA. .pptx
Geagra UFG
 

Mais de Geagra UFG (20)

Manejo de insetos-pragas sugadores .pptx
Manejo de insetos-pragas sugadores .pptxManejo de insetos-pragas sugadores .pptx
Manejo de insetos-pragas sugadores .pptx
 
Mecanismos de ação dos inseticidas. Marlison Teixeira
Mecanismos de ação dos inseticidas. Marlison TeixeiraMecanismos de ação dos inseticidas. Marlison Teixeira
Mecanismos de ação dos inseticidas. Marlison Teixeira
 
Manejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhasManejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhas
 
Mecanismo de ação dos herbicidas slide.pptx
Mecanismo de ação dos herbicidas slide.pptxMecanismo de ação dos herbicidas slide.pptx
Mecanismo de ação dos herbicidas slide.pptx
 
APRESENTAÇÃO TECNOLOGIA DE APLICAÇÃO.pptx
APRESENTAÇÃO TECNOLOGIA DE APLICAÇÃO.pptxAPRESENTAÇÃO TECNOLOGIA DE APLICAÇÃO.pptx
APRESENTAÇÃO TECNOLOGIA DE APLICAÇÃO.pptx
 
Apresentação de Manejo do solo - Slides.pptx
Apresentação de Manejo do solo - Slides.pptxApresentação de Manejo do solo - Slides.pptx
Apresentação de Manejo do solo - Slides.pptx
 
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Aline Castro
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Aline CastroMICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Aline Castro
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Aline Castro
 
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Palestrante: Aline Castro
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Palestrante: Aline CastroMICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Palestrante: Aline Castro
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Palestrante: Aline Castro
 
BIOTECNOLOGIA E POSICIONAMENTO DE CULTIVARES
BIOTECNOLOGIA E POSICIONAMENTO DE CULTIVARESBIOTECNOLOGIA E POSICIONAMENTO DE CULTIVARES
BIOTECNOLOGIA E POSICIONAMENTO DE CULTIVARES
 
MACRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA.pptx
MACRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA.pptxMACRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA.pptx
MACRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA.pptx
 
Biotecnologias e manejos de cultivares .
Biotecnologias e manejos de cultivares .Biotecnologias e manejos de cultivares .
Biotecnologias e manejos de cultivares .
 
REGULADORES DE CRESCIMENTO, DESFOLHANTES E MATURADORES.
REGULADORES DE CRESCIMENTO, DESFOLHANTES E MATURADORES.REGULADORES DE CRESCIMENTO, DESFOLHANTES E MATURADORES.
REGULADORES DE CRESCIMENTO, DESFOLHANTES E MATURADORES.
 
INTRODUÇÃO À COTONICULTURA - THAÍS MOREIRA.pptx
INTRODUÇÃO À COTONICULTURA - THAÍS MOREIRA.pptxINTRODUÇÃO À COTONICULTURA - THAÍS MOREIRA.pptx
INTRODUÇÃO À COTONICULTURA - THAÍS MOREIRA.pptx
 
Colheita e armazenamento da soja........
Colheita e armazenamento da soja........Colheita e armazenamento da soja........
Colheita e armazenamento da soja........
 
Manejo de doenças da soja...............
Manejo de doenças da soja...............Manejo de doenças da soja...............
Manejo de doenças da soja...............
 
Mecanismo de ação de fungicidas.........
Mecanismo de ação de fungicidas.........Mecanismo de ação de fungicidas.........
Mecanismo de ação de fungicidas.........
 
Mecanismo de ação de inseticidas........
Mecanismo de ação de inseticidas........Mecanismo de ação de inseticidas........
Mecanismo de ação de inseticidas........
 
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pptx
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pptxSLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pptx
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pptx
 
Cópia de SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pdf
Cópia de SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pdfCópia de SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pdf
Cópia de SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pdf
 
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS DA SOJA. .pptx
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS DA SOJA. .pptxMANEJO DE PLANTAS DANINHAS DA SOJA. .pptx
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS DA SOJA. .pptx
 

Manejo de mancha branca, cercosporiose, bipolares e diplodia no milho.