SlideShare uma empresa Scribd logo
Lenda
Japonesa
Era uma vez um grande samurai que
vivia perto de Tóquio.
Mesmo idoso, se dedicava a ensinar a
arte zen aos jovens.
Apesar de sua idade, corria a lenda
de que ainda era capaz de derrotar
qualquer adversário.
Certa tarde, um guerreiro conhecido por
sua total falta de escrúpulos apareceu
por ali. Queria derrotar o samurai e
aumentar sua fama.
O velho aceitou o desafio e o jovem
começou a insultá-lo.
Chutou algumas pedras em sua direção,
cuspiu em seu rosto, gritou
insultos, ofendeu seus ancestrais.
Durante horas fez tudo para provocá-lo,
mas o velho permaneceu impassível.
No final do dia, sentindo-se já exausto e
humilhado, o guerreiro retirou-se.
E os alunos, surpresos, perguntaram ao
mestre como ele pudera suportar
tanta indignidade.
- Se alguém chega até você com um
presente, e você não o aceita, a
quem pertence o presente?
- A quem tentou entregá-lo, respondeu
um dos discípulos.
- O mesmo vale para a inveja, a raiva e
os insultos. Quando não são aceitos,
continuam pertencendo a quem os
carregam consigo.
*MORAL DA HISTÓRIA:*
*A sua paz interior depende
exclusivamente de você.*
*As pessoas não podem lhe tirar
a calma. Só se você permitir*

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Milagres
MilagresMilagres
Milagres
ilce marinho
 
Artigo - Prenhas - uma mãe (im)pertinente: comunicação popular, identidade e ...
Artigo - Prenhas - uma mãe (im)pertinente: comunicação popular, identidade e ...Artigo - Prenhas - uma mãe (im)pertinente: comunicação popular, identidade e ...
Artigo - Prenhas - uma mãe (im)pertinente: comunicação popular, identidade e ...
Fabiano Estanislau
 
A arte de_nao_adoecer_1_
A arte de_nao_adoecer_1_A arte de_nao_adoecer_1_
A arte de_nao_adoecer_1_
ilce marinho
 
Que jamais...
Que jamais...Que jamais...
Que jamais...
ilce marinho
 
Innovación educativa con recursos abiertos
Innovación educativa con recursos abiertosInnovación educativa con recursos abiertos
Innovación educativa con recursos abiertos
danielplazas
 
Trayectorias Educativas
Trayectorias EducativasTrayectorias Educativas
Trayectorias Educativas
Tomás Arredondo Balderas
 
Sinfonia da natureza
Sinfonia da naturezaSinfonia da natureza
Sinfonia da natureza
ilce marinho
 
Leydi pamela, acosta ventura portafolio
Leydi pamela, acosta ventura portafolioLeydi pamela, acosta ventura portafolio
Leydi pamela, acosta ventura portafolio
985929612
 
Gran poder (2)
Gran poder (2)Gran poder (2)
Deolhonosrotuloscopiablog
DeolhonosrotuloscopiablogDeolhonosrotuloscopiablog
Deolhonosrotuloscopiablog
UNIFRA
 
A paz que_trago
A paz que_tragoA paz que_trago
A paz que_trago
ilce marinho
 
20100929
2010092920100929
20100929
ilce marinho
 
Os doze sinais_do_seu_despertar_divino
Os doze sinais_do_seu_despertar_divinoOs doze sinais_do_seu_despertar_divino
Os doze sinais_do_seu_despertar_divino
ilce marinho
 
DIERRECIONES ELECTRONICAS
DIERRECIONES ELECTRONICASDIERRECIONES ELECTRONICAS
DIERRECIONES ELECTRONICAS
xiom20mat
 
Decima primeira aula
Decima primeira aulaDecima primeira aula
Decima primeira aula
Raimundo Ignacio
 
Pedro bialanalisaamorte
Pedro bialanalisaamortePedro bialanalisaamorte
Pedro bialanalisaamorte
cesarzanetti
 
Enfermedades causadas por la falta del aseo
Enfermedades  causadas   por la  falta  del  aseoEnfermedades  causadas   por la  falta  del  aseo
Enfermedades causadas por la falta del aseo
Carmen Arhuata Gonzales
 
Efemero lt 1
Efemero lt 1Efemero lt 1
Efemero lt 1
ilce marinho
 
Bankruptcy help.....?
Bankruptcy help.....?Bankruptcy help.....?
Bankruptcy help.....?
swleettsyunporeeta
 

Destaque (20)

Milagres
MilagresMilagres
Milagres
 
Artigo - Prenhas - uma mãe (im)pertinente: comunicação popular, identidade e ...
Artigo - Prenhas - uma mãe (im)pertinente: comunicação popular, identidade e ...Artigo - Prenhas - uma mãe (im)pertinente: comunicação popular, identidade e ...
Artigo - Prenhas - uma mãe (im)pertinente: comunicação popular, identidade e ...
 
A arte de_nao_adoecer_1_
A arte de_nao_adoecer_1_A arte de_nao_adoecer_1_
A arte de_nao_adoecer_1_
 
Que jamais...
Que jamais...Que jamais...
Que jamais...
 
Innovación educativa con recursos abiertos
Innovación educativa con recursos abiertosInnovación educativa con recursos abiertos
Innovación educativa con recursos abiertos
 
Trayectorias Educativas
Trayectorias EducativasTrayectorias Educativas
Trayectorias Educativas
 
Sinfonia da natureza
Sinfonia da naturezaSinfonia da natureza
Sinfonia da natureza
 
Leydi pamela, acosta ventura portafolio
Leydi pamela, acosta ventura portafolioLeydi pamela, acosta ventura portafolio
Leydi pamela, acosta ventura portafolio
 
Borang PPKHM
Borang PPKHMBorang PPKHM
Borang PPKHM
 
Gran poder (2)
Gran poder (2)Gran poder (2)
Gran poder (2)
 
Deolhonosrotuloscopiablog
DeolhonosrotuloscopiablogDeolhonosrotuloscopiablog
Deolhonosrotuloscopiablog
 
A paz que_trago
A paz que_tragoA paz que_trago
A paz que_trago
 
20100929
2010092920100929
20100929
 
Os doze sinais_do_seu_despertar_divino
Os doze sinais_do_seu_despertar_divinoOs doze sinais_do_seu_despertar_divino
Os doze sinais_do_seu_despertar_divino
 
DIERRECIONES ELECTRONICAS
DIERRECIONES ELECTRONICASDIERRECIONES ELECTRONICAS
DIERRECIONES ELECTRONICAS
 
Decima primeira aula
Decima primeira aulaDecima primeira aula
Decima primeira aula
 
Pedro bialanalisaamorte
Pedro bialanalisaamortePedro bialanalisaamorte
Pedro bialanalisaamorte
 
Enfermedades causadas por la falta del aseo
Enfermedades  causadas   por la  falta  del  aseoEnfermedades  causadas   por la  falta  del  aseo
Enfermedades causadas por la falta del aseo
 
Efemero lt 1
Efemero lt 1Efemero lt 1
Efemero lt 1
 
Bankruptcy help.....?
Bankruptcy help.....?Bankruptcy help.....?
Bankruptcy help.....?
 

Mais de ilce marinho

Ensina me a auxiliar. (amália rodrigues)
Ensina me a auxiliar. (amália rodrigues)Ensina me a auxiliar. (amália rodrigues)
Ensina me a auxiliar. (amália rodrigues)
ilce marinho
 
Por quem os sinos dobram (ap)
Por quem os sinos dobram (ap)Por quem os sinos dobram (ap)
Por quem os sinos dobram (ap)
ilce marinho
 
Relembrando rachel de queiroz
Relembrando rachel de queirozRelembrando rachel de queiroz
Relembrando rachel de queiroz
ilce marinho
 
A alma simples
A alma simplesA alma simples
A alma simples
ilce marinho
 
A alma simples
A alma simplesA alma simples
A alma simples
ilce marinho
 
Bamboo%s lessons [p am]
Bamboo%s lessons [p am]Bamboo%s lessons [p am]
Bamboo%s lessons [p am]
ilce marinho
 
Chamo me amor
Chamo me amorChamo me amor
Chamo me amor
ilce marinho
 
Chamo me amor
Chamo me amorChamo me amor
Chamo me amor
ilce marinho
 
Uirapuru
UirapuruUirapuru
Uirapuru
ilce marinho
 
Bamboo%s lessons [p am]
Bamboo%s lessons [p am]Bamboo%s lessons [p am]
Bamboo%s lessons [p am]
ilce marinho
 
Bamboo%s lessons [p am]
Bamboo%s lessons [p am]Bamboo%s lessons [p am]
Bamboo%s lessons [p am]
ilce marinho
 
Uirapuru
UirapuruUirapuru
Uirapuru
ilce marinho
 
Fascinante
FascinanteFascinante
Fascinante
ilce marinho
 
Fascinante
FascinanteFascinante
Fascinante
ilce marinho
 
Chamo me amor
Chamo me amorChamo me amor
Chamo me amor
ilce marinho
 
Acalme meu passo_senhor
Acalme meu passo_senhorAcalme meu passo_senhor
Acalme meu passo_senhor
ilce marinho
 
Meu deus(com música)
Meu deus(com música)Meu deus(com música)
Meu deus(com música)
ilce marinho
 
Cristoeeu
CristoeeuCristoeeu
Cristoeeu
ilce marinho
 
Jesucristo1
Jesucristo1Jesucristo1
Jesucristo1
ilce marinho
 
A lingua portuguesaagradece.pps
A lingua portuguesaagradece.ppsA lingua portuguesaagradece.pps
A lingua portuguesaagradece.pps
ilce marinho
 

Mais de ilce marinho (20)

Ensina me a auxiliar. (amália rodrigues)
Ensina me a auxiliar. (amália rodrigues)Ensina me a auxiliar. (amália rodrigues)
Ensina me a auxiliar. (amália rodrigues)
 
Por quem os sinos dobram (ap)
Por quem os sinos dobram (ap)Por quem os sinos dobram (ap)
Por quem os sinos dobram (ap)
 
Relembrando rachel de queiroz
Relembrando rachel de queirozRelembrando rachel de queiroz
Relembrando rachel de queiroz
 
A alma simples
A alma simplesA alma simples
A alma simples
 
A alma simples
A alma simplesA alma simples
A alma simples
 
Bamboo%s lessons [p am]
Bamboo%s lessons [p am]Bamboo%s lessons [p am]
Bamboo%s lessons [p am]
 
Chamo me amor
Chamo me amorChamo me amor
Chamo me amor
 
Chamo me amor
Chamo me amorChamo me amor
Chamo me amor
 
Uirapuru
UirapuruUirapuru
Uirapuru
 
Bamboo%s lessons [p am]
Bamboo%s lessons [p am]Bamboo%s lessons [p am]
Bamboo%s lessons [p am]
 
Bamboo%s lessons [p am]
Bamboo%s lessons [p am]Bamboo%s lessons [p am]
Bamboo%s lessons [p am]
 
Uirapuru
UirapuruUirapuru
Uirapuru
 
Fascinante
FascinanteFascinante
Fascinante
 
Fascinante
FascinanteFascinante
Fascinante
 
Chamo me amor
Chamo me amorChamo me amor
Chamo me amor
 
Acalme meu passo_senhor
Acalme meu passo_senhorAcalme meu passo_senhor
Acalme meu passo_senhor
 
Meu deus(com música)
Meu deus(com música)Meu deus(com música)
Meu deus(com música)
 
Cristoeeu
CristoeeuCristoeeu
Cristoeeu
 
Jesucristo1
Jesucristo1Jesucristo1
Jesucristo1
 
A lingua portuguesaagradece.pps
A lingua portuguesaagradece.ppsA lingua portuguesaagradece.pps
A lingua portuguesaagradece.pps
 

Último

Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADASCARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
ESCRIBA DE CRISTO
 
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Janilson Noca
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
ESCRIBA DE CRISTO
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
ESCRIBA DE CRISTO
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTASEscola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
ceciliafonseca16
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 

Último (16)

Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
 
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADASCARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
CARTAS DE INÁCIO DE ANTIOQUIA ILUSTRADAS E COMENTADAS
 
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
Manual-do-PGM-Protótipo.docxManual-do-PGM-Protótipo.docx
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
 
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTASEscola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
Escola sabatina juvenis.pdf. Revista da escola sabatina - ADVENTISTAS
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 

Lenda japonesa

  • 2. Era uma vez um grande samurai que vivia perto de Tóquio. Mesmo idoso, se dedicava a ensinar a arte zen aos jovens.
  • 3. Apesar de sua idade, corria a lenda de que ainda era capaz de derrotar qualquer adversário.
  • 4. Certa tarde, um guerreiro conhecido por sua total falta de escrúpulos apareceu por ali. Queria derrotar o samurai e aumentar sua fama. O velho aceitou o desafio e o jovem começou a insultá-lo. Chutou algumas pedras em sua direção, cuspiu em seu rosto, gritou insultos, ofendeu seus ancestrais.
  • 5. Durante horas fez tudo para provocá-lo, mas o velho permaneceu impassível. No final do dia, sentindo-se já exausto e humilhado, o guerreiro retirou-se. E os alunos, surpresos, perguntaram ao mestre como ele pudera suportar tanta indignidade.
  • 6. - Se alguém chega até você com um presente, e você não o aceita, a quem pertence o presente? - A quem tentou entregá-lo, respondeu um dos discípulos. - O mesmo vale para a inveja, a raiva e os insultos. Quando não são aceitos, continuam pertencendo a quem os carregam consigo.
  • 7. *MORAL DA HISTÓRIA:* *A sua paz interior depende exclusivamente de você.* *As pessoas não podem lhe tirar a calma. Só se você permitir*