SlideShare uma empresa Scribd logo
Um Inimigo que Precisa ser Resistido
O Povo de Deus
e a Guerra Contra as
Potestades
do Mal
Batalha Espiritual
1º Trimestre
Ano 2019
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não pode
ser subestimada
Lição 2 – A Natureza dos Anjos – A Beleza do Mundo
Espiritual
Lição 3 – A Natureza dos Demônios – Agentes da
Maldade no Mundo Espiritual
Lição 4 – Possessão Demoníaca e a Autoridade do
Nome de Jesus
Lição 5 – Um Inimigo que Precisa ser Resistido
Lição 6 – Quem Domina a sua Mente
Lição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e
Atitudes
Lição 8 – Nossa Luta não é contra Carne e Sangue
Lição 9 – Conhecendo a Armadura de Deus
Lição 10 – Poder do Alto contra as Hostes da Maldade
Lição 11 – Discernimento de Espíritos – Um Dom
imprescíndivel
Lição 12 – Vivendo em Constante Vigilância
Lição 13 – Orando sem Cessar
1 - Falar a respeito dos
destinatários, conteúdo e tema da
epístola;
2 - Refletir a respeito dos deleites
da vida;
3 - Conscientizar que devemos
resistir o Inimigo.
Objetivo Geral
Estabelecer a perspectiva bíblica
de resistência ao Diabo.
1- Donde vêm as guerras e pelejas entre vós? Porventura,
não vêm disto, a saber, dos vossos deleites, que nos
vossos membros guerreiam?
2- Cobiçais e nada tendes; sois invejosos e cobiçosos e não
podeis alcançar; combateis e guerreais e nada tendes,
porque não pedis.
3- Pedis e não recebeis, porque pedis mal, para o
gastardes em vossos deleites.
4- Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do
mundo é inimizade contra Deus? Portanto, qualquer que
quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus.
Tiago 4:1-10
5- Ou cuidais vós que em vão diz a Escritura: O Espírito
que em nós habita tem ciúmes?
6- Antes, dá maior graça. Portanto, diz: Deus resiste aos
soberbos, dá, porém, graça aos humildes.
7- Sujeitai-vos, pois, a Deus; resisti ao diabo, e ele fugirá
de vós.
8- Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós. Limpai as
mãos, pecadores; e, vós de duplo ânimo, purificai o
coração.
9- Senti as vossas misérias, e lamentai, e chorai; converta-
se o vosso riso em pranto, e o vosso gozo, em tristeza.
10- Humilhai-vos perante o Senhor, e ele vos exaltará.
Tiago 4:1-10
"Sujeitai-vos, pois, a
Deus; resisti ao diabo,
e ele fugirá de vós."
(Tiago 4:7)
O Senhor Jesus provou
na tentação do deserto
que o Diabo não é
invencível.
O Diabo não é invencível.
A Epístola de Tiago é um chamado à Santidade.
Tiago mostra que resistir ao Diabo
já era um bom começo.
Esta Lição esclarece
por que devemos
resistir às paixões e
mostra que a
amizade com o
mundo é inimizade
contra Deus.
Autor Tiago (Ano 45 d.C)
Propósito ❶Encorajar crentes judeus que enfrentavam
várias provações por causa da fé;
❷ corrigir crenças ou ensinos errôneos acerca
da natureza da fé salvífica;
❸ instruir os leitores a fim de viverem um
cristianismo prático de retidão e boas obras.
Principais
características
❶Mais da metade dos versículos têm caráter
imperativo;
❷É um livro de princípios para a vida
semelhante ao mesmo propósito dos
Provérbios do AT;
❸Mais do que qualquer outro texto do NT a
epístola de Tiago destaca o devido
relacionamento entre a fé e as obras.
1 – Destinatários.
Todos Crentes em todos Lugares
Cristãos Judeus Dispersos
“Tiago, servo de Deus e
do Senhor Jesus Cristo,
às doze tribos dispersas
entre as nações:
Saudações. “ Tiago 1:1
1 – Destinatários.
A Epístola de Tiago é um livro prático,
importantíssimo para a conduta do cristão.
A Epístola de
Tiago é um livro
muito próximo
do Sermão do
Monte proferido
por Jesus em
Mateus 5 a 7.
2 – Conteúdo.
O conteúdo da epístola parece confirmar essa
antiguidade, isso pelos aspectos cristológicos
praticamente ausentes.
O nome de Jesus
só aparece duas
vezes nos seus
cinco capítulos
(Tg 1.1; 2.1).
2 – Conteúdo.
Há pouco ensino doutrinário, pois a assembleia dos
discípulos era ainda tida como sinagoga:
"Porque, se entrar
na sinagoga
de vocês um
homem"
(Tg 2.2).
Isso mostra que esta Epístola vem de uma época
em que os discípulos eram chamados de
"o movimento de Jesus".
3 – Tema.
Ao separar a fé das obras, a epístola enfatiza o
cristianismo prático e nos dá munição para resistir
ao Inimigo e ao pecado.
3 – Tema.
Em Tiago 3, o tema é sobre a "amarga inveja em
sentimento faccioso em vosso coração" (Tg 3.14),
próprio de uma
sabedoria "terrena,
animal e diabólica"
(Tg 3.15)
Este problema na vida daqueles primeiros cristãos,
vem atravessando séculos, hoje não é diferente.
A Natureza Humana permanece a mesma.
3 – Tema.
O ensino da Epístola de Tiago está tratando do
caráter cristão que precisa ser afinado com o
sentimento de Cristo.
A carta de Tiago foi
dirigida aos primeiros
cristãos dispersos no
império romano e
enfatiza um
cristianismo
eminentemente
prático.
1 – Guerra e Pelejas
Donde vêm as guerras e pelejas entre vós? (Tg 4.1)
Havia uma disputa entre os crentes por causa dos
deleites, ou seja, os maus desejos interiores (Tg 4.2).
Discussões
Acirradas
ISSO É
MUITO GRAVE
2 – Os Deleites.
O termo "deleites” no grego é hedoné que aparece cinco
vezes no Novo Testamento e descreve prazeres ilícitos.
3 – Cobiçosos e Invejosos.
“Vocês cobiçam e nada têm; matam
e sentem inveja“ (Tiago 4.2)
(Mateus 5.21,22; 1 João 3.15).
Aqui diz respeito ao
ódio, que é como
homicídio aos Olhos
de Deus.
3 – Cobiçosos e Invejosos.
A cobiça é o desejo excessivo de possuir o que
pertence ao outro.
3 – Cobiçosos e Invejosos.
Inveja é um sentimento de tristeza e pesar pela
alegria, felicidade e sucesso de outra pessoa.
3 – Cobiçosos e Invejosos.
O cristão deve se contentar com o que tem
(Lc 3.14; Fp 4.12; Hb 13.5).
3 – Cobiçosos e Invejosos.
Não é pecado desejar e buscar, de maneira lícita,
tudo o que é útil à vida...
Esse ensino não é
uma apologia
à pobreza e à
miséria...
Lição 5 – Um inimigo que Precisa ser Resistido
As guerras e as
pelejas, conforme
semanticamente
expostas, são
consequências dos
desejos por deleites
da vida. A cobiça, a
inveja e o adultério
são frutos disso.
1 – Tiago apresenta a receita para Resistir ao Inimigo.
Na verdade, o cristianismo é a única religião do
planeta que tem o Espírito Santo (Jo 14.16,17).
1 – Tiago apresenta a receita para Resistir ao Inimigo.
Tiago mostra que o Espírito Santo está em nós,
esta vantagem nos permite viver uma
Vida santa e resistir ao Inimigo.
Ou cuidais vós que em
vão diz a Escritura:
O Espírito que em nós
habita tem ciúmes ?
Tiago 4.5
2 – A Submissão a Deus.
Essa submissão e humildade a Deus é descrita de
várias maneiras, como "resistir ao diabo" (Tiago 4.7)
e ter duplo ânimo (Tiago 4.8).
DEUS
O duplo ânimo diz respeito aos
crentes indecisos e divididos
em suas decisões entre Deus e
o mundo (Tg 1.8).
3 – Os Lamentos e os Resultados.
Tiago 4.9-10, exorta que nossas misérias, lamentos,
choros, angústia resultará em bênçãos entre elas :
O Diabo fugirá de nós
O Senhor nos "exaltará"
Para resistirmos
o Inimigo,
precisamos
submeter-nos a
Deus.
Tiago relaciona uma série de exortações que, se
praticadas em conjunto, resultarão na completa
resistência ao Inimigo de nossa alma.
Devemos resistir ao Diabo, purificar as mãos e
Limpar o coração.
Sujeitemos-nos
à vontade de
Deus e
cheguemos-nos
a Ele.
O que mostra a palavra "sinagoga" em Tiago 2.2 ?
O emprego da palavra "sinagoga" como alternativa
mostra que Tiago vem de uma época em que os
discípulos eram chamados de
"o movimento de Jesus".
A que se refere a expressão "guerras e pelejas“ ?
A expressão "guerras e pelejas" se refere às
discussões acirradas sobre "o meu e o teu".
O que só o cristianismo tem e que fez dele a única
religião do planeta com tal característica?
Na verdade, o cristianismo é a única religião do
planeta que tem o Espírito Santo (Jo 14.16,17).
O que significa a expressão "duplo ânimo" (Tg 4.8)?
DEUS
O duplo ânimo diz
respeito aos crentes
indecisos e divididos em
suas decisões entre Deus
e o mundo (Tg 1.8).
Quais as bênçãos resultantes das
exortações de Tiago?
Essas exortações resultam em bênçãos, entre elas :
O Diabo fugirá de nós
O Senhor nos "exaltará"
Lição 6 – Quem Domina a sua Mente
Lição 5 – Um inimigo que Precisa ser Resistido
Deus Abençoe !

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Os três campos de batalha parte 1 - NA MENTE
Os três campos de batalha   parte 1 - NA MENTEOs três campos de batalha   parte 1 - NA MENTE
Os três campos de batalha parte 1 - NA MENTE
Escola Bíblica Sem Fronteiras
 
Lição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e Atitudes
Lição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e AtitudesLição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e Atitudes
Lição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e Atitudes
Éder Tomé
 
Lição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novoLição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novo
Éder Tomé
 
Lição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de CristoLição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Éder Tomé
 
Armadura Celestial no Tempo do Fim
Armadura Celestial no Tempo do FimArmadura Celestial no Tempo do Fim
Armadura Celestial no Tempo do Fim
Anderson Damasceno
 
Doutrina do Pecado
Doutrina do Pecado Doutrina do Pecado
Doutrina do Pecado
Geversom Sousa
 
Lição 10 - Permaneçam Firmes na Palavra da Verdade
Lição 10 - Permaneçam Firmes na Palavra da VerdadeLição 10 - Permaneçam Firmes na Palavra da Verdade
Lição 10 - Permaneçam Firmes na Palavra da Verdade
Éder Tomé
 
Lição 13 - A atualidade dos dons espirituaisl
Lição 13 - A atualidade dos dons espirituaislLição 13 - A atualidade dos dons espirituaisl
Lição 13 - A atualidade dos dons espirituaisl
Éder Tomé
 
Uma vida cristã equilibrada
Uma vida cristã equilibradaUma vida cristã equilibrada
Uma vida cristã equilibrada
Moisés Sampaio
 
Soteriologia - Doutrina da Salvação
Soteriologia - Doutrina da SalvaçãoSoteriologia - Doutrina da Salvação
Soteriologia - Doutrina da Salvação
RODRIGO FERREIRA
 
Princípios para uma Vida de Santidade
Princípios para uma Vida de SantidadePrincípios para uma Vida de Santidade
Princípios para uma Vida de Santidade
IBMemorialJC
 
Os três campos de batalha parte 1 - a mente
Os três campos de batalha   parte 1 - a menteOs três campos de batalha   parte 1 - a mente
Os três campos de batalha parte 1 - a mente
Escola Bíblica Sem Fronteiras
 
hamartiologia - Doutrina do pecado.
hamartiologia - Doutrina do pecado.hamartiologia - Doutrina do pecado.
hamartiologia - Doutrina do pecado.
RODRIGO FERREIRA
 
Vencendo as obras da carne - Pecados emocionais
Vencendo as obras da carne - Pecados emocionaisVencendo as obras da carne - Pecados emocionais
Vencendo as obras da carne - Pecados emocionais
Michel Plattiny
 
A armadura de_deus_completa
A armadura de_deus_completaA armadura de_deus_completa
A armadura de_deus_completa
Anderson Silvério
 
38. O Profeta Jonas
38. O Profeta Jonas38. O Profeta Jonas
Lição 11 – Discernimento de Espíritos – Um Dom imprescindível
Lição 11 – Discernimento de Espíritos – Um Dom imprescindívelLição 11 – Discernimento de Espíritos – Um Dom imprescindível
Lição 11 – Discernimento de Espíritos – Um Dom imprescindível
Éder Tomé
 
Batalha espiritual
Batalha espiritualBatalha espiritual
Batalha espiritual
Carlos Cirleno Neves
 
Estudo biblico 22
Estudo biblico 22Estudo biblico 22
Estudo biblico 22
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
estudo biblico
estudo biblicoestudo biblico
estudo biblico
valmarques
 

Mais procurados (20)

Os três campos de batalha parte 1 - NA MENTE
Os três campos de batalha   parte 1 - NA MENTEOs três campos de batalha   parte 1 - NA MENTE
Os três campos de batalha parte 1 - NA MENTE
 
Lição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e Atitudes
Lição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e AtitudesLição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e Atitudes
Lição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e Atitudes
 
Lição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novoLição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novo
 
Lição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de CristoLição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
 
Armadura Celestial no Tempo do Fim
Armadura Celestial no Tempo do FimArmadura Celestial no Tempo do Fim
Armadura Celestial no Tempo do Fim
 
Doutrina do Pecado
Doutrina do Pecado Doutrina do Pecado
Doutrina do Pecado
 
Lição 10 - Permaneçam Firmes na Palavra da Verdade
Lição 10 - Permaneçam Firmes na Palavra da VerdadeLição 10 - Permaneçam Firmes na Palavra da Verdade
Lição 10 - Permaneçam Firmes na Palavra da Verdade
 
Lição 13 - A atualidade dos dons espirituaisl
Lição 13 - A atualidade dos dons espirituaislLição 13 - A atualidade dos dons espirituaisl
Lição 13 - A atualidade dos dons espirituaisl
 
Uma vida cristã equilibrada
Uma vida cristã equilibradaUma vida cristã equilibrada
Uma vida cristã equilibrada
 
Soteriologia - Doutrina da Salvação
Soteriologia - Doutrina da SalvaçãoSoteriologia - Doutrina da Salvação
Soteriologia - Doutrina da Salvação
 
Princípios para uma Vida de Santidade
Princípios para uma Vida de SantidadePrincípios para uma Vida de Santidade
Princípios para uma Vida de Santidade
 
Os três campos de batalha parte 1 - a mente
Os três campos de batalha   parte 1 - a menteOs três campos de batalha   parte 1 - a mente
Os três campos de batalha parte 1 - a mente
 
hamartiologia - Doutrina do pecado.
hamartiologia - Doutrina do pecado.hamartiologia - Doutrina do pecado.
hamartiologia - Doutrina do pecado.
 
Vencendo as obras da carne - Pecados emocionais
Vencendo as obras da carne - Pecados emocionaisVencendo as obras da carne - Pecados emocionais
Vencendo as obras da carne - Pecados emocionais
 
A armadura de_deus_completa
A armadura de_deus_completaA armadura de_deus_completa
A armadura de_deus_completa
 
38. O Profeta Jonas
38. O Profeta Jonas38. O Profeta Jonas
38. O Profeta Jonas
 
Lição 11 – Discernimento de Espíritos – Um Dom imprescindível
Lição 11 – Discernimento de Espíritos – Um Dom imprescindívelLição 11 – Discernimento de Espíritos – Um Dom imprescindível
Lição 11 – Discernimento de Espíritos – Um Dom imprescindível
 
Batalha espiritual
Batalha espiritualBatalha espiritual
Batalha espiritual
 
Estudo biblico 22
Estudo biblico 22Estudo biblico 22
Estudo biblico 22
 
estudo biblico
estudo biblicoestudo biblico
estudo biblico
 

Semelhante a Lição 5 – Um inimigo que Precisa ser Resistido

Licao 5 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptx
Licao 5 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptxLicao 5 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptx
Licao 5 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptx
AndreLuizMontanheiro
 
Lição 5 - Um Inimigo que Precisa ser Resistido
Lição 5 - Um Inimigo que Precisa ser Resistido Lição 5 - Um Inimigo que Precisa ser Resistido
Lição 5 - Um Inimigo que Precisa ser Resistido
Hamilton Souza
 
Aula 5: Um inimigo que precisa ser resistido
Aula 5: Um inimigo que precisa ser resistidoAula 5: Um inimigo que precisa ser resistido
Aula 5: Um inimigo que precisa ser resistido
Marina de Morais
 
Um inimigo precisa ser resistido
Um inimigo precisa ser resistidoUm inimigo precisa ser resistido
LIÇÃO 10 - O PERIGO DA BUSCA PELA AUTOREALIZAÇÃO HUMANA
LIÇÃO 10 - O PERIGO DA BUSCA PELA AUTOREALIZAÇÃO HUMANALIÇÃO 10 - O PERIGO DA BUSCA PELA AUTOREALIZAÇÃO HUMANA
LIÇÃO 10 - O PERIGO DA BUSCA PELA AUTOREALIZAÇÃO HUMANA
Lourinaldo Serafim
 
Desenvolvendo uma fé que funciona
Desenvolvendo uma fé que funcionaDesenvolvendo uma fé que funciona
Desenvolvendo uma fé que funciona
Lenilson Silva
 
Lição 10 – o perigo da busca pela autorrealização humana
Lição 10 – o perigo da busca pela autorrealização humanaLição 10 – o perigo da busca pela autorrealização humana
Lição 10 – o perigo da busca pela autorrealização humana
Ismael Isidio
 
Um inimigo que precisa ser resistido
Um inimigo que precisa ser resistidoUm inimigo que precisa ser resistido
Um inimigo que precisa ser resistido
Vilma Longuini
 
Aula 5 um inimigo que precisa ser resistido - apr.modelo02
Aula 5  um inimigo que precisa ser resistido - apr.modelo02Aula 5  um inimigo que precisa ser resistido - apr.modelo02
Aula 5 um inimigo que precisa ser resistido - apr.modelo02
Marina de Morais
 
Lição 09
Lição 09Lição 09
Vencendo pecado
Vencendo pecadoVencendo pecado
Dez ideais de Deus para os seus filhos
Dez ideais de Deus para os seus filhosDez ideais de Deus para os seus filhos
Dez ideais de Deus para os seus filhos
JUERP
 
O PERIGO DA BUSCA PELA AUTORREALIZAÇÃO HUMANA
O PERIGO DA BUSCA PELA AUTORREALIZAÇÃO HUMANAO PERIGO DA BUSCA PELA AUTORREALIZAÇÃO HUMANA
O PERIGO DA BUSCA PELA AUTORREALIZAÇÃO HUMANA
Sandra Dias
 
O perigo da busca pela autorrealização humana - Lição 10 - 3°Tri.2014
O perigo da busca pela autorrealização humana - Lição 10 - 3°Tri.2014O perigo da busca pela autorrealização humana - Lição 10 - 3°Tri.2014
O perigo da busca pela autorrealização humana - Lição 10 - 3°Tri.2014
Pr. Andre Luiz
 
Lição 10 Vencendo as Tentações
Lição 10   Vencendo as TentaçõesLição 10   Vencendo as Tentações
Lição 10 Vencendo as Tentações
Wander Sousa
 
Lição 3 - Vencendo os Mecanismos de Defesa da Velha Natureza
Lição 3 - Vencendo os Mecanismos de Defesa da Velha NaturezaLição 3 - Vencendo os Mecanismos de Defesa da Velha Natureza
Lição 3 - Vencendo os Mecanismos de Defesa da Velha Natureza
Éder Tomé
 
A Epistola de Tiago
A Epistola de TiagoA Epistola de Tiago
A Epistola de Tiago
UEPB
 
Lição 13 – a atualidade dos últimos conselhos de tiago subsídios
Lição 13 – a atualidade dos últimos conselhos de tiago   subsídiosLição 13 – a atualidade dos últimos conselhos de tiago   subsídios
Lição 13 – a atualidade dos últimos conselhos de tiago subsídios
Luis Carlos Oliveira
 
Como controlar a Língua e resistir ao diabo
Como controlar a Língua e resistir ao diaboComo controlar a Língua e resistir ao diabo
Como controlar a Língua e resistir ao diabo
ManoelMoreira19
 
2022 1º Trimestre Adulto Lição 07.pptx
2022 1º Trimestre Adulto Lição 07.pptx2022 1º Trimestre Adulto Lição 07.pptx
2022 1º Trimestre Adulto Lição 07.pptx
Joel Silva
 

Semelhante a Lição 5 – Um inimigo que Precisa ser Resistido (20)

Licao 5 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptx
Licao 5 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptxLicao 5 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptx
Licao 5 - 1T - 2019 - CPAD 16x9.pptx
 
Lição 5 - Um Inimigo que Precisa ser Resistido
Lição 5 - Um Inimigo que Precisa ser Resistido Lição 5 - Um Inimigo que Precisa ser Resistido
Lição 5 - Um Inimigo que Precisa ser Resistido
 
Aula 5: Um inimigo que precisa ser resistido
Aula 5: Um inimigo que precisa ser resistidoAula 5: Um inimigo que precisa ser resistido
Aula 5: Um inimigo que precisa ser resistido
 
Um inimigo precisa ser resistido
Um inimigo precisa ser resistidoUm inimigo precisa ser resistido
Um inimigo precisa ser resistido
 
LIÇÃO 10 - O PERIGO DA BUSCA PELA AUTOREALIZAÇÃO HUMANA
LIÇÃO 10 - O PERIGO DA BUSCA PELA AUTOREALIZAÇÃO HUMANALIÇÃO 10 - O PERIGO DA BUSCA PELA AUTOREALIZAÇÃO HUMANA
LIÇÃO 10 - O PERIGO DA BUSCA PELA AUTOREALIZAÇÃO HUMANA
 
Desenvolvendo uma fé que funciona
Desenvolvendo uma fé que funcionaDesenvolvendo uma fé que funciona
Desenvolvendo uma fé que funciona
 
Lição 10 – o perigo da busca pela autorrealização humana
Lição 10 – o perigo da busca pela autorrealização humanaLição 10 – o perigo da busca pela autorrealização humana
Lição 10 – o perigo da busca pela autorrealização humana
 
Um inimigo que precisa ser resistido
Um inimigo que precisa ser resistidoUm inimigo que precisa ser resistido
Um inimigo que precisa ser resistido
 
Aula 5 um inimigo que precisa ser resistido - apr.modelo02
Aula 5  um inimigo que precisa ser resistido - apr.modelo02Aula 5  um inimigo que precisa ser resistido - apr.modelo02
Aula 5 um inimigo que precisa ser resistido - apr.modelo02
 
Lição 09
Lição 09Lição 09
Lição 09
 
Vencendo pecado
Vencendo pecadoVencendo pecado
Vencendo pecado
 
Dez ideais de Deus para os seus filhos
Dez ideais de Deus para os seus filhosDez ideais de Deus para os seus filhos
Dez ideais de Deus para os seus filhos
 
O PERIGO DA BUSCA PELA AUTORREALIZAÇÃO HUMANA
O PERIGO DA BUSCA PELA AUTORREALIZAÇÃO HUMANAO PERIGO DA BUSCA PELA AUTORREALIZAÇÃO HUMANA
O PERIGO DA BUSCA PELA AUTORREALIZAÇÃO HUMANA
 
O perigo da busca pela autorrealização humana - Lição 10 - 3°Tri.2014
O perigo da busca pela autorrealização humana - Lição 10 - 3°Tri.2014O perigo da busca pela autorrealização humana - Lição 10 - 3°Tri.2014
O perigo da busca pela autorrealização humana - Lição 10 - 3°Tri.2014
 
Lição 10 Vencendo as Tentações
Lição 10   Vencendo as TentaçõesLição 10   Vencendo as Tentações
Lição 10 Vencendo as Tentações
 
Lição 3 - Vencendo os Mecanismos de Defesa da Velha Natureza
Lição 3 - Vencendo os Mecanismos de Defesa da Velha NaturezaLição 3 - Vencendo os Mecanismos de Defesa da Velha Natureza
Lição 3 - Vencendo os Mecanismos de Defesa da Velha Natureza
 
A Epistola de Tiago
A Epistola de TiagoA Epistola de Tiago
A Epistola de Tiago
 
Lição 13 – a atualidade dos últimos conselhos de tiago subsídios
Lição 13 – a atualidade dos últimos conselhos de tiago   subsídiosLição 13 – a atualidade dos últimos conselhos de tiago   subsídios
Lição 13 – a atualidade dos últimos conselhos de tiago subsídios
 
Como controlar a Língua e resistir ao diabo
Como controlar a Língua e resistir ao diaboComo controlar a Língua e resistir ao diabo
Como controlar a Língua e resistir ao diabo
 
2022 1º Trimestre Adulto Lição 07.pptx
2022 1º Trimestre Adulto Lição 07.pptx2022 1º Trimestre Adulto Lição 07.pptx
2022 1º Trimestre Adulto Lição 07.pptx
 

Mais de Éder Tomé

Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 3 - Dons de Revelação
Lição 3 - Dons de RevelaçãoLição 3 - Dons de Revelação
Lição 3 - Dons de Revelação
Éder Tomé
 
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de DeusLição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Éder Tomé
 
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Lição 2 - O Propósito dos Dons EspirituaisLição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Éder Tomé
 
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade
Lição 1 - Deus se revelou à humanidadeLição 1 - Deus se revelou à humanidade
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade
Éder Tomé
 
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 1 - E deu Dons aos Homens
Lição 1 - E deu Dons aos HomensLição 1 - E deu Dons aos Homens
Lição 1 - E deu Dons aos Homens
Éder Tomé
 
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita EsperançaLição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
Éder Tomé
 
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 13 - Uma serva de coragem
Lição 13 - Uma serva de coragemLição 13 - Uma serva de coragem
Lição 13 - Uma serva de coragem
Éder Tomé
 
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de DeusLição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
Éder Tomé
 
Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)
Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)
Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 12 - A Urgência do Discipulado
Lição 12 - A Urgência do DiscipuladoLição 12 - A Urgência do Discipulado
Lição 12 - A Urgência do Discipulado
Éder Tomé
 
Lição 11 - Deus apresenta salvação ao Cristão
Lição 11 - Deus apresenta salvação ao CristãoLição 11 - Deus apresenta salvação ao Cristão
Lição 11 - Deus apresenta salvação ao Cristão
Éder Tomé
 
Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)
Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)
Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)
Éder Tomé
 

Mais de Éder Tomé (20)

Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
Lição 3 - Dons de Revelação (windscreen)
 
Lição 3 - Dons de Revelação
Lição 3 - Dons de RevelaçãoLição 3 - Dons de Revelação
Lição 3 - Dons de Revelação
 
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus (Windscreen)
 
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de DeusLição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
Lição 2 - Conhecendo os Atributos de Deus
 
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
 
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Lição 2 - O Propósito dos Dons EspirituaisLição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
 
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade (windscreen)
 
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade
Lição 1 - Deus se revelou à humanidadeLição 1 - Deus se revelou à humanidade
Lição 1 - Deus se revelou à humanidade
 
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
 
Lição 1 - E deu Dons aos Homens
Lição 1 - E deu Dons aos HomensLição 1 - E deu Dons aos Homens
Lição 1 - E deu Dons aos Homens
 
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança (windscreen)
 
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita EsperançaLição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
Lição 13 - Voltados os Olhos para a Bendita Esperança
 
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
Lição 13 - Uma serva de coragem (windscreen)
 
Lição 13 - Uma serva de coragem
Lição 13 - Uma serva de coragemLição 13 - Uma serva de coragem
Lição 13 - Uma serva de coragem
 
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus (windscreen)
 
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de DeusLição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
Lição 12 - Testemunhando a grandeza de Deus
 
Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)
Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)
Lição 12 - A Urgência do Discipulado (windscreen)
 
Lição 12 - A Urgência do Discipulado
Lição 12 - A Urgência do DiscipuladoLição 12 - A Urgência do Discipulado
Lição 12 - A Urgência do Discipulado
 
Lição 11 - Deus apresenta salvação ao Cristão
Lição 11 - Deus apresenta salvação ao CristãoLição 11 - Deus apresenta salvação ao Cristão
Lição 11 - Deus apresenta salvação ao Cristão
 
Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)
Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)
Lição 11 - Compromissados com a Evangelização (windscreen)
 

Último

Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
nadeclarice
 
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
DavidBertelli3
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
Marta Gomes
 
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf radedgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
carla983678
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
AlailzaSoares1
 
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.pptEncontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
SanturioTacararu
 
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptxApresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
AlexandreCarvalho858758
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Ricardo Azevedo
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
Rogério Augusto Ayres de Araujo
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
AntonioMugiba
 
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
Nilson Almeida
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 

Último (14)

Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
 
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
 
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
1.3 - Criação. Considerações e concordâncias bíblicas no tocante à criação.
 
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf radedgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
edgard-armond-passes-e-radiacoes.pdf rad
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
 
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.pptEncontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
 
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptxApresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
 
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 

Lição 5 – Um inimigo que Precisa ser Resistido

  • 1. Um Inimigo que Precisa ser Resistido
  • 2. O Povo de Deus e a Guerra Contra as Potestades do Mal Batalha Espiritual 1º Trimestre Ano 2019
  • 3. Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não pode ser subestimada Lição 2 – A Natureza dos Anjos – A Beleza do Mundo Espiritual Lição 3 – A Natureza dos Demônios – Agentes da Maldade no Mundo Espiritual Lição 4 – Possessão Demoníaca e a Autoridade do Nome de Jesus Lição 5 – Um Inimigo que Precisa ser Resistido Lição 6 – Quem Domina a sua Mente Lição 7 – Tentação – A Batalha por nossas Escolhas e Atitudes Lição 8 – Nossa Luta não é contra Carne e Sangue Lição 9 – Conhecendo a Armadura de Deus Lição 10 – Poder do Alto contra as Hostes da Maldade Lição 11 – Discernimento de Espíritos – Um Dom imprescíndivel Lição 12 – Vivendo em Constante Vigilância Lição 13 – Orando sem Cessar
  • 4. 1 - Falar a respeito dos destinatários, conteúdo e tema da epístola; 2 - Refletir a respeito dos deleites da vida; 3 - Conscientizar que devemos resistir o Inimigo. Objetivo Geral Estabelecer a perspectiva bíblica de resistência ao Diabo.
  • 5. 1- Donde vêm as guerras e pelejas entre vós? Porventura, não vêm disto, a saber, dos vossos deleites, que nos vossos membros guerreiam? 2- Cobiçais e nada tendes; sois invejosos e cobiçosos e não podeis alcançar; combateis e guerreais e nada tendes, porque não pedis. 3- Pedis e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes em vossos deleites. 4- Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus. Tiago 4:1-10
  • 6. 5- Ou cuidais vós que em vão diz a Escritura: O Espírito que em nós habita tem ciúmes? 6- Antes, dá maior graça. Portanto, diz: Deus resiste aos soberbos, dá, porém, graça aos humildes. 7- Sujeitai-vos, pois, a Deus; resisti ao diabo, e ele fugirá de vós. 8- Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós. Limpai as mãos, pecadores; e, vós de duplo ânimo, purificai o coração. 9- Senti as vossas misérias, e lamentai, e chorai; converta- se o vosso riso em pranto, e o vosso gozo, em tristeza. 10- Humilhai-vos perante o Senhor, e ele vos exaltará. Tiago 4:1-10
  • 7. "Sujeitai-vos, pois, a Deus; resisti ao diabo, e ele fugirá de vós." (Tiago 4:7)
  • 8. O Senhor Jesus provou na tentação do deserto que o Diabo não é invencível.
  • 9. O Diabo não é invencível.
  • 10. A Epístola de Tiago é um chamado à Santidade. Tiago mostra que resistir ao Diabo já era um bom começo. Esta Lição esclarece por que devemos resistir às paixões e mostra que a amizade com o mundo é inimizade contra Deus.
  • 11. Autor Tiago (Ano 45 d.C) Propósito ❶Encorajar crentes judeus que enfrentavam várias provações por causa da fé; ❷ corrigir crenças ou ensinos errôneos acerca da natureza da fé salvífica; ❸ instruir os leitores a fim de viverem um cristianismo prático de retidão e boas obras. Principais características ❶Mais da metade dos versículos têm caráter imperativo; ❷É um livro de princípios para a vida semelhante ao mesmo propósito dos Provérbios do AT; ❸Mais do que qualquer outro texto do NT a epístola de Tiago destaca o devido relacionamento entre a fé e as obras.
  • 12. 1 – Destinatários. Todos Crentes em todos Lugares Cristãos Judeus Dispersos “Tiago, servo de Deus e do Senhor Jesus Cristo, às doze tribos dispersas entre as nações: Saudações. “ Tiago 1:1
  • 13. 1 – Destinatários. A Epístola de Tiago é um livro prático, importantíssimo para a conduta do cristão. A Epístola de Tiago é um livro muito próximo do Sermão do Monte proferido por Jesus em Mateus 5 a 7.
  • 14. 2 – Conteúdo. O conteúdo da epístola parece confirmar essa antiguidade, isso pelos aspectos cristológicos praticamente ausentes. O nome de Jesus só aparece duas vezes nos seus cinco capítulos (Tg 1.1; 2.1).
  • 15. 2 – Conteúdo. Há pouco ensino doutrinário, pois a assembleia dos discípulos era ainda tida como sinagoga: "Porque, se entrar na sinagoga de vocês um homem" (Tg 2.2). Isso mostra que esta Epístola vem de uma época em que os discípulos eram chamados de "o movimento de Jesus".
  • 16. 3 – Tema. Ao separar a fé das obras, a epístola enfatiza o cristianismo prático e nos dá munição para resistir ao Inimigo e ao pecado.
  • 17. 3 – Tema. Em Tiago 3, o tema é sobre a "amarga inveja em sentimento faccioso em vosso coração" (Tg 3.14), próprio de uma sabedoria "terrena, animal e diabólica" (Tg 3.15) Este problema na vida daqueles primeiros cristãos, vem atravessando séculos, hoje não é diferente. A Natureza Humana permanece a mesma.
  • 18. 3 – Tema. O ensino da Epístola de Tiago está tratando do caráter cristão que precisa ser afinado com o sentimento de Cristo.
  • 19. A carta de Tiago foi dirigida aos primeiros cristãos dispersos no império romano e enfatiza um cristianismo eminentemente prático.
  • 20. 1 – Guerra e Pelejas Donde vêm as guerras e pelejas entre vós? (Tg 4.1) Havia uma disputa entre os crentes por causa dos deleites, ou seja, os maus desejos interiores (Tg 4.2). Discussões Acirradas ISSO É MUITO GRAVE
  • 21. 2 – Os Deleites. O termo "deleites” no grego é hedoné que aparece cinco vezes no Novo Testamento e descreve prazeres ilícitos.
  • 22. 3 – Cobiçosos e Invejosos. “Vocês cobiçam e nada têm; matam e sentem inveja“ (Tiago 4.2) (Mateus 5.21,22; 1 João 3.15). Aqui diz respeito ao ódio, que é como homicídio aos Olhos de Deus.
  • 23. 3 – Cobiçosos e Invejosos. A cobiça é o desejo excessivo de possuir o que pertence ao outro.
  • 24. 3 – Cobiçosos e Invejosos. Inveja é um sentimento de tristeza e pesar pela alegria, felicidade e sucesso de outra pessoa.
  • 25. 3 – Cobiçosos e Invejosos. O cristão deve se contentar com o que tem (Lc 3.14; Fp 4.12; Hb 13.5).
  • 26. 3 – Cobiçosos e Invejosos. Não é pecado desejar e buscar, de maneira lícita, tudo o que é útil à vida... Esse ensino não é uma apologia à pobreza e à miséria...
  • 28. As guerras e as pelejas, conforme semanticamente expostas, são consequências dos desejos por deleites da vida. A cobiça, a inveja e o adultério são frutos disso.
  • 29. 1 – Tiago apresenta a receita para Resistir ao Inimigo. Na verdade, o cristianismo é a única religião do planeta que tem o Espírito Santo (Jo 14.16,17).
  • 30. 1 – Tiago apresenta a receita para Resistir ao Inimigo. Tiago mostra que o Espírito Santo está em nós, esta vantagem nos permite viver uma Vida santa e resistir ao Inimigo. Ou cuidais vós que em vão diz a Escritura: O Espírito que em nós habita tem ciúmes ? Tiago 4.5
  • 31. 2 – A Submissão a Deus. Essa submissão e humildade a Deus é descrita de várias maneiras, como "resistir ao diabo" (Tiago 4.7) e ter duplo ânimo (Tiago 4.8). DEUS O duplo ânimo diz respeito aos crentes indecisos e divididos em suas decisões entre Deus e o mundo (Tg 1.8).
  • 32. 3 – Os Lamentos e os Resultados. Tiago 4.9-10, exorta que nossas misérias, lamentos, choros, angústia resultará em bênçãos entre elas : O Diabo fugirá de nós O Senhor nos "exaltará"
  • 34. Tiago relaciona uma série de exortações que, se praticadas em conjunto, resultarão na completa resistência ao Inimigo de nossa alma. Devemos resistir ao Diabo, purificar as mãos e Limpar o coração. Sujeitemos-nos à vontade de Deus e cheguemos-nos a Ele.
  • 35. O que mostra a palavra "sinagoga" em Tiago 2.2 ? O emprego da palavra "sinagoga" como alternativa mostra que Tiago vem de uma época em que os discípulos eram chamados de "o movimento de Jesus".
  • 36. A que se refere a expressão "guerras e pelejas“ ? A expressão "guerras e pelejas" se refere às discussões acirradas sobre "o meu e o teu".
  • 37. O que só o cristianismo tem e que fez dele a única religião do planeta com tal característica? Na verdade, o cristianismo é a única religião do planeta que tem o Espírito Santo (Jo 14.16,17).
  • 38. O que significa a expressão "duplo ânimo" (Tg 4.8)? DEUS O duplo ânimo diz respeito aos crentes indecisos e divididos em suas decisões entre Deus e o mundo (Tg 1.8).
  • 39. Quais as bênçãos resultantes das exortações de Tiago? Essas exortações resultam em bênçãos, entre elas : O Diabo fugirá de nós O Senhor nos "exaltará"
  • 40. Lição 6 – Quem Domina a sua Mente