SlideShare uma empresa Scribd logo
A ordenança da Ceia do Senhor
4º Trimestre
Ano 2017
19
Novembro
Doutrinas Fundamentais
da Igreja de Cristo
O legado da Reforma Protestante
e a importância de perseverar
no ensino dos apóstolos
Lição 01 – O Deus Todo-Poderoso se revelou
Lição 02 – Pecado: uma realidade humana
Lição 03 – A maravilhosa e inefável graça de Deus
Lição 04 – Conhecendo o arrependimento bíblico
e frutífero
Lição 05 – É necessário nascer de novo
Lição 06 – A grande e perfeita salvação de Cristo
Jesus
Lição 07 – A ordenança do batismo em águas
Lição 08 – A ordenança da Ceia do Senhor
Lição 09 – A fé que nos une a Deus e nos torna
produtivos
Lição 10 – Santificação: vontade e chamado de
Deus para nós
Lição 11 – A importância da Bíblia como única
regra de fé
Lição 12 – A necessidade do batismo com o
Espírito Santo
Lição 13 – A atualidade dos dons espirituais
Lição 14 – A bem-aventurança esperança da
Igreja
❶
❷
❸
Explicar o significado da Ceia,
sua origem e seu propósito;
Apresentar a Ceia como uma
celebração de unidade e
comunhão com o Senhor;
Mostrar os aspectos
importantes da Ceia e revelar
seu caráter profético.
(1 Coríntios 11:26)
“Porque, todas as vezes
que comerdes este pão e
beberdes este cálice,
anunciais a morte do Senhor,
até que venha”.
A Ceia do Senhor é uma
ordenança de Cristo , um
memorial de Sua morte
redentora e um alerta de Seu
retorno
1 Coríntios 11:23-26
23 Porque eu recebi do Senhor o que também vos ensinei: que
o Senhor Jesus, na noite em que foi traído, tomou o pão;
24 E, tendo dado graças, o partiu e disse: Tomai, comei; isto é
o meu corpo que é partido por vós; fazei isto em memória de
mim.
25 Semelhantemente também, depois de cear, tomou o
cálice, dizendo: Este cálice é o Novo Testamento no meu
sangue; fazei isto, todas as vezes que beberdes, em memória
de mim.
26 Porque, todas as vezes que comerdes este pão e beberdes
este cálice, anunciais a morte do Senhor, até que venha.
Interceda por
unidade entre os
diferentes tipos
de irmãos que
representam o
corpo de Cristo.
Batismo e Ceia são ordenanças de Jesus
BATISMO EM ÁGUAS aponta para nossa UNIÃO
com o Senhor em Sua morte, sepultamento e ressurreição;
CEIA aponta para a continuidade de nossa COMUNHÃO
com o Senhor pela Nova Aliança.
Lição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
1.2 – A primeira celebração da Ceia do Senhor
1.1 – O contexto da instituição da Ceia
1.3 – Os elementos da Ceia do Senhor
Deus ordenou que cada família preparasse um cordeiro e que deveriam
passar o sangue da vítima nas ombreiras e no umbral da porta de suas
casas para conservar a vida dos primogênitos israelitas.
Antes do advento da última praga sobre os egípcios.
Primeira ocorrência da Páscoa na Bíblia (Êxodo 12)
A PÁSCOA era uma das três grandes festas dos judeus, sendo
as outras: Pentecostes e Tabernáculos.
A Páscoa apontava para três fatos importantes
na história de Israel:
❶
O fim da
escravidão
vivida no Egito
❷
o início de
uma
Nova vida
❸
O começo da
caminhada rumo a
Terra Prometida
A Páscoa judaica foi instituída com a finalidade de o povo de
Israel preservar na memória o tão grande livramento de Deus:
a libertação do Egito
A páscoa judaica obedecia a um ritual detalhado (Dt 16.1-4)
Jesus estava celebrando a última Páscoa com seus discípulos, foi quando
instituiu a Ceia “na noite em que foi traído” (1Co 11:23) com uma
solenidade ainda mais sublime do que a Páscoa (Lc 22:19-21; 1Co 5:7)
Última ocorrência da Páscoa na Bíblia (Lc 22:15)
A Páscoa judaica era TIPO da perfeita obra da redenção
consumada por Jesus Cristo:
Jesus é nosso
Cordeiro Pascal
Diferentemente do batismo em águas que Jesus ordenou,
porém não batizou (Jo 3.22; 4.1-2), o próprio Jesus instituiu e
celebrou a primeira Ceia do Senhor (Mt 26.26-28; 1Co 11.23-25).
Os judeus lembram da
libertação do cativeiro egípcio
Os discípulos de Jesus,
o fazem “em memória” de Jesus
Na Páscoa Na Ceia
O Sangue do cordeiro de Deus : Jesus
Tal como o sangue do cordeiro pascal que livrou o povo da
morte, assim também o sangue de Jesus nos livra da morte
espiritual e da condenação eterna.
Trago no meu corpo
as marcas do
Senhor Jesus.
Gálatas 6:17
Os elementos da Ceia do Senhor são
o PÃO e o VINHO, que SIMBOLIZAM,
respectivamente, o CORPO e o
SANGUE de Jesus Cristo.
Assim, a participação na Ceia do
Senhor é um testemunho de
participação da Nova Aliança de
Deus com o Seu povo (Hb 9.15).
PerdãoAutoexame
O apóstolo Paulo exortou a Igreja em Corinto sobre o perigo de não
discernir, quando da participação na Ceia do Senhor (1Co 11.29).
2.2 – “Examine-se a si mesmo”
2.3 – Participação na Ceia
2.1 – Pão e vinho: diferentes interpretações
É preciso atenção por parte dos que participam da Ceia do Senhor, pois
não devemos considera-la como qualquer outra refeição.
Após a oração, os elementos estão consagrados, não são mais
coisas comuns, mas com a finalidade única de serem
emblemas do corpo e do sangue de Cristo (1Co 11.29).
Vinho
simboliza
O Sangue
de Jesus
Cristo
Pão
Simboliza
O Corpo
de Jesus
Cristo
Não Cremos nas interpretações
Transubstanciação Consubstanciação
Adotado pelo Catolicismo
Romano
Seguida por
Martinho Lutero
acreditam que o pão
e o vinho tenham as
suas substâncias
mudadas e que se
transformem, após a
oração, literalmente
no corpo e no sangue
de Cristo
ensina a presença
literal do corpo e do
sangue de Cristo nos
elementos da Ceia.
Acreditam que é
possível receber o
próprio Cristo ao
ingerir elementos
materiais.
Antes de comer o pão e beber o cálice, é necessário um
rigoroso autoexame
FONTE :
Trata-se de um procedimento que deve ser constante na vida
do discípulo do Senhor (2Co 13.5).
Não devemos confiar somente na nossa capacidade própria, mas
realizar tal exame com o auxílio do Espírito Santo e tendo a
Palavra de Deus como nosso parâmetro.
O versículo em estudo pressupõe que, caso o indivíduo não se
considere em condições de participar da Ceia, esta conclusão
o conduzirá ao arrependimento e à correção de suas ações.
FONTE :
“Portanto, qualquer que comer este pão, ou beber o cálice do Senhor
indignamente, será culpado do corpo e do sangue do Senhor.” (1Co 11:27)
Num primeiro momento, sem considerar o contexto, alguém pode pensar:
“Quem é digno de chegar-se à mesa do Senhor ?”
Mas, Paulo não está se
referindo a “pessoa”,
mas a ação, ou seja,
“de maneira indigna”.
O que é tomar Indignamente a Ceia do Senhor ?
Perdão
Na Bíblia encontramos termos para à Ceia do Senhor, a saber:
❶“Ceia do Senhor” (1Co 11.20); ❷“mesa do Senhor” (1Co 10.21);
❸“comunhão” (1Co 10.16); ❹“partir o pão” (At 20.7)
3.2 – A Nova Aliança
3.3 – Os três tempos da Ceia do Senhor
3.1 – A comunhão
destacaremos três lições para a nossa vida :
Apóstolo Paulo relata que na Ceia do Senhor na igreja de Corínto os
irmãos estavam unidos no mesmo lugar, porém não estavam unidos no
mesmo espírito (1Co 11)
FONTE :
no lugar de unidade, comunhão e confraternização, só haviam contendas,
disputas e espírito partidário.
É preciso lembrar que a Ceia do Senhor é um instrumento de unificação
para a Igreja (1Co 10.16-17).
“Este cálice é o Novo Testamento no meu sangue” (1Co 11.25).
FONTE :
A expressão “Novo Testamento” que no grego significa “kainé diatheké”,
Refere-se à aliança de Deus com o Seu povo.
Esta Nova Aliança foi sancionada pelo sangue de Cristo,
diferentemente da Aliança celebrada no Monte Sinai, mediante o
sacrifício de animais (Êx 24.3-12).
Encontramos na Bíblia em 1 Coríntios 11:26
três tempos na Ceia do Senhor, a saber :
❶ PASSADO
“anunciais a morte do Senhor” – É digno de nota que as duas ordenanças
deixadas pelo Senhor enfatizam a Sua morte: “Cristo, nossa páscoa, foi
sacrificado por nós” (1Co 5.7);
❷ PRESENTE
“todas as vezes que comerdes e beberdes” – Lembra continuidade na
observância, perseverança na comunhão e constante aviso sobre a Igreja
cumprir sua missão em “anunciar a morte do Senhor”;
❸ FUTURO
“até que venha” – É o aspecto futuro (escatológico) da Ceia do Senhor. É a
antecipação do banquete messiânico que reunirá pessoas de todas as
nações, tribos e línguas para participar das Bodas do Cordeiro (Ap 19.7-9).
A Ceia do Senhor manifesta a dinâmica e a abrangência desta
tão grande salvação em Cristo Jesus.
Não há menção quanto a frequência da celebração da Ceia,
mas deve ser observada até a volta de Cristo.
Teólogo
Pastor Luterano
Participemos da Ceia em obediência à ordenança do Senhor,
discernindo o ato, em comunhão vertical e horizontal,
Anunciando o perfeito e único sacrifício de Jesus Cristo no
Calvário, sendo gratos e perseverando até que Ele venha e,
assim também participaremos das Bodas do Cordeiro.
DEUS
Lição 09 - A fé que nos une a Deus e nos torna produtivos
Lição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor
Lição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lição 1 - A Doutrina da Trindade
Lição 1 - A Doutrina da TrindadeLição 1 - A Doutrina da Trindade
Lição 1 - A Doutrina da Trindade
Éder Tomé
 
Palestra escatologia bíblica
Palestra escatologia bíblicaPalestra escatologia bíblica
Palestra escatologia bíblica
ADMILTON SOARES
 
Lição 2 - A Humanidade de Jesus Cristo e a Sua Deidade
Lição 2 - A Humanidade de Jesus Cristo e a Sua DeidadeLição 2 - A Humanidade de Jesus Cristo e a Sua Deidade
Lição 2 - A Humanidade de Jesus Cristo e a Sua Deidade
Éder Tomé
 
Estudo batismo oficialmontesinai
Estudo batismo oficialmontesinaiEstudo batismo oficialmontesinai
Estudo batismo oficialmontesinai
Elisa Schenk
 
Introdução Bíblica
Introdução BíblicaIntrodução Bíblica
Introdução Bíblica
Viva a Igreja
 
Panorama do NT - Judas
Panorama do NT - JudasPanorama do NT - Judas
Panorama do NT - Judas
Respirando Deus
 
O batismo nas águas
O  batismo nas águasO  batismo nas águas
O batismo nas águas
Marcelo Santos
 
Lição 4 – A história da Igreja até a Reforma Protestante
Lição 4 – A história da Igreja até a Reforma ProtestanteLição 4 – A história da Igreja até a Reforma Protestante
Lição 4 – A história da Igreja até a Reforma Protestante
Éder Tomé
 
Eclesiologia ana
Eclesiologia anaEclesiologia ana
Eclesiologia ana
Eraldo Luciano
 
Lição 9 - É preciso buscar Crescimento Espiritual
Lição 9 - É preciso buscar Crescimento EspiritualLição 9 - É preciso buscar Crescimento Espiritual
Lição 9 - É preciso buscar Crescimento Espiritual
Éder Tomé
 
O espirito santo de deus
O  espirito  santo  de  deusO  espirito  santo  de  deus
O espirito santo de deus
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Cristologia aula03
Cristologia aula03Cristologia aula03
Cristologia aula03
Pastor W. Costa
 
Bibliologia - Introdução - Aula 01
Bibliologia - Introdução - Aula 01Bibliologia - Introdução - Aula 01
Bibliologia - Introdução - Aula 01
Erivelton Rodrigues Nunes
 
Bibliologia - Estudo da Bíblia
Bibliologia - Estudo da BíbliaBibliologia - Estudo da Bíblia
Bibliologia - Estudo da Bíblia
Marcos Aurélio
 
Ceia do Senhor
Ceia do SenhorCeia do Senhor
Ceia do Senhor
Paulo Roberto
 
Santa Ceia do Senhor
Santa Ceia do SenhorSanta Ceia do Senhor
Santa Ceia do Senhor
Almy Alves
 
Soteriologia - Doutrina da Salvação
Soteriologia - Doutrina da SalvaçãoSoteriologia - Doutrina da Salvação
Soteriologia - Doutrina da Salvação
RODRIGO FERREIRA
 
Homilética I Itaporanga
Homilética I ItaporangaHomilética I Itaporanga
Homilética I Itaporanga
Bruno Cesar Santos de Sousa
 
1 Coríntios (1º Estudo)
1 Coríntios (1º Estudo)1 Coríntios (1º Estudo)
1 Coríntios (1º Estudo)
Daniel Junior
 
Homilética lição - 01
Homilética   lição - 01Homilética   lição - 01
Homilética lição - 01
Ev Nelson Fernandes
 

Mais procurados (20)

Lição 1 - A Doutrina da Trindade
Lição 1 - A Doutrina da TrindadeLição 1 - A Doutrina da Trindade
Lição 1 - A Doutrina da Trindade
 
Palestra escatologia bíblica
Palestra escatologia bíblicaPalestra escatologia bíblica
Palestra escatologia bíblica
 
Lição 2 - A Humanidade de Jesus Cristo e a Sua Deidade
Lição 2 - A Humanidade de Jesus Cristo e a Sua DeidadeLição 2 - A Humanidade de Jesus Cristo e a Sua Deidade
Lição 2 - A Humanidade de Jesus Cristo e a Sua Deidade
 
Estudo batismo oficialmontesinai
Estudo batismo oficialmontesinaiEstudo batismo oficialmontesinai
Estudo batismo oficialmontesinai
 
Introdução Bíblica
Introdução BíblicaIntrodução Bíblica
Introdução Bíblica
 
Panorama do NT - Judas
Panorama do NT - JudasPanorama do NT - Judas
Panorama do NT - Judas
 
O batismo nas águas
O  batismo nas águasO  batismo nas águas
O batismo nas águas
 
Lição 4 – A história da Igreja até a Reforma Protestante
Lição 4 – A história da Igreja até a Reforma ProtestanteLição 4 – A história da Igreja até a Reforma Protestante
Lição 4 – A história da Igreja até a Reforma Protestante
 
Eclesiologia ana
Eclesiologia anaEclesiologia ana
Eclesiologia ana
 
Lição 9 - É preciso buscar Crescimento Espiritual
Lição 9 - É preciso buscar Crescimento EspiritualLição 9 - É preciso buscar Crescimento Espiritual
Lição 9 - É preciso buscar Crescimento Espiritual
 
O espirito santo de deus
O  espirito  santo  de  deusO  espirito  santo  de  deus
O espirito santo de deus
 
Cristologia aula03
Cristologia aula03Cristologia aula03
Cristologia aula03
 
Bibliologia - Introdução - Aula 01
Bibliologia - Introdução - Aula 01Bibliologia - Introdução - Aula 01
Bibliologia - Introdução - Aula 01
 
Bibliologia - Estudo da Bíblia
Bibliologia - Estudo da BíbliaBibliologia - Estudo da Bíblia
Bibliologia - Estudo da Bíblia
 
Ceia do Senhor
Ceia do SenhorCeia do Senhor
Ceia do Senhor
 
Santa Ceia do Senhor
Santa Ceia do SenhorSanta Ceia do Senhor
Santa Ceia do Senhor
 
Soteriologia - Doutrina da Salvação
Soteriologia - Doutrina da SalvaçãoSoteriologia - Doutrina da Salvação
Soteriologia - Doutrina da Salvação
 
Homilética I Itaporanga
Homilética I ItaporangaHomilética I Itaporanga
Homilética I Itaporanga
 
1 Coríntios (1º Estudo)
1 Coríntios (1º Estudo)1 Coríntios (1º Estudo)
1 Coríntios (1º Estudo)
 
Homilética lição - 01
Homilética   lição - 01Homilética   lição - 01
Homilética lição - 01
 

Destaque

Lição 07 - A ordenança do batismo em águas
Lição 07 - A ordenança do batismo em águasLição 07 - A ordenança do batismo em águas
Lição 07 - A ordenança do batismo em águas
Éder Tomé
 
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo JesusLição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
Éder Tomé
 
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de DeusSlide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
Éder Tomé
 
Lição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelou
Lição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelouLição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelou
Lição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelou
Éder Tomé
 
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutíferoLição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Éder Tomé
 
Lição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humanaLição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humana
Éder Tomé
 
Lição 08 - Salvação e Livre-Arbítrio
Lição 08 - Salvação e Livre-ArbítrioLição 08 - Salvação e Livre-Arbítrio
Lição 08 - Salvação e Livre-Arbítrio
Éder Tomé
 
Lição 07 - A Salvação pela Graça
Lição 07 - A Salvação pela GraçaLição 07 - A Salvação pela Graça
Lição 07 - A Salvação pela Graça
Éder Tomé
 
Lição 04 - Salvação - O Amor e a Misericórdia de Deus
Lição 04 - Salvação - O Amor e a Misericórdia de DeusLição 04 - Salvação - O Amor e a Misericórdia de Deus
Lição 04 - Salvação - O Amor e a Misericórdia de Deus
Éder Tomé
 
Lição 01 - Uma promessa de Salvação
Lição 01 - Uma promessa de SalvaçãoLição 01 - Uma promessa de Salvação
Lição 01 - Uma promessa de Salvação
Éder Tomé
 
Lição 05 - A Obra Salvífica de Jesus Cristo
Lição 05 - A Obra Salvífica de Jesus CristoLição 05 - A Obra Salvífica de Jesus Cristo
Lição 05 - A Obra Salvífica de Jesus Cristo
Éder Tomé
 
Lição 02 - A Salvação na Páscoa Judaíca
Lição 02 - A Salvação na Páscoa JudaícaLição 02 - A Salvação na Páscoa Judaíca
Lição 02 - A Salvação na Páscoa Judaíca
Éder Tomé
 
Lição 03 - A Salvação e o Advento do Salvador
Lição 03 - A Salvação e o Advento do SalvadorLição 03 - A Salvação e o Advento do Salvador
Lição 03 - A Salvação e o Advento do Salvador
Éder Tomé
 
Lição 6 - A Abrangência Universal da Salvação
Lição 6 - A Abrangência Universal da SalvaçãoLição 6 - A Abrangência Universal da Salvação
Lição 6 - A Abrangência Universal da Salvação
Éder Tomé
 
Lição 09 - Arrependimento e Fé para a Salvação
Lição 09 - Arrependimento e Fé para a SalvaçãoLição 09 - Arrependimento e Fé para a Salvação
Lição 09 - Arrependimento e Fé para a Salvação
Éder Tomé
 
LIÇÃO 08 - SALVAÇÃO E LIVRE-ARBÍTRIO
LIÇÃO 08 - SALVAÇÃO E LIVRE-ARBÍTRIOLIÇÃO 08 - SALVAÇÃO E LIVRE-ARBÍTRIO
LIÇÃO 08 - SALVAÇÃO E LIVRE-ARBÍTRIO
Polícia Militar do Estado do Tocantins
 
Lição 3 - A Evangelização Urbana
Lição 3 - A Evangelização UrbanaLição 3 - A Evangelização Urbana
Lição 3 - A Evangelização Urbana
Éder Tomé
 
Lição 05 - A evangelização de grupos específicos
Lição 05 - A evangelização de grupos específicosLição 05 - A evangelização de grupos específicos
Lição 05 - A evangelização de grupos específicos
Éder Tomé
 
Lição 09 - O Legado Missionário da Igreja Primitiva
Lição 09 - O Legado Missionário da Igreja PrimitivaLição 09 - O Legado Missionário da Igreja Primitiva
Lição 09 - O Legado Missionário da Igreja Primitiva
Éder Tomé
 
Lição 4 - O perfil dos enviados de Cristo
Lição 4 - O perfil dos enviados de CristoLição 4 - O perfil dos enviados de Cristo
Lição 4 - O perfil dos enviados de Cristo
Éder Tomé
 

Destaque (20)

Lição 07 - A ordenança do batismo em águas
Lição 07 - A ordenança do batismo em águasLição 07 - A ordenança do batismo em águas
Lição 07 - A ordenança do batismo em águas
 
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo JesusLição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
Lição 6 - A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus
 
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de DeusSlide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
 
Lição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelou
Lição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelouLição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelou
Lição 01 - O Deus Todo-Poderoso se revelou
 
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutíferoLição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
Lição 04 - Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero
 
Lição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humanaLição 02 - Pecado: uma realidade humana
Lição 02 - Pecado: uma realidade humana
 
Lição 08 - Salvação e Livre-Arbítrio
Lição 08 - Salvação e Livre-ArbítrioLição 08 - Salvação e Livre-Arbítrio
Lição 08 - Salvação e Livre-Arbítrio
 
Lição 07 - A Salvação pela Graça
Lição 07 - A Salvação pela GraçaLição 07 - A Salvação pela Graça
Lição 07 - A Salvação pela Graça
 
Lição 04 - Salvação - O Amor e a Misericórdia de Deus
Lição 04 - Salvação - O Amor e a Misericórdia de DeusLição 04 - Salvação - O Amor e a Misericórdia de Deus
Lição 04 - Salvação - O Amor e a Misericórdia de Deus
 
Lição 01 - Uma promessa de Salvação
Lição 01 - Uma promessa de SalvaçãoLição 01 - Uma promessa de Salvação
Lição 01 - Uma promessa de Salvação
 
Lição 05 - A Obra Salvífica de Jesus Cristo
Lição 05 - A Obra Salvífica de Jesus CristoLição 05 - A Obra Salvífica de Jesus Cristo
Lição 05 - A Obra Salvífica de Jesus Cristo
 
Lição 02 - A Salvação na Páscoa Judaíca
Lição 02 - A Salvação na Páscoa JudaícaLição 02 - A Salvação na Páscoa Judaíca
Lição 02 - A Salvação na Páscoa Judaíca
 
Lição 03 - A Salvação e o Advento do Salvador
Lição 03 - A Salvação e o Advento do SalvadorLição 03 - A Salvação e o Advento do Salvador
Lição 03 - A Salvação e o Advento do Salvador
 
Lição 6 - A Abrangência Universal da Salvação
Lição 6 - A Abrangência Universal da SalvaçãoLição 6 - A Abrangência Universal da Salvação
Lição 6 - A Abrangência Universal da Salvação
 
Lição 09 - Arrependimento e Fé para a Salvação
Lição 09 - Arrependimento e Fé para a SalvaçãoLição 09 - Arrependimento e Fé para a Salvação
Lição 09 - Arrependimento e Fé para a Salvação
 
LIÇÃO 08 - SALVAÇÃO E LIVRE-ARBÍTRIO
LIÇÃO 08 - SALVAÇÃO E LIVRE-ARBÍTRIOLIÇÃO 08 - SALVAÇÃO E LIVRE-ARBÍTRIO
LIÇÃO 08 - SALVAÇÃO E LIVRE-ARBÍTRIO
 
Lição 3 - A Evangelização Urbana
Lição 3 - A Evangelização UrbanaLição 3 - A Evangelização Urbana
Lição 3 - A Evangelização Urbana
 
Lição 05 - A evangelização de grupos específicos
Lição 05 - A evangelização de grupos específicosLição 05 - A evangelização de grupos específicos
Lição 05 - A evangelização de grupos específicos
 
Lição 09 - O Legado Missionário da Igreja Primitiva
Lição 09 - O Legado Missionário da Igreja PrimitivaLição 09 - O Legado Missionário da Igreja Primitiva
Lição 09 - O Legado Missionário da Igreja Primitiva
 
Lição 4 - O perfil dos enviados de Cristo
Lição 4 - O perfil dos enviados de CristoLição 4 - O perfil dos enviados de Cristo
Lição 4 - O perfil dos enviados de Cristo
 

Semelhante a Lição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor

Sacramentos: Batismo e Ceia
Sacramentos: Batismo e Ceia Sacramentos: Batismo e Ceia
Sacramentos: Batismo e Ceia
Geversom Sousa
 
Pré revisão 2
Pré revisão 2Pré revisão 2
Pré revisão 2
Erick Diniz
 
Aceiadosenhor
AceiadosenhorAceiadosenhor
Aceiadosenhor
Videlk
 
Lição 10 - A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja.pptx
Lição 10 - A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja.pptxLição 10 - A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja.pptx
Lição 10 - A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja.pptx
Celso Napoleon
 
Eucaristia
EucaristiaEucaristia
Eucaristia
Fábio Soares
 
Lbj lição 5 Ordenanças da igreja
Lbj lição 5   Ordenanças da igrejaLbj lição 5   Ordenanças da igreja
Lbj lição 5 Ordenanças da igreja
boasnovassena
 
Lição 9 a pureza do movimento pentecostal
Lição 9   a pureza do movimento pentecostalLição 9   a pureza do movimento pentecostal
Lição 9 a pureza do movimento pentecostal
Jose Ventura
 
EUCARISTIA - Transubstanciação
EUCARISTIA - TransubstanciaçãoEUCARISTIA - Transubstanciação
EUCARISTIA - Transubstanciação
GRUPO DE ORAÇÃO ANJO RAFAEL
 
Lbcpad
LbcpadLbcpad
Rituais e cerimônias da igreja_Lição da Escola Sabatina_original_com_textos
Rituais e cerimônias da igreja_Lição da Escola Sabatina_original_com_textos Rituais e cerimônias da igreja_Lição da Escola Sabatina_original_com_textos
Rituais e cerimônias da igreja_Lição da Escola Sabatina_original_com_textos
Gerson G. Ramos
 
A ultima ceia apresentação
A ultima ceia apresentaçãoA ultima ceia apresentação
A ultima ceia apresentação
Elson Juvenal Pinto Loureiro
 
Lição 1 - A Origem da Igreja - Lições Bíblicas.pptx
Lição 1 - A Origem da Igreja - Lições Bíblicas.pptxLição 1 - A Origem da Igreja - Lições Bíblicas.pptx
Lição 1 - A Origem da Igreja - Lições Bíblicas.pptx
Celso Napoleon
 
Corpus christi 2 catecismo (portugues)
Corpus christi   2 catecismo (portugues)Corpus christi   2 catecismo (portugues)
Corpus christi 2 catecismo (portugues)
Martin M Flynn
 
21º Encontro - Sacramentos e Sacramentos da iniciação
21º Encontro - Sacramentos e Sacramentos da iniciação21º Encontro - Sacramentos e Sacramentos da iniciação
21º Encontro - Sacramentos e Sacramentos da iniciação
Catequese Anjos dos Céus
 
Lição 10 - A Ceia do Senhor - A Segunda Ordenança da Igreja(COM ANIMAÇÃO).pptx
Lição 10 - A Ceia do Senhor  - A Segunda Ordenança da Igreja(COM ANIMAÇÃO).pptxLição 10 - A Ceia do Senhor  - A Segunda Ordenança da Igreja(COM ANIMAÇÃO).pptx
Lição 10 - A Ceia do Senhor - A Segunda Ordenança da Igreja(COM ANIMAÇÃO).pptx
TiagoCarpesDoNascime
 
Boletim cbg n°_31_1_ag_2014
Boletim cbg n°_31_1_ag_2014Boletim cbg n°_31_1_ag_2014
Boletim cbg n°_31_1_ag_2014
Silas Roberto Nogueira
 
Estudo
EstudoEstudo
Estudo
Amauri Dias
 
A ceia do senho1
A ceia do senho1A ceia do senho1
A ceia do senho1
MarcioVinhote
 
Lição 14 - A bem-aventurada esperança da Igreja
Lição 14 - A bem-aventurada esperança da IgrejaLição 14 - A bem-aventurada esperança da Igreja
Lição 14 - A bem-aventurada esperança da Igreja
Éder Tomé
 
01 paroquia imaculadocoracao
01 paroquia imaculadocoracao01 paroquia imaculadocoracao
01 paroquia imaculadocoracao
Juliana Felisberto Cardoso Silva
 

Semelhante a Lição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor (20)

Sacramentos: Batismo e Ceia
Sacramentos: Batismo e Ceia Sacramentos: Batismo e Ceia
Sacramentos: Batismo e Ceia
 
Pré revisão 2
Pré revisão 2Pré revisão 2
Pré revisão 2
 
Aceiadosenhor
AceiadosenhorAceiadosenhor
Aceiadosenhor
 
Lição 10 - A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja.pptx
Lição 10 - A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja.pptxLição 10 - A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja.pptx
Lição 10 - A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja.pptx
 
Eucaristia
EucaristiaEucaristia
Eucaristia
 
Lbj lição 5 Ordenanças da igreja
Lbj lição 5   Ordenanças da igrejaLbj lição 5   Ordenanças da igreja
Lbj lição 5 Ordenanças da igreja
 
Lição 9 a pureza do movimento pentecostal
Lição 9   a pureza do movimento pentecostalLição 9   a pureza do movimento pentecostal
Lição 9 a pureza do movimento pentecostal
 
EUCARISTIA - Transubstanciação
EUCARISTIA - TransubstanciaçãoEUCARISTIA - Transubstanciação
EUCARISTIA - Transubstanciação
 
Lbcpad
LbcpadLbcpad
Lbcpad
 
Rituais e cerimônias da igreja_Lição da Escola Sabatina_original_com_textos
Rituais e cerimônias da igreja_Lição da Escola Sabatina_original_com_textos Rituais e cerimônias da igreja_Lição da Escola Sabatina_original_com_textos
Rituais e cerimônias da igreja_Lição da Escola Sabatina_original_com_textos
 
A ultima ceia apresentação
A ultima ceia apresentaçãoA ultima ceia apresentação
A ultima ceia apresentação
 
Lição 1 - A Origem da Igreja - Lições Bíblicas.pptx
Lição 1 - A Origem da Igreja - Lições Bíblicas.pptxLição 1 - A Origem da Igreja - Lições Bíblicas.pptx
Lição 1 - A Origem da Igreja - Lições Bíblicas.pptx
 
Corpus christi 2 catecismo (portugues)
Corpus christi   2 catecismo (portugues)Corpus christi   2 catecismo (portugues)
Corpus christi 2 catecismo (portugues)
 
21º Encontro - Sacramentos e Sacramentos da iniciação
21º Encontro - Sacramentos e Sacramentos da iniciação21º Encontro - Sacramentos e Sacramentos da iniciação
21º Encontro - Sacramentos e Sacramentos da iniciação
 
Lição 10 - A Ceia do Senhor - A Segunda Ordenança da Igreja(COM ANIMAÇÃO).pptx
Lição 10 - A Ceia do Senhor  - A Segunda Ordenança da Igreja(COM ANIMAÇÃO).pptxLição 10 - A Ceia do Senhor  - A Segunda Ordenança da Igreja(COM ANIMAÇÃO).pptx
Lição 10 - A Ceia do Senhor - A Segunda Ordenança da Igreja(COM ANIMAÇÃO).pptx
 
Boletim cbg n°_31_1_ag_2014
Boletim cbg n°_31_1_ag_2014Boletim cbg n°_31_1_ag_2014
Boletim cbg n°_31_1_ag_2014
 
Estudo
EstudoEstudo
Estudo
 
A ceia do senho1
A ceia do senho1A ceia do senho1
A ceia do senho1
 
Lição 14 - A bem-aventurada esperança da Igreja
Lição 14 - A bem-aventurada esperança da IgrejaLição 14 - A bem-aventurada esperança da Igreja
Lição 14 - A bem-aventurada esperança da Igreja
 
01 paroquia imaculadocoracao
01 paroquia imaculadocoracao01 paroquia imaculadocoracao
01 paroquia imaculadocoracao
 

Mais de Éder Tomé

Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 3 - Dons de Revelação
Lição 3 - Dons de RevelaçãoLição 3 - Dons de Revelação
Lição 3 - Dons de Revelação
Éder Tomé
 
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de DeusLição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Éder Tomé
 
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Lição 2 - O Propósito dos Dons EspirituaisLição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Éder Tomé
 
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade
Lição 1 - Deus se revelou à humanidadeLição 1 - Deus se revelou à humanidade
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade
Éder Tomé
 
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 1 - E deu Dons aos Homens
Lição 1 - E deu Dons aos HomensLição 1 - E deu Dons aos Homens
Lição 1 - E deu Dons aos Homens
Éder Tomé
 
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita EsperançaLição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
Éder Tomé
 
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 13 - Uma serva de coragem
Lição 13 - Uma serva de coragemLição 13 - Uma serva de coragem
Lição 13 - Uma serva de coragem
Éder Tomé
 
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de DeusLição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
Éder Tomé
 
Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)
Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)
Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 12 - A Urgência do Discipulado
Lição 12 - A Urgência do DiscipuladoLição 12 - A Urgência do Discipulado
Lição 12 - A Urgência do Discipulado
Éder Tomé
 
Lição 11 - Deus apresenta salvação ao Cristão
Lição 11 - Deus apresenta salvação ao CristãoLição 11 - Deus apresenta salvação ao Cristão
Lição 11 - Deus apresenta salvação ao Cristão
Éder Tomé
 
Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)
Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)
Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)
Éder Tomé
 

Mais de Éder Tomé (20)

Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
 
Lição 3 - Dons de Revelação
Lição 3 - Dons de RevelaçãoLição 3 - Dons de Revelação
Lição 3 - Dons de Revelação
 
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
 
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de DeusLição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
 
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
 
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Lição 2 - O Propósito dos Dons EspirituaisLição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
 
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
 
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade
Lição 1 - Deus se revelou à humanidadeLição 1 - Deus se revelou à humanidade
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade
 
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
 
Lição 1 - E deu Dons aos Homens
Lição 1 - E deu Dons aos HomensLição 1 - E deu Dons aos Homens
Lição 1 - E deu Dons aos Homens
 
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
 
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita EsperançaLição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
 
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
 
Lição 13 - Uma serva de coragem
Lição 13 - Uma serva de coragemLição 13 - Uma serva de coragem
Lição 13 - Uma serva de coragem
 
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
 
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de DeusLição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
 
Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)
Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)
Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)
 
Lição 12 - A Urgência do Discipulado
Lição 12 - A Urgência do DiscipuladoLição 12 - A Urgência do Discipulado
Lição 12 - A Urgência do Discipulado
 
Lição 11 - Deus apresenta salvação ao Cristão
Lição 11 - Deus apresenta salvação ao CristãoLição 11 - Deus apresenta salvação ao Cristão
Lição 11 - Deus apresenta salvação ao Cristão
 
Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)
Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)
Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)
 

Último

9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
PIB Penha
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
PIB Penha
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
PIB Penha
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
CleideTeles3
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
PIB Penha
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
PIB Penha
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
PIB Penha
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
marcusviniciussabino1
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
NEDIONOSSOMUNDO
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdfmetafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
GuilhermeCerqueira17
 
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdfDiscipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
LEILANEGOUVEIA1
 

Último (14)

9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
 
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdfmetafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
 
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdfDiscipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
 

Lição 8 - A ordenança da Ceia do Senhor

  • 1. A ordenança da Ceia do Senhor
  • 2. 4º Trimestre Ano 2017 19 Novembro Doutrinas Fundamentais da Igreja de Cristo O legado da Reforma Protestante e a importância de perseverar no ensino dos apóstolos
  • 3. Lição 01 – O Deus Todo-Poderoso se revelou Lição 02 – Pecado: uma realidade humana Lição 03 – A maravilhosa e inefável graça de Deus Lição 04 – Conhecendo o arrependimento bíblico e frutífero Lição 05 – É necessário nascer de novo Lição 06 – A grande e perfeita salvação de Cristo Jesus Lição 07 – A ordenança do batismo em águas Lição 08 – A ordenança da Ceia do Senhor Lição 09 – A fé que nos une a Deus e nos torna produtivos Lição 10 – Santificação: vontade e chamado de Deus para nós Lição 11 – A importância da Bíblia como única regra de fé Lição 12 – A necessidade do batismo com o Espírito Santo Lição 13 – A atualidade dos dons espirituais Lição 14 – A bem-aventurança esperança da Igreja
  • 4. ❶ ❷ ❸ Explicar o significado da Ceia, sua origem e seu propósito; Apresentar a Ceia como uma celebração de unidade e comunhão com o Senhor; Mostrar os aspectos importantes da Ceia e revelar seu caráter profético.
  • 5. (1 Coríntios 11:26) “Porque, todas as vezes que comerdes este pão e beberdes este cálice, anunciais a morte do Senhor, até que venha”.
  • 6. A Ceia do Senhor é uma ordenança de Cristo , um memorial de Sua morte redentora e um alerta de Seu retorno
  • 7. 1 Coríntios 11:23-26 23 Porque eu recebi do Senhor o que também vos ensinei: que o Senhor Jesus, na noite em que foi traído, tomou o pão; 24 E, tendo dado graças, o partiu e disse: Tomai, comei; isto é o meu corpo que é partido por vós; fazei isto em memória de mim. 25 Semelhantemente também, depois de cear, tomou o cálice, dizendo: Este cálice é o Novo Testamento no meu sangue; fazei isto, todas as vezes que beberdes, em memória de mim. 26 Porque, todas as vezes que comerdes este pão e beberdes este cálice, anunciais a morte do Senhor, até que venha.
  • 8. Interceda por unidade entre os diferentes tipos de irmãos que representam o corpo de Cristo.
  • 9. Batismo e Ceia são ordenanças de Jesus BATISMO EM ÁGUAS aponta para nossa UNIÃO com o Senhor em Sua morte, sepultamento e ressurreição; CEIA aponta para a continuidade de nossa COMUNHÃO com o Senhor pela Nova Aliança.
  • 11. 1.2 – A primeira celebração da Ceia do Senhor 1.1 – O contexto da instituição da Ceia 1.3 – Os elementos da Ceia do Senhor
  • 12. Deus ordenou que cada família preparasse um cordeiro e que deveriam passar o sangue da vítima nas ombreiras e no umbral da porta de suas casas para conservar a vida dos primogênitos israelitas. Antes do advento da última praga sobre os egípcios. Primeira ocorrência da Páscoa na Bíblia (Êxodo 12)
  • 13. A PÁSCOA era uma das três grandes festas dos judeus, sendo as outras: Pentecostes e Tabernáculos. A Páscoa apontava para três fatos importantes na história de Israel: ❶ O fim da escravidão vivida no Egito ❷ o início de uma Nova vida ❸ O começo da caminhada rumo a Terra Prometida
  • 14. A Páscoa judaica foi instituída com a finalidade de o povo de Israel preservar na memória o tão grande livramento de Deus: a libertação do Egito A páscoa judaica obedecia a um ritual detalhado (Dt 16.1-4)
  • 15. Jesus estava celebrando a última Páscoa com seus discípulos, foi quando instituiu a Ceia “na noite em que foi traído” (1Co 11:23) com uma solenidade ainda mais sublime do que a Páscoa (Lc 22:19-21; 1Co 5:7) Última ocorrência da Páscoa na Bíblia (Lc 22:15)
  • 16. A Páscoa judaica era TIPO da perfeita obra da redenção consumada por Jesus Cristo: Jesus é nosso Cordeiro Pascal
  • 17. Diferentemente do batismo em águas que Jesus ordenou, porém não batizou (Jo 3.22; 4.1-2), o próprio Jesus instituiu e celebrou a primeira Ceia do Senhor (Mt 26.26-28; 1Co 11.23-25).
  • 18. Os judeus lembram da libertação do cativeiro egípcio Os discípulos de Jesus, o fazem “em memória” de Jesus Na Páscoa Na Ceia
  • 19. O Sangue do cordeiro de Deus : Jesus Tal como o sangue do cordeiro pascal que livrou o povo da morte, assim também o sangue de Jesus nos livra da morte espiritual e da condenação eterna. Trago no meu corpo as marcas do Senhor Jesus. Gálatas 6:17
  • 20. Os elementos da Ceia do Senhor são o PÃO e o VINHO, que SIMBOLIZAM, respectivamente, o CORPO e o SANGUE de Jesus Cristo. Assim, a participação na Ceia do Senhor é um testemunho de participação da Nova Aliança de Deus com o Seu povo (Hb 9.15).
  • 22. O apóstolo Paulo exortou a Igreja em Corinto sobre o perigo de não discernir, quando da participação na Ceia do Senhor (1Co 11.29). 2.2 – “Examine-se a si mesmo” 2.3 – Participação na Ceia 2.1 – Pão e vinho: diferentes interpretações É preciso atenção por parte dos que participam da Ceia do Senhor, pois não devemos considera-la como qualquer outra refeição.
  • 23. Após a oração, os elementos estão consagrados, não são mais coisas comuns, mas com a finalidade única de serem emblemas do corpo e do sangue de Cristo (1Co 11.29). Vinho simboliza O Sangue de Jesus Cristo Pão Simboliza O Corpo de Jesus Cristo
  • 24. Não Cremos nas interpretações Transubstanciação Consubstanciação Adotado pelo Catolicismo Romano Seguida por Martinho Lutero acreditam que o pão e o vinho tenham as suas substâncias mudadas e que se transformem, após a oração, literalmente no corpo e no sangue de Cristo ensina a presença literal do corpo e do sangue de Cristo nos elementos da Ceia. Acreditam que é possível receber o próprio Cristo ao ingerir elementos materiais.
  • 25. Antes de comer o pão e beber o cálice, é necessário um rigoroso autoexame FONTE : Trata-se de um procedimento que deve ser constante na vida do discípulo do Senhor (2Co 13.5). Não devemos confiar somente na nossa capacidade própria, mas realizar tal exame com o auxílio do Espírito Santo e tendo a Palavra de Deus como nosso parâmetro.
  • 26. O versículo em estudo pressupõe que, caso o indivíduo não se considere em condições de participar da Ceia, esta conclusão o conduzirá ao arrependimento e à correção de suas ações. FONTE :
  • 27. “Portanto, qualquer que comer este pão, ou beber o cálice do Senhor indignamente, será culpado do corpo e do sangue do Senhor.” (1Co 11:27) Num primeiro momento, sem considerar o contexto, alguém pode pensar: “Quem é digno de chegar-se à mesa do Senhor ?” Mas, Paulo não está se referindo a “pessoa”, mas a ação, ou seja, “de maneira indigna”. O que é tomar Indignamente a Ceia do Senhor ?
  • 29. Na Bíblia encontramos termos para à Ceia do Senhor, a saber: ❶“Ceia do Senhor” (1Co 11.20); ❷“mesa do Senhor” (1Co 10.21); ❸“comunhão” (1Co 10.16); ❹“partir o pão” (At 20.7) 3.2 – A Nova Aliança 3.3 – Os três tempos da Ceia do Senhor 3.1 – A comunhão destacaremos três lições para a nossa vida :
  • 30. Apóstolo Paulo relata que na Ceia do Senhor na igreja de Corínto os irmãos estavam unidos no mesmo lugar, porém não estavam unidos no mesmo espírito (1Co 11) FONTE : no lugar de unidade, comunhão e confraternização, só haviam contendas, disputas e espírito partidário. É preciso lembrar que a Ceia do Senhor é um instrumento de unificação para a Igreja (1Co 10.16-17).
  • 31. “Este cálice é o Novo Testamento no meu sangue” (1Co 11.25). FONTE : A expressão “Novo Testamento” que no grego significa “kainé diatheké”, Refere-se à aliança de Deus com o Seu povo. Esta Nova Aliança foi sancionada pelo sangue de Cristo, diferentemente da Aliança celebrada no Monte Sinai, mediante o sacrifício de animais (Êx 24.3-12).
  • 32. Encontramos na Bíblia em 1 Coríntios 11:26 três tempos na Ceia do Senhor, a saber : ❶ PASSADO “anunciais a morte do Senhor” – É digno de nota que as duas ordenanças deixadas pelo Senhor enfatizam a Sua morte: “Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado por nós” (1Co 5.7); ❷ PRESENTE “todas as vezes que comerdes e beberdes” – Lembra continuidade na observância, perseverança na comunhão e constante aviso sobre a Igreja cumprir sua missão em “anunciar a morte do Senhor”; ❸ FUTURO “até que venha” – É o aspecto futuro (escatológico) da Ceia do Senhor. É a antecipação do banquete messiânico que reunirá pessoas de todas as nações, tribos e línguas para participar das Bodas do Cordeiro (Ap 19.7-9).
  • 33. A Ceia do Senhor manifesta a dinâmica e a abrangência desta tão grande salvação em Cristo Jesus. Não há menção quanto a frequência da celebração da Ceia, mas deve ser observada até a volta de Cristo.
  • 34. Teólogo Pastor Luterano Participemos da Ceia em obediência à ordenança do Senhor, discernindo o ato, em comunhão vertical e horizontal, Anunciando o perfeito e único sacrifício de Jesus Cristo no Calvário, sendo gratos e perseverando até que Ele venha e, assim também participaremos das Bodas do Cordeiro. DEUS
  • 35. Lição 09 - A fé que nos une a Deus e nos torna produtivos