SlideShare uma empresa Scribd logo
©Einsteinmania – Todos os Direitos Reservados http://einsteinmania.com
Resumo – Leis de Newton I – Prof. Douglas Almeida
Conceitos Preliminares
Inércia: propriedade da matéria de resistir à variação de
velocidade.
Um corpo em repouso tende a permanecer em repouso.
Um corpo em movimento tende a permanecer em
movimento (retilíneo e uniforme).
Partícula: corpo cujo tamanho pode ser desprezado, em
relação ao referencial. Isto implica em desconsiderarmos
sua rotação e deformação.
CorpoIsolado: aquele no qual a interação resultante é nula
ou desprezível.
Primeira Lei de Newton
Um corpo que se comporta como partícula estará em
repouso (equilíbrio estático) ou em movimento retilíneo
uniforme (equilíbrio dinâmico) quando estiver isolado.
Segunda Lei de Newton
A força é o ente que usamos para representar a interação.
Para partículas de massa constante, a força resultante é o
produto da massa pela aceleração.
𝐹 = 𝑚𝑎
A força, assim como a aceleração, são grandezas vetoriais.
Para ser representada, ela precisa, além do valor
numérico, de direção e sentido.
Terceira Lei de Newton (Ação e Reação)
Quando duas partículas que se movem com velocidades
bem menores que a velocidade da luz interagem,
podemos representar tal interação por um par de forças
que têm a mesma direção, a mesma intensidade e sentidos
contrários.
 As Leis de Newton são válidas apenas em
referenciais inerciais. Para fenômenos de curta
duração, a Terra pode ser considerada como
referencial inercial;
 Qualquer referencial que esteja em repouso ou
em movimento retilíneo uniforme, em relação a
um referencial inercial, também é um referencial
inercial.
 Em referenciais não inerciais (acelerados),
podemos usar o Princípio da Equivalência para
tornar as Leis de Newton válidas neste
referenciais.
Cuidado com a expressão – o
corpo está em Inércia. Ela
significa que o corpo está em
equilíbrio (estático ou
dinâmico), não sugerindo que
possa haver corpo desprovido
de Inércia.
Este par de forças (Ação e
Reação) NUNCA age em um
mesmo corpo.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Leis de newton parte 3
Leis de newton parte 3Leis de newton parte 3
Leis de newton parte 3
daf97
 
Leis de newton slide-gizelda
Leis de newton   slide-gizeldaLeis de newton   slide-gizelda
Leis de newton slide-gizelda
Gizelda
 
Fisica ii
Fisica iiFisica ii
Fisica ii
Andrea Ternero
 
1ª lei de newton
1ª lei de newton1ª lei de newton
1ª lei de newton
Isadora Girio
 
Dinâmica e estática - Leis de Newton
Dinâmica e estática - Leis de NewtonDinâmica e estática - Leis de Newton
Dinâmica e estática - Leis de Newton
Felipe Bueno
 
Leis de Newton
Leis de NewtonLeis de Newton
Leis de Newton
Daniela F Almenara
 
Aula 4 leis de newton
Aula 4   leis de newtonAula 4   leis de newton
Aula 4 leis de newton
Fisicaefacil
 
As leis de newton
As leis de newtonAs leis de newton
As leis de newton
Radma Almeida
 
Leis de Newton
Leis de NewtonLeis de Newton
Leis de Newton
Luisa Lamas
 
Ciências físico químicas/ Leis do movimento ou leis de Newton
Ciências físico químicas/ Leis do movimento ou leis de NewtonCiências físico químicas/ Leis do movimento ou leis de Newton
Ciências físico químicas/ Leis do movimento ou leis de Newton
mariana1314
 
"Somos Físicos" A Mecânica de Isaac Newton
"Somos Físicos" A Mecânica de Isaac  Newton"Somos Físicos" A Mecânica de Isaac  Newton
"Somos Físicos" A Mecânica de Isaac Newton
Vania Lima "Somos Físicos"
 
2ª lei de newton
2ª lei de newton2ª lei de newton
2ª lei de newton
Isadora Girio
 
Leis newton
Leis newtonLeis newton
Leis newton
Adrianne Mendonça
 
Aula 05 mecância - dinâmica - leis de newton
Aula 05   mecância - dinâmica - leis de newtonAula 05   mecância - dinâmica - leis de newton
Aula 05 mecância - dinâmica - leis de newton
Bruno San
 
Dinamica leis fundamentais
Dinamica leis fundamentaisDinamica leis fundamentais
Dinamica leis fundamentais
Marines Adiers Alves Pereira
 
Leis De Newton
Leis De NewtonLeis De Newton
Leis De Newton
Miky Mine
 
Aula04 leida inércia
Aula04 leida inérciaAula04 leida inércia
Aula04 leida inércia
cristbarb
 
Newton laura 2 a
Newton   laura 2 aNewton   laura 2 a
Newton laura 2 a
Cristiane Tavolaro
 
Dinâmica
DinâmicaDinâmica
Dinâmica
rosilenedalmolin
 
Habilidade 20 enem_fisica_aula_02
Habilidade 20 enem_fisica_aula_02Habilidade 20 enem_fisica_aula_02
Habilidade 20 enem_fisica_aula_02
William Ananias
 

Mais procurados (20)

Leis de newton parte 3
Leis de newton parte 3Leis de newton parte 3
Leis de newton parte 3
 
Leis de newton slide-gizelda
Leis de newton   slide-gizeldaLeis de newton   slide-gizelda
Leis de newton slide-gizelda
 
Fisica ii
Fisica iiFisica ii
Fisica ii
 
1ª lei de newton
1ª lei de newton1ª lei de newton
1ª lei de newton
 
Dinâmica e estática - Leis de Newton
Dinâmica e estática - Leis de NewtonDinâmica e estática - Leis de Newton
Dinâmica e estática - Leis de Newton
 
Leis de Newton
Leis de NewtonLeis de Newton
Leis de Newton
 
Aula 4 leis de newton
Aula 4   leis de newtonAula 4   leis de newton
Aula 4 leis de newton
 
As leis de newton
As leis de newtonAs leis de newton
As leis de newton
 
Leis de Newton
Leis de NewtonLeis de Newton
Leis de Newton
 
Ciências físico químicas/ Leis do movimento ou leis de Newton
Ciências físico químicas/ Leis do movimento ou leis de NewtonCiências físico químicas/ Leis do movimento ou leis de Newton
Ciências físico químicas/ Leis do movimento ou leis de Newton
 
"Somos Físicos" A Mecânica de Isaac Newton
"Somos Físicos" A Mecânica de Isaac  Newton"Somos Físicos" A Mecânica de Isaac  Newton
"Somos Físicos" A Mecânica de Isaac Newton
 
2ª lei de newton
2ª lei de newton2ª lei de newton
2ª lei de newton
 
Leis newton
Leis newtonLeis newton
Leis newton
 
Aula 05 mecância - dinâmica - leis de newton
Aula 05   mecância - dinâmica - leis de newtonAula 05   mecância - dinâmica - leis de newton
Aula 05 mecância - dinâmica - leis de newton
 
Dinamica leis fundamentais
Dinamica leis fundamentaisDinamica leis fundamentais
Dinamica leis fundamentais
 
Leis De Newton
Leis De NewtonLeis De Newton
Leis De Newton
 
Aula04 leida inércia
Aula04 leida inérciaAula04 leida inércia
Aula04 leida inércia
 
Newton laura 2 a
Newton   laura 2 aNewton   laura 2 a
Newton laura 2 a
 
Dinâmica
DinâmicaDinâmica
Dinâmica
 
Habilidade 20 enem_fisica_aula_02
Habilidade 20 enem_fisica_aula_02Habilidade 20 enem_fisica_aula_02
Habilidade 20 enem_fisica_aula_02
 

Destaque

Movimento Circular
Movimento CircularMovimento Circular
Movimento Circular
Douglas Almeida
 
Leis de Newton II Aplicações
Leis de Newton II   AplicaçõesLeis de Newton II   Aplicações
Leis de Newton II Aplicações
Douglas Almeida
 
Lançamento Horizontal e Oblíquo
Lançamento Horizontal e OblíquoLançamento Horizontal e Oblíquo
Lançamento Horizontal e Oblíquo
Douglas Almeida
 
Lançamento vertical, horizontal e oblíquo
Lançamento vertical, horizontal e oblíquoLançamento vertical, horizontal e oblíquo
Lançamento vertical, horizontal e oblíquo
Marcelo Ipiau
 
Trabalho e Energia I
Trabalho e Energia ITrabalho e Energia I
Trabalho e Energia I
Douglas Almeida
 
Movimentos Verticais
Movimentos VerticaisMovimentos Verticais
Movimentos Verticais
Douglas Almeida
 
Movimento uniforme
Movimento uniformeMovimento uniforme
Movimento uniforme
Douglas Almeida
 
Lançamento de Projécteis
Lançamento de ProjécteisLançamento de Projécteis
Lançamento de Projécteis
José A. Moreno
 
Lançamento de projéteis mariana e natalie
Lançamento de projéteis   mariana e natalieLançamento de projéteis   mariana e natalie
Lançamento de projéteis mariana e natalie
Cristiane Tavolaro
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Movimento Circular
www.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Movimento Circularwww.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Movimento Circular
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Movimento Circular
Videoaulas De Física Apoio
 
Projéteis
ProjéteisProjéteis
Projéteis
Miky Mine
 
Prova de física resolvida escola naval 2013
Prova de física resolvida escola naval 2013Prova de física resolvida escola naval 2013
Prova de física resolvida escola naval 2013
Douglas Almeida
 
2 lei de newton
2 lei de newton2 lei de newton
2 lei de newton
Luciana Pinto Dos Santos
 
Prova de física resolvida escola naval 2012
Prova de física resolvida escola naval 2012Prova de física resolvida escola naval 2012
Prova de física resolvida escola naval 2012
Douglas Almeida
 
Revisão eear 2016
Revisão eear 2016Revisão eear 2016
Revisão eear 2016
Airton Coelho
 
Leis de newton
Leis de newtonLeis de newton
Leis de newton
Bruno Barroso
 
Movimento Circular
Movimento CircularMovimento Circular
Movimento Circular
Miky Mine
 
Apostila Calculo 1 - Limites de uma função - Engenharia Civil
Apostila Calculo 1 - Limites de uma função - Engenharia CivilApostila Calculo 1 - Limites de uma função - Engenharia Civil
Apostila Calculo 1 - Limites de uma função - Engenharia Civil
Ana Carolline Pereira
 
Cinética química
Cinética químicaCinética química
Cinética química
kirkfc
 
Segunda lei de newton !!
Segunda lei de newton !!Segunda lei de newton !!
Segunda lei de newton !!
Loamy Amarantte
 

Destaque (20)

Movimento Circular
Movimento CircularMovimento Circular
Movimento Circular
 
Leis de Newton II Aplicações
Leis de Newton II   AplicaçõesLeis de Newton II   Aplicações
Leis de Newton II Aplicações
 
Lançamento Horizontal e Oblíquo
Lançamento Horizontal e OblíquoLançamento Horizontal e Oblíquo
Lançamento Horizontal e Oblíquo
 
Lançamento vertical, horizontal e oblíquo
Lançamento vertical, horizontal e oblíquoLançamento vertical, horizontal e oblíquo
Lançamento vertical, horizontal e oblíquo
 
Trabalho e Energia I
Trabalho e Energia ITrabalho e Energia I
Trabalho e Energia I
 
Movimentos Verticais
Movimentos VerticaisMovimentos Verticais
Movimentos Verticais
 
Movimento uniforme
Movimento uniformeMovimento uniforme
Movimento uniforme
 
Lançamento de Projécteis
Lançamento de ProjécteisLançamento de Projécteis
Lançamento de Projécteis
 
Lançamento de projéteis mariana e natalie
Lançamento de projéteis   mariana e natalieLançamento de projéteis   mariana e natalie
Lançamento de projéteis mariana e natalie
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Movimento Circular
www.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Movimento Circularwww.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Movimento Circular
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Movimento Circular
 
Projéteis
ProjéteisProjéteis
Projéteis
 
Prova de física resolvida escola naval 2013
Prova de física resolvida escola naval 2013Prova de física resolvida escola naval 2013
Prova de física resolvida escola naval 2013
 
2 lei de newton
2 lei de newton2 lei de newton
2 lei de newton
 
Prova de física resolvida escola naval 2012
Prova de física resolvida escola naval 2012Prova de física resolvida escola naval 2012
Prova de física resolvida escola naval 2012
 
Revisão eear 2016
Revisão eear 2016Revisão eear 2016
Revisão eear 2016
 
Leis de newton
Leis de newtonLeis de newton
Leis de newton
 
Movimento Circular
Movimento CircularMovimento Circular
Movimento Circular
 
Apostila Calculo 1 - Limites de uma função - Engenharia Civil
Apostila Calculo 1 - Limites de uma função - Engenharia CivilApostila Calculo 1 - Limites de uma função - Engenharia Civil
Apostila Calculo 1 - Limites de uma função - Engenharia Civil
 
Cinética química
Cinética químicaCinética química
Cinética química
 
Segunda lei de newton !!
Segunda lei de newton !!Segunda lei de newton !!
Segunda lei de newton !!
 

Semelhante a Leis de Newton I

413 apostila ita_dinamica_vinicius
413 apostila ita_dinamica_vinicius413 apostila ita_dinamica_vinicius
413 apostila ita_dinamica_vinicius
afpinto
 
As leis de newton
As leis de newtonAs leis de newton
As leis de newton
Paulo Cezar Rangel de Lima
 
Ppt newton
Ppt newtonPpt newton
Ppt newton
hgalante
 
11 dinâmica - introdução
11  dinâmica - introdução11  dinâmica - introdução
11 dinâmica - introdução
Bruno De Siqueira Costa
 
LEIS DE NEWTON.ppt
LEIS DE NEWTON.pptLEIS DE NEWTON.ppt
LEIS DE NEWTON.ppt
NbiaOliveira35
 
413 apostila ita_dinamica_vinicius
413 apostila ita_dinamica_vinicius413 apostila ita_dinamica_vinicius
413 apostila ita_dinamica_vinicius
Emerson Assis
 
8a série as leis de newton
8a série   as leis de newton8a série   as leis de newton
8a série as leis de newton
SESI 422 - Americana
 
Aula 2 fis em
Aula 2 fis emAula 2 fis em
Aula 2 fis em
Walney M.F
 
Dinâmica 1
Dinâmica 1Dinâmica 1
Dinâmica 1
clickfisica
 
Dinâmica 1
Dinâmica 1Dinâmica 1
Dinâmica 1
clickfisica
 
1127
11271127
1127
Pelo Siro
 
Dinâmica
DinâmicaDinâmica
Dinâmica
Elisabete2014
 
1228953886 leis de_newton
1228953886 leis de_newton1228953886 leis de_newton
1228953886 leis de_newton
Pelo Siro
 
Mecânica-cinemática 2012
Mecânica-cinemática 2012Mecânica-cinemática 2012
Mecânica-cinemática 2012
Paulo Filho
 
Leis de newton parte 1
Leis de newton parte 1Leis de newton parte 1
Leis de newton parte 1
daf97
 
Leis de newton
Leis de newtonLeis de newton
Leis de newton
Julio Cesar
 
Aula-5.pdf
Aula-5.pdfAula-5.pdf
Fisica cn2 parte1 dinamica
Fisica cn2 parte1 dinamicaFisica cn2 parte1 dinamica
Fisica cn2 parte1 dinamica
2marrow
 
Fisica cn2 parte1 dinamica
Fisica cn2 parte1 dinamicaFisica cn2 parte1 dinamica
Fisica cn2 parte1 dinamica
cavip
 
dinâmica leis de newton leis de newton leis
dinâmica leis de newton leis de newton leisdinâmica leis de newton leis de newton leis
dinâmica leis de newton leis de newton leis
JoaoJose53
 

Semelhante a Leis de Newton I (20)

413 apostila ita_dinamica_vinicius
413 apostila ita_dinamica_vinicius413 apostila ita_dinamica_vinicius
413 apostila ita_dinamica_vinicius
 
As leis de newton
As leis de newtonAs leis de newton
As leis de newton
 
Ppt newton
Ppt newtonPpt newton
Ppt newton
 
11 dinâmica - introdução
11  dinâmica - introdução11  dinâmica - introdução
11 dinâmica - introdução
 
LEIS DE NEWTON.ppt
LEIS DE NEWTON.pptLEIS DE NEWTON.ppt
LEIS DE NEWTON.ppt
 
413 apostila ita_dinamica_vinicius
413 apostila ita_dinamica_vinicius413 apostila ita_dinamica_vinicius
413 apostila ita_dinamica_vinicius
 
8a série as leis de newton
8a série   as leis de newton8a série   as leis de newton
8a série as leis de newton
 
Aula 2 fis em
Aula 2 fis emAula 2 fis em
Aula 2 fis em
 
Dinâmica 1
Dinâmica 1Dinâmica 1
Dinâmica 1
 
Dinâmica 1
Dinâmica 1Dinâmica 1
Dinâmica 1
 
1127
11271127
1127
 
Dinâmica
DinâmicaDinâmica
Dinâmica
 
1228953886 leis de_newton
1228953886 leis de_newton1228953886 leis de_newton
1228953886 leis de_newton
 
Mecânica-cinemática 2012
Mecânica-cinemática 2012Mecânica-cinemática 2012
Mecânica-cinemática 2012
 
Leis de newton parte 1
Leis de newton parte 1Leis de newton parte 1
Leis de newton parte 1
 
Leis de newton
Leis de newtonLeis de newton
Leis de newton
 
Aula-5.pdf
Aula-5.pdfAula-5.pdf
Aula-5.pdf
 
Fisica cn2 parte1 dinamica
Fisica cn2 parte1 dinamicaFisica cn2 parte1 dinamica
Fisica cn2 parte1 dinamica
 
Fisica cn2 parte1 dinamica
Fisica cn2 parte1 dinamicaFisica cn2 parte1 dinamica
Fisica cn2 parte1 dinamica
 
dinâmica leis de newton leis de newton leis
dinâmica leis de newton leis de newton leisdinâmica leis de newton leis de newton leis
dinâmica leis de newton leis de newton leis
 

Último

Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
marcos oliveira
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
orquestrasinfonicaam
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 

Último (20)

Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 

Leis de Newton I

  • 1. ©Einsteinmania – Todos os Direitos Reservados http://einsteinmania.com Resumo – Leis de Newton I – Prof. Douglas Almeida Conceitos Preliminares Inércia: propriedade da matéria de resistir à variação de velocidade. Um corpo em repouso tende a permanecer em repouso. Um corpo em movimento tende a permanecer em movimento (retilíneo e uniforme). Partícula: corpo cujo tamanho pode ser desprezado, em relação ao referencial. Isto implica em desconsiderarmos sua rotação e deformação. CorpoIsolado: aquele no qual a interação resultante é nula ou desprezível. Primeira Lei de Newton Um corpo que se comporta como partícula estará em repouso (equilíbrio estático) ou em movimento retilíneo uniforme (equilíbrio dinâmico) quando estiver isolado. Segunda Lei de Newton A força é o ente que usamos para representar a interação. Para partículas de massa constante, a força resultante é o produto da massa pela aceleração. 𝐹 = 𝑚𝑎 A força, assim como a aceleração, são grandezas vetoriais. Para ser representada, ela precisa, além do valor numérico, de direção e sentido. Terceira Lei de Newton (Ação e Reação) Quando duas partículas que se movem com velocidades bem menores que a velocidade da luz interagem, podemos representar tal interação por um par de forças que têm a mesma direção, a mesma intensidade e sentidos contrários.  As Leis de Newton são válidas apenas em referenciais inerciais. Para fenômenos de curta duração, a Terra pode ser considerada como referencial inercial;  Qualquer referencial que esteja em repouso ou em movimento retilíneo uniforme, em relação a um referencial inercial, também é um referencial inercial.  Em referenciais não inerciais (acelerados), podemos usar o Princípio da Equivalência para tornar as Leis de Newton válidas neste referenciais. Cuidado com a expressão – o corpo está em Inércia. Ela significa que o corpo está em equilíbrio (estático ou dinâmico), não sugerindo que possa haver corpo desprovido de Inércia. Este par de forças (Ação e Reação) NUNCA age em um mesmo corpo.