SlideShare uma empresa Scribd logo
Magnetismo Ímãs
Imãs Primeiras observações registradas por José Maria na Magnésia, uma Região da Tessália (que atualmente faz parte da Grécia). Os relatos se referem a um mineral que atrai pedaços de ferro: o ímã natural (Fe 3 O 4 ).
Orientação de um ímã livre Um ímã livre alinha-se na direção norte-sul. Os pólos (extremidades) do ímã recebem o nome dos pólos geográficos para os quais apontam.
Pólos de um ímã A distribuição da limalha de ferro mostra a existência de um Campo Magnético . Esse campo é mais intenso próximo aos pólos.
Forças entre ímãs Princípios da atração e da repulsão: Pólos iguais se repelem, pólos iguais se atraem.
Inseparabilidade Cada pedaço de um ímã é um novo ímã. Não existem pólos magnéticos isolados (monopólos magnéticos).
Campo Magnético As linhas de indução do Campo Magnético “saem” do pólo norte e “entram” no pólo sul do ímã. Na presença de um campo magnético externo, a tendência de um ímã livre é alinhar-se ao mesmo, com seu pólo Norte apontando o sentido das linhas de indução.
Magnetismo Terrestre A Terra se comporta como um grande ímã cujo pólo norte magnético se encontra próximo ao sul geográfico e cujo pólo sul magnético se encontra próximo ao norte geográfico.
Vetor Campo Magnético
Campo Magnético Uniforme
Força Magnética O campo magnético atua sobre cargas em movimento, exercendo sobre elas uma força proporcional à sua velocidade e ao próprio campo, perpendicular a ambos. A intensidade da força também depende da direção relativa entre v e B.
Força Magnética A força Magnética é diretamente proporcional à carga da partícula, à sua velocidade e à intensidade do campo magnético. A força também é  nula sobre partículas que se movem paralelamente às linhas de força do campo magnético e máxima sobre partículas que se movem perpendicularmente a essas linhas.
Força Magnética As regras da mão esquerda e do “tapa” indicam a orientação da força sobre uma carga positiva. Para cargas negativas, devemos inverter o sentido da força.
Exemplos: F=0N
Movimento de partículas eletrizadas em um Campo Magnético Uniforme Partícula lançada paralelamente ao campo magnético: Nesse caso não há força magnética.  A partícula se mantém em Movimento Retilíneo Uniforme (MRU)
Movimento de partículas eletrizadas em um Campo Magnético Uniforme Partícula lançada perpendicularmente ao campo magnético: A força magnética atua como força centrípeta A partícula executa movimento circular uniforme (MCU)
Movimento de partículas eletrizadas em um Campo Magnético Uniforme Raio do MCU: Período do MCU:
Movimento de partículas eletrizadas em um Campo Magnético Uniforme Partícula lançada obliquamente ao campo magnético: O movimento da partícula será uma composição dos dois movimentos anteriores: MCU e MRU. O resultado será um movimento helicoidal uniforme (MHU). A distância d é chamada de “passo” do movimento helicoidal.
Movimento de partículas eletrizadas em um Campo Magnético Uniforme Raio do MHU: Passo do MCU: Obs:  θ  é o ângulo formado entre a velocidade da partícula e as linhas de força do campo magnético.
Origem do Campo Magnético A natureza é simétrica!
O experimento de Oersted A agulha de uma bússola sofre desvio quando esta é colocada nas proximidades de uma corrente elétrica. A corrente elétrica é capaz de produzir um campo magnético!
Campo grado por um condutor retilíneo “infinito”
Campo grado por uma espira circular
Campo grado por um solenóide

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Campo Magnético - Parte 1
Campo Magnético - Parte 1Campo Magnético - Parte 1
Campo Magnético - Parte 1
Gilmario Lima
 
Eletromagnetismo
EletromagnetismoEletromagnetismo
Eletromagnetismo
Marco Antonio Sanches
 
Eletromagnetismo
EletromagnetismoEletromagnetismo
Eletromagnetismo
Adrianne Mendonça
 
Trabalho de magnetismo e eletromagnetismo
Trabalho de magnetismo e eletromagnetismoTrabalho de magnetismo e eletromagnetismo
Trabalho de magnetismo e eletromagnetismo
Gabriela Lopes
 
Eletromagnetismo 1
Eletromagnetismo 1Eletromagnetismo 1
Eletromagnetismo 1
tiowans
 
Campo magnético
Campo magnéticoCampo magnético
Campo magnético
Pe Gil Medeiros
 
Magnetismo
MagnetismoMagnetismo
Magnetismo
Rildo Borges
 
Magnetismo
MagnetismoMagnetismo
Magnetismo
Nayanny Nobre
 
Ciências eletromagnetismo
Ciências eletromagnetismoCiências eletromagnetismo
Ciências eletromagnetismo
Matheus Verçosa
 
Aula 02 campo magnético
Aula 02   campo magnéticoAula 02   campo magnético
Aula 02 campo magnético
cristbarb
 
Campomagneticoprofvildemar
CampomagneticoprofvildemarCampomagneticoprofvildemar
Campomagneticoprofvildemar
vildemar Lavor
 
Eletromagnetismo
EletromagnetismoEletromagnetismo
Eletromagnetismo
Luiz Carlos Ferreira
 
Ficha resumo - Indução Magnética + Força Magnética
Ficha resumo - Indução Magnética + Força MagnéticaFicha resumo - Indução Magnética + Força Magnética
Ficha resumo - Indução Magnética + Força Magnética
Marco Antonio Sanches
 
Magnetismo - Parte 1
Magnetismo - Parte 1Magnetismo - Parte 1
Magnetismo - Parte 1
Daniela F Almenara
 
Eletroímã
EletroímãEletroímã
Part mag
Part magPart mag
Part mag
Edvaldo Eurico
 
Eletromagnetismo
EletromagnetismoEletromagnetismo
Eletromagnetismo
cristbarb
 
Magnetismo aula 1
Magnetismo   aula 1Magnetismo   aula 1
Magnetismo aula 1
FilipeBCosta
 
Superparamagnetismo
SuperparamagnetismoSuperparamagnetismo
Superparamagnetismo
Juliana Fortunato
 

Mais procurados (19)

Campo Magnético - Parte 1
Campo Magnético - Parte 1Campo Magnético - Parte 1
Campo Magnético - Parte 1
 
Eletromagnetismo
EletromagnetismoEletromagnetismo
Eletromagnetismo
 
Eletromagnetismo
EletromagnetismoEletromagnetismo
Eletromagnetismo
 
Trabalho de magnetismo e eletromagnetismo
Trabalho de magnetismo e eletromagnetismoTrabalho de magnetismo e eletromagnetismo
Trabalho de magnetismo e eletromagnetismo
 
Eletromagnetismo 1
Eletromagnetismo 1Eletromagnetismo 1
Eletromagnetismo 1
 
Campo magnético
Campo magnéticoCampo magnético
Campo magnético
 
Magnetismo
MagnetismoMagnetismo
Magnetismo
 
Magnetismo
MagnetismoMagnetismo
Magnetismo
 
Ciências eletromagnetismo
Ciências eletromagnetismoCiências eletromagnetismo
Ciências eletromagnetismo
 
Aula 02 campo magnético
Aula 02   campo magnéticoAula 02   campo magnético
Aula 02 campo magnético
 
Campomagneticoprofvildemar
CampomagneticoprofvildemarCampomagneticoprofvildemar
Campomagneticoprofvildemar
 
Eletromagnetismo
EletromagnetismoEletromagnetismo
Eletromagnetismo
 
Ficha resumo - Indução Magnética + Força Magnética
Ficha resumo - Indução Magnética + Força MagnéticaFicha resumo - Indução Magnética + Força Magnética
Ficha resumo - Indução Magnética + Força Magnética
 
Magnetismo - Parte 1
Magnetismo - Parte 1Magnetismo - Parte 1
Magnetismo - Parte 1
 
Eletroímã
EletroímãEletroímã
Eletroímã
 
Part mag
Part magPart mag
Part mag
 
Eletromagnetismo
EletromagnetismoEletromagnetismo
Eletromagnetismo
 
Magnetismo aula 1
Magnetismo   aula 1Magnetismo   aula 1
Magnetismo aula 1
 
Superparamagnetismo
SuperparamagnetismoSuperparamagnetismo
Superparamagnetismo
 

Destaque

Noite feliz
Noite felizNoite feliz
Noite feliz
conexart
 
5 clp la_casa_de_la_bruixa
5 clp la_casa_de_la_bruixa5 clp la_casa_de_la_bruixa
5 clp la_casa_de_la_bruixa
noeb28
 
Hacer el amor
Hacer el amorHacer el amor
Hacer el amor
Robin Hood
 
Arpaş / GBM 8
Arpaş / GBM 8Arpaş / GBM 8
Christmas home made market
Christmas home made marketChristmas home made market
Christmas home made market
Patrizia Salutij
 
Cidade Dos Anjos
Cidade Dos AnjosCidade Dos Anjos
Cidade Dos Anjos
QSEJAETERNO
 
3rd Open Mediation Day
3rd Open Mediation Day 3rd Open Mediation Day
3rd Open Mediation Day
LARBelgium
 
Preparamos la fiesta de halloween
Preparamos la fiesta de halloweenPreparamos la fiesta de halloween
Preparamos la fiesta de halloween
guacalita1234
 

Destaque (8)

Noite feliz
Noite felizNoite feliz
Noite feliz
 
5 clp la_casa_de_la_bruixa
5 clp la_casa_de_la_bruixa5 clp la_casa_de_la_bruixa
5 clp la_casa_de_la_bruixa
 
Hacer el amor
Hacer el amorHacer el amor
Hacer el amor
 
Arpaş / GBM 8
Arpaş / GBM 8Arpaş / GBM 8
Arpaş / GBM 8
 
Christmas home made market
Christmas home made marketChristmas home made market
Christmas home made market
 
Cidade Dos Anjos
Cidade Dos AnjosCidade Dos Anjos
Cidade Dos Anjos
 
3rd Open Mediation Day
3rd Open Mediation Day 3rd Open Mediation Day
3rd Open Mediation Day
 
Preparamos la fiesta de halloween
Preparamos la fiesta de halloweenPreparamos la fiesta de halloween
Preparamos la fiesta de halloween
 

Semelhante a Magnetismo noturno

Magnetismo 2020.pptx
Magnetismo 2020.pptxMagnetismo 2020.pptx
Magnetismo 2020.pptx
LuizCsar13
 
Estudo sobre Campo Magnético
Estudo sobre Campo MagnéticoEstudo sobre Campo Magnético
Estudo sobre Campo Magnético
Pe Gil Medeiros
 
Campo Magnético
Campo MagnéticoCampo Magnético
Campo Magnético
Pe Gil Medeiros
 
Campo magnético trabalho
Campo magnético trabalhoCampo magnético trabalho
Campo magnético trabalho
Thiago Almeida
 
Eletromagnetismo 1
Eletromagnetismo 1Eletromagnetismo 1
Eletromagnetismo 1
tiowans
 
Franciane[1]
Franciane[1]Franciane[1]
Franciane[1]
rodrigoslernesto
 
Eletromagnetismo 1 2006
Eletromagnetismo 1 2006Eletromagnetismo 1 2006
Eletromagnetismo 1 2006
saulo321
 
Aula sobre eletromagnetismo e campo magnético.
Aula sobre eletromagnetismo e campo magnético.Aula sobre eletromagnetismo e campo magnético.
Aula sobre eletromagnetismo e campo magnético.
mislainedemello
 
(20161112030631)Eletromagnetismo 2 (1).pdf
(20161112030631)Eletromagnetismo 2 (1).pdf(20161112030631)Eletromagnetismo 2 (1).pdf
(20161112030631)Eletromagnetismo 2 (1).pdf
PatriciaDonatelli
 
ELETROMAGNETISMO uma visao historica para o ensino
ELETROMAGNETISMO uma visao historica para o ensinoELETROMAGNETISMO uma visao historica para o ensino
ELETROMAGNETISMO uma visao historica para o ensino
RoneyLimaSouza3
 
PPT_Eletromagnetismo.ppt
PPT_Eletromagnetismo.pptPPT_Eletromagnetismo.ppt
PPT_Eletromagnetismo.ppt
5jvnzpgndw
 
ef11_em1_ppt_modulo_12.pptx
ef11_em1_ppt_modulo_12.pptxef11_em1_ppt_modulo_12.pptx
ef11_em1_ppt_modulo_12.pptx
Catarina169234
 
Magnetismo 130924182201-phpapp01
Magnetismo 130924182201-phpapp01Magnetismo 130924182201-phpapp01
Magnetismo 130924182201-phpapp01
Wanderson Batista
 
Marcia regina[1]
Marcia regina[1]Marcia regina[1]
Marcia regina[1]
rodrigoslernesto
 
Magnetismo e fontes de campo magnético.pptx
Magnetismo e fontes de campo magnético.pptxMagnetismo e fontes de campo magnético.pptx
Magnetismo e fontes de campo magnético.pptx
MarceloAlano2
 
Magnetismo e Eletromagnetismo.pptx
Magnetismo e Eletromagnetismo.pptxMagnetismo e Eletromagnetismo.pptx
Magnetismo e Eletromagnetismo.pptx
MaiaraNascimentoGome
 
Eletromag aula 2 2010
Eletromag aula 2 2010Eletromag aula 2 2010
Eletromag aula 2 2010
Luciano Sanchez
 
Magnetismo
MagnetismoMagnetismo
Magnetismo
Rosário Souza
 
Lista 28 força magnética e induçao
Lista 28 força magnética e induçaoLista 28 força magnética e induçao
Lista 28 força magnética e induçao
rodrigoateneu
 
eletromagnetismo.pptx
eletromagnetismo.pptxeletromagnetismo.pptx
eletromagnetismo.pptx
5jvnzpgndw
 

Semelhante a Magnetismo noturno (20)

Magnetismo 2020.pptx
Magnetismo 2020.pptxMagnetismo 2020.pptx
Magnetismo 2020.pptx
 
Estudo sobre Campo Magnético
Estudo sobre Campo MagnéticoEstudo sobre Campo Magnético
Estudo sobre Campo Magnético
 
Campo Magnético
Campo MagnéticoCampo Magnético
Campo Magnético
 
Campo magnético trabalho
Campo magnético trabalhoCampo magnético trabalho
Campo magnético trabalho
 
Eletromagnetismo 1
Eletromagnetismo 1Eletromagnetismo 1
Eletromagnetismo 1
 
Franciane[1]
Franciane[1]Franciane[1]
Franciane[1]
 
Eletromagnetismo 1 2006
Eletromagnetismo 1 2006Eletromagnetismo 1 2006
Eletromagnetismo 1 2006
 
Aula sobre eletromagnetismo e campo magnético.
Aula sobre eletromagnetismo e campo magnético.Aula sobre eletromagnetismo e campo magnético.
Aula sobre eletromagnetismo e campo magnético.
 
(20161112030631)Eletromagnetismo 2 (1).pdf
(20161112030631)Eletromagnetismo 2 (1).pdf(20161112030631)Eletromagnetismo 2 (1).pdf
(20161112030631)Eletromagnetismo 2 (1).pdf
 
ELETROMAGNETISMO uma visao historica para o ensino
ELETROMAGNETISMO uma visao historica para o ensinoELETROMAGNETISMO uma visao historica para o ensino
ELETROMAGNETISMO uma visao historica para o ensino
 
PPT_Eletromagnetismo.ppt
PPT_Eletromagnetismo.pptPPT_Eletromagnetismo.ppt
PPT_Eletromagnetismo.ppt
 
ef11_em1_ppt_modulo_12.pptx
ef11_em1_ppt_modulo_12.pptxef11_em1_ppt_modulo_12.pptx
ef11_em1_ppt_modulo_12.pptx
 
Magnetismo 130924182201-phpapp01
Magnetismo 130924182201-phpapp01Magnetismo 130924182201-phpapp01
Magnetismo 130924182201-phpapp01
 
Marcia regina[1]
Marcia regina[1]Marcia regina[1]
Marcia regina[1]
 
Magnetismo e fontes de campo magnético.pptx
Magnetismo e fontes de campo magnético.pptxMagnetismo e fontes de campo magnético.pptx
Magnetismo e fontes de campo magnético.pptx
 
Magnetismo e Eletromagnetismo.pptx
Magnetismo e Eletromagnetismo.pptxMagnetismo e Eletromagnetismo.pptx
Magnetismo e Eletromagnetismo.pptx
 
Eletromag aula 2 2010
Eletromag aula 2 2010Eletromag aula 2 2010
Eletromag aula 2 2010
 
Magnetismo
MagnetismoMagnetismo
Magnetismo
 
Lista 28 força magnética e induçao
Lista 28 força magnética e induçaoLista 28 força magnética e induçao
Lista 28 força magnética e induçao
 
eletromagnetismo.pptx
eletromagnetismo.pptxeletromagnetismo.pptx
eletromagnetismo.pptx
 

Último

EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
orquestrasinfonicaam
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 

Último (20)

EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 

Magnetismo noturno

  • 2. Imãs Primeiras observações registradas por José Maria na Magnésia, uma Região da Tessália (que atualmente faz parte da Grécia). Os relatos se referem a um mineral que atrai pedaços de ferro: o ímã natural (Fe 3 O 4 ).
  • 3. Orientação de um ímã livre Um ímã livre alinha-se na direção norte-sul. Os pólos (extremidades) do ímã recebem o nome dos pólos geográficos para os quais apontam.
  • 4. Pólos de um ímã A distribuição da limalha de ferro mostra a existência de um Campo Magnético . Esse campo é mais intenso próximo aos pólos.
  • 5. Forças entre ímãs Princípios da atração e da repulsão: Pólos iguais se repelem, pólos iguais se atraem.
  • 6. Inseparabilidade Cada pedaço de um ímã é um novo ímã. Não existem pólos magnéticos isolados (monopólos magnéticos).
  • 7. Campo Magnético As linhas de indução do Campo Magnético “saem” do pólo norte e “entram” no pólo sul do ímã. Na presença de um campo magnético externo, a tendência de um ímã livre é alinhar-se ao mesmo, com seu pólo Norte apontando o sentido das linhas de indução.
  • 8. Magnetismo Terrestre A Terra se comporta como um grande ímã cujo pólo norte magnético se encontra próximo ao sul geográfico e cujo pólo sul magnético se encontra próximo ao norte geográfico.
  • 11. Força Magnética O campo magnético atua sobre cargas em movimento, exercendo sobre elas uma força proporcional à sua velocidade e ao próprio campo, perpendicular a ambos. A intensidade da força também depende da direção relativa entre v e B.
  • 12. Força Magnética A força Magnética é diretamente proporcional à carga da partícula, à sua velocidade e à intensidade do campo magnético. A força também é nula sobre partículas que se movem paralelamente às linhas de força do campo magnético e máxima sobre partículas que se movem perpendicularmente a essas linhas.
  • 13. Força Magnética As regras da mão esquerda e do “tapa” indicam a orientação da força sobre uma carga positiva. Para cargas negativas, devemos inverter o sentido da força.
  • 15. Movimento de partículas eletrizadas em um Campo Magnético Uniforme Partícula lançada paralelamente ao campo magnético: Nesse caso não há força magnética. A partícula se mantém em Movimento Retilíneo Uniforme (MRU)
  • 16. Movimento de partículas eletrizadas em um Campo Magnético Uniforme Partícula lançada perpendicularmente ao campo magnético: A força magnética atua como força centrípeta A partícula executa movimento circular uniforme (MCU)
  • 17. Movimento de partículas eletrizadas em um Campo Magnético Uniforme Raio do MCU: Período do MCU:
  • 18. Movimento de partículas eletrizadas em um Campo Magnético Uniforme Partícula lançada obliquamente ao campo magnético: O movimento da partícula será uma composição dos dois movimentos anteriores: MCU e MRU. O resultado será um movimento helicoidal uniforme (MHU). A distância d é chamada de “passo” do movimento helicoidal.
  • 19. Movimento de partículas eletrizadas em um Campo Magnético Uniforme Raio do MHU: Passo do MCU: Obs: θ é o ângulo formado entre a velocidade da partícula e as linhas de força do campo magnético.
  • 20. Origem do Campo Magnético A natureza é simétrica!
  • 21. O experimento de Oersted A agulha de uma bússola sofre desvio quando esta é colocada nas proximidades de uma corrente elétrica. A corrente elétrica é capaz de produzir um campo magnético!
  • 22. Campo grado por um condutor retilíneo “infinito”
  • 23. Campo grado por uma espira circular
  • 24. Campo grado por um solenóide